Issuu on Google+

CAÍRAM CHOQUE PRENDE PARTE DE BANDO QUE ASSALTA E TRAFICA PÁG 3 JORNAL

NOTÍCIAS DO ESTADO

QUARTA 15 DE FEVEREIRO DE 2017 ANO 20 • EDIÇÃO 2930

www.jnediario.com.br

COMERCIAL ENFRENTA JOINVILLE A partida, válida pela Copa do Brasil, terá como árbitro principal o mineiro Wanderson Alves de Sousa - PÁG 6

VIOLÊNCIA

ADOLESCENTE ATACADO COM MANGUEIRA DE AR EM LAVA JATO MORRE NO HOSPITAL PÁG 3

CAGUETA

DESCUIDO

Suspeito de ‘entregar’ colegas, homem é espancado em cela

Homem brinca com arma de fogo e acaba matando a esposa PÁG 5

PÁG 5

RECURSOS

AGEPEN RECEBE RECURSOS PARA MELHORAR PRESÍDIOS

PÁG 8

INFRAESTRUTURA

RETORNO

GRAVE

REINALDO DISCUTE CORREDOR BIOCEÂNICO EM CORUMBÁ

PMA recebe viaturas através do convênio com Fundação de Turismo

Vítimas de acidente na BR-060, policiais estão na Santa Casa

PÁG 8

PÁG 4

PÁG 3

ANASTÁCIO

AQUIDAUANA

FEIRA DO PRODUTOR DEVE SER REESTRUTURADA

OPERAÇÃO CONTRA DENGUE TEM INÍCIO NO NOVA AQUIDAUANA

PÁG 7

PÁG 7

WWW.JNEDIARIO.COM.BR NOVO NÚMERO NOVO NÚMERO 67

3241-4395

ESCRITÓRIO DE AQUIDAUANA

67

3349-5316

ESCRITÓRIO DE CAMPO GRANDE

PREVISÃO DO TEMPO MATO GROSSO DO SUL Parcialmente nublado a nublado com pancadas de chuva 34ºC Máx / 15ºC Mín


2

QUARTA-FEIRA • 15 DE FEVEREIRO DE 2017

OPINIÃO

FALE COM O EDITOR:

EDITOR@JNEDIARIO.COM.BR

SERVIÇO NOTARIAL E REGISTRAL 3º TABELIONATO DE NOTAS E PROTESTO DE TÍTULOS REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL COMARCA DE AQUIDAUANA – ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL Franciele Petry TABELIÃ

Rua Augusto Mascarenhas, 613 – Centro – CEP 79200-000 – Fone (067) 3241-5307. FRANCIELE PETRY, Tabeliã de Notas e Protesto de Títulos desta Comarca de Aquidauana, Estado de Mato Grosso do Sul, na forma da Lei, FAZ SABER, que por este edital notifica os devedores que se encontram nesta Serventia para serem protestados, os títulos abaixo relacionados, cujos destinatários não foram encontrados nos endereços indicados ou se recusaram ao recebimento das intimações. CREDOR:

1 2

-EUA.

Em Sonora não se fala noutra coisa senão na nomeação do Dr. Paulo Tadeu Haendchen como Procurador Jurídico da prefeitura. O detalhe é que o famoso PTH reside em Miami

O prefeito Marquinhos Trad (PSD) está de “cabeça quente” com os auditores da Receita da Prefeitura de Campo Grande. Os salários variam entre R$ 140 a 180 mil reais mensais, embora haja o limitador que não podem receber acima do que ganha o prefeito.

3

Acontece que um desses auditores entrou na Justiça pedindo o “abono de férias” dos últimos 5 anos, que é calculado em 33% sobre o salário, e já conseguiu sentença favorável da Justiça. Vai receber mais de R$ 300 mil reais. O problema é que existem 30 ou 40 outros auditores em idêntica situação. Isso poderá custar à prefeitura a bagatela de R$ 10 milhões de reais.

4

Os auditores da Prefeitura possuem esses altos salários devido a uma “Lei Complementar” proposta na época por Mário Sérgio Lorenzetto, que também é auditor. A lei foi votada pela Câmara Municipal de Campo Grande, e em homenagem ao ex-secretário de Fazenda da administração do então prefeito André Puccinalli, a lei que beneficia aqueles servidores do quadro passou a levar o nome dele.

5

Em tempo de ‘vacas magras’ o negócio é procurar onde estão os “furos” e tapá-los. Descobriu-se que há 4 anos atrás, Campo Grande recebia 27% do bolo do ICMS. Depois que perdeu a eleição municipal com seu ex-secretário de Obras, Edson Giroto, o ex-governador André Puccinelli deixou uma “pegadinha” para o ex-prefeito Alcides Bernal, derrubando a participação de Campo Grande no bolo do ICMS em 6%.

6

Há 4 anos Campo Grande passou de 27% para 21% de participação no bolo do ICMS, que é rateado mensalmente pela Secretaria de Fazenda estadual. Isso dá cerca de R$ 70 milhões/mês, praticamente a folha de pagamento dos nossos servidores. Nesses 4 anos a defasagem de receita da nossa prefeitura é mais de R$ 3,36 bilhões.

7

Alcides Bernal foi incompetente - isso todo mundo sabe -, e irresponsável. Foi avisado na época pelo deputado estadual Amarildo Cruz, das graves consequências que a queda da arrecadação traria para esta cidade, mas Bernal, ignorante e vaidoso, resolveu não deu “bola’ para o alerta.

8

Uma alta fonte ligada ao governo boliviano deixou escapar que a Petrobrás, mesmo deixando de usar parte do gás boliviano que entra no Brasil pelo gasoduto sul-mato-grossense, está pagando o consumo previamente estabelecido no negócio. Isso significa que nosso Estado está sendo “roubado” pela estatal.

9

O roubo está no fato da Petrobrás pagar a mesma coisa pelo gás boliviano sem consumi-lo, dando preferência para o gás da Bacia de Campos, no Rio de Janeiro a fim de salvar as finanças do governo carioca. Reinaldo vai a Brasília pedir providências do presidente Temer, mas há quem diga que o nosso governador acordou tarde.

10

A Assetur está triste com as considerações do prefeito a respeito do serviço de coletivos nesta Capital. Os empresários do setor insistem na manutenção da isenção de impostos, mas Marquinhos diz que “só se os serviços melhorarem e as tarifas forem reduzidas”. Amanhã eu volto. Fuuuuuuuuuuuuui.

BANCO DO BRASIL S/A COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS

PROTESTO CONTRA

DIREÇÃO-GERAL DANIELE SILVA EDITORA-CHEFE DANIELE SILVA - DRT 141/MS

POLICIAL AVELINO NETO

CULTURA/ECONOMIA

POLICIA@JNEDIARIO.COM.BR

EDITOR@JNEDIARIO.COM.BR

COTIDIANO DANIELE SILVA

DIAGRAMAÇÃO BRUNO ZANUNCIO

POLÍTICA/GERAL

BRUNOZANUNCIO@JNEDIARIO.COM.BR

ESPORTE/MUNDO

ESPORTE@JNEDIARIO.COM.BR

COTIDIANO@JNEDIARIO.COM.BR EDITOR@JNEDIARIO.COM.BR

REDAÇÃO E ADMINISTRATIVO RUA CENTRAL, 331 - BAIRRO SÃO BENTO CAMPO GRANDE / MS (67) 3349-5316

CULTURA@JNEDIARIO.COM.BR

DEPARTAMENTO JURÍDICO DRA. MICHELLE TABOX MICHELLETABOX.ADV@HOTMAIL.COM

ESCRITÓRIO DE REPRESENTAÇÃO RUA SETE DE SETEMBRO, 1177- CENTRO AQUIDAUANA / MS (67) 3241-4395

Artigos veiculados neste jornal não refletem necessariamente a opinião do JNE - Jornal Notícias do Estado, sendo de responsabilidade dos autores.

VALOR

COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS

DMI 0035352494 DMI 16/101306-0 DMI 16/101307-9 DMI 16/101308-7 DMI 16/101311-7 DMI 16/101313-3 DMI 16/101315-0 DMI 16/101316-8 DMI 16/101330-3 DMI 16/101332-0 DMI 16/101334-6 DMI 16/101338-9 DMI 16/101342-7 DMI 16/101351-6 DMI 16/101345-1 DMI 16/101350-8 DMI 16/101363-0 DMI 16/101352-4 DMI 16/101364-8 DMI 16/101356-7 DMI 16/101268-4 DMI 16/101198-0 DMI 16/101143-2 DMI 16/101134-3 DMI 16/101124-6 DMI 16/101208-0 DMI 16/101207-2 DMI 16/101293-5

R$ 187,66 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00

COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS

JULIANA FELICIO SANTOS DA SILVA MARIA CAROLINA DE SOUZA IGOR HENRIQUE SANTANA DIAS FELIPE DAS NEVES MONTEIRO ROANITA IARA ROCKENBACH LUCAS CHAVES DE PAULA MARLON DIEGO GONZALEZ NATALIA DA SILVA GUIDORISSI LUCAS GONAALVES ROLON LEONARDO AUGUSTO DA SILVA DANIEL BEZERRA DE MOURA ISADORA BARRETO VIRGINIO WILLIAN RUFINO ANDRADE LEANDRO DE BRITO GONAALVES AYANA GLEISE FRANCO ALVES FLORES BRENDA MARTINS PATRICIA OLIVEIRA CUNHA PEDRO HENRIQUE BARRERA DE MOURA GOMES ISADORA APARECIDA CANONICI OLIVEIRA SUZANA TAMIRIS BONFADINI LUIZ FELIPE BUSANELLO LAIS THOMAZ LARANJEIRA CARLOS ODONI COUTINHO MATHEUS EUGENIO PORTO BARBOSA LARISSA JULIANA COSTA MARIANO JUDINEI SANTOS BORGES DTHENIFER CORDEIRO SANTANA ANNA BEATRIZ DE CARVALHO MARTINS JEILIANE XAVIER BARBOSA JAICE RIBEIRO ALMEIDA CARLA FERNANDES SANTANA GUSTAVO HENRIQUE DOS SANTOS DE SOUZA LAUN CLEITON FERREIRA DA SILVA CUNHA MARIELLA MILAGROS GARCIA XAVIER VIVIANE DE SOUZA ALMEIDA STEPHANY DOS SANTOS SUZANA LOPES COSTA BRUNA PAVEI PEDRO HENRIQUE LADE BRANDAO JEAN CARLOS LOPES DE OLIVEIRA DANIELY ROCHA INSABRAL GABRIELE MARQUES DA SILVA

DMI 16/101292-7 DMI 16/101289-7 DMI 16/101270-6 DMI 16/101266-8 DMI 16/101224-2 DMI 16/101218-8 DMI 16/101291-9 DMI 16/101089-4 DMI 16/101086-0 DMI 16/101214-5 DMI 16/101157-2 DMI 16/101271-4 DMI 16/101233-1 DMI 16/101083-5 DMI 16/101135-1 DMI 16/101137-8 DMI 16/101167-0 DMI 16/101168-8 DMI 16/101416-4 DMI 16/101091-6 DMI 16/101287-0 DMI 16/101383-4 DMI 16/101300-1 DMI 16/101385-0 DMI 16/101384-2 DMI 16/101278-1 DMI 16/101094-0 DMI 16/101105-0 DMI 16/101261-7 DMI 16/101394-0 DMI 16/101299-4 DMI 16/101239-0 DMI 16/101254-4 DMI 16/101188-2 DMI 16/101229-3 DMI 16/101387-7 DMI 16/101174-2 DMI 16/101138-6 DMI 16/101419-9 DMI 16/101389-3 DMI 16/101159-9 DMI 16/101145-9

R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00

COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS COOPERATIVA DE CREDITO RURAL PANTANAL DO MS

WILLIAN ALVES RODRIGUES GAUNA GABRIEL DE LIMA BORGES BRUNO HENRIQUE BARBOSA ANA LUIZA RATI DOS SANTOS RENNER MIRANDA MARQUES JOAO PEDRO ALVARO PONTIM PAULO ROBERTO SOUZA GONAALVES JUNIOR JULIO CESAR MARQUES DE SOUZA SALES WAGNER ANTONIO BIANCAO JUNIOR JULIA DIAS DO NASCIMENTO IRAN JARA PEREIRA GONAALVES ALINE DA SILVA COSTA HEBERT LIZARDO GERMANO DA SILVA JHENYFER FERREIRA DE OLIVEIRA GIOVANA DINIZ DOS SANTOS PATRICIA GOMES PEDRO LUCAS ESPERITO SANTO DA SILVA GIOVANNA SILVA BORTOMAN SAYMON VINICIUS DA SILVA MILENO EVELIN MENDES AMORIM SAVERO DEUSA VALQUIRIA DE SOUZA MARTINEZ MIRELA FERNANDA ALVES PINTO TALITA DE SOUZA SANCHES THALITA SHARON DE SOUZA MARTINEZ DANIELLY XENXEN FERREIRA GLEICIELEN HELENA DE SOUSA MARTINEZ DANIELA DA COSTA LIMA DANIELLY ABELARDO DE OLIVEIRA ULIANA DE SOUZA LUCAS DA SILVA ANDRADE PEREIRA MARCIMIANO ROBERTO ALBUQUERQUE

DMI 16/101249-8 DMI 16/101267-6 DMI 16/101296-0 DMI 16/101258-7 DMI 16/101272-2 DMI 16/101263-3 DMI 16/101223-4 DMI 16/101184-0 DMI 16/101230-7 DMI 16/101379-6 DMI 16/101153-0 DMI 16/101405-9 DMI 16/101415-6 DMI 16/101127-0 DMI 16/101148-3 DMI 16/101166-1 DMI 16/101187-4 DMI 16/101146-7 DMI 16/101133-0 DMI 16/101099-1 DMI 16/101093-2 DMI 16/101088-6 DMI 16/101368-0 DMI 16/101370-2 DMI 16/101393-1 DMI 16/101412-1 DMI 16/101201-3 DMI 16/101202-1 DMI 16/101203-0 DMI 16/101219-6 DMI 16/101251-0

R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00 R$ 50,00

AQUIDAUANA-MS, 14 de fevereiro de 2017.

FUNDADO EM 28 DE AGOSTO DE 1997

DM:

GIMARA MAIRA DE MENEZES DENIS MIRANDA DE CASTILHO EDUARDO DE LIMA BRAGA DE ABREU ELAINE REBECA SILVA EVANI RAMOS MENEZES DA SILVA FELIPE COLMAN RODRIGUES MONA CAROLINA RIBEIRO LOPES NADILA SOUZA GUIMARAES ANDREZA ACUNHA RODRIGUES BARBARA HELENA TURQUIA MENDES BRUNA VICENTE PINHO MARCOS ANDREY LEMOS DA SILVA FERNANDO DE OLIVEIRA ARAUJO GIOVANA DE ARRUDA CASTELO GONAALVES GABRIELE GONAALVES DE MENDONAA GEOVANA BURKOWSKI FRANCO ODAIR DOS SANTOS GUILHERME BUSTO OLIVEIRA OTAVIO GANDOLFI RODRIGUES LUKAS MITSUYUKI BARBOSA TODAKA GABRIELA GUEDES CORREA MARCOS HENRIQUE DE LIMA SILVA FRANCIELE CRISTINA DE LIMA SA ARIEL DINIZ CRIVELARE WASHINGTON DA SILVA SOUZA VINICIUS GABRIEL BELTRAMIN DE OLIVEIRA VINICIUS FERMIANO DE BULNES THAYLON HENRIQUE SOARES DA SILVA


QUARTA-FEIRA • 15 DE FEVEREIRO DE 2017 FALE COM O EDITOR:

EDITOR@JNEDIARIO.COM.BR

3

POLÍCIA

VIOLÊNCIA

ADOLESCENTE ATACADO COM MANGUEIRA DE AR EM LAVA JATO MORRE NO HOSPITAL Vítima ficou 11 dias internada e autores do crime falam em brincadeira

FOTOS: Arlindo Florentino

Local onde o crime aconteceu e a mangueira (detalhe) utilizada contra o adolescente

DA REDAÇÃO

Após 11 dias internado vítima de ferimento ao ter uma mangueira de alta pressão de ar colocada no ânus, no SS Lava Jato, onde trabalhava, o adolescente de 17 anos não resistiu e morreu no começo da tarde desta terça-feira (14) na Santa Casa de Campo Grande. Pela manhã, o estado de saúde do adolescente havia se agravado e ele voltou para Ala Vermelha do hospital. Na segunda-feira (13), a mãe da vítima já havia dito que o estado de saúde dele havia piorado. “Ele piorou na noite de domingo tendo febre, vomitou muito, teve infecção nos dois drenos e com começo de pneumonia”, lamentou. O adolescente já havia passado por duas cirurgias após perder metade do intestino grosso em decorrência da agressão. AUTORES Os dois acusados de terem cometido o crime contra o adolescente são o dono do lava jato, Thiago Giovanni Demarco Sena (20), e o funcionário e vizinho do garoto, Willian Henrique Larrea de 30 anos. Eles foram ouvidos na Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente - DEPCA, onde o caso é investigado como lesão corporal grave, agora com o agravante de morte. Consta que no momento do crime, Willian segurou o adolescente enquanto o patrão Thiago colocava a mangueira e abria o ar.

GRAVE

Vítimas de acidente na BR-060, policiais civis estão na Santa Casa

Dois morreram na colisão ocorrida na tarde de terça-feira DA REDAÇÃO

Os investigadores da Polícia Civil Euler Oliveira Martins (31) e Anderson Ibanez Neves, de 33 anos, estão internados na Santa Casa de Campo Grande após removidos em avião e ambulância da cidade de Chapadão do Sul. Eles são sobreviventes do violento acidente entre uma viatura e uma carreta na BR-060, proximidades de Chapadão do Sul. De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Civil, Anderson sofreu traumatismo crânio encefálico, com perda de memória, traumas torácico, de coluna e abdominal e trauma de coluna. Ele passou por avaliação no setor de neurocirurgia, que o liberou da especialida-

de, mas foi constatada fratura de uma costela. Ele ainda passaria por cirurgias torácica e geral. Apesar do quadro, Anderson está consciente, orientado e é acompanhado do pai, também policial civil. Já o investigador Euler sofreu politraumatismo. No hospital de Chapadão do Sul, ele foi submetido a uma laparotomia exploradora e drenagem torácica. Ele está na área vermelha 1 do Pronto Socorro, entubado, respirando por aparelhos e sedado e foi avaliado por neurocirurgiã que não identificou necessidade de cirurgia. Ele seria encaminhado ainda nesta terça-feira (14), para o CTI (Centro de Terapia Intensiva). VELÓRIOS O velório do investigador Gilberto Rodrigues Fernan-

Com a violência da pancada viatura ficou destruída

des (40), foi realizado em Rio Verde de Mato Grosso e o sepultamento por volta de 18h, no Cemitério Municipal. Jardes Diego de Souza Mônaco (28), foi velado na Avenida Mato Grosso, em Campo Grande e sepultado no cemitério Jardim da Paz, na saída para Sidrolândia. O ACIDENTE A equipe de investigação trafegava em uma viatura de Chapadão do Sul para Paraíso das Águas, quando a viatura Amarok teria rodado sobre a pista até ser atingida na lateral direita pela carreta. Dois investigadores morreram no local e Euler levado ao hospital de Chapadão do Sul, posteriormente transferido para Campo Grande em ambulância. Já Anderson, foi encaminhado para a Capital em uma aeronave bimotor do Grupo Schlatter.

CAÍRAM

Choque prende parte de bando que assalta e trafica DA REDAÇÃO

Com a prisão de integrantes de uma quadrilha especializada em assaltar residências e fazer reféns para roubo de carros, dinheiro e joias, policiais militares do Batalhão de Choque chegaram a mais um caso de quadrilheiros agindo a mando e coordenados por presidiários. A prisão do bando é mais uma constatação do “mando de campo” por parte de presidiários em permanente comunicação com o mundo externo através de celulares. Com a operação do BPChoque realizada na madrugada e manhã desta terça-feira (14) foram presos dois homens, uma mulher e apreendido um adolescente no Residencial Oliveira e Jardim São Conrado, em Campo Grande. Eles são apontados pela polícia como autores de roubo ocorrido na sexta-feira com requintes de violência. Estão presos Jean Carlos da Silva (23), Lucas de Oliveira (22), Franciane Valdez Assis (27), e apreendido o adolescente de 17 anos. O ataque Na última sexta-feira (10), dois homens, uma mulher e um adolescente de 17 anos agiram comandados por um homem que está preso. O bando manteve as vítimas em cárcere privado enquanto roubava vários pertences, além de dois veículos. A vítima relatou à polícia que estava em casa, no Bairro Taveirópolis, com o marido de 39 anos e o filho de 18 anos, acabando de chegar na residência, quando foram

rendidos na sala por dois rapazes armados e de imediato revistaram o chefe da família e exigindo joias e dinheiro. Ao revirarem toda a casa os ladrões trancaram as vítimas em um dos quartos em seguida outros dois bandidos roubavam dois veículos da família, enquanto um ficava mantendo todos na mira de arma. Durante todo o tempo os ladrões recebiam orientação através de celular entre as quais de alguém permanecer na casa até que os veículos chegassem ao Paraguai, As vítimas entenderam inclusive, que os ladrões recebiam ordem para mata-las. Todos foram mantidos reféns por cerca de quatro horas, quando após a saída do bandido acionaram a Polícia Militar. Com os acusados foram apreendidos R$ 10 mil de origem criminosa, dois quilos de cocaína e 1,5 quilo de pasta base já em trouxinhas prontas para a venda. O bando tinha ainda três armas, duas delas simulacros, uma espingarda calibre 28 apreendida e ainda arma de airsoft, que foi roubada da casa das vítimas. “Armeiro” Jean Carlos, era o “armeiro” do bando, recebia R$ 200 por semana para guardar em casa uma arma de fogo. Ele é apontado como membro atuante da quadrilha, responsável por tráfico de drogas e pelo assalto à uma família. Já Franciane, afirmou que traficava na casa onde foi presa e materiais apreendidos, há três meses, a mando do marido, Elvis Cherbakian, traficante atualmente recolhido no Presídio de Segurança Máxima em Campo Grande.


4

QUARTA-FEIRA • 15 DE FEVEREIRO DE 2017

POLÍCIA

FALE COM O EDITOR:

EDITOR@JNEDIARIO.COM.BR

RETORNO

PMA RECEBE VIATURAS ATRAVÉS DO CONVÊNIO COM FUNDAÇÃO DE TURISMO Logo após entrega, veículos seguiram para as unidades POR AVELINO NETO

O Presidente da Fundação de Turismo (Fundtur) Nelson Cintra, fez a entrega ao Comando da Polícia Militar Ambiental – PMA, de quatro viaturas adquiridas pelo Convênio entre a PMA e a Fundtur. A entrega ocorreu em cerimônia na sede da PMA. Foram entregues viaturas Mitsubishi L200 Triton já equipadas e destinadas aos municípios de Bonito, Corumbá, Aquidauana e Miranda, sendo que os comandantes de cada Subunidade em seguida a entrega, levaram os veículos para suas unidades. O recurso para aquisição dos veículos é advindo do “Selo Turismo”. O selo é pago, quando o turista lacra o pescado nos Postos da Polícia Militar Ambiental. O lacre do pescado alimenta uma pesquisa de controle de recursos pesqueiros, denominada Serviço de Controle de Pesca (SCPESCA), que é executada em parceria entre a Polícia Militar Ambiental, o Imasul e a Embrapa/Pantanal. A Polícia Militar Ambiental coleta todos os dados para a pesquisa, no momento que executa o lacre dos peixes, que é obrigatório, tanto para a pesca amadora, como profissional. Em uma Guia de Controle de Pescado (GCP), fornecida pelo Imasul, a qual é obrigatória para se transportar pescado no Estado, a PMA cataloga as espécies de pescado, peso, número de pescadores que participaram da pescaria, entre outros dados. Os dados são tabulados e trabalhados pelos pesquisadores da EMBRAPA, permitindo um controle da pesca em Mato Grosso do Sul. Por exemplo: Conforme o esforço de pesca (quantidade de pescadores) e a quantidade de pescado capturado ano a ano, há como se saber se alguma espécie está diminuindo e, dessa forma, tomam-se medidas de controle de sobrepesca. A medida principal que tem sido implementada é o estabelecimento de tamanho mínimo de captura, ou aumento deste tamanho, para espécie que já tenham determinação de tamanho. Exemplo: a pesca do Dourado já foi permitida para exemplar com 45 centímetros e atualmente é de 65 centímetros. Este tipo de trabalho permite até a possível proibição de pesca para uma determinada espécie, caso os pesquisadores detectem essa necessidade. Além disso, como se percebeu, o lacre gera recursos, que são aplicados na fiscalização e para o desenvolvimento do turismo no Estado.

Viaturas foram entregues prontas para ações

CERCO

PÓS PARALISAÇÃO

Polícia Militar mantém Operação MS Seguro na Capital

GOVERNO DO ES INICIA PROCESSO DE EXPULSÃO DE 161 PMS

Mais de duas mil pessoas abordadas, 91 levadas para delegacias POR AVELINO NETO

No fim de semana, até a madrugada desta segundafeira (13), as unidades da Polícia Militar da Capital, subordinadas ao Comando de Policiamento Metropolitano - CPM, realizaram a Operação MS Seguro VI, que teve inicio na noite de sexta-feira (10). Na operação foram abordadas 2.114 pessoas, o que resultou no cumprimento de 19 mandados de prisão e 91 conduções à Delegacia de Policia Civil, além de armas apreendidas. No mesmo período foram intensificadas as fiscalizações em bares, lanchonetes, feiras livres, postos de combustíveis e nos locais com maiores índices de reclamação de perturbação da tranquilidade e do sossego. A operação foi intensificada nos pontos de maior aglomeração de pessoas, e com maior índice de ocorrências de roubos e furtos, conforme levantamento realizado pelas unidades responsáveis em suas áreas de atuação. A ação tem como objetivo inibir a incidência de delitos, restabelecer a Ordem Pública e também estreitar a relação entre a Polícia Militar e a população, através do serviço preventivo e ostensivo. Conforme o coronel Waldir Ribeiro Acosta, comandante do CPM, as prioridades operacionais foram planejadas para capturar pessoas foragidas da justiça, apreensão de armas, drogas e recuperação de veículos roubados ou furtados. “Não vamos medir es-

Integram grupo de 703 enquadrados em crime militar POR AVELINO NETO

Mandados de prisão foram cumpridos e várias apreensões realizadas

Abordagens em diferentes pontos da cidade

forços para manter a ordem pública, proteger a vida, o pa-

trimônio da sociedade campo-grandense, principalmen-

te nessa época de fim de ano”, finaliza o comandante.

A Polícia Militar do Espírito Santo informa a instauração dos primeiros inquéritos policiais militares (IPMs) e de procedimentos demissionários dos envolvidos no aquartelamento dos agentes. A medida está no Diário Oficial do estado desta terça-feira (14). “Serão publicados procedimento administrativo disciplinar rito ordinário (para quem tem menos de dez anos de PM) ou Conselho de Disciplina para aqueles que tem mais de dez anos de PM, 161 policiais militares. Os procedimentos demissionários têm prazo inicial de 30 dias para serem concluídos”, diz a nota do comando. Segundo o governo, também serão publicados os IPMs de dois tenentes-coronéis, um major, e um capitão da reserva remunerada. Essas publicações são os primeiros inquéritos instaurados de 703 policiais investigados. Na sexta-feira (10), a Polícia Militar anunciou o indiciamento de 703 policiais pelo crime de revolta. Se condenados, a pena é de 8 a 20 anos de detenção em presídio militar e a expulsão da corporação. O secretário de Segurança Pública, André Garcia, informou que eles foram indiciados pelo crime militar de revolta por estarem armados e aquartelados nos batalhões.


QUARTA-FEIRA • 15 DE FEVEREIRO DE 2017 FALE COM O EDITOR:

EDITOR@JNEDIARIO.COM.BR

5

POLÍCIA

ESCAPOU

TRAFICANTE ABANDONA PICAPE ROUBADA COM CARGA DE MACONHA Após perseguição, veículo foi abandonado em estrada vicinal

Com registro de roubo, veiculo abarrotado de droga

POR AVELINO NETO

A Polícia Rodoviária Federal – PRF – apreendeu nesta segunda-feira (13), na BR-163, município de Rio Brilhante, 841 quilos de maconha. A droga era transportada em uma picape Strada com placas frias de Campo Grande, cujo motorista “encavalou” o veículo em um barranco de estrada vicinal e fugiu. Inicialmente os policiais em fiscalização de rotina sinalizaram para que o motorista parasse. Com uma manobra brusca ele desviou iniciando a fuga rumo a Nova Alvorada do Sul, mas seguido pelos policiais. No Distrito Prudêncio Thomaz (Aroeira) o condutor da Strada entrou em uma estrada vicinal onde ao tentar uma conversão acabou subindo em um barranco “encavalando” o veículo. Com isso, o desconhecido abandonou a picape com a droga e fugiu pelo mato. No veículo os policiais encontraram centenas de tabletes de maconha totalizando 841 quilos da droga. A picape estava no cadastro de furto/roubo em São José do Rio Preto/SP, no dia 19 de janeiro deste ano, com placas originais OWP-1676/ SP, sendo veículo e droga entregues na Polícia Civil em Rio Brilhante.

Manobra próximo a barranco “segurou” picape

CAGUETA

DESCUIDO

Suspeito de “entregar” colegas homem é espancado em cela Agressão ocorreu em presídio de Bataguassu POR AVELINO NETO

O presidiário Rogério Francisco de Araújo (40), interno do Presídio de Bataguassu precisou ser socorrido às pressas no final da manhã desta segunda-feira (13), após ser agredido por colegas de cela. Segundo Rogério, dois colegas em sua cela, Admilson e Daniel lhe espancaram por volta de 11h. O motivo segundo o preso é os colegas suspeitarem que seja “cagueta” (denuncia co-

legas) e por isso o atacaram. Por conta da agressão ele sofreu ferimentos nos dedos da mão direita e braço direito. Depois de medicado, foi levado sob escolta na Delegacia de Polícia para formalizar a denúncia. Após ser liberado pelo médico Rogério foi colocado em cela do “Seguro” onde ficam presos sob risco, mas sua transferência para outro presídio é estudada. Consta que após ele apontar os agressores, sua situação teria ficado pior com os colegas de presídio.

Arma disparou durante reação (ilustração)

MULHER MORRE AO TENTAR DESARMAR DELEGADO DE POLÍCIA Casal Francisca e Alexandre, ele preso em flagrante POR AVELINO NETO

Problema não chegou a alterar clima na cadeia

Uma “brincadeira” com arma que acabara de comprar acabou em tragédia na qual um homem matou a própria esposa, com tiros acidentais, em Praia Grande, litoral de São Paulo. Alexandre Severino de Noronha (35) acabou disparando contra a esposa, Francisca Marinheiro da Silva (37), ao mostrar-lhe o revólver que tinha acabado de comprar. O caso aconteceu quando os dois, gerentes de padaria, trocavam de turno. Conforme imagens do circuito de segurança do estabelecimento, Alexandre foi para o quar-

to dos funcionários mostrar o revólver a Francisca, tirou parte das balas e, brincando, mirou nela. As imagens mostram o homem desesperado ao perceber que a mulher tinha sido atingida no pescoço. Testemunhas relatam que Alexandre arrastou o corpo de Francisca para frente da loja, na tentativa de socorrê -la, onde um colega de trabalho fez massagem cardíaca em Francisca, que foi levada ainda com vida ao Pronto Socorro. Ao chegar no hospital e saber que a esposa tinha falecido, Alexandre passou mal e precisou ser atendido. O boletim de ocorrência sobre o caso registra que a

médica que fez o atendimento chamou a polícia avisando que ele era o responsável pelos disparos. Policiais civis foram ao local e o prenderam em flagrante, sendo que uma testemunha afirma que realmente ele estava brincando. Alexandre Noronha foi preso e enquadrado por homicídio com dolo eventual (sem intenção de matar, mas assumindo o risco) e porte ilegal de arma. “Não se pode brincar com uma arma. Por mais que ele não tivesse a intenção de matá-la, só o fato de brincar e apontar a arma para a vítima faz com que ele tenha que responder dessa forma, já que assumiu um risco”, concluiu o delegado encarregado do caso.


6

QUARTA-FEIRA • 15 DE FEVEREIRO DE 2017

ESPORTE

FALE COM O EDITOR:

ESPORTE@JNEDIARIO.COM.BR

CIRURGIA

Gabriel Jesus fará cirurgia e pode ficar de dois a três meses afastado CORINTHIANS

DA REDAÇÃO

O atacante Gabriel Jesus ficará de dois a três meses fora dos gramados, depois de uma lesão sofrida na vitória do Manchester City por 2 a 0 sobre o Bournemouth, nesta segunda-feira. Após exames nesta terça, foi confirmada uma lesão no quinto metatarso do pé direito. O brasileiro precisará passar por uma cirurgia. Nesta terça-feira, o jogador precisou se deslocar usando muletas e com uma bota imobilizadora no pé direito. Com a lesão, o jogador não deverá defender a seleção brasileira nos dois próximos jogos pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018: contra o Uruguai, em Montevidéu, em 23 de março; e contra o Paraguai, no dia 28, na Arena Corinthians (São Paulo). O Manchester City confirmou a lesão de Gabriel, mas afirmou que fará novos exames para determinar por quanto tempo o atacante não poderá atuar.

GOLEADOR DA COPINHA, CORINTIANO FAZ CIRURGIA E PARA POR TEMPO INDETERMINADO Integrado ao elenco profissional do Corinthians na última quinta-feira, o centroavante Carlinhos fará cirurgia de púbis na próxima quarta. Ele foi campeão e goleador da Copa São Paulo no mês passado, mas não está entre os 28 inscritos do Campeonato Paulista. Dessa maneira, só deverá concorrer por oportunidades no Campeonato Brasileiro. De acordo com a assessoria de imprensa do Corinthians, não há prazo definido para a volta do atacante aos treinamentos. Jô e Kazim, adquiridos neste ano, são os jogadores da posição utilizados por Fábio Carille.

Gabriel Jesus não deve participar do jogo contra o Uuruguai

COPA DO BRASIL

LUTO

Comercial enfrenta Joinville com arbitragem mineira DA REDAÇÃO O colorado de Campo Grande enfrenta o Joinville nesta quarta feira no Morenão. Um trio de árbitros mineiros foi escalado pela Confederação Brasileira de Futebol para comandar esta partida pela Copa do Brasil. O árbitro principal será o professor Wanderson Alves de Sousa, de 32 anos, que no ano passado apitou 22 jogos por competições nacionais, todos por divisões inferiores. Para este confronto ele será auxiliado por Ricardo

Junior de Souza, também de 32 anos, e Felipe Alan Costa de Oliveira, de 27, único que atuou em um jogo da Série A do Brasileiro em 2016. O sul-mato-grossense Paulo Henrique Schleich Vollkopf será o quarto-árbitro. Assim como fez o Sete de Setembro na última quarta-feira (8), o Comercial precisará vencer o confronto para avançar à segunda fase do torneio; o time catarinense joga pelo empate ou vitória para seguir adiante. O vencedor do confronto enfrentará a equipe que passar no confronto entre São Raimundo/PA e Fortaleza/CE.

Paulo Henrique foi formado na equipe de base do Flamengo

AOS 52 ANOS, MORRE PAULO HENRIQUE, BICAMPEÃO DA COPINHA DA REDAÇÃO

Comercial precisa vencer para avançar à segunda fase do torneio

Ex-jogador e técnico do Flamengo, Paulo Henrique, morre aos 52 anos. O treinador do time que conquistou o bicampeonato da Copinha, em 2011, teve morte cerebral confirmada. Internado por conta de um Acidente Vascu-

lar Cerebral (AVC) isquêmico sofrido na tarde de sábado, Paulo Henrique Souza de Oliveira Filho, ex-jogador e ex-técnico formado na base do Flamengo, não resistiu e teve morte cerebral, irreversível, confirmada na noite de segunda-feira. Paulo,foi o comandante da equipe que conquistou o bi da Copinha, em 2011, tinha 52 anos e dei-

xa a esposa, Marliene, e três filhos: Rodrigo, Henrique e Juliana. Paulo Henrique teve a morte cerebral confirmada por volta das 18h desta segunda-feira, mas os médicos do Hospital Municipal Ronaldo Gazolla não liberaram o atestado de óbito. A família luta desde a confirmação da morte para conseguir doar os órgãos de Paulo Henrique,

mas tal situação ainda não foi resolvida. Para a liberação do corpo e a consequente doação dos órgãos, são necessárias assinaturas de dois médicos. O Fla Master, equipe de ex-jogadores que se apresenta pelo país e da qual Paulo Henrique fazia parte, divulgou imagem em homenagem ao ex-integrante nas redes sociais às 23h.


QUARTA-FEIRA • 15 DE FEVEREIRO DE 2017 FALE COM O EDITOR:

EDITOR@JNEDIARIO.COM.BR

7

GERAL

ANASTÁCIO

FEIRA DO PRODUTOR DEVERÁ PASSAR POR REESTRUTURAÇÃO Reunião entre a prefeitura e os produtores teve como objetivo dinamizar a Feirinha POR CARLOS CABRAL

O secretário de Desenvolvimento Sustentável de Anastácio, Francisco Alves de Oliveira Neto, realizou recentemente uma reunião com produtores rurais que vendem seus produtos na Feira do Produtor. Produtos da agricultura familiar são largamente comercializados na Feirinha - como é mais conhecida - colaborando de forma incisiva na melhoria da renda das famílias dos assentamentos e da zona rural de forma geral. Além disso, a praça de alimentação é outro ponto que chama a atenção na Feira do Produtor. Ali o visitante pode provar as delicias da culinária de origem nordestina e ainda o artesanato de Anastácio e região. Música ao vivo também faz parte da programação da feira. Durante o encontro, foram abordados assuntos referentes à melhoria da Feirinha, como o seu horário de funcionamento, estruturação da praça de alimentação, participação de novos feirantes e transporte aos produtores. Os feirantes também discutiram sobre uma possível mudança do local da Feira, que será feita em comum acordo entre todos. A Feira do Produtor acontece todas as sextas-feiras, na Praça Garibaldi Medeiros, a partir das 18h, contando sempre com um grande número de pessoas que prestigiam o espaço comprando produtos de qualidade e passando momentos agradáveis com seus familiares ao som de músicas ao vivo. A Praça Garibaldi Medeiros, local onde acontece a Feira em todas as sextas-feiras, está sendo reestruturada para melhor atender aos feirantes e seus consumidores. Equipes da Secretaria de Obras fizeram a limpeza e manutenção do espaço e os banheiros foram reformados. Essas ações garantem maior comodidade aos frequentadores da Feira e à população em geral, que utiliza a Praça como espaço de lazer. (com informações)

Produtores durante a reunião e servidores da prefeitura executando serviços de melhoria da Praça Garibaldi

SERVIÇO

Operação contra a Dengue inicia trabalhos no Nova Aquidauana POR CARLOS CABRAL A Gerência de Obras e o 9º BECmb iniciaram mais uma etapa dos trabalhos de limpeza e retirada de entulhos da “Operação contra a Dengue”. Exército e Prefeitura

são parceiros da Operação, parceria essa firmada entre o prefeito Odilon Ribeiro e o comandante do BE, tenentecoronel Fabio Batista Bogoni. Após passar por outros bairros e vilas, a Operação chegou nesta semana ao Bairro Nova Aquidauana, um dos mais extensos da cidade.

A Operação prevê a retirada de lixo e entulhos das ruas e casas, promovendo uma mudança radical no visual do local e erradicando prováveis focos do mosquito transmissor da dengue e de outras enfermidades. A gerência de Saúde também é parceira da operação.

Operação de limpeza se destaca entre as boas iniciativas da atual administração

Para a realização dos serviços, estão em ação maquinários da Prefeitura, como 02 caminhões caçambas trucados e do 9º BE, com uma pá carregadeira, dois caminhões caçambas trucados e um caminhão de apoio. Homens da Prefeitura e do Exército trabalham lado a lado para

que a Operação obtenha os resultados previstos. Entretanto, é sabido que para que esse serviço tenha de fato resultados positivos, é necessário que a população colabore não depositando lixo e entulhos em locais públicos. (fotos e informações da Agecom)

Prefeitura e Exército juntos no combate aos focos do mosquito transmissor da dengue


8

QUARTA-FEIRA • 15 DE FEVERERO DE 2017

GERAL

FALE COM O EDITOR:

EDITOR@JNEDIARIO.COM.BR

DESENVOLVIMENTO

Reinaldo conhece estudos do corredor ferroviário Santos-Peru Corredor bioceânico é alternativa de integração latina para o Mato Grosso do Sul.

A reunião para apresentar o projeto ao governador aconteceu no gabinete do prefeito Ruiter

DA REDAÇÃO

Mato Grosso do Sul terá um novo caminho para escoar sua produção e aumentar a competitividade no mercado internacional com a efetivação do corredor bioceânico ferroviário ligando Santos (SP) a Ilo (Peru). O projeto foi apresentado pe-

las autoridades da Bolívia ao governador Reinaldo Azambuja, em reunião realizada nesta segunda-feira (13), em Corumbá. “É a melhor alternativa”, disse Azambuja, entusiasmado com a proposta. O novo corredor terá 3.700 quilômetros, dos quais mais de 80% já implantados, e a grande vantagem do projeto boliviano, segundo o governador, é a possibilidade

concreta de uma integração comercial com o Paraguai, país com o qual o Estado já tem uma forte relação, e Argentina e Chile, cujos países se unem a esta malha por meio de ramais já em operação. Para unir Santos a Ilo ainda faltam 200 km de ferrovia dentro do território boliviano. “Entendemos que de todas as alternativas de corredo-

Brasil e Bolívia acreditam que o corredor deve ser o futuro da integração da América Latina

res bioceânicos em discussão, este apresentado pela Bolívia é o mais viável, até pela infraestrutura já existente e a interconexão com vários países. É o futuro da integração da América Latina”, analisou o governador Reinaldo Azambuja. “Além do mais – completou, não teríamos passivos ambientais, como no Corredor do Norte, que atravessaria toda a Ama-

zônia, e os investimentos seriam menores”. Competitividade - Para o governador, a proposta boliviana, que já tem a anuência do Paraguai, Argentina e Peru, proporciona “viabilidade total” e consolida, de fato, a integração do continente – além de encurtar em dias e milhas náuticas o transporte da produção do Estado e nacional, hoje ca-

SEGURANÇA

Presídios de MS terão orçamento de 54,6 milhões para investimentos A verba faz parte do R$ 1,2 bilhão liberado pela União para a modernização do sistema penal em todo o país DA REDAÇÃO

O Governo do Estado publicou no Diário Oficial desta segunda-feira (13) Decreto autorizando a abertura de crédito suplementar para o Fundo Penitenciário Estadual (Funpes). Conforme a publicação, fica criada a Fonte 242, que permite a transferência direta de recursos do Fundo Penitenciário Nacional (Funpen)

para o Funpes, em atendimento às exigências do Ministério da Justiça e Cidadania. Na prática, isso significa que os recursos na ordem de 54.640.972,22, disponibilizados pelo Funpen, poderão ser utilizados a partir de agora, com investimentos em obras e aparelhamento do sistema penitenciário de Mato Grosso do Sul. A verba faz parte do R$ 1,2 bilhão liberado pela União para a modernização do sistema

penal em todo o país. Conforme destinação previamente definida pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), dos recursos disponibilizados ao Estado, R$ 31.944,444,44 serão investidos na construção, reformas e ampliações de unidades penais. Pelo projeto elaborado pela Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), será construído um novo presídio masculino de regime

Aquidauana está entre as nove cidades cujos presídios passarão por ampliação e reformas

fechado no interior Estado e promovidas ampliações de nove estabelecimentos prisionais, nas cidades de Aquidauana, Bataguassu, Dois Irmãos do Buriti, Jateí, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba e Três Lagoas (masculino e feminino). Os R$ 22.696.527,78 restantes serão destinados à aquisição de furgões-cela, armas, capacetes, escudos, coletes; espargidores e munições químicas; bloqueadores de celulares e aparelhos

de raio-x, além de escâneres corporais para vistorias em visitantes. Segundo a direção da Agepen, com o orçamento oficializado, agora serão iniciados os processos burocráticos necessários, como tomada de preços e abertura de licitação, entre outros. Dos 54,6 milhões anunciados pelo Governo Federal ao MS, R$ 44.784.444,44 já estão disponibilizados em conta bancária do Fundo Penitenciário Estadual. (Agepen/MS)

nalizada nos portos de Santos e Paranaguá, via Oceano Pacífico. “Ganharemos mais competitividade e parte desse corredor já pode ser usado para exportar e importar”, disse. Reinaldo participa de reunião de apresentação do projeto com a presença do representante do Ministério das Relações Exteriores, João Carlos Parkinson de Castro e do ministro boliviano Milton Carlos Hinjosa, de Obras Públicas, Serviços e Habitação, da Bolívia. A reunião para apresentar o projeto ao governador durou duas horas e foi realizada no gabinete do prefeito Ruiter Cunha de Oliveira, com a presença do representante do Ministério das Relações Exteriores, João Carlos Parkinson de Castro e do ministro boliviano Milton Carlos Hinjosa, de Obras Públicas, Serviços e Habitação, da Bolívia. O governo da Bolívia pede formalmente, por meio de Mato Grosso do Sul, a adesão do Brasil à iniciativa. Ferrovia é viável - Azambuja adiantou que levará o estudo ao ministro das Relações Exteriores, José Serra, reforçando o interesse do Estado na consolidação do corredor ferroviário e, ao mesmo tempo, retomará as discussões com o governo federal e com a concessionária da Malha Oeste, a ALL/Rumo, para recuperação da ferrovia entre Três Lagoas e Corumbá. “Há uma perspectiva clara de cargas e integração, o que viabiliza estes investimentos no trecho”, explicou. O representante do Ministério das Relações Exteriores, João Carlos Parkinson de Castro, que atua na coordenação-geral de assuntos econômicos da América do Sul, foi enfático ao afirmar que o governo brasileiro vai cobrar uma posição da ALL/Rumo em relação à operacionalidade da Malha Oeste, hoje sucateada. “A concessionária não tem interesse em recuperar a ferrovia e, ao contrário do que diz, a malha é rentável, como demonstra este projeto da Bolívia”, pontuou. Participaram também da reunião os secretários estaduais Marcelo Miglioli (Infraestrutura) e Jaime Verruck (Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico) além dos prefeitos Ruiter Cunha de Oliveira (Corumbá) e Carlos Anibal Ruso (Ladário). (Subcom)


JNE 15/02/2017