Page 88

Taxa de Precipitação Para ajudar os profissionais a entender melhor o conceito “Taxa de Precipitação”, incluímos algumas informações de como e porquê se calcula esta importante grandeza O que é uma Taxa de Precipitação?

CÁlculo da Taxa de precipitação

Se alguém disser que foi apanhado por um aguaceiro no qual caíram 25 mm de água numa hora, ficamos com a ideia que a chuvada foi forte. Podemos então dizer que o referido aguaceiro apresenta uma taxa de precipitação de 25 mm/h. A taxa de precipitação corresponde à velocidade com que um aspersor distribui a água.

Dependendo da construção do sistema de rega a taxa de precipitação poderá ser calculada quer pelo método do “espaçamento de aspersores“ quer pelo método da “área total”. Método do Espaçamento de Aspersores A taxa de precipitação deverá ser calculada em cada zona individualmente. Se todos os aspersores tiverem o mesmo espaçamento, caudal, ou arco de rega, use a seguinte fórmula: Qualquer arco e qualquer espaçamento: T.P. (in/h)

=

GPM (para qualquer arco) x 34650 Grau do arco x linha (m) x entrelinha (m)

T.P. (mm/h)

=

m3/h (para qualquer arco) x 360000 Grau do arco x linha (m) x entrelinha (m)

T.P. (mm/h) =

l/min (para qualquer arco) x 21600 Grau do arco x linha (m) x entrelinha (m)

As taxas de precipitação são todas iguais? De maneira nenhuma. Os sistemas de rega e os aspersores isolados têm taxas de precipitação variáveis.

As intensidades de precipitação variam normalmente entre: Baixo ≤ 13 mm/h Médio 13 - 25 mm/h Alto ≥ 25 mm/h

Taxas de Precipitação equiparadas Quando numa zona ou sistema, os aspersores apresentam uma taxa de precipitação semelhante, diz-se que têm “taxa de precipitação equiparada“. Sistemas com taxas de precipitação equiparadas reduzem não só as zonas secas e húmidas como também os tempos de rega excessivos, que levam a elevados consumos de água e a aumento de custos. Sabendo que o espaçamento entre aspersores, o caudal e os arcos de rega afectam a intensidade de precipitação, podemos dizer que: se o arco de rega duplica, também o caudal deve duplicar.

Disposição em triângulo: T.P. (in/h) = GPM (arco 2de 360˚) x 96,25 (linha) (m) x 0,866 T.P. (mm/h) =

l/min (arco de 360˚) (linha)2 (m) x 0,866

P.R. (mm/h) =

m3/h (arco de 360˚) x 1000 (linha)2 (m) x 0,866

Método da Área Total A taxa de precipitação de um sistema resulta da taxa de precipitação média de todos os aspersores contidos nesse sistema, independentemente do espaçamento, do caudal, ou do arco de cada aspersor. O método da área total, calcula os caudais para todos os aspersores, qualquer que seja a área. T.P. (in/h)

=

T.P. (mm/h) =

Total GPM x 96,25 Área Total

T.P. (mm/h)

=

l/min x 60 Área Total

m3/h x 1000 Área Total

Para mais informação sobre taxas de precipitação, consulte o Manual de Formação Hunter - Taxa de Precipitação (Hunter`s LIT- 084, Reviewing the Basics of Matched Precipitation).

Certificado da ASAE Sector 90˚ = 0,23 m³/h 3,8 l/min

Sector 180˚ = 0,45 m³/h 7,6 l/min

Sector 360˚ = 0,91 m³/h 15,1 l/min O caudal de um aspersor de meio círculo deve ser o dobro do caudal de um que faz quarto de círculo, ao passo que um aspersor de círculo completo deverá debitar o dobro de um de meio círculo. Na ilustração, a mesma quantidade de água é aplicada a cada área de quarto de círculo estando a precipitação equiparada.

86

Hunter Industries Incorporated, certifica que os valores de pressão, caudal e alcance dos seus produtos foram determinados de acordo com a Norma ASAE Standard S 398.I (procedimento para teste de aspersores e apresentação de dados), e que são representativos das performances dos produtos no momento do fabrico. O rendimento real dos produtos poderá variar em relação ao publicado devido a variações normais decorrentes da produção e do método de amostragem. Todas as outras especificações são apenas recomendações da Hunter Industries Incorporated.

Catálogo Hunter  

Catálogo de rega

Catálogo Hunter  

Catálogo de rega

Advertisement