Issuu on Google+

ANO VII - Nº 110 BRASÍLIA-DF - 08

A

14

DE MARÇO

DE

2010 FOTO:

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

ENTORNO TEM

CONVÊNIOS COM O GDF GARANTIDOS

O governador em exercício, deputado distrital Wilson Lima, recebeu em seu gabinete no Buritinga, prefeitos de nove cidades localizadas no Entorno do DF que estavam preocupados com o andamento de convênios firmados. Lima deu a eles a garantia que os reecursos, inclusive os ainda não quitados, serão repassados normalmente. Página 3

S

CEOF TEM

EGURANÇA

AGENDA DE REUNIÕES

O deputado Cristiano Araújo informou que a Comissão de Orçamento já preparou seu cronograma de reuniões até o final do ano. As discussões só não acontecem no recesso de julho.

P ÁGINA 6 FOTO: J. RODRIGUES

BUSCA

POR BEATRIZ JÁ DURA DOIS MESES Pais e familiares de Beatriz Nery (foto), adolescente que desapareceu dia 10 de janeiro, ainda não sabem seu paradeiro. P ÁGINA 7

T

RADIÇÃO

Cabo Patrício pede o apoio de Sarney na tentativa de se evitar intervenção no DF

PROCESSO CONTRA DURVAL

FESTA

EM SEGREDO DE JUSTIÇA

As apresentações de quadrilhas terão início já no dia 24 de abril com o Encontro da Juventude na Praça Central da cidade. PÁGINA 5

O Ministério Público do Distrito Federal pediu ontem (12) que seja decretado o segredo de Justiça para o processo que o ex-secretário Durval Barbosa responde por suposta fraude em licitação como ex-diretor da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) no governo de Joaquim Roriz. A decisão será tomada pela juíza substituta da 5ª Vara Criminal de Brasília Andreza Alves de Souza. Enquanto isso, Poder Legislativo do DF publica dois pedidos de autorização do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para processar, criminalmente, o governador afastado José Roberto Arruda (sem partido). Eles tratam de acusações de suborno a testemunhas, bem como de falsificação de recibos. O presidente em exercício do Legislativo, Cabo Patrício, se reuniu com o senador José Sarney para pedir apoio contra a intervenção no DF. PÁGINA 6

JUNINA JÁ VAI TER INÍCIO

E

COLOGIA

ÓLEO DE COZINHA VIRA COMBUTÍVEL A Caesb anunciou esta semana que está investindo em uma iniciativa pioneira no DF. Vai transformar óleo de cozinha em combustível. PÁGINA 5

DIA MUNDIAL DE LUTA

CONTRA A TUBERCULOSE O Hopsital Regional do Paranoá está com uma série de atividades voltadas ao combate da tuberculose. A coordenadora do Programa, Cáudia Regina (foto), explica que será realizada uma mobilização entre os pacientes que circulam pelas unidades de saúde. PÁGINA 5

PESQUISAS RECEBEM INJEÇÃO DE RECURSOS

O reforço faz parte das várias ações que a Embrapa pretende realizar no "Ano Embrapa de Recursos Genéticos Vegetais", lançado pelo ministro da Agricultura. PÁGINA 8


OPINIÃO

BRASÍLIA - DF, 08

E DITORIAL

FRASE

CORRENDO ATRÁS

O empresariado está correndo atrás, mas não de clientes, conta a pagar nem a receber, e sim de maior segurança para trabalhar. As autoridades policiais dizem que mantem os efetivos, apesar de não contar com tanta gente assim, nas ruas fazendo patrulhamento. Por outro lado o empresário pede socorro dizendo que são vítimas diárias da ação de assaltantes e pedem reforço policial. A 10ª CPMInd, segundo seu comandante, o major Cirlândio, continua com o mesmo efetivo de anos atrás, quando sequer existia o Itapoã. De lá pra cá a população cresceu, inchou mesmo, e o número de policiais continua igual. Quer dizer, ele também tem que matar um leão todos os dias para atender a população, que se sente aprisionada e impotente diante de tanta violência. Casos de assaltos, furtos e roubos são relatados diariamente. Isso deixa claro que a reivindicação dos oficiais à disposição do Paranoá e Itapoã deve ser atendida pelo Governo do Distrito Federal. Há tempos todos que passam pelo comando da PM por aqui diz que a Companhia deve deixar de existir, nascendo em seu lugar um Batalhão, o que significa um efetivo maior, maior autonomia e também mais policial nas ruas. Além do Batalhão, todos afirmam que uma unidade da PM no Itapoã desafogaria a demanda em Paranoá. É questão apenas de conscientização, nada mais

A RTIGO

OS ERROS DE ARRUDA

POR RICARDO CALLADO O governo Arruda foi destruído por dentro. Não se tratou de uma ofensiva do Ministério Público, da Polícia Federal ou, muito menos, da oposição. Uma sequência de erros e de decisões equivocadas contribuiu para a implosão do grupo arrudista. Foi montada uma estrutura governamental torta, descentralizada e com muitos interesses conflitantes que culminou no caos que se vê hoje. Arruda tem seus méritos, e não são poucos. Acabou com as invasões, com o transporte de vans e de veículos piratas, iniciou a maior regularização de condomínios horizontais já vista no Distrito Federal e uma campanha bem-sucedida pela legalidade. Também devolveu veículos, imóveis alugados e enxugou a máquina pública com demissões de terceirizados, via, por exemplo, o famigerado Instituto Cadango de Solidariedade (ICS). Um dos primeiros erros do governador afastado e preso José Roberto Arruda foi não conseguir se desvincular de pessoas ligadas ao esquema montado para arrecadação de dinheiro para o caixa dois de campanha. Uma engrenagem que vinha funcionando há muito tempo no Distrito Federal e que servia de exemplo para outras unidades da Federação, mesmo que ilícita. Não deu certo justamente pela engrenagem torta de governo montada por Arruda. Enquanto o seu antecessor possuía uma hierarquia definida, da qual Roriz era o grande líder e no máximo três pessoas vinham abaixo para cuidar dos interesses do grupo político, no governo Arruda virou bagunça. Grupos empresariais e políticos se multiplicavam a cada negócio vantajoso que surgia. E, o que é pior, travando uma disputa interna para passar a perna um no outro. Isso não tinha como dar certo. Arruda também ampliou muito a interlocução com setores econômicos interessados em participar de grandes negócios na cidade. Houve interlocução demasiada. Enquanto o normal é os negócios serem feitos dentro das leis existentes, passou a se criar leis para se fazer negócios. Neste momento surgiu mais um grande erro do governador: o relacionamento com a Câmara Legislativa. Ela se tornou mais fisiológica que institucional. O balcão de negócios foi montado e os distritais, quando podiam, acuavam o Executivo. O que não falta, por exemplo, são comentários suspeitos acerca da aprovação do Plano Diretor de Ordenamento Territorial (PDOT), principal elo de uma sequência de erros que uniu a engrenagem administrativa torta, a divisão de grupos dentro do governo, os setores econômicos ávidos por grandes negócios e o fisiologismo dos parlamentares. Um barril de pólvora. No campo político, Arruda cometeu também alguns erros capitais. Posso citar como o maior deles a tomada do PMDB do colo do ex-governador Joaquim Roriz, que teve de se abrigar no nanico PSC. A ofensiva de Arruda foi tão grande que Roriz saiu humilhado do partido no qual militou durante anos. Isso causou a ira do ex-governador e de seu grupo. Foi a hora de tirar as armas do armário e partir para a guerra, para o tudo ou nada. Arruda cometeu um grande erro de cálculo. Os rorizistas também erraram nas suas contas. Achavam que iriam ferir de morte uma candidatura à reeleição de Arruda. Não esperavam a proporção que a Caixa de Pandora tomou, com prisões, pedidos de intervenção e uma crise política que vai marcar a história da cidade. Uma vez implodido o governo, para ser exato no dia 27 de novembro de 2009, entraram em cena os aloprados de Arruda, cometendo uma asneira atrás da outra. A maior delas foi a susposta tentativa de suborno. Uma ação que, pasmem, trocou duas vezes de interlocutores e até hoje ninguém sabe ao certo o que queriam de Edson Sombra: se fitas que incriminassem rorizistas, um depoimento inocentando o governador ou convencer Durval Barbosa, o delator, a mudar o seu depoimento. É bom lembrar que até este momento Sombra não era tratado como testemunha e sim como a figura que convenceu Durval a fazer as denúncias. Depois, passou a ser tratado como testemunhachave vítima de uma tentativa de suborno. Para completar, Arruda contratou uma banca de advogados figurões e caríssimos que o abandonou quando a corda começou a apertar. Ficou na mão de um criminalista renomado que tentou negociar com o STF, atráves da mídia, um compromisso de que Arruda não assumiria mais o governo se conseguisse o habeas corpus para sair da cela da PF. O fato irritou, ainda mais, os ministros do Supremo. Resultado: continuará preso por mais algumas semanas, foi abandonado por aliados e traído por antigos correligionários. Não tem mais nada a perder e nem a errar. Todos os erros, parece, já foram cometidos. *Ricardo Callado é cearense de Fortaleza, diretor de Redação do Grupo Comunidade de Comunicação - editor do Jornal da Comunidade, Jornal Coletivo e do portal Comuniweb.

E

X

P

E

D

I

E

N

T

E

Esta é uma publicação da: Media One Comunicação e Editora Ltda CNPJ: 04.676.116/0001-04 Inscrição Estadual: 07.426.563/001-40 Diretor Presidente: José Rodrigues Alves Diretor Financeiro: José Luiz de Brito Jornalista Responsável: Emílio de Faria - DRT 239.723-72 nº 9728 Editor-executivo: Marcos Antéro Sóter - DRT 0888-RO Repórter: Cassia Relva MT 007242 Colaboradores: Agnaldo Nunes da Silva, Maria das Graças Silva Pinto, Nides de Freitas (jornalistas) e Kassiana Nunes da Silva. Assessoria Jurídica: Dr. Fábio Binicheski - (61) 9648-8288 Administração, Redação e Publicidade: Qd. 31 - Conj. 23 - Lt. 4 - Sl. 201 - Paranoá Brasília-DF - CEP: 71571.810 Telefones: (61) 3369-5066 - (61) 8443-7138 - 3369-4480 Fotolito e Impressão: F. Câmara ráfica Circulação da Edição Impressa: Paranoá, Itapoã, Bairro Alto Colorado, Sobradinho, Planaltina, Varjão, São Sebastião, Jardim Botânico, Lago Sul, Lago Norte, Asa Norte, Asa Sul, Cruzeiro, Guará, Sudoeste, Câmara Federal, Sia e Legislativa, Senado Federal, Ministérios, Autarquias do Governo Federal, Secretarias do GDF e Prefeituras do Entorno.

ENVIE SUAS CRÍTICAS, SUGESTÕES, OPINIÕES, DENÚNCIAS, CARTAS E ARTIGOS, PARA OS NOSSOS ENDEREÇOS ELETRÔNICOS. jornaldascidadesdf@gmail.com imprensajornaldascidadesdf@gmail.com

AS OPINIÕES EMITIDAS NOS ARTIGOS E NAS MATÉRIAS ASSINADAS NÃO EXPRESSAM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO JORNAL. É PERMITIDA A REPRODUÇÃO DAS MATÉRIAS PUBLICADAS DESDE QUE A FONTE SEJA CITADA.

V ISITE

O NOSSO SITE E FIQUE ATUALIZADO WWW.JORNALDASCIDADESDF.COM.BR

DA

A

14

DE

MARÇO

DE

2010

SEMANA

“O sábio não é o homem que fornece as verdadeiras respostas; é o que formula as verdadeiras perguntas.” CLAUDE LÉVI-STRAUSS POR MARCOS ANTÉRO SÓTER

APRENDENDO

ACIP SE MOVIMENTA

A POUPAR

A secretária de Educação, Eunice Santos, apresentou o Programa Educação Financeira nas Escolas, terça-feira (9), no auditório da Imprensa Nacional. O programa está sendo implantado primeiro em instituições de ensino da rede pública que oferecem Ensino Médio. Em uma etapa posterior, será estendido ao Ensino Fundamental, para que chegue a toda Educação Básica. A iniciativa é do Ministério da Educação. A coordenação é da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), responsável pela elaboração das diretrizes de Educação Financeira nas Escolas, em parceria com Instituto Unibanco, que vai produzir o material didático a ser utilizado por alunos e professores. Entre os objetivos estão formar para cidadania, ensinar a planejar a curto, médio e longo prazos, desenvolver a cultura da prevenção e ensinar a consumir e a poupar de modo ético, consciente e responsável. O programa, em fase piloto, será lançado também em São Paulo, Tocantins e Rio de Janeiro.

UM BASTA AO DESPERDÍCIO

Vai chegar em Brasília a ecolavagem ou biolavagem, ou lavagem ecológica, seja lá que nome for, a partir do dia 1º de junho entra em vigor uma lei que proibe o uso de água na lavagem de carros em estacionamentos públicos. Os especialistas garantem que o processo de lavagem tradicional (foto) gasta, pelo menos, 100 litros de água, enquanto que a ecológica utiliza um pouco mais de um copo americano (200 ml). Esta técnica praticamente elimina o uso de água e limpa os carros por meio de produtos biodegradáveis passados com uma esponja ou flanela própria FOTO: SILVIO ABDON

.

RORIZ NA LIDERANÇA

A bancada dos Democratas (DEM) na Câmara tem novo líder, o deputado Paulo Roriz (foto). A vice-liderança continua com a distrital Eliana Pedrosa. Essas informações estão publicadas no Diário da Câmara Legislativa (DCL) de quarta-feira (10). Integra ainda a bancada o parlamentar Raad Massouh.

SABOR DO PORTAL

Uma refeição saudável, com sabor de comida da mãe, sem ter que gastar muito, o trabalhador ou o visitante do Paranoã pode encontrar todos os dias no Portal do Sabor, um restaurante instalado em um ambiente aconchegante na quadra 31, na Avenida Comercial. O atendimento é outro diferencial. O cliente é recebido pelo próprio dono e churrasqueiro do espaço, o João. Além do almoço servido de segunda-feira a sábado, o Portal do Sabor, atendendo sugestão de um freguês, ampliou o leque de produtos e oferece, de quinta a domingo, sempre a partir das 19h30, um variado cardápio de caldos feitos na hora.

Um participante da reunião convocada pela Acip este semana, informou que foi nomeada e seus integrantes visitaram mais de 250 comerciantes falando da necessidade da mobilização para ser realizada a manifestação de segurança já e convocando para o debate na Acip, dia 12, no momento todos foram a favor.

QUORUM

AÇÃO SOCIAL NO ITAPOÃ

A PMDF participou durante todo o sábado (6) e domingo (7), da Ação Social realizada pela Secretaria de Segurança Pública do DF, através da Suproc, no Itapoã. Foram utilizados estandes da

Companhia de Polícia Militar Ambiental (CPMA), do BOPE, do Regimento de Polícia Montada (RPMon), além da equipe do CPCAS que levou teatro e muita alegria para a população do cidade.

PRÉ-CANDIDATO

Na reunião da Associação Comercial, dia 12, para decidir que iria fazer em relação a manifestação, dos 250 visitados apenas 42 estiveram presentes. “Os empresários precisam se concentizar e se unir para que possamos conseguir sensibilizar as autoridades a nos enxergar. Se ficarmos pensando apenas em nós próprios, iremos continuar sem resolver este problema que a falta de segurança”, disse um comerciante.

NÃO

DE PESO NA REGIÃO

A divulgação da pesquisa eleitoral realizada pelo Instituto Dados, dia 23 de dezembro último, serviu para impulsionar a pré-candidatura a deputado distrital de Adilson Barreto, atual síndico do Condomínio Entre Lagos e Presidente da Federação dos Condomínios Horizontais - Facho/DF. Adilson Barreto que é morador da região do Itapoã/Paranoá há quase 20 anos e filiado ao Partido Verde, vinha resistindo à pressão dos amigos para se candidatar. A pesquisa que mostra seu nome empatado com algumas figuras conhecidas como Cristovam Buarque e vários deputados do DF, e isso chamou a atenção de vários políticos e de moradores interessados em eleger um deputado que represente a região, fechando definitivamente, a porta para aventureiros e estrangeiros.

ME CONVIDARAM

O comandante da 10ª CPMInd, major Cirlândio estranhou o fato do presidente da Acip convocar os empresários da cidade para discutirem a questão de segurança e não ter convidado a ele e o delegado Miguel Lucena para participar. Ele disse a este escrevinhador de linhas tortas por ajuntamento de letras mortas que “nunca, jamais, me recusaria a participar de uma reunião para tratar justamente daquilo que eu faço, que é prestar a segurança devida à comunidade”.

POR FALAR NELE...

O major revelou que só fica no comando da 10ª CPMInd até o dia 22 de abril. “Neste dia estarei recebendo promoção e daí devo assumir outras funções dentro da corporação”, disse ele, que se nega, no entanto, de falar de sua saída tem algo a ver com uma possível candidatura a distrital.

CANDIDATURA NATA

Mas o futuro tenente-coronel Cirlândio nem precisa falar se é pré-candidato ou não, sua candidatura, por ser militar da ativa, é nata, o que quer dizer que tem até as convenções para escolher um partido e ter seu nome incluido na nominata.

F ORRÓ A TRAENTE

Os jovens cantores Jane e Fokinha, da banda Forró Atraente, não escondem suas raízes de família ligada à música. A dupla, formada em 2005, já possui sete CDs e três DVDs gravados com mais de 300 mil cópias vendidas em todo o país. A Banda se apresntou no último carnaval do Paranoá logo após a apresentação do cantor Tatau a dupla da banda Forró Atraente arrebanhou uma multidão de fãs que curtiram as músicas. O sucesso é resultado da influencia em seu trabalho de banda do Norte e Centro-Oeste que buscam realizar um forró moderno e jovial. O terceiro DVD da dupla traz as novidades incorporadas em suas apresentações como Coladinho, Lábios Divididos e Avião Mágico, que já se encontram entre as mais pedidas nas rádios. Os fãs de todas as idades que a dupla conquistou podem entrar em contato pelo e-mail jk.produções.eventos@hotmail.com

SENAC NO PARANOÁ

Uma parceria entre o Senac e a Comercial Reis está oferecendo mais de trinta cursos do Senac no Paranoá. Os moradores interessados poderam procurar a Comercial Reis e fazer a sua inscrição. Segundo Reis embreve seram inicadas as primeiras turmas.

FEPAI NO AR

A Frente em Defesa do Paranoá e Itapoã – FEPAI, inaugurou seu espaço de rádio, na Paranoá FM com um programa todas as quintas feiras, das 16 às 17 hs, com apresentação do próprio José Reis, presidente da entidade. O programa destina-se a prestar serviços à comunidade e dar conhecimento do trabalho da Frente, passando informações de utilidade pública.

LONGE DAS INAUGURAÇÕES

Nenhum candidato, independentemente do cargo a que concorrerá, poderá participar de inaugurações a partir de 3 julho. É o que determina regra aprovada semana passada pelo TSE.

ASSIM

NÃO PODE

Informações que chegam à coluna dão conta que o show da dupla Pedro Paulo & Mateus, realizado na casa de eventos Bela Vista Hall,não tinha alvará. “A casa tem o seu para funcionar, mas, para realizar qualquer evento é preciso tirar um específivo”,disse um funcionário da administração.

CNA ESCOLA DE INGLÊS AGORA NO PARANOÁ Agora ficou mais fácil aprender inglês e Espanhol de maneira mais espontânea e natural. Foi inaugurada no Paranoá recentemente uma unidade ensino do CNA, que é uma das maiores redes de ensino de idiomas do país, conta com mais de 35 anos de sucessos e 480 escolas, alcançando a marca de meio milhão de alunos em todo território nacional. Unidade do CNA, a mais nova escola de inglês e Espanhol do Paranoá, que foi inaugurada na quadra 13 em frente a Praça Central, ocupa três andares e é compostas com uma estrutura moderna de sete salas de aula, um auditório para sessão de filmes, uma lanchonete, biblioteca, laboratório de multimídia e

RORIZ NA FITA

uma área de jogos e lazer. Para Fernanda, responsável pela escola, as pessoas precisam investir na educação e estamos com ótimos preços e uma promoção de inauguração.

O ex-secretário Durval Barbosa poderá ampliar o leque de denúncias de corrupção contra o governo local, iniciadas com a revelação de vídeos da suposta arrecadação e pagamento de propina no DF. O esquema foi desarticulado pela PF na Operação Caixa de Pandora, no fim do ano passado. As novas acusações podem extrapolar o governo de Arruda (sem partido) e alcançar o antecessor, Roriz (PSC). É o que sinaliza o Ministério Público do DF em ação penal contra Durval Barbosa por fraude em licitação quando ocupava o cargo de diretor-presidente da Codeplan no governo Roriz.

A coluna está aberta a sugestões de pauta, reclamações, críticas, informações, colaborações. Basta entrar contato através do e-mail: jornaldascidadesdf@gmail.com e também pelo fone (61) 3369-5066. (Fotos também serão aceitas). As colaborações devem conter nome completo, contato e RG. O leitor que desejar falar direto com o colunista pode enviar e-mail para marcantero@gmail.com.


EDUCAÇÃO

BRASÍLIA - DF, 8 A 14 DE MARÇO DE 2010

E DUCANDO OS PAIS

AJUDA PARA EDUCAR CRIANÇAS A JOVENS Regional de Ensino do Paranoá faz parceira com a Escola de Pais e oferece a cidade curso para orientar pais na educação Por: Cássia Relva O projeto de desenvolvimento de uma rede de proteção familiar no Paranoá e Itapoã vai oferecer no primeiro semestre de 2010 um ciclo de debates com temas que auxiliam na educação, na mudança de comportamento e no fortalecimento da família para os pais da região. As inscrições já estão abertas e são feitas nas escolas. Os encontros começam no dia 15. Serão círculos de debates com inúmeros temas de uma hora e meia por semana. O objetivo da regional com o projeto é contribuir para processos de educação mais saudáveis no desenvolvimento de crianças e jovens e assim criar condições de proteção e cuidado para este público. Para isso, uma parceira foi realizada pela Regional de Ensino do Paranoá com a Escola de Pais, entidade criada nos anos 1960 em São Paulo para ajudar pais e agentes de educação na formação de crianças e jovens. Os orientadores educacionais do Paranoá e Itapoã receberam o treinamento da Escola de Pais. Agora vão transmitir à comunidade algumas orientações, dicas e suporte para educarem seus filhos. Segundo a Regional de Ensino do Paranoá, nos relatos feitos por orientadores e professores, muitas crianças trazem a escola questões como falta de limite, desrespeito a si e ao outro, sofrimentos por maus tratos, negligências, vivências de drogas e alcoolismo na família, que geram um con-

T

FOTO: DIVULGAÇÃO

Salários vão de R$ 1.008 a R$ 5.167. A temporada brasileira de cruzeiros marítimos iniciada no final de 2009 terminará só em maio, mas as contratações para a próxima temporada, que ocorrerá entre o final de 2010 e o início de 2011, já começaram. Há pelo menos 3.500 vagas abertas – algumas delas poderão atender a demanda de cruzeiros internacionais. As oportunidades pedem que os candidatos tenham a partir de 18 anos, conhecimentos de inglês e, na maioria dos casos, experiência na área de interesse. Os salários variam de US$ 566 (R$ 1.008,39) a US$ 2.900 (R$ 5.166,64). As vagas são para cargos como assistente de garçom, garçom, bartender, camareira, cozinheiro, fotógrafo, massagista, cabeleireiro, confeiteiro, manicure, recepcionista, técnico de luz e áudio e vendedor, entre outros. TEMPORADA - A próxima temporada brasileira de cruzeiros começará em novembro de 2010. Após embarcarem, os tripulantes só retornam às terras brasileiras em maio de 2011. Há ainda a possibilidade de parte da tripulação ser transferida para temporadas internacionais, o que aumenta para até dez meses o período do contrato de trabalho. De acordo com a legislação brasileira, pelo menos 25% da tripulação dos cruzeiros que passam pela costa do país deve ser brasileira, o que impulsiona a contratação para os cargos.

Em 2007, a Regional de Ensino realizou o primeiro encontro para educação dos pais texto de violência doméstica. Além deles, encontram-se ainda a situação de exclusão social com desemprego, baixo salários e precárias condições de saúde, saneamento básico e moradia. A vulnerabilidade dessas crianças é afetada pela baixa faixa etária dos pais, que em sua maioria, tiveram filhos no início da adolescência e muitos deles vivenciaram modelos idênticos de educação que hoje repassam aos filhos. Dentre os temas dos encontros estão sexualidade humana, educação no mundo atual e a maturidade dos pais na vivência familiar. Ao final do curso o participante recebe um

LOCAIS

E HORÁRIOS:

CEF 01 do Paranoá - segundas-feiras, 14h às 15h30 ao lado do Fórum - Início 15/03

E.C.1 do Itapoã - segundasfeiras, 19h às 20h30 ao lado do Posto de Saúde. Início 15/03

CEF 03 do Paranoá quintas-feiras, 8h às 9h30Quadra 26. Início18/03

E.C.Alto Interlagos (Altiplano Leste) - sábados, 9h às 10h30. Início 20/03

certificado reconhecido pelo Mec. Cerca de 150 pais já se inscreveram para o curso. Em 2007, a DRE realizou o primeiro encontro para educação dos pais. Na época, foram realizadas cerca de 100 inscrições e 40 pais concluíram o curso. A expectativa é aumentar o nú-

mero de pais atingidos com o curso. Na opinião de Viviane Pontes, o ciclo de encontros é uma forma de trabalhar a informação sobre a educação de crianças e adolescentes, mas também de desenvolver a auto-estima dos pais que passam a ser multiplicadores das idéias.

RANSPORTE

ESTUDANTES DO DF JÁ PODEM CARREGAR CARTÕES DO PASSE LIVRE

F OTO : J ÚLIO FERNANDES

Os estudantes do Distrito Federal já podem, desde terça-feira (8), carregar os cartões do Passe Livre Estudantil. Para isso, devem se dirigir aos postos de atendimento da Fácil entre 8h e 17h. Para receber o benefício, é necessário que os alunos tenham feito o cadastramento e estejam com o cartão em mãos. Os estudantes que já possuem o Cartão Estudantil também devem se recadastrar. Além disso, é preciso levar o cartão de freqüência, carimbado pela instituição de ensino em que estuda. O acesso ao benefício ficou mais fácil este ano. Além do processo tradicional, no qual o aluno comparece a uma das unidades do Fácil levando a documentação necessária, é possível realizar o cadastramento via internet, por meio do site da empresa (www.facildf.com.br). A Lei do Passe Livre foi sancionada em janeiro e garante a gratuidade do transporte público para estudantes dos Ensinos Fundamental, Médio e Superior, além dos alunos de cursos técnicos e profissionalizantes (reconhecidos pela Secretaria de Educação e com carga horária superior a 200 horas-aula) e de faculdades te-

4,5 MIL VAGAS EM CRUZEIROS MARÍTIMOS

Cada beneficiado tem direito a até 54 passes mensais

ológicas ou instituições equivalentes. Cada beneficiado tem direito a até 54 passes mensais para fazer o itinerário casa-escolaestágio-casa, que vale para ônibus, metrô, micro-ônibus e, futuramente, veículo Leve sobre Trilhos (VLT) e Pneus (VLP). O direito também é estendido para transporte até estágios obrigatórios (exigidos pela faculdade).

O passe livre estudantil deve beneficiar, indiretamente, todos os usuários do transporte público do DF. Com o repasse dos recursos às empresas, não haverá aumento no valor das passagens até o final de 2010. No processo antigo, os alunos pagavam apenas um terço do preço normal da tarifa e os outros dois terços são bancados pelo próprio sistema.

VANTAGENS E DIFICULDADES - As empresas contratantes alertam que os candidatos fiquem atentos às dificuldades do trabalho, como dividir a cabine com mais de uma pessoa (que pode ser de outra nacionalidade), dificuldade de entender diferentes sotaques, ficar longe da família e de amigos e enfrentar uma jornada de trabalho de até 13 horas diárias, sete dias por semana, dependendo da companhia. Nos horários de folga, porém, os funcionários podem aproveitar para conhecer a cidade onde o navio está e curtir o passeio. Há também a possibilidade de treinar o inglês ou até mesmo outros idiomas, além da experiência profissional na área de interesse. CURSO E PASSAPORTE - Os candidatos devem ficar atentos que, antes de embarcar, é preciso fazer o curso de segurança marítima exigido pela Marinha do Brasil. O curso custa R$ 700, em média, e tem duração de aproximadamente uma semana. Segundo as empresas recrutadoras, os candidatos podem fazer o curso depois que já foram admitidos para a vaga. Os interessados também devem estar com o passaporte em dia Veja abaixo como se inscrever.

ESCS

ABRE PROCESSO SELETIVO

A Escola Superior de Ciências da Saúde (ESCS) abre processo seletivo simplificado com a utilização das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para o preenchimento das vagas remanescentes do Vestibular de 2010 para o Curso de Graduação em Enfermagem. As inscrições vão até dia19, na secretaria de cursos da ESCS que fica no Setor Médico Hospitalar Norte, Quadra 3,Conjunto A, Edifício FEPECS. Os alunos que prestaram o Enem/2009 e que tenham o interesse em cursar o Curso de Graduação de Enfermagem da ESCS podem consultar o Edital n º5 de 05/03/ 2010, publicado no Diário Oficial do Distrito Federal nº 45 de 8/03/2010, páginas 52 e 53. O Curso de Graduação em Enfermagem da ESCS é totalmente gratuito e com uma metodologia inovadora, onde seus alunos, desde o primeiro ano, são inseridos nas unidades de saúde da Secretaria de Saúde do Distrito Federal, para aprenderem a lidar com a comunidade e seus problemas. A ESCS está oferecendo 61 vagas remanescentes do Vestibular realizado em 2010, sendo 30 para os candidatos de ampla concorrência e 31 aos candidatos que cursaram integralmente os ensinos fundamental e médio em escolas públicas do DF

PETROBRAS: 501 VAGAS

A Petrobras (www.petrobras.com.br) realizará processo seletivo público para provimento de vagas e formação de cadastro, executado pela Fundação Cesgranrio. A inscrição deverá ser efetuada, no período entre 0h00 do dia 11 de março até às 23h59 do dia 21 de março de 2010, na página da Fundação Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br), observado o horário oficial de Brasília-DF. O recolhimento da taxa de inscrição, será de R$ 27,00 para os cargos de Nível Médio e de R$ 40,00 para os cargos de Nível Superior. Para os candidatos que não dispuserem de acesso à Internet, a Fundação Cesgranrio disponibilizará nos dias úteis locais de inscrição credenciados com computadores, no período de 11 a 19 de março de 2010 entre 9h00 e 16h00, horário local, nos endereços constantes, disponíveis no Edital. As Provas Objetivas serão realizadas nas cidades de Aracaju-SE, Belém-PA, Belo Horizonte-MG, Brasília-DF, CampinasSP, Curitiba-PR, Florianópolis-SC, Fortaleza-CE, João PessoaPB, Macaé-RJ, Manaus-AM, Mauá-SP, Natal-RN, Porto Alegre-RS, Recife-PE, Rio de Janeiro-RJ, Salvador-BA, Santos-SP, São José dos Campos-SP, São Luís-MA, São Mateus do Sul-PR, São Paulo-SP e Vitória-ES. O Exame de Capacitação Física será realizado nas cidades de Aracaju-SE, Belo Horizonte-MG, Campinas-SP, CuritibaPR, Florianópolis-SC, Macaé-RJ, Manaus-AM, Mauá-SP, Natal-RN, Porto Alegre-RS, Recife-PE, Rio de Janeiro-RJ, Salvador-BA e São José dos Campos-SP.


C IDA DE

BRASÍLIA - DF, 8 A 14 DE MARÇO DE 2010

P REVENÇÃO

HRPA FAZ CAMPANHA

T RADIÇÃO FOTO: J. RODRIGUES

CONTRA A TUBERCULOSE Segundo pesquisa, uma em cada três pessoas estão infectadas pela doença no mundo, mas apenas 5% a 8% manifesta os sintomas.

Dia 24 de março é a data do combate mundial à tuberculose. A doença foi incluída pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como prioridade. Segundo dados da OMS, da população mundial que possui 6,5 bilhões de habitantes, 2 bilhões estão infectadas, um terço do planeta. São 4.500 mortos por dia e cerca de 1,7 milhões de mortos pela tuberculose no ano. A meta da OMS é reduzir pela metade o número de óbitos até 2015. No Brasil, são cerca de 80 mil casos por ano e 5.000 mil mortes. Entre os estados mais atingidos pela tuberculose estão Amazonas, Acre, Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pernambuco, Pará e Rio de Janeiro com 38,2 por 100 mil habitantes. O DF possui uma das menores taxas, são cerca de 12 infectados por 100 mil. Em 2009, foram contabilizados 275 novos casos no DF. No Paranoá e Itapoã 12 foram contabilizados. Para manter o controle da doença no país, o Ministério da Saúde criou a Semana Nacional de Mobilização e Combate à Tuberculose em 2001. O Hospital Regional do Paranoá,vai realizar, entre os 22 a 26 de março, diversas atividades para informar à população. Segundo a coordenadora do Programa de Combate à Tuberculose no Paranoá, Claúdia Regina de Carvalho serão colocadas tendas nos Centro de Saúde do Itapoã e Paranoá, além de palestras sobre tuberculose nas escolas. Será realizado uma mobilização entre os pacientes que circulam pelas unidades de saúde para diagnosticar possíveis casos e orientar a prevenção. A campanha já começou no

hospital com a distribuiç��o de vários cartazes para divulgar a sala da tosse e fazer com que as pessoas conheçam cada vez mais o espaço destinado ao combate da doença. Estão previstos ainda treinamento para profissionais de saúde, agentes comunitários da área e funcionários como vigilantes e servidores da limpeza. "Qualquer um de nós pode ser infectado pela tuberculose, precisamos informar à população assim como sensibilizar os profissionais de saúde para realizar o diagnóstico, alguns pacientes chegam com dores nas costas ou sintomas semelhantes de outras doenças e, muitas vezes, a última lembrança dos profissionais é pensar que o paciente pode está com tuberculose, por isso precisamos desta campanha, para alertá-los também". A tuberculose é uma doença causada pelo micróbio chamado bacilo de Koch e tem cura. Ao entrar no organismo ele pode se instalar em vários órgãos como ossos, rins, intestinos, cérebro, pele entre outros. O contágio acontece em contato com a tosse, espirro ou escarro da pessoa infectada. O doente pode contaminar de 10 a 15 pessoas em um ano se não for diagnosticado que é tuberculose. Uma das grandes dificuldades para diminuir a incidência da doença é o abandono do tratamento pelo paciente. Nestes casos, formas mais resistentes de tuberculose surgem e põe em risco a saúde dos familiares. A duração prevista para o tratamento são seis meses, no entanto, ele não precisa ficar isolado. Os remédios são gratuitos e oferecidos pelas unidades de saúde. Após 15

As quadrilhas são o ponto alto do circuito de festas juninas

FESTA JUNINA DO PARANOÁ TEM INÍCIO DIA 24 DE ABRIL

O presidente da Associação dos Produtores de Festejos Juninos do Paranoá e Itapoã, prefeito comunitária da Quadra 26 e coordenador do Arraiá Colo de Menina, que vai acontecer nos dias 4 e 5, das 18 às 02 horas e no dia 6 de junho, entre 9 e 00 hora, Roberto Charles, divulgou esta semana a programação dos arraiais que serão realizados na cidade este ano. A abertura da programação será nos dias 24 e 25 de abril com o Encontro da Juventude. No sábado, as atividades começam às 17 horas e vão até às 02 horas e no domingo tem início previsto para as 9 e encerramento por volta de meia noite. Ao todo, segundo Roberto Charles, serão 11 eventos, com as apresentações dos grupos de quadrilhas juninas do Coodep, Triscou Queimou, Colo de Me-

M EIO AMBIENTE

dias de tratamento, ele pode voltar as atividades sem o risco de contaminar outras pessoas. A Tuberculose se manifesta em pessoas de 15 a 39 anos, nos homens a incidência é maior entre os 15 e 49 anos, mas há casos de idosos também. Outro grupo vulnerável a doença é composto pelos diabé-

ticos, alcoólatras e doentes de AIDS. Para a diretora do Hospital Regional do Paranoá, Ana Paula Costa Tamer, a campanha vai contribuir para a prevenção e divulgar que, apesar da doença ter cura, o agravamento acontece devido à falta de diagnóstico e conscientização do paciente.

ALGUMAS ATIVIDADES: DATA 16/03/10

LOCAL

22/03/10

- Treinamento sobre TB para funcionários do Ambulatório às 16 h.

CS Paranoá

- Reunião com funcionários para informações sobre TB.

- Treinamento sobre TB para Equipe do Possso Ajudar e funcionários do PS às 14 h.

UBSF Itapoã – Equipe 7 - Treinamento sobre TB para Equipe, vigilantes e serviços gerais. HRPa

23/03/10 PSF Capão Seco PSF Jardim II PSF Cariru 26/03/10

ATIVIDADE

HRPa

17/03/10 HRPa

PSF Quadra 18 PSF Jardim II

nina, Pula Fogueira, Brilho do Luar e Tradição, além dos arraiás da Paróquia, da quadra 25, da Administração Regional e dos Amigos da Quadra 02/04 e também a Festa do Trabalhador e abertura do circuito. "Estamos trabalhando para que em 2010 se repita o sucesso de 2009, quando conseguimos a participação de milhares de pessoas de várias regiões do DF que vieram prestigiar o nosso folclore", garante Roberto Charles. O coordenador dos festejos juninos no Paranoá diz também que está discutindo com a Liga Independente de Quadrilhas Juninas do DF e Entorno (LinqDFE), a realização três etapas do circuito de quadrilhas juninas do DF e Entorno, ocasião em que serão disputadas etapas dos módulos A, B e C.

- Palestra sobre TB ministrada por Dr. Allan Kardec, Sub-Secretário, aberta à comunidade, funcionários e parceiros.

CAESB PRODUZIRÁ BIODIESEL A

COM ÓLEO DE COZINHA USADO A Caesb é responsável por uma iniciativa pioneira no DF: a produção de biodiesel a partir do óleo de cozinha usado. A iniciativa surgiu da experiência da Companhia com o Projeto Biguá, que usa a matéria-prima na fabricação de sabão. O reaproveitamento do óleo de cozinha coletado em unidades residenciais e comerciais irá reduzir o componente oleoso no esgoto local e, consequentemente, a poluição dos corpos hídricos do Distrito Federal. Além disso, a redução do descarte de óleo diretamente na rede de esgotos promoverá efeitos positivos sobre os custos de tratamento. A meta do projeto é que até agosto a usina de produção de biodiesel esteja implantada. O combustível produzido deve abastecer parte da frota da

Caesb composta por 600 veículos, sendo 200 deles máquinas pesadas, caminhões, vans e ônibus que utilizam óleo diesel. Atualmente, são consumidos dois mil litros de combustível (diesel) por dia, que custam R$ 120 mil por mês. Estima-se que no DFsejam usados cerca de 24 milhões de litros de óleo por ano. Admitindo-se que nos processos de fritura haja uma perda de 50%, o volume final descartável será de 12 milhões de litros por ano, que representa uma poluição potencial de 240 trilhões de litros de água, ou seja, um volume igual ao de 428 lagos Paranoá. O projeto de coleta do óleo está em etapa piloto, recebendo, por enquanto, a contribuição dos principais restaurantes da cidade.

- Palestra sobre TB. - Palestra sobre TB (Sussuarana e escola). - Evento: Dia da Tuberculose. Saúde em 1º Lugar com parceria da EMATER, bazar, auto- massagem, palestras, filmes. - Bingo da Saúde. De maneira lúdica serão repassadas informações sobre TB e sorteio de brinde.

- Palestra sobre TB. 24/03/10

PSF Capão Seco

- Palestra sobre TB (Buriti Vermelho e escola).

PSF Jardim II

- Teatro, Quizz, Bingo, Brincadeiras com as crianças.

CS Itapoã

- Palestra sobre TB.

PSF PAD-DF

- Ação na Rodoviária do Paranoá (Coleta de exame/Educação em Saúde)

FORTALECENDO COM SAÚDE CICLISMO INDOOR CLIMATIZADO

CS Paranoá

Spinning que apresenta um completo programa de atividades em bicicletas estacionária que simulam vários percursos. Proporciona alta queima de caloria

- Palestra sobre TB no grupo de tabagismo e idosos. - Palestra sobre TB na Escola PAD-DF.

- Palestra sobre TB na escola, unidade de saúde e bares (abordagem).

MUSCULAÇÃO COM ERGONOMETRIA

Esteira, bicicleta e elíptico, que simula uma corrida, mas absorve o impacto sem causar

Avenida dos Pinheiros - Qd. 15 - Conj. M - Lotes 5/8 Paranoá - Fone 3408 - 5555


POLÍTICA

I

BRASÍLIA - DF, 8 A 14 DE MARÇO DE 2010

MPEACHMENT

GOVERNADOR AFASTADO

L UTO FOTO: RINALDO MORELLI/CLDF

RECEBE NOTIFICAÇÃO

A partir de agora, segundo Batista, a defesa tem 20 dias úteis para apresentar seus argumentos contra o processo de impeachment O primeiro-secretário da mesa da Câmara Legislativa do Distrito Federal (DF), deputado Batista da Cooperativa (PRP), ao sair do prédio da Polícia Federal, dia 8, disse que o governador licenciado do DF, José Roberto Arruda, foi notificado do processo de impeachment aberto contra ele pela Câmara. De acordo com o parlamentar, "a notificação foi presencial com a referência de duas testemunhas". A partir de agora, segundo Batista, a defesa tem 20 dias úteis para apresentar seus argumentos contra o processo de impeachment. O deputado Batista das Cooperativas (PRP), disse estar preocupado com estado de saúde do governador licenciado do Distrito Federal, José Roberto Arruda (sem partido). O deputado encontrou com Arruda dia 8 para notificá-lo de seu processo de impeachment movido pela Câmara do DF. "O Arruda de hoje (8)não é o mesmo de sexta-feira (5). Eu temo pela vida do governador", disse Batista, ao relatar que os pés de Arruda estão inchados por um suposto início de trombose e pelo agravo de diabetes. Para Batista, Arruda deve ter um atendimento médico especial. Na manhã do dia 8, Arruda

FOTO: VALTER CAMPANATO/ABR

A distrital Eliana Pedrosa suspendeu a reunião de quarta-feira

MORTE DE PAI DE DEPUTADO FAZ CPI SER ADIADA PARA O DIA 15

O deputado Batista das Cooperativas se diz preocupado com o estado de saúde de Arruda Na última sexta-feira (5), o foi ao Hospital Juscelino Kubits- cretário disse que o governachek, acompanhado de três dor não assinou a notificação governador licenciado se recuagentes da Polícia Federal (PF). que foi feita à revelia com a sou a assinar a notificação aleEle reclamava de fortes dores presença de duas testemu- gando não ter tido acesso ao nos tornozelos que estavam in- nhas. "Ele estava com a pre- inquérito sobre o suposto eschados e por isso, realizou al- sença de uma advogada. Ele quema de corrupção liderado guns exames. É a primeira vez leu o parecer, mas não o assi- por ele. Por isso, Batista das que Arruda sai da Superinten- nou sob os mesmos argumen- Cooperativas voltou à PF. A partir de agora, a defesa dência da PF, onde está preso tos de sexta-feira (5), que o desde o dia 11 do mês passado. inquérito não foi disponibiliza- de Arruda tem 20 dias úteis para Em relação ao processo de do para análise. O que implica apresentar argumentos contra o processo de impeachment. impeachment, o primeiro- se- sua defesa plena".

D EBATE

ESPECIALISTAS DIVERGEM SOBRE INTERVENÇÃO

O professor Mamede Said, professor da Faculdade de Direito da Universidade de Brasília (UnB), considerou que o Supremo Tribunal Federal (STF) fará análises distintas do pedido de intervenção nos poderes Executivo e Legislativo. Na sua opinião, pode haver justificativas para a medida no Executivo, mas não na Câmara Legislativa. Said foi um dos participantes do debate que o Sindicato dos Servidores da Câmara e do Tribunal de Contas do DF (Sindical) promoveu na manhã de terça-feira (9). O professor descreveu motivos para uma intervenção no GDF, mas alegou que a Câmara "não está de braços cruzados". Mamede Said acha que o Supremo fará várias sessões para analisar o pedido do Procurador Geral da República. O documento, na sua opinião, é uma "peça precária", mas o STF terá que avaliar também os novos fatos que se sucederam

C

desde que o pedido foi protocolado. "Temos a chance de transformar a crise num processo pedagógico", declarou. POSSÍVEIS EFEITOS - Os integrantes da Mesa foram indagados por servidores sobre possíveis efeitos de uma intervenção no andamento das atividades administrativas nos dois poderes e no funcionalismo público. Segundo o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Distrito Federal (OABDF), tudo vai depender da extensão da medida, caso o STF julgue em favor de sua adoção. "No Executivo, os funcionários apenas terão um novo chefe; continuarão a exercer suas funções normalmente. No caso do Legislativo, o Poder provavelmente seria fechado", afirmou. Mamed Said acha que, caso haja intervenção na Câmara, os servidores terão suas atividades reduzidas. Os trabalhos administrativos prosseguiriam normalmente, mas não exisi-

FOTO: RINALDO MORELLI/CLDF

Orçamento - Todos os anos, antes de julho, a CEOF deve emitir parecer à proposta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), elaborada pelo GDF, e analisar as emendas apresentadas pelos deputados à lei.

O debate realizado pelo Sindical foi aberto ao público tiriam as atividades legislativas. em assembléia a ser realizada O professor Alexandre Costa, quinta-feira, quando a maioria do Departamento de Ciênci- dos servidores presentes decias Políticas, lembrou que os dirá se a entidade é a favor ou limites da intervenção, se contra a intervenção. Particiacontecer, serão estipulados param também do debate o procurador Aldemario Araújo pelo Supremo. Inaê Amado, diretora do Sin- Castro, da Fazenda Nacional, dical, informou que o Sindicato e o Procurador Geral do DF se posicionará sobre a questão Marcelo Galvão.

Em dezembro, é a vez de o Orçamento ser apreciado pela Comissão. A Câmara só encerra suas atividades depois de aprovar a proposta.

F OTO: SILVIO ABDON/CLDF

CL AUTORIZA O STJ PROCESSAR GOVERNADOR

O deputado Cristiano Araújo é presidentre da Comissão de Economia

(PMDB) e Eliana Pedrosa (DEM).

Defesa do Consumidor A CDC tem como membros titulares os deputados Chico Leite (PT) - presidente, Reguffe (PDT) - vice, Aguinaldo de Jesus (PR), Raad Confira o cronograma da Comissão a seguir: Massouh (DEM) e Rogério Ulysses (sem partido). Março Abril Maio Junho Agosto

23 Set

13

11 Out

P ANDORA

PATRÍCIO PEDE APOIO DO PRESIDENTE DO SENADO CONTRA A INTERVENÇÃO O presidente em exercício da Câmara Legislativa, deputado Cabo Patrício (PT), se encontrou no final da tarde de quinta-feira (11) com o presidente do Senado, senador José Sarney (PMDB/AP), para pedir seu apoio contra a intervenção federal em Brasília. Logo depois da audiência, realizada na Presidência do Senado, Patrício disse que considerou o encontro positivo e que espera contar com o apoio de Sarney contra a intervenção. Segundo o deputado, o presidente do Senado afirmou que vai atuar em defesa das institui-

ções democráticas. Patrício informou ao senador sobre as atitudes que vêm sendo tomadas no Legislativo local desde o acirramento da crise política e destacou que a situação está muito melhor do que no mês passado, quando fez visita com o mesmo objetivo ao presidente da Câmara dos Deputados, deputado Michel Temer (PMDB-SP). O deputado ressaltou que a Câmara Legislativa vem funcionando normalmente e que os processos investigatórios contra os envolvidos na crise estão se desenrolando normalmente.

PARANOÁ!

CEOF DIVULGA CRONOGRAMA DE REUNIÕES

Integrantes - A CEOF tem como membros titulares atuais os deputados Cristiano Araújo (PTB) - presidente, Benedito Domingos (PP) - vice, Paulo Tadeu (PT), Benício Tavares

Pedrosa justificou que, como o deputado Paulo Tadeu é o relator daquela CPI, não faria sentido que ele deixasse de participar da primeira reunião, onde ele inclusive deve apresentar o cronograma dos trabalhos. Tadeu quer que o exsecretário Durval Barbosa, denunciante do esquema conhecido por "Mensalão do DEM", seja o primeiro a ser

DESPERTA

OMISSÕES

A Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF) da Câmara Legislativa, presidida pelo deputado Cristiano Araújo, já tem cronograma de atividades definido para o ano de 2010. As datas estão publicadas no Diário da Câmara Legisltiva (DCL) de sexta-feira (5). As reuniões ordinárias serão sempre às terças, às 10h30, na Sala das Comissões. A CEOF é responsável por analisar a viabilidade econômica das matérias que envolvem recursos financeiros. As despesas ou receitas decorrentes das propostas que chegam à Comissão são avaliadas e, conforme o parecer, podem ser rejeitadas ou aprovadas. A CEOF promove ainda a fiscalização da execução do orçamento do GDF e acompanha obras e investimentos.

Em virtude da morte, dia 9 do pai do deputado Paulo Tadeu (PT), Luiz Macena, a presidente da CPI da Codeplan, Eliana Pedrosa (DEM), anunciou que foi adiada para a próxima segunda-feira (15), às 15h, a reunião daquela comissão (que apura as denúncias de corrupção no âmbito do GDF) que estava marcada para quarta-feira (10), às 10h.

8 Nove

17 Dez

21 19 23 07 As pautas de cada uma dessas reuniões serão publicadas, posteriormente, na véspera dos encontros.

O Diário da Câmara Legislativa (DCL) traz publicadosna edição de quarta-feira (10) os dois pedidos de autorização do Superior Tribunal de Justiça (STJ) para processar, criminalmente, o governador afastado José Roberto Arruda (sem partido) (foto). Eles tratam de acusações de suborno a testemunhas, bem como de falsificação de recibos. Ambos foram lidos no dia anterior (9), em sessão ordinária no plenário da Casa. Agora, os dois processos vão à análise da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), onde serão relatados pelo deputado Chico Leite (PT). Após notificado, Arruda terá dez dias úteis para apresentar sua defesa à Comissão. Se aprovados pela CCJ, os processos seguem para plenário. Para que o STJ obtenha autorização para processar o governador afastado, são necessários os votos de dois terços dos distritais, 16 votos.

O JORNAL DAS CIDADES entra na luta para conscientizar a população quanto aos candidatos que vão aparecer no Paranoá cheios de promessas. Entendemos que, para defender os interesses da cidade, é necessário elegermos representantes do local na Câmara Distrital. Já somamos dezenas de milhares de eleitores e não temos nosso representante e, com isso, ficamos reféns daqueles que não têm compromisso real para com o desenvolvimento da egião. Vamos dar um BASTA nesta situação escolhendo alguém da região, pois só assim teremos voz e voto, além de projetos que sejam de interesse para o Paranoá e região.


SEGURANÇA

BRASÍLIA - DF, 8 A 14 DE MARÇO DE 2010

D ESAPARECIDOS

DESAPARECIMENTO DE BEATRIZ FAZ 2 MESES

P OLÍCIA E SOCIEDADE

Cresce o número de ocorrências na cidade, só os três primeiros meses de 2010, soma 24 casos, envolvendo, na maioria, mulheres jovens.

FOTO: ALBUM DE FAMÍLIA

Ao todo, 24 ocorrências foram registradas de janeiro até agora de pessoas desaparecidas na cidade. Destas, 23 foram localizadas pelas autoridades. O único caso que ainda intriga tanto a polícia quanto aos familiares é o da jovem Beatriz Nery da Silva. O índice é preocupante se comparado a 2009 que contabilizou 28 ocorrências durante o ano. Todas as pessoas foram encontradas. Segundo o delegado Miguel Lucena, titular da 6ª Delegacia de Polícia Civil do Paranoá, a maior parte dos desaparecidos são mulheres na faixa dos 11 a 16 anos. "Cerca de 70% dos casos são motivados por conflitos familiares, "os pais não aceitam o namorado ou não deixam que suas filhas saiam à noite para as festas. O restante geralmente é relacionado ao envolvimento com drogas", relata o delegado. Dentre os casos de desaparecidos este ano está o da ado-

lescente Beatriz Nery da Silva, 16 anos. A jovem foi vista pela última vez no dia 10 de janeiro próximo ao Mercado Shirley que fica na quadra 22 da Avenida Principal do Paranoá, por volta das 11 horas da manhã. Ela saiu com os pais para fazer compras no Mercado JL. Usava blusa amarela, calça jeans e uma sandália Kenner branca com preta. De acordo com o delegado Lucena, as busca continuam, mas não há pistas sobre o caso que foi encaminhado à Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) e que também continua sendo investigado pela Polícia Comunitária. Os familiares pedem ajuda da comunidade. Qualquer informação sobre Beatriz pode ser feita pelos telefones 33698092 (Gildene Nery - mãe de Beatriz), 9147561 (Ivaldiran, pai), 81622451 (Olávio, tio) ou pela Central SOS cidadão no número 08006471407.

SEGURANÇA PÚBLICA, TODOS TEMOS RESPONSABILIDADE

Beatriz Nery foi vista pela última vez no dia 10 de janeiro

R EIVINDICAÇÃO

ACIP BUSCA SOLUÇÕES PARA

A FALTA DE SEGURANÇA LOCAL A Associação Comercial e Industrial do Paranoá reuniu, na noite de quarta-feira, dezenas de empresários da cidade para discutir, mais uma vez, a questão da segurança local. No início do mês o presidente da entidade já havia convocado a classe empresarial, no entanto o número de presentes não foi suficiente, mesmo assim decidiu-se, naquele dia, que haveria uma manifestação pública com comerciantes e a comunidade saindo as ruas como forma de protestar contra os constantes assaltos que tem acontecido principalmente na Avenida Comercial. Na reunião de quarta-feira (10), os empresários resolveram formar uma comissão para tentar um encontro com o administrador, secretário de Segurança Pública, Comando Geral da PM e Direção Geral da Polícia Civil. "Iremos até as autoridades levando nossas reivindicações, caso não se vislumbre nenhuma luz no fim do túnel, aí sim, poderemos ir às ruas para protestar", revelou um dos presentes que pediu, inclusive, para não ser identificado. O empresariado reclama que a maioria vem sendo assaltada e que isso só acontece em consequência da falta de policiamento ostensivo nas ruas. Para os comerciantes, as forças poli-

FOTO: J. RODRIGUES

O Jornal das Cidades foi às ruas perguntar o que comerciantes acham que pode ser feito para melhorar a segurança da Avenida Principal do Paranoá. FOTOS: CÁSSIA RELVA

Cerca de 50 empresários reuniram-se na Acip para falar sobre segurança

ciais deveriam disponibilizar um número maior de viaturas e homens à pé, fazendo o patrulhamento constante, além de reivindicarem a utilização do policiamento em duplas, conhecida como Cosme e Damião. O comandante da 10ª (CPMInd), major Cirlândio Martins, que deve deixar o posto no dia 22 de abril, ocasião em que receberá promoção à patente de tenente coronel, em contato com a redação do Jornal das Cidades, disse estranhar o fato de os empresários se reunirem para discutir segurança e não terem convidado a ele e ao delegado-chefe da 6ª Delegacia de Polícia,

Miguel Lucena Filho. "Nós sempre nos colocamos à disposição da classe empresarial e da comunidade como um todo, por isso nosso estranhamento. Nós (o delegado e eu) poderíamos contribuir com a discussão dirimindo as dúvidas e até mesmo apontado soluções. Conversei com o delegado Miguel Lucena e senti que ele tem a mesma posição, uma vez que uma manifestação com gente indo às ruas, convidando a Imprensa televisada, é ruim para a cidade e pode espantar aquele consumidor que vem de outras regiões fazer suas compras no comércio local", disse ele.

CPMIND GARANTE QUE TRABALHA Apesar de os empresários reclamarem, as forças policiais garantem que o policiamento está sendo feito de forma continuada e efetiva. O comandante da 10ª CPMINd, major Cirlândio, lamenta, inclusive, que alguns comerciantes "falam coisas que são inverdades. Um deles chegou a dizer em entrevista a uma emissora de TV que havia sido assaltado 12 vezes, fomos verificar junto à 6ª DP e constatamos que a empresa dele foi, realmente, vítima, mas não da forma que ele disse. A empresa foi assaltada quatro vezes, sendo três em 2006 e uma agora em 2010", disse ele. O major revelou, ainda, que a 10ª CPMINd continua com o mesmo efetivo que tinha quando a companhia atendia apenas o Paranoá. "Depois nasceu Itapoã e a região onde atuamos cresceu bastante", diz ao lembrar que a PM local tem sob sua responsabilidade a segurança de Paranoá, Itapoã, condomínios, as quadras MI e ML 7 a 13 no Lago Norte, QI 29 e outras do Lago Sul e ainda toda área do Altiplano Leste e rural do Paranoá. Na quarta-feira, dia em que o Jornal das Cidades esteve na 10ª CPMInd, o major Cirlândio revelou que a

ENQUETE

“Precisamos retirar os adolescentes que pedem esmolas na cidade, ao mesmo tempo, que vigiam o movimento do comércio da Avenida para assaltar”. Kelly Cardoso, Proprietária da Cardoso Informática.

PM estava com 34 policiais nas ruas. "Os empresários têm toda razão em reclamar, não lhes tiramos este direito, mas eles também têm que entender a nossa situação. Nós estamos fazendo a nossa parte, tanto é que prendemos vários ladrões só este ano, os últimos que prendemos foram reconhecidos por nada menos do que sete pessoas como sendo os que haviam assaltado a Panificadora Vitória. Eles foram levados para a 6ª DP, o delegado pediu a prisão provisória deles, mas a Justiça negou e a esta altura eles já devem estar soltos por aí", O comandante, a exemplo dos empresários, também de-

fende a instalação de câmeras de vigilância, como aconteceu em outubro de 2009 em Itapoã. "Com a instalação das câmeras, os bandidos migraram para outras cidades, inclusive para o Paranoá. Isso é público e notório", afirmou ele. O major explicou que está mantendo de três a cinco viaturas em movimento nas avenidas Comercial, Transversal e Alta Tensão, além de duplas (Cosme e Damião) em patrulhamento a pé. "Devido ao alto número de viciados presente no espaço da feira, colocamos policiais que permanecem no local das 13 às 21 horas nos dias de semana e das 7 às 23 horas aos domingos".

*Sérgio Santos - é policial militar, lotado na 10ª CPMind, instrutor e promotor de Polícia Comunitária, instrutor do Proerd (Programa Educacional de Resistência às drogas), tem vários cursos na área de Polícia Comunitária, presidente da Liga Desportiva do Paranoá, cursa o 7º semestre de Pedagogia e o 1º semestre em Tecnologia em Segurança e Ordem Pública.(Contato pelo email: sergiosantos33@hotmail.com)

T RÂNSITO

SERVIDOR DE CARREIRA NO LUGAR DE CÉSAR CALDAS NA DIREÇÃO DO DETRAN

F OTO : DIVULGAÇÃO

“Acredito que a instalação de um sistema de câmera na avenida como fez o Itapoã pode resolver um pouco o problema”. Márcio Bezerra, proprietário da Drogaria Família.

FOTO: ANDERSON ASSUNÇÃO E PARENTE

Xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Na atual Sociedade os problemas que enfrentamos no campo da Segurança Pública são extremamente complexos por ser tratarem de vários fatores que vão além do PRENDER e PUNIR, então para começar vamos refletir o desenho acima, que foi publicada no Jornal do Brasil no dia 07/09/2005, no primeiro momento pode parecer estranho olharmos para as desordens, violência e crime e não mais vê-las como problemas de polícia, mas é por acharmos que as pequenas ações não vão dar em nada que estamos perdendo para a criminalidade, quando deixamos de fazer nossas obrigações de cidadão, como ajudar o vizinho, cuidar das coisas públicas, ir as reuniões do CONSEG, (que analisaremos em outro momento), para darmos a nossa opinião e assim contribuir com a sociedade ou quando tentamos dar um "JEITINHO" em qualquer oportunidade que apareça para nos beneficiar de algum coisa ou situação incomoda pra nós, estamos assim deixando de contribuir com a Segurança Pública e conseqüentemente com a nossa própria segurança. Em seu livro "Polícia Comunitária, Construindo Segurança nas Comunidades", o autor Cel. Nazareno Marceneiro, escrever o seguinte: "O Estado deixou de investir nas políticas sociais, a sociedade também deixou de se responsabilizar pelos crimes e os criminosos passaram a ser considerados culpados individualmente", ou seja, "cada um por si", cabe destacar que vários estudos têm mostrado que aproximadamente 70% das intervenções policias não são na área policial, mas sim na área social, o Estado é a Sociedade passaram a ver os problemas sociais como problema da polícia, e colocando a culpa exclusivamente na mesma como a charge acima constata. Temos que inverter esta situação, temos que passar a se preocupar com os problemas que estão ao nosso redor que também são nossos, vejamos o exemplo: quando o filho do nosso vizinho comete um infração fora da lei e não alertamos o mesmo, estamos correndo o risco de vê-lo ir para um caminho muitas vezes sem volta, e ainda mais, ele cometeu contra uma pessoa hoje, talvez amanhã cometa este mesmo delito contra a nossa pessoa, ai o que acontece? Reclamamos que as autoridades não fazem nada e esquecemos que nos fazermos parte de uma sociedade, e temos direitos e deveres, como este escrito no Artigo 144 da Constituição Federal, "SEGURANÇA PÚBLICA, DEVER DO ESTADO, DIREITO E RESPONSABILIDADE DE TODOS...", o qual invoquei na edição passada, Então caros leitores é de estrema importância que possamos fazer uma reflexão de modo mais critico e sincero de como vemos a Segurança Pública e como podemos contribuir para melhorá-la, espero ter contribuído para desmistificar que Segurança Pública não é só responsabilidade da Polícia, mas da sociedade em geral. Termino hoje com outro estudioso do tema que Diz: "Segurança Pública é essencialmente, uma questão política e, como tal, pode e deve ser debatida por todos os cidadãos, independentemente de sua formação ou conhecimento" MARCOS ROLIN. Até a Próxima.

“Mais policiamento e a volta da dupla Cosme e Damião”. Artur Borges, gerente do Larissa Magazine.

“Nós já fizemos outras mobilizações, mas não teve efeito, as reuniões da Associação só ficam no discurso, mas aposto no sistema de câmera de segurança na Avenida pode ajudar”. Ozilene Alves, empresária da Vem que Tem Ferragens.

O Departamento de Trânsito (Detran) do DF tem nova direção desde terça-feira (9). José Antônio de Araújo, que gerenciava o Setor de Habilitação do Detran, assume a diretoria do órgão no lugar de César Caldas. O governador em exercício, Wilson Lima, aceitou o pedido de demissão de Caldas, que ficou no cargo durante um ano. A mudança foi publicada no Diário Oficial do DF na tarde da terça-feira (9), que traz também o Decreto nº 31.387. Ele determina que o Detran passe a ser subordinado à Secretaria de Segurança Pública, e não mais à Secretaria de Transportes. A alteração é resultado de reivindicações da categoria de servidores. Bacharel em Administração de Empresas, Araújo, 57 anos, é servidor de carreira do Detran há 33 anos. Anteriormente exerceu as funções de gerente da área de Habilitação e Controle de Condutores, supervisor de Policiamento e Fiscalização de Trânsito, supervisor de Operações Técnicas, gerente de Policiamento e Fiscalização de Trânsito, gerente de Controle de Veículos e Gerente de Infrações e Penalidades. Araújo disse que esta será mais uma oportunidade de trabalhar pelo bom desempenho do Detran. "Estou assumindo esta função com o compromisso de muita dedicação no trabalho pelos próximos 10 meses, até o fim dessa gestão", afirmou o novo diretor.


AGRICULTURA

BRASÍLIA - DF, 8 A 14 DE MARÇO DE 2010

G ENÉTICA

P REPARAÇÃO FOTO: EMBRAPA

FOTO:DIVULGAÇÃO

O treinamento dos produtores da região será gratuito

EMBRAPA CERRADOS

OFERECE CURSO SOBRE ORDENHA E QUALIDADE DE LEITE

Produtos como a mandioca, arroz, feijão-caupi, soja e uva foram priorizados e estão armazenados em bancos de germoplasma

Embrapa investe R$ 20 milhões em pesquisas

O investimento é proveniente do Agrofuturo, programa do governo brasileiro sob a administração da empresa, financiado pelo BID

Para fortalecer ainda mais as pesquisas na área de Recursos Genéticos Vegetais, a Embrapa vai investir, em 2010, R$ 20 milhões em ações que visem à conservação e o uso sustentável de um dos maiores patrimônios biológicos do mundo. O reforço faz parte das várias ações que a Embrapa pretende realizar no "Ano Embrapa de Recursos Genéticos Vegetais", lançado pelo Ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Reinhold Stephanes, terça-feira (9), na sede da Embrapa,

em Brasília. O investimento é proveniente do Agrofuturo, programa do governo brasileiro, sob a administração da Embrapa, financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e instalado para contribuir na melhoria da competitividade, eficiência e equidade do setor agropecuário. Parte desse programa foi redirecionado com foco em Recursos Genéticos Vegetais, resultando no programa AgroVerde. Cinco produtos foram prio-

rizados pelo programa: mandioca, feijão-caupi, arroz, soja e uva. Segundo o pesquisador da Embrapa Luciano Nass, um dos coordenadores do programa, a escolha desses produtos se justifica pelo valor que representam à agricultura nacional. "As amostras dessas variedades mantidas nos bancos de germoplasma requerem cuidados especiais, a fim de que sejam conservadas de forma adequada para utilização atual e para as gerações futuras", ressaltou. Cada um desses produtos

P ESQUISA

FISCALIZAÇÃO FOTO:DIVULGAÇÃO

A cagaita, fruta natural do Cerrado, é largamente utilizada na culinária do Centro Oeste

Cadeia produtiva de frutos do Cerrado está sendo avaliada Cagaita, araticum, pequi, mangaba. Vários nomes que compõem a diversidade de frutos do Cerrado também estão presentes na dieta do brasileiro, sob a forma de produtos processados e industrializados, como picolés, doces, conservas, licores, etc. Para conhecer o perfil desse mercado, a Embrapa Cerrados, unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), e a Faculdade UnB Planaltina estão realizando um estudo sobre a cadeia produtiva desses produtos no Distrito Federal. O levantamento procura

está armazenado em bancos de germoplasma nos centros de pesquisa correspondentes. Segundo Luciano, dentre as atividades necessárias para a conservação e o uso desses recursos estão: manutenção de infraestrutura dos bancos de germoplasma, conservação em condições adequadas, estudos de caracterização e avaliação, além da multiplicação das variedades para distribuição. O projeto está apoiando também o aperfeiçoamento dos sistemas de informação em recursos genéticos.

identificar a origem dos frutos (cidade e estado), a demanda e a percepção dos empresários do ramo sobre a dificuldade de obtenção dos produtos. Para o estudo, estão sendo aplicadas entrevistas direcionadas a indústrias, processadoras e distribuidoras de frutos do Cerrado. Sustentabilidade - A pesquisa tem ainda uma preocupação ambiental. Segundo o pesquisador da Embrapa Cerrados José Mauro Paz Moreira, ao se identificar as áreas de onde vêm os frutos do Cerrado, pode-se conhecer o sistema extrativista utilizado, para

posteriormente propor técnicas que visem a sua melhoria, considerando aspectos ambientais, econômicos e sociais. "Se a comunidade não gera renda a partir desses frutos, a probabilidade de suprimir o Cerrado para outras atividades de uso do solo é maior", comenta. Empresas que trabalham com os frutos do Cerrado que se interessem em contribuir com informações para a pesquisa podem encaminhar um e-mail para a professora Janaína Diniz (janadiniz@unb.br) ou o pesquisador José Mauro (jose.moreira@cpac.embrapa.br).

APREENDE MAIS DE 20t DE ALIMENTOS Mais de 20 toneladas de alimentos clandestinos já foram apreendidas neste ano pela Operação Rota Ilegal, da Secretaria de Agricultura do DF. A intensificação nas apreensões foi reforçada com a chegada de 15 fiscais concursados que se somaram a equipe de vinte cinco pessoas, incluindo os funcionários administrativos, da Diretoria de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal e Animal (Dipova). Somente entre os dias 26 de fevereiro passado e primeiro de março, oito toneladas foram apreendidas nas estradas de acesso a Brasília (BRs 040, 060 e 070). Comandada pela Dipova, a operação retirou de circulação cinco toneladas de queijo mussarela e mais três toneladas divididas entre pescado, frango e carne bovina. Os produtos vieram de outros Estados e estavam em péssimas condições de higiene e sem nota fiscal. Não haviam passado pelo controle sanitário. As oito toneladas apreendidas estão sendo incineradas. Além das apreensões, sete pessoas foram autuadas por transporte de produtos clandestinos e ilegais. Elas pagarão multa que vão de R$ 250 a R$ 280 mil, dependendo da quantidade e do que é transportado. Segundo o gerente de inspeção da Dipova, Wellington Lopes, todos os produtos de origem animal e vegetal devem passar pelo Serviço de Inspeção Federal (SIF) e pela inspeção da Dipova para comprovar se estão em estado de consumo. "Estes produtos vendidos no meio de BRs, em barracas, geralmente não passam pela inspeção e podem ser a origem de várias fontes de contaminação. A falta de refrigeração acelera a deteriorização", alerta Lopes.

Produtores de leite do Distrito Federal e entorno têm uma oportunidade de aperfeiçoar suas atividades e assim chegar a um produto de mais qualidade. Essa é a proposta do curso sobre qualidade de leite, higiene e procedimentos de ordenha, que será realizado pela Embrapa Cerrados - unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). O treinamento será gratuito, destinado a produtores da região e vai ocorrer entre os dias 17 e 18 de março no Centro de Transferência de Tecnologias de Raças Zebuínas com Aptidão Leiteira (CTZL) da Embrapa Cer-

rados, localizado no Gama (DF). O palestrante é o médico veterinário Eduardo Ferreira Borges. Ele é especialista em pecuária leiteira e vai abordar tanto aspectos teóricos como práticos. O curso inclui boas práticas de ordenha, noções de resfriamento do leite e funcionamento de tanques de expansão e de ordenhadeira mecânica. As inscrições devem ser feitas na Área de Comunicação e Negócios da Embrapa Cerrados, pelos telefones 3388-9931 e 3388-9832 ou pelo e-mail eventos@cpac.embrapa.br. As vagas são limitadas.

P RODUÇÃO FOTO EMBRAPA

AGRICULTORES

FAMILIARES RECEBEM PROJETO PARA MELHORAR O CULTIVO DE MANDIOCA Promover a melhoria dos sistemas produtivos de agricultores familiares nas culturas da mandioca e banana em duas comunidades rurais, por meio de informações tecnológicas sustentáveis. Esse é o objetivo do projeto "Manarosa", coordenado pela Embrapa Amazônia Ocidental, em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), através dos escritórios dos municípios de Manacapuru e Manaus. "Para melhorar os sistemas produtivos é necessário que os agricultores familiares tenham acesso às cultivares de mandioca e banana recomendadas pela pesquisa e esse é um grande entrave no Estado, principalmente para a mandioca", explica a coordenadora do projeto, pesquisadora da Embrapa, Mirza Pereira. Entre as atividades do projeto está previsto a implantação na Comunidade do Manairão uma Unidade de Propagação Rápida de mandioca, técnica que acelera a produção das sementes-manivas e permitirá oferecer maior disponibilidade de cultivares selecionadas aos agricultores. Em relação à banana, a parceria com o Idam vai viabilizar, como contrapartida, a disponibilização de cerca de seis mil mudas de banana de cultivares resistentes à si-

gatoka negra, recomendadas pela Embrapa, para que sejam implantadas Unidades Demonstrativas em áreas de agricultores parceiros do projeto. Nestes locais será feito o plantio e manejo dos cultivos e todas as ações de implantação e acompanhamento serão feitas como atividades de capacitação para a comunidade. "Os agricultores terão a oportunidade de acompanhar, na prática, todas as etapas desde a implantação até a colheita e pós-colheita da mandioca e da banana", explica a coordenadora. "Nossa expectativa é que o projeto contribua para melhorar a qualidade de vida dos agricultores familiares, por meio da adoção das tecnologias geradas pela pesquisa agropecuária", afirma. As atividades iniciaram em dezembro de 2009 na comunidade do Manairão com a realização de Diagnóstico Rápido Participativo (DRP), cujos resultados foram apresentados aos agricultores servindo de critério para selecionar àqueles que poderão ser referência para a implantação das unidades demonstrativas do projeto. No dia 2 de março o projeto "Manarosa" iniciou suas atividades na Comunidade do Pau Rosa, localizada no assentamento do Tarumã Mirim, em Manaus.


Jornal das Cidades Edição 110