Issuu on Google+

Março 2007 Trimestral Ano II - Nº 5 Centro Cultural da Barreira www.jf-barreira.pt

R. Santíssimo Salvador, nº 995 Barreira - 2410-023 Leiria

e-mail: barreira.pt@iol.pt

Alunos menos novos vão para a escola

NESTA EDIÇÃO

página 2

Editorial

2

Solar do Visconde recebe palestra sobre o aborto

4

Junta

4

apresenta Carta Educativa à população “Celebrar

o Presente, Olhar o Futuro”

5

CAB, um clube marcado por sucessos

8

Jovens dos 20 anos festejam Sto. Amaro

9

Hino

à Barreira

10

Visita ao Museu Etnográfico da Barreira

11

Hora

12



do Conto

Junta homenageia Professores nos 269 anos de Elevação de Barreira a Freguesia página 9

SIM

SIM venceu na Barreira página 3

Nova

49%

51%

NÃO

direcção da ADESBA já tomou posse

página 7


EM DESTAQUE...

Página 2

Editorial Barreira.pt Olá cá estamos de novo. Desta vez com duplos motivos para festejar. A nossa freguesia comemora o seu 269º aniversário de elevação a freguesia e o “BARREIRA.PT” apaga este mês a sua primeira velinha. Estamos todos de parabéns. Tem sido ao longo deste primeiro ano um espaço de todos, feito por todos, que muito nos tem enriquecido. Há um ano atrás pretendíamos que este fosse um boletim informativo que estabelecesse um elo de ligação entre todos os barreirenses, que desse a conhecer os eventos sócioculturais da nossa terra e os projectos desenvolvidos pelas diferentes colectividades e associações. Com o passar do tempo tem revelado ser muito mais que isso. Tem mostrado ser um espaço onde todos podemos ter uma palavra a dizer, um espaço criado por todos, que nos tem tornado mais próximos e em muito enobrecido a nossa bonita Barreira. Em nome da redacção deste projecto temos que agradecer a todos que de forma entusiástica têm sempre colaborado e desejar muitos outros anos com a força e a garra que temos tido. Queremos também dar os parabéns à nossa freguesia por mais este aniversário. Que este seja mais um ano próspero e proveitoso para todos.

Barreira.pt

Gente mais crescida aprende a ler e a escrever

Algumas alunas do curso

“O saber não ocupa lugar.” Indo ao encontro deste ditado popular, iniciou-se, no passado dia 6, um Curso de Alfabetização de Adultos na Escola Básica da Barreira. A turma é constituída por 19 alunas dispostas a aprender a ler e a escrever. Da responsabilidade da Junta de Freguesia, este curso teve o apoio do Ministério da Educação, através da Escola EB 2,3 José Saraiva que destacou uma professora. Na primeira aula, José Cunha fez questão de marcar presença, desejar sucessos escolares a todas as alunas e esperando as aulas sejam momentos de convívio e de troca de experiências entre todas. A todas as novas discentes

foi

distribuído

material escolar. Este

curso

terá

duração de 3 meses.

Alunas do curso

a


Barreira.pt

ESPECIAL REFERENDO DO ABORTO

Página 3

Solar do Visconde recebeu palestra sobre o aborto No passado dia 19 de Janeiro, decorreu no Solar do Visconde, uma palestra sobre o aborto, intitulada “Famílias em risco, que ajudas?”. Antes de se ter dado início à palestra, um dos presentes, Pe. Cristiano, declamou um poema de autoria do Prof. Borges, intitulado “Deixa-me nascer”. Dra. Élia Santiago, obstreta e ginecologista do Hospital Santo André, foi a oradora principal e explicou os seus argumentos em defesa pelo NÃO no referendo sobre o aborto. Para esta médica, a Lei a vida começa logo após a fecundação. No final, os já contempla as excepções que autorizam a inter- presentes colocaram questões que foram prontarupção de uma gravidez e, como tal, defendeu que mente esclarecidas pela oradora principal.

SIM venceu na Barreira Como é do conhecimento de todos os portu- Eleitores Inscritos gueses, no dia 11 de FeveVotantes reiro foi o dia do Referendo sobre a despenalização Votos em Branco da interrupção voluntária Votos Nulos da gravidez, vulgarmente Nº Respostas “SIM” conhecida por Lei do Nº Respostas “NÃO” Aborto. E sem excepção, a população da Barreira também participou neste refendo; dirigindo-se às mesas de voto espalhadas pela freguesia nas localidades de Barreira, Marvila e Telheiro. Os Barreirenses, como todos os restantes portugueses, foram às urnas responder se concordavam ou não que uma mulher seja punida por abortar durante o período de 10 semanas.

Barreira

Total

Telheiro

Marvila

515

1144

967

2626

302

658

466

1426

4

7

7

18

4

5

2

11

118

409

184

711

176

237

273

686

Os resultados de referendo na nossa Freguesia seguem-se na tabela acima. Em resumo, na Barreira e na Marvila ganhou o “Não” e no Telheiro ganhou o “Sim”. Como a percentagem dos votos “Sim” do Telheiro são superiores, pode dizer-se que na Freguesia da Barreira ganhou o “Sim”. Diogo Cunha


Página 4

EDUCAÇÃO

Barreira.pt

Carta Educativa apresentada à população No passado dia 5, decorreu, no Salão Paroquial, a apresentação, à população, da Carta Educativa do Concelho de Leiria. O Presidente da Junta começou por dar a conhecer os objectivos de implementação deste documento, as alterações a efectuar no parque escolar da nossa freguesia e as propostas a apresentar na Assembleia Municipal que acontecerá no próximo dia 20. De acordo com o referido documento, está previsto a desactivação das escolas dos Andreus, Marvila e Barreira. Esta última será reconvertida em Jardim de Infância, sendo o existente encerrado. Em contrapartida, será construído um novo bloco, com 8 salas, na Escola EB2,3 José Saraiva, passando a congregar os 3 ciclos de ensino básico. Na Carta Educativa está também referido que os alunos que no futuro não tenham vaga nessa escola serão reencaminhados para o novo Centro Educativo a ser construído nos Marrazes. Os presentes manifestaram o seu descontentamento em relação a esta hipótese e foram discutidas outras soluções, das quais se destaca a construção de um novo centro educativo na nossa freguesia que reunisse todo os alunos do 1º ciclo da freguesia ou outras vizinhas, como é o caso das Cortes. Todos também concordaram que com a construção de mais um bloco na escola José Saraiva irá complicar ainda mais o trânsito que se verifica naquela zona e dificultará a distribuição de refeições a todos os alunos dos 3 ciclos do ensino básico. O Presidente da Junta comprometeu-se a levar estas e outras soluções à Assembleia Municipal de modo a lutar por um ensino de qualidade e que não esqueça a identidade cultural da nossa freguesia.

Populares que assistiram à apresentação da Carta Educativa

Escolas sofreram obras de beneficiação Ao longo dos últimos meses, o executivo da junta tem realizado alguns melhoramentos nos edifícios escolares do 1º ciclo da nossa freguesia, de modo a melhorar as condições físicas dos mesmos. Na escola da Marvila foi construído um parque de jogos com mesas e bancos em madeira, colocou-se um portão, substituíram-se as janelas de madeira por alumínio, colocou-se um telheiro, delimitou-se o campo de futebol e pintaram-se as paredes exteriores. No Telheiro, foram colocadas balizas no recreio e o edifício e madeiras foram pintados.

Escola 1º Ciclo E. B. da Marvila


Barreira.pt

PASTORAL

Página 5

Celebrar o Presente, Olhar o Futuro Parabéns a todos os Barreirenses, os do passado, os do presente e os que já andam a preparar o futuro desta freguesia. Celebrar no presente os 269 anos da Freguesia é motivo de festa para todos. Pena que muitos se auto excluam de festejar este tipo de acontecimentos e de participar em qualquer outro tipo de iniciativas. Ao festejar esta data somos convidados a ser muito realistas e verdadeiros no discernimento do que realmente temos sido e vivido no passado recente, a sermos coerentes e sinceros na análise do que somos no presente, mas sobretudo devemos procurar ser ousados e corajosos na procura e concretização do caminho que nos parecer melhor e mais certo para chegarmos a um futuro melhor. E só a participação interessada e activa de todos, numa união de esforços e concretização de projectos pode lançar esta nossa freguesia para um futuro mais risonho e promissor a todos os níveis. Nesta época do ano enquanto ainda concretizamos os planos e projectos assumidos, já somos convidados a olhar o próximo ano e a pensar que novos projectos e caminhos devemos assumir para o futuro melhor para todos. A nível da comunidade cristã este é já o dinamismo que queremos ter, vivendo a presente Quaresma percorrendo um caminho que nos leva à celebração do Mistério da Ressurreição de Jesus Cristo que alimenta e dá

sentido à nossa vida. A nível da sociedade civil temos a responsabilidade de nos inserirmos nos dinamismos da sociedade pós moderna em que vivemos. Alguns problemas e dificuldades são mesmo nossos e necessitam da nossa intervenção colectiva bem ponderada e convicta. Procuremos estar atentos e disponíveis para colaborar no futuro imediato que está ao nosso dispor. Intervir não é sinónimo de reivindicar. Não fiquemos só nesta última atitude, pois assim nada ajudaremos a resolver, mas procure cada um colaborar com a sua reflexão, pondo ao serviço comum as suas qualidades e disponível para abdicar das suas opções se outras aparecerem com mais garantias de construção de um futuro melhor. Também as instituições civis, Câmara e Junta de Freguesia, e religiosas bem como as colectividades ou outros organismos são convidadas a pautar a sua acção e a tomar as suas decisões por estes princípios. É responsabilidade de todos nós mantermo-nos alegres e entusiasmados para usufruirmos das nossas capacidades pessoais e colectivas na plenitude e assim contribuirmos para minorar a eventual tristeza e dificuldades de todos e de tudo o que nos rodeia. O desafio ou convite que nos é feito permanentemente é o de descobrirmos a alegria e a beleza da vida e do mundo em que vivemos. Pe. Cristiano Saraiva

O Presente Dia 25 de Fevereiro. Era domingo. Estávamos na catequese. A Minda, que é nossa catequista, trouxe um bolo e fizemos um sorteio e saiu ao nosso colega Gonçalo. O nosso amigo Gonçalo decidiu partilhar o bolo connosco. Mas nós decidimos oferecer o bolo a alguém que necessitasse mais do que nós e decidimos oferecer à Dona Maria do Carmo. Aproveitámos e fomos visitá-la, a si e ao seu filho que estava doente. E a Dona Maria do Carmo e os seus filhos ficaram muito felizes e agradeceram com muito carinho. Margarida Ferreira, 4º ano de catequese


Página 6

Barreira.pt

SOCIEDADE

Junta de Freguesia aposta na formação Uma sociedade dita desenvolvida exige que os seus cidadãos apostem na sua formação pessoal e profissional. Indo ao encontro deste pressuposto, o executivo da junta tem organizado cursos de formação em diversas áreas. O primeiro a ser ministrado, no âmbito da informática, começou em Novembro e as últimas turmas estão a finalizar as sessões. Este curso envolveu 48 formandos e muitos deles pretendem continuar a aprofundar conhecimentos de informática.

Outro curso que decorreu em Fevereiro esteve relacionado com os Primeiros Socorros. Para orientar as sessões, foi convidado o técnico Félix da Cruz Vermelha e decorreu no Solar do Visconde. Em Março deu-se início ao Curso de Alfabetização de Adultos com 19 elementos. Finalmente, em meados deste mês irá decorrer formação para os associados da ARICOP, associação de construtores civis, na Escola Básica da Barreira.

Fotos acima: Formandos do Curso de Informática da turma A de 3ª feira

Formandos do Curso de Primeiros Socorros


Barreira.pt

NOTÍCIAS DA ADESBA

Página 7

Nova direcção já tomou posse No dia 13 de Janeiro realizaram-se eleições para os novos corpos sociais da Associação Desenvolvimento e Bem-Estar da Barreira. O acto eleitoral decorreu na sede desta colectividade. Os novos corpos dirigentes são os seguintes: Direcção: Presidente: José Jesus Ricardo Vice-Presidente: Manuel Mendes Ferreira Tesoureiro: José António Costa Caseiro Secretária: Maria Elisa Carreira Silva Vogal: Maria da Luz Ferreira

Conselho Fiscal: Presidente: José Carlos Sousa Pereira Vogal: Alfredo João C. B. Sampaio Ramos Vogal: Daniel José Ferreira Assembleia Geral: Presidente: Sérgio Manuel Carvalho Ferreira 1º Secretário: João Ricardo Moniz C. Verde 2º Secretário: Joaquim Manuel F. Guarda Para além doutros objectivos, esta direcção pretende melhorar o transporte das crianças da freguesia desde as escolas até ao local onde decorrem as actividades de enriquecimento curricular. Para tal, já possui um novo autocarro respeitando as novas normas rodoviárias. Também irá continuar a apostar no apoio aos nossos idosos.

“Jovens” seniores vão até à discoteca

Carnaval no Centro de Dia No dia 19 de Fevereiro, as crianças do ATL da ADESBA passaram a tarde com os idosos que frequentam o Centro de Dia. Este foi um momento muito divertido e dinâmico para os nossos mais velhinhos que tiveram a oportunidade de apreciarem fatos coloridos e variados destas crianças da nossa freguesia.

14 de Fevereiro foi um dia diferente para alguns dos nossos idosos, pois foram “abanar o esqueleto” à discoteca Sushi, no Alto Vieiro. Estes “jovens” seniores puderam dar um pezinho de dança na companhia de mais de 2 centenas de outros “jovens” de instituições de solidariedade social do nosso concelho.


Página 8

ASSOCIATIVISMO

Barreira.pt

CAB, um clube marcado por sucessos desportivos Nos últimos anos 17 anos, a população da Barreira

dora de muitos êxitos”. Constituído por 38 atletas, o

tem ouvido falar muitas vezes da sua terra graças às

clube desportivo esta época já participou no Corta

vitórias e participações dos membros, que fazem parte

Mato Internacional de Torres Vedras (Setembro) fican-

do Clube de Atletismo da Barreira (CAB), em variadas

do em 1º lugar a equipa de veteranos; em Dezembro

provas nacionais deste desporto. O Barreira.pt falou

correram na Maratona do Porto e nesse mesmo mês

com Jorge Agostinho, atleta e dirigente deste clube que

recuperaram o título de campeão nacional da Maratona

nos fez o ponto de situação da vida desta associação e

de Cidade de Lisboa. Já em 2007, em Janeiro, os atletas

enumerou algumas provas onde irão participar ao lon-

deslocaram-se até ao país vizinho para participarem,

go desta época 2006/07.

em Badajoz, em mais uma maratona ficando num hon-

Este clube já possui um palmarés de vitórias invejá-

roso 6º lugar colectivo. Em Ansião, correram no Corta

veis, das quais o dirigente salientou a 1ª estafeta de

Mato Distrital Curto e ficaram em 1º lugar no escalão

Barreira (Leiria) a Barreira (Meda), num total de 330

veteranos. Passados 8 dias coube à Nazaré acolher

km; estafeta Monção—Sagres, que ocorreu há 2 anos;

estes atletas em mais uma prova de Corta Mato.

em 2004 o atleta Rogério Vieira foi campeão nacional

Mas o CAB não se fica por aqui. Há 17 anos que

da prova dos 100 km, onde outros dois atletas desta

realiza o Grande Prémio da Barreira, prova que já é

equipa (Jorge Marques e José Martins) obtiveram o 4º

conhecida e respeitada no mundo do atletismo e, pelo

e 15º lugares, respectivamente.

2º ano consecutivo os dirigentes colaboram na organi-

Segundo Jorge Agostinho, “o CAB está de novo pronto para mais uma época que se adivinha promete-

zação e divulgação das provas desportivas incluídas nas comemorações do Dia da Freguesia.

Equipa do CAB, vencedora da Maratona de Lisboa 2006


SOCIEDADE

Barreira.pt

Jovens dos 20 anos realizaram Festa de Santo Amaro Como já é tradição na nossa terra, a festa em honra de Santo Amaro foi realizada pelos jovens, que no decorrer deste ano fazem os 20 anos. Este ano a festa realizou-se nos dias 13 e 14 de Janeiro. No sábado, dia 13, a festa começou com a actuação dos “Banda Kroll”. No domingo, dia 14, iniciou-se com a Missa em Honra do Santo Amaro, seguida de procissão. A festa continuou com o Rancho Folclórico da Barreira seguida da actuação de uma tuna de Coimbra. Já à noite a actuação de “Ana Sofia” animou toda a gente. A festa encerrou com o fogo de artifício. É claro que durante os dois dias houve serviço de restaurante, bar e quermesse. Queremos agradecer a todos os nossos familiares, ao grupo de jovens e a todos os que nos ajudaram na realização da festa, bem como a todas as pessoas que contribuíram, para que esta festa corresse da Filipa Cunha melhor maneira.

Os Galhetes Sobre a povoação Galhetes e Casal da Malta não encontrei nada. No dicionário Coreográfico de Portugal apenas se diz que é uma povoação da freguesia das Cortes, concelho de Leiria. Segundo opinião de pessoas entendidas dizse que esta pequena povoação, dado o seu isolamento, fez com que as pessoas procurassem locais com mais condições para viver: estradas, água, lojas, etc. Todavia de lá veio a mãe da maior figura eclesiástica da Barreira. D. António Antunes, Bispo de Coimbra era filho de José Antunes e de Josefa de Jesus, ele natural da Cumeira e ela dos Galhetes, freguesia de Cortes. Pesquisado por: Prof. Borges

Página 9

A reforma do Ensino Lamentavelmente o ensino em Portugal tem sido muito mal tratado e as reformas têm sido parcelares e não de fundo. Temos visto apenas remendos sobre remendos. Por outro lado penso que se tem complicado a vida aos professores não lhes dando estabilidade social, reduzindo-lhes o prestígio, etc. Um professor para ensinar tem que ser respeitado e esse respeito deve partir de casa dos seus alunos, do comportamento do próprio professor, das instituições, etc. Com agressões e falta de respeito penso que ninguém conseguirá trabalhar. Recordo que nos idos de Maio de 1971 se fez em Leiria uma reunião de professores do Ensino Primário, vigiados pela PIDE, em que se reclamavam muitas coisas. Algumas foram concretizadas, outras esquecidas e muitas ultrapassadas para os dias de hoje. Recordo-me dum ministro que iniciou uma reforma que começando no primeiro ano se foi alongando ano após ano até às portas das universidades. Para haver uma reforma de ensino penso que deveria haver um ministro, assessorado por gente competente e nunca por teóricos ou afilhados, os quais deveriam permanecer no Ministério os anos suficientes para verem o fruto do seu trabalho. São estes os meus lamentos. Marvila, 1 de Março de 07 antoniobcunha@clix.pt

Junta homenageia professores Este ano, o executivo da junta decidiu homenagear todos os professores e educadores que leccionaram nas escolas da nossa freguesia. Esta homenagem insere-se nas comemorações do 269º aniversário de elevação de Barreira a Freguesia. As festividades têm o seu início no sábado com uma tarde desportiva e, à noite, um sarau musical e artístico (este último da responsabilidade das crianças da escola dos Andreus). No domingo, entidades oficiais e população são convidadas a prestar homenagem aos docentes, a apreciar a bienal de arte e observarem os trabalhos realizados pelas crianças das nossas escolas do Préescolar e do 1º Ciclo.


Barreira.pt

CULTURA

Página 10

“Ad Patres”*

Hino à Barreira

Poeta… Cantaste bem! Os idos que já passaram Vindos d’além… e d’além De gestos que não narraram. Gente dura e brava mão Que dos ermos transformaram Rasgando em leiras o chão As terras que nos deixaram. Quem são? Donde vieram? De lonjuras infinitas Do além que não quizeram Em boas horas… benditas. Qu’importa donde vieram Do fim dos tempos chegaram E vede os campos que deram E as terras que nos deixaram. Deus vos guarde idos irmãos Seja eterno o nosso preito E sejam benditas as mãos Que nos legaram tal feito. Eng. João Antunes * aos nossos pais, avós

Aos nossos Professores

Viva, viva à Barreira querida Sempre unida em Paz e Amor Cantaremos com santa alegria À bondade de Nosso Senhor Em Louvor da Freguesia da Barreira

Linda Barreira de colinas graciosas Onde se encosta a vinha e cresce o

É Barreira a Freguesia Que recorda a sua história Renegando a heresia De quem não perde a memória.

rosmaninho Terra querida gentil nação de rosas Gente braçal de rosas, onde nós nas-

E quem não esquecer os valores Que nossos pais nos deixaram Sempre merece os louvores Dos filhos que então geraram.

cemos, Em macio ninho, em macio ninho. Pe. Dr. Carlos Silva década de 40/50.

Mas se os vivos vão esquecer Os mortos que já passaram Não merecem mais que ver Morrer história que deixaram. Eng. João Antunes Residente em Viseu, familiar dos Antunes da Cumeira

Admiramos os nossos Professores! Quanto nos deram e transmitiram? Com muitas alegrias e até dores, Pois eles tão cedo nos ouviram.

Recordamos aquilo que nos deram, Algo de vós, do vosso grande coração Nossa alma lentamente modelaram, Quando ainda estávamos em formação.

Nota: Este “Hino à Barreira” não está completo. Se houver alguém que conheça ou se lembre do resto, agradecíamos que nos contactasse através do telefone 244 892 232 ou do nosso mail barreira.pt@iol.pt. A direcção do Barreira.pt agradece.

De vós recebemos suavemente, Tanta coisa que aqui erguemos, A todos dizendo alto e bom som. Destes segundos pais que docemente, O saber e o bem sempre recebemos, E de Deus nos transmitiram esse dom. Barreira. Março de 2007 António de Arimateia

Ficha Técnica: Propriedade:Centro Cultural da Barreira Redacção:Arminda Filipe, Elodie Rocha, João Paulo Rocha Colaboração Especial: Pe. Cristiano, Prof. Borges, Diogo Cunha, Filipa Cunha, João Pedro Filipe Coordenação: João Rocha Publicação: Trimestral Distribuição Gratuita 10 de Março de 2007


Barreira.pt

Pรกgina 11


CULTURA

Página 11

HORA

DO

CONTO

Mensalmente, têm-se vindo a realizar-se as já conhecidas “Hora do Conto”. No dia 20 do mês de Janeiro realizouse, excepcionalmente, na livraria “PuraLeitura”, no Telheiro, que tão gentilmente convidou a equipa da “Hora do Conto” para ali estarem presentes e cedeu o espaço para que tal fosse possível. Nesse dia, nós, os mais pequenos e graúdos, contámos com a presença da poetisa Carla Martins, que nos contou umas histórias em verso. Foi uma forma de nos criar o gosto pela poesia que tão amiúde é vista como sendo de pouco interesse. Objectivo este que foi conseguido, pois algumas crianças, depois da sessão

Barreira.pt tiveram a curiosidade de ir à net pesquisar outras poesias para ler. A esta “Hora do Conto” assistiram mais de cinquenta crianças. No dia 3 do mês de Fevereiro, a “Hora do Conto” realizou-se, de novo, no Solar do Visconde e contou com a presença de um grupo de palhaços, jovens da nossa freguesia, pois era este o mês do Carnaval. O Largo do Solar do Visconde estava cheio, não só de crianças que ansiosamente esperavam a chegada dos artistas, mas também de muitos pais e outros adultos que se disponibilizaram para nos acompanhar neste momento.

Para além das suas palhaçadas que animaram todos os presentes, de forma muito gentil, ainda pintaram as caras das crianças (e até de adultos!) que assistiam e fizeram modelagem de balões que oferecerem às mesmas. Têm sido muito divertidas estas “Hora do Conto”! Espero que continuem. Bem-haja à equipa que por carolice se disponibiliza todos os meses para organizar estes momentos que tanto nos enriquecem e divertem culturalmente e proporcionam espaços de convívio entre crianças, pais e outros amigos. João Pedro -11 anos


marco2007