Issuu on Google+

Agosto 2009 . Edição 11 . Distribuição gratuita e dirigida e-mail: jornaldafama@gmail.com Redação: 62 8411.7880 Comercial: 62 9186.1977

Muitas ofertas na Expovestir Lojistas comemoram resultados das vendas e apostam em movimento ainda nos últimos dias da feira Baseados no grande movimento registrado nos primeiros dias da 22ª Expovestir, no Centro de Convenções de Goiânia, os expositores da feira esperam um fim de semana movimentado. Muitos lojistas já comemoram o bom desempenho das vendas, resultado de descontos de até 70% oferecidos ao consumidor. Eles prometem promoções ainda melhores nestes últimos dias da Expovestir, reúne 85 expositores de roupas, calçados e acessórios. Pàgina 4


2 Conselho de Ética livra Sarney, com ajuda do PT Brasília – Após intervenção direta do Palácio do Planalto na bancada do PT, os senadores petistas deram os votos necessários para arquivar todos os processos contra o presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), no Conselho de Ética. Em seguida, não só com o apoio do PT mas também do PMDB, foi arquivado, em definitivo e por unanimidade, o processo contra o líder da bancada do PSDB, Arthur Virgílio (AM). Com apoio dos três petistas – Ideli Salvatti (SC), Delcídio Amaral (MS) e João Pedro (AM) –, os 11 processos contra Sarney foram mantidos arquivados pelo placar de 9 a 6 em duas votações. Sarney era acusado de usar o cargo para cometer irregularidades como a nomeação e exoneração de parentes por atos secretos. Constrangimento Muitos senadores votaram fora do microfone, visivelmente constrangidos. “Por todos os acontecimentos, isso foi desconfortável”, admitiu o senador Delcídio Amaral (PT-MS). O PMDB foi o autor da representação contra o tucano e, mesmo assim, deu seus três votos para arquivá-la. Eram oito denúncias, entre elas, a de que ele

EXPEDIENTE

ANO I, N. 11, AGOSTO/2009 Jornal DaFama Ltda Cnpj 03.287.398/0001-87 Rua 7, nº 88, sala 137 C Str. Marechal Rondon - Cep. 74.560-350 Goiânia-Goiás Periodicidade Mensal Tiragem 5.000 exemplares Circulação: Setor Fama e adjacências, Campinas, Str. N. Ferroviário, Oeste, Orgãos Públicos Municipais e Estaduais Jornalista Responsável João Silvestre da Silva Registro prof: GO-01454 JP e-mail: jornaldafama@gmail.com Redação: João Silvestre 62 8411.7880 Comercial: Joberson Silvestre 62 9186.1977 Gráfica LC GRÁFICA - 62 9986-1826 Diagramação: Wesley Queiroz - 62 8409-5472 wesley@tudofacil.net

manteve funcionário fantasma no seu gabinete no Senado. O enquadramento petista foi decidido, antes da sessão do conselho, durante reunião na sede provisória do governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com o chefe de gabinete do presidente, Gilberto Carvalho. A posição dos petistas no Conselho de Ética transformou o PT em alvo das críticas e expôs publicamente o racha do partido no Senado por conta da interferência presidencial. “Hoje é o dia em que o PT abraçou Sarney e Collor, e a Marina Silva, [militante história do partido] saiu”, resumiu o Pedro Simon (PMDB-RS). “O PT arrebentou hoje sua história”, disse o Demóstenes Torres (DEM-GO). “A bancada petista sofreu uma intervenção branca do Planalto”, acrescentou o líder do DEM, Agripino Maia (RN). O tucano Sérgio Guerra (PE) afirmou que o “discurso petista se divorciou definitivamente da prática”. As críticas não ficaram restritas à oposição. Vieram até do próprio PT. O senador Flávio Arns (PT-PR) disse que “o PT jogou a ética no lixo” e anunciou que irá ingressar na Justiça para pedir sua saída do partido. “O partido deu as

costas à sociedade, às suas bandeiras. Posso dizer que tenho vergonha de estar no PT”, afirmou Arns. Líder do governo no Congresso, Ideli Salvatti ouviu a tudo calada diante da determinação do presidente Lula de salvar Sarney, transmitida mais cedo por Gilberto Carvalho. Na reunião, o chefe de gabinete presidencial voltou a recorrer ao argumento de que, se o PT não votasse com Sarney, haveria o risco de um rompimento com o PMDB, criando dificuldades para a governabilidade e atrapalhando a aliança para eleger a ministra Dilma Rousseff sucessora de Lula. Estavam presentes o presidente do PT, Ricardo Berzoini,

Mercadante e os três representantes do partido no conselho. Ao final da reunião, ficou combinado que a senha para o voto dos petistas seria uma nota de Berzoini dizendo que o Conselho de Ética não tinha isenção para julgar Sarney e Virgílio. “A forma como as denúncias concentram-se no presidente do Senado, José Sarney, não deixa dúvidas de que, mais que apurar e reformar, a pretensão é incidir nas relações entre partidos, que apoiam o governo ou que podem constituir alianças para as eleições nacionais e estaduais do próximo ano”, diz a nota de Berzoini. (Folhapress)


3 Comprar fiado resiste à tecnologia do crédito São Paulo - Na era do dinheiro de plástico, o velho fiado ou a compra na caderneta ainda resiste e tem participação expressiva no dia a dia dos brasileiros. Pesquisa da LatinPanel com 8.200 famílias revela que 21,6% delas pagaram alguma conta usando o fiado ou a caderneta durante este ano. O uso do fiado pelas famílias é praticamente o mesmo do cartão de débito, o meio mais sofisticado de pagamento, e que chegou a 22,8% no mesmo período. A pesquisa, que acompanha semanalmente os hábitos de compra de 82% dos domicílios no País, mostra também que o uso do fiado não se restringe à baixa renda. O interior de São Paulo, o segundo mercado consumidor do Brasil, é a região do País onde o fiado é mais frequente. De janeiro a abril, 28,9% das famílias que moram no interior de São Paulo usaram esse meio de pagamento. Em seguida estão regiões com menor poder aquisitivo, a Leste, que inclui Espírito Santo,

Minas Gerais e o interior do Rio de Janeiro, com 28,2% das famílias usando fiado, e a Norte e Nordeste, com 25,9%. “O uso do fiado não está atrelado apenas às famílias e às regiões de menor renda, mas reflete a conveniência de comprar hoje e pagar depois. É uma questão de relacionamento entre as pessoas que é mais forte no interior”, afirma a diretora de Varejo da LatinPanel, Fátima Merlin. Ela reforça essa análise com outro dado da pesquisa: o fiado está presente em todas as classes sociais. Mas o maior uso dessa forma de pagamento foi registrado pela enquete nas famílias das classes D/E (26,2%); seguidas pelas da classe C (21,9%) e pelas famílias mais abastadas, dos estratos A/B (12,6%). Na análise de Fátima, a crise de crédito pouco afeta o uso do fiado. Ela ressalta que, com a dificuldade das famílias de obter crédito nos bancos, a tendência do fiado, que é um financiamento informal, é de aumentar. (AE)

Internet brasileira cresce Suspeitos da nova gripe 4 % e chega a 64,8 sofrem em busca de vagas milhões de usuários São Paulo - O número de internautas brasileiros cujo acesso à rede acontece por conexão em qualquer tipo de ambiente (como casa, trabalho, bibliotecas ou LAN houses) chegou a 64,8 milhões em julho. Em junho, esse o número era 62,3 milhões de pessoas - um aumento de 4% no período mensal. As informações foram divulgadas pelo Ibope Nielsen Online. Do número global de internautas brasileiros, 36,4 milhões de pessoas usaram a internet no trabalho ou em residências - o que significa um crescimento de 10% sobre os 33,2 milhões registrados no mês de junho. O número total de internautas que possuem acesso à internet em casa e no trabalho, simultaneamente, totaliza 44,5 milhões. Tempo Entre os dez países em que é realizada a pesquisa, o Brasil continua líder no que se refere ao tempo de navegação por usuário, tanto na navegação em pági-

nas quanto no tempo total, incluindo programas on-line: são 71 minutos e 30 segundos, no total, e 48 minutos e 26 minutos, se contabilizadas apenas as páginas de navegação. Entre os internautas residenciais, o número de usuários ativos chegou a 27,5 milhões de pessoas - um crescimento de 7,4% em relação aos 25,6 milhões do mês anterior e de 8% sobre os 23,7 milhões de julho de 2008. O tempo de navegação em residências no mês de julho cresceu 9% sobre junho e 21% sobre julho de 2008, e atingiu a marca inédita de 30 horas e 13 minutos por pessoa. O número de pessoas que moram em domicílios em que há computador com internet é de 40,2 milhões. Na navegação no trabalho e em residências, a categoria com maior crescimento proporcional do número de usuO pedreiro Weber Rodrigues Ferários em julho ante junho foi viagens e tu- reira, de 35 anos, enfrentou verdadeira rismo, com evolução de 17,3%. (Folha- via-crúcis para internar o filho, o estudante press) André Felipe, de 16, no Hospital de Doenças Tropicais (HDT). O adolescente, que apresentava os sintomas da nova gripe, esperou aproximadamente 11 horas por uma vaga em uma unidade especializada no atendimento a portadores da doença. O diretor do HDT, Boaventura Braz de Queiroz, reconhece que conseguir um leito disponível no hospital é tarefa difícil. “Estamos com o serviço sobrecarregado. Não temos vagas sobrando, mas não deixamos de atender ninguém.” Ele informa que, na madrugada de ontem, 13 pacientes com os sintomas da H1N1 aguardavam por internação na emergência do hospital. Atualmente, 52 pessoas estão com suspeita de ter contraído a influenza A em Goiás. O sofrimento de Weber e André

Felipe começou às 5h30. Após o filho se queixar de dores no corpo, enxaqueca e febre, Weber o levou até o Centro de Assistência Integral à Saude (Cais) do Jardim Curitiba, na Região Noroeste da capital. Segundo o pedreiro, os médicos que atenderam André Felipe disseram que ele apresentava o quadro suspeito da doença. “Me falaram que meu filho precisava ser internado no Hospital Geral de Goiânia ou no HDT. Só que não havia vagas”, conta. Depois de esperar por horas, o homem levou o filho, no próprio carro, até o Cais do Jardim Guanabara 3, por volta do meio-dia. Porém, só às 16h15 a unidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência removeu o adolescente para o HDT. “Eu acredito que as autoridades não estão dando conta da gravidade da situação”, reclamou Weber Rodrigues.


4 Muitas ofertas na Expovestir Lojistas comemoram resultados das vendas e apostam em movimento ainda nos últimos dias da feira Baseados no grande movimento registrado nos primeiros dias da 22ª Expovestir, no Centro de Convenções de Goiânia, os expositores da feira esperam um fim de semana movimentado. Muitos lojistas já comemoram o bom desempenho das vendas, resultado de descontos de até 70% oferecidos ao consumidor. Eles prometem promoções ainda melhores nestes últimos dias da Expovestir, reúne 85 expositores de roupas, calçados e acessórios. Descontos No estande da Minott, as peças de roupas custam a partir de R$ 10. A sócia-proprietária da loja, Luciene Cardoso, informa que todo estoque está com descontos de 20% a 70%, incluindo peças da nova coleção. Segundo ela, a feira é uma ótima oportunidade de divulgação da marca para conquistar novos clientes. “As vendas estão muito boas”, assegura a lojista. Pela primeira vez na Expovestir, a proprietária da Leiko Moda Feminina, Leiko Shirley Noda, afirma que os resultados estão bons. Ela conta que as vendas superaram as expectativas, mesmo cobrando o preço normal da loja. Expectativas A proprietária da Gout Modas, Lúcia Almeida, que também participa da feira pela primeira vez, afirmou que atingiu suas expectativas em volume de vendas ontem. “Já vendi o equivalente ao movimento de quatro dias bons na loja”, contou Lúcia, que oferece shorts por R$ 15 e calças de tafetá estampado por R$ 30. No estande da Dízimo, qualquer peça de roupa custa R$ 20. O proprietário Wellington Marques conta que aproveita a feira para renovar seu estoque e sempre participou do evento com bons resultados. Movimento A Susye Fleury Jeans voltou a participar da Expovestir este ano, depois de três anos afastada. O gerente da loja, Jovânio Galvão, diz que a expectativa é de um grande movimento neste fim de semana, quando as pessoas têm mais tempo para visitar a feira. Ele avisa que as roupas da marca são vendidas com descontos de 50%, preço de fábrica. Para a gerente da Master SemiJóias, Aline Mendes, as vendas ainda não haviam atingido o volume esperado ontem e a grande expectativa é para

este fim de semana. A marca está vendendo brincos, correntes e anéis por preços a partir de R$ 1. O conjunto de colar e brinco de pedra é oferecido por R$ 10. O público que frequenta o evento diz que é fiel e comparece todos os anos. É o caso da funcionária pública

Lucilene Vitório Rodrigues, que acredita que a feira está melhor este ano. “Encontrei muito mais opções de lojas que vendem moda maior num mesmo lugar”, justificou. A atendente Lorena Sousa Ferreira conta que também costuma ir a todas edições da Expovestir para conhecer as novidades e aprovei-

tar as promoções. As estudantes Ana Paula Pádua e Jamayra Maciel resolveram visitar vários estandes para comparar bem os preços antes de comprar. Jamayra, que visitou a feira pela primeira vez, gostou das bijouterias, segundo ela bonitas e com bons preços.


5

Centro é ocupado por camelôs Aos poucos as calçadas das principais vias do Centro de Goiânia voltam a ser invadidas por camelôs. Já é possível vê-los com facilidade, principalmente ao longo da Avenida Anhanguera, entre as Avenidas Paranaíba e Araguaia. De forma estratégica, os ambulantes aparecem para vender suas mercadorias nos horários em que os fiscais da Prefeitura não estão por perto. Ou no horário de almoço ou após as 17 horas. Em abril de 2003, cerca de mil camelôs foram retirados da Avenida Goiás, onde estavam havia mais de dez anos, e transferidos para o Mercado Aberto, na Avenida Paranaíba. Na época, a fiscalização no Centro foi intensificada para impedir o retorno dos antigos ambulantes. Quase 300 funcionários, entre fiscais da Secretaria Municipal de Fiscalização Urbana, auxiliares de fiscalização e policiais militares se revezavam para impedir o reaparecimento dos camelôs. Mais de seis anos depois da criação do Mercado Aberto, os comerciantes informais retornam de forma gradativa e cuidadosa. Somente entre a Rua 6 e a Anhanguera, 12 ambulantes ocupavam as calçadas, disputando clientes com o comércio formal. Eles vendiam blusas, bonés, brinquedos, calçados, roupas íntimas, meias, camisetas masculinas e até pequenos quadros. O tocantinense José Messias, de 45 anos, vendia cachorro-quente ao lado de alguns camelôs próximo da Avenida Araguaia. Ele conta que fica no local há cerca de dois meses e que os vendedores de

CDs e DVDs piratas são os principais alvos dos fiscais. “Mais cedo, policiais militares estavam correndo atrás de alguns meninos por causa dos DVDs”, relembra. Uma das estratégias dos ambulantes, segundo ele, é transportar as mercadorias em cima de carrinhos. Assim fica mais fácil fugir se a fiscalização aparecer. Messias estava morando na Holanda e explica que voltou às pressas porque um parente morreu. Se conseguir sobreviver vendendo cachorro quente, ele diz que vai continuar em Goiânia. “Comigo ninguém implica porque não estou com mercadoria que é fruto de sonegação de impostos”, defende-se.

Clientes Mesmo menos perseguido pela fiscalização, o vendedor de cachorro quente faz como os outros e só chega para trabalhar após as 17 horas. A vendedora Alessandra Rodrigues Santos, de 20 anos, trabalha em uma loja de bolsas e acessórios do comércio formal. Ela não condena os ambulantes, mas avalia que perde clientes por conta deles. “Sei que eles só querem trabalhar, mas não deixa de ser uma concorrência desleal. Minha patroa precisa pagar impostos, aluguel da loja. Não tem como comparar”, afirma Alessandra. Por volta das 20 horas, conforme

os comerciantes formais abaixavam as portas das lojas, os camelôs juntavam as mercadorias e iam embora para casa. Fiscalização O diretor de Fiscalização da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedem), Valfan Ribeiro, informa que duas equipes de nove fiscais trabalham, em regime de revezamento, das 8 às 18 horas. “Não temos condi��ões de fiscalizar toda área de comércio de Goiânia. Os ambulantes ficam se movimentado e se comunicando entre si”, explica. Valfran não teme que o número de camelôs volte a crescer. “Pelo contrário. Em Campinas, por exemplo, até diminuiu”, garante

Preso vendendo diplomas falsos O comerciante Wesley Nunes da Silva, de 32 anos, foi preso em flagrante, na Avenida Goiás, no Centro, quando entregaria um diploma de conclusão do ensino médio para uma mulher que comprometeuse a pagar R$ 500 pelo documento. Quando recebeu voz de prisão, vítima e suspeito correram. Wesley foi preso na casa dele, na Rua 8, onde policiais da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Consumidor (Decon) encontraram dezenas de diplomas, entre outros documentos identificando mais 17 vítimas. O delegado Edemundo Dias de Oliveira Filho, titular da Decon, disse que todos os diplomas contêm o nome do Centro Educacional 2 de Taguatinga, no Distrito Federal, e atestam a conclusão do ensino fundamental e médio das vítimas, que também serão investigadas no inquérito e indiciadas por estelionato, assim como Wesley. “Eles podem ser condenados a penas de 1 a 5 anos de reclusão”, alertou. A Decon começou a investigar as irregularidades da escola a partir de reportagem do POPULAR, publicada no dia 18 de junho. O jornal mostrou o problema oito vezes, em reportagens publicadas a partir de 2001. Na reportagem de junho foi denunciada a Escola Paulistec, uma velha conhe-

cida das autoridades goianas, cuja sede está estabelecida em São Paulo (SP) e que não tem credenciamento do Conselho Estadual de Educação (CEE) para atuar em Goiás. Investigando a ação da Paulistec em Goiânia e na Região Metropolitana, a Decon acabou descobrindo a atuação de Wesley, que anunciava em jornais diploma de

conclusão de ensino médio em até 72 horas. Os interessados deveriam entrar em contato com ele por e-mail. Edemundo Filho vai investigar a existência do Centro Educacional 2 de Taguatinga e saber se Wesley tem comparsas. Wesley ainda foi preso em flagrante por vender, comercializar ou manter em

depósito cosméticos sem o devido registro e autorização do produto na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Na casa dele, a polícia encontrou cerca de 50 caixas de perfume, centenas de embalagens e as fragrâncias para a fabricação do produto. Ele pode cumprir pena de 10 a 15 anos de reclusão.


6

Lula tenta, sem sucesso, desfazer mal-estar com Iris

Após reunião de uma hora com presidente, prefeito reafirma decisão do PMDB de disputar governo e diz que caberá ao partido decidir nome do candidato Na estaca zero. Foi assim que terminou a reunião do prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Brasília, para tentar contornar o mal-estar causado pela visita de Lula a Goiás, na quinta-feira passada. Embora não admita publicamente o conflito e prefira atribuir à imprensa a repercussão desfavorável das declarações de Lula reforçando a pré-candidatura a governador do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, Iris saiu do encontro visivelmente insatisfeito. Concedeu em seguida entrevista à imprensa repleta

afirmou Iris, completando em seguida: “Se o presidente quis enaltecer o seu auxiliar, o presidente do Banco Central, isso não pode me atingir, porque o presidente foi a Goiânia atendendo convite nosso, para inaugurar (casas populares), e eu não preciso de me preocupar com um projeto que eu ainda não o integro.” Iris deixou subentendido que, ao contrário do que defendem alguns aliados do presidente – que falam em um suposto desejo do petista em ter duas candidaturas aliadas no Estado – a intenção de Lula seria lançar uma chapa única em Goiás com os partidos de sua base para enfrentar o senador Marconi Perillo (PSDB). Aproveitou para também criticar indiretamente a intenção do Palácio do Planalto em tentar convencer o PMDB de recados velados ao presidente e a a abrir mão de candidatura própria para Meirelles – a quem evitou todo o tempo apoiar Meirelles. “Quando decidi disputar a Prefeitunominar. ra de Goiânia (em 2004), o fiz com sete Lula, contou o prefeito, lhe disse que “em hipótese alguma” teve a inten- outros candidatos. Então acho que polítição de deflagrar o debate sucessório ao co que começa a escolher número ou nofazer menção ao presidente do BC nos mes de candidatos para disputar, ele já eventos. Mas parece que nem o peeme- começa fracassado”, criticou. “O PMDB debista acreditou. Iris garantiu na entre- tem obrigação de lançar candidato ao govista – a primeira após os acontecimen- verno. Agora, isso vai depender do partitos da semana passada – que o PMDB do, nunca de mim. Não sou eu quem vai terá candidato a governador em 2010, ditar ordens ao PMDB. Se o partido enafirmou que as declarações pró-Meirel- tender amanhã de apoiar (Meirelles), que les não o afetam e alfinetou o presidente apóie e eu seguirei a decisão.” Mesmo com as alfinetadas, Iris frido BC dizendo que, por sua trajetória sou o tempo todo que não foi a Brasília política, não precisa antecipar candidatupara tratar dos acontecimentos em Goiâra a mais de um ano das eleições. “Quem tem 50 anos de vida públi- nia da semana passada e disse que só o ca não precisa antecipar qualquer proje- presidente poderia falar sobre esse epito e nem decidir com tanta antecedência”, sódio. “Eu acho que presidente não tem

o dever de dar satisfação de expressões ou falas suas e nem eu buscaria isso dele”, ponderou. Questionado se a reunião havia mudado alguma coisa do sentimento que havia ficado após a visita presidencial, Iris foi evasivo: “Ontem (terça-feira) eu estava inaugurando uma grande escola. Amanhã (hoje) estarei inaugurando asfalto em dois bairros. A vida continua. Eu continuarei fazendo mais e melhor na Prefeitura de Goiânia. Essa é a minha preocupação.” A reunião de cerca de uma hora com Lula, no Centro Cultural Banco do Brasil, onde o presidente está despachando provisoriamente, não contou com testemunhas. Acompanhava o prefeito o assessor especial Osmar Magalhães (PT), que não chegou a entrar no gabinete. Iris disse que a conversa foi sobre questões administrativas, política nacional e “rapidamente” sobre o cenário estadual. Embora tente disfarçar seu descontentamento, o prefeito, segundo aliados, ficou “profundamente contrariado” com a forma como foi praticamente ignorado por Lula em Goiânia, enquanto Meirelles ganhava menções elogiosas no discurso. A avaliação entre auxiliares do prefeito é que o presidente conseguiu desmontar o trabalho de aproximação dos partidos da base lulista em Goiás. A reunião com Lula, segundo Iris, foi marcada pelo próprio presidente, que lhe telefonou na sexta-feira. “Diante da repercussão, entendi que o presidente me convidou para que pudesse esclarecer que não era bem aquilo.”

Moradia tem mais de 18 mil inscritos Programa Moriadia Digna, do Estado, prevê a construção de 50 mil casas. Agehab anuncia início de entrega de escrituras para regularizar imóveis A Agência Goiana de Habitação (Agehab) já recebeu mais de 18 mil inscrições eletrônicas de famílias ao Programas Moradia Digna, que pretdente construir 50 mil casas no Estado, das quais 27,6 mil com recursos do programa federal Minha Casa, Minha Vida. Após o período de inscrições, que termina dia 13 de outubro, os cadastros serão analisados e as famílias chamadas para apresentar a documentação comprobatória das informações prestadas. Os pré-selecionados receberão visita de assistentes sociais, que comprovarão a real situação de vida dessas famílias, que serão priorizadas de acordo com o maior risco social. A presidente da Agehab, Silmara Vieira, informa que, cumpridas essas etapas, as famílias começam a ser chamadas para assinar os contratos

de financiamento. Segundo ela, 6,5 mil casas em construção serão concluídas até o final do ano. Durante as comemorações do Dia da Habitação, a agência anunciou que começa a entregar este mês as escrituras de imóveis que estavam em situação irregular em vários municípios. Até o final de

agosto, 336 proprietários de imóveis em Trindade, Goianápolis e Santa Helena receberão suas escrituras. A ação, que faz parte do Programa Moradia Digna, prevê a regularização fundiária de 80 mil imóveis em locais que pertencem ao Estado e podem estar em áreas de risco, de preservação ambiental

ou assentamentos irregulares. A meta é entregar 13.594 escrituras até o final do ano, a maioria em Goiânia, Senador Canedo e Aparecida. Também está prevista a regularização financeira de 33 mil imóveis, cujos financiamentos da antiga Cohab carregam resíduos que serão renegociados em condições especiais. AAgehab também assinou um Termo de Cooperação Técnica com os 55 movimentos sociais que atuam no Estado e que estão aptos a buscar recursos do programa Minha Casa, Minha Vida para a construção de moradias. Pelo termo, eles receberão todo o suporte técnico necessário para desenvolver e executar seus projetos. Também foi entregue ao Comitê Estadual em Favor da Moradia Digna 34.378 assinaturas para o abaixo-assinado de apoio à Proposta de Emenda Constitucional (PEC 285/2008), que prevê o repasse permanente de 2% do orçamento da União para projetos e programas de habitação de interesse social.


7 Previsões do seu signo para o mês de agosto Carneiro, 21/03 a 20/04 Planeta Regente: Marte – Modo: Cardinal – Elemento: Fogo Profissional: Durante este mês seja prudente e evite conflitos com colegas. Este período pode ser caracterizado por alguma instabilidade. Mantenha-se alheio aos problemas que o rodeiam e olhe para o que realmente lhe interessa. Os seus objectivos deverão ser a sua prioridade. Social: Não se deixe arrastar por sentimentos precipitados. Seleccione as suas amizades e não dê importância excessiva aos amigos de ocasião. Aproveite, caso esteja de férias para se juntar com os seus familiares mais próximos. Finanças: Evite despesas desnecessárias, caso contrário poderá sentir algumas dificuldades. Para o fim de Agosto é de esperar uma ligeira melhoria que pode estar relacionada com resultados de ordem profissional. Sentimental: Mais do que nunca deverá dar mais atenção ao seu par. Se o fizer os resultados não se farão esperar. Estranhos à família tudo tentarão para lhe criar um ambiente de desarmonia. Seja sereno nas suas análises. Touro, 21/04 a 20/05 Planeta Regente: Vénus – Modo: Fixo – Elemento: Terra Profissional: Este período encontrase favorecido e pode-se considerar que uma tempestade foi ultrapassada. Deste modo, aproveite da melhor forma tudo o que lhe surgir. Seja directo em questões que possam surgir com colegas ou sócios. Silenciar afrontas fazem-lhe mal. Seja igual a si próprio. Social: A confiança em si é mais do que nunca necessária. Analise-se bem e não se deixe arrastar pela tentação de criticas mal intencionadas. O que tiver que dizer faça-o aberta e francamente como é seu hábito. Pequena altercação com um familiar poderá acontecer no final deste período. Finanças: Questões de dinheiro continuam a ser o seu ponto fraco. Deve usar toda a sua força e coragem para ultrapassar esta situação. Compromissos antigo poderão criar-lhe uma situação um pouco delicada. Tente resolver tudo com muita lisura e de forma tranquila. Sentimental: Alguma rotina no seu relacionamento não significa que as coisas estejam mal. No entanto, alguma imaginação é necessária e salutar. Os nativos do Touro apreciam as situações claras, não alimente questões em que a confusão seja uma constante. Gémeos, 21/05 a 20/06 Planeta Regente: Mercúrio – Modo: Mutável – Elemento: Ar Profissão: Este período encontra-se favorecido e pode-se considerar que uma tempestade num copo com água foi ultrapassada. Caso esteja de férias, descanse e não abuse de noitadas que lhe poderão criar alguns problemas de saúde. Social: A confiança em si é mais do que nunca necessária. Analise-se bem e não se deixe arrastar pela tentação de criticas mal intencionadas. Seja contemporizador com amigos e familiares. Finanças: Questões de dinheiro continuam a ser o seu ponto fraco. Deve de manifestar toda a sua força e coragem para ultrapassar esta situação. De qualquer forma não exagere nos seus gastos, especialmente os menos necessários. Sentimental: Alguma rotina no seu relacionamento não significa que as coisas estejam mal. No entanto alguma imaginação é necessária para que as coisas se alterem e a chama se volte a manifestar. Caranguejo, 22/06 a 22/07 Planeta Regente: Lua – Modo: Cardinal – Elemento: Água Profissional; Para si este aspecto vai revestir-se de grande importância. A sua apli-

cação será total, agirá com um sentido prático pouco habitual em si, não permitindo que os seus impulsos o possam trair. Deverá ser um mês com um saldo fortemente positivo. Social; Tudo fará para se mostrares tal como és, intenso em tudo amigo dos amigos e capaz de sacrifícios para ajudar quem de si precise. Sentirá uma grande necessidade de impor a sua imagem. Não sendo de criticar esse seu desejo, não exagere nas atitudes que tomar. Finanças; Poderá ser este mês o inicio de uma melhoria financeira que lhe dará a força que à muito necessitava. No entanto, deverá evitar os gastos excessivos. Deixe primeiro que a sua situação económica se consolide. Nunca é demais manter alguma reserva nos aspectos financeiros. Sentimental; Igualmente este aspecto vai passar por um bom momento que fará com que sinta a sua vida bem mais preenchida. Tenha presente que o seu par pode sentir faltas para as quais não está sensibilizado. Através de um dialogo aberto e leal muita coisa poderá mudar para melhor. Leão, 23/07 a 23/08 Planeta Regente: Sol – Modo: Fixo – Elemento: Fogo Profissional; Um clima de nervosismo poderá criar-lhe algumas dificuldades no seu ambiente de trabalho. Tente concentrar-se no que considera essencial e mantenha-se atento ao que se passa à sua volta. Faça um esforço para se actualizar com métodos profissionais. Social; Os seus relacionamentos de ordem social no circulo das suas amizades e conhecimentos requerem que mantenha uma atitude ponderada e que não faça afirmações sem primeiro pensar muito bem. Finanças; Questões de ordem financeira não lhe deverão criar grandes problemas, serão caracterizados pela estabilidade. No entanto, recomenda-se alguma prudência nas despesas e evite qualquer aplicação de capital. Sentimental; A sua relação passa por um momento algo turbulento e complicado. Os níveis de confiança entre o casal vão estar por baixo e poderão surgir algumas situações de ciúme que embora não justificadas poderão criar algumas contrariedades. Uma boa opção é escolher algo de diferente e relaxante, servirá para aliviar alguma tensão. Virgem, 24/08 a 23/09 Planeta Regente: Mercúrio – Modo: Mutável – Elemento: Terra Profissional; Alguma instabilidade no seu emprego ou trabalho tem contribuído para que sinta alguma insegurança. Não se deixe abalar nas suas convicções, seja forte e muito especialmente confiante nas suas reais capacidades. A partir do meio do mês este aspecto irá proporcionar-lhe um pouco mais de equilíbrio o que contribuirá para que se sinta mais confiante. Social; Um pouco mais de convivência com os seus amigos e familiares contribuirão para desanuviar o seu espírito e para ver tudo de uma forma mais clara e optimista. A leitura e a meditação serão uma outra forma de descontracção e evolução pessoal e espiritual. Finanças; Este aspecto caracterizase por algumas preocupações inerentes à não entrada de dinheiro e à necessidade de cumprir com os seus compromissos. Tente encarar este aspecto com alguma tranquilidade e esperança de que tudo mudará. Para que isso suceda necessita de manter os seus níveis de confiança em alta. Sentimental; Aspecto que poderá ser marcante durante este período. Não hesite em demonstrar o que sente pelo seu par e verificará que uma boa e saudável união contribui de uma forma marcante para que os outros aspectos sejam encaradas com mais coragem e objectividade.

Balança, 23/09 a 22/10 Planeta Regente: Vénus – Modo: Cardinal – Elemento: Ar Profissional; Período de transição, o que poderá ocasionar um sentimento de insegurança. Evite confrontos directos com colegas e de uma maneira muito especial com os do sexo feminino. Social; Os seus familiares poderão necessitar do seu apoio e aconselhamento. Saiba estar presente quando é necessário. Finanças; Aconselhável alguma contenção nas despesas. As dificuldades que este aspecto apresenta deverão ser alvo de toda a sua atenção. Não se encontram favorecidas as iniciativas que passem por jogos e investimentos sejam de alto ou baixo risco. Sentimental; Poderá encontrar a força necessária para ultrapassar questões que lhe desagradam. Por outro lado, o seu par poderá ser um apoio muito forte para tomar decisões em que a coragem lhe tem faltado. Escorpião, 23/10 a 21/11 Planeta Regente: Plutão – Modo: Fixo – Elemento: Água Profissional - Um novo ciclo da sua vida poderá iniciar-se com este mês. Para os nativos do Escorpião não faltarão oportunidades, a dificuldade poderá estar na escolha. Sociedades comerciais e projectos de diversa ordem poderão ser-lhe sugeridos com grandes vantagens pessoais. Seja prudente e estude bem as propostas antes de tomar qualquer decisão. Social - Um bom ambiente social será uma constante para os nativos deste signo. É a consequência natural da sua boa disposição e da forma como se apresentará junto dos seus amigos e familiares. A auto-confiança será grande podendo funcionar como uma mola impulsionadora em relação aos indecisos. Poderá conhecer alguém muito importante que terá uma grande importância na sua actividade profissional. Finanças - Embora com algumas dificuldades no presente este aspecto não poderia apresentar melhores perspectivas. Entradas de dinheiro poderão brevemente ser uma realidade que não devem constituir motivo para abrandar o seu ritmo de trabalho, antes pelo contrário. Aproveite esta boa fase para rentabilizar melhor os seus capitais. Sentimental - Dificuldades de diversa ordem poderão caracterizar as relações sentimentais dos nativos do Escorpião. O dialogo e o compartilhar do dia-a-dia será uma grande ajuda para ambos. A má influência de terceiros poderá constituir um factor destabilizador que deverá ser encarado e resolvido com toda a frontalidade. Sagitário, 22/11 a 21/12 Planeta Regente: Júpiter – Modo: Mutável – Elemento: Fogo Profissional; Toda a atenção e concentração é o que o mês de Agosto recomenda no seu local de trabalho. No referente a colegas ou sócios (consoante o caso) deverá usar de toda a sua perspicácia para que não seja enganado. Sentirá algumas dificuldades no que se refere à concretização de algumas ideias e projectos e poderá inclusivamente ter um confronto directo (verbal) que lhe criará um forte sentimento de instabilidade. Social; Seja prudente nas relações de amizade e procure dentro de si a tão necessária estabilidade e equilíbrio. No que se refere a relações de ordem familiar deverão correr num ambiente de paz e concórdia o que poderá equilibrar os seus sentimentos e reacções no que diz respeito a outros aspectos. Finanças; Este aspecto encontrará neste período um equilíbrio que tão necessário lhe tem sido. Beneficie do que esta situação lhe transmita de bom e não entre em despesas que poderão deitar tudo a perder. De qualquer forma, é um mês positivo Sentimental; Este aspecto é revestido de questões que poderão criar situações de

ruptura ou grande desentendimento. Procure pensar duas vezes antes de fazer certas afirmações ou comentários. É um período de muita tensão e só o diálogo e os sentimentos do casal poderão ultrapassar este período pela positiva. Capricórnio, 22/12 a 20/01 Planeta Regente: Saturno – Modo: Cardeal – Elemento: Terra Profissional; O seu ambiente laboral não se pode considerar que atravesse um momento muito favorecido. Não se deixe abater por períodos menos bons e esclareça as suas dúvidas e frustrações com as pessoas certas. Social; Não se isole nem se feche numa concha. Viva e conviva. Tem amigos e familiares que gostam de si, com eles e com a sua ajuda conseguirá ultrapassar este período menos agradável. Finanças; Tudo o que se relacionar com dinheiro poderá ser motivo de alguma preocupação. Tente fazer uma boa gestão dos seus dinheiros e aguardar que este período menos positivo termine. Sentimental; O seu relacionamento amoroso poderá contribuir de uma forma muito positiva para equilibrar outros aspectos. Deixe que o seu par se aproxime de si. Alem de lhe fazer muito bem contribuirá para se esquecer das suas preocupações. Aquário, 21/01 a 19/02 Planeta Regente: Urano - Modo: Fixo - Elemento: Ar Profissional: Período muito complicado para os nativos deste signo e ao qual o excesso de trabalho não é alheio (caso não se encontrem em férias). Deverão usar de toda a cautela e prudência nas relações entre colegas e pessoas que girem à volta da sua actividade profissional. Social: Nas questões que envolvam relacionamentos de ordem social, deverá ser prudente e não agir sem pensar. A frontalidade, embora seja uma qualidade apreciável, deverá ser usada durante este período com algum cuidado e moderação. Espiritualmente, tente encontrar dentro de si a paz e o equilíbrio que tanto necessita. Finanças: A tendência deste aspecto requer uma atenção e cuidado muito especial. Poderá ser confrontado com uma situação imprevista que lhe criará dificuldades acrescidas. Para o fim de Agosto e dependendo da sua actuação, a situação poderá começar a melhorar. Sentimental: Carências de vária ordem nos relacionamentos de ordem sentimental poderão criar situações muito melindrosas e que se não forem bem geridas e esclarecidas poderão chegar a situações de ruptura. Peixes, 20/02 a 20/03 Planeta Regente: Neptuno – Modo: Mutável – Elemento: Água Profissional; Período muito intenso no que se refere à sua actividade profissional. Tente não proporcionar choques e não dê excessiva atenção a questões que possam surgir. Use de contenção na forma como se relaciona com as outras pessoas. Caso se encontre de férias durante este mês, as questões profissionais não se colocarão de forma directa. Social; A sua estratégia de ordem social deverá passar por não tomar atitudes sem pensar bem no que realmente pretende. Poderá ser um período favorecido desde que seja prudente e não se deixe arrastar por emoções mal controladas. Finanças; Este aspecto apresentase com algumas complicações e será motivo de alguma preocupação. Faça economias e não gaste no supérfluo. Não estão favorecidas as operações financeiras. Resumindo, o mês de Agosto aconselha a cuidados dobrados. Sentimental; O presente deverá ser a sua preocupação. Terá muito que fazer para harmonizar a sua relação. Não reaja em relação a este aspecto de uma forma instintiva. Um diálogo aberto e franco poderá evitar algumas situações menos agradáveis

Encontro Aberto do Volks Clube Todas as Sextas no Posto T-13, Av. T-4, esq. c/ T-13 Setor Bueno, a partir das 19:00 hs acontece o encontro aberto do Volks Clube de Goiás, que é uma associação sem fins lucrativos formada por entusiastas de Fuscas e seus derivados com motor refrigerado a ar, como Brasília, Kombi, Variant, etc. É uma associação familiar que busca opções de lazer para seus integrantes e familiares, além da exposição de carros. As viajens e passeios são feitos sempre buscando a interação entre este grupo de amigos. Mais informações pelo site www.volksclube.com.br.


8 Desemprego tem quarta queda seguida e vai a 8% Rio de Janeiro - A taxa de desemprego nas seis principais regiões metropolitanas do País ficou em 8% em julho, estável em relação aos 8,1% de junho. Apesar de não ter repetido a queda de 0,7 ponto porcentual verificada no mês anterior, o resultado foi o menor da série iniciada em 2002 e reforçou a impressão de analistas de que o mercado de trabalho começa a reverter o processo de deterioração iniciado com a crise. O estatístico Cimar Azeredo, coordenador da pesquisa do IBGE, destacou que, em julho, os dados trouxeram dois aspectos positivos: o aumento da população ocupada, com destaque para os empregados com carteira assinada, e a expansão do rendimento médio real do trabalhador, que vem ajudando a sustentar a economia. “Esses indicadores são bastante favoráveis, porque mostram que o mercado está aquecido, e a taxa de desocupação, embora estável, tem tendência de queda”, disse. De acordo com a pesquisa, o número de pessoas ocupadas aumentou 185 mil (ou 0,9%) no mês, chegando a 21,3

milhões. É na comparação com o ano passado, porém, que os analistas veem o principal aspecto positivo: depois de ver seu crescimento desacelerar progressivamente desde janeiro, chegando a encolher 0,1% em junho, o volume de trabalhadores nas regiões pesquisadas apresentou a primeira alta na comparação anual, de 1,1%.

O fato só não resultou em queda da taxa de desemprego porque a população economicamente ativa, que abrange empregados e desempregados à procura de trabalho, voltou a crescer. Em junho, ela tinha ficado estável. Para a economista Thaís Marzola Zara, da consultoria Rosenberg & Associados, isso pode ser um sinal de que o

“desalento” está chegando ao fim com a recuperação da confiança na economia. “Nos próximos meses a gente espera que os trabalhadores que tinham deixado de procurar emprego possam voltar à população economicamente ativa, e isso deve elevar o desemprego.” Mercado formal Outro fator importante verificado em julho é que o crescimento ocorreu principalmente no mercado formal, que abriu 142 mil vagas com carteira assinada a mais do que em junho. Apenas em São Paulo o aumento foi de 106 mil postos formais, especialmente no comércio. O analista Fábio Romão, da LCA Consultores, destaca que, ao longo do ano, esse setor tem contribuído, junto com os serviços e a construção, para segurar a taxa de desemprego em um dígito, já que a indústria perdeu 171 mil vagas (4,7%) em relação a julho de 2008. Para o economista da Coordenação de Mercado de Trabalho do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), Carlos Henrique Corseuil, os dados de julho são positivos, mas ainda é cedo para se falar em retomada.

Previdência muda a forma de cálculo para conceder benefício Brasília - Trabalhadores com pouco tempo de contribuição ganharam uma batalha contra a Previdência Social e, a partir de agora, passarão a ter uma nova forma para o cálculo do auxílio-doença e da aposentadoria por invalidez. Isso vai garantir um valor maior para os benefícios. Com a mudança, o governo começará a aplicar a mesma regra de cálculo das aposentadorias aos segurados que não atingiram nove anos de contribuição à Previdência, ou seja, 60% das 180 contribuições (15 anos) exigidas como carência (tempo mínimo) para a aposentadoria. Hoje, quando o trabalhador não atinge os nove anos, o cálculo do auxílio-doença é feito pela média aritmética simples de todos as contribuições para a Previdência desde julho de 1994. A partir de agora, a Previdência vai considerar apenas as 80% maiores contribuições para chegar à média. Segurado Ao expurgar os 20% referentes aos valores mais baixos, o segurado consegue elevar o valor do benefício. Segundo a Previdência, o novo cálculo passará a ser adotado

porque vários trabalhadores vêm conseguindo na Justiça o direito de aplicar as mesmas regras da aposentadoria. A nova fórmula vale para os benefícios concedidos a partir de ontem. O governo acenou ontem com a possibilidade de vincular o reajuste real das aposentadorias e pensões com valor maior que o salário mínimo, em 2010, ao crescimento da economia. Com isso, os benefícios receberiam, além da inflação acumulada, uma parcela da variação do Produto Interno Bruto (PIB) do País. A sinalização foi dada em uma nova rodada de negociações com dirigentes de centrais sindicais e entidades representativas de aposentados em torno do assunto. As entidades, por sua vez, reivindicaram que a correção dos benefícios acima da inflação seja feita também em 2011, e não apenas em 2010, como se negociava até a semana passada. Uma nova reunião foi marcada para hoje à noite já que, diante dos novos pedidos, os ministros da Previdência, José Pimentel, e da Secretaria Geral, Luiz Dulci, vão rediscutir o assunto com a equipe econômica. (FP)


EDIÇÃO 11 AGOSTO 2009