Page 1

66 páginas, ISSN 978-85-397-0045-5

1

Coleção

Delfos

CARLOS REIS PENSAR E ESCREVER: O QUE VAI NO PAPEL OU A CONSCIÊNCIA DA ESCRITA

CARLOS REIS PENSAR E ESCREVER: O QUE VAI NO PAPEL OU A CONSCIÊNCIA DA ESCRITA


PENSAR E ESCREVER: O QUE VAI NO PAPEL OU A CONSCIÊNCIA DA ESCRITA


Chanceler

Dom Dadeus Grings Reitor

Joaquim Clotet Vice-Reitor

Evilázio Teixeira Conselho Editorial

Ana Maria Lisboa de Mello Elaine Turk Faria Érico João Hammes Gilberto Keller de Andrade Helenita Rosa Franco Jane Rita Caetano da Silveira Jerônimo Carlos Santos Braga Jorge Campos da Costa Jorge Luis Nicolas Audy – Presidente José Antônio Poli de Figueiredo Jurandir Malerba Lauro Kopper Filho Luciano Klöckner Maria Lúcia Tiellet Nunes Marília Costa Morosini Marlise Araújo dos Santos Renato Tetelbom Stein René Ernaini Gertz Ruth Maria Chittó Gauer EDIPUCRS EDITOR da coleção Delfos

Luiz Antonio de Assis Brasil

Jerônimo Carlos Santos Braga – Diretor Jorge Campos da Costa – Editor-Chefe


1

Coleção

Delfos

CARLOS REIS PENSAR E ESCREVER: O QUE VAI NO PAPEL OU A CONSCIÊNCIA DA ESCRITA

Porto Alegre, 2010


© EDIPUCRS, 2010 Capa

Vinícius Xavier

Revisão de texto Fernanda

Lisbôa Corrêa

EDITORAÇÃO ELETRÔNICA Jardson impressão e acabamento

EDIPUCRS – Editora Universitária da PUCRS Av. Ipiranga, 6681 – Prédio 33 Caixa Postal 1429 – CEP 90619-900 Porto Alegre – RS – Brasil Fone/fax: (51) 3320 3711 e-mail: edipucrs@pucrs.br - www.pucrs.br/edipucrs.

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) R375p

Reis, Carlos. Pensar e escrever : o que vai no papel ou a consciência da escrita / Carlos Reis. – Porto Alegre : EDIPUCRS, 2010. 65 p. – (Coleção DELFOS ; 1) ISBN 978-85-397-0045-5 1. Teoria Literária. 2. Crítica Genética. 3. Textos Literários. 4. Criação Literária I. Título. II. Série. CDD 801.95

Ficha Catalográfica elaborada pelo Setor de Tratamento da Informação da BC-PUCRS.

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. Proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio ou processo, especialmente por sistemas gráficos, microfílmicos, fotográficos, reprográficos, fonográficos, videográficos. Vedada a memorização e/ou a recuperação total ou parcial, bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Essas proibições aplicam-se também às características gráficas da obra e à sua editoração. A violação dos direitos autorais é punível como crime (art. 184 e parágrafos, do Código Penal), com pena de prisão e multa, conjuntamente com busca e apreensão e indenizações diversas (arts. 101 a 110 da Lei 9.610, de 19.02.1998, Lei dos direitos Autorais).


Sumário

Currículo 7 Apresentação 11 Pensar e Escrever: o que vai no papel ou a consciência da escrita 17


7

Currículo

Carlos Reis nasceu em Angra do Heroísmo, Portugal. Licenciou-se em Filologia Românica, doutorou-se em Literatura Portuguesa e obteve o título de agregado, sempre pela Universidade de Coimbra. É professor catedrático desde 1990. Na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra lecionou Literatura Portuguesa, Teoria da Literatura, Literatura Espanhola e Estudos Queirosianos e desempenhou vários cargos e funções na mesma universidade. Em 2002 foi designado coordenador científico do Centro de Literatura Portuguesa (Fundação para a Ciência e Tecnologia), dirigindo ainda o projeto “Figuras da Ficção”. Como universidades

professor estrangeiras,

convidado,

lecionou

designadamente

na

em

diversas

Universidade

de Salamanca, na Universidade de Wisconsin-Madison (Tinker Visiting Professor), na Universidade de Santiago de Compostela e na Universidade de Massachusetts-Dartmouth (Endowed Chair Professor).


8

Carlos Reis

Dirige dois projetos editoriais: a edição crítica das obras de Eça de Queiroz e a História Crítica da Literatura Portuguesa. Foi diretor das revistas Discursos (Universidade Aberta) e Leituras (Biblioteca Nacional); presentemente é diretor da revista Queirosiana (Fundação Eça de Queiroz). Publicou mais de uma dezena de livros, em Portugal e no estrangeiro (Espanha, Alemanha, França e Brasil), tendo-se consagrado em especial ao estudo da obra de Eça de Queiroz e da sua geração. Entre 1998 e 2002, foi diretor da Biblioteca Nacional; em 1999 e 2000, foi presidente da Comissão para o Bicentenário de Almeida Garrett; em 2000 e 2001, foi presidente da Comissão Nacional do Centenário da Morte de Eça de Queiroz. Foi presidente da Associação Internacional de Lusitanistas, no triênio 1999-2001. É comendador da Ordem de Isabel la Católica, benfeitor e sócio grande benemérito do Real Gabinete Português de Leitura do Rio de Janeiro e sócio correspondente da Academia Lusíada de Ciências, Letras e Artes de São Paulo. Em 1996 foi galardoado com o Prêmio Jacinto do Prado Coelho da Associação Internacional de Críticos Literários; foi distinguido, em 2001, com o prêmio Multimédia XXI (área “Conhecimento, Descoberta e Cultura”), atribuído ao CD-ROM “Vida e Obra de Eça de Queiroz”, que coordenou.


Pensar e escrever: o que vai no papel ou a consciência da escrita

É Doctor Honoris Causa pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Atualmente o Prof. Carlos Reis é Reitor da Universidade Aberta.

9

Pensar  

Escrever pensar

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you