Page 159

momentaneamente odiando qualquer pessoa ligada a ela. — Sophia — falei. — Que vaca — disse Alli. Simone franziu o lábio. — Você está me dizendo que eu acabei de tomar merda na grama? Fiona começou a rir. O bartender deu um sorriso para ela e voltou sua atenção novamente para mim. — Ela pediu para dizer “parabéns” a você — disse ele, sua boca se contraindo em uma linha constrangida. — Devolva. Acenei para que ele fosse embora. — Já foram pagos. Ele fez uma última tentativa de desovar os drinks e se libertar dessa evidente briga de mulheres a distância. — Não me importa. Não aceito bebidas de pessoas em quem não confio. Ele hesitou. — O que você quer que eu faça com elas? Mordi a parte interna do lábio, uma ideia se formando. — Leve de volta para ela e dê um recado. Diga que a mordaça que ela mandou serviu direitinho. Blake e eu agradecemos. Os olhos dele se arregalaram e eu sabia que aquela seria uma ordem difícil para cumprir. Remexi na bolsa e peguei um punhado de dinheiro. Larguei algumas das notas de cem que Blake tinha me dado na bandeja. — Pelo seu incômodo. Certifique-se de que ela receba o recado. Mal escondendo um sorriso malicioso, ele se virou para ir embora. Me recostei no sofá, me sentindo tão presunçosa quanto o rosto de Sophia. Dei uma olhada para Alli, que estava olhando para mim com os olhos arregalados. — Mordaça? Ops. Peguei meu drink e tomei mais um pouco daquele líquido arrasador de fígados pelo canudo. — Não importa. Depois eu te conto. Ou não! Simone sacudiu a cabeça, seus olhos uma névoa embriagada. — Eu sabia que vocês eram malucos. A gargalhada de Alli me fez começar a rir também e antes que eu percebesse, estávamos rolando de rir, lágrimas ameaçando nosso rímel. O de

Profile for Jennifer

Potência Extrema - Meredith Wild  

Série: Hacker #4

Potência Extrema - Meredith Wild  

Série: Hacker #4

Advertisement