Issuu on Google+

elogio da pobreza osso vaidoso


Não tenho eira nem beir acções em carteira nem viajo, em primeira, papá nem papão Não Tenho travão, NÃO IDEAL, NEM QUARTINHO DE CASAL, NÃO TENHO MULHER AMOR A MORDOMIAS


ra, nem

, n達o tenho

TENHO O PESO DE ER A DIAS, NEM


M1 00:00:06


M1 00:00:18


não tenho conta poup ança nem doutor de c as que são minhas nem se compram, nem mas há coisas que são dinheiro dependem


pança, não tenho herconfiança, mas há cois-

m se vendem não, o minhas, nem do


M1 00:00:42


M1 00:00:54


tenho voz as vezes ca as vezes janto, tenho tenho voz as vezes ca tenho fome as vezes j tenho vida as vezes m tenho ovarios tenho afins, e mais garganta


anto, tenho fome o vida as vezes anto, janto minha, rins e mais saquinhos a e pescoรงo e mais


M1 00:01:18


muitos paus, muito osso, muito os tenho ovรกrios, tenho e mais saquinhos afin e pescoรงo e mais, muitos paus, muito os muito osso


sso o rins , ns, e mais garganta

sso, ah ah


M1 00:01:42


M1 00:01:54


M1 00:02:06


M1 00:02:18


M1 00:02:30


tenho labios e joelhos e pentelhos, filhos am mais que antes, mais qu e há coisas que são minh nem se vendem, não


s, sobrancelhas migos, amantes, alegria, que antes, nhas,n達o se compram


M1 00:02:54


M1 00:03:06


e há coisa que são minh nem se vendem, não e há coisa que são minh dependem, e há coisa qu nem do dinheiro depen dependem não, nem do nem do dinheiro depen


nhas,n達o se compram

nhas,nem do dinheiro que s達o minhas, ndem, nem do dinheiro o dinheiro dependem n達o, ndem n達o,


M1 00:03:30



Osso Vaidoso - Elogio da Pobreza