Issuu on Google+

Agrupamento de Escolas C贸nego Dr. Manuel Lopes Perdig茫o Caxarias

Autores e Ilustradores que visitaram a nossa Escola


Glória Bastos possui o mestrado em Cultura e Literatura Portuguesas (com especialização em Literatura Infanto-Juvenil). É docente universitária e investigadora na área da Didática do Português, com vários trabalhos publicados neste campo. Além das suas coleções para crianças, Glória Bastos publicou recentemente na Caminho o livro de ensaios A Escrita para Crianças em Portugal no Século XIX.

Escritor e jornalista português nascido a 1 de novembro de 1960, em Lisboa. Autor essencialmente de literatura infantil e juvenil, recebeu prémios e menções honrosas. Começou a escrever muito cedo, textos que publicava em jornais. Licenciado em História, dedica-se ao ensino e à televisão. Foi um dos que participou na preparação do famoso programa Rua Sésamo. Tem dezenas de livros publicados, dos quais destacamos Uma Chuvada na Careca (1989), um dos seus grandes êxitos, O Vizinho Misterioso (1991), A minha vida não é nada disto (1997), História dentro de uma Garrafa (2000) e O Amor contado aos Jovens...e aos outros (2000).


Lurdes Breda nasceu no concelho de Montemor-o-Velho, onde reside. Frequenta o curso de Línguas e Literaturas Modernas – Variante Estudos Portugueses, da Universidade Aberta. Foi premiada em vários certames literários, quer a nível nacional, quer internacional. É, com frequência, convidada para atividades que visam a promoção do livro e da leitura, junto das escolas. Colabora na revista literária online “Livros & Leituras” e em jornais de âmbito local e regional.

Maria Teresa Maia Gonzalez é uma escritora portuguesa nascida em Coimbra, em 1958. Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Franceses e Ingleses, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, foi professora de Língua Portuguesa de 1982 a 1997, no ensino oficial e particular. Recentemente também começou a escrever uma coleção de peças de teatro, chamada "Um Palco na Escola", que já vai em cinco títulos, para serem representadas nas escolas que já começam a ser levadas a cena em várias escolas do país. Os seus livros são um sucesso entre os mais jovens e já ganhou prémios de literatura.


André Caetano, nasceu em 1983, em Coimbra. É licenciado em Design de Comunicação pela Escola Universitária de Artes de Coimbra, em Julho de 2006, tendo nesse mesmo ano entrado como bolseiro do Instituto Pedro Nunes. Desde Junho de 2007 que trabalha como freelancer em ilustração e desenho gráfico, sobretudo em livros infantis.

António Torrado (Lisboa, 1939) é um escritor português voltado para a literatura infanto-juvenil. António Torrado nasceu em Lisboa em 1939. Licenciou-se em Filosofia pela Universidade de Coimbra. Dedicou-se à escrita desde muito novo, tendo começado a publicar aos 18 anos. A sua atividade profissional é diversa: escritor, pedagogo, jornalista, editor, produtor e argumentista para televisão. É dramaturgo residente na Companhia de Teatro Comuna em Lisboa. Sendo consensualmente considerado um dos autores mais importantes na literatura infantil portuguesa, possui uma obra bastante extensa e diversificada, que integra textos de raiz popular e tradicional, mas também poesia e sobretudo contos.


Frequentou o Lycée Français Charles Lepierre e licenciou-se em Filosofia, Iniciou funções como professora do Ensino Básico em 1976. Depois de ter sido colega de Ana Maria Magalhães, na Escola EB 2/3 Fernando Pessoa, forma com esta, uma dupla na escrita juvenil, inaugurada com Uma aventura...na cidade, em 1982.

Ana Maria Magalhães (n. Lisboa, 14 de Abril de 1946) é uma escritora portuguesa, principalmente direcionada para a literatura infanto-juvenil. É principalmente conhecida por ter escrito a coleção Uma Aventura, em dupla com Isabel Alçada. Conheceu Isabel em Outubro de 1976, no primeiro dia do ano letivo, na sala de professores da Escola Básica Fernando Pessoa, em Lisboa. A coleção Uma Aventura revelar-se-ia um sucesso entre as camadas jovens, chegando a mais de cinquenta títulos, com adaptações para televisão e cinema.


Mário Castrim, pseudónimo de Manuel Nunes da Fonseca (Ílhavo, 31 de Julho de 1920 - Lisboa, 15 de Outubro de 2002) foi um jornalista, escritor e crítico da televisão portuguesa. Trabalhou no jornal Diário de Lisboa, no semanário Tal & Qual, e na revista para jovens Audácia, dos Missionários Combonianos. Era casado com a também escritora e jornalista Alice Vieira e pai da jornalista e escritora Catarina Fonseca, e de André Fonseca, professor universitário. Deixou vasta obra publicada.

Alice de Jesus Vieira Vassalo Pereira da Fonseca (Lisboa, 20 de Março de 1943) é uma escritora e jornalista portuguesa. Licenciou-se em Filologia Germânica pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Dedicou-se desde cedo ao jornalismo, tendo trabalhado nos jornais Diário de Lisboa (onde, juntamente com o seu marido, o jornalista e escritor Mário Castrim, dirigiu o suplemento "Juvenil"), Diário Popular e Diário de Notícias. Colabora com as revistas Ativa e Audácia, dos Missionários Combonianos. Trabalhou em vários programas de televisão para crianças e é considerada uma das mais importantes autoras portuguesas de literatura infanto-juvenil As suas obras foram traduzidas para várias línguas, como o alemão, o búlgaro, o basco, o castelhano, o galego, o catalão, o francês, o húngaro, o holandês, o russo , o italiano, o chinês, o servo-croata.


José Ruy Matias Pinto nasceu a 9 de Maio de 1930, na Amadora. Frequentou a Escola António Arroio, onde tirou o curso de Desenhador Litógrafo. Dedicou-se à banda desenhada e começou a publicar aos catorze anos. é o artista português com maior número de álbuns produzidos em histórias aos quadradinhos, com muitas realizações, igualmente, no campo do desenho publicitário. Colaborou em imensas revistas da especialidade, como o Cavaleiro Andante, o Mundo de Aventuras ou O Mosquito, sendo o precursor da transição da banda desenhada da publicação periódica (revista) para a publicação o livro específico, ou álbum.

José António Franco é professor, poeta e ficcionista premiado. Tem-se dedicado à didática da poesia, trabalhando essencialmente com crianças do Ensino Básico, e sobre essa experiência tem realizado conferências e ações de formação para professores e educadores. Em 1997 foi galardoado pelo Instituto de Inovação Educacional no Concurso "Experiências Inovadoras no Ensino" pelo projeto A Poesia como Estratégia.


Marta Gomes, nasceu em 1980, no Porto. O gosto pela leitura despertou o gosto pela escrita. Frequentou vários cursos de escrita e estudou Estudos Europeus, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. O primeiro livro que publicou foi O Primeiro Livro do Diário de Sofia, estando envolvida em outros projetos multimédia, à semelhança do “Diário de Sofia”.

Nuno Bernardo nasceu em Vila do Conde, distrito do Porto. Licenciado em Jornalismo Internacional, é colaborador de várias publicações nacionais para a área das novas tecnologias, com mais de seis centenas de artigos publicados e cinco livros editados. Já trabalhou em Publicidade e entre 1997 e 2001 foi Diretor da “Portugal Media”, feira de Tecnologias de Informação realizada na Exponor. Em 2001 foi ainda Diretor do 1º Festival Internacional do Filme Interativo, iniciativa inédita, realizada em Portugal.


Pedro Seromenho Rocha, de nacionalidade portuguesa, nasceu sob a constelação de gémeos em 1975, na cidade de Salisbúria (Harare), República do Zimbabué. Com apenas dois anos de idade fixou-se em Tavira e mais tarde em Braga, onde reside atualmente. Embora se tenha formado em Economia, desde muito cedo demonstrou excecionais apetências pelo universo da escrita e da pintura, colaborando em inúmeras publicações e exposições como escritor e ilustrador.

Investigador, Jorge Ribeiro publicou centenas de artigos sobre a Guerra Colonial que ele viveu enquanto repórter. Paralelamente à sua longa carreira de jornalista na imprensa (O Primeiro de Janeiro, O Norte Desportivo, O Jornal, Se7e, TV Guia, e Jornal de Notícias onde foi chefe de redação), na rádio e na televisão, Jorge Ribeiro está profundamente ligado à vida cultural do Porto – através da Associação de Jornalistas e Homens de Letras, da UNICEPE, do FITEI, do TEP, da Fundação Ciência e Desenvolvimento (Campo Alegre), e da UPP onde ainda hoje dá aulas de “Comunicação e Media”.


Ao longo dos Ăşltimos anos, estes foram os escritores e ilustradores que passaram pela nossa escola. O nosso agradecimento a todos eles! A EQUIPA DA BIBLIOTECA


Autores e Ilustradores