Page 1

DIVULGAÇÃO

Heróis

Dia do Bombeiro é marcado por anúncio de investimentos Pág. 04

Prefeitos de Mato Grosso do Sul também marcham à Brasília

Entrevista

Pág. 05

Pág. 03

JORNAL DA GENTE

João Leite Schmidt dá aula de política

Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Edição Nº 11 - 6 de Julho de 2013

A notícia do Tamanho da verdade DIVULGAÇÃO

ABUSO

Pág. 14

Bancada Federal quer 40 mi em investimentos para Hospital Municipal Pág. 06

DIVULGAÇÃO

Assembleia aprova projeto que prevê validade de produtos no código de barras Pág. 05

Páginas 08 e 09 JORNAL DA GENTE

Festival de Inverno de Bonito terá Paralamas

População reclama: AGETRAN multa mais do que orienta


2

Campo Grande/MS, 6 de Julho 2013

jgms.com.br

EDITORIAL Manifestos no caminho certo?

O

s manifestos continuam a acontecer em todo Brasil, mas Campo Grande essa semana se superou. Os mirins se rebelaram contra a demissão de professores e foram pras ruas também, juntaram se aos médicos, aos caminhoneiros e tantas outras categorias que reivindicam melhorias. Os acidentes com ônibus circulares continuam acontecendo na Capital demonstrando que mais uma categoria padece. Seria o próximo “movimento”? Aliás por falar em transporte coletivo, pipocam denúncias pelo Brasil sobre a chamada “vista grossa” que as autoridades fazem sobre os verdadeiros cartéis que se tornaram essas conces-

sões. Financiam campanhas e em troca ninguém fiscaliza, ninguém abre “caixa-preta”, ninguém entende a planilha. Campo Grande seria diferente? Assetur e Consórcio Guaicurus seriam a mesma coisa? Ônibus reformados se passando por novos e ninguém fala nada? Semana essa em que nunca se viu tantos agentes de transito com talões nas mãos e fazendo anotações que podem surpreender até que não saiu de casa. Seria ordem para aumentar a arrecadação? E a equipe do Fantástico que foi vista várias vezes essa semana em nossa Capital? Mais surpresa na Saúde? Ou viriam novidades por aí? Ouvi falar em uma certa “lavanderia” no

Governo do Estado. Aliás por falar em Governo do Estado, tem agência dando “canelada” ou levando “canelada”, assim como o caldo parece ter entornado com novo diário, antes patrocinado. Denúncias e mais denúncias em todos os setores e a população protesta. Mas como cobrar efetivamente. A população aprendeu o caminho da prefeitura, da câmara de vereadores, não seria hora de aprender o caminho do Parque dos Poderes, governadoria, assembléia? Certo é que nenhum político capitalizou com o movimento e todos tomaram o máximo de cuidado para não contrariar a população. Seria o suficiente?

Expediente Publicação Grupo Gente de Comunicação Ltda CNPJ: 17.972.371/0001-38 DIRETOR: Joel Silva DRT 060/MS GERÊNCIA ADMINISTRATIVA: Neia Nantes EDITORA CHEFE: Maristela Torres Cantadori DRT 103/MS DIAGRAMAÇÃO: André Dornelles JORNALISTA: Katiuscia Fernandes DRT 110/MS DEPTO. Jurídico: Dr. Elvio Gusson COLABORADORES: Jacklin Andreucce / Liziane Berrocal / Toni Viera / Vagner Almeida Contato: Joel Silva - Cel. 67-9287 8513 - Escritorio: 67-3211 9838 jornaldagentenews@gmail.com Rua Brilhante, 1605 - Bairro Amambai - Cep: 79.005-250

...O PSDB estaria insatisfeito com a falta de “consideração” de seus filiados na administração municipal e o Conselho de Ética do partido promete fazer suas duas primeiras vítimas no início da semana...pode sobrar até pra vereador... ...uma lavanderia estaria instalada há tempos pras bandas do Parque dos Poderes...tem documento chegando.... ...aliás o clima anda quente para aquelas bandas...tem gente acostumada a fazer acertos ruins para o “patrão” e a casa estaria caindo ou como eu diria no meu inglês aquidauanense “the house despencation”...dívidas velhas não quitadas com antigos aliados tem levado “cabeça coroada” a não entender algumas “alfinetadas”...tem gente acostumada a trocar o transparente pelo trás parente... ...população do Universitário II preocupada com uso de drogas em plena praça do bairro pede socorro às autoridades...

...produtores do Fantástico causaram verdadeiro alvoroço em pessoas envolvidas com a saúde...mas suspeita-se que estariam aqui por outro motivo... ...tem nova aliança se desfazendo e não é igreja não...é aliança entre antigo site desafeto que virou impresso. Pra agradar o “chefe” mais um acerto trapalhão foi feito...como a conta não foi paga...tudo voltou ao normal... ...o programa do Joel Silva na FM UCDB agora fica hospedado on line no site do Jornal da Gente. ..se você perdeu ou quer ouvir de novo...acesse WWW.jgms .com.br o programa do dia está lá...como se fosse ao vivo... ...aliás o programa que tem se destacado pela interação nas redes sociais é quase sempre citado na câmara municipal devido às boas pautas que a produção prepara... essa semana a diretora presidente da Agetran foi sabatinada...e mais tarde na câmara...


Campo Grande/MS, 6 de Julho 2013

jgms.com.br

3

Entrevista João Leite Schimidt

Maquiavel Guaicuru continua ensinando o caminho das pedras Ele (Bernal) fez uma revolução, mandou todo mundo pra casa com dinheiro e tudo

E

m entrevista ao jornalista Joel Silva o presidente do PDT, João Leite Schimidt analisou4 a onda de protestos que tomaram as ruas do país, o plebiscito sobre a reforma política proposto pela presidente Dilma Roussef e diz que o problema do prefeito Alcides Bernal é não ouvir conselhos. Joel Silva – Como o senhor vê a proposta de plebiscito da presidente Dilma Roussef para ouvir a população sobre reforma política? O povo está informado para opinar? Schimidt - A representação do povo brasileiro no Congresso Nacional vive na era analógica e o povo já está na era digital. Isso de dizer que o povo não sabe é balela. Não tem ninguém mais bem informado no Brasil hoje do que o povo que está ligado no Facebook, no Twitter e ninguém conhece mais as necessidades da reforma política do que ele. Eu sou favorável ao plebiscito, mas acho muito difícil de ser realizado porque o Congresso Nacional não tem interesse nenhum na reforma política, ele quer preservar o sistema, o status quo.

Joel Silva - O senhor acredita mesmo que o povo despertou e que essa indignação que levou às manifestações pode durar até as eleições do ano que vem? Será que na hora as pessoas não acabam votando em quem dá dinheiro pro churrasco, pra pagar a gasolina? Schimidt - Pode acontecer. O eleitor parte de uma premissa que eu reputo até verdadeira. Ele fala eu vou votar em fulano pra ele roubar, então a minha parte eu quero agora e ele recebe a parte dele adiantada. Esse é o racioncínio que o político pensa que o povo tem. Mas as coisas não são bem assim (…) O povo está aprendendo que a praça é dele, que a rua é dele, que a mobilidade urbana é um direito universal. Tem metrô, tem ônibus, tem trem mas não cabe todo mundo. O povo em um determinado momento se rebela. Então ele não dorme mais, ganhou consciência e acredito que descobriu que as ruas podem mudar o Brasil e o mundo. Joel Silva - Eu conversava com um deputado das antigas que comentou que agora ninguém pode fazer mais nada que todo mundo fica sabendo. O senhor acha que a classe política e os gestores não estão sabendo lidar com esta nova situação que cobra mais transparência? Schimidt - Nós vivemos

em um sistema de representação. No município tem a Câmara que representa o povo, a Assembleia em nível estadual e o sistema nacional que é bicameral. Você tem o Senado com três senadores para cada estado, onde vive o equilíbrio federativo, já que nenhum estado é maior do que o outro. E na Câmara dos Deputados a composição é proporcional ao número de habitantes, de eleitores de cada Estado. Então, teoricamente, esta é a representação popular. Mas ocorre que no Congresso Nacional, por exemplo, deixou-se de ter o orçamento impositivo. As pessoas querem saber como vão liberar sua emendas porque são elas que vão garantir sua reeleição ou não. Ele leva a emenda pro município dele, faz a ponte, arruma um empreiteiro que, naturalmente, vai arrumar dinheiro pra ele se reeleger. No fim, quando se discute financiamento público de campanha era melhor que fosse assim. Não precisaria fazer por esta linha transversa. Ou você acha que quem fez estas arenas (para a Copa do Mundo) não tem compromisso com quem o contratou para devolver o dinheiro que qualquer forma. E é claro que quem está no poder esmaga os partidos menores porque só agora que nós começamos a descobrir que é possível ganhar

CORREIO DO ESTADO

CADA GAVETA QUE O BERNAL ABRE EXPLODE UMA GRANADA

uma eleição sem dinheiro, como fez o atual prefeito (Alcides Bernal). Ele fez uma revolução, mandou todo mundo pra casa com dinheiro e tudo porque o povo de Campo Grande e a classe política tinha entrado em estado de fadiga, não queria mais o sistema que estava aí. E o povo foi votar quem quem não tinha a menor ligação com o sistema e elegeu o Bernal. Se Ele vai ser bom ou ruim, a parte dele ele já fez, a revolução o povo já fez, já mandou quem tava aí pra casa, agora é um recomeço e o povo tem que ter paciência pra reconstruir um novo sistema. Joel Silva - Em alguns casos a gente percebe uma má vontade com relação ao que o prefeito tenta fazer. Isso não causaria na população o sentimento de que “votamos no novo e ele não faz” e prejudicar este processo de mudança? Schimidt - Você não pode deixar de ter ilusões

e sonhos que são coisas utópicas. Não significa que as coisas que você sonha possam acontecer imediatamente. A Revolução Francesa queria liberdade, igualdade e fraternidade. Essa é a nossa utopia até hoje. Mas quando você dá liberdade a igualdade não acontece poruque as pessoas são diferentes umas das outras. Umas vencem com masi rapidez, outras mais devagar e a vida é uma pista de corrida onde um cavalo vai ganhar e o Esatao vem pra não deixar uns muito lá no fundo. Evidente que quando você pega alguém que nunca administrou e coloca para administrar, ele tem uma séria de problemas. Eu digo isso tranquilamente porque esaa em outro palanque e não votei no Bernal. Estou fazendo uma análise e não defendendo posicionamento. Ms ele chega lá e cada gaveta que abre explode uma granada. Todo o sistema estava comprometido, todo prestador de

serviço tinha dono, o varredor tinha dono, o cara que punha vírgula em uma frase tinha dono. E como é que ele enfrenta isso? Acho até que ele está resistindo muito mesno. Vamos ver se ele não cai antes de chegar no final do mandato. Eu torço pra ele ser feliz. Joel Silva - Se o senhor pudesse dar um conselho a ele, qual seria? Schimidt - Eu acho que o grande problema do Bernal é não ouvir conselhos. Conselho quando é bom ninguém dá, vende. Mas eu diria o seguinte: você não pode governar uma cidade do tamanho de Campo Grande sem um projeto político. E o projeto político não deve se exaurir nele mesmo. Tem eleição no próximo ano então ele tem que se integrar num projeto político onde naturalmente ele será uma peça fundamental. Ele não pode querer governanar sozinho, ninguém sabe tudo. Quem pensa que sabe tudo ou é Deus ou é um monstro.


4

Campo Grande/MS, 6 de Julho 2013

jgms.com.br

Política RACHID WAQUED

Dia dos Bombeiros é marcado por homenagens e entrega de medalhas Militares da corporação foram agraciados com a “Medalha do Serviço Militar Ouro”

D

urante a solenidade do Dia dos Bombeiros, 2 de julho, foram homenageadas diversas personalidades, entre militares e civis, com a entrega de medalhas e anunciados investimentos para melhoria dos servidos da corporação. “É um reconhecimento ao trabalho de toda a corporação e das instituições (Polícias Militar e Civil) que compõem a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública). São homenageados

por 30, 20 e 10 anos de bons serviços prestados ao Corpo de Bombeiros e cada integrante desta instituição nos orgulha. Os bombeiros são a instituição mais respeitada porque lida com o salvamento de vidas. Queremos melhorar cada vez mais a qualidade da prestação dos serviços e o atendimento à população”, destacou o governador André Puccinelli. Na ocasião, 16 militares da corporação foram agraciados com a “Medalha do Serviço Mi-

litar Ouro” em reconhecimento aos 30 anos de bons serviços prestados. Outros nove bombeiros receberam a “Medalha de Serviço Bombeiro Militar Prata” pela boa atuação em 20 anos de serviço. Mais 20 militares receberam a “Medalha de Serviço Bombeiro Militar Bronze” pelos 10 anos de serviço. Com a “Medalha Imperador Dom Pedro II” foram 23 personalidades civis e militares. A medalha é a maior honraria concedida pelo Corpo de Bombeiros.

Na ocasião foram entregues 12 Unidades de Resgate

Investimentos O governo do Estado está investindo cerca de R$ 6 milhões de recursos próprios na aquisição de 35 novas viaturas para agilizar o atendimento às vítimas e operacionalizar os serviços executados pelo Corpo de Bombeiros em Mato Grosso do Sul. No último dia 02 foram entregues 12 Unidades de Resgate. Para o comandante geral do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul, coronel Ociel Ortiz Elias, os investimentos representam

um grande avanço para a instituição. “São viaturas que reforçam a atuação do Corpo de Bombeiros para melhor atender a população. Também o governador autorizou a abertura de concurso público para provimento de 100 vagas para o curso de formação de soldados do Corpo de Bombeiros. A publicação no Diário Oficial deve sair ainda neste mês. Também foi autorizada a realização de concursos internos para promoção de cabos, sargentos e ofi-

ciais administrativos. Publicamos um novo Código de Combate a Incêndios. São ações importantes para o engrandecimento da corporação do Estado”, afirmou Ociel. Além dos veículos, foram entregues cinco kits para atendimento a acidentes com produtos perigosos. Trata-se de uma carreta para reboque, composta de equipamentos, lanternas, roupas, máscaras, luvas e mantas especiais para o contato com cargas nocivas à saúde.


Campo Grande/MS, 6 de Julho 2013

jgms.com.br

5

Política

Prefeitos de MS participam da Marcha a Brasília Marcha em Defesa dos Municípios começa nesta segunda em Brasília

A

maioria dos prefeitos de Mato Grosso do Sul já confirmaram presença na XVI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios que ocorrerá de segunda feira dia 8 até a próxima quinta dia 11 deste mês. Liderada pelo presidente da Assomasul, Douglas Figueiredo (PSDB), a caravana de prefeitos do Estado deve desembarcar em Brasília na terça-feira, onde irá se juntar ao movimento municipalista organizado pela CNM (Confederação Nacional de Municípios). Apesar de a abertura oficial do evento ocorrer na

ASSESSORIA ASSOMASSUL

segunda-feira (8), a maioria dos prefeitos do Estado optou em viajar na terçafeira. O tema da Marcha a Brasília deste ano é “o desequilíbrio federativo e a crise nos municípios”. O presidente da Assomasul Douglas Figueiredo considera importante a participação dos prefeitos no evento municipalista como instrumento de pressão visando sensibilizar os parlamentares em torno da aprovação de propostas de interesse dos municípios. Para o presidente Douglas, a Marcha representa hoje o fórum ideal em torno de conquistas de pontos prioritários à administração pública municipal. “Foi por meio do movimento que os prefeitos conseguiram uma série de avanços para os municípios ao longo de anos”, destaca Douglas,

que organiza a caravana de prefeitos do Estado rumo a mais uma Marcha a Brasília. A Assomasul é uma das entidades municipalistas do País mais assíduas nos movimentos promovidos pela CNM, que incluem além da Marcha a Brasília, outros eventos e manifestações em defesa dos interesses dos municípios. Entre as conquistas obtidas por meio das Marchas, Douglas cita o adicional de 1% no FPM (Fundo de Participação dos Municípios), que é repassado em dezembro, e o decreto presidencial que trata da compensação financeira entre RGPS (Regime Geral de Previdência Social) e os RPPS (Regimes Próprios de Previdência Social) dos servidores da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.

PREFEITO DE ANASTÁCIO DOUGLAS FIGUEIREDO É PRESIDENTE DA ASSOMASSUL

ASSESSORIA

Assembleia aprova projeto que prevê validade de produtos no código de barras Foi aprovado pela CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final) da Assembleia Legislativa, o projeto de lei de autoria do deputado estadual Felipe Orro (PDT) que obriga os supermercados e estabelecimentos similares a inserir no código de barras o prazo de validade dos produtos. Trata-se de iniciativa pioneira no País, como explicou o parlamentar, que visa sobretudo proteger os consumidores e até mesmo os comerciantes da venda de produtos com validade

vencida, que podem causar sérios danos à saúde das pessoas. O deputado argumenta que, em alguns casos, é impossível ler na embalagem a data de validade. “Então muitos consumidores acabam nem conferindo, confiam no comerciante. Sabemos que a grande maioria dos estabelecimentos retira das prateleiras os produtos vencidos, mas pode acontecer, até por esquecimento, de um produto já com a validade vencida permanecer à venda. Aí,

se o consumidor tentar comprar esse produto, na hora de passar no caixa vai aparecer um alerta de produto vencido”, explica. A ideia é incluir, além das barras já existentes que identificam informações relativas ao produto como nome, valor, país de origem e fabricante, também as que limitam a validade da mercadoria. Ao passar o código no leitor, o sistema vai informar que a data de validade expirou e o produto será retido no caixa. O estabelecimento que

PROJETO DE LEI DE FELIPE ORRO É PIONEIRO NO PAÍS

não se adequar à norma fica sujeito às punições do Código de Defesa do Consumidor. Entretanto, os comerciantes terão o prazo de seis meses, a

partir da data de publicação da lei, para se adequar às novas normas. O projeto segue para as comissões específicas e depois retorna para nova

apreciação dos deputados. Se novamente tiver votos favoráveis, o projeto segue para sanção do governador André Puccinelli e se torna lei.


6

Campo Grande/MS, 6 de Julho 2013

jgms.com.br

Deputado Fabio Trad será relator de projeto anti-corrupção ASSESSORIA

O parlamenta foi indicado pelo presidente da Câmara Federal, Henrique Alves

F

ábio Trad (PMDB/ MS) será relator em plenário de um substitutivo que reunirá os melhores aspectos dos quatro projetos que tramitam na Câmara com o intuito de endurecer as regras do jogo contra crimes de corrupção. Um projetos que dividem a intenção de tornar os crimes de corrupção hediondos é de autoria do prórpio deputado (PL 4324/2012). Ele fixa o período da pena de reclusão para os crimes de peculato, concussão, corrupção ativa e corrupção passiva proporcionalmente ao valor da vantagem recebida. Os outros projeto são de João Campos, do PSDB goiano; Fernando Francischini, do PSDB paranaense e Júlio Delgado, do PSB mineiro. O substitutivo terá como base o projeto de Fabio Trad, inspirado em proposta do juiz federal Odilon de Oliveira de Mato Grosso do Sul. Um dos objetivos originais do projeto era o de reduzir o índice de impunidade desses crimes, o que, segundo o deputado sul-mato-grossense, compromete a credibilidade de

SEGUNDO TRAD SOCIEDADE CLAMA POR PUNIÇÃO MAIS SEVERA E NORMAS MAIS RIGOROSAS

Bancada federal quer R$ 40 mi para Hospital Municipal O senador Delcídio do Amaral e os deputados federais Antonio Carlos Biffi e Vander Loubet (PT/MS) discutiram com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha a liberação de uma emenda de bancada no valor de R$ 40 milhões, destinada a construção do hospital municipal de Campo Grande. “Estamos trabalhando duro para viabilizar esses investimentos que são extremamente importantes para Campo Grande, uma das poucas, se não a única capital do país a não dispor de pronto socorro municipal. O ministro Padilha nos pediu que intercedêssemos junto ao prefeito Alcides Bernal , pedindo que a prefeitura conclua o mais rápido possível o projeto do hospital , de acordo com as normas estabelecidas pelo Ministério, para que, tão logo o governo comece a liberar as emendas de bancada, no final ano, a nossa capital seja contemplada”, disse

Delcídio. Os parlamentares também conversaram com o ministro sobre o sistema de combate ao câncer que está sendo montado em Mato Grosso do Sul, a partir da implantação de uma unidade de diagnóstico e prevenção em Nova Andradina, para atender a população do Vale do Ivinhema e da Grande Dourados, e o novo hospital do Câncer em Campo Grande. Ambos já estão sendo construídos. “O Hospital de Barretos (SP), um dos maiores centros de tratamento do câncer da América Latina, é nosso parceiro e está dando toda a orientação necessária à implantação do sistema. A verba para a construção em Nova Andradina já foi liberada. Em Campo Grande, os recursos são fruto de doação da iniciativa privada. A luta agora é para garantir os recursos de custeio, para que o sistema cumpra efetivamente seu papel”, explicou Delcídio. ASSESSORIA

autoridades e instituições públicas. “A prática desses delitos tem alto potencial ofensivo ao erário, gera efeitos desastrosos e afeta a credibilidade do Poder Público. A sociedade clama por punição mais severa, por normas mais rigorosas contra esse tipo de delinquente”, afirma Trad. Penas proporcionais Em relação às penas, Fabio Trad argumenta que o combate à corrupção pressupõe a existência

de critérios objetivos que permitam punições proporcionais e exemplares. Segundo ele, o critério atual é injusto, porque acaba beneficiando os maiores corruptos. Ele explica que, no caso do peculato doloso, por exemplo, atualmente tanto faz alguém se apropriar de R$ 100 mil ou de R$ 10 milhões, porque a pena é a mesma, definida dentro dos limites previstos no Código Penal – reclusão de 2 a 12 anos.

Pelo projeto original os crimes de peculato doloso, concussão, corrupção ativa e corrupção passiva continuariam sendo punidos com pena de reclusão, mas o tempo iria variar da seguinte forma: de 3 a 8 anos e multa se a vantagem for inferior a 150 salários mínimos; de 4 a 12 anos e multa se for entre 150 e 200 salários mínimos; e de 5 a 15 anos e multa se a vantagem exceder 200 salários mínimos.

BANCADA DO ESTADO DISCUTE INVESTIMENTOS COM MINISTRO PADILHA


Campo Grande/MS, 6 de Julho 2013

SEMANA

jgms.com.br

em destaque

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

A Petrobras é a única empresa de petróleo do mundo que quanto mais vende combustível mais tem prejuízo. Foi o que disse o ministro José Jorge, do Tribunal de Contas da União, ao analisar relatório da empresa que contém uma série de críticas à política da estatal. Técnicos do TCU chegaram à conclusão de que nos últimos cinco anos o Brasil teve que aumentar substancialmente a importação de combustíveis por falta de capacidade de refino. Isso aconteceu porque o Governo estimulou o consumo de produtos derivados do petróleo. O ministro José Jorge afirma que foram reduzidos os impostos incidentes sobre a gasolina e também para a compra do carro novo. E o Governo deixou de arrecadar 22 bilhões de reais em tributos que deveriam ser destinados ao transporte urbano. Também deixou de incentivar a venda e a produção do álcool combustível, provocando uma queda de 40 por cento no consumo nos últimos três anos.

Avenida Brasil é a novela mais exportada da história A novela global, Avenida Brasil, de João Emanuel Carneiro, produzida pela Rede Globo e exibida em 2012, é a mais exportada da história. Carminha, Tufão, Nina, Leleco, Max e outros tantos personagens que fizeram a trama atingir um nível de audiência altíssimo no Brasil, já fazem sucesso em muitos países.A informação foi obtida pela jornalista Keila Jimenez e foi publicada na coluna

Título da Copa das Confederações faz Brasil pular de 22º para 9º no ranking da Fifa

Relatório do TCU critica a Petrobras por não dar conta de abastecer o País e ficar superendividada

DIVULGAÇÃO

Outro Canal, do jornal Folha de S. Paulo. Avenida Brasil foi vendida para 106 países e foi duplada em 14 idiomas, entre eles, espanhol, inglês, francês, grego e polônes. De acordo com dados da jornalista, na África, quase todos os países compraram a novela. Antes de Avenida Brasil, a primeira nesse ranking, era Da Cor do Pecado, exibida em 2004.

Vacina contra HPV para meninas com 10 e 11 anos será gratuita Uma vacina que previne contra o câncer de colo do útero será disponibilizada em 2014 pelo SUS. O anúncio foi feito pelo Ministério da Saúde, nesta segunda-feira. A vacina será produzida por meio de uma parceria entre o Instituto Butantan, do Governo do Estado de São Paulo e o laboratório farmacêutico Merck. De acordo com o órgão, as meninas com idades entre 10 e 11 anos serão protegidas

7

contra quatro variáveis do papiloma vírus. Só no ano que vem, o governo federal vai investir 360 milhões e 700 mil reais na compra de 12 milhões de doses. Em seu anúncio, o Ministério da Saúde fez questão de ressaltar um dado da Organização Mundial da Saúde: segundo a OMS, no Brasil, 685 mil pessoas entre a população sexualmente ativa são infectadas pelo HPV a cada ano. DIVULGAÇÃO

A Seleção Brasileira de futebol enfim voltou a figurar entre as 10 melhores do mundo. Pelo menos na última edição do ranking da Fifa, divulgada nesta quinta-feira. Com o título da Copa das Confederações, conquistado no último domingo, Neymar, Fred e companhia subiram do vergonhoso vigésimo segundo para o nono lugar. Ainda assim, o ranking conta com algumas polêmicas. Basta dizer que a única seleção pentacampeã do mundo está atrás, por exemplo, da Colômbia e da Croácia, que ocupam, respectivamente, a terceira e a oitava posições. Já no topo da lista, nada de surpresas, e a Espanha continua soberana, na primeira posição, com 1532 pontos, quase 300 a mais que a vice-líder Alemanha. Ainda sobre o Brasil, vale lembrar Seleção foi líder absoluta do ranking entre julho de 94 e abril de 2001, e depois de julho de 2002 a janeiro de 2007, quando o futebol do País começou a patinar. DIVULGAÇÃO

Mais um caso: Renan Calheiros usou avião da FAB para ir a um casamento O presidente do Senado, Renan Calheiros, usou o avião da Força Aérea Brasileira para ir a um casamento. Ele foi para a Bahia para participar do casamento da filha do senador Eduardo Braga, do PMDB do Amazonas.Ele viajou de Maceió até Porto Seguro e de lá para Brasília. Essas informações foram reveladas pelo jornal Folha de S. Paulo, que também trouxe à tona o caso do presidente da Câmara, Henrique Alves, que levou parentes e amigos para assistir ao jogo final da Copa das Confederações, no Rio de Janeiro. A assessoria de Renan Calheiros divulgou uma nota á imprensa para responder à matéria publicada pela Folha. Disse que é determinação do Estado que os presidentes dos três poderes tem direito assegurado de transporte e segurança. A Constituição Federal assegura isso.


8

Campo Grande/MS, 6 de Julho 2013

jgms.com.br

Capa

Prefeitura faz auditoria e MÁRIO BUENO

Agetran desenvolveu um software que coleta informações em cada equipamento para saber qual a exata arrecadação

A

diretora presidente da Agência Municipal de Trânsito, Katia Maria Moraes Castilho, afirmou que a prefeitura está fazendo uma auditoria no contrato dos parquímetros da Flex Park. A empresa, que tem contrato com a administração municipal há mais de dez anos, possui pouco mais de duas mil unidades instaladas no centro da cidade que cobram R$1,50 a hora de estacionamento. Em entrevista ao jornalista Joel Silva, do UCDB Notícias, Kátia explicou que a Agetran desenvolveu um software que coleta informações em cada equipamento para saber qual a exata arrecadação. “Cerca de 28% dela iria para a Agetran e esse recursos deveria ser todo usado em educação no trânsito,

mas ainda não sabemos se aquilo que o empresário fala que arrecada é de fato. Nós teremos um posicionamento real e claro dentro de duas semanas, no máximo” ressaltou. Apesar disso, ela defendeu a necessidade do equipamento para que as áreas de estacionamento na região central tenham rotatividade. “Sem isso o próprio dona da loja estaciona lá e o consumidor não tem vaga” disse. Na entrevista Kátia afirmou que a Agetran estava pior do que ela imaginava quando assumiu a agência há três meses e disse que o objetivo da administração do prefeito Bernal é torná-la mais eficiente. “A agetran está um pouco fragilizada com seu quadro técnico. Hoje

KÁTIA AFIRMOU QUE A AGETRAN ESTAVA PIOR DO QUE ELA IMAGINAVA

estamos trabalhando com dois terços da equipe e está faltando justamente as pessoas que são mais técnicas, ficou mais o pessoal de campo. Também encontramos as viaturas

com problemas. Mas já fizemos um diagnósticos e mostramos ao prefeito pra que ele possa intervir e reorganizar a Agência”. Sinalização - Uma atenção especial será

dada à sinalização. Segundo a diretora as sinalizações vertical (semáforos e placas) e horizontal (faixas e pinturas) devem ser mais visíveis e duráveis e é necessário um

centro de controle operacional para a real implantação da “onda verde”. “Mais tempo parado no semáforo induz ao desrespeito, aumenta o tempo de viagem, então a nossa


Campo Grande/MS, 6 de Julho 2013

jgms.com.br

a em parquímetros idéia é informatizar o trânsito e estabelecer uma sinalização que dure de sete a dez anos, uma placa que seja autorefletiva e visível e com isso reduzir o número de acidentes” ressaltou. A diretora explicou que Campo Grande tem hoje 400 semáforos e uma demanda de mais de 150 pedidos de sinalização. “Estamos averiguando a necessidade de cada um, mas é preciso ter cuidado na instalação porque do jeito que está hoje, cada um funcionando isoladamente, sem nenhum tipo de controle, a cidade vai ficar um caos. Se a gente não hierarquizar e disciplinar, a tendência é aumentar os acidentes”. Um dos locais que deverá receber sinalização é a Avenida Mato Grosso com a Via Parrk. “Já tem um projeto de tirar a rotatória e colocar uma interseção semaforizada para acomodar os momentos de pico” revelou. Outra sinalização que

9

DIVULGAÇÃO

JORNAL DA GENTE

FLEX PARK, EMPRESA TEM CONTRATO COM O MUNICÍPIO HÁ MAIS DE DEZ ANOS

AGENTES ANOTAM PLACAS NO CENTRO DA CAPITAL

deverá reeber atenção especial é a faixa elevada. Segundo Kátia Castilho algumas estão isntaladas de forma incorreta. Ela explica que o Código Nacional de Trânsito diz que este tipo de redutor de

velocidade não pode ser instalado em vias onde trafegam mais de 600 veículos por hora ou transporte coletivo porque atrapalha a fluidez do trânsito. “Existem sim medidas para que o pedestre

atravesse com segurança, mas não a faixa elevada. Em Campo Grande isso começou a ser usado indiscriminadamente e isso tem aumentado o número de acidentes e atropelamento nestas faixas” ex-

plicou. A diretora negou que houvesse ordem para aumentar o número de multas e conseqüentemente a arrecadação como chegou a ser ventilado, mas disse que realmente alguns agentes precisam passar por um processo de reciclagem, o que segundo ela já vem acontecendo. A população tem reclamado bastante da forma de abordagem de alguns agentes de trânsito e da forma como eles estão agindo, por vezes “escondidos” e multando sem qualquer

tipo de aviso. Nossa equipe flagrou dois agentes na esquina da Mato Grosso com a Bahia que faziam anotações das placas de alguns veículos que passavam. E nossa produção de rádio recebeu reclamações de pessoas que foram multada em locais por onde não costumam passar. Recebemos ainda denúncias de que alguns taxistas teriam um “acordo” com alguns agentes que fariam “vista grossa”. As denúncias foram encaminhadas à diretoria da Agetran.


10 Campo Grande/MS, 6 de Julho 2013

jgms.com.br

Em destaque Assessoria

Lauro Davi

O município de Coxim esteve bastante movimentado nesta semana. Lá, aconteceram a inauguração do Hospital da Cassems, a oitiva da CPI da Saúde da Assembleia Legislativa e ainda a reunião do PSB. Em comum entre os eventos, a presença do deputado estadual Lauro Davi (PSB), que é vice-presidente da CPI e ex-presidente da Cassems. A oitiva, que o parlamentar avaliou como muito produtiva, ouviu o atual secretário municipal de saúde de Coxim, Rogério Souto, e os exsecretários municipais de saúde Mário Nakada (2009/2011) e Gilberto Portela Lima (2011/2012). Também foram ouvidos os presidentes do Conselho Municipal de Saúde de Coxim, Eliza Magali Vieira (atual) e Franciel de Oliveira (2009/2010), além do atual gestor do Hospital Regional de Coxim, Marcelo Cesar Vieira. Já a reunião com os vereadores do PSB e com o prefeito municipal de Coxim, Aloízio São José, serviu para alinhar um único pensamento para a disputa nas eleições de 2014.

E por falar em movimento, quem não descansou no último final de semana, foi o deputado estadual Eduardo Rocha. Na quinta-feira, 27.06, em Costa Rica, Rocha participou do 11º Costa Caipira, festa que já se tornou tradicional no município. Na sexta-feira, 28.06, o parlamentar esteve em Três Lagoas, no Fórum de Discussão e Prevenção às Drogas, que discutiu o combate às drogas no Fórum de Ação ao Combate ao Uso de Drogas de Três Lagoas, formado pela juíza Rosangela de Lima Fávero, pela promotora da Infância e Juventude, Ana Cristina Carneiro Dias e por representantes das secretarias municipais e Polícia Militar. No sábado, 29.06, Eduardo esteve em Aparecida do Taboado, participando de uma reunião com a executiva do partido e da 11ª edição do tradicional Leilão Direito de Viver, que arrecada fundos para o Hospital de Câncer de Barretos. E no domingo, 30.06, participou da premiação para os vencedores do Rodeio em Touros, que faz parte da programação da 36ª Festa da Fogueira, no município de Jateí.

Assessoria

Eduardo Rocha

Felipe Orro

Já em Rio Negro, o movimento ficou por conta da audiência pública que discutiu a importância da pavimentação asfáltica na BR-419 que facilitará o acesso aos municípios da região. E foi durante a audiência que o deputado estadual Felipe Orro teve a garantia de que a escolha das empresas que executarão a obras deve ser feita até o fim do ano. A informação foi confirmada pelo secretário de estado de Transporte e obras públicas, Edson Giroto. A BR-419 interliga a região Norte com a região Oeste do Estado, encurtando em 150 quilômetros a distância por via pavimentada entre Aquidauana e Rio Verde, e estabelece uma nova rota de escoamento da produção agrícola oriunda de Mato Grosso e do Norte de Mato Grosso do Sul via portos de Corumbá e Porto Murtinho. Também é importante peça na integração rodo-ferroviária entre os Oceanos Atlântico e Pacífico, um ambicioso projeto de logística do governo federal para abrir caminho ao mercado asiático pelo Pacífico, o que encurta em 7 mil quilômetros a distância atual percorrida pelos navios.

Em destaque Vereador Chiquinho Telles quer projetos para bairros não contemplados

Divulgação

Se por um lado Campo Grande comemora os projetos de grandes obras, por outro alguns moradores estão sentindo-se abandonados por não receberem nem mesmo a esperança de que a região onde moram será contemplada por projetos da prefeitura. “Os moradores que votaram no prefeito acreditaram nas promessas, claro que ficamos felizes pelos bairros que foram contemplados, mas alguns esperam há anos e não receberam nem a esperança de ruas asfaltadas, de drenagem, de melhorias reais em seus bairros, e eles também pagam impostos, também fazem parte da dinâmica da cidade”, ponderou o vereador. Líder da bancada do PSD na Câmara Municipal, o vereador garantiu que vai continuar votando a favor de Campo Grande. Segundo ele várias conversas e explicações já foram feitas com o secretário Semy Ferraz e que a diretiva é sempre trabalhar para melhorar toda a Capital. “Agora, é buscar junto a prefeitura projetos para os bairros que não foram contemplados, essa é uma exigência e um compromisso nosso”, finalizou.

Carla Solicita Contrato De Fornecimento De Alimentos

Divulgação Durante a sessão da última quinta-feira (04.07), a presidente da Comissão de Educação e Desporto da Câmara Municipal de Campo Grande, vereadora Carla Stephanini (PMDB) requereu às Secretarias de Assistência Social e de Educação do município cópias do processo licitatório e do contrato de fornecimento de alimentação para as escolas da Rede Municipal de Ensino – Rema e os Centros de Educação Infantil - Ceinfs, e das requisições de solicitação dos alimentos com a discriminação dos produtos e quantidades para cada escola e Ceinf, à partir de janeiro de 2013. A medida foi tomada devido à descontinuidade e precariedade no fornecimento da alimentação às escolas e Centros de Educação Infantil – Ceinf’s. “Sofremos desabastecimento e precariedade do fornecimento da merenda escolar além, de deficiência na distribuição. Com esses documentos requeridos realizaremos uma analise documental para constatar o que ocasionou este desabastecimento”, informou a presidente da comissão, vereadora Carla Stephanini.


Campo Grande/MS, 6 de Julho 2013

jgms.com.br

11

Joel Silva FOTOS: JORNAL DA GENTE

Professor de Educação Física, Geraldo Harada e professor Julio Sandim fazendo um belo trabalho na FUNESP, na ocasião foram divulgar o campeonato de futebol 7...

Na semana em que os bombeiros são homenageados em seu dia, o Sgto Jonas que concluiu o curso para primeiro sargento, tem a incumbência de levar nosso abraço a todos os heróis de verdade...na foto o uniforme diferente é por ocasião de outro curso só que este em São Paulo...

O amigo Fuad Salamene me avisa que dia 04 começa a copinha da Colônia de Férias e na sequencia a VIII copa intercomércio, e nos convida pra narrar na abertura. Convite aceito.

A belíssima Viviane Orro esposa do deputado Felipe Orro...orgulhosa de abraçar e aprender mais de política e da vida com o Senador Cristóvam Buarque sobre Federalização da Educação...

O competente Ricardo Ayache após a entrevista em meu programa de rádio na FM UCDB disse que não é candidato à deputado nas próximas eleições. Ayache deve apoiar Lauro Davi à reeleição.

O governador do Estado André Puccinelli aniversariou esta semana...feliz da vida com o pacote de investimentos...André trabalha para fazer seu sucessor...aliança com o PT? Quem sabe...


12 Campo Grande/MS, 6 de Julho 2013

jgms.com.br

Terapia Manual, o futuro no tratamento de doenças ortopédicas Dr. João Leite P. Júnior É comum na clínica diária ouvirmos histórias de pacientes que realizaram 20, 30 e, às vezes, até 50 sessões de Fisioterapia, que impreterivelmente incluíam os famosos “choquinhos; compressas quentes ou frias, ultrassom, dentre outras intervenções terapêuticas fisioterápicas. Mais comum ainda é, após alta desses mesmos pacientes, recebê-los semanas ou meses depois com recidivas das patologias, com mesma queixa ou em muitos casos, dor mais acentuada. Mas o que ocorre nesses casos? Pois bem, quando tratamos um paciente com problemas ortopédicos com técnicas de Fisioterapia visando apenas os sintomas, o que estamos fazendo, na verdade, é mascará-los. Uma prática puramente profilática. E é assim que a eletroterapia trabalha, com profilaxia. Não se pretende desmerecer o método de trabalho mais habitual entre os fisioterapeutas, até por que em alguns casos, como por exemplo, os pós-traumatizados, em associação com a cinesioterapia, é a melhor opção de tratamento. E existem inúmeras outras indicações. Mas o que dizer dos pacientes com tendi-

nites, bursites, hérnias de disco, osteofitose (bicos de papagaio), fasceíte plantar, LER/ DORT, desvios posturais (escoliose, hiperlordose lombar!cervical, hipercifose torácica, retificação de curvaturas), dentre outras? Nesses casos, existem compensações mais significativas para o profissional que irá conduzir a terapia do que a própria sintomatologia apresentada pelo paciente, e que na maioria dos casos, o levou a procurar ajuda especializada. No Brasil, estamos passando por uma revolução em matéria de conduta fisioterápica, conduta essa que na Europa e Estados Unidos é prática diária há décadas. Uma prova de que esta revolução está acontecendo por aqui são as inúmeras matérias veiculadas nos mais diversos meios de comunicação sobre RPG ou Reeducação Postural Global, Osteopatia, Quiropraxia dentre outros. E qual seria a razão de tamanho interesse por essas e outras técnicas? O motivo é simples: todas elas isoladamente ou em associação tratam as causas da patologia, sejam elas de origem miofascial, osteo-articular, neural, visceral, ou uma combinação de todas elas.

Em um paciente com hérnia discal, por exemplo, além da projeção do disco intervertebral, ternos fatores múltiplos como retração miofascial, rotação vertebral, inibição de músculos profundos, hiperatividade de músculos superficiais, e assim por diante. Assim, as diversas técnicas de terapia manual atuam em reverter ou minimizar tais compensações, buscando a cura completa do paciente. Mas não basta o conhecimento da técnica correta se não há critério correto sobre em qual ocasião aplicá-la. Surge, neste contexto, a importância da avaliação físico-funcional criteriosa, visando o todo do paciente, buscando-se compensações locais e à distância, disfunções locais e globais. Em suma, uma boa conduta fisioterápica empregando técnicas de Terapia Manual dependerá necessariamente de uma boa e bem fundamentada avaliação. Voltaremos para falar sobre as técnicas e métodos que fazem parte do protocolo de tratamento de Terapia Manual. Dr. João Leite P. Júnior Fisioterapeuta CREFITO-13/44261-F Contato: (67) 3028-1688 / 92818941 / joao@clinicasaofranciscoms. com.br

Política

Eleições suplementares devem levar 36 mil às urnas em três municípios DIVULGAÇÃO

Eleições suplementares serão realizadas nos municípios de Bela Vista, Figueirão e Jardim no domingo (07) e deverão levar às urnas 36.855 votantes. O Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) deslocará servidores do TRE para auxiliar os cartórios, que também darão apoio a qualquer eventualidade nas urnas. Em Bela Vista, estarão aptos a votar cerca de 16.702 eleitores. Os candidatos no município são: Marco Antonio Loureiro Palmieri (DEM) e Alexandre Pinheiro Mascarenhas (PMDB); Orlanda Freitas dos Santos (PHS) e Edson Medeiros de Moraes (PSL); Renato de Souza Rosa (PSB) e Douglas Rosa Gomes (PP) e Reinaldo Miranda Benites (PSDB) e Wagner Lima (PSDB). Ao município, serão enviadas 59 urnas de seção e 25 urnas de

BELA VISTA: EM BELA VISTA, ESTARÃO APTOS A VOTAR CERCA DE 16.702 ELEITORES

contingência. Em Jardim, o total de eleitores aptos a votar atinge 17.682 pessoas. Para o cargo de prefeito e vice-prefeito, a disputa é entre os candidatos Erney Cunha Bazzano Barbosa (PT) e Renato Miranda (PMDB), e Gláucio Cabreira da Costa (DEM) e Carlos Dias Miranda (DEM). Serão 59 urnas de seção e 27 urnas de contingência será disponibilizado ao município. Já em Figueirão, o elei-

torado total é de 2.471 pessoas. Nas urnas, disputam os candidatos Neilo Souza da Cunha (PMDB) e Rogério Rodrigues Rosalin (PR) e Juvenal Consolaro (PTB) e José Aparecido Vieira (DEM). Para o município, há a previsão de envio de 8 urnas de seção e 4 urnas de contingência. A previsão do Tribunal é de que, até as 19h, os novos prefeitos e seus respectivos vices já terão os nomes divulgados.


Campo Grande/MS, 6 de Julho 2013

jgms.com.br

Plebiscito, Referendo ou Atitude? Por Elvio Gusson Advogado/professor Diariamente, através da mídia, somos informados sobre a realização de um plebiscito ou de um referendo, mas será que é este o desejo popular exortado pelos movimentos nas ruas? O objetivo, ao que parece, é a tão comentada reforma política há muito tempo excluída das pautas de discussão da Câmara Federal. Naturamente que este movimento popular fez com que todos que estavam inertes pela imposição do sistema ou por vontade própria, voltassem a se mexer e a desengavetar propostas empoeiradas e cheias de teia de aranha. Para esclarecer esta questão, importante dizer que o plebiscito é a convocação popular antes da criação do ato legislativo ou administrativo e visa a aprovação de uma lei a ser criada; já o referendo é a convocação popular para o ato legislativo ou administrativo depois de criado e cujo papel será ratificar ou rejeitar a proposta de lei. Tanto o plebiscito quanto o referendo dependem da aprovação e da convocação do Poder Legislativo. Segundo a presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia, há limites materiais ao

exercício dos Poderes Políticos, pois a Constituição do Brasil não pode ser modificada em seu núcleo de identidade (apelidado de conjunto de cláusulas pétreas, dentre as quais se tem o período de mudança válida para pleito eleitoral, que haverá de ocorrer no mínimo um ano antes de cada eleição), pelo que a Justiça Eleitoral não está autorizada constitucional e legalmente a submeter ao eleitorado consulta sobre cujo tema ele não possa responder ou sobre a qual não esteja prévia e suficientemente esclarecido, pena de deslegitimar o chamado popular. É certo que um plebiscito, neste momento, não traria nenhuma mudança para as eleições de 2014, ou seja, um gasto desnecessário e sem nenhuma aplicação prática que motive tanta urgência. Entretanto, a proposta de um plebiscito para a reforma política prossegue e dois temas que certamente seriam submetidos à aprovação popular dizem respeito ao financiamento de campanha e o voto proporcional ou distrital. Sobre o financiamento de campanha os eleitores poderão ter de escolher, por exemplo, entre o financiamento público,

financiamento privado, ou financiamento público com contribuições de pessoas físicas com valor limitado. Já pelo voto distrital, as regiões são divididas em distritos e os candidatos eleitos conforme os distritos que representam. O sistema funcionaria em oposição ao atual modelo a de voto proporcional, em que o candidato é eleito com base no voto do partido ou da coligação. Percebe-se um emaranhado de propostas que não se sabe ao certo se serão legitimas, pois muitos juristas entendem que o resultado não poderia ser aplicado nas próximas eleições. É preciso cautela para que a população não seja induzida para um ato desproposital e sair realmente do foco. O que tem que ser feito – e particularmente noto que os eleitos já estão fazendo – é tratar a coisa publica com respeito e proporcionar agilidade e efetividade na votação das propostas de interesse público que beneficiem a população. Procrastinação, cortinas de fumaça não serão mais tolerados pelo povo. Necessário se faz que todas as propostas sejam desengavetadas e postas em votação, é preciso atitude.

13

Doenças: como diagnosticar e tratar – Parte 3 Dando continuidade às noções que a mãe precisa ter sobre os sinais e sintomas mais comuns que acometem o bebê, para auxiliar o pediatra no diagnóstico, apresento mais alguns sinais e sintomas. Mas não se esqueça, sempre que for contatar o pediatra pelo telefone para algum esclarecimento ou orientação, tenha alguns dados como: idade, peso, temperatura, sinais e sintomas observados, nome dos medicamentos em uso, etc. Quando estiver em dúvida, leve seu bebê ao consultório médico, pois muitas vezes o simples se complica e o barato fica caro. Sinais e sintomas: 9) – Vômitos: Deve ser diferenciado de regurgitação do leite comum no recém nascido e causado pela excessiva ingestão de ar durante as mamadas. No entanto, se for vômito, coloque o bebê em observação e se persistir, comunique o pediatra para que com as orientações adequadas seja evitado um quadro de desidratação.

10) – Constipação Intestinal: O bebê que mama leite materno poderá ficar até 07 dias sem evacuar, sem que isso lhe cause transtornos. Porém, cada caso deve ser visto individualmente. A constipação geralmente é familiar e assim devemos instituir hábitos alimentares laxantes como: mamão, laranja, ameixa, alface, mel, etc. 11) – Tosse: A tosse seca geralmente é devido a problemas alérgicos (bronquite, rinite, etc) e as orientações antialérgicas do pediatra, comumente substituem o uso de medicamentos. A tosse rouca (laringite), geralmente melhora com o colar de álcool e inalação simples. A tosse produtiva (infecções respiratórias, broncopneumonia, pneumonia, etc) devem ser medicadas com brevidade pelo pediatra. Não devemos usar medicamentos para cessar a tosse (antitussígenos, xaropes caseiros, etc); pois a secreção (catarro) dentro do pulmão facilita

o aparecimento de infecções graves. 12) – Diarreia: É uma diminuição na consistência das fezes e um aumento na frequência das evacuações. Podem ser acompanhada por odor fétido, mudança de cor das fezes, presença de catarro ou sangue. Geralmente, a diarreia é causada por vírus, sendo autolimitada (desaparece em 4 a 5 dias) e não sendo necessário o uso de antibióticos. É tratada apenas com orientação alimentar e soro via oral para evitar a desidratação. Outras vezes, a diarréia é causada por bactérias ou ingestão de alimentos que afetam o aparelho digestivo do bebê. Em todos os casos da diarréia, procure imediatamente o médico pediatra.


14 Campo Grande/MS, 6 de Julho 2013

jgms.com.br

Esportes FÁBIO RUBINATO / AGÊNCIA ESTADO

Lançamento do livro: Filmando em Mato Grosso do Sul O livro “Filmando em Mato Grosso do Sul” será lançado na próxima terça feira (9 de julho). O trabalho contribui com as publicações na área audiovisual do estado. O livro, organizado por Cláudio Benito e Alexandre Neves, lança um olhar contemporâneo sobre a reflexão da linguagem cinematográfica. Serviço: O lançamento do livro será dia 9 de julho as 19 horas no Museu da Imagem e do Som. Av. Fernando Correa da Costa, 559. Entrada de graça.

FOTOS: DIVULGAÇÃO

Olá leitor do Jornal da Gente. O “Cultura da Gente” traz neste domingo opção para Férias escolares das Crianças, exposição, lançamento de livro e tem ainda Festival de Inverno de Bonito, programe-se.

RENATO AUGUSTO MARCA, E CORINTHIANS BATE SÃO PAULO POR 2 A 1

Arte nas Férias: Criando na Parede Uma opção para as crianças e para os pais nas férias. A artista plástica Ana Ruas reservou uma parede no ateliê para as crianças pintarem nas férias de julho. Nos dias 10, 11 e 12 de julho a criançada vai poder criar e se sujar. A proposta é não usar avental. A oficina é para crianças com idade entre 5 e 12 anos. Serviço: Local: Ateliê Ana Ruas – R: Inah Cesar Rosas, 8 B: Tayamã Park – contato (67)9202-4095

Festival de Inverno de Bonito terá Paralamas

Exposição: Uma Vida pela Arte Para quem gosta de artes plásticas. A artista Irani Brun Bucker conta por meio das obras expostas na mostra “Uma Vida pela Arte” as diferentes técnicas experimentadas em telas e esculturas ao longo das décadas e ao mesmo tempo as passagens pela própria vida da artista. Está é a proposta da exposição “Uma Vida pela Arte” que será aberta na próxima sexta feira (12 de julho). Serviço:Galeria de Artes do Sesc Horto - 12 de julho (sexta feira) das 8h 20h30 – Horto na rua Anhanduí, 200

Estão confirmadas as atrações musicais nacionais para o Festival de Inverno de Bonito/2013. Dia 31 a cantora Sandra de Sá se apresenta na grande tenda e o cantor e compositor Renato Teixeira faz show na praça. No dia 1º. de Agosto - Diogo Nogueira e Dazaranha, dia 2 de Agosto Os Paralamas do Sucesso na grande tenda e Toquinho show na praça e dia 3 de agosto Daniela Mercury. As atrações regionais serão: O cantor e percussionista Caio Ignácio; Banda Rivers; o compositor e cantor Lucas Brandão e Forró Zen. As datas das apresentações dos artistas locais ainda não foram divulgadas. Serviço: A 14ª edição do Festival de Inverno de Bonito será realizada entre os dias 31 de julho e 04 de agosto. Informações: www. festivaldebonito.com.br

Após Copa das Confederações o destaque do futebol foi o clássico pela Recopa entre São Paulo e Corinthians Na última quarta-feira, com um golaço de Renato Augusto no segundo tempo, o Corinthians venceu o São Paulo por 2 a 1, pelo jogo de ida da decisão da Recopa SulAmericana, no Morumbi, e ficou em situação mais confortável para a partida de volta, dia 17, no Pacaembu, quando jogará pelo empate para ser campeão. O camisa 8 Renato Augusto, que entrou no lugar de Douglas (que, por sua vez, havia saído do banco de reservas para suprir Danilo, lesionado), afirmou que pretende fazer história no clube alvinegro e negou favoritismo para o segundo jogo da final. - Vencemos o primeiro jogo, mas o campeonato ainda não está decidido. Ainda temos 90 minutos pela frente e sabemos da qualidade do time do são Paulo. Claro que também temos que nos impor, mas está em aberto por seu

um clássico e uma final. Vamos fazer de tudo para conquistar mais um título. Aliás, eu vim para cá para isso. Quero também fazer história no clube, como o Emerson Sheik e outros - disse o jogador. Na partida, Guerrero, atacante do Corinthians, abriu o placar no primeiro tempo. Aloísio deixou tudo igual para o São Paulo e incendiou o jogo no segundo, contando com uma falha de Cássio. Aos 30 do segundo tempo, coube a Renato Augusto fazer a diferença. Com um toque por cobertura, o jogador surpreendeu Rogério Ceni, que estava adiantado, e protagonizou um lindo lance no Morumbi para delírio dos corintianos. Apesar de ter brilhado na partida com um golaço, o jogador afirmou que sua entrada não estava programada pelo técnico Tite. - Não tinha nada programado. Foi de acordo

com a partida mesmo. Na minha cabeça, quando o Douglas entrou, eu achei que eu poderia entrar para jogar mais pelas pontas. Mas acabei entrando no meio por causa da lesão dele. Talvez se eu tivesse jogando mais aberto, eu não faria o gol. Eu tive a oportunidade, estava preparado, e a sorte veio. Afastado dos gramados desde o dia 24 de março por conta de uma grave lesão na coxa direita, Renato era titular quando se machucou. Formava o meio-campo ao lado de Danilo, com Alexandre Pato e Paolo Guerrero no setor ofensivo. Recuperado do problema muscular e ciente de que a concorrência será grande, o jogador espera ganhar mais chances no time principal, mas trabalha nos bastidores com o departamento médico para evitar seguidas lesões e ter boa regularidade.


Campo Grande/MS, 6 de Julho 2013

jgms.com.br

Futebol amador

MMA

DIVULGAÇÃO

O professor e atleta de luta livre (submission e grappling) Carlos André Marinho esteve em viagem para Mônaco, no último dia 30/jun, participando do NAGA MÔNACO etapa européia 2013 (torneio internacional de lutas de solo), onde conquistou o titulo de Campeão Europeu de Grappling categoria Expert/ Avançado Sênior até 80kg, que lhe valeu o cinturão europeu 2013. Foram 03 lutas no total, todas vencidas por pontos, na 1a luta venceu um atleta italiano (4×1), na semi final passou por um Norte Americano (2×0) e na final garantiu o título em cima do competidor da Alemanha (3×1). “Tive uma boa preparação durante 10 dias em Paris com a equipe da Universidade de Naterre (NCU), Team Luta Livre France do prof. Flávio Santiago em seguida seguimos para Mônaco para finalizar os treinos na Academia Blackout; dos 12 cinturões disponíveis do torneio 04 ficaram para o time, além de um vice, estamos muito satisfeitos, fiquei feliz pelas conquistas e pelo meu resultado – em particular – pois estava há 2 anos sem competir e conseguindo lutar em alto nível trazendo este cinturão para Campo Grande; apesar do trabalho como presidente da Fed. de Luta Livre do MS e a organização de eventos consegui tirar um tempo, planejar uma pequena rotina de treinamento para voltar a competir, espero manter o ritmo pois o próximo objetivo deve ser o Brasileiro de BJJ submission, em outubro no Rio de Janeiro, agora é relaxar um pouco e curtir com a família e amigos a conquista” informa Carlos Marinho.

15

DIVULGAÇÃO

Começou domingo passado a 4ª Copa Toque de Bolar do São Conrado. Em 2013 a Copa terá a participação de 32 equipes. Os resultados do Domingo passado foram os seguintes: WR filmes/ Perfil ferro 0 x 0 Borracharia Náutico/ Portuguesa; Atlético São Conrado 0 x 0 Difusora Pantanal.

Neste domingo acontece a 2ª rodada com os seguintes jogos: 08h- MS.CARGAS X MS OLIVEIRA/AMIGOS DO REY 09h MOLEQUE TRAVESSO X DROGARIA SAO LEOPOLDO 10h- EXPRESSINHO/GUANANDI X VIRA COPOS/S. CONRADO 11:30min- BISTEKAO/CABO ALMIR X ATRAZADOS /S .CONRADO

Beach Soocer

Neste Domingo acontecerá a última etapa do CIRCUITO MS DE JOGOS DE AREIA, e será na cidade de Ponta Porã na modalidade de Beach Soccer nos naipes masculino e feminino no parque dos Ervais. A programação das disputas de 3º e 4º e finais iniciarão a partir das 8h.

Tênis

A Federação de Tênis de Mato Grosso do Sul (FTMS) abriu inscrições para a 5ª etapa do Circuito MS de tênis, que será disputada entre os dias 15 e 21 de julho nas quadras da Associação dos Engenheiros, em Campo Grande.Com disputas nas classes tennis 10s, 18 anos, infanto-juvenil, livre masculina e feminina, sênior (+ de 40 anos) e damas (+ de 40 anos), a competição integra o calendário da Confederação Brasileira de Tênis (CBTênis) e soma pontos para os rankings estadual e nacional (G3). Os torneios estaduais também servem como preparativo para a Copa das Federações de 2013 promovida pela CBTênis, prevista para novembro. A equipe que representará Mato Grosso do Sul será definida através dos rankings e do índice técnico dos atletas federados. As inscrições estarão abertas até a próxima quinta-feira (16). Mais informações podem ser obtidas na página oficial da FTMS ou pelo telefone (67) 8469-2391.


16 Campo Grande/MS, 6 de Julho 2013

jgms.com.br

não se tem cobrido, como em outras localidades, o dia de sessão que cai em feriado. No entanto, à sua única e exclusiva conveniência (ou no mínimo conveniência da maioria), tem se mudado o dia da semana de sessão ordinária, como ocorreu recentemente, passando de terça-feira para segunda-feira. Mesmo que o trabalho do vereador seja excessivo em Camapuã, tem que se entender que legislação da Lei Orgânica somente se altera com Emenda à Lei Orgânica e não apenas com Emenda ao Regimento Interno. Portanto, nesta segunda-feira, dia 24 de junho, teria que haver a sessão ordinária. Mas, como é feriado municipal, a sessão teria que ser transferida para o “primeiro dia útil subsequente” como dispõe o § 1º, artigo 32, da Lei Orgânica Municipal, transcrito anteriormente.

Vereadores de Camapuã antecipam recesso 12 dias

Administração pública

Ao contrário do que está ocorrendo em praticamente todos os municípios do Estado e do Brasil, a Câmara Municipal de Vereadores de Camapuã já se encontra em recesso parlamentar desde o dia 17 de junho, quando ocorreu a última sessão ordinária. O recesso antecipado, que dá uma folga extra aos vereadores de 12 dias, está embasado em um artigo do Regimento Interno da Câmara que foi emendado e que concede essa possibilidade. Cabe ressaltar ainda, que em artigo extravagante e até injusto e imoral para os dias de hoje, onde um vereador de Camapuã recebe de subsídio mensal o valor de R$ 6.000,00 (seis mil reais), existe uma previsão interessante: “Art. 67. As sessões da Câmara serão: I..................................... II. ordinárias, as de qualquer sessão legislativa, realizadas apenas quatro vezes por mês, às sextas-feiras, com início às 19 horas.” Isso quer dizer que o mês pode ter cinco dias previstos de reuniões, entretanto, os vereadores devem se reunir apenas quatro vezes. Alteraram já, por infinitas vezes, os dias das sessões ordinárias, entretanto, não se alteram o número de sessões para determinado dia da semana, não importando se tem quatro ou cinco por mês. Também,

A administração pública tem suas peculariedades específicas, já que pode fazer somente o que a legislação prevê. Na vida privada é diferente, é possível fazer tudo o que a legislação não proíbe. Em Camapuã, especialmente na área legislativa, os parlamentares, tem sido complacente com os interesses particulares em detrimento dos interesses públicos ou permanentes. Mudam-se legislações exclusivamente para atender interesses desta ou daquela corrente política ou grupo social, quando deveriam legislar de forma efetiva e definitiva. Na prática, não se tem notado, nem no Legislativo e tampouco no Executivo municipais a execução de “Políticas de Estado” ou permanentes, mas sim (e somente) a “Política de Governo”, de curta duração e sem um prognóstico de continuidade. Isso é péssimo, pois todos os municípios que se evoluem ao longo dos anos, aplicam a “Política de Estado”, que sobrepõe aos interesses deste ou daquele governo. Acesse a página do Programa Andréa Miranda no Facebook. Contato: (67) 9811-1143 / (67) 3286-4960 - e-mail: opovoatravesdoradio@hotmail.com

Jornal da gente 11  

Jornal da gente 11

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you