Page 1

Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

1


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Sinopse: Trisha Corbin sempre soube esconder um hematoma. Com os namorados de sua Mãe incapazes de manter suas mãos longe dela, ela não tinha escolha. E enquanto isso significava que os caras não chegariam perto seu irmão mais novo, Krit, valeu a pena. Mas seus dias sonhando que o Príncipe Encantado viria resgatá-la estão muito, muito no passado. Rock Taylor sempre teve um plano. Através do futebol, ele iria sair da vida em que ele nasceu. Um passeio completo para jogar por um grande time da faculdade estava ao seu alcance, assumindo que ele não permitisse que nada estivesse no seu caminho. Mas marcar um encontro com a garota mais quente em Sea Breeze foi comprovando ser mais difícil do que o esperado. Trisha Corbin estava andando na fantasia de todo homem, e ela nem sequer olhou no seu caminho. Quando finalmente Rock faz Trisha entrar em seu caminhão, não é um encontro. É porque ele a encontra na beira da estrada, espancada, ferida e andando para o hospital local. Antes que Rock saiba, o futebol não é mais sua vida. Trisha Corbin é. E ele vai fazer de tudo para salvá-la. E mantê-la.

2


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Rock Dias atuais...

"Papai, olha isso!" Daisy May exclamou entusiasmada. Como se ela já não tivesse a minha total atenção. "Eu estou vendo", eu assegurei-lhe. Ela correu e começou a fazer piruetas em todo o quintal antes de virar para trás, para o que eu agora sabia que era chamado de uma cambalhota para trás. Minha menina estava um pouco ginasta e com isso veio um monte de práticas. Mas toda vez que ela sorria para mim e dizia: "Papai, olha isso!" Eu não conseguia pensar em alguma coisa que eu preferisse assistir. Os últimos dois anos e meio sendo pai da minha menina tinha sido alguns dos melhores anos da minha vida. Apenas um outro sorriso me comoveu tanto quanto o de Daisy May. Trisha saiu pela porta de trás, sorrindo para mim, com dois copos de limonada em suas mãos. Aquele sorriso era o outro que me pertence. Daisy May havia se tornado a minha menina, há alguns anos, mas Trisha tinha sido a minha menina por muito mais tempo. Eu estava encantado com a adolescente que não iria me dar uma hora do seu dia e completamente cativado pela mulher que ela tinha se tornado. Ela era a melhor mãe do mundo, se você perguntasse a Daisy May, Brent, ou Jimmy. Ela era a mulher mais incrível do mundo, se você me perguntasse. E ela sabia muito bem que todos a adoravam. "Você conseguiu, Daisy, baby", Trisha aplaudiu e Daisy May se iluminou

3


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines instantaneamente. Nossa menina tinha vivido os primeiros sete anos de sua vida sem o amor de uma mãe. A mulher que tinha dado vida para os nossos filhos não tinha sido capaz de amar ninguém. Ela era irritada, amarga, e havia negligenciado as crianças que agora nós reivindicamos como nossas próprias, mas seu filho mais velho, um dos meus melhores amigos, Preston Drake. Ele tinha sido o único a amar essas crianças até que a sua mãe teve uma overdose, deixando-os precisando de um lar. Preston estava pronto para levar seus irmãos mais novos, mas Trisha e eu tínhamos caído no amor com todos eles. Quando lhe perguntei para adotarmos as crianças, ele havia concordado. Ele queria que eles tivessem uma vida familiar, com os pais que os amassem. Algo que ele nunca tinha experimentado. Todos eles adoravam o chão que Preston pisava. Ele ainda era o seu irmão mais velho e ele cuidava deles todas as noites de quinta-feira ou em qualquer outro momento que Trisha e eu precisássemos de uma noite só. Éramos uma família unida. Eu era um sortudo filho da puta. "Mamãe, você acha que eu vou fazer parte da equipe na próxima semana?" Daisy May perguntou enquanto Trisha entregou-lhe um copo de limonada. "Eu acho que você trabalhou duro e você tem uma chance tão boa quanto qualquer um. Mas não importa o que acontecer, você é a número um para nós." Como sempre, Trisha sabia a resposta certa para tudo, e Daisy May sorriu para ela. "Preston disse que estaria lá", disse Daisy May, caindo, na grama ao meu lado. "Então ele estará. Você sabe que ele não iria perder suas apresentações", eu respondi, tomando o copo que Trisha estendeu para mim, em seguida, puxando-a para baixo no meu colo. Eu gostava de ter a minha mulher no meu colo. Sempre. "Estou nervosa", acrescentou Daisy May, em seguida, tomou um gole. Trisha se aproximou e puxou Daisy em nossa direção e a enfiou debaixo do braço. "Vamos estar lá torcendo por você. Você trabalhou duro, e não importa o que aconteça, você vai ser a nossa estrela. Nós estaremos tão orgulhosos do que 4


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines você apresentar. A maioria dessas meninas têm feito ginástica desde que eram muito jovens. Você conseguiu ter uma chance na equipe em apenas dois anos! Isso aí é um motivo para se orgulhar. " Eu amava essa mulher. Ela poderia fazer alguém se sentir melhor. Eu estava sentado aqui, ficando nervoso pensando em Daisy May na equipe, e Trisha não estava fazendo apenas Daisy se sentir melhor, ela estava me acalmando também. A verdade era que eu não gostava da ideia de alguém dizendo a minha menina não. Mas Trisha ficava me lembrando que eu não podia lutar todas as suas batalhas na vida. Foi tão difícil, no entanto. Eles sofreram o suficiente nos últimos anos. "Na próxima semana eu vou carregar as flores", disse Daisy, sorrindo para nós. Ela não fica focada em uma coisa por muito tempo. Ela já estava pensando no casamento de Preston e Amanda. "Você tem vários casamentos chegando. Mas imagino que o da próxima semana é o que está te deixando mais animada", disse Trisha, bagunçando os cachos castanhos de Daisy May. "Sim! Eu não posso esperar. Amanda disse que Brent e Jimmy estarão lá com eles quando eles disserem seus...uh... aquelas coisas que eles dizem. Eu esqueci como é chamado.” Trisha encostou-se em mim e riu. "Enquanto eles dizem seus votos", eu disse e Daisy May assentiu. "É isso aí. Temos que ficar lá em cima. E Jimmy vai entregar o anel de Preston. O que ele coloca no dedo da Amanda. E eu vou dar a Amanda a surpresa...". Os olhos de Daisy ficaram grandes e ela fechou a boca. "O quê?" Trisha perguntou antes que eu pudesse. Daisy May balançou a cabeça e sorriu, então desenhou um bloqueio imaginário em seus lábios e jogou a chave igualmente imaginaria a distância. Aparentemente, Preston tinha algum tipo de segredo que só Daisy May conhecia. "Bem, agora eu estou ainda mais ansiosa para o casamento", disse Trisha afundando mais ainda contra mim. Meus braços 5


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines estavam em volta da sua cintura, e eu estava começando a pensar sobre onde eu gostaria de mudar a minhas mãos. Minha esposa estava sexy. Ela sempre tinha sido. Nunca ficou velho vê-la em um par de pequenos shorts e um top. Este corpo poderia parar o trânsito. O nosso quinto aniversário de casamento estava chegando em quatro meses. Eu já havia preparado Preston para me ajudar. Eu pretendia levá-la em um lugar especial. Nós nunca tivemos um casamento de verdade. Nós não poderíamos pagar um. Mas eu tinha ficado desesperado para fazê-la minha. Naquela época, eu não parava de pensar que ela encontraria alguém melhor e me deixaria. Quando eu tinha a convencido ir para o cartório e torna-la minha para sempre, eu não tinha pensado sobre o casamento de conto de fadas que ela merecia. Eu só queria Trisha. Era hora da minha mulher ter o casamento de conto de fadas que ela merecia, antes de irmos para a lua de mel que nunca tínhamos tido. A primeira vez que a vi, ela tinha tomado a minha respiração. Obter a atenção dela tinha sido um inferno. Ela estava tão determinada a ficar longe de mim. Ou de qualquer homem. Então eu descobri o porquê. . . e eu tinha jurado a mim mesmo que ela nunca teria que viver com medo de novo. Apaixonar-me por Trisha tinha mudado a minha vida. Meus amigos e família tinham dito que eu era um idiota. Eu estava jogando fora o meu futuro. Butch Taylor, meu pai, nunca tinha sido uma grande parte da minha vida até que eu tinha me tornado uma estrela de futebol da escola. Pela primeira vez eu tinha um pai que dava a mínima para mim. Fazia algo que eu desejava desde que eu era criança. Fazendo-o orgulhoso e provar que eu era digno do amor tinha sido o que me levou a trabalhar mais. Meu sonho estava ao meu alcance. Eu tinha o meu pai me aplaudindo e eu iria para a faculdade e então eu sabia que eu jogaria bola. O meu sonho mudou no dia que um par de olhos azuis, os mais bonitos que eu já vi, olhou para mim do outro lado do estacionamento uma manhã, antes do início das aulas. Esse era o primeiro dia do meu segundo ano, e seria mais doze meses 6


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines antes que eu fosse capaz de conseguir Trisha Corbin falando comigo. Com um olhar, a menina havia mudado meus sonhos.

7


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha Oito anos atrás...

A maioria dos jovens agonizava sobre voltar para a escola. Eu sentei no ônibus, ouvindo os outros falam sobre seus verões na praia, dormir até tarde, ir a festas, e o quanto eles temiam escola. Era como se eles estivessem falando um idioma diferente. Um mundo estranho do qual eu não sabia nada. Olhei para o assento de frente para mim, para o meu irmão mais novo, Krit, e seu melhor amigo, Green. Krit estava tão aliviado quanto eu por estar indo para a escola. Aguardamos com expectativa por este dia durante todo o verão. Ter uma desculpa para escapar da vida que vivíamos em casa era um alívio abençoado. Green estava animado porque eles eram alunos da oitava série agora. Dois anos atrás, Sea Breeze tinha movido a oitava série de uma seção do edifício do ensino médio, porque o ensino médio tinha ficado muito cheio. Eles ainda estavam separados dos estudantes do ensino médio pela maior parte, mas eles iriam usar o refeitório e ginásio. Meu irmão tinha crescido pelo menos seis polegadas neste verão. Ele me fez lembrar de uma erva daninha. Durante a noite ele tinha ido de garoto magricela para intimidante. Não quis dizer que sua mente tinha crescido quase seis metros de altura, no entanto. Ele ainda era um garoto. Um garoto assustado. Aquele que precisava de mim para protege-lo. Mesmo que eu tivesse que inclinar a cabeça para trás para falar com ele agora. Ele tinha me passado por volta de junho. Eu cruzei as pernas e puxei meu short. Não que isso ajudasse. Não tinha havido nenhum dinheiro para eu ir comprar alguma roupa da escola este ano. Eu

8


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines tinha que usar as coisas do ano passado. Krit tinha crescido muito mais do que eu, e ele tinha exigido um guarda-roupa totalmente novo. Cada centavo que eu tinha feito como salva-vidas na piscina foi para comprar-lhe roupas decentes na loja de remessa. O problema comigo vestindo coisas do ano passado foi e que, embora eu não tivesse crescido em altura, os meus seios e bumbum tinham ficado cada vez maiores. Assim, embora eu ainda fosse pequena, mesmo do ano passado, os meus shorts estavam mais curtos. Eu não tinha certeza de como as minhas pernas tinha ficado com o tempo, mas elas tinham crescido ou a minha bunda tinha sofrido mutação. Meus quadris pareciam mais amplos também. Isso provavelmente não estava ajudando também. Krit virou a cabeça para me ver puxando meu short e eu parei. A carranca que enrugou sua testa me disse que ele não estava feliz. Nós tínhamos discutido sobre eu gastar todo meu dinheiro em suas roupas. Ele disse que precisava de dois pares de jeans e duas camisas. Ele poderia lavá-los todos os dias. Recusei-me a deixá-lo ir para a escola com apenas duas roupas que lhe cabiam. Eu tinha muito. Eu só precisava fazer uma dieta e fazê-los me servir, novamente. Eu não tinha certeza de como eu tinha conseguido ganhar peso, mas isso era tudo o que fazia sentido. Esta era a minha falha. Não dele. Eu sorri para ele tranquilizadoramente e agi como se o comprimento do meu short não fosse grande coisa. Pegando minha mochila, coloquei ela no meu colo quando o ônibus puxou para uma parada em frente à escola. "Nós estamos aqui", eu disse, levantando-me. "Eles são muito curtos. Eu lhe disse para comprar novos", foi a resposta de Krit. Ele não ia deixar ir. "Meu bumbum e meus quadris ficaram grandes. Eu só comi muito durante o verão. Vou perder peso e vai ficar tudo bem ", eu disse a ele. "Agora, esqueça isso 9


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines e foque nos estudos." "Nós não comemos o suficiente para você ter ganho de peso", ele rosnou. "Por favor, pelo amor de Deus, não perca peso. Isso iria quebrar meu coração ", disse Green com um sorriso sedutor. Krit empurrou-o de volta em seu lugar e fez uma careta para ele. "Não. Sério, cara. Não." Eu estava acostumado com a paquera de Green. Isso acontecia desde o ano passado, quando ele descobriu que amava as meninas. Ele só foi piorando. Eu sabia que ele era inofensivo, e me lembrei de quando ele estava com medo do escuro e usava roupas íntimas do Super-homem. Ele era como meu outro irmão. "Eu não gosto de você nesse short. Mostra demais ", disse Krit num sussurro irritado quando descemos do ônibus. "Eu estou bem. Ninguém está olhando ", eu disse a ele. Ele ergueu as sobrancelhas para mim. "Sério? Você vai me dizer merda assim e espera que eu acredite?" Comecei a dizer-lhe para ficar quieto, quando a minha frequência cardíaca pegou e minha respiração engatou. Ele estava aqui. Eu não o tinha visto ainda, mas eu sabia que ele estava aqui e ele estava por perto. Meu corpo sempre reagia quando Rock Taylor estava por perto. Tinha sido assim desde o ano passado no primeiro dia de aula quando eu desci do ônibus e fiz contato visual com o menino mais lindo que eu já tinha visto. Durante quase três horas, eu tinha esperado ansiosamente por mais um vislumbre dele. Então, finalmente, na hora do almoço eu o vi novamente. Ele tinha uma menina em cada braço, e uma delas até sentou em seu colo enquanto ele comia. Seus amigos eram todos iguais. Meninas agiam ridiculamente para obter a sua atenção, e atiravam-se em cima de caras. Como se eles devessem começar a escolher fêmeas. Quando Rock havia se levantado para sair do refeitório, ele olhou para mim e piscou, antes de uma outra menina agarrar seu braço e sair pela porta 10


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines com ele. Até o final do dia, eu sabia mais do que eu queria saber sobre Rock Taylor. "Será que é Rock Taylor?", Perguntou Krit em reverência. Como se fosse uma celebridade. O cara era uma estrela do futebol. Então o que? Ele era lindo e talentoso, eu daria a ele muito. Mas ele não era alguém que eu queria que meu irmãozinho idolatrasse. Rock Taylor usava meninas. Eu tinha visto em primeira mão. Mas não importa quantas garotas eu visse na casa de banho em lágrimas em uma manhã de segunda-feira quando Rock as tinha ignorado depois de dormir com elas na sexta-feira à noite, meu corpo ainda reagia a ele. Como se estivesse em estado de alerta. Eu entendi por que as meninas sempre iam de boa vontade em seus braços, mesmo sabendo que iria acabar mal. A diferença era, eu tinha problemas reais com que lidar. Sobreviver era a questão número um. Para mim e para o meu irmão. Ignorando o comentário de Krit, mudei de assunto. "Você tem a sua agenda? E lembre-se, pelo menos cinco minutos completos para ir das salas de aula no andar superior para o andar de baixo. Não se atrase para o almoço ou você não terá tempo suficiente para obter a sua bandeja e comer. E coma tudo. Ok? " Krit me deu um sorriso torto. "Eu tenho isso, mana. Sério, fica fria." Ele estava indo para ser um sucesso aqui. Ele tinha sido no ensino médio. Krit sempre tinha sido uma bela criança. As meninas foram percebendo ele mais e mais. Eu estava orgulhosa dele, mas eu também odiava o jeito que ele se mostrava. Ele tinha muito mais dentro dele. "Eu sei que você faz. É apenas um grande dia e eu quero que ele vá bem para você ", eu respondi. "Isso é deles. Ve eles?", Disse Green, apontando de volta para onde eu sabia, sem sequer olhar, que Rock estava. "Eles possuem está escola. Veja as meninas sobre eles? Cara, isso é incrível. Vamos ser eles em dois anos.” Krit virou-se para olhar para trás, mas eu lutei contra a vontade. Eu sabia o que eu iria ver. Dewayne Falco, Preston Drake, Marcus Hardy, e Rock Taylor 11


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines olhando como os reis do mundo, enquanto as fêmeas faziam tudo em seu poder para obter a sua atenção. Eles personificado cada clichê dos livros. Dewayne era o rebelde bad-boy, Preston era o playboy com o sorriso que fazia cair calcinha em todos os lugares, Marcus era o garoto privilegiado rico, e Rock era a estrela do futebol. Todos eles tinham corpos e rostos que enviaram as meninas em um frenesi. "Vocês vão indo para o seu lado do prédio. Leva mais tempo para chegar lá do que você pensa. Seja bom. Eu vou te ver por aqui às três. Não se atrase ou vamos perder o ônibus." Ambos reviraram os olhos, então foram para a direita, para o lado da oitava série da escola, enquanto eu virei à esquerda em direção à seção de ensino médio.

12


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Rock Fazia quase três meses desde que eu a tinha visto. Eu já havia tentado de tudo para conseguir tirar aquela garota da minha cabeça, mas nada adiantou, ela ainda tirava o meu fôlego. No ano passado, ela tinha sido nova. Ela era uma aluna transferida da outra cidade. O nome dela era Trisha Corbin, e ela estrelou cada fantasia que eu tinha. Era tudo que eu sabia sobre ela. Não por falta de tentativa. Ela só não me daria uma hora do seu dia. Admitir que eu estava ansioso para a escola começar de novo apenas para que eu pudesse vê-la era patético. Mas maldição, se não fosse a verdade. Mesmo que ela me ignorasse, eu tinha que vê-la. Cada lindo centímetro dela. Hoje ela desceu do ônibus com um cara andando perto dela como se estivesse avisando que ninguém deveria olhar para ela. Não sabia quem diabos ele era, mas ele era jovem. Eu podia ver em seu rosto. Seu corpo não tinha crescido em sua altura. Ele era magro. "Parece o irmão. Pela cor do cabelo. Ele tem que estar relacionado.", disse Dewayne ao meu lado. Ele tinha me flagrado cobiçando-a. Merda. "Não importa", eu disse, empurrando o meu olhar de cima dela e voltando para o enxame de mulheres que tentavam obter alguma atenção. "Foda-se, o que queira", Dewayne murmurou. Esconder alguma coisa dos meus amigos era impossível. Nós estávamos juntos desde a segunda série. Eles me conheciam bem. Meu fascínio com Trisha Corbin era algo que todos tinham descoberto no ano passado. Mas depois que ela me dispensou não uma, mas duas vezes, eu tinha recuado. Ser rejeitado não era algo que eu estava acostumado. Nunca. "Ouvi dizer que você e Gina se separaram", uma loira chamada Kimmy ou 13


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines alguma parecida, disse, passando as unhas pelo meu braço. "Nunca namorei ninguém chamado Gina", eu respondi, irritado. Kimmy era barata. Eu não estava interessado nisso. Não quando eu tinha acabado de ver Trisha Corbin parecendo um sonho. "Oh, bem, ela com certeza está dizendo às pessoas que você transou com ela contra a parede, no carro, e sobre a mesa", disse ela, em seguida, deu uma risadinha, batendo os cílios para mim.

14


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha Amigos? Eu estava louca? Depois de três aulas, esta manhã eu ainda estava repetindo a minha conversa com o Rock Taylor outra vez na minha cabeça. Era como assistir a um acidente de trem em replay. Eu não poderia ser amiga de Rock. Ele não me quer como amiga. Ele quer entrar na minha calça. Ou calcinhas, para ser mais específica. Ignora-lo era tão difícil. Ele era enorme. Maior do que a vida. Esses braços poderiam proteger qualquer um. Os Caras na escola não se pareciam com ele. Ele era como uma parede. Os homens que nossa madrasta trouxe para casa não tinham nada parecido com Rock. Ele poderia cuidar deles. Não. Balançando a cabeça, eu cancelei esse pensamento. Rock não tinha ideia da minha bagagem. Ele queria me adicionar à sua lista de meninas que ele tinha fodido. Ele não queria me proteger dos homens que gostavam de me bater quando eu não os deixava me tocar. Concentre-se, Trisha. Concentre-se. Manter Krit a salvo era o meu único objetivo na vida. Bem, isso e nós sairmos de casa. A única coisa que eu poderia encontrar consolo era que havia uma linha com Krit que ela nunca cruzava. Fandora não deixava os homens com os quais ela fodia machucar Krit também. Ela preferia que me batessem. Sua enteada indesejada que ela também gostava de bater. Minha mãe tinha morrido quando eu tinha oito anos, e eu tinha ficado com o meu pai e sua atual esposa, Fandora. Quando ele morreu, ele tinha deixado Krit e eu para trás. A única coisa que impediu Fandora de me jogar no lixo foi por eu cuidar de Krit. Ela poderia sair em encontros e viver sua vida sabendo que ela tinha uma babá. Então, me foi dada uma casa. Até o momento eu tinha dez anos, tanto a minha mãe e meu pai tinham me abandonado. Tudo o que eu tinha era meu irmão mais novo. E eu fiz o meu objetivo para mantê-lo seguro e manter-nos juntos. Krit era a 15


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines única pessoa no mundo que me amava. Eu venderia minha alma por ele. Ele era o que me impedia de simplesmente desistir e deixar os homens de Fandora me espancar até a morte. Eu lutei para viver, por meu irmão. Tocando meu lado, eu respirei fundo. Eu estava com medo que desta vez minhas costelas estivessem quebradas. Eu não sabia o que fazer sobre isso. Eu tinha pegado compressas de pano quentes e colocado em torno de minhas costelas com força. Isso era tudo o que eu sabia fazer. Ir para o hospital poderia colocar Krit e eu em lares adotivos e eu não podia arriscar ser separada dele. Ele precisava de mim. Sim. . . Rock Taylor não tinha a menor ideia. Da próxima vez que chegasse em mim, que eu deveria mostrar-lhe as contusões pretas sob minha camisa. Ou talvez o tom verde do machucado em minha bunda. Ou a cicatriz que eu tinha no lado esquerdo do meu quadril, onde tinha sido batido com um cinto com tanta força que tinha deixado cicatrizes. Eu definitivamente precisava de pontos para isso, mas eu nunca tinha chegado a fazer. Fandora era inteligente. Ela não queria que eu a prejudicasse, onde as pessoas pudessem ver. Ela também era completamente egoísta e amarga. E ainda que ela amasse Krit até certo ponto, ela era orgulhosa do homem bonito que ele estava se transformando, e acho que ela achava que ele iria cuidar dela um dia. Então, ela o manteve. E porque ele me amava, ela me manteve. Mas ela fez com que eu entendesse que eu era um fardo para ela e sempre tinha sido. O sino do fim da aula tocou e eu peguei meus livros antes de me levantar. Riley Owens entrou em cena sorrido. Seu cabelo castanho escuro foi cortado em um estilo robusto bonito este ano, e ela estava usando mais maquiagem do que ela usava no ano passado. Eu sempre tinha pensado que ela era bonita, mas ela realmente estava bonita agora. "Você estava uma bagunça, pintinho. Eu tentei obter a sua atenção. Eu não tenho visto ou ouvido de você durante todo o verão. O que houve?", Riley perguntou, batendo no meu ombro quando ela começou a caminhar em direção à 16


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines porta e no corredor. Riley era um dos dois bons amigos que eu tinha aqui. Havia outros que eram simpáticos, mas vir a esta multidão unida no ano passado foi difícil. Eles não aceitaram caras novas facilmente. "Desculpe. Eu estava trabalhando. Como foi o seu verão? ", Eu respondi. Ela suspirou de forma dramática, o que me fez sorrir. "Bem, eu tive que ir visitar meu pai e sua nova esposa na Pensilvânia. E, menina, deixe-me dizer-lhe, eles têm caipiras lá também. Algumas pessoas daqui dariam um funcionamento para seu dinheiro. Ele vive fora do país, e a sua esposa foi descalça ao supermercado! Sério! Quem faz isso? " Essa era outra coisa sobre Riley: Ela sempre me fazia sorrir. "Parece traumático", eu respondi. Ela quase concordou com a cabeça, em seguida, olhou para mim. "Você está sendo uma espertalhona, não é?" Eu mordi de volta um sorriso e comecei a dizer algo quando seus olhos verdes se arregalaram para alguém que estava atrás de mim. Eu comecei a virar e parei. Eu podia sentir o cheiro dele. Hortelã, pimenta e couro. Por que aquele cheiro era tão bom? Os olhos de Riley passaram de surpresos para sensuais em tempo recorde. Ela estava se preparando para pegar a atenção do meu novo amigo. Com seu novo visual, eu não tinha dúvida de que ela podia. Ela seria um alvo fácil. Eu precisava salvar ela. "Olá, Rock," eu disse, voltando-me para encará-lo. Ele estava completamente focado em mim, sem perceber o sorriso e o charme que Riley estava jogando para ele. Seus lábios fizeram um sorriso sexy. "Você conseguiu comer?", Ele me perguntou, mantendo os olhos dirigidos a mim. "Isso teve que ficar em segundo lugar," eu disse, desejando que a minha voz não soasse afetada por ele. Mas ele estava tão perto e ele cheirava tão bem. Eu 17


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines gostava de hortelã, pimenta e couro. Funcionava. Totalmente funcionava. "Eu também", respondeu ele, seu sorriso se transformando em um sorriso satisfeito. "Deixe-me levá-la." Ir com ele. Rock queria que eu fosse com ele para o almoço. Respirações profundas, Trisha. Respirações profundas. "Oh, eu estava indo com Riley para o almoço. "Foi a única desculpa que eu poderia pensar. Finalmente Rock desviou o olhar de mim para Riley, e eu tive certeza que ela soltou um suspiro. "Se importa se eu me juntar a vocês, Riley?" Rock perguntou a ela. "Não. De modo nenhum. Quero dizer, você pode andar com a gente. Eu não me importo. Ou se Trisha não quer, você pode caminhar comigo. Em qualquer lugar, a qualquer momento." Ela estava balbuciando como uma idiota. Eu atirei-lhe uma careta irritada. Ela tinha acabado de lhe dizer que ele poderia levá-la em qualquer lugar a qualquer momento. Realmente? Querido Deus. Não admira que o cara achava que todas as mulheres deviam cair a seus pés. Aparentemente, elas caiam. Ele riu. "Eu realmente gostaria de ter Trisha. Ela é minha nova amiga, e eu estou trabalhando duro para conseguir mantê-la."Seu olhar não tinha voltado para mim. Riley empurrou-me com força em minhas costelas agredidas, e eu caí no peito de Rock deixando escapar um pequeno grito. A dor passou por mim, fazendo minha visão turva e meus olhos lacrimejarem. Eu ia ficar doente. Se eu pudesse respirar, eu teria corrido para o banheiro. Dois braços fortes em volta de mim me seguraram firme quando eu me concentrei em não vomitar. "Você está bem? " Eu não podia responder-lhe. A dor ainda estava atirando através de mim, e eu estava lutando para respirar. "Merda, o quão duro você bateu nela?", Ele perguntou com raiva. Seus braços eram gentis, mas firmes. Eu não ia lutar com ele. A dor estava diminuindo, e eu podia ouvir Riley desculpando-se por bater em mim. Eu precisava dizer a ela que 18


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines estava bem, que isso não era culpa dela. Mas eu ainda estava lutando com a náusea. "Você está bem? Você precisa que eu a acompanhe até a enfermaria? Dar uma olhada? "Ele estava preocupado. Se ele não tivesse me segurado, eu ficaria no chão em posição fetal. Empurrando a dor persistente, consegui balançar a cabeça e tomar uma respiração profunda. Ajeitando meus ombros, dei um passo para trás, tentando sair de seus braços. No começo eu não achava que ele ia me deixar ir, mas ele deixou cair os braços lentamente, relutante em me deixar ir embora. "Eu sinto muito", Riley sussurrou. "Eu não tive a intenção de bater-lhe forte. Eu só estava tentando fazer você ir com ele. Quero dizer, é Rock Taylor, pelo amor de Deus. Ele é..."Riley fez uma pausa. "Está tudo bem. Eu acho que você acabou batendo no ponto errado e, uh... bateu no meu, uh... osso frágil." Isso não fez soar convincente. Riley torceu o nariz para cima e franziu a testa. "Eu pensei que eu bati no seu lado... " Voltei a olhar para Rock. Ele ia pensar que eu era louca. Mas talvez então ele ia desistir de tentar me fazer gostar dele. "Eu não estou indo para o almoço. Eu preciso... ir buscar um livro na biblioteca", eu disse com pressa, em seguida, virei-me e caminhei o mais rápido que pude para o corredor. Sem pegadas me seguindo. Eu encarei isso como uma coisa boa. Com a minha saída, Rock provavelmente iria aproveitar o encanto de Riley e ela o deixaria entrar em suas calcinhas. A ideia me fez mal. Eu não queria Rock saindo com Riley. Empurrando o pensamento para longe, passei pela biblioteca e me dirigi para a minha próxima aula. O almoço era uma das minhas coisas favoritas sobre a escola: Eu tinha uma refeição quente. Eu estava com fome e eu duvidava que eu iria ter alguma coisa para comer hoje à noite. Fandora estava de mau humor. Seu último namorado a tinha deixado. Eu tinha ficado mais do que isso, sem alimentos. Eu poderia fazê-lo até amanhã na hora do almoço, se necessário. Eu não estava pronta para encarar Rock 19


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines depois desse fiasco. Eu duvidava que ele ia tentar falar comigo novamente. Ele e Riley, provavelmente, pensaram que eu era louca.

20


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Rock Eu não gostava da amiga de Trisha. Primeiro ela a machucou, então ela não correu atrás dela. Em vez disso, a morena tinha começado a me paquerar. O que me irritou. Depois de pegar o hambúrguer da minha bandeja na lanchonete, eu fui para a biblioteca para encontrar Trisha. Comer teria sido impossível enquanto me preocupava com ela. Algo estava errado sobre aquela cena. Riley tinha apenas dado uma cotovelada nas costelas. Eu tinha visto isso e eu não tinha gostado, mas eu não acho que era forte o suficiente para a reação que causou. Inferno, se eu não tivesse visto como o rosto de Trisha ficou pálido e a dor em seus olhos, eu teria pensado que ela estava agindo apenas para chamar minha atenção. Seu corpo tinha ficado tremendo quando eu a segurei. Ela realmente tinha sentido a porra de uma forte dor. Quanto mais eu pensava sobre isso, mais isso me incomodava. A única razão para alguém reagir assim era se já estivesse machucado. E se ela estava ferida, porque não bastava nos dizer em vez de fazer alguma besteira sobre a biblioteca e fugir? Preston tinha batom manchado em seu rosto e cabelo bagunçado, além de uma loira em seu braço cujo nome ele não conseguia se lembrar, quando eu voltei para o corredor da lanchonete. "Você já vai embora?", Ele perguntou, franzindo a testa para mim. "Tenho algum lugar para estar", eu respondi, e fui passar por ele antes que ele pudesse me perguntar mais. "Precisa que eu vá com você?", Ele gritou atrás de mim. "Não!" Preston estava sempre pronto para uma luta. Ele assumiu que era a única coisa que poderia me tirar da cafeteria. Ele tinha o seu futuro montado em sua 21


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines carreira de beisebol tanto quanto eu tinha a minha no futebol. Não pensei sobre isso, porém. Ele pularia em uma luta sem pensar se ele achasse que precisavam dele. Gostaria também. Mas eu me preocuparia. Gostaria de ter cuidado. Eu estava muito perto agora. Eu não só tinha uma faculdade, mas uma carreira esperando por mim. Eu tinha um pai pela primeira vez na minha vida. Ele estava orgulhoso de mim. Alguém se importava, e isso significava alguma coisa. Eu odiava precisar da atenção do meu pai como uma criança maldita. Mas ele nunca tinha me dado antes. Se eu pudesse manter-nos fora de uma luta, eu faria. Para mim e para Preston. Dewayne e Marcus tinham pais. Bons pais que iriam se certificar de que eles fossem para a faculdade. Eles tinham pais que os amavam. Preston e eu tínhamos que trabalhar um pouco mais. Inferno, nós tínhamos que trabalhar muito mais. Empurrando as portas da biblioteca, entrei na sala silenciosa cheia de livros. Eu só vinha aqui se fosse absolutamente necessário. O lugar me dava arrepios. Livros malditos demais e ninguém deveria falar. Em seguida, havia a bibliotecária. Ela era mais velha do que um ser humano deveria. Seus olhos afiados passaram em mim e eu congelei como uma criança travessa. Ela tinha cinco metros de altura. O pouco de cabelo branco que ela tinha deixado estava em cima de sua cabeça em um coque apertado. Sério, eu acho que ela poderia ter bebericado alguma mistura de vida eterna. Olhei para a sala, mas nenhuma das mesas tinha a cabeça loira que eu estava procurando. Ela tinha mentido. Este não era o lugar onde ela estava. No fundo eu sabia que ela estava mentindo. Mas eu ainda tinha esperanças de encontrá-la aqui. Virando-me, eu voltei para fora da biblioteca e comecei minha busca das salas de aula vazias. Eu não sabia sua agenda, o que teria sido mais fácil. "Rock! Venha! Treinador chamado uma reunião no início da casa de campo. Nós deveríamos ir diretamente para lá ", Marcus gritou enquanto, Preston e Dewayne vinham andando pelo corredor. "Temos mais de quinze minutos até o final do almoço," eu indiquei, irritado. 22


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "O treinador quer mudanças sobre o jogo na sexta à noite", disse Marcus com um sorriso. Merda. Depois do almoço fui para a casa de campo para trabalhar fora desse período, em seguida, voltei para a álgebra II antes de sair para a prática. O treinador estava mexendo em tudo. Eu queria encontrar Trisha e me certificar de que ela estava bem. "Ouvi dizer que estamos saindo após meio dia de sexta-feira para pegar o ônibus para Rock Creek – Angra das Rochas. O treinador disse à Simmons que ele quer que nó descansados e prontos para ir pro jogo. Então, ele estará chegando três horas mais cedo." Olhando para trás, para o corredor, eu olhei para o cabelo loiro-branco que me fascinou, mas não vi nada. Eu teria que encontrá-la mais tarde.

23


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha Krit e Green já estavam esperando no ponto de ônibus na frente da escola quando eu cheguei lá. Ambos tinham grandes sorrisos em seus rostos e estavam conversando animadamente sobre seus dias. Eu não tinha que perguntar se eles gostaram da oitava série. Bastava vê-los falar. Meus problemas desapareceram enquanto eu observava o meu irmãozinho sorrindo como se fosse o dono do mundo. Ele não tinha muitos motivos na vida para sorrir. Sabendo que ele tinha tido um bom dia foi um alívio. Minhas costelas latejaram o resto do dia, mas eu tinha conseguido me esquivar de todas as perguntas de Riley, porque nós não tínhamos qualquer outra aula juntas. "Hey, baby," Green gritou quando me viu. Eu atirei-lhe um olhar de advertência e ele começou a rir. Krit revirou os olhos, não se divertindo com seu amigo flertando comigo. "Não me chame de 'querida' novamente, se você quer viver", o informei. Green balançou as sobrancelhas para mim, e Krit empurrou-o e disse: "Cara, pare com isso. Sério. " O corpo alto de Green, não tinha tido tempo para se ajustar à sua altura durante a noite também. Ele tropeçou e então riu. "Jesus. Vocês dois são tensos." "O seu dia foi bom?", Eu perguntei a Krit, ignorando Green. Ter Krit depois de um dia de escola sem ele perder a paciência ou ter algum tipo de pressão emocional foi uma realização. Ele tinha um severo transtorno do déficit de atenção com hiperatividade, e eu estava começando a pensar que ele também sofria de algum tipo de transtorno de personalidade que eu não sabia. Fandora não o levaria para consultar. Ela odiava dar-lhe remédios. Quando um de seus namorados tinham me dado um tapa e Krit jogou um tijolo em sua cabeça, ela tinha começado a dar-lhe 24


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines seus remédios. Mas fomos ficando baixo novamente. Krit tendiam a ficar viciado em coisas. Ele era como um fio vivo, incapaz de ficar parado. Pronto para a próxima aventura. E se você ficasse em seu caminho, você perdia. Mantê-lo calmo era o meu trabalho. "Eu fui um anjo hoje", ele informou-me, em seguida, me deu seu sorriso torto. Meu coração se apertou. Eu amava o meu irmão. Tantas vezes eu senti como se ele fosse meu. Eu não tinha idade suficiente para ser sua mãe, mas a maneira que eu o amava era o que me fazia acreditar que o amor de uma verdadeira mãe era possível. Não havia nada que eu não faria por Krit. Nada. Quando ele estava feliz eu ficava feliz. "Não minta para ela. Você foi enviado para o escritório uma vez", Green acrescentou. "O quê?", Eu perguntei, meu coração apertado. Krit deu de ombros e olhou para Green. "Nada grande. Eu disse a professora que eu ia ficar com a atribuição de um minuto. Eu estava terminando algo. Ela ficou irritada. " Isso era típico de Krit. Ele não gostava de ser mandado. Não por ninguém, além de mim. Eu poderia começar impune. A seus olhos, toda a gente precisava dar um passo atrás. Até sua mãe. Krit começou a dizer outra coisa, mas parou quando seus olhos se iluminaram em alguma coisa atrás de mim. Frustrada com a sua capacidade de atenção errática, eu me virei para ver quem tinha o seu interesse. Rock Taylor estava subindo a partir do campo de futebol, vestido com almofadas e esse uniforme apertado que eles usavam. Seu capacete estava em sua mão, pendurado, esquecido ao seu lado. Tão impressionante quanto tudo o que a perfeição era, a parte de tirar o fôlego foi a de que seus olhos estavam fixos em mim. Eu. "Ele está vindo para cá, eu acho," Green sussurrou. 25


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Eu não estava preparada para lidar com ele novamente. E se ele perguntasse sobre o meu ferimento na frente de Krit? Porcaria. Eu tinha que sair daqui. Estendi a mão para o braço de Krit. "Vamos. O ônibus está quase aqui. Nós não queremos ficar nos assentos traseiros com os bandidos. Vamos ter a certeza de entrar na fila." "Mas eu acho que Rock Taylor está vindo para cá. Como, para nós. Ou... você ", disse Krit, observando Rock com cuidado agora. Ele não estava tão hipnotizado mais. Ele parecia estar pensando nisso. "Ele não está vindo para nós. Vamos.", eu disse, empurrando-os para a linha de ônibus. "Trisha." A voz de Rock me parou. A mandíbula de Green caiu e os olhos de Krit já não estavam mais fascinados. Ele estava estudando Rock agora. A carranca apertada surgiu em seu rosto, e eu vi meu irmãozinho se transformar em um homem quando ele se levantou e deu um passo na minha frente. "O que você quer com a minha irmã? Ela não parece realmente animada em ver você ", disse Krit em um tom duro, frio. Rock era uma parede de músculos, e Krit teve de inclinar a cabeça para trás para fazer contato visual com ele. Mas Krit não parecia se importar ou recuar. Ele estava determinado a me proteger. Ele estava fazendo muito isso agora. Eu estava tão preocupado que ele ia se machucar. Era meu trabalho proteger Krit. Não o contrário. A mandíbula de Rock se contraiu, e parecia que ele estava tentando não sorrir. "Trisha e eu decidimos ser amigos hoje. Não foi, Trisha?", Ele disse, olhando por cima do ombro do meu irmão para mim. Eu tinha que acalmar meu irmão mais novo. Eu balancei a cabeça e dei um passo em torno de Krit, "Sim, nós fizemos", Eu confirmei. "Então por que você estava tentando nos atirar no ônibus antes que ele pudesse chegar até você?", Perguntou Krit, não comprando a desculpa. 26


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Sim, por que você estava fazendo isso, Trisha? Fere meus sentimentos", acrescentou Rock. Desta vez, ele estava sorrindo. Merda. Ele estava se divertindo com tudo isso. Dei um passo em frente a Krit e levantei meus olhos para encontrar os de Rock. "Eu só não queria ficar com os assentos na parte de trás do ônibus. Eu não gosto deles. " O sorriso de Rock ficou ainda maior. "Eu tenho uma caminhonete. Sorte para você, eu gosto de dar aos meus amigos carona." Oh, não. Eu não estava deixando-o ver onde morávamos. Não hoje. Nem sempre. "Uh, não, tudo bem. O ônibus funciona muito bem." E como se na sugestão, o ônibus apareceu e o Sr. Freds chamou todos para embarcar. Eu agarrei o braço de Krit. "Somos nós. Vejo você amanhã ", disse a Rock rapidamente, e puxei meu irmão para a linha de ônibus. Eu não olhei para trás e eu estava quase com medo de que Rock iria ficar em linha com a gente. Mesmo que ele fosse esperado no campo de futebol. Conseguir que ele parasse de me seguir ia ser difícil. Ter o meu coração um frenesi sempre que ele falava comigo também não ia ser fácil. Ele era todo perfeito desde que eu era uma garota. Um grande homem bonito, forte, que poderia me manter segura. Alguém que me amaria e me colocaria em seu cavalo e me envolveria em seus braços para que ninguém pudesse me machucar novamente. Rock Taylor não queria me salvar ou salvar meu irmão. Ele era um adolescente, com uma carreira no futebol à frente dele. Todo mundo sabia que os olheiros universitários estavam observando ele. Ele ia ser, um dia, uma grande estrela. Eu seria um desperdício de seu tempo. "Rock Taylor tem tesão por sua irmã," Green anunciou a Krit quando nos sentamos. Ignorei seu comentário. "Sim, eu vi isso", Krit respondeu, parecendo irritado. Eu me virei para olhar para o meu irmão. Eu teria pensado que ele adoraria qualquer desculpa para conseguir falar com Rock Taylor. "Ele não tem tesão por 27


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines mim." Krit fez uma careta. "Sim, mana, ele tem. Eu vi isso. Ele não é o que você precisa, no entanto. Ele não tem tempo para lidar com a nossa merda. Ele não vai ficar por aqui e você vai se machucar. Então eu vou ter que matá-lo. " Green soltou um riso divertido. "Você não pode matar Rock Taylor. Ele pode pisar em você e arremessa-lo longe." "Você não tem ideia do que eu posso fazer", disse Krit, olhando para frente, com um brilho determinado em seus olhos. Eu tinha que lidar com Krit. Mas não aqui no ônibus onde as pessoas pudessem nos ouvir. Rock precisava entender que eu não tinha empo para ser sua amiga ou qualquer outra coisa. Eu não iria caber em seu mundo. Eu tinha que sobreviver ao meu mundo.

28


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Rock "Você está bem está noite?", Perguntei a Preston enquanto caminhávamos da casa de campo para a caminhonete de Marcus. Isso era uma coisa diária. A vida doméstica de Preston era uma merda. Se não fosse por seus irmãos mais novos e a irmã bebê, ele não iria nunca ir para casa. Sua mãe era um usuário. De uma forma muito ruim. "Sim. Tudo de bom. Estou ansioso para ouvir sobre o primeiro dia de aula do Jimmy ", disse Preston com seu sorriso fácil que faria o mundo acreditar. Mas eu sabia melhor. Atrás de seus visual de playboy despreocupado ele era um cara que tinha visto merda ruim. Ele era basicamente um pai aos dezessete anos. Ele era o único amor e o único protetor de seus irmãos. "Jimmy começou o jardim de infância?", Perguntei. Preston assentiu, então suspirou. "Ele estava morrendo de medo esta manhã, também. É difícil não estar indo com ele. Eu queria sentar-me em sua classe com ele, o dia todo. Você sabe?". Ele riu e balançou a cabeça. "Eu não consigo imaginar fazendo isso com Daisy May." Daisy May era o bebê. Ela tinha apenas um ano. Preston estava tomando conta dela desde que ela nasceu. Sua mãe tinha vindo para casa do hospital e depois sumido, por uma semana. Preston tinha perdido seu emprego, porque ele não poderia deixar o trailer em que viviam. Jimmy tinha apenas cinco anos e Brent tinha cerca de dois anos, eu acho. "Todos nós iremos sentar com Daisy May em seu primeiro dia de escola. Ameaçar qualquer um que olhar para ela. Ela será a primeira aluna mais protegida que existe.", eu assegurei a ele. Preston riu, e, em seguida, seu sorriso se transformou em algo real. Eu estava 29


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines lembrando-lhe que ele não estava sozinho. Que tudo o que ele tinha a fazer era deixar-nos saber quando ele precisava de nós. Éramos a sua família também. Às vezes, ele precisava lembrar. Ele era ruim sobre aguentar merda sozinho. "Vi você falando com Trisha Corbin hoje", Preston disse com um sorriso. "Dois dias seguidos." Trisha tinha sido difícil de rastrear hoje. Era como se ela estivesse me evitando. Encontrei-a de qualquer maneira. Perseguindo uma garota como essa não era algo no qual eu me destacava. Mas, caramba, ela cheirava bem. E aquele sorriso dela... Se eu pudesse fazê-la sorrir, faria tudo valer a pena. "Ela não vai ser fácil", advertiu Preston. Ele não tinha ideia. "Sim. Eu tenho isso. Eu não estava procurando fácil. Não se trata de merda. " Preston jogou a bolsa em cima da caminhonete de Marcus e franziu a testa. "Então o que diabos é isso? Você já viu seus seios e bunda? Já a viu nua? ". Eu o teria quebrado se fosse qualquer outra pessoa que tivesse dito isso. Mas foi Preston, e ele sempre verificava todas as meninas, seus peitos e bundas. Ele era um jogador de uma forma muito ruim. Ele não tinha uma boa opinião de fêmeas, graças a sua mãe. Daisy May era a única mulher que ele colocava em um pedestal. Bem, Amanda Hardy, irmã de Marcus, também. Mas ela estava tão fora de limites que era engraçado. Como qualquer um de nós, Preston iria bater na bunda de quem a tocasse. Mas ele não queria falar sobre o seu corpo ou chegar perto dela. "É muito mais. Algo sobre ela... ". Eu não estava falando isso com ele. Ele tiraria sarro de mim por semanas. Meses. Inferno, toda a porra do ano. "Estão prontos para ir?" Marcus gritou quando ele bateu na bunda de Rachel Mann e deixou seu olhar fixamente com saudade. Rachel tinha sido de Marcus todo o ano passado. "Você finalmente decidiu mergulhar na buceta da menina Mann?", Perguntou Preston, divertido. Ele brincou sobre Rose Mann, que era prima de Rachel. Ambas 30


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines meninas tinham balançando os corpos e as cabeças cheias de cachos castanhos. Elas eram quentes. Mas eu não estava indo para lá. Elas eram pouco, em comparação com Trisha. Marcus revirou os olhos e jogou a bolsa na parte traseira de seu caminhão. "Pare de ser um idiota." "Ela é pegajosa. Não diga que eu não avisei", disse Preston, quando ele colocou as mãos sobre os lados do caminhão, em seguida, levantou-se e atirou as pernas sobre o assento. Era a sua vez de dirigir. "Onde está D?", Ele gritou, olhando em volta por Dewayne. "Ele estava preocupado com duas das líderes de torcida. Não consigo me lembrar seus nomes, no entanto. Elas são novas", Marcus respondeu. "Merda. Isso significa que ele não vai estar em casa por isso não podemos ir obter alguns cookies da Sra T?", Preston lamentou. "Nós ainda podemos ir buscar alguns biscoitos. A srª. T não se importa se Dewayne está conosco ou não ", Marcus assegurou. Às vezes Preston me fazia lembrar de uma criança. Mas era parte de seu charme, eu acho. As meninas adoraram. Até que ele as usava uma vez e as dispensava. Em seguida, elas não o amavam tanto. Marcus fechou a porta e olhou para mim. "Você acha que ele vai ser sempre assim?" Rindo, eu balancei a cabeça. Não. Eu sabia que ele não iria. Ele tinha três filhos para criar. Quando ele estava com a gente, ele estava livre para fazer o que ele queria, então ele vivia selvagemente. Quando ele voltasse para casa, ele se tornaria um pai. "Ele precisa disso. Quando ele não está em casa, ele precisa viver ", eu respondi. Marcus fez uma careta. Ele teve a vida mais fácil de todos nós. Embora a Dewayne era muito doce. Marcus teve uma família feliz e dinheiro. A vida que 31


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Preston tinha era algo que Marcus não entendia completamente. Ele estava tentando cuidar de Preston desde que éramos crianças e Preston vinha para a escola sem um almoço. Mas ele não sabia o quão ruim era essa merda. Preston não fala muito sobre isso. Eu só sabia, porque a minha vida não era um mar de rosas e Preston sentiu que poderia falar sobre isso comigo. "Sim, eu acho que você está certo", Marcus disse finalmente. Inclinei-me e liguei o rádio quando Marcus puxou para a estrada. Eu tinha que esperar até amanhã para ver Trisha. Droga.

32


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha "Basta ir", Krit virou-se para mim. Ele estava com medo. Eu podia ver isso em seus olhos. Ele sabia que sua madrasta não iria acertá-lo com muita força. Mas ela não tinha limites comigo. Eu não me importava, porém, eu não a deixaria machucá-lo. "Não", eu respondi, levantando-me da mesa onde Krit e eu estávamos tendo um lanche. Nós não devíamos comer o cereal sem permissão. Era apenas para o café, mas nós estávamos com fome e eu pensei que tínhamos tempo antes que ela chegasse em casa. Se ela não estava deitada no sofá assistindo talk shows, com uma cerveja na mão quando chegamos aqui, isso significava que ela estava fora e não estaria em casa até mais tarde. "Que porra é essa?", Ela gritou quando Krit disparou para fora de sua cadeira para ficar na minha frente. Com certeza, ele era mais alto do que eu agora, mas ele ainda era mais jovem. Eu deveria protegê-lo. Não o contrário. Eu tentei empurra-lo, mas ele não estava se mexendo. "Fique atrás de mim", avisou com uma voz do que eu estava acostumado a ouvir. Isso a fez gargalhar duramente, riso sádico. "O que, menino, você acha que vai proteger essa vadia de mim só porque você é maior do que eu?". Ela deu um passo para Krit, e todo o seu corpo ficou tenso. "Você. Não. Vai. Me. Machucar ", ela disse em uma voz suave que me deu arrepios. "Eu sou sua mãe. Você não vai me tocar. " "Queríamos um lanche. Nós estivemos na escola o dia todo e estávamos com fome. Almoço não nos encheu ", Krit explicou. Eu ouvi o menino sair dele. O único medo que sempre tentou argumentar com sua madrasta louca. Eu não ia deixá-lo tocá-la para me proteger. Ele nunca iria perdoar a si mesmo. 33


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Mudei-me rápido e pulei na frente dele. "Saia daqui, Krit", eu gritei para ele, e mal tive tempo para me preparar para o tapa no meu rosto. "MERDA! Mãe, pare com isso! ", Krit exigiu, e senti suas mãos em torno dos meus braços. "Estúpida, estúpida, vagabunda feia." Ela arremessou palavras para mim que ela pensava que me machucariam. Vindo de alguém que me preocupava, talvez iriam. Mas ela estava me xingando toda vida. Eu não me importava com o que ela dizia sobre mim. Ela se afastou no início, e Krit tentou me mover para fora do caminho. Mas, em vez disso, seu cotovelo bateu nas minhas costelas feridas. O grito que irrompeu para fora de mim parecia que estava vindo de outro lugar, quando pontos negros se formaram na minha visão e eu caí no chão, tentando respirar. Ouvi Krit gritando, mas eu não podia me mover. A dor era paralisante, e eu não tinha sido capaz de respirar ainda. Os pontos negros todos ligados entre si até que era apenas escuridão. "Droga, Trish, acorde." A voz desesperada de Krit me preocupava. Eu lutei para abrir os olhos. A dor começou a diminuir. Eu estava respirando novamente. Olhando em volta, eu tentei sentar-me no caso de a mulher louca que chamamos de Mãe estivesse se preparando para atacar novamente. "Fique calma. Ela se foi ", disse Krit, apertando a mão no meu ombro para me impedir de levantar. "Ela provavelmente não vai estar de volta hoje à noite." "Tem certeza?", Perguntei, em seguida, fiz uma careta, porque eu tinha tentado me mexer. A dor estava lá, mas se eu não mexesse, eu ficaria bem. Krit parecia irritado quando ele balançou a cabeça. "Sim. Eu batinela. Eu nunca bati nela. Eu estava com medo, porque você não estava se movendo e tão maldito louco que você teve que lidar com seu merda. Eu simplesmente perdi o controle. ". Ele suspirou e abaixou sua cabeça. "Ela disse que estava ligando para a polícia." Krit tinha atingido sua mãe. Exatamente do que eu estava tentando 34


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines protegê-lo. Ele se sentia culpado por isso. "Se a polícia vier aqui e me ver assim, ela vai ficar presa. Ela não está chamando a polícia. Ela estava tentando assustá-lo ", eu assegurei a ele. Ele balançou a cabeça e endireitou os ombros como se ele estivesse tentando ser corajoso. "Você precisa ver um médico. Suas costelas parecem ruim, Trisha. " Se eu fosse para o hospital, eles nos levariam para longe dela e nos colocariam em lares adotivos, separados. Eu não ia deixar isso acontecer. Eu não poderia protegê-lo lá. Ele precisava de mim. "Não mudará isso. Só me ajude a levantar, e então eu vou precisar de ajuda para por algo pressionado fortemente ", eu disse a ele. Ele olhou para mim com uma expressão frustrada. Em seguida, rosnou com raiva. "Eu não sou um garotinho mais. Quando você vaiver que eu posso cuidar de mim mesmo, Trisha? Pare de se machucar por mim! Eu posso proteger a nós dois. E eu quero que você consulte um médico. " "Eles vão nos separar", eu o lembrei. Ele parecia derrotado. "Pode Ser. Mas pelo menos você não vai mais apanhar.” “Não há nenhuma promessa de que não será a mesma coisa se sairmos daqui. Pelo menos aqui eu sei o que esperar, e eu posso aguentar. " Krit se inclinou e beijou o topo da minha cabeça. "Um dia nós não vamos viver assim. Teremos uma vida real. Nós seremos livres." Lágrimas queimaram meus olhos. Quando tinha meu irmão se tornado aquele a me confortar?

35


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Rock Trisha não estava na escola hoje. Eu tinha visto seu irmão e seu amigo sair do ônibus, mas ela não estava com eles. O garoto me estudou quando ele andou por onde eu estava. Como se ele estivesse tentando decidir alguma coisa. Seus olhos azuis eram tão parecidos com os de sua irmã. E havia um olhar assombrado neles que lembrava de ter visto em Preston, quando éramos mais jovens. Alguma coisa estava errada. Esse sentimento ficou comigo o dia todo. Quando o último sinal tocou, eu não fui para o campo. Eu fiz o meu caminho para a sala da oitava série. Eu estava achando seu irmão. Krit estava andando em direção à porta que levava para fora quando eu cheguei ao seu lado do edifício. "Krit," Eu chamei. Havia uma multidão de crianças entre nós e eu sabia que se ele saísse por aquela porta, eu o perderia. Ele se virou e seus olhos me encontraram imediatamente. O que, provavelmente, tinha a ver com o fato de que eu era mais do que uma cabeça alta entre as crianças. Depois de contar ao seu amigo alguma coisa, ele empurrou a multidão e fez o seu caminho de volta para mim. Felizmente, seu amigo continuou do lado de fora. Krit puxou sua mochila em seu ombro e ficou reto, fazendo sua altura e seu corpo magro o deixassem ainda mais alto. "O que você quer com ela? Ela não é uma garota que você pode apenas ter e seguir em frente. Ela nunca irá dormir com você. Ela é uma boa menina. Ela também tem merda para lidar, e um jogador como você não iria entender. Então, esqueça se você está apenas atrás dela para adicionar às suas muitas conquistas. " Fiquei impressionado. Em nenhum momento ele vacilou em sua demanda. Ele estava de pé por sua irmã, e ele não tinha medo de que eu poderia agarrara-lo e parti-lo em dois. Eu gostei deste garoto. 36


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Não quero dormir com ela. Eu gosto dela. Muito mesmo", eu assegurei a ele. "Onde ela estava hoje?" Krit franziu a testa como se não tivesse certeza de que ele acreditou em mim. Mas eu podia ver que havia esperança em seus olhos. Ele queria que eu gostasse dela. "Ela está ferida", ele respondeu lentamente, e eu poderia dizer que ele estava segurando algo. "Como ela está machucada?", Eu perguntei, desejando que eu não tivesse esperado todo o maldito dia para descobrir por que ela não estava na escola. Ele olhou para longe de mim e sua mandíbula apertou. Depois de algumas muitas batidas de silêncio, eu estava começando a pensar que ele não ia me dizer. Por fim, ele voltou a olhar para mim e a dor em seus olhos não me fez sentir melhor. "Mamãe bateu nela. Ela já tinha as costelas machucadas. E ela deu um soco lá novamente. Tentei ajuda-la.". Ele parou e seus olhos ficaram úmidos quando uma dureza surgiu em seu rosto. Merda. "Ela está em casa com sua mãe?", Eu perguntei, tentando não deixar o horror que batia dentro do meu peito transparecer no meu rosto. O garoto precisava de mim para ser forte. Ele estava prestes a quebrar, e ele estava lutando "Eu... Eu, uh, bati na mamãe. Quando Trisha caiu no chão, eu me perdi e eu apenas. . . "Ele olhou para baixo e o vi engolir em seco. "Sua mãe saiu?" Eu perguntei a ele. Ele assentiu com a cabeça. Filho da puta. Por que sua mãe bateu nela? Fodidos doentes não precisam se reproduzir. Deus deveria fazer uma regra. "Sim. Ela estava com raiva, mas ela estava sangrando. Ela saiu e não voltou esta manhã. Trisha estava com muita dor e eu a convenci a ficar na cama. Ela precisa ficar melhor." "Eu vou te levar para casa", eu disse a ele, e agarrei seu braço e me dirigi para as portas de saída. Eu não dormiria esta noite, porra, se eu não visse Trisha com 37


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines meus próprios olhos. Krit tentou empurrar o braço livre. "Cara, deixe ir. Eu já perdi o meu ônibus. Eu preciso da carona. Você não tem que quebrar o meu braço. " Eu não estava ciente de que meu aperto era tão apertado. Eu o deixei ir. "Desculpe," eu murmurei. Ele balançou o braço como se para senti-lo de volta, mas ele continuou a andar ao meu lado. "Você não tem treino de futebol?", Ele perguntou, olhando para o campo onde eu deveria estar a vinte minutos atrás. "Sim", eu respondi, empurrando a porta aberta para o caminhão do meu pai. Eu dirigia, quando ele estava trabalhando a noite e dormia o dia todo. Isso aconteceu esta semana. Eu só tinha que preenchê-lo com gasolina e lava-lo. "Você vai começar a jogar na sexta à noite, e se você perder? Ouvi dizer que você tem olheiros observando você toda a temporada. " Se meu pai descobrisse que eu tinha perdido o treino, ele estaria furioso. A única razão pela qual ele não tinha me chutado fora foi porque eu poderia jogar futebol. Ele gostava de saber que o eu menino ia ser algo. Quando eu era mais jovem, ele tinha me deixado com a minha mãe e mal tinha vindo me visitar. Então, um dia no ensino médio eu lhe pedira para me deixar jogar futebol e ele tinha ficado animado sobre isso. Quando os treinadores me elogiaram e eu me tornei a estrela da equipe, meu pai tinha me tirado da minha mãe. O dia que eu tinha chegado em casa da escola para encontrar todas as minhas coisas embaladas na parte traseira de seu caminhão, minha mãe estava de pé na varanda com o homem que ela estava namorando. Ela explicou que ela precisava de uma vida e era a vez do meu pai cuidar de mim. Além disso, ela não podia pagar mais. No mês seguinte, ela se mudou para outro estado e eu não tive notícias dela desde então. Então, meu pai era tudo que eu tinha. Um homem que só amava o que eu poderia fazer. Não a mim. "Se você não consegue jogar, todo mundo vai ficar puto. Não podemos vencer 38


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines os Dolphins sem você. " Gostaria de começar a jogar. O Treinador estaria louco e ele me faria pagar por isso com treinos mais longos. Mas ele iria me deixar jogar. "Eu vou jogar. Diga-me como chegar a sua casa. " Krit apontou para a esquerda. "Pegue a rua principal até que você esteja quase fora da cidade. Em seguida, vire à direita para Fortes Road. Quinto dobre à esquerda. " Fortes Road era o pior lugar de Sea Breeze. Eu tinha estado lá uma vez antes com a minha mãe quando eu era criança. Ela estava comprando pote de alguém lá. Nós não vivemos em uma grande parte da cidade, mas não era assim tão mau. E o pai tinha um apartamento que não era tão ruim. Era melhor do que a casa que eu tinha vivido com a minha mãe. Mas Fortes Road... Merda. Trisha não deveria estar lá sozinha. "Não é tão ruim assim. Pare de olhar tão malditamente horrorizado ", Krit resmungou. Comecei a discutir com ele, mas eu deixei ir. Não há necessidade de fazê-lo se sentir mal.

39


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha Da minha cama, onde eu tinha ficado o dia todo, eu podia ouvir o ônibus escolar puxando pela estrada. Mamãezinha querida chegou em casa algum tempo depois do meio-dia. Ela tropeçou no corredor, e eu a ouvi bater à porta. Então, nada mais. Ela estava de ressaca ou ainda estava dormindo. A porta do meu quarto estava fechada, para que ela nunca pensasse olhar para dentro. Esperei que a porta da frente abrisse e Krit entrasse, mas eu nunca ouvi. Uma vez que o ônibus tinha ido e ele ainda não tinha chegado, eu sabia que tinha que levantar. Alguma coisa estava errada. Se ele perdeu o ônibus, ele precisava de mim. Prendi a respiração e tentei não gemer quando me sentei e me movi lentamente, as pernas para fora da cama. Uma vez que eu estava de pé, tomei respirações curtas. Hoje eu tinha cuidado das minhas costelas. Amanhã eu não podia fazer isso. Para começar, a bruxa malvada estava agora em casa. Então, é claro, se eu perdesse mais um dia de aula, eles ligariam aqui. Isso seria ruim. Muito ruim. Assim que eu dei um passo em direção à porta, ouvi alguém puxar para cima. Eu congelei e esperei. A voz de Krit flutuou através da janela. Deixei escapar um suspiro de alívio. Ele tinha conseguido uma carona. Eu continuei a caminhar para a porta, mas, em seguida, ouvi outra voz. Mais uma vez... Eu congelei. Rock Taylor estava aqui. Ah, não. O que Krit tinha feito? "Esse é o carro da mamãe. Ela está em casa ", ouvi Krit dizer a Rock Taylor! O que ele estava fazendo? Esquecendo a dor, eu abri minha porta e fiz meu caminho pelo corredor quando a porta da frente se abriu e entrou o meu irmão, seguido de Rock. Caramba. Ele era tão grande. Pisando em nosso trailer, ele parecia tão fora de lugar. "Krit," Eu resmunguei, enquanto meus olhos estavam cravados em Rock. Seu 40


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines olhar caiu para minhas costelas, e eu me lembrei que eu tinha diante. Passando os braços em volta da minha cintura, eu tentei esconder a fita que eu tinha usado em minhas costelas. Eu não queria que minhas roupas tocassem minhas costelas feridas, então eu estava usando um sutiã esportivo e um par de calças de moletom de corte. "Perdi o meu ônibus. Ele me deu uma carona ", Krit começou a explicar. Isso não faz sentido. "Por que você perder o ônibus?", Perguntei, ainda tentando descobrir o porquê de Rock estar aqui. Em nosso trailer. "Ele me perguntou sobre você. Quando você não apareceu na escola. Eu disse a ele... " Eu bati o meu olhar fora de Rock e olhei para o meu irmão. Certamente ele não tinha dito o que a Rock o que aconteceu. "Você disse a ele o que?". Krit arrastou os pés nervosamente. Ele lhe tinha dito sobre a mãe. Por que ele faria isso? Rock Taylor não ia correr e salvar o dia. Ele estava interessado em mim. Agora que ele tinha me visto assim, eu esperava que sua fascinação em entrar em minhas calças iria embora. Meus cabelos não estavam limpos e pareciam horríveis. "Obrigada por trazê-lo para casa," Eu mordi para fora, tentando soar como se quisesse dizer isso. Mas eu tinha a sensação de que foi culpa de Rock, Krit ter perdido seu ônibus. "Mas nós temos isso. Você pode sair agora. " Os olhos de Krit passaram longe. "Trisha! Sério, por que você está agindo assim? Ele não –" "Ele já viu o suficiente, Krit. Mamãe vai acordar a qualquer momento, e ele precisa ser ido embora. " "Ele disse-" "Não importa o que ele disse. Estou lhe dizendo que, se você sepreocupa comigo em tudo, você vai voltar para seu quarto e começar a sua lição de casa em silêncio. Eu não quero que ela acorde e você também não. Ela vai estar com raiva quando acordar. Eu não estou pronta para mais uma rodada ainda. " 41


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Krit abaixou a cabeça, em seguida, acenou com a cabeça e começou a caminhar em direção ao seu quarto. Ele parou e deu a Rock um aceno de cabeça. "Obrigado, cara." "Sempre", respondeu Rock. Krit olhou para mim, e eu podia ver a frustração em seu rosto. Eu sabia que ele pensava que Rock estava aqui para nos salvar. Aquele menino dentro de seu grande corpo ainda mantinha-se à esperança de um herói. Por fim, ele passou pelo corredor. Eu esperei até que a porta do quarto se fechasse antes de olhar para Rock. "Não fale com ele novamente. Ele não precisa que você o use para chegar até mim ", eu disse no tom mais frio que eu poderia reunir. Rock não se mexeu. Ele segurou o meu olhar, então olhei para as minhas costelas novamente. "Você precisa ver um médico", foi sua resposta. Deixei escapar um riso difícil. "Sério? Você não é brilhante. Notícia de última hora: Se eu ver um médico, perco meu irmão. Não vai acontecer. Cai fora, Rock. Eu não estou jogando. Eu estou tão fora dos limites para todos os homens, não é mesmo engraçado. Você está desperdiçando seu tempo e jogando com a cabeça do meu irmão. Ele acha que você pode fazer algo para nos ajudar. Pare com isso. Apenas. Vá. Embora ". "Ela bateu-lhe muito?" Realmente? Será que ele não ouviu qualquer coisa que eu disse? "Eu disse para ir embora", eu assobiei. "Deixe-me ajudá-la. Eu conheço um médico que você pode ver. Ele não vai chamar a polícia. Eu juro. " "VÁ. EMBORA. "Eu mordi a língua e fechei os olhos. Eu tinha gritado. Merda. Ele estava me deixando tão louca. Eu precisava manter minha voz baixa. "Você pode ficar na cama amanhã? Será que ela vai fazer você ir para a escola?" 42


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Ou ele era surdo ou ele pensou que estava acima de ouvir o que os outros lhe disse. "Rock, eu preciso que você saia. Eu preciso que você esqueça tudo isso. Vá jogar futebol e ser a estrela que esta cidade gosta de falar. Eles querem você. Eu não. " Ele ficou lá e me observou por mais alguns segundos. Então, quando eu achava que ele não iria, eu comecei a sentir uma pontada de esperança. Mas ele se virou e saiu. Seu corpo perfeito, bonito desceu os pequenos passos e volta para seu caminhão. Ele não olhou para mim quando ele subiu no interior e se afastou. Ele deixou. Assim como eu pensava. Ele queria algo. Eu não estava indo para dar-lhe. Acho que ele entendeu a mensagem. Se eu admitisse para mim mesma, doeu. Mas eu não iria admitir isso. Ou pensar nisso. Eu não tinha o luxo de fantasiar sobre ninguém. Especialmente um cara que estaria saindo para uma faculdade de sua escolha em dois anos.

43


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Rock Sexta-feira finalmente tinha chegado. O primeiro jogo da temporada. Eu estava jogando hoje à noite, mas eu não estava começando. O treinador me colocou no banco pelos primeiros cinco minutos. Fazia parte do meu castigo por ter faltado ao treino na quarta-feira. Ele me fez correr pelas arquibancadas durante três horas. Eu estava tão malditamente esgotado, que depois de vomitar duas vezes, eu mal consegui dirigir. Papai tinha ficado chateado porque ele precisava de seu caminhão de volta. Toda essa merda por nada. Trisha Corbin tinha deixado muito claro que ela não me queria perto dela. Não me impediu de pedir a Krit sobre ela ontem, quando ela não pareceu novamente. Ele disse que sua mãe tinha um novo namorado e tinha ficado com ele noite passada, então Trisha tinha tomado mais um dia para se curar. Impossível não olhar para o maldito ônibus esta manhã, eu tinha esperado para ver se ela pisava fora dele. Quando o fez, o olhar dela tinha ido através de mim como se eu não estivesse lá. Ela passou por mim sem um olhar ou uma palavra. Eu estava invisível para ela. Isso doeu, merda. Eu não tinha feito nada para merecer isso dela. Eu só queria ajudar. Eu queria estar perto dela. Mas ela obviamente me odiava. Portanto, esta noite eu estava indo jogar como a porra de um profissional e depois sair para comemorar quando ganhássemos. Se beber tiraria Trisha Corbin da minha cabeça, eu o faria. Deixá-la me consumir foi ridículo. Sim, sua vida era uma merda, mas isso significava que ela tinha que me odiar? Dewayne sentou ao meu lado na biologia e jogou uma barra de chocolate Snickers na minha mesa, com um sorriso. 44


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Minha mãe colocou dois na minha mochila esta manhã. Parecia que você precisava de algo para sorrir ". Dewayne tinha a melhor mãe do mundo do caralho. Todos nós amamos Tabby Falco. Peguei a barra de chocolate e rasguei o invólucro com meus dentes. "Obrigado", eu disse, antes de tomar uma mordida. "Esta noite é a noite. Pensei que você estaria todo sorrisos", Dewayne apontou. Normalmente, eu era. Mas Trisha Corbin tinha fodido com o meu estado de espírito. "Eu estou apenas mantendo-me focado." Dewayne riu. "Besteira. Eu vi você olhando para a menina Corbin como se quisesse um sabor. Ela não está interessada? " Eu atirei-lhe um olhar de advertência. " Mova-se.” foi a minha única resposta. "Há sempre Ellie Nova. Aquele pedaço de bunda é a melhor por aqui. Mas eu estou trabalhando numa mordida ". Ellie Nova era a princesa do ensino médio. Não é o meu tipo. Ela sabia que ela era linda e ela usava isso. Eu não contei a Dewayne que eu tinha realmente já tido um gosto. Ela veio até mim em uma festa, no final do ano passado. Eu a beijei, mas não fez nada por mim. "Ela é toda sua," eu assegurei a ele, em seguida, dei outra mordida na minha barra de chocolate. Dewayne balançou a cabeça e se inclinou para trás, cruzando os braços sobre o peito. "Acho que se Trisha Corbin se arrumasse ela seria tão gostosa. Ela se esconde de todos e não diz muito. O grupo de amigos dela é pequeno. Mas sim, eu posso ver a atração. A menina tem um corpo. E seu rosto. . . "Ele soltou um assobio. Eu não sabia que as minhas mãos haviam se enrolado firmemente em punhos até que o olhar de Dewayne caiu para elas. Ele sorriu. "Sim, eu posso ver que você mudou com isso." Livros cairam sobre a mesa do outro lado de mim. "Porra, D. o que você fez 45


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines para irritá-lo? E onde você conseguiu o doce?", Preston perguntou quando ele entrou na mesa. "Ele

está

irritado

sobre

Trisha

Corbin",

disse

Dewayne,

sorrindo

presunçosamente. Babaca. Droga. Longas pernas bronzeadas chamaram minha atenção e eu deixei o meu olhar viajar para ver um pouco da saia curta que não cumpria o código de vestimenta. Mas, caramba, era bom. Pequenas cinturas e grandes peitos não eram ruins para ninguém. Noah Miller, uma júnior de cabelos vermelhos escuro e grandes olhos castanhos sorriu para mim pouco antes de tomar o assento, na minha frente. "Ei, Rock," ela disse em uma voz suave batendo seus cílios para mim. Claro, ela estava usando um monte de maquiagem, mas nem todo mundo pode parecer como Trisha sem maquiagem. O rosto de Noah não era difícil de olhar. Nunca tinha sido. "Olá, Noah", eu respondi. "Você está pronto para esta noite?", Perguntou ela. Os três primeiros botões de sua camisa branca desabotoada mostram-me seu decote. Não era uma vista ruim. "Sim. Você vem? ", Perguntei. Ela me deu de ombros e sorriu. "Eu acho que eu faria se eu tivesse planos mais tarde." Este era um convite. Será que eu queria ir para lá com ela? Merda, por que não? Trisha não estava interessada. Inferno, Trisha me odiava. "Há festa na praia hoje à noite. Fogueira para ganhadores e perdedores. Mas nós vamos vencer, " Eu adicionei. Ela mordeu o lábio inferior, em seguida, apertou os braços contra os lados de seus peitos para espremê-los. Era uma jogada que eu conhecia e apreciava. "Eu não quero ir sozinha." 46


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Dewayne limpou a garganta para não rir. Isso era o que eu estava acostumado. O que eu sabia. Talvez fosse esse o jeito que deveria ser. Eu não precisava ir atrás de meninas que não estavam interessadas. As que me queriam estavam onde eu precisava. Inclinei-me sobre a mesa e deixei cair o meu olhar para as mamas dela que ela queria que eu olhasse tanto. "Eu acho que eu posso consertar isso para você", eu disse a seus peitos. "Depois do jogo me encontre na casa de campo." Ela tremeu e eu estava de volta em território que eu conhecia. "Ok. Podemos ir o meu carro novo ", disse ela. "É um carregador e completamente foda. Eu vou deixar você dirigi-lo. " Eu não teria o caminhão esta noite. Corrigido o problema. Levantando o olhar para encontrar seus olhos castanhos que piscavam com a atração e emoção, eu sorri. "Parece bom, baby." "E ele está de volta no cavalo," Dewayne murmurou. Eu o ignorei. Em vez disso eu estendi a mão e coloquei uma mecha do cabelo de Noah atrás da orelha e pisquei. Ela derreteu, assim como eu sabia que ela faria. Isso foi muito mais fácil. Então, por que porra eu não me sentia bem?

47


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha Riley abriu a porta para o refeitório antes que eu pudesse chegar a ela. "Vamos comer!", Ela disse em seu brilhante tom alegre. Eu estava morrendo de fome. Esta manhã, o novo namorado de Fandora tinha saído de seu quarto enquanto nós estávamos nos preparando para ir. Seus olhos tinham a varredura de meu corpo, e então ele tinha conseguido aquele sorriso assustador que eu tinha visto antes em seus namorados. "Fandora não me disse que sua filha estava tão gostosa" tinha sido suas palavras inteligentes. "Ela também é muito jovem. Jail Bait ", eu tinha respondido em tom de aviso. Então eu corri para fora da porta com Krit. Felizmente, ele tinha começado a comer a sua tigela de sucrilhos. Eu, nem tanto. Eu ainda estava lenta, e me preparar levou mais tempo do que normalmente fazia. "Você vem para o jogo de hoje à noite?" Riley me perguntou. Isso era tudo que falavam sobre hoje. O jogo de futebol. Eu estava tão cansada de ouvir sobre isso. O nome de Rock estava sempre ligado às conversas. Ele não estava conseguindo jogar os cinco primeiros minutos, e todo mundo estava em pânico. Eu me sentia culpada por isso, mas não sabia por quê. Não era como se eu tivesse pedido que ele faltasse ao seu treino para vir na minha casa. Mas ele tinha. E ele também não se aproximou de mim hoje. Eu tinha certeza que ele ia tentar falar comigo quando eu desci do ônibus esta manhã, mas ele não tinha. Minhas palavras tinham afundado. Não tinha demorado muito para ele descobrir que eu não valia a pena. "Duvido", eu respondi, em pé na fila por comida. Fandora tinha feito certo ao aplicar almoço livre para Krit. Ela não se preocupou comigo. No entanto, o sistema 48


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines escolar tinha me adicionado também, uma vez que podia ver que viemos da mesma casa. Eu nunca a deixaria saber. Eu estava com medo que ela fosse me tirar. "Você pode ir comigo", disse Riley, esperançosa. E deixar Krit em casa? De jeito nenhum. Não com um novo cara rondando o trailer. "Não é possível esta noite", eu respondi, desejando que ela esquecesse. Ela suspirou. "Bem. Poderia muito bem desistir das minhas esperanças de que você e Rock Taylor de qualquer maneira. Eu estava indo viver através de você, mas parece que Noah tem sua atenção agora. "Ela bufou. "Não me surpreende. Olhe para ela pendurada em cima dele. " Por que eu virei a cabeça para olhar, eu não sei. Talvez para provar que eu tinha razão sobre Rock Taylor. Por alguma razão, eu me virei para ver Rock sentado no final da sua mesa, como o rei do mundo, com Noah Miller inclinando-se sobre ele e rindo de tudo o que ele estava dizendo. Os outros jogadores também enchiam a mesa, com meninas como Noah sentadas em seus colos ou ao lado deles. Isso era o que eu esperava de Rock Taylor. Ele estava sorrindo como se ele não tivesse que se preocupar com nada. Ele tinha os seios de Noah contra seu braço e suas longaspernas em volta das suas como se estivesse tentando agarrar a um alvo em movimento. Quando ele baixou a cabeça para sussurrar algo em seu ouvido, seu olhar encontrou o meu. Por um breve momento, ele fez uma pausa. Algo brilhou em seus olhos, mas ele piscou rapidamente, em seguida, mudou-se para Noah e continuou a fazê-la rir. Eca. Apenas eca. "Essa é a sua velocidade. Ele gosta delas rápido e barato ", disse a Riley, tentando não parecer ciumenta. Riley não respondeu à primeira vista. Eu estava grata porque eu precisava de um momento para descobrir por que meu peito doía. Rock nunca tinha sido meu. Não fazia sentido eu me importar com ele estar com Noah. "Sim. . . Eu estava apenas esperando, por um momento, que ele não fosse como os outros ", Riley disse finalmente. 49


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Eu também", eu sussurrei antes que eu pudesse me parar. Riley apertou meu braço gentilmente. "Você é muito mais bonita do que ela. E você tem classe. Ele saiu perdendo. " Meus olhos ardiam e eu odiava isso. Mas Riley era uma boa amiga, e ela estava tentando me fazer sentir melhor. Era triste que qualquer devoção ou incentivo que recebi de alguém me fez emocional. Mas era raro. Então, quando chegou para mim, eu sempre sentia vontade de chorar. "Você está vindo hoje à noite", disse Davey Marks quando passou para atirar o braço em volta de Riley e sorrir para mim. "E você também. Eu não estou indo para essa coisa bárbara cheia de testosterona, sozinho. " Davey era um dos únicos outro amigo de verdade que eu tinha na escola. Ele era baixo. Ele usava óculos de lentes grossas e tinha sardas por todo o corpo e rosto. Mas ele sempre estava sorrindo e feliz. Ele também era brilhante. Ele seria o orador oficial no nosso último ano. Eu não tinha dúvidas. O cara era um gênio. "Eu pensei que você estaria na biblioteca resolvendo a fome no mundo", Riley brincou com ele. Ele raramente vinha para o refeitório almoçar. Ele realmente ficava na biblioteca ou fazia trabalhos extras para uma de suas aulas avançadas. No ano passado vimos uns aos outros mais, mas na semana passada Davey tinha sumido. "Eu fiz isso durante as férias. Está bem ir para o almoço hoje. Sra Barnaby disse que eu precisava para assistir funções da escola mais, como jogos de futebol e socializar com os outros alunos mais. Eu preciso ser mais social. " Sra Barnaby era a conselheira. Ela tinha que trazer Davey fora da borda de ser o último empreendedor a cada ano. . . várias vezes. "Trisha não pode ir", disse Riley. Os olhos de Davey passaram longe. "O quê? Você tem que estar brincando comigo! É o que esta cidade adora. É o nosso deus, Trisha. Você não sabe disso? Rock Taylor é um semideus. Todos nós devemos adorá-lo e adora-lo.” 50


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Desta vez, eu ri. Ele estava brincando. Quando Davey se empolgava e zombava do mundo, era hilariante. "Desculpe. Eu odeio não poder ir a adoração em seu altar, mas eu tenho que sair com Krit hoje ". Davey acenou com as mãos amplas como se não fosse grande coisa. "A Kritmeister! Traz ele também! E aquele amigo dele. Turquesa, não é? " "O nome dele é Green", eu respondi com uma risada. "Sim, o jovem Sr. Green com o nome mais estranho do mundo, exceto por Krit. Traga os dois! Vamos ver o semideus esmagar o outro time e gritar como todos nós somos uma merda." Levar Krit pode ser bom. Fandora ficaria feliz por estarmos fora da sua casa. Provavelmente feliz comigo por levar Krit em algum lugar. Pode me bater do outro lado tempo suficiente para minhas costelas se curarem. "Ele gostaria disso. Se você tem certeza. Precisaríamos de uma carona, "eu disse a ele. "SIM!" Davey deu um soco no ar. "Meu pai vai deixar eu levar a minivan. Então, vamos festejar como estrelas do rock. Podemos até ter alguns hambúrgueres depois. " Isso seria bom para Krit e para mim. Mesmo que eu tivesse que assistir Rock no campo hoje à noite. Eu poderia lidar com isso. Aquilo, mesmo que fosse pequeno, tinha terminado. Eu poderia voltar a ser invisível para Rock Taylor.

51


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Rock Ela não olhou para mim novamente. Porra! Eu tinha tido sua atenção e eu tinha estragado tudo. Sussurrando para Noah tinha ferrado essa merda. Trisha não olhou para mim de novo. Nem mesmo uma espiada. Ela sentou com seus amigos. Ela continuou rindo e conversando com Riley e o cara nerd que tinha aparecido e a estava fazendo sorrir. Eu o odiava. Não o conhecia, mas eu odiava que ela sorrisse tão facilmente para ele. Noah continuava escorregando a mão na minha coxa, e eu tinha que pegar a mão dela e espremer, para impedi-la de me masturbar aqui no refeitório. "Por que você está me parando?", Ela sussurrou em meu ouvido. Porque eu queria assistir Trisha e ver se ela olhava para mim novamente. Eu não estava transando com ela até este tempo. Jogando jogos com alguém como ela era estúpido. Eu sabia melhor do que isso. Eu tinha acabado ficando chateado sobre ela me afastar. "Não aqui", eu respondi, observando Trisha cobrir suas costelas e rir. O riso a estava machucando. Droga. Seus olhos dançavam enquanto ela olhava para o cara nerd. Será que ela gosta dele? "Vamos a algum lugar, então," ela disse, tentando mexer a mão livre da minha. "Não agora." Porra, ela estava me dando nos nervos já. Trisha me distraiu. Vários caras olharam para ela. Ela estava alheia, embora. Ela continuou falando com Riley, e, em seguida, caminhou com ela até as latas de lixo. Eu mudei Noah de cima de mim e me dirigi até ela. Eu não tinha certeza do que diabos eu ia dizer, mas eu tinha que levá-la para olhar para mim de novo. Riley parou de falar no meio da frase quando ela me viu sobre o ombro de Trisha. Eu tinha que dizer alguma coisa para Trisha ou 52


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines ela iria embora. "Trisha". Seu corpo ficou tenso e eu odiava isso. Eu não queria ser a pessoa que a deixava tensa. Eu queria ser o único a fazê-la sorrir. Lentamente, ela se virou para olhar para mim. Aqueles olhos azuis brilhantes. Sonhei com eles. "Sim?" E agora? Não faria sentido para mim pedir desculpas sobre Noah. Eu não tinha nada para pedir desculpas. Não, realmente. Inferno. "Eu estou indo", disse Riley, e Trisha olhou para ela. "Espera por mim." A súplica em sua voz não era difícil de perder. Riley assentiu e baixou o olhar para o chão. "Como você está?", Eu perguntei, a necessidade de dizer alguma coisa. "Muito bem, obrigada" foi a única resposta que recebi. Eu precisava levá-la a falar comigo. Mas como? "Você vem para o jogo de hoje à noite?" Merda. Eu só lhe perguntei isso? Como se ela não tivesse problemas maiores do que vir para o jogo de futebol. Ela olhou para Riley. "Sim, Krit e eu estamos indo com alguns amigos." Então, ela estava vindo. Ok. Eu tinha que mudar meus planos. "Rock, você está pronto para ir encontrar um armário para terminar o que começamos?" Noah me abraçou e sussurrou alto o suficiente para que todos a ouvissem. E assim, os olhos de Trisha se arregalaram e ela forçou um sorriso que não era real. Isso não estava indo bem. Por que eu não poderia deixar de ser um cara por a porra de um minuto e não estragar tudo, merda? "É melhor você, uh. . . voltar a isso ", disse Trisha, em seguida, virou-se e saiu correndo. Riley olhou de volta para mim, depois revirou os olhos antes de fechar a porta por onde Trisha havia saídocorrendo. "Por que você estava falando com ela? Quem é ela, mesmo? Essas roupas com certeza já viram dias melhores. Alguém precisa dizer a ela que não cabem mais. ". 53


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines O tom malicioso de Noah não me deixou feliz. O cara nerd parou na nossa frente, seu olhar enojado em Noah. "Classe. Algo que você não poderia compreender ", disse ele. Então ele olhou para mim. "E você não é bom o suficiente para ela. " Em seguida, ele se afastou. Noah soltou uma risada alta. "Sério? O idiota disse isso mesmo para nós? Sobre ela? Ela é feia. Ninguém a deseja. Não, eu a desejava. Caralho duro. Me soltando de Noah, eu me afastei dela. "Eu mudei de ideia, Noah. Hoje à noite não tenho tempo ", eu disse a ela, em seguida, a deixei ali. Ela se recuperaria em breve. Eu simplesmente não tinha tempo para isso. Dewayne andou ao meu lado e me deu um tapa nas costas. "E ele está fora do cavalo de novo, pessoal. Trisha Corbin tem-lhe todos os tipos fodido. " Eu não respondi a ele. Dewayne era tipicamente um espertinho. Ele gostava de dizer merda para demiti-lo para cima. E ao contrário de Preston e Marcus, ele poderia me levar. Eu olhei para ele e me dirigi para a minha próxima aula. "Por que vale a pena, ela não aceitou bem quando a viu pela primeira vez com Noah. O rosto da menina ficou pálido, e eu acho que a machucou. Então, talvez você está no caminho certo. Só não tente faze-la sentir ciúmes. Isso não é o seu estilo. " Eu odiava quando Dewayne estava certo.

54


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha A multidão já estava alta, e o jogo ainda não tinha começado. Havia grandes cartazes que as líderes de torcida tinham feito, forrando a cerca. A única mensagem estupida que eu vi foi uma escrita “Rock vamos sacudir você!” Quer dizer, sério? Leva toda a equipe. Eu assisti futebol antes. Rock não poderia ganhar todo o jogo para eles. Krit e Green tinham encontrado alguns outros amigos, uma vez que chegamos aqui. Eu disse a ele para me encontrar a cada trinta minutos. Ele revirou os olhos e murmurou, "Que seja". Isso era algo que ele nunca tinha conseguido fazer. Eu sabia que era um grande negócio entrar e sair com os amigos. Era uma coisa normal que a maioria das crianças fazia, mas estávamos limitados. Viver com a nossa mãe era louco. Eu procurei na multidão até que eu vi a cabeça loira em um grupo de caras que eu nunca tinha visto antes. Eles pareciam mais velhos. "Quem são eles?", Eu perguntei a Riley. "Calma, mamãe urso. Eles estão em seu grau. O mais alto com a altura estranhamente impressionante para treze anos de idade, é irmão mais novo de Dewayne Falco, Dustin. Ele é a grande merda do seu grau. Aparentemente, quando Krit pega amigos, ele vai junto. " Eu não tinha certeza se eu gostava da ideia de Krit sair com o irmão de Dewayne Falco. "Talvez eu deva ir buscá-lo ", eu disse, mordendo meu lábio inferior. "E fazer que odeiem você? Eu não sugiro. E Dustin Falco nunca se mete em encrenca. Os Falcos são boas pessoas. O seu pai é dono da Falco Construção. Eu conheci sua mãe. Realmente doce. Ela veio no ano passado para deixar alguns remédios contra a dor para Dewayne quando eu estava trabalhando lá, terceiro período ". 55


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Ok, tudo bem. Só porque Rock e Preston dormiam com cada mulher na terra não significava que Dewayne fazia isso também. Eu estava julgando novamente. Ugh. Eu desejava não fazer isso de novo. "Ok. Você está certa. Eu posso vê-lo, de qualquer maneira. Ele está bem. " A ruiva bonita andou até eles, e Dustin Falco passou o braço em volta dos ombros e a puxou contra ele. Não tenho certeza de que eu gostei, também. Isso pareceu demasiado familiar para alunos da oitava série. "Você tem certeza de que ele é a idade do Krit?", Eu perguntei quando ele beijou a cabeça da menina. "Sim, eu tenho certeza. Essa é Sienna Roy. Ela é a melhor amiga de Dustin", explicou Riley. Como ela sabia disso? E eles assim não se pareciam com amigos. "Como você sabe tudo isso? " Ela encolheu os ombros. "Pequena cidade. Eu tenho ido à igreja com Sienna Roy a maior parte da minha vida. " Davey subiu os degraus em direção a nós, chamando minha atenção do meu irmão. Davey tinha ido para obter "rações", ele tinha dito. Eu tive que segurar meu lado porque eu não podia deixar de rir. Ele estava carregando três nachos de queijo, três cachorros quentes, três sacos de algodão doce, e o que parecia ser uma variedade de doces empilhados em cima. Havia garrafas de refrigerante que caiam para fora de ambos os bolsos da frente. Achei que ele tinha mais em um bolso de trás. "Você comprou as bebidas?", Perguntou Riley, levantando-se e ajudando. "Não exatamente. Mas eu tentei ", respondeu ele. Peguei os itens que ela me entregou, e conseguimos encaixá-los em torno de nós. Não havia nenhuma maneira de nós comermostudo isso, mas eu sabia que Krit e Green provavelmente comeriam. Eu estava indo para salvar alguns nachos de queijo para Krit e alguns algodões doces. Ele ficaria cheio até amanhã. 56


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Tudo o que nós não comemos podemos dar aos poços sem fundo que Trisha trouxe com ela", Davey explicou. "Obrigada, Davey. Você não tem que nos comprar toda essa comida ", eu disse a ele. Eu sabia que seus pais eram generosos com ele e lhe deram para gastar para que ele não precisasse trabalhar já que entraria em Yale. Ainda não significava que eu esperava que ele fosse fazer algo assim. Ele piscou para mim. "Eu tenho dois encontros quente hoje à noite. Eu devo alimentá-las bem para que elas voltem para mim de novo.” Sorrindo, eu alcancei um cachorro-quente e dei uma mordida. Tinha sido um longo tempo desde o almoço e eu estava com fome. Eu não estava indo comer tão cedo. Antes que eu pudesse terminar o cachorro-quente, as pessoas se levantaram e aplaudiram. Ouvi gritos e assobios. Diferentes nomes de jogadores foram gritados das arquibancadas. Eu assisti com fascínio quando apertaram pequenos pom-poms. Riley estendeu a mão e me puxou para cima. "Eles estão correndo para o campo. Mostre algum espírito escolar ", ela gritou por cima do barulho. Eu mastiguei a última mordida e deixei que ela me puxasse. Ela ia me ter gritando por outro razão, se ela continuasse a me puxar com mais força. Vi acima das cabeças na frente de mim e através dos shakers como um jogador de futebol correu por uma grande bandeira de papel que dizia “somos # 1” no meio dele e tinham nomes dos jogadores sobre ele. Eu não poderia dizer quem era quem aqui. Todos eles pareciam iguais a mim. Riley colocou as mãos sobre a boca e gritou algo que eu não podia ouvir. O barulho de passos ficou mais forte, e os jogadores se cumprimentaram. "O número dez," Riley me chamou. "O Quê?" "Ele é o número dez", ela repetiu. Eu sabia o que ela queria dizer, mas eu ainda perguntei. "Quem?" Ela revirou os olhos para mim e riu, em seguida, olhou para trás, para fora no 57


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines campo. Após o outro time sair, o Sr. Presley, o professor de música, cantou o hino nacional. Em seguida, a multidão gritou novamente antes de tudo o que podíamos fazer era sentar. Depois que todo mundo sentou outra vez, eu procurei pela cabeça loira de Krit. Ele havia se mudado para a cerca, mais perto dos jogadores. Ele estava bem. Então eu olhei para o número dez. Coberto de almofadas, ele parecia ainda mais forte. Seu capacete estava em suas mãos quando ele se sentou no banco. Quando os caras saíram do vestiário e Rock foi deixado para trás, a multidão começou a vaiar. Rock não olhou para trás. Ele não iria incentivá-los. Apenas manteve sua atenção no campo. "Coloque TAYLOR!" E "Vai Rock!", Foram apenas algumas das coisas sendo gritadas das arquibancadas. "Coach vai deixar todo mundo com raiva. Pergunto se ele sobrevive cinco minutos de tempo de jogo antes dele colocar Rock." "Deixe meu menino jogar!", Uma voz chamou, e eu me virei para ver um homem calvo, com uma barriga de cerveja e uma cara feia gritando para o campo. Ele parecia em nada com seu filho. Ele era menor que Rock, e parecia que ele não cuidava de si mesmo. Seu cabelo precisava ser lavado e a sua camisa estava desbotada e manchada. Voltei a olhar para o campo. Esse homem me lembrou do tipo de homens que Fandora trazia para casa. Será que Rock tinha uma vida familiar ruim também? Este homem era um bom pai? "Eles dizem que ele perdeu o treino quarta-feira. Sabe o porquê?". Riley disse, enfiando o rosto nos nachos. "Krit perdeu o ônibus. Ele o trouxe para casa", eu disse a ela antes que eu pudesse me parar. Eu só não queria que ela pensasse que ele perdeu o treino porque não se importava. Riley parou com um chip em sua boca e se virou para olhar para mim. "De jeito nenhum", ela sussurrou. 58


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Eu apenas assenti. Seus olhos estavam arregalados de espanto. "Oh meu Deus", ela respondeu, antes de empurrar a os nachos em sua boca.

59


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Rock Nós ganhamos. Por dois Touchdowns. Um deles tinha sido meu. Mas nada disso parecia importar no momento. Desde o intervalo do jogo, quando corremos para o vestiário e eu olhei para a arquibancada e vi os cabelos loiros de Trisha, eu senti a adrenalina correr solta. Ela estava aqui. E eu a estava levando para casa. Imploraria a Marcus ou a Dewayne para me emprestar seu carro. Eu simplesmente não podia deixar está noite sem ficar um pouco com ela. Minha aterrisagem Touchdown tinha acontecido simplesmente porque eu queria me mostrar para ela. Chamar sua atenção. Ela tinha me feito jogar melhor. Eu havia chegado vivo uma vez que eu sabia para onde olhar quando me virei para ver a multidão. Toda vez, ela tinha estado lá. No próprio local. E eu tinha, caralho, adorado. Os caras estavam todos indo para a casa de campo, e é para ai que eu deveria ir também. Mas ela iria embora antes de eu sair de lá. Eu não poderia perder esta oportunidade. Hoje era a minha noite. Eu estava em chamas. Sem mais jogos. "Pegue," Eu gritei para Preston, e atirou-lhe o meu capacete. "Vai buscá-la, tigre", ele me chamou com um tom divertido. Seu comentário desagradável só me fez sorrir. Eu estava andando em minha alta. Ela não poderia me dizer não. Desta vez eu não iria deixá-la. Empurrando no meio da multidão e agradecendo a pessoas que me disseram que eu havia jogado bem, eu mantive meus olhos em Trisha. Ela não me viu indo em direção a ela. Bom. Eu não queria que ela tivesse tempo para fugir. Eu cheguei ao fundo das arquibancadas apenas quando o amigonerd dela se levantava com elas. Seus olhos fixaram-se em mim e ele franziu a testa. Eu sabia que elenão era um fã, mas eu poderia corrigir isso. Se ele era amigo de Trisha, eu tinha certeza que ele gostava de mim. 60


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Trisha." Quando eu chamei seu nome, ela parou de estudar os passos. Sua cabeça virou-se e seus olhos azuis mostraram seu choque. Em seguida, sua confusão. Deus, ela era linda. O tipo de louco de beleza. "Deixe-me levá-la para casa. Comprar o jantar. Seja qual for, só não vá. Fique. Espere por mim.", eu implorei. Soou como mendicância. Eu estava desesperado. A multidão em movimento parou, e eu senti todos os seus olhos em mim. Eu estava chamando atenção. Ela olhou em volta para todas as pessoas que estavam olhando para ela. À espera de sua resposta. Talvez eu estivesse colocando-a no local, mas eu precisava que ela dissesse sim. Para me dar uma chance. Assim, quando ela abriu a boca para dizer alguma coisa, meu pai apareceu na minha frente, bloqueando a minha vista dela. Tentei pisar em torno dele para que eu pudesse vê-la. Ela estava prestes a dizer alguma coisa. Suas mãos agarraram meus ombros, e ele me balançou. Ele estava chateado. "Você chegou atrasado para a porra do treino e teve que ficar de fora por cinco minutos, e agora você está aqui, em vez de estar na casa de campo! Que diabos, menino? Traga sua bunda lá. Não jogue merda longe para isso." Ele acenou com a mão na direção de onde Trisha estava de pé. Fúria bateu em minhas veias e eu cerrei os punhos. "Dê-me um minuto", eu disse, encontrando seu olhar com um dos meus próprios. "NÃO! Foda-se! ". Ele agarrou meu braço e tentou me mover. Eu não me movi. O velho tinha esquecido que eu o havia superado há muito tempo. Ele pode me pegar desprevenido e agitar -me na frente de todos, mas o inferno se ele conseguir me mover em seu comando. Eu puxei meu braço livre. "Eu disse para dar um minuto", eu repeti com calma, sabendo que as pessoas estavam me assistindo. "Você vai jogar isso fora? Por uma garota? Prove para todo mundo que você é lixo branco como a sua mamãe? Qual é o seu plano, rapaz? Porque eu não vou mantê-lo se é isso que você está pensando. " Ele cuspiu e seu hálito desagradável 61


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines de cebola e cerveja me deixou doente. Eu o ignorei. Eu não estava lutando com o meu velho homem na frente da cidade. "Por favor, Trisha. Me espera. " Meu pai estava rugindo porcarias, e eu bloqueei, esperando enquanto ela viu a cena na frente dela. Em seguida, ela balançou a cabeça. Foi um pequeno aceno de cabeça, mas ela balançou a cabeça. Meu coração disparou. Eu não poderia manter o sorriso do meu rosto. "Eu vou ser rápido. Só não saia. Por favor ", eu chamei, e ela balançou a cabeça novamente, olhando em algum lugar entre horrorizada e surpresa. Virei-me e me dirigi para a casa de campo. Meu velho estava atrás de mim, ainda reclamando. Eu o ignorei e corri para fora. O pai de Dewayne estava vindo em nossa direção, e ele parecia ainda mais irritado do que o meu pai. Ele me deu um tapinha no ombro. "Bom jogo, garoto", disse Falco, antes de caminhar para além de mim. Então ele disse para o meu pai em um comandando voz: "Isso é o suficiente. Pare de gritar com o garoto assim ou eu estou chamando a polícia. Ele não fez nada.” Corri para dentro, pronto para obter um banho. Trisha Corbin estava esperando por mim. Quente. Droga! Dewayne estava saindo dos chuveiros com uma toalha ao redor da cintura. "Você conseguiu o que queria? ", ele perguntou, sorrindo. "Ela disse que iria esperar por mim. Eu preciso de um carro ", eu disse a ele. "Pensei em perguntar ao meu pai, mas ele está irritado e gritando sobre eu ficar de fora do início do jogo e outras merdas. Seu pai está colocando-o em seu lugar agora. " Dewayne abriu seu armário e pegou as chaves do carro. "Leve-o. Vou andar com Marcus para a festa." Eu peguei as chaves do seu Mustang. "Obrigado. Sério. Tudo o que você precisa, diga-me". Eu disse a ele. "Traga sua bunda lá fora antes que ela saia," Dewayne respondeu, em seguida, começou a se vestir. 62


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Eu corri para os chuveiros. Esse foi o banho mais råpido da minha vida.

63


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha “Caramba! Esse é o pai de Dewayne Falco brigando com o pai de Rock ", Riley sussurrou ao meu lado. "Esqueça isso. Você realmente vai com Rock? ", Perguntou Davey, olhando horrorizado. Eu tinha. Eu lhe disse que sim. Ele gostaria de me ver. Ficou em apuros com seu pai, e seu pai estava gritando, coisas horríveis sobre ele. Os olhos de Rock tinham ficado em mim, suplicando-me a dizer sim. O que eu deveria fazer? "Ele estava. . . determinado. E eu estava com medo de que seu pai o machucasse, "eu admiti. Davey zombou. "O que, e quebrar a mão ao socar seu filho cheio de músculos? Duvido ". "Foi romântico", disse Riley toda sonhadora. "Eu teria pulado de uma ponte por um homem se ele me pedisse. Ele estava ignorando seu pai desagradável e completamente cativado por você. " "Cala essa porcaria de boca, Riley," Davey resmungou, irritado. "É rock Taylor. Quando ele já levou alguma menina a sério? " Riley deu de ombros. "Ele nunca fugiu do campo por uma garota também. Se ela não tivesse cedido, ela poderia ter completamente arruinado sua carreira no futebol. Ele está faltando treinos por ela, e agora ele está arriscar ficar em apuros com o seu treinador e seu pai por quebrar as regras e se cansar apenas para passar um tempo com ela. Acho que ela é diferente." Por que eu quero acreditar tanto? Eu estava enfraquecendo. "Ele estava com Noah hoje. O que mudou? ", Perguntou Davey. "Não sei, mas deixe ela tomar suas próprias decisões. Cai fora", Riley 64


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines repreendeu. Então ela olhou para mim. "Quer que a gente espere por você? Ou você realmente vai deixá-lo dar-lhe uma carona? " Eu tinha Krit e Green comigo. "Eu não posso deixar Krit e Green", eu os lembrei. "Eu só vou ficar e falar com ele ". Davey suspirou. "Ótimo. Temos que esperar até que este acidente de trem aconteça. Oh alegria. Eu queria um hambúrguer. " Riley olhou para ele. "Cale a boca, Davey." Então ela olhou para mim. "Eu vou pegar Krit e Green. Você vai encontra-lo do lado de fora da casa de campo. " Eu fiz como me foi dito e caminhei lentamente em direção à casa de campo. O que eu ia dizer a ele? Por que ele estava tão determinado a falar comigo? Davey estava certo, onde estava Noah? Presumi que eles estariam juntos esta noite. A não ser que eles realmente terminaram as coisas em um armário ou em algum lugar na escola. A queimadura que o ciúmes deixou em meu estomago me frustrou. Eu não tinha nada para ter ciúmes, mas eu estava de qualquer maneira. As portas se abriram e Dewayne Falco saiu com Marcus Hardy. Ambos olharam para mim, e Dewayne assentiu. Marcus sorriu como se soubesse um segredo, e, em seguida, eles se dirigiram para o estacionamento. Eu mexia com as minhas mãos e, finalmente, as coloquei nos bolsos da frente dos meus shorts jeans. Olhei de volta a Riley e Davey para ver meu irmão e Green com eles. Os olhos de Krit estavam mim enquanto ele estava falando. Ele gostava de Rock. Eu me perguntava como ele se sentia sobre isso. "Você ficou." A voz de rock me assustou, e eu balancei meu olhar de volta ao redor para ver Rock vindo em minha direção. Seu cabelo castanho escuro estava úmido, e parecia que ele tinha usado a mão para escova-lo. Suas calças jeans abraçaram seus quadris e coxas apenas o suficiente para deixa-lo delicioso. A forma como a camiseta preta que ele usava acentuou seus músculos o deixou perfeito. E ele queria que eu fosse a algum lugar com ele. "Eu disse que ficaria", eu respondi. 65


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Ele sorriu. "Sim, você disse. Mas eu não tinha certeza. " Eu apontei para Krit. "Eu tenho que ir para casa com ele. Me certificar de que ele está bem e tudo mais. Eu não posso ir a qualquer lugar com você. " O sorriso dele caiu, mas ele não parecia com raiva. Ele estava pensando. "Eu não sabia que ele tinha vindo também. Posso te levar pra casa, então? " "Por quê?", Perguntei. Eu não entendia ele. Porque ele iria querer sair de uma festa para levar a mim e ao meu irmão para casa? Um sorriso torto surgiu em seus lábios. "Porque eu gosto de estar perto de você." Eu não estava esperando isso. Meu coração reagiu como uma menina e ficou todo trêmulo. Essa mesma menina respondeu: "Tudo bem." Rock sorriu, mostrando os dentes muito brancos. Caramba, ele era agradável de olhar, e eu estava provando ser uma mulher fraca. "Aí está você." A voz doce de Noah me fez lembrar de tudo o que estava deixando-me esquecer. "Eu estive esperando por você no meu carro. Pensei que iriamos nos divertir um pouco antes de voltarmos para a festa e comemorar sua vitória. " "Noah, eu lhe disse que estava fora." A resposta de Rock foi atada com frustração. "Não, você não fez." Ela fez beicinho, em seguida, passou a mão pelo seu braço. "Eu não estou usando calcinha", ela acrescentou. Ok. Eu tinha o suficiente. Eu estava saindo agora. "Sério, Noah. Isso não é legal. Eu disse hoje cedo após a proeza no refeitorio que estava fora. Eu não estou indo para a maldita festa.". Seu tom era frio. Ou ela estava mentindo ou ele estava. Dei um passo para trás, pensando que eu poderia passar despercebida. Mas o olhar de Rock voltou para o meu, e seus olhos estavam me implorando. "Não. Por favor, me dê um minuto." Ele estava me pedindo "por favor" novamente. Era muito difícil não ceder 66


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines quando ele perguntava assim. "Rock, pare de brincar com ela. Ela não vai te dar o que você precisa hoje à noite. Depois de uma vitória como essa, você precisa de um passeio selvagem e eu estou pronta para dar-lhe vários passeios antes da noite acabar." Sim, isso foi o suficiente. "Eu preciso ir. Eles estão esperando por mim ", eu disse em uma corrida, antes de correr para os meus amigos e irmão. Todos os seus olhos estavam em mim. "Trisha," A voz de rock me chamou. Ouvi Noah dizendo outra coisa, e, em seguida, Rock levantou a voz. Eu acreditava que ele não queria estar com ela hoje à noite. Era só que isso era algo que ele sempre iria lidar. E eu não queria fazer parte disso. "Trisha, por favor!", Ele gritou, e eu percebi que sua voz estava mais perto. Ele estava me seguindo. E porque ele tem que dizer por favor, outra vez? Eu me virei e vi Rock atrás de mim e uma Noah irritada onde ele havia deixado. Seus olhos estavam atirando punhais para mim. Noah Miller era apenas uma de muitas. Ela poderia fazer a minha vida um inferno na escola. E todas as outras meninas reagiriam da mesma forma que ela. Rock era bonito, forte e tão difícil de dizer não. Mas eu não poderia trazer mais esse drama para minha vida. "Deixe-me ir," eu implorei. "Eu não posso fazer isso. Ela é apenas uma de muitas. Vá com ela. Eu tenho problemas maiores do que brigar por um cara. " Ele se encolheu e me afastei. O braço de Krit veio ao redor do meu ombro, e ele estava carrancudo. Ele não sabia o que tinha acontecido. Eu tinha que explicar para Krit que ele não precisava ficar com raiva de Rock. Mas agora eu só queria ir. "Vamos pegar aquele hambúrguer", disse Davey, quebrando o silêncio. Krit me puxou para perto dele com a dobra do braço. "Sim. Eu estou com fome", ele concordou. Rock não veio atrás de mim novamente.

67


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

68


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Rock Duas semanas tentando esquecê-la. Tentando não olhar para ela. Tentando ignorar quando ela sorria no refeitório. Duas semanas de inferno. Trisha Corbin foi colocado nesta terra para me lembrar que há algumas coisas que eu não posso ter. Eu teria pensado que ter fodidos seria o suficiente de um lembrete. Mas não. . . o universo tinha decidido que Trisha era necessária. Eu não tinha ido com Noah naquela noite, depois do jogo. Eu tinha sido esmagado. Tendo ficado tão perto de Trisha apenas um pouco e, em seguida, tê-la arrancada de mim era demais. Eu tinha ido para casa amuado. Após duas semanas de mau humor, eu estava determinado a conseguir Trisha fora da minha cabeça. Eu não estaria usando Noah para fazê-lo, no entanto. Rose Mann, no entanto, era quente e mais do que interessada. Eu ia ligar para ela na festa da piscina na casa de Marcus. Seus pais e irmã estavam fora da cidade, por isso ele estava dando uma festa. O que significava que a maior parte da escola estaria lá. Papai estava de férias, o que significava que eu tinha o seu caminhão. As duas últimas noites de sexta eu estive em campo, assim ele estava em um bom humor. Eu já não estava em sua lista de merda. Enquanto eu era uma estrela, ele estava feliz. Uma vez que eu teria feito qualquer coisa só para ter sua atenção. Mas agora eu não dava a mínima. Só que eu realmente precisava de seu caminhão. Algo lá na frente me chamou a atenção, e eu liguei o meu farol alto para ver o que parecia ser uma menina baixinha. Que diabos? Estava escuro lá fora e esse caminho não era uma rua movimentada. Eu desliguei meus faróis e abrandei até que eu estava ao lado dela. O que aconteceu depois iria me assombrar para o resto da minha vida. Trisha Corbin virou a cabeça para olhar para mim, e um de seus olhos estava 69


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines inchado e fechado, o lábio estava cortado e havia sangue em seu rosto. Ela estava mancando e segurando seu braço machucado. O bonito cabelo loiro estava preso em um rabo de cavalo, e parecia que tinha sido puxado. Alguns cabelos estavam soltos e saindo em direções malucas. Filho da mãe! Eu ia matar alguém. Batendo nos freios, eu pulei para fora do caminhão e corri para ela. "Trisha" era tudo que poderia sair da minha boca. Meu coração estava na minha garganta, e minhas mãos malditas tremiam. Ela olhou para mim com os olhos molhados de lágrimas. Eu estava indo para a cadeia. Porque quem porra fez isto estava para morrer. Lentamente. E dolorosamente "Eu preciso. . . Eu preciso ir ao. . . h-hospital. "Ela disse cada palavra como se machucasse. "Sim, querida, você precisa. Como posso ajudá-lo a entrar no caminhão? Eu não quero te machucar." Foi um sentimento de desamparo. Pegá-la em meus braços era o que eu queria fazer. E guardá-la contra meu peito de modo que ninguém pudesse tocá-la. Mas eu sabia, desde o ângulo estranho de seu braço que tocá-la não era uma boa ideia. Ela respirou fundo e prendeu a respiração um minuto. "Basta estar. . . atrás de mim no ca-caso de eu perder o equilíbrio. Eu acho que as minhas pernas ", ela fez uma pausa e estremeceu, então sussurrou- "são as únicas coisas que não estão quebradas." "Merda, Trisha. Deus, merda", foi tudo o que eu poderia dizer. Eu queria perguntar-lhe quem tinha feito isso, mas doía para ela falar. Gostaria de descobrir isso mais tarde. Abri o lado do passageiro do caminhão e vi como ela mancava e a ouvi se queixar. Eu tinha pensado que sua rejeição era um inferno. Isso era muito pior. Eu odiava vê-la com dor. Eu iria levá-la saudável e me rejeitando qualquer maldito dia sobre este pesadelo. Quando ela começou a levantar uma perna, ela perdeu o equilíbrio e quase caiu, mas eu a segurei. "Posso te levantar se eu segurar você por 70


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines aqui? Será que dói?", Perguntei. "Isso não é muito ruim", disse ela em outro sussurro. Eu levei os quadris mais firmemente e lentamente até que ela estava sentada em segurança no assento. Mudei suas pernas para que eu pudesse encara-la de frente. "Eu vou dirigir devagar. O cinto de segurança pode ser demais. " Ela assentiu com a cabeça e murmurou, "Obrigada." Fechei a porta e corri de volta para o meu lado. Se ela estava andando sozinha, então Krit tinha que estar em algum lugar seguro. Eu não queria fazê-la falar, mas eu também não queria aquela criança sozinha com quem quer que tenha feito isso com ela. "Onde está Krit?", Eu perguntei quando eu voltei para a estrada. "Green. Prometi a ele ", disse ela quase muito calmamente. "Se ele corresse até Green e ficasse lá... Eu chamaria Davey para levar. . . m-me para o hospital. " Em vez disso, ela tentou caminhar cinco quilômetros de sua casa para o hospital. Teimosia feminina. Mas, pelo menos o garoto estava seguro. "Vou entrar em contato com ele, assim que chegar ao hospital e deixar ele saber que eu estou com você e você está sendo cuidada ", eu assegurei-lhe. "Obrigada", ela conseguiu dizer antes de estremecer. Eu não estava fazendo-a dizer mais nada. Nós dirigimos em silêncio enquanto eu imaginei as muitas maneiras que eu ia matar quem tinha colocado as suas mãos sobre ela. Demorou apenas sete minutos para chegar ao hospital local, mas parecia uma eternidade. Ouvi-la gemer e suspirar estava me matando. Eu odiava isso. Eu odiava vê-la ferida. Eu odiava não ser capaz de parar esta merda. Por que não podia ter me deixado estar lá para ela? Por que ela me empurrou? Eu fui até a entrada e olhei para ela. "Estou pegando uma cadeira de rodas e te ajudando a descer. Fique parada.". Ela me deu um pequeno aceno e um sorriso tenso. Nunca fodidamente novamente. Ela não iria se machucar novamente. Jurei a Deus que eu teria a certeza disso. Eu queria prometer-lhe que seria logo, mas não o fiz. Ela só iria se preocupar sobre como eu pretendia evitar que isso acontecesse. 71


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Eu estava mostrando a ela.

72


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha Duas costelas fraturadas, mas eu já sabia disso. Felizmente, meus pulmões não foram perfurados. O cotovelo deslocado e uma fratura no meu osso rádio, o que significava que meu pulso estava quebrado. Quando o novo namorado de Fandora tinha agarrado a minha mão e me atirado do outro lado da sala, eu tinha ouvido o crack. Assim, eu já sabia disso também. Meu nariz não foi quebrado, graças a Deus. Ele tinha sangrado tanto que eu não tinha certeza. Eu estava grata que Fandora tinha ficado na frente de Krit e manteve-o protegido. Ele tinha recebido um tapa, mas ela tinha posto um fim a isso rápido. Krit tinha se machucado tentando chegar a mim, mas Fandora tinha ficado entre ele e seu namorado, gritando com o cara para não tocar seu bebê. Tudo isso porque o namorado nojento tinha agarrado a minha bunda. Eu disse para ele parar, e em seguida ele tinha me prendido contra a parede e começado a me contar que ele queria um sabor daminha buceta. Krit entrou no momento e começou a atacar o cara, e o homem tinha usado seu peso para joga-lo no chão. Fandora viera correndo para fora de seu quarto e viu a bagunça na sala de estar, e claro que me culpou. Eu tinha lutado, mas quando eu chutei o gordo tão forte quanto eu podia, ele começou a me bater em vez de me apalpar. Quando Gary Holmes, o homem mais velho que morava no trailer ao lado da nossa, apareceu na porta, Fandora arrumou uma desculpa. Eu tinha me escondido no quarto, onde Krit tinha me seguido. A última coisa que eu precisava era que o Sr. Holmes chamasse a polícia. Eu tinha ouvido Fandora lhe dizendo que era apenas uma briga de casal. Eu tinha implorado a Krit para ficar quieto. No final, Krit tinha concordado em ir para Green se eu fosse para o hospital. Eu disse a ele, que se ele não me deixasse naquele momento eu não chamaria Davey e ficaria lá a noite toda. Ele lutou, mas toda vez que eu respirava, gemia de dor. Assim, ele 73


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines finalmente saiu, fazendo-me jurar que iria para o hospital e o chamaria assim que eu estivesse lá. Eu não podia deixar Davey ou Riley saber sobre isso. Eles iriam querer dizer aos policiais. Mas eu não estava sendo separada de Krit. Ele estava seguro aqui. Fandora tinha provado esta noite que ela não queria alguém o machucando. Eu poderia sobreviver. Rock saindo da escuridão quase me fez querer chorar de alívio. Eu tinha decidido que eu nunca chegaria ao hospital. Então, ele tinha estado lá. E me salvado. A enfermeira tinha me questionado sobre Rock. Eles sabiam que alguém tinha feito isso comigo e sua resposta imediata foi questionar sobre o namorado. Mas eu tinha jurado a eles que não era ele. Ele tinha me salvado. O fato de que ele não tinha um arranhão não o ajudou. Em seguida, eles tinham começado a me perguntar quem tinha feito aquilo. Eu lhes tinha dito que eu tinha caído da escada fora da minha casa e pousado em um tijolo. Foi o melhor que eu tinha sido capaz de chegar. Eles não acreditaram em mim. Eu jurei que era isso que tinha acontecido, e eu pude ver que eles estavam frustrados, mas eles finalmente recuaram. A enfermeira entrou no quarto com um sorriso amável. "Nós não podemos obter a sua mãe no telefone. Eu estou com medo de que você tenha que ficar aqui até que possamos levá-la a assinar a papelada para liberá-la. Você sabe onde ela pode estar? " Sim, em um bar em algum lugar. "Não. Meu irmão mais novo estava hospedado a noite na casa de um amigo, e mamãe saiu em um encontro. Desde que meu plano era ficar em casa hoje à noite, ela não pensaria que haveria qualquer tipo de emergência ". A enfermeira ainda não parecia acreditar, mas ela balançou a cabeça. "Ok. Bem, nós temos dois meninos ansiosos ali fora esperando por você. Está tudo bem se eu deixá-los entrar? Um deles é o seu irmão. Acho que o cara que trouxe você ligou para ele e ele está aqui ". 74


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Oh merda. O que Krit tinha dito na sala de espera onde todos possam ouvir? "Sim, claro", eu respondi, com um sorriso que eu não sentia. Ela me olhou uma última vez com tristeza em seus olhos. Eu não preciso dela para me ajudar. Ela arruinaria tudo. Eu não estava sendo separada de Krit. Eu tinha menos de dois anos antes de completar dezoito anos. Eu poderia nos salvar em seguida. Krit entrou em primeiro lugar, com alívio e preocupação em seu rosto. "Você estava caminhando! Sério, Trisha. Andando? E se Rock não tivesse lá? Você poderia ter morrido lá fora. Deus! Eu nunca vou confiar em você novamente. Eu não vou sair da próxima vez. " "Eu não podia deixar ninguém sabe sobre isso", eu sussurrei, olhando para trás para ver que era Rock que estava de pé ao lado da porta, não a enfermeira. Krit passou a mão pelo cabelo desgrenhado, que ele se recusava a cortar. "Você assustou a merda fora de mim. Eu odeio isso. Eu odeio viver ali. Eu a odeio. Eu gostaria que ela não fosse a minha mãe. " Eu odiava vê-lo assim. Sabendo que ele não tinha tido a oportunidade de ser uma criança. Ele tinha tentado me proteger toda a sua vida, apesar de ter sido realmente eu quem estava protegendo ele. Mesmo quando nós estávamos sozinhos, ele tinha segurado a minha mão após Fandora ter me batido, e prometido queiria me manter segura e que tudo ficaria bem. Eu o amava. Ele era a única pessoa que eu já tinha amado e que me amava. Eu faria qualquer coisa por ele. Será que ele não conseguia ver isso? "Isso não vai acontecer novamente. Eu não vou deixá-lo.". A voz de Rock encheu a sala, com uma determinação que eu quase acreditei. Krit olhou para ele. "Você não pode pará-la. Esta merda vem acontecendo todas as nossas vidas." Rock caminhou até ficar ao pé da minha cama. Ele manteve o olhar fixo em mim. "Sim, eu posso. Mesmo se você não me querer, eu vou te proteger, Trisha. Eu não ligo para as desculpas que você joga em mim. Eu não me importo se você me 75


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines ignorar. Eu vou estar lá o tempo todo maldito se você precisar de mim ". Krit soltou uma risada dura. "Isso é besteira. Você tem uma carreira no futebol. Não faça promessas a ela que você não vai cumprir. " Eu estava preocupada que Krit fosse muito duro com Rock. Eu concordava com Krit, mas ele não tinha que jogar palavras de raiva no Rock por tentar ser agradável. "Eu vou ganhar a sua confiança", disse Rock. "E a sua." Krit fez uma careta, mas por trás de sua raiva que eu podia ver o menino que tinha esperança. Ele queria confiar em alguém. Ele confiava em mim, mas ele precisava de mais. Nós dois precisávamos. "O que você fez esta noite foi o suficiente. Obrigada ", eu disse a ele antes que Krit pudesse dizer algo mais. Rock segurou o meu olhar, e ele parecia prestes a dizer algo quando uma comoção fora da porta o deteve. Reconheci a voz imediatamente.

76


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Rock "Onde eles estão? Será que ela feriu meu bebê? ", Uma mulher perguntou em voz estridente, como se fosse entrar em pânico. "Ela sempre o machuca. Eu não posso controlá-la ", ela continuou. "De jeito nenhum", Krit rosnou enquanto ele espreitava e para a porta. Ele olhou furioso. Voltei a olhar para Trisha. Eu não sei se eu deveria ir atrás dele. "É ela. Nossa mãe ", disse ela em voz baixa. "Não o meu bebê! Você está bem? Será que ela te machucou novamente? Será que te examinaram?! " Esta mulher estava falando sério? "Isso é o suficiente, mãe. Trisha está uma merda lá dentro. Ninguém acredita na sua farsa. Ela é muito malditamente boa para machucar alguém. Mesmo você", Krit rugiu sobre a voz de sua mãe. "Querido, está tudo bem. Você não tem que protegê-la ", sua mãe começou a dizer. "Mulher, você está louca?" Krit gritou. "Oh Deus. Por favor, impeça ele", Trisha implorou. "Por Favor. Se ele dizer a eles, vamos ser separados. Ele não entende que lares adotivos podem ser piores. " Olhei para o rosto dela, ainda bonito embora espancado e inchado. Percebi que ela estava certa. Finalmente onde ela estava, ela sabia o que esperar e Krit estava lá com ela. O garoto era maior do que ela e a amava. Ele também podia entrar em contato comigo, se eles precisassem de mim. As enfermeiras estavam tentando acalmá-los, e segurança estava subindo quando eu pisei fora do quarto. "Krit," Eu o chamei. Ele me olhou com uma carranca furiosa. "É isso aí! Você vai corrigi-lo? 77


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Salve-a desta merda!", Ele me desafiou. Era hora de começar a provar a mim mesmo. Fui até Krit e coloquei meu braço em volta dos seus ombros. "Sua irmã precisa de você. Ela está pedindo por você ", eu disse a ele, enquanto olhava para a mulher em frente a ele. Ele não se moveu em primeiro lugar. Finalmente, ele assentiu com a cabeça e caminhou de volta para o quarto. "Baby, não vá lá para ela –" "Deixe ele em paz. Ele está indo para onde ele quer estar. Com a irmã que o ama e se machucou hoje à noite. E você precisa se acalmar. Bebidas demais fazem você dizer coisas absurdas e ninguém acredita. É óbvio que Krit ama sua irmã e ela o ama. Se você quer manter sua família, você pode querer agir como uma mãe e não uma bêbada, psicopata demente. " Seus olhos se arregalaram quando eu disse a ela exatamente como as coisas estavam indo. A maquiagem não encobriria sua vida difícil. Sua pele tinha visto dias melhores. O mau cheiro nela era nauseante. Wiske azedo e perfume barato. "Agora, você precisa ir assinar os papéis para liberar sua filha. Ela foi examinada e ela precisa ir para casa e descansar. Eu vou estar cuidado do que acontecer daqui em diante. Se você foder com ela, eu juro por Deus que você vai perder tudo. Você me entende? " Os ombros curvados da mulher recuaram quando ela olhou para mim com ódio. "Quem diabos você pensa que é? Você não me diga o que fazer. Você machucou Trisha? Você é algum perdedor que ela corre selvagem e festejando por ai? " Ela estava tentando distorcer a história para que eu parecesse ocara mau. Um guarda de segurança parou ao meu lado. "Não, senhora. Este aqui é a estrela do futebol de Sea Breeze. Ele vai nos colocar no mapa um dia. Bom garoto. Eu o assisto jogar toda sexta-feira. Este jovem não causa problemas. " Olhei para o homem ao meu lado e o reconheci como um dos guardas da segurança que trabalhava nos jogos. Eu lhe devia uma. "Vocês não sabem como ela é", a mulher começou a subir novamente. "Sim, eu sei. Ela é a mãe que seu filho não tem", eu respondi. O segurança ao 78


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines lado acariciou minhas costas. "Isso está bom, filho. Por que você não volta lá com a menina? Vamos fiscalizar sua mãe até ela assinar os documentos de liberação. " Eu atirei nela mais um olhar de advertência, em seguida, voltei para o quarto, onde encontrei Krit assistindo-me da porta. Havia surpresa em seus olhos. Ele não esperava que me levantasse. Eu mostraria a ambos uma e outra vez que eu não iria a lugar nenhum. O rosto bonito de Trisha era o que havia me atraído por ela. Eu tinha visto ela por um ano, querendo ser o motivo pelo qual ela sorria e fazendo-a feliz. Agora que eu tinha realmente chegado a conhecê-la, mesmo um pouco, eu queria mais. Eu garantiria que está menina bonita, que deveria ser valorizada e amada pelos pais, tivesse isso agora. Ela merecia isso. "Ela está assinando os papéis", Krit sussurrou em descrença, enquanto observava sua mãe a partir da porta. "Você disse a ela para calar a boca do caralho e assinar os papéis", ele repetiu quando ele se virou para olhar para mim em reverência. Foi um começo. Eu tinha um longo caminho a percorrer para ganhar a sua confiança. Mas depois de hoje à noite eu faria Trisha Corbin me dando uma chance. Se ela não quisesse, então tudo bem. Eu não iria obriga-la. Eu seria apenas o amigo indesejado do qual ela não podia se livrar. A menina precisava de alguém para cuidar dela. "Obrigada." Sua voz tomou conta de mim. Ela havia me agradecido apenas com um olhar. "Vou levá-la para casa. Então eu vou ficar lá ", informei. "Vou precisar levar o meu caminhão de volta para o meu pai, para o trabalho na parte da manhã, então eu vou pedir a Marcus ou a Dewayne para me ajudar. Mas eu estou ficando com você até segunda-feira de manhã ". Ela tinha acabado de começar a dizer algo quando a enfermeira entrou no quarto, seguida pela cadela com a qual Trisha tinha vivido. A enfermeira sorriu para Trisha, em seguida, virou-se para mim. "Você estará dando-lhe uma carona para casa?", A mulher perguntou, mas soou mais como se 79


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines ela me dizendo que eu ia. Eu sorri. "Sim, senhora. Eu estarei dando a ela e ao irmão uma carona para casa. " "Rick está no carro esperando por mim. Os documentos estão assinados. Se ele está dando uma carona para vocês, eu vou vê-lo em casa ", disse a cadela. "Claro que sim, mãe", disse Krit com aborrecimento óbvio. "Você dirija com segurança com o meu bebê no carro", a mulher disse-me. Eu balancei a cabeça, mas eu não olhei para ela. Eu estava muito ocupado assistindo Trisha quando eles a ajudaram a ajeitar o braço machucado. Vi a carranca da enfermeira, enquanto observava a Fandora sair sem uma palavra para Trisha. Trisha não precisava de sua madrasta. Ela me tinha. Eu seria suficiente a partir de agora.

80


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha Quando entramos no trailer, Fandora não estava lá. O carro dela estava na frente, mas ela disse que estava com o namorado, Randy. Então, aparentemente, ele a tinha levado de volta para o bar quando o pai de Green a tinha levado a força para o hospital. Eu não sabia que o pai de Green estava na sala de espera, ciente de toda essa confusão. "Vamos levá-la para a cama", disse Rock, vindo atrás de mim. Eu não iria empurrá-lo de novo. Ele foi tão doce, e ele tinha estado lá por tudo isso e nada disso lhe tinha feito correr. Se ele só queria entrar em minhas calças, então ele com certeza não teria enfrentado Fandora e ficado preso a noite toda num hospital. "Se você precisa de um travesseiro extra, você pode ter o meu", Krit ofereceu, oscilando em torno de mim come medo de que eu poderia quebrar a qualquer momento. "Eu vou ficar bem com o meu," eu assegurei a ele. "Você está dormindo em seu quarto?", Perguntou Krit a Rock. "Ela e eu vamos falar sobre isso. Por que você não vai descansar um pouco. Sei que não estou saindo e ela está segura", Rock disse a ele. Presumi o que Krit diria, mas ele não o fez. "Sim, está bem", respondeu ele, então se inclinou e beijou minha cabeça. "Descanse. Eu preciso de você melhor ", disse para mim. "Eu vou", eu disse a ele. Ele deu uma última olhada para Rock, em seguida, virou-se e dirigiu-se para o seu quarto. Não levou muito tempo para decidir que confiava em Rock. Mas então, depois de vê-lo no hospital eu estava começando a confiar nele também. "Uma vez que você se sentir confortável eu vou pegar um pouco de água, e 81


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines você precisa tomar uma das pílulas que o médico deu pra você. Irá ajudá-la a ficar melhor. " "Você não tem que ficar", eu disse a ele. Ele havia prometido que ele não estava me deixando, mas ele tinha uma vida. Eu não era sua responsabilidade. "Não, Trisha, eu sei. Mas eu quero ficar ", ele respondeu. "Eu vou pegar um pouco de água para você tomar a pílula. " Eu não respondi a isso. Ele olhou para mim, esperando que eu discutisse, antes de virar e ir para a cozinha. O brilho determinado em seus olhos me confundiu. Por que ele estava tão empenhado em ficar aqui? Eu tinha ouvido Rose Mann falando no banheiro da escola que ele deveria estar com ela esta noite na festa de Marcus Hardy. Ele também tinha falado com ela em seu armário, e eu o tinha visto beijá-la na sala no início desta semana. Eu tinha me afastado dele e ele me deixou. A partir da aparência dele, ele tinha se mudado. Agora aqui estava ele de novo. Eu não o entendia. Era um bom rapaz sob toda aquela roupa sexy. Elenão só me ajudou a chegar ao hospital, mas também ficou e cuidou de Fandora. Por que alguém que tinha um futuro para pensar perderia seu tempo comigo e essa bagunça? "Não tinha garrafas de agua na geladeira, e eu não tinha certeza se a água da torneira estava limpa, então eu peguei leite. Eu vi você beber no almoço, então eu pensei que era uma escolha segura.". Rock estava mais uma vez enchendo meu pequeno quarto com a sua presença, fazendo tudo parecer menos assustador. Mais esperança. E ele sabia que eu bebia leite no almoço. Meu coração deu uma vibração boba. "O leite está bom", eu disse a ele. Não havia outras opções, a não ser a cerveja na geladeira. Mas ele não apontou isso. Não era para eu beber o leite, mas com Rock aqui eu me senti segura. Fandora não conseguiria me machucar se Rock estivesse entre nós. Ele abriu os dois frascos de comprimidos e balançou a dosagem para fora na palma da mão. "Sempre pensei que era bonito ver você beber leite no almoço ", 82


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines disse ele, piscando para mim com um sorriso que me fez esquecer que meu olho estava inchado, meu pulso estava quebrado e minhas costelas estavam fraturadas. Eu bebia leite na escola porque era saudável, e eu não tive muito disso em casa. Era suposto fazer seus ossos mais fortes, e eu precisava de ossos fortes para viver nesta casa. Eu não estava dizendo isso a ele, apesar de tudo. "Obrigada", eu disse enquanto ele segurava o copo de leite e as pílulas para mim. Eu rapidamente tomei as minhas pílulas, sendo cuidadosa com o meu lábio cortado. Ele tinha parado de sangrar e eu queria mantê-lo assim. "Beba todo o leite, se puder", ele me instruiu. Eu não discuti com ele. Uma vez que o copo estava vazio, ele pegou o copo de mim e o colocou ao lado da minha cama. "Deite-se", disse ele e como antes, eu fiz exatamente como ele disse. Rock então começou a me cobrir certificando-se que meu pulso estava encostado e minhas costelas estavam ok. Ao vê-lo trabalhar em cima de mim, com uma expressão séria, me impediu de falar. Quando ele estava convencido de que eu estava confortável, ele deu um passo para trás. "Eu tenho uma toalha de praia no caminhão e uma mochila com uma muda de roupa. Vou pega-las e dormir aqui esta noite. Estou dormindo no chão. Eu não vou conseguir dormir, se você não me deixar ficar. Então, por favor, não me diga que eu não posso. " O olhar suplicante em seus olhos combinado com tudo o que ele tinha feito esta noite para Krit e eu me impediu de dizer-lhe não sobre qualquer. A ideia de Rock estar em meu quarto me deu paz. Eu nunca me senti em paz neste trailer. Ou em qualquer lugar. Mas Rock me tranquilizava. Eu não iria pirar agora. Gostaria apenas de abraçá-lo. Eu precisava disso agora. "Tudo bem", eu sussurrei, e ele sorriu para mim. Eu queria sorrir de volta, mas isso prejudicaria meu lábio. Ele piscou para mim como se soubesse, em seguida, ele virou-se e saiu do meu quarto. Krit tinha um edredom em sua cama que ele não usava. Eu pediria para ele deixar para Rock não ter que dormir no tapete duro, está noite. Como se fosse chamado, a porta do quarto de Krit abriu e meu irmão mais novo entrou no meu 83


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines quarto com uma testa franzida. "Ele vai voltar?", Perguntou. "Ele está pegando uma toalha e uma muda de roupa em seu

caminhão," eu

assegurei a ele. Krit soltou um suspiro de alívio perceptível. Ele não estava preparado para lidar com sua mãe novamente. Rock estava tirando o peso sobre os ombros de Krit, algo que eu sempre tentei fazer. "Ele está dormindo no chão aqui. Traga para ele aquele edredom que você nunca usou.” Krit assentiu. "Sim, eu vou trazê-lo e um travesseiro também. E ele pode ter o meu cobertor também. Eu vou agarrar uma colcha no quarto da minha mãe. " A porta para o trailer se fechou e Rock voltou para dentro. Krit entrou na sala e eu ouvi ele falar em voz baixa com rock. Eu sabia que eles estavam falando de mim e Krit precisava da afirmação que Rock cuidaria de mim. Eu não queria Rock fazendo promessas para o meu irmão que ele não poderia cumprir. Krit não precisa desse tipo de decepção em sua vida. Ele tinha o suficiente. Krit caminhou de volta para o quarto alguns minutos depois com um travesseiro, seu edredom, e seu cobertor. "Ele disse que não precisava de nada e ele estava indo dormir em sua toalha de praia, mas eu ignorei. Ele está no banheiro. " Ele estava tentando tornar fácil para que Rock ficasse. Mas o Rock não poderia ficar para sempre. Ele era uma criança também, com uma carreira no futebol em seu futuro. Ele não tinha tempo para nos salvar. "Ele não pode ficar para sempre, você sabe. Ele tem uma vida e um futuro. Nós vamos ficar bem quando ele se for. Nós temos um ao outro, " Eu lembrei a ele. Krit não respondeu. Ele continuou fazendo uma cama no chão, ao lado da minha cama para Rock. "Você sabe disso, certo?", Perguntei novamente, precisando que Krit reconhecesse que isso não era algo que ele devia se acostumar. Quando Krit largou o travesseiro sobre a cama improvisada, ele voltou seu olhar para mim. "Não, Trisha, eu não sei. Eu acho que. . . Eu acho que você pode ser mais importante para ele do que o futebol. "Então ele caminhou para mim e me deu um beijo na testa. "Você é especial. O tipo de garota que um cara faz loucuras para ter." Comecei a dizer alguma coisa, mas Krit saiu do meu quarto antes que eu 84


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines pudesse pensar no que dizer. Momentos mais tarde, Rock caminhou de volta, usando um par do que parecia ser calções e uma camiseta de futebol. Seu olhar pousou no local onde Krit tinha feito para ele uma cama improvisada no chão e um pequeno sorriso surgiu em seus lábios. Em seguida, ele voltou sua atenção para mim. "Eu acho que ele gosta de mim", brincou. Eu não sorri. Não porque meu lábio ficou ferido, mas porque Rock não entendeu o duplo sentido em seu comentário. Eu tinha que proteger Krit. Deixá-lo confiar em Rock foi uma má ideia. "Ele acha que você está indo nos salvar. Eu não preciso de você para incentivar essa ideia. Ele tem tido desilusões muitas vezes. Eu não vou deixar você fazer isso com ele também. " Rock olhou para mim por um momento, e então ele foi até a cama. Seu dedo traçou o lado da minha cabeça suavemente. "Você está preocupada sobre eu deixa-lo. E você? " Quanto a mim? Eu tinha certeza de que iria quebrar meu coração quando Rock se afastasse. Mas eu era forte. Eu poderia lidar com isso. Meu irmão tinha problemas emocionais que eu não tinha. Ele perdia-se e ficava incontrolável quando as coisas eram demais para ele. "Eu sei que você vai sair. Eu não tenho quaisquer grandes ilusões. Na vida real não há heróis." Rock não respondeu à primeira vista. Ele continuou ao meu lado da cabeça e esfregava o polegar e indicador sobre a minha orelha e uma carícia. "Um dia, Trisha Corbin, você vai me chamar de seu herói. E esse dia será o momento mais importante da minha vida."

85


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Rock Ela não tinha acordado a noite toda. Várias vezes eu tinha visto o seu peito para me certificar de que ela estava respirando. Fandora não voltara para casa, e Krit já enfiou a cabeça aqui uma vez nesta manhã para ver como ela estava. Deitado de costas, eu tinha as minhas duas mãos enfiadas debaixo da minha cabeça enquanto eu observava seu sono. Três horas atrás eu tinha ouvido Dewayne e seu pai virem buscar o caminhão do meu pai para levá-lo de volta para a casa. Eu tinha chamado Dewayne quando tinha saído para o meu caminhão na noite passada. Eu não queria Trisha me ouvindo. O pai de Dewayne tinha me deixado um de seus caminhões de trabalho que ele não usa todos os dias. As chaves estavam escondidas sob o banco traseiro. Ele queria que eu tivesse alguma maneira de dar a volta caso fosse necessário levar Trisha de volta ao médico ou precisar escapar. Eu odiava dizer a Dewayne a verdade, mas eu sabia que ele ia me ajudar. Os olhos de Trisha começaram a se agitar, e eu estava hipnotizado. Lentamente ela abriu os olhos. Ela focou em mim e um sorriso tocou seus lábios. Foi um pequeno sorriso. Um que não iria machucar seu lábio cortado. Sentei-me e peguei o remédio que o médico havia sugerido ao seu lábio. "Mais um pouco de remédios" Eu disse a ela ficando de joelhos para que eu pudesse estar ao nível de seus olhos. "Eu posso fazer isso", ela respondeu com uma voz sonolenta. "Eu sei que você pode. Mas eu posso fazer melhor." Não foi a melhor desculpa, mas eu queria fazer isso. Ela ficou lá quando eu apliquei o creme calmante sobre o lábio espancado. Ontem à noite, depois que eu disse a ela que ela me chamaria de seu herói um dia, ela não tinha dito nada. O quarto tinha ficado em silêncio até que os sons suaves de 86


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines seu sono chegaram aos meus ouvidos. Eu a assisti dormir e me tranquilizou ver que ela estava bem. Eu a tinha encontrado, e tudo ia ficar bem agora. Eu não a deixaria me afastar de novo. Ela poderia me empurrar o quanto quisesse, mas eu não deixaria seu maldito ego e orgulho ficar no caminho. Trisha não estava tentando me fazer provar nada para ela. Ela não era movida por ciúmes. Ela não jogava esses jogos. Se eu a queria, e eu queria, eu teria que fazer isso em seus termos. Ela não confiava em mim. Ela era cautelosa com todos. Ser tratada mal era o que ela esperava. Então, se eu agisse como um idiota, ela aceitaria como se fosse o destino. Toda a merda que eu tinha feito tentando levá-la a ceder tinha apenas a empurrado para mais longe de mim. "Krit já está acordado?", Perguntou ela. "Sim, ele está na sala assistindo televisão," eu disse a ela. Ela franziu a testa. "Fandora?" "Não está aqui. Não chegou em casa na noite passada. " Ela soltou um suspiro de alívio. "Bom. Você tem uma maneira de chegar em casa? " Aqui vamos nós. Ela agora estava pronta para me chutar para fora. Ela estava protegendo Krit. Eu entendia ela agora. "Eu tenho um caminhão que Dewayne me deixou. Mas eu não preciso disso. Eu não vou embora. " Ela não disse nada no começo, então eu levantei e comecei a dobrar o edredom e o cobertor que eu tinha usado na noite passada. "Fandora vai voltar para casa hoje. Ela vai esperar que você tenha ido, então ela vai voltar ", disse ela, como se ela estivesse me avisando de algo que eu não soubesse. "É o seu trailer. Espero que ela volte ", eu concordei. Eu coloquei minha cama no canto do quarto. 87


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Ela não vai gostar de você estar aqui." Ela estaria chateada. Eu esperava por isso. Mas eu não estava com medo de uma cadela louca e burra. "Eu tenho certeza que ela não vai. Mas ela vai ter que superar isso." Eu não esperei que ela discutisse. "Eu tenho um Gatorade no meu caminhão e o coloquei na geladeira. Eu estou indo pegar isso para você tomar suas pílulas. Então eu vou encontrar algo para você comer. Você quer algo macio? " "Uh, sim", respondeu ela, franzindo a testa para mim. "Eu vou ver o que posso encontrar. Você gosta de ovos?" "Fandora não compra ovos. Torradas e manteiga ou cereal". Ela não estava discutindo comigo. Eu senti como se tivesse ganhado um prêmio. "Vou trazer ambos. Vamos ver qual delas funciona melhor ". Eu a deixei lá antes que ela pudesse decidir que ela precisava me chutar para fora novamente. Krit olhou para mim quando entrei na sala de estar. "Ela está acordada?", Perguntou. "Sim. Ela precisa comer. Qual é o seu favorito? " Krit deu de ombros. "Ela não tem um favorito. Nós não temos uma grande seleção. Ela simplesmente fica feliz quando temos alimentos. Almoço na escola é o destaque do seu dia. " O garoto não quis dizer a merda que cortou um fodido buraco no meu estômago, mas maldição, era difícil de engolir. Trisha gostava da comida do refeitório maldito, porque ela estava com fome. Merda, isso me deixou furioso. Que menina não tem uma comida favorita? Preston ficava animado sobre os cookies da Sra T, o que fez muitíssimos mais sentido agora. Ele sempre comprava alguma coisa para os meninos e Daisy que agora tinha dentes. Ele tinha essa vida também. Mas ele tinha nós. Trisha não tinha ninguém. Ela não tinha ninguém. Ela tinha agora. "Nós dois gostamos de cereal. Ela não vai admitir, mas flocos de açúcar são o seu favorito. Eles são os meus também, 88


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines mas eu como os de canela e deixo os flocos para ela. Eu sei que ela gosta deles. " Eu estava errado. Ela tinha Krit.

89


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha Dias atuais...

Encostada no batente da porta, vi Rock ler um capítulo de Harry Potter e a Pedra Filosofal para Daisy May. Era seu ritual noturno. Daisy May tinha percorrido um longo caminho desde que ela se tornou nossa, mas o seu nível de leitura era ainda menor do que a maioria das crianças da sua turma. Cada noite Rock lia um capítulo com ela a partir do livro que ela tinha retirado na biblioteca. Ele estava ajudando ela tremendamente. Hoje à noite, vê-los juntos me lembrou do momento em que eu tinha percebido que Rock Taylor era o meu herói. Eu havia lutado a cada passo do meu caminho, não querendo confiar em ninguém, apenas no meu irmão. Eu estava com medo de ser ferida ou rejeitada. Rock não tinha desistido de mim, assim como ele não estava desistindo de Daisy May. Ele acreditava nela e eu sabia que ia ser o suficiente para ajudá-la a conquistar o que ela desejava. Quando Rock Taylor acredita em você, então você acredita em si mesmo. "Boa noite, papai", Daisy May disse sonolenta. "Boa noite, baby", respondeu ele quando ele colocou o livro sobre a mesa ao lado da cama e se levantou sobre ela. "Boa noite, mamãe", ela disse mudando seu olhar para mim. Eu entrei no quarto e fiquei ao lado de Rock. "Boa noite, querida. Você leu inteira a última página sozinha e não perdeu uma palavra. Você vai ser a leitora top em sua uma classe um dia ", eu disse a ela. Daisy May sorriu e olhou de mim para Rock. Ele concordou com a cabeça, e ela sorriu. Tudo que Rock precisava era um aceno de incentivo para fazê-la sorrir como se ela fosse a dona do mundo. Ele fazia isso para as

90


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines meninas. Abaixei-me sobre ela e beijei sua doce bochecha. "Eu te amo", eu sussurrei contra sua pele suave. Essas foram as palavras que ela não tinha ouvido o suficiente em sua curta vida. Rock e eu tínhamos concordado em dizer aos nossos três filhos todas as manhãs e todas as noites e todas as chances que tínhamos durante o dia que os amávamos. "Eu também te amo", disse ela com uma felicidade em sua voz que eu amava. Rock se ajoelhou para ficar ao nível dos seus olhos. "Você é minha princesa. Eu te amo, não importa o que aconteça. Sempre." Foi algo que ele começou a dizer a Daisy May um pouco mais de um ano atrás quando ela tinha quebrado uma lâmpada por acidente e desatou a chorar, com medo de que não iriamos amá-la mais. "Eu te amo não importa o que aconteça", ela repetiu. Saí da sala e fiquei no corredor para esperar Rock. Era hora de irmos verificar os nossos meninos. Eles estavam tomando banho e terminando a sua lição de casa enquanto Rock e Daisy liam. Rock fechou a porta depois de ter certeza que ela estava dormindo. Seu braço deslizou em volta da minha cintura, e ele me puxou contra ele. "Você tem um cheiro muito bom", disse ele em uma voz grave e rouca enquanto corria seu nariz até o lado do meu pescoço exposto. "Não comece ainda." Eu pisquei para ele me afastando. "Nós temos que colocar os nossos meninos na cama antes." Rock riu enquanto colocava a mão em concha na minha bunda. "Então, não pareça tão sexy." Revirei os olhos para ele. Meu cabelo estava em um coque no topo da minha cabeça. Eu estava usando um par de shorts e uma camisa velha que eu tinha recortado. Nada sobre a minha aparência era sexy. Eu mesmo tive o molho de espaguete do jantar espirrando em mim, no fogão. A porta do banheiro se abriu, e Jimmy saiu em suas calças de pijama e camisa. 91


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Ele estava deixando seu cabelo crescer. Ele queria um igual ao do Preston. Agora ele estava úmido e escondido atrás de suas orelhas. A vida com um adolescente deveria ser mais difícil do que isso. Jimmy tinha treze anos agora, mas ele nenhuma vez nos deu problemas. Preocupava Rock. Ele estava com medo de Jimmy estar sendo muito bom porque temia nos perder. "Pronto para a cama?", Eu perguntei a ele. Seu sorriso, tão parecido com o do seu irmão, surgiu em seus lábios. "Sim. Estou pronto. Mas vocês não têm que esperar por mim. Você poderia ter colocado o Brent na cama sem mim. " "Eu vou colocar todos os meus filhos na cama. Eu vou estar fazendo isso, enquanto você viver sob este teto, "Rock respondeu em um tom provocativo. "Mesmo quando você tiver dezoito anos." Jimmy sabia que Rock estava brincando com ele e revirou os olhos com uma risada. "Sim. Claro que você vai. " Jimmy entrou no quarto que dividia com Brent, que era agora tinha dez anos. Brent já estava na cama, olhando para a mais nova revista de esportes que tinha chegado para ele no correio. O garoto estava obcecado com futebol. O que Rock amava. Era a sua conexão. Falavam de futebol durante horas. Seus olhos se levantaram e ele olhou para nós. Dos três filhos, ele era o mais grave e cauteloso. Ele confiava em Preston, mas tinha tomado meses antes de confiar em nós. No ano passado tinha sido muito mais fácil. Ele tinha começado a acreditar que nós o queríamos e que nós éramos uma família. Uma na qual ele poderia se sentir seguro. "Você não deve ler isso. Os projetos de previsões são ridículos", disse Brent, jogando a revista em Rock, que o apanhou. "Eu vou fazer isso. Vamos discutir isso amanhã, "Rock respondeu, caminhando até ele. "Você está pronto para a prova de matemática amanhã?" Brent assentiu. "Yep. Eu vou matá-la. " Rock abaixou-se e beijou o topo de sua cabeça. "Isso é o que eu gosto de ouvir." Uma vez que Jimmy estava na cama, eu fui para o seu lado e baguncei o cabelo 92


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines dele. Às vezes eu me sentia como se estivesse criando uma boa versão de Preston. Lembrei-me da criança selvagem que Preston era no ensino médio e Jimmy não era nada disso. Mas suas expressões faciais e seus gestos eram tão parecidos com os de Preston. "Durma bem," eu disse a ele, e beijei sua testa. "Te amo." "Eu também te amo", disse ele em um sussurro. Isso era novo também. Ele tinha acabado de responder com seu próprio "Eu te amo" nos últimos meses. Uma vez que tivemos os dois rapazes cobertos, apagamos as luzes e fechamos a porta. Rock estava ali com a mão na maçaneta da porta, uma vez que estavamos no corredor. "Isso nunca fica velho ", disse ele em um sussurro. Ele não tinha que explicar. Eu entendia. Dois anos atrás, fomos informados de que nunca poderíamos ter crianças. Ter uma família era algo que queríamos tanto. Queríamos criar o mundo que nós tínhamos assistido de fora. Queríamos ter uma casa cheia de amor e segurança para proporcionar aos nossos filhos, e que sempre sonhamos em ter para nós mesmos. Tínhamos agora. Nós não fomos capazes de ter uma família como queríamos, mas fomos capazes de dar as crianças que tinham vivido uma vida infernal uma vida de verdade. Eles estavam aqui agora, no entanto e eles eram nossos. E nunca mais sofreriam, teriam medo ou passariam fome. Nós os protegeríamos para sempre. "Nós somos muito abençoados", eu concordei em silêncio. Rock sorriu para mim. "Sim, nós somos."

93


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha Oito anos atrás...

Foram três dias antes de Fandora voltar para casa. Eu tinha um atestado médico para faltar a escola, enquanto Rock fez Krit ir todos os dias, e ele ficava em casa comigo. Não importava o quanto eu implorasse a ele para ir, ele simplesmente me ignorou e agiu como se eu não tivesse falado. Ele estava faltando aos treinos de futebol, e ele não tinha uma desculpa para faltar a todas essas aulas. Eu era egoísta para desfrutar de dormir sem medo e sentir-me segura. Mas tendo Rock lá me deu tanto essas coisas. Eu não sabia por que ele estava fazendo isso, ou quando ele estava indo. Quando Fandora tinha entrado em casa para me encontrar no sofá coberta, assistindo televisão e Rock sentado na poltrona, ela havia ficado furiosa. Os tons de roxo em seu rosto eram impressionantes. Eu não me mexi. Eu apenas estava lá horrorizada, esperando por ela manda-lo embora. "Você precisa ir comprar mantimentos," Rock informou-lhe quando ele relaxou na cadeira ao meu lado. Eu parei de respirar. O que ele estava fazendo? Será que ele não sabia que essa mulher era louca? "Saia da minha casa ou eu vou chamar a polícia", Fandora gritou para ele. Rock não se mexeu. Ele nem sequer pestanejou. Ele não podia ficar lá para sempre, e em algum momento eu seria deixada sozinha om essa mulher de novo. Ela iria tirar isso de mim. "Rock, não – " "Eu não vou a lugar nenhum. Você chama a polícia e eu vou ter certeza de que

94


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines eles saibam que você não vem para casa há três dias. Eles estão ficando sem comida. Trisha não pode cuidar de Krit agora. Então, por favor, Fandora, chame os filhos da puta dos policiais. Eu adoraria falar com eles. " Fandora ficou congelada. Ela estava furiosa, mas ela também não sabia como lidar com isso. Ninguém tinha estado aqui antes para corrigi-la. Quanto as ameaças, ela não sabia receber ameaças. Exceto por Krit ameaçando fugir se ela me chutasse para fora. "Você não vai ficar nesta casa", ela sussurrou. Rock deu de ombros. "Não vejo como posso sair. Se eu sair você vai acabar matando Trisha, e eu não vou deixar isso acontecer. Porque eu juro por Deus que, se algo acontecer a ela, eu estou indo para a polícia. E deixe-me avisá-la, eles me amam. Esta cidade me ama. Eu acho que você teve um gostinho disso no hospital." Fandora olhou para mim e apontou para a porta. "Fora. Saia. Eu estou cansada de permitir que de uma vagabunda como você viva aqui. Eu deixei você ficar muito tempo. Krit não vai me deixar, ele não pode, ele é menor de idade. Mas você, mova o seu rabo para fora da minha casa. Eu estou cansada de você. " Rock se moveu então. Ele era tão rápido. Fandora se encolheu. "Você a chuta para fora, Krit vai também. Não se iluda, fodida mulher. Esse menino a adora e você sabe disso. Ele odeia você, no entanto. Ele vai sair também, e quando eles saírem, você não recebera a ajuda mensal do Estado. " Fandora jogou a bolsa no chão e gritou. "Eu odeio ela! Ela é uma puta e eu quero ela fora minha casa! " Rock fez uma careta para ela, em seguida, apenas olhou enojado. Seu olhar se voltou para mim e se suavizou. Havia garantia em seus olhos. "Eu vou arrumar suas roupas. Vá descansar. " Onde eu estava indo? E Krit? Rock estava certo de que ele iria embora. Ele queria estar onde eu estava, e eu não sabia onde eu estava indo. "Não fale com ela. Não toque nela. Eu vou ter você atrás das grades tão malditamente rápido que você não vai saber o que te atingiu. Quando Krit te deixar 95


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines também, eu não vou ter nada para me impedir de ter sua bunda gorda trancada. Eu posso obter ambos os seus filhos a ir à polícia e incriminá-la o suficiente para você apodrecer lá dentro. " "Você não pode fazer qualquer coisa!" Fandora gritou com ele. "Eu dei-lhes comida e um teto sobre suas cabeças. Ambos são preguiçosos e não trabalham! Eu deveria ganhar a porra de um prêmio por mantê-la.” Rock caminhou em direção a ela, e vi como ela recuou. Seus olhos estavam finalmente mostrando medo. "Se você a chama-la de mais alguma coisa eu vou lidar com você e eu estou pouco me cagando. Ela é a mais doce, mais gentil, mais incrível menina que eu já conheci. Então cale a porra da sua boca imunda. " A porta se abriu atrás dela, e eu me sentei. Krit estava ali de pé, vendo Rock olhar para sua mãe como se fosse mata-la. "O que está acontecendo? O que você fez? ", Ele perguntou, olhando para Fandora. "Será que você tocou em Trisha?" Sua voz levantou em um tom de pânico. "Não. Ela está apenas chutando sua irmã para fora. Eu estou indo para embalar suas coisas" Rock respondeu calmamente. Krit olhou para mim, e eu tentei implorar silenciosamente para ele não dizer ou fazer qualquer coisa estúpida. Eu não acho que ela realmente iria machucá-lo, mas ela pode começar se eu não estivesse aqui. "Eu vou arrumar minhas coisas também", disse Krit, nem mesmo olhando para sua mãe. "Você não pode sair. Você é meu filho ", Fandora gritou. "O inferno que eu não posso. Eu vou onde Trisha vai, "Krit informou. "NÃO! Você não pode sair. Eu não vou permitir isso ", continuou ela. Krit soltou uma risada dura. "Eu não dou a mínima para o que você vai permitir." Então, ele caminhou até seu quarto. Porcaria. Ele estava fazendo as malas para ir embora também. Para onde iríamos? Eu já tinha visto o pai de Rock. Tinha certeza que não seriamos bem-vindos. Rock voltou sua atenção para mim. "Não se levante. Vou pegar tudo que você 96


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines precisa. " Mas para onde eu estava indo?

97


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Rock Eu estava quase na porta do quarto de Trisha quando as palavras de Fandora me fizeram parar. "BEM! Ela pode ficar." Ela não estava feliz com isso, mas ela estava cedendo. Eu me virei para olhar para ela. "Você vai tocá-la? Porque eu vou estar verificando todo o maldito tempo. Um dedo sobre ela e eu juro que vou chamar a polícia ". Krit bateu a porta aberta e saiu à procura de matar alguém. "Você nunca vai toca-la de novo e eu vou ir para a cadeia, porque eu vou matar quem quer que coloca suas mãos sobre ela. Incluindo você ", advertiu em um tom que a maioria das crianças de sua idade não usaria. O garoto estava crescendo rápido. Ele tinha admitir. Os olhos de Fandora ficaram grande. "Você está ameaçando me matar?", Ela perguntou, incrédula. "Eu vou matar qualquer um que tocar Trisha. Eu estou cansado de deixar esta merda acontecer com ela. Ela não merece. Ninguém merece isso. Eu não vou deixar mais. " "Eu não vou ser atacada em minha própria casa. Se ela não tivesse flertado com o meu namorado isso, não teria acontecido. Ele ficou irritado e a fez calar a boca e parar de tocá-lo. É por isso que ela está assim agora. Eu não a toquei. " Krit soltou um duro e furioso riso. "Que porra é essa! Ele tinha as mãos por todo o corpo dela, e ela estava lutando com ele. Ela não quer os seus doentes, homens repugnantes. Ela tem ele." Krit apontou para mim."O que ela iria quer com homens gordos e velhos?" Fandora olhou para seu filho como se ela nunca o tinha visto antes. Eu esperava que esse lado dele fosse o primeiro para ela. Ele era um homem agora. Ela forçou seu menino a se tornar um homem por causa de suas ações. Ele estava 98


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines indo para proteger sua irmã, não importava o quê acontecesse. "Krit, não. Apenas. . . vá para o seu quarto e faça o seu dever. Ok? "A voz suave de Trisha rompeu a tensão na sala. Krit olhou para ela, e uma ternura em seus olhos substituiu o ódio que tinha estado lá. "Eu amo você. E porque eu te amo que eu vou fazer o que você me disse. Eu não vou deixar você me proteger mais. Eu sou maior do que você, mana. É hora de eu mantê-la segura. " Eu realmente gostei daquele garoto. Os olhos de Trisha se encheram de lagrimas não derramadas quando ela olhou para seu irmão mais novo. "Eu estou bem. Só não faça isso para si mesmo. Vá se acalmar e se concentrar em seu trabalho de casa. " "Oh, pelo amor de Deus. Eu estou cansada desta besteira. Eu estou indo para a cama. Não me incomode ", Fandora rosnou enquanto ela caminhava pelo corredor em direção a porta do seu quarto. Quando ela passou por Krit e eu, ela parou e empurrou algo em Krit. "Aqui está cinquenta dólares, vá buscar qualquer alimento que você precise." Então ela bateu a porta. Krit pegou o dinheiro e olhou para mim e para Trisha. "Nós vamos sair ou vamos ficar?" "Nós não temos para onde ir. Precisamos ficar. Eu só vou me concentrar em descobrir onde podemos ir mais cedo ou mais tarde. Eu preciso conseguir um emprego assim que eu puder. " Krit franziu a testa. "Você não tem uma licença ou um carro." Trisha deu de ombros. "Eu vou descobrir isso. Você vá se preocupar com o seu dever de casa. Eu vou pegar comida. " Como o inferno. Ela não estava indo fazer qualquer coisa. Ela precisava se curar. Peguei o dinheiro de Krit. "Eu vou pegar os mantimentos. Você cuide dela até eu voltar. " Ele balançou a cabeça e voltou para a sala. "Eu vou fazer a lição de casa aqui", disse ele a nós dois. "Rock, você tem que ir para casa. Você precisa ir para a escola e treinar 99


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines futebol.” Trisha disse, parecendo preocupada. Ela estava certa. Eu precisava fazer essas coisas, se eu quisesse sobreviver ao voltar para minha casa. Meu pai ia ficar furioso. Mas ela era mais importante do que qualquer um deles. "Eu tenho tudo sob controle," Eu a tranquilizei, o que era uma espécie de verdade. Dewayne tinha recebido o meu trabalho todos os dias, e seu pai havia me escrito uma desculpa para faltar à escola. Eu tinha uma gripe, tanto quanto qualquer outra pessoa soubesse. Trisha suspirou e inclinou-se para trás em seus travesseiros. "Por que você está fazendo isso?" "Porque você precisa de mim", eu respondi, em seguida, me dirigi para a porta. Eu não estava dizendo nada mais do que isso. "Pegue leite", Krit gritou para mim.

100


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha Depois de perder uma semana de aula, eu estava pronta para voltar. Fandora me ignorou completamente, me tratando como se eu não existisse, e isso foi uma coisa maravilhosa. Ela não ia muito ao trailer. Ela ficou indo a maior parte do tempo. Rock deixava a escola e voltava para ver se eu estava bem na hora do almoço todos os dias e depois ia treinar. Ele ficou satisfeito que Fandora estava longe. Ele também tinha comprado tantos mantimentos que eu sabia que cinquenta dólares não tinham chegado para pagar tudo. Ele acrescentou dinheiro para isso. Quando eu tinha tentado argumentar com ele sobre isso, ele me ignorou como se eu não estivesse falando. Quando Krit tinha ficado tão animado sobre grãos de milho e uvas, decidi perdoar Rock por gastar seu dinheiro com nós. Esta manhã Rock estava vindo para nos levar para a escola. Krit queria andar de ônibus com Green, e me deixar ir com Rock para a escola. Eu também não poderia levar o meu saco de livro. Rock estava pensando em fazer isso até minhas costelas ficarem curadas. A ideia de passear através de Sea Breeze com Rock Taylor ao meu lado o tempo todo era emocionante e intimidante. Eu sabia que as meninas não iriam me ver como uma razão para ficar longe dele. "O ônibus está aqui. Te vejo na escola! "Krit chamou correndo para fora da porta da frente. Fandora não tinha chegado em casa ontem à noite. Então, por sorte ela não estava aqui para nos preocupar. Krit tinha levado minha mochila para a sala e me feito jurar que não a levaria, por isso eu teria que esperar até Rock chegar.Eu me senti impotente e eu odiava isso. Quando o cascalho rangeu sob os pneus do lado de fora, meu coração acelerou. Coração bobo. Fui até a janela para ver Rock abrir a porta do caminhão e sair. Vestia jeans e sua camisa de treino de futebol. Ele usava na segunda feira, 101


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines depois de vencer na sexta à noite. Parecia bom para ele. Ele bateu uma vez e entrou. Tê-lo no trailer me fez lembrar o quão segura eu me sentia quando ele tinha ficado comigo. Eu gostei desse sentimento. Eu gostava dele estar aqui. "Bom dia", disse ele em um sotaque sexy. "Bom dia", eu respondi, sentindo meu rosto corar. Eu tinha que obter o controle disso. Rock era meu amigo. Ele não tinha flertado comigo novamente após a noite em que ele me pegou no lado da estrada. Nossa dinâmica havia mudado. Estávamos. . . amigos. Apenas amigos. Esse pensamento me deixou triste. Balancei a cabeça, eu sabia que isso era tudo o que seriamos. Eu precisava estar agradecida. Ele era uma ótima pessoa para ter como amigo. Sua natureza protetora era uma grande vantagem. "Você está pronta para voltar?", Ele perguntou, pegando minha mochila. Na verdade não, mas era melhor do que estar aqui. "Sim. Eu tenho que andar." Ele balançou a cabeça, em seguida, abriu a porta. "Eu vou ajudá-la." Ele estava sempre me ajudando. Ele estava indo para ficar velho em breve. Eu estava indo me tornar um fardo. "Você tem o seu próprio trabalho para acompanhar. Eu vou ficar bem, "eu assegurei a ele. Rock apenas riu atrás de mim. Eu não olhei de volta para ele. Minhas bochechas estavam quentes e eu não estava certo do porquê. Ele andou em volta de mim e abriu a porta do caminhão para mim, em seguida, estendeu a mão. Olhei para baixo e fiz uma careta. "Pegue minha mão. Eu preciso ajudá-la para que você não se esforce muito ", explicou ele, claramente divertido. Eu não tinha certeza se tocar sua mão era uma boa ideia. Meu coração já estava tudo flutuando e meu rosto estava quente. Rock se aproximou, causando em meu corpo loucuras. "Tudo bem", eu disse quase demasiadamente suavemente. Quando eu coloquei minha mão na sua que era bem maior, elas fecharam em torno 102


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines das minhas, enviando arrepios através do meu corpo a partir do contato. Eu estava perdendo. "Você está bem?", Ele me perguntou quando eu ainda não tinha me movido. Eu puxei minha mão, sentindo-me como um idiota, e acenei coma cabeça. "Sim, obrigado", eu murmurei, e não o olhei. Ele não se moveu imediatamente, e eu estava achando difícil de respirar sabendo que ele estava olhando para mim. Finalmente eu virei meu olhar para vê-lo olhando para as minhas pernas. Olhei para baixo e percebi que meu short tinha subido ainda mais. Eu tinha que pegar alguns shorts maiores. Não fazer exercícios não ajudou, eu havia ganhado peso. Tentei puxa-los para baixo. Rock limpou a garganta e eu fechei a porta. Tomei várias respirações calmantes antes que ele abrisse a porta e subisse para dentro. Eu não tinha uma camisa solta o suficiente para cobrir o fato de que minhas costelas estavam enfaixadas. Minhas roupas pareciam estar encolhendo. Ele começou a dirigir quando a voz de Tim McGraw encheu o espaço. Rock sorriu e estendeu a mão para desligar a música. "Eu detesto música pela manhã", explicou ele. Eu balancei a cabeça. "Boa ideia." Ele me olhou por um momento mais do que o necessário, mas eu não iria encontrar o seu olhar. Eu estava com medo que meus sentimentos estivessem por toda a minha cara, e eu precisava descobrir o que era e me proteger disso. Rock não estava pedindo algo mais comigo. Ele queria ser meu amigo e eu disse que sim. Eu precisava respeitar isso. "Você dormiu bem?", Ele perguntou. Eu tinha. Os remédios que eu tive que tomar durante a noite me nocautearam. "Sim. Eu dormi bem. E você? " Perguntei. Ele deu de ombros. "Eu acho. Durmo melhor no seu quarto. " Oh. Eu não sabia o que dizer sobre isso. Então eu estudei minhas mãos no meu 103


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines colo. Ele não disse mais nada. Andamos num silêncio desconfortável o resto do caminho para a escola. Milagrosamente, houve uma vaga de estacionamento vazio perto da frente. Era onde ele sempre estacionava. Ao lado direito estava a caminhonete de Marcus Hardy, e na esquerda estava o Mustang de Dewayne Falco. Era como se os três tivessem vagas de estacionamento exclusivas. Ninguém nunca estacionava aqui, a não ser eles. "Nós estamos aqui", disse ele, afirmando o óbvio. "Fique parada. Estou indo ajudá-la a descer. " Eu fiz como me foi dito. Rock abriu a minha porta e pegou minha mochila, em seguida, atirou-a por cima do ombro antes de estender a mão para mim. Mais uma vez eu coloquei minha mão na sua, e ele se agarrou a mim com força enquanto me ajudava a descer. Eu só estremeci umavez, e a mão de Rock apertou a minha quando eu fiz. "Você está em?", Ele perguntou, soando preocupado. "Sim. Eu estou bem. Obrigado ", eu respondi. Ele não largou a minha mão quando ele fechou a porta do caminhão. Eu esperava que ele me soltasse, mas ele não o fez. Em vez disso, seus dedos se enrolaram nos meus. "Vamos", disse ele, e fomos para a entrada. Excitação e confusão estavam lutando dentro de mim. Por que ele estava segurando a minha mão assim? Ele sabia que eu não precisava da ajuda dele para caminhar. Um assobio me assustou, e eu olhei para cima para ver Preston Drake sorrindo de orelha a orelha enquanto seus olhos percorriam nossas mãos. Eu afrouxei meu aperto, preparando-me para Rock soltar minha mão como se estivesse pegando fogo. Em vez disso, ele apertou-a com força. "Ele é uma puta às vezes. Ignore-o. Ele quer dizer que está tudo bem ", disse Rock, inclinando-se para mim. Em seguida, ele piscou. Rock piscou para mim. O que estava acontecendo? "Finalmente tem a menina. 'Maldito ataque. Você trabalhou duro o suficiente 104


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines para isso ", disse Preston com um sorriso maroto no rosto. "Cale-se, idiota", resmungou Rock. Preston apenas riu em resposta. "Eu sou. . . nós não somos. . . "Eu não tinha certeza se eu deveria estar explicando isso ou não. "Sim, nós não somos," Rock terminou para mim, olhando para Preston. Em seguida, sua mão soltou a minha e eu senti frio. "Vamos chegar ao primeiro período", disse Rock com a voz tensa. Algo estava errado com ele. Seu tom de voz era duro, e eu não estava acostumada a isso. Finalmente ele me deixaria. Não, uma vez que tínhamos nos tornados amigos. "Tudo bem", eu respondi.

105


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Rock Fiquei no meu armário, tentando não pegar meus livros e começar a atirar essa merda. Eu estava na porra da zona de amigos com Trisha, e eu estava vendo agora que eu estava preso lá. Ela não me via de outra maneira. Eu testei esta manhã, segurando a mão dela. Ela estava corando quando eu fui buscá-la, e, em seguida, ela tremeu quando eu toquei a mão dela. Pela primeira vez, eu pensei que talvez eu tivesse chegado ao seu coração. Eu estava errado. Droga. Fechando meu armário, tomei mais uma respiração profunda. Eu tinha que me controlar. O fato é que eu não ia a lugar nenhum. Ela precisava de mim, e minha paixão por ela era algo mais profunda agora. Parar parecia impossível. Mas, se eu sobrevivesse a isso, talvez eu precisasse proteger meu coração. Mãos deslizaram pelas minhas costas e unhas arranharam o meu pescoço. "Você faltou esse fim de semana na festa," Rose disse atrás de mim. Ela estava me perseguindo como se sua vida dependesse disso. "Eu estava ocupado", eu respondi, movendo-me um passo para fora de seu alcance, em seguida, indo para a minha primeira aula. Ela estava ao meu lado. "Ouvi dizer que você trouxe Trisha Corbin à escola esta manhã. Vocês dois tem alguma coisa agora? " Não. Mas não por falta de tentativas minha, acredite. "Nós somos apenas amigos", eu disse, odiando o modo como isso soou. Eu queria tomá-la como minha. "Oh, bem, isso é bom. Meus pais estão fora da cidade esta semana. Eu estava esperando que você pudesse vir hoje à noite. . . a noite toda ". Eu sabia que se eu fosse, eu iria ficar com alguém. Inferno, eu provavelmente teria vários boquetes também. Rose era conhecida por seus boquetes assassinos. 106


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Mas eu não estava nem um pouco interessado. Não mesmo, porra. O que só provava que eu tinha ido longe demais com Trisha. "Não é possível. Tenho planos", eu disse a ela, em seguida, entrei na minha aula de literatura. Marcus já estava lá, sentado à sua mesa e flertando com uma nova garota que eu não reconheci. Eu não prestei atenção a ela quando me sentei ao seu lado. Marcus não desviou o olhar da loira que ele estava flertando. Ele era um homem com uma missão, e eu não tinha dúvida de que ele iria suceder. "Você quer se divertir essa noite?" Marcus me perguntou, e eu virei minha cabeça para olhá-lo. "O quê?", Eu perguntei, confuso. Eu não estava ouvindo sua conversa com a menina, então eu não tinha ideia do que ele estava falando. "Hillary aqui tem uma amiga chamada Chandise que tem uma coisa por você. Elas querem saber se estamos querendo ter uma boa noite. Eu disse a ela que estamos sempre por um bom tempo.". Marcus estava sorrindo como se já tivesse me colocado. Eu odiava bloqueá-lo, mas eu não ia com eles. "Desculpe. Eu tenho planos. Peça a Preston para ir. "Todos nós sabíamos que ele sempre estaria pronto para uma transa. Marcus fez uma careta. "Sua amiga odeia Preston." Ninguém odiava Preston, a menos que ele já a tivesse fodido e a tivesse largado. Oh. Era isso. "Eu vejo. Então Dewayne ", eu respondi. Marcus suspirou. "Sim, mas ela quer você." Eu queria Trisha. Nós todos queríamos algo porra. Nem sempre conseguimos o que queríamos. "Não é possível", Eu respondi, e abri meu notebook. Marcus entendeu o recado e deixou ir. Eu o deixei trabalhar seus planos com a garota, e eu voltei para tentar descobrir o que fazer com Trisha.

107


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha Levei minha própria mochila, sem me importar se isso piorasse a situação das minhas costelas. No entanto, após três dias com Rock andando ao meu lado e a levando para cada aula, enquanto as meninas flertavam com ele e ele não parava, eu estava pronta para me puxar. Qualquer coisa para colocar um pouco de distância entre mim e Rock e sua multidão. Ele não disse muito para mim, exceto para pedir educadamente se eu estava bem ou se eu precisava de alguma coisa. Com todos os outros, ele brincou e riu. Ele piscou para algumas meninas e riu de suas tentativas de se pendurar sobre ele. Foi simplesmente demais. Eu era como sua irmã mais nova, que precisava de ajuda, mas ele desejava que ele não tivesse essa obrigação. Rock era um bom rapaz. Eu sabia muito bem. Ele assinou contrato para me ajudar, e mesmo isto obviamente o estava prejudicando, ele não reclamava. A única solução para isso era arrumar alguém para levar a minha mochila. Eu estava mais do que certa que ele entregaria de bom grado a responsabilidade. "Rock", uma ruiva que eu não sabia o nome com uma voz doentiamente chamou. Rock fez uma pausa e olhou para a menina, então sorriu. "Oi, Ginger. O que está acontecendo? " Oi, Ginger. O que está acontecendo? Eu repeti em minha cabeça, e depois vomitei mentalmente. Eu tinha que ir embora. "Hoje à noite há uma festa na minha casa. Você está vindo, certo? Eu tenho um novo biquíni especial que comprei apenas para você. " Meu vômito mental estava prestes a se tornar real. Isso era ridículo. Em desespero, comecei a andar nos corredores lotados para me livrar disso. Qualquer um. Qualquer coisa. 108


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Eu ouvi sobre a festa. Não sei se vou ser capaz de ir, embora ", ele respondeu. Ele não estava se divertindo ou mesmo enojado. Ele parecia quase desapontado que iria perder o biquíni especial. Ugh. Eu vi Riley e Davey conversando, e os olhos de Davey encontraram os meus. Eles estavam falando sobre mim. Eu não tinha almoçado com ele todos os dias, apesar de terem perguntado sobre Rock depois de ele ter colocado minha bandeja na mesa antes de ir para a sua própria. Eu apenas fiz o meu melhor para mudar de assunto. Agora, no entanto, eu estava pronta para pedir aos meus amigos para me resgatar. "Socorro", gesticulei com a boca para Davey, e ele estava se movendo instantaneamente através da multidão em direção a mim. Rock e Ginger ainda estavam conversando sobre a festa, e as coisas que ela poderia fazer para ele, enquanto eu mantive meu foco em Davey. Quando ele finalmente se aproximou, eu queria cair em alivio. "Oi," ele disse, olhando para Rock, em seguida, de volta para mim. "Ei, você está indo no mesmo caminho para a próxima aula. Você se importa de levar a minha mochila? ", Eu perguntei-lhe em voz baixa, para não chamar a atenção. Rock estava ouvindo Ginger falar agora. "Não," Rock respondeu antes que Davey pudesse dizer qualquer coisa. Ele passou o braço em volta dos meus quadris, cuidado para não tocar minha cintura, e descansando a mão no meu quadril. "Não preciso de sua ajuda. Eu tenho isso ", disse ele a Davey. Bem, uma porcaria. Eu estava tentando ajuda-lo. Ele não estava ajudando em nada. "Você pode ficar e conversar, uh. . . Ginger ", eu respondi, apontando para ela, “Sobre seu traje de banho. E eu vou com Davey. Há algumas coisas que eu estou tendo problemas com a trigonometria que ele pode ajudar. " "Não," Rock repetiu em um tom mais firme. "Você pode perguntar a ele mais tarde. Vou levá-la para a aula. Vamos. " E então ele começou a andar, gentilmente me guiar junto com ele. O que diabos? Olhei novamente para Davey e dei de 109


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines ombros. Eu ia falar com Davey hoje na hora do almoço, quando Rock me largasse porque aparentemente, Rock não ia permitir no momento. Sua mão ficou firme no meu quadril enquanto nos movíamos pelo corredor. Nunca deixou de me espantar como a multidão apenas se dividia para ele passar como se fosse um Deus. Eu odiava admitir que me sentia segura ao seu lado, escondida em segurança. "Você estava tentando se livrar de mim", ele finalmente disse quando chegamos mais perto da minha próxima aula. "Você parecia preferir ficar sozinho e ter mais tempo para discutir seu biquíni especial. Eu estava tentando ajudá-la, ".Eu bati, sem querer. Encolhendo-me, me dei um tapa mentalmente por ser uma idiota. "Não me preocupa seu biquíni", ele respondeu em um tom duro. Em vez de balançar a cabeça deixar isso pra lá, eu me mudei para longe dele e virei-me para olha-lo. "Eu não sou da sua responsabilidade. Eu odeio me sentir como se eu fosse esse fardo sobre você que não pode se livrar. Eu tenho outros amigos que podem me ajudar. Eu não gosto de atrapalhar sua vida social.” Rock olhou para mim como se ele não entendesse uma palavra do que eu estava dizendo, e, em seguida, ele franziu a testa. "O quê?" O quê? Sério, era essa a sua resposta? Eu não tinha falado outro idioma. Ele tinha que ter entendido as palavras que acabaram de sair da minha boca. "Eu fui bem clara," Eu disse a ele. Um sorriso puxou o canto da sua boca. "Não, você foi", ele concordou, em seguida, deu um passo para mim e baixou a cabeça perto do meu ouvido. "Mas você parece sexy como o inferno quando você está com ciúmes." Foi a minha vez de ficar confundida. "O quê?", Perguntei, olhando para ele. Ele estendeu a mão e agarrou meu quadril e me puxou para perto dele, enquanto olhava para alguém atrás de mim. "Cuidado", ele rosnou para alguém. "Você quase tocou ela." "Ela era

a única coisa no meu caminho", uma voz

masculina argumentou. 110


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Os olhos de Rock queimaram e ele colocou-me perto de seu lado. "Em seguida, você desvia dela e mova sua bunda imprestável.” O cara era Felix Hardgrove. Ele tinha um GPA 4.0 e era do tamanho do meu irmão a dois anos atrás. Ele apoiou-se e correu para longe. "A culpa foi minha. Você não tem que assustá-lo ", eu disse, inclinando a cabeça para trás para olhar para Rock. Ele estava apertando sua mandíbula enquanto ele olhava para frente. "Eu nunca queria ir para a sua festa. Eu não queria ir para qualquer lugar do caralho em que você não está. Aceite o fato de que tudo o que eu vejo é você, Trisha Corbin. Em seguida decida o que pretende fazer sobre isso.” Rock passou por mim na sala e colocou minha mochila ao lado da minha mesa, onde eu sentava todos os dias. Eu fiquei lá e vi quando ele tirou meus livros e uma caneta, em seguida, colocou-os na minha mesa. Ele sempre fazia isso também. Ele não queria que eu me abaixasse. Quando ele finalmente se virou para sair, seu olhar trancou com o meu. Não era um sorriso provocante ou uma piscadela de flerte. Era intenso, e de alguma forma, era como se ele estivesse implorando.

111


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Rock Eu tinha tomado uma chance. Eu conhecia as meninas muito bem, e eu sabia que Trisha tinha ciúmes de Ginger. Foi a única razão pela qual eu deixei Ginger continuar a falar sobre ela e seu biquíni. Qualquer coisa para chamar a atenção de Trisha. Eu quase perdi o fato de que sua bunda corajosa havia sinalizado para seu amigo leva-la para longe de mim. Claro que não isso não estava acontecendo. Ninguém mais estava carregando a mochila de Trisha. Isso era meu. Eu estava cuidando dela. Começar com a próxima aula não foi fácil. Eu não conseguia me concentrar em qualquer coisa que o professor estava dizendo. Eu estava planejando como eu estava indo para corrigir isso com Trisha. Ser amigo dela tinha acabado. Eu não estava levando-a para a mesa de almoço maldita com seus amigos. Ela estava se sentando comigo. Ela era minha e ela precisava admitir essa merda agora. Antes que ela me deixasse louco.

***

Eu estava na porta de sua sala de aula, quando a campainha tocou, e eu fiz o meu caminho para dentro, para guardar seus livros. Ela suspirou quando eu tirei o primeiro livro de suas mãos. "Eu posso fazer isso, Rock. Eu não estou completamente inútil. " Eu não respondi. Joguei a mochila sobre o meu ombro, em seguida, estendi a outra mão para Trisha. "É hora do almoço." Ela olhou para a minha mão estendida, e então de volta para mim, antes de finalmente deslizar a mão na minha. Ajudei-a e a puxei para os meus braços. "Não 112


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines foi tão difícil, foi?" Eu disse com um sorriso, em seguida, a levei para fora da sala. Eu balancei a cabeça para Preston, que chamou o meu nome. Dewayne levantou uma sobrancelha para mim e, em seguida, sorriu quando viu a minha mão segurando Trisha. Eu não a levaria para perto deles. Eles apenas diriam algo estúpido e fariam Trisha se sentir desconfortável. Parando no armário de Trisha, eu coloquei sua mochila para dentro. Então, em vez de pegar a mão dela, coloquei minha mão em sua parte inferior das costas e a levei para o refeitório. "Você não tem que carregar minha bandeja", disse ela. "Mas eu quero." "Por quê? Eu sei que você está cansado disso. Você não tem que cuidar de mim. " Tentei não ficar frustrado, mas caramba, ela era sem noção? "Davey e Riley vão me ajudar a carregar meus livros. Você tem feito isso durante toda a semana tendo-me como um fardo.” Era isso. Eu peguei a mão dela e a puxei para a sala de arte vazia e bati a porta. "O quê?", Ela perguntou, olhando para a porta. Eu já havia tentado palavras com ela. Eu já havia tentado ações. Eu já havia tentado de tudo para levá-la a perceber que eu a queria. Que eu queria estar perto dela. Que eu queria que ela fosse minha. Ela estava me fazendo perder a cabeça. Andei em direção a ela, e ela apoiou-se contra a parede enquanto ela me observava, com os olhos arregalados e confusa. Droga, ela estava muito sexy e fodidamente bonita também. Isso eram coisas que caras de merda não conseguiriam se livrar. Meninas como ela não deveriam existir. Elas faziam os homens fracos. Ela me tinha tão preso que chegava a doer. Eu coloquei minhas mãos na parede de tijolo de cada lado de sua cabeça e parei apenas uma polegada do seu rosto. "O que eu tenho que fazer para você entender que eu quero isso? O que, Trisha? Foda-se, você é tudo o que posso pensar", eu disse suavemente enquanto meu olhar caia de seus olhos para aqueles 113


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines lábios gordos que estavam nas minhas fantasias. A ponta de sua língua rosa molhou o lábio inferior e eu estava perdido. Minha boca cobriu a dela, e o pequeno suspiro que quebrou de seus lábios foi a única chance que eu precisei para deslizar minha língua para dentro. Eu tinha beijado um monte de meninas. Mas nunca tinha sentido como se o meu mundo estivesse sendo abalado. As mãos de Trisha caíram sobre os meus ombros e ela se agarrou a mim. E isso era perfeito porra. Ela não estava me afastando. Ela estava se segurando a mim, caramba, era um inferno de um paraíso. A suavidade de seus lábios se movendo sob os meus, e então ela começou a beijar-me. Levou todas as minhas forças para não pressioná-la contra a parede. Eu tinha que ter cuidado com as costelas. Mas eu queria as minhas mãos sobre ela. Eu queria ficar perdido em quão maravilhosa ela era. Quando ela se inclinou para mim e choramingou, eu quebrei o beijo e me movi de volta imediatamente. "Você está bem?" Eu perguntei, olhando para suas costelas. Ela não respondeu, e pânico começou a me agarrar. Eu tinha machucado suas costelas. Eu encontrei seus olhos e vi a mesma excitação neles que eu vinha sentindo até que o gemido tinha me assustado. Eu comecei a abaixar a minha boca novamente, a necessidade de prová-la mais forte desta vez. "Não, espere," ela respirou, pressionando as duas mãos no meu peito neste momento. "Eu machuquei você?", Eu perguntei a ela. Ela balançou a cabeça. "Não, não é só. . . EU. . . Nós não deveriamos. . . Por que você fez isso? " Fechei os olhos e me forcei a ser paciente com ela. Trisha tinha seus problemas, e a confiança era um deles. "Porque eu sou louco por você. Porque os seus lábios são os mais bonitos que eu já vi. Porque você acha que é um fardo para mim, quando eu só quero mantê-la perto de mim o tempo todo. Porque você está 114


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines me fazendo perder a cabeça. Porque eu não quero ser seu amigo, Trisha. Eu quero ser seu. " Sua boca se abriu ligeiramente e seus olhos olharam surpresos para mim. Como ela já não sabia de tudo isso? Eu não fui sutil. "Você é. . . você é louco por mim? ", perguntou ela. Eu segurei uma risada. "Sim, e toda a gente parece perceber, menos você." Ela franziu a testa e mordeu o lábio inferior. Eu queria retirá-lo e chupa-lo eu mesmo. Ela desviou o olhar por um momento e dei-lhe tempo. "E sobre o biquíni de Ginger?", Ela perguntou, sem olhar para mim. Desta vez eu ri. "Eu não poderia dar um rabo de rato sobre Ginger". Lentamente Trisha olhou para mim. "Mas as outras. Todas elas. Você pode ter uma garota diferente todas as noites. Elas fazem fila para obter a sua atenção. Por que eu? " Eu peguei seu rosto em minhas mãos e o acariciei. Ela parecia estar cega. Por dentro e por fora ela era linda. "Eu não posso ver ninguém além de você. Eu não tenho sido capaz de ver alguém em um longo tempo. Inferno, Trisha, você esteve na minha cabeça, me provocando, desde o primeiro dia em que eu coloquei os olhos em você ". "Oh," ela disse em um sussurro. "Sim, oh," eu repeti.

115


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha Meu coração estava disparado e meus lábios ainda estavam formigando quando Rock me levou para o refeitório. Ele tinha me beijado. Uma espécie alucinante de beijo que fez meus joelhos ficarem fracos. Eu tinha ficado tonta por um momento. A mão de rock estava segurando as minhas enquanto ele nos levava para comprar o almoço. Quando ele pegou minha bandeja, ele olhou para a mesa com seus amigos e, em seguida, olhou para a minha mesa onde estavam os meus amigos. "Hoje eu quero que você sente comigo. Podemos descobrir onde estamos indo mais tarde. Agora eu não quero compartilhar você. " Como tinha mudado tão rápido? Ainda esta manhã, ele mal falava comigo. Agora ele me queria só para ele. "Tudo bem", eu disse, ainda não tendo certeza de como eu deveria responder a isso. Rock levou-nos para o canto da sala onde a mesa estava vazia. Eu podia sentir os olhos de todos nos seguindo. Era como picadas na minha pele. Eu queria correr para fora da sala. Eu odiava atenção, e está era de longe a maior atenção que eu já tinha recebido na vida. Quando ele colocou nossas bandejas para baixo, ele puxou sua cadeira para se sentar ao meu lado. Sua coxa encostou na minha. "Coma", disse ele perto do meu ouvido quando eu não fiz nenhum movimento para tocar a minha comida. "Eu não posso comer com todo mundo me olhando", expliquei, com medo de confirmar o fato de que nós tínhamos chamado a atenção. "Eles só estão curiosos. A maioria deles não estão olhando mais ", ele respondeu com um sorriso. 116


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Cortei meus olhos para olhar para ele, e ele piscou para mim. "Por favor, coma por mim", disse ele, colocando a xícara em meu queixo. Seu polegar roçou meu lábio inferior. "Bem, isso não é doce. A porra mais interessante por aqui do que o de costume" Dewayne Falco disse ao puxar a cadeira em frente a nós e se sentar. "Dewayne," Rock rosnou para ele, me assustando. "Trisha não se importa que eu me sente aqui. Não é, Trisha? ", Disse Dewayne, virando o sorriso divertido para mim. "Uh," eu comecei a dizer, quando Preston Drake sentou ao meu lado, com uma caixa de leite extra em seus dentes. Ele a deixou cair, então me deu um sorriso torto. "O partido mudou. Eu perdi o memorando ", ele murmurou, em seguida, abriu seu outro leite e tomou um gole. "Eu não acho que Rock nos quer aqui", disse Dewayne enquanto tomava um gole de seu refrigerante. "Não que damos uma merda para o que ele quer. " Rock tinha ficado duro ao meu lado. Ele estava com raiva. Estes eram seus amigos mais próximos. Eu não queria ser uma razão pela qual eles brigariam. "Não há chá doce hoje. Que diabos há com isso? ", Disse Marcus Hardy por meio de saudação quando ele caiu ao lado de Dewayne e colocou a bandeja para baixo. "Eu preciso de um pouco de chá doce para passar pela próxima aula. Poetas mortos. " "Merda," Rock murmurou ao meu lado. "Rock não está sendo muito acolhedor, Marcus. Ele está sendo meio merda", Dewayne disse, ainda parecendo completamente divertido com a coisa toda. Marcus me deu um sorriso de desculpas, então mudou seu foco para Rock. "Com a gente sentado aqui, vocês não são o entretenimento da tarde ", explicou com um encolher de ombros. Ele estava certo. Eles estavam bloqueando uma multidão. "Você está bem se eles comerem com a gente?" Rock me perguntou. 117


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Eu balancei a cabeça. Eu não estava pronta para falar ainda. Sentar com estes quatro era um pouco sufocante. Eu não queria dizer algo estúpido, e eu não tinha certeza se eu tinha algo a dizer a eles, de qualquer maneira. "Gente, vocês conhecem Trisha", disse Rock. "É difícil não conhecê-la. Você ficou ofegando atrás dela há mais de um ano. Estamos um pouco cansados de assistir. Obrigado por dar-lhe uma chance. Todos nós agradecemos", disse Dewayne. Preston riu ao meu lado, mas não fez barulho. Eu tinha a sensação de que o único desses quatro que não estava com medo de Rock era Dewayne. Eles eram do mesmo tamanho. "Dewayne", disse Rock em um tom de aviso. Dewayne apenas sorriu. "Eu estou mentindo?" "Sério, D. Cale a boca", disse Marcus, atirando-lhe um olhar de desaprovação. Dewayne encolheu os ombros e deu uma mordida em seu hambúrguer. A mão de rock deslizou sobre meu joelho e ficou lá. "Eu juro que eles não são tão ruins", ele me assegurou. Sorrindo, peguei uma batata frita. "Eu acho que eles são agradáveis", eu disse a ele. Todos os quatro começaram a rir, e depois Preston caiu na gargalhada. Olhei para todos eles, em seguida, olhei para Rock, que estava sorrindo para mim com algo quente em seus olhos que fez meu coração vibrar.

118


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Rock Trisha não perdeu um outro jogo de futebol. Uma vez que a temporada acabou, eu tinha as minhas noites de sexta livre para passar com ela. Eu nunca pensei que eu iria olhar para a frente esperando que a temporada de jogos acabasse. Toda vez que eu poderia tê-la sozinha eram as melhores horas do meu dia. Ela não tinha se derretido completamente em mim imediatamente, mas ao longo do tempo ela lentamente começou a confiar em mim. Agora, quando eu andava até ela nos corredores da escola e a envolvia em meus braços, ela vinha a mim de bom grado. Beijar seus doces lábios sempre que eu queria era também o meu vício favorito. Ela só não me deixava ter aquela boca quando eu queria, mas ela me beijava de volta. A vida estava perfeita. Se eu não tivesse que me preocupar com ela voltando para aquele maldito reboque todas as noites, então realmente seria perfeito. Krit estava lidando com alguns problemas ultimamente que deixaram Trisha preocupada. Quando o último homem que a sua mãe trouxe tinha batido em Trisha, Krit tinha perdido a cabeça e quase batido no homem até a morte. Trisha tinha me chamado gritando e chorando. Meu coração tinha quase parado ao som de sua voz em pânico. Quando eu cheguei lá o cara estava no chão, inconsciente e coberto de sangue, e Trisha tinha Krit em um canto conversando enquanto ele olhava para o homem como se estivesse possuído. Tinha móveis quebrados em todos os lugares, e até mesmo Fandora tinha um lábio sangrando. Aparentemente, ele tinha estapeado sua mãe para levá-la para longe de Trisha. O garoto era como uma arma carregada. Trisha queria que ele fizesse uma consulta. Ela estava preocupada que ele tivesse algum dano emocional por crescer do jeito que eles tinham crescido. Eu estava com medo de que a 119


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines criança tinha um transtorno de personalidade. Eu tinha estado com raiva antes, e se eu tivesse visto o homem tocar em Trisha eu teria batido em sua bunda também. Foi o olhar vidrado de Krit que me assustou. Hoje à noite Krit ia passar com Green, e sua banda estava indo treinar. Eles não estavam recebendo shows reais, mas eles estavam praticando o suficiente para que alguém achasse que eles estavam. Surpreendentemente, eles eram bons, também. Krit poderia cantar. Tinha sido um choque a primeira vez que eu o ouvi ensaiar. Então, eu tinha Trisha só para mim. Durante toda a noite. Eu estava economizando cada centavo que eu tinha para nos levar a um apartamento no momento que completássemos dezoito anos. Mas eu queria fazer algo especial para Trisha esta noite. Eu a tinha levado com calma. Eu não tinha dito as merdas que eu queria, porque eu estava com medo que ela fosse surtar. Na semana passada tive trabalhando a noite pela primeira vez, lotação na mercearia local. Com esse dinheiro eu estava alugando para nós um quarto no hotel da cidade mais próxima. Eu queria segurar Trisha toda a noite, em uma cama. Porque eu estava guardando meu dinheiro, isso era tudo que eu podia pagar. Eu não seria capaz de levá-la para comer também. Então, eu tinha feito sanduíches e comprei alguns dos biscoitos de chocolate que ela amava. Eu também comprei seu refrigerante favorito e um saco de batatas fritas. Eu tinha ido em mais cedo e colocado o refrigerador no quarto com os sanduíches e as batatas. Dewayne tinha me roubado algumas velas de sua casa que sua mãe não iria perceber. Depois de colocá-las em torno do quarto, eu tinha deixado um isqueiro ao lado da cama para que eu pudesse acende-las mais tarde. A razão pela qual eu não tinha dito a Trisha o que estávamos fazendo era porque eu queria surpreendê-la com uma noite em algum lugar que ela não precisasse se preocupar com Krit ou Fandora. Eu queria abraçá-la enquanto ela dormia e saber que ela estava a salvo em meus braços. O que eu não tinha pensado 120


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines nisso era como Trisha leria isso. Até eu estacionar o caminhão e olhar para ela. O olhar assustado sobre ela enquanto ela olhava para o hotel em frente de nós me disse que eu tinha cometido um erro grave. Ela não entendeu por que eu tinha feito isso. Ela estava pensando em algo completamente diferente. Nós não tínhamos feito nada mais do que nos beijarmos. Eu queria fazer mais, mas eu estava com medo de como ela reagiria. Eu não quero perdê-la ou assustá-la. Eu tinha sido a porra de um santo com ela. Então eu fui e fiz isso. Porcaria Droga. "Trisha, querida, isso não é o que você pensa. Eu não trouxe você aqui. . . por isso. Eu só queria que nós tivéssemos uma noite, poder dormir sem medo ou preocupação. Eu queria te abraçar. Nadamais. Eu juro, bebê. " Ela não olhou para mim. Ela continuou a olhar para o edifício em frente a nós. Merda! "Eu juro por Deus que eu nunca teria te trazido aqui esperando alguma coisa. Eu não estava pensando por esse lado. Eu só queria que tivéssemos um lugar que fosse nosso. Onde nós não precisássemos nos preocupar com mais ninguém. Só agente. " Ela assentiu com a cabeça um pouco, mas ela não olhou para mim ainda. Então eu esperei. Dei-lhe um momento para processar o que eu estava dizendo a ela. Eu estava prestes a dizer a ela que eu ia dormir no chão, embora eu realmente quisesse segurá-la durante toda a noite, quando ela finalmente virou a cabeça e encontrou meu olhar. "Ok", ela sussurrou. Ela não parecia querer dizer isso. Estendi a mão e a puxei contra mim. "Ouça-me", eu implorei, tendo seu rosto em minhas mãos e inclinando-me para que ela pudesse olhar para mim. "Se tudo o que sempre faço é beija-la, então eu vou ser o maior sortudo do caralho no planeta. Porque eu tenho você. Eu... Eu te amo, Trisha Corbin. Eu te amo como um louco. Você me fez tão obcecado com você que eu não consigo ver nada nem ninguém além de você. Todos os planos que eu faço é com você. Toda manhã, quando eu acordo tudo que eu penso é em vê-la. Toda noite quando eu vou dormir tudo o que eu penso é o quanto eu quero estar segurando você em meus braços quando você 121


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines adormecer. Estar lá. Você é o meu presente. Você. Só você. Este quarto de hotel era para nos dar um lugar que fosse só nosso. Eu tenho algo para comer lá em cima e eu mesmo aluguei um par de filmes. Isto não é sobre sexo, baby. Eu juro. " Ela piscou lentamente, e seus olhos se embaraçaram. Eu não tinha certeza do que eu tinha dito para fazê-la chorar. Eu comecei a repetir minhas divagações na minha cabeça, e em seguida, seus lábios carnudos se moveram. "Você me ama?" Eu tinha ficado com medo de dizer antes de hoje à noite. Ele tinha saído do meu pânico para tranquilizá-la. Mas era verdade. Eu nunca tinha amado alguém do jeito que eu amava Trisha. "Eu acho que você pode ser a única pessoa que ainda não sabe", eu disse, sorrindo para ela. Ela era as vezes tão adorável. Um sorriso lento apareceu em seus lábios antes que ela se inclinasse para mim. "Eu também te amo", disse ela em voz baixa, antes de me beijar. Eu poderia ter morrido naquele momento e sabia que eu tinha vivido o suficiente.

122


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha Rock abriu a porta para o quarto de hotel que tinha obtido esta noite. Meu coração ainda estava tão cheio de ouvi-lo dizer que me amava, que eu não conseguia parar de sorrir. Eu tinha sido apaixonada por Rock por meses. Eu não diria a ele, porque eu não tinha certeza se ele queria ouvir isso. Ele havia dito isso para mim. E ele também tinha dito um monte de outras coisas bonitas que me fizeram ama-lo ainda mais, e eu não tinha pensado que era possível. "No cooler tem nossa comida. Está com fome agora? ", Ele perguntou quando eu pisei dentro do quarto. Havia uma cama grande no meio da sala e uma televisão na parede em frente. Eu podia ver a pia e o espelho na frente, e, em seguida, uma porta para o banheiro. Era o lugar mais bonito onde eu já fiquei. Até o mês passado, quando fui para a festa na casa de Marcus Hardy, que teria sido a mais bonita do mundo. A casa de Marcus Hardy tinha explodido minha mente. Era como nada que eu já tinha imaginado. Isso, no entanto, era nosso. Para a noite. "Eu tenho para você um refrigerante de uva. Vários, na verdade”, disse Rock, deslizando a mão na minha cintura e beijando meu pescoço. Eu adorava refrigerante de uva, e uma vez que ele havia descoberto isso, ele fez com que eu tivesse muitas vezes. Outra coisa que eu amava sobre ele. Normalmente, eu gostaria de ter um refrigerante de uva. Mas eu não queria isso agora. Eu tinha sido sonhando por tanto tempo sobre o momento em que eu diria a Rock que eu o amava. Eu sabia como queria que isso acontecesse. Tinha fantasiado sobre isso tantas vezes que eu não estava mesmo nervosa quando me virei para encará-lo. Eu não poderia dizer as palavras, porque nos meus devaneios ele já sabia. Eu nunca tinha preparado palavras para isso. Eu o beijei. Só tomou um momento para ele responder. Suas mãos estavam em 123


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines meus quadris, me puxando para cima contra ele firmemente quando sua boca começou a trabalhar sua mágica em mim. Seu sabor mentolado sempre me empolgava. Enfiei meus braços o mais alto que pude e fiquei na ponta dos pés para que meus dedos pudessem deslizar em seu cabelo curto. Meus seios pressionaram contra seu peito, e a dor neles só se intensificou. Desde a primeira vez que Rock roçou seu polegar na parte inferior dos meus seios, eles tinham começado a ficar animados quando ele chegava perto deles. Não implorar-lhe para tocá-los era difícil. Isso me assustou e me animou. Eu já o tinha visto olhando para meus seios, muito. Ele gostava deles. Isso me fazia vestir camisetas que eram demasiadas pequenas, sabendo que ele gostava da vista. Quando suas mãos deslizavam pelos meus lados e pararam logo abaixo dos meus seios novamente, eu soltei um som frustrado. Ele parou de me beijar por um momento, mas sua boca ficou pairando sobre a minha. Sua respiração quente banhou meus lábios, e eu não tinha certeza de que eu poderia respirar. Suas mãos lentamente começaram a se mover, e eu abri meus olhos para olhar para aqueles olhos ainda mais quentes. Ele estava me observando de perto enquanto ele avançava com as mãos até que ele estava tocando a parte inferior dos meus seios. Assim, perto dos centros, que sofria por atenção. No momento em que ele se moveu mais alto e os dedos atropelaram meus mamilos sensíveis, eu respirei e agarrei-me a seus ombros. Isso era o que eu queria. O que eu queria por um tempo. "Posso tirar a camisa?", Perguntou Rock, sua voz rouca e baixa. Eu balancei a cabeça. Eu não conseguia formar palavras. Ele fechou os olhos por um minuto, e suas narinas se dilataram, antes que ele se abaixasse e puxasse a minha camisa. Eu levantei meus braços, e ele moveu a camisa para cima e, em seguida, jogou para o lado. Eu queria fechar os olhos agora. Mas eu também precisava vê-lo olhar para mim. Gostaria de ver a decepção neles se ele não gostasse do que veria. Seus olhos brilharam e ele engoliu tão forte que eu pude ver os movimentos em seu pomo de Adão no pescoço. "Maldição", ele 124


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines sussurrou com reverência. "Tão perfeito." Meu corpo cantarolava com o prazer de suas palavras. O medo que eu tinha segurado sobre ele se afastar desapareceu e eu queria mais. Eu estava pronta para Rock Taylor para me fazer sentir bem. Suas mãos grandes cobriam o sutiã de cetim que eu estava usando. Não era nada de especial, mas funcionou. Era um que Fandora tinha me dado depois que ela já não queria mais. Foi uma das poucas coisas que ela já tinha dado a mim. "Posso tirar o sutiã?", Ele me perguntou. Ele estava respirando com dificuldade. "Sim", eu consegui dizer. Suas mãos deslizaram em torno de mim e ele desfez o gancho com facilidade. Fechei os olhos desta vez. Eu estava prestes a ficar nua na frente dele, e eu queria isso, mas eu também não tinha certeza de como lidar com seu olhar enquanto ele olhava para mim. "Ah, foda-se, Trisha. Deus, eu estou arruinado ", disse ele, enquanto suas mãos agarraram a minha cintura. Eu queria suas mãos em outro lugar. Meus seios nus agora latejavam, com necessidade de atenção. "Venha aqui", disse ele quando ele começou a me mover. Eu abri meus olhos quando ele me apoiou contra a cama. "Deite-se." Eu estava pronta para fazer o que ele me pedisse. Eu deslizei para trás e coloquei minha cabeça no travesseiro. Ele tirou a camiseta com um movimento fluido, e eu tinha apenas um momento para processar a visão perfeita de seu peito, antes que ele estivesse se movendo para cima de mim. Ele manteve-se em cima de mim e me beijou com menos suavidade desta vez. Houve uma fome em seu beijo que fez meu coração bater forte. Eu levantei meu corpo e agarrei sua cabeça para puxá-lo contra mim. Eu queria sentir seu peito contra o meu. Mas ele manteve-se longe, em seguida, puxou para trás, quebrando o beijo. Seus olhos estavam em meus seios. "Se eu fizer algo que você não goste, diga-me. Eu vou parar. Eu juro. " Eu não acreditava que ele pudesse fazer qualquer coisa que eu não gostasse. Mas eu assenti. "Ok." 125


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Ele não se moveu para me tocar, e o pulsar em meus seios tinha feito o seu caminho para entre as minhas pernas, também. A dor estava me fazendo ficar frenética. "Por favor, Rock. Toque-me." Essas palavras saíram antes que eu pudesse detê-las. Eu estava ficando desesperada. Um rosnado baixo vibrou em seu peito, e ele xingou baixinho antes de suas mãos deslizarem para cima e cobrir meus seios. Em seguida, ele apertou-os, fazendo-me contorcer com o prazer que veio com ele. "Ah", eu gritei. Os olhos de Rock estavam gravados com um brilho que eu nunca tinha visto antes, enquanto ele olhava do meu peito aos meus olhos. Seus polegares roçaram os meus mamilos e eu mordi meu lábio inferior para não fazer mais nenhum ruído embaraçoso. Então eu assisti enquanto Rock abaixava a cabeça ao meu peito enquanto seus olhos ficaram presos nos meus. Quando sua língua saiu e jogou por cima do meu mamilo direito, eu deixei meu lábio inferior ir com um suspiro silencioso veio da minha boca, agora estava aberta, maravilhada. Quando ele puxou meu mamilo em sua boca e chupou, eu tive que fechar os olhos para aproveitar a onda de prazer. Ao vê-lo fazer isso e senti-lo, ao mesmo tempo era demais. Eu não tinha certeza se eu poderia lidar com mais. Meu corpo se sentia tão fortemente extasiado, cantarolando com um prazer delicioso que eu achei que se durasse muito iria me fazer enlouquecer. "Não só eles são os mais bonitos peitos, mais perfeitos da terra, mas seu gosto é de mel. E eu amo mel, merda.", disse Rock antes de lamber novamente. Ao ouvi-lo falar assim me fez estremecer. Ele ia ter que parar, mas se ele fizesse, eu estava com medo de que eu iria atacá-lo e exigir que ele aliviasse essa dor. Ele continuou a brincar com meus seios, moldando-os em suas mãos, em seguida, beijando-os e me fazendo contorcer. Toda vez que eu acidentalmente fazia um som, ele gemia e atacava mais voraz. Ele era como o fogo que estava sendo iluminado entre as minhas pernas. Eu tive que pressionar minhas pernas juntas para não gritar. 126


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Quando sua boca começou a se mover mais para baixo do meu estômago e, em seguida, sobre cada costela, eu prendi a respiração. Com a boca de Rock se aproximando, o pulsar entre as minhas pernas ficou ainda mais doloroso. Suas mãos se moviam sobre a minha cintura, e então ele colocou um dedo sob o cós da minha calça. Ele olhou para mim por um momento, e eu esperei, incapaz de tomar uma respiração profunda, para ver o que ele faria. Então, seus olhos se levantaram para encontrar os meus. "Eu quero tirá-las." Sim. Oh Deus, sim. "Sim", eu ofegava. Suas narinas se dilataram novamente quando ele começou a tirar os meus jeans. Eu levantei minha bunda para que ele pudesse tira-lo. A calcinha que eu estava usando não cobria muito. Elas eram muito pequenas, como a maioria das minhas roupas. Elas também estavam desbotadas e o rosa quase parecia branco. As mãos de Rock subiram pelas minhas pernas lentamente, como se estivesse memorizando-a. Quando chegou ao meu joelho, ele parou, e eu estava prestes a implorar para ele fazer alguma coisa, mas então ele abriu as minhas pernas. Eu deixei, incapaz de dizer a ele não neste momento. Ele respirou fundo e jurou novamente, enquanto olhava para a virilha através da minha calcinha. O ar frio me atingiu, e eu percebi oque ele estava vendo. Eu estava molhada. Oh Deus. Eu estava molhada. Comecei a pressionar as minhas pernas juntas, envergonhada. Os beijos de Rock sempre faziam a minha calcinha ficar molhada. Eu não poderia evitar. E a partir da forma como o ar frio me fez sentir, eu sabia que estava encharcada. "Não. Deus, não, Trisha. Não esconda isso de mim ", disse ele em um desespero que eu reconheci. Abrindo meus olhos um pouco eu o deixei empurrar minhas pernas abertas novamente. Ele parecia hipnotizado. "Foda-se, baby. Isso é sexy" Era? Ele moveu a mão por dentro da minha perna e a minha coxa formigava. Ele ia me tocar lá. Ele queria mesmo ver que eu estava molhada. Um dedo único passou 127


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines pelo meu centro dolorido, meu núcleo necessitado, e eu agarrei os lençóis debaixo de mim e gritei. Os tiros de intenso prazer que passaram por todas as células do meu corpo me fizeram sentir como se eu estivesse prestes a explodir. Suas mãos estavam tirando minha calcinha antes que eu pudesse me concentrar novamente. Eu abri meus olhos para ver sua cabeça abaixando para ficar entre as minhas pernas. O primeiro contato com a sua língua quente e mágica me fez perder a cabeça. Eu não tinha certeza do que eu disse ou implorei ou até mesmo prometi, mas eu estava ofegante e implorando. Isso eu sabia. A boca de Rock beijou e lambeu a necessidade dolorida, tornando-a pior e melhor tudo de uma vez. Eu agarrei seus ombros, e minhas unhas morderam sua carne. Eu não conseguia parar. Eu estava prestes a explodir e eu não sabia como me controlar. Eu queria isso e eu tinha medo disso. "Nunca quis provar uma buceta tanto assim, Trisha, mas eu juro por Deus que você tem gosto de sol e açúcar. Eu poderia comer você por horas e não teria o suficiente." Rock jurou antes de deslizar a língua dentro de mim. Eu rebolava contra ele e meu mundo explodiu. Luzes me partiram em um milhão de pedaços enquanto eu gritava o nome de Rock, enquanto a cama e tudo mais se afastava de mim. Eu estava numa onda de perfeição da qual nunca queria sair. Ouvi Rock dizendo algo longe, mas meu corpo estava sacudindo com essas dores e prazer que explodiram em mim, assim como eu temia. Só que era lindo. Tão bonito. Eu queria esse sentimento para sempre. Ele começou a desaparecer, e minha mente estava processando lentamente o fato de que eu tinha me perdido por um momento e eu não tinha certeza do que eu tinha feito ou dito enquanto eu estava perdida. Rock estava olhando para mim quando eu abri meus olhos, e a primeira coisa que eu percebi foi que seus quadris estavam entre as minhas pernas e ele estava nu. A dureza que eu tinha sentido através de seu jeans muitas vezes agora estava pressionando contra o meu centro sensível, que já estava ficando animado sobre outro round. 128


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Essa foi a coisa mais linda que eu já vi. Eu juro, Trisha, nada vai se comparar a olhar em seu rosto enquanto você goza ", disse ele, uma intensidade em seus olhos que aqueceu meu coração. "Eu quero estar dentro de você. Quero fazer amor com você. Eu quero estar tão profundamente dentro de você que você será uma parte de mim." Sim. Tudo isso. Sim. Eu balancei a cabeça, e ele fechou os olhos e sussurrou o que soou como "Graças a Deus." Quando ele abriu os olhos novamente, ele correu os lábios em toda a minha clavícula, em seguida, até o meu pescoço, antes de beijar a área atrás da minha orelha. "Vai doer no começo. Mas eu juro que eu vou ter certeza de que você se sinta bem novamente. Confie em mim. " "Eu te amo", foi a minha resposta. "Foda-se, baby", ele sussurrou enquanto sua ponta dura entrava em mim, me alongando de uma maneira que parecia certa. Eu deixei minhas pernas caírem abertas, e seu corpo estremeceu em cima de mim. Em seguida, ele aliviou mais longe até a nitidez apertada me morder um pouco antes dele romper a barreira. Eu agarrei seus braços e contive o grito. Eu não queria que ele parasse. Ele congelou uma vez que ele estava completamente dentro de mim. Eu me sentia completa mesmo como a dor aguda que pulsava, até que começou a aliviar. "Eu estou bem", eu disse a ele, e ele respirou fundo. Em seguida, ele se mudou e uma queimadura lenta começou em mim. Com cada movimento de seus quadris, eu prendia minha respiração e fazia um barulho. "Eu te amo. Eu te amo pra caramba. Você me deixa louco. Você é minha, Trisha. Você sempre será minha." Suas palavras me aqueceram. Eu deslizei minhas pernas para cima dele e as tranquei ao redor da sua cintura. "Foooooda", ele gemeu, e escondeu o rosto no meu pescoço. "Essas longas pernas. Apenas malditas, bebê. Eu sou o filho da puta mais sortudo do mundo." Sorrindo apenas por um momento, eu gostava de saber que eu tinha o poder de fazer este grande homem feliz. Ele me queria, e eu tinha ele insanamente 129


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines embrulhado em mim enquanto eu estava nele. O prazer que eu tinha sentido antes voltou a crescer com cada estocada de seus quadris. Eu desejava esse sentimento. Pressionando contra ele, eu deixei o prazer aumentar em mim. Pouco antes dele me penetrar mais uma vez, eu implorei para continuar. "GAAAAHHHHH!" O rugido e o tremor no corpo de Rock me enviou para um orgasmo alucinante. "Trisha! Foda-se!", Ele gritou, pouco antes de eu perder a minha compreensão sobre a realidade.

130


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Rock Seis anos atrás...

Estando dentro do apartamento com um quarto que eu tinha acabado de pagar por um ano e tendo o contrato de arrendamento, eu percebi que eu tinha feito isso. Noites de trabalhos não foram fáceis, mas valeu a pena. Eu tinha todo o dinheiro que eu precisava para trazer Trisha morar comigo. Dizer ao meu pai que eu não estava assinando com qualquer umas das quatro equipes SEC de futebol que estavam tentando me ter era a última coisa que eu tive que enfrentar. Ele ficaria furioso e me chutaria para fora. Mas isso não importava agora. Eu tinha um caminhão e um apartamento meu. Eu tinha um emprego que me permitiria trabalhar e me formar em seis meses. Trisha não ia ser deixada naquele trailer com sua madrasta de novo. Uma vez eu salvasse Trisha, eu sabia que Krit viria também. Ele já teria deixado, se não fosse por Trisha. Krit já tinha dito que ele iria morar com Legend, um cara mais velho em sua banda, no momento que eu cheguei para tirar Trisha fora do trailer de sua mãe. Trisha não gostou dessa ideia, mas seu irmão mais novo tinha dezesseis anos agora. Ele também tinha dois pés e tinha crescido muito em altura. Ele podia cuidar de si mesmo. Convencê-la foi difícil, no entanto. Dewayne e seu pai estavam me trazendo alguns móveis da Sra T que disse que ela não precisava mais e insistiram que eu pegasse. Dewayne tinha me dito que ela também estava enviando-me toalhas, panelas e frigideiras, pratos, tapetes, e até mesmo uma colcha. Eu não discuti com ela, embora eu tivesse a sensação de que ela estava me dando coisas que ela ia ter que

131


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines substituir em sua própria casa. Marcus estava me dando sua antiga cama e cômoda. Sua mãe disse que queria reformar seu quarto e eu poderia ter o seu material antigo. Ele estava trazendo-o mais tarde hoje. Com a ajuda deles, eu não acho que nós precisaríamos de alguma coisa. Eu estava esperando arrumar tudo antes de eu trazer Trisha. Eu também estava conversando com Krit e certificando-me de que ele sairia, também. Fandora tinha começado a não deixar os homens em sua vida baterem em Trisha. Mas quando eles iam, Krit batia a merda fora dos próprios fudidos, Trisha sempre pulava na água e acabava ferida, mesmo que apenas um pouco, antes de Krit dar uma surra séria neles. Eu estava pronto para ser capaz de dormir com Trisha enfiada em meus braços. Dois anos dormindo com um telefone na minha mão e, muitas vezes dormindo no chão de seu quarto, tinha sido difícil. Eu odiava deixa-la naquela casa. Se Krit não fosse uma merda foda, eu não teria sido capaz de fazê-lo. Mas o menino tinha um temperamento, e qualquer puto precisava dar o fora do seu caminho. E sua irmã era a única pessoa que ele amava na terra. Eu sabia que ele ia matar alguém antes de deixá-los machucá-la. "Então é isso?", Perguntou Preston. Eu não tinha ouvido ele entrar. O meu pensamento tinha estado em outro lugar. "Sim", eu respondi, olhando para ele quando ele estava na porta verificando o lugar. "Você fez bem." Eu pensei que eu tinha. Eu só queria que Trisha pensasse assim também. Ela era tudo o que importava aqui. "Eu acho que sim", eu concordei. Ele passeou e acenou para as duas portas para a esquerda. Uma delas era o banheiro e a outra era o quarto. O resto do apartamento estava bem aqui. Sala de estar e cozinha juntas. "Há apenas um quarto. Onde eu vou dormir? ", Perguntou. 132


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Eu ri. "Aqui, não." "Droga. E nós deveríamos ser os melhores amigos. Estou ferido. " "Claro que você está." "Você já disse ao seu pai?" Eu não estava dizendo ao meu velho até que eu tivesse minhas coisas prontas para sair. Porque ele estava indo perder sua mente. Meu plano era fazer com que tudo naquela casa que eu quisesse manter estivesse aqui em primeiro lugar, porque o meu pai era propenso a jogar tudo no quintal e tacar fogo. O homem falava sem parar sobre as minhas escolhas da faculdade. Ele queria que eu fosse para o Estado da Flórida. Ele estava me deixando louco sobre a escolha. Eu sabia que não iria escolher qualquer um deles. Eu não poderia tomar qualquer bolsa de estudos para jogar futebol. Se eu jogasse bola, eu não seria capaz de trabalhar tanto. Eu precisava trabalhar e cuidar de Trisha. "Eu vou dizer-lhe uma vez que eu tiver tudo pronto," eu disse a ele. "Esperto", Preston concordou. Duas batidas na porta e, em seguida, um "Não está uma merda. Estou impressionado. " Nós dois viramos para ver Dewayne em pé na porta, com um sorriso no rosto, seguido de Marcus. "Vocês não estão autorizados a ter festas aqui, a menos que eu esteja em casa. Não tem graça permitir enquanto eu estou longe ", disse Marcus. Marcus estava indo para a Universidade do Alabama, no próximo ano. Ele era o único de nós a sair da cidade. Tentamos não pensar sobre isso muitas vezes. Preston tinha uma bolsa de estudos de beisebol na faculdade local. Ele tinha bolsas de estudo para escolas maiores, mas ele não quis sair da cidade. Seus irmãos precisavam dele. "Merda. Estamos dando uma festa para Marcus, "Dewayne lamentou. Marcus riu e revirou os olhos. "Eu sempre soube que você seria o primeiro a sair. Quando você admitiu que você amava Trisha Corbin, eu sabia que era isso. 133


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Você iria se mudar para o seu próprio lugar em primeiro lugar e se casaria em segundo. Inferno, você pode ter uma família antes de Preston ", disse Marcus, sorrindo. "O quê? Eu não estou tendo nenhuma família ", disse Preston, tirando sua atenção de volta para Marcus, que parecia estar se divertindo. "Cara. Você vai dormir com centenas de mulheres antes de você encontrar. E vai acontecer ", ele respondeu. Preston fez uma careta. "Não fale essa merda. Eu serei sempre solteiro. " Todo mundo riu. Sorrindo, Preston fez uma carranca divertida. Em poucos meses, nossas vidas mudariam completamente. Nós não sabíamos o que o futuro reservava, mas tínhamos uns aos outros. Esta era a minha família. A que eu tinha apoiado desde que eu era criança. Eu poderia ter tido um caminho diferente na vida, crescendo do jeito que eu fiz, mas ter esses três caras que deram a mínima para mim mudou isso. De alguma forma, nós tínhamos ficado fora do problema real. Marcus sempre esteve lá para nos lembrar que devíamos ficar limpos e fora da cadeia. Eu ia perder um momento como este. Mas eu tinha Trisha, e meu futuro seria sempre tê-la nele. Isso fez o futuro emocionante ao invés de aterrorisante. Desde o momento em que ela sentou-se na mesa do almoço, rindo com as três pessoas no mundo que eu considerava família, eu sabia que ela era ele. Ela era o meu futuro.

134


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha Krit puxou até um complexo de apartamentos e colocou o carro de Fandora no estacionamento antes de olhar para mim. "Antes de sair, eu quero falar com você", disse ele. Quando ele me acordou esta manhã e pediu-me para me vestir e ir a algum lugar com ele, eu não imaginava que era ali que estaríamos indo. Eu sabia que ele queria morar com Legend, que era um ano mais velho que eu e parecia ter uma boa cabeça. Mas se ele estava me mostrando o lugar para me convencer a deixá-lo sair, ele não tinha que fazer isso. Se ele queria sair, então eu estava pronta para deixá-lo ir. Eu iria sobreviver de alguma forma. Eu tinha certeza de que faria Fandora me chutar para fora, mas eu poderia imaginar outro lugar para ir. Eu não queria segurar Krit. Ele odiava viver lá. Ele odiava. Ele não merece viver no inferno para me manter segura. Ele parecia um homem, mas ele era apenas um menino com tanto potencial. "Sim. Se você quer morar com Legend, então sim. Eu quero isso para você ", eu disse antes que ele tentasse me vender a ideia. Krit franziu a testa e inclinou a cabeça para olhar para mim. Esperei ele dizer alguma coisa. Quando ele finalmente parecia chateado, eu me perguntava se eu tinha dito a coisa errada. "Você quer dizer merda." Ele balançou a cabeça e soltou uma risada dura. "Droga, Trisha. Você acha que eu faria isso com você? " Eu percebi que tinha cometido um erro. Porcaria. Eu tinha que corrigir isso. "Eu só queria dizer. . . Eu só quero que você seja feliz, Krit. Eu pensei que me trazendo aqui para um apartamento significava que você ia tentar me convencer a deixá-lo sair. Eu não quero te deter. Eu quero que você tenha tudo. Você merece a felicidade. " 135


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Ele passou as mãos pelo seu cabelo na altura dos ombros e bateu no volante. "E você? Você se sacrificou mais do que ninguém. Você era espancada porra, para me manter seguro. Se eu me mudasse e deixasse a cadela fazer isso você, isso faria de mim um filho da puta idiota que não merecia viver. Então, não mana, eu não estou pedindo que você me deixe te abandonar. Eu sacrificaria minha alma para te proteger. Você não sabe disso? Eu te amo. Nunca tive e nem vou amar ninguém. As cadelas não podem ser confiáveis. Você é a única mulher na terra que eu poderia amar. " Lágrimas queimaram em meus olhos e eu as pisquei fora. "Sinto muito. Eu pensava. . . Eu só. . . Eu estava errada. Eu sei que você quer me manter segura. Nós somos uma família. Nós temos um ao outro. Sempre. " Krit assentiu. "Mas você tem Rock agora. E eu sou grato por você ter ele. Ele é um grande cara, com braços assustadores-como-inferno e um peito como uma parede. Ele pode manter minha irmã segura, e ele te ama. Como eu nunca vi um homem amar, nunca. Isso faz dele digno de você. Ele tem o melhor tesouro do mundo e ele sabe disso. ". Ele soltou uma risada e deu de ombros. "Eu poderia precisar corrigir alguma coisa que eu disse antes. Eu acho que eu o amo, também. Eu o amo por amar você do jeito que você merece ser amada. " Desta vez eu deixei as lagrimas caírem. Eu funguei, então limpei as lágrimas do meu rosto. "Desculpe, "eu disse, sorrindo. "Você simplesmente não costuma dizer coisas assim, então eu não estava preparada emocionalmente para isso. " Ele sorriu. "Antes que possamos obter qualquer coisa aqui, eu só quero te dizer que eu estou muito feliz sobre o que você vai ver em um minuto. É cada sonho e desejo que eu já tive. Isso me faz tão porra feliz. Não apenas para você, mas para mim, também. Então, saiba quando você começar a se preocupar comigo. "Ele abriu a porta do carro e saiu antes de me dar a chance de perguntar a ele do que diabos ele estava falando. Krit fechou a porta e caminhou até a porta de entrada para as escadas, em 136


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines seguida, olhou para trás e acenou para eu descer. Eu não tinha ideia do que ele queria me mostrar, e minha mente estava imaginando um milhão de diferentes cenários. Eu fiz o meu caminho até ele, mas ele não disse nada. Ele apenas acenou com a cabeça e se virou para as escadas. "Segundo andar." Nós caminhamos até a um lance de escadas, em seguida, viramos para à direita e andamos três portas. Krit parou no 204. Então ele bateu. Íamos conhecer alguém? A porta se abriu, e Rock encheu a porta. Ele deu a Krit um aceno de cabeça, e então ele se virou para olhar para mim. "Bem vinda a nossa casa", disse ele com um sorriso, e estendeu a mão para mim. "Vou morar com Legend, sim, eu estou fazendo isso hoje à noite. Te amo, mana. Vá viver a sua alegria que você merece. "Então Krit abaixou-se e beijou meu rosto e sussurrou:" Este homem mudou o céu e a terra para fazer isso acontecer. É uma das razões pela qual eu sei que ele mercê você. Seja feliz. " Comecei a dizer alguma coisa, mas Krit endireitou-se e saiu do jeito que tinha chegado. Observei-o se afastar, em seguida, virei-me para olhar para trás, para Rock. "Estou confusa", eu finalmente disse, ainda tentando juntar tudo. Rock saiu, me pegou em seus braços, e me levou para dentro antes de me colocar de volta para baixo e fechar a porta atrás de si. Eu olhei ao meu redor. O sofá que eu lembrava ter visto na casa dos Falco estava contra a parede com a sua mesa de café e uma poltrona preta que eu não reconhecia. Uma pequena televisão estava em uma mesa na frente deles. Mudei o meu olhar para o outro lado da sala para ver uma pequena mesa de fórmica com flores frescas em um vaso no meio e quatro cadeiras em torno dela. Na parede havia um quadro com uma foto tirada por Tabby Falco depois de um jogo de futebol. Rock estava atrás de mim com suas almofadas e seus braços em volta de mim, quando nós dois sorrimos para a câmara. "Este é nosso." Eu disse as palavras apenas quando um soluço quebrou livre e a realização afundou dentro de 137


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines mim. Rock tinha falado sobre obter um lugar próprio, mas eu pensei que era um sonho para nos ajudar a passar por tempos difíceis. Eu nunca imaginei que isso iria acontecer tão cedo. Ou acontecer. Eu só esperava que fosse começar um dia. "Sim, é", disse ele, puxando-me em seus braços e beijando o topo da minha cabeça enquanto eu continuava a olhar tudo. "Como?", Eu perguntei em reverência. "Muitas noites de trabalho e horas extras", disse ele com orgulho em sua voz. "Está pago por um ano." Um ano? Meu Deus. Isto era real. Tínhamos uma casa. As palavras de Krit no carro voltaram para mim, e comecei a chorar quando eu percebi o que ele tinha tentado me dizer. "O que há de errado, baby?", Perguntou Rock, me virando para olhar para ele. Suas mãos grandes seguraram meu rosto. "Eu vou consertá-lo. Apenas me diga o que está errado. " Eu balancei minha cabeça. "Nada", eu disse com um soluço. "Nada está errado. É perfeito. RockTaylor. . .você é meu herói. "

138


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Rock Eu assisti enquanto Trisha dormia em meus braços. A luz da manhã foi lentamente enchendo a sala. Nós dormimos a primeira noite em nossa nova casa. Krit tinha trazido todas as coisas de Trisha pouco antes das nove. Ele havia se mudado após deixá-la aqui comigo. Ele disse que Fandora tinha ficado mais do que feliz por tirá-los de lá. Ele havia passado aqui depois de dar o seu novo endereço para sua irmã e beijado seu rosto, dizendo-lhe que ambos estavam livres agora. Ela tinha chorado em mim novamente. Ontem foi um dia de lágrimas de felicidade para ela. Sabendo que eu a tinha feito tão feliz me fez sentir como a porra de um rei. Suas pálpebras lentamente começaram a se agitar e eu olhava, fascinado pela beleza perfeita que era toda minha. Uma vez que ela tinha os dois olhos abertos e estavam focados em mim, ela sorriu. Aquele sorriso que fazia meu coração gaguejar e meus joelhos fraquejarem. Só esta mulher poderia fazer isso comigo. Ela seria a única que já teve esse poder. Eu não questionei isso. Ela era minha para sempre. "Bom dia", disse ela em voz baixa. "Bom dia," eu respondi, dobrando a cabeça para beijar a ponta de seu nariz. "Você dormiu bem?" Eu perguntei já sabendo que ela tinha. Ela sorriu. "Sim. Eu consegui.". O brilho de brincadeira em seus olhos me fez duro. Mas, em seguida, Trisha poderia bocejar e eu ia ficar duro. Não demorou muito. Tínhamos feito amor duas vezes ontem à noite, antes de dormir nus, abraçados. Minha mulher ficava facilmente ligada também. Ela tinha me feito puxar para o lado da estrada mais de uma vez, a sua boca fez coisas para mim que me impediam de dirigir. Ela era a minha própria parte pessoal da perfeição. Era difícil mantê-la saciada. Não que eu estivesse reclamando, nunca. Sua mão deslizou para 139


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines baixo para envolver a minha excitação. "Mmmm. . . alguém está animado nesta manhã ". Eu empurrei meus quadris em direção a ela e ela apertou suas mãos em mim. Foda-se, era bom. "Você nua em meus braços. Inferno sim, eu estou animado. Se isso é o que o resto das nossas vidas vai ser, eu estou preocupado por nunca deixarmos o quarto. " Ela riu e começou a deslizar para baixo seus grandes lábios estavam em volta do meu pau. Joguei os lençóis para o chão e rolei minha mão em seu longo cabelo loiro. "Ah, Trisha. Isso é tão bom pra caralho ", eu gemi. Acordar com a minha mulher com tesão e seus lábios em volta do meu pau era um sonho. Ela cantarolou sua resposta e eu empurrei em sua boca. Ela sabia que eu adorava quando ela fazia isso. "Eu estou lambendo essa buceta doce em seguida. Abra as pernas e deixe-me ver você tocá-la. Mas não goze. Eu quero ver você fazendo isso na minha cara. " Os olhos de Trisha se arregalaram, e ela gemeu quando ela puxou os joelhos para cima e enfiou a bunda redonda no ar, em seguida, abriu as pernas antes de deslizar a mão entre elas. Quando ela passou o dedo pela fenda molhada ela gemeu de novo, e a porra do meu pau apertou. "É isso aí, baby. Jogue com essa buceta bonita, "Eu disse quando eu mudei meu olhar de seus lábios rosados envolto em torno de mim para os dedos se revestido com sua excitação. Ela virou-a para vê-la se masturbar. Eu nunca conseguia deixá-la terminar antes de empurra-la para come-la ou degusta-la. Eu já havia tentado mais de uma vez deixá-la fazer isso, mas isso me deixava selvagem. Eu não podia. "Eu vou vir", eu ofegava quando minhas bolas apertaram. "Eu quero-o em seus peitinhos," eu disse a ela. Eu adorava quando ela engolia, mas eu também adorava ver minha liberação em seu corpo. Sua bunda e seios eram meus lugares favoritos. Ela tirou a mão entre suas pernas e mudou-se entre as minhas, afundando-me em sua garganta. Quando ela mordiscou, eu senti a lambida de calor através de mim. "Agora, baby. Eu estou fodidamente vindo ", eu avisei a ela e ela 140


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines puxou meu pau de seus lábios inchados e apontou minha liberação para cima dos seios enquanto ela segurava para se certificar de que viesse no lugar certo. Quando eu gozei, ela ergueu o olhar de cima de seus seios para sorrir para mim maliciosamente. "Porra, isso é sexy", eu disse, olhando para ela. "Então, porra sexy", eu repeti. Meu pau já estava agitado, embora a cabeça ainda estava mole. Vendo seus peitos cobertos foi o suficiente para ter-me pronto para a segunda rodada, rápido. Eu estava respirando com dificuldade, e meu corpo estava zumbindo com prazer. Peguei uma camiseta do lado da cama e sentei-me, lentamente, limpando as mamas dela, em seguida, jogando com seus mamilos antes de deslizar a mão entre as pernas dela. "Deite-se, baby. É hora de eu tomar café da manhã" eu disse a ela. Ela riu, em seguida, subiu na cama e deitou-se, deixando suas pernas longas caírem abertas, revelando sua buceta nua. Quando ela tinha me deixado fazer isso pela primeira vez, eu tinha sido como um cachorro por semanas. Eu já era obcecado por sua buceta, mas vê-la nua me fez perder o controle. Eu a queria o tempo todo. Eu tinha uma vez a empurrado para um armário do zelador e ficado de joelhos entre suas pernas e a comido com sua calcinha de lado. Daquele dia em diante, se ela usava uma saia porque ela sabia o que iria acontecer. Eu não tinha controle. Quando eu baixei a cabeça para lamber seu clitóris, ela gritou meu nome, e isso era tudo o que precisava para o meu pau fazer um retorno completo. Beijar sua doce e rosada buceta era uma das minhas coisas favoritas a fazer. Adorava a forma como suas pernas tremiam e como ela agarrava meus ombros e pedia coisas que não faziam sentido. Quando seu corpo se apertou, eu parei e deslizei para dentro dela em um movimento. "OH Deus!", Ela gritou, e seu corpo ficou tenso e estremeceu debaixo de mim. Quando Trisha tinha um orgasmo, era como se ela se perdesse por um momento enquanto seu corpo me apertava com força e me ordenhava tão malditamente doce. Eu sempre gozava logo atrás dela. 141


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Eu te amo", eu disse contra o seu pescoço dela quando a minha liberação a encheu. Ela era a minha casa. Não este apartamento, mas ela. Enquanto eu estivesse com ela, eu estava em casa.

142


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Trisha Dias atuais...

Hoje era um daqueles raros dias em que eu estava em casa do trabalho, enquanto as crianças estavam na escola. Rock tinha saído para o trabalho e levado as crianças na escola. Era para eu relaxar e aproveitar meu dia. Pelo menos, foi o que o meu marido tinha me informado antes de me beijar e dizer adeus. Eu não sabia o que isso era, exatamente. Minha vida estava cheia e ocupada, e eu adorava isso. Ser mãe e mulher eram as duas coisas que eu sempre quis ser. Quando as crianças foram para ficar com Preston e Amanda, eu passei esse tempo com meu marido. Eu tinha tomado um extra longo banho esta manhã, então fiz um omelete no café da manhã. Eu estava a ponto de chamar Willow, que eu sabia que estaria em casa com Eli, que estava com quase três anos agora e era muito agitado. Sorrindo, eu pensei sobre a última vez que tinha ido fazer compras e como Low tinha de correr atrás dele, uma vez que ele havia se soltado do carrinho. Ela tinha pego ele na janela com o manequim, onde ele estava tentando puxar os sapatos dele. Ela o pegou pouco antes do manequim cair. Peguei meu celular ao mesmo tempo em que minha campainha tocou. Colocando meu celular para baixo, eu caminhei para encontrar uma Amanda Hardy com os olhos arregalados. "O que há de errado?", Eu perguntei, pegando sua mão. Se Preston Drake tinha feito algo estúpido, eu ia dar um tapa nele eu mesma. Ele não tinha passado por toda a loucura de fazer essa mulher dele só para semanas antes do casamento estragar tudo. "Sadie. Ela acabou de me chamar ", disse Amanda, quase chorando. "Ela está

143


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines voltando para casa. Ou aqui. Ela e. . . Jax romperam o noivado. " Jax Stone era a coisa mais importante na música do rock, e todos os anos ele ficava maior. Sadie White era uma jovem de Sea Breeze quando ele a conheceu e caiu completamente apaixonado por ela. Tinha sido divertido assistir a um deus do rock caindo por uma garota que eu conhecia. "O quê?", Eu perguntei, confusa. A última vez que eu os tinha visto, eles estavam tão apaixonados. Isso foi apenas um par de meses atrás. A prima de Rock, Jess foi contratada por Jax Stone, irmão de Jason. Jess estava grávida de uma criança Stone. Nós lhes tínhamos feito um chá de bebê e Jax e Sadie estavam juntos. Amanda afundou no meu sofá e balançou a cabeça em transe. "Ela parecia oca. Ela não estava chorando como esperava. Ela parecia apenas. . . vazia. Sem emoção. Eu não. . . Eu nunca conheci Sadie. . . "Ela parou. Jax não era um jogador. Ele havia lutado para tornar Sadie dele e, ao contrário de outras celebridades, tiveram um saudável relacionamento feliz. Bem, se você pesquisar Jax, então um milhão de fotos deles apareceriam na Internet. O mundo os amava. "Ela não lhe disse o por quê?", Perguntei. "Ela. . . Não. Ela. . . apenas disse que Jax terminou as coisas e ela estava voltando para casa. Só isso. " Eu fui pegar meu celular e disquei o número de Jess. Ela sabia alguma coisa. Jax Stone e Sadie White eram do tipo que você esperava para sempre. A maneira como ele olhava para ela era a maneira como Rock olhava para mim. Algo estava muito errado.

144


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Sadie Jessica, minha mãe, estava vindo para me pegar. Quando eu a tinha chamado para dizer a ela que o meu avião chegava às dez no Aeroporto Internacional de Pensacola, o maior aeroporto próximo a Sea Breeze, ela disse que estaria lá. Nós teríamos muito tempo para voltar a Sea Breeze para obter Sam, meu irmão mais novo, na escola. Ele estava no jardim de infância este ano. Eu coloquei minhas mãos em meu estômago e fechei os olhos. Eu não estava pronto para dizer a Jessica ainda. Ela gostaria de saber. Jessica era intrometida, e embora eu tivesse crescido com a mulher que me tinha levantado cedo e indo trabalhar em seu lugar, ela tornou-se uma boa mãe para o meu irmão mais novo, mas eu não queria falar sobre isso. Eu não estava pronto para falar com Amanda sobre ele, e ela era minha melhor amiga. Eu precisava processar tudo primeiro. Isto não era apenas sobre mim agora. Se eu tivesse dito, talvez ele teria mudado de ideia e me escutado. Mas eu não queria que o fato de que eu estar grávida controlasse a sua decisão. Eu queria que ele me escutasse e confiasse em mim, porque ele me amava. Nós tínhamos passado por tanta coisa juntos ao longo dos últimos cinco anos. Até ontem eu pensei que eram inquebráveis. Que nada podia penetrar o que tínhamos construído. Então ele tinha puxado o tapete debaixo de mim e foi embora. Não tinha sido o meu Jax. Era Jax, mas ele estava diferente. Era um lado dele que eu nunca tinha visto. Ele também tinha me mostrado que eu não poderia confiar em alguém. Eu tinha caído no amor com ele tão facilmente. Eu tinha estrelas nos meus olhos no momento em aqueles olhos azuis fixaram-se mim. Ele havia roubado meu coração eu tinha me colocado aos seus pés após conhece-lo alguns meses. E eu nunca tinha tomado de volta. Eu era dela. Até agora. Quando ele saiu da nossa casa, ou a sua casa agora e não me ouviu ou me perguntou sobre o que realmente tinha acontecido, meu coração tinha quebrado. Esta manhã, depois que eu tinha ficado

145


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines acordada a noite toda chorando e esperando por ele voltar, eu tinha pego os pedaços do meu coração e levado de volta comigo antes de sair da mansão em Beverly Hills que tinha se tornado a minha casa. Era a sua casa. Ele nunca tinha sido meu. E nunca seria novamente. O avião pousou e eu olhava para o aeroporto que eu não estava familiarizado. Nós normalmente voávamos para Sea Breeze em um jato particular. Mas eu tinha usado o dinheiro que eu tinha guardado na minha conta bancária para obter um bilhete de avião. Tudo o que eu tinha trazido comigo eram as roupas que poderia caber na única bagagem que eu tinha: a Louis Vuitton que Jax tinha me dado para o Natal, há dois anos. Tudo o resto que eu tinha ficou lá. A maioria das coisas que ele tinha comprado para mim de qualquer maneira, e eu não queria isso. Havia algumas coisas, como os meus livros e minhas fotos de Sam e Jessica, que eu queria. E havia algumas fotos de Amanda e eu no casamento de Marcus que eu guardei em cima da lareira. Perguntei a Barbara, o chefe da equipe da casa, para embala-las para mim, e deixei o dinheiro e endereço da minha mãe para enviá-los para mim. Ela me abraçou com força e me disse que ele viria ao. Que ela me amava e acreditava que eu estaria de volta em breve. Eu não tinha tido a coragem de dizer a ela que eu nunca estaria de volta. Eu tinha prometido que ligaria assim que eu pousasse. Então eu tinha saído da casa, deixando as minhas memórias e sonhos para trás. Quando eu saí do avião e me dirigi para retirada de bagagem, o entorpecimento que se instalara em cima de mim manteve-se. Eu não estava sentindo nada. Absolutamente nada. Embora eu soubesse que isso estava realmente acontecendo, eu não estava processando bem. Quando desci a escada rolante, Jessica estava ali de pé, olhando totalmente para mim. O olhar em seus olhos, tão cheio de compaixão e dor. Ele virou um interruptor. Lágrimas encheram os olhos e fui direto para ela, deixando cair a bagagem de mão a seus pés, então me joguei nos braços da minha mãe e comecei a soluçar. "Oh, baby girl", ela sussurrou. "Eu sinto muito." Eu sabia que tinha de obter um controle sobre mim mesma. Mas, vendo minha mãe tinha trazido a dor. Era como se eu estivesse revivendo a saída 146


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines de Jax na noite passada depois de me dizer que tinha acabado. "Ele é um idiota. Eu vou chutar o seu traseiro, "minha mãe disse, passando a mão sobre o meu cabelo. Se eu não estivesse sofrendo muito, eu ia rir. Ver Jessica ameaçando alguém era engraçado. Eu engoli o próximo soluço e respirei fundo. Então eu puxei para trás, abaixando minha cabeça enquanto eu limpava o rosto. Uma vez que eu tinha certeza que eu tinha tudo sob controle, eu levantei meu olhar de volta para cima para encontrar minha mãe. "Oi." Ela franziu a testa e segurou a parte de trás da minha cabeça. "Oi você. Vamos pegar as malas e ir para casa. Sam ficará emocionado ao vê-la quando ele chegar em casa. "Ser lembrada de que eu iria ver Sam logo fez tudo isso mais fácil. Eu balancei a cabeça e peguei a bolsa que combinava com o resto da minha bagagem e me dirigi para a esteira de bagagens. Minhas malas saíram eventualmente, e em seguida, fomos para o carro. Mamãe estava dirigindo um Honda novo. Ela tinha terminado a escola no ano passado, e agora ela era uma enfermeira do trabalho e entrega. Sua renda era boa e ela deu a Sam um bom lar. Eu estava orgulhosa dela. Nós colocamos a minha bagagem no porta-malas e no banco traseiro. Eu tinha quatro sacos comigo, inclusive minha mochila, que continha todas as minhas roupas íntimas e acessórios. Eu corri do aeroporto para que ninguém me reconhecesse. Mas eu também tinha ido sem maquiagem, meus olhos estavam inchados de tanto chorar a noite toda, e eu tinha o meu cabelo em um rabo de cavalo com um boné de beisebol sobre ele. Um truque que Jax muitas vezes usou, mas nunca trabalhou para ele. Minha fama veio de ser namorada de Jax Stone, e em seguida, noiva, ao longo dos últimos cinco anos. Uma vez que ele foi visto com meninas novas, eu tinha certeza de que iria acabar. As pessoas iriam esquecer que eu existia. Minha mão voltou para o meu estômago e lembrei-me que talvez eu não seria capaz de desaparecer. Se a mídia descobrisse que esse bebê era de Jax Stone, eu teria que ir para um esconderijo. Ou seja, se um dia eu disse a Jax. Ele pode ter sido capaz de me espantar com facilidade, mas eu o conhecia bem o suficiente para ter certeza de que ele gostaria de conhecer seu 147


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines filho. Mas eu podia confiar nele para me proteger, também? E deixar que a mídia me comesse viva?

148


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Jax A Mercedes Roadster vermelha de Sadie que eu lhe tinha dado apenas dois meses atrás, ainda estava estacionada na garagem que foi designado para ela. O Jaguar que eu tinha dado a ela no ano passado estava estacionado lá tambem. Os outros sete também estavam cheios quando puxei minha Escalade ESV no último espaço. Ela não tinha ido embora. Eu não tinha dito a ela para sair. Eu tinha, no entanto, terminado as coisas. A dor me cortou com a ideia de perder Sadie. Minha cabeça latejava da ressaca do inferno que eu tinha tomado na cobertura no Wilshire. Eu não tinha certeza de como eu tinha chegado lá. Depois que eu tinha derrubado uma garrafa inteira de vodka, as coisas começaram a desaparecer. A traição de Sadie e a dor de ter meu coração arrancado do meu peito tinha me anestesiado, mantendo-me bêbado. Tinha sido um alívio até que eu acordei no meu próprio vômito, esta manhã, sentindo-me como se tivesse sido atropelado por um caminhão várias vezes. Saí do Escalade e fechei a porta. Eu tinha que enfrentá-la novamente. Ela tinha toda a noite para decidir o que fazer. Quando eu terminei o banho e, lentamente, comecei a ficar sóbrio, o medo de que ela teria ido embora, cortou minha respiração. Ela a tinha visto com meu baterista. Saber que tudo isso estaria na mídia hoje cortou meu peito. Eu tinha batido em meu baterista até o ponto de que ele foi hospitalizado, então eu chegei em casa e terminei desencadeando a minha indignação gritando com Sadie. Nunca tinha imaginado minha doce Sadie fazendo algo assim. Bastou vê-la tentar se explicar e minha fúria e quebrou meu coração, ao mesmo tempo. Eu não queria suas mentiras. Eu já tinha visto a prova. Ela tinha ficado cansada desta vida, e de alguma forma eu tinha perdido. Assim como eu temia que seria, ela tinha ido com ela. Pessoas que dedicam sites para ela tinham a machucado. Ela tinha mudado. A garota que eu

149


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines tinha caído no amor havia ido embora. Eu tinha perdido, e foi tudo culpa minha. Trazê-la ao mundo tinha arruinado ela. Eu nunca deveria tê-la tocado. Meu egoísmo tinha virado a mulher mais linda por dentro e por fora. Ela teria que sair. Ela não foi embora agora, e ela provavelmente estava pronta para me implorar para que ela não perdesse essa vida que eu lhe tinha dado. Se ela não era noiva de Jax Stone, ela não era ninguém. Ela amava a vida, aparentemente, e ela não iria facilmente. Lembrando que a garota que eu tinha caído no amor havia ido seria difícil. Forçar Sadie para fora da minha casa ia me destruir. Este era um inferno que eu nunca iria superar. Que eu nunca iria querer repetir. Nenhuma mulher iria me possuir novamente. Nunca. Eu estava feito. Abri a porta que dava para a casa da garagem e entrei. Ela não estava esperando por mim. Pelo menos eu teria um momento antes de sua bajulação começar e eu ter meu estômago revirado ao ver a mulher que eu amava se transformando em um monstro ganancioso que este mundo tinha criado. Eu deixei minhas chaves sobre a mesa, sabendo que alguém iria colocá-las onde elas deveriam, e me dirigi para o corredor que levava para trás da casa. Eu não ouvi ninguém, mas eu sabia que havia pelo menos seis funcionários aqui no momento. Quando eu finalmente cheguei ao corredor que levava para o quarto, eu parei e respirei fundo. Se ela estava lá dormindo, eu tinha que ser duro. Difícil. Eu não podia deixar que a visão de seu sono na cama onde tínhamos tido os melhores momentos da minha vida chegassem a mim. Sadie iria me destruir completamente se eu não fizesse isso. Ela já tinha me arruinou. A minha alma se foi. Tomara que eu o tenha matado. Se eu estava indo a superar isso e seguir em frente, ela tinha que sair. Eu tinha que ser o único a fazê-la sair. A porta do nosso quarto se abriu, e Barbara saiu com uma caixa nas mãos. Ela parou quando ela me viu, e, em seguida, o rosto endureceu. Que diabos? Será que Sadie mentiu para ela? A mulher não viu Tv hoje? Inferno, nós estávamos indo para estar no noticiário da noite antes de tudo acabar. Ela não deveria estar chateada comigo. Mas, em seguida, doce rosto de Sadie poderia encantar uma maldita cobra. Beleza como a 150


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines dela cega pessoas. "Ela está lá dentro?", Eu perguntei, irritado que Sadie tivesse virado o meu pessoal contra mim tão facilmente. Barbara fez uma careta para mim e balançou a cabeça. "Não, senhor. Ela se foi. Eu acabei arrumando todas as suas coisas, embora ela pediu que eu não enviasse as roupas que ela deixou para trás. Ela não queria as coisas que você tinha comprado para ela. Ela teve que aceitar porque você foi a sua vida durante os últimos cinco anos. Mas ela queria seus retratos e algumas das coisas que ela trouxe com ela. Eu lhe disse que iria enviá-las para sua mãe. As coisas que ela deixou ainda estão em seu armário. Achei que você poderia decidir o que você queria que fosse feito com eles. "Minha respiração parou e meu peito apertado. "Ela se foi?", Perguntei, já sabendo a resposta. Barbara assentiu. "Sim, senhor." Ela não estava colaborando. Ela assentiu com a cabeça novamente e passou por mim como se não pudesse ficar longe de mim rápido o suficiente. Olhei para o quarto, incapaz de me mover. Ela tinha ido embora. Ela tinha deixado. Ela não me pediu para perdoá-la ou inventou desculpas e mentiras. Na noite passada, ela me pediu para deixá-la explicar, mas quando eu tinha gritado com ela para calar a boca, ela não tinha dito uma palavra. Não querendo entrar na sala que eu tinha compartilhado com Sadie, mas sabendo que eu tinha que enfrentá-la, eu me mudei para lá, me preparando para ela ter ido embora. O quarto estava frio. Como se qualquer calor tivesse fugido. Eu deixei o meu olhar vagar sobre o quarto. As fotos de nós foram embora, como foram as imagens de Sadie, Jessica e Sam. As paredes estavam vazias. A mesa em seu lado da cama estava vazia. Seu brilho labial que ela mantinha ao lado da cama e o livro que estava lendo tinham ido embora. A foto de nós dois na noite de nossa festa de noivado também sumiu. Se ela tivesse levado tudo? Eu sabia que abrir seu armário ia me rasgar. Seu cheiro estaria lá ainda. Eu estava pronto para enfrentar isso? Não. Eu não estava. Dirigi-me à casa de banho principal em seu lugar. Vendo todas as suas loções e perfumes e joias aleatória já não espalhadas no balcão de mármore fez o quarto parecer maçante e sem vida. Eu tinha feito amor com ela no balcão 151


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines tantas vezes. Memórias passaram pela minha cabeça, fazendo a dor tão grave que me fez curvar. Meus joelhos começaram a ficar fracos e eu me virei e fui embora. Eu tive que sair de lá. Eu podia sentir o cheiro dela quando eu passei pelo armário, e eu respirei fundo. Como é que eu ia viver minha vida sem aquele cheiro de novo? Sem ouvir gritar meu nome e se apegar a mim enquanto eu a enchia? O que eu tinha tido com Sadie não era algo que um homem poderia esquecer. Abrindo a porta do armário, eu deixei seu aroma me preencher. As bolsas que eu tinha comprado para ela ainda se alinhavam nas prateleiras, junto com cada par de saltos de grife que eu já tinha comprado para ela. As roupas que ela tinha usado para concertos, música premiações, e para todos os eventos que tinha participado ainda pairavam nos sacos que estavam armazenados. As únicas coisas que faltam eram as roupas de Sadie. As coisas que a faziam a minha Sadie. Seu jeans, shorts e camisetas. Ela não tinha pego as roupas caras. Ela deixou tudo isso. Será que ela ainda tem uma bolsa agora? Será que ela tem roupas suficientes? Ela estava voltando para sua mãe? Em Sea Breeze? Onde ela estaria agora? Ela tinha uma licenciatura em educação que ela ainda não tinha usado porque não tinha tempo para ficar amarrada a um trabalho. Ela tinha ido em passeios quando tínhamos que viajar. Será que ela ensinaria nas escolas agora? Ela precisaria de dinheiro. Porra! Eu me virei para olhar para as gavetas que eu sabia que tinha todas as suas joias. Talvez ela tivesse pego algumas. Ela poderia vendê-las e viver por anos. Andei mais e abri a gaveta para vê-la completamente cheia. Eu sabia sem olhar para as outras gavetas que estariam completamente cheias também. Descendo, eu peguei o diamante de cinco quilates eu tinha colocado em seu dedo quando eu perguntei a ela para passar o resto da sua vida comigo. Ela chorou e acenou com a cabeça antes de se jogar em meus braços. Agora estava aninhado em segurança nesta gaveta. Não mais em seu dedo magro, dizendo ao mundo que ela era minha. Ela não era minha agora. Cedendo à devastação, eu caí de joelhos, deixando a minha cabeça cair em minhas mãos quando um soluço escapou. Eu tinha perdido meu mundo. 152


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Sadie Sam aninhou-se ao meu lado, dormindo, enquanto eu estava sentada no sofá da casa da minha mãe, que foi comprada e paga por Jax Stone. Era uma pequena casa de três quartos em um bairro seguro de Sea Breeze. Eu não tinha lhe permitido colocá-la em algo maior do que isso. Não havia nenhum ponto. Era apenas ela e Sam. Ela manteve o terceiro quarto arrumado para Jax e eu, quando a visitávamos, embora raramente ficávamos a noite aqui. Eu havia deixado meu telefone com Barbara. Era mais uma coisa que Jax Stone tinha me dado. Eu não estava mantendo um telefone que ele pagou. Eu chamaria Amanda amanhã, quando eu estivesse mais forte. Agora eu precisava apenas deixar Sam me distrair. Ele tinha me mostrado como ele poderia escrever seu ABC, e ele havia cantado o hino nacional para mim. Tínhamos colorido várias páginas do livro para colorir Teenage Mutant Ninja Turtles que eu lhe tinha enviado na semana passada pelo correio. Ele tinha pedido várias vezes quando Jax estava por vir. Tinha sido como uma faca para o meu coração toda vez que ele disse o seu nome. Jessica havia explicado a ele nas primeiras vezes que nós não estaríamos vendo Jax mais, mas ele ficava me perguntando. Ele amava Jax. Eu finalmente me forcei a olhar para o meu irmão mais novo e explicar que Jax e eu tínhamos rompido e não éramos mais amigos. Então eu tinha aliviado esse golpe, dizendo-lhe que isso significava que eu estava ficando em casa com ele e mamãe. Ele continuava a perguntar sobre Jax e manteve trazendo-o para cima. Mas ele estava muito animado sobre eu ficar aqui com eles. "Eu preciso levá-lo na cama. Ele tem que acordar cedo para a escola ", disse Jessica enquanto ela caminhava até nós. "Ok. Obrigado por deixar ele ficar e manter minha mente fora das coisas. Eu

153


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines sentia falta dele. "Ela sorriu. "Ele é o melhor remédio ", disse ela, beijando sua testa antes de caminhar de volta para o corredor que levava aos quartos. A entrada de Sam para o mundo havia sido dramática e destrutiva, mas eu e minha mãe tínhamos ficado juntas e obtido ajuda médica, graças a Jax. Ela tornou-se a mãe que eu nunca tinha tido. Quando eu a via com Sam, me aquecia. Eu adorava vê-los felizes. Eu me joguei no sofá e fechei os olhos. Eu não tinha dormido na noite passada, e os acontecimentos das últimas 48 horas estavam começando a pesar sobre mim. Eu não tinha ligado a televisão o dia todo. Eu não tinha certeza de quando a notícia sairia. Eu imaginei que seria quando uma foto dele com alguém novo foi gessada em toda a mídia. Eu não estava pronta para ver isso. Jessica tinha entendido isso. "Como está se sentindo? Pronto para a cama? ", Ela perguntou, caminhando de volta para a sala. Eu balancei a cabeça e forcei meus olhos de volta aberto. "Sim. Eu estou." Jessica se aproximou e sentou-se ao meu lado, então me puxou para os seus braços. "Eu odeio ver a minha menina tão quebrada", ela sussurrou no meu cabelo enquanto eu me enrolava em seus braços. "Mamãe", eu disse em um sussurro. Eu não tinha ido para contar a ela sobre o bebê, mas eu precisava de alguém. "Sim, querida", disse ela, segurando-me perto. "Estou grávida." Ela parou de acariciar minha cabeça, e eu ouvi ela inalar profundamente. "Será que ele sabe?" Eu estava indo para dizer a ele. "Eu estava surpreendendo-o com a notícia de ontem. Eu tinha tudo planejado. Eu ia ter Barbara nos fazendo um piquenique no andar de baixo onde temos a vista incrível à noite do lado de fora, nas colinas. Eu tinha até mesmo pegado velas em todos os lugares que Barbara me ajudou a encontrar. Eu não contei a ela o que eu estava fazendo. Eu queria dizer a ele em primeiro lugar. Mas então ele não voltou 154


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines para casa ou atendeu o telefone. Três horas mais tarde, eu tinha apagado as velas e deixado o piquenique no andar de baixo e me dirigi até o nosso quarto. Foi aí que ele me encontrou. "Eu parei e fechei os olhos. Eu não estava pronta para repetir o que tinha dito. "Ele gritou comigo. Me disse que eu era como todas "elas" e eu usei-o para fazer as coisas. Então, ele me chamou de mentirosa e me disse que tinha acabado antes de sair. "O corpo de Jessica tinha ficado tenso. Eu sabia que ela estava ficando chateada com isso. "Será que ele disse o por quê?" Eu balancei a cabeça. "Não. Quando eu perguntei, ele disse que eu sabia. Então ele me mandou calar a boca. Ele nunca me mandou calar a boca. Então eu fiz. " Os braços de minha mãe apertaram ao meu redor. "Oh, baby. Sinto muito. Ele vai se arrepender disso, no entanto. Você marque minhas palavras, ele vai se arrepender. Isso irá assombrá-lo e ele vai descobrir que ele cometeu um erro e voltará rastejando. Você vai fazê-lo implorar aos seus pés por um longo tempo antes de voltar. Você me ouve? Não o perdoe tão facilmente. Mas o perdoe. Porque ele cometeu um erro terrível. "O conselho do relacionamento era algo que eu nunca iria tomar a peito da minha mãe. Jessica não era a mulher mais inteligente quando se tratava de homens. Embora, Sam tinha mudado sobre isso também. Mas, ainda assim, ela tinha feito tantos erros em sua vida. Eu era um de seus primeiros erros. "Eu não posso. Eu nunca vou confiar em um homem novamente. Especialmente nele, "eu sussurrei. Minha mãe suspirou e descansou o queixo na minha cabeça. "Ele está realmente fodido, então, não é?", Disse ela em um tom triste.

155


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Jax O sono não veio. Durante toda a noite maldita. Eu até tinha me levantado e ido para o outro quarto e tentado dormir lá. Não funcionou. Tudo o que eu podia ver era o rosto manchado de lágrimas de Sadie quando ela me pediu para dizer a ela o que estava errado. Nenhuma vez o entendimento brilhou em seus olhos. Ela tinha sido tão boa ao agir inocente. Como porra minha Sadie tinha se transformado em uma mentirosa manipuladora? Eu fiz o meu caminho para a cozinha, porque eu não estava comendo na sala de jantar sozinho só para lembrar de cada boa memória com Sadie. Gostaria de comer alguma coisa e, em seguida, sair dessa casa. Barbara veio andando para fora da cozinha com uma careta no rosto. Ela não sorriu quando me viu. A mulher se esqueceu para quem ela trabalha? "Desculpe-me, Mestre Jax", ela respondeu formalmente. "Eu preciso terminar de limpar o piquenique que Sadie havia preparado para você lá embaixo no qual você nunca apareceu." Piquenique? "O quê?", Eu perguntei, irritado com o fato de que minha equipe estava tomando o lado de Sadie depois de eu ter sido a pessoa a ser machucada. "O piquenique que havia preparado com velas e tal para você na outra noite. Ela estava tão animada sobre isso também. Ela passou dias se preparando para isso. Ela não quis me dizer do que se tratava, no entanto. Eu não tenho que perguntar a ela, realmente. Eu já sabia. A menina boba esquece que eu estou ciente de tudo nesta casa. Eu sei o que está em sua lata de lixo." Confuso, eu fiquei lá enquanto Barbará falava, parecendo ainda mais nervosa. "O que diabos você está falando?", Eu gritei, fazendo com que ela desse um passo para trás, atirando punhais de seus olhos para mim. "Eu estou falando sobre a surpresa que Sadie tinha por você, senhor."

156


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Que surpresa?", Eu perguntei, furioso que ela estava me fazendo jogar este jogo estúpido. Barbara ergueu uma de suas sobrancelhas brancas e inclinou a cabeça enquanto ela me estudou. "Não é para eu lhe dizer, senhor. Era a surpresa de Sadie. Não a minha.” Foda-se essa! Eu não estava vivendo em uma casa com pessoas que não respeitam o fato de que eu assinei a porra dos contracheques. "Você está ciente de que você não trabalha para Sadie, não é , Barbara? Você trabalha para mim. "Ela franziu o cenho e depois deu de ombros. "Eu decidi que eu não tenho certeza se quero trabalhar para você, senhor. Se você quiser me deixar ir, eu vou arrumar minhas malas e ir embora. "A raiva transbordou e eu conheci o brilho com um dos meus próprios. "Será que você assistiu ao noticiário de ontem? Pegue um papel? Olhe na porra da Internet." Barbara rosnou, então olhou com nojo de mim. "Sim, senhor, eu fiz. E estou certo de Sadie fez tão bem. No entanto, ela nunca ligou para você. Mesmo que seu telefone estivesse aqui no escritório, estou certo de que ela poderia ter encontrado um outro telefone para ligar para você. A coisa é, senhor, ela não fez isso. Minha opinião sobre isso é que se Sadie fosse culpada do que essa foto a está acusando e ela estivesse tentando manipula-lo, em seguida, ela teria tecida uma desculpa e te chamaria, te implorando para ouvi-la. Ela teria ficado disposta a ouvi-lo gritar com ela na esperança de te ter de novo. "Barbara fez uma pausa e apontou o dedo para mim. "Mas ela não o fez. Ela fez? Ela não o chamou, nem uma vez. Porque você disse a ela para sair. Você gritou com ela e chamou seus nomes eu nunca na minha vida imaginei que uma doce garota poderia ser chamada. Você quebrou ela. Ela não vai confiar em você de novo, e ela nunca iria dar-lhe outra chance. Então, não, ela não chamou e tentou explicar. Ela não acha que merece uma explicação. "Barbara desamarrou o avental em torno de sua cintura, então se aproximou e entregou para mim. "Eu decidi que eu estou feita aqui. Eu percebo que eu estou certa da bela alma que você destruiu nunca vai 157


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines voltar aqui. Ela se foi. E eu não acho que eu posso suportar ficar aqui e assistir a sua vida espiral fora de controle. Porque vai. Você perdeu sua luz. "Barbara virou e saiu. Eu estive lá e escutando quando ela falou com os funcionários, e, em seguida, eu a ouvi dar as chaves a alguém. Eu não me mexi. Eu não tinha certeza de que eu podia. Porque o que ela disse fez sentido. O que diabos estava faltando? Quando finalmente me mexi, eu não fui para a cozinha. Meu apetite se foi. Eu fui para o escritório. E com certeza, está lá o novo iPhone da Sadie. A versão mais nova tinha acabado de sair, na semana passada, e eu tinha que esperar por ela acordar naquele dia. Ela havia dito que ela tinha acabado de descobri o último e não estava pronta para o novo, mas ela riu de mim. Em seguida, passamos uma hora no banho juntos. Sem ela minha vida não significava nada. Esse vazio nunca vai embora. O que Sadie queria me dizer? Ela tinha conseguido um emprego? Eu não tinha certeza do que mais seria importante o suficiente para ela fazer planos para uma grande noite para me surpreender. A menos. . . Santo inferno. . . Semc chances. Ela teria me dito. Ela não teria me deixado. "Você quebrou ela. Ela não vai confiar em você novamente. . ."As palavras de Barbara voltaram para mim. Puxei meu celular do meu bolso e disquei o número de Jessica. O telefone tocou três vezes antes da mãe de Sadie responder. "Você tem cinco segundos" era a sua saudação. "Ela está aí?", Perguntei. "Onde mais você acha que ela estaria?", Ela retrucou. "Ela está. . . é ela. . . grávida? ", eu perguntei, sentindo uma mistura de esperança e medo lutando no meu peito. Jessica soltou uma risada dura. "Desculpe, filho da puta. Seus cinco segundos acabarem. Resolva essa merda em seu próprio Estado. "Então ela desligou na minha cara. Fiquei olhando para o telefone na minha mão e pensando em ligar de volta. Mas do que adiantaria? Jessica não estava indo responder a minha pergunta. O que me fez pensar que eu estava certo. Fui até a parte de trás da casa, onde eu sabia que iria encontrar alguém que 158


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines sabia. Minha equipe sabia alguma coisa. Jean-Claude, o mordomo, me deu um olhar irritado. Até ele estava com raiva de mim. "Ela está grávida?", Eu perguntei a ele. Ele deu de ombros. "O que isso importa para você? Pode ser de qualquer um. Certo? "Ele rosnou, como se a ideia o enojasse e ele estivesse desapontado comigo. Em seguida, ele se afastou. Bati as portas da cozinha e ninguém estava lá. Gostaria de saber se Barbara havia demitido todos antes de sair. Eu não ficaria surpreso neste momento.

159


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Sadie Eu acordei com o cheiro de café e minha mãe sentada na beira da cama. "Eu tenho café. Você não pode dormir o dia todo. Vou até pensar em fazer panquecas se você vai comê-las. "Eu estiquei e cobri os olhos da luz entrando pelas janelas. "Bom dia, agora vá ", eu murmurei, então fechei meus olhos novamente. Ela puxou as cobertas para trás para deixar o frio no quarto me bater. "Não. Temos merda para lidar, e eu preciso de você alertar para que possamos enfrentá-lo e estar preparado para o ataque. Porque, baby, está vindo." Isso não soava bem. Sentei-me e peguei o copo de café na mão. "A mídia sabe", disse, antes de tomar um gole e deixar o calor do café morno me atingir. "Na verdade, eles não sabem merda. Esse é o problema. Eles acham que alguma coisa aconteceu, o que eu estou tentando descobrir. No entanto, ele explica por que Jax perdeu a cabeça. "Jessica chegou por trás dela e puxou o jornal da manhã. "Ele já está no noticiário local. Seção de entretenimento, primeira página. Prepare-se ", disse ela, entregando-me o papel e tomando o copo longe de mim. Peguei o papel para fora de suas mãos, e no centro da página cheia de cor era uma foto de Nave Anikin, o baterista de Jax e amigo de longa data meu, me beijando. Naquela noite Nave tinha sido estado alto como uma pipa e me pega de surpresa. Ele bateu com a boca na minha, e eu tinha ficado chocada, congelada por um momento até que me bateu o que estava acontecendo e eu chutou nas bolas. Ele tinha caído para trás e gemido de dor. Mais de uma vez eu quase disse a Jax sobre isso, mas eu odiava acabar com sua amizade. Eu tinha certeza de que Nave não se lembraria disso. Ele nunca agiu estranho em torno de mim ou qualquer coisa. Eu deixei ir e mantive minha distância de todos os membros da banda em festas. Eles

160


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines foram descartados e fizeram coisas estúpidas. Quando eu me sentia culpado por não ter contado Jax, eu me lembrei de como eu me sentiria culpada quando Nave ficasse sem emprego e Jax tivesse perdido seu amigo. Eu não achei que valesse a pena contar a ninguém sobre isso. Foi há dois anos. Depois de todo esse tempo, eu tinha esquecido sobre isso. Mas alguém tinha visto e tinha esperado até agora para compartilhar a foto. "Vai me dizer por que o mundo pensa que a 'noiva de Jax Stone está jogando com a banda agora?'", Perguntou Jessica, repetindo o título do artigo. Deixei cair o papel e olhei pela janela. Jax tinha visto isso antes de atingir a mídia. Ele tinha visto, e em vez de me perguntar sobre isso, ele me atacou. "Você não vai ler", disse a Jessica. "Não quero. É tudo mentira ", eu disse, odiando a percepção de que Jax não tivesse confiado em mim. "Não é tudo isso. O fato de que Nave Anikin está no hospital com sua mandíbula fechada com fios e várias partes do corpo quebradas é um fato. Acredite que Jax Stone o venceu, mas ele não está falando. Ele se recusa a apresentar queixa. "Eu deixei a minha cabeça em minhas mãos e suspirei. "O que você fez, Jax?", Eu murmurei para mim mesma. "Você vai chamá-lo e explicar isso?" Jessica me perguntou. Não, eu não estava. Eu deveria ter essa opção antes de Jax bater em Nave e me atirar para fora. Agora era tarde demais. Eu balancei minha cabeça. "Se ele quer acreditar nisso, deixei. Ele não quer que eu explique. Se o fizesse, ele teria me deixado, antes de terminar as coisas. "Jessica me entregou a xícara de café. "Você está certa, é claro, mas você o ama, Sadie, e você está grávida de seu bebê." Eu teria que dizer a ele eventualmente. Mas eu precisava do meu espaço em primeiro lugar. "Eu provavelmente vou sempre amá-lo. Não significa que eu possa confiar nele novamente. Isso não faz uma relação. "Os ombros de Jessica cairam. "Sim. Eu acho que isso é verdade. Mas ainda é uma merda. " 161


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines " Eu preciso de um tempo sozinha. Vou sair daqui a pouco. Deixe-me saber se a mídia estiver ali fora. Eu não sei como vou lidar com isso sem a ajuda de Jax, mas vamos pensar em alguma coisa. "Ela assentiu com a cabeça e se levantou. "Eu vou chutar suas bundas. Eu não preciso de nenhum estupido Jax Stone para manter a minha menina segura ", disse ela, antes de sair do quarto e fechar a porta atrás dela. Até o momento em que eu tinha terminado meu café, ouvi as primeiras portas de carros batendo. Espreitando para fora da minha janela, eu vi um representante de cada canal de notícias em Alabama e os estados vizinhos, e as nacionais também. Eles bateram na porta e tocaram a campainha. Eu estava grata que Sam já estava na escola. Esta loucura teria um fim no entanto. Mesmo se eu tivesse que ir buscar um quarto de hotel para mover o foco fora da casa da minha mãe. Vesti uma calça jeans e uma camisa de manga comprida, então escovei meu cabelo e o puxei em um rabo de cavalo antes de abrir a porta do quarto. Mamãe estava na cozinha, olhando para fora da janela com o telefone no ouvido. "Sim, ela está aqui. Tire suas bundas da minha propriedade antes de eu tê-los todos jogados na cadeia por invasão. Vocês não têm espaço suficiente em sua cadeia para toda essa merda. Faça algo sobre isso agora. "Ela estava falando com a polícia. Isso ajudaria por um tempo. Mas isso seria uma batalha em curso. Eu não tinha certeza de como resolver a situação. Mamãe desligou e virou-se para olhar para mim. "Já começou", disse ela, com um olhar severo de desculpas. "Sim ", eu respondi, afundando na cadeira da cozinha e me perguntando como minha vida tinha ficado tão errada.

162


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Jax Quando meu jato pousou no aeroporto privado de Sea Breeze, havia segurança em todos os lugares. Eu saí do avião e fui imediatamente cercado por grandes guardas. "Boa noite, senhor. A maior parte da mídia está acampado na casa da mãe da Srta. White, mas temos alguns pendurado para fora como escória em torno da linha da propriedade aqui. Queríamos levá-lo para o carro e para fora da vizinhança com segurança ", um dos homens estava me esperando explicou. Merda. Eles já estavam atrás de Sadie. Ela não me tinha lá para ajudar. "Leve-os para longe da casa de Jessica White. Agora, "eu exigi, correndo em direção ao SUV preto esperando. "Sim, senhor", respondeu o homem. "Onde está o meu condutor habitual?", Perguntei, quando um homem que eu não reconheci abriu a porta para mim. "Ele, uh, saia, senhor", respondeu o rapaz. "O quê?" "Ele saia, senhor. Esta manhã ", repetiu ele. Eu não tinha que perguntar o porquê. Foi por causa de Sadie. Mesmo que houvesse uma foto dela beijando a porra do meu baterista em todas as notícias, eles ainda tomaram seu lado. O medo de que eu era o único idiota que não tinha confiado nela e acreditado nela foi piorando. Por que eu não tinha dado a ela uma chance de explicar? Porque a imagem das mãos de Nave sobre ela e seus lábios nos dela me deixaram tão louco que eu perdi minha mente. Eu não conseguia pensar direito com raiva bombeando dor nas minhas veias. Entrei no SUV e olhei para a frente. "Leve-me para Sadie." Ele tinha música, e uma das músicas que eu tinha escrito para Sadie veio no rádio.

163


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Desligue o rádio.” Eu lati. Ele rapidamente o desligou, e eu me inclinei para trás em meu assento, tentando descobrir como eu iria lidar com isso se ela tinha uma explicação para isso. Se eu estivesse errado e tinha tirado conclusões precipitadas. Mesmo que ela não tivesse uma explicação. . . E se ela estivesse grávida? Com o meu bebê? O que diabos eu faria então? Eu não ia deixá-la descobrir sozinha. Por mais que eu odiava essa imagem, eu a amava. Deus, eu sempre porra iria ama-la. O motorista nos colocou na entrada da casa que eu comprei para Jessica e Sam. O Honda de Jessica estava estacionado do lado de fora, e haviam várias viaturas policiais. Meu exército de proteção puxou em torno de nós, e eu não queria esperar eles garantirem as coisas antes de eu abrir a porta e sair Eu nem sequer bati antes de Jessica abrir a porta e seus olhos atirarem punhais de ódio em mim. "O que diabos você está fazendo aqui? Você não acha que já fez o suficiente? Você a jogou para fora como lixo. Então, volte para a sua casa de fantasia com a vida extravagante, e deixe a minha menina porra sozinha! "Nunca tive Jessica falando comigo dessa maneira. Fiquei chocado, mas a reação dela só fez o meu medo mais real. Mas como o medo tinha a esperança de que a minha Sadie ainda fosse a mesma garota que eu amava, não aquela que eu vi na imagem. "Eu preciso falar com ela", disse eu, pronto para empurrar o passado de Jessica se eu tivesse que fazer, a fim de entrar na casa. "É Jax," A voz de Sam disse entusiasmado quando ele veio correndo ao redor das pernas de Jessica. "Sadie disse que não ia voltar, e ele não era seu amigo mais. Mas ele mudou de ideia! "Sam aplaudiu e bateu palmas. "Quer vir jogar Teenage Mutant Ninja Turtles comigo e Sadie?", Ele perguntou, olhando para mim. Ela estava lá dentro. Ela estava brincando com seu irmão mais novo. Porra. Isso não soa como a mulher que eu a tinha acusado de se tornar. Deus, o que eu tinha feito? "Volte para a sua irmã. Estou enviando Jax para fora. Ele faz Sadie ficar triste." Jessica disse a ele, e o sorriso de Sam caiu. 164


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "É por causa dele que ela continua chorando?" A sua pergunta foi a minha última gota. "Eu preciso vê-la agora", eu disse. Coloquei Jessica fora do meu caminho, em seguida, deu um tapinha na cabeça de Sam enquanto eu andava pela casa à procura de Sadie. Quando entrei na sala, ela se levantou de seu lugar no chão, com um exército de tartarugas ao seu redor e se afastou de mim. "O que você está fazendo aqui?", Perguntou ela, medo e dor brilhando em seu rosto. Seus olhos estavam inchados e vermelhos. Ela não estava usando nenhuma maquiagem, e sua roupa era uma coisa que ela tinha comprado para ela. A coisa mais difícil de ver era a mão nua. Eu tinha me acostumado a ver o meu anel em seu dedo. "Por favor, vá. Você já disse o suficiente. Eu não quero que Sam ouça isso. Basta ir. Eu não roubei nada que é seu, ou, pelo menos, eu não tentei." Ela não estava dando desculpas. Ela estava preocupada com Sam. "Você fez isso?", Eu perguntei a ela. O que eu deveria ter feito em primeiro lugar. As costas dela endureceram, e ela ergueu o queixo em orgulho. "Você não pode me perguntar isso agora. O tempo para isso acabou. Você precisa sair. " Meu estomago se revirou. A dor foi se intensificando. "Sadie." Eu dei um passo em direção a ela. "Eu devia ter lhe dado a chance de explicar. Eu errei. Mas eu estou pedindo para você agora. Você fez isso? "Ela se afastou, colocando mais espaço entre nós. "Você vai sair e não voltar se eu te disser?", Perguntou ela. Não, se ela não fez porra nenhuma! Não, se ela não tivesse ficado com o meu baterista maldito. Eu estava indo para implorar como um cão se isso é o que tinha de ser feito, mas eu não ia deixá-la se o que eu já suspeitava fosse verdade. "Não", eu respondi. Ela franziu a testa e mudou seu olhar para outra coisa em toda a sala. Ela não queria olhar para mim. "As coisas que você disse. . . Você vai precisar sair. Independentemente da minha resposta, o que tínhamos acabou. "Ela não tinha beijado ele. Eu podia vê-lo na dor brilhando em seus olhos enquanto ela 165


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines olhava para o local do outro lado da sala. "Ele estava drogado. Ele nem sequer lembra, eu acho. Ele nunca mencionou isso. Mas há dois anos em uma festa. . . ele me agarrou e me beijou. Eu dei uma joelhada entre as pernas depois de entender o que estava acontecendo. Eu deveria ter dito a você, mas eu tinha certeza de que ele nunca teria me tocado se não tivesse drogado. Eu decidi que iria salvar sua amizade e que uma vez que nada aconteceu, era inútil dizer-lhe. Vejo agora que foi um erro. "Nave tinha estado em reabilitação há dezoito meses depois de ter atingido um ponto mais baixo e quase morrido com uma overdose. Ele estava usando drogas pesadas naquela época. Eu não duvido nada do que ela tinha acabado de dizer. Fazia sentido completo. "Eu sinto muito." As palavras caíram da minha boca, e mesmo que eu soubesse que não era o suficiente. Nunca seria o suficiente. "Eu também", respondeu ela, e, finalmente, mudou seu foco de volta para mim. "Mas você precisa sair. Acabou, Jax. "Não. Não tinha acabado. Eu não estava deixando-a porra ir porque eu tinha feito um erro idiota. "Eu não quis dizer para você me deixar. Eu pensei que eu ia voltar para casa no dia seguinte e que estaria lá. Eu pensei " " Você se virou para mim. Você não confia em mim. E eu nunca mais quero passar por isso novamente. Eu não posso viver com medo de que algo vai acontecer de novo e você vai me jogar para fora sem me perguntar sobre o meu lado. Eu não confio em você. "Ela disse as palavras e as lágrimas encheram seus olhos. "Sinto muito. Mas você precisa sair. "Eu não estava saindo. Eu tinha que descobrir como salvar isso. Nos salvar. "Você está grávida?", Eu perguntei, orando a Deus que ela estivesse. Ela endureceu, e suas mãos foram para seu estômago, respondendo a minha pergunta sem ela dizer uma palavra. Por fim, ela concordou. "Nove semanas." Quando a respiração saiu de mim, eu tive que me segurar para não cair. O alívio e a alegria 166


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines foram substituíram a dor e o medo. Ela estava grávida do nosso bebê. Mas ela queria que eu a deixasse. Eu nunca poderia deixá-la. "Se você acredita que é seu e quer ser uma parte na sua vida, não vou punir o bebê através da retenção de uma relação com o seu pai. Você vai poder participar da vida dele o quanto quiser. Mas não vamos ser uma família. Esse é um sonho que eu não posso confiar agora. "Se eu acreditava que era meu. . . Filho da puta, ela pensou que eu ainda não acreditava nela sobre Nave. "Sadie, eu sei que é meu. Eu deveria ter escutado você e deixá-la explicar sobre Nave. Eu estava tão malditamente machucado com a imagem e a nota que veio com ela me rasgar e me controlar. Eu agi com inveja e desgosto. Eu fui retalhado pela crença de que você tinha mudado por causa da vida que vivemos. Eu não conseguia pensar direito. " " E quando essas coisas acontecem, você tem que confiar nas pessoas que você ama. Não assumir o pior deles. Se você me amasse do jeito que eu amei você, então você teria confiado em mim. Você não confia em mim. Então você não me amava o suficiente. Eu preciso de mais do que isso, Jax. Eu não posso deixar você me destruir. Eu tenho uma outra vida para cuidar agora. Isto não é sobre mim. É sobre a criança dentro de mim. " " Eu te amo mais do que a vida. Eu perdi minha mente, porque eu te amo pra caramba. Você está errada sobre isso, baby. Tão errada. "Ela balançou a cabeça. "Não importa. Acabamos. Exceto por essa criança, que é tudo o que vai estar entre nós. Agora, por favor, vá embora." Se não fossem as lágrimas não derramadas em seus olhos e o desgosto por todo o seu rosto, eu acreditaria que ela realmente tinha me fechado para fora. Mas eu a conhecia muito bem. Isto não tinha acabado. Nós nunca acabaríamos. Eu só tinha que descobrir uma maneira de provar a ela. Palavras não seriam o suficiente. Ações nos havia arruinado, e as ações teriam que nos salvar.

167


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Sadie Na manhã seguinte, acordei com a minha mãe sentada ao lado da minha cama novamente com outra xícara de café e outro jornal. "Bom dia, luz do sol. Hoje eu sou o portador de uma boa notícia. A mídia não está mais nos perseguindo e Jax Stone fez uma declaração. "Sentei-me e peguei o papel que ela estava segurando para mim. "Você realmente deveria abrir o google e ver o vídeo dele, ou apenas ligar o noticiário. Ele faz um trabalho fantástico. Mas aqui é a versão de impressão. "Havia uma foto de Jax com um microfone em seu rosto, olhando diretamente para a câmera. "Jax Stone explica os rumores sobre a traição de Sadie White. É falso ". Deixei cair o papel em cima da cama, e me dirigi para o meu MacBook. Ao abri-lo, eu pesquisei "Jax Stone," e foi a primeira coisa que veio à tona. Eu cliquei no link do YouTube e assisti. "Os rumores que vieram junto com uma foto do meu baterista, Nave Anikin, beijando a minha noiva, Sadie Branco, são falsas. Nave não estava em seu juízo perfeito, há dois anos. Vocês todos já sabemos que ele foi por uma reabilitação desde então e está em um lugar melhor agora. Mas naquela época ele fez coisas que normalmente não faria. "Beijar minha Sadie era uma delas. Ela o empurrou de cima dela, e eles nunca falaram disso novamente. O que você vê aqui é uma Sadie White surpresa que está sendo abordada por Nave Anikin. Não coisa de um amante. Nada romântico. Sadie é inocente de todas as incriminações em torno dela, e eu gostaria que meus fãs a apoiassem das notícias cruéis que a mídia está divulgando. Obrigado. "Jax se afastou do microfone, e os repórteres estavam gritando perguntas para ele quando os guarda-costas o cercaram e ele se afastou. Embarcou em seu jato. "Parece que ele se foi e por isso os abutres foram também", disse Jessica, que está atrás de mim.

168


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Sim, é verdade." Eu lhe disse para sair e ele havia ido. Este foi o seu pedido de desculpas a mim, e eu sabia que eu o perdoei. Mesmo sem isso, eu tinha perdoado ontem, quando ele pediu desculpas. Mas eu estava com tanto medo de ser ferida por ele que o meu medo não me permitiu dar a ele a chance de corrigir isso. Em vez disso, eu o havia empurrado e ele tinha me deixado. "Você vai ficar bem? Talvez visitar a Amanda. Ela te ligou várias vezes nos últimos dois dias. "Eu precisava visitar Amanda. Eu tinha que sair de casa e limpar a minha cabeça. Eu balancei a cabeça, em seguida, peguei a xícara de café nas mãos de Jessica e tomei um longo gole. "FYI, este é descafeinado. Você não pode ter a coisa real, agora que você está grávida." Eu não tinha pensado nisso. "Obrigado." "Ei, você cuidou de mim quando eu estava grávida de Sam, por isso é a minha vez de retribuir o favor", brincou ela. Se eu ainda conseguisse sorrir, eu teria.

Duas horas mais tarde Amanda Hardy abriu a porta do apartamento e se jogou para mim. "Ohmeudeus, eu estive tão preocupada com você", disse ela, enquanto seus braços me cercavam. "Sinto muito. Eu deveria ter chamado. Eu só precisava de um tempo quando cheguei aqui ", eu disse, e ela se afastou de mim, segurando meus ombros. "Ele estava na cidade ontem, não estava? Esse discurso que ele fez foi no aeroporto Sea Breeze. "Eu assenti. "Será que vocês falaram?", Perguntou ela quase com cautela. "Sim", eu respondi. A tristeza tocou seu rosto. "Então, é realmente acabou?" Eu balancei a cabeça novamente. Ela pegou minha mão e me puxou para o seu apartamento, em seguida, fechou a porta. "Precisamos de sorvete. Eu tenho biscoitos e creme e bolo de aniversário. Qual? ",

169


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Ela perguntou, caminhando em direção a sua cozinha. Eu a segui. "Eu não estou com fome", eu disse. "Você não tem que estar com fome para comer sorvete", ela me informou. Ela parou na janela e congelou. Em seguida, ela voltou lentamente para mim. "Tem certeza de que ele se foi?" "O quê?", Eu perguntei, confusa. Ela apontou para a janela. "Isso é um SUV caro estacionado em frente, com um dos grandes homens que o estavam seguindo na filmagem. Eu não conheço ninguém que não seja Jax Stone, que fica em torno de Sea Breeze dessa forma. "A campainha tocou e nós olhamos uma para a outra. Era Jax. Eu sabia que sem ir para a porta. O que ele estava fazendo aqui? "Você quer que eu atenda?" Amanda perguntou com um olhar de esperança. Eu poderia dizer não e sentar aqui enquanto Jax estava fora da porta, mas poderia atrair uma multidão. Eu não queria mais atenção da mídia. E se eu admitisse a verdade para mim mesma, eu queria ver se era realmente ele. "Eu vou ", eu disse a ela. "Ok, um. . . Eu só vou ficar aqui. A menos que você precise de mim. "Eu fui até a porta e abriu lentamente, me preparando para o fato de que isso poderia ser Jason ou apenas um dos meninos de mensagens de Jax. Mas quando Jax encheu a porta, meu coração se apertou. Ele não tinha saído. "Eu fui na sua mãe e ela disse que você estava aqui", disse ele, o olhar fixo em mim como se ele estivesse tentando memorizar todos os detalhes. "Eu pensei que você tivesse ido," eu disse antes que eu pudesse me parar. "Você está aqui, Sadie. Eu não pertenço a nenhum outro lugar. "Eu não sabia o que dizer sobre isso. "Por que você está aqui? Agora? "Um sorriso triste curvou seus lábios. "Você não tem o seu telefone. E eu queria saber se você já teve uma consulta ou tem marcada uma aqui. "Ele tinha me perguntado sobre meu médico... "Oh, hum. . . nenhum. Eu tenho que usar o Medicaid em primeiro lugar. Eu não 170


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines tenho seguro mais, eu acho. "Eu parei lá. Jax tinha pago para mim um Blue Cross e Blue Shield. Eu não sabia o que eu deveria fazer agora. Eu não esperava que ele continuasse a pagar por isso. Mesmo se eu estivesse grávida de seu bebê. Ele fez uma careta. "Mesmo que eu não te amasse com cada fibra do meu ser do caralho, eu ainda iria me certificar de que você tenha um seguro de saúde, Sadie. Eu sei que você pensa que eu sou um monstro mal agora, e eu muito bem o mereço, mas eu não sou. Você vai ter o melhor e o nosso bebê também. Eu te amo tanto. Você é a minha vida, mesmo que eu não sou mais a sua. "Meu coração torceu com as suas palavras e eu agarrei a maçaneta da porta com força. "Eu não acho que você é um monstro do mal." Porque eu não achava. Eu não tinha certeza do que eu pensava mais, com toda a honestidade. "Eu liguei e tenho o nome do melhor médico dessa área. Eu posso ter uma reunião privada com ele a qualquer momento para que você possa decidir se você gosta dele. Apenas me diga o que você quer ou precisa. "Ele estava procurando o melhor médico para mim e para o bebê. Meu coração torceu um pouco mais. "Eu gostaria muito. Eu preciso ver alguém ", eu disse a ele. " O Dr. Andredai confirmou a gravidez, por isso eu precisaria dos meus registros enviados para o novo médico de seu escritório. "Jax assentiu. "Vou ligar para ele e ter isso assim que tiver certeza do médico que você quer aqui." Ele estava falando como se ele estivesse se hospedando aqui. Ele não podia ficar aqui permanentemente. "Jax, você não terminou a gravação do novo álbum. Você precisa voltar para LA ", eu o lembrei. Ele soltou uma risada dura. "Sim, bem, todos eles podem se foder. Eu não posso terminá-lo agora. Tenho coisas mais importantes na minha vida. " "Sua turnê é em quatro meses. O registro tem que liberar antes disso ", argumentei. Eu estava com ele por meio de cinco lançamentos de álbuns e turnês. 171


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Eu sabia como isso funcionava. "A turnê precisa ser cancelada de qualquer maneira. Eu não posso sair com você grávida. Eu não vou a lugar nenhum se você não for ", disse ele, como se isso fizesse sentido. "Jax", eu comecei, e ele estendeu a mão e pegou a minha mão na sua, parando minha linha de pensamento. "Sadie, você é tudo. Minha vida. Meu mundo. Mesmo se você não me quiser ou não pode confiar em mim, você ainda é minha razão de viver. E o nosso bebê, eu não vou perder um minuto disso. Eu quero estar ao seu lado. Criamos uma vida juntos. Eu fodi tudo, e eu vou viver com isso toda a minha vida, mas eu não vou deixá-la. Eu estarei aqui para o que me permite estar. " " Você não pode jogar fora sua carreira musical. Isso é loucura. Você não está pensando claramente, "Eu comecei a discutir, mas o nó na minha garganta estava crescendo e eu tive que empurrá-lo para baixo. "Nada importa se você não está na minha vida. Nada ", disse ele, e deu um passo em minha direção. "Você e nosso bebê são tudo o que sempre vai me importa." No começo eu pensei que ele ia me beijar, e eu estava tentando decidir se isso era uma boa ideia, quando ele deixou cair sua mão, em seguida, virou-se e foi embora. O que eu ia fazer com ele? "Por favor, me diga que você vai perdoá-lo", disse Amanda atrás de mim. Achei que ela teria ouvido. "Como posso? E se ele me machucar de novo? Como posso confiar nele? "Amanda suspirou e passou um braço em volta da minha cintura. "Entendo. Achei que depois de descobrir que o meu namorado era pago para dormir com mulheres que eu nunca seria capaz de confiar nele novamente também. Isso foi uma mentira Eu nunca imaginei que eu poderia perdoar. Mas eu fiz. Porque ele me amava o suficiente para nós dois, quando eu não achei que eu poderia amá-lo mais. Agora Jax ama o suficiente por você, ele, o bebê, que, devo 172


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines acrescentar, estou entusiasmado com a notícia. Deus, o homem está lamentável. Vamos, Sadie, de uma pausa. "Ela deitou a cabeça no meu ombro. "Você vai ser a mãe maluca do filho de Jax Stone." Ela riu. Um sorriso puxou meus lábios em sua descrição ridícula. Talvez ela estivesse certa. Jax nunca tinha feito nada parecido antes. Nós tínhamos lutado, mas sempre tínhamos terminado em sexo muito quente em locais loucos. Esta tinha sido a nossa primeira grande. E as minhas emoções estavam tão cruas agora que eu não estava lidando com as coisas certas. "Eu não quero amá-lo. Mas eu faço. Tanta coisa. "Amanda suspirou. "Junte-se ao clube. Ele tem vários grandes clubes de fãs em todo o mundo. E as mulheres se oferecem para ter seu bebê milhões de vezes por dia online. "Ela estava fazendo uma piada, mas ela estava certa. Eu ri dessa vez. Não era uma risada cheia, mas foi uma risada. "Eu estou indo para ir para casa falar com Jessica, e então eu acho que vou ir a sua casa e vê-lo. Agora que nós dois tivemos tempo para pensar e processar isso, nós precisamos conversar. " " Sim, vocês precisam ", ela concordou.

173


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Jax Quando a campainha tocou pela casa, eu sabia que era ela. Ninguém mais iria me procurar aqui. Eu não tinha dito a uma alma onde eu estava. Mas Sadie saberia. Desci correndo as escadas e me dirigi para as portas da frente, destravando-as e abrindo-as antes mesmo do primeiro som acabar. Ela estava ali de pé, vestindo o mesmo jeans e camisa térmica que ela usava mais cedo hoje. Seus olhos encontraram os meus, e eu podia ver que ela estava nervosa. Eu odiava pensar que Sadie estava nervosa para vir para mim. Eu queria chegar e agarrá-la e soltar sua preciosa vida. Mas ela não parecia esperar por isso. Eu dei um passo para trás e fiz um gesto para que ela entrasse. "Abrindo suas próprias portas?", Ela me perguntou, e eu não tinha certeza se ela estava brincando ou não. "Não há qualquer equipe aqui. Eles deixaram no início desta noite, quando eu lhes disse que poderia ir ", eu expliquei. Embora ainda se alguém estivesse aqui, ninguém teria me batido à porta esta noite. "Oh, bem, isso é provavelmente o melhor. Nós não precisamos de ninguém nos ouvindo sobre isso. "Eu concordei. Eu queria Sadie sozinha e para mim mesmo. "Você está com fome? Você comeu um bom jantar? ", Eu perguntei a ela, pensando sobre o fato de que ela precisava comer, não só para a sua saúde, mas para a do nosso bebê também. "Jessica me salada de macarrão e frango assado feito", disse ela com um pequeno sorriso. Aquele pequeno sorriso me deu esperança. Eu não tinha visto um sorriso em seu rosto desde a manhã antes de eu perder a minha mente. "Bom. Quer sobremesa? ", Perguntei. "Senhora. Mary deixou o bolo de chocolate. "Ela balançou a cabeça.

174


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Não. Eu ainda estou satisfeita." Então nós poderíamos conversar. "Vamos para o quarto grande. Mais assentos confortáveis para lá, e eu tenho uma fogueira. " " Tudo bem ", respondeu ela. Antes de eu me virar para liderar o caminho, eu estendi a mão para ela como eu sempre fiz antes de irmos para qualquer lugar. Era um hábito e um que eu amava. Ela sempre veio a mim de bom grado. Desta vez, seus olhos foram de mim para minha mão e ela congelou. No entanto, outra coisa que eu tinha arruinado. Minha menina não veio para mim com facilidade. "Você não quer me tocar mais?", Eu perguntei, incapaz de manter minha boca fechada e ser paciente com ela. Ela empurrou seu olhar de volta até encontrar o meu. "EU. . . Claro que sim. Eu só. . . Deus, Jax, é tudo tão confuso. "Eu dei um passo em direção a ela, estendi a mão, e entrelacei seus dedos nos meu. "Não está parte. Isto, "eu disse, segurando nossas mãos unidas," Nunca é confuso. "Ela me deixou levá-la para a sala grande, sem mover a mão. Levei-a para o sofá de couro virado para o fogo e relutantemente deixei sua mão ir para que ela pudesse se sentar. Eu não estava me movendo em toda a sala, no entanto. Nós estávamos indo para falar, mas nós estávamos ficando perto. Sentei-me ao lado dela e virei meu corpo para enfrentar o dela enquanto drapejar um braço ao longo das costas do sofá. "Você veio para me ver. Não vamos mentir, Sadie, eu estou realmente esperançoso agora. "Ela apertou as mãos no colo e olhou para eles, em vez de mim. "Você pode me prometer que nunca mais vai fazer isso de novo? Nunca assumir algo de mim sem me perguntar primeiro? ", Ela perguntou, e depois, lentamente, voltou seu olhar para olhar para mim. Ela estava aqui para me dar uma segunda chance. "Baby, eu juro por Deus, eu nunca vou te machucar desse jeito de novo. Eu teria de ouvir diretamente de você antes de eu acreditar em algo ruim sobre você. 175


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines E mesmo assim eu não acho que eu acreditaria. Minha menina ainda é tão perfeita como ela era quando eu me apaixonei por ela. Eu questionei isso, e isso estava me comendo por um tempo muito longo. Eu não posso perdoar a mim mesmo, mas eu realmente quero que você me perdoe. Eu farei qualquer coisa que você pedisse. Apenas me ame de novo, Sadie. Por favor. "Ela respirou fundo e manteve os olhos fixos em mim. "Se eu não estivesse grávida, teria vindo para mim?" Eu já tinha me perguntado isso está semana. A resposta era sim. Eu não teria sido capaz de ficar mais uma noite sem vê-la e ter certeza de que ela estava bem. "Sim. Mesmo quando eu acreditava naquela besteira, eu estava preocupado com você. Senti sua falta. Eu nunca deixei de te amar. "Ela me estudou por um momento, e então ela balançou a cabeça. "Eu acredito em você." Eu estava pronto para puxá-la em meus braços agora. "Você pode me amar? Depois de tudo isso. . . pode você me amar de novo? ", eu perguntei a ela, a necessidade de saber se seu coração estava indo para se fechar para mim para sempre. Ela sorriu. "Eu nunca deixei de te amar. Eu queria. Teria sido mais fácil. Mas eu não posso desligá-lo como um interruptor. Eu te amei por cinco anos, e eu vou te amar por um mais cem. "Eu estendi minha mão novamente. "Venha aqui." Eu esperei para ver se ela faria. Sua pequena mão levantou, em seguida, entrou nas minhas. Puxei-a para mim e agarrei sua cintura, então, a coloquei no meu colo. "Eu vou precisar de você agora", eu disse a ela colando minha boca na dela. "Okay", foi sua resposta pouco antes da minha boca reivindicar a sua novamente.

176


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Sadie Jax quebrou nosso beijo apenas tempo suficiente para puxar minha camisa por cima da minha cabeça e atirá-la de lado. Ele tirou meu sutiã, antes de me colocar de volta para o sofá, enquanto beijava o topo dos meus seios e circulava cada aréola com a língua. Quando ele mordeu o eixo de cada mamilo, gritei. Mas então, ele sabia que eu faria. Eu amei a picada apertada de seus dentes. "Nós vamos ser doces mais tarde. Agora eu preciso de você ", disse ele, enquanto suas mãos começaram a trabalhar no meu jeans e os puxaram para baixo do meu corpo. Uma vez que ele me tinha completamente nua, ele se levantou e se despiu. Era uma visão que a maioria do mundo feminino fantasiou mas que eu tinha diariamente. O show de strip de Jax Stone. Nada era melhor do que isso. Ele beijou as pontas dos meus dedos, em seguida, tocou seu lado, onde meu nome foi tatuado na forma de um sinal de infinito. "Se você nunca acreditou em mim. . . gostaria de ter removido isso? ", perguntei. Jax baixou o corpo sobre o meu e beijou um caminho até o meu estômago, através do vale entre meus seios, em seguida, ao longo da minha clavícula. "Fiquei magoado, Sadie. Mas uma vez que eu saí da minha neblina de dor, eu teria percebido que não fazia porra importância se tivesse feito isso ou não. Eu não posso viver sem você, baby. " " Eu nunca iria feri-la assim. Eu não quero que você acredite que eu podia fazer isso com você ", eu disse a ele. "Mmmm", ele murmurou em meu ouvido. "Bem, então, faça a minha dor desaparecer agora. Levante-se para mim e fique com essa bunda linda empinada. "Meu corpo já estava formigando, mas essas palavras fizeram o formigamento

177


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines explodir em chamas. Ele se afastou de mim, e eu me levantei e me inclinei. Suas mãos circularam minha cintura e ele gemeu. "Foda-se, Sadie. Isto é incrível. "Ele colocou a mão entre minhas pernas. "Abra mais." Eu fiz o que foi me dito e esperei ansiosamente para ele me encher. Nossas lutas normalmente acabavam assim. Em um impulso, ele estava dentro de mim. Eu gritei o nome dele e segurei o sofá enquanto ele se movia dentro e fora de mim. "Minha doce bunda", disse ele enquanto ele bateu em uma das minhas nádegas. Sempre que nós lutamos, Jax precisava de sexo para me lembrar que eu era dele. Isso aliviava sua mente. Esta era a parte dele. Alegando meu corpo. A parte boa para mim foi que suas palavras me fizeram mais quente. "Ninguém mais consegue tocar isso. Apenas eu. Sempre meu ", disse ele em um tom reverente enquanto acariciava o local que ele havia espancado. "Diga-me que é meu, Sadie." Mordendo meu lábio, eu ficava de sorrir, mas eu não disse nada. Quando eu não lhe disse, ele ficou mais exigente, e eu adorei isso. Sua mão bateu na minha outra nádega. "Diga-me", ele repetiu, e eu apertei de volta contra ele e ele rosnou. Sua mão deslizou para o meu clitóris inchado, e ele parou de se mover. Eu estava ofegante agora, precisando dele para me levar ao limite. "Diga-me", ele repetiu com uma voz profunda, exigente. "É seu. Eu sou sua ", eu disse, desesperada para que ele me levasse lá. "Eu sou um sortudo do caralho", ele rosnou, e bateu em mim enquanto seu polegar brincava entre as minhas pernas. Eu comecei a tremer quando meu orgasmo se aproximava. "Agora, Sadie", disse ele, e foi assim que eu explodi enquanto seus braços em volta de mim me seguravam, e ele esvaziava sua libertação dentro de mim. Nós dois estremecemos e gritamos o nome de cada um. Em seguida, eu me enrolei em Jax enquanto ele puxava um cobertor de cashmere sobre nós. Eu coloquei minha cabeça no peito dele e tracei o infinito com o meu nome do seu lado. 178


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Obrigado. Você sempre sabe quando eu preciso dele assim, e você faz merda incrível ", disse ele enquanto beijava o topo da minha cabeça. "Você é bem-vindo, mas eu gostava do alucinante orgasmo, por isso não era tudo para você", eu brinquei com ele. Ele riu e me puxou para mais perto. "Eu vou te quero novamente em alguns minutos. Eu serei doce desta vez ", disse ele. Eu não tinha certeza de que eu precisava doce agora. "Talvez pudéssemos fazer amanhã doce. Eu meio que gosto da ideia de você me fodendo contra a parede. " " Deus, eu te amo ", disse ele enquanto seu polegar deslizou debaixo do meu queixo e ele inclinou a cabeça para trás de modo que eu estava olhando para ele. "Você me diz que quer ser fodida, e eu fico duro instantaneamente. Você está pronta para lidar com a reação que você criou? "Rindo, eu me mudei para cima dele. "Eu acho que posso lidar com isso." Ele estendeu a mão para seu jeans no chão e enfiou a mão no bolso. "Em primeiro lugar, isso precisa voltar para onde ele pertence. Onde sempre pertenceu. Para porra nunca sair ", disse ele enquanto ele deslizava meu anel de noivado de volta no meu dedo. Então ele o beijou. "Nunca mais me deixe novamente, baby. Mesmo se eu agir como uma merda. Me bata ou fique nua. Ou chame a minha atenção. "Eu sorri, me inclinando sobre ele, e beijei seu nariz. "Por que eu não pensei nisso antes?" Ele riu e chegou e apertou minha bunda em suas mãos. "Não vai haver próxima vez. Eu sei como me senti ao andar em nosso quarto e você não estar lá. Eu nunca mais quero sentir isso de novo porra. "Eu beijei sua testa, então encontrei seus lábios. "Bom", eu disse antes de afundar em um beijo e Jax me empuraar contra a parede, e eu ficar cheia de Jax Stone, em poucos minutos.

179


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Willow Eli estava de pé em um banquinho ao meu lado, me ajudando a preparar massa de biscoito, em seguida, alisa-la. Sua classe pré-escolar estava tendo uma festa amanhã, e ele foi designado para trazer os cookies. Isso era tudo que ele tinha falado sobre toda a semana. Para um menino de três anos de idade, biscoitos eram de extrema importância. "Podemos salvar um para o papai?", Ele perguntou rolando a massa mais do que realmente necessário, em seguida, batendo com sua pequena mão. "Acho que ele adoraria. Por que você não dá a ele esse? ", Sugeri. Eli sorriu para mim. "Ok! Eu vou ", respondeu ele. "Mas ele não vai querer comê-lo sozinho. Talvez eu devesse fazer um para mim, também. "Deixe isso para o meu menino raciocinar como ele poderia obter um cookie esta noite. Sorrindo, eu fingi pensar sobre isso. "Ok, eu acho que faz sentido." Marcus estava com Trisha e Rock, ajudando Rock a construir uma quadra de basquete em seu quintal. Eles tinham dito que o projeto levaria apenas alguns dias. Levou duas semanas até o momento. Trisha disse que se eles parassem de jogar bola, eles já teriam terminado. Eu ouvi a porta da frente se abrir. Eli parou o que estava fazendo e saltou de sua cadeira, em seguida, saiu correndo em direção à porta para seu pai. Todos os dias, Eli mais parecia Marcus. Eu toquei meu estômago me perguntando se o bebé ia se parece comigo ou ter mais das maravilhosas características de seu pai. Eu certamente não me importaria se ela se parecesse com ele. "Larissa!" Eli aplaudiu, e eu parei de rolar a massa de biscoito e fui lavar as mãos. Se Larissa estava aqui, então algo estava acontecendo. Minha irmã não tinha me chamado para me dizer que a minha

180


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines sobrinha estava vindo. "Leve Larissa para o seu quarto, amigo. Vocês podem jogar por um pouco enquanto eu falo com a mamãe ", Marcus disse a ele. Essa foi outra grande bandeira. Ele nunca enviava Eli para jogar quando ele não tinha visto ele o dia todo. Ele normalmente mantinha Eli ligado a ele até que o enfiava na cama. Fui para o corredor, assim quando Marcus apareceu na porta da cozinha. Seu rosto estava gravado com preocupação. "O que há de errado?", Eu perguntei, nem mesmo perguntando se havia algo errado. Eu poderia dizer a partir de seu rosto. "Tawny se foi. Suas roupas e coisas sumiram. Ela sumiu", disse Marcus, olhando-me com a dor em seus olhos. Ele não queria ter que me dizer isso. O fato de que minha irmã era a mulher horrível que tinha terminado o casamento de seus pais e agora estava casada com o pai de Marcus, enquanto eles levantaram a nora que era algo que tinha aceitado. "O que você quer dizer?", Perguntei, tendo um momento difícil de acreditar que minha irmã tinha acabado de deixar sua filha. Ela era um monte de coisas, mas certamente ela não era egoísta. Ela adorava Larissa. Pelo menos, eu pensei que ela adorasse. Eu sabia que ela pelo menos amava Jefferson Hardy, o pai de Marcus e de Larissa. "Papai recebeu um telefonema da escola de Larissa. Eram três e meia, e ninguém tinha vindo para buscá-la. Tawny não estava respondendo suas chamadas. Meu pai disse que ele correu e pegou Larissa e então fomos para casa para ver se Tawny tinha adormecido ou algo assim. O carro dela tinha ido embora, e foram as coisas dela também. Ela os deixou. Ela também teve seu telefone desligado e vendeu seu carro por dinheiro. Ele foi encontrado já em uma concessionária desprezível no Mississippi. Meu pai tentou localiza-la. Ele não queria que Larissa ouvisse isso. Ela perguntou sobre sua mãe duas vezes. "Eu peguei uma cadeira na mesa e sentei. 181


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Oh Deus." No fundo, eu sempre me preocupei que o felizes para sempre da vida que Tawny queria não estava vindo. Eu só não imaginava esse cenário. Eu nunca pensei que ela iria deixar a filha. Sem palavras. Marcus puxou a cadeira ao meu lado, sentou-se e deslizou as mãos sobre os meus joelhos. "Eu preciso dizer a mamãe antes que alguém o faça. Ela precisa ouvir isso de mim e não um amigo intrometido dela. Eu não quero chamá-la e dizer-lhe sobre o telefone. E eu preciso deixar Amanda saber também. " " Sim, vá dizer-lhes. Vou colocar as crianças na cama. Nós ainda temos biscoitos para fazer, e então podemos ler um livro. Não se preocupe com a gente. Basta me chamar e me manter atualizada, se o seu pai ouvir algo. Eu vou pensar em alguém que poderia saber onde encontrá-la e eu vou fazer algumas chamadas quando as crianças estiverem na cama. "Marcus balançou a cabeça e enfiou a mão no meu cabelo, em seguida, puxou minha cabeça para que ele pudesse reivindicar minha boca em um beijo. "Eu te amo", ele me disse, então me beijou mais forte. Eu gostei muito do gosto do meu marido, mas ele se afastou depois de alguns segundos, porque ele não estava saindo se não fizesse. "Você precisa ir", eu o lembrei. Ele assentiu com a cabeça. "Sim. Vou me apressar. Diga a Eli que eu prometo fazer as pazes com ele amanhã. Vou mantê-lo em casa e ele pode ir trabalhar comigo. "Eu ri e balancei a cabeça. "Amanhã é dia de festa, e ele está levando os cookies." Marcus sorriu. "Ok, então, noite de cinema amanhã à noite", disse ele. "Muito melhor", eu concordei. Ele me beijou mais uma vez, rapidamente. "Deus, você é sexy como o inferno. É difícil chegar em casa para isso e, em seguida, fugir de novo. " " Volte depressa, "eu disse a ele, em seguida, deu um tapa em sua bunda. Ele piscou para mim, então se dirigiu para a porta. Eu esperei até que ela se fechou 182


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines atrás dele para ir ver as crianças. Eu queria abraçar Larissa e dizer que eu a amava. Ela precisava de um pouco de amor extra agora. Tawny não foi a melhor mãe, mas ela amava Larissa. Seu pai não era o homem mais carinhoso do mundo, apesar de tudo. A cabeça de Eli virou quando eu entrei no quarto. Ele tinha Larissa ajudando-o montar o seu conjunto mais novo de Lego. "Onde está o papai?", Ele perguntou, olhando perplexo. Ele tinha pensado que Marcus seria o único a vir buscá-los. "Ele teve que correr para uma emergência. Ele estará de volta em breve ", eu assegurei a ele. Então eu voltei minha atenção para Larissa. "Hey, princesa, tenho alguns abraços para mim?", Eu perguntei. "Hey LowLow", disse ela quando ela se levantou. Ela correu até mim e se jogou em meus braços. Ela me segurou apertado e eu apertei de volta. Ela tinha seis anos agora, e ela sabia que algo estava errado. "Eu te amo cachos", eu disse a ela. "Eu te amo mais cachos", disse ela, e meu coração se partiu um pouco mais. Como Tawny podia deixá-la? Mais de uma vez na minha vida eu odiava minha irmã. Este era um desses momentos. "Estamos fazendo cookies. Você quer ajudar Eli e eu a terminá-los? "Eu perguntei a ela. Ela se afastou e acenou animadamente. "YAY!" Eli aplaudiu, e saiu correndo da sala para a cozinha. Larissa riu, e eu me levantei. Sua pequena mão estendeu e deslizou para a minha. Seu pequeno aperto foi apertado, e eu agarrei a ela enquanto nós seguíamos Eli de volta para a cozinha.

183


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Marcus Quando eu puxei na calçada da minha mãe, o caminhão do meu pai já estava lá. O que ele estava fazendo? O imbecil veio correndo para a minha mãe ajudar quando sua atual esposa o abandona? Merda! Saltei do meu caminhão e bati a porta antes de perseguir até a casa. Eu não bati. Eu só abri a porta e entrei. Eu podia ouvir as suas vozes da sala de estar, por isso eu fui assim. Meu pai melhor ter tido um bom motivo merda por ter vindo aqui. E quando eu digo boa razão, melhor ser porque a bunda gorda do Tawny estava escondida aqui na garagem. Se isso não fosse o motivo, então ele estava recebendo meu punho em seu rosto. Minha mãe não precisava desta besteira. "Eu pensei que ela disse que estava bem. Ela era boa com o divórcio ", ouvi minha mãe dizer. Eu parei de andar. "Eu ouvi a porta. Espere, "meu pai perguntou, antes de aparecer no corredor. Nossos olhares se encontraram. "Eu preciso de uma explicação. Agora, "Eu ordenei. Meu pai soltou um suspiro e passou a mão pelo cabelo curto. "Eu deveria saber que você estaria vindo para cá." "Isso não é uma resposta, pai", eu respondi. Minha mãe saiu para o corredor, me viu, e suspirou. "Olá, querido. Venha e sente-se, vocês dois. Poderia muito bem dizer-lhe tudo, Jeff ", disse ela, como se tudo isso fosse normal. Nada sobre meus pais falando calmamente na mesma casa era normal. Ele tinha rasgado a vida da minha mãe e da Amanda em uma depressão quando ele tinha conseguido Tawny grávida e fugido com ela. Agora, quatro anos depois, ele está pendurado para fora da casa que eu cresci como se isso fosse normal. Ele não estava bem.

184


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Tudo bem", respondeu ele, e virou-se para seguir a minha mãe de volta para a sala de estar. Eu vi como meu pai fez exatamente o que disse minha mãe. Além de confuso, eu fui para a sala de estar. "Sente-se, Marcus," minha mãe disse, apontando para o sofá em frente a mim. "Não, mãe, eu acho que vou ficar", eu respondi, enfiando as mãos nos bolsos e olhando para os meus pais como se fossem estrangeiros. E foi assim que eles estavam agindo atualmente. "Jeff, você começa:" Mãe disse, e se inclinou para trás, cruzando as pernas. Ela foi totalmente composta. "Tawny e eu estavamos se divorciando. Ela tinha. . . "Ele parou e olhou para minha mãe, que acenou com a cabeça para ele continuar. Em seguida, ele voltou sua atenção para mim. "Ela descobriu que eu estava vindo para cá as noites quando eu cheguei em casa tarde. Eu disse a ela que ela foi um erro que eu tinha feito durante um momento difícil no meu casamento. Eu não estava apaixonado por ela. Larissa foi a única razão por estarmos juntos. "Papai levantou as mãos e deu de ombros como estivesse estava bem. "Ela levou-o bem. Ela disse que odiava ser casada e tentar viver de acordo com as expectativas criadas por sua mãe. Não que ela tivesse chegado perto. Queria sair também. Ela concordou em guarda conjunta de Larissa. Ela ficou emocionada, embora tentasse escondê-lo. Eu tinha a papelada elaborado e tudo estava indo bem. Até que descobri ontem que o acordo pré-nupcial que tinha assinado, disse que, se a guarda conjunta da Larissa, ela não terá apoio à criança. Eu vou cuidar de todas as necessidades de Larissa, mas eu não vou dar a Tawny dinheiro. Ele também afirma que ela não recebe nada- nenhum dinheiro em tudo de mim. Eu disse a ela que eu iria deixá-la na casa em Mobile, porque eu queria que Larissa tivesse uma casa segura quando estava com sua mãe. Tawny gritou que ela precisava de mais do que isso e não queria ser presa naquela casa em Mobile. "Quando ele parou, minha mãe se aproximou e envolveu uma de suas mãos bem cuidadas em torno dele. Como se isso fosse um sonho louco, meu 185


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines pai abriu a palma da mão e enfiou os dedos por minha mãe. Que porra é essa? Eu apontei para ele, depois para minha mãe. "Você está dizendo. . . que você esteve aqui, como está aqui? ", perguntei, minha voz levantada. Minha mãe parecia quase culpada, e meu pai apertou a mão dela. "Sim, Marcus. Isso é o que eu quero dizer. Eu estive no amor com sua mãe para a maior parte da minha vida. Quando o estresse no trabalho me teve e eu estava trabalhando mais do que eu estava em casa, eu cometi um erro que teria destruído a maioria das famílias. Mas sua mãe estava lá para vocês, crianças. Ela manteve o grupo de três pessoas e ajudou a se curar. "Eu olhei para minha mãe. "E você é só. . . vai deixá-lo voltar? ", perguntei, lembrando-me dos dias que eu tinha detidos enquanto ela chorava e eu jurei que iria odiar meu pai para o resto da minha vida. "Eu não quis deixá-lo facilmente, se é isso que você está pensando. Ele trabalhou por um tempo. Mas eu amo o seu pai. Uma pequena parte do que aconteceu foi culpa minha também. Eu tinha negligenciado suas necessidades e colocado minhas organizações acima dele. Eu não estou lhe dando uma desculpa, porque o que ele fez não era desculpável, e eu jurei que nunca iria perdoá-lo. Mas eu descobri que quando você ama alguém, você pode perdoar qualquer coisa. Eventualmente. "Desta vez eu me sentei. Eu precisava de um minuto. "Isto não é como eu queria que você ou Amanda descobrissem. Nós estávamos indo a frente com o divórcio e, lentamente, facilitar com jantares em família. Pretendíamos ter cuidado com as emoções e deixar tudo se resolver. No entanto, Tawny decidiu fugir, então tudo mudou. " " Então você ainda está casado com ela? ", Perguntei, olhando para as mãos dos meus pais ainda unidas. "Não. Ela deixou os papéis do divórcio assinados na mesa da cozinha com uma nota que ela não poderia tomar Larissa. E foi isso. Nada mais. "Merda. Como a 186


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines mulher que eu adorava mais que a vida estava relacionada com esta cadela sem coração? Era uma pergunta que eu tinha me feito mais de uma vez ao longo dos anos. "Larissa vai vir ficar aqui. Com a gente ", disse minha mãe, me tirando dos meus pensamentos. "O quê?", Perguntei, novamente em choque. Minha mãe inclinou a cabeça e apontou os olhos para mim. "Você sabe que eu amo essa criança. Depois que eu comecei a deixar Amanda trazer Larissa aqui. Eu cresci em anexo. Ela precisa de uma mãe agora, e tenho a intenção de dar a ela o amor que ela precisa. Se Amanda está tudo bem com isso, eu vou transformar sua sala na de Larissa. Minha esperança é que Tawny vai crescer e voltar a ser uma parte da vida de sua filha. Mas até esse dia chegar, eu vou ser a mãe desta menina. Ela ri como o meu bebé fez uma vez, e quando ela sorri, ela exala tanto amor. Ela ainda tem maneirismos de Willow. E então eu vejo o seu pai nela também. Nada sobre essa menina não é amável. "Larissa era encantadora. Mas a minha mãe estava disposta a adota-la? E amá-la? Puta merda, a mulher realmente era uma santa. Eu sempre ia colocar minha mãe em um pedestal, mas agora eu vi que ela merecia. Balançando a cabeça, eu me levantei. Eu precisava ir para casa e falar com Low. Ela iria me ajudar a lidar com tudo isso. "Eu não posso. . . Eu só. . . Eu preciso ir, "eu disse, em seguida, corri para fora da porta. "Me desculpe, se eu te machuquei. Eu sinto muito que eu me perdi e que eu coloquei muito em você enquanto você estava crescendo. Eu errei, Marcus. Sinto muito, filho. Mas eu amo você, e eu estou muito orgulho do homem que você se tornou. Você tem uma mãe maravilhosa. "Parei e me virei para olhar para ele. Eu precisava dizer isso, e eu precisava dizer isso agora antes que eu explodisse. "Estime-a, então. Para o resto da sua vida maldita é melhor você valorizar essa mulher. Se alguma vez você machucá-la novamente, você não terá uma terceira 187


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines oportunidade. Vou me certificar de que você não consiga muita coisa. Eu era um garoto quando você a deixou da última vez. Eu sou um homem crescido agora, e é melhor você não foder isso. "Eu não esperei que ele falasse. Saí de casa.

188


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Willow Larissa estava escondida na cama de baixo do beliche de Eli. Ela estava dormindo nos últimos dez minutos. Eli, por outro lado, desistiu apenas agora e fechou os olhos. Eu sabia que ele estava à espera de Marcus, e eu tentei tudo o que podia fazer para ele dormir. Mas ele estava determinado a beijar seu pai antes de dormir. A porta da frente se abriu e fechou, e os pequenos olhos de Eli abriram. Ele olhou para mim com um sorriso sonolento. "Papai está em casa?" Eu assenti. "Sim, baby, ele está", eu sussurrei. Marcus encheu a porta, em seguida, entrou na sala escura. Ele me puxou para ele e beijou minha cabeça. Alguma coisa estava errada. Eu podia sentir isso no jeito que ele estava me segurando. Como se eu fosse sua tábua de salvação. "Papai," Eli sussurrou, e a cabeça de Marcus virou. Ele me soltou e foi colocar-se no beliche superior quando Eli esfregou os olhos e sentou-se. "Você ainda está acordado, companheiro?", Perguntou. "Esperando você", disse Eli, como se isso fizesse sentido completo e Marcus devia saber isso. "Sinto muito, cara. Eu tive que ir ver vovó e ajudá-la com alguma coisa. Amanhã à noite é de cinema. Eu e você ", disse-lhe, bagunçando seu cabelo, em seguida, beijando-o na testa. "Pode mamãe e Larissa ver com a gente?", Perguntou. Marcus fez uma pausa de um minuto. Gostaria de saber se Tawny tinha retornado. "Larissa está indo para ir visitar a vovó amanhã e ficar lá um pouco. Mas mamãe pode vê-lo com a gente. Aposto que ela vai nos fazer pipoca ", Marcus disse a ele. Por que diabos, Larissa estava indo para a mãe de Marcus? Para nadar

189


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines com Amanda? Pareceu-me estranho. Quer dizer, ela tinha estado lá antes, mas ainda assim, por que agora? "Será que você vai fazer, mamãe?", Perguntou Eli. Eu sorri de forma rápida e acenei com a cabeça. "Sim, senhor. Eu poderia até fazer brownies, também. "Eli fez um pequeno grito e deu ao seu pai uma batida de punho. "Shh, vocês dois. Larissa está dormindo ", eu lembrei a eles. Marcus se inclinou e beijou a bochecha de Eli. Eli deitou enquanto Marcus o cobria. "Durma bem, amigo", disse ele. "Eu te amo". "Eu também te amo, papai", Eli respondeu. Marcus se abaixou e tirou os cachos de Larissa fora de seu rosto, em seguida, beijou-lhe a testa. "Minha princesa tem alguns dias difíceis pela frente. Mas eu acho que as coisas vão ficar bem ", ele disse calmamente enquanto ele estava de volta. Sua mão escorregou para a minha e ele me levou para fora da sala. Ele continuou até que chegamos ao nosso quarto. Fechando a porta, ele trancou-a, o que era um hábito na maioria das noites. Eli já havia nos vistos fazendo coisas que foram difíceis de explicar. Eramos mais cuidado agora. "Meus pais estão juntos. Tawny e papai estavam se divorciando por causa disso. Dividiu Tawny quando ela descobriu que, com a guarda conjunta de Larissa, ela não conseguia apoio à criança. Meu pai se ofereceu para dar-lhe a casa em Mobile, mas ela disse que não queria isso. Ela também deixou uma nota, com os papéis do divórcio assinados, dizendo que ela não poderia tomar Larissa. "Eu me afundei na borda da cama, deixando suas palavras afundar. Minha irmã havia deixado um bilhete. Ela realmente deixou Larissa. Oh Deus. E os pais de Marcus? Olhei para cima, para o meu marido enquanto ele andava para trás e para a frente, passando a mão pelo cabelo. "Ele estava na casa da minha mãe. Meu pai estava lá como se ele pertencesse ali. Como se ele não tivesse quebrado seu coração. Como se ele não tivesse a jogado para o lado como se ela não significava nada para ele. 190


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Mas ela estava segurando sua mão, Low. Segurando sua mão porra. "Wow. Só. . . uau. Ele parou de andar e olhou para mim. "Ele está se movendo para dentro. Mamãe está indo levar Larissa e dar-lhe a afeição maternal que ela precisa até Tawny decidir que ela pode ser uma mãe. Eu juro, Low, minha mãe é uma santa. A Igreja Católica precisa tomar nota desta porra louca. "Meu homem era um redemoinho de emoções, e eu estava apenas sentada aqui, deixando-o se perder. Levantando-me, eu passei meus braços em volta de sua cintura e me agarrei a ele. "Respire fundo", eu disse a ele. "Sua mãe sempre foi uma santa. Nós já sabíamos disso. Isso não deve surpreendê-lo tanto. Ela aceitou Larissa e nada mais doce para ela. Você já viu isso. Eu já vi isso. Ela é uma boa mulher. A melhor. Ela levantou você, não foi? "Marcus suspirou e deu um beijo em meu ouvido. "Minha mãe é uma mulher maravilhosa, mas ela não é a melhor ", disse ele, antes de beijar minha bochecha. "Tenho a melhor aqui em meus braços." Sorrindo, eu escorreguei meus braços até seu peito e a coloquei atrás do seu pescoço. "Eles são adultos, Marcus. Se eles estão prontos para consertar o que foi quebrado, é sua decisão. Sua mãe é uma mulher inteligente. Ela não iria concordar com qualquer coisa de ânimo leve. Eu não tenho nenhuma dúvida em minha mente que o homem teve de pedir e provar a si mesmo. Como para Larissa, que é realmente um bom lugar para crescer. Se a estúpida, da minha irmã egoísta não voltar, Larissa terá uma vida que ela merece. Ela vai começar a ver o que princesas reais tem na vida. Uma mãe como a sua e um pai que quer ficar em casa com sua família. Não escondendo da fúria, mulher louca com que ele foi casado. "Corri minhas mãos pelo cabelo na base do seu pescoço e sorri para o homem que possuía a minha alma. "As coisas vão ficar bem. Acreditar nisso. "Marcus abaixou a cabeça e beijou meus lábios suavemente. Eu abri para ele imediatamente, e sua língua escorregou dentro da minha boca, me degustação como se eu fosse sua última refeição na terra. Eu gostava de ter a minha boca violada por meu marido. Quando ele se afastou, ele me deu aquele olhar intenso que eu amava. Ele me animava. 191


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Você é o meu centro. Você é a minha salvação. Você me acalma. Você me ajuda a ver as coisas de uma forma melhor. O que eu sinto por você é muito mais do que amor, Willow Hardy, que eu não tenho um nome para ele. "Eu adorava quando ele dizia coisas como esta. Eu tinha um homem muito romântico. "Então me mostra", eu sussurrei, dando um passo para trás e deslizando minha camisa para fora. "Você ganha um bônus hoje à noite. Eu cheiro a cookies, "Eu brinquei com ele. Um brilho predatório iluminou seus olhos quando ele afrouxou a gravata e a tirou, em seguida, começou a desabotoar sua camisa, enquanto eu tirava meus shorts e minha camisa sob seu olhar atento. "Você pode cheirar a cookies, mas o cheiro da sua doce buceta é ainda melhor. Eu estive pensando sobre isso durante todo o dia, maldição. Especialmente com o pequeno texto provocante e impertinente que você me enviou no almoço. "Rindo, eu fui para o centro da cama. Sentei-me na minha bunda, então deixe cair as minhas pernas abertas. Os olhos de Marcus se transformaram, ardendo em chamas quando ele amaldiçoou, em seguida, puxou as calças fora junto com seus boxers e veio para mim. Sua cabeça foi diretamente entre as minhas pernas, e eu caí para trás, com a falta de ar. Ele não perdeu tempo me provocando esta noite. Sua língua correu diretamente sobre o meu clitóris antes que ele me fodesse com a boca.

192


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Marcus Low sempre tinha um gosto incrível. Quanto mais excitava ela estava, mais doce ela era. Eu mantive suas pernas abertas, com as duas mãos até que ela estava gritando e tentando recuperar o fôlego depois de descer do seu primeiro orgasmo. Ela tentou me empurrar para longe e eu não queria deixá-la. Eu adorava lamber ela enquanto ela enlouqueceu de quão sensível o orgasmo havia deixado seu clitóris. Quando ela começou a ofegar e me implorar, eu sorri, em seguida, deixá-la ter um momento. Ela me deu um sorriso sonolento que disse que ela adorava quando eu era mau. Enquanto ela tomava fôlego, eu deslizei minhas mãos sobre a barriga inchada. Minha filha estava em segurança lá dentro. Tivemos mais um par de meses antes de Crimson Joy Hardy entrar em nossas vidas. O terceiro quarto já tinha sido pintado com um céu azul com bolinhas roxas. Todo fim de semana Willow tinha outra coisa para nós trabalharmos no quarto de Crimson. Eu sabia que a rapidez com que tudo aconteceu. Parecia que foi apenas ontem o meu menino nasceu. Eu queria aproveitar cada minuto dela. Não perdi um momento. Willow estava mordendo o lábio inferior e me observando de perto quando eu olhei para trás para ela. "É grande," disse ela. Eu balancei a cabeça. Seu estômago foi ficando cada vez maior. Mas ela sabia que eu adorava que ela estivesse carregando o meu bebê lá dentro. Eu mudei minhas mãos até seus seios. "E estes são maiores." Willow começou a rir, mas tornou-se um gemido quando eu puxei um de seus mamilos cor de rosa perfeito para a minha boca. Após esbanjando ambos os seios com atenção, eu me mudei para beijar o local em seu pescoço que a fez se contorcer. Então eu peguei a cintura de Willow rolando-a para cima de mim. "Leve-o, bebê," eu disse a ela, movendo os quadris para trás até que

193


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines a ponta da minha ereção pressionou dentro dela. "Okay", ela suspirou, em seguida, levantou os quadris e afundou-se em cima de mim. "AAAAAH!", Ela gritou. Outra coisa bonita sobre a gravidez era de que ela sempre estava excitada. Foi incrível. "É tão bom", eu disse a ela, agarrando seus seios em minhas mãos quando ela começou a me cavalgar. Seus pequenos gemidos e gritos tornaram difícil para mim deixá-la controlar isso. Eu não lhe dava esse controle, muitas vezes, mas às vezes eu precisava dela para tomar as rédeas. Deixando de lado os seios, eu escorreguei minhas mãos para pegar seu cabelo enquanto meus olhos ficaram colados à visão de seus seios saltando na minha cara. Fodidamente lindo. "Eu amo isso", eu disse, apertando-a. Ela caiu para a frente em ambas as mãos, e seus peitos estavam em meu rosto. Minha boca abocanhou um seio, enquanto Willow disse meu nome e me disse como se sentia bem. Quando ela sentou-se, as pontas estavam molhadas de meus beijos, e meu pênis pulsava com a visão. "Eu vou vir", disse ela, olhando para mim enquanto seus olhos começaram a rolar para trás em sua cabeça. "Eu estou. . . chegando ", ela lamentou, e as paredes de seda que apertam meu pau ficou mais apertada, me puxando para o orgasmo com ela. Eu empurrei meus quadris e derramei dentro dela. Marcando o que era meu.

194


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Willow Três dias depois que minha irmã tinha decidido fugir e deixar sua filha, Larissa mudou-se para o antigo quarto de Amanda Hardy. Com a ajuda de Amanda, Margaret, e eu, Larissa fez o quarto dela. Ela até parecia pegajosa com Margaret, como se ela soubesse que esta era a mulher que estava indo para cuidar dela. Quem ia amá-la. Ela confiava nela já. Minha irmã tinha negado tanto. Margaret Hardy iria corrigir isso, no entanto. Ela a adoraria com esse grande coração dela, e tudo ficaria bem. Marcus tinha se acalmado e aceitado que seus pais estavam juntos. Amanda tinha reagido de forma muito diferente de seu irmão. Ela gritou e pulou para cima e para baixo. Ela tinha ficado com raiva de Tawny por ter deixado Larissa como ela tinha feito, mas ela estava muito animada que seus pais estavam juntos. Marcus não entendia nada. Desde que eu realmente não tinha tido uma vida como a que Amanda tinha tido, eu não entendia completamente. Mas eu disse a Marcus meu palpite era que depois de crescer com dois pais que você ama, você não esquece. Ela era uma menina que tinha vivido um conto de fadas, e em seguida, ela foi empurrada para longe dele. Ela tinha acabado de ser entregue a vida de volta. Uma semana antes de seu casamento, também. Eu não poderia imaginar que havia uma noiva tão feliz como Amanda Hardy era agora. "Ainda difícil acreditar que eles estão de volta juntos", disse Marcus, andando atrás de mim e enfiando as mãos em meu estômago. "Mas eu vou admitir, no fundo, ele parece bem. Mesmo que isso me assusta porque eu não estou pronto para confiar em pai, vendo meus pais juntos faz as coisas parecem bem novamente. Eu só queria que Larissa tivesse isso. "Eu pensei sobre a minha irmã, que nunca tinha sido feliz com mãe. Mesmo quando Jefferson Hardy tinha decidido dar-lhe a vida em família, ela só tinha ficado feliz por um curto período de tempo. Ela não

195


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines gostava de brincar de casinha. E ela não gostava de ficar presa com um "homem velho." Eu sei porque ela me disse isso apenas algumas semanas atrás, quando fui visitar Larissa. Eu não tinha certeza do que poderia fazer Tawny feliz. E Larissa merecia uma vida com amor de seus pais. Tawny e eu não tínhamos chegado a esse tipo de vida em casa. Talvez fosse por isso que ela estava mal. Mas eu queria que Larissa tivesse uma chance. Eu não queria que ela acabasse como sua mãe. Eu queria que ela amasse a vida e não vivesse sempre em busca de algo. "Larissa realmente gosta de sua mãe. Ela é a sua pequena sombra. Eu acho que ela sabe que Tawny está desaparecida. Margaret disse que a última vez que ela perguntou sobre sua mãe foi a primeira noite que passou aqui. Quando Jefferson estava aqui para guardá-la, ela parecia contente. Ela não pediu novamente. "Marcus suspirou e descansou o queixo no topo da minha cabeça. "Mamãe a ama. Eu não a vi tão feliz desde que Amanda e eu estávamos morando em casa. Ela está assando biscoitos e fazendo bolos com Larissa, como ela costumava fazer com a gente. Eu acho que vai ser bom para os dois. Se Tawny voltar, em seguida, ela vai ter que lutar contra o pai para ter Larissa. Ele já disse que ele não está concordando com a guarda conjunta. Ele entrou com acusações de abandono contra Tawny e obteve a custódia total de Larissa. Ele disse que vai permitir que Tawny a veja todo fim de semana, mas é isso. Ele não confia nela para voltar para a vida de Larissa e transformá-la de cabeça para baixo e a deixar de novo. " " Bom. Porque isso é o que ela vai fazer. Eu acho que no fundo, em sua própria maneira estranha, ela ama Larissa. Mas ter um filho não é algo que Tawny sempre quis. "Virei-me em seus braços e beijei o homem que me deu o meu conto de fadas. Eu nunca esperava um Marcus Hardy na minha vida. Eu tinha um amigo, Cage York e eu pensava que era tudo o que eu precisava. Cage tinha sido o meu protetor. Mas eu havia descoberto que eu precisava de todo o amor selvagem e magico. E é isso que eu tenho com Marcus. Meu conto de fadas não tinha acabado. Ele estava 196


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines apenas começando.

197


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Amanda Quando eu tinha 16 anos de idade, eu tinha certeza de que eu nunca iria amar alguém tanto quanto eu amava Preston Drake. Claro, ele era o melhor amigo do meu irmão e só me via como uma criança, mas eu o amava. Cada sonho que eu tinha era com Preston. Mesmo que ele fosse um grande jogador e flertasse com todas as fêmeas, eu o amava. Nem uma vez eu achei que eu poderia amar um homem, tanto quanto eu amava Preston Drake. E eu estava certa. Mesmo aos dezesseis anos. Eu estava muito certa. Em três dias eu deveria me casar com o homem que eu amava, nos últimos sete anos. Lágrimas queimaram meus olhos enquanto eu corria meus dedos sobre o cetim branco do vestido que eu tinha feito especialmente para mim. Para o nosso dia especial. O dia que eu tinha sonhado muito antes de Preston Drake me amar. "Amanda?" Willow perguntou quando a porta do meu quarto se abriu. "Você está bem?" Eu comecei a acenar com a cabeça, em seguida, disse: "Não." Sua mão repousava em meu ombro. "O que você viu. . . Eu acho que essa mensagem de texto era algo que ele precisa ter uma chance de explicar. Uma vez que Marcus encontra-lo, se ele viver depois disso, então você deve falar com ele, querida. Não destrua tudo isso ainda. Dê uma chance a ele, se ele não está no hospital, para se explicar." Eu não queria que Marcus o machucasse. Mesmo depois de ver que o texto no telefone de Preston. Ele deixou seu celular no carro quando eu tinha pego esta tarde depois que tivemos a prova final para seu smoking. “Greg: mesmo lugar. Pronto para ser fodido tão difícil como você fez da última vez. Minha buceta está toda molhada.” Eu tinha sentado no meu carro, olhando para a mensagem de texto de Greg,

198


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines que eu sabia que era seu chefe. E foi, a última vez que verifiquei, um cara. Duas vezes eu tinha quase discado o número, mas eu não tinha sido capaz de fazer. Verificando seus outros contatos, eu encontrei um outro Greg mas era um número diferente. A única explicação era que ele estava usando o nome de Greg para salvar alguns. . . alguns. . . número de telefone de vagabundas. Eu me sentia mal novamente. "Eu simplesmente não posso acreditar nisso. Eu pensava. . . Quero dizer, ele age como se me amasse. Ele está sempre comigo. Ele nunca me deu qualquer dica... "Eu parei, olhando para o meu vestido de noiva. "Ele adora você. É por isso que este texto não faz sentido. Então, basta tomar uma respiração profunda. Vamos tomar um copo de vinho. Você pode voltar para o meu lugar, se você não quer ficar aqui. "Eu tinha ficado no apartamento onde eu morava com Preston, à espera dele voltar para casa. Ele teve que trabalhar esta noite. Marcus tinha ido atrás dele imediatamente. Willow tinha chamado Dewayne e Rock e os mandou ir atrás de Marcus. Ela estava com medo que ele mataria Preston. "Eu só não vejo como pode haver uma explicação para isso", eu disse, sentando-me. "Se você ligasse para o número, talvez isso iria responder a sua pergunta. Talvez Greg era. . . uma brincadeira. . . "Ela parou. Isso não era muito criativo. Mas nem foi o fato de que Preston estava me traindo. Ele me amou. "Estou ligando para o número. Tem que haver uma explicação. Nós precisamos descobrir isso antes de seu irmão matar o seu noivo, "Willow disse, pegando o telefone para fora da cama, onde eu tinha caído. Ela apertou o número e segurou-o ao ouvido. Vi-a, prendendo a respiração. Quando seus olhos se arregalaram, meu estômago caiu e meu peito parecia que tinha explodido. "Quem é você?", Ela perguntou, passando de surpresa para bravo. "Jill quem? . . . Willow Hardy. Agora, responda a minha pergunta. "Willow estava carrancuda. 199


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Como você conhece Preston Drake?" Willow fechou os olhos e soltou um palavrão. "Ela desligou o telefone." Eu não podia falar. Ou respirar. Ou falar. Inclinei-me e agarrei meus joelhos, querendo acordar deste pesadelo. Isso tinha que ser um pesadelo. Um horrível. "O nome dela é Jill Vick. Ela estava no clube. Ouvi Jackdown tocando ao fundo. "Jill Vick. Não era Greg. Era Jill Vick. Eu não conhecia Jill Vick. Eu não conhecia ninguém com o apelido de Vick. Oh Deus, eu queria gritar, mas eu não conseguia respirar o suficiente para gritar. "Eu estava tentando ficar positivo sobre isso, mas agora espero que Marcus bata em sua bunda", disse Willow, jogando o telefone de volta na cama. "Vamos nos casar", eu disse, olhando para Willow. "Sábado. Nós estávamos indo prometer para sempre um ao outro. Eu não entendo. "Um soluço explodiu de mim, e eu me enrolei na espreguiçadeira e deixei a dor no meu peito livre. Eu tinha que fazer algo antes que que quebrasse. "Sinto muito, querida. Eu sinto muito. "Willow sentou ao meu lado, tentando me acalmar, mas não ajudou. Nada jamais ajudaria. Eu não podia passar por isso. Gostaria de não ter essa vida.

200


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Preston Depois que a tripulação Dewayne tinha trabalhando no condomínio para cima do lado esquerdo da praia do leste, eu passei e fiz com que as coisas resolvidas. Era a noite de Dewayne fazer isso. Quando ele me trouxe em um par de meses atrás, eu tinha concordado em assumir algumas das suas responsabilidades para que ele pudesse chegar em casa para sua família. Logo eu estaria fora por uma semana para a minha lua de mel, por isso eu lhe devia tempo extra nesta semana. Ele não pediu, mas eu senti que era a coisa certa a fazer. Ele tinha me contratado assim que ele poderia me dar um emprego que pagasse o que o meu trabalho de prostituição tinha pago. Eu odiava noites de trabalho, e ele sabia disso. Este tinha fixado o meu problema. Eu tinha uma noiva em casa, com a qual eu queria me aconchegar na cama, nu. E porra. Montes e montes de merda. Sorrindo, eu peguei o lixo que tinha sido deixado para trás, em seguida, fomos para a lixeira. Esses caras eram porcos. Eles deixaram garrafas de Coca-Cola e sacos de chips em todo o lugar. Qual era o grande negócio com a limpeza dessa merda? Faróis iluminaram o estacionamento vazio, seguido por um segundo conjunto de faróis e depois uma terceira. Que diabos? Uma festa de estacionamento estava prestes a ir para baixo, eu tinha que colocar um fim? Eu só queria chegar em casa para Manda. Adolescentes estúpidos. Fechando a tampa da caçamba, eu me virei e comecei a andar em direção aos faróis quando uma porta de carro bateu e eu ouvi Marcus gritar meu nome. Confuso, eu parei no meu caminho. "Filho da puta, eu vou te matar", Marcus rugiu, e eu percebi que algo estava seriamente errado. Marcus era meu melhor amigo e seria meu irmão-de-lei em um par de dias. Era uma piada? "Preston, inferno! Marcus, pare e pergunte a ele primeiro antes de cometer

201


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines um assassinato. "A voz de Rock saiu da escuridão. "Ele está certo, Marcus. Deixe-o falar primeiro. Se ele está transando por aí, todos nós vamos manda-lo para o inferno ", Dewayne chamou. Eu ouvi uma briga e Marcus gritando como Rock, que exigia que ele se acalmasse. Saindo dos faróis que foram me cegando, eu andei em direção a eles. Uma vez eu tive as luzes dos meus olhos, eu podia ver os meus três melhores amigos no que parecia ser um argumento. Marcus estava balançando os braços e gritando sobre me matar, e Rock e Dewayne estavam segurando-o de volta. "Posso perguntar por que diabos você quer me matar?", Eu perguntei, tentando descobrir o que tinha trazido este nível de raiva normalmente oculta em Marcus. "Você está de brincadeira sobre Amanda?" Dewayne perguntou com um rosnado. Que porra é essa? "Não! Foda-se, não! Por que você ainda acha isso? É por isso que ele perdeu o juízo? Ele acha que eu dei uma volta na Manda? Minha Manda, que eu adoro mais do que minha própria vida? Você está me cagando? " " Eu disse que ele não fez isso. Há uma explicação, Marcus. Acalme-se, caramba, e o deixei falar", disse Rock, sacudindo os braços de Marcus de volta quando Marcus olhou para mim. Sua raiva parecia estar sumindo enquanto ele me estudava. "Deixe-me ir. Vou deixá-lo falar em primeiro lugar. Mas é melhor ele ter porra de provas! Você me entende? CARALHO prova! "Dewayne aliviou em cima dele. Mas rock não o soltou. "Prometa que você vai deixá-lo falar. Amanda vai quere-lo vivo, se ele não fez nada de errado ", disse Rock. "Eu juro. Vamos lá, "Marcus estalou, sacudindo livre de Rock. Então ele começou a vir para mim, e deu as costas para Rock. "Eu só quero perguntar a ele!" Marcus rugiu. 202


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Em seguida, fazê-lo em picadinho," Rock respondeu calmamente. "Tudo bem", ele gritou, empurrando-o livre de novo, com os olhos tão cheios de dor e fúria que não era o mesmo Marcus. Eu nunca tinha visto ele assim. Nem mesmo o tempo ele descobriu que eu estava vendo Amanda. "Você deixou o telefone no carro hoje de Amanda. Você tem um texto de Greg, "Marcus disse em desgosto. "Mas Greg não tem uma buceta que você pode se molhar. Então, Amanda estava confusa sobre isso e descobriu que o Greg que você usou para o trabalho é uma garota. " " Espere. . . o quê? "Ele estava falando sobre a buceta molhada e Greg e trabalho. Nada disso fazia sentido. "Você tem o número de uma mulher que você está disfarçando como Greg em seu telefone, porque você está transando com ela pelas costas de Amanda?", Perguntou Dewayne. "NÃO!", Eu gritei, furioso que eles sequer pensassem isso. "Eu sabia que ele não estava traindo ela", disse Dewayne, levantando as mãos como se estivesse sempre certo. Desta vez, ele estava. Muito porra certo. "Você tem algumas explicações a dar, então, porque eu só tenho um texto de Willow. Ela ligou para o número do seu telefone, e uma garota chamada Jill Vick respondeu. Ela estava no Live Bay. Willow podia ouvir Jackdown tocando ao fundo. Quando ela perguntou como ela conhecia Preston Drake, a menina desligou ", disse Marcus, não soando como raiva, mas mais como se ele precisasse de provas. "Será que Manda acha que eu a trai?", Perguntei, olhando para os três. "É claro que ela acha! Ela é uma bagunça do caralho! "Marcus respondeu, erguendo a voz de novo como ele estava prestes a ir para fora. Isso tudo fazia sentido agora. Amanda. . . Eu tinha que chegar até ela. Puta merda. Ela estaria esmagada. "Eu tenho que ir falar com Manda. Agora, "eu disse, espreitando por eles. "NÃO! Você vai ao Live Bay com a gente em primeiro lugar. Estamos descobrindo 203


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines está Jill Vick e descobrir por que diabos o nome dela está em seu telefone como 'Greg' ", disse Marcus, estendendo a mão e agarrando o meu braço. Eu amava o cara, mas ele não ia me fazer deixar Amanda pensar por mais um maldito minuto que eu a tinha traído. Foda-se! "EU. AMO. A. MANDA. " " Ok, olha. Eu vou para o Live Bay com você ", disse Dewayne a Marcus. "Eu sei que você está com raiva porque Amanda está sofrendo, mas ele precisa corrigir isso. Ela precisa dele para corrigir isso. Nós vamos descobrir quem diabos é Jill Vick é. "Eu puxei livre de Marcus e corri para o meu jipe. Quando eu empurrei abrir a minha porta, eu me lembrei que eu tinha ouvido esse nome antes. "Jill Vick é a morena no Live Bay com os grandes peitos falsos e as pontas rosa em seu cabelo. Ela está dando em cima de mim por meses. Eu simplesmente a ignoro e ela vai embora. " " Eu sei quem é ela! Você pediu para outro servidor na semana passada por causa dela ", disse Dewayne, estalando os dedos. Eu balancei a cabeça. "Sim. É assim que eu sei o nome dela. Rick disse isso para mim quando eu fui e pedi-lhe para mantê-la longe da minha mesa para o resto da minha vida.

204


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Amanda "Oi," Willow disse, levantando-se quando seu telefone tocou e ela o colocou em seu ouvido. "Ele não fez. Eu sabia que ele não o fez. . . Pare com isso, Marcus . . . Você é muito emocional sobre isso. Acalme-se. Dewayne e Rock acreditam nele? "Ela estava andando para lá e para cá, e eu estava pendurada em cada palavra sua. "Veja! Eles acreditam nele... Eu só vou ficar até que ela me diga para ir embora. Eu não vou ficar aqui até que eu ouvir você, se ela quer que eu vá. "Willow olhou para mim e revirou os olhos. "Vão descobrir isso e nos deixem em paz. Ela vai ficar bem. Ele está dizendo a verdade. Você sabe em seu intestino que ele está. . . Eu também te amo ", disse ela, depois desligou. "Preston está a caminho. Marcus disse que ele está desesperado para chegar até você. Ele jura que nunca tocou em ninguém. E Jill Vick é a garçonete no Live Bay com as pontas rosa em seu cabelo, que Preston perguntou a Rick para tira-la de sua mesa na semana passada. Aparentemente, ela estava flertando com ele. "Lembrei-me dela. Ela realmente tinha peitos grandes. Eu estava com ciúmes, e Preston ficou chateado quando ela não tomou uma dica. Eu não sabia que ele tinha pedido a Rick para movê-la, no entanto. "Ela continuou mostrando a Preston seu decote, ou tentando. Ele não olhava para ela, e ele continuou me puxando para perto dele até que ele estava atrás de mim, envolvendo os braços em volta de mim. Mas eu fiquei com inveja. "Willow se sentou ao meu lado e deu um tapa no meu joelho. "Eu acho que nós temos um caso de alguém que está tentando prejudicar Preston. Ele está a caminho agora. Quando ele chegar aqui, você quer que eu fique ou vá? "Eu não queria falar sobre tudo isso na frente da minha irmã-de-lei. "Você pode ir," eu disse a ela. "Obrigado por ter vindo, apesar de tudo." Ela

205


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines assentiu com a cabeça. "Ele ainda não acabou. Se Marcus não conseguir alguma prova, ele vai para a garganta de Preston. Dewayne e Rock ainda estão com Marcus, embora, por isso eles devem manter a sua noiva viva e seu irmão fora da prisão. "Se ela não estava falando sério, eu teria rido. A porta do nosso apartamento se abriu. "Manda!" Preston gritou. "Ele está aqui", Willow disse, então se levantou. "Eu vou deixar vocês falam." Willow estava caminhando para a porta do quarto quando Preston chamou meu nome novamente, soando em pânico. "Ela está aqui", Willow respondeu, e assim como ela saiu, Preston, parecendo um homem em uma missão. "Juro por Deus que eu não tenho nenhuma ideia de como esse número está no meu telefone, e eu nunca, nunca porra nunca tocaria em ninguém além de você," Preston jurou, envolvendo os braços em volta de mim e me puxando para cima. "Eu não sei quem porra é essa puta. Eu só sei que Rick a chamou quando eu perguntei-lhe para mantê-la bem longe de mim. Ela chegou até meu telefone de alguma forma. Vou descobrir isso, mas eu preciso que você acredite. Nunca, baby. Deus, eu nunca faria isso com você. "O desespero em sua voz quando ele me segurou com tanta força que era difícil de respirar era tudo que eu precisava. Ele estava me dizendo a verdade. Este era o homem que eu conhecia. A pessoa que me amava. O que eu confiava na minha vida. Minha felicidade. Ele era meu. "Eu acredito em você", eu disse, chegando a tocar seus longos cachos loiros. "Mas eu não posso respirar." Seus braços afrouxou um pouco, e ele continuou a ficar ali respirando com dificuldade. "Juro por Deus", disse ele novamente. "Eu sei," eu assegurei a ele. Ele estava me balançando agora enquanto estávamos lá. Eu podia sentir seu coração batendo contra seu peito. Isso o assustou. Toda a minha dor foi substituída com simpatia por ele. "Será que Marcus 206


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines tocou em você?", Perguntei, tentando puxar para trás para olhar mais de perto do seu rosto. Ele enterrou seu rosto no meu pescoço. "Não. Mas só porque Dewayne e Rock o seguraram, enquanto ele gritava. " " Eu sinto muito ", eu disse enquanto eu tentava acalmá-lo. "Não se desculpe por isso, Manda. Esta merda foi por causa de mim. Não você. "Ele finalmente recuou o suficiente para me beijar suavemente. "Só você, menina bonita", disse ele contra a minha boca. "Eu sei," eu assegurei a ele. "Vou me casar com você, menina bonita." Eu sorri para aquela lembrança. "Sim." "Eu preciso de você agora, garota bonita", disse ele enquanto beijava meu pescoço e começou a fazer o trabalho rápido de minhas roupas. "Eu odeio que você tenha chorado. Eu não quero que você chore. Eu odeio isso. Eu quero que você sorria ", disse ele contra minha clavícula. "Você só está autorizada a chorar quando eu te fizer gozar." "Mmmmm", eu concordei que a sua atenção se mudou para os meus seios, que ele estava muito feliz com ele. Ele não parecia se importar com seu pequeno tamanho. Ele me fez sentir perfeita e bela. Ele era meu único.

207


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Preston Meu telefone tinha sido roubado da mesa na semana passada, quando eu estava dançando com Amanda enquanto Rock foi buscar uma cerveja. A garçonete que Rick me enviou era amigo de Jill, então ela fez o trabalho sujo. O plano de Jill era enviar textos impertinentes até que Amanda visse isso ou ligasse para o número, e se eu ligasse, ela ia tentar me convencer a encontrá-la. A outra garçonete tinha cantado como um pássaro quando Rick chamou todas as garçonetes para o escritório e perguntou sobre isso. Jill e a garçonete que a ajudou foram demitidas. Marcus já não queria me matar, e nós agora voltamos a ser a grande família feliz que costumávamos a ser. Não que nós não éramos uma família antes. Dewayne, Rock, e Marcus tinham sido a minha família desde a segunda série. Eu não tinha sido autorizado a ver Manda o dia todo. Durante todo o maldito dia. Willow disse que era má sorte. Tentei dizer-lhe que nada sobre Manda me daria má sorte. Willow tinha rido de mim e voltado a guardar Manda. As fotos do casamento que poderiam ser tiradas sem que eu visse a minha noiva, foram tiradas, e tivemos uma hora antes do casamento começar. Eu queria ver a minha menina bonita. Eu não gostava de acordar para encontrar uma nota sobre o travesseiro explicando que Willow tinha chegado e a levado para longe, no meio da noite. Eu não estava gostando da minha futuro irmã-de-lei muito agora. "Onde você está indo?" Dewayne perguntou com um sorriso quando me virei para o corredor da capela em direção ao quarto nupcial. "Exatamente onde você acha que eu vou", eu disse a ele. "Só tenho uma hora. Não pode esperar até lá? ", Perguntou ele, divertido. "Você é o próximo. Quando você estiver querendo ver Sienna e eles não vão deixar você, você vai precisar de ajuda. Você cobra para mim e eu te pago de volta.

208


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Dewayne assentiu, então riu. "Sim, eu tenho isso. Vá ver a sua menina. "Isso foi uma venda fácil. Eu me escondi atrás da esquina, quando a porta do quarto de Manda abriu. Willow disse que precisava ir ver Eli e ela estaria de volta em breve para ajudá-la. Sorrindo, eu esperei até Willow estar fora de vista e eu fiz uma corrida para lá. A maçaneta girou e eu deslizei para dentro do quarto, fechando a porta e trancando-a atrás de mim. Amanda estava sentada de costas para mim, vestindo um sutiã de renda branca e calcinha combinando, e que Deus me ajude, tinha babados e uma liga na coxa. Jesus. . . Devo ter feito um som, porque Amanda virou. "Preston", disse ela em um sussurro surpreso. Então ela começou a rir. "Willow vai ficar furiosa." Eu poderia dar a bunda de um rato para o que Willow ia ficar. "Levante-se", eu disse quando dei três passos largos que me levaram a minha noiva. Ela levantou-se, e os saltos brancos brilhantes que eu tinha perdido com todas essas outras coisas, agora eu os vi. "Como diabos eu vou passar a cerimônia sabendo que você está vestindo isso?" Ela encolheu os ombros, brincando. "Talvez seja por isso que você não deveria me ver." Isso era besteira. Eu não gostava dessa regra. "Manda, você está vestindo uma tanga," eu disse olhando par a bunda dela. Ela assentiu com a cabeça. "Sente-se na mesa", eu disse, espreitando-a quando ela recuou e sentou-se na mesa atrás dela. "Agora, menina bonita, espalhe as pernas para mim", eu pedi, e ela fez exatamente o que eu disse a ela. "Coloque esses saltos em cima da mesa, mas mantenha as coxas bem abertas." Minha noiva fez exatamente como lhe foi dito. Sorrindo, eu fiquei de joelhos, olhando seu rosto, enquanto eu fiz isso. Ela sabia quando eu estava dizendo a ela o que fazer exatamente o que eu estava pensando em fazer com ela. Ela queria. Eu tinha uma noiva impertinente. "Quando minha linda menina andar pelo corredor em direção a mim, vestindo branco, suas coxas estarão molhadas da minha boca", eu disse, em 209


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines seguida, puxei o fio dental de lado e comecei a provar o doce mais doce do mundo. "Preston", ela gemeu, estendendo a mão para a minha cabeça. Suas mãos agarraram punhados de meu cabelo. Olhei para ela, as pernas abertas, os braços descendo até segurar minha cabeça entre as coxas e foi a coisa mais erótica porra que todo o noivo já tinha visto no dia de seu casamento. "Buceta doce", eu disse com um sorriso, e ela me olhou com a boca aberta. Aqueles lábios dela tinham sido perfeitamente pintados de rosa. Eu não ia estragar tudo até que eu começasse a beijá-la na frente de todos. Houve uma batida na porta, e seus olhos se arregalaram quando sua atenção deslocou-se de mim para a porta. "Está trancado", eu assegurei-lhe. "Mas..." Eu não lhe dei a chance de me parar. Eu joguei sujo e comecei a chupar seu clitóris como um pirulito. Seus olhos se viraram em sua cabeça, e ela manteve as mãos sobre minha cabeça para me manter lá. "Sim, sim, sim, não, apenas. . . chupe. . . isso ", ela ofegava, em seguida, gritou enquanto tentava manter-se. Eu a lambi até que ela riu e me empurrou para trás. Sorrindo para ela, eu limpei minha boca na minha manga e me levantei. "Não limpe isso. Eu quero dizer meus votos sabendo como você está molhada. Esse pequeno pedaço de calcinha que você usando encharcado. Eu gosto. "Amanda estava ofegante. "Ah, pelo amor de DEUS! Preston, você tem o resto de suas vidas para isso."Willow chamou da porta. Amanda começou a rir de novo. "Eu vou te provar a noite toda", eu disse, lambendo meus lábios. "Antes da recepção. Vou precisar foder a minha mulher." Ela franziu os lábios como se ela estivesse pensando, então suspirou. "Eu acho que eu posso controlar deixando meu marido sexy ter o seu caminho comigo antes de ir dançar e comemorar." "Isso é bom de ouvir", eu disse, em seguida, dei um beijo simples em seu nariz, de modo que não atrapalhasse a maquiagem. 210


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Eu vou deixar você se vestir. Vejo você em algum tempo. Eu vou ser o cara bonito no final do corredor. Vem ficar comigo. "

211


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Amanda Preston me mandou um beijo, em seguida, abriu a porta e saiu. "Eu não posso acreditar que você..." Willow disse-lhe quando ela passou por ele no quarto. Preston deu de ombros, e Willow começou a rir. Quando ela fechou-o para fora da sala, ela se virou para olhar para mim. "Eu acho que se a noiva vai ter sexo selvagem e quente com noivo de poucos minutos antes do casamento, seria a noiva de Preston Drake", disse ela, em seguida, balançou a cabeça e riu de novo. "Eu diria que eu sinto muito, eu o deixaria ficar, mas. . . Eu estaria mentindo. " " Eu sei que você faria.” Eu andei até no final desse e ouvi o suficiente para saber que eu não queria ficar muito perto da porta. Eu recuei e mantive todo mundo a distância. “Você pode me agradecer mais tarde por salvar sua mãe do horror de ouvir você gozar. "Meu rosto corou e Willow riu. "Menina, é tarde demais para corar agora." Ela virou-se e pegou o meu vestido, que eu tinha tirado depois das fotos para que eu pudesse usar o banheiro e retocar a minha maquiagem. "Tempo para obter este de volta em você. Está quase na hora para você se casar com o próprio playboy reformado de Sea Breeze. "Oh, ele ainda era um playboy. Ele era apenas a minha Playboy. Ergui os braços e deixei que Willow soltasse o vestido por cima do meu corpo. "Sadie, Eva, Trisha, e Jess estão todas prontas para entrar. Tenho a certeza, porque também fui verifica-las. "Obrigado." Eu não tinha certeza de como eu teria feito tudo isso sem Willow. A minha mãe tinha as mãos cheias com a minha irmã mais nova, Larissa. A ideia só me fez feliz. Willow tinha intensificado e foi a melhor dama de honra no planeta. Minha madrinha era Sadie, mas Willow tinha deixado Sadie para cuidar das damas

212


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines de honra, enquanto ela cuidava de mim. "De nada. Eu amei fazer parte disso ", disse ela, sorrindo para mim no espelho. "Vamos fazer isso." Larissa me conheceu em um vestido cheio de tule branco quando eu abri a porta. "Você parece uma princesa," eu disse a ela quando ela se virou para mim. "Daisy May tem um vestido igual ao meu. Assim como você disse. "Ela sorriu para mim. "Tenho certeza de que ambos serão as princesas mais bonitas que essas pessoas já viram." Larissa levantou a cesta. "Está vazia. Daisy May está com as minhas pétalas até o momento. Eu continuei derramando por acidente. Ela não queria que eu perdesse, então ela disse que as guardaria para mim. " " Venha comigo. Eu vou pegar você e Daisy May para caminhar até o altar, e você pode atirar essas pétalas o quanto você quiser, então. Basta esperar até que chegue a hora ", disse Willow, sorrindo para mim enquanto ela movia Larissa de volta à programação. As damas de honra já tinham começado a entrar. Sadie sorriu para mim. "Você está linda." "Obrigado." Seus olhos brilharam com humor e ela inclinou-se para mim. "É verdade que você teve um pouco de atividade pré-casamento?" Corei novamente. Aparentemente, todos sabiam o que tinha acontecido. "Imaginei que era. Você está casando com Preston Drake, depois de tudo ", disse ela, em seguida, virou-se para passar pelas portas. "Meninas, vocês duas vão uma vez que você me ver chegar à frente", Willow disse a elas, e elas assentiram. "Eu tenho esse," Daisy May informou. Eu mordi de volta uma risada. Ela realmente sabia o que estava fazendo. Ela tinha feito isso algumas vezes já. Daisy May cutucou Larissa. "Sua vez. Eu vou estar atrás de você. "Larissa me lançou um sorriso desdentado e se dirigiu para o corredor muito rápido, e ela jogou todas as suas flores para fora antes de ela ficar no meio do caminho. Mas ela estava feliz e adorável. Meu pai andou ao meu lado e 213


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines estendeu o braço. "Ele faz você feliz, certo?", Disse ele, olhando para mim. "Sim, papai. Mais do que qualquer coisa no mundo. "Ele acenou com a cabeça. "Então é hora de eu te deixar ir." Bati sem seu braço e o segurei enquanto caminhávamos para o homem dos meus sonhos que esperava por mim.

214


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Jess Fiquei no espelho e olhei para o meu estômago. Foi nesse momento em que eu notei a gordura, mas ainda não estava com barriga. Eu não estava gostando dessa fase da gravidez. Meus seios eram maiores, e Jason amava isso. Até hoje eu não tinha me importado. Eu amei saber que eu estava carregando o bebê de Jason Stone. Ele teve aulas durante todo o dia, e eu queria surpreendê-lo na hora do almoço. Mas quando eu mandei uma mensagem para ele, ele disse que tinha que ir à biblioteca e obter alguma pesquisa de alguns blah, blah, blah coisas que eu não entendia. Até o momento em que ele tinha respondido ao meu texto, eu já estava no campus de Harvard e tive que voltar para casa. As meninas da minha idade em tops apertados e saias bonitinhas estavam por todo o lugar. Eram todas inteligente e brilhantes como Jason. Pareciam tudo o que eu não era, e eu odiava. Eu odiava que ele estava lá todos os dias com meninas como estas. Eu estava em casa, grávida, fazendo cursos universitários on-line, porque as minhas náuseas tinham me impedido de realmente ir a faculdade. Enquanto eu estou em casa, ele está aqui vivendo essa vida de um indivíduo da faculdade, vendo tudo que eu tomei para longe dele. Lágrimas rolaram em meus olhos enquanto eu olhava para minha própria imagem no espelho. Eu estava arruinando sua vida. Eu não era nada parecida com o que ele merecia. Eu tive o meu corpo antes, mas agora eu estava perdendo isso. E o que eu tenho para competir com essas meninas? Eu não tinha nada. Eu era exatamente o que sua mãe disse: um peso em torno de seu pescoço. "Jess, baby, você está chorando?" Eu empurrei minha cabeça para cima para ver Jason chegando na porta do quarto, movendo-se diretamente em minha direção com passos decididos. Ao vê-lo vestido com sua camisa oxford e calça branca, parecendo uma daquelas pessoas de elite que eu nunca vou ser, enviou minhas

215


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines lágrimas a um soluço. Eu não tinha feito amigos aqui porque ninguém gostava de mim. Eu não era como eles. Eu era diferente. Jason tinha me distanciado de seus amigos na escola, e eu sabia o porquê. Eles não gostavam de mim. Eu não era elegante e rica. Os braços de Jason me circularam e ele me puxou contra seu peito. "O que há de errado, querida?" Sua voz era tão gentil e paciente. O que só me fez chorar ainda mais. "Você está me assustando, Jess", disse ele em um tom preocupado, passando a mão na minha cabeça e, em seguida, segurando meu rosto. "Diga-me o que está errado. Eu odeio quando você chora. "Tentei controlar meus soluços e limpei meu rosto coberto de lágrimas, agora preocupada porque eu ia ficar toda vermelha e manchada. Não é exatamente algo que um homem quer ver ao vir para casa. "Alguém disse alguma coisa para você? Juro por Deus, se eles fizeram eu vou matar alguém. . .. "Ele tinha sido forçado a me defender muito neste mundo. Agora que nós não saímos juntos em multidões, acontecia menos. Eu balancei a cabeça para que ele se acalmasse. Cheirei, engolindo o mais recente ataque de lágrimas que estavam ameaçando a quebrar livre. "Eu sou um. . . peso. . . em torno de seu pescoço, "Eu botei pra fora, as minhas palavras, seguido de um soluço. "Será que minha mãe está aqui?", Ele perguntou, irritado. Eu balancei minha cabeça. "Não, não é justo. . . apenas a ver-verdade ", eu soluçava. "Eu não me encaixo em seu mu-undo. Eu só dificulto a sua vida ", eu terminei, depois enterrei meu rosto em seu pescoço. Seus braços se apertaram em torno de mim. "Você colocar cor na minha vida, Jess. Você me faz rir e você me dá uma razão para sorrir, mesmo quando as coisas são uma merda. Você é o meu mundo. Eu não sei onde você está recebendo essa besteira. Baby, você nunca foi e nunca será um peso em torno do meu pescoço. Nunca. "Eu beijei seu pescoço e funguei. Suas palavras sempre me ajudaram. No mês passado, as minhas emoções tinham ficado como uma montanha-russa. Meu exterior geralmente duro caiu e queimou 216


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines algo em torno de 12 semanas de gravidez. E tudo me magoou. Jason passou as mãos sobre meus quadris largos e segurou meu bumbum. "Não há calcinha. Gostosa ", disse ele, sorrindo. "Eu senti sua falta hoje. Eu odeio ficar longe de você. Desejo que eu pudesse coloca-la em meu bolso e levá-la para todas as minhas aulas comigo. "Sorrindo através das minhas lágrimas, eu o beijei sob o queixo. "Eu sou gorda demais para caber no seu bolso." Suas mãos apertaram minha bunda. "Nada sobre você é gordo. Você é cheia de curvas e suave e está carregando o meu bebê. Mulher mais perfeita do mundo. "Ele terminou essa afirmação doce, em seguida, cobriu minha boca com a dele. Com fome, eu gemia e me abri para ele. O impulso suave de sua língua, uma vez que girou em torno da minha antes de sair e morder o meu lábio. Eu mexi contra ele, sentindo sua ereção pressionando contra o meu estômago. "Eu esqueci de mencionar: sempre tão quente e com tesão, também", disse Jason com um grunhido, para chegar a minha camisola e tira-la. Eu estava completamente nua por baixo. "O que você precisa, baby? O que vai fazer você se sentir bem? É hora de eu cuidar da minha menina, e eu sou todo seu. "Quando um homem como Jason Stone se oferece para cuidar de você, é difícil colocar os pensamentos em conjunto. Qualquer coisa que ele faz me faria feliz. Mas eu sabia exatamente o que fazer para torná-lo louco. Ele sempre amou meu bumbum, mas agora que estava mais cheio, ele era obcecado positivamente com ele. Virei-me e coloquei minhas mãos sobre a cômoda, empinando minha bunda para ele e espalhando minhas pernas. "Eu preciso ser fodida", eu disse docemente, olhando por cima do meu ombro para ele e batendo meus cílios provocando. Seus olhos eram quentes e colado a minha bunda. Ele ergueu o olhar a partir do que eu estava pedindo para olhar para mim. Fiz os lábios carnudos que o deixou louco. "Depressa, estou dolorida." "Puta merda, Jess", ele gemeu, puxando sua camisa, mesmo sem 217


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines desabotoa-la, em seguida, rasgar suas calças mais rápido. "Eu amo essa bunda. E a garota safada com ela. Ela porra é a dona de mim. "Ele agarrou minhas nádegas com as mãos e apertou, então deu um tapa minha bunda, vendo-a balançar. Com outro grunhido ele acariciou minha bunda, e depois abaixou-se para beijar cada ponto em que ele deu um tapa. Eu balançava minha bunda neste momento. "Está doendo. Por favor, "eu implorei, e mordi o lábio. Seu olhar balançou de volta para o meu rosto, e ele se inclinou sobre mim e beijou meus lábios, em seguida, puxou e chupou. "Você quer que eu te foda? Isso é o que vai fazer a minha menina feliz? ", Ele me perguntou com uma voz rouca que me fez estremecer. "Mmm-hmmm", eu respondi, e me apertei contra ele. Suas mãos agarraram meus quadris e ele entrou em mim, deslizando dentro de mim lentamente. Os músculos de seu pescoço se destacaram quando ele jogou a cabeça para trás e fechou os olhos. Ele era lindo. E quando ele fazia isso, ele era tão gostoso. "Melhor buceta do mundo", ele ofegava, e então seus olhos se abriram e encontraram me olhando de volta para ele. "Minha vagina. Minha apertada, pequena e quente vagina ", ele disse enquanto balançava para frente e para trás em mim. "Sim", eu concordei, deixando minha cabeça cair para a frente. Cada vez que ele estava totalmente dentro de mim, ele atingia o ponto que me fazia chorar. "Tudo seu." "Foda-se, sim, é", ele concordou. "Amo você, Jess. Te amo muito. Mas eu também amo está vagina. "Sorrindo, olhei para cima e o encontrei olhando no espelho. Seus olhos estavam ardendo de desejo e luxúria. Eu adorava saber que eu o deixava fora de controle. Eu gostava de testar meu bom menino. Fazendo-o agir como o bad boy que ele era quando estava na cama comigo. "Forte," eu disse, depois lambi meu lábio inferior. Seus olhos brilharam e seu aperto em meus quadris ficaram mais fortes. 218


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Jess", ele ofegava quando nossos olhares ficaram trancados. Ele queria me dizer mais. "Hoje eu precisava de você tão ruim que eu tive que jogar com a minha buceta. Eu queria o seu grande pau, forte", eu disse, fazendo beicinho. "Eu fiquei tão molhada." Ele estremeceu. Ouvindo-me falar sujo ia mandá-lo soprando antes que ele estivesse pronto. Mas ele queria de qualquer jeito. "Você tocou minha buceta. . . Se eu soubesse que você precisava de mim, baby, eu teria pulado a classe para voltar para casa e foder a minha menina. " " Eu queria o seu pau na minha garganta ", disse a ele, observando o rosto mudar enquanto ele lutava com o orgasmo. Sua mão deslizou para baixo até que ele estava esfregando meu clitóris. "Me engasgar com ele enquanto você puxa meu cabelo," eu disse ofegante. "JESS, foda-se, baby." Sua voz estava estrangulada quando ele bateu em mim com mais força. Meu orgasmo me dominou, e eu agarrei a cômoda antes de eu gritei o nome dele e empurrar de volta contra ele. "Fuuuuuck !! GAAAHH, FODA YES, Jess, "Jason gritou quando ele empurrou atrás de mim, me enchendo de sua libertação. Eu caí para a frente e descansei minha cabeça em meus braços. Ele ainda estava enterrado dentro de mim. Eu podia sentir seu pênis empurrando com cada tiro. Ele começou a acariciar minhas costas, em seguida, mudou-se para esfregar os meus seios, em seguida, meu estômago. "Você é incrível. Eu juro por Deus, eu não sei como eu consigo deixar este quarto. "Ele riu, em seguida, puxou lentamente para fora de mim. "Fique", disse ele em um sussurro. "Deixe-me ver meu gozo sair de vocês e escorrer em suas pernas." Eu tremi e fiquei quieta. Jason poderia ser extremamente impertinente quando ele queria ser. Hoje à noite ele estava definitivamente sendo um bad boy. "Aí está. Escorrendo em suas coxas. Porra, isso é muito bonito ", ele respirou, se afastando, colocando a mão em cada uma das minhas nádegas e as espalhando para que ele pudesse ver melhor. "Você vai me deixar passar tão cedo?", Perguntei. Ele passou o dedo sobre 219


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines as dobras agora revestidas com sua libertação. "Isso me faz querer transar com você novamente. Porra, Jess, eu nunca vou me cansar de você. " " Então deixe-me passar e vamos para o chuveiro ", sugeri. Jason se levantou. "Excelente".

220


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Jason Jess estava na cozinha com uma carranca em seu rosto quando ela olhou para a receita na frente dela. Ultimamente ela começou a cozinhar refeições a cada noite. Tentei dizer-lhe que ela não tinha que fazer, mas ela realmente queria. Então, eu estava deixando-a. Momentos como este, quando ela parecia tão adorável ao tentar descobrir alguma coisa, valiam a pena. No entanto, às vezes, na verdade, engolir a comida que ela fazia era difícil. Eu andei por trás dela e agarrei sua cintura. "Precisa de ajuda?" Eu perguntei, e ela gritou. "Você me assustou. Eu não ouvi você entrar ", disse ela, deixando cair a receita e virando-se para me beijar. "Provavelmente, devido ao fato de que você tem o rádio tão alto que os vizinhos podem ouvir isso", eu respondi. Ela riu, em seguida, pegou o controle remoto para desligar. "Desculpe. Ele me ajuda a pensar. O que você está fazendo aqui? Eu não acho que você iria ficar em casa até as oito. Eu estava apenas começando agora o jantar. "Eu me inclinei sobre o balcão e a trouxe comigo para estar entre as minhas pernas. "Eu decidi que a sessão de estudo poderia esperar. Eu queria ter a minha menina esta noite. Eu senti sua falta. "Ela me deu aquele sorriso sexy que eu tinha ficado apaixonado desde o primeiro momento em que ela piscou para em mim. "Eu pensei que eu te dei algum trabalho extra esta manhã, para mantê-lo feliz o dia todo." O boquete com o qual eu tinha acordado tinha sido fantástico. "Baby, tudo o que você fez foi me ter pensar sobre esta doce boca durante todo o dia", eu disse a ela, inclinando-me para beijá-la. Ela colocou os braços em volta do meu pescoço

221


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines e afundou o beijo também. Se eu deixar isso continuar por muito tempo, nós terminaríamos pelados na cozinha, maldição. Ultimamente nós estávamos fazendo isso por toda a casa. Eu quebrei o beijo. "O que você diz? Você quer sair comigo e obter algum jantar? Você pode pedir a sobremesa, e depois podemos voltar e você pode me dar a minha sobremesa. "Seus olhos brilharam. Ela sabia o que eu queria. "Ok. Sim. Esta receita é muito complicada, de qualquer maneira. "Eu tomei uma mordidela de seu pescoço, e depois a afastei. "Vamos." Ela sorriu para mim. "Você sabe que eu não estou vestida para ir a qualquer lugar. Eu preciso de pelo menos 30 minutos. " " Jess, a sério, baby, você não pode ser mais bonita. Se você ficar bonita mais do que já é, eu vou acabar em uma luta esta noite porque alguns putos estúpidos estarão olhando para a minha mulher. "Ela riu e bateu no meu braço. "Você é tão cheia de porcaria. Eu vou ser rápida. "Eu vi quando ela correu para o quarto.

Levou 36 minutos, mas vê-la arrumada e feliz consigo mesma valeu apena. Ela estava radiante, e eu adorava isso. Jess acordava bonita. Ela não tinha que fazer nada para me tirar o folego. Mas isso a fez se sentir bem consigo mesma. Isso era o que importava. O último par de meses, ela estava agindo diferente. Eu sabia que ela ficaria emocional, mas ela parecia estar tentando me acalmar. Como se ela tivesse que trabalhar duro ou algo assim. Como com a cozinhar e as refeições. Esse foi o começo de tudo. Agora nós estávamos fazendo sexo como coelhos. Por mais que eu amasse o fato de que ela cairia de joelhos e começava a chupar o meu pau a qualquer momento, isso me incomodou. Antes, a nossa vida sexual tinha sido boa. Não, tinha sido incrível. Mas ultimamente ela estava desesperada sobre isso. Como se ela estivesse tentando cumprir cada fantasia que eu já tive. Quando tentei falar

222


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines com ela sobre isso, ela quer me distrair com sexo ou ela começou a falar sobre algo totalmente diferente. E embora eu tivesse uma faxineira que limpava o lugar três vezes por semana, Jess também estava limpando. Algo estava errado com ela. Eu só precisava descobrir o quê. Pensei em ligar para a mãe dela, mas eu não sabia se ela tinha alguma ideia sobre isso. Ela não estava morando aqui com a gente, e ela não via o que Jess estava fazendo. Além disso, dizer a sua mãe que ela estava subitamente chupando meu pau o tempo todo não parecia adequado também. Eu tinha que descobrir isso por conta própria. Eu queria Jess feliz. Não tentando me fazer feliz. Ela me fazia feliz por respirar. Eu não precisava dela para se tornar Martha Stewart com um lado impertinente. Eu gostava de Jess assim como ela era. O garçom no restaurante italiano que eu sabia Jess adorava nos colocou na mesa. Ela tentou me dizer que ela queria ir comer comida tailandesa. Isso foi uma mentira. Eu era a pessoa que amava comida tailandesa. Mais uma vez ela estava tentando me dar o que ela pensou que eu queria. Isso estava ficando fora de controle. Seus olhos se iluminaram quando ela tomou o menu e começou a lê-lo. Isso foi o que me fez feliz. Vendo minha noiva grávida babando em cima dos alimentos. Ela estava almejando coisas. Eu sabia que ela estava, mas ela não quis me dizer. Eu voltava para casa e ela tinha ido comprar itens estranhos que ela nunca comeu. "Eu quero que você peça três coisas. Coma o que quiser e nós vamos levar para casa as sobras para você aproveitar o resto da semana, no caso de você querer e eu não estar lá. "Jess olhou para mim de seu menu. "Como você sabia que eu estava tentando decidir entre três coisas?" Eu sorri. "Porque você é minha e eu sei do que você gosta. A ricota e Grana Padano nhoque, pesto lasanha, canelone são sempre difíceis de escolher. É só pegar todos os três." Jess apertou os lábios e fechou o menu. "Tudo bem, então. Leia minha mente. Eu acho que sou previsível. "Rindo, eu balancei a cabeça. "Jess, você é tudo menos previsível. E eu amo isso em você. "Ela inclinou a cabeça enquanto olhava para mim. 223


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Sério?" Como se ela não acreditasse que eu adorava isso. Jess normalmente não precisava de garantias como esta. Outra coisa nova que me incomodava. "Jess", eu disse, inclinando-me sobre a mesa, mais perto dela. "Eu adoro tudo sobre você. Você não deve questionar isso agora. "Ela sorriu para mim e parecia que ela soltou um suspiro de alívio. "Jason, o que se passa? Dificilmente o vejo fora do campus ", Jamieson Kennedy disse parando ao lado da nossa mesa. Ele olhou para Jess, e eu podia ver o brilho de apreciação em seus olhos. Era algo que eu estava aprendendo a lidar. Jess era linda, e os homens sempre a notaram. "Eu tenho coisas melhores a fazer quando a aula acaba", eu disse a ele com um sorriso, então pisquei para Jess. "Jason, Olá. Nós sentimos sua falta no grupo de estudo na noite passada ", disse Vivian Northrop enquanto caminhava ao lado de Jamieson. Eles estavam juntos e separados novamente, e isso acontecia a anos. Esse círculo social, eles pareciam manter encontros apenas entre si. Foi estranho e chato. Vivian, no entanto, gostava de me lembrar que tinha uma vez dormido comigo. Não é algo que eu sempre pensei, até que eu temia que ela estava indo para jogar em Jess. "Vivian. Vocês dois conhecem Jess ", eu disse, apontando para Jess quando ela de repente, parecia querer estar em outro lugar. "Oh, eu não sabia que vocês ainda estavam juntos. Eu pensava. . . "Vivian levou uma cotovelada de Jamieson e ambos colocaram aqueles sorrisos falsos que eu odiava. "Você pensou o quê?" Eu perguntei a ela, irritado agora. Porque eu deixei muito claro que eu estava com Jess e a trazia regularmente. Ela acenou como se fosse nada. "Eu só não te vi por aqui fora das aulas, e eu achei que você estava em um relacionamento sério". Carrancudo, eu me lembrei de que ela era apenas uma cadela. 224


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Estou em um relacionamento sério. Eu estou noivo ", eu disse a ela, e peguei a mão de Jess, cobrindo-a cim a minha. "De Jess." Vivian reagiu chocada quando ela olhou para Jess, em seguida, virou a cabeça. "Oh, bem, eu tenho certeza que sua mãe está feliz", disse ela. "Eu te vejo mais tarde, Jason." Em seguida, ela se afastou. Jamieson deu de ombros. "Isso é apenas Viv. Você sabe como ela é ", disse ele, fazendo uma desculpa para ela. "Sim, eu sei", eu respondi. Quando ele saiu, eu olhei para Jess, que estava olhando para o seu colo. Eu apertei sua mão. "Ei, não fique chateada com isso. Vivian é uma cadela classe A. Ela é tensa e gosta de dizer coisas que fazem ela se sentir melhor sobre si mesma. "Jess apenas acenou com a cabeça. Então eu a vi tomar uma respiração profunda quando ela levantou a cabeça para olhar para mim. "Está tudo bem. Estou acostumada com isso agora. "O pequeno sorriso que ela estava forçando não me enganou. "É isso que está incomodando você? Os idiotas elitistas por aqui? Porque nenhum deles importa. Nada do que eles fazem ou dizem importa. "Ela suspirou e desviou o olhar, com vista para a sala de jantar. "Eu sei. Está tudo bem. "Não, não está bem. Jess," eu comecei, mas, em seguida, o garçom se aproximou. Eu deixei Jess fazer seu pedido. Ela só pediu a lasanha. Por isso eu pedi o que eu queria, e suas outras duas opções. Eu não estava deixando Vivian pirada Northrop arruinar meu jantar com Jess.

225


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Jess Quando a hora do almoço veio no dia seguinte, eu estava realmente grata de que Jason tinha encomendado meus outros dois pratos favoritos da noite anterior. Eu coloquei um pouco de ambos em um prato e os aqueci. Eu tive um tempo difícil para dormir na noite passada. Uma vez que eu tinha finalmente adormecido eu dormi tão mal que eu não tinha acordado quando Jason me deixou esta manhã. Ele havia se levantado e fez o seu próprio café, mesmo sem um beijo de mim. Ele tinha arruinado minha manhã. Fiquei preocupada por não ser o que ele precisava. O que eu pensei que iria fazê-lo feliz. Ontem à noite ele estava determinado a ir comer no meu restaurante favorito e, no final, eu tinha desejado tanto que tivéssemos ido comer Tailandês. Correndo para aquelas pessoas arrogantes que me viram como menos do que eles, tinha levado o meu apetite. Eu não queria comer. Sob os olhos atentos e preocupados de Jason, eu tinha forçado a comida. Ou, pelo menos, metade dela. Eu não podia fazer mais do que isso. Em algum momento, Jason iria perceber o que ele fez. Eu estava sentada aqui, esperando por ele descobrir isso. Ele é brilhante e vai fazer grandes coisas. O que eu poderia fazer? Roupas? Quem quer que eu faça roupas? Ninguém. Eu me afundei no sofá com o meu prato de comida e esfreguei minha barriga. Nós estávamos indo para ser pais enquanto Jason ainda ia para sua faculdade Ivy League. Logo haveria fraldas e noites sem dormir e quase nenhum tempo para sexo. Quanto tempo levaria para uma garota em uma de suas aulas tirar todo o seu estresse e saciar suas necessidades? Meu apetite desapareceu novamente. Eu coloquei o meu prato para baixo. Eu não deveria comer todos os carboidratos. Eu estava engordando. Eu precisava passear em algum lugar. Eu tinha que ter meu corpo perfeito de modo que quando o bebê estivesse dormindo, eu poderia manter Jason interessado em mim. Será que vamos

226


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines nos casar, então? Jason não tinha falado sobre a definição de uma data. Quando ele me pediu em casamento, eu não estava grávida. Agora que eu estava, ele não parecia muito animado sobre fazer um casamento acontecer. O que não estava me ajudando a se sentir segura nesta relação. Eu queria ir ver a minha mãe. Falar com ela sobre tudo isso. Ela me faria sentir melhor. Estar perto de pessoas que não empinavam o nariz para mim seria uma boa mudança. Meu celular tocou quando eu estava calçando meu tênis. Era Jason... "Ei, você," eu disse, tentando parecer feliz. "Oi, baby. Você dormiu bem? Eu gostei de vê-la todo enrolada na cama como um anjo esta manhã. "Sua voz me fez sorrir. "Me desculpe, eu não acordei para dizer-lhe adeus." "Não precisa. Eu gostei de vê-la descansar. Eu estava indo para o almoço, e eu sei que você tem comida italiana na geladeira, mas eu pensei que você poderia querer vir para o campus e comer comigo. "Eu olhei para as minhas leggings e a camisa caída em meu ombro. Sem maquiagem e meu cabelo estava em um rabo de cavalo. "Agora?", Perguntei, esperando que ele disesse: Não, em meia hora. "Sim, desculpe, é aviso tardio, mas um encontro com um professor foi cancelado e eu percebi que eu teria tempo para comer hoje." Eu queria vê-lo. E eu não queria decepcioná-lo. "Eu não estou arrumada. Eu estava prestes a caminhar. Estou em minha roupa de treino. "Jason riu. "Vejo. Mas, querida, você está linda, não importa o que você está vestindo. Venha comer comigo. Por favor. " Os Vivians de Harvard iriam adorar isso. Eu estava indo para dar-lhes algo para tirar sarro durante semanas. Talvez meses. "Ok, eu estou indo agora." "Eu vou esperar por você no pátio exterior do refeitório principal." Ótimo.

227


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Todo o caminho até lá eu me preparei de todas as formas, as meninas magras que olhariam para mim como se eu fosse um bug que precisava ser esmagado. Mas, vendo o rosto sorridente de Jason quando eu dobrava a esquina para o pátio fez tudo não importar. Ele sorriu para mim e começou a caminhar em minha direção com um propósito. Quando alcançamos o outro, ele agarrou meu rosto e me beijou com força. Era uma espécie de beijo alegando prioridade que ele gostava de fazer em público. Isso me fez sentir especial e amada. Quando ele se afastou, eu ouvi um assobio e um apito. Alguém nos disse para obter um quarto. Jason estava alheio a todos eles. "Oi, baby", ele sussurrou, em seguida, pressionou mais um beijo na minha boca. "Venha. Vamos comer. "Seu braço deslizou nas minhas costas enquanto caminhávamos para o refeitório. Eu senti os olhos em mim quando entramos no interior. Mas eu não me concentrei em qualquer um deles. "Eles têm lasanha hoje, mas eu não acho que pode se comparar a última noite. Mas o queijo parmesão de frango é bom. Eu acho que você vai gostar disso. " " Parece bom. Eu confio em você ", eu disse a ele. Ele me levou até uma mesa e puxou uma cadeira para mim. "Espere aqui. Vou pegar a comida. Eles não têm o refrigerante, mas eles têm Sprite. Você quer isso? "Eu balancei a cabeça e sorri para ele. Ele piscou, então entrou na fila. Eu era a única menina grávida aqui. Eu não tinha que olhar ao redor para saber. As meninas que entraram para a escola aqui não poderiam ser batidas. A cadeira ao meu lado se moveu, e um cara sentou-se com o olhar dirigido para o meu peito. "Este lugar está ocupado?", Perguntou. "Sim", eu respondi. Este, na verdade, tinha uma camisola amarrada no pescoço. Sério? "Eu não vi você por aqui. Quais classes você está tomando?” "Eu não acabei de lhe dizer que este lugar está ocupado? Eu não sou daqui. E esse lugar está ocupado.” 228


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Ele sorriu e se inclinou para frente. "Isso explica. Você não se parece com as meninas daqui. Mas eu gosto do jeito que você preenche uma camisa. Quem você veio ver aqui? Namorado? " " Se. Mova, Devin, "Jason rosnou, batendo para baixo a bandeja nas mãos, fazendo eu e Devin saltar. Devin se levantou. "Porra, Jason, que aperto. Eu só estava fazendo a sua amiga se sentir bem-vinda. Era óbvio que ela era um estranha. "Jason deu um passo em direção a ele, sua mandíbula se apertando com raiva. "Ela é minha noiva, idiota. E o fato de que ela não se encaixa aqui é uma das muitas razões pela qual eu amo ela. "Devin deu de ombros. "Entendi." Ele levantou as mãos em sinal de rendição. "Saindo agora." Jason estava ali olhando para ele até que ele estava feliz com o quão longe Devin havia se mudado. Então ele virou seu olhar para o meu. "Eu estou indo para pegar uma bebida, mas eu estou tentando decidir se eu preciso te levar comigo." Eu comecei a dizer algo quando ele sorriu. "Eu estou brincando. Eu estarei de volta, e eu sinto muito por ele. Ele é um idiota. "

229


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Jason No momento em que o fim de semana chegou, eu estava exausto. Entre manter os meus estudos e trabalhos e me certificar de que Jess estava feliz, tudo que eu queria fazer era dormir. Quando meus olhos se abriram no sábado de manhã e eu olhei para o despertador ao lado da cama, era depois de onze anos. Eu não tinha dormido tarde todo o semestre. Eu ouvi o chuveiro desligar, e o cheiro do café e panquecas encheu o apartamento. Cheirava a Jess e comida. Jogando as cobertas, levantei-me e me espreguicei. Eu ainda estava nu da última rodada de sexo que tivemos na noite anterior. Depois da terceira vez na mesma noite, eu não acho que eu voltei. Tudo o que eu conseguia lembrar era de segurar Jess quando o prazer corria através de mim. Eu tinha que ter desmaiado depois disso. Eu fui para o banheiro, e o vidro do chuveiro ficou embaraçado, mas eu ainda podia ver minha linda noiva enxaguar o shampoo de seu cabelo. Ela tinha os olhos fechados e a cabeça inclinada para trás. Abrindo a porta do chuveiro, entrei e ela abriu os olhos. Seu suspiro surpreso se transformou em um sorriso. "Bom dia," eu disse, deslizando minhas mãos em volta de seu corpo liso e puxando-a para mim. "Estava frio na cama sozinho." Ela riu. "Alguns de nós não consegue dormir durante toda a manhã. Ficamos com fome", brincou ela. "Cheirava bem. Você que faz? " " Claro. "Eu mudei a minha mão para tocá-la suavemente entre as pernas. "Você está ferida? Porque eu estou, e eu estou pensando que se eu estou dolorido, então você tem que estar. "Jess abriu as pernas para mim e balançou na minha mão. "Um pouco", ela sussurrou. "Mas se você está dolorido, eu posso beijá-lo e torná-lo melhor." Eu peguei ela sob os braços, assim quando ela começou a descer

230


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines sobre os joelhos novamente. "Não", eu disse, parando ela. O cenho franzido me fez sorrir. "Sente-se", eu disse, empurrando-a para o banco atrás de nós. "E abra", ordenei. Então eu fui para baixo em meus joelhos. "Jason, eu estou. . . bem. " " Eu não. Eu estou com fome ", eu respondi, abrindo as pernas com as minhas mãos. Com a primeira lambida, ela estremeceu. Com a segunda, suas mãos encontraram o meu cabelo. Eu comecei a provocá-la e dar prazer a cada local, mas o único lugar que eu sabia que ela precisava da minha língua. Quando ela começou a puxar meu cabelo e implorar, eu desisti e sacudiu seu clitóris inchado com a minha língua, em seguida, o puxei em minha boca e chupei. Foi uma coisa boa que eu tinha muito cabelo, porque ela puxou com tanta força que eu tinha certeza que ela tirou alguns. "JAAASON!", Ela gritou, tremendo enquanto seu corpo convulsionava e suas coxas seguravam minha cabeça em um aperto firme, enquanto ela gozava. Quando suas pernas ficaram moles e ela caiu de costas contra a parede, eu dei um beijo em seu estômago, em seguida, um par no interior de suas coxas antes de estar de volta e sentar ao lado dela. "Esse é o meu pequeno-almoço favorito." Ela riu e colocou a mão no meu ombro. "Sim, bem, então, eu tenho muita sorte. Eu ia beijar seu pai e torná-lo melhor, apesar de tudo. " " Esta manhã eu precisava que fosse sobre você. Por mais que eu amo quando você está entre as minhas pernas, eu gosto de ser o único a fazer a minha garota gritar de prazer. "Ela sorriu para mim, em seguida, beijou meu queixo. "Obrigado." "Você é bem-vinda, mas você está me agradecendo pela forma incrível que eu comi o pequeno almoço, ou por querer?" "Tanto e nenhum dos dois. Por me amar. "Estendi a mão e puxei Jess no meu colo. Então eu peguei seu rosto em minhas mãos. 231


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Nunca, jamais, me agradeça por te amar. Você é o meu sonho, mulher louca. "Jess colocou os braços em volta de mim e suspirou feliz. Talvez por isso. Talvez tudo o que ela estava lidando acabou. Deus, eu esperava que sim.

232


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Jess Na semana seguinte foi mais fácil. Eu não estava preenchida com o medo de perder Jason tanto. Tínhamos passado o fim de semana assistindo a filmes, encolhidos no sofá juntos e comendo comida chinesa e pizza. Tendo um fim de semana preguiçoso tinha ajudado minhas emoções. Mesmo que esta semana Jason tinha ficado fora até tarde duas vezes com grupos de estudo, eu tinha conseguido não entrar em pânico ou ficar carente. Ele parecia mais feliz também. Ele não estava sempre me perguntando o que estava errado. Hoje à noite, no entanto, nós estávamos indo para um evento. Seu amigo Finn fazia aniversário esta noite, e Finn gostava de nos ter lá. Ele fazia as maiores festas do que qualquer ser humano que eu já conheci. Porque ele tinha mais dinheiro do que Deus, foi um evento em vez de apenas uma festa. Finn e Hensley eram apenas dois amigos de Jason que eu gostava. Eles eram bons para mim, e eu me sentia confortável em torno deles. Eu escolhi um vestido que eu tinha feito recentemente, e fui sem calcinha ou sutiã. O vestido escondeu minha barriga gravida, mas acentuou meus peitos para que um sutiã fosse impossível. O azul bonito era uma cor que eu tinha recentemente desenvolvido desejo. E o tecido tinha um toque suave cremoso a ele. Meu cabelo estava solto, e eu usava os saltos que Jason me comprou um par de meses atrás, quando eu tinha ficado babando por eles. A expressão no rosto de Jason quando eu tinha saído do quarto tinha me dado a autoestima extra que eu precisava para enfrentar esta multidão. Ele havia seguido com um "DeusInferno, você está quente." Chegamos ao clube de campo que eu só tinha ido a uma vez e nunca quis voltar. Tinha sido uma refeição em família que terminou mal. Sadie tinha basicamente xingado a mãe de Jason e Jax. Antes que eu entrasse, eu precisava saber quem estaria lá. Ou se uma pessoa estaria lá. "Será que Johanna está aqui?",

233


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Perguntei. Jason balançou a cabeça, em seguida, passou a mão na minha cintura. "E ela vai se sentir muito inadequada quando ela olhar para a minha linda noiva. Não se preocupe com ela. "Eu tentei acreditar nisso, mas eu sabia o quão atraente era Johanna. Eu também sabia que ela tinha dormido com o meu homem. Isso me deixou louca. Eu a odiava. As portas se abriram para nós, e fomos recebidos por dois homens em smokings. Em seguida, fomos para o salão de festas. Quando entramos, o lugar já estava lotado. Danças estavam acontecendo, e em todos os lugares havia grupos de pessoas vestidas fabulosamente sofisticadas com drinques em suas mãos. "JESS!" Finn gritou quando viu a gente entrar. Jason riu ao meu lado. "Eu acho que ele já está bêbado", disse ele à medida que se aproximava do aniversariante. "Eu acho que você está certo." "Você veio! Dança comigo, Jess. Deixe-a, o homem. É meu aniversário ", disse Finn, estendendo a mão para me tocar. Jason me puxou de volta rápidamente e balançou a cabeça. "Feliz aniversário, Finn. Mas a minha mulher está fora dos limites. Encontre outra. "Finn estendeu seu lábio inferior e pisou o pé. Sim, ele estava definitivamente bêbado. "Mas eu quero tocá-la." Jason me enfiou mais perto de seu lado. "Se você tocá-la quando você acordar sóbrio seu nariz vai estar quebrado. Entendeu? "Finn começou a rir, e, em seguida, bateu nas costas de Jason. "Você está tão batido." Antes que ele pudesse dizer qualquer outra coisa, alguém veio falar com ele e ele se esqueceu de nós. Jason me afastou de Finn e nós caminhamos para o bar. "Se ele não estivesse bêbado e fosse um dos meus melhores amigos. . . "Jason murmurou. "Eu preciso de uma bebida. Você quer uma soda? Pouco de suco de mirtilo? "Eu balancei a cabeça e Jason virou-se para encomendar um uísque e uma soda. Eu vi uma menina que eu tinha conhecido quando fomos a uma 234


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines festa em Nova York. A nossa noite tinha terminado mal e eu tinha ido para casa sozinha. "Olá, Jason. Ainda não vi você muito neste semestre ", disse a menina, mostrando seu sorriso para Jason e me ignorando completamente, mesmo se tivéssemos nos conhecido antes. "Hey, Vanessa", respondeu ele quando ele me entregou minha soda, "Você e Jo não tem feito nada juntos ultimamente", disse Vanessa, finalmente me dando uma rápida olhada antes de olhar para Jason. "Não. Desde que eu estou noivo e esperando um bebê, eu não passo algum tempo com outras mulheres. Eu tenho o que eu quero, "Jason respondeu, em seguida, pegou minha mão. "Aproveite a festa, Vanessa", disse ele, sem olhar para ela e me levando para longe. "Eu me lembro dela de Nova York," eu disse a ele. "Desculpe. Ela é um abutre ", disse ele. Eu balancei a cabeça, em seguida, Jason parou para falar com algumas pessoas que não pareciam muito interessados em mim. Enquanto eles discutiam uma aula, olhei ao redor da sala. Quando uma voz feminina se juntou, eu virei meu foco de volta para a conversa do grupo. "Você pode pedir as minhas notas. Preciso delas também, mas se você quiser ficar depois da aula, você pode obter uma cópia das minhas. Eu só vou pedir que você me leve para tomar café troca ", disse ela, lançando seu cabelo vermelho por cima do ombro. "Você tem todas as notas?", Perguntou Jason, em vez de dizer a ela que ele não iria leva-la para um café. "Sim. Todas as últimas. Estou detalhada ", respondeu ela. Por que ela soava como se ela quisesse dizer uma outra coisa? Eu não era uma fã. "Isso seria ótimo, Phoebe. Obrigado." Espere, o quê? "Não há problema", disse ela, em seguida, todos eles começaram a falar sobre 235


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines coisas que eu não sabia nada. O sentimento de não caber a este mundo começou a afundar novamente. Eu lutei com isso, mas cada vez que Phoebe dizia algo e Jason ria, eu me encolhia. Ela era alta e esbelta. Refinada. E ela estava em três de suas classes. Eles estavam se formando na mesma coisa. "Jess", disse Hensley, caminhando até nós com um copo na mão e sorrindo. Eu gostava de Hensley. Ele era bom. "Hey, Hensley", eu respondi. "Dança comigo, Jess", disse ele, balançando as sobrancelhas para Jason. "Não, Hensley. Vá embora ", disse Jason, parecendo se divertir. "Eu vou dançar com você, Hensley", disse Phoebe, empurrando através do grupo para muito perto de Jason antes de deslizar um braço ao redor Hensley e sussurrando algo em seu ouvido enquanto ela olhava para Jason. As sobrancelhas de Hensley dispararam. "Sujo, Phoebe. Eu gosto ", disse ele, e a puxou para dançar com ele. Eu estava feliz em vê-la ir, mas quando ela sorriu para mim por cima do ombro de Hensley, eu sabia que vinha problemas.

236


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Jason A mão de Jess agarrou meu braço. "Leve-me ao banheiro", disse ela, perto do meu ouvido. Eu coloquei nossos copos para baixo e a levei para o banheiro mais próximo de nós. "Parece que um está vazio," eu disse a ela. Não separaram os das mulheres e dos homens. Havia apenas seis banheiros privativos. Três em cada lado do corredor. Ela abriu a porta, em seguida, virou-se para mim e agarrou a minha mão para me puxar para dentro. "Você precisa de mim?", Eu perguntei, confuso. Jess fechou a porta e a trancou, em seguida, virou-se e agarrou meu rosto e me atacou. Eu deixei a boca gorda ter o seu caminho. Eu não tinha certeza do que se tratava, mas ultimamente eu tinha aprendido a não questionar isso. "Eu não estou usando calcinha", disse ela em meus lábios. "Foda-me." Suas mãos se moveram para puxar seu vestido e revelar sua bunda nua no espelho atrás dela. Porra. Eu desabotoei minha calça e tive meu pau livre enquanto eu assumia o beijo. "Eu quero os teus peitos livres para que eu possa vê-los saltar, enquanto eu te fodo," eu disse a ela, estendendo a mão para o zíper de seu vestido. Eu já tinha sido capaz de dizer que ela não estava usando sutiã. Todos os homens sabiam, e isto estava me deixando louco. Eu tinha que me controlar para não cobri-la com a minha jaqueta. Ela saiu do vestido quando ele caiu no chão, e eu terminei nosso beijo para que eu pudesse pegá-lo e pendurá-lo no gancho atrás da porta. Minha linda Jess ficou na frente de mim, usando aqueles saltos de prata quentes que eu tinha comprado para ela quando ela tinha tudo, mas gostou deles há alguns meses beberem a sua visão quando Jess levantou a perna e a apoiou no vaso sanitário fechado. "Eu preciso de você em mim, Jason." Maldição. Peguei seu quadril,

237


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines empurrando-a para frente, e então deslizei dentro dela. "Pooorra," Rosnei, enterrando a cabeça em seu pescoço e entrando e saindo dela enquanto ela balançava. "Isso o que você queria, baby?", Eu perguntei lambendo seu pescoço. "Deus, sim", ela gemeu, e colocou as mãos na pia para me afastar um pouco. Mudei-me para trás o suficiente para que eu pudesse ver seus seios pesados saltando. "Você quer que eu puxe para fora para que você não fique molhada a noite toda?", Eu perguntei-lhe quando as paredes começaram a apertar meu pau de uma forma que me mandaria disparando em um momento. “Dentro de mim", ela ofegava. Nós não íamos ficar aqui por muito tempo, se ela estava andando por aí sem calcinha e molhada entre as pernas. Eu andaria por aí com um louco, incapaz de não pensar nisso. Jess moveu a perna para cima e a envolveu em volta do meu quadril. "Sim, sim, oh Deus, sim, isso é. . . Eu vou. . . Aaahhhh! "Ela jogou a cabeça para trás e seu corpo estremeceu debaixo das minhas mãos. Entre a visão de sua vinda e o conhecimento de que alguém poderia ouvi-la, gritando quando eu enchi a minha menina. Segurando-a para mim. Foi só depois que eu lentamente saí que eu percebi o quanto isso era estranho. Por que Jess me arrastou para longe da festa para fazer isso? Eu sabia que as mulheres grávidas ficavam excitadas facilmente, mas isto parecia diferente. Ela era selvagem e estava agarrada a mim, enquanto eu a fodia. Como ela precisasse segurar em mim. "Você vai se arrepender de não me fazer sair", eu disse, beijando o lado de seu rosto. "Eu nunca lamentaria isso", respondeu ela. Eu queria acreditar que ela estava tão satisfeita quanto eu estava e que isso não tinha sido alguma maneira de tranquilizar a si mesma que eu era dela. Ela não tinha que transar comigo para me segurar. 238


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Jess", eu disse, escovando o cabelo da testa, "tanto quanto eu amo o fato de que você só me trouxe no banheiro em uma festa para foder meu cérebro, eu estou preocupado de que você fez isso pelas razões erradas. "Ela endureceu debaixo de mim. "Eu só queria que você." Este não era o lugar para falar sobre isso, mas nós estávamos indo para falar sobre isso em breve. Eu a limpei e a vesti. Então eu me endireitei, enquanto ela arrumava o cabelo e a maquiagem. Quando finalmente abriu a porta e Jess saiu, Phoebe ficou lá, olhando para nós com os olhos arregalados. Eu estava preocupado que Jess tivesse vergonha, então eu comecei a inventar uma desculpa. Mas Jess se virou para mim e me beijou, pressionando-me. Então ela sorriu com um sorriso satisfeito e passou por Phoebe, parecendo uma mulher muito arrogante. Voltei a olhar para Phoebe, que não estava sorrindo. E então me dei conta: a sugestão de Phoebe que eu lhe comprasse um café em troca do empréstimo de suas notas tinham chateado Jess. Eu nunca tinha a intenção de levar Phoebe para tomar um café. Eu só ia comprar-lhe um e levá-la a classe como um agradecimento. Mas Jess não vê dessa forma. Ela estava marcando seu homem. Eu ri e balancei a cabeça. Então eu fui depois da minha fêmea ultrajante. Nunca havia um momento de tédio com Jess. Deus, eu amava aquela mulher.

239


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Jess O resto da noite, Jason manteve a mão em mim em todos os momentos. Ele não falava com outras meninas, e ele ficava me perguntando sobre minhas coxas molhadas. No momento em que saímos, eu estava pronta para levá-lo de volta para casa e ter uma sessão mais longa e mais alta na cama. De volta à casa, eu tirei meus sapatos e os coloquei no armário. Quando me virei, Jason estava encostado na porta do quarto com um sorriso nos lábios. "Então, você mostrou a Phoebe que me pertence hoje à noite. Eu não estou reclamando, mas da próxima vez, você não tem que recorrer a esse tipo de medidas. Você só pode me dizer que você está desconfortável. Phoebe é uma namoradeira, e eu ignorei isso por tanto tempo que eu nem sequer notei. Mas eu entendo por que você fez isso. "Caminhando para fora do banheiro para encontrar Phoebe de pé olhando para nós foi ainda melhor do que eu esperava. Eu precisava lembrar a Jason como eu poderia fazê-lo sentir. E eu precisava me lembrar que ele me queria. Que eu era a pessoa com quem ele estava. "Eu não sabia que ela tinha nos ouvido", eu disse honestamente. Ele riu. "Tenho certeza que você não fez, mas eu estou apostando que o fato de que ela que nos ouviu fez a sua noite." Eu assenti. Nenhum ponto de mentir. Jason começou a rir e cobriu o espaço entre nós em dois passos longos. "Você é tão louca. Ela não compete com você, Jess. Ninguém faz. Para mim: Você. É. Tudo. " " Eles me intimidam. Todos eles. Eles são como você. Eu não sou. "Isso foi tão honesto. Jason concordou. "Sim, todos eles têm os mesmos objetivos de carreira que eu tenho. Alguns até mais do que eu. A maioria mais do que eu. Todos nós crescemos de forma semelhante. Mas nenhum deles jamais me fez sentir como se eu não pudesse

240


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines respirar sem eles. Nenhum deles é você, Jess. E eles nunca serão. Eles não sabem como fazer suas próprias roupas. Eles não sabem o quão divertido é deitar um dia inteiro no sofá assistindo todos os filmes do Rocky, ou como sair da cama parecendo uma merda de uma deusa. Somente você, Jess. Coloque isso na cabeça, baby. Mas se você quiser me puxar para banheiros e me foder, a fim de me lembrar o quanto eu amo o seu pequeno corpo sexy, em seguida, por favor, faça. Porque isso é quente. Sério, quente. "Suas palavras trouxeram lágrimas aos meus olhos, e uma risada borbulhou dentro de mim. Eu estava perdendo com essa coisa de gravidez? Jason me segurou e ficamos ali, enquanto eu me recompus. "Eu amo esse armário", disse ele. "Cheira a você. Quando você não está aqui e eu estou sentindo falta de você, eu fico aqui. A outra manhã, quando você estava dormindo, eu vim aqui antes de sair e apenas respirei fundo. "Inclinei a cabeça para trás e olhei para Jason. "Sério?", Perguntei, espantada. Ele sorriu. "Sim. Eu sou tão louco por você como você é por mim. Você simplesmente continua esquecendo isso. Eu sinto que estou falhando com você de alguma forma. Eu não quero que você duvide de quão obcecado eu estou com você. " " Da próxima vez me lembra que você cheira meu armário quando você me perde. Eu acho que vai ajudar ", sugeri. "Eu vou fazer isso."

Durante o próximo mês eu consegui controlar minhas emoções. Eu ainda estava pulando em Jason regularmente, mas ele não parecia se importar com o quanto eu queria sexo. Jason disse que a notícia da nossa pequena escapada no banheiro durante a festa de Finn tinha chegado ao redor, e agora ele era invejado entre seus amigos. Ele parecia pensar que era engraçado, e eu estava feliz por meu

241


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines momento de ciúme não ter causado problemas. Hoje era sexta-feira, meu dia favorito da semana. Isso significava que eu teria Jason por dois dias inteiros. Mesmo quando ele estudava, ele estava aqui, então eu não estava sentindo falta dele. Eu trabalhava em algumas roupas para a maternidade enquanto ele estudava. Eu estava ficando limpa depois de terminar meus cursos diários online. Eu queria meu grau de negócio. Eu tinha finalmente decidido que queria desenhar minha própria roupa, não outra pessoa. Talvez eu faria uma linha de boutique infantil. Eu não tinha certeza ainda. Mas eu sabia que para executar um negócio, eu precisava de um grau. A porta se abriu e Jason entrou, carregando dois grandes sacos de papel com um sorriso no rosto. "Estou em casa." Rindo, corri até ele e beijei seu rosto. "Eu vejo isso." Ele me beijou de volta, depois se afastou. "Não comece isso agora. Eu vou ter você nua e contra uma parede antes de te mostrar isso. E antes de jogar, temos trabalho a fazer ", disse ele, em seguida, colocou para baixo os pacotes. "Trabalho?", Eu perguntei, confusa. "Yep. Trabalho. O tipo divertido ", ele me assegurou, e caminhou até a mesa do café e colocou as malas no chão. Segui-o quando ele começou a puxar para fora. . . panfletos? "O que é isso?" Jason segurou um punhado e entregou para mim. "Eles são locais. Locais de casamento. Precisamos decidir para que eu possa usar a fama e o poder do meu irmão para obter a data e local que você quiser. "Estendi a mão para os panfletos que ele estava me entregando, mas minha mente não estava processando rápido o suficiente. "Eu estive ocupado com a escola", continuou Jason. "Você tem estado ocupada com a escola e fodendo meus miolos. E, embora eu tenha gostado muito desta parte, eu preciso de uma data definida. Eu estou pronto para fazer de você Jess Stone. Eu estou cansado de ser paciente e lhe dar tempo. Você está decidindo neste fim de semana. " 242


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines " Em qualquer lugar, "eu disse honestamente. Eu não iria chorar, porque ele tinha dois sacos cheios de locais para casamentos. Eu não iria chorar, porque isso era tão incrivelmente doce. Ele olhou para mim puxando outro punhado de panfletos. "Eu quero casar com você. Eu vou me casar com você em qualquer lugar que você quiser. Inferno, Jess, eu vou para Vegas e deixo Elvis fazê-lo. Mas você merece o casamento dos sonhos. O que você pensou desde que você era uma menina, e por Deus, eu estou dando isso para você. Ter um irmão que o mundo adora é útil para algumas coisas. Esta é uma delas. Agora, venha sentar-se comigo e vamos descobrir isso. "Ele estendeu o braço para me juntar a ele. Eu funguei e sorri. "Ok." Eu sentei perto dele e coloquei minha pilha em seu colo. "Vamos olhar para cada um, juntos, até eu veja um que eu goste." "Não. Você tem que amá-lo. Eu não vou parar até que isso seja tudo o que você sempre quis. "Eu coloquei minha cabeça no peito dele. "Você é tudo que eu sempre quis." Ele beijou minha cabeça. "Bom. Então você quer Elvis fazendo isso, então? "Rindo, eu balancei a cabeça. "Não penso assim. Vamos começar com os locais da Costa Leste. Podemos mover para oeste a partir daí. "Eu disse a Jason

O sol tinha decidido brilhar hoje. Era início da primavera no sul do Alabama, e a brisa podia ser fria, mas o sol ajudava. As peônias coloridas (sim, eu sei o que são agora) decoraram as extremidades das fileiras de cadeiras brancas e foram tecidas no caramanchão de madeira do lado do meu irmão. "Podemos jogar aqui no verão, você imagina isso?", Eu perguntei, sorrindo, já sabendo a resposta. "Claro que não", disse ele com uma risada. Eu balancei a cabeça para as bolas

243


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines de vidro com velas acesas nelas penduradas nas árvores. "Eu espero que nós não incendiaremos o local." Jax sorriu. "Eu acho que estamos seguros." Olhando em volta, vi vários pares de olhos nos observando com grandes sorrisos. Trisha Taylor, Amanda Drake, e Willow Hardy todas com buquês de peônias e vestidos semelhantes, mas não idênticas. E cada uma tinha uma cor diferente, combinando com uma das peônias em todo este lugar. "Vocês devem ficar quieto neste momento", disse Marcus, do outro lado de Jax, com um sorriso no rosto. Daisy May Taylor e Larissa Hardy vieram andando pelo corredor, jogando pétalas no chão enquanto elas sorriram para os amigos e familiares. "É isso," Jax sussurrou quando a música, que tinha sido escolhido depois de muita discussão e mudança de mente, começou a subir. Meu peito apertou e, em seguida, meu coração começou a bater quando eu esperei por Jess aparecer. Cetim branco apareceu pela primeira vez, e em seguida, veio a minha menina. Seus olhos me encontrado imediatamente, e todas as coisas que já deram errado no nosso passado foi apagado. Eu nunca tinha pensado que eu iria sossegar. Em seguida, uma selvagem, linda loira com um taco de beisebol acenou o meu carro parar e subiu dentro. Meu mundo nunca tinha sido o mesmo desde daquilo. Ouvi a ingestão aguda da respiração de Jax, e eu sabia a causa. Mas agora tudo o que eu vi foi Jess. Eu não podia olhar para qualquer coisa ou qualquer outra pessoa. Ela passou o mês passado fazendo seu vestido. Ela havia trabalhado até tarde da noite e colocado tanto amor nele. Era perfeito. Ela era perfeita. Quando ela chegou até mim, desci, peguei a mão dela, e a puxei para o meu lado. Meu irmão desceu e pegou a mão de Sadie, e ficaram à esquerda de nós. Quando eles estavam planejando isso, Jess e Sadie ambas consideraram deixar suas mães caminhar até o altar. Elas tinham ambos sido criadas apenas por suas mães. Mas no final, elas tinham decidido que caminhariam lado a lado para nos encontrar. 244


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Você está de tirar o fôlego," Eu sussurrei quando olhei para Jess em reverência. "Obrigado", disse ela, sorrindo tão brilhantemente quanto o sol. "Eu amo você." "Eu te amo mais", eu disse dobrando sua mão em meu braço e a segurando. Olhei para o meu irmão, que tinha a sua noiva em seu braço, parecendo tão completo como eu me sentia. Compartilhar o dia de hoje com o outro não foi a nossa ideia. As meninas vieram com a ideia de um duplo de casamento no Sea Breeze, na casa de Jax. Elas queriam se casar, onde todos nós tivemos boas lembranças. Perto da família e amigos que nos tinham visto se apaixonar. Quem tinha estado lá através dos altos e baixos. E foi perfeito. "Estamos reunidos aqui hoje", disse o ministro, e Jess apertou meu braço. Era isso. Parecia, na minha tentativa de dar a Jess seu conto de fadas, que ela tinha me dado o meu. E eu nem sabia que eu tinha um. Até agora. Era isso. Os votos foram ditos, e embora o meu irmão era famoso por suas letras, os meus votos foram exatamente como eu me sentia. Eu não tentei tornar bonito como Jax teria feito. Mas os meus eram nossos. Meus e de Jess. Nossa história. O nosso início e nosso para sempre. "Vocês podem beijar as suas noivas." Minha parte favorita da cerimônia. Eu segurei o rosto de Jess em minhas mãos e olhei para a bela mulher que era agora a minha esposa. "Olá, Sra Stone," Eu sussurrei antes de tomar sua boca e beijá-la. Os gritos desapareceram enquanto eu segurava minha esposa em meus braços. Minha esposa. Porra, eu era um sortudo filho da puta.

245


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Blythe Tantos números. . . Tantas pessoas. . . Meu Deus. Sentei-me na minha mesa, olhando para a tela do meu MacBook. Eu não tinha sido capaz de fazer muito mais na última hora. Havia apenas muitas números. Eu não esperava isso. Nunca em um milhão de anos eu tinha esperado por isso. Mas estava lá. O que estava errado? Agarrando a borda da minha mesa, eu pisquei várias vezes e respirei fundo. Quando os números permaneceram os mesmos, me belisquei. Ouch. Sim, eu estava acordada. Isso não era um sonho. Eu ouvi meu telefone tocando, mas eu não podia responder. Meus olhos estavam completamente colados a esses números. Falar agora não seria possível. Eu fiquei sem palavras. Eu não tinha certeza de quanto tempo eu estava sentada lá quando a porta do nosso apartamento se abriu e Krti entrou, freneticamente chamando meu nome. Ouvir sua voz me tirou do meu estado de choque, e eu levantei meu olhar para ver meu lindo namorado com seu cabelo loiro pálido e marcantes olhos azuis que olham para mim como se ele estivesse apavorado. "Você está bem", ele engasgou. "Porra. . . Santo Inferno, amor, você assustou a merda fora de mim. Estou ligando na última hora. Eu mesmo pedi a Green para vir e bater em sua porta. "Eu não tinha ouvido Green bater, mas, em seguida, novamente, eu só notei o meu telefone tocando uma vez. "Venha aqui. Venha ver, "eu consegui dizer. "O que é isso?" Ele veio atrás de mim, as mãos apoiadas sobre os meus ombros, quando ele deu um beijo na minha cabeça. "Espere. . . são essas as suas vendas de livros? ", ele perguntou, incrédulo. "Sim. . . "Eu balancei a cabeça, em seguida, soltei uma risada. "Eu estou apenas. . . Dá para acreditar? ", Perguntei, virando-me para olhar para ele. O sorriso de Krit estava tão cheio de orgulho e fez meu coração se sentir completo. "Claro que sim, eu acredito nisso. Essas merdas estúpidas que lhe rejeitaram não sabiam o que eles estavam fazendo. Isso comprova. Você é brilhante, baby. Eu nunca duvidei disso. "Eu tinha passado sete meses tentando obter um agente literário para o meu romance. Não tinha acontecido para mim. Depois de dez rejeições, eu fiz alguma pesquisa online e descobri sobre a auto-publicação. Demorou mais de três meses após a obtenção de um editor e o manuscrito limpo,

246


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines encontrar um artista cover para fazer o meu rosto, e construir uma presença online. Duas semanas atrás eu publiquei nos três varejistas ebook top. Eu não tinha sequer deixado Krit dizer aos nossos amigos. Saber que as minhas palavras estavam lá para todos lerem era aterrorizante. Dentro de dias os bloggers tinham começado a sua revisão. Eu não queria olhar para os números de vendas durante toda a semana, porque eu estava com medo. "Você pode acreditar que dentro de duas semanas, Oito mil pessoas já comprei o meu livro? Eles vão ler! "Fiquei espantado. "Babe, é sobre nós. Isso é uma boa merda ", ele brincou. Eu balancei a cabeça e me levantei, colocando minhas mãos em meus quadris. "Krit, isso é. . . São vinte e quatro mil dólares em apenas duas semanas. "Mesmo dizendo isso em voz alta soou insano. Louco! As pessoas não fazem esse tipo de dinheiro em duas semanas. Especialmente os estudantes universitários. "O quê?", Perguntou Krit lentamente. Eu não tinha discutido preços com ele, ou o quanto de lucro receberia por livro. Este era o lugar onde ele ficou em choque. "Vinte e quatro mil. Eu faço três dólares por livro, "eu expliquei. Os olhos de Krit foram pra longe, e então algo aconteceu. A emoção e o orgulho que tinham estado lá desapareceram. Outra coisa tomou o seu lugar antes dele virar a cabeça para longe de mim. "Isso é incrível, amor. Realmente incrível. Eu sabia que você iria fazê-lo. Você merece isso ", disse ele, finalmente, olhando de volta para mim. "Eu tenho que voltar para a aula. Eu vou te ver hoje à noite ", disse ele, em seguida, beijou-me com força na boca antes de sair do apartamento que compartilhamos. O que diabos tinha acontecido?

247


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Krit Voltar para a aula era inútil. Minha cabeça estava fodida. Tudo estava fodido. Este era apenas o começo para ela. Duas semanas e ela fez o que me levou cerca de seis meses para fazer. Puta merda. Eu precisava falar com minha irmã. Não, ela não. Ela é uma mulher. Eu precisava falar com Rock. Ele iria entender coisa que Trisha não faria. O anel de diamante que eu estava pagando nos últimos seis meses não parecia tão malditamente impressionante mais. Oito mil dólares tinham chutado a minha bunda, mas eu estava fazendo o pagamento final sobre ele nesta sexta-feira. Planejar como propor a Blythe tinha sido um calvário ainda maior. Eu tinha mudado minha mente dez vezes já. Eu tinha certeza que eu tinha decidido que eu queria fazer agora, mas depois disso. . . Eu poderia? Fodidos! Isso era tão fodido. Vinte e quatro mil dólares malditos. Filho da puta, era loucura. E ia piorar. Ela estava indo para fazer milhões a este ritmo. Ela estava quase terminando de escrever seu segundo romance. Então ela tem dois livros lá fora, fazendo esse tipo de dinheiro. Puxei minha moto e chamei Rock. "O que foi?", Disse ele em forma de saudação. "Onde você está? Eu preciso falar. " " Eu estou nos condomínios de Dewayne. Eu ia com ele e Preston para almoçar. Quer vir com a gente? "Contar a Rock era uma coisa. Ele era da família. Esta não era uma merda que você compartilha com outras pessoas. "Não, só preciso falar com você. Quando você termina o almoço? " " Espere um pouco ", disse Rock. "D, tenho que ir encontrar Krit. Vou conversar com vocês mais tarde. "Então ele me disse:" Eu estou indo para a minha casa. Encontre-me lá em cinco minutos. "Eu escorreguei meu celular no bolso e voltei minha Harley para a estrada antes de

248


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines ir para a casa da minha irmã. No momento em que eu cheguei, o caminhão do Rock estava estacionado do lado de fora e ele estava encostado, com os braços cruzados sobre o peito, me observando. Eu normalmente não pedia a ajuda dele. Ele geralmente me dava conselhos que eu não queria. A verdade era, Rock pode ser apenas um par de anos mais velho que eu, mas ele havia se tornado um lugar seguro para mim quando eu era uma criança assustada. Quando ele entrou na nossa vida, eu tinha quatorze anos e tentava manter minha irmã viva. Então Rock Taylor tinha ajudado a ambos. Ele era a minha família. Eu estacionei minha moto perto de seu caminhão, em seguida, caminhei até ele. "Parece sério", disse ele, me estudando de perto. "É. Eu acho que. Foda-se, eu não sei. "Isso era tão maldita confuso. "Vamos ouvi-lo." Eu tinha vindo aqui para dizer-lhe o meu problema e obter aconselhamento. Eu estava parecendo um bichinho assustado. Com um suspiro de frustração, eu olhei para o homem que eu considerava um irmão. "Eu não posso propor para Blythe. Não mais. Não vai ficar bem ", eu disparei. Isso não tinha sido exatamente do jeito que eu queria dizer isso, mas foi o que saiu. Meu maior medo. A única coisa que estava me perseguindo e me deixando louco. Rock fez uma careta. "Você quer dizer que depois de gastar todo esse dinheiro em um anel e turnos de trabalho para Dewayne para fazer dinheiro extra, você não vão propor? O que aconteceu? " " Ela. . . ela publicou seu livro. Ela não quer que eu diga a ninguém. Ela fez isso há duas semanas ", expliquei. Rock sorriu. "Isso é incrível. Por que ela não queria que você dissesse às pessoas? " " Porque ela estava nervosa. Assustada. Inferno, eu não sei. Eu não disse nada. Mas está fazendo melhor do que ela esperava. Muito melhor. Como vinte e quatro mil dólares em duas semanas malditas. "Rock soltou uma gargalhada. "De jeito nenhum! Isso é ótimo, cara. Qual é o problema? Aposto que ela está 249


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines emocionada. "Ele não estava entendendo. Frustrado, eu empurrei a mão pelo meu cabelo e gemi. "Sim, isso é ótimo. Ela fica emocionada, e eu estou feliz por ela. Não me interpretem mal. Eu estou tão orgulhoso dela. Mas. . . mas agora que ela está fazendo esse tipo de dinheiro, eu não posso ir e propor. Isso é como se eu tivesse propondo a ela só porque ela tem dinheiro. " Rock franziu a testa. "Isso não é verdade. Você tem trabalhado seu burro, para comprar a ela um anel que era maior do que qualquer coisa que Blythe poderia esperar. " " Mau momento, "Eu bati. Rocha finalmente entendeu. "Merda." "O que eu faço?", Eu perguntei a ele. Rock suspirou e encolheu os ombros. "Cara, eu não sei. Eu nunca tive de me preocupar com Trisha pensando que eu queria ela por dinheiro. Talvez isso não é uma coisa permanente e não vai ser muito dinheiro no futuro. Quando ela estiver fazendo menos dinheiro, você se sentiria melhor propondo, então? " " Eu odeio esperar. Eu quero o meu anel em seu dedo. É apenas a ideia dela pensar que eu poderia querer ela por nada menos do que só ela me mata. Eu me preocupo que a dúvida ficaria em sua mente. Eu quero perguntar a ela para casar comigo, mas quando eu faço isso, eu quero que ela entenda que ela é a porra do meu universo. Estar com ela em uma caixa de papelão seria bom, desde que ela se enrolasse ao meu lado. Eu só preciso que ela seja feliz. Ora, não pela porra do dinheiro. . . "Eu queria gritar de frustração. "Espere. Dê-lhe uma semana ou assim. Talvez um mês. Se você está preocupado com o dinheiro. Honestamente, eu não acho que Blythe vai pensar que você está propondo, porque ela teve sucesso com este livro. Quando ela ver o diamante que você tem para ela, ela vai saber que você está trabalhando para isso por um tempo. " " Ou ela vai acho que eu comprei com seu crédito, planejando pagá-lo uma vez 250


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines que eu estiver casado com uma mulher rica, "eu resmunguei. Maldito dinheiro. Ele teve que fazer tudo complicado. Eu nunca pensei que faria minha vida complicada. Minha menina tinha escrito seu sonho e feito sucesso. Em vez de celebrar, eu estava reclamando sobre isso. Como merda isso foi acontecer? Ela merecia isso. Eu precisava parar e pensar. O tempo certo viria eventualmente. Eu só precisava esperar por ela.

251


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Blythe A reação estranha e a saída rápida de hoje Krit me incomodou tanto que eu não conseguia me concentrar. Fechei meu computador e limpei o apartamento, depois fui para obter mantimentos para tentar manter minha mente fora de seu comportamento estranho. Por volta das quatro, Krit veio andando com seu sorriso encantador de costume e me puxou para os seus braços para me beijar, sem sentido. Ele conseguiu apagar todas as minhas preocupações com seus lábios. Limpamos um ao outro no chuveiro várias vezes, antes de nos prepararmos para o show de hoje à noite no Live Bay do Jackdown. "Não esqueça que você tem que cantar esta noite," Green gritou enquanto caminhava na entrada de trás, deixando eu e Krit sozinhos. Era um ritual agora. Às vezes, tudo o que eles faziam era nos deixar sozinhos para que possamos transar e Krit depois cantar sem se preocupar. E outras vezes, apenas uma espécie de. . . fazer. Dependia do que Krit precisava. "Foda-se", Krit gritou de volta para ele, irritado. Peguei seu rosto e mudei sua atenção para mim. "Seja um bom menino". Krit me deu seu sorriso perverso. "Isso não tem graça, amor", disse ele, deslizando a mão entre as minhas pernas. "Os bons meninos, não fazem isso." Seu dedo entrou em mim com facilidade. Eu estava sempre molhada quando Krit vinha pata tocar em mim. Seu rosto e o modo como sua boca se movia quando ele falava, para não mencionar o seu piercing, apenas. . . me excitava a maior parte do tempo. "Eles não fazem?" Eu ofegava, tentando jogar junto quando ele encontrou o ponto dentro de mim que sempre me fazia gozar. "Uh-uh. Eles não têm a menor ideia ", ele sussurrou em meu ouvido, em

252


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines seguida, mordeu meu lóbulo antes de lamber meu pescoço. Eu me agarrei a seus ombros enquanto ele me trazia para o meu clímax. Quando eu gozei, ele arrancou o dedo dele e o chupou. Rindo, eu balancei a cabeça. "Você é um menino muito ruim. Tenho muita sorte, você é meu bad boy. "Ele se aproximou de mim e inclinou a cabeça para o lado, quando um sorriso torto apareceu em seu rosto. "Você gosta deste menino mau, amor?", Ele perguntou, correndo o dedo úmido, fazendo-me sentir o meu cheiro. "Ele é bom," Eu provoquei, sabendo que o que ele realmente queria era que eu dissesse a ele que o amava. Ele fez beicinho, e aqueles lábios carnudos fez meu coração pular. "Isso não é bom. Eu sou obcecado com a sua boceta doce, e Deus sabe que eu te amo. É melhor eu ser mais do que bom. "Eu subi e esfreguei o polegar sobre seus lábios carnudos. "Você sabe que eu te amo. Eu gritei o quanto eu te amei mais cedo no chuveiro. Então, os nossos vizinhos batiam na parede para me calar. "O riso perverso que vibrou em seu peito era delicioso. "Quando a minha cabeça está entre as suas pernas, e eu te fodo com a língua, não conta. É claro que você me ama, então. "Eu estava ficando melhor sobre não corar quando Krit falava sujo, mas às vezes eu ainda fazia. Como quando ele falava sobre o quanto eu amava que ele me beijasse lá. "Eu te amo, Krit Corbin. Muito ", eu assegurei a ele. Ele fechou os olhos, puxou meu polegar na boca e mordi com cuidado. "É isso aí. Era o que eu precisava ouvir porra ", disse ele, em seguida, abriu os olhos e colocou o braço em volta da minha cintura. "Vamos fazer isso." Nós caminhamos para a entrada dos fundos, e Green balançou a cabeça para nós como se fôssemos crianças desobedientes. Não era como se Green não mexesse com as meninas nos bastidores. Na semana passada eu entrei para ver ele e uma menina 253


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines prensados nas paredes. Eu vi um flash de sua bunda e os seios antes que eu batesse a porta com horror. Krit tinha ficado mais do que chateado que eu tivesse visto a bunda de Green, e ele tinha perdido sua mente com todo mundo, gritando sobre não transar, porra nos bastidores. Eles apontaram que nós brincávamos nos bastidores, e ele teve que alterar para "travar a porra da porta." Eu tinha parado de pensar que Krit iria querer uma audiência com todos eventualmente. Ele nunca me quis em qualquer lugar, em que ele não pudesse chegar até mim e me ver. Porque se ele viu um cara na plateia chegar perto de mim, ele perdeu sua mente, saltou para fora do palco e foi parar na cadeia. Então, para ajudar o meu homem e seu temperamento, eu fiquei em volta dele. Ele cantou e olhou para mim a maior parte do tempo, mas ninguém parecia ver o aviso em seus olhos. Meninas ainda jogavam suas calcinhas e sutiãs para ele. Elas gritaram que queriam ter seus bebês e porra, isso não era necessário. Eu podia ouvir tudo isso aqui, mas eu já não me encolhia. Ele não se importava com o que elas diziam. Nem uma vez ele parecia tentado por elas. Quando eu conheci Krit, ele dividiu o apartamento acima do meu com Green. Agora eu compartilhava o apartamento com ele, e Green vivia no meu antigo apartamento embaixo. A banda tornou-se a minha família. Então tinha Trisha, Rock, e seus filhos. Eu não tinha tido uma família de verdade antes, portanto, ter pessoas em minha vida que me amava era a coisa mais maravilhosa do mundo. Sai dos meus pensamentos e sentei-me no banco onde Krit poderia olhar para mim. Ele piscou para mim enquanto ele tirava a camisa, mostrando seus mamilos perfurados e seu peito tatuado. Seus músculos sensuais me fez contorcer. Logo ele estaria todo suado no palco, e seu cabelo estaria ainda mais confuso do que já estava. Não era de admirar que eu o deixava me levar de volta para o camarim durante o intervalo e ter o seu caminho comigo. Basta ouvi-lo e eu já ficava excitada, mas vendo o seu peito suado, nu e da maneira como ele se mexia me deixou extremamente molhada. Eu estava sempre pronta para colocar as mãos em 254


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines seu corpo liso. "Você é a namorada de Krit?" Olhei para ver uma loira que me lembrou os anjos no topo das árvores de Natal na igreja. Seu cabelo era longo e dourado, ondulado nas pontas. Ela não tinha maquiagem, o que era estranho para groupies. Elas eram normalmente loucas. Com certeza, essa garota não precisava de maquiagem. Ela tinha o tipo de beleza natural. Comecei a imaginá-la como uma heroína em minha novela. "Blythe, certo?", Disse ela, tirando-me dos meus pensamentos. "Uh, sim." Eu balancei a cabeça, confusa a respeito de como ela tinha chegado aqui. Ela sorriu para mim. Era um sorriso real. Genuíno. "Sou Trindade, prima de Matty. Eu estou visitando-o, porque a minha mãe quer que eu me mude para perto de Matty para ir para o Alabama, faculdade. Eu não acho que ele está entusiasmado com isso, embora ", ela terminou, mordendo o lábio nervosamente. "Mas ele disse que estaria de volta aqui e que você era boa." Matty era o baterista do Jackdown. Ele também parecia com essa garota, que era mais jovem do que eu por um ano ou dois, talvez. Seu sotaque era diferente. Ela tinha um sotaque que eu não reconheci. "Onde você mora?", Eu perguntei quando ela puxou uma cadeira ao meu lado. "Uma pequena cidade no Texas, você nunca ouviu falar." Ela sorriu novamente. Duas covinhas apareceram. Ela me lembrou de uma boneca. Era isso. Ela tinha o rosto, cabelo e as ondulações de uma boneca. "É chamado de Berryville. Se eu sair, a população vai passar de 999 para 998. Eu não sei como eles vão fazer isso. "Não havia tom de zombaria em sua voz. Eu gostava dela "Uau. Sim, você pode querer repensar isso ", eu respondi. Ela riu, em seguida, puxou as pernas para cima no banco. "Então, Matty diz que conviver com Krit e você é muito importantes. Eu não sou de fazer ou dizer qualquer coisa que possa ofender. Admito que eu estou um pouco nervosa sobre isso. Krit parece assustador. "Eu olhei para ver Krit franzindo a testa enquanto ele olhava para nós. 255


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Ele estaria aqui em um minuto. Isso ia incomodá-lo. "Ele está de cara feia para mim. Devo sair? ", Ela perguntou em voz baixa. Eu balancei minha cabeça. "Não. Você está bem. Eu juro. Krit é apenas intenso. Quando ele descobrir que você é a prima de Matty e não alguma groupie tentando me perturbar, ele vai relaxar.” Quando Matty caminhou até Krit, agarrou seu ombro, e disse algo em seu ouvido, Krit balançou a cabeça, em seguida, olhou para mim. Eu dei-lhe um sinal positivo. Ele relaxou e voltou a aquecer e verificar o som. "Isso significa que eu posso que ficar?", Perguntou ela. Rindo, eu assenti.

256


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Krit A menina ao lado de Blythe parecia jovem e inocente. Matty disse que era sua prima que veio do Texas. Ele jurou que não era nada parecido com ele e que ela e Blythe iriam se dar muito bem. Até agora Blythe tinha ficado bem. Embora a menina tinha mantido a conversa com Blythe e manteve sua atenção. Eu não gostei disso. Eu queria que toda atenção de Blythe em mim. Sim, era egoísta, mas foda-se. Durante a nossa primeira oportunidade eu estava ao lado de Blythe antes que ela pudesse se levantar. "Vem cá, amor", eu disse, puxando-a para cima, para os meus braços. Eu estava suando, mas ela nunca recuou ou agiu como se isso a incomodasse. Ela veio até mim de bom grado. Eu amei isso. "Krit, este é o Trindade. Trindade, este é Krit ",

disse Blythe,

introduzindo-nos. "Prazer em conhecê-lo, Trindade. Mas eu tenho que levar a minha menina para longe por um pouco, Ok? "Liguei meu braço em volta do pescoço e a levei para os bastidores, longe de Trindade e sua boca tagarela. "O que foi aquilo?", Perguntou Blythe, olhando para mim. Eu não encontrei o seu olhar. Eu estava escondendo meu comportamento egoísta o melhor que podia. Ela era perfeita e ela me amava, este idiota fodido. Eu tinha que esconder minhas piores características o melhor que podia. "Krit Corbin, você está com ciúmes de. . . uma garota? " a diversão de Blythe era óbvia. Eu não respondi. "Ohmeudeus, você está. Krit, sério? Eu não balancei desse jeito em tudo. Com certeza, ela é uma menina muito bonita, mas eu estou apaixonado por você. "Baixei a cabeça e beijei sua testa. "Sim, você está." Ela riu e colocou a cabeça no meu peito suado.

257


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "O que eu vou fazer com você? Você só está piorando. " " Mantenha-me. Isso é o que você vai fazer comigo. "Ela deslizou a mão até meu peito e a deixou sobre o meu coração. "Sim, eu sou de fato indo mantê-lo." Isso me fez sentir melhor. "Eu não estava com ciúmes dela. Eu só não gosto que ela estivesse falando pra caramba. Eu gosto de ver seus olhos em mim. "Blythe assentiu. "Entendi. E eu sei, mas eu estava tentando não ser rude." Blythe não queria ser mal com ninguém. Ela era doce e gentil e minha. "Nós podemos ir para fora e ver Trisha. Eu a vi andar com Amanda há poucos minutos. “Ou podemos ir para o camarim e foder. "Ela riu alto, e meu peito se apertou com o som. "Eu não sei, Krit. . . O que você quer fazer? "Eu a coloquei no camarim. "Com você, amor, essa resposta será sempre foda. Eu estou obcecado com a sua boceta, lembra? "Ela estremeceu em meus braços, e eu abri o camarim e lati para os caras saírem antes de fechar a porta e a tranca-la. "Tire tudo amor," Rosnei enquanto eu a perseguia, até que ela foi pressionada contra a parede. É claro que isso era exatamente o que ela fez.

258


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Blythe "Você conhece bem Green?" Trindade me perguntou. Eu mantive meus olhos em Krit para que ele ficasse feliz. Ele era como um menino mimado. Ele me deixava louca. "Sim, eu o conheço muito bem. Ele é o melhor amigo de Krit. "Trindade não disse nada por alguns minutos, e eu estava tentada a olhar para ela. Ela havia feito uma pergunta aleatória e, em seguida, encerrado a conversa. "Ele é muito talentoso. Eu realmente não estava esperando, dado o que tinha visto dele até agora. Quer dizer, eu não queria dizer que ele não fosse bom ou qualquer coisa. . .. É só que eu notei ele. . . ou, bem, eu tinha que observá-lo, porque ele veio para Matty com algumas meninas, e ele não estava sóbrio, eu acho. Matty me enviou para o meu quarto e argumentou com Green e, finalmente, as meninas foram embora. Saí da sala pensando que Green tinha ido embora também, mas ele não tinha ido. Ele estava lá, bebendo uma cerveja. Ele pediu desculpas para as meninas quase nuas que ele tinha trazido com ele, em seguida, passou a me chamar de bloqueador de pau. Matty lhe deu um tapa na parte de trás da cabeça, e, bem, eu estava nervosa, então eu voltei para o meu quarto novamente. Então. . . ele não parecia tão inteligente, ou talvez ele não parecia tão dedicado a coisas sérias como ser um músico. Mas ele está muito bom e ele é muito bom hoje à noite. Ele não tem falado comigo, mas eu vi ele com todos os outros. Ele parece muito mais inteligente. . . do que eu pensava. Isso não parece certo também. O que eu quis dizer é que ele é muito bonito e eu estou feliz que ele tem um cérebro em sua cabeça. É uma pena quando os meninos são muito semelhantes a ele e burros. Vou me calar agora. "Isso foi um bocado. Trindade tinha conseguido chamar a minha atenção, com suas longas divagações sobre Green. As duas coisas que ela disse

259


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines que mais se destacaram foram que Green havia ignorado ela durante toda a noite e que ela achava que ele era bonito. Isso foi muito interessante. Green era um cara legal, e se ele tivesse conhecido Trindade antes mesmo de estar bêbado, eu não posso imaginar que ele ignorando-a. Ele nunca fez isso. Eu a estudei por um momento, e o rosa em suas bochechas me disseram que ela estava envergonhada com sua explosão de informações. Será que Trindade tem uma queda por Green? Certamente que não. Ele não era muito velho para ela, mas ela era prima de Matty. Isso acabaria muito mal. A menos, claro, que Green a ignorasse porque ele estava lutando contra qualquer atração por ela. Era possível para Green se apaixonar por uma menina e mudar seus caminhos. Ele era uma aposta mais fácil do que Krit antes de eu aparecer. "O verde está na faculdade de direito. Ele é realmente brilhante, e, sim, ele é muito talentoso. Mas você vai aprender, se você está por perto que esses caras são um tipo estranho. Eles vivem a vida à sua maneira. Quanto a ignorá-la, eu não sei nada. Ele está apenas focado, porque eles estão no palco. Ele tem a sua cara de jogo, onde ele flerta com os fãs e traz a multidão a loucura. É o que eles fazem. "Trindade parecia muito pensativa por um momento, depois assentiu. "Ok. Sim. Isso faz sentido. Obrigado, Blythe. "Eu balancei a cabeça em troca e olhei para Krit, que estava esperando por mim olhar para ele. Eu sorri e soprei-lhe um beijo. Ele o pegou e o levou aos lábios, então piscou para mim. Eu podia imaginar as fêmeas desmaiando na plateia neste momento. Eu era uma garota de muita sorte.

260


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Krit Duas semanas mais tarde Blythe tinha vendido um total mensal de vinte mil livros. Eu tinha um diamante pago escondido debaixo da cama. Todos os planos para propor estavam suspensos. PORRA!

261


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Blythe Eu digitei a última palavra do meu segundo romance e deixei cair as minhas mãos no meu colo. O sentimento de realização e satisfação que veio sabendo que eu tinha escrito dois romances completos era extraordinário. Havia ainda as edições e as regravações que eu precisaria fazer, mas a história estava completa. Dentro de um mês eu poderia carregá-lo e publicar novamente. O poder que veio me surpreendeu. Eu não esperava esse sentimento de triunfo. Várias vezes ao longo do mês passado, eu tinha pensado em chamar o Sr. Williams. Também conhecido como o homem que ajudou a me dar a vida. Eu não tinha certeza do que eu diria, no entanto. Ele me criou, no sentido mais amplo da palavra. Sra Williams, sua esposa, e não a minha mãe, tinha feito mais do mesmo. A disciplina e o abuso emocional tinha sido como uma faca. Ele só tinha intervindo quando ele pensou que ele precisava. Desde que eu não sabia que ele era o meu pai até o ano passado, não houve nenhuma conexão ou amor lá. Eu não encontrei-me querendo me relacionar com ele. Para mim, ele parecia um homem velho oco que confiou no púlpito, e ficou em todos os domingos dizendo as pessoas o que Jesus queria que eles fizessem. Eu tinha parado de ouvir há muito tempo. Na minha opinião, Jesus não queria que os pais abandonassem os seus filhos e os deixassem crescer em um lar sem amor ou afeto. Então, ele falhou miseravelmente lá. Eu não conseguia perdoar isso. Chamá-lo e dizer-lhe sobre o meu livro parecia inútil. E ele não aprovaria se ele o lesse. Havia peças que eu tinha mudado e tinha muita ficção, mas eles ainda estavam com base na vida que ele me deixou crescer. Se alguém iria pegar isso, ele o faria. Eu coloquei o Sr. Williams fora da minha mente. Um dia talvez eu o chamaria, ou talvez eu não faria. Ele não fez nenhum esforço para me chamar. E eu tinha uma família agora, e amigos. Eu tinha o amor que ele tinha me negado.

262


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Levantando-me, eu estiquei minhas pernas e fui fazer um copo de chá doce. Antes que eu pudesse chegar à cozinha, houve uma batida na porta. Abri para revelar Green parecendo que ele não dormia há dias. "Green. . . você está bem? ", eu perguntei, preocupada que ele poderia estar doente. Ele parecia doente. "Não. Deus, não ", disse ele, passando a mão pelo cabelo, então xingou. "Eu fodi tudo, Blythe, e eu sei que Krit não está aqui, mas eu preciso de conselhos. A partir de uma menina. Ou alguém no momento que eu possa confiar e que não seja um idiota. Então eu preciso de você para me trancar em um quarto e me proteger. "Isso não soava bem. "Entre. Eu só estava indo para obter um pouco de chá. Gostaria de um pouco?", Eu perguntei a ele. Ele balançou a cabeça. "Não, mas tranque a porta. Apenas no caso. " " Você está começando a me assustar, Green. "Ele se aproximou, caindo no sofá, e enterrou a cabeça em suas mãos. "Ele não vai matá-la. Apenas eu. Ele vai me matar, e eu porra mereço. Mas ela é tão. . . e seu cabelo. . . e ela cheira. . . PORRA! O que eu fiz? Eu juro por Deus que eu nunca mais vou beber de novo. "Eu me sentei na cadeira em frente a ele. "Desacelere. Vamos começar com o que vai matá-lo. "Green puxou seu cabelo enquanto ele mantinha a cabeça baixa. "Matty." Oh, não. "Green. . . o que você fez? Será que você, uh. . . tocou Trindade? "O fato de que ele estava ignorando Trindade nos shows por uma semana e meia, e, em seguida, duas noites atrás, ele ficou olhando para ela, tinha me chamado a atenção. Mas eu decidi que era inofensivo... "Ela era uma. . . virgem ", ele engasgou. Era? Ah, não. Ohno ohno Ohno. . . "Green, por favor me diga que ela estava disposta. . . "Ele baixou a cabeça mais para o seu colo e gemeu. "Deus, sim ela estava disposta. Eu não sou a porra de um estuprador. Mas ela 263


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines era tão foda, disposta sobre tudo o que fiz, que eu perdi os sinais. Até que eu estava dentro dela, sendo espremido até a morte por sua buceta apertada. " " Muita informação, Green! "Eu o parei. Ele levantou a cabeça e franziu a testa. "Sim. Desculpe, foi. Mas eu não sabia, Blythe. Eu realmente não sabia. Eu estava bebendo, e Matty estava desmaiado. Ela acordou e o cabelo dela estava bagunçado e ela não estava usando sutiã. Em seguida, ela sorriu para mim com este olhar sexy pequeno e bonito, e ela tem porra, covinhas, tão malditas lindas, DEUS! Eu sou apenas um homem, Blythe. Eu sou apenas um homem filho da puta que fodeu a prima virgem de seu amigo. "Ele estava realmente em apuros. Matty estava indo para matá-lo, ou ele estava indo para ir para a cadeia. "Quantos anos ela tem? Você conseguiu sua idade em primeiro lugar? ", Perguntei, pronta para ir para escondê-lo se eu tivesse que fazer. "Ela vai fazer dezenove no próximo mês. Ela é maior de idade. Eu já pedi a Matty sua idade meses atrás antes das coisas correram estranho com a gente. Isso é culpa dela também, porque ela tem esse cabelo e ela cheira bem e ela sorria para mim e me olhava. Quando eu a peguei olhando para mim, ela não desviou o olhar, e as covinhas apareceram... Eu mencionei o cabelo dela? "Eu mordi de volta um sorriso. "Sim, você mencionou seu cabelo algumas vezes." Green subiu e voltou a puxar seu próprio cabelo com as duas mãos. "Estou tão fodido!" "Onde ela está agora? Quero dizer, você tomou sua virgindade e correu para cá, ou você cuidou dela e a limpou, ou falaram sobre isso? "Green deixou cair as mãos para os lados e deixou cair a cabeça para trás, enquanto ele olhava para o teto como se ele tivesse as respostas. "Nós. . . você sabe. . . ambos, uh. . . terminamos. E então eu a limpei. Ela era só sorrisos com covinhas, e eu estava tão chateado. Mas suas covinhas estavam fodendo a minha cabeça. Ela disse coisas, como foi maravilhoso e como ela sempre 264


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines sonhou. Em seguida, ela perguntou se poderia dizer a Matty que éramos um casal. "Ele olhou para mim com os olhos arregalados. "Um casal, Blythe! Ela pensou porque nós transamos e seriamos um casal. "Uh-oh. Isso não soava bem. O que ele fez? Ele sentou-se na mesa de café neste momento e apoiou os cotovelos sobre os joelhos quando ele abaixou a cabeça no que só poderia ser descrito como vergonha. "Eu lhe disse que ela deveria ter me dito que ela era virgem. Que eu nunca teria dormido com ela. Eu culpei a bebida, o uísque, e então eu disse a ela que eu tinha muita coisa acontecendo na minha vida para estar em qualquer relacionamento. Que eu transava com garotas, eu não as namorava. . .

Então eu

saí. "Oh, Green. Como você pôde? "Você a deixou lá?" "Eu vim direto para cá. Eu precisava de um lugar seguro para me esconder quando ela dissesse a Matty. "Ele estava certo. E Krit precisava chegar em casa. Eu não tinha certeza de como mantê-los de destruir o lugar sem Krit aqui para controlá-los. Pobre Trindade.

265


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Krit Abri a porta do apartamento e caminhei para dentro, pronto para bater cabeças. Achei Green na frente da janela e Blythe sentada na poltrona com as pernas puxadas em seus braços, olhando-o com um olhar severo. Ela me mandou uma mensagem dizendo que Green tinha dormido com Trindade e Matty estava indo para matá-lo. “Por favor, venha para casa. O Green está aqui.” Eu disse a Dewayne que eu tinha que ir e obter o inferno fora de lá. Ele perguntou se era uma emergência e se eu precisava de ajuda. Eu lhe disse que eu não tinha certeza, mas se eu precisasse, eu o deixaria saber. "Você parece uma merda", eu disse a Green enquanto eu me dirigia para Blythe. "Eu não sabia que ela era virgem. Ela estava flertando e todos fodendo em cima de mim. E ela tem esse cabelo. "Ele parou e amaldiçoou. "Ele tem uma grande coisa com o seu cabelo. Ele fala muito dele, "Blythe sussurrou para mim. Enfiei minha mão sob o cabelo da minha menina e a segurei em torno de seu pescoço. "Ela é velha o suficiente?", Perguntei em desgosto. Green olhou para mim. "Sim! Ela é tão antiga quanto Blythe foi quando você a... " " Eu estava apaixonada por Blythe, "disparei de volta. "A princípio, não! Você estava obcecado por ela. Ela era apenas um de seus vícios loucos. O amor veio mais tarde. "Ele estava certo, mas me irritava ouvi-lo explodir meus sentimentos por ela. "Veja. Agora eu sou a única coisa entre você e Matty. "Green suspirou e parecia arrependido. "Sim, eu sei. Eu só estou uma bagunça. Eu não posso acreditar que fiz isso. É aquele maldito cabelo. . . e as ondulações. "

266


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Aparentemente, Blythe estava certa. Ele realmente gostava do cabelo da menina. "Será que ela ficou brava com você e disser que ela estava contando a Matty? Quero dizer, ele mesmo vai descobrir? "Blythe inclinou a cabeça para trás. "Ela pensou que os dois fizeram. Ele disse que fodia, ele não namorava. Em seguida, ele a deixou. "Ouch. Foi assim que que seu rosto caiu mais. "Você não pode ficar aqui no nosso apartamento. Vou me certificar de que você chegue até seu apartamento vivo, no entanto. Em seguida, é só esperar. A menina pode não planejar dizer a ele. Você não a conhece bem o suficiente. Fique vivo até que o nosso show amanhã à noite. "Green olhou ansiosamente para a porta que costumava ser seu quarto. "Eu vou ficar no quarto. Eu não vou sair e incomodar vocês. "Eu balancei a cabeça e fui até a porta, abrindo para que ele pudesse sair. "Você não vai ficar aqui. Desista. Vamos ", eu disse, apontando para ele sair. Green olhou pela janela novamente. Ele estava procurando por Matty aparecer. "Enquanto a barra está limpa, você precisa fazer uma corrida para ele", eu o lembrei. "Tudo bem", ele retrucou, e finalmente consegui o inferno fora do meu apartamento.

267


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Blythe Antes de eu morar com Krit, eu nunca fiz a minha cama. Era meu único ato de rebelião após ser forçada a crescer em uma família rígida. Se eu errasse ao fazer a cama, me batiam com um cinto. Assim, fazer uma cama não é algo que temia. No entanto, Krit gostava de uma cama feita. Por um longo tempo ele fazia até tarde quando chegava em casa. Ele nunca se queixou ou tocou no assunto. Ele só fez isso. Ele gostava de arrumar. Depois de vê-lo fazer isso por um tempo, eu decidi que eu poderia fazer isso todas as manhãs. Ele não era exigente sobre quão bem a coberta era dobrado ou se o cobertor estava exatamente em linha reta. Ele só gostava que fosse arrumado. A primeira vez que fiz isso, o sorriso em seu rosto quando ele entrou no quarto fez tudo valer a pena. Agora eu faço isso só para ver aquele sorriso. Ele gosta que eu faça isso por ele. Porque ele sabe que era algo que eu odiava antes. Esta manhã eu não tinha aulas. Em vez disso, resolvi fazer uma limpeza profunda. Eu ainda estava à espera de Green para pedir ajuda. Até agora Matty não tinha aparecido ou sequer mencionado nada. Eu não acho que Trindade planejava dizer. Ficando de joelhos, eu puxei as calcinhas e meias que estavam debaixo da cama. Na maioria das vezes nós jogávamos as roupas enquanto estávamos atacando um ao outro, então as coisas vão faltando e acabam por todo o lugar. Meu sutiã favorito ficou perdido por um mês porque estava atrás da cômoda. Eu percebi que eu iria recolher todos os nossos artigos em falta de roupa, em seguida, poeira e vácuo. Várias caixas ficaram debaixo da cama. Elas eram Krit, e eu nunca perguntei a ele sobre elas. Era principalmente CDs, pelo que eu poderia dizer, e itens de recordações. Abri as caixas e vi se havia algo que poderíamos pendurar na parede. Meus dedos roçaram uma caixinha de veludo. Confusa, eu envolvi minha mão em torno dela e a puxei para fora lentamente. Eu sabia o que

268


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines tinha em pequenas caixas de veludo, mas Krit não tinha mencionado casamento para mim. Mesmo que fosse tudo que eu conseguia pensar nos últimos casamentos que eu havia assistido. Eu amava Krit, e eu queria o meu para sempre com ele, mas ele não parecia estar pronto para essa etapa. Eu estava contente por estarmos vivendo juntos. A pequena caixa era negra. Segurei-a na minha mão enquanto deitava ao lado da cama. Eu estava quase com medo de abri-la. E se houvesse algo aqui que eu não precisava ver? E se fosse um anel de seu passado? Se ele tivesse dado um anel a Jess? Não. Eu não ficaria com ciúmes disso. Eu não tiraria conclusões precipitadas. Mas não havia poeira na caixa. Não muito, mas ainda assim, havia alguma. As coisas poderiam ficar empoeiradas sob a cama. Após essa pequena conversa de vitalidade, eu abri a caixa. Localizada no cetim tinha um enorme anel de diamante. De todas as coisas que eu esperava ver, esta não era o que eu tinha imaginado. Este anel era caro. E muito real. O interior da caixa tinha o nome do joalheiro pressionado em tinta preta no cetim branco. Verificando por cima do meu ombro para me certificar de Krit não tinha voltado para casa, eu decidi que eu estava indo experimentá-lo. Eu me levantei para uma posição sentada no chão e gentilmente peguei o anel, como se ele pudesse quebrar. Então eu delicadamente deslizei no meu dedo anelar. Foi um ajuste perfeito. Inclinei a mão de um lado para o outro para ver as luzes brilhando fora da pedra. Por que ele tem isso? Será que ele estava guardando para mim? Se ele estivesse, você poderia pensar que ele poderia ter mencionado o casamento, ou insinuado ele. Mas, ao longo do mês passado, ele não tinha dito nada. Na verdade, quando eu lhe perguntei o que ele achava que eu deveria fazer com o dinheiro que entrou e onde eu deveria depositá-lo, ele sugeriu que eu fosse falar com o gerente do banco e obter algumas dicas sobre isso. Ele não se ofereceu para ir comigo. Ele nem sequer falou novamente. Isso não soa como um homem que estava prestes a propor casamento. Estendi a mão para a caixa novamente e estudei o pó. Ele não tinha ido apenas para compra-lo e 269


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines colocá-lo aqui recentemente. Quanto mais eu olhava para ele, percebi que tinha estado sob aqui um tempo. Eu realmente queria pensar que isso era para mim. Isso não poderia ter sido feito para mim. Ele saiu com a mesma facilidade que tinha ido, e então eu coloquei de volta na caixa, assim como eu tinha encontrado. Com um suspiro triste, deitei e coloquei a caixa de volta em seu esconderijo. Eu não estava com vontade de limpar mais.

270


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Krit Algo estava errado com Blythe. Eu tinha perguntado se ela estava se sentindo bem, e ela forçou um sorriso, em seguida, me tranquilizou. Quando ela não estava melhor no dia seguinte e continuei a parecer mal-humorado, eu tinha lhe perguntado se alguém tinha a perturbado, e ela disse que ela estava bem. Uma semana mais tarde, quando ela ainda estava agindo de forma estranha e até mesmo mais retraída, perguntei-lhe se eu tinha feito algo para chateá-la. Houve uma pausa antes que ela dissesse que não. . . ela estava bem. Ela não estava fodidamente bem. Eu só não sabia o que estava errado. Mas eu estava decidindo que a culpa era minha. Pela primeira vez na nossa relação, Blythe estava, na verdade, fazendo beicinho. A única vez que eu senti como se estivéssemos bem era quando estávamos transando. Ultimamente eu estava fazendo isso ainda mais para me tranquilizar de que ela me amava e eu não estava prestes a perdê-la. Eu ouvi os gritos antes mesmo de chegar ao meu apartamento. Era Matty. . . Merda. Quando ele não mencionou durante toda a semana, eu percebi que a menina não estava indo para contar a ele sobre verde. Soou como se ela tivesse mudado de ideia. Eu tomei as escadas de dois em dois. Quando cheguei ao patamar, onde o apartamento de Green estava, a porta estava aberta e Matty estava gritando algo sobre Blythe precisar sair do seu caminho. Filho da puta! Eu invadi o quarto para ver Blythe de pé entre Green e um Matty muito irritado. Ela estava com as mãos no ar como se estivesse protegendo Green. "Não de mais a porra de um passo para perto dela," Eu rugi, empurrando Matty para o sofá e envolvendo Blythe em meus braços enquanto eu olhava para o meu melhor amigo, que tinha acabado de deixar a minha mulher em seus escudos. "Ele comeu minha prima! Eu vou matá-lo! "Matty gritou, e eu o vi passar ao

271


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines meu lado. Eu empurrei Blythe atrás de mim, em seguida, virei-me para bloquear Matty. "Você não vai tocá-lo com Blythe neste quarto. Ela pode se machucar. E antes que você vá cometer um crime, deixe-o falar. " " Por favor! ", Uma voz feminina implorou, em seguida, começou a chorar novamente. Eu empurrei minha cabeça para ver a prima de Matty e a causa de todo este drama, com o rosto vermelho e manchado. Ela com certeza não estava salvando Green com seu corpo. Ela estava deixando Blythe fazer isso. "Ela é minha prima," Matty gritou. "Eu teria pensado que o meu amigo iria respeitar isso!", Eu concordei. Mas Green nunca tinha fodido uma situação como esta. A quantidade de tempo que passou em curso sobre o cabelo da menina e as covinhas me fez pensar que ele estava mais ligado a ela do que queria admitir. "Você tinha que dizer a ele?" Eu rosnei para a loira choramingando. Não entendi o que ele viu nisso. Ela balançou a cabeça freneticamente. "Não grite com ela! Ela estava aqui comigo e ele a seguiu. "Green finalmente entrou na conversa. Voltei minha atenção para Blythe. "Eu preciso que você vá ficar na porta para longe do perigo. Você pode por favor, faça isso por mim? "Ela mordeu o lábio inferior e parecia que ela tinha que pesar seriamente as opções aqui. Caramba, será que ela realmente acha que ela estava indo salvar Green? "Amor, se alguém acidentalmente tocar em você, eu perderia minha mente. Isso iria descer muito mal, e ambos sabemos disso. Ambos precisamos de você fora caminho do mal. "Blythe finalmente balançou a cabeça e olhou para trás, Green estava perto da porta. Eu olhei para Green este tempo. "Por que ela estava vindo para cá? Eu pensei que esta era uma coisa de uma vez e tinha acabado. "Green empalideceu, então parecia que ele estava com raiva. "EU. . . Liguei para ela naquele dia depois, você sabe. . . para ver se ela estava bem. Nós conversamos, e então ela se aproximou. Ela tem ficado comigo um monte nesta semana. "Foda-me. "Eu vou matar você filho da puta!" Matty empurrou agora que Blythe não 272


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines estava no caminho, e eu tinha que pegar os dois braços e empurra-lo de volta antes que ele esmurrasse Green. "Deixe-os explicar primeiro, caramba," eu pedi. Então eu olhei para a garota. "Você gosta de Green? Queria flertar com ele e vir aqui de livre e espontânea vontade? "Ela assentiu com a cabeça, em seguida, lamentou. "Sim! Tentei dizer a Matty. Tentei dizer a ele que eu amava Green. Mas ele não vai me ouvir. "Sim, bem, Green não a ama, então eu estava agora entendendo por que Matty queria matá-lo. A filhote era seriamente ingênua. "Green?" Eu perguntei, olhando para ele. "Você sabia que ela te amava?" Ele passou as mãos pelo cabelo. Em seguida, sacudiu a cabeça. "Não até que ela gritou com Matty." "Você disse a ela ou a fez pensar em qualquer momento que você a amava?" Ele balançou a cabeça. "Não. Eu só. . . Eu gosto dela. "Ele olhou para ela. "Um monte. Eu gosto de estar com ela, e eu gosto de conversar com ela. " " E você gosta de transaro com ela! "Matty rugiu, tentando se libertar da minha espera. Green olhou para ele. "Não diga isso. Você vai machuca-la. Você não pode simplesmente calar a boca e parar de fazer isso na frente dela? Ela está chorando e você não se importa. Ela está assustada e preocupada. Blythe, tire-a daqui e a acalme. Então, podemos continuar com isso. "Bem, isso foi interessante. "Ele gosta dela, cara. Você está ouvindo isso? "Eu sussurrei no ouvido de Matty enquanto eu segurava ele. "Ela é jovem demais para ele. Ele vai machucá-la. Inferno, ela já pensa que ela o ama. Como é que ela vai lidar com isso quando ela o ver fodendo uma groupie? "olhei na direção de Green. "FECHE. A. PORRA. Da. TUA. BOCA "Seu rosto estava vermelho brilhante, e a veia em sua testa estava de pé para fora. 273


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Acalme-se, Green, ou eu vou deixá-lo solto," eu avisei. "Nããão, por favor!", A menina gritou. Green olhou para ela e sua expressão se suavizou. Droga. Eu quase ri. "Está tudo bem, Trindade. Está tudo bem. Só por favor, pare de chorar. "Sua voz era suave quando ele falou com ela. A tensão de Matty aliviou. Ele também ouviu. Green olhou para Matty. "Ela é... diferente. Para mim. Eu estou tentando descobrir isso, mas eu não quero estar com mais ninguém. É uma coisa exclusiva e eu a respeito. Eu quero protegê-la, e eu não quero nunca mais magoá-la. Eu fiz isso uma vez, e eu juro por Deus que eu não vou fazer isso de novo. Basta dar-nos um minuto, ok? Ela precisa se acalmar. " " Ele não pode se apaixonar em uma porra de semana. Dê-lhe tempo, "eu disse, e Matty suspirou profundamente. Em seguida, ele assentiu. "Bem. Ela quer você. Vai ser bom para ela. O que diabos eu vou fazer sobre isso? Sua mãe nunca deveria ter enviado ela para me vigiar. Meus amigos são todos fodidos. Fodidos paus com tesão. "Eu deixo Matty, e felizmente ele não avançou em Green. Ele se virou para olhar para Trindade. "Ele é um bom rapaz. A maior parte. Mas ele não é perfeito, e por mais que ele não quer, ele vai estragar tudo. "Green rosnou, e eu coloquei a mão para pará-lo. Matty balançou a cabeça, em seguida, se dirigiu para a porta. Ele parou quando ele chegou lá. Olhando para trás, para mim, ele disse: "Eu nunca teria tocado em Blythe. Eu não sou estúpido. "Então ele virou-se para GReen. "Se você fizer qualquer coisa diferente de respeito e estimá-la, eu vou te encontrar onde Krit não poderá te salvar." Nós todos ficamos em silêncio por um momento, até que tivemos a certeza de que Matty tinha ido embora. Então Green virou-se para a menina e ela correu para ele. Eu estava cansado deste drama. Blythe caminhou de volta para a sala e fui direto para ela. "Você nunca me assuste assim de novo." Ela me deu um pequeno sorriso. "Eu sabia que ele não iria me tocar. Eu era a coisa mais segura para Green.” "Você não tem que salvar a bunda idiota de Green. "Ela sorriu. 274


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Você fez."

Fim Continua...

Blythe Ele sabia que algo estava errado comigo. Eu estava tentando tão duro não deixar que o fato de que ele tinha um anel escondido debaixo da cama com poeira sobre ele chegasse até mim. Mas tudo que eu conseguia pensar era que ele tinha comprado para Jess. Por mais que eu gostasse de Jess, eu estava tão pirada, com ciúmes. Nós estivemos juntos por muito mais tempo do que ele esteve com Jess. Ele estava pronto para propor a ela depois de apenas um par de meses. Estávamos juntos havia quase um ano, e ele nem sequer mencionou isso. Hoje eu tinha cedido e chorado sobre ele. Cada dia que passava e ele não dizia nada sobre se casar comigo, fiquei mais convencida de que não era o meu anel. Era para alguém. DEUS! Eu odiava me sentir assim. Eu amava Krit. Mesmo que ele nunca quisesse se casar comigo, eu iria ficar o tempo que ele me quisesse. Eu era patética. Ao vê-lo sorrir, meu dia se iluminava. Quando ele me beijou, eu iria esquecer momentaneamente que ele não me amava tanto quanto ele tinha amado Jess. Em seguida, o medo terrível de que ele ainda estava apaixonado por ela me afundou, e eu seria todo o tipo de asneira para o resto do dia. Olhando para as minhas vendas de livros já não me fazia feliz. Meu coração estava quebrando mais e mais a cada dia. Eu me enrolei no sofá com uma xícara de café e me cobri com um cobertor. Krit ainda estava dormindo, sonhar que ele ia propor a Jess, o que era ridículo, tinha me acordado. Eu precisava ficar longe dele e colocar minha cabeça em no lugar. Ele iria acordar e ficar chateado por eu não estar ao lado dele. Eu me senti culpada por não estar lá.

275


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Sua parte favorita de acordar era o sexo. Mas imagens dele colocando o anel na mão de Jess não me colocaram no clima para o sexo. Eu queria distância. Puxando as cobertas, eu me protegi contra o frio da manhã e tomei um gole do meu café. Não havia nenhuma razão para eu estar agindo assim. Tive uma vida maravilhosa. Krit me amava. Eu tinha certeza disso. Eu tinha acabado dois romances, e parecia que talvez eu ia fazer uma carreira fora deste negócio de autor. Estes eram os sonhos que tinha tido por tanto tempo: ser amada e escrita. Este anel estúpido estava arruinando tudo isso. Eu estava deixando uma bela rocha me perturbar, tirando a minha alegria. Talvez eu só deveria dizer a ele que encontrei o anel. Eu sabia que estava sendo um bebê sobre isso, mas sabendo que ele tinha ido para pedir outra mulher para se casar com ele me incomodou. Ele iria entender por que eu tinha sido tão mal-humorada, e então eu poderia deixá-lo ir. Seus pés tocaram o chão do quarto. Eu podia ouvi-lo se esticar, e eu sabia exatamente o que parecia. Todos os músculos bonitos em exposição. Eu amava esse ponto de vista. E por causa de um anel estúpido que eu estava aqui perdendo isso. Eu acho que eu odiava aquele anel. Quando seu olhar me bateu, eu levantei minha cabeça da minha xícara de café e olhei para ele. O cenho franzido na sua testa enrugada me entristeceu. "Por que você está aqui?", Ele perguntou com a voz sonolenta e rouca. Eu havia mentido para ele toda a semana e lhe dito que estava bem. Não era justo para nenhum de nós. O anel estava arruinando as coisas. "Eu encontrei o anel", eu soltei, desejando que eu tivesse pensado que um fora era melhor. Sua carranca se aprofundou, como se ele não tivesse certeza do que eu estava falando. O entendimento o acertou, eu o vi transformar seu rosto. "Eu estava limpando. Eu não estava bisbilhotando. Eu só. . . Nós tendemos a perder minhas calcinhas e sutiãs e camisolas quando você as joga. E suas meias. Eu estava verificando atrás de móveis e debaixo da cama. . . "Krit soltou um grunhido de frustração e passou a mão em sua cabeça bagunçada. "Quando você o encontrou? É isso o que tem estado errado com você durante 276


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines toda a semana? "Ele não estava negando que ele comprou para Jess. Ele não estava me dizendo que era meu. Ele estava chateado. O olhar em seu rosto era de preocupação e talvez medo. Não é bom. "Sim. Tem sido uma semana. Mas "- Eu levantei uma mão" Está tudo bem. Eu acho que eu só precisava dizer. Estou lidando com isso. Claro, isso não é fácil de engolir, mas eu vou. Isso foi antes do meu tempo. "A confusão em seu rosto foi seguida por raiva. " O que quer dizer, antes de seu tempo? "Eu não queria falar sobre isso, mas era bom para nós. Poderíamos discutir o assunto e eu poderia colocá-lo atrás de mim. "Eu estou supondo que isso era para. . . Jess. Ela era antes, uh. . . antes de mim. " O nariz de Krit se enrugou e um olhar que disse que achava que eu tinha perdido minha mente apareceu em seu rosto. Se houvesse outra garota? Uma que ele não tinha me falado? Uma que ele tinha amado mais do que Jess? Eu ia ficar doente. Ele me encarou por mais alguns momentos antes de caminhar até a mesa do café. "Amor, eu nunca comprei um anel para Jess. Inferno, eu nem sequer considerei pedir. Por que você acha isso? "Então houve alguém. Alguém tão importante que ele ainda não tinha me dito sobre ela. Esta era a pior de alguma forma. "Quem, então? Eu pensei que ela fosse o único relacionamento sério você teve. "Krit soltou uma pequena risada como se estivesse surpreso com a minha pergunta. "A única mulher que eu já considerei pedir para ser minha para sempre foi você." Mas o anel. . . Oh. Oh meu. "Sim. Você. Só você ", ele repetiu. Em seguida, mudou-se para sentar-se ao meu lado no sofá. "Por que você assumiu que era para alguém?" "Porque ele tinha pó. E você nunca mencionou se casar. Nem mesmo em tom 277


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines de brincadeira. "Ele gemeu e colocou a cabeça para trás no sofá. "Eu tenho tão fodido isso." Eu esperei ele dizer mais. Seus músculos do pescoço e corpo sem camisa estavam me distraindo. "Eu tenho trabalhado para Dewayne, ganhando dinheiro extra para que eu pudesse pagar por esse anel. Levou vários meses, mas eu fiz isso. Eu amei cada minuto maldito dele também. Eu queria que você tivesse o melhor. Eu queria o anel em seu dedo para dizer ao mundo que você era minha e eu seu. Mas. . . mas, em seguida, o seu livro. . . "Ele parou e apertou as mãos em seu colo. "Ele fez coisas acontecerem. Ele estava fodidamente incrível, e eu estava tão orgulhoso de você. Eu ainda estou. Você sopra minha mente. Mas eu só. . . Eu não poderia pedir-lhe para casar agora. Porque eu não fiz. . . Eu nunca quis que você pensasse. . . "Ele parou de novo e olhou para mim. A frustração e o medo em seus olhos machucaram o meu coração. Eu entendia agora. Eu entendi suas preocupações. Homem louco. Inclinei-me para cima e coloquei minha xícara de café sobre a mesa, em seguida, virei meu corpo para enfrentar o seu. Alcancei o rosto dele, segurando minhas mãos e olhando em seus olhos. "Sim. Sim. Um milhão de vezes sim. "Lágrimas encheram os meus olhos quando eu disse as palavras, mas eu continuei. "Você é o único homem que eu vou amar. Você é o único homem com quem eu quero passar o meu para sempre. Você foi a primeira pessoa a me amar, e eu achei que, com o seu amor, eu não precisava de mais nada. Você encheu todos os vazios na minha vida. Meu coração está completo com você. Assim, qualquer ideia idiota que você tem em sua cabeça sobre o dinheiro que eu fiz fora deste livro ou os livros que escreverei no futuro, esqueça. Eu não acho que você me quer pelo meu dinheiro. "Eu ri quando eu disse isso. Krit fechou os olhos por um segundo e soltou um suspiro. Quando os abriu, ele franziu a testa novamente. "Merda. Eu fodi isso. Eu estava indo para propor a você no palco. Eu ia ter a multidão, as luzes, e Rick estava indo para segurar o anel. Então eu ia ficar no meu 278


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines joelho e dizer-lhes tudo, o quanto eu te amo, enquanto eu lhe pedia para ser minha esposa. Este ", disse ele, acenando para nós sentados no sofá juntos", não era o plano. "Eu ri de novo, então me inclinei e beijei seus lábios. "Isso soa tão doce, é melhor." "Como isso é melhor?", Ele perguntou com um beicinho. Eu empurrei o cobertor para baixo, estendendo a mão para a minha camisa e a tirei. "Porque," eu disse, arrastando-me sobre o seu colo completamente nua ", podemos fazer isso." As grandes mãos de Krit agarraram minha cintura, e ele murmurou uma maldição antes de esmagar sua boca na minha. Eu me afundei e gemi enquanto sua excitação rígida pressionava contra mim. Krit ergueu os quadris para moer contra o formigamento dentro de mim. Enfiando as minhas mãos em seus cabelos, me contorci em seus braços enquanto meus seios roçavam contra seu peito. O fogo entre as minhas pernas cresceu mais intensa com cada lambida de Krit. "Foda-se, o amor. Você está estourando meus boxers. Tão quente ", ele murmurou contra meus lábios. Ele beijou-me como se eu fosse algum deleite saboroso e raro, e gostaria de saber se alguma mulher já havia sentido essa euforia perfeita ou ser possuída por Krit Corbin era a única maneira de experimentar isso. "Espere. Pare ", disse Krit quebrando o beijo. Eu não queria esperar. Eu acariciei seu pescoço e mantive seu comprimento duro firmemente contra o meu calor. "Merda, amor. Eu vou. . . apenas me dê um minuto. Eu preciso- "Ele parou quando eu comecei a balançar no colo. "Porra. Sim. "De repente eu estava sendo jogada pelo ar. Krit me pressionou de volta contra o sofá enquanto seu olhar queimava meu corpo enquanto ele arrancava sua cueca com uma mão. Eu levantei minha perna e joguei sobre a parte de trás do sofá, abrindo-me para ele. Isso só fez as chamas em seus olhos queimarem mais. Sabendo que eu lhe tinha deixado excitado me fez tremer com antecipação. Eu sabia como ele iria me fazer sentir. A maravilha feliz que ele iria me levar era viciante. Krit Corbin tinha conseguido me tornar uma viciada também. Eu estava tão viciada neste homem como ele era para mim. Em vez 279


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines de me agarrar e mergulhar em mim, ele aliviou em cima de mim, com os olhos ainda fixos nos meus. Em seguida, lentamente, ele começou a pressionar até que ele entrou em mim com um golpe suave. Ofegante, cheguei sobre minha cabeça e peguei o apoio do braço do sofá. Seus olhos caíram para o meu peito. A ponta da sua língua saiu e lambeu os lábios. "Linda tetas, amor. Meus peitos impressionantes do caralho. "Engoli em seco e dei um suspiro, necessitando de oxigênio e sabendo que iria fazê-los saltar e dar uma provocação. Baixando a cabeça, ele puxou um mamilo em sua boca, enquanto ele lentamente começou a deslizar para trás, para fora de mim. Então, assim ele mergulhou de volta para dentro, com um gemido que enrolou os dedos dos pés. "Adorar esse. Não posso viver sem ele ", ele ofegava, então mudou-se para dar ao meu outro seio a mesma atenção. Com cada impulso de seus quadris, ele sussurrava em meu ouvido o quanto ele me amava. "Você é minha garota. Eu te amo. Tão linda. "Quando ele começou a me contar como era bom eu estar com ele, eu colidi com as estrelas, e me senti como se estivesse voando.

280


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Krit Quando estivermos velhos e tivermos que contar a história para os nossos filhos e netos sobre como eu pedi Blythe para se casar comigo, eu vou ter que inventar uma bela história. Mas caramba, a versão realera muito melhor. O cabelo escuro de Blythe estava enrolado em volta dos ombros e sobre o meu peito enquanto ela dormia em meus braços. Depois que eu amei minha garota completamente no sofá, eu a peguei e a trouxe aqui para tê-la novamente. É sempre quente, sexo selvagem, onde ela me arranhava e eu conversava sujo com ela. Mas não demorou muito para eu dizer a ela que ela havia mudado a minha vida. Como amá-la foi a melhor coisa que tinha acontecido comigo. Eu decidi que eu gostei. Porra, muito. Ela estava exausta agora e se enrolou em meus braços. Esta era uma perfeição que eu nunca queria perder. Eu lutaria toda a minha vida para mantê-la. Alcançando a mão esquerda, peguei o anel na minha mão e coloquei no dedo delicado que eu estava chupando mais cedo. Os olhos de Blythe vibraram e finalmente se abriram. Ela não estava olhando para mim, mas para a mão dela, agora exibindo o anel que eu tinha escolhido apenas para ela. Só ela. Sorrindo, eu vi como ela levantou a mão e inclinou, observando o brilho do diamante contra a luz do sol que entrava pela janela. Ela mordeu o lábio inferior, e um sorriso apareceu em seus lábios quando ela finalmente voltou os olhos para mim. "Sim, sim, sim", disse ela, em seguida, deu uma risadinha. "Você já me disse que sim, amor", eu disse quando inclinei minha cabeça para beijar seus lábios. "Eu gosto de dizer isso", respondeu ela. Fiz uma pausa.

281


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Sério? Porque eu posso pensar em um monte de coisas que eu gostaria que você dissesse. Podemos começar a testar essa teoria em breve". " Sim ", ela repetiu. A minha vida ia ser fodidamente incrível.

282


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Dewayne Um som que nenhum homem deveria ouvir me acordou. Eu esfreguei meus olhos, tentando acordar, o som veio novamente. Jogando as cobertas, eu pulei e corri para o banheiro para encontrar Sienna segurando o cabelo para trás enquanto abraçava o vaso. Mudei-me rápido, pegando um pano e molhando-o, para alcançar e tomar o cabelo de Sienna para que ela pudesse segurar o vaso sanitário com as duas mãos. Eu dei ao pano um aperto. "Por que você não me acordou?", Perguntei, frustrado que ela estivesse aqui vomitando sozinha. "Não. Você não quer ver isso ", disse ela com um gemido. "Você está certa, eu não quero vê-la doente, mas tenho certeza de que porra, eu não vou deixar você ficar doente sozinha." Ela se afastou do vaso sanitário. Estendi a mão, em seguida, cai de joelhos e comecei a limpar seu rosto com o pano em minhas mãos. Ela estava pálida, mas ela tinha um olhar aliviado em seus olhos quando ela me deu um pequeno sorriso. "Obrigado. Estou melhor agora. Eu só acordei e fui fazer o café, e quando eu senti o cheiro, eu fiquei doente ", disse ela, em seguida, baixou os olhos como se ela não pudesse olhar para mim. Levantei-me e estendi a mão para ajudá-la a se levantar também. "Vamos levá-la de volta para a cama. Vou chamar Hillary e dizer-lhe que você não vai hoje." Ela balançou a cabeça.

283


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Não. Eu tenho duas cores e algumas extensões para fazer hoje. Eu estou bem. Eu vou ficar bem. "Eu deixei cair o pano na cesta e a levei para a pia. "Você vomitou, querida. Você não está bem. Vá em frente e escove os dentes. Então você pode voltar para a cama. Vou colocar uma lata de lixo ao lado da cama. Assim que eu levar Micah para a escola, eu vou deixá-los saber que não eu não vou ir hoje. "Sienna teve uma síndrome supermulher. Ser uma mãe solteira tão jovem e não ter ninguém para ajudá-la, ela tinha aprendido a fazê-lo através de merdas sozinha. Eu estava aprendendo a forçar a minha mão com ela. Ela iria tentar continuar a trabalhar, mesmo com febre. Uma vez mulher louca havia tentado voltar ao trabalho no dia depois de retirar um dente do siso. Ninguém faz isso. "Sério. Estou bem. EU. . . Eu estou bem. " " Isso pode ser contagioso. Se você vai para o trabalho, você vai ter todas as pessoas doentes. Eles preferem não fazer seu cabelo hoje do que obter o seu vírus estomacal. Eu prometo. "A única maneira de lidar com ela era apontar aos outros como sua decisão os afetasse. Ela se preocupava com todos os outros. Ela apenas achava que ela poderia lutar com qualquer coisa. "Eu não vou", argumentou. Eu coloquei o creme dental em sua escova, em seguida, entreguei a ela. "Tire o gosto desagradável de sua boca. Eu vou comprar uma escova de dentes nova hoje. "Eu estava cansado de discutir com ela. Ela a pegou obedientemente e escovou os dentes. Enchi um copo de água e entreguei a ela para que ela pudesse enxaguar. Enquanto ela escovava, ela não parava de olhar para mim, nervosa. Uma vez que ela estava pronta, ela colocou o copo para baixo. "Eu estou indo para o trabalho", ela repetiu. "Estou bem. Era um. . . Eu não estou

284


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines doente. Eu estou bem agora. "Ignorando-a, eu coloquei minha mão em suas costas e gentilmente a levei para o quarto. "Eu arrumei a lancheira de Micah na noite passada. Ele está pronto para ir e na geladeira temos comida. Vá para a cama. "Quando chegamos à cama, ela se virou e intitulou a cabeça para trás para que ela pudesse me olhar nos olhos. "Dewayne. Eu não estou doente. . . Eu estou grávida. "Eu fiquei lá. Eu não tinha palavras. Eu não tinha certeza se eu estava realmente acordado ainda. Sienna estava à espera de uma resposta. Eu precisava. Eu não queria preocupá-la. Obriguei-me a respirar, em seguida, consegui formar palavras. "Grávida?" Ela assentiu com a cabeça e me deu um sorriso nervoso. "Eu estava atrasada. Fiz um teste na semana passada. Eu, na verdade, fiz quatro testes. Estou com certeza grávida. Eu tenho uma consulta médica na próxima semana. Eu pensei que eu iria esperar até lá para lhe dizer. Mas, assim como com Micah, eu fiquei doente cedo. Eu fico doente no período da manhã. E então só quando eu sinto certas coisas. Hoje foi o café. Logo, pode ser panquecas. Eu nunca sei. "Ela estava grávida. Com o meu bebê. Nós estávamos indo para ter um bebê. "Um bebê", eu disse, não sabendo mais o que dizer. Tivemos Micah, meu sobrinho, mas eu não estava ali para ele quando ele era um bebê. Eu tinha perdido aqueles anos. Todos nós perdemos. Meus pais. Meu irmão. Eu. Mas agora. . . estávamos indo para ter um bebê. Emoção apertou meu peito, e eu senti minha garganta ficar apertada. Alcancei Sienna, puxando-a para o meu peito e a segurando. Meu coração estava batendo tão rápido que eu estava com medo de solta-la, se eu não acalmasse. Mas um bebê! Santo inferno! Eu estava indo para ter um bebê.

285


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Será que isso significa que você está feliz com isso? Sei que ainda não somos casados, e temos planejado o casamento e outras coisas. "Eu estava feliz com isso? Ela era louca? Eu não podia acreditar que ela tinha me perguntado isso. "Babe, eu nunca estive tão feliz na minha vida", eu disse, minha voz cheia de emoção. Coloquei o rosto na curva do seu pescoço e a segurei. "Nós vamos ter um bebê", eu repeti em reverência. Sienna riu e segurou a parte de trás da minha cabeça com as mãos. "Sim. Nós somos. " " Quem está tendo um bebê? Nós? ", A voz sonolenta de Micah perguntou, e nós dois estremecemos. Eu me virei para ver Micah de pijama Miami Heat. Seu cabelo estava bagunçado, e ele estava olhando para nós como se ele não tivesse sido capaz de abrir os olhos totalmente ainda. Sienna se moveu rápido e foi até ele. Ela abaixou-se e beijou sua bochecha. "Bom dia, bonito." Ele colocou seus braços em volta dela e a abraçou. "Nós estamos tendo um bebê? É aquele em sua barriga? ", Ele perguntou de novo, com os olhos mais atentos agora quando ele olhou para sua mãe. Este foi um daqueles momentos em que eu não tinha resposta. Eu não tinha certeza de como Micah tomaria esta notícia. Eu queria que ele estivesse tão animado como eu estava. Sienna agarrou suas pequenas mãos na dela e deu-lhe aquele sorriso que estava cheio de amor e segurança. "Sim. Nós vamos ter um bebê. Você vai ser um grande irmão. Você gosta dessa ideia? "Os olhos de Micah ficaram grandes. "Sério? Pode ser um menino? Quero ensiná-lo a jogar basquete, e então ele pode jogar no meu quarto. "Sienna riu.

286


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Nós não sabemos o que vai ser. Nós não temos que escolher isso. Se fizéssemos isso, eu escolheria um menino só porque eu te amo tanto. Mas as coisas que recebemos, vamos amá-lo. "Micah pensou nisso por um minuto, e então ele franziu a testa. "Será que este bebê vai chamá-lo de pai?", Ele me perguntou, desta vez olhando pensativo. Eu precisava de Sienna para me salvar aqui. Eu não tinha certeza de como responder a isso. Ou se nós deveríamos mentir. "Sim, o bebê vai chamá-lo de pai." Micah não olhou para sua mãe quando ela respondeu. Ele ficou olhando para mim. Em seguida, ele estufou o peito como se estivesse puxando coragem de dentro. "Pos. . . Posso chamá-lo de pai também? " Eu não era um homem que chorava. Lágrimas não vinham fácil para mim. Mas, nesse momento, a sala ficou embaçada e eu tive que piscar para limpar a minha visão. Lágrimas reuniram nos cantos dos meus olhos e eu chorei. "Sim, pequeno. Você pode me chamar de papai também, "eu consegui sufocar. Sienna olhou para mim, e eu sabia que a surpresa em seu rosto não era porque eu tinha dito a Micah sim. Foi porque uma lágrima estava rolando pelo meu rosto.

287


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Sienna Minhas emoções já estavam em carne viva. Os hormônios no meu corpo tinham batido em mim. Então, vendo o meu homem chorar sobre o fato de que seu sobrinho havia apenas pedido para chamá-lo de pai era demais. Comecei a chorar e cobri minha boca com um soluço. Senti a mão de Micah na minha volta instantaneamente. "Sinto muito, mamãe. Eu não queria incomodá-la. Eu não tenho que chamá-lo de pai. "Eu balancei a cabeça e suspirei para respirar. "Não. Sim. Quer dizer, eu quero que você o chame de pai, se é isso que você quer. Estou feliz. Estas são lágrimas de felicidade. Eu vou fazer um monte de drama, enquanto o bebê estiver em meu estômago. Eu fiz isso com você, também. "A grande forma de Dewayne apareceu em cima de nós, e ele se abaixou e puxou a mim e Micah em seus braços. "Nós temos o nosso trabalho cortado para nós, pqueno. Ela vai ser um punhado de emoçoes ", Dewayne brincou, e Micah riu. Dewayne nos inverteu por alguns minutos. Foi perfeito.

Micah estava atrasado para a escola e eu estava atrasada para o trabalho. Mas Micah e Dewayne tinham decidido que eles precisavam me fazer café da manhã, e, em seguida, eles decidiram se precisavam embalar meu almoço. Foi bonito. Mas se eles tentassem me sufocar assim por nove meses, eu teria que colocar um fim 288


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines nisso. Comi minha torrada e bebi meu suco de laranja como se fossem as coisas mais importante no mundo. Eu não quero dizer a Hillary ou aos outros no salão ainda. Eu estava só agora me acostumando com a ideia de que Dewayne e Micah sabiam. Desde que os testes me mostraram essas duas linhas, eu não tinha sido capaz de aceitá-lo. Minha última experiência com a gravidez tinha sido ruim. Muito ruim. Meu namorado estava morto, e meus pais tinham me enviado para fora da minha casa para morar com minha tia, que me tratou como uma mera conhecida. Eu tinha feito isso por minha conta. Ninguém tinha puxado o meu cabelo para trás e lavado meu rosto. Ninguém tinha me feito café da manhã e embalado meu almoço. Aquelas não eram coisas que eu tinha pensado. Até agora. Micah tinha sido meu. Eu tinha sofrido com os maus momentos para ser presenteada com um menino lindo que fez a luta valer a pena. Nós tínhamos feito juntos. Vendo Dewayne e ele trabalhando juntos e conversando sobre o bebê e cuidando de mim esta manhã tocou algo em mim que eu não podia explicar. Eu sabia que nós éramos uma família agora, a nossa que de dois se tornou três. E eu adorava ter Dewayne em nosso pequeno mundo. Ele o tornava completo. A ideia de ter o bebê de Dewayne e saber que eu não estaria sozinha, que ele estaria lá através de tudo, quase me assustou. Ou ele fez me assustar. Porque isso me fez querer tanto que eu estava com medo de perdê-lo.

289


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Dewayne Segurei a mão de Micah na minha enquanto nós atravessamos a rua para ver meus pais. Depois de pegá-lo na escola, hoje, eu tinha levado-o para uma das lojas da cidade que tinham material do bebê. Eu lhe havia dado a missão de encontrar algo para o bebê que poderíamos dar aos seus avós. Ele deveria segurar o presente que estava enfiado no saco marrom até que sua mãe chegasse lá. Era terça-feira, à noite de jantar com meus pais. Mamãe vivia por terças-feiras e s domingos, quando nós vinhamos para almoçar. Micah corria lá para obter biscoitos quase todas as tardes, mas ela gostava de ter todos nós juntos. Quando ela viu o anel na mão de Sienna pela primeira vez, ela começou a chorar e aplaudir, depois foi para abraçar Sienna. Eu só podia imaginar a sua reação com isso. Claro, nós ainda não estávamos casados, mas eu estava lidando com isso amanhã. Eu queria aproveitar esta notícia em primeiro lugar antes de empurrar a data do casamento. Eu não estava esperando mais dois meses. Eu queria que Sienna fosse minha esposa agora. "Quando mamãe vai estar aqui?" Micah perguntou enquanto caminhávamos até a casa. "Em cerca de" - Eu fiz uma pausa enquanto o carro de Sienna puxou para o estacionamento- "agora", eu terminei. Micah fez um barulho e soltou a minha mão para correr para ela. "Acho que é o que temos!" Sienna sorriu para ele quando ela saiu do carro. Seu cabelo foi puxado para cima em um nó, e o seu pequeno decote deu-me uma breve visão dos seus seios quando ela se abaixou para abraçar Micah. "Eu sei o que você tem. Dewayne me mandou uma mensagem. Muito boa escolha ", disse ela, beijando seu rosto, em seguida, entrelaçando os dedos antes de voltar-se para olhar para mim. Seu sorriso se tornou suave e sexy. Esse era o sorriso que era só

290


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines meu. Ninguém mais tem esse sorriso. E eles nunca fodidamente teriam. "Você está pronto para isso?", Ela me perguntou se aproximando para se juntar a mim. Eu ri. "Sim. Eles vão se emocionar. "Ela ficou na ponta dos pés e me deu um beijo rápido. "Necessidade de beijar os meus companheiros quando eu chegar em casa." Micah gemeu e, em seguida, puxou o braço dela. "Vamos!" Mamãe já tinha nos visto chegando. A porta se abriu, e ela saiu para a varanda, sorrindo para nós, ela nos puxou para dentro. "Venham aqui, todos vocês." Micah soltou a mão de Sienna e se atirou em sua avó. "Ele está tão ansioso para dizer-lhes," Sienna sussurrou ao meu lado. "Você deveria ter visto ele comprando", eu disse a ela. Ela riu suavemente, em seguida, deitou a cabeça no meu ombro. "Obrigado. Eu quero que ele se sinta envolvido. Como este é o seu bebê também. " " É ", eu assegurei-lhe. "Pare. Você vai me fazer chorar de novo ", disse ela, batendo no meu peito, em seguida, beijando minha bochecha novamente. "Parem de se beijar e venham para casa", disse mamãe quando chegamos à porta. Ela estava sorrindo de orelha a orelha quando ela disse isso. "Eles fazem isso o tempo todo," Micah saltou. "Faz a gente se atrasar para tudo." "Ei, agora. Não fique dizendo isso", eu o repreendi, então pisquei.

291


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Podemos dar a eles agora?", Perguntou Micah, acenando com a bolsa ao redor. O sorriso de mamãe ficou confuso. "Sim. Onde está o papai? ", Eu perguntei a ela. "Na sala de estar. Vamos lá ", disse ela, abrindo o caminho. "Dave, as crianças estão aqui!", Ela gritou quando nos aproximamos da sala de estar. "Você deveria ter se encontrado com eles na porta." Papai estava em sua cadeira. Ele virou-se para olhar para nós e sorriu. "Por quê? Você apenas os sequestra quando eles chegam aqui. Não entendo isso, também. "Mamãe bateu em seu braço, e ele piscou para ela quando Micah foi para abraçá-lo. Aquele menino foi a melhor coisa que já tinha acontecido com os meus pais. Especialmente o meu pai. Ele sorria muito mais agora. Ele também ficava do lado de fora e jogava com ele. Era bom assistir. "Temos para vocês um presente," Micah anunciou, segurando-o. "É realmente muito bom também." "Um presente? Bem, que dia é hoje? Eu esqueci alguma coisa? ", Perguntou o pai, olhando para mamãe. Ela balançou a cabeça e deu de ombros. "Eu não sei. Eu não penso assim. " "Aqui." Micah empurrou-o nas mãos do meu pai. "Abra-o." Papai olhou para mim, e eu dei de ombros. Mas o sorriso no meu rosto era difícil de mascarar. Mamãe caminhou até ficar atrás do papai. "Vá em frente, Dave. Abra. "Papai segurou em suas mãos como se estivesse com medo de que estava prestes a explodir.

292


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Oh, pelo amor de Deus. Abra o saco, "mamãe disse, pegando o saco dele e abrindo. Ela estendeu a mão e pegou a caixa branca que estava lá dentro. Sienna enfiou a mão na minha quando mamãe levantou a tampa. Ela não falou em primeiro lugar. Em seguida, sua mão foi para sua boca enquanto ela olhou para o presente que Micah tinha escolhido com cuidado. Quando ela levantou-o, ela mostrou o pai e, em seguida, começou a chorar, rir e chorar ao mesmo tempo. Papai olhou o presente e leu em voz alta: "Eu sou perfeito. Basta perguntar a meus avós. " " Então ele se virou para olhar para nós. Seu olhar caiu para o estômago de Sienna, e Micah não poderia esperar por eles para falar. Assim, ele anunciou: "Nós vamos ter um bebê!" A cara do meu pai se abriu em um enorme sorriso, e seus olhos embaçaram. Eles tinham sido roubados deste momento com Micah também. Eles iriam começar a experimentar tudo isso com este bebê. "Eu estou apenas. . . "mamãe gritou, em seguida, correu para embrulhar Sienna nos braços. "Obrigado. Obrigado. Eu não poderia pedir uma melhor mãe para os meus netos. "Quando ela soltou Sienna, ela me agarrou pela cintura e me segurou firme. "Vai Meu menino vai ter um bebê", ela chorou no meu peito. Papai se aproximou e abraçou Sienna. "Se isto não é uma surpresa." Ele riu, tentando esconder o fato de que ele tinha chorado. "Pai, nós podemos ir comer agora? Eu estou com fome ", perguntou Micah. Ambos os meus pais congelaram ao ouvir Micah me chamar de papai pela primeira vez. Sinceramente, foi um pouco intenso para mim, também. Ele era filho do meu irmão. Mas, no meu coração, ele era meu. "Sim, garoto, podemos ir comer agora", eu respondi. Então minha mãe imediatamente explodiu em uma nova rodada de lágrimas de felicidade.

293


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Sienna Quando eu pulei da cama e corri para o banheiro, dois dias depois, Dewayne estava bem atrás de mim. Ele tinha o meu cabelo puxado para trás e estava molhando um pano na hora em que eu bati meus joelhos em frente ao vaso sanitário. Ontem eu tinha feito isso metade da manhã até o bacon que Micah tinha pedido no pequeno-almoço passar pelo meu nariz e me ter correndo para o banheiro. Mas hoje eu acordei assim. "Eu te amo", disse Dewayne tão sinceramente enquanto segurava meu cabelo para trás. Se eu não estivesse vomitando minhas tripas para fora, eu iria rir. Este não é o lugar onde a maioria das mulheres espera ouvir seus homens dizer-lhes que as ama. Uma vez eu tinha terminado, Dewayne me levou para a pia e começou a limpar o meu rosto para mim. Eu estava ficando mimada por isso. Ele me ajudou a levantar e começou a fixar a escova de dentes para mim. "Eu posso fazer isso", eu disse a ele. "Eu sei", foi sua resposta como ele continuou a colocar a pasta na minha escova, em seguida, entregou-a para mim. Eu ri quando ele encheu o copo com água para me lavar e esperou pacientemente como se eu fosse uma criança. Quando eu tinha terminado e tinha secado minha boca, ele pegou meus braços e me virei para encará-lo. "Case-se comigo", ele disse simplesmente.

294


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Você já me perguntou isso. Eu disse que sim. "Ele me deu um sorriso torto. "Eu quero dizer hoje. Agora. Amanhã. Apenas em breve. "Hoje em dia? Se ele tivesse perdido a cabeça? Eu não poderia começar o casamento s para hoje ou amanhã. "Só porque eu estou grávida não significa que tem que apressar e casar. Dois meses não é muito tempo para esperar. "Ele balançou a cabeça como se isso fosse a resposta incorreta. "Eu quero uma aliança de casamento no seu dedo. Eu quero o seu último nome sendo meu. Eu quero ser capaz de dizer: "Você conhece minha esposa, Sienna? '", Disse ele, parecendo exasperado. "Então, eu estou indo para ser sua esposa troféu?" Eu provoquei por causa do seu último comentário. Ele sorriu. "Vamos lá, querida. Case comigo. Não vamos esperar. "Quando o homem mais bonito, perfeito no mundo, que você ama mais do que a vida, pediu-lhe para se apressar e se casar com ele, era difícil dizer não. Especialmente quando ele estava vestindo apenas um par de calças de moletom. "Duas semanas", disse eu, tentando parecer firme. Ele gemeu. "Duas semanas? Isso é para sempre. "Rindo, porque ele soou como Micah, eu coloquei meus braços em volta de sua cintura. "Na próxima semana é uma semana importante porque nós iremos ao médico. Preciso de tempo para me ajustar à gravidez e casar ao mesmo tempo. Eu não quero nada extremo, mas até mesmo um pequeno casamento leva algum tempo. "Ele suspirou, e então finalmente concordou.

295


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Bem. Duas semanas. Mas duas semanas a partir de hoje, você vai ser a Sra. Sienna Falco. " " Concordo ".

Uma semana e seis dias depois... Eu assisti quando Dewayne andou com Micah a seus pais. A pequena mala de rolamento azul que Mamãe T lhe dera estava arrastando atrás deles. Ele estava hospedado com eles para a próxima semana. Amanhã à tarde Dewayne e eu prometeríamos nossos votos, em um simples casamento de praia. Então, para a nossa lua de mel, estávamos indo para algum lugar, mas eu não sabia para onde, porque Dewayne não quis me dizer. Se Micah não amasse Tabby e Dave tanto, eu não teria sido capaz de deixá-lo por muito tempo. Mas ele estaria bem cuidado e mimado, enquanto estávamos fora, eu sabia que tudo ficaria bem. Hoje à noite Dewayne queria que fosse apenas nós. Se ele não chegasse a me ver amanhã até o casamento, então ele queria passar a noite comigo. Sozinhos. Sorrindo para mim mesma, eu fui para o quarto e sai das roupas que eu tinha usado para o trabalho hoje e abri a torneira para encher a banheira. Eu precisava ficar limpa. Estava cansada por ter trabalhado o dia todo. Antes de Dewayne correr sua boca maravilhosa sobre mim em todos os lugares, eu precisava de um banho. Uma vez que a água estava quente o suficiente, eu deslizei para dentro e afundei. Com um suspiro eu fechei os olhos e coloquei minha cabeça para trás. Imersão na banheira era uma das minhas coisas favoritas a fazer. A porta da frente se abriu e fechou.

296


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Ele estava de volta. Eu precisaria fazer este banho rápido, porque, mesmo com Micah lá, ele tinha sido brincalhão esta noite. Suas mãos tinham escorregado sob a minha camisa enquanto eu preparava o jantar. Eu senti a presença dele no momento em que encheu a porta. Abrindo os olhos, eu virei minha cabeça para olhar para ele. "Eu precisava ficar limpa", eu disse a ele. Ele sorriu. "Vou ter você limpa ou suja, querida. Na verdade, eu gosto de você suja." Rindo, cheguei com os meus dedos dos pés e desliguei a água. Dewayne caminhou até a banheira e pegou a toalha ao meu lado, então eu levantei. "Mas o banho tem suas vantagens também," ele disse mergulhando o pano na água e correndo até minhas coxas, enquanto seus olhos percorriam meu corpo. "Estou ansioso para ver a barriga lisa ficar grande e redonda", disse ele enquanto ele passava o pano sobre ela. Desfrutando de seu toque, eu fechei os olhos e o deixei jogar. Sua respiração estava em meu rosto um pouco antes de seus lábios tocarem os meus. Ele lambeu meu lábio inferior, em seguida, o mordiscou antes de arrastar beijos em meu maxilar e no meu pescoço. "Cheiro bom quando você está sujo", ele sussurrou. "Mas eu vou fazer você cheirar melhor. "Tremendo, eu esperei o pano tocar meu corpo novamente. Mas o que eu senti foi melhor. Dewayne tinha usado ambas as mãos para lavar o meu corpo completamente. Este homem me destruía com coisas como esta. Ele nunca me fez questionar se ele me amava. Ele nunca me fez pensar se isso era para sempre. Com cada olhar e cada toque, Dewayne Falco mostrou-me que eu era dele. Que a nossa história ia ser cheio de felicidade e amor. Nossa casa seria cheia de risos quando educarmos nossos filhos juntos. Então, um dia, quando estivermos velho e cinzas, sentaríamos no balanço da varanda da frente, de mãos dadas e falaríamos sobre todas as memórias que tínhamos.

297


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

298


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Cage Hoje era o terceiro aniversário da minha menina. Eu pisquei e ela deixou de ser um pequeno pacote rosa para usar tutus e tiaras, literalmente, e diariamente. Como o tempo todo. Mesmo quando ela ia a pré-escola. Eles tinham acabado de aprender a aceitar o fato de que Bliss estava usando o que ela queria. Por um tempo ela se parecia muito comigo, mas estava desaparecendo. Todos os dias ela se parecia mais com a mãe. O que só me estressava. Eu não poderia imaginar lidar com isso quando ela se tornasse uma adolescente. Agora eu entendia por que o pai de Eva queria que ela não tivesse nada a ver comigo. Eu teria prendido Bliss em seu quarto e jogado a chave fora, se alguém como eu tivesse aparecido farejando em torno dela. Rindo, Estendi a mão e puxei minha linda esposa para mais perto do meu peito. Ela não estava acordada ainda. Eu estava tentando resolver as minhas merdas e deixá-la dormir desde que ela tinha uma festa de aniversário para organizar hoje. Eu já havia tentado dizer que não tínhamos que convidar todos os amigos que tínhamos e alimentá-los. Mas ela me disse que eu estava errado. Aceitei sua correção. Além disso, era o aniversário do meu bebê, e ela adorava ter todos aqui dando-lhe atenção. Ela tinha três anos, mas parecia ter trinta. Ela falava como se ela fosse um homem, e pobre de Eli Hardy, era um de seus súditos leais. Ela mandava o menino ao redor, e ele apenas ia. O pai dele ria e dizia que Eli conhecia uma garota bonita, quando via uma. Isso era engraçado agora, mas merda, não seria engraçado em dez anos. Eli Hardy era um menino Hardy, e eu o amava. Mas é melhor ele nunca olhar para Bliss como algo mais do que um amigo. A minha menina era boa demais para qualquer macho lá fora. "Mmmm. . . você parece estar tendo um bom momento ", Eva murmurou em sua voz sonolenta, lançando uma perna em cima de mim. 299


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Claro que sim", eu concordei com ela, e ela soltou uma risadinha suave. Quando ela se esticava, me dava tesão, porra, ela inclinou a cabeça para trás para olhar para mim. Ela não disse nada no começo. Então, ela me deu um sorriso choroso. "Nossa menina tem três anos. Como isso aconteceu? Ela tinha acabado de nascer. "Eu imaginava um dia estaria dizendo isso quando ela se formasse no ensino médio, e, depois, quando ela fosse para a faculdade. Em seguida, no dia em que se casasse. . . Espere, não. Essa merda não está acontecendo. Não iria se casar. Até que ela tivesse, como, talvez quarenta, ou quando eu estivesse morto. "Ela está animada com isso. Não acho que ela dormiu na noite passada ", disse eu, pensando nela me dizendo tudo que ela queria, desde seus jogos a sua roupa. "Ela gosta de ser o centro das atenções", disse Eva, então sorriu para mim. "Um pouco como o pai dela." Baixei a cabeça e tomei um gole do lóbulo da orelha de Eva. "Eu não tenho ideia o que você está falando." Ela riu e se contorceu, pressionando os seios contra o meu peito. Todos os pensamentos de hoje me deixaram, e eu estava muito focado em minha mulher nua. Puxando-a em cima de mim, eu reivindiquei sua boca com a minha. "Cage, não podemos", disse ela, balançando em cima de mim. "Vamos acordar Bliss." "Nós podemos ser rápidos e silenciosos. Tente não gritar meu nome ", disse eu, pegando-a e deslizando dentro dela facilmente. "Foooda sim, essa é a maneira de acordar", eu sussurrei em seu ouvido enquanto ela fazia seus doces, ruídos sensuais e, em seguida, encostava o rosto no meu peito para abafar seus sons. "Você está toda molhada. Alguém acordou com tesão também, "eu provoquei. Ela levantou a cabeça e olhou para mim, então gemeu. "Pare de falar. Estou tentando ficar quieta. "Cheguei de volta e puxei seu cabelo, depois lambi uma trilha até o pescoço.

300


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Cage," ela gemeu, em seguida, mordeu o lábio inferior novamente. "Monte-me com força, baby. Rápido", eu disse a ela levantando meus quadris e a empurrando mais para dentro. Uma chama acendeu em seus olhos, e eu cobri a sua boca com a mão livre. Seus dentes morderam minha palma. "Foda-se, sim, morda-me:" Eu a incentivei. Ela começou a balançar para trás e para a frente, enquanto gemia na minha mão. "Eu disse para me montar, não brinque comigo." Os olhos dela brilharam. Ela levantou os quadris, e os nossos corpos se bateram. Uma e outra vez, até que ela gritou na minha mão e eu segui logo atrás dela.

301


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Eva Ser casada com Cage York nunca desanimava. Esta manhã foi apenas um exemplo. Sorri quando eu lancei as panquecas de chocolate que Bliss tinha solicitado esta manhã. Cage sempre conseguiu detonar meu corpo e ainda deixar um formigamento entre as minhas pernas uma hora mais tarde. Ele era realmente muito bom nisso. E ele era meu. "Posso colocar meu novo tutu brilhante agora, mamãe?" Bliss perguntou da sua cadeira na mesa. "Não, querida, você poderia derrubar xarope ou chocolate nele. Espere até tomar café da manhã para se vestir para a festa, "eu disse a ela. Ela suspirou dramaticamente. Bliss fazia tudo muito dramático. Mesmo dormindo. Ela era impossível. Se movia e falava, o que era bonito, mas nos manteve a maior parte da noite acordados. "Posso usar minhas botas com o meu novo tutu para que eu possa ir ajudar papai alimentar as vacas?", Perguntou ela. Por mais que Cage tivesse uma capa lá fora para seu tutu brilhante e as botas de trabalho que ele tinha comprado para ela quando ela o ajudou a alimentar as vacas e espalhar o feno, eu não podia deixá-la fazer isso. Ela estaria tão chateada se ela ficasse suja antes da festa. Aquelas eram lágrimas que eu não queria que acontecesse no seu grande dia. Eu peguei suas panquecas no prato de bailarina cor de rosa que ela amava e caminhei até estar na frente dela. "Você poderia sujar o tutu lá fora também. Talvez você possa usar o tutu que você usava para ajudar papai ontem. "Ela franziu o nariz pequeno. ^

302


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Hum, não. Aquele precisa ser lavado. "Sim, sim, qualquer roupa usada para ajudar Cage hoje teria de ser lavada também. "Bem, então, use o seu azul. Está limpo. "Bliss pegou o garfo e deu uma mordida em suas panquecas. "Ok. Isso funciona. "As coisas que ela dizia, às vezes. Com um sorriso eu voltei para o fogão para limpar a bagunça que eu tinha feito do pequeno-almoço especial de aniversário da Bliss. Era o que ela pediu, todos os sábados de manhã, mas era o que ela queria, então eu fazia. Eu tinha torta de maçã para fazer e salada de macarrão para fazer antes do almoço. Eu tinha feito tudo o resto na noite passada. Incluindo o bolo. Cage foi grelhar costelas para a festa, porque eram o alimento favorito de Bliss. "Mmmmm, estes são bons, mamãe. As melhores panquecas em todo o universo ", disse Bliss enquanto ela comia. Ela costumava dizer o mundo até que ela soube recentemente que o universo era maior. "Isso é porque eu os fiz para minha menina mais favorito no universo," eu disse a ela, então me concentrei em cortar os legumes para a salada de macarrão.

303


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Cage Eu estava com uma grade de cerveja na minha mão, olhando para a cena em meu quintal. Minha melhor amiga, Willow Hardy, estava novamente grávida. Ela estava sentada no balanço sob a árvore com os pés apoiados sobre as pernas de seu marido. Willow e o filho de Marcus, Eli, estavam com Bliss, escorregando no grande escorrega inflável que tinha alugado para o evento. Atras deles sentaram Preston e Amanda Drake. Preston estava se inclinando contra a árvore, com Amanda sentada entre suas pernas. Eles riram de algo dito por Marcus. Eles não tinham filhos ainda, mas conhecendo Preston, teriam em breve. Dewayne e Sienna Falco eram recém-casados, bem como, um bebê a caminho. Seu filho, Micah, estava olhando as vacas, alimentando-as com alguns dos antigos pães que tinha deixado de fora para eles, com Daisy May Taylor. Rock e os meninos de Trisha Taylor estavam jogando o futebol com seu pai e seu tio Krit. Eu nunca tinha imaginado Krit Corbin casando, mas dane-se se ele não estava noivo, com sua data do casamento para o próximo mês. Sua noiva tinha ele tão envolvido em torno de seu dedo mindinho que era divertido de assistir. Muito divertido. Eu entendia completamente. Ele pensava que era ruim agora, mas espere até ele ter uma filha. Tenho certeza que esperava ter uma. Todos os jogadores reformados precisavam de uma menina própria. "Aqueles cheiro bom." Eu voltei minha atenção para os recém-chegados. Jason e Jess Stone estavam na cidade, visitando a mãe de Jess. Jess foi outra que me surpreendeu. Jess tinha sido problema um dia. A menina tinha causado todas as merdas possíveis. Mas, em seguida, Jason Stone havia vindo para a cidade, e tudo tinha mudado. O anel de diamante de Jess cintilou ao sol quando ela descansou a 304


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines mão em sua barriga de grávida. Ela estava ganhando a qualquer momento. Pelo menos, era o que parecia. "Sadie e Jax enviaram um presente também. Eles queriam estar aqui, mas Sadie está em repouso na cama ainda, "Jess disse enquanto segurava dois presentes embrulhados em papel rosa brilhante. "Fico feliz que vocês vieram. Eva está ali, na mesa com Larissa e Trisha. As cervejas estão no refrigerador, e os refrigerantes estão no grande balde de gelo ao longo debaixo da árvore. " " Obrigado. Precisa de ajuda aqui? ", Perguntou Jason. "Nah, eu tenho isso. Vá arranjar uma cerveja e relaxar. Em breve você vai ter um filho para perseguir. "Jason sorriu e virou-se para olhar para Jess. Eu nunca tinha imaginado Jess com um menino Harvard formal. Mas os dois trabalharam. Bliss os viu chegar e pulou do escorrega com seu maiô tutu e correu para Jess. Era o grande dia de Bliss, e ela estava indo absorver tudo. "Ei, linda", disse Jess quando Bliss chegou a ela. "Eu amo esse maiô. Eu preciso de um. "Bliss fez uma pirueta para ela e, em seguida, fez uma reverência. "Obrigado. É um presente de aniversário da Amanda ", disse ela. Jess balançou a cabeça como se isso fizesse sentido. "Amanda encontrou o presente perfeito." "Você pode colocar os meus presentes naquela mesa", Bliss informou. "E se você quiser alguns lanches, temos dips e batatas fritas e peixe dourado.” Minha pequena anfitriã. Ela era filha de sua mãe. A maior parte do tempo. Eva olhou para Jess e Jason e acenou. Eles caminharam em direção à multidão. "Papai," Bliss chamou. Ela tinha parado de correr de volta para seus amigos e estava olhando para mim.

305


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines "Sim, querida?" "Eu te amo cachos e cachos. Obrigado por me fazer costelas. "Então ela se virou e correu de volta para o escorrega. Para esse tipo de agradecimento, eu faria qualquer coisa que ela queria. Sua mãe a chamou a chamou de sedutora e disse que ela tinha que ter aprendido comigo. Sorrindo, eu percebi que talvez ela tinha. Levou algum encanto muito muito intenso deixar Eva ir. Eu a assisti falar com Jess. A maneira como seu cabelo escuro explodiu na brisa e seus lindos olhos azuis brilhavam, por Deus, aquela mulher era bonita. Ela tomou o meu fôlego a primeira vez em que eu a vi. Olhando por cima da varanda da frente, eu me lembrei do dia em que ela saiu, olhando desconfiada para mim. Esses shorts, mostrando todas aquelas pernas. Sua boca atrevida tinha sido uma merda. Meu trabalho de verão na fazenda de seu pai tinha parecia um inferno muito mais brilhante depois de obter uma olhada nela. Uma vez eu tinha pensado que eu não poderia ser amado. Eva tinha provado para mim que eu poderia, de fato, ser digno do amor. E todos dignos do amor de Eva são fodidamente incríveis. Então, por isso, eu sou muito muito especial. Os olhos de Eva encontraram os meus, outro lado do pátio, e ela me deu aquele sorriso que era só meu. Esta era a nossa vida. Nós tínhamos feito isso. Nossos amigos estavam todos aqui, e logo cada um iria se casar. Crianças nasceriam, e nossas famílias cresceriam. Difícil de acreditar, há quatro anos cada um de nós, menos Rock, estava vivendo uma vida de solteiro. À procura de algo, sem saber do que precisávamos. Assim como mágica, cada um de nós tinha alguém especial em nossas vidas, nos amando o suficiente para lutar por nós. A vida é engraçada assim. Destino acontece, e é melhor do que o que você tinha imaginado em primeiro lugar. Eva era muito melhor do que qualquer coisa que eu já tinha pensado em ter para mim mesmo. Ela era mais. Portanto, muito mais. "Papai, veja!" Bliss gritou, e eu voltei minha atenção para a minha menina enquanto ela segurava a mão de Eli e 306


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines deslizava para baixo do escorrega, rindo juntos, até que atingiram a água na parte inferior. Quando se levantou, todos aplaudiram. Bliss, é claro, fez outra reverência. Porque a minha menina era uma princesa, e ela sabia porra. Ela era filha de Cage York.

307


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines

Bliss York Dez anos depois... Por mais que eu amasse a grande família louca da qual eu era uma parte, quando nos reuníamos na casa de Dewayne e de Sienna, as coisas poderiam ser esmagadoras. Havia tanta coisa a falar e as crianças estavam em todos os lugares. Era como se esse bando não conseguisse parar de se reproduzir. Eita. Em algum momento eles precisavam parar. Eu não era uma das mais velhas. Jimmy, Brent, e Daisy May Taylor estavam todos na faculdade agora, e eles não andavam com as "crianças." Eles eram adultos. Micah Falco e Larissa Hardy estavam ambos dirigindo agora, e eles estavam em seu próprio mundo adolescente. De modo que eu e Eli Hardy ficamos para cuidar dos irmãos de Eli, Crimson e Cleo, para que não matassem uns aos outros. Havia dois anos de diferença entre eles, tinham dez e oito, mas pareciam prontos para começar uma guerra cada vez que eles eram deixados sozinhos. Eu estava feliz por não ter uma irmã. Mas eu tinha irmãos. Três deles. Cruz, Cord e Clay e eram todos menores de dez anos. Foi um milagre não terem queimado nada. Minha mãe só ria e olhava para o meu pai como se meus irmãos loucos fossem a coisa mais maravilhosa do mundo. Só que meu pai era maravilhoso. Meus irmãos estavam fora de controle. Em seguida, havia Hadley Stone. Ela tinha dez anos, e eu admito que ela agia como se fosse mais velha do que a maioria das crianças na idade dela, mas ela era como uma celebridade, pois seu pai era famoso. Ela não podia sair e brincar com o resto das crianças sem um guarda-costas. Era estranho. Ela tinha uma irmã, Evangeline, que tinha apenas três anos. Você poderia pensar que todas aquelas

308


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines crianças seriam o suficiente para deixar uma pessoa maluca. Mas nãããooo, havia mais deles. Micah não era o único garoto Falco. Seu irmão mais novo, Jude Falco, tinha dez anos,e sua irmã, Mila, tinha cinco anos. Em seguida, havia os meninos Drake. Deus nos ajude, eles eram muito possivelmente pior do que os meus irmãos. Eu sentiria muito por esta cidade, quando os meninos York e Drake tivessem carros. Hendrix, River, e Keegan Drake estavam todos na idade dos meus irmãos. Eles eram os seis terriveis. Ou, pelo menos, foi assim que Eli e eu nos referíamos a eles. O último grupo tinha dez anos de idade, James Stone. Ele era filho de Jason e Jess Stone. Eles também tinham uma filha, que tinha oito anos, e, bem. . . eles estavam indo para ter as mãos cheias com ela. Isso é tudo o que eu estou dizendo. Juliette Stone era especial. Ela mantinha os seus terríveis em seus dedos, e isso dizia alguma coisa. Saffron e Holanda Corbin eram as duas últimas crianças nesta loucura de reprodução. Eles eram gêmeos idênticos, mas eles eram completamente diferentes. Saffron fazia tudo que podia para chamar a atenção, enquanto Holanda, normalmente, ficava em um canto com um livro. Para crianças de dez anos, eu gostava deles. Eu costumava dizer que seus pais eram os únicos sortudos. Eles tiveram gêmeos e pararam. Mas hoje a grande notícia foi que Krit e Blythe estavam esperando um bebê para o Natal. Agora que eu sabia o que era sexo, ficava horrorizada cada vez que um dos adultos nos diziam que estavam grávidos. Será que eles apenas faziam sexo ou era um acidente? Será que eles planejavam isso? Ugh! Eu não queria pensar nisso. Eu estava feliz que meus pais pareciam satisfeitos com quatro. Depois de ter três meninos, eu acho que a minha mãe estava muito nervosa para tentar novamente. Ela não estava recebendo outra como eu. Eu disse a ela e ela riu de mim. Em seguida, ela disse que eu era mais parecida com o meu pai do que eu pensava que 309


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines era. Eu não me importava de parecer com meu pai. Eu parecia com a minha mãe, ou então meu tio Jeremy dizia isso toda vez que ele me via: ". Você é a cara da Eva, eu juro.” Isso me fazia sorrir, porque minha mãe era linda. "Oi," uma voz profunda disse, e eu empurrei meu olhar fora das ondas na praia e olhei para cima. Há definitivamente um garoto lá, mas eu não o reconheci. Protegendo meus olhos, vi que ele não era só um garoto, mas ele era incrivelmente lindo. Ele parecia um pouco mais velho que eu. Talvez quinze ou dezesseis anos. "Uh, oi," eu respondi, não sabendo o que fazer sobre isso. sabia que todo mundo em Sea Breeze estava perto da minha idade. Eu me sentia como se eu estivesse relacionada com a maioria deles. O cara se sentou ao meu lado, mas em vez de fazê-lo de uma forma estranha como a maioria das pessoas, ele fez parecer legal. Ele também estava vestindo calça jeans. Concedido, era a queda e a brisa, mas ainda assim. Não olhei muito para suas botas pretas de combate, que eram super incríveis. "Você mora por aqui?", Ele perguntou, inclinando-se para trás em um braço e virando-se para mim. Ele pareceu de modo casual e seguro de si. Ele tinha que ser muito mais velho do que eu. Eli nunca conseguiria fazer isso parecer foda. "Sim, a minha vida inteira. Bem, não toda ela. Eu vivi os primeiros anos em uma fazenda cerca de 30 milhas daqui. Mas papai começou a trabalhar como treinador de beisebol na faculdade, e nos mudamos para cá, para estar mais perto. Além disso, a maioria da minha família está aqui. ". Eu estava apenas compartilhando minha vida com esse cara. Ele perguntou se eu morava aqui, não a minha história de vida. Meu rosto estava quente, e eu olhei para longe dele, rezando para que ele saísse. Mas ele não saiu ou riu da minha tolice. "Eu estou visitando. Meu avô mora aqui agora. Mudou-se para cá cerca de seis anos atrás, e abriu um restaurante. " Eu me virei para olhar para ele, e a cor de seus olhos prateados eram chocantes. As meninas não podiam segurar tanto. Seus olhos precisavam de um 310


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines aviso sobre eles: Tenha cuidado com os olhos incrivelmente quentes. Um sorriso puxou o canto dos seus lábios, e eu percebi que aqueles lábios eram tão impressionantes quanto seus olhos. "A razão por que você está aqui fora resmungando para si mesmo?", Perguntei. Mais uma vez o meu rosto ficou vermelho e eu olhei para longe dele. Desta vez, ele riu. Eu queria enterrar a minha cabeça na areia e esperar por ele deixar a garota louca na praia sozinha. "Hey, eu sinto muito. Eu não tive a intenção de rir. Você é realmente muito bonita. Mesmo corando. " Oh Deus, ele me chamou de bonita. Este menino era lindo e muito velho para mim, mas pensava que eu era bonita. Respire Bliss. Respire. Você vai desmaiar se você não respirar. "Você tem um nome?", Ele me perguntou. Arrumei meus ombros e tentei não olhar como uma idiota. "Bliss York," Eu informei a ele preenchendo alguma forma. Toda profissional. Seu sorriso se transformou em um grande sorriso. A forma como seus olhos brilhavam cor de prata, quando ele estava se divertindo fez minha respiração acelerar. "Quantos anos você tem?", Ele perguntou, me estudando de perto. Ele provavelmente pensava que eu era uma das crianças de dez anos tolas. Eu tinha certeza de que Holland poderia ter lidado com isso melhor do que eu, e ela raramente falava com alguém. "Treze", eu disse, esperando que ele não acreditasse em mim. Ele balançou a cabeça como se isso fosse o que ele tinha pensado. "Quantos anos você tem?", Perguntei. "Quatorze", respondeu ele. Fiquei de boca aberta. Esse cara com toda essa segurança tinha apenas quatorze anos? Ele agia como se fosse muito mais velho. Eli tinha treze anos, como eu, e ele não era assim tão maduro. Ele também era mais fácil de conviver, embora 311


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines Eli tinha cabelos loiros muito bonitos e grandes olhos verdes, mas ele era apenas o Eli. "Você parece surpresa", disse ele com um sorriso. "Eu não pareço ter quatorze para você?" Engoli em seco e tentei respirar novamente. Quando os olhos desse cara estavam em você, então você esquecia como falar ou fazer praticamente qualquer coisa. "Eu, uh, sim, eu quero dizer não, eu quero dizer. . . Você parece mais velho do que isso. E você age como se fosse mais velho. Eu não acho. . . Eu pensava. . . Não importa. "Eu parei minhas divagações e mais uma vez pensei em enterrar minha cabeça na areia. Eu realmente precisava dar uma pausa. Não havia nenhum cara por aqui que parecia com ele. Qualquer garota confrontada com este tipo de. . . de. . . perfeição também surtaria. Seu cabelo escuro estava cortado curto, mas havia uma coisa bagunçada que parecia estar crescendo ainda mais. Ele riu de novo e eu deixei cair meus olhos para a areia. "Ah, vamos lá, Bliss York. Olhe para mim de novo. Eu não queria rir, mas você me faz rir. Eu não posso evitar. " "Bem, você me deixa nervosa", eu disparei. "Eu deixo? Por quê? " Eu não estava dizendo a este menino bonito que ele era bonito. Então, eu só dei de ombros. "Bliss!" A voz de Eli me chamou, e eu me virei para olhar para a casa dos Falco para ver Eli acenando para eu voltar. Levantei-me rapidamente e voltei a olhar para o cara, que também se levantou, mas fez isso sem problemas, sem a falta de jeito da minha tentativa. A última coisa que eu precisava era Eli dizendo ao meu pai que eu estava conversando com um rapaz. Papai perderia sua mente. "Seu namorado?", Perguntou o rapaz, e eu ri dessa vez. "Eli? Uh, não. Ele é como meu irmão... Não, meus irmãos me deixam louca. Ele é mais parecido com o meu primo. Ou melhor amigo. Nossos pais são próximos. " 312


Until The End –Sea Breeze #9 Abbi Glines A boca do garoto se curvou em um sorriso satisfeito que fez meus joelhos fraquejarem. Eu tinha que entrar na casa dos Falco agora. Eu não sabia como eu iria fazer isso se o Sr. lindo continuasse sorrindo para mim. "Eu tenho que ir," eu disse a ele. "Você está certa", respondeu ele. Eu estava certa. Esse cara era o epítome do legal, mas ele não tinha encontrado Cage York ainda. E ele não queria. "Eu, uh, sim. Meus pais estão, provavelmente, olhando para mim. " Ele sorriu. "Ok. Talvez eu vou vê-la novamente, Bliss York ". Bateu-me então que eu não tinha ideia de qual era seu nome. Ele tinha me deixado uma bagunça com essa cara que eu nunca perguntei. "Sim, talvez. Você nunca me disse o seu nome. " Aquele sorriso sexy estava de volta, e ele olhou para as ondas, então de volta para mim. Ele inclinou a cabeça como os caras nos filmes faziam você desmaiar. Ele tinha pregado, e eu estava prestes a desmaiar. "Nate Finlay."

313

Until the End - Abbi Glines  

Sea Breeze #9

Until the End - Abbi Glines  

Sea Breeze #9

Advertisement