Issuu on Google+

CLIPPING

2014

Prefeitura de Santos

SECOR


A TRIBUNA

Domingo

16/03 MARCOS CLEMENTE SANTINI DIRETOR-PRESIDENTE

SANTOS-SP DOMINGO 16 DE MARÇO DE 2014 ANO 120 - Nº 356 R$ 4,00

ATREVISTA Celso Moraes é exemplo de empreendedor

Conviva com a crítica sem abalar sua autoestima

Organizador do Lollapalooza conta curiosidades

Gatilhoquase sempre é disparadonainternet

Soudgarden (foto) traz o próprio cozinheiro

ARMINDA AUGUSTO

Ele preside grupo que integra a Kopenhagen

TURISMO

Estudotraça perfildequem compraimóvel em Santos Maioria é homem, tem 43 anos, é empresário e casado O comprador médio de imóveis residenciais em Santos é empresário, comerciante ou profissional liberal, tem 43 anos e é casado. O perfil foi traçado pela Lopes, uma das maioresempresas do setor imobiliário do País. Mas a Cidade também tem um público jovem que investe no segmento: a faixa de 25 a 29 anos é responsável pela aquisição de 22% das unidades comercializadas. O grupo de 25 aos 49 anos detém 62% dos imóveis. C-1

Aldeias de Portugal

Mão de obra portuária está se transformando A chegada de novas tecnologias nas operações do Porto de Santos foi decisiva para que o perfil do trabalhador fosse alterado. Segundo o especialista em Recursos Humanos da Libra Terminais, Carlos Roberto dos Santos, a evolução da mão

JOÃO CALDAS/DIVULGAÇÃO

Bem longe do circuito turístico mais badalado de Portugal, as aldeias do interior mantêm a essência da cultura e das tradições do povo luso. Uma boa opção para quem quer se aventurar nesse mundo tão particular da história são os vilarejos que se estendem pelo Rio Douro, no norte do país.

GALERIA. E-4

Uma réplica da frente de um caixa eletrônico pode ter feito dezenas de vítimas em uma agência do Banco do Brasil em Praia Grande. O artefato foi descoberto por um segurança após uma cliente estranhar a aparência do equipamento. To-

de obra do setor, processo iniciado com a antiga Lei dos Portos, vive fases semelhantes àquelas da Revolução Industrial. Para ele, houve um “apagão da qualificação” que só agora, nos últimos cinco anos, tem sido revertido. C-5

Vitamina ajuda a dar equilíbrio ao organismo

Bom dia Projeto do governador Geraldo Alckmin amplia as funções e atribuições do Corpo de Bombeiros A-2 na fiscalização de imóveis.

THIAGO BERNARDES/FOLHAPRESS

Muitos enxergam o intercâmbio como um mercado ultrapassado, que remete aos anos 80 e 90, quando os jovens faziam o colegial no exterior. Mas a educação internacional começou a ampliar a faixa etária. Hoje há meninos de 10 anos e até pessoas de 70 anos que procuram esses programas. Atualmente, o mercado de intercâmbio movimenta, no Brasil, cerca de 250 mil pessoas por ano. A-6

Eguren comemora gol do Palmeiras pela 14a rodada do Paulista

Com falhas na arbitragem, Palmeiras vence a Ponte O Palmeiras venceu a Ponte Preta por 3 a 2, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista. Porém, o resultado poderia ser outro se o juiz Marcelo Rogério não tivesse marcado dois pênaltis equivocados. B-3

Santos. A-7

Muitos veem mudanças como transtornos

Santos enfrenta hoje o Rio Claro. B-1

Aviãodesaparecido Começa amanhã tevecomunicação Semana do Jovem interrompida Empreendedor

ENSOLARADO

ÍNDICE

Massa de ar quente predomina. Faz sol e calor na região

AlertaédeautoridadesdaMalásia. C-6

Mín.

CADERNO A: Opinião, Cidades, Falecimentos, Polícia e Tempo. CADERNO B: Esportes. CADERNO C: Economia,

Evento incentiva novos negócios. C-3

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

das as movimentações eram transmitidas on-line pelas pessoas que fizeram a instalação. Embora haja câmeras de segurança nolocal, seránecessárioaguardaratéamanhãpara que as imagens gravadas sejam analisadas. A-11

ESPORTES

E MAIS Baixada Santista. A-8

Umadassurpresasdapesquisaé queosaposentadossão responsáveisporapenas4%das unidadesadquiridas,oque contrariaatesedequeSantos estásetornandoumacidadede quemjádeixouavidaprofissional ativa.Entretanto,hámuitos compradoresnaativa,masperto daaposentadoria.

Ladrões usam réplica de caixa eletrônico

Jesus é rock

Vítimas contam Intercâmbio, os dramas por opção para trás do estupro todas as idades Embora o número de casos de estupro tenha caído na Baixada Santista nos últimos três anos, esse crime ainda atormenta muitas famílias. “Ele entrou no meu quarto de madrugada e trancou a porta. Quando vi, já tinha acontecido”, conta uma adolescente de 15 anos vítima de abuso sexual. Segundo a psicóloga Márcia Atik, os familiares têm papel fundamental na superação do trauma. A-9

Surpresa

22º Máx. 38º

A-11

42 PÁGINAS

Porto & Mar, Mundo, Brasil e Social. CADERNO D: Turismo. CADERNOE:Galeria. CLASSIFICADOS.


DIÁRIO DO LITORAL

Domingo

16/03

L

L

HojE: jornal da orla

Edição Nº 5.265 - ANo xV - R$ 1,00 16 dE mArço dE 2014 www.diariodolitoral.com.br

CadErno +dl Confira a moda Outono/Inverno na edição de hoje

facebook.com/diariodolitoral

@diariolitoral

https://plus.google.com/+diariodolitoral

@diariodolitoral

(13) 99619-5894

dupla é prEsa > Página 11

Dono de banca é sequestrado e assassinado em Guarujá A vítima, um chileno de 51 anos, pretendia voltar ao país de origem ainda este mês

Antes

Depois

Fotos: Matheus Tagé/DL

são ViCEntE > Página 5

Insegurança retorna à Biquinha

Em dezembro de 2013, com a chegada dos policiais para a Operação Verão, a população se sentia segura. A insegurança, já retratada pelo DL dias antes da temporada, volta a amedrontar moradores rEliGião > Páginas 6 e 7

Morte coletiva seria falha dPe APO d ou destino? omingo venda proibida

ExEmplar dE assinantE

A reportagem do Diário do Litoral conversou com religiosos de várias doutrinas sobre a morte coletiva, como em casos de acidente de avião

> malaysia airlinEs - Investigação sobre desaparecimento de avião ganha aspecto criminal pág. 10

Guarujá > Página 4

‘Cadê’ a bicicleta do menino? Rapaz de 15 anos tem bicicleta apreendida pela Guarda Municipal e, até hoje, não consegue reaver o bem

TEmpo hojE:

santos

Mín: 26º Máx: 34º Veja a previsão em: diariodolitoral.com.br/tempo

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

dia de sol

Tempo ensolarado com poucas nuvens na maior parte do dia

>NA EDIÇão DE AMANHã

Confira as vagas de Empregos


FOLHA DE S.PAULO

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

Domingo

16/03


ESTADO DE S. PAULO

Domingo

16/03

%HermesFileInfo:A-1:20140316:

FUNDADO EM 1875

16 DE MARÇO DE 2014 R$ 5,00 ANO 135 Nº 43979 EDIÇÃO DE 23H30

JULIO MESQUITA (1862 - 1927)

estadão.com.br

DOMINGO Empregos Resiliência Posição otimista é habilidade procurada

Casa

Classificados

As novidades da Expo Revestir, a maior feira de revestimentos da região

5.574 ofertas

Caderno2

DECEPÇÃO DIVINA Contracenando com Irene Ravache, Dan Stulbach vive um Deus que busca consolo na terapia JOÃO CALDAS

Novas regras tiram R$ 19 bi do valor da Eletrobrás na bolsa Após mudanças impostas pelo governo em 2012, estatal demitiu 4,4 mil e cortou outros gastos, mas perdas persistem Com queda de receita e piora nos indicadoresdesde a renovação das concessões elétricas, em 2012, a Eletrobrás já demitiu pelo menos 4,4 mil funcionários, reduziu 16% em média os gastos gerais e mudou de sede para economizar com aluguel. Essas providências,

porém, não foram suficientes para melhorar osindicadores, informa a repórter Renée Pereira. Desde o início do processo de renovação, a estatal perdeu R$ 19,2 bilhões em valor de mercado.Em2012,ogovernolançouascondições para antecipar a renovação das

concessões de geração e transmissão de energia que venceriam em 2015 e 2017.A Eletrobrás esperava receber R$ 30 bilhões, mas teve de aceitar indenização de R$ 14,4 bilhões. No mesmo ano, a empresa teve o maior prejuízo, de R$ 6,8 bilhões. ECONOMIA / PÁGS. B1 e B3

● Venda

de empresas

A Eletrobrás estuda a venda de seis distribuidoras de energia nas Regiões Norte e Nordeste para obter um alívio no caixa. PÁG. B3

Ucrânia acusa Rússia de invadir usina de gás

MÁRCIO FERNANDES/ESTADÃO

A Ucrânia denunciou ontem a invasão por tropas russas de uma usina de gás natural na fronteira com a Crimeia. Sob clima de intimidação, com soldados e milicianos russos nas ruas, a Crimeia faz hoje referendo sobre a anexação à Rússia, informa Andrei Netto. Na ONU, Moscouvetouresoluçãoquetornariailegal a votação. INTERNACIONAL/ PÁG. A16 ● Futebol

sob tensão

POLÍTICA / PÁG. A13

Comunicação de avião foi cortada, diz Malásia

Entrevista: Edmar Bacha

‘ABERTURAÉ OCAMINHO’

U

m dos pais do Plano Real, o economista Edmar Bacha atribui os resultados modestos do crescimento do País ao “isolamento nacional”. “Estou convencido de que para o Brasil crescer o caminho é a abertura para o comércio internacional”, disse em entrevista ao Estado. ECONOMIA / PÁG. B4

Aliados acusam PT de dividir base para obter hegemonia A rebelião da base, que esta semana impôs derrotas ao governo na Câmara, traz em sua essência o temor de que o PT fragmente os partidos aliados e cresça nas eleições de outubro sobre eles. Parlamentares acusam o PT de promover rompimentos em Estadoschave para eleger sua maior bancada da história na Câmara e garantir hegemonia no Congresso. POLÍTICA / PÁG. A4

FRISO GENTSCH/DPA

O campeonato recomeça na Ucrânia com 36 brasileiros jogando em 13 times. Se a situação piorar, há um plano de fuga. EDIÇÃO DE ESPORTES / PÁG. D8

DF apura vazamento de fotos de Dirceu

Desafios 2015 ✽

BOLA E ITAQUERÃO SE APRESENTAM

Aluguéis sobem em cidades-sede

ela primeira vez a bola rolou no gramado do Itaquerão. Embora as obras no estádio do Corinthians ainda estejam em fase de acabamento, o clube levou

Aluguéis de casas e apartamentos só para o mês da Copa dispararam nas cidades-sede. Em São Paulo, variam de R$ 20 mil a R$ 390mil. METRÓPOLE / PÁGS. A23eA24

Treino na casa nova

P

os jogadores para um treinamento na nova casa, que abrigará a abertura da Copa do Mundo. Apenas operários acompanharam o treino. EDIÇÃO DE ESPORTES / PÁG. D3

INTERNACIONAL / PÁG. A17

JOSÉ R. MENDONÇA DE BARROS O governo perdeu o rumo O anúncio de empréstimo às distribuidoras de energia é, claramente, mais um evento da contabilidade criativa e do populismo tarifário.

ANTERO GRECO Conversa de botequim Olha a polêmica de volta: o São Paulo deve entregar o jogo para o Ituano e, com isso, prejudicar o Corinthians no Campeonato Paulista?

FÁBIO PORCHAT É só uma piada Não concordo quando alguém se justifica dizendo: “É só uma piada”. Isso reduz o humor, como se fazer piada fosse a coisa mais idiota do mundo.

ECONOMIA / PÁG. B9

EDIÇÃO DE ESPORTES / PÁG. D2

CADERNO2 / PÁG. C8

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

Tempo em SP 33˚ Máx. 21˚ Mín.

Sol, calor e chuva. Pág. A30

Esta publicação é impressa em papel certificado FSC® garantia de manejo florestal responsável, pela S. A. O Estado de S. Paulo

Armadilha em campo O historiador Hilário Franco Júnior acredita que o futebolnão é mais racista que outras áreas da sociedade: é só sua caixa de ressonância.

NOTAS & INFORMAÇÕES

O gosto amargo do mensalão Desenlace deixou a sensação de que o STF se contaminou por interesses político-partidários. PÁG. A3


DIĂ RIO DE S. PAULO

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

Domingo

16/03


(2), Itanhaém (2), Cubatão (1) e Peruíbe (1).

A TRIBUNA Base de lançamento A-4 Cidades A tropa republicana regional já bateu martelo sobre os tripulantes que integrarão a missão rumo ao primeiro pleito do partido, em outubro. O vereador Gilberto Benzi (exPadron PDT), de Guarujá, tentará uma vaga na Assembleia Legislativa. Já Fernando Bispo (ex-PSB), de São Vicente, concorrerá a uma cadeira na Câmara dos Deputados.

PÁGINA A4

Charge

Pra começar do topo

Em Santos, o Pros não possui vereador. Mas ganhará uma sede em breve. “Devemos abrir um escritório político na Nova Cintra”, revela Baraçal,presidente da executiva municipal. “Será a primeira sede em um morro da Cidade”.

Homem-bala

O senador Aloysio Nunes (PSDB) chamou para si a tarefa de carregar a bazuca tucana contra o PT em solo paulista. A estratégia deve-se ao fato de que ele não precisará disputar eleição em 2014 – seu mandato termina apenas em 2018 –, o que lhe tira da mira de potenciais adversários e o deixa livre para apertar o gatilho sem riscos.

Domingo

16/03

Duas chapas disputam o comando da instituição

Efeito viral

Socialista zen Quem só conhece Benedito Furtado (PSB – na foto) pela faceta de vereador em Santos mal imagina que, mesmo em seus discursos mais inflamados em plenário, hoje ele seja um agente político moderado – palavras do próprio. “Sou uma versão light de mim mesmo”.

Difícil de engolir Bem diferente do jovem idealista que, entre o final da década de 1970 e o início da 1980, comandou greves históricas ainda durante o período militar à frente do Sindicato da Administração Portuária (Sindaport). “Naquela época eu era chato pra danar!”.

Direção insegura

Que multa de trânsito rende dinheiro, não há dúvidas. Mas a vereadora de Praia Grande Janaina Coquetel molotov Ballaris (PT) ficou espantada quanO tucano parece ter se adaptado do soube que, em 2013, a quantia bem à função. Em recente passaarrecadada na Cidade passou de gem por Santos, não economizou R$ 6 milhões. Ela questiona a Premunição contra a presidente Dilma feitura se o montante obtido com Rousseff (PT). “Não é um governo as penalizações vem sendo interuim: é muito ruim”, atacou. “E não gralmente revertido para melhoE-mail: diaadia@atribuna.com.br Blog: atribuna.com.br/blogdiaadia são os ministros, não. É ela quem rias no setor. “É comum vermos mostra não estar à altura de enfrensinalizações ineficientes ou, pior, Universo em expansão tar os problemas do País”. ausentes”, Oficializadoem setembrodo anopassado, oPartidoaponta. RepublicanodaOr-

Dia a Dia

demSocial(Pros) surgiuna BaixadaSantista comoumburaco negro–reMatrimônio dá trabalho Pantera daoutubro,quando Noroeste engole oque perto. Em giãono Marlenecosmosque Campos Machado, vice-passarpor por adoção, vice-prefeivenciao prazopara queinteressados disputaras eleiçõesodeste ano presidente do PTB nacional, vem a emCaiçara to de Guarujá, Duino Verri (PSC), mudassemdesigla, nadamenospara que18 vereadores dasnovecidadesmigraSantos na próxima sexta-feira voltouno tempo. Nascido em Penárampara alegendarecém-criada.O omapa políticolocal. se reunir com a militância da re- fatoredesenhou Interiorhegemonia paulista, ele gaDanoite a dividira legislagião. Seuparaodia, marido, oosrepublicanospassaram presidente esta- polis, no nhou de um professor dual dos trabalhistas, deputado tivada regiãocom oPSDB –também com18parlamentares emda suaSecretabancaria Municipal de Esportes a camisa Campos Machado, não esconde de da.“Foiumtrabalho construídocomcalma”, explica ocoordenador regiodo time do coração, o Clube Atlétininguém: quer vê-laThiagoBaraçal.“Agregamos vice na chapa naldaagremiação, pessoas insatisfeitasem pro meu paipela reeleição do governador Geral- co Penapolense. “Vai seuspartidos,que seinteressarampornossaspropostas”. Otelescópio, do Alckmin (PSDB). agora, vaimirarSãoPauloe Brasília. nel de honra!”, comemorou.

ta, de São Paulo e do Brasil. Efatoredesenhou ção do nívelomapa de debate de granrampara alegendarecém-criada.O políticolocal. isso está vinculado com um des questões que envolvem emDanoite paraodia, osrepublicanospassaram adividirahegemonia legislapresas associadas da ACS, bom relacionamento com as tivada regiãocom oPSDB –também com18parlamentares em sua banca- a de pôr a entidaderegiocomo prefeituras e os de- fim A TRIBUNA da região Domingo 16 da.“Foiumtrabalho construídocomcalma”, explica ocoordenador mais órgãos públicos”. protagonistana solução de prowww.atribuna.com.br março de 2014 insatisfeitasem naldaagremiação, ThiagoBaraçal.“Agregamos pessoas que afetam a Cidade e Outra meta seinteressarampornossas que considera blemas seuspartidos,que propostas”. Otelescópio, agora, vaimirarSãoPauloe Brasília.

IRANDY RIBA - 12/3/2S

Isso não existe. Vou A constelação do Pros na Baixada engloba sete Câmaras Municipais: ser um militante para São Vicente (com 5 membros), Bertioga (4), Guarujá (3), PraiaaGrande presidenta Dilma (2), Itanhaém (2), Cubatão (1) e Pe(Rousseff) continuar ruíbe (1). seudebom trabalho” Base lançamento Efeito viral

ALuiz tropa republicana regional baInácio Lula da Silva (PT),jáex-presidente da República, sobre a teu martelo os tripulantes hipótese desobre se lançar candidato ao Palácio do Planalto em outubro. que integrarão a missão rumo ao primeiro pleito do partido, em outubro. O vereador Gilberto Benzi (exPDT), de Guarujá, tentará uma vaga na Assembleia Legislativa. Já Fernando Bispo (ex-PSB), de São VicenSocialista zen te, concorrerá a uma cadeira na Quem só conhece Benedito FurtaCâmara dos Deputados.

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

IRANDY RIBA - 12/3/2S

se ai no ve as da m pa na tam çã no em çã fu di cre ta, Pr iss bo 1v pr 2v Fe m

ACS está com as saneadas, diz M

A constelação do Pros na Baixada engloba sete Câmaras Municipais: São Vicente (com 5 membros), Bertioga (4), Guarujá (3), Praia Grande (2), Itanhaém (2), Cubatão (1) e Pe❚❚❚ Duas chapas, um objetiruíbe (1).

C

dente e sua diretoria acontevo: comandar a Associação cem logo em seguida. Dois empresários dispuComercial de Santos (ACS) Base de lançamento tam o desafio de presidir a próximo triênio. Ano tropa republicana regional já ba1s eleição transcorrerá teuA martelo sobre os tripulantes na entidade. Ronaldo Jamar 2 s Taboada é candidatoda da Chaquarta-feira, sederumo dadisputam instique integrarão a na missão ao Dois candidatos as eleições Associ 1d tuição, pleito na Rua XV de Novemprimeiro do partido, em outu- pa 1. Ele é sócio-cotista da Pin Five Star Service Comércio 2 d bro,O vereador 137, Centro. Pouco bro. Gilberto Benzi mais (exDA REDAÇÃO de 200 sóciostentará estãouma aptos PDT), de Guarujá, vagaa Exterior Ltda. Sa na Assembleia Legislativa. JádecisiFerRoberto Clemente Santi- 1 s votar. Quarta-feira será um dia nando Bispo (ex-PSB), de São Vicenni, diretor-presidente da TV 2 s ocorrerá em asvoOnapleito Associação Comercial de Socialista zen te, concorrerá a uma cadeira na será sembleia geral às Tribuna, está à frente da Santos (ACS). Éordinária, quando Quem só conhece Benedito FurtaCâmara Deputados. 17 horas, em primeira convo- Chapa 2. eleito odos sucessor do presidente Ro do (PSB – na foto) pela faceta de Fundada em 1970, a ACS Nix cação, pelo menos um Michaelcom Robert August Timm, vereador em Santos mal imagina Pra topo terço dos associados com di- foi e ainda é uma das ❚❚ quecomeçar assumiu odo posto em 2009, Jo que, mesmo em seus discursos Em Santos, o Pros não possui vereaincentivadoras do desen- vo reito a voto. não houver foi reeleito em Se 2011 e não pode mais inflamados em plenário, hoje dor. Mas ganhará uma sedemandaem terá brevolvimento econômico do Co quórum, aum assembleia concorrera terceiro Ca ele seja um agente político modeve. abrir um escritório Porto de Santos e da Re- no início às 17h30, em segunda to,“Devemos conforme o estatuto social rado Ma – palavras do próprio. “Sou político na Nova Cintra”, revela Baconvocação. A apuração dos gião Metropolitana da Bai- Lu da instituição. uma versão light de mim mesmo”. qu raçal,presidente executiva munivotos e a posseda do novo presiConhecida como Casa do xada Santista. tu cipal. “Será a primeira sede em um Empresário, a ACS é a quinta Difícil de engolir br morro da Cidade”. associação mais antiga do País. Bem diferente do jovem idealista de Duas chapas participam do que, entre o final da década de Homem-bala vo pleito. A 1 é encabeçada por 1970 e o início da 1980, comandou O senador Aloysio Nunes (PSDB) Ronaldo Jamar Taboada, sóchamou para si a tarefa de carregar greves históricas ainda durante o se cio-cotista da Five Star Service período militar à frente do Sindicaa bazuca tucana contra o PT em so17 Ltda. O canAs loComércio paulista. AExterior estratégia deve-se ao to da Administração Portuária ca didato daelechapa 2 é Roberto fato de que chamas altas enão os precisará dispu- (Sindaport). “Naquela época eu te Clemente Santini, diretor-pretar eleição em 2014 – seu mandato era chato pra danar!”. rolos de fumaça re sidenteapenas dadurante TVem Tribuna. termina 2018 –, o que preta que, qu De acordo com Timm,advero pró- Direção insegura lhe tira da mirade de potenciais toda a manhã in ximo opresidente encontrará sários deixa livredo para apertar o ontemeescaparam Que multa de trânsito rende dico uma entidade organizada e nheiro, não há dúvidas. Mas a vegatilho riscos. flare dasem região da vo equilibrada financeiramente. readora de Praia Grande Janaina Alemoa-Ilha “Há uma molotov tranquilidade nesse Ballaris (PT) ficou espantada quanCoquetel Barnabé, em Santos, sentido. O grande desafio da do soube que, em 2013, a quantia Oassustaram tucano parece ter se adaptado nova direção será levar novos arrecadada na Cidade passou de . Em bem à função moradores da Vilarecente passaassociados ACS e criar R$ 6 milhões. Ela questiona a Pregem por Santos, nãoaeconomizou Pantanal e dopara Jardim munição contra a presidente Dilma meios para atraí-los”. São Manoel. Flare é a feitura se o montante obtido com Rousseff (PT). “Não é um governo Para ele, a próxima gestão tocha que fica as penalizações vem sendo interuim: é muito ruim”, atacou.a“Eatuanão também deve estender constantemente gralmente revertido para melhosão osinstitucional ministros, não.da É ela quem ção associação ch acesa nas chaminés rias no setor. “É comum vermos mostra não estarfederal, à altura deestadual enfrennos governos rol de petrolíferas. sinalizações ineficientes ou, pior, tar os problemas“Hoje, do País”.essa relae municipal. pre ausentes”, aponta. a ção funciona muito bem, mas é Conectar-se ao crescimento regional:tod Matrimônio fundamental dá quetrabalho a ACS esteja Pantera da Noroeste on Marlene Camposconectada Machado, vicediretamente com o Caiçara por adoção, o vice-prefeifla presidente do PTB nacional, vem a p crescimento da Baixada Santisimportante refere-se à ampliaAle de Guarujá, Duino Verri (PSC), Santos próxima paraE toção do nível de debate de granta, dena São Paulosexta-feira e do Brasil. Ba tempo. Nascido em Penáse reunir comvinculado a militância da re- um voltouno des questões envolvem ai isso está com polis, no Interiorque paulista, ele ga-em- ass gião. Seu marido, o presidente estabom relacionamento com as nhou presas associadas da ACS, a ve mo de um professor da Secretadual dos trabalhistas, deputado d prefeituras da região e os de- ria fim de pôr a entidade como Pa Municipal de Esportes a camisa Campos Machado, não esconde de p protagonistana solução de promais órgãos públicos”. Sã do time do coração, o Clube Atlétininguém: quer vê-la vice na chapa blemas que afetam a Cidade e n Outra meta que considera toc co Penapolense. “Vai pro meu paipela reeleição do governador Geralo

o

o

o

o

D c o

o

o

Click

Temor.

C

Te

do Alckmin (PSDB).

nel de honra!”, comemorou.

Isso não existe. Vou Duas chapas disputam o militante para comandoser daum instituição

co ac de

C


ça,oferecendo riscosa seususuários. No entanto, é discutível que o Estado chame a si toda a responsabilidade pela fiscalização, controle e monitoraPÁGINA A2tem mento. A realidade é que ele não – e nunca terá – a estrutura suficiente para realizar tal trabalho. E não se podem esperar milagres do Corpo de Bombeiros. Hoje a corporação já enfrenta dificuldades extremas para

A TRIBUNA

indivíduos, e, sem dúvida, o próprio poder público – assumam suas resDomingo ponsabilidades. A construção ou reforma de um imóvel, bem como seu funcionamento diário, exigem cuidados e medidas técnicas que podem e devem ser tomados, sem grandes dificuldades ou custos. Esse é o caminho viável, possível e necessário para garantir segurança.

16/03

Transporte individual Pesquisa divulgada pela Secretaria deTransportes Metropolitanos do Estado de São Paulo mostrou dados que devem trazer preocupação às autoridades e à sociedade em geral. Entre 2007 e 2012 as viagens feitas com carros, motos e táxis cresceram 21% na região metropolitana da capital, enquanto aquelas realizadas com trens, ônibus e metrô subiram 16%. O resultado deixa claro que o aumento do transporte individual é maior do que o transporte coletivo. A consequência é óbvia: piora do trânsito, com maior perda de tempo em congestionamentos. O número absoluto de deslocamentos com carros em 2012 (12,6 milhões) ultrapassa os realizados de ônibus (12,5 milhões), contrariando todas as recomendações urbanísticas. A questão não é exclusiva da Grande São Paulo. Na Baixada Santista, a piora no trânsito nos últimos anos tornou a questão um dos maiores, e em certas situações, o maior problema das administrações municipais. O balanço que se pode fazer é que não tem havido, de maneira suficiente, a qualificação adequada do transporte coletivo, condição básica para o incentivo à não utilização do veículo pessoal nos deslocamentos dentro das cidades. Essa política equivocada de prioridade ao carro particular vem de longe. Começou com a exclusividade dada ao transporte rodoviário há praticamente um século. O presidente Washington Luiz, na década de 1920, dizia que “governar é abrir estradas”,

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

referindo-se, é claro, a estradas de rodagem. Deixou-se de lado, década após década, o transporte ferroviário, fluvial e marítimo. É inacreditável que um país com a extensão de costas que tem, com a maioria de suas cidades e centros de produção e consumo situados próximos a elas, não tenha desenvolvido navegação de cabotagem, com portos e navios para escoarem e receberem produtos. Nos anos 1950 o país dá forte estímulo à produção de automóveis. Grandes montadoras aqui se instalam e criam um formidável parque produtivo. E desde então o crescimento das grandes cidades se deu com mais carros entupindo ruas e avenidas (que não podem ser alargadas) e poluindo o meio ambiente. Não houve mudanças significativas nos últimos tempos. A força da indústria automobilística é enorme e deve ser respeitada: rompê-la de uma hora para outra significaria lançar o país em crise. Mas isso não deve ser razão para inércia. O que a recente pesquisa mostra é o agravamento: com mais emprego e renda, e com incentivos à produção, as pessoas de menor renda têm aumentado as compras de veículos próprios. Em 2013 a frota de carros e motos na Grande São Paulo ganhou 130.000 unidades. As motos, especialmente, apesar dos riscos, tiveram seu uso aumentado em 44% nos últimos cinco anos. E o trânsito só piora. Tudo isso mostra que uma nova política de transporte precisa ser implantada no País, com urgência.

que me animou a aceit para participar de um r opção ocupei a latera diga-se, poucas foram a recionadas a mim, ma me saído bem, e o me dores. Corri, aos 72 a uma criança ávida a ch bola; a alegria era inco retorno, em reunião cie Hospital das Clínicas

Tribuna Liv

A verg exemp

Elevar a produtividade pital e do trabalho é a s economia brasileira a crescimento. O desafio p zar essa necessidade é ção da força de trabalho tido, o grande nó a se encontra-se na esfera e principalmente noâmb É cada vez maior o pes ção para a economia b país já incorporou pratic do seu bônus demográ redução do desemprego centes. Crescer de modo passou a depender da e níveldeescolaridadepar contingentedaforçadet A educação contribui cimento econômico de mas. A principal delas capacitação da força d que, dessa forma, se apta a absorver, reprodu volver tecnologias. Com obra mais qualificada, produtividade margina lho e o efeito é a expansã das empresas e, em term dos, o maior ritmo de c da economia. Um dos casos mais e cos do efeito da educaç economia refere-se à Sul. O país a universalização da edu ca no final dos anos 60 médio ao longo dos an processo foi acompanh


A TRIBUNA

RENATA SANTINI CYPRIANO

CARLOS CONDE

ROBERTO CLEMENTE SANTINI

FLAVIA CLEMENTE SANTINI

MÁRCIO DELFIM LEITE SOARES

PAULO NAEF

MARCO ANTONIO DA COSTA

PÁGINA A2

Diretor-Vice-Presidente

1909-1959) 1959-1990) 1990-2007)

eis

Diretora de Marketing

Diretora de Circulação

Diretor-Superintendente

Gerente Industrial

Do leitor

As cartas enviadas à Tribuna do Leitor devem conter nome, endereço, telefone e RG. O tamanho dos textos não pode ultrapassar 900 toques, incluindo os espaços. As cartas que não obedecerem esta orientação serão desconsideradas, bem como e-mails anexados.

E-MAIL leitor@atribuna.com.br

ATENDIMENTO AO LEITOR Telefone: 0800-727 7710

Opinião

REDAÇÃO Rua João Pessoa 129,3o andar, Centro Santos, São Paulo. CEP 11013-900

quei o enviadas fato ao prof.dodr. Miguel deveriam tratar o problema sem Leitor devem conter nome, endereço, telefone e RG. As cartas à Tribuna Srougi, que me orientou a fazer, fazer politicagem e desviar o foco, O tamanho dos textos não pode ultrapassar 900 toques, incluindo os espaços. As cartas que Em atenção ao sr. Válter José Vieinão obedecerem esta orientação serão desconsideradas, bem como e-mails anexados. ra, em carta publicada em 22 de também, outros exercícios, para uma vez que o uso e ocupação do enrijecer os músculos da região solo não é citado e muito menos fevereiro, esclarecemos que estalombar. Já no sábado, após sete respeitado, quando se aprova a mos fazendo a revisão da legislameses de afastamento, atuei por construção de megaempreendiE-MAIL REDAÇÃO ção referente ao Centro, nos ter- ATENDIMENTO AO LEITOR 45 minutos, no Barray Vento, que mentos na Cidade, tanto residenandar, Centro Santos, leitor@atribuna.com.br Telefone: 0800-727 7710 Rua João Pessoa 129,3 mos do novo Plano Diretor, aproSão Paulo. CEP 11013-900 me pareceram uma eternidade, ciais como comerciais, sem que vado em 2013. As maiores preocumas comprovadamente sem qualhaja uma contrapartida em invespações são a produção de unidaquer dor. Agora, me coloco à dispo- timentos na infraestrutura, mobides habitacionais mais baratas, in- quei o fato ao prof. dr. Miguel deveriam tratar o de problema sem ‘Centro de Santos’ sição de Felipão, pois estou apto a lidade e qualidade vida. centivando-se a diversificação de Srougi, que me orientou a fazer, fazer politicagem e desviar o foco, caso necessite, esse setor NELSON DOS SANTOS VILELA – SANTOS Em atençãoaao sr. Válter Vieiatividades, melhoria daJosé oferta de ocupar, também, outros das quatro linhas. exercícios, para uma vez que o uso e ocupação do ra, em carta publicada em 22 de empregos e a ampliação da mobili- enrijecer os músculos região solo não é citado e muito menos MANOEL RAMOS E NEIDE RAMOS –da SANTOS fevereiro, esclarecemos estana quando Ucrânia dade urbana. A estratégiaque é incenlombar. Já no sábado, após sete Crise respeitado, se aprova a mos fazendo a revisão da legislativar a habitação na área central, meses de afastamento, atuei por Não vejo como real e iminente o construção de megaempreendição referente Centro,trazendo nos ter- Ocupação do solo para densificaraoa região, perigo possível guerra em mentosde nauma Cidade, tanto residenmos do novo Plano Diretor, apro- 45 minutos, no Barray Vento, que Kiev; mais movimentação e atividades muito menos uma guerra me pareceram uma eternidade, ciais como comerciais, sem que vado em 2013.Além As maiores preocueconômicas. da revisão na mas comprovadamente sem qual- nuclear, simples fatoem deinvesMoshaja umapelo contrapartida pações são estamos a produção de unidalegislação, desenvolvencou vender seu gás para umamobigranquer dor. Agora, me coloco à dispotimentos na infraestrutura, desparcerias habitacionais baratas, indo commais o governo estade parte da Europa. justamente lidade e qualidade deEvida. centivando-se a diversificação de sição de Felipão, pois estou apto a este dual, visando construção de moragás passa por baixo de Kiev na NELSON DOS SANTOS VILELA – SANTOS atividades, a melhoria da oferta de ocupar, caso necessite, esse setor Ucrânia. Nenhum país do contidias nesta área. das quatro linhas. empregos e a ampliação ASSES. DE IMPRENSA PREFEITURAda DEmobiliSANTOS nente irá de fato aplicar MANOEL RAMOS E NEIDE RAMOS – SANTOS Criseeuropeu na Ucrânia dade urbana. A estratégia é incensanções econômicas para a Rússia tivar a habitação na área central, Não real e iminente o pois évejo delacomo que depende a exportaHérnia e futebol para densificar a região, trazendo Ocupação do solo perigo de uma possível guerra em ção do referido gás. Quem no caso Há tempos venho lutando contra mais movimentação e atividades Kiev; muito menos uma tipo guerra pode vir a aplicar algum de hérnia de disco (compressão econômicas. Além da revisãoL4nae nuclear, pelo simples fato de Mossanção é, senão, a própria Rússia. L5), que me afastoudesenvolvende um lazer legislação, estamos cou vender seuNETO gás–para uma granORLANDO NOVAES SANTOS queparcerias muito gosto, seja, jogar do com oou governo estade parte da Europa. E justamente futebol. Agora, por ocasião Cardual, visando construção dedo moraeste gás passa por baixo de Kiev na Quiosque de cocos naval, fui área. recarregar baterias em dias nesta Ucrânia. Nenhum país do contiASSES. DE IMPRENSA PREFEITURA DE SANTOS um rancho, em Embu das Artes. Em 11/10/13 neste nente europeufoi irápublicada de fato aplicar No sábado, ao caminhar, notei espaço manifestação da Prefeitusanções econômicas para a Rússia que as dores eram inexistentes, o Estamos vendo uma disputa entre pois ra, em resposta a uma apergunta é dela que depende exportaHérnia e futebol que me animou a aceitar convite Prefeitura x União a respeito dos ção minha, prevendo 30Quem dias para chedo referido gás. no caso Há tempos venho lutando contra para participar de um rachão. Por terminais de grãos da Ponta da pode gada de troca do perfil virmaterial a aplicare algum tipo de hérnia ocupei de discoa(compressão L4 ee Praia, aliás, que já estavam lá déca- decorativo opção lateral direita metálico dosRússia. quiossanção é, senão, a própria L5), quepoucas me afastou lazer ORLANDO – SANTOSa garantir diga-se, foramde as um bolas di- das antes da urbanização do entor- ques deNOVAES cocos,NETO de forma que muito gosto, ou seja, jogar recionadas a mim, mas creio ter no. Lembro ainda que a Avenida a mesma identidade visual dos futebol. Agora, do Carme saído bem,por e oocasião melhor, sem Portuária (Mário Covas) só foi con- demais existentes. Quiosque deDecorridos cocos cinnaval, fui recarregar baterias em cebida, e hoje é uma importante co dores. Corri, aos 72 anos, como meses nada mudou e a aparênum Embu das Artes. Em dos 11/10/13 foi publicada umarancho, criançaem ávida a chutar uma via da Cidade, porque a União cia quiosques continuaneste desNo sábado, ao caminhar, notei espaço manifestação da Prefeitubola; a alegria era incontida. No cedeu aquele espaço para sua cons- toando da citada identidade vique as dores eram inexistentes, o Estamos ra, em a uma pergunta uma disputa entree sual. retorno, em reunião científica no Vairesposta ficar assim? trução. Avendo Prefeitura, Câmara que me animou a aceitarcomuniconvite Prefeitura minha, prevendo 30 dias para chex União de a respeito dos LUIZ CARLOS ROCHA – SANTOS Hospital das Clínicas, órgãos municipais fiscalização para participar de um rachão. Por terminais de grãos da Ponta da gada de material e troca do perfil opção ocupei a lateral direita e Praia, aliás, que já estavam lá déca- decorativo metálico dos quiosdiga-se, poucas foram as bolas di- das antes da urbanização do entor- ques de cocos, de forma a garantir recionadas a mim, mas creio terMARCOS a mesmaHarvard identidade visual dos no. Lembro aindaDoutor queem a Economia Avenidapela Universidade CINTRA. (EUA) e professor titular me saído bem, e o melhor, semde Economia demais existentes. Portuária (Mário Covas) só Foi foideputado con- federal na Fundação Getúlio Vargas. (1999-2003) e autorDecorridos do projeto do cinúnico. Éesubsecretário de Ciência e Tecnologia doco Estado de São Paulo.mudou e a aparêndores. Corri, aos 72 anos, comoImposto meses nada cebida, hoje é uma importante uma criança ávida a chutar uma via da Cidade, porque a União cia dos quiosques continua desbola; a alegria era incontida. No cedeu aquele espaço para sua cons- toando da citada identidade viretorno, em reunião científica no trução. A Prefeitura, Câmara e sual. Vai ficar assim? Hospital das Clínicas, comuni- órgãos municipais de fiscalização LUIZ CARLOS ROCHA – SANTOS

Do leitor

mbeiros rolar tomentos, é possível. asanálises e simis de um projetos scos que realizaca comssão dos stas, que ção e exmbeiros rolar toa corretaé mentos, ça, criar possível. m ao exanálises misresultade um de certa scos que aca exigêncomsobre o stas, que tividade ção e exrofissioque aários correta eção e da ça, criar m ao excom mazer resultaociações, de certa a próprio exigênuas ressobre o o ou retividade omo seu rofissiom cuidaários que podem eção e dae ndes dificaminho azer com para gaociações, próprio uas reso ou reomo seu m cuidapodem e ndes dificaminho para ga-

Editor-Chefe

Gerente Comercial e Marketing

‘Centro de Santos’

as e simprojetos realizassão dos

eis

Opinião 16/03

MARCOS CLEMENTE SANTINI Diretor-Presidente

ARÇO DE 1894

Domingo

o

Tribuna Livre

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

A vergonha brasileira e o


dia

raal. laaom

3/2S

a-

A TRIBUNA www.atribuna.com.br

A TRIBUNA Domingo 16

março de 2014

PÁGINA A4

Domingo

16/03

ACS está com as suas contas saneadas, diz Michael Timm Dois candidatos disputam as eleições da Associação Comercial de Santos na quarta-feira ALEXSANDER FERRAZ

patrimônio histórico. Também considera fundamental trabalhar em sintonia com as 22 câmaras setoriais que fazem parte da instituição, estimulando suas reuniões e o diálogo permanente.

DA REDAÇÃO

Quarta-feira será um dia decisivo na Associação Comercial de Santos (ACS). É quando será eleito o sucessor do presidente Michael Robert August Timm, que assumiu o posto em 2009, foi reeleito em 2011 e não pode concorrera um terceiro mandato, conforme o estatuto social da instituição. Conhecida como Casa do Empresário, a ACS é a quinta associação mais antiga do País. Duas chapas participam do pleito. A 1 é encabeçada por Ronaldo Jamar Taboada, sócio-cotista da Five Star Service Comércio Exterior Ltda. O candidato da chapa 2 é Roberto Clemente Santini, diretor-presidente da TV Tribuna. De acordo com Timm, o próximo presidente encontrará uma entidade organizada e equilibrada financeiramente. “Há uma tranquilidade nesse sentido. O grande desafio da nova direção será levar novos associados para a ACS e criar meios para atraí-los”. Para ele, a próxima gestão também deve estender a atuação institucional da associação nos governos federal, estadual e municipal. “Hoje, essa relação funciona muito bem, mas é fundamental que a ACS esteja diretamente conectada com o crescimento da Baixada Santista, de São Paulo e do Brasil. E isso está vinculado com um bom relacionamento com as prefeituras da região e os demais órgãos públicos”. Outra meta que considera

AVALIAÇÃO

Conectar-se ao crescimento regional: a sugestão de Timm ao sucessor

importante refere-se à ampliação do nível de debate de grandes questões que envolvem empresas associadas da ACS, a fim de pôr a entidade como protagonistana solução de problemas que afetam a Cidade e

2014

Duas chapas disputam o CLIPPING de Santos comandoPrefeitura da instituição

prejudicam o Porto de Santos. O atual presidente entende, ainda, que a nova diretoria deve dar continuidade à política da atual gestão administrativa, pautada pela austeridade financeira e pela preservação do

Timm ressalta que, sob sua presidência, alcançaram-se feitos importantes nos últimos cinco anos. “Investimos em ações junto ao jovem empreendedor, estimulamos a criação de câmaras setoriais, participamos e promovemos ações filantrópicas, estreitamos relações com autoridades, criamos um programa de TV, implantamos sistema paracertificado de origem,reformulamos o estatuto”. Porém, ele mesmo admite que algumas questões devem ser revistas. Uma delas é, justamente, o próprio estatuto. “Acho que precisa de pequenas adequações, como reduzir o tempo de mandato da presidência, colocando dois anos e mais dois a partir da reeleição. Atualmente, são três e mais três. Seis anos é muito tempo”. Timm não participa da composição das chapas que concorrem ao pleito, mas se põe à disposição a ajudar no que for preciso. “Estou envolvido com a ACS desde 1985”. E completa: “A entidade estará bem servida com o novo presidente. São dois trabalhadores e que vão defender os interesses da Casa”.

Candidatos Chapa 1

Chapa 2


a-

a

je -

”.

a

ou o a-

a na

em

-

,

i-

áasa iai-

ção funciona muito bem, mas é fundamental que a ACS esteja diretamente conectada com o crescimento da Baixada Santista, de São Paulo e do Brasil. E isso está vinculado com um bom relacionamento com as prefeituras da região e os demais órgãos públicos”. Outra meta que considera

Conectar-se ao crescimento regional: a sugestão de Timm ao sucessor

A TRIBUNA importante refere-se à ampliação doPÁGINA nível de debateA4 de grandes questões que envolvem empresas associadas da ACS, a fim de pôr a entidade como protagonistana solução de problemas que afetam a Cidade e

Duas chapas disputam o comando da instituição ❚❚❚ Duas chapas, um objetivo: comandar a Associação Comercial de Santos (ACS) no próximo triênio. A eleição transcorrerá na quarta-feira, na sede da instituição, na Rua XV de Novembro, 137, Centro. Pouco mais de 200 sócios estão aptos a votar. O pleito ocorrerá em assembleia geral ordinária, às 17 horas, em primeira convocação, com pelo menos um terço dos associados com direito a voto. Se não houver quórum, a assembleia terá início às 17h30, em segunda convocação. A apuração dos votos e a posse do novo presi-

dente e sua diretoria acontecem logo em seguida. Dois empresários disputam o desafio de presidir a entidade. Ronaldo Jamar Taboada é candidato da Chapa 1. Ele é sócio-cotista da Five Star Service Comércio Exterior Ltda. Roberto Clemente Santini, diretor-presidente da TV Tribuna, está à frente da Chapa 2. Fundada em 1970, a ACS foi e ainda é uma das incentivadoras do desenvolvimento econômico do Porto de Santos e da Região Metropolitana da Baixada Santista.

Click

composição das chapas que concorrem ao pleito, mas se Domingo põe à disposição a ajudar no que for preciso. “Estou envolprejudicam o Porto de Santos. O atual presidente entende, vido com a ACS desde 1985”. ainda, que a nova diretoria de- E completa: “A entidade estave dar continuidade à política rá bem servida com o novo da atual gestão administrativa, presidente. São dois trabalhapautada pela austeridade fi- dores e que vão defender os nanceira e pela preservação do interesses da Casa”.

16/03

Candidatos Chapa 1 Presidente: Ronaldo Jamar Taboada Diretoria Executiva 1o vice-presidente: Miguel Jaime Sealy 2o vice-presidente: Carlos Honorato Ferreira 1o secretário: Omar Abdul Assaf 2o secretário: André Luiz Collacio Lettieri 1o diretor financeiro: Nilton da Silva Pinto 2o diretor financeiro: Paulo de Oliveira Santos 1o suplente: Marcos Medina Leite 2o suplente: Mauro Sammarco Conselho Fiscal Ronald Pires de Moraes Nixon Paulo Santiago Morais João Luiz Duarte Alvares Suplentes Carlos Alberto Borges dos Santos Marcos Cezar Fassina Luiz Alberto Azevedo Levy Junior

Chapa 2 Presidente: Roberto Clemente Santini Diretoria Executiva 1o vice-presidente: John Olav Wolthers 2o vice-presidente: Ramiro Manuel Martins Marote 1o secretário: Henry James Robinson 2o secretário: Alexandre Garrido Ehrenberger 1o diretor financeiro: André Luiz Marques Canoilas 2o diretor financeiro: Vicente de Paulo Vieira do Valle 1o suplente: Edison da Silva Monteiro 2o suplente: Martin Alexandre Aron Conselho Fiscal Vítor de Souza Pedro Veras dos Anjos Italino Staniscia Filho Suplentes Gustavo Assef Pierotti José Américo Trindade Fabrício Guimarães Julião

CARLOS NOGUEIRA

Temor. As chamas altas e os rolos de fumaça preta que, durante toda a manhã de ontem escaparam do flare da região da Alemoa-Ilha Barnabé, em Santos, assustaram moradores da Vila Pantanal e do Jardim São Manoel. Flare é a tocha que fica constantemente acesa nas chaminés de petrolíferas.

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING


ou o ca-

a ana

em

-

r,

i-

náasa tiai-

votar. O pleito ocorrerá em assembleia geral ordinária, às 17 horas, em primeira convocação, com pelo menos um terço dos associados com direito a voto. Se não houver quórum, a assembleia terá início às 17h30, em segunda convocação. A apuração dos votos e a posse do novo presi-

Roberto Clemente Santini, diretor-presidente da TV Tribuna, está à frente da Chapa 2. Fundada em 1970, a ACS A4 das foi ePÁGINA ainda é uma incentivadoras do desenvolvimento econômico do Porto de Santos e da Região Metropolitana da Baixada Santista.

A TRIBUNA

Click

1o suplente: Marcos Medina Leite 2o suplente: Mauro Sammarco Conselho Fiscal Ronald Pires de Moraes Nixon Paulo Santiago Morais João Luiz Duarte Alvares Suplentes Carlos Alberto Borges dos Santos Marcos Cezar Fassina Luiz Alberto Azevedo Levy Junior

Vieira do Valle 1o suplente: Edison da Silva Monteiro 2o suplente: Martin Alexandre Aron Conselho Fiscal Vítor de Souza Pedro Veras dos Anjos Italino Staniscia Filho Suplentes Gustavo Assef Pierotti José Américo Trindade Fabrício Guimarães Julião

Domingo

16/03

CARLOS NOGUEIRA

Temor. As chamas altas e os rolos de fumaça preta que, durante toda a manhã de ontem escaparam do flare da região da Alemoa-Ilha Barnabé, em Santos, assustaram moradores da Vila Pantanal e do Jardim São Manoel. Flare é a tocha que fica constantemente acesa nas chaminés de petrolíferas.

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING


erosão na A TRIBUNA 16/03 praia ainda Causas da geram dúvidas erosão na Domingo

Domingo 16

março de 2014

PÁGINA A5

Para especialistas, dragagem é a responsável DÉBORA PEDROSO DA REDAÇÃO

Especialistas que estudam há anos a erosão na Ponta da Praia mantêm a afirmação: a dragagem tem grande responsabilidade nesse fenômeno. Contratada pela Sabesp, a consultoria Arcadis destacou as mudanças climáticas como principal causa do problema, em apresentação de estudo, ontem, na Prefeitura. A análise é preliminar e deve ser concluída em até três meses. “Não tenho dúvida de que a dragagem tem uma grande responsabilidade. Lógico que não se pode dizer que é só a dragagem; é um processo que vem se acumulando por muito tempo”, defende o oceanógrafo Paulo FernandoGarreta Harkot. Ele estuda o problema há 11 anos, pela Sinergética Estudos e Projetos. E explica que a dragagem produz um déficit de sedimento. Na tentativa de recuperar isso, a própria maré induz o transportedeareiadolocalmais alto para o fundo do canal. Por isso, faz-se necessária a dragagemperiódicademanutenção. DEMORA

O diretor do Instituto Maramar, Fabrício Gandini, também acredita na tese e pede ações definitivas. “Existe um jogo político de pagar R$ 10 milhões por ano para a consultoria. Essa lógica já gastou R$ 40 milhões e o problema continua sem solução”. Gandinireivindicamaistransparência em todas as ações do tema. Para ele, a melhor didática é a de abrir espaço para os pesquisadores da região expressaremseuspareceres. “Já que a Sabesp está encabeçando isso, que percorram ou-

praia ainda geram dúvidas

Para especialistas, dragagem é a responsável

A cada ano a areia na Ponta da Praia vai sumindo mais. Es

2104.5000

DÉBORA (13) PEDROSO DA REDAÇÃO www.visaolaser.com.br

estudam DiretorEspecialistas Médico: Dr Colomboque Barboza CRM 19555há

anos a erosão na Ponta da Praia mantêm a afirmação: a dragagem tem grande responsabilidade nesse fenômeno. Contratada pela Sabesp, a consultoria Arcadis destacou as mudanças climáticas como principal causa do problema, APrefeituradeSantoscriouoGrupo em apresentação de estudo, onTécnicodeTrabalho dePolíticas tem, na Prefeitura. A análise é preliminar e deve ser concluíPúblicasdeGestãodaOrladaPraiae da em até três meses. FaixadeAreia.Aequipeécomposta “Não tenho dúvida de que a porumrepresentantedasnove dragagem tem uma grande ressecretarias,gabinete doprefeitoe ponsabilidade. Lógico que não CompanhiadeEngenhariade se pode dizer que é só a dragagem; é um processo que vem se Tráfego.Oobjetivo éordenar acumulando por muito tempo”, questõesnaquelaárea,desdea defende o oceanógrafo Paulo realizaçãodeeventosesportivosna FernandoGarreta Harkot. avenida,asegurançanoEmissário Ele estuda o problema há 11 Submarino,atéaprópriaerosãona anos, pela Sinergética Estudos e Projetos. E explica que a dragaPontadaPraia. Oprimeiroencontro gem produz um déficit de sediaconteceesta semana mento. Na tentativa de recuperar isso, a própria maré induz o transportedeareiadolocalmais alto para o fundo do canal. Por isso, faz-se necessária a dragatros caminhos e não realizem gemperiódicademanutenção. os mesmos erros”, ressalta.

Gestão

DEMORA

COMPETÊNCIA O diretor do Instituto Mara-

É justamente a iniciativa da mar, Fabrício Gandini, tambémcompanhia acredita na de tesesaneae pede Sabesp, ações definitivas. um mento básico, que traz“Existe dúvidas jogo político de pagar R$ 10 aos dois especialistas. Eles acremilhões por ano para a consulditamtoria. queEssa o papel melógicacaberia já gastou R$ lhor ao ambiental docontiEs40órgão milhões e o problema sem solução”. tado, nua no caso, a Cetesb. GandinireivindicamaistransAmbos os pesquisadores parência em todas as ações do afirmam nunca ter acesso litema. Para ele, a melhor didátiberado estudos da Fundaca aos é a de abrir espaço para os ção de Estudosdaeregião Pesquisa pesquisadores expressaremseuspareceres. Aquática da USP (Fundes“Já que a Sabesp encabepa). Contratada pelaestá Codesp, çando isso, que percorram ouo instituto descarta o impac-

to da dragagem na erosão. Em entrevista publicada na edição de A Tribuna de 4 de agosto de 2013 a geóloga do A cada ano a areia na Ponta da P Instituto de Geologia de São Paulo (IGSP), Célia Regina de (13) 2104.5000 Gouveia Souza manteve o posiwww.visaolaser.com.br to da dragagem na erosão. cionamento. “Se houver Diretor Médico: Dr Colombo Barboza CRM 19555algum Em entrevista publicada n impacto da dragagem, ele não edição de A Tribuna de 4 d agosto de 2013 a geóloga d será sentido hoje ou amanhã. Caso ocorra, será em anos”. Instituto de Geologia de Sã

Gestão

Paulo (IGSP), Célia Regina d Gouveia Souza manteve o pos RESPOSTA cionamento. “Se houver algum Para o diretor de Tecnologia, APrefeituradeSantoscriouoGrupo impacto da dragagem, ele nã TécnicodeTrabalho dePolíticas será sentido hoje ou amanh Meio Ambiente e EmpreendiPúblicasdeGestãodaOrladaPraiae Caso ocorra, será em anos”. mentos da Sabesp, João Pau-

FaixadeAreia.Aequipeécomposta lo Tavares Papa, a análise da porumrepresentantedasnove RESPOSTA empresa Arcadis está apenas secretarias,gabinete doprefeitoe Para o diretor de Tecnologia no começo. CompanhiadeEngenhariade Meio Ambiente e Empreend Tráfego.Oobjetivo éordenar “Nãoéumaconclusãodefinitimentos da Sabesp, João Pau questõesnaquelaárea,desdea lo Tavares Papa, a análise d va. Eu tenho dúvidas se a dragarealizaçãodeeventosesportivosna empresa Arcadis está apena gemdeaprofundamentorealizaavenida,asegurançanoEmissário no começo. da desde 2005 não teve influên-“Nãoéumaconclusãodefinit Submarino,atéaprópriaerosãona cia. O que oOprimeiroencontro estudo diz é que ela PontadaPraia. va. Eu tenho dúvidas se a draga aconteceesta semana nãoéaúnicaresponsável”. gemdeaprofundamentorealiza

da desde 2005 não teve influên Papatambémjustificouointecia. O que o estudo diz é que el resse da Sabesp no tema. “A Sanãoéaúnicaresponsável”. besptemelementos,instrumentros caminhos e não realizem Papatambémjustificouointe tosmesmos e contratos fazem o moos erros”,que ressalta. resse da Sabesp no tema. “A Sa nitoramento da bacia, emissábesptemelementos,instrumen tos e contratos que fazem o mo COMPETÊNCIA rios e baía de Santos. A Arcadis nitoramento da bacia, emissá É justamente a iniciativa dispõe do modelo que é da um dos Sabesp, companhia de sanea- rios e baía de Santos. A Arcad mais usados no mundo e pedimento básico, que traz dúvidas dispõe do modelo que é um do mos como colaboração deles.mais É usados no mundo e ped aos dois especialistas. Eles acredo nosso do interesse ditam que ointeresse, papel caberia me- mos como colaboração deles. lhor ao órgão ambiental do Es- do nosso interesse, do interess daCidade,eeusoudaCidade”. daCidade,eeusoudaCidade”. tado, no caso,ao a Cetesb. Quanto fato de o estudo Ambos os pesquisadores não ser submetido a outros pes-Quanto ao fato de o estud afirmam nunca ter acesso li- não ser submetido a outros pes quisadores, o chefe de gabinete quisadores, o chefe de gabinet berado aos estudos da Fundada Prefeitura da Prefeitura de Santos, Rogé ção de Estudosdee Santos, PesquisaRogéAquática da USP (Fundes- rioSantos,explicouqueoencon rioSantos,explicouqueoencontro trazia apenas uma “apresen pa). Contratada pela Codesp, tro trazia apenas uma “apreseno instituto descarta o impac- taçãoprévia”. taçãoprévia”.

2014 Em Itanhaém, resultados on-line Prefeitura de Santos

CLIPPING

Em Itanhaém, resultados on-line


A TRIBUNA PÁGINA A5

Domingo 16

A TRIBUNA

março de 2014

www.atribuna.com.br

Domingo

16/03

Cidades

A-5 LUIGI BONGIONVANNI

s

el

55

po

ae ta

e

na o na ro

em

da

A cada ano a areia na Ponta da Praia vai sumindo mais. Estimativa da Arcadis aponta para um avanço de 220 metros do mar nos últimos 10 anos

to da dragagem na erosão. Em entrevista publicada na edição de A Tribuna de 4 de agosto de 2013 a geóloga do Instituto de Geologia de São Paulo (IGSP), Célia Regina de Gouveia Souza manteve o posicionamento. “Se houver algum impacto da dragagem, ele não será sentido hoje ou amanhã. Caso ocorra, será em anos”. RESPOSTA

Para o diretor de Tecnologia, Meio Ambiente e Empreendimentos da Sabesp, João Paulo Tavares Papa, a análise da empresa Arcadis está apenas no começo. “Nãoéumaconclusãodefinitiva. Eu tenho dúvidas se a dragagemdeaprofundamentorealizada desde 2005 não teve influência. O que o estudo diz é que ela nãoéaúnicaresponsável”. Papatambémjustificouointeresse da Sabesp no tema. “A Sabesptemelementos,instrumentos e contratos que fazem o monitoramento da bacia, emissá-

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING


A TRIBUNA

Domingo

16/03

ano a areia na Ponta da Praia vai sumindo mais. Estimativa da Arcadis aponta para um avanço de 220 metros do mar nos últimos 10 anos

PÁGINA A5

ragagem na erosão. entrevista publicada na de A Tribuna de 4 de de 2013 a geóloga do to de Geologia de São (IGSP), Célia Regina de ia Souza manteve o posimento. “Se houver algum to da dragagem, ele não ntido hoje ou amanhã. corra, será em anos”.

TA

diretor de Tecnologia, Ambiente e Empreendis da Sabesp, João Pauares Papa, a análise da sa Arcadis está apenas meço. éumaconclusãodefinititenho dúvidas se a dragaaprofundamentorealizade 2005 não teve influênque o estudo diz é que ela únicaresponsável”. atambémjustificouointea Sabesp no tema. “A Samelementos,instrumenontratos que fazem o momento da bacia, emissábaía de Santos. A Arcadis do modelo que é um dos sados no mundo e pedimo colaboração deles. É so interesse, do interesse ade,eeusoudaCidade”. nto ao fato de o estudo submetido a outros pesores, o chefe de gabinete feitura de Santos, Rogétos,explicouqueoenconzia apenas uma “apresenrévia”.

on-line

ministrativo, técnicas ntabilidade e atendiao cliente, redes e liperador de microcomores, mantenedor assisde microcomputadores ad 2D aplicado à conscivil, Panificação e taria, Manipulação e oveitamento de Alis, administração de bataurantes e Hotelaria.

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING


uma fileira de casas comerciais nesse trecho da avenida, Mário explica que coleciona carros anPÁGINA A6 tigos. Além do Ford Consul 51, de cor verde, que lhe foi vendido por Lydia em 1990, tem também um Opala 51.

A TRIBUNA

ao chamado nada puderam faDomingo zer para salvar o carro, totalmente coberto pelos escombros. E explicaram que só a Defesa Civil poderia concluir o que levou ao desmoronamento do teto. Mas Ferrari não tem dúvi-

16/03

Esquema especial de trânsito para concurso em Santos DE A TRIBUNA ON-LINE

Um esquema especial foi planejado pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) de Santos e Viação Piracicabana para hoje, quando mais de 12 mil pessoas tentam uma vaga no concurso da Prefeitura. Os candidatos farão provas objetivas na Universidade Santa Cecília (Unisanta). Para garantir a fluidez no trânsito, agentes da CET vão monitorar o tráfego nas avenidas Conselheiro Nébias e Si-

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

queira Campos (Canal 4), bem como nas ruas Oswaldo Cruz, Lobo Viana, Cesário Mota e adjacentes. Caso necessário, serão realizadas interdições momentâneas. As ações serão executadas principalmente nos horáriosde aberturae fechamento dos portões, nos dois períodos: das 8 horas às 8h30 e das 13 horas às 13h30. Já a Viação Piracicabanainformouqueaslinhasmunicipais4,154e155,quevãoaessa região,receberãocarrosextras.

quarenta anos, n essa trepidação”. LYDIA

Jornalista e cronis buna, Lydia Fed em São Paulo em 1 1919, mas viveu em

A Imagem da seman

Fim de tard

A imagem da semana repórter-fotográfico Foi obtida com uma c EOS Mark III, com Iso velocidade 1/1.250 e com lente de 200 mil


A TRIBUNA

Domingo

Domingo 16

A TRIBUNA

março de 2014

www.atribuna.com.br

PÁGINA A7

16/03

Cidades

É tempo de mudanças na história santista. Aceita?

A-7

Opiniões FOTOS LUIGI BONGIOVANNI

Há quem conteste perspectivas de progresso com argumentos, mas outros veem nos avanços um incômodo DA REDAÇÃO

As transformaçõesque se verificam numa sociedade, ao longo do tempo, constituem a sua história. Nela, quem sobrevive não é, necessariamente, o mais forte ou o mais inteligente, mas, talvez, quem melhor se adapta às mudanças. São estas que trazem o novo e alteram o passado, sempre – ou na maioria das vezes – para culminar em algo positivo no presente. “Nada é permanente, exceto amudança”,disse, antesdo nascimento de Jesus Cristo, o filósofo Heráclito de Éfeso, que escreveu, na Grécia Antiga, a respeito da ciência, da teologia e das transformações humanas. “As pessoas têm medo das mudanças. Eu tenho medo de que as coisas nunca mudem”, disse, séculos depois, o músico Chico Buarque. E, você, tem medo de mudar? A Baixada Santista, desde o final da década de 1990, passa por transformações consideráveis. As cidades, impulsionadas, fundamentalmente, pelo desenvolvimento econômico, estimularam o mercado imobiliário e intensificaram a migração (entre o próprio Litoral) dos moradores caiçaras, que passaram a conviver mais rotineiramente com os forasteiros. “A mudança para voltar a crescer é sempre interessante. Passamos mais de 20 anos sem ter nada na nossa região e agora tudo está sendo feito. É o momento para ousar”, fala o especialista em Gerenciamento de Cidades Augusto Muniz Campos, que também é professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (Faus) da Universidade Católica de Santos (UniSantos). Para o especialista, é inevitável o impacto na rotina das pessoas diante das mudanças que estão ocorrendo. “Há diferentes posições e isso é mais do que natural. Mas sempre é interessante pesar na balança: no final, os pontos são mais positivos ou negativos? É simples dessa maneira”, pondera Campos, relembrando a história da ciclovia da orla de Santos.

Mas o que mais desapontou Mansurdurante a trajetória para a construção da via exclusiva dos ciclistas foi, novamente, a turma do não. “As pessoas que vivem em Santos são muito conservadoras. O santista quer desenvolvimento, que a Cidade seja bonita, mas quer viver também em uma cidade interiorana. Ele não quer mexer com a sua vida”.

Registros de uma polêmica

Anderson Luiz, 37 anos, portuário e morador do Macuco, sobre o túnel

COMPREENSÃO

RESISTÊNCIA

Há pouco mais de uma década, a turma do não quase impediu que a via exclusiva dos ciclistas saísse do papel. “Eles achavam que ia estragar o principal cartão-postal da Cidade, o jardim da praia. Chegaram até a acionar o Ministério Público para que pudesse intervir”, lembra o presidente da Associação Brasileira de Ciclistas, Jessé Teixeira Felix. Para a felicidade do líder da categoria e de ao menos 100 mil ciclistas (quantidade de pessoas que utilizam, diariamente, o sistema) a suspensão

“Estou morando há duas semanas aqui e, pelo visto, daqui a pouco vou ter que mudar. Toda mudança é interessante, desde que não nos prejudique, né?”

das obras não ocorreu. “Mais de dez anos depois, temos à disposição, só em Santos, mais de 33 quilômetros de pista. E a Cidade se tornou referência para as demais na organização das vias de bicicletas”. Félix lembra que a transição para a implantação de todo o sistema, no entanto, foi conturbada, afinal, toda obra tem

seus ônus. “Deu muito trabalho. A da Avenida Ana Costa interferiu no trânsito durante um longo período. Mas hoje está pronta e comparamos a via, até, com a Avenida Atlântica, no Rio de Janeiro, pela fluidez e pela beleza”, lembrou. CONSERVADORISMO

O prefeito na época, Beto Man-

sur (PRB, hoje deputado federal), se recorda das dificuldades para viabilizar o projeto da ciclovia na praia. “Eu lembro que anunciamos que íamos tirar 15 árvores no trajeto, mas que compensaríamos com o plantio de outras 170. Foi um negócio... Acho que é do santista”. Foi na gestão dele que a obra saiu do papel.

O estudante Rodrigo Prol Rey, de 34 anos, compara a situação da ciclovia com as obras do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) na região da Avenida Francisco Glicério. Para ele, a cultura regional “enraizada” faz com que situações de resistência voltem a se repetir rotineiramente a cada possibilidade de surgir uma nova intervenção pública. “O provincianismo está tão enraizado a ponto de as pessoas acreditarem que não devem mudar em quase nada”, lamenta. Ele afirma ainda que existe a crença de que Santos é uma cidade apenas para descanso e que muitos moradores são contra qualquer ação que mude um ambiente nostálgico (que viveram quando mais jovens). O produtor de eventos Thiago Serrão também lamenta a impossibilidade de realização de grandes ações ou shows. Segundo ele, a Cidade sofre com a resistência de certos grupos contrários à realização de grandes eventos pelo simples fato de eles se sentirem incomodados. Serrão cita como exemplo o grupo que é contrário ao ato de navios de cruzeiros apitarem na entrada e na saída, na Ponta da Praia. “Tem gente que é contra a buzina dos navios de passageiros, que só transmitem alegria e trazem turismo para a Cidade. É um marco, um símbolo. E as pessoas reclamam como se ocorresse todos os dias, o dia inteiro”, diz. Na mesma linha de pensamento, ele menciona o caso do túnel submerso entre Santos e Guarujá. “As mudanças que ocorrem na Cidade em prol do desenvolvimento das pessoas são sempre válidas, desde que não prejudiquem determinadas pessoas, como os moradores do Macuco (em relação à desapropriação de casas)”. Ele compara, ainda, a situação à do início da ciclovia. “Acreditávamos que não seria bom porque não aceitávamos a mudança: ‘Nossa, vão mexer na praia!’. Hoje, se acabarem com ela, vão fazer protestos pela ciclovia”, compara. E sugere que situações do tipo – num círculo vicioso – voltarão a existir, mas que é preciso mudar.

“Olha, eu sou a favor (do túnel). Estaremos a um passo de Guarujá. Sobre a desapropriação, faz parte de toda a mudança ou transformação, infelizmente” Jaine Fontes, 15 anos, estudante e moradora do Macuco

“(A ciclovia) Faz parte do meu dia a dia. Pedalo quase seis quilômetros por dia para ir do trabalho para casa e de casa para o trabalho. É essencial para o meu transporte, inclusive nos momentos de folga. Uso para tudo” Agenor Macedo, de 41 anos, porteiro

“Venho de uma cidade, no Nordeste, onde não existe ciclovia. Imagino o transtorno que foi para construí-la, mas hoje não é possível imaginar todas essas pessoas sem ela” Juliana Alves, 27 anos, comerciante

Cidoc notifica Vivo. Mais uma vez 2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

ALEXSANDER FERRAZ - 16/3/09

DA REDAÇÃO

A má qualidade dos serviços prestados pela Telefônica Vi-

diz Rafael Quaresma, coordenador do Cidoc. De acordo com o documen-

usuários a partir de dezembro. O valor baseia-se no lucro estimado mensal da empresa,

mo, por exemplo, suspensão temporária das atividades e proibição da venda de novas


Domingo

A TRIBUNA Domingo 16

A TRIBUNA

março de 2014

www.atribuna.com.br

16/03

PÁGINA A9

Cidades A-9

Violência no corpo, dor na mente Estupradores continuam a agir na Baixada Santista. Vítimas relatam tristeza e vergonha, e a Polícia Civil reforça recomendações SHUTTERSTOCK

LUCIANA JULIÃO DA REDAÇÃO

“Ele entrou nu dentro do quarto de madrugada. Falei para ele sair. Trancou a porta e me pegou. Foi tudo muito rápido. Quando vi, tinha acontecido”. O relato é de uma adolescente de 15 anos que foi estuprada no dia 8 por um professor conhecido da família, dentro da casa dele. O acusado foi preso no dia 13. “Espero que ele fique na cadeia muito tempo. Agora estou mais sossegada. Ele disse para ela que já tinha feito isso com outras garotas. Ele é um doente”, desabafa a mãe. A adolescente e o irmão de 2 anos tinham saído com oacusado para ir ao cinema e dormiriam na casa do homem com as filhasdele. As meninas não apareceram. “A gente nem foi ao cinema. Perguntei das meninas, e ele não falava nada”. Durante o estupro, o irmão mais novo da vítima chegou a acordar chorando. “Ele jogou meu irmão na cama e falou para calar a boca e parar de chorar. Depois ele saiu do quarto e nos deixou trancados”. Os dois só voltaram para casano fim da tarde do dia seguinte. “Ele falou que se eu falasse alguma coisa ele iria na minha casa com uma arma”. A adolescente demorou para contar o que tinha acontecido. A mãe estranhou porque ela estava chorando muito. “Achei que era menstruação, TPM (tensão pré-menstrual), essas coisas de menina. Nunca ia imaginar uma coisa dessas. Ela me contou no dia seguinte”. A vítima está tomando coquetel para evitar doenças sexualmente transmissíveis. Não quer sair de casa, nem ir à escola. “Tenho vergonha, as pessoas me olham, sabem que sou eu. Estou traumatizada. Tenho medo de ficar sozinha. Eu só quero justiça”. Embora o número de casos de estupro tenha caído, esse crime ainda atormenta muitas famílias. Em 2011, foram 654 vítimas. Em 2012, 839, e no ano passado, 629 na Baixada Santista. “A maioria dos casos de estupro é dentro de casa. O autor é conhecido, geralmente são parentes ou ex-namorados”, diz Débora Lázaro, delegada titular da Delegacia da Mulher em Santos. De acordo com o Código Penal, a pena para o crime, considerado hediondo, é de reclusão de oito a 15 anos, se for estupro de vulnerável (menor de 14 anos); e de seis a dez anos quando o crime é cometido contra maiores de 14 anos. “A vítima demora anos para relatar quando se trata de violência sexual praticada por al-

Violência sexual na região (Comparativo de meses de janeiro) Bertioga Cubatão 2014 2013

6 —

2012

4 1 4

Guarujá Itanhaém Mongaguá Peruíbe P.Grande

Santos

S.Vicente

2

3 7

8 8 16

5 4 8

3 1

Baixada Santista 2014.................31 2013 ...............46 2012 ...............50

3 15

7

7 8

6

Ano a ano (dados regionais) 2013..................................629 2012..................................839 2011 .................................654

Fonte: Secretaria Estadual da Segurança Pública

Quantidade de crimes sexuais aumentou entre 2011 e 2012, mas caiu no ano passado. “A maioria dos estupros é dentro de casa”, relata titular da Delegacia da Mulher em Santos

Aviso e lamento

Delegacia da Mulher

“As mulheres têm que tomar cuidado até em frequentar a casa de alguém que conheceram há pouco tempo. É um tiro no pé”

Rua Assis Correa, 50, altos - telefone: 32321510 “Tenho Expediente: de segunda a sexta-feira das 8 às 19 horas Abre inquérito policial contra o agressor vergonha, as pessoas me Assistência Jurídica Gratuita olham, sabem que sou eu. Estou Avenida Campos Sales, 128, 2o. andar telefone: 32021900 Expediente: de segunda a sexta-feira, das 9 às 12h30 e das 14 às 17 horas traumatizada. Defesa dos direitos da mulher Tenho medo de ficar sozinha”

Débora Lázaro, delegada titular da Delegacia da Mulher em Santos

Jovem de 15 anos que foi estuprada neste mês. O suspeito, um professor, está preso

2014 Prefeitura de Santos

Vítima deve ter ajuda na superação CLIPPING

❚❚❚Psicóloga há 25 anos e terapeuta sexual há 18, Márcia Atik diz que qualquer tipo de trauma deixa uma marca na vida

— 1

cil, mas não, impossível. “Depende muito da capacidade da mulher de se reinventar e, a partir de uma experiência dolo-

contando o que aconteceu. “Foi um choque. A gente não espera que isso aconteça”. A adolescente está indo a um

guém conhecido. Elas geralmente procuram algum parente mais próximo, com quem tenham mais afinidade para falar”, comenta a delegada.

Débora ressalta que esse tipo de crime – com exceção para os flagrantes – tem que ser muito bem investigado e que não adianta dar uma resposta rápi-

SÍLVIO LUIZ - 19/5/11

da à sociedade. “Alguns casos não são exatamente como a vítima conta. Acontece pouco, mas acontece. Pessoas que querem se vingar de exmaridos, de ex-namorados, por exemplo. Às vezes, a pessoa é inocente, e isso a mancha para o resto da vida”. Ainda segundo a delegada, alguns cuidados podem ser tomados para se evitarem riscos desnecessários. Entre eles, não circular em lugares escuros, não andar desacompanhada em locais desertos, não pegar carona com estranhos. “As mulheres têm que tomar cuidado até em frequentar a casa de alguém que conheceram há pouco tempo. É um tiro no pé”.

Como? “Depende muito da capacidade da mulher de se


do contra maiores de 14 anos. “A vítima demora anos para relatar quando se trata de violência sexual praticada por al-

estuprada neste mês. O suspeito, um professor, está preso

delegada titular da Delegacia da Mulher em Santos

Domingo

A TRIBUNA

16/03

PÁGINA A9

Vítima deve ter ajuda na superação ❚❚❚Psicóloga há 25 anos e tera-

cil, mas não, impossível. “De-

contando o que aconteceu.

011 e 2012, mas caiu no peuta ano passado. “A 18, maioria dosAtik estupros é dentro de casa”, relata titular Delegacia da MulherAem Santos um choque. gente não pende muito da capacidade da da “Foi sexual há Márcia

diz que qualquer tipo de trau- mulher de se reinventar e, a ma deixa uma marca na vida partir de uma experiência doloda pessoa, que pode se alterar rosa, criar mecanismos que a com o passar do tempo e a façam se fortalecer. Por exemplo, participar de movimentos compreensão do fato – ou não. “Num primeiro momento, a de apoio a mulheres estupraRua Assis Correa, 50, altos telefone: 32321510 das. Isso não quer dizer esquevítima de estupro deve ser-acoExpediente: de segundaatendida a sexta-feiracer, das 8mas às 19 sentir-se horas fortalecida lhida e naturalmente Abre inquérito policial contra oesagressor por ter conseguido superar espor equipe médica. Passado se momento, vem uma sensa- se obstáculo”. Suporte emocional é o que ção de impotência e dor. A pessoa pode imaginar que, de algu- oferece uma mãe à filha de 14 ma maneira, contribuiu ou não anos, desde que ela foi estupraAvenida Sales, 128, 2o. andar da telefone: atrás do 32021900 Centro de Convenreagiu daCampos forma que imaginaExpediente: de segunda a sexta-feira, das às São 12h30Vicente, e das 14 às horas no17início va, e isso gera uma culpa que, ções 9de Defesa dos direitos da mulher somada à violência física, émui- de março. O acusado, conhecido no bairro onde a família to dolorida”, descreve. Nesse sentido, orienta a psi- mora, continua foragido. “Escóloga, a família tem papel fun- tou procurando dar apoio a ela estou orientando, damental. “O apoioElas amoroso guém conhecido. geral- ao máximo, Débora ressalta que esse tipo uma– com mãeexceção presente 24os resgata pouco da autoestimenteum procuram algum paren- sendo de crime para ma vítima, que, nacom maioria te da mais próximo, quem horas”. flagrantes – tem que ser muito Ela conta que a filha chegou dos casos, émais tão atingida quantenham afinidade para bem investigado e que não em casa chorando, tremendo, tofalar”, o físico”. comenta a delegada. adianta dar uma resposta rápiA superação do trauma é difí- abalada e que aos poucos foi

Delegacia da Mulher

ho nha, as as me Assistência Jurídica Gratuita m, sabem ou eu. Estou matizada. o medo de sozinha”

nos que foi te mês. O suspeito, está preso

peração

o que aconteceu. choque. A gente não e isso aconteça”. scente está indo a um e tomando medicantra doenças sexualansmissíveis. Ela foi na Linha Amarela homem de bicicleta, “Ele começou a me apertei o passo. Aí, para eu parar, mas eu . Foi quando ele jocleta na minha frente a arma”. obrigada a se sentar a bicicleta e ameaçao todo. A adolescente mãos do estuprador ou menos meia hora. ficar presa em casa Hoje eu saio, mas obis as pessoas, ando cuidado. Isto tudo é ste. Não queria que ontecido comigo. Me gura com ele solto”.

SÍLVIO LUIZ - 19/5/11

espera que isso aconteça”. A adolescente está indo a um psicólogo e tomando medicada à sociedade. “Alguns casos mentos contra doenças como sexual-a não são exatamente mente Elapoufoi vítimatransmissíveis. conta. Acontece abordada Linha Amarela co, mas na acontece. Pessoas por homem de bicicleta, queum querem se vingar de exarmado. a me maridos,“Ele de começou ex-namorados, seguir, eu apertei o passo. Aí, por exemplo. Às vezes, a peselesoa falou para eu parar, eu é inocente, e isso mas a mannão quando ele jochaparei. para oFoi resto da vida”. gouAinda a bicicleta na minha frente segundo a delegada, e apontou a arma”. podem ser alguns cuidados Ela foi obrigada a se sentar tomados para se evitarem risnocos canodesnecessários. da bicicleta e ameaçaEntre daeles, o tempo todo. A adolescente não circular em lugares ficou nas mãos do estuprador escuros, não andar desacompor mais ouem menos meia hora. panhada locais desertos, “Não ficar presa emestracasa não vou pegar carona com por isso.“As Hoje eu saio, têm mas que obnhos. mulheres servo mais as pessoas, tomar cuidado até emando frecom mais acuidado. Isto tudo é quentar casa de alguém que muito triste. Não queria temque conheceram há pouco tivesse acontecido comigo. Me po. É um tiro no pé”. sinto insegura com ele solto”.

Como? “Depende muito da capacidade da mulher de se reinventar e, a partir de uma experiência dolorosa, criar mecanismos que a façam se fortalecer. Não quer dizer esquecer, mas sentir-se fortalecida por superar um obstáculo”

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

Márcia Atik, psicóloga e terapeuta sexual

te mais próximo, tenham mais afin falar”, comenta a d


Domingo

A TRIBUNA

A-10

16/03

PÁGINA A10

Cidades

A TRIBUNA

Domingo 16

www.atribuna.com.br

março de 2014

Avisos de segurança para escada rolante: agora é lei Intenção da norma é alertar sobre os riscos de acidentes em caso de uso inadequado FERNANDA LUZ - 13/6/12

CÉSAR MIRANDA DA REDAÇÃO

Já vigora desde sexta-feira uma lei complementar sobre normas de segurança em escadas, esteiras e rampas rolantes em Santos. A nova regra obriga edifícios residenciais e estabelecimentos (como shoppings, hipermercados, prédios comerciais e outros) a colocarem avisos de segurança a respeito do mecanismo. Segundo a Lei Complementar 827, publicada no Diário Oficial de Santos, os adesivos devem ter dimensão mínima de 1,5m x 0,50m, inclusive com sinalização tátil, alertando quanto aos riscos de acidentes pelo uso inadequado destes equipamentos. São oito tipos de avisos (confira ao lado). O texto da lei não diz como devem ser dispostos ao longo do equipamento. A lei diz ainda que as rampas e esteiras rolantes devem conter travas de metal que se encaixem perfeitamente às existentes nos carrinhos de compras que são conduzidos por esses equipamentos, a fim de impedir seus deslocamentos desordenados. A multa para quem descumprir a lei é de R$ 5 mil, que será aplicada em dobro em caso de reincidência.

Cuidados ❚ Crianças pequenas devem ser seguradas com firmeza ❚ Permaneça com a face na direção do movimento e mantenha os pés afastados das laterais ❚ Segure o corrimão ❚ Não é permitido o transporte de carrinho de bebê ❚ Não é permitido o transporte de cadeira de rodas ❚ Não é permitido o transporte com crianças no colo ❚ Pessoas com problemas de mobilidade devem evitar usar o aparelho

D

F t d e A t t c r

m d m s

a c d p n r

S d m e a

❚ Perto das escadas rolantes, redobrar a atenção com as crianças

Será necessário instalar sinalização visual e tátil para esse mecanismo

QUASE PERDE O DEDO DO PÉ

A professora aposentada Alice Duarte Barreto Maul, de 68 anos, considera positiva a lei. “É um forma de respeito aos idosos, gestantes e crianças”. Paraela, deveria haver o mesmo rigor em relação à velocidade das esteiras e escadas rolantes nesses estabelecimentos. Em janeiro, por pouco, ela

A Tribuna nos anos 70

2014 Prefeitura de Santos

não sofreu fraturas logo após o salto do calçado ter ficado preso no fim da esteira, onde há ‘dentes’ metálicos, enquanto empurrava o carinho de compras em um hipermercado de Santos. “Se eu tivesse com calçado aberto teria perdido algum dedo do pé. Ainda bem que pressenti o pior quando ficou preso

ter mais dinheiro do que

o salto e tirei o pé. Por pouco aindanãocai enão memachuquei”,diz Alice,que tem prótese no joelho. Em São Paulo, lembra ela, os shoppings têm escadas rolantes com velocidade mais reduzida, em respeito ao público. “Poderiam fazer o mesmo aqui em Santos. Nós, cidadãos, agradeceríamos”.

Santos, 16 de março de 1973 (sexta-feira)

CLIPPING Pelé ficou detido em aeroporto londrino O rei do futebol, Pelé, ficou

M A

nes. A punição se aplicaria pelo

SEM REMÉDIOS

A gripe Fog chegava à baixada Santista antes mesmo da vacina. Por isso, os estoques

A

F


A TRIBUNA Cidades

A-12

A TRIBUNA

PÁGINA A12 www.atribuna.com.br

Asfotos são o retrato de umaonda de restauros no Centro de Santos. Noimóvel de cima, o processo está em andamento. No de baixo, aelegância já abriga um escritório de advocacia e um café

Domingo

Domingo 16

março de 2014

16/03

Embreve,isto...

FOTOS FERNANDA LUZ

LUCIANA JULIÃO DA REDAÇÃO

Até 1970 o Centro de Santos tinha glamour: era lá que viviam os moradores ilustres e a alta sociedade, e onde tudo acontecia na Cidade. Mas apartir de então, o cenário mudou. Muitos começaram a migrar para os bairros da orla, principalmente o Gonzaga, e o centro de Santos entrou em um processo de estagnação. No entanto, há alguns anos as administrações municipais vêm tentando mudar esse quadro. Muitos empresários resolveram investir em escritórios, restaurantes e casas noturnas. O que fez com que, aos poucos, a região central voltasse a ter uma nova cara. Apostando nisso, em setembro de 2012, o advogado Gustavo Xisto decidiu mudar o escritório da Avenida Ana Costa, na Vila Mathias, para a região. “Um grande amigo da família me apresentou alguns imóveis no Centro e o grande casarão da esquinadasruasGeneralCâmara com Braz Cubas logo chamou nossa atenção por sua beleza arquitetônica, pelo potencial de restauroeaproveitamentointerno: a estrutura metálica representaria justamente o comparativo entre o antigo e o moderno. Oimóveldependiaderegularização sucessória, foi aí que conciliei com a atividade jurídica do meuescritório”. A parte de cima do casarão ficou para o escritório de advocacia. A de baixo foi alugada e se transformou em um café bastante aconchegante. “Queria viabilizar a aquisição do imóvel próprio para o nosso escritório de advocacia, principalmente porque na época os imóveis da região ainda possuíam um preço mais atrativo em relação ao centro novo de negócios onde estávamos estabelecidos. Além disso, realizei um sonho de família, transmitido por meu avô Xisto, que fez parte da grande fase turística da Cidade como gerente do Hotel Atlântico”.

...será isto

RESTAURAÇÕES

Há 20 anos, o artista plástico Leonardo Branco trabalha com restauro. Começou a convitedo arquiteto FernandoGregório que trabalhava com restaurações de arte sacra para a Diocese de Santos. “Comecei recuperando imagens de algumas igrejas, fui pegando gosto, aperfeiçoando o talento e naturalmentefoi crescendoo desenvolvimento no trabalho”. Leonardo restaurou mais de 30 igrejas, do Litoral Norte ao Sul. Um dos grandes trabalhos de valor histórico foi a restauração de uma área da Casa de Frontaria Azulejada. O local recuperado se transformou na Sala Serafim Gonzalez. Em2006,realizouseuprimeiro trabalho de restauro em um imóvel tombado pelo patrimônionaRuaSenadorFeijó,esquinacomaPraçadaRepública. “A edificação do século 19 foi originalmente o prédio do Hotel Roma. Em 1913, um incêndio destruiu parcialmente o edifício. Passou por adaptações nos anos 50. Mas na década de 90, a falta de conservação deixou o prédio em ruínas. Até que em 2006 foi totalmente restaurado”. De2006a2011Leonardorestaurou quatro casarões no centro de Santos. Hoje, está com um em andamento na Rua General Câmara e mais seis para começar,aindaesteano.“Émuito gratificante. Eu sou santista, nasci aqui. Poder trabalhar com a cultura e a história da minha Cidade é impagável. Eu vou, meutrabalhofica”.

Alegra Centro passa por revisão

O interior do edifício do advogado Gustavo Xisto: café no térreo

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

❚❚❚ O Programa Alegra Centro, instituído por lei em 2003, propõe a revitalização urbana e a preservação do patrimônio histórico-cultural. Com pouco mais de dez anos, está passando por uma revisão. O pedido foi feito pelo secretário municipal de desenvolvimento urbano, Nelson Gonçalves de Lima Junior, logo depois que assumiu o cargo. “Eu pedi uma avaliação do que tinha sido o programa. Eu entendo que existiram vários acertos, mas também vários equívocos. Osequívocos são basicamente do programa Alegra Centro Habitação. Um programa que se propõe a criar habitações e que não se traduziu em nenhumahabitação, certamente teve um problema. Por mais

que tivesse ótimas intenções, faltou saber fechar a conta para que o empresário viesse fazer essas habitações”. Em contrapartida, de acordo com o secretário, o Alegra Centro simplesmente teve êxito e produziu uma série de incentivos. Mesmo assim, precisa ser reformulado. “Temos que trazer o Ministério Público à mesa de conversa. Vamos formatar a revisão do programa e convidá-los a discussão. Aí, sim, vamos produzir um trabalho de revisão de alto nível, que certamente atenderá às expectativas que hoje a Cidade tem”. APERFEIÇOAMENTO

Nelson garante que a ideia não é desmontar o que já foi feito,

mas sim aperfeiçoar. “É procurar onde pode ser feito um ajuste.Essa é anossa expectativa em relação a esse programa. Nós temos um interesse muito grande no Centro”. Os benefícios oferecidos pelo programa também serão revistos. “Em alguns países, ter um imóvel tombado é um bilhete premiado. Você recebe uma série de incentivos. Aqui é um problema, uma grande preocupação. Nós não queremos penalizar os proprietários. Muito pelo contrário. Nós queremos criar uma situação na qual o investimento se traduza em algum benefício. Vamos incentivar os empresários a fazer as modificações”.


Esportes

B-8

A TRIBUNA A TRIBUNA

www.atribuna.com.br

Domingo 16

março de 2014

PÁGINA B8

Domingo

16/03

Santos une rivais no amor ao futebol México e Costa Rica, adversários continentais e que se hospedarão por aqui durante a Copa do Mundo, reforçam laços com a Cidade FOTOS TED SARTORI

TED SARTORI DA REDAÇÃO

As seleções do México e da Costa Rica são eternas rivais na disputa das Eliminatórias para a Copa do Mundo na Concacaf. (Américas do Norte, CenDentro de campo, é claro. "Temos que evitar essa rivalidade fora dos 90 minutos. Nos jogos isso é indiscutível. Aí somos rivais de qualquer equipe que nos enfrente. Mas o futebol dá voltas e temos que ser amigos", lembra Justino Compean, presidente da Federação Mexicana de Futebol, mostrando que, entre as federações, existe amizade. O que une as duas pátrias é a paixão pelo futebol e pelo Brasil. A do México começou em 1970, quando abrigou o Mundial e os canarinhos ergueram oterceiro título mundial, jogando um futebol maravilhoso e faturando em definitivo - ou quase - a Taça Jules Rimet. “Desde então consideramos os brasileiros como um povo irmão. Identificamo-nos muito com os brasileiros. Sentimonos bem quando vamos ao Brasil e fazemos com que o povo brasileiro se sinta bem no México”, comenta Fernando Cerrilla Cardona, secretário geral da Federação Mexicana. Dentro do território nacional, o alvo específico de carinho de ambos países é a cidade de Santos, que irá abrigar as duas seleções no Mundial. Enquanto o México ficará no Parque Balneário a partir de 7 de junho, a Costa Rica estará hospedada no Mendes Plaza desde o dia 9 de junho. Ou seja, os dois no mesmo bairro (Gonzaga) e a poucas quadras de distância. “Sabemos disso e, quando nos cruzaremos, os saudaremos, sem problema”, lembra Fernando. A idolatria pelo Peixe e, principalmente, por Pelé também liga os países. E isso veio ainda mais à tona em função dos locais de treinamento. Afinal, o México treinará no CT Rei Pelé e a Costa Rica, na Vila Belmiro. Na Costa Rica, por exemplo, a festa da população por um título mundial do Brasil é como se fosse o próprio país vencedor.

Desafios O México ficará no Grupo A, com Brasil, Croácia e Camarões. Sua estreia será contra os africanos, dia 13 de junho, em Natal. Já a Costa Rica está no Grupo D, com Itália, Inglaterra e Uruguai. A primeira partida na Copa será contra os uruguaios, dia 14 de junho, em Fortaleza.

Certa vez, a vinda do Atleta do Século 20 à Costa Rica fez com que a população saísse as ruas com bandeiras do País, em uma deferência rara e bastante especial. “Claro que inspira estamos no mesmo vestiário e campos nos quais cresceram e os tornaram famosos. Há muitíssimo respeito pelo futebol do Brasil e pelo futebol do Santos”, afirma Justino Compean, referindo-se a Pelé e Neymar. “Pelé é o primeiro e Neymar, o segundo. Pelé no México é Rei. E Neymar fez um golaço na gente na Copa das Confederações (vitória por 2 a 0, na primeira fase). Tomara que não repita em Fortaleza”, lembra o dirigente, remetendo ao duelo entre brasileiros e mexicanos no Mundial no dia 17 de junho, no Castelão. BALANÇO

A comitiva Pró-Santos na Copa 2014, que esteve no México e na Costa Rica neste mês, viveu de perto toda essa receptividade dos dois países. “Voltei muito honrado com o tratamento de estado que foi dado a nossa Cidade. Isso demonstra respeito, admiração, uma extrema educação e uma afetividade incrível, que é o que nós queremos explorar a partir de agora”, comenta Luiz Dias Guimarães, secretário de Turismo e Coordenador Geral do Comitê. É a primeira vez que uma cidade-sede de Copa do Mundo se aproximou tanto das seleções que irão abrigar. “Eles sentiram que os queremos de verdade. Não foi oportunismo de uma Cidade que quisesse se

promover ao receber uma seleção. O nível de relacionamento entre Santos e esses dois países é algo que não vai se perder facilmente. Transcende muito, inclusive em nível de amizade pessoal, como se nos conhecêssemos há muito tempo. E sincera”, observa o secretário. Vale recordar que, além de Santos, apenas Campinas e Itu também terão duas seleções: Enquanto a primeira ficará com Nigéria e Rússia, a segunda hospedará Japão e Rússia. E não há informação que tenham realizado algo semelhante. “Pessoas da Fifa chegaram a comentar conosco que Santos tem tudo para ser o case (exemplo, como se diz na publicidade) da Copa”, afirma Adilson Durante Filho, coordenador do núcleo de apoio às seleções do Comitê. Não é à toa. A preocupação do prefeito Paulo Alexandre Barbosa em exceder o aspecto esportivo - e, assim, pensar além do período do Mundial também cativou os países. Foram assinados acordos de cooperação e de intercâmbio nas áreas do turismo e da educação, bem como realizada as irmanações de Santos com as cidades de Alajuela (Costa Rica) e Veracruz (México). “Toda essa visibilidade certamente vai render resultados, pois várias pessoas vão conhecer nossa Cidade ainda mais e vão se interessar em nos visitar, o que é muito importante para a gente. Uma cidade turística vive disso”, acredita o prefeito. "Contribuímos com a internacionalização da Cidade e para que entremos efetivamente no cenário internacional do Turismo”, emenda o secretário. O Museu Pelé é outro fator importante. A previsão é de que o local, no Valongo, seja inaugurado dia 8 ou 9 de junho, justamente quando as seleções estarão chegando àCidade. A obra encontra-se 85% pronta. Talvez até as seleções do México e da Costa Rica possam visita-lo no mesmo dia, deixando ainda mais claro que a rivalidade entre as duas seleções fica apenas no gramado.

Paulo Alexandre Barbosa entrega camisa do Santos para representantes da Federação da Costa Rica...

...e ao lado de representantes da Federação Mexicana, em coletiva de imprensa: cordialidade dá o tom

Recepção nos mínimos detalhes VANESSA RODRIGUES

❚❚❚ Apesar dos encontros com os integrantes do Comitê PróSantos na Copa 2014, a Federação Mexicana de Futebol quer mais. No amistoso contra os Estados Unidos, marcado para 2 de abril, no Arizona, a entidade deve ter a presença de um representante do grupo - e que

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

A segurança também não ficou por menos e irá movimentar vários setores. "Além da Polícia Federal, Rodoviária, Militar e Civil dos estados, o Exército comandará a operação mais de perto", informa Paulo Eduardo Pereira Barbosa, delega-

Na acolhida à comitiva, compromisso ampliado ❚❚❚ Depois de tantas recepções calorosas de costarriquenhos e mexicanos para Santos, é impossível escolher qual terá sido a melhor, tamanho o carinho com que tudo foi planejado e executado pelos dois países.

Envolvimento “Houve um acolhimento muito grande dos dois


cipalmente, por Pelé também liga os países. E isso veio ainda mais à tona em função dos locais de treinamento. Afinal, o México treinará no CT Rei Pelé e a Costa Rica, na Vila Belmiro. Na Costa Rica, por exemplo, a festa da população por um título mundial do Brasil é como se fosse o próprio país vencedor.

Dias Guimarães, secretário de Turismo e Coordenador Geral do Comitê. É a primeira vez que uma cidade-sede de Copa do MunPÁGINA do se aproximou tanto B8 das seleções que irão abrigar. “Eles sentiram que os queremos de verdade. Não foi oportunismo de uma Cidade que quisesse se

A TRIBUNA

inaugurado dia 8 ou 9 de junho, justamente quando as seleções estarão chegando à CidaDomingo de. A obra encontra-se 85% pronta. Talvez até as seleções do México e da Costa Rica possam visita-lo no mesmo dia, deixando ainda mais claro que a rivalidade entre as duas sele...e ao lado de representantes da Feder ções fica apenas no gramado.

16/03

Recepção nos mínimos detalhes VANESSA RODRIGUES

❚❚❚ Apesar dos encontros com os integrantes do Comitê PróSantos na Copa 2014, a Federação Mexicana de Futebol quer mais. No amistoso contra os Estados Unidos, marcado para 2 de abril, no Arizona, a entidade deve ter a presença de um representante do grupo - e que ainda não foi revelado. “A seleção do México pediu para que um responsável nosso acompanhe um jogo amistoso para ver como costumam proceder nos bastidores de uma partida. E devemos enviar uma pessoa para a Cidade do México. O pedido é para que nosso representante chegue no dia 30. Eles embarcam dia 31 e, então, iria junto e participaria desse amistoso no dia 2 de abril”, detalha Luiz Dias Guimarães, secretário de Turismo e Coordenador Geral do Comitê. A Costa Rica, no entanto, não fez pedido semelhante. “Eles têm sido muito minuciosos em uma série de questões, mas não demonstrou essa preocupação. Talvez até porque muitas dessas questões já

CT Rei Pelé será onde mexicanos farão a preparação para o Mundial

tinham sido mais esclarecidas. Quando estiveram em Santos, fizeram várias reuniões com vários setores e tudo foi muito detalhado. Com o México não tínhamos tido essa oportunidade e vamos arrematar agora,a pedido deles”, explica Luiz. Os assuntos tratados aos quais se referiu Luiz Dias Guimarães foram trânsito, segu-

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

rança e saúde. O último tema, inclusive, merece detalhes importantes. “Na questão da saúde, inclusive, necessitamos de contato com as seguradoras das duas seleções porque a Santa Casa vai se conveniar com essas empresas para que nenhuma questão burocrática possa impedir ou retardar qualquer atendimento", lembra o secretário de Turismo.

A segurança também não ficou por menos e irá movimentar vários setores. "Além da Polícia Federal, Rodoviária, Militar e Civil dos estados, o Exército comandará a operação mais de perto", informa Paulo Eduardo Pereira Barbosa, delegado da Polícia Civil e integrante do núcleo de segurança do Comitê. "Em Santos, a Polícia Civil tem órgão para a Copa do Mundo composto por 10 delegados, 15 investigadores e alguns escrivães para dar suporte na polícia judiciária. Por exemplo: se a família do jogador perdeu um documento ou houve um fato criminoso no hotel, a Civil vai ser acionada. Escolta vai ficar mais a cargo das Polícias Militar e Federal", explica. O nível de informação sobre trânsito dos costarriquenhos impressionou a todos. "Querem saber, inclusive, o período da entressafra dos escoamentos de grãos, em função das filas de caminhões", lembra Paulo Eduardo. (TS)

N c

❚❚ çõ nh to qu nh fo lo

pe Co na Jo co ao in vim du Be do ho po

m iss re pr bo do co es to


juseda5% ões osdia, ue le.

A TRIBUNA PÁGINA B8

Na acolhida à comitiva, compromisso ampliado

GUES

ma, maúde ras anom neica ala o

16/03

...e ao lado de representantes da Federação Mexicana, em coletiva de imprensa: cordialidade dá o tom

etalhes

l

Domingo

A segurança também não ficou por menos e irá movimentar vários setores. "Além da Polícia Federal, Rodoviária, Militar e Civil dos estados, o Exército comandará a operação mais de perto", informa Paulo Eduardo Pereira Barbosa, delegado da Polícia Civil e integrante do núcleo de segurança do Comitê. "Em Santos, a Polícia Civil tem órgão para a Copa do Mundo composto por 10 delegados, 15 investigadores e alguns escrivães para dar suporte na polícia judiciária. Por exemplo: se a família do jogador perdeu um documento ou houve um fato criminoso no hotel, a Civil vai ser acionada. Escolta vai ficar mais a cargo das Polícias Militar e Federal", explica. O nível de informação sobre trânsito dos costarriquenhos impressionou a todos. "Querem saber, inclusive, o período da entressafra dos escoamentos de grãos, em função das filas de caminhões", lembra Paulo Eduardo. (TS)

❚❚❚ Depois de tantas recepções calorosas de costarriquenhos e mexicanos para Santos, é impossível escolher qual terá sido a melhor, tamanho o carinho com que tudo foi planejado e executado pelos dois países. A extensa agenda cumprida pela comitiva Pró-Santos na Copa 2014 durante uma semana em quatro municípios (San Jose, Alajuela, Cidade do México e Veracruz) foi construída ao longo de 45 dias. Houve intensa trocade e-mailse envolvimento muito grande das duas federações, bem como de Beatriz Paredes, embaixadora do México no Brasil. Agora é hora da Cidade ter igual comportamento no Mundial. “Houve um acolhimento muito grande dos dois países e isso aumenta muito a nossa responsabilidade”, afirma o prefeito Paulo Alexandre Barbosa. “Esse jeito de ser, tanto do povo mexicano quanto do costarriquenho, foi o que levou esses dois países a escolher Santos. Agora nossa missão é retri-

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

Envolvimento “Houve um acolhimento muito grande dos dois países e isso aumenta a nossa responsabilidade” Paulo Alexandre Barbosa, prefeito de Santos

buir à altura essa recepção”, emenda. O recado do prefeito, no entanto, é mais amplo do que, à primeira vista, se imagina. “E essa (receber bem os mexicanos e costarriquenhos) não é uma tarefa só do Poder Público, mas também de toda a Cidade. Juntos estaremos irmanados e faremos um belo papel na Copa”, lembra Paulo Alexandre Barbosa.


A TRIBUNA PÁGINA C3

Domingo

16/03

Domingo 16

A TRIBUNA

março de 2014

www.atribuna.com.br

Começa amanhã Semana do Jovem Empreendedor Evento tem como objetivo transmitir conhecimento e incentivar a abertura de novos negócios

V E

DE DA REDAÇÃO

A 6ª edição da Semana do Jovem Empreendedor começa amanhã, às 19 horas, na Universidade Paulista (Unip). O tema escolhido para o primeiro dia das atividades é Proibição de grãos na Ponta da Praia. Entre os convidados para debater o assunto estão o promotor de Meio Ambiente, Daury de Paula Junior, e o secretário Municipal de Assuntos Portuários e Marítimos, José Eduardo Lopes. O evento, organizado pelo Núcleo de Jovens Empreendedores do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (NJE Ciesp) e pelo Núcleo de Jovens Empreendedores da Associação Comercial de Santos (ACSJovem),terá palestras até sextafeira. O coordenador do NJE Ciesp, Erik Sanches, diz que os assuntos escolhidos para a Semana do Jovem Empreendedor estão na atualidade e, por isso, são pertinentes para os jovens. Segundo ele, o evento foi criado para ajudar a construir uma sociedade mais igualitária com base nas relações éticas e na responsabilidade social, sempre valorizando o espírito empreendedor. Sanches espera ainda que aqueles que comparecerem às palestras possam absorver

6a Semana do Jovem Empreendedor Calendário Amanhã Horário: 19 horas Abertura Oficial da 6a Semana do Jovem Empreendedor Mesa-redonda: Proibição de Grãos na Ponta da Praia Mediador: Edison Monteiro, diretor da Unip Debatedores: Daury de Paula Junior, promotor de Meio Ambiente; José Eduardo Lopes, secretário municipal de Assuntos Portuários e Marítimos; Sérgio Ferreira dos Santos, gerente de Operações da Caramuru; eng. José Manoel Gatto, superintendente de Planejamento Estratégico do Porto de Santos. Local: Unip, Avenida Rangel Pestana, 147, Vila Mathias Terça-feira (18 de março) Horário: 19 horas Mesa-redonda: Franquias — Oportunidades de Negócios Mediador: Marcos Medina Leite, reitor da Unisantos Debatedores: Maria Cristina Mota, presidente da Associação Brasileira de Franchising; Rogério Galvão, proprietário da Subway e Spoleto; Luis Roberto Leite, proprietário da Red Sun; Paulo Sérgio Brito Franzosi, gerente do Sebrae; José Paulo Gomes de Amorim, superintendente da CEF. Local: Unisantos, Avenida Conselheiro Nébias, 300, Encruzilhada Quarta-feira (19 de março) Horário: 19 horas Mesa-redonda: Impactos do VLT para Mobilidade Urbana Mediador: Júlio Simões Junior, diretor da Unisanta

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

Debatedores: Evandro Losacco, diretor de Gestão Operacional da EMTU; Antonio Carlos Silva Gonçalves, Presidente da CET; Valdir de Souza Pestana, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários Local: Unisanta, Rua Cesário Mota, 8, Boqueirão Quinta-feira (20 de março) Horário: 19 horas Mesa-redonda: Perspectivas do Comércio Exterior Mediador: Adalto Corrêa de Souza Junior, vice-reitor da Unimonte Debatedores: José Américo Trindade, gerente da Hamburg Sud Brasil & Aliança Navegação; Ronaldo Jamar Taboada, diretor do Conselho dos Exportadores de Café; Luiz Alberto A. Levy Junior, diretor da Dínamo Inter Agrícola; José Paulo Gomes de Amorim, superintendente da CEF Local: Unimonte, Rua Comendador Martins, 52, Vila Mathias Sexta-feira (21 de março) Horário: 19 horas Encerramento Oficial da 6a Semana do Jovem Empreendedor Mesa-redonda: Perspectivas do Turismo para Santos e Região Mediador: Edison Monteiro, diretor da Unip Debatedores: Roberto Santini, diretor-presidente da TV Tribuna; Alex Mendes, presidente do SRC&VB; Luiz Dias Guimarães, secretário municipal de Turismo; Salvador Gonçalves Lopes, presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares da Baixada Santista Local: Unip, Avenida Rangel Pestana, 147, Vila Mathias

DIVULGAÇÃO

Em 4 de março de 2009 foi aprovada a Lei 2.610 que inclui a Semana do Jovem Empreendedor no calendário oficial de Santos.

conhecimento, para abrir o próprio negócio ou empreenderem dentro da empresa em que trabalham. “Queremos disseminar o empreendedorismo”. De acordo com o vicecoordenador da ACS-Jovem, Leandro Taveira, todos podem participar das atividades. “Sempre temos uma boa aceitação dentro das universidades. Aqueles que já são formados, mas têm intenção de empreender, também estão convidados para o evento”. INSCRIÇÕES

Os interessados em participar das palestras devem enviar um email para nje@ ciespsantos.com.br ou acsjovem@acs.org.br. Para o cadastro é preciso informar o nome, RG e os dias do evento que deseja acompanhar. Mais informações: 3219-9484.

O br re tr qu da do de ná os tr R Fu no po m

es em m to tr ço pa de en 20 in am da

in cá m A bi ta to ac se ra m

Fiat paga mu


DIÁRIO DO LITORAL PÁGINA 3

L

Domingo

16/03

Diário Do LitoraL

> Em DEstaquE

DL cobra A reportagem ficou mais um mês sem respostas. A listagem atualizada de cargos e salários da CET ainda tramita na companhia, contrariando a Lei da Transparência (12.527/2011), que garante acesso às informações de governos municipais e empresas públicas. Em fevereiro, o DL denunciou que para cada diretor da companhia – são cinco – existem 10 assessores, alguns com salários em mais de R$ 8 mil.

É um projeto de médio e longo prazos, que vai retirar as habitações da Serra do Mar e viabilizar 16 mil unidades e a maior concentração é na Baixada

Silvio TorreS, Secretário de Habitação

do estado de São Paulo, afirmando que, até 2020, o litoral Paulista receberá 16 mil novas moradias

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

ainda mas as ob e não tenh ficará pro

Aldo rebelo, Mi

acompanhament Copa do Munda d

AVCB e portas abertas A última semana foi marcada pela reaber-


DIÁRIO DO LITORAL

Domingo

16/03 domiNgo, 16 dE mArço dE 2014 Geral 3

PÁGINA 3

Diário Do LitoraL

Fotos: Matheus Tagé/DL

as. A listagem mita na com12.527/2011), os municipais ciou que para m 10 assesso-

de zos,

ra r 16 maior

abitação ndo que, berá 16 mil

ainda tem muito a se fazer, mas as obras estão em andamento e não tenho dúvidas de que tudo ficará pronto a tempo

Aldo rebelo, Ministro de esportes, em visita de

acompanhamentos das obras nas duas cidades sedes da Copa do Munda da região, Santos e Guarujá

Sem voto do AVCB e CLIPPING 2014 presidente portasPrefeitura abertas de Santos


Baixada Silvio TorreS, Secretário de Habitação DIÁRIO DO LITORAL do estado de São Paulo, afirmando que, PÁGINA 3

até 2020, o litoral Paulista receberá 16 mil novas moradias

e não tenho dúvid Domingo ficará pronto a tem

16/03 Aldo rebelo, Ministro de espor

acompanhamentos das obras n Copa do Munda da região, Sant

AVCB e portas abertas A última semana foi marcada pela reabertura do Teatro Coliseu, em Santos. Onze meses depois do seu fechamento para reforma, o local voltou a abrir suas cortinas para os espetáculos culturais da Cidade. Depois de passar por adequações técnicas e de segurança exigidas, o teatro, localizado no Centro Histórico de Santos, obteve o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) e a capacidade reduzida: 260 lugares a menos.

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

S v p

O vo pu do na m ra or pu 6 ri B m


PÁGINA 5

número de moradores na praça que “existem diversos pontos de tráfico e muito marginal” nas ruas.

CLIPPING

Quem quiser praticar atividades esportivas sem gastar nada tem uma boa oportunidade. A Secretaria de Esportes oferece, a partir de amanhã, 492 vagas no Centro Recreativo M. Nascimento. São para 12 modalidades, em diversos horários. Interessados podem se inscrever na secretaria do centro (rua João Fraccaroli s/nº, Bom Retiro), até sexta, das 8h às 18h. É necessário levar cópia do RG, comprovante de residência em Santos, duas fotos e atestado médico atualizado. Aqueles que já têm a carteirinha de centro, basta levar junto com o atestado. Informações: 3203-3802. Quadro de vagas Aero gap dança de Salão grd ginástica ginástica 3ª idade Futebol Hidroginástica Judô muay Thai Natação Step Taekwondo

20 10 25 13 7 90 120 15 4 150 16 22

a

Matheus Tagé/DL

Inscrições para 12 modalidades

Inscrições para 12 modalidades

m. nasCimEnto

nha desde dezembro

iNgo, 16 dE mArço dE 2014

16/03

m. nasCimEnto

orna porada

ura raça Cele à o há em está

Domingo

santos

2014 de Centro Santos público

prefeitura se justifica Em contato com a Secretaria de Imprensa e ComuniPrefeitura

Quem quiser praticar atividades esportivas sem gastar nada tem uma boa

Cidades 5 DIÁRIO DO LITORAL

domiNgo, 16 dE mArço dE 2014

Cidades 5

raL


moradores na praça DIÁRIO

muay Thai Natação Step PÁGINA 5 Taekwondo

DO LITORAL

existem diversos pontos áfico e muito marginal” uas.

efeitura se justifica m contato com a Secrede Imprensa e ComuniSocial, da prefeitura de icente, questionamos as mações dos moradores nzaguinha, da Biquinha aré. A Assessoria justifidizendo que o prefeito Claudio Bili (PP) vem fao várias solicitações de nto real do efetivo da a Militar na cidade junGoverno do Estado.

lícia Militar uestionada sobre o motila qual não há mais uma da Polícia em frente à 22 de janeiro, em nota, essoria de Comunicação da PM não respondeu mente essa indagação, ando somente que “as ras tem efetuado ronas suas áreas de atuação breves paradas de estamento”.

Domingo

16/03

santos

Centro público de Emprego tem 593 vagas O Centro Público de Emprego e Trabalho, mantido pela prefeitura e Ministério do Trabalho, dispõe de 593 vagas em vários cargos, todas elas com registro em carteira. Entre as chances: teleoperador (515 vagas, incluindo pessoas com deficiências), auxiliar de limpeza (29), repositor de supermercados (16) e ajudante de mecânico de autos (6). Os interessados devem se dirigir à rua João Pessoa, 300 (Centro), de segunda a sexta, das 8h às 17h. É preciso levar carteira de trabalho, RG, CPF e PIS.

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

4 150 16 22


FOLHA DE S.PAULO PÁGINA C6

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

Domingo

16/03


FOLHA DE S.PAULO PÁGINA C7

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING

Domingo

16/03


INTERNET

Domingo

16/03

ATribuna.com.br Parte de teto de oficina desaba no Jabaquara em Santos http://www.atribuna.com.br/cidades/parte-de-teto-de-oficina-desaba-no-jabaquara-em-santos-1.370967 Caminhão rompe fio  e deixa moradores sem telefone em Santos http://www.atribuna.com.br/cidades/caminh%C3%A3o-rompe-fio-e-deixa-moradores-sem-telefone-em-santos-1.370956 PATs da região oferecem mais de duas mil oportunidades de emprego http://www.atribuna.com.br/cidades/pats-da-regi%C3%A3o-oferecem-mais-de-duas-mil-oportunidades-de-emprego-1.370986 Concurso da Prefeitura de Santos altera trânsito neste domingo http://www.atribuna.com.br/cidades/concurso-da-prefeitura-de-santos-altera-tr%C3%A2nsito-neste-domingo-1.370969 Incêndio atinge serralheria localizada no Marapé, em Santos http://www.atribuna.com.br/pol%C3%ADcia/inc%C3%AAndio-atinge-serralheria-localizada-no-marap%C3%A9-em-santos-1.370973 Após reclamações, aulas de moto têm  novo local http://www.atribuna.com.br/cidades/ap%C3%B3s-reclama%C3%A7%C3%B5es-aulas-de-moto-t%C3%AAm-novo-local-1.370946 Garoto arremessa cadeira em professora de escola municipal http://www.atribuna.com.br/pol%C3%ADcia/garoto-arremessa-cadeira-em-professora-de-escola-municipal-1.370889 Propostas contra erosão e alagamentos são estudadas em Santos http://www.atribuna.com.br/cidades/propostas-contra-eros%C3%A3o-e-alagamentos-s%C3%A3o-estudadas-em-santos-1.370936   Centro Tecnológico sai do papel e deve começar a operar em 3 anos e meio http://www.atribuna.com.br/cidades/centro-tecnol%C3%B3gico-sai-do-papel-e-deve-come%C3%A7ar-a-operar-em-3-anos-e-meio-1.370926 Boqnews Sem notícias para essa data

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING


INTERNET

Domingo

16/03

Diário do Litoral Estivadores ameaçam parar portos do País em Abril http://www.diariodolitoral.com.br/conteudo/30225-estivadores-ameacam-parar-portos-do-pais-em-abril Cine Roxy comemora 80 anos de história e renovação http://www.diariodolitoral.com.br/conteudo/30221-cine-roxy-vomemora-80-anos-de-historia-e-renovacao Centro Tecnológico: Prefeito e Petrobras assinam termo de compromisso http://www.diariodolitoral.com.br/conteudo/30220-centro-tecnologico-prefeito-e-petrobras-assinam-termo-de-compromisso CET Santos infringe Lei da Transparência http://www.diariodolitoral.com.br/conteudo/30219-cet-santos-infringe-lei-da-transparencia ‘Gafanhoto’ O Sindicato da Administração Portuária (Sindaport) não gostou nada da indicação de Luís Cláudio Santana Montenegro ao cargo de diretor de Planejamento Estratégico e Controle da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp). Já o rotula de “gafanhoto” (servidor vindo de outra cidade). Canetada A entidade critica o fato de a designação ter sido comunicada pelo ministro de Portos, Antônio Henrique Silveira, “de forma nada convencional, através de simples ofício encaminhado ao presidente da Codesp, Renato Barco”. De olho O salário de R$ 26 mil e algumas supostas regalias oferecidas ao novo diretor da estatal portuária também estão na mira do sindicato. A Caravana vem aí A Caravana Horizonte Paulista, com o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha à frente, percorrerá a Baixada Santista na próxima sexta-feira. Pré-candidato ao Governo do Estado pelo PT, Padilha confirmou agenda em Praia Grande e Cubatão. http://www.diariodolitoral.com.br/contraponto

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING


INTERNET

Domingo

16/03

G1 Professora agredida por aluno de oito anos presta depoimento em delegacia http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2014/03/professora-agredida-por-aluno-de-oito-anos-presta-depoimento-em-delegacia.html Funcionários grevistas participam de seção na Câmara de Santos, SP http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2014/03/funcionarios-grevistas-participam-de-secao-na-camara-de-santos-sp.html Incêndio atinge serralheria localizada no bairro Marapé, em Santos, SP http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2014/03/incendio-atinge-serralheria-localizada-no-bairro-marape-em-santos.html Fundo Social inicia campanha de arrecadação para Páscoa em Santos http://g1.globo.com/sp/santos-regiao/noticia/2014/03/fundo-social-inicia-campanha-de-arrecadacao-para-pascoa-em-santos.html Globoesporte.com  Aldo Rebelo sonha com final entre Santos e Palmeiras no Paulistão http://globoesporte.globo.com/sp/santos-e-regiao/noticia/2014/03/aldo-rebelo-sonha-com-final-entre-santos-e-palmeiras-no-paulistao.html Ministro do Esporte elogia estrutura de Santos e aprova obras em Guarujá http://globoesporte.globo.com/sp/santos-e-regiao/noticia/2014/03/ministro-dos-esportes-elogia-estrutura-de-santos-e-aprova-obras-em-guaruja.html Jornal Cidade de Santos Sem notícias para esta data

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING


INTERNET

Domingo

16/03

Jornal da Orla Um ser muito especial http://www.jornaldaorla.com.br/noticias/13189-um-ser-muito-especial/ Museu Pelé será um dos grandes atrativos para turistas na Copa http://www.jornaldaorla.com.br/noticias/13190-museu-pele-sera-um-dos-grandes-atrativos-para-turistas-na-copa/ Portogente Sem notícias para essa data Santa Cecília comunicação Ministro de Esportes diz que Santos está pronta para receber a Copa do Mundo http://santaportal.com.br/1803-ministro-de-esportes-diz-que-santos-esta-pronta-para-receber-a-copa-do-mundo Mais de 12 mil pessoas fazem concurso neste domingo http://santaportal.com.br/1810-mais-de-12-mil-pessoas-fazem-concurso-neste-domingo Morre golfinho resgatado em Praia Grande http://santaportal.com.br/1809-golfinho-resgatado-no-ocian-nao-resiste-aos-ferimentos-e-morre-ao-receber-atendimento

2014 Prefeitura de Santos

CLIPPING


160314