Page 103

c) Ter cuidado para não deixar dívidas pessoais, con tratos não cumpridos, e outras pendências que poderiam comprometer seu bom testemunho. d) Não exigir indenizações sob qualquer pretexto. A igreja não é empresa, nem o ministério profissão. Ao pastor que assume uma nova igreja recomendamos trabalhar como se tivesse de prestar contas ao Mestre na próxima semana, e ainda: a) Não falar mal e nem desfazer o trabalho de seu an tecessor (Pv 16.5). b) Primeiro, observar atentamente as atividades e costumes da igreja, para depois efetuar mudanças. Mu danças bruscas e sem saber o que está fazendo poderão tra zer graves consequências (Pv 13.16). c) Procurar conhecer seus novos companheiros de tra balho. Ter cuidado com aqueles que querem aparecer de qualquer maneira, nem que seja falando mal dos outros. Concluímos este tópico dizendo que a igreja não é uma herança ou propriedade de pastores. A igreja é do Senhor e os pastores são servos que devem sempre estar dispostos a mudar, porém no tempo. O uso da expressão "minha igreja" como mera identificação não tem nenhum mal, mas o seu uso, como se realmente a igreja fosse nossa é uma afronta ao Senhor Jesus Cristo (Ef 5.24-26; Rm 16.16).

112

Teologia pastoral  
Teologia pastoral  
Advertisement