Issuu on Google+

Empresas equilibradas favorecem o crescimento Considerando que o equilíbrio financeiro das empresas é fundamental para a sustentabilidade do crescimento econômico, é louvável a iniciativa do Conselho Federal de Contabilidade (CFC) de criar uma comissão para estudar formas de ampliar e melhorar a formação dos profissionais do setor.


Empresas equilibradas favorecem o crescimento Esse é um modelo que gera bons resultados. Também é interessante promover palestras de sócios das firmas aos alunos das instituições de ensino. É sempre importante educar pelo exemplo. Isso ajuda a atrair mais pessoas para a profissão, e um grande compromisso dos contadores é mostrar aos jovens que a carreira pode ser emocionante, desafiadora e propiciadora de conquistas. No atual ambiente democrático e globalizado, as Ciências Contábeis são decisivas para a credibilidade dos setores público e privado. Dado o significado do contador para o sucesso das empresas, em todos os setores de atividade, a falta desses profissionais no Brasil é preocupante. Daí, a

as necessidades de seus departamentos de Auditoria interna, controladoria e financeiro. Porém, essa alternativa evidencia o quanto o Déficit de contadores afeta todos os setores. É preciso avançar nisso, pois o atual ambiente de negócios torna-se cada dia mais complexo, o que aumenta a busca por executivos com um perfil holístico. Diretores e presidentes das empresas precisam ter amplo leque de conhecimentos, a exemplo dos auditores e contadores, que, ao longo de suas carreiras, desenvolvem múltiplas habilidades e acumulam conhecimentos abrangentes sobre diversos setores econômicos, o que os habilita a ocupar cargos de destaque nas empresas. Não é sem razão, portanto, que temos observado que

No atual ambiente democrático e globalizado, as Ciências Contábeis são decisivas para a credibilidade dos setores público e privado e, portanto, para o desenvolvimento pertinência da iniciativa do CFC. A contabilidade e a Auditoria passaram por grande evolução no país. O profissional seguia códigos (tributário, contábil e legal) e trabalhava baseado em protocolos. Com a convergência brasileira ao padrão mundial, as empresas precisam de profissionais melhor qualificados e atualizados quanto às transformações introduzidas pelo IFRS (normas internacionais de contabilidade) e as ISA (normas internacionais de auditoria). O apagão profissional na área ainda não atingiu um ponto crítico porque as empresas conseguem atrair profissionais das firmas de Auditoria e dos escritórios de contabilidade e consultoria para suprir

triplicou o número de profissionais de advocacia, administração e engenharia que buscam uma segunda formação e se matriculam no curso superior de Ciências Contábeis. A contabilidade floresce na democracia, pela Demanda crescente por informação e transparência. A carreira, que perdeu relevância durante a ditadura militar e os anos de Hiperinflação no Brasil, começou a reconquistar espaço, tanto com a Lei das SA, quanto com a convergência do país às normas internacionais. No atual ambiente democrático e globalizado, as Ciências Contábeis são decisivas para a credibilidade dos setores público e privado e, portanto, para o desenvolvimento. Autor: Antoninho Marmo Trevisan, Presidente da Trevisan Consultoria e Trevisan Editora Universitária. Auditor e consultor de empresas desde 1970, graduado em Ciências Contábeis pela PUC de São Paulo.



View JFS Fevereiro 2013