Page 1

Livro_Psicanalise_Universidade.indb 1

01/02/12 16:21


Chanceler

Dom Dadeus Grings Reitor

Joaquim Clotet Vice-Reitor

Evilázio Teixeira Conselho Editorial

Ana Maria Lisboa de Mello Armando Luiz Bortolini Bettina Steren dos Santos Eduardo Campos Pellanda Elaine Turk Faria Érico João Hammes Gilberto Keller de Andrade Helenita Rosa Franco Jane Rita Caetano da Silveira Jorge Luis Nicolas Audy – Presidente Jurandir Malerba Lauro Kopper Filho Luciano Klöckner Marília Costa Morosini Nuncia Maria S. de Constantino Renato Tetelbom Stein Ruth Maria Chittó Gauer EDIPUCRS

Jerônimo Carlos Santos Braga – Diretor Jorge Campos da Costa – Editor-Chefe

Livro_Psicanalise_Universidade.indb 2

01/02/12 16:21


M么nica Medeiros Kother Macedo Blanca Susana Guevara Werlang Organizadoras

Porto Alegre, 2012

Livro_Psicanalise_Universidade.indb 3

01/02/12 16:21


© 2012 EDIPUCRS

Giovani Domingos Revisão de texto Fernanda Lisbôa Capa

projeto gráfico e EDITORAÇÃO ELETRÔNICA

Jardson Corrêa

impressão e acabamento

Edição revisada segundo o novo Acordo Ortográfico.

EDIPUCRS – Editora Universitária da PUCRS Av. Ipiranga, 6681 – Prédio 33 Caixa Postal 1429 – CEP 90619-900 Porto Alegre – RS – Brasil Fone/fax: (51) 3320 3711 e-mail: edipucrs@pucrs.br - www.pucrs.br/edipucrs.

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) P974 Psicanálise e Universidade: potencialidades teóricas no cenário da pesquisa / Mônica Medeiros Kother Macedo, Blanca Susana Guevara Werlang (orgs.). ­– Porto Alegre : EDIPUCRS, 2012. 448p. ISBN 978-85-397-0149-0 1. Psicanálise - Teorias. 2. Universidade – Pesquisa Científica. I. Macedo, Mônica Medeiros Kother. II. Werlang, Blanca Susana Guevara. CDD 616.8917 Ficha Catalográfica elaborada pelo Setor de Tratamento da Informação da BC-PUCRS.

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. Proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio ou processo, especialmente por sistemas gráficos, microfílmicos, fotográficos, reprográficos, fonográficos, videográficos. Vedada a memorização e/ou a recuperação total ou parcial, bem como a inclusão de qualquer parte desta obra em qualquer sistema de processamento de dados. Essas proibições aplicam-se também às características gráficas da obra e à sua editoração. A violação dos direitos autorais é punível como crime (art. 184 e parágrafos, do Código Penal), com pena de prisão e multa, conjuntamente com busca e apreensão e indenizações diversas (arts. 101 a 110 da Lei 9.610, de 19.02.1998, Lei dos Direitos Autorais).

Livro_Psicanalise_Universidade.indb 4

01/02/12 16:21


PREFÁCIO A relação entre psicanálise e universidade é original. Sigmund Freud iniciou seus estudos médicos na Universidade de Viena, graduando-se em 1881.1 Neste período, interessou-se por pesquisa em fisiologia, sob orientação de Ernst Brücke, migrando, logo após, para especializar-se em neurologia. Na sua vida profissional, em paralelo à prática privada, Freud foi professor de neuropatologia na Universidade de Viena entre 1902 e 1938. No entanto, ao examinar a associação entre psicanálise e universidade, Freud2 observou que a universidade poderia beneficiar-se da psicanálise, tanto na formação médica quanto na formação em ciências humanas; a formação em psicanálise, no entanto, deveria ser realizada em instituições autônomas, apartada de centros acadêmicos. A prática da pesquisa em psicanálise, da mesma forma, por estar pautada na relação clínico-paciente, poderia ser realizada no consultório, prescindindo assim da universidade. Este hiato foi aprofundado ao longo de várias décadas, levando a formação e a pesquisa em psicanálise para um espaço distinto daquele do mundo acadêmico.3 Este distanciamento entre psicanálise e o contexto universitário conduziu a uma situação na qual os centros de formação, com notáveis exceções, raramente incluíam disciplinas de metodologia científica ou mesmo ofereciam condições e apoio para a realização de investigação empírica. 4 Por outro lado, para os psicanalistas inseridos na vida acadêmica, houve grande pressão

1

Jones, E. (1979). Vida e obra de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Zahar.

Freud, S. (1919). Sobre o ensino da psicanálise nas universidades. Edição Standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Rio de Janeiro: Imago.

2

Lowenkron, T.S. (2000). Psicanálise, universidade e pesquisa: relacionamento possível. Revista Brasileira de Psiquiatria, 22, 155-156.

3

4 Kandel, E.R. (1999). Biology and the future of psychoanalysis: a new intellectual framework for psychiatry revisited. American Journal of Psychiatry, 156, 505-524.

5

Livro_Psicanalise_Universidade.indb 5

01/02/12 16:21


por parte dos seus pares pela demonstração de evidências, verificação de resultados e investigação dos processos terapêuticos.5, 6 Atualmente, a psicanálise caracteriza-se por um pluralismo teórico, visto que diferentes perspectivas coexistem – e por vezes competem – na explicação dos fenômenos mentais. Em termos metodológicos, deveria a Psicanálise seguir um modelo das ciências humanas ou sociais, aproximar-se das ciências naturais, ou mesmo constituir-se como uma disciplina hermenêutica? Bowlby7 explicitou a tensão entre a prática clínica e o empreendimento científico na psicanálise da seguinte forma: “como terapeutas, trabalhamos com complexidades; como cientistas, nosso esforço é para simplificar” (p. 52). É neste contexto que a publicação de Psicanálise e Universidade: potencialidades teóricas no cenário da pesquisa deve ser celebrada como um marco na produção acadêmica nacional em psicanálise. A obra, organizada por Mônica M. K. Macedo e Blanca S. G. Werlang, reúne material de grande relevância e qualidade. As organizadoras são experientes psicólogas clínicas, Mônica, com sólida formação em psicanálise, e Blanca, com uma consistente experiência em psicoterapia. Ao mesmo tempo, ocupam posições acadêmicas de destaque, incluindo pesquisa, docência e orientação de mestrado e doutorado na área de Psicologia Clínica, em nosso Programa de PósGraduação em Psicologia (PPGP-PUCRS). Em um esforço digno de nota, organizaram uma obra com a participação de colegas de várias universidades e instituições, incluindo UFRGS, PUCMG, USP, UNISINOS, IMED, bem como colegas de centros de formação em psicanálise no Brasil e na Argentina.

5 Reynolds, S. (2000). Evidence based practice and psychotherapy research. Journal of Mental Health, 9, 257-266. 6 Silva, J. F. R., Yazigi, L., &Fiore, M. L. M. (2008). Psicanálise e universidade: a interface possível por meio da pesquisa psicanalítica clínica. Alice quebra-vidros. Revista Brasileira de Psiquiatria, 30, 152155.

Bowlby, J. (1989). Uma base segura: aplicações clínicas da teoria do apego. Porto Alegre: Artes Médicas.

7

6

Livro_Psicanalise_Universidade.indb 6

01/02/12 16:21


Nesta obra, o leitor encontrará grande diversidade de temas. Entre as questões conceituais, destacam-se os ensaios sobre pulsão, vínculo e processos inconscientes. Condições clínicas como a depressão, dependência, agressividade e violência doméstica também são abordadas. Por fim, os ensaios sobre pesquisa se apresentam como grande diferencial, incluindo questões éticas e metodológicas. Tomadas em conjunto, essas diferentes contribuições representam um forte argumento de que o ensino e a produção científica em psicanálise encontram um solo fértil na universidade, beneficiando-se do rigor metodológico ao mesmo tempo em que contribuem para o saudável debate de ideias que caracteriza a academia. Christian Haag Kristensen Psicólogo. Doutor em Psicologia. Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq.

7

Livro_Psicanalise_Universidade.indb 7

01/02/12 16:21


Livro_Psicanalise_Universidade.indb 8

01/02/12 16:21


APRESENTAÇÃO Psicanálise e Universidade: potencialidades teóricas no cenário da pesquisa é um livro que resultou do instigante desafio de aproximar a Psicanálise ao contexto da Academia. Trata-se de uma produção que explora aspectos teóricos a fim de fomentar e fundamentar com consistência as investigações científicas desenvolvidas por diferentes pesquisadores no cenário nacional que encontram na Psicanálise um elo comum nos singulares percorridos que marcam seus estudos. Como professoras pesquisadoras, temos a grata satisfação de compartilhar e trazer ao conhecimento da comunidade científica a qualidade de estudos comprometidos com uma visão ampla e arejada de ciência. Entendemos que a construção de um livro envolve a participação e motivação de muitas pessoas. Assim, a acolhida ao nosso convite para participação nesta produção por parte de nossos doutorandos, mestrandos e bolsistas de iniciação científica, integrantes dos Grupos de Pesquisa que coordenamos no Programa de Pós-Graduação da Faculdade de Psicologia da PUCRS, foi essencial na estruturação e no nascimento deste livro. Cabe também destacar a valiosa receptividade de nossos colegas de outras instituições (nacionais e internacionais), a qual muito nos estimulou e consolidou o delineamento final deste projeto editorial. Agradecemos de modo especial ao bolsista de Iniciação Científica PIBIC/CNPq, Rafael Lisboa dos Santos, pela sua dedicação e competência no apoio técnico na formatação final do manuscrito desta produção. O ambiente propício a trocas e colaboração que marca a convivência de nossos dois grupos de pesquisa possibilitou estudos, debates e reflexões críticas que resultaram em estudos teóricos aqui retratados e que, certamente, auxiliarão na for9

Livro_Psicanalise_Universidade.indb 9

01/02/12 16:21


mação de estudantes e na atuação profissional de psicólogos e colegas de áreas afins. A diversidade presente nos capítulos que compõem o livro permite reafirmar a solidez e atualidade dos aportes psicanalíticos, bem como sua vigência na proposição de explorar os mais diversos fenômenos humanos. Em todos os textos pode-se encontrar a relevância de um olhar que procura refletir com competência e propriedade sobre a temática escolhida por seus autores. A universidade, sem dúvida, é um cenário privilegiado de acolhimento para a investigação de diversos temas com a finalidade de promover e produzir conhecimento científico. Neste contexto, as inquietações geradas pelo desejo de pesquisar dos autores servem como molas propulsoras de investigações fundamentadas em uma pertinência social e clínica. As contribuições de colegas resultam em um inestimável valor e desejada qualidade de um livro o qual, além de contemplar as expertises de cada autor, desvela a relevância de um convívio respeitoso e colaborativo na produção de conhecimento entre pares. A partir deste momento o livro encontra sua razão de existir: seus leitores. Esperamos que cada um deles possa reconhecer em cada linha aqui registrada a crença de ser o cenário da pesquisa um fundamental campo de reflexão e produção de conhecimento. Desejamos uma boa leitura a todos, esperando que encontrem neste livro uma fonte de inquietação e inspiração que gere novos estudos. Mônica Medeiros Kother Macedo Blanca Susana Guevara Werlang (Organizadoras)

10

Livro_Psicanalise_Universidade.indb 10

01/02/12 16:21


SUMÁRIO 1

A Pulsão de Morte: desde Freud, a dualidade do humano ................................................................................................. 14 Nelson Asnis, Blanca Susana Guevara Werlang, Mônica Medeiros Kother Macedo e Carolina Neumann de Barros Falcão Dockhorn

2

As defesas psíquicas no período de latência............... 34 Adriana Silveira Gobbi, Mônica Medeiros Kother Macedo e Blanca Susana Guevara Werlang

3

AUTOESTIMA DE MULHERES VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA: um enfoque psicanalítico.............................................. 50 Samantha Dubugras Sá, Blanca Susana Guevara Werlang, Roberta Louzada Salvatori e Cristina Fiad Aragonez

4

INQUIETAÇÕES NO CENÁRIO CONTEMPORÂNEO: reflexões psicanalíticas sobre a masculinidade................................ 66 Fernanda Cesa Ferreira da Silva e Mônica Medeiros Kother Macedo

5

A PULSÃO E SEU PERCURSO.............................................................. 82 Márcia Inês Monteiro Steffen

6

Perversão: analisabilidade de um destino em cena.............. 92 Eurema Gallo de Moraes

7

TRIAGEM INTERVENTIVA PSICANALÍTICA: pesquisa-ação.. 110 Eliana Herzberg e Débora Chammas

8

UMA CONTRIBUIÇÃO PSICANALÍTICA SOBRE AS VICISSITUDES NAS RELAÇÕES AMOROSAS – INFIDELIDADE CONJUGAL......... 128 Michele Melo Reghelin e Silvia Pereira da Cruz Benetti

9

INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO PSICOLÓGICA INFANTIL SOB O ENFOQUE PROJETIVO.......................................... 146 Vivian Roxo Borges, Blanca Susana Guevara Werlang, Liza Fensterseifer e Bruna Nery Pormann

Livro_Psicanalise_Universidade.indb 11

01/02/12 16:21


10

Adolescência e manifestação em ato: cruzamentos entre o psiquismo e a cultura . ................................. 166 Roberta Araujo Monteiro e Mônica Medeiros Kother Macedo

11

PROJEÇÃO: o conceito, o processo e os testes projetivos............................................................................... 182 Maria Lúcia Tiellet Nunes, Rita Petrarca Teixeira e Rodrigo Luis Bispo Souza

12

PESQUISA EM PSICANÁLISE, PARA ALÉM DO CASO CLÍNICO................................................................................... 200 Denise Costa Hausen

13

DESAFIOS AO PERCURSO DO PESQUISADOR PSICANALÍTICO: reflexões a partir da pesquisa com o método bick de observação de bebês.................................. 212 Rita de Cássia Sobreira Lopes, Nara Amália Caron, Denise Steibel e Tagma Marina Schneider Donelli

14

COMPREENSÃO TEÓRICA DA AGRESSIVIDADE NA INFÂNCIA............................................................................................. 230 Renata de Rezende Lovera Tomasi, Blanca Susana Guevara Werlang e Katherine Flach

15 UMA REFLEXÃO SOBRE O CONCEITO DE VÍNCULO EM PSICANÁLISE....................................................................................... 252 Vera Regina Röhnelt Ramires 16 NEGAÇÃO NÃO PSICÓTICA DA GRAVIDEZ – ESPECIFICIDADES DE UM FENÔMENO . .......................................... 268 Thomás Gomes Gonçalves e Mônica Medeiros Kother Macedo 17 O EFEITO DA REPETIÇÃO NA ESCOLHA CONJUGAL: contribuições da psicanálise................................................................ 284 Gabriela Quadros de Lima, Blanca Susana Guevara Werlang e Laura Tomasini Potrich 18

O SUPEREGO: enigmas metapsicológicos e desafios clínicos.................................................................................... 304 Lizana Dallazen e Daniel Kupermann

Livro_Psicanalise_Universidade.indb 12

01/02/12 16:21


19

O CAMPO DAS ADIÇÕES: para pensar a subjetividade na toxicomania........................................................... 320 Carolina Neumann de Barros Falcão Dockhorn, Roberta Vial Giacobone, Mônica Medeiros Kother Macedo e Maisa dos Santos Rigoni

20

O COMPLEXO DE ÉDIPO E O USO DE TÉCNICAS PROJETIVAS............................................................................................... 336 Blanca Susana Guevara Werlang, Andréia Mello de Almeida Schneider, Katherine Flach e Flávia Bomtempo

21 COMPLEXIDADES NO CENÁRIO DE INCLUSÃO LABORAL DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA.......................................................... 350 Juliana Unis Castan, Mariana Aguilar Baldo, Thomás Gomes Gonçalves, Jorge Ondere Neto e Mônica Medeiros Kother Macedo 22

VIDA LABORAL E VIDA PSÍQUICA: tessituras na construção da história do sujeito e da cultura............................... 366 Paula Kegler, Rafael Lisboa dos Santos e Mônica Medeiros Kother Macedo

23

ADOLESCÊNCIA E LEI: conflitivas singulares.......................... 384 Lísia da Luz Refosco, Laura de Oliveira Tomasi, Clarice Moreira da Silva, José Novôa Fin e Mônica Medeiros Kother Macedo

24

Relações Objetais nas teorias de Sigmund Freud, Melanie Klein e William Ronald Dodds Fairbairn .......... 400 Blanca Susana Guevara Werlang, Virginia Graciela Wassermann, Gabriela Quadros de Lima e Márcia Keller Coronel

25

DEPRESSÃO – MAL DO SÉCULO XXI.......................................... 416 Mariana Esteves Paranhos, Blanca Susana Guevara Werlang, Francine Bossardi e Felipe Bello Dias SOBRE OS AUTORES............................................................................... 434

Livro_Psicanalise_Universidade.indb 13

01/02/12 16:21

PSICANÁLISE  

Degustação

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you