Issuu on Google+

ANO VII - Nº 106 - BRASÍLIA-DF - 16

A

31

DE

JANEIRO

DE

2010

FOTO: J. RODRIGUES

FOTO: J. RODRIGUES

BOMBEIROS

INTENSIFICAM A FISCALIZAÇÃO NO LAGO

O aumento de casos de morte por afogamento no Lago do Paranoá fez com que o Corpo de Bombeiros instituisse a “Operação Férias”, intensificando a fiscalização em todo o espelho d’água, principalmente onde há maior concentração de pescadores de fim de semana que utilziam pequenos barcos e não sabem nadar. PÁGINA 7

COMBATE

À DENGUE NA RODA DE DISCUSSÃO

O motoqueiro Rangel Barbosa, morador de Sobradinho, teve morte instantânea ao chocar com sua moto em um carro na DF-001

ACIDENTES COM MORTES NA 001

Administração Regional, Emater, Vigilância em Saúe e Ambiental, Conselho de Saúde, lideranças locais e outros interessados participaram de uma rodada de discussão dia 22 em que a pauta foi a prevenção e o combate ao mosquito transmissor da dengue. Dados da Saúde mostram que casos da doença tem sido registados em todo o DF. PÁGINA 3 FOTO: DIVULGAÇÃO

Imperícia, desatenção, alta velocidade. Estes são ingredientes comuns nos acidentes que ocorrem nas rodovias brasileiras, em especial nas que cortam a região do Paranoá e Itapoã. Num intervalo de pouco mais que uma semana um motociclista perde o controle do veículo e morre ao chocar-se contra um Fiesta e em outro caso, uma motorista desvia de um carro e bate em outro: mais uma morte nas estatísticas Página 7

TRANSPORTE QUE PREOCUPA Contratar transporte escolar para filhos é um assunto que requer sempre muita atenção, pesquisa e cuidados especiais para não dar dor de cabeça depois. O Detran alerta aos pais quanto a necessidade de se verificar uma série de itens de segurança, higiene e dirigibilidade do veículo, mesmo com a autarquia efetuando, rotineiramente, vistoria na frota do Distrito Federal. Por se encontrar muitas opções de empresas para transporte escolar, é preciso pensar bem e prestar atenção antes de fechar o contrato . Páginas 4 e 5

SEGURANÇA

NA ÁREA RURAL É DEBATIDA A segurança pública na área rural foi tema de um encontro en o secretário de Agricultura, a Secretaria de Segurança e lideranças do PADDF. A reunião aconteceu no CTG Sinuelo dia 22 e seus resultados, segundo os participantes, poderão ser sentido ainda neste primeiro semestre, com uma melhor atuação para atender os anseios. Página 8

FOTO: J. RODRIGUES

MEDICINAIS SÃO OBJETO DE ESTUDO

A Embrapa Cerrados, em Planaltina, está reallizando uma série de pesquisas para desenvolver tecnologia para o aproveitamento de espécies silvestres do gênero passiflora para prevenir doenças como tremores, diabetes e probelmas cardiovasculares, além de contribuir na regeneração celular e no controle da obesidade. Página 8

BBB NOS ÔNIBUS URBANOS DE BRASÍLIA

Os ônibus e microônibus da frota de transporte urbano do DF estão recebendo câmeras de monitoramento numa tentativa de minimizar o número de assaltos a motoristas, cobradores e passageiros. Serão, ao todo, mais de 2,8 mil kits com duas câmeras cada e uma unidade de gravação de vídeo que ficará no DFTrans. PÁGINA 7

PLANTAS

FIFA E GLOBO QUEREM IMPEDIR JOGOS EM BAR

O transporte escolar deve ser um item bastante pesquisado pelos pais

Assistir jogos da Copa do Mundo da Africa do Sul em telões e outros meios de projeção em bares e lanchonetes vai ficar quase impossível. A Fifa e a Rede Globo de Televisão deverão ser comunicadas, caso contrário quem insistir poderá sofrer sanções e até ser multado por tentar torcer pela seleção canarinho tomando um chopp. PÁGINA 3


EDUCAÇÃO

– BRASÍLIA - DF, 16 A 31 DE JANEIRO DE 2010

V 47 vagas abertas na Funag e no Inep

O Ministério do Planejamento autorizou a realização de concurso público para o preenchimento de 37 vagas na Fundação Alexandre de Gusmão (Funag), vinculada ao Ministério das Relações Exteriores (MRE). São 10 postos de nível intermediário e 27 para candidatos com graduação. A Funag, que funciona no prédio conhecido como Bolo de Noiva, no Itamaraty, desenvolve atividades culturais e pedagógicas, promove estudos e pesquisas na área de relações internacionais, além de divulgar a política externa brasileira. A remuneração inicial para nível médio é de R$ 2.067,30 e para nível superior, de R$ 2.643,28. Com a autorização, o MRE tem prazo de seis meses para publicar o edital. O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) também anunciou a realização de processo seletivo simplificado para o preenchimento de mais 10 vagas temporárias. As oportunidades são de nível superior e para exercício e atividades técnicas no Laboratório de Combustão e Propulsão do Inpe em Cachoeira Paulista (SP). Os salários variam de R$ 6.130 a R$ 8.300. As inscrições podem ser feitas de 1º a 12 de fevereiro, pessoalmente, na unidade do Inpe de Cachoeira Paulista, das 8h às 11h e das 13h30 às 16h30; ou na unidade de São José dos Campos, das 8h às 12h e das 13h30 às 17h. Os valores das taxas de inscrição variam de R$ 120 a R$ 165. As provas serão aplicadas na unidade de Cachoeira Paulista.

Alterações

Concursos que estão com inscrições em andamento sofreram pequenas alterações. A Advocacia-Geral da União (AGU), por exemplo, retificou o edital referente à oferta de 111 vagas (além de cadastro reserva) para o cargo de procurador federal (subsídio de R$ 14.549,53). A data da prova objetiva terá, agora, duração de cinco horas e será aplicada em 27 de março à tarde. O exame discursivo foi remarcado para 28 de março. Os candidatos habilitados, quando forem nomeados, serão lotados por até três anos em localidades onde falta pessoal. A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) oferece 697 oportunidades para níveis fundamental, médio e superior, além de cadastro reserva, e não mais 676. A tabela de exames e alguns locais de prova foram alterados. As modificações estão no site do organizador do concurso (www.institutocetro.org.br).

Instituto do Câncer :191 vagas

O Instituto Nacional do Câncer (Inca) está com instrições abertas para preenchimento de 191 vagas e formação de cadastro de reserva para cargos de nível médio e superior. As provas, dos tipos objetiva e discursiva, serão aplicadas no Rio de Janeiro, cidade onde fica a sede do Inca, e o local de trabalho dos aprovados também será lá.

Embrapa

Embrapa retifica edital e aumenta número de vagas de 676 para 697 O prazo para se inscrever é até o dia 3 de fevereiro. O Centro de Seleção e Promoção de Eventos (Cespe) da Universidade de Brasília é o responsável pela organização do concurso, e as inscrições devem ser feitas no site da instituição. A taxa de participação é de R$ 60 para nível médio de escolaridade e de R$ 110 para nível superior. As remunerações podem chegar a mais de R$ 7 mil (nível superior) e mais de R$ 4 mil (nível médio), dependendo das gratificações e benefícios oferecidos.

OLTA ÀS AULAS

TRANSPORTE ESCOL

A maneira de como os filhos irão para a escola é sempre um item que merece atenç

Por Marcos Antéro Sóter Os pais de alunos sempre enfrentam um grande dilema no início de cada ano, Além das débitos contraídos com cartão de crédito já têm que pensar nas taxas e impostos que normalmente vêm nesta época, como o IPTU e o IPVA, por exemplo. Mas não é só, também tem a matrícula, a compra de material escolar, a contratação de transporte escolar, entre outras atribuições legadas aos pais que tem filho em idade escolar, principalmente aqueles que pensam nos transtornos causados pelo deslocamento até a porta os estabelecimentos de ensino. A maneira de como os filhos irão para a escola é sempre um item que merece atenção especial, tornando-se um momento em que toda cautela é pouco na hora de escolher o responsável pelo transporte das crianças. E a primeira coisa a ser feita é procurar os órgãos competentes para verificar se a empresa e o profissional estão de acordo com as normas e regras legais deste tipo de serviço. Visto que existem muitos veículos clandestinos circulando nas ruas, os pais devem ficar de olho. O Detran do Distrito Federal, de acordo com sua Assessoria de Comunicação, realiza uma minuciosa vistoria nos veículos de transporte escolar. Mesmo assim, não falta quem burle as exigências legais. O gerente de fiscalização do órgão, Silvaim Fonseca, conta que "no ano passado mais de 300 veículos foram apreendidos por não terem autorização do órgão para circular". Neste ano, cerca de 1.600 micro-ônibus estão cadastrados e esta lista é acessível a qualquer cidadão no site do Detran. Ao escolher o transporte escolar, é importante verificar as condições de higiene dos carros e se o número de cintos de segurança é igual ao número de crianças, evitando que elas sejam transportadas em pé ou que o veículo tenha uma lotação maior que a permitida pela lei. É aqui que entra uma importante personagem dentro do transporte, a monitora, responsável pela segurança e bemestar das crianças durante todo o percurso. Além disso, é ela quem pega as crianças em casa e ajuda a subir no micro-ônibus

e depois leva até a porta da sala, dependendo da idade. EXIGÊNCIAS - Para conseguir uma autorização do Detran e circular como transporte escolar pelo DF, o dono da empresa deve cumprir uma série de exigências. Em primeiro lugar, a empresa já deverá ser permissionária do serviço, já que não há novos credenciamentos, pois o Detran avalia que o número atual de empresas com esse fim é suficiente. Os veículos passam por uma avaliação de seis em seis meses para verificar as condições mecânicas e os documentos do automóvel e do motorista. A maior responsabilidade, sem dúvida, é do motorista, pois a vida dos passageiros está nas mãos dele. Por isso a maioria das exigências e obrigações relaciona-se a ele. O motorista deve ter carteira de direção categoria D, ser maior de 21 anos, não ultrapassar o limite de velocidade (60km/h) e não abastecer o veículo com passageiros dentro do veículo. DICAS IMPORTANTES - Além de todas essas obrigações, o condutor deve passar por um curso obrigatório que tem o objetivo de aprimorar os conhecimentos e a postura do motorista de transporte escolar. Este curso deve ser refeito de cinco em cinco anos para reciclagem do profissional. "Realizamos uma minuciosa vistoria nos veículos de transporte escolar. Mesmo assim, não falta quem burle as exigências legais. Existem muitos veículos clandestinos circulando nas ruas, os pais devem ficar de olho". Além disso, ao escolher o transporte escolar, todos devem, ainda, verificar as condições de higiene dos carros e se o número de cintos de segurança é igual ao de crianças, evitando que elas sejam transportadas em pé ou que o veículo tenha uma lotação maior que a permitida pela lei. "É aqui que entra uma importante personagem dentro do transporte escolar: a monitora, responsável pela segurança e bem-estar das crianças durante todo o percurso. Além disso, é ela quem pega as crianças em casa e ajuda a subir no micro-ônibus e depois leva até a porta da sala, dependendo da idade", explicou. Não bastassem todas essas obrigações, o condutor deve passar por um curso obrigató-

Ao escolher o transporte escolar, é importante verificar as condições de higiene

DETRAN

ENSINA COMO FAZER PARA NÃO COM

O Detran ensina que os pais devem ficar atentos para não comprar ga podem ser importante na hora de contratar o transporte escolar para seu ! Busque referências sobre o condutor do Transporte Es também converse com outros pais. ! Anote o telefone e endereço do motorista. ! Observe como o motorista recepciona os alunos na porta da ! É muito importante verificar se o motorista e o veículo possuem cred tentes, pois esta é a garantia de que as normas de segurança estão sendo ! O veículo utilizado para transporte escolar deverá ter os equ dos às crianças que estão sendo transportadas. ! Cada criança deverá estar usando seu próprio cinto ou cadeirin banco da frente e de forma alguma devem ser colocadas duas ou m segurança. MAIS INFORMAÇÕES – Os pais podem acessar o site do Detran: www sobre o transporte escolar que desejam contratar.É só acessar o lin Também pelo telefone: 3905-5731 ou pelo e-mail: nuate@detran.d

rio que tem o objetivo de aprimorar os conhecimentos e a postura do motorista de transporte escolar. As opções de empresas para transporte escolar são muitas, mas é preciso pensar bem e prestar atenção antes de fechar o contrato. Conversar com outras mães e verificar o tempo de mercado da empresa são algumas providências que podem ajudar na hora de optar pela melhor empresa. Outra coisa é não se

preocupar apenas com o preço, já que muitas vezes o barato pode sair muito caro. Mesmo após encontrar uma empresa de confiança, os pais devem continuar alertas para que não ocorram imprevistos. O gerente de fiscalização do Detran alerta que "é recomendável aos pais conversarem com os filhos logo nos primeiros dias para saber da rotina deles no transporte, se usa cinto, se está embarcando e desembarcando em local seguro".

trega de cartões das 8h às 12h e das 14h às 17h, onde o usuário retirará o cartão e poderá creditar suas viagens gratuitamente. Para o usuário que já está cadastrado no sistema, basta renová-lo a partir da entrega da declaração da instituição de ensino em qualquer parada do metrô. Após um dia útil, o usuário poderá cre-

ditar viagens em seu cartão somente nas quatro estações citadas, também das 8h às 12h e das 14h às 17h. O benefício somente será concedido após a realização ou renovação do cadastro na companhia, sendo a gratuidade liberada a partir do início das aulas, conforme declarado no documento a ser apresentado.

P ASSE LIVRE

METRÔ-DF

TERÁ GUICHÊS EXCLUSIVOS

Para maior comodidade e rapidez, o Metrô-DF disponibilizará aos estudantes, a partir do dia 1º de fevereiro, guichês exclusivos nas bilheterias para retirada de cartão e crédito de viagens em quatro estações: 102 Sul, Concessionárias (Águas Claras), Guariroba e Samambaia Sul.

O usuário que ainda não possui o cadastro no MetrôDF deve primeiramente entregar a documentação necessária nas bilheterias de qualquer uma das 23 estações. Sendo aprovado, em sete dias o cartão estudantil estará disponível nas quatro estações preparadas para en-


EDUCAÇÃO

– BRASÍLIA - DF, 16 A 31 DE JANEIRO DE 2010

S

ERVIDORES F OTO :ACÁCIO P INHEIRO

LAR EXIGE CUIDADO

ção especial e os pais devem ter cautela na hora de contratar o meio de transporte

Dos 250 novos professores nomeados, 61 são de espanhol.

EDUCAÇÃO REFORÇA QUADRO COM

NOMEAÇÃO DE NOVOS SERVIDORES

BATALHÃO ESCOLAR DEFLAGRA A OPERAÇÃO VOLTA ÀS AULAS

e dos carros e o número de cintos

MPRAR GATO POR LEBRE

ato por lebre e dá algumas dicas que us filho: scolar na diretoria da escola e

a escola. enciamento junto aos órgãos compeatendidas. ipamentos de segurança adequaha; não poderá ser acomodada no ais crianças em um único cinto de

w.detran.df.gov.br e tirar as dúvidas nk "veículos - transporte escolar". df.gov.br

A Operação Volta às Aulas, do Batalhão Escolar da Polícia Militar, começa nesta segunda-feira, 1º/2, para as escolas particulares. Nas instituições de ensino da rede pública, a operação ocorre a partir de 9, véspera do reinício das aulas nas escolas públicas. A iniciativa é realizada em articulação com o Batalhão de Trânsito e a Secretaria de Educação do DF. Além de reforçar o policiamento a pé e motorizado perto das escolas públicas e particulares, o Batalhão Escolar fará blitz para abordar pais e responsáveis, nos horários de entrada e saída das aulas, para orientá-los sobre medidas que podem ajudar na segurança de crianças e adolescentes. Também será distribuída uma cartilha com recomendações para estudantes, pais e responsáveis. Parte delas se refere aos cuidados no trân-

sito, como olhar para todos os lados antes de atravessar a rua e usar a faixa de segurança. Especificamente para os estudantes, o Batalhão Escolar pede que eles procurem andar em grupos no trajeto da escola, não aceitar carona de estranhos e evitar exibir aparelhos eletrônicos ou outros objetos de valor, como tênis de marca, porque isto pode atrair a atenção de ladrões. O assessor para a Política de Promoção da Cidadania, Atílio Mazzoleni, destaca que o Batalhão Escolar tem sido "um grande parceiro" no combate e prevenção à violência na escola. "Pretendemos que o acesso das escolas ao Batalhão e viceversa seja cada vez mais imediato. Para isto, é fundamental a instalação dos Conselhos de Segurança Escolar, que já estão presentes em 245 instituições de ensino no DF", adianta. P ULSEIRINHAS DO AMOR Uma das novidades nestas con-

versas com pais e responsáveis serão os esclarecimentos sobre as chamadas "pulseirinhas do amor". Confeccionadas em silicone, elas também são conhecidas, entre outros nomes, como "pulseiras do sexo". Usadas pelos adolescentes para indicar que tipo de prática de cunho sexual eles se propõem a realizar, estes assessórios são vendidos em lojas, bancas de ambulantes e pela internet, principalmente nas grandes cidades. BOLO DOIDO - Um apelo que o Batalhão Escolar fará aos pais e responsáveis é participar da vida escolar dos estudantes para evitar situações de perigosas a seus filhos. "Um exemplo é o chamado 'bolo doido', que são aquelas festas organizadas nos horários de aula, em residências, e nas quais os adolescentes têm acesso à bebida alcoólica e drogas", diz o comandante.

Na manhã do dia 28, 950 novos servidores foram nomeados para reforçar o quadro da Secretaria de Educação. Participaram da solenidade de nomeação, realizada na Escola de Aperfeiçoamento dos Profissionais da Educação (EAPE), 500 monitores, 250 professores, 100 secretários escolares e 100 técnicos administrativos. A secretária de Educação em exercício, Eunice Santos, ressaltou que a contratação de professores é um processo rotineiro. "Todo ano a secretaria faz uma avaliação das vagas efetivas e a renovação do quadro por meio de concurso público", explicou.Os novos 250 professores se juntarão aos 3.071 nomeados em 2007. Para a secretária, o destaque é a convocação dos servidores da área administrativa. "Há 15 anos o GDF não nomeava técnicos administrativos e com isso

as atividades eram desenvolvidas por professores", explicou. Dos 250 novos professores, 61 são de espanhol. Com a nomeação, a Secretaria de Educação pretende oferecer o ensino do idioma em todas as 72 escolas públicas de Ensino Médio conforme exigência da Lei 11.161, de 5 de agosto de 2005. "Os professores de espanhol devem atuar nas escolas e nos oito Centros Interescolares de Línguas (CILs) que tiveram aumento na demanda", reforçou a secretária. Os 500 novos monitores, todos de nível médio, vão trabalhar na Educação Especial e no Ensino Infantil. Os profissionais serão treinados na EAPE. Entre as tarefas básicas dos monitores estão dar apoio as atividades do professor, dar banho, trocar fraldas e alimentar as crianças e os alunos especiais que necessitarem de ajuda.


POLÍCIA

– BRASÍLIA - DF, 16 A 31 DE JANEIRO DE 2010

P OLÍCIA E SOCIEDADE

T RANSPORTE

TRANSPORTE COLETIVO DEVE FICAR MAIS SEGURO SERÃO

INSTALADOS AO TODO 2.850 KITS COM DUAS CÂMERAS CADA E UMA UNIDADE DE GRAVAÇÃO DE VÍDEO DIGITAL NOS ÔNIBUS DA CAPITAL

Com o objetivo de diminuir o número de assaltos a ônibus e microônibus, a Secretaria de Transportes deu início, dia 26, à instalação de câmeras de monitoramento em toda a frota do Sistema de Transporte Público Coletivo do Distrito Federal. Serão instalados ao todo 2.850 kits com duas câmeras cada e uma unidade de gravação de vídeo digital (DVR). O processo será finalizado em cinco meses e o centro de controle e monitoramento será montado no Transportes Urbanos do Distrito Federal (DFTrans). O secretário de Transportes, Alberto Fraga, explica que as cidades com maiores índices de assaltos a ônibus terão prioridade. "Vamos iniciar a instalação das câmeras por Samambaia, Itapoã e Ceilândia, seguindo um levantamento feito pela Polícia Civil. A expectativa é que tenhamos uma redução de até 80% no índice de furtos e roubos nos coletivos", afirma Fraga. O consórcio vencedor da licitação é formado pelas empresas Importação e Exportação Assessoria e Consultoria em Sistemas de Segurança Ltda e Transoft Tecnologia da Informação Ltda.

Câmeras de vídeo estão sendo instaladas em todos os ônibus do transporte urbano na Capítal O investimento será de R$ 8,5 milhões. As próximas cidades que terão câmeras instaladas serão Samambaia, Itapoã, Ceilândia, Santa Maria, Para-

noá, Sobradinho I e II, Riacho Fundo I e II, São Sebastião, Planaltina, Águas Claras, Brazlândia, Gama, Vicente Pires, Recanto das Emas, Taguatinga, Cruzei-

P REVENÇÃO

CB INTENSIFICA A FISCALIZAÇÃO PARA EVITAR MORTES NO LAGO

O crescente índice de mortes por afogamento no Distrito Federal, em especial no Lago do Paranoá, acendeu uma luz vermelha no quadro de comandos do Corpo de Bombeiro. A corporação intensificou a fiscalização instituindo a "Operação Férias", que conta com 20 militares especializados em prática de salva-vidas e em mergulho que estão fazendo rondas nas áreas consideradas mais perigosas aos banhistas para evitar tragédias e conscientizar sobre os perigos mais frequentes. Entre 2008 e 2009, de acordo com números do própróprio Corpo de Bombeiros, aumentou em 7% os casos fatais de afogamento em todo o Distrito Federal. No ano passado foram 45 mortes, três a mais do que no anterior, quando 42 pessoas perderam a vida por esse motivo. O comandante do 1º Batalhão de Busca e Salvamento, tenente-coronel Williman Costa da Silva, disse que a maior parte dos óbitos acontece no Lago Paranoá. De 2007 a 2008 o salto de mortes por afogamento foi de 10%. Passou de 38 para 42 registros em todo o DF. "As ações de

FOTO: J. RODRIGUES

A Operação Férias foi intensificada depois da morte de um pescador

despoluição da Caesb (Companhia de Saneamento Ambiental do DF) têm incentivado as pessoas a verem o lago como um lazer", analisou o tenente-coronel. Somente neste mês de janeiro já são quatro as vítimas, três delas no Lago Paranoá. A última foi Vagner Pitambeiro de Souza, de 29 anos. Ele morreu no dia 18, em frente à Prainha do Varjão, no Setor de Mansões do Lago Norte. Tinha ido ao lago para pescar

com um amigo pescar e a pequena canoa de madeira em que estavam adernou e ele não conseguiu nadar para a margem. O tenente-coronel Williman Costa da Silva explicou que o Corpo de Bombeiros disponibilizou três lanchas, dois jet skis e três viaturas para as rondas. "Se for necessário, em situações de extrema urgência, podemos mobilizar um helicóptero para socorrer vítimas ao hospital", garante ele.

CORPO ENCONTRADO NO FUNDO DO LAGO O corpo do vigilante Wagner Pitombeira que morreu afogado no dia 18 no Lago do Paranoá, foi encontrado pelos homens do Corpo de Bombeiros na manhã do dia 19, no Lago Paranoá.. Na noite anterior ele foi pescar com o amigo Daniel Sinésio Santos e o barco em que eles estavam afundou e, na tentativa de nadar de volta para a margem, apenas Daniel conseguiu chegar. Segundo Daniel Sinésio o seu amigo Wagner e os seus dois irmãos saíram da Vila Ba-

sevi e foram testar um barco que eles mesmos fizeram, logo que os quatro entraram no barco "ele começou a afundar e voltamos para a margem, aí eu e Wagner entramos no barco e fomos remando e arrumando as iscas. Quando percebemos já estávamos a uns 200 metros da margem e vimos que o barco começava a entrar água, passei a tirar a água, mas em seguida resolvemos abandonar a embarcação por que ela começou a afundar e começamos a nadar de volta, nadamos uns 30 metros.

Neste momento vi que o Wagner começou pedir socorro tentei a salvá-loe mas não consegui', explica Daniel. Alguns banhistas chamaram o Corpo de Bombeiros no momento do acidente, mas os socorristas, de acordo com Daniel Sinésio, não conseguiram encontrar Wagner. As buscas foram suspensas e adiadas para o dia seguinte, quando, por volta do meio-dia, bombeiros acharam o corpo do vigilante, que estava a 8m de profundidade e a 200m de distância da margem do lago.

ro, Sudoeste e Octogonal, Candangolândia, Plano Piloto, Lago Sul, Lago Norte, Jardim Botânico, Varjão, Park Way, Guará, SCIA, Núcleo Bandeirantes.

DETRAN

CONTRA POLUIÇÃO SONORA EM TODA A CAPITAL O Detran-DF apreendeu vários carros de som em diversas regiões da Capital. Oito agentes recolheram os veículos que estavam com a documentação incompleta. As apreensões fazem parte da Operação "Carro de Som" do Detran, que está em busca de automóveis e condutores que estejam trabalhando com esse tipo de publicidade em situação irregular. As ações foram feitas no Paranoá e no Itapoã dia 27, onde também foram apreendidos carros, motos e até bicicletas que não estavam devidamente legallizados junto à Administração Regional. Os veículos apreendidos foram levados para o depósito de Taguatinga. Os condutores punidos devem regularizar a documentação dos carros e buscar uma permissão de trabalho junto à Administração Regional da cidade em que atuam antes de readquirirem os automóveis. O chefe do núcleo de policiamento e fiscalização do Detran, Francisco Saraiva, explicou que há um grande número de reclamações contra os carros de som, e que o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) também é responsável por fiscalizar a intensidade do som. Segundo ele, o ideal é que a operação pudesse ser integrada e fosse diária. A Lei Distrital nº 4.092/08, chamada Lei do silêncio, trata como poluição sonora qualquer emissão de som que possa ser considerada nociva à saúde e ao bem-estar das pessoas. A regulamentação limita os níveis de intensidade do som para cada área da cidade e define que estabelecimentos com nível de pressão sonora acima de 80 decibéis avisem a clientes sobre possíveis danos à saúde. A lei proíbe carros de som em áreas residenciais ou escolares e exige o isolamento acústico para casas noturnas. A multa para quem desrespeita a norma pode variar de R$ 3 mil a R$ 20 mil.

NASCE

A

POLÍCIA

Em primeiro lugar queria agradecer a todos pelos elogios e criticas a esta coluna, Não pensei que o assunto Polícia Comunitária fosse causar tanto espanto e, por não dizer, tanta esperança, já que abre, de certa, forma uma porta para a resolução do problema de desordem, violência e criminalidade em nossa cidade. Diante desse contexto é que dou continuidade na idéia de que Polícia e Sociedade podem caminhar ladeadas em busca de uma melhor qualidade de vida. Bem, vamos começar com um breve histórico teórico sobre a gênese do policial e da polícia e sua transformação e utilização com o passar dos tempos, que se confundem com o próprio estado, pois a palavra polícia vem do grego politeia, donde derivou para o latim politia, ambos com o mesmo significado: (governo de uma cidade, administração, forma de governo), pois para não haver préconceitos temos de conhecer. O homem quando passou a viver em comunidade, passou também a ter direitos e deveres uns com os outros, era preciso então delegar poderes a alguns para que estes pudessem "policiar", as condutas de todos; Em sua obra a República, Platão diz o seguinte: "... ágil e forte será aquele que destinamos a tornar-se um bom guardião da cidade", foi ai que no meu entendimento surge à figura do servidor que mais tarde seria o Policial, pois o filosofo estaria pensando em uma figura (policial) e uma força (polícia) para manter a ordem para todos, em outras culturas como a egípcia e os hebraica há também indícios deste servidor, guardem bem esta expressão servidor. Na idade média o poder esteve com os senhores feudais, que tinham seus próprios exércitos, também nas mãos da igreja católica que exercia o controle social. Anos depois com a queda do feudalismo e a reforma da Igreja, os poderes ficaram nas mãos dos reis, então nasceu o Estado-policial, com isso as polícias perderam sua essência que era a de proteger a todos de forma igualitária e começaram a serem adestradas, (este foi o termo usado no contexto dentro das polícias em muitos lugares por vários anos) para a manutenção e preservação do Estado. Daquele momento em diante as polícias não estariam a serviço dos cidadãos, mas a serviço das vontades de quem estivesse no poder, claro que houve a preocupação de alguns com esta nova forma de pensar; Mas só então com a Revolução Francesa que criou a declaração dos direitos do homem e do cidadão, e que a idéia original que a polícia é uma instituição voltada para os anseios da sociedade, e tem caráter social começa a se desenvolver novamente (pena que em muitos países não funcionou e ainda não funciona, inclusive no Brasil) esse período foi a transição do Absolutismo para o Liberalismo. Com este breve momento histórico podemos concluir que a instituição POLICIAL, foi pensada e criada para garantir os direitos e deveres das sociedades em geral, sendo assim fica claro o papel social da POLÍCIA na construção da cidadania, mas é preciso que a sociedade também tem consciência de sua responsabilidade nesse caminho em busca de uma melhor qualidade de vida.

Na próxima oportunidade falaremos sobre o Surgimento da Polícia no Brasil. (contato pelo email: sergiosantos33@hotmail.com) *Sérgio Santos - é policial Militar, lotado na 10ª CPMind, instrutor e promotor de Polícia Comunitária, instrutor do Proerd (Programa Educacional de Resistência às drogas), tem vários cursos na área de Polícia Comunitária, presidente da Liga Desportiva do Paranoá, cursa o 7º semestre de Pedagogia, e o 1º semestre em Tecnologia em Segurança e Ordem Pública.(contato pelo email: sergiosantos33@hotmail.com)

I

MPRUDÊNCIA

D OIS ACIDENTES DA DF-001 RESULTA EM

VÍTIMAS FATAIS E UMA CRIANÇA FERIDA

O primeiro acidente envolveu uma moto e um carro na , na entrada do Paranoá na altura da quadra 26, deixando uma pessoa morta. A colisão ocorreu por volta das 17h30 do dia 20. O condutor do Ford Fiesta, placas JGQ 3395, Francisco Milton Araújo,morador de São Sebastião, estava vindo de Arraias (TO) junto com a esposa grávida de três meses, quando ao se aproximar do quebra-molas reduziu a velocidade e se assustou com a moto vindo em sua direção. O motoqueiro Rangel M. Barbosa, casado, era morador de Sobradinho, trabalhava na GHF, uma empresa que presta serviço para o GDF, se dirigia à sua casa após o dia de trabalho. Testemunhas disseram que Rangel conduzia a moto em alta velocidade pela DF-001 no sentido Paranoá/Sobradinho e ao chegar nos quebra-molas existentes na altura da quadra 26 perdeu o controle da mesma já no primeiro obstáculo, desequilibrando-se de vez ao passar pelo segundo em contra-mão atingindo o Fiesta. Apenas a moto colidiu com o carro, enquanto o corpo do motoqueiro caia no asfalto com o carro passando por cima. O outro foi no dia 31, em

frente à Academia da Polícia Federal.Uma mulher morreu quando seguia de carro com os três filhos e uma sobrinha. Ana Paula Nunes Santana Araruna, de 42 anos, conduzia um Honda Fit que se chocou com um Space Fox. A motorista morreu na hora, presa às ferragens. O outro carro envolvido no acidente era de Raiane Fernandes, 21 anos. Após também ficar presa às ferragens, ela foi encaminhada ao HB. Testemunhas disseram que Raiane seguia sentido Paranoá, e Ana Paula rumo a Sobradinho. Foi então que Ford Fiesta branco teria saído da academia sem olhar, entrando na pista onde estava Raiane. Ao desviar, ela se chocou com o carro de Ana Paula. Um dos filhos de Ana Paula, Rafael Santana Araruna, de 8 anos, também foi levado para o HB. Gabriel Santana Araruna, João Guilherme Araruna e Gabriela Carvalho Nunes, que estavam no Honda Fit, passam bem. O motorista do Fiesta teria parado para olhar o acidente, no acostamento, mas fugido em seguida, sem sequer descer do carro. Segundo uma testemunha a motorista seria uma mulher e estaria com outra pessoa no banco do passageiro


AGRICULTURA

– BRASÍLIA - DF, 16 A 31 DE JANEIRO DE 2010

S EGURANÇA

SEGURANÇA NA ÁREA RURAL É DISCUTIDA NO PAD-DF

P ESQUISA

Secretaria de Agricultura e Segurança Pública se reúnem com lideranças e agricultores definem linha de atuação para combater a criminalidade

Discutir questões referentes à segurança na área rural foi a pauta da reunião realizada no dia 22, no CTG Sinuelo da Saudade, no Programa de Assentamento Dirigido do Distrito Federal (PAD-DF), oportunidade em que o secretário de Agricultura Wilmar Luís da Silva e o secretário de Segurança Pública do DF, Valmir Lemos de Oliveira, lideranças e produtores, buscaram definir linhas de atuação para atender as demandas daquela comunidade. O encontro contou também com a participação do deputado federal Rodrigo Rollemberg, do secretário de Inclusão Social do Ministério de Ciência e Tecnologia, Joe Valle e de representantes da PMDF, Ceasa e Emater. Wilmar Luís da Silva enfatizou o aumento das ocorrências de furtos e assaltos na área rural, os índices de consumo de drogas e a necessidade emergente de se buscar alternativas viáveis para conter a violência no campo. "Essa reunião é uma oportunidade de dialogar diretamente com o secretário de Segurança Pública, apresentar os problemas enfrentados aqui no PAD-DF e discutir ações conjuntas para elaborar um programa de melhorias para a segurança dessas famílias", disse. Além de um patrulhamento mais ostensivo na região, a comunidade destaca como prioridade a instalação de um posto policial no PAD-DF, para assegurar condições de segu-

FOTO: FRANCISCO BARROS

PASSIFLORAS: EMBRAPA

PESQUISA ALIMENTOS PREVINEM DOENÇAS

Autoridades e produtores rurais devem se reunir outra vez na primeira semana de fevereiro rança para a população que está atemorizada com o aumento da criminalidade. Principalmente depois do episódio de dezembro, quando bandidos invadiram propriedades e praticaram volumosos assaltos. De acordo com o secretário de Segurança Pública do DF, Valmir Lemos de Oliveira, o local determinado para a instalação do posto policial deve ser previamente avaliado pela Polícia Militar. Os representantes da comunidade devem entregar um relatório com as demandas e informações dos locais sugeridos na próxima reunião, marcada para acontecer no dia 26. Contudo, ressalta que a

questão primordial em relação ao posto é o efetivo. "Nós temos uma carência de efetivo e esse é um problema, é um complicador. Mas nós temos que tentar resolver", declarou. Para o major Alencar, a deficiência de efetivo é um grande problema na PMDF e, a curto prazo, não há possibilidades de grandes mudanças no atual cenário. Especificamente no que se refere ao comando responsável pelo policiamento na região (São Sebastião), essa deficiência se torna maior em função dos problemas enfrentados na área urbana com o aumento da população. "A unidade de São

FOLIA

ORGÂNICOS

D ERRUBANDO

A certificação obrigatória dos produtos orgânicos, que será exigida a partir de 31 de dezembro de 2010, vai além de seu objetivo - a regulamentação do mercado, inclusive com os mecanismos de controle a cargo do Estado. A exigência entraria em vigor dia 28, mas o prazo para os produtores se adaptarem foi prorrogado até o final de 2011. Para os envolvidos no processo, é preciso também derrubar mitos, dos quais o principal é a crença generalizada de que os produtos orgânicos são muito mais caros do que os convencionais. Apesar da crescente demanda, a agricultura orgânica ainda ocupa pouco espaço nas 5,2 milhões de propriedades rurais do país. Dados do Censo Agropecuário 2006, divulgado em setembro pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), indicam que apenas 1,8% do total de produtores usam tal técnica. Os ramos mais frequentes são a pecuária e criação de outros animais (41,7%) e a produção de lavouras temporárias (33,5%). A maior parte dos produtos, no entanto, é voltada à exportação (60%), especialmente para o Japão, os Estados Unidos e a União Europeia. A preocupação com a saúde e o meio ambiente é um dos fatores que explicam o aumen-

Sebastião não tem como alocar policiais militares aqui, além da viatura que já colocamos", disse. Mas nem por isso a PMDF deixará de agir em benefício da população do PADDF. "O patrulhamento tem que continuar", assegurou. A estimativa é que, a partir das demandas e informações que seriam encaminhadas, até sexta-feira (29) a PMDF já teria designado uma equipe para fazer a avaliação do local em que o posto policial será instalado. O secretário de Segurança Pública propôs uma reunião para a primeira semana de fevereiro, ocasião em que todo o processo será definido.

MITOS FOTO: VALTER CAMPANATO/ABR

Bananeira cultivada pelo método de produção orgânica to da procura por alimentos orgânicos, em todo o mundo. Na produção orgânica, não podem ser usados agrotóxicos, adubos químicos e sementes transgênicas, e os animais devem ser criados sem uso de hormônios de crescimento e outras drogas, como antibióticos. Além de produzir alimentos considerados mais saudáveis, na agricultura orgânica, o solo se mantém fértil e sem risco de contaminação. Os agricultores também ficam menos expostos, já que a aplicação de agrotóxicos, sem os devidos cuidados, é nociva à saúde.

Para controlar esse modo de produção, ainda com carência de dados sobre a quantidade de produtores e a área ocupada e de políticas públicas para seu desenvolvimento, o governo criou o Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica (Sisorg), cujo selo será permitido a partir do momento em que o produtor estiver de acordo com as novas regras. O selo deverá estar em todos os produtos orgânicos brasileiros. A exceção é para os produtos vendidos diretamente por agricultores familiares.

DE REIS COMEMORA SEU 10 ANIVERSÁRIO A edição comemorativa de 10 anos do Encontro de Folia de Reis do Distrito Federal reuniu, no último fim de semana de janeiro, grupos de Goiás, Minas Gerais, da Bahia, de Tocantins e Santa Catarina, além do DF. A tradição das folias na região, no entanto, datam de muito mais tempo. De acordo com o violeiro Volmir Batista, organizador e idealizador do evento desde a primeira edição, as folias de reis já ocorrem em Planaltina e Brazlândia, cidades próximas a Brasília, desde antes da construção da capital. “O encontro serve na verdade para resgatar essa tradição das folias, que já existiam em várias cidades, vários lugares, mas não tinham visibilidade”, assinala Batista. Ele acrescenta que há sete anos o evento faz parte do calendário de eventos oficiais do DF. “Os grupos se sentem incentivados a dar continuidade e até a repassar os conhecimentos tradicionais para as futuras gerações, por causa da expressividade que o encontro tem alcançado”, acredita o organizador. Ednelson Ferreira, de Arinos (MG), é um dos foliões que chegou na noite do dia 28. Para ele, participar do Encontro em Brasília é a realização de um sonho. “A gente sempre ouve falar, então estar aqui em contato com outros grupos, trocando experiências, é uma oportunidade única, diz.

Já é senso comum que a folha do maracujá é excelente calmante, e existem inclusive produtos à base de maracujá para controle da ansiedade comercializados no mercado. O que a maioria não sabe é que muitas espécies silvestres do gênero passiflora têm um potencial ainda não explorado para prevenir doenças como tremores, diabetes e problemas cardiovasculares, além de contribuir na regeneração celular e no controle de obesidade. Para que esses benefícios cheguem à mesa do consumidor, a Embrapa Cerrados unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), localizada em Planaltina (DF) - realiza uma pesquisa que estuda e desenvolve tecnologias para aproveitar o fruto do gênero passiflora como um alimento funcional, ou seja, que gera benefícios para saúde humana. Segundo a pesquisadora da Embrapa Cerrados Ana Maria Costa, que coordena o estudo, além de avaliar os componentes químicos e nutricionais que podem causar o efeito funcional, o trabalho busca saber se eles funcionam no dia-a-dia e não apenas no laboratório. São avaliadas quatro espécies diferentes (veja relação abaixo) de maracujás nativos do Cerrado, ainda não explorados comercialmente. A validação da pesquisa em humanos já está em andamento e conta com equipes médicas de diferentes instituições brasileiras, como universidades e o Instituto do Coração. Simultaneamente à pesquisa sobre a funcionalidade dos frutos, os pesquisadores também buscam desenvolver os elos que ligam produtores com interesse em produzir o fruto ao consumidor final. O estudo avalia desde informações biológicas das plantas

(como a polinização da planta e a quebra da dormência das sementes) até o processamento final do alimento pela indústria. Tantas facetas diferentes exigiram a criação da rede Passitec, que reúne 12 instituições de pesquisa, 40 laboratórios e cerca de 100 profissionais em todo o país. "Para ser funcional, o alimento deve ser elaborado de forma correta e consumido na quantidade certa para surtir o efeito biológico desejado", explica Ana Maria. Por isso, a equipe da Embrapa Cerrados elabora também produtos a serem industrializados já com a quantidade necessária dos maracujás estudados. São sucos, bolos e até mesmo uma linha de lácteos. Todos eles passam por uma análise sensorial, para garantir que o saudável seja também gostoso. Com algumas receitas de alimentos produzidos a partir de três das quatro espécies de passifloras estudadas em mãos, os pesquisadores da unidade da Embrapa estão estabelecendo parcerias com indústrias interessadas em produzir comercialmente os produtos. Nesta etapa, o objetivo é adaptar as tecnologias e as técnicas desenvolvidas para que elas sejam utilizadas em escala industrial. E SPÉCIES ESTUDADAS - No estudo, a Embrapa Cerrados avalia quatro espécies de passifloras. A equipe iniciou a pesquisa a partir de indícios fornecidos pela sabedoria popular ou por uma avaliação química de que os frutos contribuem na prevenção de problemas de saúde: Passiflora A - controle de estresse, enxaqueca Passiflora B - minimiza os tremores dos idosos Passiflora C - recuperação pós-trauma e regeneração celular Passiflora D - controle de obesidade e cardiovascular


Jornal das Cidades Edição 106