Page 69

sor, delegando as tarefas e responsabilidades a pessoas realmente convertidas, dizimistas fiéis e capazes. Conclusão: Em todo o serviço pastoral, o ministro nunca se deve julgar um super-homem, capaz de realizar tudo sozinho. Deve, pelo contrário, habituar-se a delegar tarefas e responsabilidades a seus cooperadores. 0 pastor deve ter em mente sempre a posição assumida pelos apóstolos: "E, quanto a nós, nos consagraremos à oração e ao ministério da Palavra" (At 6.4).

73

Teologia pastoral  
Teologia pastoral  
Advertisement