Issuu on Google+

SISTEMA CIRCULATÓRIO

Tipos de circulação: NÃO POSSUEM SISTEMA CIRCULATÓRIO VERDADEIRO

• •

Celenterados: Sistema de canais, por onde circula a água do mar. Equinodermas: Sistema de vasos e lacunas pelo corpo, porém neles não circula sangue.

POSSUEM SISTEMA CIRCULATÓRIO VERDADEIRO

Aberto ou lacunar:

O líquido circulante bombeado pelo coração cai em lacunas em alguns momentos, se move lentamente e realiza troca de substâncias com os tecidos adjacentes. Ocorre em moluscos e artrópodes.

Fechado:

Líquido circulante nunca abandona os vasos e fica constantemente em movimento; Capilares: rede de vasos de parede fina, pelos quais ocorrem trocas de substâncias entre o sangue e os tecidos. Ocorre em anelídeos e nos vertebrados.


Circulação fechada simples: Apenas um tipo de sangue passa pelo coração (venoso). Ocorre em lampréias e peixes.

Circulação fechada dupla: Dois tipos de sangue passam pelo coração (venoso e arterial). Ocorre nos vertebrados.

Fechada Incompleta: mistura de sangues no coração. Fechada Completa: não acontece a mistura dos sangues no coração.

CORAÇÃO DOS MAMÍFEROS Contém dois átrios e dois ventrículos com separações completas. Artéria aorta: encaminha o sangue oxigenado para o corpo;


Veia cava: leva o sangue venoso para o coração.

CAMADAS DO CORAÇÃO Pericárdio: Conjunto de membranas que envolve externamente o coração; Miocárdio: Músculo do coração; Endocárdio: Membrana que forra internamente as cavidades cardíacas.

AUTOMATISMO DO CORAÇÃO O coração é auto-excitável: não precisa de qualquer estímulo externo (nervoso ou outro) para se contrair. 

A contração ventricular é conhecida como sístole e nela ocorre o esvaziamento dos ventrículos.

O relaxamento ventricular é conhecido como diástole e é nessa fase que os ventrículos recebem sangue dos átrios.


O sistema circulatório dos mamíferos é formado pelo coração e vasos sanguíneos (artéria, veias e capilares). O sangue carregado de oxigênio (arterial) circula pela metade esquerda do coração, enquanto o sangue rico em gás carbônico (venoso) circula pela metade direita. Não ocorre a mistura de ambos. A função do sangue é transportar oxigênio, gás carbônico, nutrientes e hormônios para todo os órgãos e partes do corpo. O sangue é composto por 34% de células (hemácias, plaquetas e leucócitos) e 66% de plasma. • •

O plasma é a porção líquida do sangue, contém água (mais de 90%), proteínas e sais minerais diversos, glicose e vitaminas, entre outras substâncias. Os glóbulos vermelhos, também chamados de hemácias, são produzidos na medula óssea vermelha dos ossos. Não possuem núcleos, possuem pigmento hemoglobina e são responsável pelo transporte do oxigênio para todo o corpo. Uma das doenças causadas pela baixa da hemoglobina é a anemia, em seus diversos níveis. Os glóbulos brancos/leucócitos são as células de defesa do organismo. Existem diversos tipos dessas células, diferindo-se no tamanho, formato e forma do núcleo: neutrófilos (1ª linha de defesa do organismo), monócitos (patógenos), basófilos, eosinófilos (reações alérgicas), linfócitos ( linfócitos T e B e memória). Existem 5 e 11 mil leucócitos por ml de sangue, podendo-se triplicar em caso de infecção. Leucemia: é o câncer que afeta os glóbulos brancos (leucócitos). Como há cinco tipos de glóbulos brancos, há também diferentes tipos de leucemias. Todas elas se originam do mesmo modo: através de alterações no DNA das células-tronco que dão origem aos tipos aberrantes de glóbulos brancos. Plaquetas atuam na coagulação sanguínea


Sistema ABO Por volta de 1900, o médico austríaco Karl Landsteiner (1868 – 1943) verificou que, quando amostras de sangue de determinadas pessoas eram misturadas, as hemácias se juntavam, formando aglomerados semelhantes a coágulos. Landsteiner concluiu que determinadas pessoas têm sangues incompatíveis, e, de fato, as pesquisas posteriores revelaram a existência de diversos tipos sanguíneos, nos diferentes indivíduos da população. Quando, em uma transfusão, uma pessoa recebe um tipo de sangue incompatível com o seu, as hemácias transferidas vão se aglutinando assim que penetram na circulação, formando aglomerados compactos que podem obstruir os capilares, prejudicando a circulação do sangue. No sistema ABO existem quatro tipos de sangues: A, B, AB e O. Esses tipos são caracterizados pela presença ou não de certas substâncias na membrana das hemácias, os aglutinogênio ( qu são compatíveis com o tipo sanguíneo) e pela presença ou ausência de outras substâncias, as aglutininas, no plasma sanguíneo. Existem dois tipos de aglutinogênio, A e B, e dois tipos de aglutinina, anti-A e anti-B. Pessoas do grupo A possuem aglutinogênio A, nas hemácias e aglutinina anti-B no plasma; as do grupo B têm aglutinogênio B nas hemácias e aglutinina anti-A no plasma; pessoas do grupo AB têm aglutinogênios A e B nas hemácias e nenhuma aglutinina no plasma; e pessoas do grupo O não tem aglutinogênios na hemácias, mas possuem as duas aglutininas, anti-A e anti-B, no plasma, sendo somente compatível com sangue do grupo O.



Resumo do Sistema Circulatório