Issuu on Google+

ANO VIII - Nº 148 - BRASÍLIA - DF - 14 A 20 DE FEVEREIRO DE 2011

E MAIS

MELHORIAS NO TRANSPORTE

O diretor do DFTrans, Marco Antônio Campanella (foto), reuniuse recentemente com os administradores regionais Professor Garibel (Paranoá) e Gesiel da Silva (Itapoã). Gestores apresentaram uma série de reivindicações para as suas cidades. Eles querem melhorias no sistema de transporte coletivo. PÁG.5

INTELIGÊNCIA NA SEGURANÇA DO DF Com um reforço de 100 carros e seis ônibus, sendo um Comando Geral Móvel e cinco centrais móveis para a Polícia Militar do Distrito Federal, o governo Agnelo Queiroz iniciou, no último dia 16, o Programa de Policiamento Inteligente. O objetivo é combater situações de crise e dar retaguarda de segurança para a Copa das Confederações (2013) e Copa do Mundo (2014). Página 6

EM DEFESA DO SOCIAL

No último dia 14, o deputado Itamar Barreto (DEM) tomou posse na Assembleia Legislativa de Goiás. Ele pretende dar sequência ao seu trabalho social, lutando pela igualdade de recursos e oportunidades para a população do nordeste e norte de Goiás. PÁG.7

AMPLIAÇÃO

DAS CICLOVIAS AINDA PRECISA DE DINHEIRO No Distrito Federal, o espaço é restrito para os que escolhem se locomover por meio de bicilcetas. Atualmente, as áreas existentes não têm sequer 10% dos espaços com ciclovias. Seria necessária a construção de 580 quilômetros de ciclovias para atender à demanda. As ciclovias são de responsabilidades do Departamento de Estradas e Rodagem (DER). Página 8

HOMEM FORTE DO ORÇAMENTO NA CÂMARA

MEMÓRIAS DE

UM DESBRAVADOR O mineiro João Batista de Farias, 70 anos, faz parte da história do Paranoá e acompanhou os primeiros anos de Brasília. Ele já fez um pouco de tudo. De feirante, açougueiro, até a sua maior façanha: durante onze anos, dedicou-se à recuperação do Parque Vivencial. Venceu o desafio. PÁG.6

SERVIÇOS PÚBLICOS E MUITAS ATRAÇÕES

No dia 12, a Subsecretaria de Segurança Comunitária esteve em Itapoã desenvolvendo o projeto "Segurança Comunitária em Ação". As atividades aconteceram ao lado do Restaurante Comunitário. Página 4

PREPARANDO A PM PARA OS

NOVOS TEMPOS

Governador Agnelo anunciou ações operacionais em curto, médio e longo prazo para a Polícia Militar. Página 3

O deputado distrital Agaciel Maia (PTC) é novo presidente da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (Ceof) da Câmara Legislativa. O parlamentar vai liderar uma das mais importantes e estratégicas comissões da Casa. Uma das atribuições da presidência e demais componentes é a análise da viabilidade de propostas que envolvam recursos financeiros e o orçamento do Distrito Federal. Página 3

ACESSE O NOSSO SITE FIQUE POR DENTRO DE TUDO O QUE ACONTECE NO DF E ENTORNO www.jornaldascidadesdf.com.br

ENVIE SUA SUGESTÃO DE PAUTA PARA: JORNALDASCIDADESDF@GMAIL.COM


OPINIÃO

BRASÍLIA - DF, 14 A 20 DE FEVEREIRO DE 2011

E DITORIAL

Frase da Semana

CONHECIMENTO E PERSPICÁCIA Após três semanas de especulações, disputas internas e quedas de braço não oficialmente admitidas, finalmente, na tarde da última terça-feira (14), a Câmara Legislativa elegeu presidentes e vices das nove comissões permanentes, além do corregedor e ouvidor. As votações foram todas por unanimidade graças a um difícil acordo costurado nos últimos dias. Os eleitos assumiram uma responsabilidade de lidar com temas ácidos e que exigem conhecimento e perspicácia. E a comissão não pode ficar apenas restrita à ação do presidente: o vice e os demais componentes terão de falar o mesmo idioma, além, é claro, do papel fundamental do relator das matérias. O eleitor espera que os parlamentares trabalhem com afinco porque precisam dar resposta efetiva à confiança depositada nas urnas. Alguns deputados saíram vitoriosos na disputa das comissões, outros nem tanto, mas o que deve prevalecer, acima dos interesses pessoais e ideológicos, é a preocupação com a coisa pública. Existem comissões consideradas estratégicas e que devem chamar para si as atenções. No caso da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), o deputado Chico Leite (PT) e o vice Wellington Luiz (PSC) terão de apreciar as matérias que tramitam na Casa Legislativa sob os aspectos constitucional, legal e jurídico. Chico não se fez de rogado e já defendeu seu primeiro projeto: a CCJ quer disciplinar a escolha dos relatores das propostas nas comissões permanentes. A intenção do deputado é acabar com uma espécie de casuísmo no Legislativo, por meio do qual os relatores eram aqueles que caíam nas graças do presidente da comissão. A escolha passaria por um sorteio, evitando-se favoritismo de um determinado nome. Espera-se a aquiescência dos distritais quanto projeto de Chico. Outra comissão estratégica é a de Economia, Orçamento e Finanças (Ceof), presidida pelo deputado Agaciel Maia (PTC), tendo como vice Claudio Abrantes (PPS). Agaciel e Abrantes terão de unir os esforços porque a tarefa é deveras complexa: caberá à Ceof analisar e aprovar todos os projetos de caráter financeiro do governo Agnelo. Sobretudo aquelas consideradas "antipáticas" como eventuais correções em tributos ou corte de investimentos, serão os desafios da dupla. Agaciel sabe que precisará de diplomacia e argumentos sólidos do ponto de vista econômico-orçamentário para justificar a aprovação de matérias que entrem em rota de colisão com os interesses dos não-alinhados ao governo. Mas o parlamentar possui experiência e tino político para contornar situações que podem colocar em xeque a lisura do processo conduzido pela comissão. Outra comissão que irá requerer tato de muita sensibilidade política é a de Educação e Saúde, comandada por Washington Mesquita (PSDB) e Eliana Pedrosa (DEM), respectivamente presidente e vice. Em plenário, Washington reconheceu o desafio que terá pela frente, "tendo em vista a situação da educação e da saúde na capital do País". Tucano e democrata devem fazer um trabalho voltado aos interesses dos principais usuários dessas duas importantes áreas no DF. Via de regra, aquele que sofre na fila de espera num hospital de condições precárias é muitas vezes o mesmo personagem que estuda em escolas em péssimo estado de conservação, à mercê do banditismo. Washington e Eliana, eis o abacaxi!

A

RTIGO

A CIDADE É LUGAR DE TODOS NÓS

Por Sérgio Santos Nas últimas edições deste jornal foram lidas notícias a respeito de todas as mazelas que estão acontecem nas cidades do Paranoá e Itapoã, dentre outras, lixo jogado em qualquer lugar, lugares esquecidos pelo poder público e a total falta de civilidade por parte de alguns nas regiões citadas acima. Tais desordens, com certeza, têm reflexo em nossas vidas e, principalmente, na segurança de nossas comunidades, pois são combustíveis que geram o crime e a violência. Vejamos por exemplo o caso da Feira Permanente. É um lugar onde os feirantes e freqüentadores não conseguem se locomover. O lixo está em toda parte, as barracas são verdadeiras armadilhas, pois muitas estão em péssimo estado de conservação, com isso colocando em risco os que trabalham e freqüentam o lugar. Outro exemplo é a Avenida Comercial. O sistema nervoso da comunidade também passa por problemas de desordens. Não temos estacionamentos suficientes, caminhões de entrega descarregam e carregam em qualquer lugar e horário, atrapalhando o trânsito. Há imundície em todos os lugares, os comerciantes enchem as calçadas com suas mercadorias, dificultando a passagem dos pedestres. A visualização da polícia está prejudicada porque ela não consegue ver o que acontece dentro do estabelecimento comercial. Além disso, há um exagero nas placas de propagandas existentes, não há consciência por parte dos freqüentadores em respeitar as vagas para idosos e portadores de necessidades especiais, sem contar os malditos carros de som que tanto agridem a saúde do nosso "shopping". E mais: bares abertos até alta madrugada, ou seja, as desordens estão estaladas em nossa avenida e, com isso, se criam condições favoráveis para que marginais se valham das mesmas táticas para praticarem delitos aumentando, assim, os crimes e a violência. Um estudioso norte-americano chamado Rosenbaum, sustenta que: "Quando o bairro se degrada e as desordens emergem, há um recado claro para os infratores em potencial - 'Aqui você poderá agir', e também há uma mensagem para outras pessoas 'aqui vocês poderão ser vítimas'". Então violência, crime e desordens estão claramente relacionados. As desordens não são problemas leves e, se não forem resolvidas, evoluem para problemas mais graves, pois passam uma mensagem de estímulo aos infratores a persistirem em ações ilegais, gerando com isso os problemas já citados anteriormente. Portanto, já se passou da hora de se colocar ordem nas desordens que estão em toda nossa cidade. A começar pelo coração da mesma, a Avenida Comercial. É de extrema importância que os poderes públicos, junto com a comunidade, possam encontrar soluções para os problemas, enfrentados de forma firme, justa, sem medo e conscientes de que é necessário resolvê-los o mais depressa possível, sem ter a preocupação com "A" e nem com "B". Como diz um velho pensador: "Um bom líder não dá aquilo que as pessoas querem, mas o que elas necessitam". E, nesse momento, nossa cidade precisa de legalidade, disciplina e correção de atitudes. Assim, estaremos contribuindo para ter espaços onde possamos viver com mais segurança, tranqüilidade, com melhor qualidade de vida. Respeitando a cidade, estaremos nos respeitando também. *Sergio Santos é policial militar, lotado no 20º Batalhão da PM do Paranoá

Ainda não vi ninguém que ame a virtude tanto quanto ama a beleza do corpo. Confúcio

POR ODIRLEI RIBEIRO

COMUNICADO I

O assessor de Comunicação Social da Administração Regional do Paranoá, Dionísio Neto, enviou comunicado à redação do Jornal das Cidades esclarecendo os motivos pelos quais o site da administração ainda não foi utilizado. Segundo o assessor, "isso acontece por que ninguém da atual equipe tem, ainda, acesso à parte administrativa do site. Existe na empresa que administra o portal uma fila de espera das administrações para receber o treinamento e a senha de acesso.

COMUNICADO II

"Nesta fila, a Administração do Paranoá é uma das primeiras", disse Dionísio, Em relação a outras cidades-satélites que mantém as páginas atualizadas, Dionísio o assessor explica que suas administrações possuem servidores de carreira, mantidos da gestão passada, que tinham acesso às atualizações. "Para compensar a carência de informações causada pela desatualização do site, a Administração Regional distribuiu 15 mil informativos em todas as casas da cidade e no comércio, com informações de fatos que aconteceram ao longo do mês de janeiro". O assessor ressalta, ainda, que a Administração de Paranoá é a única, até agora, que disponibilizou material impresso sobre suas ações à comunidade. Segundo Dionísio, em breve o site estará atualizado.

FESTA DE MOMO

Diferente de outros anos, Paranoá terá seus três dias de carnaval. Quem garante isso é o novo padrinho político da cidade, o deputado distrital Patrício, presidente da Câmara Legislativa. Segundo o administrador, professor Garibel, a maioria das bandas que vão animar a festa é de Paranoá. De acordo com nosso "Agente Querubim", que empreendeu essa investigação, os recursos para fazer a folia já estão liberados. Como esse colunista já afirmou nesse espaço, vale lembrar que de festa o professoradministrador entende.

VIA CRÚCIS I

VIRA NOTÍCIA

Segundo apurou esta coluna, o líder comunitário Pedro Barbudo foi candidato a deputado distrital nas eleições de 2010 e conseguiu 1.332 votos. Mesmo com uma boa votação, até agora não foi chamado para compor o governo e está na expectativa de uma possível convocação. Para quem não se lembra, Barbudo fez parte da coligação Novo Caminho.

MESMO

Pode até parecer coincidência, mas, toda vez que a equipe do Jornal das Cidades faz alguma denúncia referente à região do Paranoá e Itapoá, o fato vira notícia nos grandes veículos de imprensa do DF. O fenômeno já foi constatado várias vezes. Um exemplo claro foi uma matéria que publicamos com exclusividade na edição passada sobre alguns problemas do Itapoã. Entre eles, estava a horta comunitária completamente abandona. Nesta quinta-feira (17) o tema foi matéria do programa Balanço Geral da Rede Record. Então, administradores muita atenção: ser manchete na mídia local para ser manchete na mídia de Brasília, o pulo é curto.

AGNELO ABRE

ANO LETIVO

VIA CRÚCIS II

Os votos de Pedro Barbudo ajudaram a eleger o então candidato Agnelo Queiroz. Inclusive, Barbudo colocou sua equipe na rua a serviço do petista no segundo turno e, de quebra, contribuiu para a eleição do deputado federal e secretário de Obras Luiz Carlos Pitiman (PMDB). Será que se esqueceram de Pedro Barbudo? Como ele já fez o papel de Jesus Cristo na via-sacra do Paranoá, ele deve passar por essa via crúcis da política.

I

No último dia 10, o governador Agnelo Queiroz abriu o ano letivo da turma do 5º ano do ensino fundamental da Escola Classe 05, no Paranoá. Durante a aula inaugural, ele conversou com os alunos sobre temas como combate às drogas, formas de evitar a dengue, limpeza urbana e ensino integral.

AGNELO ABRE ANO LETIVO II

Na ocasião, disse Agnelo: "Essa turma é muito participativa e está de parabéns. Vocês têm condições totais de melhorar a escola e também a comunidade". Ele explicou que a EC 05 foi escolhida para receber a aula de boas-vindas porque foi a primeira das 305 escolas atendidas pelo programa Escola Arrumada, que vai continuar ao longo do ano, em outras unidades.

FORMAÇÃO DE EQUIPE

Depois do Bibelô, Papai Smurf, Tio Patinhas, aos poucos a equipe do Garibel vai se compondo. A mais nova aquisição é seu "Pitbull Filósofo". Esse novo personagem da Administração do Paranoá gosta de se comunicar por meio de parábolas sem graças e discursos ocos. Mas segundo nosso "Agente Querubim", o nosso personagem foi "amansado". Que assim seja! A caneta deste lado está bem afiada!

FÓRUM

Depois de ouvir vários apelos de moradores que não agüentavam mais tanta sujeira na praça da Quadra 30, O diretor do Serviço de Limpeza do Paranoá, "Domingos do SLU", tratou de arregaçar as mangas e dar um trato na praça e deixar o local um brinco. Segundo o diretor, depois da faxina geral, agora o desafio é manter as praças e a cidade limpas. Vale lembra que a sujeira foi denunciada por esta coluna na edição anterior do Jornal das Cidades. Parabéns ao diretor do SLU local que ouviu as reivindicações dos moradores.

CHARADA DA SEMANA

SERÁ

ENFIM, A PRAÇA FOI LIMPA

LEITOR

FIEL

Morador da Fazendinha, em Itapoã, José Anchieta é uma das lideranças políticas que tem acompanhado atentamente as manchetes do nosso jornal. Anchieta é leitor fiel. Em sua opinião, o Jornal das Cidades é um veículo que tem cobrado das autoridades melhorias para resolver os problemas locais. E desempenham um papel de suma importância para a sociedade, em especial as cidades do Paranoá e Itapoã. Esta coluna agradece ao nosso leitor de todas as horas.

EM ITAPOÃ

A promessa é começar a obra em fevereiro e concluir ainda este ano. O TJ avalia que o fórum aumenta a presença do Estado e pode ajudar a reduzir a marginalidade na região. O Tribunal de Justiça do Distrito Federal vai construir um fórum no Itapoã. A promessa é começar a obra já no mês que vem e concluir ainda em 2011. O TJ avalia que o fórum aumenta a presença do Estado e ajuda a reduzir a marginalidade no Itapoã, que começou com uma invasão e hoje tem quase 100 mil habitantes.

QUE VAI?

Em uma reunião na última terça-feira (15), os feirantes se reuniram junto com a Associação dos Feirantes e decidiram que querem a construção de uma nova feira. Vão levar a proposta para as autoridades competentes. Vale lembrar que, após ler a matéria que foi publicada no JC a respeito do assunto, o deputado Agaciel Maia, presidente da Comiss��o de Orçamento, prometeu indicar uma emenda parlamentar para a construção da feira. Feirantes, cruzem os dedos e muita "Arnica Benzida".

Nos dias de hoje, ser inteligente não basta, mas, nas rodas da política local ser "Eu, o Gênio" é sinal de bem politicamente articular. Na arte da política, não basta ser professor, um bom pastor ou com as palavras e as letras saber lidar- o ideal dessa história é ser "Eu, o Gênio". No xadrez político, a matemática não é uma ciência exata. Ser "Eu, o Gênio" é a solução. Então fica o recado. Quando o problema não tiver solução, lembrem-se: cada um tem "Eu, o Gênio" dentro de si. Não se esqueçam!

A coluna está aberta a sugestões de pauta, reclamações, críticas, informações, colaborações. Basta entrar em contato através do e-mail: jornaldascidadesdf@gmail.com e também pelo fone (61) 33695066 (fotos também serão aceitas). As colaborações devem conter nome completo, contato e RG. O leitor que desejar falar direto com o colunista pode enviar e-mail para jornaldascidadesdf@gmail.com.

E

X

P

E

D

Esta é uma publicação da: Media One Comunicação e Editora Ltda CNPJ: 04.676.116/0001-04 - Inscrição Estadual: 07.426.563/001-40 Diretor Presidente: José Rodrigues Alves Diretor Financeiro: José Luiz de Brito Jornalista Responsável: Emílio de Faria - DRT 239.723-72 nº 9728 Editor-executivo: Carlos Alberto Pacheco - MTB nº 14.652-SP Repórter: Odirlei Ribeiro Colaboradores: Agnaldo Nunes da Silva, Maria das Graças Silva Pinto Assessoria Jurídica: Dr. Marcondes Paiva - (61) 8407-1986 Diretora de marketing: Élita Lima (61) 8485-9692 - 3369-4480 Representante Comercial nas Prefeituras: Marina Durães (62) 9916-2561 Administração, Redação e Publicidade: Av. Comercial - Quadra 31 -

AS OPINIÕES EMITIDAS NOS ARTIGOS E NAS MATÉRIAS ASSINADAS NÃO EXPRESSAM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO JORNAL. É PERMITIDA A REPRODUÇÃO DAS MATÉRIAS PUBLICADAS DESDE QUE A FONTE SEJA CITADA.

I

E

N

T

E

Conjunto 23 - Lote 4 - Sala 201 - Paranoá - Brasília-DF - CEP: 71573.100 Telefones: (61) 3369-5066 - (61) 8443-7138 - 3369-4480 Fotolito e Impressão: F. Câmara Gráfica ! Circulação da Edição Impressa: Paranoá, Itapoã, Bairro Alto Colorado, Sobradinho, Planaltina, Varjão, São Sebastião, Jardim Botânico, Lago Sul, Lago Norte, Asa Norte, Asa Sul, Cruzeiro, Guará, Sudoeste, Sia, Câmara Federal e Legislativa, Senado Federal, Ministérios, Autarquias do Governo Federal, Secretarias do GDF. ! Prefeituras Municipais do Goiás: Alvorado do Norte, Simolândia, Buritinópolis, Mambaí, Damianópolis, Posse,, São Domingos, Divinópolis,Jaciara, Nova Roma, Campos Belos, Monte Alegre, Terezina de Goiás, Cavalcante,São João D’Aliança, Alto Paraíso, Água Fria, Águas Lindas, Padre Bernardo, Cocalzinho, Corumbá, Pirinópolis, Valparaizo, Novo Gama, Cidade Ocidental, Luziânia, Cristalina. ! Prefeituras Municipais de Minas Gerais: Cabeceira Grande, Unaí, Paracatu, Arinos, Buritis de Minas.

ENVIE SUAS CRÍTICAS, SUGESTÕES, OPINIÕES, DENÚNCIAS, CARTAS E ARTIGOS , PARA OS NOSSOS ENDEREÇOS ELETRÔNICOS. jornaldascidadesdf@gmail.com imprensajornaldascidadesdf@gmail.com

V ISITE O NOSSO SITE www.jornaldascidadesdf.com.br E FIQUE ATUALIZADO E-mail: jornaldascidades@gmail.com


POLÍTICA

BRASÍLIA - DF, 14 A 20 DE FEVEREIRO DE 2011

PALANQUE

L EGISLATIVO

A GACIEL

COMANDARÁ COMISSÃO ESTRATÉGICA

Parlamentar será responsável pelas análises de propostas que envolvam recursos financeiros, além de propor emendas ao Orçamento do DF

Por Odirlei Ribeiro O deputado distrital Agaciel Maia (PTC) presidirá a Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (Ceof) da Câmara Legislativa. O distrital vai liderar uma das mais importantes comissões da Casa. Uma das atribuições da presidência e demais componentes é a análise da viabilidade de propostas que envolvam recursos financeiros e o orçamento do Distrito Federal. A reportagem do Jornal das Cidades ouviu o distrital Agaciel que revelou a sua disposição de respeitar a realidade orçamentária do DF. O deputado já apresentou oito projetos e encaminhou 32 indicações. Um desses projetos que ele vai lutar para ser aprovado é o Menor Aprendiz, uma de suas bandeiras de campanha. Segundo o deputado, essa proposta consiste em contratar cerca de 100 mil jovens que vão praticar esportes e ter uma profissão após o horário escolar. Depois de ler uma reportagem publicada nas edições 146 e 147 do JC, o parlamentar recebeu o presidente da Associação dos Feirantes do Paranoá, Raimundo Alves de Carvalho. Na reunião, o deputado afirmou que vai indicar recursos, segundo a planilha orçamentária da comissão. Com isso, o Executivo destinará verbas para a construção da feira do Paranoá. "Essa tem de ser uma das obras prioritárias para a cidade do Paranoá. É mais do que justo indicar os recursos necessários, garantindo aos

FOTO: MÁRCIO LENZA

Por J. Rodrigues

CAUSA POLÊMICA

O senador Cristovam Buarque (PT) é autor do projeto de lei nº 480, de 2007, determina a obrigatoriedade de os agentes públicos eleitos matricularem seus filhos e demais dependentes em escolas públicas até 2014. Trocando em miúdos: se um projeto como esse é aprovado, vereadores, prefeitos, deputados e até governadores e senadores vão ser obrigados a colocar seus filhos na rede oficial de ensino. O pro-

I

jeto está parado desde 2009 na Comissão de Constituição e Justiça do Senado.

CAUSA POLÊMICA

Segundo algumas fontes ligadas à educação pública, se a iniciativa de Cristovam for bemsucedida, as consequências seriam as melhores possíveis. "Quando os políticos se virem

CONSTRUIR

II

obrigados a colocar seus filhos na escola pública, a qualidade do ensino no País melhorará", apostam os defensores confessos da proposta. Não percam os próximos capítulos...

UM NOVO

DF

O líder do Governo, deputado Wasny de Roure (PT) defende uma aproximação do governo com os parlamentares "que abracem o desejo de construir uma nova cidade". O distrital disse que é esse compromisso que deve nortear os distritais que integram a base de governo. E promete lutar para concretizar esse objetivo

Deputado comandará comissão que terá a incumbência de emitir parecer sobre a LDO moradores uma feira decente," gem, o administrador do Pa- co-financeiro, a comissão preranoá, Garibel, é um dos favo- sidida por Agaciel tem a infrisou Agaciel Maia. Para o representante dos ráveis à destinação de verba or- cumbência de emitir parecer feirantes, esse é o momen- çamentária para a construção sobre a Lei de Diretrizes Orto do poder público resolver da Feira Permanente. Uma vez çamentárias (LDO) além de esse problema que se arras- perguntado sobre o assunto, o analisar e apresentar emendas ta há mais de 13 anos. "Es- administrador acha positiva a ao Orçamento do DF. Comperamos que dessa vez esse união de forças, pois ajudaria põem a comissão, além do preprojeto de construção da fei- na boa governabilidade e, con- sidente, o vice, deputado ra saia do papel porque essa seqüentemente, um progres- Cláudio Abrantes (PPS) e os questão foi promessa de so para os moradores da re- demais integrantes - deputacampanha do governador Ag- gião do Paranoá e Itapoã. dos Benedito Domingos (PP), Além de analisar as matéri- Eliana Pedrosa (DEM) e Wasnelo", destacou Raimundo. Segundo apurou a reporta- as do ponto de vista econômi- ny de Roure (PT).

FOTO: ROBERTO BARROSO

Agnelo Queiroz: Polícia Militar precisa estar preparada para os novos tempos que virão

SEGURANÇA EM TEMPO REAL nossa intenção de aumentar o efetivo, instalar câmeras nas cidades e ter a participação da sociedade nas decisões do governo”, disse o governador Agnelo Queiroz. Um das ações estratégicas diz respeito ao sistema de informação da corporação. Serão adquiridos softwares que auxiliarão, por exemplo, na análise criminal e permitirão mapear as zonas de criminalidade de acordo com os níveis de risco. Por meio dele, as informações colhidas no policiamento de rua serão registradas no sistema e, ao final de 15 ou 30 dias, a PM poderá direcionar sua equipe de acordo com a necessidade e potencializar o desempenho da ação policial preventiva. “Dessa forma, PM poderá analisar a migração da criminalidade em tempo real e mudar, quando

necessário, a locação das equipes de acordo com a demanda”, explicou o sub-comandante geral da Polícia Militar do DF, Suamy Santana da Silva. O policiamento comunitário também está entre as metas. Serão adquiridas bases móveis, do tipo vans, que terão apoio de motocicletas e viaturas, além de monitoramento de câmeras. A ideia é que o policial esteja efetivamente nas ruas. Ao contrário do que ocorre hoje, quem ficará na base será um motorista, para que o PM possa ter o contato direto com a comunidade e o comércio local. E poderá servir, ainda, para a realização de outros serviços, como a emissão de carteira de identidade. Outra ação já em andamento diz respeito ao atendimento turístico, já pensando na Copa do Mundo.

P UXADINHOS DO SENADO

GABINETES DE GIM ARGELLO E RENAN CALHEIROS PRECISAM DE MAIS “ESPAÇO” O Jornal Nacional divulgou um tema que foi objeto de matéria de um jornal de grande circulação em Brasília e o assunto tomou proporções épicas. Em Brasília, gabinetes dos senadores Gim Argello (PTB) e Renan Calheiros (PMDB) avançaram sobre a área reservada para a saída emergência. Os puxadinhos estavam simplesmente bloqueando a passagem no prédio do Congresso. Os gabinetes tomaram de assalto a das passarelas que ligam os prédios do Senado e da Câmara Federal, no 14°, 15° e 16° andares. Até então, as pas-

PROJETO

PROJETO

A ÇÃO GOVERNAMENTAL

A Polícia Militar do Distrito Federal traçou 212 ações, entre administrativas e operacionais, que serão cumpridas a curto, médio e longo prazo. As metas foram definidas com base na previsão dos impactos sofridos pela segurança pública do Distrito Federal até 2022, levando-se em consideração as mudanças nos cenários econômicos e sociais, tais como crescimento populacional, aumento do número de veículos e elevação do PIB. “Trata-se de um processo eficiente a fim de preparar a Polícia Militar do DF para os novos contextos de mudanças que virão. O governo apóia inteiramente o plano estratégico já que ele vai atuar na prevenção e redução da criminalidade, no direitos humanos e na participação comunitária, além de ir de encontro com

CAPITAL

sarelas não se serviam ao objetivo para o qual foi concebido, ou seja, de servir de rota de fuga em caso de incêndio. Na segunda-feira, 14, os puxadinhos começaram a ser desmontados. O senador Argello transformou a área numa sala de estar com vista privilegiada. A passarela também era extensão do gabinete do senador Renan. O setor de pagamentos do Senado se instalou no 16° andar e deve sair do local nesta sexta-feira, dia 18. O problema existe desde o início dessa década. Ao longo

de 2010, a Câmara enviou para a Secretaria de Patrimônio do Senado cinco pedidos para a liberação das passarelas. A passagem livre se torna indispensável porque os prédios não têm escada de emergência externa. A assessoria de Renan disse que o senador mandou desmontar o gabinete quando soube do problema e fontes de Argello disseram que não haviam obras na saída de emergência e que os móveis foram retirados. O Senado não sabe quem autorizou a invasão. Ninguém sabe, ninguém viu.

CÂMARA

APROVA SALÁRIO MÍNIMO DE R$ 545 Na noite de quarta-feira, 16, a Câmara Federal aprovou o projeto de lei do Poder Executivo que reajusta o salário mínimo para R$ 545 e estabelece as diretrizes para a política de valorização do salário mínimo a vigorar entre 2012 e 2015. Foram mais de dez horas de discussões e negociações no plenário da Câmara. O relator da matéria, deputado Vicentinho (PTSP), rejeitou a maioria das emendas apresentadas ao projeto. Com a conclusão da votação, o projeto segue agora para apreciação e votação do Senado Federal. Um dos pontos polêmicos da matéria era o artigo 3º que estabelece que os reajustes e aumentos fixados pela futura lei a vigorar entre 2012 e 2015 serão estabelecidos pelo Poder Executivo por meio de decreto. Para atender os questionamentos de muitos deputados, o relator alterou o texto original do governo para deixar claro que o decreto que definirá o valor do mínimo não vai infringir as regras para o reajuste do salário mínimo que forem aprovadas pelo Congresso Nacional. Outra mudança feita pelo relator Vicentinho, acatando emenda do PP, foi em relação ao artigo 5º, que estabelece que o Poder Executivo constituirá grupo interministerial encarregado de definir e implementar a sistemática de monitoramento e avaliação da política de valorização do salário mínimo. Pelo projeto, o reajuste do salário mínimo entrará em vigor no primeiro dia do mês subsequente à data de sanção da nova lei pela presidenta Dilma Rousseff. Durante as votações dos destaques, os deputados rejeitaram, em votações nominais, um do PSDB, que pretendiam elevar o mínimo para R$ 600, e outro do DEM, que elevava o valor do mínimo para R$ 560. Os deputados rejeitaram também o destaque do PPS que pretendia alterar a redação do artigo 3º do projeto para que os reajustes e os aumentos do salário mínimo, a vigorar entre 2012 e 2015, sejam estabelecidos pelo Executivo por meio de projeto de lei a ser encaminhado ao Congresso Nacional e não por decreto como prevê o texto.

GOVERNO

NOMEIA PROFESSORES

FILLIPPELLI

REÚNE-SE NO

Enfim, chegou o ato tão esperado. No dia 7, o GDF nomeou 52 professores para a rede pública de ensino. Os candidatos foram aprovados por meio de concurso público realizado em 19 de setembro passado. O contingente vai completar o quadro dos 400 profissionais que vão exercer o cargo na educação básica. Serão precisos ruidosos protestos para o governo convocar os docentes?

CRECI-DF

O vice-governador do DF, Tadeu Filippelli (PMDB), esteve reunido recentemente com o presidente do Creci-DF, Hermes Alcântara, e recebeu a "Carta Aberta do Fórum do Mercado Imobiliário - Desafios e Oportunidades para 2014", subscrita pelas principais entidades do setor imobiliário. "A iniciativa do Creci em realizar e divulgar este Fórum mostra a preocupação com o desenvolvimento de Brasília", afirmou

CELINA

A deputada distrital Celina Leão (PMN) recolheu 17 assinaturas para a criação da CPI da Saúde. A ideia da parlamentar é que a Casa se empenhe para investigar a Saúde do DF. "É preciso uma CPI da Saúde urgente. A área

QUER

CPI

está um caos e há indícios de irregularidades na gestão da pasta", destacou a distrital. O pedido de instalação da comissão é assinado por ela e pela deputada Liliane Roriz (PRTB) e deve focar os trabalhos no período de 2007 a 2011.

PARA A SAÚDE

I

CELINA

QUER

CPI

PARA A SAÚDE

II

Nesse início de mandato, Celina tem feito oposição ao governo, especialmente nas áreas da educação e saúde. "Quero que seja apurado tudo e qualquer irregularidade, podemos estender as investigações aos governos anteriores, inclusive. Não é uma CPI para perseguir governo A ou B, mas checagens cautelosas para des-

VITÓRIA

DE

cobrir quem foi ou quem são os responsáveis por deixar a Saúde do DF como ela está", destacou. Com a Comissão da Saúde devidamente instalada, cujo presidente é o deputado tucano Washington Mesquita, a ideia da CPI pode ganhar força. Mas existe o risco dessa investigação virar um “caça às bruxas”.

AGACIEL MAIA

Após intensas negociações e quedas de braço, finalmente, os deputados distritais chegaram a um acordo para a presidência das comissões permanentes da Câmara Legislativa. Agaciel Maia (foto), do PTC, ficou com a cobiçada Comissão de Economia, Orçamento e Finanças. Wellington Luiz (PSC) assumirá a Corregedoria, enquanto Evandro Garla (PRB) será o titular da Ouvidoria.

FOTO: CARLOS GANDRA (CLDF)


CIDADES

BRASÍLIA - DF, 14 A 20 DE FEVEREIRO DE 2011

A ÇÃO COMUNITÁRIA

QUANDO A SEGURANÇA

I

MPOSTO FOTO: J. RODRIGUES

ESTÁ PRÓXIMA DO CIDADÃO Projeto ofereceu à população serviços públicos, atrações musicais e apresentação de teatro. Organizadores ficaram satisfeitos com o resultado Por Odirlei Ribeiro No último sábado (12), a Subsecretaria de Segurança Comunitária esteve na cidade de Itapoã desenvolvendo o projeto "Segurança Comunitária em Ação". As atividades aconteceram ao lado do Restaurante Comunitário. A ação comunitária levou muita alegria aos moradores da cidade que puderam assistir a várias atrações musicais e apresentação de teatro, além, é claro, de contar com a prestação de serviços públicos. Vários órgãos da área de segurança pública como o Detran, responsável por fazer consultas das documentações de veículos e multas, marcaram presença. A Polícia Civil mostrou, por meio de palestras e exposição de imagens, todos os tipos de drogas e as conseqüências do seu uso. O responsável pelo projeto que pretende atender todas as cidades do Distrito Federal é o subsecretário de Segurança Comunitária, tenente-coronel Cirlândio Martins dos Santos. Ele é multiplicador da polícia comunitária e já foi comandante do 20° Batalhão da Policia Militar do Paranoá. Segundo Cirlândio, esse tipo

J

FOTO: DIVULGAÇÃO

Não tem jeito: transportadores vão ter de recolher o IPVA

TRANSPORTE

ESCOLAR PERDE ISENÇÃO E GERA RECLAMAÇÕES

Crianças receberam serviços e assistiram a várias atrações: aprendizado e diversão de ação comunitária visa à integração de todos os órgãos ligados à segurança pública do Distrito Federal e fazer com que esses agentes sejam parceiros dos cidadãos. "Esse tipo de ação é uma forma de entretenimento para as crianças e jovens das comunidades carentes," afirmou o subsecretário. Além de palestras e muitas brincadeiras, as crianças aprenderam noções de informática com os computadores levados pelo projeto e puderam se de-

liciar com cachorros-quentes, pipocas, picolés, algodão doce, distribuídos gratuitamente para os moradores. O projeto Segurança Comunitária em Ação veio mostrar que a presença do Estado pode trazer bons frutos para a sociedade. As forças de seguranças, atuando em parceria com a população, humanizam a relação entre os agentes de segurança e o cidadão. No final, quem sai ganhando é a população do Distrito Federal.

USTIÇA

CARTÓRIOS DO DF TESTAM

PROJETO DE SELO DIGITAL A fim de tornar mais efetiva a fiscalização das atividades dos cartórios extrajudiciais, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) iniciou, ainda em fase experimental, a implantação do Projeto de Desenvolvimento de Sistema de Gerenciamento de Cartórios Extrajudiciais-Prosiex. O projeto, vinculado à Corregedoria da Justiça do DF e dos Territórios, está sendo testado no 11º Ofício de Notas e Protestos de Títulos de Sobradinho e no Cartório de Distribuição Ruy Barbosa. A implantação definitiva deverá ocorrer até o final do mês de fevereiro. O Prosiex, também conhecido como "Projeto Selo Digital", é um projeto institucional que integra o Plano do Biênio 20102012 e tem como objetivo estratégico promover a modernização tecnológica e o aperfeiçoamento dos sistemas essenciais de TI. Sua principal ação é estudar e desenvolver tecnologia para o processo eletrônico judicial. O projeto consiste em um código gerado por meio de um sistema desenvolvido pela Secretaria de Tecnologia da Informação do TJDFT, que constará de todos os atos praticados pelos cartórios extrajudiciais locais.

Implantação do selo nos cartórios acontecerá até o fim do mês De posse desse código, cuja informação ficará armazenada no banco de dados do Tribunal, a Corregedoria poderá saber, por exemplo, qual ato foi emitido, por qual cartório, em que data, e quais as partes nele envolvidas. Além de permitir o gerenciamento das transações efetuadas pelos cartórios extrajudiciais, a medida irá conferir mais segurança para o Tribunal e para o usuário, evitando fraudes. Na última semana, o Corre-

gedor da Justiça do DF, desembargador Sérgio Bittencourt, fez uma explanação do projeto aos tabeliães e registradores do DF, registrando que o Prosiex vem ao encontro da natureza correicional da Corregedoria, e seu objetivo é dar maior efetividade à fiscalização das atividades dos cartórios. Os tabeliães e registradores presentes se comprometeram a apresentar um cronograma de implementação do sistema nas demais serventias.

D IREITO IMOBILIÁRIO

COMPRADOR

SÓ PAGA CONDOMÍNIO QUANDO RECEBER AS CHAVES DO IMÓVEL Os compradores de imóveis novos estão sofrendo com prazos não cumpridos, vícios na construção, contratos com cláusulas abusivas e agora com mais uma novidade: a exigência de pagamento de condomínio antes do recebimento das chaves do imóvel. O Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (Ibedec) alerta que a prática tem sido cada vez mais comum e é ilegal. O Superior Tribunal de Justiça (STJ) já definiu que "A efetiva posse do imóvel, com a entrega das chaves,

define o momento a partir do qual surge para o condômino a obrigação de efetuar o pagamento das despesas condominiais." (Edesp nº 489.647 - RJ julgado em 2009) Segundo José Geraldo Tardin, "O consumidor que for cobrado tem a opção de recusar o pagamento e reclamar no Procon ou pagar a cobrança indevida e exigir na Justiça a devolução em dobro, com juros e correção monetária". Quem for cobrado pode recorrer inclusive aos Juizados Especiais contra o condomínio e

contra a construtora, provando a data de recebimento do imóvel e o pagamento de taxas condominiais antes da entrega das chaves. Entram nesta categoria inclusive as chamadas cobranças de "despesas pré-condominiais". Maiores informações com José Geraldo Tardin, pelo fone (61) 3345-2492 e 9994-0518. O Ibedec foi idealizado em junho de 2001 e fundado por um grupo de pessoas interessados no desenvolvimento científico das relações de consumo e visando contribuir para o aperfeiçoamento destas relações.

Os veículos de transporte escolar terão de pagar IPVA em dobro neste ano. A medida foi anunciada na edição do dia 8 do Diário Oficial do Distrito Federal. Os valores correspondem a 2010 e 2011. Na publicação, a Secretaria de Fazenda justifica que a cobrança se deve a um erro do próprio governo em dezembro de 2009. Na época, o GDF aprovou a isenção do imposto para as conduções, sem prever quanto seria renunciado, dentro do próprio orçamento, para oferecer o benefício. A idéia que deveria diminuir o peso sobre os donos desses transportes acabou causando um problema jurídico. Agora, esta conta cairá justamente no colo dos prestadores de serviço. Segundo a assessoria da Secretaria de Fazenda, o pagamento

deverá ser feito em duas etapas para não sobrecarregar o contribuinte. A taxa de 2010 poderá ser paga de uma única vez em março. Quem optar por parcelar o valor terá até maio para quitar a terceira e última parcela. Em junho, começa o recolhimento do IPVA de 2011. As condições são as mesmas: pagamento dividido em três vezes, com último vencimento previsto para agosto, ou em uma parcela. O motorista Ary Mery da Silva Cruz, que trabalha no ramo há quase dez anos, está inconformado com a decisão . "É uma arbitrariedade. Eles nos tornaram isentos, como podem cobrar agora? Por um erro deles eu vou ter que pagar duas vezes? Esse problema não deveria ser meu", reclama.

T RÂNSITO

Subsecretário Cirlândio: Integração com a comunidade

CONFIRA

O CALENDÁRIO DO BOLSA FAMÍLIA

Já começou o prazo para o repasse de informações sobre as condições de saúde dos mais de 10 milhões de beneficiários do Programa Bolsa Família em 2011. O monitoramento das informações que deve ser feito pelos municípios se estende até 2 de julho. As informações referentes à frequência escolar devem ser repassadas a partir do dia 18 de março. Tais informações explicam como as famílias beneficiadas devem cumprir para obterem o direito ao benefício. No quesito saúde, crianças menores de 7 anos devem ser vacinadas e receber acompanhamento constante, assim como gestantes e mulheres em fase de amamentação. Para famílias com filhos entre 6 e 17 anos, a exigência é a frequência escolar. Nesse processo, cabe às prefeituras assegurar a oferta dos serviços nas áreas da saúde e educação. "Caso a família não apresente as informações dentro do prazo estipulado, o penalizado é a prefeitura de determinado município, uma vez que é dela a responsabilidade de informar a ausência do beneficiário", disse Roseli Garcia da assessoria de comunicação do Ministério do Desenvolvimento Social. Além de penalizado, o município que não informar alterações nos cadastros de seus beneficiários, sofre redução no repasse de verbas. "Nós trabalhamos com o índice de gestão descentralizada (IGD) para realizar o repasse das verbas. Quanto maior o valor do IGD, maior o valor repassado para as prefeituras", acrescentou Roseli. Caso a família não repasse as informações, o Ministério do Desenvolvimento Social oferece chances para que o repasse seja feito. No primeiro momento, o beneficiário recebe apenas uma notificação. Já na segunda vez, se o beneficiário não apresentar as informações necessárias para o repasse, o benefício é suspenso por um mês, acrescido de mais 30 dias toda vez que as informações não forem repassadas. Já na quinta tentativa, caso o beneficiário insista em não apresentar as informações, o benefício é cancelado.

DETRAN

MOBILIZA AGENTES NA CAMPANHA "VOLTA ÀS AULAS"

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) iniciou, no dia 10, ações de fiscalização dos transportes escolares e conscientização de pais e alunos em escolas públicas. Entre 11 e 14 horas, uma equipe com 15 agentes esteve na Avenida Samdu Norte, entre o Centro de Ensino Médio de Taguatinga Norte e o Colégio Projeção. Contudo, nenhuma irregularidade foi registrada. O diretor de educação de trânsito do Detran-DF, Marcelo Granja, disse que as atividades realizadas nas proximidades de escolas públicas são um pouco diferentes das que acontecem em colégios particulares. Ele diz que o interesse da equipe era

despertar a atenção para a travessia em segurança na faixa de pedestres e redobrar os cuidados dos condutores para evitar atropelamentos. Durante a ação, agentes fantasiados abordaram a população e distribuíram panfletos com dicas de conscientização. Além disso, os condutores receberam sacos de lixo e flanelas e os pedestres ganharam squeezes. O departamento estima ter abordado cerca de 600 pessoas. Marcelo Granja, destaca que, em duas semanas, o Detran enviará às escolas interessadas uma equipe para conversar com os estudantes. O objetivo é estimular os alunos a adotar atitudes seguras. O telefone para solicitar a visita é 3901-6970.

A SSISTÊNCIA SOCIAL

ENTIDADE PROTEGE DIREITOS DA CRIANÇA EM PARANOÁ As Aldeias Infantis SOS Brasil atuam na garantia e defesa dos direitos humanos de crianças e adolescentes, jovens famílias e comunidades. As ações são divididas em três áreas distintas: 1 - Acolhimento: As aldeias acolhem crianças, adolescentes e jovens que, por diversas razões, não puderam permanecer sob os cuidados de suas famílias. Vivem em casas sob a responsabilidade de cuidadoras residentes (mães sociais); II Fortalecimento: Apoio à comu-

nidade e à família, desenvolvendo competências para a proteção e cuidados dos filhos; III - Advocacy pelos Direitos Infantis: Trabalho em forma de rede com entidades parceiras, nos assentos dos conselhos setoriais da criança, fóruns e conselhos. As aldeias oferecem atividades de artesanato, culinária, dança, percussão, reciclagem e teatro. Para se inscrever, basta comparecer no Cras Itapoã ou Cras Paranoá.


GERAL

BRASÍLIA - DF, 14 A 20 DE FEVEREIRO DE 2011

T RANSPORTE PÚBLICO

MELHORIAS AOS USUÁRIOS DE ITAPOÃ E PARANOÁ

S ELEÇÃO FOTO: DIVULGAÇÃO

Administradores das duas cidades apresentaram reivindicações ao diretor do DFTrans, que prometeu intensificar fiscalização no sistema

Por Odirlei Ribeiro O diretor do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans), Marco Antônio Campanella, reuniu-se recentemente com os administradores regionais Garibel (Paranoá) e Gesiel da Silva (Itapoã) para ouvir suas reivindicações. O objetivo do encontro foi conhecer as demandas do transporte público da região. A estimativa é que mais de 25 mil moradores do Itapoã dependam de ônibus. Uma das reivindicações importantes do administrador do Itapoão Gesiel da Silva diz respeito ao transporte urbano. Gesiel defende que os ônibus deixem de circular na DF-250. A solução seria o uso as vias marginais do Itapoã I. Tal medida desafogaria o trânsito, na visão do administrador. Outra medida seria a construção de um terminal de ônibus na cidade. Sendo assim, ele apresentou uma sugestão: os ônibus da linha Itapoã-Plano Piloto prosseguiriam direto até a rodoviária, sem precisar circular mais pelo Paranoá. "Essa parceria com o DFTrans vai beneficiar as duas regiões e o Campanella é uma pessoa preparada para o cargo que exerce" diz o administrador. Por outro lado, Campanella salientou que um estudo minucioso da situação tem de ser feito com urgência nas duas regiões administradtivas, melhorando o atendimento dos passageiros e das próprias empresas. Um dos maiores problemas do transporte público do DF, apontado por Campanella, é baixa renovação do fluxo de passageiros, o

FOTO: ODIRLEI RIBEIRO

que propicia o aumento do custo de cada viagem. Na opinião do diretor, a descentralização das autarquias públicas e a geração de empregos nas próprias cidades satélites seria a maneira de melhorar o sistema de transporte da capital. Outra medida que tornaria o sistema eficiente seria a colocação de GPS nos ônibus. "O transporte da capital precisa ser gerenciado com isenção. Os órgãos públicos e as empresas de ônibus devem oferecer o melhor para os passageiros" ressalta Campanella. O diretor da DFTrans frisou ainda que a região precisa de uma fiscalização rigorosa a respeito do transporte pirata porque, além de oferecer perigo ao usuário, é um dos fatores que prejudicam o trabalho das empresas e das cooperativas que operam na legalidade. "Essas empresas precisam ser fortalecidas", reiterou Campanella. PARANOÁ - O administrador do Paranoá, Professor Garibel, também fez as suas reivindicações ao diretor do DFTtrans. Ele pediu melhorias no atendimento aos usuários do transporte coletivo. Garibel solicitou maior reforço nas linhas de ônibus que circulam na zona rural - uma delas é a que circula no "Café Sem Troco". Garibel sugere que o coletivo possa ir até a rodoviária do Plano Piloto. Atualmente, os ônibus só vão até o Centro Comercial Gilberto Salomão. Outra reivindicação importante é a instalação de paradas de ônibus com abrigos em toda a zona rural, abrigando os passageiros em dias de chuva.

Órgão irá contratar profissionais ligados aos quadros do GDF

CODEPLAN

ABRE PROCESSO SELETIVO PARA VÁRIOS CARGOS

Campanella: fiscalização rigorosa no transporte pirata

Gesiel defende que ônibus deixem de circular na DF-250

Garibel pediu reforço às linhas que atendem a zona rural

A Diretoria de Gestão de Informações da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) está recrutando profissionais qualificados nas áreas abaixo, mediante processo seletivo simplificado, para reforço de sua equipe técnica. Os profissionais solicitados são os seguintes: economista, geógrafo, sociólogo, cientista político e engenheiro florestal com experiência nas áreas de pesquisas socioeconômicas, planejamento territorial e análise social e ambiental; estatístico com experiência em amostragem e modelagem de base de dados; demógrafo com experiência em projeção de população e análise da dinâmica demográfica e programador de TI com experiência em programação de sistemas WEB.

Os candidatos às vagas deverão pertencer, obrigatoriamente, aos quadros de pessoal do Governo do Distrito Federal ou Federal, uma vez que ocuparão cargos comissionados, mediante requisição. Os currículos serão analisados pela equipe técnica da Companhia e os candidatos pré-selecionados passarão por entrevistas e avaliação de conhecimento técnico e capacidade analítica. Os interessados devem encaminhar currículo para o seguinte endereço eletrônico: recrutamento@codeplan.df.gov.br ou por meio de correspondência para o seguinte endereço: Diretoria de Gestão de Informações - Sain, Projeção H, Edifício-sede da Codeplan, CEP 70620-000, Brasília. Informações: (61) 3342-2218.


G E R A L

BRASÍLIA - DF, 14 A 20 DE FEVEREIRO DE 2011

C OMÉRCIO

S EGURANÇA

Foto: Gilda Diniz

O superintendente Antônio Xará (ao centro) falou sobre a promoção acompanhado de Bernardo Farias e Gustavo Jangola (à esquerda)

LIQUIDA DF REUNIRÁ MAIS DE 8 MIL ESTABELECIMENTOS

Viaturas custaram aos cofres públicos R$ 4,2 milhões. Veículos fazem parte de um grande pacote que inclui carros e ônibus

GOVERNO DO DF APOSTA NO

POLICIAMENTO INTELIGENTE

Equipamentos e viaturas servirão para apoio logístico em situações de crise e em grandes eventos esportivos, como a Copa de 2014 Com um reforço de 100 carros e seis ônibus, sendo um Comando Geral Móvel e cinco centrais móveis para a Polícia Militar do Distrito Federal, o governo Agnelo Queiroz iniciou, no último dia 16, o Programa de Policiamento Inteligente. O objetivo é combater situações de crise e dar retaguarda de segurança para a Copa das Confederações (2013) e Copa do Mundo (2014). O Comando geral é um

ônibus de dois andares usado, em caráter experimental, nas posses do governador Agnelo Queiroz e da presidenta Dilma Rousseff. Outros cinco foram transformados e adaptados em Centrais Móveis. Os ônibus dispõem de sala de reunião, alojamento, copa e banheiros, além de equipamentos para videomonitoramento externo, acesso à rede telefônica e internet, sistema de pesquisa a banco de dados, prote-

ção contra incêndio e cofre para armamentos. Foram investidos pouco mais de R$ 8 milhões nos seis veículos. As cem viaturas custaram aos cofres do GDF R$ 4,2 milhões. MOTOCICLETAS - A solenidade de entrega dos novos carros, modelo Fiat Palio Weekend, aconteceu em frente ao Palácio do Buriti e contou com a presença do governador Agnelo. Durante a cerimônia, o comandante

da Polícia Militar do DF, Coronel Paulo Roberto Witt Rosback, garantiu ainda a aquisição de 100 motocicletas até o fim deste semestre. Os ônibus comerçarão a ser utilizados a partir da próxima semana, quando termina o treinamento dos 50 policiais, que se tornaram aptos a conduzir os veículos. Cada um será destinado a um Comando de Policiamento Regional Militar (CPRM).

PERSONAGEM DA SEMANA

HISTÓRIA DE UM HOMEM QUE VENCEU DESAFIOS

O mineiro "João Mata Tudo" ou "Seu João do Parque" é figura emblemática em Paranoá, além de ter se tornado um carismático líder político Por Odirlei Ribeiro Ele já fez um pouco de tudo e orgulha-se de sua trajetória de vida. Aos 70 anos, João Batista de Farias, 70 anos, chegou a Brasília em 1958, vindo de uma cidade do interior de Minas Gerais, Carmo do Parnaíba. Chegou à capital federal ainda jovem, vislumbrando um "admirável mundo novo", onde ele iria desfrutar inúmeras possibilidades. Aos 18 anos, João lembra-se que Brasília havia muitos acampamentos e barracos de madeira. Para sobreviver na capital, o mineiro trabalhou como faxineiro, balconista, garçom e foi policial da Guarda Especial de Brasília (GEB) onde ficou até 1982. Ele recebeu a equipe do Jornal das Cidades no seu antigo comércio, o desativado açougue Nutribem, uma construção de madeirite que, por si só, é um pedaço na história do Paranoá. A construção conserva até hoje as mesmas características da época da remoção, quando as casas eram erguidas com esse material rústico. Esse tipo de estrutura era comum na época da mudança da Vila Paranoá para a parte alta da hoje cidade do Paranoá. Em 1982, definitivamente

instalado na cidade, foi feirante e açougueiro na antiga Vila Paranoá onde ganhou o apelido de "João Mata Tudo" dos moradores do Lago Norte e Sul devido a sua perspicácia em manipular a carne de forma higiênica. "Nessa época, os vários tipos de carne eram difíceis de encontrar em Brasília. Eu abatia galinha, porco, boi, e o pessoal dizia, 'olha lá, é o João "mata tudo'. Essa fama se espalhou rapidamente e sou conhecido assim até hoje". Mas, um dos pioneiros a desbravar Brasília tem o dom de se comunicar com uma facilidade ímpar. E avisa: o nome "João Mata Tudo" é só para os íntimos. Ele não gosta de ser chamado por essa alcunha porque vê a intenção com tom de deboche. Mas, devido a sua atuação no Parque Vivencial, ficou conhecido pelos estudantes que freqüentavam o como "Seu João do Parque". O mineiro atuou como líder comunitário e foi o fundador e presidente da Associação Comercial e Industrial do Paranoá (Acip) em 1987. Entre os anos de 1990 e 1992 se notabilizou como uma das lideranças políticas que ajudou na distribuição dos lotes comerciais.

João e crianças iniciam plantio de árvores no parque PARQUE VIVENCIAL - Uma de suas proezas ficou marcada para o resto de sua vida. Durante onze anos, João dedicouse à recuperação do Parque Vivencial do Paranoá onde localizava-se a antiga Vila Paranoá. Quando chegou ao local, em 1999, o parque era só abandono - ali não havia água, luz, asfalto... Por meio de suas mãos, ele transformou mato alto e sujeira em um dos principais pontos de lazer para os moradores da cidade. O seu trabalho não se res-

tringiu a cuidar da natureza. Graças a ele, mais de 480 pessoas que tiveram problemas na justiça foram prestar serviços no parque. "O mais importante é que muita gente, por meio dos serviços comunitários, tiveram a chance de começar uma nova vida". E o êxito de seu desprendimento recebeu reconhecimento por juízes criminais que o condecoraram com certificados que comprovam a eficácia do trabalho à frente da administração da área verde.

Vinte por cento de incremento nas vendas do varejo do Distrito Federal. Esta é a expectativa da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) para o período da nona edição da maior promoção do comércio, o Liquida DF, que será realizada entre os dias 24 de fevereiro e 5 de março. Neste ano, a campanha contará com a participação de lojas de ruas e de 11 shoppings de todo o DF, reunindo 8,5 mil estabelecimentos. Os descontos variam de 10% a 50%, mas podem chegar a 70% de acordo com o segmento. A promoção vai contar com mais de 40 segmentos na área de comércio e serviços (vestuários, eletroeletrônicos, material de construção, entre outros). O anúncio foi feito pelo superintendente da CDL, Antônio Xará; o coordenador do Liquida DF, Bernardo Farias, e o representante da agência Momento

Prommo, Gustavo Jangola. "O lojista vai vender mais e o consumidor vai comprar mais barato. Focamos em todo o comércio, mas o nosso principal objetivo é movimentar a microempresa", afirmou Farias. O superintendente da entidade destacou que o lojista que abraçar a campanha vai ter um resultado maior do que os outros. Esse é um dos principais motivos da realização da promoção, uma vez que este período, entre fevereiro e maio, é considerado um dos piores para as vendas do varejo. Ela surgiu após uma pesquisa da CDL constatar a necessidade de se criar uma data de incentivo de vendas, entre Natal e Dia das Mães. Para participar, o lojista deve adquirir kits com o material da campanha. A promoção conta com a parceria da Redecard, Mastercard, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil.

C ULTURA

CONFERÊNCIA TEM FOCO

NA PARTICIPAÇÃO POPULAR Músicos, atores, escritores, cineastas, artesãos, grafiteiros e até baianas do DF lotaram o auditório do Museu Nacional Honestino Guimarães, na noite de terça-feira (16), para acompanhar o lançamento da 3ª Conferência de Cultura do DF. Com o tema Cultura: Memória e Inovação, o efento tem foco na participação popular para a construção de políticas públicas, democratização, descentralização e pluralização da cultura no DF. Entre 26 de fevereiro e 17 de abril, ocorrerão 30 conferências regionais. A ideia é que a população discuta as prioridades do setor e eleja um Conselho Regional de Cultura. Ao mesmo tempo, serão realizadas outras 13 conferências setoriais, com foco nas áreas de atuação como cinema, música, teatro, dança etc. Entre 29 de abril e 1º de maio, os representantes dos conselhos se reunirão e definirão, por meio do voto, um conjunto de diretrizes para guiar e reestruturar o

Secretário Hamilton abriu o evento no Museu Nacional setor cultural do DF nos próximos dois anos. O secretário de Cultura do DF, Hamilton Pereira da Silva, abriu o evento ao lado do secretário de articulação institucional do Ministério da Cultura, José Roberto Peixe, e do secretário de Governo, Paulo Tadeu, representando o governador Agnelo Queiroz.


POLÍTICA

BRASÍLIA - DF, 14 A 20 DE FEVEREIRO DE 2011

A BADIÂNIA

PREFEITURA INICIA AÇÃO DE

LIMPEZA E REESTRUTURAÇÃO Executivo começou trabalho de retirada do lixo e entulho dos lotes e das ruas, além da operação tapa-buraco. Prefeito pediu apoio da população Graças a mais uma ação conjunta das Secretarias Municipais de Administração, Finanças, Obras,Transportes, Meio Ambiente e Saúde, a Prefeitura de Abadiânia está dando andamento à limpeza nas ruas e lotes, remoção de restos de construção, de entulhos nas calçadas, de lixo, além da operação tapa-buraco, trabalhos esses iniciados em janeiro. O objetivo é tornar a cidade mais limpa e bonita aos olhos da população. Em reunião com o seu secretariado, o prefeito Itamar Vieira Gomes ordenou que todo maquinário do Executivo estivesse envolvido na ação, tais como tratores, caminhões, pásmecânicas, rolo compactador, roçadeiras, entre outros, para reestruturar as ruas do município. Em comunicado à Rádio Capivary FM e na divulgação em faixas, Itamar pediu aos moradores a sua mobilização em prol dos trabalhos e garantiu que as máquinas da prefeitura desempenharão o seu papel de forma eficiente. Na qualidade de médico, o prefeito acredita que a ação fortalece ainda mais o combate a possíveis focos de dengue, muito comuns nessa época do ano. Para impedir o acúmulo de água em detritos localizados nos quintais das casas, a prefeitura também mobilizou agentes de endemias e o núcleo epidemiológico. O objetivo final é transformar sonhos em realidade.

ESCÂNDALO

Trator corta o mato que invadiu a calçada

Retirada de entulho e lixo é prioridade

NA SEGURANÇA

A partir de uma série de denúncias sobre a existência de grupos de extermínio em vários Estados e com base em investigações iniciadas pelo Ministério Público de Goiás, a Polícia Federal goiana deflagrou, na manhã do dia 15, a Operação Sexto Mandamento. O objetivo é desarticular uma organização criminosa com alto poder de influência e de intimidação composta por policiais militares de Goiás. Entre os investigados, estão o ex-secretário de Segurança

ESCÂNDALO

VANDERLAN Após a ação, o resultado começa a aparecer

Ruas esburacadas dificultavam o tráfego

Mas a operação tapa-buraco mudou o cenário

LUTA PELA IGUALDADE DE

RECURSOS E OPORTUNIDADES

Recém-empossado, Itamar irá continuar seu trabalho social

Presidente da Assembleia, Jardel Sebba, e deputado Itamar

C D E A P R O VA R$ 42 MILHÕES ATÉ 2013 Recursos de R$ 42 milhões serão investidos em Goiás até 2013, gerando mais 347 empregos diretos. Eles foram garantidos, no dia 15, por meio da aprovação de 71 cartas-consulta analisadas pelo Conselho de Desenvolvimento do Estado CDE, do Fundo Constitucional do Centro-Oeste - FCO, em sua primeira reunião do ano. Com a nova estrutura administrativa do governo, o CDE passou a ser presidido pelo secretário de Indústria e Comércio, Alexandre Baldy. O secretário garantiu que nos próximos quatro anos, o FCO vai emprestar aos empresários goianos mais do que em todos os outros 21 anos de sua criação. "Em Goiás, o Fundo é tão respeitado que aqui registramos o menor índice de inadimplência entre todas as outras regiões", revelou Baldy. O secretário executivo do CDE/FCO, Orcino Gonçalves da Silva Júnior, lembrou que Goiás tem sido o Estado que mais demanda recursos do Fundo. Representantes de todas as entidades que compõem o Conselho de Desenvolvimento testemunharam a assinatura de um contrato do FCO que concede empréstimo de R$ 3,9 milhões para reforma e aquisição de equipamentos pelo Hospital e Maternidade Jardim América. O agente financeiro é o Banco do Brasil. Uma nova reunião do Conselho está marcada para o próximo dia 25, na Secretaria da Agricultura, quando serão apreciados outros projetos.

Pública Ernesto Roller e o exsecretário da Fazenda Jorcelino Braga (foto).

NA SEGURANÇA

II

INICIA LEGISLATURA

Na tarde do dia 15, o governador Marconi Perillo (PSDB) participou da abertura dos trabalhos da 17ª legislatura da Assembleia Legislativa. O deputado estadual Francisco Júnior, do PMDB,

Antes dos trabalhos, a vegetação imperava

I

Entre as vítimas, ainda de acordo com a PF, estariam crianças, adolescentes e mulheres sem envolvimento com a prática de crimes. O suposto grupo de extermínio é investigado há cerca de um ano. Os detidos são suspeitos de integrar um grupo de extermínio que agia no Estado há 15 anos e que pode ter assassinado entre 40 e 50 pessoas.

ASSEMBLEIA

A SSEMBLEIA LEGISLATIVA

No dia 14 de fevereiro, o deputado Itamar Barreto (DEM) tomou posse na Assembleia Legislativa de Goiás. Itamar foi eleito com quase 25 mil votos no pleito de 2010, conquistando votos em 117 municípios de Goiás, sobretudo Formosa e os do nordeste goiano, que lhe garantiram a primeira suplência. Itamar assume a vaga do parlamentar Jânio Darrot (PSDB). Itamar nasceu e cresceu em Formosa, é servidor licenciado da justiça e responde pelo Cartório do 6º Ofício de Registro de Imóveis da Ceilândia (DF). O deputado assume a vaga para dar sequência a seu trabalho social e para lutar pela igualdade de recursos e oportunidades para a população das regiões nordeste e norte de Goiás. Itamar agradece o apoio do governador Marconi Perillo (PSDB) e do vice José Eliton (DEM) e demais lideranças políticas. "Gostaria também de agradecer aos eleitores das cidades que creditaram o seu voto em meu nome, principalmente Formosa. Estarei trabalhando com afinco para atender os interesses da comunidade".

GOIÁS EM FOCO

discursou pela oposição e Túlio Isac, do PSDB, pela situação. Em seu pronunciamento o governador ressaltou que seu governo será marcado pela união, e que o interesse do cidadão está acima de tudo.

VAI PARA O

PMDB?

O suspense acabou e o exprefeito de Senador Canedo e candidato derrotado ao governo de Goiás no último pleito, Vanderlan Cardoso (foto), disse aquilo que todo mundo queria ouvir: vai deixar o PR e se filiar ao PMDB. Em entrevista a uma rádio de Goiânia, Vanderlan confirmou que está conversando com alguns partidos, mas ressaltou que a preferência é o PMDB.

URGENTE “REOXIGENAÇÃO”

Analistas políticos e observadores consideram o nome de Vanderlan essencial para as futuras pretensões eleitoreiras do PMDB. Afinal, o republicano foi bem votado em 3 de outubro, mesmo sem ter o apoio da máquina comandada pelo ex-governador Alcides Rodrigues (PP). O partido do ex-prefeito de Goiânia, Iris Rezende, precisa de uma urgente reoxigenação. Neologismo à parte.

REESTRUTURAÇÃO O governador Marconi espera ansiosamente por uma resposta do governo federal quanto à proposta de reestruturação da Companhia Energética de Goiás (Celg),

DA

CELG

que prevê a concessão de empréstimo de R$ 2,7 bilhões. A operação envolve o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Caixa Econômica

MELHORIAS PARA O TRANSPORTE No último dia 15, o presidente do Conselho Regulador da Agência Goiana de Regulação e Controle dos Serviços Públicos (AGR), Humberto Tannús, participou, em Brasília, de reunião com o secretário de Transportes do Distrito Federal para discutir melhorias no transporte coletivo das cidades do Entorno de Brasília. De acordo com Tannús, os moradores des-

sas localidades enfrentam problemas como alto valor da tarifa e número insuficiente de ônibus. O ideal, segundo avaliação do presidente, é que fosse construído um terminal de passageiros na divisa de Goiás e Distrito Federal para garantir atendimento diferenciado a esses usuários. Tannús pretende ainda firmar convênio com o Governo do DF no setor de transporte coletivo.

MOSTRA RESGATA HISTÓRIA DO PT

Nesta quinta-feira, 17, aconteceu a exposição fotográfica da memória e história do PT no Estado na Assembleia Legislativa. Compareceram várias autoridades do partido, como Valdi Camárcio, Luiz Antônio Carvalho, Osmar Magalhães e Marina Sant'Anna. O deputado Rubens Otoni (foto) reuniu atas, fotos, recortes de jornais que foram aproveitados na exposição


C I D A D E

BRASÍLIA - DF, 14 A 20 DE FEVEREIRO DE 2011

C ICLOVIA

F INANÇAS

MALHA

É INSUFICIENTE PARA ATENDER A DEMANDA Segundo dados de uma ONG, seriam precisos 580 km de ciclovias em Brasília. Áreas disponíveis não chegam a 10% dos espaços destinados para esse fim

A falta de ciclovias no Distrito Federal continua sendo uma preocupação para aqueles que utilizam bicicletas como meio de transporte. Segundo dados levantados pela organização não- governamental Rodas da Paz, seriam necessários cerca de 580 quilômetros de ciclovias para atender à demanda de pessoas que usam esse tipo de transporte. Mas, no DF, o espaço é restrito para os que escolhem se locomover dessa forma. Atualmente, as áreas existentes não têm sequer 10% dos espaços com ciclovias. De acordo com dados do Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF), 12% dos acidentes no último ano envolveram ciclistas. Em 2009, 42 morreram devido ao problema. A malha cicloviária do DF foi planejada para ser a maior da América Latina, com 600 km de extensão. Mas a meta, que foi apresentada pelo projeto Pedala-DF em 2007, foi reduzida. A ONG afirma que, no momento, estão concluídos apenas 42 quilômetros de ciclovias em todo o Distrito Federal. Das obras em andamento, 75 quilômetros já foram feitos em Santa Maria, Ceilândia, Recanto das Emas e na DF-150, atrás dos condomínios de Sobradinho. Entre as principais localidades que aguardam a construção de ciclovias, estão as estradas Parque Vicente Pires (EPVP) e Parque Taguatinga (EPTG). O presidente da Rodas da Paz, Ronaldo Alves, informa que já existem projetos e licitações para a construção de mais ciclovias, que só dependem do compromisso do governo. "Tem algumas licitações prontas, dependendo apenas de verba. Uma delas, do governo Arruda, previa R$ 10,4 milhões para a malha rodoviária. Temos que correr se não a perdemos esse ano, porque o empenho dela cai e volta para o orçamento", informou Ronaldo Alves. Segundo o presidente da 'Rodas da Paz', todas as cidades já tem uma demanda de ciclovias, devido a quantidade de pessoas que utilizam a bicicleta como transporte. "Um dado antigo da Novacap diz que 200 mil pessoas utilizam

Paulista, Edmilson Gama da Silva foi diretor financeiro do banco

Câmara aprova indicação para a presidência do BRB No dia 17, os deputados distritais aprovaram por unanimidade a indicação de Edmilson Gama da Silva, 49 anos, para a presidência do Banco de Brasília (BRB). Antes disso, os membros da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (Ceof) sabatinaram o futuro presidente e aprovaram a sua indicação, também por unanimidade. O deputado Wasny de Roure (PT) destacou sua "satisfação" com o resultado da votação. Ele aproveitou para ressaltar que o futuro presidente "é um homem competente que fez carreira na Caixa Econômica Federal e que tem muito zelo à coisa pública". Também a deputada Liliane Roriz (PRTB) manifestou seu apoio àquela indicação, enfati-

Malha cicloviária do Distrito Federal foi planejada para a ser a maior da América Latina bicicletas aqui. Mas atualmente, muitos temem andar porque não tem segurança nas vias do DF. É preciso uma conscientização nas pessoas que favorecem o automóvel ao invés da bicicleta", completou. INVESTIMENTO - As ciclovias construídas nas rodovias são de responsabilidades do Departamento de Estradas e Rodagem do DF (DER), em parceria com a Secretaria de Transporte. Já as pistas com ciclovias

urbanas são construídas pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) ou pelas próprias Administrações Regionais. O GDF informa que foram investidos R$15 milhões pelo DER e R$ 2,5 milhões pela Novacap. As que já estão em andamento na Ceilândia, Santa Maria e Recanto das Emas somam R$ 11,9 milhões. O DER esclareceu que as ciclofaixas do Lago Sul e do Lago

Norte estão em fase de construção. Já na EPTG, faltam ainda os 12 quilômetros prometidos pelo governo. Sobre as ciclovias, a Novacap ressalta que estão em fase de conclusão. "As obras na Santa Maria, Ceilândia e Recanto das Emas tem uma previsão de término até julho. As demais serão analisadas pelo atual governador, pra ele definir o que vai ser prioridade e o que não vai ser", explicou a Novacap.

zando que o currículo de Edmilson Gama justificava a escolha feita pelo governador. O presidente da Câmara Legislativa, deputado Patrício (PT), esclareceu que a publicação do resultado no Diário da Câmara Legislativa acontecerá o mais rápido possível, após a revisão da redação final feita na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). Edmilson é paulista, formado em engenharia operacional e direito, e foi diretor financeiro e presidente interino do banco. Trabalhou por quase três décadas na Caixa Econômica Federal. Possui vasto conhecimento em áreas ligadas à economia, tais como finanças, políticas públicas, gerenciamento de crises e desenvolvimento regional sustentável.


Jornal das Cidades Edição 148