Page 227

Minha voz mal era um sussurro. Ele me colocou no chão, mantendo meu corpo pressionado contra o dele. Ergui os olhos para os dele, que agora brilhavam mais do que nunca. A malícia nos olhos dele tinha sido substituída por outra coisa. — É sua. Sua e minha. O ar se esvaiu de dentro de mim. — Esta…? — A casa. Todinha. É meu presente de casamento para você. — Uma casa? Sorri, incrédula, mas, de alguma forma, nem um pouco surpresa por Blake ter feito tamanha compra extravagante para nosso dia especial. — Gostou? — perguntou ele, com uma expressão hesitante. Lágrimas se formaram nos cantos dos meus olhos. — Blake, é… Meu Deus, é linda. Não sei o que dizer. — Me ocorreu o pensamento de que estávamos literalmente a poucos passos da casa dos pais dele. — Seus pais, eles sabem? A hesitação dele desapareceu com um sorriso. — Está brincando? Foi Catherine quem me avisou assim que os vizinhos puseram a casa à venda. Fechamos o negócio antes mesmo de eles conversarem com uma imobiliária. Caramba. — Não consigo acreditar que você fez isso. — Eu ainda não acreditava que essa casa enorme e magnífica era nossa. Nossa. — Você não se importa em estar tão perto? Ele assentiu com a cabeça. — Vai ser uma adaptação. Mas eu devo a eles, de certa forma. Passei um bom tempo nos limites da cidade, até recentemente. E achei que seria bom, para nós, finalmente ficar perto da família. Abaixei os olhos, brincando com a rosa espetada no bolso do paletó dele. — Eu os amo como se fossem minha própria família. Ele ergueu meu queixo, acariciando minha bochecha delicadamente. — Eles são. Somos uma única família agora, eu e você. E eles te amam como a uma filha. Isso nunca vai mudar. — Sou a mulher mais sortuda do mundo. Ele passou o polegar pelos meus lábios trêmulos, abaixando-se lentamente para capturá-los com um beijo. — Vou passar o resto da minha vida garantindo que isso nunca mude.

Profile for Jennifer

Potência Extrema - Meredith Wild  

Série: Hacker #4

Potência Extrema - Meredith Wild  

Série: Hacker #4

Advertisement