Page 1


S

INOPSE

L

ili é um espetáculo musical encenado por Soraya Ravenle, Julia Bernat, Alfredo Del-Penho, Izak Dahora e grande

elenco. Com musicas compostas por Eduardo Dussek, Lili – uma história de circo é um espetáculo para toda família atingindo crianças, jovens e adultos com a doçura e simplicidade dos antigos circos que movimentavam as cidades interioranas. Em cena, os atores cantam e tocam criando um ambiente mágico e divertido.

L

ILI – uma história de circo é um musical infantil escrito pela dramaturga e novelista Lícia Manzo, inspirado no

filme homônimo produzido pela MGM em 1953, estrelado por Leslie Caron. Com músicas originais de Eduardo Dussek, Lili foi encenada uma única vez no Brasil, há 21 anos, no teatro de Arena do Rio de Janeiro. Nesta mesma época estava nascendo Júlia Bernat, que faz o papel título desta versão. Julia acompanhava os ensaios finais na barriga de sua mãe, a atriz e cantora Soraya Ravenle. Na montagem atual as duas vão estar juntas em cena, já que caberá a Soraya o papel da excêntrica Mulher Barbada. O espetáculo será dirigido pelo ator e diretor Isaac Bernat, com cenários de Sergio Marimba, iluminação de Aurélio de Simoni, direção musical de Roberto Gnattali, figurinos de Beth Passi de Moraes e Joana Passi, direção de movimento de Helena Varvaki e bonecos, confeccionados especialmente para o espetáculo, de Miguel Velinho. Completam o elenco: Alfredo Del-Penho, Débora Guimarães, Izak Dahora, Laura Becker e Tiago Davila. Todos os atores cantam e tocam instrumentos musicais e com a experiência adquirida em grandes musicais por Soraya Ravenle, Julia Bernat


e Alfredo Del-Penho, pretendemos contar esta linda história com toda a poesia e o humor que ela já despertou em quem a viu no cinema. O ator Izak Dahora por sua vez, possui uma grande comunicação com o público infantil, pois foi durante anos o Saci do seriado da TV Globo, “O Sítio do Pica Pau Amarelo”. Os outros três atores, Laura Becker, Debora Guimaraes e Tiago Davila que completam o elenco.

L

ili, protagonista encenada por Julia Bernat, é uma jovem do interior de Minas Gerais que acaba de perder os pais

e vem ao Rio de Janeiro em busca de um emprego na padaria de um amigo do seu pai. No entanto, ao chegar à cidade maravilhosa descobre que o sujeito acabara de morrer. A primeira coisa que vê é um pequeno circo, com o pomposo nome Gran Circo El Fanfarrão. Lili entra no circo e começa a chorar num cantinho. Então os três palhaços, Macarrão, Farofa e Vanderlea tentam consolá-la com brincadeiras. Porém, logo Lili se apaixona à primeira vista por Markus, um mágico metido a galã que tem como ajudante a argentina fajuta Carla Sueli. Markus seduz Lili, mas no fundo não quer nada sério. O Sr. Pereira, dono do circo, implica com a presença de Lili dentro da lona e a manda embora. Os três palhaços passam a protege-la e tentam convencer o Sr. Pereira a deixá-la ficar. Mas ele está irredutível. Neste momento, Pedro, o bonequeiro e antigo trapezista se apaixona por Lili e começa a conversar com ela através de seus quatro bonecos: Garibaldi, Bobo, Reinardo e Margarida. Lili ganha então quatro novos amigos e fica muito feliz. Ao ver Lili conversando e cantando com os bonecos a famosa música “Hi-Lili, HiLili, Hi Lo”, o Sr. Pereira resolve contratá-la. Lili passa a fazer parte do circo, fica muita amiga da Mulher Barbada que passa a ser uma espécie de conselheira. No entanto, Lili continua apaixonada por Markus, o mágico, que decide ir embora do circo atrás de uma oportunidade melhor. Lili


fica triste e decide ir embora também. Então, Pedro através dos seus bonecos faz tudo para Lili ficar. Todos declaram seu amor a Lili. Na verdade cada boneco é uma parte da personalidade de Pedro. Assim ele é esperto como Garibaldi, vaidoso como Reinardo, desajeitado como Bobo e fútil como Margarida . Ao descobrir que é Pedro que está por trás de tudo, Lili também se apaixona por ele. Pois como diz a última música “um beijo de amor faz qualquer um voar. E se mágica existe ou não existe? Depende só da gente acreditar.”

O R O L

s bonecos serão confeccionados especialmente para esta montagem e serão manipulados em cena, pelo ator Alfredo

Del –Penho. emontar o espetáculo Lili, que foi apresentado há 21 anos, no Rio de Janeiro, só é possível com a parceria da

Prefeitura do Rio de Janeiro através do FATE 2011. contagiante hit “Hi-Lili, HiLili, Hi Lo”, será mais uma vez cantarolado pelo público carioca. ili, os palhaços, o mágico Markus, sua assistente argentina Carla Sueli, a Mulher Barbada e Pedro o bonequeiro,

transforamarão os palcos cariocas em um pequeno circo brejeiro, cheio de magia, diversão e romantismo.


j

ustificativa do projeto, especificando os objetivos e as razões de solicitação do apoio.

O O

Grão Circo El Fanfarrão pede passagem para alegrar os corações de crianças e adultos. objetivo

deste

projeto

é

remontar

o

musical

Lili

e

apresenta-lo em temporada de 8 semanas (ou a combinar

com a direção artística do teatro – mínimo 4 semanas) no Espaço Cultural Municipal Sergio Porto, de sexta a domingo.

N

os últimos anos houve um grande boom dos musicais no Rio de Janeiro e em São Paulo. No entanto, o teatro infantil

ainda não acompanhou na mesma medida a excelência técnica e artística que está sendo a marca registrada dos grandes musicais em cartaz nos palcos cariocas. Com Lili, vamos oferecer ao público uma história comovente, tendo a música como fio condutor da trama. A simplicidade de um pequeno circo com seus artistas populares está aliada ao talento de artistas cantores que tem atuado em musicais importantes como: Soraya Ravenle (“Dolores”, “Metralha”, Ópera do Malandro”, South America Way – Carmen Miranda, o Musical, “Sassaricando”, “Violinista no Telhado”) Julia Bernat (“Noviça Rebelde”, “Despertar da Primavera” e “Violinista no Telhado”) e Alfredo Del-Penho ( “Sassaricando” e “ É Com Esse Que Eu Vou”). Além da experiência destes artistas, teremos a qualidade e irreverência das músicas compostas especialmente para a peça por Eduardo Dussek, com a direção musical do maestro Roberto Gnattali.

A

ssim como ocorreu com Edith Piaf, é através do seu talento musical que Lili arruma emprego. No circo, Lili, uma


menina órfã e perdida no mundo, encontra amigos que a fazem rir e descobre o amor verdadeiro escondido em quatro bonecos que parecem gente de verdade.

P

or intermédio da música que Lili suporta a dor e consegue sobreviver. Juntamente ao clima criado pela música, o

texto vai nos conduzir pelo universo de um circo do interior em passagem pelo Rio de Janeiro, que luta pra sobreviver num mundo dominado pelas grandes mídias eletrônicas. A criança de hoje perdeu o contato com aqueles pequenos circos feitos por artistas corajosos que buscavam o contato direto com seu público. O grande trunfo do circo é poder juntar elementos tão ricos como o palhaço, o mágico, os bonecos, os acrobatas e tantos outros que encantam qualquer espectador. O nosso circo é movido à paixão,com um toque brejeiro e principalmente artesanal, como na verdade é o teatro. É como se por um tempo as crianças esquecessem os vídeos-game e a internet para brincar de roda, carniça ou pique - esconde. A história de Lili nos faz lembrar que por mais difícil que seja a vida, há sempre uma esperança para se encontrar a felicidade.

E esta esperança pode estar

mais perto do que imaginamos.

R

evisitar o universo apaixonante da arte artesanal, simples e pura, proporcionando momentos de magia e alegria é o

que propõe Lili com seu circo brejeiro, mágico, divertido e romântico. Habitar os palcos do Rio de Janeiro com musica e alegria para toda família, criando um ambiente inspirador de convívio entre crianças, jovens e adultos recupera a vocação da arte de agregar valores e reunir as pessoas.


t

exto do roteiro.

S c

egue em anexo o text do roteiro.

ronograma de realização.

P c

ré produção:

ontratação da equipe de produção (3 meses antes da estréia); contratação da equipe técnica (cenógrafo, figurinista,

programador visual, iluminador e demais técnicos) (3 meses antes da estréia); contratação do elenco protagonista (1 mês antes do início dos ensaios); desenvolvimento de figurinos e cenários (2 meses antes da estréia).

P I

rodução

nício dos ensaios (3 meses antes da estréia); criação e aprovação projeto gráfico (2 meses antes da estréia);

produção textos e fotos para o programa (6 semanas antes da estréia); aluguel de sala de ensaio (1 mês antes do inicio dos ensaios); aprovação e construção cenário (1 mês antes da estréia); idealização, aprovação e confecção de figurino (1 mês antes da estréia); liberação direitos junto ao ECAD (1 mês antes da estréia); impressão material gráfico (1 mês antes da estréia); confecção banner (2 semanas antes da estréia); distribuição


de cartazes e filipetas (3 semanas antes da estréia); aluguel de equipamentos de luz e som (2 semanas antes da estréia); montagem palco, luz e som (1 semana antes da estréia); realização ensaio geral (3 dias antes da estréia); realização do projeto (2 meses em cartaz)

P D

ós produção

esmontagem do cenário; (um dia depois do final da temporada) - fechamento e prestação de contas (30 dias após o final

do projeto).


o

RÇAMENTO.


P

lano de Contrapartida e Termo de Compromisso da Contrapartida proposta.

D

isponibilizaremos 10% do total de ingressos para cada dia de espetáculo a entidades ligadas à educação através da

arte. Além disso, os profissionais a serem contratados nas áreas técnicas, o serão através de entidades que realizam o trabalho de capacitação para o mercado das artes, tais como Spectaculu e Galpão Aplauso.

D

urante o processo de construção e ensaios do espetáculo, realizaremos

ensaios

abertos

gratuitos,

para

que

os interessados possam ter uma melhor noção do processo de trabalho/ criativo do grupo. Também faremos um blog onde serão postadas referências, fotografias de ensaios, textos e imagens que permitirão o acesso daqueles que não podem estar presentes aos ensaios abertos.

A

produção do espetáculo Lili se compromete a cobrar meia entrada às pessoas que levarem 1kg de alimento ou um

agasalho para serem doados. Além disso, a produção também pretende promover as apresentações da temporada a preços populares no valor de 20 reais, praticando meia entrada a estudantes, idosos e classe artística.

A

logomarca da Prefeitura do Rio de Janeiro, do FATE e das demais instituições que estiverem previstas no manual de

aplicação de logomarca serão atendidas de maneira a atender as exigências do edital. Deste modo, todas as logomarcas previstas estarão presentes nos postais MICA, nos convites, nos busdoor, nos programas, nos banners e nas filipetas virtuais.


F

ICHA TÉCNICA.

E

LENCO:

Alfredo Del-Penho Debora Guimarães Izak Dahora Julia Bernat Laura Becker Soraya Ravenle Tiago Davila

T D C F

exto: Lícia Manzo

ireção : Isaac Bernat

enário: Sergio Marimba

igurinos: Beth Passi de Moraes e Joana Passi


I D M D B A D

luminação: Aurelio de Simoni

ireção de Movimento: Helena Varvaki

úsica: Eduardo Dusek

ireção Musical: Roberto Gnattali

onecos e Direção de Manipulação: Miguel Velinho

ssistência de Direção: Karin Dreyer

ireção de Produção: Carla Mullulo


FIM


LILI teste  

PROJETO teste visual

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you