Page 1

COLUNA RH É VÁLIDO TERCEIRIZAR SERVIÇOS DA ÁREA DE RECURSOS HUMANOS?

F

alar sobre terceirização de serviços em Recursos Humanos não é tão simples, mas necessário, principalmente no início do ano – fase em que as empresas estão redefinindo as estratégias utilizadas na Gestão de Pessoas. Os processos de terceirização no Brasil, mais conhecidos como BPO (Business Process Outsourcing), surgiram no início da década de 90, junto com a globalização. Neste período acontecia uma aceleração da economia brasileira com o aumento da concorrência de multinacionais e a necessidade de dinamizar trabalhos e incrementar a tecnologia corporativa. Algumas pesquisas realizadas sobre o tema apontam que as principais vantagens da terceirização é a possibilidade de o RH dar maior foco nas atividades estratégicas e reduzir ações nas áreas operacionais, além de diminuir custos diretos e indiretos. Há outras vantagens como, por exemplo, a especialização do serviço, maior produtividade, comprometimento com resultados e qualidade, possibilitando maior agilidade das decisões. De acordo com dados de uma empresa multinacional americana, líder em terceirização de folha de pagamento, as equipes de RH de empresas de médio porte gastam quase metade de seu tempo (45%) com atividades operacionais, tais como folha de pagamento (18%), administração de pessoal (14%) e de benefícios (13%). Falando ainda em números estatísticos, segundo

36 | ENGEWORLD | FEVEREIRO 2014

informações de uma empresa de pesquisa multinacional, o mercado de terceirização de RH atingirá US$ 162 bilhões até 2015. Isso inclui tanto as grandes empresas que procuram BPO para operações multinacionais quanto as empresas de pequeno e médio porte, cada vez mais atraídas pelos avanços na tecnologia de terceirização e redução de custos. Conforme esta empresa de pesquisa, o tema terceirização de Recursos Humanos cresceu cerca de 70% nos últimos seis anos tomando como base o ano de 2012. Agora, se a sua empresa entende que terceirizar vale à pena, seguem algumas dicas importantes: seja transparente e claro quanto aos seus objetivos – simplesmente terceirizar por não compor no time pessoas habilitadas para fazer o serviço não é o caminho. Devem ser analisados muitos fatores, principalmente custo e tempo para chegar a uma definição sobre o assunto; examine com cuidado o fornecedor – procure um “parceiro” que já tenha trabalhado com empresas do mesmo porte que a sua, que tenha uma boa reputação no mercado e, principalmente, que saiba se adequar à cultura de sua empresa e tenha paciência para lidar com os principais conflitos que permeiam a organização; avalie preço versus qualidade de entrega – o preço do fornecedor deve se encaixar no seu orçamento, contemplando também todas as necessidades de trabalhos

que serão desenvolvidos. Assim, avalie muito bem o contrato para não sofrer consequências futuras que demandarão mais custos e retrabalho; saiba gerenciar e estreitar a relação com o fornecedor, administrando as expectativas dos funcionários, para que eles não se sintam “invadidos” e “subestimados”, e as do fornecedor, para que ele não seja visto como “invasor” ou um “auditor externo”; avalie as condições de trabalho do fornecedor como, por exemplo, a tecnologia que ele utiliza para não comprar um Fusca imaginando ter adquirido uma Ferrari; envolva a alta administração em todas as fases de contratação, desde a avaliação de fornecedores até o encerramento do contrato. Este alinhamento é extremamente necessário para que não aconteçam divergências de opiniões futuras. Concluo expondo o tema não como forma de indicação, mas sim de reflexão em busca de uma área de Recursos Humanos mais próxima da estratégia e focada em ações que vão ao encontro de uma maior rentabilidade do negócio. Boa Sorte!

Cynthia Chazin Morgensztern é psicóloga e coach graduada pela Universidade Mackenzie, além de pós-graduada em Gestão Estratégica de Pessoas e com MBA em Gestão Educacional. Possui dois títulos de educação continuada na Faculdade Getúlio Vargas nas áreas de administração e economia e acumula 15 anos de experiência na área de Recursos Humanos de empresas nacionais e multinacionais. Site: www.primeirovoce.com E-mail: cynthia@primeirovoce.com

Rev fev 2014  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you