Issuu on Google+

Página 04 - 20 de julho de 2011

RIBEIRÃO PIRES

APRAESPI busca apoio estadual para inclusão de alunos A associação vem desenvolvendo um excelente trabalho, porém depende que certos entraves possam ser resolvidos mantenedora da Escola de Educação Infantil e Ensino Fundamental “Valentino Redivo”, onde atende crianças a partir de 0 anos

Reportagem

A APRAESPI – Associação de Prevenção, Atendimento Especializado e Inclusão da Pessoa com Deficiência de Ribeirão Pires - é

O secretário ouviu atentamente os pedidos da entidade e se comprometeu em tomar algumas medidas

Prefeitura abre processo de seleção de Agentes Comunitários de Saúde

Divulgação

As inscrições vão até amanhã

Os aprovados serão contratados por tempo indeterminado em regime CLT - Consolidação de Leis Trabalhistas-. O salário, referente a 40 horas semanais, será de R$ 714,00. Entre as atribuições do cargo de Agente Comunitário de Saúde estão tarefas como participar do processo de territorialização e mapeamento da área de atuação, realizar ações de atenção integral conforme a necessidade de saúde da população local, proporcionar atendimento humanizado e promover a mobilização e participação da comunidade. As vagas para Agentes Comunitários de Saúde serão distribuídas por bairros da seguinte maneira: UBS Jardim Luzo – Jardim Ribeirão Pires, Morro do Embaixador, Vila Mara, Vila Nova, Jardim São Francisco, Jardim Luzo, Vila Oásis, Vila Santo Antônio, Jardim Itapeva, Vila Érica Iara, Jardim Santana, Jardim Centenário, Vila Caiçara, Vila Amélia, Jardim Pastoril, Vila Aparecida, Vila Mara e Vila Guerda, Vila Fiorentina, Her. Luiz Roncon, Jardim Capistrano e Barro Branco. UBS Jardim Valentina – Jardim Valentina, Parque do Governador e Ponte Seca. O processo seletivo será realizado em duas etapas. O regulamento completo do processo está disponível no site da Prefeitura – www. ribeiraopires.sp.gov.br.

-; acompanhado ainda da deputada estadual Vanessa Damo (PMDB) e do vereador Saulo Benevides (PV), estiveram em visita nas dependências da APRAESPI no dia 12 de julho, a convite da diretoria da instituição, sendo recepcionados pela doutora Lair Moura Sala Malavila superintendente da APRAESPI e pelo presidente da associação, João Domingues de Oliveira Filho, acompanhados de uma equipe técnica. A visita se deu mediante a necessidade de garantir a continuidade de tais escolas, frente a discussão da universalização da inclusão das crianças com deficiências em classes das escolas da rede estadual e municipal de ensino, como acontece em Ribeirão Pires. “Somos defensores de que a educação de qualidade, escola inclusiva, é aquela que aceita as diferenças e apresente um plano educacional que garanta a aprendizagem dos alunos em suas necessidades e especificidades”, declarou Leonice Moura Polonio,

membro emérito da diretoria da entidade. Segundo Lêo, a escola especializada deve estar inserida dentro da rede estadual de ensino como escola regular especializada, oferecendo ensino em nível de educação infantil, fundamental de jovens e adultos e educação profissional básica, como qualquer outra escola. “Apesar de oferecermos estes atendimentos de qualidade no município e região, temos dificuldades em discutir ou desenvolver qualquer projeto junto com a Prefeitura nesta questão, pois tanto no governo atual como no anterior nunca nos deram espaço”, acrescentou Lêo. Desde o ano passado, por lei a educação infantil deverá ser custeada pelo município e, desde o ano passado, houveram pedidos para a que a Secretaria de Educação e Inclusão de Ribeirão Pires custeasse 22 crianças (de até cinco anos), que se encontram sem escola, porém até o atual momento, não houve qualquer resposta da secretaria.

Campanha do Agasalho chega a 20 mil peças arrecadadas e beneficia mais de mil famílias A Campanha do Agasalho, que acontece em Ribeirão Pires até o dia 26 de julho, atingiu, nesta semana, a marca de 20 mil peças arrecadadas. Até o momento, mais de mil famílias já foram beneficiadas. A proposta principal é a doação de roupas em bom estado. O lançamento da Campanha do Agasalho 2011 do Estado de São Paulo aconteceu em maio, com o slogan “Roupa boa, a gente doa” e com o apadrinhamento da apresentadora Hebe Camargo. No Município, o Fundo Social de Solidariedade de Ribeirão Pires, presidido pela Primeira-Dama, Lígia Pinheiro Volpi, é responsável pela captação, armazenamento e repasse das peças doadas. As famílias atendidas são cadastradas pela Secretaria de Pro-

moção Social e são encaminhadas para o Fundo Social pela própria secretaria. “Nosso maior desafio é fazer a triagem das doações para não repassar roupas e sapatos sem condições de uso”, disse Lígia. As doações serão distribuídas para entidades assistenciais, comunidades e famílias carentes do Município. A entrega de agasa-

Até o dia 14 de agosto, os apreciadores da gastronomia de Ribeirão Pires terão motivos a mais para visitar os restaurantes da cidade. Além de aproveitar os descontos oferecidos nos principais pratos dos 15 restaurantes participantes, durante a 2ª Mostra Gastronômica, o público poderá saborear uma das delícias produzidas pelas chocolateiras da cidade: as barrinhas de chocolate.

Por meio de parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda, todos os restaurantes participantes da mostra disponibilizarão para venda as barrinhas de chocolate das Chocolateiras. Algumas delas contêm vale prêmios. “Disponibilizar os produtos das Chocolateiras nos restaurantes da cidade é mais uma maneira de incentivar a comercialização, incrementar as vendas e, consequentemente,

lhos, em bom estado ainda pode ser feita na sede do Fundo Social e nas caixas de coleta da campanha, localizadas em diversos locais, como o comércio em geral. O Fundo Social está localizado na Rua Capitão José Galo, 358 – Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 4824-8236. Divulgação

A Prefeitura de Ribeirão Pires, por meio da Secretaria de Saúde e Higiene, abre mais um processo seletivo para a contratação de Agentes Comunitários de Saúde, que atuarão nas Unidades de Saúde da Família do Jardim Luzo e Jardim Valentina. Os interessados deverão se inscrever na unidade em que pretendem atuar até o próximo dia 21, quinta-feira, das 7h às 16h. No ato da inscrição é necessário apresentar o comprovante de residência, RG e CPF. O candidato deve residir há pelo menos dois anos na área onde irá atuar. Para participar do processo seletivo, o interessado deve ter idade superior a 18 anos e ensino fundamental completo. Não será cobrada taxa de inscrição.

ao trabalhar desde a educação infantil e o ensino fundamental, e do COPAR – Centro Ocupacional Profissionalizante “Adélia Redivo” - onde atende jovens e adultos em ensino fundamental e educação profissional básica (com cursos de marcenaria, horticultura e jardinagem, coletador de sementes e árvores nativas, artes em madeira, tecelagem, cozinha, recepcionista e informática), com ótimo índice de encaminhados ao mercado de trabalho. Estas escolas são reconhecidas e supervisionadas pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo através da Diretoria de Ensino de Mauá. Pelos serviços de educação e qualidade prestados ao município e região é que o secretário de Educação do Estado de São Paulo, professor Herman Voorwald, junto com a equipe técnica da secretaria, a senhora Dione, responsável pelos convênios e Maria Elizabete da Costa, diretora do CAPE - Centro de Apoio Pedagógico Especializado

A campanha continua até o dia 26. As peças a serem doadas devem estar limpas e em bom estado

Produtos das Chocolateiras são atrativos da 2ª Mostra Gastronômica de Ribeirão Pires

o lucro dessas empreendedoras”, explica o secretário Marcelo Menato. O período de duração da 2ª Mostra Gastronômica, promovida pelo Clube Gastronômico da cidade, vai coincidir com o do 7º Festival do Chocolate, maior evento gastronômico e cultural da região promovido pela Prefeitura. Nesse ano, o Festival acontecerá de 29 de julho a 14 de agosto, no Complexo Ayrton Senna.


Jornal ACONTECEW ABC edição #8