Page 1

Litoral Sul e Vale do Ribeira de 18 de novembro de 2011 Ano II Edição 19

Publicação conforme determinação judicial da 3ª Vara Cível da Comarca de Itanhaém, número de ordem 1.197/2011.

Rede Globo, Prefeitura de São Paulo, cota de ingressos e venda de fantasias garantem desfile da Pérola Negra A Prefeitura de Itanhaém não destinará recursos públicos do Município para a realização do desfile paulistano Escola tradicional do Carnaval paulistano, a Pérola Negra já tem garantido a maior parte dos recursos para realização do desfile que vai homenagear os 480 anos de Itanhaém, em 2012. Apoiadora do evento, a Prefeitura de Itanhaém não destinará dinheiro público do Município. Segundo o diretor de marketing da Pérola Negra, Jairo Roizen, o custo total estimado do desfile será de aproximadamente R$ 2,2 milhões. Deste total, cerca R$ 1,9 milhão estão garantidos por

meio da Prefeitura de São Paulo, da Rede Globo (detentora dos direitos de transmissão) e a empresa Ingresso Rápido (responsável pela venda de bilhetes). Este mesmo valor todas as escolas do Grupo Especial recebem igualmente. O restante para completar o orçamento previsto (cerca de R$ 300 mil), a Pérola Negra conta com a venda de fantasias, produtos oficiais da escola, ingressos para os ensaios na quadra e demais eventos que serão promovidos. A agremiação espe-

ra ainda a aprovação de convênios com a Lei Rouanet, do Ministério da Cultura, e do Programa de Ação Cultural, da Secretaria Estadual de Cultura. A Pérola Negra conta com o apoio da Prefeitura de Itanhaém, que está participando dos preparativos para o desfile com a divulgação de todos os eventos da agremiação no site, no Boletim Oficial e nos demais veículos de comunicação. Além disso, incentiva a participação de munícipes no evento que vai homenagear os 480 anos de

Itanhaém, destacando seus personagens históricos e belezas naturais. CARBONO ZERO - Outra novidade desse evento será o seu caráter ecologicamente correto. O desfile da Pérola Negra será o primeiro de São Paulo classificado como Carbono Zero. Todos os integrantes irão responder um questionário que identificará a chamada ‘pegada de carbono’, ou seja, quanto será gasto de energia, através do tipo de transporte usado para chegar até o local do desfile, por

exemplo. A escola também informará o que será gasto de energia elétrica. Como compensação, será calculado o número de mudas de árvores nativas da mata atlântica que serão plantadas em Itanhaém, neutralizando assim o gasto de energia provocado pela realização desfile. O prefeito de Itanhaém, João Carlos Forssell, destacou o fato da imagem da Cidade ser divulgada através do desfile de carnaval. “O País inteiro acompanha os desfiles do Rio de Janeiro e de São

Paulo. Além do caráter da homenagem em si, é uma ótima oportunidade para levar o nome de Itanhaém para o público de várias partes do Brasil”. FANTASIAS - A Liga Independente das Entidades Carnavalescas de Itanhaém (Leci) é responsável pela comercialização das fantasias em Itanhaém. O posto de venda funciona na Casa do Olhar Benedicto Calixto, que fica na Praça Carlos Botelho, no Centro Histórico, de segunda a sexta-feira, das 11 às 17 horas.


2

18 de novembro de Direção Edson Luiz Oliveira Santos

Editorial & Artigos

Projeto Gráfico e Diagramação Mata Atlântica Editora e Publicidade

Publicidade Edson Luiz E-mails: jornalmatlantica@gmail.com editoredinho@ uol.com.br

Fotografia Jornal Mata Atlântica, Colaboradores e Assessorias de Imprensas

Administração Edson Luiz E-mails: jornalmatlantica@gmail.com editoredinho@ uol.com.br

Passa moleque A briga de egos entre alguns secretários vem causando um grande mal estar nos corredores da prefeitura. Com grande possibilidade da Secretária de Saúde, Josiane Arrivabene, assumir a presidência do PMDB na Cidade, o Secretário de Trânsito e Segurança, José Roberto Nascimento, o JR, não sabe o que faz para tentar reverter a perda de seu posto no partido. Passa moleque II Há quem diga que JR ficou enfraquecido na legenda após a executiva estadual descobrir sua desistência de concorrer nas eleições de 2012 como pré-candidato a prefeito e ceder à imposição do Prefeito Forssell em apoiar

REDAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO ITANHAÉM - SÃO PAULO Tel. (13) 9788 5760 Nextel (13) 7809-9079 ID 90*12945 Av. Condessa de Vimieiros 770 - Centro Itanhaém - SP - CEP 11740-000

Marco Aurélio como candidato ao executivo. Passa Moleque III A boca pequena diz que o Prefeito Forssell foi taxativo: “Se quiser continuar como secretário tem que apoiar o meu candidato, Marco Aurélio”. Pelo visto o bolso falou mais alto. Estão de mal? Simpatizantes ao nome de Ruy Santos nas eleições municipais de 2012 estão desistindo de apoiálo pelo fato dele privilegiar alguns pré-candidatos a vereador. Segundo informações, mesmo simulando um racha com Forssell, ele ainda teria autonomia para indicar nomeações na prefeitura para précandidatos. A questão é que a indicação acontece

2011

Jornal Mata Atlântica é uma publicação da Mata Atlântica Editora e Publicidade CNPJ 04.456.858/0001-16 Períodicidade quinzenal tiragem de 10.000 exemplares. Distribuição dirigida e em bancas do Litoral Sul e Vale do Ribeira. As materias e artigos são de responsabilidade de seus autores. Todos os direitos reservados.

apenas para alguns candidatos que ele acredita valer pena investir. Segundo Ruy, o restante servirá como (escada) para os que estão empregados na prefeitura. Desespero Desesperados pelo fato de estarem com a popularidade baixa nas pesquisas de opinião pública, Marco Aurélio e Ruy Santos, estão fazendo de tudo para conquistar aliados. Eles já estão até nomeando integrantes de governo, mesmo antes de serem eleitos. Apenas para citar como exemplo, chegou ao conhecimento da redação, que para a mesma secretaria já foi nomeada mais uma pessoa. Será que pretendem criar três secretarias de saúde?

Aumenta criminalidade em Itanhaém e Cidade fica em alerta Com dados alarmantes, os índices em Itanhaém aterrorizam. Até setembro, foram registrados 159 furtos e roubos de veículos, 19 homicídios, 28estupros, além de 444 roubos e 1.826 furtos em geral. “Fui assaltada quartafeira passada, 8h10. Dois homens entraram armados na minha loja e anunciaram o assalto. Nem sei dizer o que levaram. O susto foi maior que tudo”. “Estava visitando uma obra no bairro Santa Terezinha, dia 23 de setembro. Eram 16h10. Chegaram apontando uma arma para mim. Levaram meu carro, dois celulares, todos meus documentos, cartões de banco e talão de cheque”. “Eram 9h30 quando invadiram o meu escritório, no Savoy, quinta passada. Primeiro entrou um cara com um revólver calibre 22 na mão e, em seguida, veio outro”. Os depoimentos acima são de moradores de Itanhaém. O primeiro e o último, ocorridos na semana passada, deverão engrossar as estatísticas da Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado quando forem divulgadas as ocorrências do último trimestre de 2011. Quem mora na Cidade, no entanto, não precisa ver as estatísticas para saber que a criminalidade tem aumentado e trazido, com ela, a insegurança. “A maioria dos moradores daqui já foi assaltada ou co-

nhece alguém que foi”, afirma a moradora roubada no mês passado ¬que não quer ser identificada. A informação da vítima é confirmada pelas estatísticas da SSP. De janeiro a setembro deste ano, foram registrados 159 furtos e roubos de veículos, contra 141 de 2010 inteiro ¬ por enquanto, isso representa um aumento de 12,77%. Ainda segundo o órgão, nos primeiros sete

meses de 2011 houve 19 homicídios em Itanhaém. O número já é 58,33% maior que o do ano passado. Também de janeiro a setembro, foram 444 roubos (sem contar de veículos) e 1.826 furtos (exceto de veículos). E chama ainda atenção o número registrado de estupros:28. “O dono de um comércio atacadista da Cidade já foi assaltado três vezes neste ano. Na últi-

ma, ele estava na porta do banco, no Centro, quando os bandidos apareceram”, conta um morador roubado quinta passada. VIATURAS Conforme a vítima de quinta passada, dos80policiaismilitares que atuam na Cidade, 26 estariam afastados com atestado médico. Para piorar a situação, haveria déficit também de viaturasdaPM. “O próprio po-

licial que me atendeu falou que só tem duas viaturas”, afirma. “À noite, a Cidade toda conta com apenas duas viaturas. É ridículo uma cidade com 90 mil habitantes passar por isso”, lamenta o morador. “Mesmo que fossem dez; será que para uma cidade com a extensão de Itanhaém dez viaturas são suficientes? Conheço empresa de segurança particular aqui que tem 15 carros.

Como o Governo do Estado de São Paulo só tem dez viaturas?”. Segundo o comandante da 2ª Companhia do 29º Batalhão de Policiamento Militar do Interior (BPMI), capitão Emerson Sobral, Itanhaém contaco m12viaturasdaPolíciaMil itar(PM). “No período de maior incidência de ocorrência, das 11h30 às 2h30, tenho quatro viaturas do programa de policiamento radiopatrulha, mais duas viaturas de Rocam, duas de Força Tática, duas de Ronda Escolar e duas do Policiamento Integrado, na área central”, enumera Sobral. O comandante destaca que, assim como houve aumento da criminalidade no Município, também ocorreu acréscimo no número de ações da PM. “Aumentou nossas operações e nosso número de flagrantes. Não só nosso como da Polícia Civil”. “O problema de Segurança Pública não é só da Polícia Militar”, adverte Sobral. “Também é obrigação do cidadão colaborar com a Segurança Pública, através das prevenções primárias”. Ter cachorro, muro alto e deixar tudo trancado estão entre as medidas, segundo o comandante.


18 de novembro

3

de 2011

Geral

SPU manda a Sabesp tirar poços de visitas da praia de Itanhaém O Ministério Público Federal (MPF) em Santos está acompanhando as medidas adotadas pela Secretaria do Patrimônio da União (SPU) e a Sabesp com relação às obras que vinham sendo realizadas em quatro praias de Itanhaém. Os trabalhos da Sabesp estão paralisados por determinação da SPU desde 22 de setembro. Ontem, o coordenador regional da secretaria, Sérgio Martins, notificou a Sabesp determinando a retirada dos poços de visitas instalados na faixa de areia de Suarão, Cibratel, Gaivota e Satélite. Antes disso, a empresa deverá apresentar um cronograma desse trabalho. Embora não tenha sido estipulado prazo para que a determinação seja cumprida, conforme Martins, isso deverá ser feito em breve. “Pedimos que seja realizado imediatamente. Acreditamos que em 15, 20 dias, eles consigam apresentar esse cronograma e atender a essa determinação”. A

Sabesp apresentou a licença ambiental expedida pela Cetesb e a justificativa técnica, como havia determinado o órgão, dia 5 deste mês. Contudo, a licença ambiental não dava permissão para que as obras fossem feitas na faixa de areia. “A Sabesp, ao realizar a obra na praia, fez sem a licença ambiental e sem a autorização da SPU”, afirma Martins. MEDIDAS O relatório e a conclusão do processo foram encaminhados para o Ministério Público Federal, à Advocacia Geral da União, Ibama e Cetesb. Caso a Sabesp não cumpra a determinação, a SPU deverá comunicar a Advocacia Geral da União para tomar as medidas judiciais cabíveis. Segundo Martins, mais de 100 poços de visitas foram instalados ao longo de aproximadamente 7,5 quilômetros de praia. “Se ocorrer um extravasamento da rede

e for para a praia, qual o plano de contingência que a Sabesp tem? Eu desconheço. Não posso permitir que uma obra sem licença ambiental e sem autorização da SPU continue operando”. DENÚNCIA O procurador da República Antonio José Donizetti Molina Dalóia abriu inquérito civil público dia 13 de setembro, com base nas denúncias feitas por um comerciante da Cidade, César Augusto de Souza Ferreira. A Secretaria do Patrimônio da União, Sabesp e Cetesb foram oficiadas pelo Ministério Público Federal e já responderam. O órgão deverá, agora, analisar as informações. Segundo o comerciante, a partir dessa iniciativa, começou a se formar um movimento popular na Cidade. “A Câmara realizou audiência pública; aí veio a SPU e o Ibama e as coisas foram acontecendo”, lembra Ferreira. “Nenhum turista vai que-

rer ver o filho e a esposa tomar sol do lado de um tubo de esgoto”. PROVIDÊNCIAS Conforme a assessoria de imprensa da Sabesp, a empresa recebeu a noti-

ficação da SPU, que está avaliando e irá tomar as providências necessárias. Embora as obras da Sabesp em Itanhaém tenham iniciado em 2007, os poços de visitas foram instalados neste ano, se-

gundo o comerciante que fez a denúncia ao MPF, César Augusto de Souza Ferreira. “Falam aqui na Cidade que esse poderia ser um dos maiores crimes ambientais cometidos no Litoral Paulista”.


4

18 de novembro de

Cidade de

ItanhaĂŠm

2011


18 de novembro

5

de 2011

Cidade de

ItanhaĂŠm


6

18 de novembro de

2011

Preso homem acusado de matar PM Carlos, o Coelhão, foi detido com drogas em Itanhaém. Policiais encontraram maconha e cocaína no imóvel Acusado de envolvimento no assassinato de um soldado da Polícia Militar e com prisão preventiva decretada por esse crime, Carlos Leonardo de Moraes Pinto, o Coelhão, de 29 anos, foi capturado ontem de manhã, em Itanhaém. Com ele e outro homem, policiais civis apreenderam 8,9 quilos de maconha e 199 gramas de cocaína. Coelhão e Paulo César da Silva, o Pico, de 20 anos, foram presos na casa da Rua Lourival Fausto Muniz, 356, no Jardim Corumbá. Sob o comando do delegado Luiz Antônio Pereira e do investigador Rogério Pinto, policiais do 1º DP de Itanhaém foram ao imóvel checar informação de que um procurado da Justiça ali se refugiava. Pico estava no quintal da residência e permitiu o ingresso dos policiais. No interior da casa, os agentes se depararam com Coelhão cortando tijolos

de maconha em pequenos tabletes para a venda a varejo. Para isso, ele utilizava uma faca e um martelo de borracha. Pesquisa dos antecedentes criminais de ambos os acusados acusou a preventiva contra o segundo. Coelhão assumiu a propriedade de todo o entorpecente apreendido e disse que Pico o auxiliava na venda, realizada no Jardim Umuarama. Ao ser questionado sobre a morte do policial, o procurado da Justiça negou esse crime e contou que se refugiava em Itanhaém há quatro meses. Em relação à origem da droga, ele nada quis declarar. Ao todo foram apreendidos seis tijolos, 225 tabletes pequenos e uma porção a granel de maconha, além de um saco contendo a cocaína. Os policiais também recolheram no local seis celulares, oito facas, dois estiletes, dois martelos de borracha, duas balanças digitais e 933 cápsulas

vazias para acondicionar drogas. O delegado Pereira autuou Pico e Coelhão em flagrante por tráfico. EXECUÇÃO SUMÁRIA Lotado no 39º BPM/I, o soldado Luís Fernando Gmeiner Amieiro, de 39 anos, atuava na central de monitoramento de vídeo da Prefeitura de São Vicente e foi morto com requintes de crueldade no

último dia 1º de abril. Inicialmente, o policial militar foi rendido e obrigado a entrar em um carro por um grupo de criminosos. Depois, o bando o amarrou, o torturou e exigiu que ele andasse pelo Caminho São José, na Zona Noroeste, em Santos. Para executar Amieiro, os marginais atravessaram de barco o canal que separa

a Zona Noroeste e o aterro sanitário do Sambaiatuba, em SãoVicente. O soldado foi achado morto na parte superior do aterro sanitário trajando apenas cueca e com as mãos amarradas para trás. O policial militar levou um tiro na coxa esquerda e outro no céu da boca, que perfurou a cabeça. Apontado como dono da embar-

cação e um dos envolvidos no homicídio, Jorge Luís Claudino Anjos de Beijo, o Jorge Barqueiro, de 18 anos, também teve a preventiva decretada, sendo capturado no dia 26 de outubro, em um apartamento no Morro do Ilhéu Alto, na Zona Noroeste. Dos seis acusados de praticar a execução, Coelhão é o quarto a ser preso.


18 de novembro

7

de 2011

Cidade do

Peruíbe Prefeitura instala novas câmeras de Monitoramento na cidade

A Prefeitura está aumentando o número de câmeras de monitoramento em vias movimentadas de Peruíbe. Agora são 20 câmeras instaladas em pontos estratégicos da Avenida Padre Anchieta e em outros locais considerados importantes do ponto de vista da segurança que vão trazer maior tranqüilidade a população. A central de monitoramento localizada na sede da Defesa Social do município é utilizada diariamente pelas Polícias Militar e Civil e pela Guarda Municipal. As câmeras são de última geração e interligadas à central com sistema de fibra ótica, gravam ininterruptamente qualquer movimento 24 horas por

dia e já possibilitaram coibir diversas ocorrências, principalmente pela capacidade em aproximar imagens com total perfeição em todas as direções por 200 metros aproximadamente. O resultado do monitoramento, além do aumento da sensação de segurança, também aparece no número de furtos e roubos ao comércio. De acordo com informações da Associação Comercial e Empresarial de Peruíbe, levantamentos apontam uma redução de cerca de 70 % na criminalidade onde as câmeras foram instaladas. De acordo com a prefeita Milena Bargieri, a iniciativa da sua administração em instalar

esse monitoramento se demonstrou acertada e importante. Segundo disse, junto com outras medidas, como o aumento do efetivo da PM, prometido para este segundo semestre pelo comandante da Policia Militar, Coronel Álvaro Batista Camilo, durante reunião que manteve recentemente em São Paulo com o Secretário da Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto, representará melhoria para as condições de segurança em nossa cidade. Até o final de 2012, a previsão é que Peruíbe tenha mais de 30 câmeras instaladas e em funcionamento em pontos estratégicos.

Esporte e Lazer tem novo diretor em Peruíbe O professor Washington Luiz Jesus dos Reis, assumiu nesta terçafeira (25) o cargo de Diretor Municipal de Esporte e Lazer da Prefeitura de Peruibe. Formado em Educação Física no ano de 1988, pela Faculdade de Educação Física de Santos (FEFIS) e Pós-Graduado em Treinamento Desportivo pela Universidade Gama Filho (RJ), Washington Luiz, 50 anos, assume pela primeira vez um cargo público. Fundador da Organização Social Movimento Esporte Brasil (2006), do Jornal do Esporte (1998) e da empresa da empresa Atenas – Projetos e Promoções Esportivas Ltda., Washington Luiz, santista de nascimento e há 15 anos residindo em Peruíbe, acumula uma série de experiências na área desportiva desde os 15 anos de idade quando passou a organizar campeonatos de Futebol de Areia na Praia do José Menino, em Santos. Foi organizador durante muitos anos do Circuito Baixada Santista de Canoagem, Circuito Baixada Santista de Pedestrianismo, Circuito Mongaguá de Biathlon e de Pedestrianismo, Circuito Peruíbe de Pedestrianismo, além de mais de cerca de 150 cursos de reciclagem na área de Educação Física em Santos entre os anos de 1990 e 1995. Na área de Comunicação, além da experiência de 13 anos no Jornal do Esporte que circula em toda a Região Metropolitana da Baixada Santista, é Radialista não atuante no momento, mas já desenvolveu trabalho em programas esportivos nas rádios Cultura AM, Universal, Cacique, Atlântica, Tribuna AM (extinta) todas em Santos, além da Rádio Cultura de Belo Horizonte e Peruíbe e Litoral FM, em Peruíbe. “Encaro esse desafio como uma missão a ser cumprida. Tentar levar à prática, muitas idéias defendidas para serem desenvolvidas na esfera pública. Agradeço a confiança da prefeita Milena Bargieri que entendeu que o esporte da cidade pode acontecer de forma muito mais ampla e está investindo para isso”, resumiu em sua fala Washington Luiz.

Peruíbe que em 52 anos de história só possuía um ginásio poliesportivo, passou a contar a partir da atual administração com sete Ginásios Esportivos Educacionais e irá inaugurar mais seis até 2012; irá inaugurar em novembro deste ano um novo Ginásio Poliesportivo no populoso bairro do Caraguava e para 2012 irá inaugurar (está em fase de construção) o terceiro Ginásio Poliesportivo e a primeira Piscina Pública semi-olímpica. PROPOSTAS – O novo diretor de Esporte e Lazer de Peruíbe tem como proposta desenvolver novos programas para essas áreas na cidade e aproveitar e aperfeiçoar o que vem sendo feito de bom. Aproximar as áreas da Educação e Esporte é um dos principais desafios e para isso terá além de toda a equipe de trabalho, o professor de Educação Física Waner Almeida Valente Junior. Incluir cada vez mais os jovens no mundo do esporte, atraindo a família para participar ativamente da vida destes jovens através do esporte educacional. Outra proposta que espera fazer acontecer de forma marcante é o Calendário Municipal de Eventos Esportivos, atraindo organizadores como: empresas, ligas, federações e confederações esportivas, além das iniciativas próprias do Departamento de Esporte em parceria com o Departamento de Turismo. Programas que contemplem a Terceira Idade, as Associações de Bairros, as Escolas de Esporte de Base, o Esporte de Rendimento, o Paradesporto, também estão previstos para serem realizados. Os convênios com entidades do Terceiro Setor serão aperfeiçoados e acompanhados pelo Conselho Municipal de Esporte e Lazer (CONMEL) fiscalizando. Com a nomeação

do cargo de Diretor de Esporte e Lazer, Washington Luiz irá colocar em disponibilidade perante o CONMEL, o cargo de presidente que ocupa neste momento. Em sua estrutura interna, para melhor desenvolver os trabalhos do Departamento de Esporte, serão criadas as seguintes sessões: Sessão de Futebol, de Convênios e Terceiro Setor, de Equipamentos e Praças Esportivas, de Esporte de Rendimento, de Esporte de Base, de Calendário de Eventos Esportivos, de Lazer e Esporte Comunitário e Sessão de Paradesporto. Além dos departamentos de Educação e Turismo, o Departamento de Esportes irá fazer uma gestão com muita proximidade da Secretaria de Saúde para através da Atividade Física como forma de prevenção de doenças e aprimorar ações para a melhor qualidade de vida da população. O Departamento Municipal de Esportes convida desde já, empresas, entidades esportivas. ligas, federações e confederações desportivas a se aproximarem de Peruíbe com a finalidade de constituir um forte calendário esportivo que irá atrair o Turismo Esportivo gerando renda para a cidade através da ocupação da rede hoteleira, consumo em restaurantes, supermercados e comércio em geral. Está aberta também a oportunidade para que a cidade participe ativamente deste calendário através da Associação Comercial, das Colônias de Férias, da rede hoteleira e todas as iniciativas que queiram compor este instrumento de desenvolvimento para a cidade. Mais informações sobre os projetos, programas e eventos esportivos em Peruíbe podem ser obtidos através dos telefones 3455-2154 e 3455-7351.


8

18 de novembro de

2011

Publicação conforme determinação judicial da 3ª Vara Cível da Comarca de Itanhaém, número de ordem 1.197/2011.

Rede Globo, Prefeitura de São Paulo, cota de ingressos e venda de fantasias garantem desfile da Pérola Negra A Prefeitura de Itanhaém não destinará recursos públicos do Município para a realização do desfile paulistano Escola tradicional do Carnaval paulistano, a Pérola Negra já tem garantido a maior parte dos recursos para realização do desfile que vai homenagear os 480 anos de Itanhaém, em 2012. Apoiadora do evento, a Prefeitura de Itanhaém não destinará dinheiro público do Município. Segundo o diretor de marketing da Pérola Negra, Jairo Roizen, o custo total estimado do desfile será de aproximadamente R$ 2,2 milhões. Deste total, cerca R$ 1,9 milhão estão

garantidos por meio da Prefeitura de São Paulo, da Rede Globo (detentora dos direitos de transmissão) e a empresa Ingresso Rápido (responsável pela venda de bilhetes). Este mesmo valor todas as escolas do Grupo Especial recebem igualmente. O restante para completar o orçamento previsto (cerca de R$ 300 mil), a Pérola Negra conta com a venda de fantasias, produtos oficiais da escola, ingressos para os ensaios na quadra e demais eventos que serão promovidos. A agremiação

espera ainda a aprovação de convênios com a Lei Rouanet, do Ministério da Cultura, e do Programa de Ação Cultural, da Secretaria Estadual de Cultura. A Pérola Negra conta com o apoio da Prefeitura de Itanhaém, que está participando dos preparativos para o desfile com a divulgação de todos os eventos da agremiação no site, no Boletim Oficial e nos demais veículos de comunicação. Além disso, incentiva a participação de munícipes no evento que vai homenagear os 480 anos de Ita-

nhaém, destacando seus personagens históricos e belezas naturais. CARBONO ZERO - Outra novidade desse evento será o seu caráter ecologicamente correto. O desfile da Pérola Negra será o primeiro de São Paulo classificado como Carbono Zero. Todos os integrantes irão responder um questionário que identificará a chamada ‘pegada de carbono’, ou seja, quanto será gasto de energia, através do tipo de transporte usado para chegar até o local do desfile, por

exemplo. A escola também informará o que será gasto de energia elétrica. Como compensação, será calculado o número de mudas de árvores nativas da mata atlântica que serão plantadas em Itanhaém, neutralizando assim o gasto de energia provocado pela realização desfile. O prefeito de Itanhaém, João Carlos Forssell, destacou o fato da imagem da Cidade ser divulgada através do desfile de carnaval. “O País inteiro acompanha os desfiles do Rio de Janeiro e de São

Paulo. Além do caráter da homenagem em si, é uma ótima oportunidade para levar o nome de Itanhaém para o público de várias partes do Brasil”. FA N TA SIAS - A Liga Independente das Entidades Carnavalescas de Itanhaém (Leci) é responsável pela comercialização das fantasias em Itanhaém. O posto de venda funciona na Casa do Olhar Benedicto Calixto, que fica na Praça Carlos Botelho, no Centro Histórico, de segunda a sexta-feira, das 11 às 17 horas.

Jornal Mata Atlântica 19  

Jornal Mata Atlântica edição 19

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you