Page 1

“As normas exigem, geralmente, uma compactação de 100% em relação ao ensaio de Proctor Normal: 3 camadas, com 25 golpes cada camada do soquete pequeno. Quando, por razões de maior cuidado com os eventuais recalques, se utiliza equipamento mais pesado na compactação do subleito, as normas exigem que essa compactação seja de 100% em relação ao Proctor Intermediário (35 golpes cada camada), ou em relação ao Proctor Modificado (55 golpes cada camada). Quanto à geometria, o subleito preparado deve apresentar a mesma seção transversal exigida para o pavimento. O acabamento deverá ser feito de preferência com máquina e controlado por meio de régua própria, a qual, colocada longitudinalmente sobre o subleito, não deve se afastar mais de 4 cm do perfil estabelecido.” (Wlastemir de Senço, Manual de técnicas de pavimentação - Volume II. Pag. 22) REFORÇO DO SUBLEITO “O reforço do subleito é executado normalmente em estruturas espessas resultantes de fundação de má qualidade ou tráfego de cargas muito pesadas, ou de ambos os fatores combinados. Em qualquer caso, o material utilizado deve atender a algumas condições mínimas de qualidade, como, por exemplo, um Índice Suporte da ordem de 10 ou mais. Essa condição implica material com C.B.R. acima de 10%, de preferência, completado com a exigência de C.B.R. iguai ou acima de 20% para o material de subbase, Devem-se exigir ainda limitações para o índice de Plasticidade e o Limite de Liquidez. Quanto ã expansão, deve ser menor que 2% - medida com sobrecarga de 4,5 kg - quando o material é submerso por quatro dias. O índice de Grupo normalmente deve ser zero ou, pelo menos, muito baixo.” (Wlastemir de Senço, Manual de técnicas de pavimentação - Volume II. Pag. 23) Base de Maçada me Hidráulico - MH “Pode ser definida como uma camada de pedra britada, de fragmentos entrosados entre si e material de enchimento, aglutinados pela água, que apresenta após uma compactação adequada e recoberta por uma capa de rolamento boas condições de durabilidade e trafegabilidade. A utilização da água para facilitar a penetração do material de enchimento nos vazios da pedra britada e para promover uma precária aglutinação é que dá a esse tipo de base o nome de hidráulico. O entrosamento do agregado graúdo é seguido pelo enchimento dos vazios. O material de enchimento se compõe de partículas


menores, que também se entrosam, e de elementos mais finos. Pode ser constituído por saibro, areia ou pó de pedra. Para enchimento, tem-se o material acrescentado durante a construção e parte resultante da degradação provocada pela compactação do rolo e do tráfego. Classificando-se como detritos as partículas resultantes dessa usura interna, e que passam na peneira de 3/8" (9,52 mm) têm sido observados casos em que até 60% do material de enchimento - colhido após a construção - é produzido pela degradação.” Contudo, este poder ligante do enchimento tem pouca importância; trata-se de um fator secundário. O fundamental para obter um bom macadame é que os elementos resistentes (agregados graúdos) formem uma estrutura bem travada e o mais indeformável possível. (Wlastemir de Senço, Manual de técnicas de pavimentação - Volume II. Pag. 24 e 25)

Resumo de pavimentação