Page 1

Litoral Sul de 12 a 30 de janeiro 12 a 30 de Janeiro de 2012 Ano II Edição 21

1

2012

Prefeito Forssell pode ficar inelegível por 8 anos Tribunal de Contas do Estado de São Paulo reprova contas de 2008 e remete decisão à Câmara Municipal e ao Ministério Público. Desta vez Forssell precisará de 7 votos A má gestão dos recursos públicos é a razão da não aprovação das contas do exercício de 2008, do governo do prefeito João Carlos Forssell, padrinho político do presidente da Câmara, Marco Aurélio - Um marco na história do Brasil. Para garantir a sua reeleição em 2008 Forssell promoveu o endividamento da Prefeitura Municipal nos últimos meses da administração. A dívida pública evoluiu de R$ 10.678.738,50 (7,01% da RCL) em 30/ 4/2008, para R$ 15.745.356,08 (10,33% da RCL), em 31/12/ 2008, ou seja infringiu diretamente o artigo 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal, que diz que entre maio e dezembro do último ano de mandato, os gastos compromis-sados (empenhados) e vencidos (liquidados), devem obrigatoriamente ser pagos até o último dia do ano. Ainda segundo a LRF, o desatendimento à regra do art. 42 tipifica

crime fiscal (art. 359-C do Código Penal). A decisão sobre as contas do Forssell aconteceu em sessão do TCE do dia 7 de dezembro de 2011. Dentre os motivos que levaram o colegiado a conceder parecer desfavorável constam a falta de pagamento de precatórios judiciais e débitos não quitados até o final daquele ano. À decisão do TCE não cabe recurso e será encaminhada à Câmara Municipal, que fará o julgamento político da ação. Não há data de quando a matéria será votada. Se os vereadores mantiverem o parecer do TCE, o prefeito Forssell, que quer dar continuidade ao seu governo através de Marco Aurélio, poderá ficar inelegível por 8 anos. Segundo o Regimento Interno da Câmara Municipal, o prefeito precisará de 2/3 de votos do Legislativo para derrubar o parecer, ou seja, 7 votos. Matéria na página 05.

Fotos: divulgação

Forssell é o padrinho político do vereador Marco Aurélio - Um marco na história do Brasil QUEM VOTA CONTRA FORSSELL E MANTÉM PARECER DO TCE Professora Regina

Zé Renato

Obra beneficia 320 famílias,recupera o Rio Preto e o Meio Ambiente

famílias, a cidade promoverá também a despoluição do Rio Pretoe do Mar, recuperando o solo, Mata Ciliar e Mangue. Peruíbe estará oferecendo maisqualidade de vida para esses moradores e cuidando da conservação do MeioAmbiente. A obra de Recuperação Social e Ambiental atende asLeis Federais, Estaduais e Municipais como: Plano Diretor de Meio Ambiente dePeruíbe, Estatuto das Cidades, Ações e Inquéritos Civis, etc... Os recursos destinados ao projeto para o custeio são tripartites,dos Governos Federal, Estado de São Paulo e Prefeitura

Milton Gordo Marco Aurélio

Novo Conjunto Habitacional em Peruíbe Numa área total de 33.550,05 m2, localizada noloteamento Santa Izabel, está sendo construído o Conjunto Habitacional SantaIzabel em Peruíbe, contendo 320 unidades. A obra objetiva um Trabalho TécnicoSocial, oferecendo moradias dignas para a população e a Recuperação Ambientalde uma área de 500.000,00 m2. O projeto é destinado à realocação das 320 famílias queocupam uma determinada área de várzea do rio, onde não é possível aregularização urbanística, devido à localização da ocupação. Aproximadamente1500 pessoas deixarão de correr os riscos de doenças causadas por insalubrida de,enchentes com prejuízos das perdas de móveis e objetos e, passarão a residirnuma moradia legalizada. Com a moradia legalizada e o saneamento básicochegando a essas

QUEM ESTÁ AO LADO DO FORSSELL E DERRUBA O PARECER DO TCE

Municipal de Peruíbe,totalizando R$18.347.917,34.

Alexandre da Regional

Rogélio Salceda

Valdir do Açougue Flávio Abbasi

João Rosmann

Kakulé

Rodrigo Quintas dará continuidade na história política da família e quer que Itanhaém viva Tempos Melhores Uma das grandes e jovens lideranças políticas da cidade, Rodrigo Quintas, filho do ex-vereador Toninho Quintas, quer manter a história política da família na Cidade e anuncia sua pré-candidatura como vereador pelo PTB, legenda que compõe o grupo dos partidos aliados à pré-candidatura de Marcelo Strama.

Os irmãos Rodrigo Quintas e Jéssica Quintas com o Marcelo Strama


2

12 a 30 de janeiro de Direção Edson Luiz Oliveira Santos

Editorial & Artigos

Projeto Gráfico e Diagramação Mata Atlântica Editora e Publicidade

Publicidade Edson Luiz E-mails: jornalmatlantica@gmail.com editoredinho@uol.com.br

Fotografia Jornal Mata Atlântica, Colaboradores e Assessorias de Imprensas

Administração Edson Luiz E-mails: jornalmatlantica@gmail.com editoredinho@uol.com.br

REDAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO ITANHAÉM - SÃO PAULO Tel. (13) 9788 5760 Nextel (13) 7809-9079 ID 90*12945 Av. Condessa de Vimieiros 770 - Centro Itanhaém - SP - CEP 11740-000

2012

Jornal Mata Atlântica é uma publicação da Mata Atlântica Editora e Publicidade CNPJ 04.456.858/0001-16 Períodicidade quinzenal tiragem de 10.000 exemplares. Distribuição dirigida e em bancas do Litoral Sul e Vale do Ribeira. As materias e artigos são de responsabilidade de seus autores. Todos os direitos reservados.

É preciso trabalhar, e melhorar a qualidade de vida da população Dotada de belezas naturais incríveis, Itanhaém é uma das cidades com grande potencial para se tornar uma referência como município modelo. A ampla diversidade natural, composta por rios e extensa área de mata atlântica preservada, combinada com os mais de 26 quilômetros de praias, faz com que a segunda cidade mais antiga do País reúna condições do poder público projetar um amplo desenvolvimento sustentável em todos os setores. O primeiro passo para se alcançar este objetivo é saber trabalhar de forma planejada e estruturada, procurando fortalecer o que há de melhor na cidade. Neste período de férias, é inevitável que o turismo esteja em pauta, principalmente por se tratar de um dos setores responsáveis pela m o v i m e n t a ç ã o econômica e geração de oportunidade de emprego em Itanhaém. É justamente nesta época que comerciantes se organizam para atender, o

Marcelo Strama Presidente do PSB de Itanhaém

que normalmente acontece em toda cidade litorânea, o aumento do fluxo de pessoas. Esta movimentação que acontece na Cidade gera seus benefícios e consequências, porém é preciso que o Município esteja preparado. O governo municipal deve estar preparado para zelar à população e aos nossos moradores a tranquilidade que faz parte da nossa cidade. O comércio tem que ser forte, e com clientes durante todo ano. O turismo deve ser permanente, e organizado. Será assim, valorizando o que há de melhor na cidade e trabalhando pelo interesse da população que iremos conquistar e viver tempos melhores.

MEDO DE CHUVA Quem provê para o futuro não precisa de plano emergencial!

Em nosso clima, os primeiros meses do ano costumam trazer uma grande precipitação de chuva devido às altas temperaturas. Hoje, com o aquecimento global, a quantidade de água propensa a cair dos céus já não pode mais ser previsEndrigo Leone Santos ta como antes; quando menos esperamos tem- para canalização da pestades nos surpreendem e água das chuvas (e não duram por vários dias. uma manta para sufoSe antes as pessoas da- car a vazão da água), vam boas-vindas à chuva luz nas vias públicas, que irrigava a terra e ali- tubulações para conviava o calor, hoje há tenção dos rios, melhor quem viva temendo os distribuição de água dias chuvosos, porque na tratada, entre outros ausência de políticas públi- direitos básicos garancas por infraestrutura nas tidos por lei. cidades, inúmeras são as Devemos nos lembrar famílias que têm suas ca- que as enchentes, além da sas invadidas pela água e destruição, também ofereseus poucos bens cem perigos! A água acudestruídos durante os ala- mulada pode transmitir gamentos que se formam. doenças, e são tantos os Cansei de ver notíci- bairros sujeitos a esse proas sobre limpeza de blema que as dutos e córregos, isso consequências podem ser não é a solução para o graves. Mais uma vez é problema, é apenas angustiante observar uma medida superfici- notícias sobre al, improvisada, que Itanhaém como se o não dá garantias a nin- município fosse somenguém. É a mesma coisa te o centro da cidade! quando uma pessoa doen- Engraçado que evitam ente fica tomando analgési- trevistar o povo, certamencos para passar a dor e não te ele tem algo a dizer! cuida para curar a doença Precisamos cultivar a – quando menos esperar a consciência de que todos situação piora! são cidadãos iguais, logo, Há anos Itanhaém cla- todos têm o direito de exima por infraestrutura! O gir as condições mínimas cidadão que paga im- de sobrevivência e dignidaposto e vive aqui mere- de, e que elas não sejam ce pelo menos ter siste- meramente simbólicas, ma de esgoto funcional mas eficientes, duradou(e não um esgoto na ras! Quem provê para o praia ou a céu aberto), futuro não precisa de asfalto com bueiros plano emergencial!

Dinheiro Público

Dinheiro público III

Como não bastasse ser detentor do maior índice

Outra atrocidade cometida pelo Forssell foi a explicação

de rejeição de um prefeito de Itanhaém, conforme

dada ao Tribunal de Contas como justificativa das

pesquisa realizada pelo Instituto A Tribuna, o prefeito

irregularidades. Segundo o prefeito, o motivo do não

Forssell quer bater outro recorde: o de ter a maioria

pagamento das contas foi a dificuldade financeira que a

das contas da prefeitura reprovadas pelo Tribunal

maioria dos municípios estavam enfrentando. Mas o

de Contas.

detalhe que chama a atenção é que mesmo com débito de

Dinheiro Público II

R$ 10,6 milhões, e sabendo que não podia fazer mais

De acordo com o processo do Tribunal de Contas

dívidas, de acordo com levantamento realizado no mês de

001800/026/08 foram apontadas irregularidades

abril, o Prefeito continuou desperdiçando dinheiro público,

nas finanças da prefeitura referente ao ano de 2008.

e a dívida no final do mesmo ano foi para R$ 15,7 milhões.

O apontamento foi baseado na falta do pagamento

Dinheiro público IV

de precatórios judiciais e dos restos a pagar sem

Diante destas irregularidades apontadas na

disponibilidade financeira em até o último dia do ano

administração do Prefeito Forssell, o processo do

julgado, no caso em 31 de dezembro de 2008,

Tribunal de Contas também será encaminhado ao

desrespeitando a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Ministério Público para avaliação na esfera criminal.

Cobra, ratos e risco de dengue. Internauta reclama de rua alagada em Itanhaém

Internauta diz que o problema ocorre há anos na rua, que fica no bairro Cibratel II O internauta Claudinei da Silva denuncia transtornos e riscos à saúde na Rua Espírito Santo, altura do número 1094, Cibratel II, em ItanhaémSegundo ele, não é possível transitar devido aos frequentes alagamentos que ocorrem no local. “Possuo casa nesta rua há alguns anos. Há ratos, caramujos, animais peçonhentos, insetos em geral e risco de contaminação de dengue, devido à água parada.”, desabafa. Claudinei ainda destaca que o site da Prefeitura aponta que a rua está em processo de pavimentação, porém, não é o que ocorre.


12 a 30 de janeiro de

3

2012

Geral Títulos de Propriedade trazem dignidade a cidadãos

A Prefeitura de São Vicente entregou nesta dia 18 de janeiro os títulos de propriedade das residências do Conjunto Habitacional Batuíra I, na EMEF Antônio Pacífico. A Cessão de títulos aos moradores foi possível graças à parceria com o

Governo Federal, que doou o terreno ao município, por meio da Secretaria de Patrimônio da União (SPU). Com o benefício, os moradores terão com estes imóveis os mesmos direitos de uma propriedade registrada em cartório.

A moradia poderá ser usada como garantia de empréstimos em bancos públicos e transferida aos herdeiros. Presente no evento, o Sec. Márcio França ressaltou o resgate da dignidade e da auto estima dos vicentinos.

Estado leva mais de mil alunos de escolas do interior para a praia

Bom Prato oferece refeição de qualidade a R$ 1 Refeições são servidas a partir das 11h até o término da cota de cada unidade

O sucesso do restaurante popular Bom Prato é devido ao preço e à comida de ótima qualidade. São refeições completas, de alto teor calórico (1.600 calorias), compostas de arroz, feijão, carne, legumes, salada, farinha de mandioca, pão, fruta da época e suco, ao custo de apenas R$ 1,00. O Governo do Estado subsidia R$ 2,50 do custo total da refeição (R$ 3,50) e o usuário complementa com o valor de R$ 1,00. Crianças com menos de seis anos não pagam. As refeições são servidas a partir das 11h até o término da cota de cada

unidade, que variam de 1.200 a 2.000 refeições por dia, conforme a demanda averiguada pela equipe técnica na região. Cada restaurante tem um gerente e um nutricionista de plantão e gera de 15 a 20 empregos por unidade. O funcionamento do Bom Prato depende de convênio firmado entre a Seds e uma entidade da sociedade civil, sem fins lucrativos, além da prefeitura. O Estado fornece infraestrutura para a instalação do restaurante e pagamento de subsídio para o custeio da refeição, em contrapartida a prefeitu-

ra financia a instalação do restaurante no município, enquanto que a entidade parceira é responsável pelo gerenciamento do restaurante, fornecimento das refeições e por toda a assistência junto aos usuários. Atualmente são 33 unidades em funcionamento. Destas, 19 estão localizadas na Capital e o restante no Litoral, Grande São Paulo e Interior, servindo um total de 47 mil refeições por dia. Houve aumento do número de refeições, de 45 mil para 47 mil em 2010, com a inauguração das últimas três unidades.

Saúde alerta sobre cuidados com os olhos durante o verão Para as crianças que nasceram no interior, a emoção de conhecer o mar pela primeira vez é inesquecível. E, entre 16 e 20 de janeiro, 1280 crianças de 32 municípios de São Paulo, em Janeiro, vivenciarão essa experiência de uma forma: em uma programação turística cheia de aprendizado e diversão elaborada pelo Estado. É o programa Turismo do Saber, que já levou 640 alunos de escolas públicas do litoral para conhecer as montanhas do Vale do Paraíba. Agora, a Secretaria de Turismo, em parceria com o CEPAM (Centro de Estudos e Pesquisa de Admi-

nistração Municipal) e a Secretaria da Educação, levará duas vezes mais gente para conhecer a praia. Serão 32 delegações. Cada uma delas é formada 20 meninos e 20 meninas estudantes da rede pública, com idades entre 9 e 11 ano. Esses grupos ficarão quatro dias hospedados nas escolas de 15 municípios do litoral paulista, conhecendo pessoas e lugares completamente novos. Algumas cidades anfitriãs vão receber duas delegações, e outras vão receber até três. O programa conta com ônibus para levar crianças, alimentação, material pedagógico, camiseta

de uniforme, monitores capacitados pelo Estado e policiais para acompanhar a viagem de cada uma das delegações. A ideia é proporcionar aos pequenos o turismo pedagógico unindo cultura, vivência social e lazer. “Muitas dessas crianças vão fazer uma excelente propaganda do lugar que elas conheceram quando voltarem para casa. Além dos amigos e das recordações, eles saem dessa experiência com os olhos abertos para enxergar de uma forma mais rica as belezas e os atrativos de cada lugar”, explica o secretário de turismo do Estado, Márcio França.

Excesso de cloro em piscinas e filtro solar são os principais causadores de alergias oculares A Secretaria da Saúde faz um alerta sobre os cuidados que a população deve ter para evitar irritações, alergias e outros problemas com os olhos durante o período mais quente do ano. A exposição dos olhos à luz solar, água do mar e piscinas pode ser prejudicial à visão, e por isso algumas precauções são necessárias. De acordo com a oftalmologista Stefânia Danca, do Ambulatório de Especialidades Várzea do Carmo, unidade da Secretaria no Glicério, região central da capital, os raios ultravioleta, transmitidos pelo sol, podem causar grandes danos à visão, pois queimam tanto a parte externa dos olhos quanto a interna. “A melhor maneira de proteger os olhos do sol é usando chapéus e óculos escuros”,

afirma a oftalmologista. Nesta época do ano também é muito comum o aparecimento de alergias e irritações na região dos olhos, principalmente por conta do cloro presente na água das piscinas e do contato com cremes pós-sol e filtros solares, que deve ser evitado ser usado muito perto dessa área. “O excesso de cloro na água da piscina, além de causar reação alérgica, gera uma grande irritação e vermelhidão na região dos olhos, pois o cloro presente na água seca as lágrimas, deixando as pálpebras ressacadas. Logo que a pessoa sair da água da mar, piscina ou lago, é importante lavar bem o rosto, principalmente os olhos”, explica Stefânia. Em caso de alergia leve,

deve ser usado somente um colírio lubrificante ou “lágrima artificial”, para lubrificar os olhos. Os demais colírios só podem ser utilizados mediante prescrição médica. É recomendado também que quando uma pessoa suspeitar de alergia nos olhos, se afaste o mais rápido possível do produto que pode ter causado a reação e lavar bem o local atingido. Se o efeito não passar, a orientação é procurar um médico imediatamente, pois pode ser necessária a prescrição de antialérgicos.


4

12 a 30 de janeiro de

2012

Cidade de

ItanhaĂŠm

770


12 a 30 de janeiro de

2012

Prefeito Forssell pode ficar inelegível por 8 anos

5

Tribunal de Contas do Estado de São Paulo reprova contas de 2008 e remete decisão à Câmara Municipal e ao Ministério Público. Desta vez Forssell precisará de 7 votos A má gestão dos recursos públicos é a razão da não aprovação das contas do exercício de 2008, do governo do prefeito João Carlos Forssell, padrinho político do presidente da Câmara, Marco Aurélio Um marco na história do Brasil. Para garantir a sua reeleição em 2008 Forssell promoveu o endividamento da Prefeitura Municipal nos últimos meses da administração. A dívida pública evoluiu de R$ 10.678.738,50 (7,01% da RCL) em 30/4/2008, para R$ 15.745.356,08 (10,33% da RCL), em 31/12/2008, ou seja infringiu diretamente o artigo 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal, que diz que entre maio e dezembro do último ano de mandato, os gastos compromissados (empenhados) e vencidos (liquidados), devem obrigatoriamente ser pagos até o último dia do ano. Ainda segundo a LRF, o desatendimento à regra do art. 42 tipifica crime fiscal (art. 359-C do Código Penal). A decisão sobre as contas do Forssell aconteceu em sessão do TCE do dia

7 de dezembro de 2011, e teve os votos contrários dos conselheiros Robson Marinho(Relator), Antonio Roque Citadini, Eduardo Bittencourt Carvalho, Edgard Camargo Rodrigues, Fulvio Julião Biazzi, Alexandre Manir Figueiredo Sarquis. Cláudio Ferraz de Alvarenga presidiu a presente sessão. Dentre os motivos que levaram o colegiado a conceder parecer desfavorável constam a falta de pagamento de precatórios judiciais e débitos não quitados até o final daquele ano. À decisão do TCE não cabe recurso e será encaminhada à Câmara Municipal, que fará o julgamento político da ação. Não há data de quando a matéria será votada. Se os vereadores mantiverem o parecer do TCE, o prefeito Forssell, que quer dar continuidade ao seu governo através de Marco Aurélio, poderá ficar inelegível por 8 anos. Segundo o Regimento Interno da Câmara Municipal, o prefeito precisará de 2/3 de votos do Legislativo para derrubar o parecer, ou seja, 7 votos.

Fotos: Facebook.com

Para se reeleger em 2008, Forssell promoveu o endividamento da Prefeitura Municipal

QUEM VOTA CONTRA FORSSELL E MANTÉM PARECER DO TCE

Professora Regina

Zé Renato

QUEM ESTÁ AO LADO DO FORSSELL E DERRUBA O PARECER DO TCE

Milton Gordo

Marco Aurélio

Rogélio Salceda

João Rosmann

Alexandre da Regional

Valdir do Açougue

Flávio Abbasi

Cícero Kakulé

MANUAL BÁSICO • A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DE SÃO PAULO

NA MÍDIA

AS DESPESAS REALIZADAS NOS DOIS ÚLTIMOS QUADRIMESTRES DO MANDATO – O ART. 42 DA LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL

Diário do Litoral • 20-01-12 A Tribuna 21-01-12

No que pertine às despesas que passam para o exercício seguinte, o art. 42 da LRF assim enuncia: •entre maio e dezembro do último ano de mandato, os gastos compromissados (empenhados) e vencidos (liquidados), serão pagos nesse período; •no mesmo lapso temporal, gastos compromissados, mas não vencidos, precisarão de respaldo fi nanceiro em 31 de dezembro. Sendo assim, o art. 42 da LRF deve ser examinado à vista dos seguintes pressupostos: •tal dispositivo alcança, somente, despesas liquidadas nos oito últimos meses do mandato; •em face do déficit financeiro já existente antes da LRF, não há como se exigir exata compatibilidade entre Restos a Pagar e haveres de caixa; é bem assim, pois tal lei não determina, objetivamente, superávit orçamentário para dirimir todo aquele preexistente passivo de curto prazo; •da disponibilidade de caixa há de se apartar os dinheiros estritamente vinculados, tais quais os do regime próprio de previdência e os dos débitos extra-orçamentários (depósitos, débitos de tesouraria, entre outros); •O cancelamento de empenhos liquidados é prática absolutamente irregular e, caso feito, merecerá depois retificações contábeis por parte do Tribunal de Contas; •Em face de sua previsibilidade, as despesas continuadas, não geradas, propriamente, entre maio e dezembro, precisam essas, mais do que as novas, de suporte de caixa. Se assim não fosse, estaria sancionada afronta à responsabilidade fi scal, validando-se empenhos sem cobertura financeira e, disso decorrente, o déficit orçamentário e o aumento da dívida pública. •Enfim, a análise comparará, nos dois últimos quadrimestres, a variação no estoque da dívida líquida de curto prazo, daí se inferindo a realização, no período, de despesa sem cobertura de caixa. •O desatendimento à regra do art. 42 tipifica crime fiscal (art. 359-C do Código Penal). Páginas 49 e 50.


6

12 a 30 de janeiro de

2012

Cidade de

Itanhaém Conheça um pouco de Ricardo Reis Ricardo Reis é morador de Itanhaém desde que nasceu, é filho do pedreiro Ricardo de Oliveira Reis, popularmente conhecido por “Didi” ou “Nego Dida”, e da arrumadeira e hoje aposentada, Lazara Moraes Reis conhecida por “Lazinha”. Ricardo Reis e Família são moradores tradicionais do Bairro do Suarão quando seu avô Sebastião Ricardo de Moraes veio de Minas Gerais, a convite do padre Balint para trabalhar na construção da igreja Nossa Senhora do Sion, mais conhecida como igreja do Suarão, trazendo consigo sua esposa Madalena Maria de Jesus e seus 06 filhos dentre eles a mãe de Ricardo Reis dona Lazinha. Ricardo Reis quando pequeno frequentou o antigo pré-primário e depois o Jardim na escolinha MARIA DO CARMO ABREU SODRÉ que na época era localizada na Praça do Suarão, passados os dois anos obrigatórios, iniciou seus estudos na escola DAGOBERTO NOGUEIRA DA FONSECA em que após anos de estudo concluiu o primeiro grau, hoje ensino fundamental. Como não tinha escola de segundo grau no bairro á época, foi estudar na escola JON TEODORESCO o antigo “CENE” em que concluiu o segundo grau, hoje ensino médio.

Como muito esforço e ajuda de seus pais e familiares, ingressou no curso de DIREITO na UNIVERSIDADE METROPOLITANA DE SANTOS, e após 05 anos de estudos tornou-se bacharel em direito. Já com o título de bacharel em Direito resolveu prestar o exame da Ordem dos advogados do Brasil, e obtendo sua aprovação ficou apto a exercer a advocacia, profissão que exerce até os dias de hoje. Ricardo Reis como advogado milita na profissão em toda região prestando serviços para pessoas físicas e também para empresas de diversas áreas e atividades. Em 2009 conheceu o Presidente do PSB de Itanhaém Marcelo Strama e ficou admirado com o entusiasmo e senso de realidade com que o mesmo falou de seu projeto para Itanhaém, baseados no desenvolvimento, valorização e respeito aos cidadãos. Após algumas conversas veio o convite do Presidente do PSB de Itanhaém Marcelo Strama para que Ricardo Reis fizesse parte de seu projeto por TEMPOS MELHORES para Itanhaém o que culminou com sua filiação ao PSB – Partido Socialista Brasileiro. Ricardo Reis é pré-can-

didato a vereador pelo PSB em Itanhaém e acredita que nossa cidade precisa de um novo rumo, em que ser politico é buscar recursos para cidade e não se aproveitar dos recursos da cidade; em que as oportunidades não sejam para alguns, mas sim para todos; em que desenvolver a cidade, não significa desenvolvimento para alguns da cidade; em que um tempo chuvoso, não seja motivo para desespero; em que a cidade estar na manchete dos jornais é bom, mas por falta de segurança pública é vergonhoso; em que saúde pública não seja sinônimo de descaso; em que educação de qualidade signifique valorização do professor e funcionários; em que morar nos bairros não quer dizer estar abandonado; em que fazer para turista ver é bom, e fazer para morador é obrigação; em que fazer o MÍNIMO (e se vangloriar) não é o BASTANTE; em que TEMPOS MELHORES para nossa cidade, não depende só de mim ou você, depende de nós.

A INCLUSÃO SOCIAL...!!! A inclusão social vai além das barreiras naturais, arquitetônicas e deve caminhar na direção da dignidade humana. Porque a inclusão social dos idosos e das pessoas com deficiência, na teoria é bonita, mas na prática, ainda tem longo caminho a percorrer. Como está a acessibilidade que é um dos pontos da liberdade de ir e vir...? A mídia diz que são milhões de pessoas com algum tipo de deficiência em nosso país. Este número é ¼ da nossa população e maior do que a população de muitos países. A situação dos idosos e das pessoas com deficiência é tão difícil, que por mais que se faça ainda é pouco. Às vezes até por falta de conhecimento, ou por falta de políticas públicas de prevenção a saúde, aumentam as dificuldades desta população que cresce a cada dia. Cada região, ou município tem a sua realidade e pode priorizar, ou não esta camada da popula-

ção. Observando que até pessoas consideradas aparentemente normal, não atingiram uma situação satisfatória de inclusão social. O que pode dificultar ainda mais a inclusão social é o preconceito, a discriminação, a acessibilidade de Professor Januário modo geral, a falta de prática de políticas ra. Com 10 vereadores, foi públicas. E também a fal- de R$ 6 milhões de reais ta de condições financei- em 2011. Com 17 verearas para estudar, se tra- dores em 2004 foi de R$ tar e etc. 3 milhões de reais. A situação pode mudar Aparece no Boletim com a mobilização, parti- Oficial do Município de cipação dos interessados Itanhaém, de 9 a 20 de e também de seus famili- dezembro de 2011, ano 8 ares. – nº 189 – página 5, a deParte da sociedade ain- volução de R$ 310 mil reda não aprendeu a lidar ais. com pessoas com deficiênParece que o dinheiro cia. Passa a vê-los como está sobrando na Câmara estorvo social “coitadi- e sendo devolvido ao Prenho”. Prefere “fechar os feito neste fim de ano de olhos” para não ver a dura 2011. realidade é mais tranqüilo Professor Januário “enxergar tudo normal”. Principais cursos realiDando continuidade, foi zados: publicado no jornal RepórEducação Física, Pedater de 27/10/2011 – ano gogia, Psicologia e pós-gra1 – Edição 4 – página nº duação em Educação 6, o orçamento da Câma- Ambiental.

Ex-vereador Quintas morre aos 57 anos

Zequinha e Marcelo Strama visitam a empresa Rimenco

Strama e Zequinha ao lado do empresário Joaquim Mendes O pré-candidato à vereador José Domingos Gonçalves Silva, o Zequinha do PTB, visitou ao lado do précandidato à prefeito pelo PSB, o empresário Marcelo Strama, a empresa da região do Bopiranga, a Rimenco, de propriedade de Joaquim Mendes Coutinho. Especializada na produção de artefatos de cimento, a Rimenco tem mais de 100 funcionários em toda a região e se destaca como importante geradora de empregos na cidade de Itanhaém. Segundo o diretor presidente da empresa, Joaquim Mendes, o Zequinha é um importante parceiro na região e também um grande amigo de todos os funcionários da filial na cidade.

Quintas outorgo ao vereador Milton Gordo o Título de Cidadão Itanhaense

Um dos expoentes da política local, Antonio Wilson Pontes Quintas, o Toninho Quintas, morreu na noite do dia 9 de janeiro, em sua residência, vítima de um infarto agudo do miocárdio. Ele estava filiado ao PR e tinha intenso trabalho nas ruas visando sua eleição no próximo dia 7 de outubro para o cargo de vereador, conjuntamente com Ruy Santos. Quintas era um dos principais entusiastas da campanha do vice-prefeito. Toninho Quintas iniciou sua trajetória política como candidato a vice-prefeito na chapa de Jaime de Castro em 1982, quando juntos obtiveram apenas 744 votos no PDS, ficando com a

4ª colocação. Em seguida, em 88, Quintas se elegeu vereador pela primeira vez, com 361 votos pelo PMDB e não parou mais. Na eleição seguinte de 1992, Toninho Quintas se reelegeu vereador já no PST com 332 votos. Em 96 participou de uma outra aventura política. No PRONA, do lendário Dr. Enéas, Quintas disputou a eleição para Prefeito e teve pífios 675 votos. Em 2000, o experiente e tarimbado Quintas ficou na fila mais uma vez. Pelo PCdoB e 329 votos, ficou apenas com a 1ª suplência. Já em 2004, Quintas que estava filiado ao PL, conquistou pela 3ª e última vez uma cadeira na Câmara Municipal

ao atingir 757 votos. Na eleição de 2008, Toninho Quintas não obteve êxito, mas ficou com a primeira suplência do PTB, atrás do vereador Milton Gordo, que possibilitou, devido a um afastamento, que ele assumisse o cargo por 7 meses ao longo de 2011. Há um ano, durante a Sessão Solene em comemoração ao aniversário da cidade em abril, o vereador em exercício Toninho Quintas, outorgou ao vereador Milton Gordo o Título de Cidadão Itanhaense. Em seus três mandatos, Quintas foi presidente da Câmara nos anos de 1991, 1992 e 1994. Quintas deixa esposa e filhos.


12 a 30 de janeiro de

7

2012

Cidade do

Peruíbe Esporte Prá Você Verão 2012 em Peruíbe várias atividades esportivas acontecem na cidade

Com realização da Prefeitura Municipal teve início nestaúltima sexta-feira (06), o Esporte PraVocê Verão 2012, que consta de atividades de esporte e lazer para oentretenimento de turistas e moradores de Peruíbe com aulas de Ginástica,Lambaeróbica, quadras de Vôlei de Praia e Futvôlei, além de uma variedade deeventos esportivos a cada final de semana e até o final do mês de janeiro. Neste primeiro final de semana, além das aulas de Ginástica,Lambaeróbica, e uma equipe bem entrosada de dançarinos, o Festival deVelocidade – Desafio dos 100 metros rasos e o Torneio de F r e s c o b o l foramdestaques. Aconteceram também, as Aulas de Capoeira na Praça Ambrósio Baldim. Com a participação ilustre do professor Edgard Pereira daSilva, ex-recordista brasileiro e Sul-Americano dos 400

metros com barreira ehoje, idealizador e organizador do Projeto Pés Velozes, foi realizado o Desafiode Velocidade com prova de 100 metros rasos para meninos e meninas até 16 anosde idade. Edgard Pereira da Silva foi convidado pelo Departamento Municipal deEsportes e aceitou estar em Peruíbe especialmente para prestigiar o evento. Aproveitando a oportunidade da visita, o Departamento deEsportes colocou a cidade de Peruíbe a disposição para realização do ProjetoPés Velozes, o que prontamente foi aceito por Edgard Pereira que confirmou arealização da etapa de abertura deste ano, aqui em Peruíbe, dia 3 de março, comcobertura da TV Tribuna, evento esse que será incorporado no Calendário Anualde Eventos Esportivos da Prefeitura de Peruíbe. No Desafio de Velocidade, cerca de 70 meni-

nos e meninas comidade entre 9 e 16 anos moradores da cidade e turistas se confraternizaram e sedesafiaram divididos em categorias e os três mais velozes em cada categorialevaram para casa um troféu como prêmio. O evento foi acompanhado com atençãopor muitas pessoas que assistiram os pequenos correndo em velocidade em raiasmontadas a beira mar. Foi realizado no domingo o Torneio de Frescobol com duplas de Peruíbe eda cidade de São Paulo. Nas duplasmasculinas, Wellington e Naldinho foram campeões, com os paulistanos Márcio eDaniel Careca ficando em segundo lugar e Stavick e Clevinho em terceiro. Nasduplas mistas, Wellington e Cleyde de Peruíbe ficaram em primeiro lugar, DanielCareca e Galega em segundo e Marrom e Mônica ficaram com a terceira colocação.

Peruíbe: Temporada 2012 surpreende Aumento populacional e bons níveis de segurança

Duranteesta época do ano o índice populacional de Peruíbe sempre aumenta, porém nesta temporada de 2012, os números surpreendem, havendo datas e finais de semana emque segundo estimativas, a população da cidade chega próxima a 300 mil pessoas. Nomunicípio durante todos os dias da semana, nota-se um grande movimento deturistas e veranistas. As pessoas freqüentam as praias, estabelecimentos,caminham

pelo centro, circulam pelos bairros, visitam os pontos turísticos, aproveitando suas férias na cidade. Aos finaisde semana entre sexta e domingo à noite, Peruíbe oferece gratuitamente shows naPraia do Centro, para cerca de 12 mil pessoas a cada noite. O programa da Prefeitura Municipal, Verão Prá Você 2012, promove atrações artísticas que tem sidoum sucesso de público. Mais de 80 mil

pessoas, entre moradores e turistasassistiram aos shows realizados até agora. Aspolicias Militar e Civil, assim como a Guarda Municipal, realizam um excelentetrabalho na manutenção da ordem, tornando Peruíbe uma cidade com bons níveis desegurança na Baixada Santista. O Sistema de Monitoramento implantado pelaPrefeitura, espalhados por todo o município, também ajudam a inibir as ações criminosas.

Inscrições abertas para etapa de Peruíbe do Circuito Praia Limpa de Corridas A Prefeitura da cidade de Peruíbe, através de seu Departamento de Esporte e Lazer, abriu na quinta-feira (12), as inscrições gratuitas para a etapa de Peruíbe do Circuito Praia Limpa de Corridas, que terá provas de 5 e 10 km pela Avenida Mário Covas e parte pela areia da praia. O local de largada e chegada será ao lado do Aquário Municipal. O evento será realizado em parceria com a Rede Acesso que trará o evento para a cidade, sendo possível através da Lei Federal de Incentivo ao Esporte, razão pela qual as inscrições serão totalmente gratuitas. Para efetivar a inscrição, o corredor deverá se encaminhar ao Departamento de Esporte e

Lazer (Rua José Veneza Monteiro, 555 – São João), preencher e assinar uma ficha de inscrição. A etapa de Peruíbe deverá reunir cerca de 1.200 corredores, tornando-se um recorde para provas de Pedestrianismo na cidade. Haverá a entrega do kit de corrida no próprio dia 12 de fevereiro, das 6h00 às 8h00, na Arena da Prova (ao lado do Aquário). Todos os que completarem o percurso da prova receberão medalha alusiva ao evento. Além de Peruíbe, o circuito terá outras etapas nas seguintes cidades: Bertioga, Praia Grande, São Sebastião, Santos, Ilha Bela e Guarujá. Peruíbe foi uma das sete cidades que conseguiu

sediar uma etapa em todo o litoral sul e norte do Estado. O Circuito Praia Limpa de Corridas é um dos eventos que compõe o Calendário Anual de Eventos Esportivos e que para o mês de fevereiro (de aniversário da cidade), trará outras realizações como a VII Prova Aquática Mario Jorge de Oliveira Bello, 2ª Etapa do Circuito Costa da Mata Atlântica de Águas Abertas (dia 04) e uma etapa do 26º. Torneio de Verão de Ciclismo (dia 09). Mais informações sobre o Circuito Praia Limpa de Corridas pode ser obtidas através dos telefones: 3455-2154 ou 3455-7351, diretamente com o Departamento de Esporte e Lazer.


8

12 a 30 de janeiro de

2012

Jornal Mata Atlântica 21  

Edição 21 do jornal Mata Atlântica

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you