Page 153

nas próprias coxas. Nem pensar estava entalado em algum lugar da minha garganta, incapaz de emergir dos meus lábios levemente inchados. Ao invés disso, minhas pernas me levaram adiante. Parei na frente dele e fiquei em pé no meio de suas pernas. — Você está falando sério. Ele esfregou a parte externa das minhas coxas, massageando-as. — Você vai estar solta na cidade sem mim. Muito provavelmente bêbada e vestida para matar. Não quero que se esqueça completamente de mim. — Como é que eu poderia um dia me esquecer de você? Você é tudo em que eu penso. A dor da mordida de antes dele tinha sido esquecida, esmagada pela verdade incontestável. A satisfação redemoinhou nos olhos dele. — Só para garantir. Ele deu um tapinha no próprio joelho, um lembrete de que eu deveria obedecer. Fiquei imóvel, sem me mexer. — Não acho que eu consiga fazer isso, Blake. — Consegue, sim. É fácil. Mas seria mais fácil se eu amarrasse você. Você gostaria que eu fizesse isso? Talvez. Ao invés de pôr a determinação dele à prova, me deitei em seu colo. Uma mão que se movia lentamente subiu pela minha coxa e contornou o cós da calça. Rapidamente, ele a abaixou, junto com a minha calcinha, deixando minha bunda e minhas coxas à mostra. Tentei respirar normalmente. Eu não queria dar a ele a satisfação da minha vergonha, mas era quase impossível me controlar. Ouvi o esguicho nada romântico do lubrificante. Me preparei, me encolhendo quando a mão dele fez contato com minha bunda em um tapa leve. — Você tem uma bundinha linda. Sou tão apaixonado pelos seus peitos que talvez a esteja negligenciando um pouco. Fechei os olhos. — Tenho a impressão de que isso não vai mais acontecer. — Tenho a impressão de que você está certa — disse ele sem humor algum enquanto afastava minhas nádegas. Meus dentes prenderam o lábio machucado quando um dedo bem

Profile for Jennifer

Potência Extrema - Meredith Wild  

Série: Hacker #4

Potência Extrema - Meredith Wild  

Série: Hacker #4

Advertisement