Issuu on Google+

Vida light | por Jéssie Panegassi e Leonardo Valle

Berinjela é dietética Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) comprovou que incorporar a farinha de berinjela em um programa de reeducação alimentar dá uma forcinha extra para quem quer perder peso. O grupo que aderiu a uma dieta suplementada com o alimento reduziu 8 cm de circunferência abdominal ediminuiu até mesmo os índices de triglicérides, resultados bastante diferentes dos pacientes que não incluíram a farinha em sua alimentação. “As fibras solúveis e insolúveis que estão presentes na berinjela — aproximadamente 40% da sua composição — ficaram concentradas na farinha”, explica a nutricionista e pesquisadora Wânia Lucia Araújo Monteiro, que também é coorientadora do estudo.

Doce cereal integral Combinando cereais integrais com chocolate, as barras de cereais da Sacialis são encontradas em versão com ou sem adição de açúcar. Cada barrinha contém 2 g de fibras que aumentam a sensação de saciedade. Preço: R$ 15 (caixa) Nova fórmula O Powerade ION4 contém quatro eletrólitos (sódio, potássio, cálcio e magnésio), ajudando os praticantes de atividades físicas a se manterem hidratados. Preço: R$ 2,90

38 | VIVA SAÚDE

L_Vida light.indd 38

Congelado saudável Com 230 kcal, a panqueca de ricota com espinafre da Frozen SPA é uma alternativa rápida e saudável de refeição congelada. Entre os ingredientes, possui sal light, farinha de trigo e leite desnatado. Preço: R$ 13,30

anorexia nervosa 1. Anorexia e bulimia nervosa são transtornos alimentares diferentes. Anoréxicos têm aversão por todo tipo de comida e não se alimentam. Já os bulímicos, ao contrário comem, mas induzem o vômito para não ganhar peso. 2. Por não ser uma doença aguda, os sintomas aparecem aos poucos e são intensificados com a desnutrição. Os sinais são: olhos escavados, cabelo e unhas quebradiças, entre outros. 3. Gera perda do tecido adiposo, essencial para a sobrevivência; deixa o organismo mais aberto a infecções e provoca infertilidade . 4. Para tratá-la é necessária uma equipe multidisciplinar, que trabalhará a parte psicológica e também a própria alimentação. 5. Dependendo da gravidade da doença, os especialistas podem indicar que o paciente seja internado ou faça uso de remédios.

ANÁLIA FRANCO (SP). PREÇOS PESQUISADOS ENTRE JAN/FEV 2012.

Acabou de chegar

5 verdades sobre

CONSULTORIA: ANDREA BOTTONI, NUTRÓLOGA DO HOSPITAL SÃO LUIZ -

31,8

%

das crianças e adolescentes americanos, entre 2 e 19 anos, foram considerados obesos ou com sobrepeso de acordo com estudo publicado pelo Jama Media. Os dados foram coletados entre os anos de 2009 e 2010

WWW.REVISTAVIVASAUDE.COM.BR

15/2/2012 21:41:30


pg 38 - Vida light