Page 100

*** Clay me deixou em casa. A noite tinha caído, e eu tentei não pensar em tudo que eu e Blake precisávamos esclarecer. Caminhei na direção da porta. — Erica? Uma voz de homem se aproximou de mim, sua figura surgiu das sombras. Meu coração deu um pulo e eu dei um passo para trás. — Quem é você? — Sou do jornal do Canal 5. Estou querendo fazer algumas perguntas a você sobre sua relação com as eleições para governador e com Daniel Fitzgerald. — Desculpe, não é uma boa hora. Me atrapalhei com minhas chaves e tentei dar a volta nele para chegar à porta. — Só vai levar um minutinho. Antes que eu pudesse dizer para ele ir embora, Clay apareceu, preparado para dar um safanão no homem. — A moça não quer falar com você. Você precisa ir embora agora. O jovem repórter zombou dele. — Quem é você? Não estou infringindo nenhuma lei por estar aqui. — Sou o segurança da srta. Hathaway e do prédio. Se você não for embora, vou ligar para a polícia. Clay estava calmo, sua voz e sua figura corpulenta eram ameaçadoras sem que ele precisasse se esforçar. Ele ficou parado, intimidador, entre o repórter e mim, encarando-o. Infelizmente para o homem, Clay provavelmente poderia fazer levantamento de peso com ele. Ele não tinha chance. — Tudo bem. Desculpe. Posso entrar em contato com você por telefone? Ele esticou a cabeça para olhar para mim atrás de Clay. Meneei a cabeça, suspirando. Jesus, essas pessoas eram persistentes. Girei a chave na fechadura e agradeci a Clay antes de correr escada acima. Entrei no apartamento, larguei a bolsa no balcão e desejei silenciosamente poder desfazer a mala de emoções que eu tinha levado para casa. Blake se levantou do sofá, enquanto eu preparava um prato de sobras da geladeira. — Está tudo bem? — Um repórter me abordou lá fora. As sobrancelhas dele se juntaram.

Profile for Jennifer

Potência Extrema - Meredith Wild  

Série: Hacker #4

Potência Extrema - Meredith Wild  

Série: Hacker #4

Advertisement