Page 29

“Devotos Dançantes” da Taieira, do São Gonçalo, da Chegança, do Cacumbi, do Reisado, do Pastoril entre outros grupos folclóricos que festejam os seus santos de devoção. Deus vos salve casa santa/Onde Deus feis a morada/Onde mora cálix bento/E a hóstia consagrada. Nos 40 anos do encontro foram lembrados pesquisadores que deram importantes contribuições para o surgimento e a continuidade do evento como: Luiz Antonio Barreto, Roberto Benjamin, Núbia Marques (in memoriam) e Braulio do Nascimento, só para citar esses entre tantos outros. O encontro teve o apoio de diversas instituições como a Prefeitura Municipal de Laranjeiras, Governo do Estado de Sergipe, Universidade Federal de Sergipe/UFS, do IPHAN/SE, com a coordenação geral de Silvia Maria de Oliveira e a coordenação executiva de Antonio Amaral, ambos da Secult/SE e que estão de parabéns por terem superado as adversidades para a realização do simpósio. Destacar também a hospitalidade e a maneira carinhosa como somos recebidos pelos organizadores do encontro e os colegas estudiosos e pesquisadores em Aracaju e em Laranjeiras. Mas, nem tudo são flores, no Encontro Cultural e no Simpósio, enquanto havia restrições técnicas e econômicas para a realização do evento e especialmente apoio aos grupos folclóricos para melhores condições nas suas apresentações, as autoridades locais alegaram a crise financeira e consequentemente a falta de recursos para as manifestações culturais tradicionais. Mas, por outro lado, para os shows das famosas bandas de “forró e de música sertaneja”, foi montado, logo ali do outro lado do Rio Cotinguiba, palcos com uma super estrutura e parafernália tecnológica de som e luz de não fazer inveja aos espetáculos nas grandes cidades brasileiras. Nada contra a cultura midiática, nada contra as famosas bandas, mas nada justifica a falta de apoio das autoridades para as manifestações tradicionais culturais que são os grupos folcló-

O autor quando apresentava sua ponencia

ricos, os protagonistas da festa e os verdadeiros representantes da cultura local. Foi sentida a ausência do Secretário de Cultura do Município de Laranjeiras no simpósio e especialmente na plenária de encerramento, mas teve a participação do Secretário de Planejamento do Munícipio de Laranjeiras, Paulo Menezes Leite, com atuação significativa nos debates e na plenária de encerramento, demonstrando certa preocupação com aquelas distorções.

Esperamos que todos esses equívocos sejam corrigidos e o Encontro Cultural e o Simpósio retornem ao lugar sempre desejado por Luiz Antonio Barreto e Braulio Nascimento. Parabéns a Laranjeiras, cidade Monumento Nacional. Parabéns a todos os brincantes dos grupos folclóricos, pela resistência de continuarem fazendo a festa para os santos de devoção, custe o que custar. g janeiro/fevereiro/março/2015 |

29

Profile for joaodamasceno

REVISTA  

GENIUS 9

REVISTA  

GENIUS 9

Advertisement