Issuu on Google+

O que é Linguagem Visual Entenda as imagens que compõe o nosso mundo

Produção gráfica O papel e sua importância

1


NÃO PERCA A EDIÇÃO DO MÊS DA REVISTA QUE DEIXA VOCÊ CADA VEZ MAIS BELA

2


BEM VINDO www.dgcreative.com.br

Em qualquer área de atuação, dominar a técnica é algo essencial para conquistar o sucesso. Na música, por exemplo, uma pessoa pode até ter intimidade com algum instrumento, possuir um bom ouvido e conseguir reproduzir e criar músicas brilhantes. Mas um músico que conhece a teoria musical e as técnicas do seu instrumento leva muita vantagem em relação a outro. No universo da arte não é diferente. E quando o assunto é composição com tipografia, o profissional que detém o assunto desde seu aspecto histórico até seu desenho leva muita vantagem. Além de conseguir um resultado mais eficiente, não desperdiça tempo com varias experimentações. Nesta edição começaremos um serie de matérias sobre tipografia e sua historia, além de alguns exemplos de boas composições para inspirar.

3


SUMÁRIO

www.dgcreative.com.br Pag. 05 – Inspiração e técnica

Criação de ilustrações comerciais e conceituais para estampas, tatuagens, revistas e muito mais, além de mesclagens incríveis com as ferramentas mais complexas do mercado criativo atual.

Pag. 08 – A tipografia gótica e sua identidade. Conheça a historia desses belos tipos que apareceram para revolucionar!

Pag. 12 - O que é Linguagem Visual

Entenda as imagens que compõe o nosso mundo.

Pag. 14 – Produção gráfica A escolha do papel.

EXPEDIENTE

João Lucas Nascimento Designer gráfico e ilustrador JL Arte e Design

(85) 99746336 | 87378820 jlarteedesign@gmail.com

4

JL Arte e Design


PORTFÓLIO Criação de ilustrações comerciais e conceituais para estampas, tatuagens, revistas e muito mais, além de mesclagens incríveis com as ferramentas mais complexas do mercado criativo atual.

Poster criado para estudo de mesclagem de camadas no software Adobe Photoshop

5


Ilustração produzida para concurso nacional de estamparia, para sua finalização foi utilizado canetas unipin e os softwares: 6 Adobe Illustrator e Adobe Photoshop


Poster criado para estudo de mesclagem de camadas no software Adobe Photoshop

Ilustração produzida para concurso nacional de estamparia, para sua finalização foi utilizado os softwares: Adobe Illustrator e Adobe Photoshop

7


8

A historia desses belos tipos que apareceram para revolucionar!


a

tipografia sempre esteve recheada de muito simbolismo. Em suas diversas formas estéticas está inserido a cultura um povo que representa, a filosofia e pensamento de uma instituição ou organização, e também os meios tecnológicos de reprodução de uma época.

Especificamente na tipografia gótica, ou “black letter” o simbolismo e ligação com o povo germânico fica muito mais evidente. Mesmo no início do século XX, quando a ordem era a modernidade, e a estética funcionalista começava a ditar as regras, mais tipos góticos com desenhos diferenciados eram desenvolvidos na fundições alemås e exportados para qualquer parte do mundo que tivesse algum resquício da cultura germânica. No Brasil, inúmeros livros, revistas e jornais foram impressos em tipos góticos e em alemão, especialmente no sul em em São Paulo.

9


P

ara SHAW, Paul e Peter Brain, o termo “Blackletter” se refere aos antigos tipos Old English ou góticos. A palavra Blackletter foi utilizada para descrever a relação estética entre a escuridão dos caracteres pesados e o branco das páginas nas escrituras da idade média. Já no século VIII, quando Carlos Magno assume o reinado na europa o idioma e a expressão tipográfica alemã era visto como uma expressão popular, porém abafada pelas intenções de Carlos magno de reviver os ideais humanistas do velho mundo, expressadas na minúscula carolíngea. Uma visão estratégica do soberano que via na tipografia uma forma de identificação de seu reinado.

renciava uma letra de outra somente por poucos traços. A gótica Textura era considerada um tipo de uso comum na Alemanha e países do norte da europa. A bíblia de 42 linhas impressa por Gutenberg utilizava os tipos Textura em suas páginas.

Os tipo góticos que eram comumente utilizados na Alemanha se disseminam para toda a europa ajudados pela facilidade e adaptação ao novo sistema de tipos móveis e pelos tipógrafos e gravadores germânicos que tinham o conhecimento técnico da imprensa edo novo sistema. Outros tipos Góticos como a Schwabacher ou Bastarda, considerada mais funcional e de execução mais ágil, devido a sua trajetória mais Com a chegada dos anos 1000, sinaliza também cursiva e menos rígida que a Textura, acaba se uma nova perspectiva para a europa. As cruza- firmando com uma caligrafia popular. das abrem inúmeras possibilidades comerciais com diversos locais do A Fraktur teve cerA tipografia gótica é um dos símbolos do povo mundo e mais que isso tamente influência se ampliam também os germânico e assim como ela inúmeras outras do barroco sobre horizontes culturais eu- contém essa importante carga de simbolismo. sua estética que ropeus. As grandes cateera uma fusão endrais começam a ser construídas e paralelamente tre a forma da Textura e da Schwabacher. Uma também começavam as primeiras universidades, das principais características eram os traços centros de efervescência cultural que fomentavam metade retos e metade curvos em sua forma. a produção de manuscritos e disseminação da Os ornamentos nos tipos maiúsculos e nos cultura para todos. A influência estética da arquite- traços ascendentes e descendentes eram uma tura gótica presente em diversos locais da europa, pequena prova da influiencia barroca. bem como a necessidade da dimunição do espaço das escrituras, que até então utilizava as amplas e A tipografia gótica é um dos símbolos do povo arredondadas formas da minúscula carolíngea in- germânico e assim como ela inúmeras outras fluenciaram a forma da tipografia gótica que negra, contém essa importante carga de simbolismo. apertada e angulosa. Logicamente o assunto desse artigo é inesgotável, até porque a relação do povo alemão A primeira a ser utilizada foi a gótica Textura, com a tipografia gótica não acontece da noite termo criado devido ao aspecto de tramas fe- para dia, mas é uma evolução e uma maturachadas. Tinha uma disposição rígida, que dife- ção que caminha por séculos e séculos, onde

10


aspectos tecnológicos, culturais e políticos determinam sua trajetória. Porém ao mesmo se torna oportuno em um momento que cada vez mais tentamos desvendar o que cerca a construção de marcas fortes, imagens ou identidades de instituições até mesmo nações.

TEXTURA

Característica mais pesada, de disposição extremamente rígida onde traços repetidos verticais formam as letras com poucas diferencas evidentes entre elas. A angulosidade é acentuada pela terminação em forma de diamante na parte superior.

SCHWABACHER OU BASTARDA

Tinham uma caracterîstica mais cursiva, onde era utilizada como caligrafia popular. Sua estética deriva muito da necessidade de escrita mais funcional e de execução muito mais rápida e ágil, rompendo a rígida verticalidade da Textura e suavizada com ornamentações e traços curvos.

FRAKTUR

A Fraktur é uma fusão entre a Textura e a Schwabacher, com uma influência da estética barroca, denotada pelos ornamentos aplicados às letras maiúsculas e a união entre traços retos e curvos de sua forma.

ROTUNDA

A tipografia gótica italiana tem em sua forma estética uma proximidade muito grande com os tipos unciais, devido ao aspectos mais curvo e arredondado que tornam as letras mais amplas e legíveis.

BIBLIOGRAFIA:TUBARO, Antonio e Ivana – Tipografía – estudios e iventigaciones. Universidad de Palermo/Libreria Técnica CP67, Milão-1992 BAIN, Peter and Paul Shaw – Blackletter: Type and National Identity. The Cooper Union and Princetow Architetural Press, New York -1998 STRAUB, Ericson – A tipografia no meios editoriais de Curitiba – Dissertação de Mestrado – UFSC – PPGE-2003

11


O QUE É LINGUAGEM VISUAL Entenda as imagens que compõe o nosso mundo

O

que é linguagem? Palavra de origem latina (língua + agem) que significa qualquer meio sistemático de comunicar ideias através de signos convencionais, sonoros, gráficos, gestuais etc. Formas sociais de comunicação e de significação que inclui a linguagem verbal articulada, mas absorve também, inclusive, a linguagem dos surdos mudos, o sistema codificado da moda, da culinária e tantos outros. A linguagem visual é um repertório de elementos e técnicas que possibilitam a criação de mensagens visuais. A linguagem visual é simbólica e funciona através de analogias e metáforas. Sendo mais direta. Isto nos mostra que a transmissão de informação no modo visual tem um maior impacto e efeito no observador, já que utilizamos maneiras mais objetivas através das mensagens visuais em seus diversos exemplos.

12


Os bruxos estรฃo de volta, agora ao vivo!! Witch faz show histรณrico na terra da rainha!! lanรงando seu novo album: The secrets of black art

13


PRODUÇÃO GRÁFICA A escolha do papel São quatro os parâmetros que devem nortear a escolha do papel:

1. O VALOR SUBJETIVO 2. O CUSTO 3. A DISPONIBILIDADE NO MERCADO 4. AS RESTRIÇÕES TÉCNICAS DOS PROCESSOS Algumas características:

GRAMATURA Os papéis são comercializados pelo peso expresso em gramas por metro quadrado (g/m2). O peso em gramas de uma folha de área igual a 1 m². Quanto mais elevada a gramatura, mais espesso será o papel.

TEXTURA Refere-se ao grau de uniformidade da superfície do papel que influi na aparência e na qualidade de impressão. Quanto mais liso o papel mais homogênea será a impressão.

BRILHO Característica do papel de possuir superfície lustrosa com capacidade de refletir a luz. Obtido com a calandragem.

CORPO É o termo usado para descrever o volume,a espessura do papel. Quanto mais áspero o papel, maior é a sua espessura, ou seja, o seu corpo. É ele que determina a espessura de um livro. Condiciona a opacidade, rigidez e resistência.

14


15


16


Revista dg creative nº 1