Page 1

BRASÍLIA - DF - 1º

ANO VIII - Nº 165

A

7

DE AGOSTO DE

2011

SECRETÁRIO BRIGA COM A JUSTIÇA

O novo secretário de Obras do governo Agnelo, engenheiro Oto Silvério Guimarães Júnior, no passado cometeu irregularidades denunciadas pelo Tribunal de Contas do DF quando foi presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), em 1998, no então governo petista de Cristovam Buarque. Oto briga na Justiça comum pelo não pagamento de multa pecuniária que lhe foi imposta na época pelo TCDF e que até hoje lhe é cobrada - R$ 5.659,23. Página 4

Tribunal de Contas do DF cobra de Oto Júnior multa de mais de R$ 5 milhões

SENADOR CRITICA POSTURA DO GDF

P ÁGINA 2

VEJA MAIS FOTO: J. RODRIGUES

PAULO TADEU É O CAMISA 10 DO SOBRADINHO E.C.

EMPRESÁRIO

DE COMUNICAÇÃO RECEBE HOMENAGEM NA CÂMARA O empresário Hélio Queiroz da Silva, presidente do grupo Alô de Comunicação, recebeu, no dia 3, o título de Cidadão Honorário de Brasília na Câmara Legislativa. Ele recebeu autoridades, familiares e amigos em cerimônia no plenário da Casa. PÁGINA 7

GOLPE

FOMENTO

Desde que chegou à região do Entorno do DF, em abril deste ano, a Força Nacional conseguiu reduzir praticamente à metade o número de homicídios. PÁGINA 6

No dia 2, o governador Agnel participou do do lançamento do Plano Brasil Maior, do governo federal. O evento foi realizado no Palácio do Planalto. PÁGINA 5

CONTRA A BANDIDAGEM

À

INDÚSTRIA

Em apenas sete meses como membro do GDF, o petista Paulo Tadeu conseguiu poder e dinheiro. Hoje, ele é dono de um time de futebol no Distrito Federal, o Sobradinho Esporte Clube. À frente do Sobradinho, Tadeu colocou um dos irmãos, Ricardo Vale da Silva, denunciado pela imprensa em março de 2006 sobre esquema de destinação de verbas públicas para organizações não-governamentais. Página 8

META

OBRA

Por iniciativa do deputado Agaciel Maia (PTC), o Legislativo do DF realizou, no dia 3, sessão para apresentação do programa nacional Caixa de Ferramentas, destinado à qualificação e acompanhamento juvenil. PÁGINA 3

No dia 4, o Estádio Nacional de Brasília recebeu a visita de uma comissão do governo federal, que se surpreendeu com a evolução das obras e a importância dada à reciclagem e aproveitamento de recursos naturais. PÁGINA 4

É RESGATAR A JUVENTUDE

PODERÁ DESLANCHAR ?

ESTUDANTES GOIANOS

TERÃO MAIS OPORTUNIDADE DE ESTUDAR O governo do Estado vai disponibilizar, a partir de 2012, mais 10 mil Bolsas Universitárias, sendo mil integrais. O anúncio foi feito no dia 5 pelo governador Marconi Perillo. PÁGINA 9


OPINIÃO

BRASÍLIA - DF, 1º A 7 DE AGOSTO DE 2011

E DITORIAL

Frase da Semana

REFLEXÃO SOBRE A DISPUTA DE 2014 O triunfo nas eleições sempre foi e será a maior vitória do homem público. Nas mídias impressa e eletrônica, repórteres desenvolvem matérias já com projeções em relação a 2014. Quem serão os prováveis candidatos a deputado e senador? Há nomes que despontam para os governos estaduais? E a presidência da República, quem seriam os postulantes em destronar o reinado do Partido dos Trabalhadores? Na esfera nacional, evidentemente a oposição - e aí leia-se o PSDB - procurar superar suas divergências internas e conseguir um nome de consenso. Ainda há o sonho de que o senador Aécio Neves seja o principal candidato. Fala-se, inclusive, numa dobradinha com o colega Demóstenes Torres (DEM), parlamentar que vem se destacando por sua postura equilibrada e posições críticas em relação ao atual governo federal. Especulações na corrida presidencial, especulações na corrida ao Palácio do Buriti. O PT quer estabelecer um reino duradouro na capital da República e continuar dominando inclusive o Poder Legislativo. A oposição ao governador Agnelo Queiroz começa a reunir suas forças e resiste como pode às imposições da "ala vermelha". O exgovernador Joaquim Roriz poderia voltar à cena? Ele deve voltar, mas não como postulante ao Buriti. Seu objetivo é conquistar a Prefeitura de Luziânia, segundo assessores próximos. Sendo assim, a oposição pensa num nome forte o suficiente para medir forças com o PT. Enquanto não surge um nome de consenso, Agnelo sofre bombardeio vindo das mídias sociais, sobretudo de twitters e blogs. Já para a Câmara Federal, nomes pululam aqui e ali, mas estão circunscritos às conversas de simpatizantes ou caciques. Em entrevista recente a um jornal comunitário do Distrito Federal, o deputado Alírio Neto (PPS) admitiu abertamente a possibilidade de concorrer a uma vaga na Câmara. Até porque o deputado está no seu terceiro mandato como distrital e naturalmente deseja alçar outros vôos. Talvez Alírio seja mesmo um nome confirmado nesse cenário. Nos bastidores, fala-se numa tentativa de reeleição de dois parlamentares. O primeiro deles é o deputado federal Izalci Lucas (PR). Izalci rompeu com o governo Agnelo Queiroz e agora procura divulgar seus projetos e ideias para melhorar a educação na capital da República. Salvo melhor juízo é uma postura de quem planeja algo maior. Ou não? O republicano não se manifesta sobre o assunto. Está aguardando um momento mais propício. E temos também o senador Cristovam Buarque (PDT). Ex-reitor da Universidade de Brasília e ex-governador, Cristovam é sempre destaque entre seus pares e procura manter-se numa posição de certa independência quando o tema é educação. Critica quando iniciativas e projetos não são os mais adequados à realidade brasileira e elogia programas na medida do possível. O senador não fala sobre seu futuro político, mas sabe-se que ele não irá se afastar tão cedo do cenário. Portanto, caros leitores, façam suas apostas...

A RTIGO

A CARA DO GOVERNADOR DO DF

Por Cristovam Buarque* Ao olhar a presença do governador e a publicidade do seu governo, percebe-se que A Cara está mais vinculada à construção do que aos assuntos sociais. A cara do médico Agnelo, no qual votamos, está mais parecida com a cara do engenheiro Agnelo. A própria publicidade do governo vista na televisão mostra obras e não o resultado delas. No lugar de mostrar famílias sendo atendidas, mostra prédios sendo construídos. Mesmo na política habitacional, um setor que parece estar funcionando graças ao secretário Magela, e pelo fato de ser um programa nacional da presidenta Dilma, o "Minha Casa, Minha Vida", mostra as casas e não as famílias dentro delas, sendo beneficiadas. As creches que foram anunciadas demorarão anos para começar a funcionar porque, no lugar de convencionar com entidades já existentes, o governo vai construir prédios onde elas funcionarão. Quando aparece publicidade, vêem-se prédios de postos, as UPAS, que vêm do governo anterior. Até o programa "Saúde em Casa", que terá o nome de "Saúde da Família", está sendo orientado para construir casas, o que vai demorar mais, ao invés de alugar, como fizemos em 1997, graças à secretária Maninha. As viagens do governador também parecem iguais à dos governos anteriores. Foram três viagens ao exterior para visitar estádios. Não houve uma viagem a um estado vizinho, como Tocantins, para conhecer como fazer uma escola em horário integral. Depois de sete meses, um Novo Caminho ainda é o Velho Caminho. Felizmente, resta mais três anos de governo, o que nos permite manter a esperança. Até porque, no lado moral, ainda não houve qualquer suspeita de corrupção. É verdade que o governador Agnelo recebeu uma casa desarrumada e que leva tempo para consertá-la. Mas, enquanto arruma a casa, ele precisa começar a construir a casa que prometeu. Enquanto faz isso, é preciso implantar projetos diferentes, de um Novo Caminho, como Brasília já fez no governo Democrático e Popular (95-98), quando daqui criamos e implantamos novos programas que serviram ao nosso povo e eram imitados no resto do Brasil e até no exterior. Alguns desses projetos só agora estão sendo descobertos como, por exemplo, o Poupança Escola, iniciado no mês passado no Rio de Janeiro. *Cristovam Buarque é professor da UnB e senador do pelo PDT-DF

Esta é uma publicação da: Media One Comunicação e Editora Ltda CNPJ: 04.676.116/0001-04 - Inscrição Estadual: 07.426.563/001-40 Diretor Presidente: José Rodrigues Alves Diretor Financeiro: José Luiz de Brito Jornalista Responsável: Emílio de Faria - DRT 239.723-72 nº 9728 Editor-executivo: Carlos Alberto Pacheco - MTB nº 14.652-SP Jornalistas: Marcos Medanha e Odirlei Ribeiro Colaboradores: Agnaldo Nunes da Silva, Maria das Graças Silva Pinto Assessoria Jurídica: Dr. Marcondes Paiva - (61) 8407-1986 Diretor comercial: J. Rodrigues - 3369-4480 - 9633-8091

“Quem não ouve com paciência não decide com precisão.”

(Aureliano Chaves)

POR ODIRLEI RIBEIRO FOTO: CLDF

ESTADO DE ATENÇÃO A umidade relativa do ar em Brasília está subindo novamente e, no dia 3, de acordo com o Instituto Nacional de Metereologia, a umidade chegou a 21%. O índice mais baixo neste mês foi registrado nos dias 1º e 2 quando chegou a 19%. Resultado desse clima hostil é que, com o período de seca que assola o Distrito Federal nesta época do ano, o Lago Paranoá está 5 centímetors abaixo da cota ideal, de 1,2 mil metros. A Defesa Civil decretou estado de atenção em todo o DF.

CIDADANIA

A Administração Regional do Paranoá realizará um dia inteiro de atividades esportivas, shows e prestação de serviços à comunidade. As atividades fazem parte do evento de lançamento de um pacote de programas de esportes com foco no combate às drogas e à evasão escolar. A programação esportiva contará com futsal masculino e feminino, skate, golzinho, vôlei, basquete, jiu-jítsu, e terão inicio a partir das 8 horas. Além das competições esportivas, serão oferecidas à comunidade serviços como aferição de pressão arterial, aulas de ginástica e atividades aeróbicas variadas. Durante o evento, haverá apresentações artísticas.

BRASIL SEM MISÉRIA I

O governo federal realiza nesta segunda-feira, 8 de agosto, às 14 horas, a teleconferência de mobilização do Brasil Sem Miséria. A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, vai explicar as ações do plano, que tem como meta elevar a renda e as condições de bem-estar dos 16,2 milhões de brasileiros que vivem na extrema pobreza. O objetivo é compartilhar informações, esclarecer dúvidas e acolher sugestões de Estados e municípios. O evento terá a participação de representantes dos Ministérios da Saúde, Educação, Desenvolvimento Agrário e Integração Nacional. O programa será exibido ao vivo para todo o Brasil pela TV NBR, do governo federal, e pela internet.

BRUXA

O SINCERO I

O deputado Dr. Michel (PSL) é um parlamentar que podemos dizer - não tem papas na língua. Ele não mede as palavras em suas declarações. Perguntado sobre a relação dele com governo, foi firme e direto. "Esperamos um novo caminho entre Buriti e Legislativo, o apoio é muito e o retorno, pouco", referindo-se ao tratamento do Poder Executivo com a Câmara. Parece que o recesso ainda não conseguiu aparar algumas arestas do Dr. Michel com o Buriti. Ele ainda disse que os deputados apóiam o governo, mas, na verdade, não são apoiados de fato e direito. FOTO: CLDF

O SINCERO II

Perguntado sobre a possibilidade de pleitear uma vaga no Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF), afirmou: "Deixo para os poderosos", arrancando gargalhadas de todos os presentes. É bom o Palácio do Buriti tratar bem o delegado Dr. Michel - antes ele perto do que longe. Na verdade, alguns parlamentares pagariam para ver o deputado na oposição. Imagino que seria uma baita dor de cabeça ao governo. Ele encerrou a curta entrevista, com o seguinte recado: "Uma hora o saco estoura". Aviso dado, portanto. Não duvidem do "xerifão". FOTO: DIVULGAÇÃO

SOLTA

Depois dos deputados distratais Raad Massouh (DEM) e Benício Tavares (PMDB), agora foi à vez do deputado Wellington Luiz (PSC) ser cassado pelo Tribunal Regional do Distrito Federal (TRE-DF) por irregularidades em sua campanha eleitoral. Lembrando que Wellington ainda pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Benício Tavares mantém o mandato com uma liminar do TSE. Já Raad vai recorrer à instância superior eleitoral. Deve ser o mesmo caminho de Wellignton que só espera a publicação de sua cassação para recorrer ao TSE.

INVESTIMENTO I

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, anunciou, nesta quinta-feira, 4, um investimento de R$ 55,5 milhões no setor de Cultura. O valor será distribuído em duas áreas: serão R$ 35 milhões destinados à atividade do setor, em forma de fomento e circulação cultural, e outros R$ 20,5 milhões para a preservação do patrimônio. A verba destinada ao patrimônio é a maior nos últimos 12 anos. O objetivo é formar uma estrutura capaz de receber a demanda da produção cultural da cidade.

INVESTIMENTO II

VOO SOLO

Parece que o senador Cristovam Buarque e o deputado federal Reguffe (PDT) não andam muito próximos ao governador Agnelo. Os dois têm discordado de muitas decisões tomadas pelo atual governo e já não se consideram integrantes do projeto político do PT. Segundo informações de bastidores, a dupla deve tentar vôo solo em 2014. Reguffe deve postular o Buriti e Cristovam, pode ser candidato à Presidência da República. Como diz o velho ditado, ainda tem muita água para correr por debaixo dessa ponte.

O Edital FAC 2011, lançado pela Secretaria de Cultura do Distrito Federal, vai apoiar 550 projetos. Uma novidade é o incentivo à circulação da produção cultural, o que possibilitará o acesso aos bens e serviços culturais em toda a região e inclui passagens e diárias. São 169 projetos de difusão e circulação e serão investidos cerca de R$ 12 milhões. Outra mudança no edital é a categoria iniciante, que incentivará novos talentos. Existe também uma pontuação por cidades para estimular a descentralização de projetos.

A coluna está aberta a sugestões de pauta, reclamações, críticas, informações, colaborações. Basta entrar em contato através do e-mail: jornaldascidadesdf@gmail.com e também pelo fone (61) 33695066 (fotos também serão aceitas). As colaborações devem conter nome completo, contato e RG. O leitor que desejar falar direto com o colunista pode enviar e-mail para jornaldascidadesdf@gmail.com.

A RTIGO

TODO CRIME

DEVE SER PUNIDO Por Evan do Carmo Li que uma mulher simples, que trabalhava em uma loja de jóias, roubou uma pulseira, bijouteria no valor de 2 reais. A polícia foi chamanda e a delinquente levada à prisão pelo crime que acabara de cometer. Ficaria presa até o julgamento, caso não tivesse o dinheiro para pagar a fiança. O delegado, com base na lei implantada há pouco tempo no Brasil, estipulou a fiança em 600 reais. Claro que a moça não tinha, no momento, aquela quantidade de dinheiro, uma vez que pelo trabalho de um mês inteiro ela recebia apenas meio salário mínimo. Olhemos pelo prisma da solidariedade, comum aos seres humanos. En-

tão logo teremos generosidade suficiente para perdoar esta senhora tão pobre e sem juízo. Todavia, quanto ao direito de punir, em nosso tempo moderno de leis tão antigas, é o Estado que tem o poder de polícia para dirimir estas pendengas relacionadas com a conduta dos seus cidadãos. Na sociedade deve existir direitos e deveres. Por isso chamamos de convivência em sociedade, onde grupos de pessoas colaboram para que a vida se torne mais organizada. Daí a necessidade dos que prendem e dos que julgam os rebeldes. Há leis de so-

Jornalista responsável pelas cidades do Entorno: Marina Durães (61) 8161-3235 Administração, Redação e Publicidade: Av. Com. - Qd. 31 - Conj. 23 - Lt. 4 - Sl. 201 - Paranoá - Brasília-DF - CEP: 71573.100 Telefones: (61) 3369-5066 - (61) 8443-7138 - 3369-4480 Fotolito e Impressão: Gráfica Alô Brasília - (61) 3335-9200 ! Circulação da Edição Impressa: Paranoá, Itapoã, Bairro Alto Colorado, Sobradinho, Planaltina, Varjão, São Sebastião, Jardim Botânico, Lago Sul, Lago Norte, Asa Norte, Asa Sul, Cruzeiro, Guará, Sudoeste, Sia, Câmara Federal e Legislativa, Senado Federal, Ministérios, Autarquias do Governo Federal, Secretarias do GDF e todas as administrações. ! Prefeituras Municipais do Goiás: Alvorado do Norte, Simolândia, Buritinópolis, Mambaí, Damianópolis, Posse,, São Domingos, Divinópolis,Jaciara, Nova Roma, Campos Belos, Monte Alegre, Terezina de Goiás, Cavalcante,São João D’Aliança, Alto Paraíso, Água Fria, Águas Lindas, Padre Bernardo, Cocalzinho, Corumbá, Pirinópolis, Valparaizo, Novo Gama, Cidade Ocidental, Luziânia, Cristalina. ! Prefeituras Municipais de Minas Gerais: Cabeceira Grande, Unaí, Paracatu, Arinos, Buritis de Minas.

bra para este fim. Há um provérbio que diz: “Por não terem aplicado a devida punição é que os crimes se tornaram muitos”. Então não devemos amenizar as consequências que devem recair aos que praticam crimes independentemente de suas periculosidades. Crime é aquilo que é proibido por lei. Logo, inferimos que, no caso de um roubo, o criminoso deve pagar com multa e até perda da liberdade, para que sirva de exemplo para todos os outros que ainda não praticaram algum tipo de delinquência. *Evan do Carmo é escritor, poeta, jornalista, músico e filósofo.

ENVIE SUAS CRÍTICAS, SUGESTÕES, OPINIÕES, DENÚNCIAS, CARTAS E ARTIGOS , PARA OS NOSSOS ENDEREÇOS ELETRÔNICOS. jornaldascidadesdf@gmail.com imprensajornaldascidadesdf@gmail.com

VISITE O NOSSO SITE E FIQUE ATUALIZADO

www.jornaldascidadesdf.com.br AS OPINIÕES EMITIDAS NOS ARTIGOS E NAS MATÉRIAS ASSINADAS NÃO EXPRESSAM NECESSARIAMENTE A OPINIÃO DO JORNAL. É PERMITIDA A REPRODUÇÃO DAS MATÉRIAS PUBLICADAS DESDE QUE A FONTE SEJA CITADA.


POLÍTICA

BRASÍLIA - DF, 1º A 7 DE AGOSTO DE 2011 NICIATIVA

CÂMARA EXIBE O PROGRAMA CAIXA DE FERRAMENTAS

O objetivo é a qualificação e acompanhamento juvenil, por meio do resgatar de jovens, recolocando-os na escola, na família e no trabalho

A

Câmara Legislativa pro moveu na manhã de quarta-feira, dia 3, ses são solene para apre sentação do programa nacional Caixa de Ferramentas. O encontro foi uma iniciativa do deputado Agaciel Maia (PTC). O Caixa de Ferramentas é um programa de qualificação e acompanhamento juvenil, por meio do qual se tem a oportunidade de resgatar jovens, recolocando-os na escola, na família e no trabalho. O consultor educacional e em segurança familiar, Ricardo Chagas, é o responsável pelo programa e vem realizando um trabalho bastante positivo junto aos jovens, realizando palestras em escolas, igrejas e shoppings, utilizando como principal ferramenta um moderno ônibus, adequadamente preparado e equipado. Estiveram presentes ao evento alunos, professores, educadores, lideranças comunitárias e os deputados doutor Michel e Wellington Mesquita, vice- presidente da Câmara e presidente da Comissão de Educação e Saúde, respectivamente. Não é segredo para ninguém que a violência tomou conta, principalmente dos grandes centros urbanos, e vem atingindo, de forma impiedosa, milhares de jovens e, consequentemente, destruindo muitas famílias. "Hoje, a violência é como um câncer na sociedade e, como toda doença, tem assustado muito, principalmente diante de tantos casos que diariamente tomam conta dos noticiários", comentou o deputado Agaciel durante seu discurso. Segundo o parlamentar, dados da organização Mundial da Saúde (OMS) mostream que de 2% a 4% da população mundial atualmente sofre da síndrome do pânico, transtorno, de acordo com estudos, relacionado com a violência

LEGALIZAÇÃO

Por J. Rodrigues

DA MACONHA

No último dia 5, por iniciativa do deputado Evandro Garla (PRB-DF), a Câmara Legislativa do debateu a questão da Legalização da Maconha em audiência pública. Segundo o parlamentar, nos debates sobre as drogas que hoje são ilegais sobretudo a maconha - não são analisados os prejuízos à saúde, a toxicidade para o organismo e, sobretudo, a questão da dependência e os efeitos sociais. Evandro conhece bem essa realidade, pois integra a Força Jo-

vem Brasil, projeto dedicado à prevenção e recuperação de jovens dependentes químicos.

Essa saiu no jornal O Estado de S. Paulo. Em matéria de negócios públicos, não são só os parlamentares que dão o mau exemplo e burlam a Constituição. A superauditoria feita pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em 142.524 contratos do governo federal assinados entre 2006 e 2010 mostra que as licitações viraram um jogo de cartas marcadas. A ponto de o TCU ter achado casos em que o governo contratou empresas que têm como sócios os servidores públicos do órgão que fez a licitação.

Audiência pública reuniu muitos jovens na Câmara Legislativa: requalificação é maior objetivo urbana e com o uso de drogas. Desse número, 70% dos casos atingem as mulheres. "Já perdemos muitos jovens pelo meio do caminho, seja pelas drogas, seja pela violência física e mental ou mesmo pelo suicídio, que cada vez mais atinge essa geração", enfatizou o parlamentar, ressaltando ainda as mensagens subliminares e até mesmo explícitas nos filmes, novelas e desenhos, que reforçam as banalidades e a violência, esquecendo dos principais valores que norteiam a sociedade: família, religião, ética. Para Agaciel, a sociedade está preocupada com a segurança e cada vez mais estão construindo "muros altos, casas blindadas, condomínios fechados, janelas gradeadas. Só não estamos nos atentando que nosso bem maior, nossos filhos, estão do lado de fora, exatamente onde mora o perigo. SEDENTARISMO - Já o especialista Ricardo Chagas falou com os jovens de forma descontraída, mostrando os malefícios de alguém passar até 12 horas diárias em meio a jogos eletrônicos. "O sedentarismo está ma-

DIREITO DE CURSAR A UNIVERSIDADE

Agaciel: jovens são as principais vítimas da violência urbana tando os jovens. É o resultado do processo de alienação que chegou aos adolescentes e até as crianças". Segundo Chagas, o programa Caixa de Ferramentas foi criado com intuito de fazer com que os jovens elaborem novos trabalhos, cartilhas, utilizando-se de toda a tecnologia que conhecem. "Os alunos são as ferramentas".

A sessão solene foi retransmitida ao vivo pela rádio Canção Nova e, ao fazer o encerramento, o deputado Agaciel informou que, por meio da Comissão de Economia e Orçamento, está pleiteando apoio para o programa ainda para este ano. "Esse é o primeiro passo de uma longa caminhada em favor de nossos jovens", falou

FOTO: FÁBIO RIBAS/CLDF

D IÁRIO O FICIAL

PUBLICA PROJETOS DE PARLAMENTAR

Parlamentares reiniciaram os trabalhos no último dia 1º de agosto: expectativa é de um semestre bastante produtivo bar. Ela também disse que pretende apresentar um projeto de lei que exclua as férias legislativas no meio do ano. Uma das mudanças, na volta, dos deputados foi a troca na Diretoria de Comunicação da Casa. Sai Priscila Mesquita, ligada ao deputado Patrício, e entra Anna Karolina Bezerra, então assessora de imprensa da deputada Celina Leão.

STF QUESTIONA LEI APROVADA PELO LEGISLATIVO o exercício de profissões. Na ADI, o procuradorgeral da República, Roberto Gurgel, argumentou que a lei distrital contraria o disposto no artigo 22, incisos I e XVI, da Constituição Federal, que dispõe sobre a competência privativa da União para legislar sobre Direito do Trabalho, organização do sistema nacional de emprego e condições para o exercício de profissões. Nas informações que prestou ao STF, a Câmara Distrital alegou que a lei teria natureza municipal, na medida em que regulamentaria, no âmbito do DF, matéria de seu legítimo interesse, tendo em vista a “omissão” do Executivo local

na implantação da campanha educativa de trânsito. Por sua vez, tentando reforçar a justificação da Câmara Legislativa, o governo do DF defendeu a aplicação da lei ressaltando que não trataria de normas relacionadas ao direito do trabalho (como jornada de trabalho ou salário) ou à organização do sistema nacional de empregos, mas que a preocupação no texto foi estabelecer um mínimo de requisitos relativos à segurança daqueles que exercem a profissão de motociclista, limitando inclusive o tamanho do veículo e impondo obrigação de realizar cursos de primeiros socorros e segurança no trânsito.

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) vêm entendendo, em várias decisões, que os alunos aprovados no vestibular da Universidade de Brasília, sem diploma do ensino médio, têm o direito à matrícula. A estimativa é que mais de 900 alunos passaram no segundo vestibular de 2011 sem concluir

o ensino médio. Na abertura dos trabalhos no plenário da Câmara, o deputado Professor Israel foi à tribuna declarar apoio aos contemplados pela decisão do TJDFT. "Se o estudante passou no vestibular, que é considerado um concurso de alto padrão, não há motivo para impedi-lo de entrar na universidade”, afirmou.

O PODER DO PALOCCI DO CERRADO

Nos bastidores da política, ouve-se dizer que já existe o famigerado "Palocci do Cerrado", que, segundo as más línguas, seria o secretário de Governo Paulo Tadeu, o todo poderoso. Corre à boca pequena que, muitas vezes, o secretário é chamado de governador, tamanha é sua influência no Palácio do Buriti. O Palocci verdadeiro não tem sido muito feliz em suas empreitadas. Resta saber como o "Palocci do Cerrado" vai se sair?

PROPOSTAS

DE

AGACIEL MAIA I

PROPOSTAS

DE

AGACIEL MAIA II

No último dia 3, no comunicado de líderes, na abertura da sessão plenária, o deputado Agaciel Maia, presidente da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (Ceof), apresentou duas propostas com relação ao Plano Plurianual (PPA) para serem aprovadas pelo colégio de líderes. Pela proposta, cada parlamentar poderá apresentar, por ano, no máximo, 25 emendas no valor máximo de R$ 9 milhões, perfazendo o total de R$ 36 milhões para o quadriênio 2012-2015.

ATIVIDADES APÓS RECESSO

uma questão de ordem à Mesa Diretora contestando a legalidade do ato que extinguiu a CPI da Saúde. "É preciso que essa medida seja reavaliada", defendeu a parlamentar. Patrício informou que a Procuradoria da Casa vai analisar a questão. A deputada Liliane Roriz (PRTB), por exemplo, é contra o recesso parlamentar. Segundo ela, esse absurdo precisa aca-

SUPERAUDITORIA II

Diante desse descalabro, a auditoria do TCU concluiu que "as irregularidades estão disseminadas entre todos os gestores". A auditoria foi feita entre abril e setembro do ano passado no Sistema Integrado de Administração de Serviços Gerais (Siasg) e no Comprasnet, principais instrumentos de gerenciamento de todas as licitações e compras do governo federal.

DEPUTADOS RETOMAM SUAS

Por Marcos Medanha Mais uma lei aprovada pela Câmara Legislativa é questionada na Justiça e declarada inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Desta vez, por unanimidade de votos, o plenário do Supremo tornou sem valor a lei distrital nº 2.769/2001, que regulamenta a profissão de motoboy no DF. Os ministros acompanharam voto do ministro Cezar Peluso, que julgou procedente a Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) requerida pela Procuradoria Geral da República, tendo em vista que é da União a competência para dispor sobre regras no campo das relações trabalhistas, bem como condições para

CAPITAL

SUPERAUDITORIA I

V OLTA AO TRABALHO

Por Odirlei Ribeiro A Câmara Legislativa do Distrito Federal retomou seus trabalhos na última segunda-feira, dia 1º, após um mês de recesso. O presidente da Casa, deputado Patrício (PT), espera que o segundo semestre seja tão produtivo quanto o primeiro, durante o qual foram realizadas 154 sessões, sendo 62 ordinárias, 19 extraordinárias e 79 solenes. Além disso, foram promovidas 51 audiências públicas e sete seminários, reforçando o papel do Legislativo de debater as questões mais relevantes de interesse da sociedade. Mas, nos bastidores, não é bem assim. Muitos deputados reclamam que a Casa se tornou um "puxadinho" do Governo do Distrito Federal (GDF) e que a maioria dos projetos votados são de interesse do Executivo. Resultado: os projetos de lei dos parlamentares ficam para trás. Uma das parlamentares que mais reclamam desse fato é a deputada Celina Leão (PMN) que, na sessão extraordinária do dia 2, apresentou em plenário

PALANQUE FOTO: CLDF

I

O Diário Oficial da Câmara Legislativa publicou no dia 2 a redação final de dois projetos de lei de autoria da deputada distrital Rejane Pitanga, aprovados durante os trabalhos do primeiro semestre deste ano. O primeiro deles garante mais vagas de empregos para as mulheres no Distrito Federal. Esta era antiga reivindicação de entidades ligadas às mulheres que reivindicam mesmo tratamento dedicado aos homens. De acordo com o projeto, em todos os editais de licitação de obras públicas e em todos os contratos diretos sem licitação, realizados com o mesmo fim promovido pela administração pública distrital, deverá constar cláusula que traga a exigência de reserva mínima de 5% das vagas de emprego para pessoas do sexo feminino. Na opinião da distrital, a aprovação do projeto possibilitará maior inclusão das mulheres no mercado de trabalho . O projeto de lei que institui a Promoção da Cultura da Paz e o Combate à Violência nas Escolas também foi publicado no Diário da Casa e foi elaborado pela distrital, com base no aumento de casos de violência nas escolas, como o bullying, agressão a professores, alunos, servidores e membros da comunidade, furtos e depredação de escolas. Para Rejane, a aprovação pela Câmara do Programa de Promoção da Cultura da Paz contribuirá para o enfrentamento da violência e das condições perversas de vida do povo, tornando o espaço de convivência saudável e solidário.

A justificativa do presidente da Ceof se baseia no fato do valor definido para o Orçamento de 2011 ter sido de R$ 7 milhões. "Houve crescimento da receita e a previsão da receita corrente líquida para 2012 é de R$ 14 bilhões", explicou o parlamentar. A proposta apresentada está fundamentada no parágrafo 1º, art. 220, do Regimento Interno, que diz: "caberá ao colégio de líderes definir, anualmente, o número e o valor máximo de emendas a serem apresenta-

das, por parlamentar, à despesa dos projetos de lei do PPA e do Orçamento Anual".

HÉLIO QUEIROZ É HOMENAGEADO

No dia 3, o empresário Hélio Queiroz da Silva, presidente do grupo Alô de Comunicação, recebeu o título de Cidadão Honorário de Brasília na Câmara Legislativa. O empresário desenvolve projetos sociais, como o "Dr. Gravata", que mede a pressão arterial e faz testes de glicose quinzenalmente nas cidades-satélites do DF e Entorno. "O Hélio é um homem sério e comprometido com a democracia", comentou a deputada Liliane Roriz (PRTB).


PANORAMA

I

BRASÍLIA - DF, 1º A 7 DE AGOSTO DE 2011

RREGULARIDADES

SECRETÁRIO DE OBRAS NÃO QUER PAGAR MULTA DO TCDF

FOTO: DIVULGAÇÃO

Tribunal de Contas cobra R$ 5.659,23 de Oto Silvério Guimarães Júnior. “Tal situação é inconcebível”, opinou o conselheiro Jorge Caetano

C

Por Marcos Medanha onsiderado "competente" por alguns petistas, o novo secretário de Obras do governo Agnelo, en genheiro Oto Silvério Guimarães Júnior, no passado cometeu irregularidades denunciadas pelo Tribunal de Contas do DF quando foi presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), em 1998, no então governo petista de Cristovam Buarque. Oto briga na Justiça comum pelo não pagamento de multa pecuniária que lhe foi imposta na época pelo TCDF e que até hoje lhe é cobrada - R$ 5.659,23. Mas, as irregularidades de que ele foi acusado estão ligadas ao patrimônio da Novacap, avaliado em milhões e milhões de reais. A briga judicial de Oto tramita na 5ª Vara da Fazenda Pública com dois processos: 2008.01.1.1257696 e 2010.01.1.003660-9. "Tal situação é inconcebível", escreveu em seu relatório o então conselheiro Jorge Caetano do TCDF. Pois, em meio à quase uma dezena de irregularidades apontadas pelo Ministério Público de Contas, junto ao TCDF, na documentação encaminhada na época por Oto e seus comandados para prestação de contas da Novacap havia diferenças gritantes em duas relações de imóveis do patrimônio da empresa estatal. Uma das relações mostrava que a empresa tinha patrimônio de cerca de 300 imóveis, na outra, 70. Além disso, de acordo com o Ministério Público de Contas, problemas nas demonstrações financeiras não revelaram a real situação econômica da Novacap, na gestão de Oto. Nesse caso, ao invés de indicar um passivo descoberto de mais de R$ 363 milhões, as demonstrações indicaram pouco mais de R$ 8 milhões. DERROTA - Oto tornou-se conhecido pela primeira vez no governo de Joaquim Roriz. Agora, no meio político de Brasília corre a versão de que a nomeação do novo secretário de Obras aconteceu por meio de escolha pessoal do governador Agnelo. O fato está sendo encarado como uma derrota política do vice-governador Tadeu Filippelli, presi-

META É

Na tarde do último dia 29, a primeira-dama do Distrito Federal, Ilza Queiroz, recebeu um grupo de 60 pessoas na Residência Oficial de Águas Claras, para uma lúdica apresentação sobre consumo consciente e reutilização de materiais. O objetivo da iniciativa é reduzir o lixo produzido em todas as cidades. As atividades foram coordenadas por funcionários da Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e do Instituto Brasília Ambiental (Ibram). "Fiquei abismada ao saber que cada um de nós produz um quilo de lixo por dia", destacou Ilza Queiroz.

CONCESSIONÁRIA

Oto Júnior: irregularidades são da época em que foi presidente da Novacap, em 1988

Os apaixonados por motos ganharão uma nova opção de compras em Brasília. O Grupo Suprema Veículos, representante exclusivo da Kawasaki no Distrito Federal, inaugura neste sábado, 6, sua segunda concessionária. Com um investimento inicial de cerca de R$ 2 milhões, a nova loja da marca funcionará em Taguatinga. Com uma área de mil me-

UM

Vice-governador Tadeu Filippelli e empresário Alcir Colaço foram citados por Durval Barbosa dente regional do PMDB. Entretanto, em alguns gabinetes de Brasília existe a crença de que Filippelli ainda obterá alguma compensação política de Agnelo. Afinal, na chefia da Secretaria de Obras, Oto passou a ocupar um espaço cobrado por Filippelli. Até poucos dias, a secretaria era comandada pelo deputado federal Luiz Carlos Pitiman (PMDB), por indicação de Filippelli. Aliás, Filippelli parece um camaleão político, tal a facilidade como conseguiu ter influência em diferentes governadores do DF. No governo Arruda, Filippelli teve espaço po-

lítico privilegiado em vários setores e foi citado em conversa gravada em vídeo por Durval Barbosa, então secretário de Relações Institucionais. Nessa conversa, Barbosa conta ao empresário Alcir Collaço que Filippelli recebia mensalmente dinheiro de Arruda. "Arruda dava R$ 1 milhão por mês ao Filippelli", disse Barbosa na gravação. "O PMDB já ocupa um espaço maior do que merece. Afinal, além do vice-governador, o partido conquistou nas últimas eleições apenas duas vagas na Câmara Legislativa (Roney Nemer e Benício Tavares) e uma na Câmara Federal (Luiz Pitiman)", dis-

C OPA 2014

ESTÁDIO NACIONAL FICARÁ PRONTO EM 31 DE DEZEMBRO

Na manhã dia 4, o Estádio Nacional de Brasília recebeu representantes da Casa Civil, da Advocacia-Geral da União (AGU), da Controladoria-Geral da União (CGU) e dos Ministérios da Fazenda, do Planejamento e do Esporte. A comissão do governo federal foi recebida pelo chefe de gabinete do governador Agnelo Queiroz e secretário executivo do Comitê Organizador Brasília 2014, Cláudio Monteiro. Os técnicos se surpreenderam com a evolução das obras e com a importância dada à reciclagem e aproveitamento de recursos naturais. "Trinta e cinco por cento da execução do Estádio Nacional já está concluída, o que nos dá uma vantagem enorme à frente das outras cidades-sede e também nos capacita a receber a cerimônia de abertura. Essa obra é tão importante quanto maior for a transparência e a capacidade que tenhamos de receber as pessoas e mostrar o que esta sendo feito. Para nós, é importante que tenhamos diversas vistorias", destacou Cláudio Monteiro, lembrando que a parte mais

REDUZIR O LIXO

FOTO: PEDRO VENTURA

Comissão do governo federal vistoria obras: representantes de órgãos públicos se surpreederam com a evolução dos trabalhos difícil, a de sustentação, já foi concluída. "A tendência é que agora a obra deslanche mais rapidamente", reforçou. Com capacidade para 71 mil pessoas e custo total de R$ 671 milhões, o Estádio Nacional de Brasília tem 1,9 mil operários em suas obras e ficará pronto até 31 de dezembro de 2012. "Temos certeza de que a decisão de escolha da abertura do mundial será técnica, porque

se trata de um evento internacional, em que o nome do país está em jogo. Estamos cumprindo os cronogramas e esperamos que todos também cumpram com suas obrigações, porque a Copa não é só em Brasília", acrescentou Cláudio Monteiro. O grupo que fez a vistoria em Brasília também visitará os estádios das outras 11 cidades-sede que receberão a Copa do Mundo de 2014.

se uma das maiores raposas políticas da Câmara, que pediu anonimato. "Mesmo com a perda da Secretaria de Obras, hoje o PMDB comanda a Caesb (Célio Biavati Filho), a Novacap (Maurício Canovas Segura), DER (Fauzi Nacfur Júnior), Secretaria de Transportes (José Walter Vazquez Filho), DFTrans (Marco Antonio Campanella, filiado ao PC do B, mas indicado por Filippelli), Administração do Recanto das Emas (Izaudete Carneiro de Souza Abrantes), Administração do Jardim Botânico (César Lacerda, indicado por Benício Tavares) e Administração de Santa Maria (Márcio Gonçalves Ferreira)".

EM

TAGUATINGA

tros quadrados, a Kawasaki de Taguatinga contará com show room, oficina especializada e loja de acessórios. Toda a linha de produtos da montadora estará disponível na loja. A concessionária irá oferecer motos da linha 2011, incluindo as superesportivas Ninja (ZX10R, ZX6R), a big trail Versys, a Nekad (Z1000) e a Kawasaki Z750.

ARRASTA-PÉ DE VERDADE

Preparem-se festeiros. Já começou o São João do cerrado em Ceilândia. Em sua quinta edição, a festa está sendo realizada desde sexta-feira, 5, no ceilambódromo, e vai até dia 14. Trata-se do maior espaço nordestino fora do nordeste brasileiro. Para animar o acontecimento, um times de feras da música: Geraldo Azevedo, Calcinha Preta, Alceu Valença, Elba Ramalho, Gilberto Gil, Frank Aguiar, Genival Lacerda, Calypso e muitos outros artistas convidados. O clima ficará muito mais animado com o circuito de quadrilhas juninas e o arraiá Brasil que agora são partes integrantes do evento. Imperdível!

HABILITADOS

DA

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab) publicou, na edição desta quinta-feira (4/8) do Diário Oficial do Distrito Federal, o Edital nº19/2011, referente aos candidatos selecionados para o reassentamento no Projeto Integrado Vila Estrutural (PIVE). São mais 91 candidatos com processos em ordem. O sorteio dos endereços aconteceu nesta quinta, no Centro Comunitário da

ESTRUTURAL

Estrutural. Agora são ao todo 291 famílias habilitadas para as 316 casas, sendo que 200 já possuem o endereço definitivo de suas moradias. Destas, 121 já realizaram a mudança com o apoio da Secretaria de Ordem Pública e Social (Seops). Outros processos estão sendo analisados para completar as 25 residências que ainda faltam. A expectativa é de que nesta semana os nomes das pessoas habilitadas sejam publicados no DO.

A EROPORTO JK FINALMENTE SERÁ AMPLIADO

O GDF, por meio da Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos e do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Ibram), concedeu, no dia 2, licença ambiental que permite o início das obras de ampliação do Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek. O anúncio foi feito pelo governador Agnelo, durante coletiva à imprensa sobre o Plano Plurianual. O presidente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Gustavo do Vale, garantiu em encontro com o governador, em 14 de julho, que a primeira fase das obras começará até novembro deste ano e será concluída em dezembro de 2013, ao custo total de R$ 749 milhões. Hoje, o JK opera sobrecarregado: tem capacidade para 10 milhões de passageiros por ano, mas registra uma média anual de 14 milhões de passageiros. Com a ampliação, a capacidade passará para 25 milhões de pessoas anuais. Ao fazer o anúncio, Agnelo destacou que se trata de obra fundamental para o desenvolvimento da capital. "A capacidade do aeroporto será ampliada e, com isso, Brasília estará preparada para receber grandes eventos e o aumento do fluxo de visitantes", considerou.

PLANALTINA

TEM FESTA DO PIMENTÃO

Com o apoio da Secretaria de Agricultura do Distrito Federal (Seapa) e da Empresa de Assistência Técnica e Rural (Emater), a Cooperativa Agrícola da Região de Taquara (Cootaquara) está promovendo a XIII Semana do Pimentão. O evento acontece até dia 13 em Planaltina. A expectativa é de que, neste ano, sejam produzidas 5 mil toneladas de pimentão em Planaltina, nas regiões de Taquara e Pipiripau. Lá, a produtividade anual pode chegar a 150 toneladas por hectar. A área também é conhecida por produzir outras culturas, como feijão, soja, milho, frutas e hortaliças.


B R A S I L

BRASÍLIA - DF, 1º A 7 DE AGOSTO DE 2011

P LANO BRASIL MAIOR FOTO: ROBERTO BARROSO

I

MPOSTO FOTO: DIVULGAÇÃO

Dinheiro da devolução do Imposto de Renda sempre é bem-vindo

RECEITA LIBERA CONSULTA AO TERCEIRO LOTE DO IR

Presidente Dilma com seus aliados de primeira hora: defesa da indústria brasileira, dos empregos e da guerra cambial

PLANO PRETENDE FOMENTAR

A INDÚSTRIA E TECNOLOGIA

Governo federal prevê desoneração tributária de R$ 25 bilhões em dois anos. “Momento exige ousadia”, disse a presidente Dilma Rousseff

N

o último dia 2, o go vernador do DF, Agne lo Queiroz, participou da solenidade de lança mento do Plano Brasil Maior, do governo federal. O evento foi realizado pela presidenta da República, Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto. Trata-se da nova política industrial, tecnológica, de serviços e de comércio exterior do país, com previsão de desoneração tributária de cerca de R$ 25 bilhões em dois anos. "O momento exige coragem e ousadia. É imperativo defender a indústria brasileira e nossos empregos da guerra cambial", declarou a presidenta. "A indústria nacional tem em mim uma

E MPRESAS

FICAM SEM BENEFÍCIOS DO PRÓ-DF A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) do Distrito Federal cancelou os benefícios do Pró-DF 2 para 37 empresas. Elas participavam dos antigos programas Pró-DF1, Proin-DF, Prodecom-DF e Pades-DF e tiveram a oportunidade de migrar para o Pró-DF 2 a partir da publicação da Lei 4269, de 15 de dezembro de 2008. Para isso, precisavam cumprir todos os requisitos necessários até o dia 27 de dezembro de 2010. A lista de empresas que não se adequaram à lei foi publicada na edição do dia 2 do Diário Oficial do Distrito Federal. Em junho deste ano, 14 empresas já haviam perdido seus benefícios, o que totaliza 51 cancelamentos somente em 2011. A expectativa da SDE é que, à medida em que forem detectados os descumprimentos desses requisitos, mais empresas tenham seus benefícios cancelados. Houve a suspensão de incentivos econômicos e de préindicações de área. Nesse caso, resultou na perda do lote. O principal problema encontrado foi a falta do projeto de viabilidade econômica. Outros motivos de cancelamento foram a perda de prazo para apresentar opção de migração; a desistência do incentivo mesmo após apresentarem o projeto correto (ou desistência tácita); a sublocação da área concedida; a paralisação das obras e o fechamento das empresa durante as inspeções, entre outros. Esses cancelamentos não fazem parte da análise que resultou na suspensão de 181 benefícios do Pró-DF anunciada em maio.

ANUNCIE NO

aliada consciente das dificuldades e da capacidade do nosso setor produtivo", acrescentou. Carro chefe do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o Plano reduzirá dos atuais 20% para zero a alíquota para o INSS de setores sensíveis ao câmbio e à concorrência internacional e intensivos em mão de obra: confecções, calçados, móveis e softwares. Em contrapartida, será cobrada uma contribuição sobre o faturamento com alíquota a partir de 1,5%, de acordo com o setor. Uma medida provisória vai garantir que o Tesouro Nacional arque com a diferença para cobrir a eventual perda de arrecadação da Previdência Social.

"Essas medidas fortalecem a indústria nacional, gerando emprego e renda, focando principalmente na inovação. Aqui no Distrito Federal, o desenvolvimento industrial está calcado exatamente na inovação. Por isso, estamos alinhados com a política industrial do governo federal e seremos os grandes beneficiados por esse Plano", comemorou o governador. Essa desoneração funcionará como um projeto piloto até dezembro de 2012, e seu impacto será acompanhado por uma comissão tripartite, formada pelo governo, setor produtivo e sociedade civil. O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio

Exterior, Fernando Pimentel, destacou o ineditismo do Plano. "É um conjunto de medidas inédito, com a desoneração da folha de pagamento, que é uma reivindicação antiga do setor empresarial", pontuou. O Brasil Maior prevê ainda uma série de ações iniciais que vão desde a desoneração das exportações, com a criação do Regime Especial de Reintegração de Valores Tributários para as Empresas Exportadoras (Reintegra), até a regulamentação da Lei de Compras Governamentais, passando pelo fortalecimento da defesa comercial e pela criação de regimes especiais setoriais, com redução de impostos.

Nesta segunda-feira, 8, a Receita Federal irá liberar a consulta ao terceiro lote de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física 2011. Será liberada também a consulta a lotes residuais das declarações de 2008, 2009 e 2010. Para saber se foi incluído em um dos lotes, o contribuinte deve acessar a página da Receita no site www.receita.fazenda.gov.br ou telefonar para o 146. O dinheiro estará disponível no dia 15, na conta informada pelo contribuinte. Estão previstos ainda mais quatro lotes regulares até o final do ano. O último deverá ter a consulta liberada na segun-

da semana de dezembro. Em 2011, a Receita Federal registrou a entrega de aproximadamente 24,370 milhões de declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2011, ano-base 2010. A Receita lembra que caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá ir a qualquer agência do Banco do Brasil (BB) ou ligar para a Central de Atendimento do BB - cujos telefones são 4004-0001 (capitais), 0800 729 0001 (demais localidades) e 0800 729 0088 (deficientes auditivos), a fim de agendar o crédito em conta ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

MEDICINA PRIVADA

PLANOS DE SAÚDE TERÃO DE

AMPLIAR LISTA DE COBERTURAS

A partir de 1º de janeiro de 2012, os planos de saúde serão obrigados a oferecer a cobertura de mais 60 procedimentos médicos. A nova lista de serviços foi publicada hoje (2) no Diário Oficial da União pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Entre os novos serviços estão 41 cirurgias por vídeo (uso de câmeras especiais), como para redução de estômago. Esses procedimentos são menos invasivos do que as operações convencionais. Outras novidades são a ressonância magnética para pessoas com câncer, o tratamento de doença ocular com aplicação de injeções e o uso de medicamentos especiais em casos de artri-

te reumatoide, assim como novas tecnologias para o tratamento de portadores de câncer de colo retal com metástase. O rol de serviços beneficia usuários de planos de saúde contratados a partir de 1º de janeiro de 1999. A lista completa de procedimentos pode ser acessada no site da ANS. BOICOTE - Uma decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região derrubou liminar judicial que permitia o boicote de médicos a planos de saúde. Medidas adotadas pelo governo em maio impedem que os médicos vinculados a planos de saúde cobrem valores adicionais de consultas ou façam paralisações..

T ELECOMUNICAÇÕES

ANATEL APROVA REGRAS PARA

GARANTIR AGILIDADE À INTERNET No dia 4, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou dois regulamentos que estabelecem critérios de qualidade para a banda larga fixa e determinam os direitos e deveres de usuários e prestadoras do serviço. As propostas serão discutidas em consulta pública por 30 dias e devem ser regulamentadas até o fim de outubro. O Regulamento de Gestão da Qualidade do Serviço de Comunicação Multimídia estabelece que as empresas com mais de 50 mil assinantes deverão entregar aos consumidores pelo menos 60% da velocidade de internet, contratada, em uma média mensal. A velocidade medida pelo

usuário não pode ser menor do que 20% do que for contratado em 95% das medições. Esses percentuais vão aumentando, até chegar à média mensal de 80% da velocidade contratada. As empresas deverão contratar empresas que farão pesquisa de campo, avaliando a qualidade percebida pelos assinantes. A Anatel poderá fazer medições paralelas para comprovar se os indicadores estão sendo atendidos, segundo o gerente da Superintendência de Serviços Privados do órgão, Bruno Ramos. A proposta estabelece que o número de reclamações mensais não pode ser maior que 2% do total de acessos em serviço.


SEGURANÇA

BRASÍLIA - DF, 1º A 7 DE AGOSTO DE 2011

A TUAÇÃO EXEMPLAR FOTO: QUASEBART

CRACK

Presença dos policiais em 5 municípios próximos ao Distrito Federal propiciou a redução considerável do número de mortes

FORÇA NACIONAL REDUZ HOMICÍDIOS NO ENTORNO Homens têm atuado em Águas Lindas, Novo Gama, Luziânia, Valparaíso e Cidade Ocidental. Grupo ficará na região por mais três meses

D

esde que chegou à re gião do Entorno do Dis trito Federal em abril deste ano, a Força Na cional conseguiu reduzir praticamente à metade o número de homicídios. A informação é da Secretaria de Segurança Pública do Estado de Goiás. Iniciada em 30 de abril, a Operação Entorno 2 foi concebida com o objetivo de diminuir o índice de homicídios na região. Em abril, foram registrados 71 homicídios. Em junho, esse índice já havia caído 36,6%, com 45 homicídios. Em julho foram 36 casos, 49,3% menos do que o registrado no mês anterior à

chegada da força. O grupo tem atuado em cinco cidades goianas: Águas Lindas, Novo Gama, Luziânia, Valparaíso e Cidade Ocidental. No último dia 2, a permanência da Força Nacional no Entorno do DF foi prorrogada por mais três meses pelo Ministério da Justiça. Coordenador das operações da Força Nacional com a Polícia Militar de Goiás, o tenente-coronel Wellington Reis disse que as ações têm dado maior segurança à população. "As pessoas têm manifestado apoio às nossas ações. Tudo está muito bem e a sensação de segurança é cada vez maior", disse ele à Agência Brasil.

Segundo o policial, há um efetivo de delegados, peritos e agentes em Luziânia fazendo levantamentos de inquéritos parados no Jardim Ingá, um dos pontos mais violentos de todo o Entorno do DF. "Depois, vamos estender [o levantamento] para [outros bairros de] Luziânia e Valparaíso", acrescentou. Dados atualizados do Ministério da Justiça indicam que a Operação Entorno 2 já fez 17,73 mil abordagens de pessoas. Foram abordados também quase 4 mil veículos, entre carros, ônibus e motos, e feitas 116 prisões na região - em meio a 155 operações policiais, oito man-

C APACITAÇÃO

COMBATE À PIRATARIA NO DF Após dois dias de evento, mais de 1,3 mil policiais militares recém empossados foram capacitados para combater a pirataria no Distrito Federal. O 1º Seminário Distrital de Capacitação ao Combate à Pirataria para Policiais Militares foi o maior treinamento já feito no Brasil, tanto em número de pessoas, quanto em quantidade de horas. Realizado pela Secretaria da Ordem Pública e Social (Seops) em parceria com o Conselho Nacional de Combate à Pirataria, do Ministério da Justiça, o seminário aconteceu nos dias 2 e 3, com duração total de 14 horas, no Auditório do Colégio Militar de Brasília. O objetivo do seminário foi preparar os agentes públicos principalmente para a Copa do Mundo de Futebol em 2014, já que Brasília é uma das cidadessede escolhidas para disputar a abertura do evento. A Federação Internacional de Futebol (Fifa) mantém, entre outras exigências, uma postura enérgica e intolerante ao crime de Violação dos Direitos Autorais nas imediações dos jogos. Além disso, as ações de repressão e prevenção do Comitê de Com-

Policiais participaram do maior treinamento do gênero bate à Pirataria, coordenado pela Seops, contam com a participação da Polícia Militar. "Os novos policiais estarão aptos a diferenciar os produtos originais dos falsos e garantir a ordem nas proximidades dos estádios", garantiu o major Carlos Chagas de Alencar, da SEOPS, que ainda destacou o curso como fundamen-

tal na formação dos novos agentes. O treinamento contou com palestras sobre o atual cenário da pirataria no Brasil e no Distrito Federal, mostrou definições do conceito de pirataria (copia sem autorização expressa do autor) e contrafação (imitação e reprodução fraudulenta de um produto), entre outros temas.

EM

SÃO SEBASTIÃO

Na noite de terça-feira, dia 2, policiais militares do Gtop 41 prenderam dois homens portando pedras de crack. A dupla foi abordada no Conjunto "B" da Quadra 22 do Residencial do Bosque, na cidade de São Sebastião. No ato, a equipe flagrou a dupla com duas pedras do entorpecente. Os policiais foram até a residência dos suspeitos e encontraram mais 32 pedras de crack, totalizando 34 apreendidas, além de duas balanças de precisão, um celular, um aparelho MP3 e R$ 10. Os autores foram levados à delegacia da área, onde foram autuados pelo crime de tráfico de drogas. Participaram da ocorrência: sargento Vieira, cabo Vinícius e soldado Cleone.

PÁSSAROS

SÃO APREENDIDOS

Na tarde do último dia 2, por volta das 14h40, policiais militares do serviço velado do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (Águia 60) realizavam policiamento no conjunto "P" da QNP 13, quando observaram várias gaiolas numa residência. Equipes do Batalhão do Meio Ambiente foram acionadas para prestar apoio e, após contato com o proprietário da casa, verificaram que os pássaros silvestres eram criados em desacordo com a legislação. Ao todo, 48 pássaros de diversas espécies foram apreendidos, além de 50 gaiolas. O homem, que assumiu a propriedade dos animais, foi

dados judiciais cumpridos e oito veículos recuperados. Foram apreendidas ainda 19 armas de fogo e R$ 35.726, 00, além de 188 aparelhos eletrônicos, 48 máquinas caça-níqueis e cinco celulares. Ao todo, foram feitas 474 ações de apoio a outros órgãos. A Força Nacional foi criada em 2004 para atender situações emergenciais nos estados. É formada por policiais e bombeiros altamente capacitados, que passam por treinamento na Academia Nacional de Polícia (da Polícia Federal) em Brasília. Cerca de 7,7 mil agentes de segurança já foram treinados.

PORTE

SAIBA

GRUPO TÁTICO

CONTRATAR UM SERVIÇO EFICAZ DE VIGILÂNCIA

Nos últimos anos, muitos brasilienses têm preferido morar em condomínios residenciais fechados. Esta preferência se deve à insegurança que as ruas das grandes cidades passam para os cidadãos. O presidente do Sindicato das Empresas de Segurança Privada do DF (Sindesp-DF), Irenaldo Pereira Lima, dá algumas dicas de como se proteger de contratações irregulares. "É importante pesquisar o histórico da empresa, sua estrutura, há quanto tempo atua no mercado e a qualidade dos serviços", afirma o presidente do sindicato. O cliente deve agir com cautela ao escolher a prestadora de serviço, já que nas empresas clandestinas não há qualquer garantia do trabalho realizado pelos seus funcionários. Muitas empresas contratam pessoas inabilitadas para tal serviço e de idoneidade duvidosa. "Essas pessoas acabam tendo acesso a informações, bens e valores do consumidor, podendo causar problemas de ordem criminal", alerta Irenaldo.

autuado pelo crime contra a fauna e conduzido à delegacia da área. Participaram da ocorrência o capitão Marilo, sargento Carlos Alves, cabo Silvio Amado e soldado Teodoro. Três horas mais tarde, por volta das 17h40, a equipe composta pelos sargentos Pedro, L. Lima e Costa Oliveira realizou outra apreensão de pássaros no Conjunto "F" da Quadra 30, no Paranoá. Os policiais militares observaram seis animais em gaiolas e solicitaram os documentos à proprietária. A mulher não tinha autorização para criar os animais e foi levada à delegacia da área. Ela foi autuada pelo crime contra a fauna.

ILEGAL DE ARMA NO

PARANOÁ

Policiais militares do Paranoá (20º BPM) abordaram os ocupantes de um caminhão Mercedez Benz na quadra 22, via pública, por volta de 10h19 do último dia 4. Com um deles, foi encontrado um revólver calibre 22 e munições calibre 22 e 38. Os policiais conduziram os ocupantes do caminhão para a delegacia onde foi registrado o porte ilegal de arma de fogo contra o portador do revólver. Os outros foram ouvidos na condição de testemunhas.

PRENDE TRAFICANTE

Policiais do Grupo Tático Operacional Rodoviário (TOR) prenderam no final da noite do dia 3 um homem acusado de tráfico de drogas. A prisão ocorreu na DF 015, próximo à entrada do Paranoá após os policiais flagraram o acusado portando 23 porções de maconha.

E no Varjão, ainda no dia 3, na Quadra 11, policiais chefiados pelo sargento Wilismar prenderam um homem por ameaça. Um indivíduo ameaçou matar a esposa com um facão. Ela chamou a PM que o prendeu. Preso, ele acabou enquadrado na Lei Maria da Penha. FOTO: DIVULGAÇÃO

TRAFICANTES

PRESOS EM

PLANALTINA

Na tarde do dia 1º de agosto, uma equipe do Gtop Rural durante abordagem a um ônibus, que fazia a linha Planaltina / Jardim II, na DF-130, prendeu quatro homens com um quilo e meio de maconha e duas trouxinhas da mesma droga. Os quatro foram conduzidos à delegacia. Dois deles foram autuados um por tráfico e o outro por porte de drogas. Registraram a ocorrência os sargentos Mohammed e César Castro, cabo G. Pereira e soldado Nagel Linke. A Gtop contou com o apoio dos sargentos Márcio Lobo e Adalberto da viatura 146.


G E R A L

BRASÍLIA - DF, 1º A 7 DE AGOSTO DE 2011

H OMENAGEM

P LANO PILOTO FOTOS: J. RODRIGUES

Reunião debateu formas de diminuir número de delitos na região

AUTORIDADES DISCUTEM A SEGURANÇA NA RODOVIÁRIA Hélio Queiroz (terceiro à dir.) exibe título, com o respaldo dos deputados Benedito Domingos (PP) e Eliana Pedrosa (DEM)

EMPRESÁRIO RECEBE TÍTULO DE CIDADÃO HONORÁRIO Presidente do grupo Alô Comunicação teve uma carreira bem-sucedida nas as áreas de seguros e previdência e desenvolveu vários projetos sociais

O

Da Redação empresário Hélio Queiroz da Silva, pre sidente do grupo Alô de Comunicação, re cebeu, no dia 3, o título de Cidadão Honorário de Brasília na Câmara Legislativa do Distrito Federal. Ele recebeu autoridades, familiares e amigos em cerimônia no plenário da CLDF. Hélio é baiano e veio pra Brasília nos anos 80 em busca de oportunidades. Começou uma sólida carreira empresarial nas áreas de previdência e seguros. Seu próximo desafio foi a fundação da Sociedade Assistencial Casa de Baianos, uma Oscip (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) que tinha como objetivo a redução do analfabetismo. O empresário pegou gosto por projetos sociais e desenvolveu vários durante um bom tempo. O projeto Dr. Gravata, por exemplo, mede a pressão arterial e faz testes de glicose quinzenalmente nas cidades-satélites do DF e Entorno. São cerca de 800 atendimentos em cada final de semana. A deputada Eliana Pedrosa (DEM), presente na sessão, destacou a importância da iniciativa. "Quantos AVCs não foram evitados por causa do Dr. Gravata?", disse. Bastante emocionado com a homenagem a Queiroz, Eliana deixou escapara algumas lágrimas. O autor do requerimento que sugeriu a outorga do título a Hélio Queiroz, deputado Benedito Domingos (PP), disse que tem reconhecimento pelo trabalho do homenageado, na comunicação, nas lutas sociais e na cultura. "O Hélio é amigo de todos", afirmou. Liliane Roriz (PRTB) destacou a importância do jornal Alô Brasília. "Vivemos em uma cidade onde não há imprensa totalmente livre. O Hélio é um homem sério e comprometido com a democracia". A deputada afirmou que o Alô é uma alternativa aos "jornais que só trazem mentiras". Ela acredita que além da independência, o jornal contribui para o resgate da mídia impressa, dando oportunidades para jornalistas recém-formados. Presidente da Associação Comercial do Distrito Federal, entidade em que Hélio é vice-presidente, Danielle Moreira, compôs a mesa no plenário e disse estar muito honrada. "O Hélio é muito transparente. A associação tem muito orgulho de ter seu nome em seus quadros",

Aumentar a segurança na Rodoviária do Plano Piloto foi o tema principal de uma reunião que aconteceu no dia 5, na Administração da Rodoviária do Plano Piloto. Por iniciativa do deputado Chico Vigilante, o encontro reuniu o secretário de Transportes, José Walter Vazquez Filho, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Paulo Roberto Witt Rosback, o administrador da Rodoviária, Severiano Rodrigues da Silva, e representantes da Associação dos Permissionários da Estação Rodoviária. Segundo dados da administração, cerca de 800 pessoas passam pela Rodoviária do Plano Piloto diariamente. O deputado chamou a atenção para o aumento da segurança na rodoviária, como medida preventiva contra crimes e delitos na região. Ele destacou a importância de desenvolver políticas para o setor também em virtude da Copa do Mundo de 2014, quando o acesso ao local será significativamente maior. "Pessoas de todo jeito passam por aqui. Boas e ruins. Mesmo em menor número, seguramente, as ruins provocam um grande desserviço aos cidadãos de bem", disse.

Chico sugeriu a construção de uma delegacia no local. O administrador da Rodoviária Central, Severiano Rodrigues, destacou que soluções urgentes necessitam ser tomadas. "Apesar dos avanços realizados, o aumento na segurança é prioridade urgentíssima", disse. "Um trabalho da Polícia Militar aqui causará uma repercussão de imagem muito grande. Tenho certeza que o Comandante vai nos ajudar muito e que até o fim deste ano, a Rodoviária estará com uma cara bem melhor", disse. Vazquez Filho adiantou que ainda em agosto, o governador Agnelo Queiroz vai autorizar uma série de obras para o local. Representantes da Associação dos Permissionários destacaram que a revitalização da Rodoviária é um sonho antigo de todos. "O nosso grande objetivo é ver esse lugar como o povo desta cidade merece", destacou o vice-presidente da entidade, Pedro Boliga. Já o comandante Paulo Rosback garantiu que até o fim do ano medidas serão tomadas para melhorar a segurança. "A Polícia desenvolverá um estudo para buscar soluções duradouras e um aumento de efetivo para a Rodoviária", afirmou.

P ROFISSÃO

JOVENS Queiroz fala de sua emoção ao receber a homenagem: “Sou muito grato a essa cidade”

afirmou. Para o jornalista Lívio di Araújo, editor-chefe do Alô, o título entregue a Queiroz é uma homenagem mais que merecida. "Conheço ele há alguns anos e não conheci um empresário, conheci um homem com muito valor. Entregar um título de Cidadão Honorário a quem realmente é um grande Cidadão Honorário desta cidade foi de muito bom tom do deputado Benedito Domingos", destacou. Hélio Queiroz foi o último a falar. Agradeceu a Deus, a seus familiares, colaboradores e amigos. Disse que ir à Casa do Povo receber um título de Cidadão Honorário é uma honraria que enobrece qualquer um. "Eu devo muito mais a Brasília do que ela deve a mim", disse. O empresário afirma que tem obrigação de retribuir e que por isso se empenha tanto em suas obras sociais. E se mostrou uma pessoa modesta e humilde: "a ação é mais importante que o dinheiro. Se o propósito é bom, a recompensa financeira virá como consequência natural". "Sou muito grato a esta cidade".

Amigos prestigiaram a entrega do título ao empresário

Hélio Queiroz e sua família: apoio importante em sua carreira

Diretor do Grupo Media Comunicação, José Rodrigues Alves (ter. à esq.), cumprimentou Queiroz

INTERNOS APRENDEM A ARTE DA PANIFICAÇÃO

Na do dia 2 foi realizada a solenidade de abertura do curso de panificação do Centro de Atendimento Juvenil Especializado (Caje). Entre outras autoridades, estiveram presentes os secretários Dioclécio Campos Júnior (Criança), Glauco Rojas Ivo (Trabalho) e Fernando Nascimento (Juventude). O curso terá a duração de três meses e será promovido também no Centro de internação Granja das Oliveiras (Ciago) e no Centro de Internação de Adolescentes de Planaltina (Ciap). Ao todo, 75 socioeducandos aprenderão o ofício de padeiro e confeiteiro, buscando uma futura inserção no mercado de trabalho. Na ocasião, o secretário da Criança lembrou que a privação da liberdade não impede que todos os outros direitos dos adolescentes estejam garantidos, como o acesso à educação, à saúde, ao lazer e à formação profissional. "Reafirmo, em nome do governador, o compromisso

com a aplicação de um novo sistema socioeducativo, oferecendo mais oportunidades de qualificação", ressaltou. Na opinião da diretora do Caje, Maria Beatriz Carvalho, esse momento marca uma mudança importante no atendimento dispensado aos adolescentes autores de atos infracionais. "É um sonho que está sendo colocado em prática. É muito bom ver o empenho do governo do DF em adotar uma nova perspectiva na aplicação das medidas socioeducativas", afirmou. Segundo a adolescente Gabriela (nome fictício), 16 anos, o curso representa uma opção a mais para investir em seu futuro profissional. "Essa é uma ótima chance para conseguir um emprego”, frisou. Pesquisa da Associação Brasileira da Indústria de Panificação e Confeitaria revela que existem cerca de 1.200 padarias espalhadas pelo DF e que os salários variam de R$ 700 e R$ 2 mil. Em 2010, o crescimento do setor foi de 13,7%..


G E R A L

BRASÍLIA - DF, 1º A 7 DE AGOSTO DE 2011

T ECNOLOGIA

P ODER FOTO: ALBÚM DE FAMÍLIA

FOTO: DIVULGAÇÃO

A internet descortina novas possibilidades e surpresas ao idoso

A AUTOMAÇÃO PRESENTE NO

MUNDO DA TERCEIRA IDADE Paulo Tadeu: incursões pelo esporte profissional do DF

Ricardo foi denunciado sobre escândalo de verbas para ONGs

O PETISTA PAULO TADEU

COMPRA TIME DE FUTEBOL

Secretário de Governo é o dono do Sobradinho Esporte Clube, vendido pelo antigo presidente Manoel Esperidião Pereira, o ex-atleta Manoelzinho. Por Marcos Medanha E m apenas sete meses como membro de governo no Distrito Federal, o pe-tista Paulo Tadeu conseguiu muito poder e dinheiro. Quem diria! Hoje, Paulo Tadeu é dono até de um time de futebol profissional no DF, o Sobradinho Esporte Clube. À frente do Sobradinho, Tadeu colocou um dos irmãos, Ricardo Vale da Silva, o mesmo que, em passado recente, foi denunciado por meio de matéria publicada pelo jornal Correio Braziliense, na edição de 27 de março de 2006, sobre esquema de destinação de verbas públicas para organização não-governamen-

tais (ONGs). O time do Sobradinho foi vendido a Tadeu pelo antigo presidente do clube Manoel Esperidião Pereira, o Manoelzinho. Fontes ligadas ao clube informaram ao Jornal das Cidades que "o Sobradinho foi vendido barato, por R$ 350 mil, porque existem inúmeras questões trabalhistas pendentes no time que precisam ser resolvidas". Após a transação, Fernando, um sobrinho de Manoelzinho, que também já foi presi-

dente da agremiação, passou gereciar o departamento de futebol. Ricardo, o irmão de Tadeu, agora começou então a responder pela presidência do Sobradinho. Entretanto, a documentação com a nova diretoria não foi ainda encaminhada à Federação Metropolitana de Futebol e nem à Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Alheio às transações nos bastidores, os jogadores do Sobradinho treinam no Clube da Agepol, no Setor de Clu-

bes Sul, para disputar a Segundona do Campeonato Brasiliense. O primeiro jogo será no dia 4 de setembro, contra o time do Legião. Em entrevista à imprensa, Ricardo declarou que o Sobradinho, entre outras coisas, será uma vitrine para bons negócios de compra e venda de jogadores. "Estou conversando com alguns investidores, pessoas que gostam de futebol, investem dinheiro, visando obter lucro com a venda de jogadores. Além disso, vamos atrás de empresários e comerciantes para apresentar nosso projeto", declarou o presidente do time.

INFLUÊNCIA POLÍTICA FACILITA A VIDA DE ONG Sobre a matéria publicada pelo Correio, foi noticiado, na ocasião, que recursos milionários destinados a projetos esportivos caem em mãos de ONG's, sindicatos e federações ligados a parlamentares e partidos políticos. "A ONG Cata-Ventos, com sede em Sobradinho II, é um exemplo de que apadrinhamento político pode facilitar a liberação de recursos federais. O prestígio de um aliado do governo federal deu força para que a organização não-governa-

mental, que não recebeu um tostão do governo em 2003, passasse a gerir recursos que beiraram RS 1 milhão em 2005, graças aos repasses do Ministério do Esporte, da Seppir e da Fundação Universidade de Brasilia. Um dos idealizadores da Cata-Ventos é o deputado distrital pelo Partido dos Trabalhadores e então líder do partido na Casa, Paulo Tadeu, que, formalmente, não assume nenhum cargo na ONG", publicou o Correio. "A ligação entre o deputado

e a entidade se torna ainda mais estreita uma vez que o coordenador de projetos da ONG, João Marcos Assis é cunhado do parlamentar. Ele assumiu o cargo na entidade em 2004, pouco antes da Cata-Ventos conseguir emplacar um convênio com a Seppir, no valor de R$ 476,5 mil", conforme outro trecho da notícia no Correio. Além disso, documentos da Cata-ventos mostraram que a presidência da entidade era ocupada por José Rosa Vale da Silva e a diretoria financeira

C ONEXÃO FOTO: DICULGAÇÃO

Cerimônia de lançamento do serviço: diculgação do Vivo Direto em todo o território nacional

NOVO

SISTEMA OFERECE MAIS COBERTURA DO QUE O CELULAR A Vivo lançou na semana passada, em Brasília, o Vivo Direto, serviço de comunicação instantânea. Com baixo custo (o pacote inicial oferecido é de R$ 69,90), o novo sistema disponibiliza comunicação Push to Talk (PTT), similar ao rádio em sua forma de comunicar e com conexão ilimitada entre os seus assinantes. A cobertura é de 3.683 municípios, quase cinco vezes maior que a concorrente que opera o mesmo serviço. O lançamento do novo serviço concluiu a divulgação do Vivo Direto em território nacional. A empresa pretende atender com esse sistema seus 64 milhões de clientes

no País. No DF, a Vivo tem pouco mais de 1 milhão, sendo 772.931do serviço prépago e 315.854 pós-pago. Participaram do ato o presidente da Unidade de Mercado Individual da Vivo, Paulo Cesar Teixeira, e o diretor Centro-Oeste, João Truran. "O Vivo Direto é um serviço de conexão direto ilimitado e tem o alcance em todo o Brasil. A vantagem é que ele tem a mesma cobertura do celular convencional. O uso é simples: com um botão você seleciona o contato e conecta seu Vivo Direto", destaca Teixeira. Ele listou ainda os custos benefícios do novo serviço, como o bai-

xo preço da mensalidade e a possibilidade de fazer a portabilidade utilizando o mesmo número do celular. O novo serviço faz parte dos investimentos de R$ 2,5 bilhões previstos pela Vivo para 2011. Junto ao lançamento do novo serviço, a Vivo lançou sete novos aparelhos compatíveis com essa tecnologia. A assinatura do pacote Vivo Direito para pessoas físicas pode ocorrer em qualquer modalidade do pós-pago, com aparelho compatível ao sistema PTT (Push to talk). Quanto aos planos oferecidos a pessoas jurídicas é possível ser cliente Vivo Empresa.

por Ricardo Vale da Silva, ambos irmãos de Paulo Tadeu. Vale ressaltar que, além de familiar, a ONG era constituída também por servidores do gabinete parlamentar de Tadeu na Câmara Legislativa. Assim, o estatuto da entidade foi assinado pelo servidor Gustavo Ponce de Leon Soriano Lago e a ata de eleição pelos também servidores Jurandy Brandão Marinho Filho e América Menezes Bonfim, então lotados no gabinete do parlamentar.

MOSTRA

DE ARTE TECNOLÓGICA ATÉ DIA 18 DE AGOSTO A obra intitulada Música Holofractal, do doutorando da Universidade de Brasília (UnB) em arte contemporânea, Eufrásio Prates, faz parte da exposição "Arte Computacional", aberta nesta sexta-feira, dia 5, no Museu Nacional da República. A mostra reúne trabalhos de alunos de pós-graduação do Instituto de Artes e também com obras de outros Estados e estará aberta até o dia 18 de agosto. A exposição faz parte do programa do 10º Encontro Internacional de Arte e Tecnologia, organizada por professores da UnB, e que contará com debates de artistas e pesquisadores de outros países. No dia 10 de agosto, às 8h30, o alemão Oliver Grau, especialista em história da arte e arte midiática abre o ciclo de palestras. Os temas envolvem cultura digital, arte computacional, games e neurociência e mostram uma arte em confluência com a contemporaneidade, que empurra as fronteiras tanto da criação humana como da máquina. O encontro é realizado desde 1989, quando foi criado no auditório Dois Candangos da UnB. Na época, a arte computacional ainda se valia de supercomputadores que hoje perderam espaço para as pequenas máquinas pessoais. Apesar de ainda ter que se adaptar à falta de recursos, a diminuição dos preços e a melhora de processamento das máquinas possibilita uma criação bem mais rápida do que passado.

Por Odirlei Ribeiro A tecnologia facilita o dia-adia do cidadão por onde andamos nos deparamos com as maravilhas do mundo moderno, quase tudo pode ser feito pela internet, em um só toque ou clique. Hoje em dia, para pagar as nossas contas, não precisamos nem sair de nossas casas - quase tudo é feito diretamente de nosso computador. Na atualidade é impossível sair de casa sem celular ou ipad para muitos profissionais liberais esses meios são indispensáveis. Sem falar no mercado de trabalho cada vez mais concorrido. No atual momento profissional que se preze, é preciso ter pelo menos o curso básico de informática para postular uma vaga de emprego. Mas, a modernidade trouxe sérios problemas cotidianos para os cidadãos da terceira idade que precisam de mais atenção das autoridades públicas. O fato é que algumas pessoas não acompanharam os novos tempos e têm dificuldades de lidar com as novas tecnologias, por mais simples que pareçam. O perfil varia - pode ser pessoas de pouco poder aquisitivo ou não. Os idosos, de uma maneira ou outra, precisam se adaptar a esse novo mundo. Para a jornalista Juliana Nascimento, 52 anos, é preciso haver políticas públicas de inclusão digital para idosos. Não basta só qualificar crianças, jovens e adultos. Segundo Juliana, o idoso do século 21 precisa estar antena-

do as atuais mudanças. Para ela, o mundo digital é uma realidade diária e dela não tem como escapar. "Em minha opinião o Estado deveria instalar telecentros em todo o País, para capacitar os cidadãos da terceira idade, a tecnologia também passa por esse segmento," diz. Alguns aposentados não acostumados com a modernidade são vítimas constantes de aproveitadores, por se atrapalharem na hora de sacar dinheiro em caixas eletrônicos, dos bancos desamparados pedem ajuda a estranhos que, em alguns casos são pessoas mal intencionadas, aproveitadores do desconhecimento da vítima e acaba aplicando-lhes golpes. O alvo preferido dos estelionatários são os aposentados. O mais curioso é que, hoje, as crianças já nascem familiarizadas com a tecnologia. Os tempos modernos chegaram e daqui para frente é só evolução. Até a área de comunicação precisa se adaptar. O leitor não só depende dos jornais impressos para se informar. Na internet temos as redes sociais e os diversos meios eletrônicos que são atualizados em tempo real. O idoso do século 21 precisa ter a tecnologia como a sua aliada. Essa realidade vai passar de ser utopia com a ajuda de todos - governo e sociedade organizada. E também sem se esquecer daquela ajudinha fundamental: a dos filhos e netos que já nasceram com a era digital em seus DNAs.

A GRICULTURA

FUNDO DISPONIBILIZA R$ 8 MILHÕES PARA SETOR RURAL Para promover o desenvolvimento agropecuário e fortalecer economicamente os produtores rurais do Distrito Federal e da Região Integrada de Desenvolvimento (Ride), a Secretaria de Agricultura do Distrito Federal (Seapa-DF), por meio do Fundo de Desenvolvimento Rural, disponibiliza R$ 8 milhões para financiar despesas de investimento e custeio na área rural. Para a captação do recurso é necessário que o produtor rural procure o escritório local da Emater-DF, para que os extensionistas elaborem projetos que promovam oportunidades de trabalho, emprego, renda, desenvolvimento tecnológico e ambiental, com temas previstos no Programa Pró-rural, sendo eles: agricultura orgânica, irrigação localizada, agroindústria rural, ovinocultura, apicultura, pecuária de leite e de corte, avicultura de postura, inclusive de codornas e ovos galados, recuperação e manejo de bacias hidrográficas, bubalinocultura, piscicultura, floricultura, sanidade animal total, fruticultura irrigada, suinocultura, horticultura e turismo rural. O financiamento é dirigido

aos empreendimentos que desenvolvem atividades em área rural do DF e da Ride, que estejam segundo as diretrizes ambientais vigentes, além de estarem em dia com suas obrigações fiscais. Podem ter acesso ao fundo as associações ou cooperativas de produtores e empresas rurais. As atividades que não exigem licenciamento ambiental, estabelecidas pelo Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Distrito Federal (Ibram), são: aquisição de tratores, implementos agrícolas, veículos utilitários (caminhões e furgões), tanques de resfriamento de leite, carretas agrícolas, distribuidoras de calcário e fertilizantes, ensiladeiras e picadeiras. Os projetos, após análise da câmara técnica, são referendados pelo Conselho Administrativo do Fundo de Desenvolvimento Rural (FDR-DF). Participam do Conselho, as Secretarias de Agricultura, Planejamento e Fazenda, Emater, Banco de Brasília e Federação de Trabalhadores da Agricultura do DF e Entorno. Os projetos serão encaminhados ao Banco para liberação de recursos, entre 30 e 60 dias.


ESTADO

BRASÍLIA - DF, 1º A 7 DE AGOSTO DE 2011

E NSINO FOTO: MANTOVANI FERNANDES

GOIÁS EM FOCO

POR MARINA DURÃES

FOTO: EDUARDO FERREIRA/GOIÁS AGORA

MARCONI PERILLO

Com a presença de várias autoridades, Marconi Perillo anunciou mudanças, como a adoção dos critérios de avaliação

BOLSA UNIVERSITÁRIA IRÁ BENEFICIAR10 MIL ALUNOS O governador anunciou também o reajuste do benefício, que passou para R$ 300. Bolsa parcial será concedida ao estudante que obtiver média até 6,9

O governo do Estado, por meio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), vai disponibilizar, a partir do próximo ano, mais 10 mil Bolsas Universitárias, sendo mil integrais. O anúncio foi feito na tarde de sexta-feira, dia 5, em solenidade realizada no auditório Mauro Borges do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, pelo governador Marconi Perillo. Estiveram presentes a presidente da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Valéria Perillo; o coordenadorgeral da Organização, Afreni Gonçalves; o vice-governador José Eliton de Figuerêdo Júnior, reitores de universidade e estudantes. "As inscrições para as mil bolsas integrais serão abertas em janeiro de 2012",

explica Afreni Gonçalves. Durante a solenidade, o governador anunciou também o reajuste do benefício, que passou de R$ 250 para R$ 300. A bolsa parcial, de R$ 300, será concedida ao estudante que obtiver média até 6,9. O valor poderá ser aumentado de acordo com o aproveitamento acadêmico do aluno, chegando a R$ 400 (caso tenha média entre 7 e 8,4), e R$ 500, o valor máximo, se conseguir a média mínima de 8,5. As novas regras começam a valer a partir do próximo ano. Outra mudança instituída pela OVG é a exigência de um maior empenho das faculdades, que deverão comprovar índices oficiais de aprovações de curso determinados pelo

Ministério da Educação para se manterem conveniadas com a OVG a partir de 2012. "As instituições de ensino superior deverão apresentar resultados para continuarem cadastradas no Bolsa Universitária. "O objetivo é garantir ensino de qualidade para os universitários", ressalta Valéria Perillo. Segundo o governador Marconi Perillo, "para continuar cadastrada no programa, a instituição de ensino deverá ter avaliação A, B ou C. Nós não vamos estimular cursos ruins, porque isso é desperdício de dinheiro público". REQUISITOS - O Bolsa Universitária atende atualmente 13.308 pessoas em Goiás. Terão prioridade na seleção os trabalhadores rurais, arrimo de

E NERGIA

CELG TROCA LIXO RECICLÁVEL

POR BÔNUS NA CONTA DE LUZ Por meio de uma parceria com o governo de Goiás, prefeituras municipais e consumidores, a Celg D lança o Projeto Ecodesconto, na próxima terça-feira, 9, às 9 horas, no auditório da empresa no Jardim Goiás, em Goiânia, durante solenidade com a presença do vice-governador e presidente da Celg, José Eliton de Figuerêdo Júnior. O governador Marconi Perillo confirmou presença no evento. O Projeto Ecodesconto pretende envolver as prefeituras dos 246 municípios goianos que deverão definir onde o cidadão trocará resíduos recicláveis como plástico, papel, vidro, alumínio, entre outros, por créditos na conta de energia. O recolhimento deste resíduo ficará por conta das prefeituras, que irão vende-lo para as cooperativas, repassando à Celg os valores correspondentes ao desconto nas contas de luz. A Celg esclarece que nos locais em que não houver cooperativa as secretarias estaduais do Meio Ambiente e das Cidades darão

FOTO: DIVULGAÇÃO

Eliton: companhia é parceira na construção de um futuro melhor o suporte para a estruturação adequada nos municípios. Segundo José Eliton, com o Projeto Ecodesconto a Celg reforça a bandeira da educação ambiental, disseminando a política de destinação adequada do lixo reciclável, preservando

os recursos naturais. "A Celg é parceira na construção de um futuro melhor. Além de preservar o meio ambiente, as prefeituras vão economizar com a coleta do lixo e o consumidor pode inclusive até quitar a conta mensal”, assegura.

família, menor de 24 anos, escolaridade predominantemente na rede pública, tratamento crônico de saúde e os que estejam matriculados nas áreas de saúde, social, agricultura e educação. Outra mudança instituída pela OVG é a exigência de um maior empenho das faculdades, que deverão comprovar índices oficiais de aprovações de curso determinados pelo Ministério da Educação para se manterem conveniadas com a OVG a partir de 2012. "As instituições de ensino superior deverão apresentar resultados para continuarem cadastradas no Bolsa Universitária. "O objetivo é garantir ensino de qualidade para os universitários", ressalta Valéria Perillo".

ESTADO TERÁ MAIS TRÊS UPAS COM ATÉ 12 LEITOS Goiás terá mais três Unidades de Pronto Atendimento 24 horas (UPAs) com até 12 leitos e capacidade para atender cerca de 300 pacientes por dia, cada uma. As três novas unidades funcionarão em Goiânia. Os recursos previstos para a construção e compra de equipamentos para as UPAs serão de R$ 6 milhões. O repasse é feito pelo Ministério da Saúde ao município. Ao todo, o Estado já possui 20 UPAs em fase de construção e uma em funcionamento, localizada em Formosa. Com o recurso será possível construir e equipar as unidades. O custo de manutenção será dividido entre o município, Estado e União. As UPAs oferecem assistência em situações de emergência durante 24 horas por dia, todos os dias da semana. Elas funcionam como unidades intermediárias aos hospitais e ajudam a desafogar os prontos-socorros, ampliando e melhorando o acesso aos serviços de emergência no Sistema Único de Saúde. A experiência mostra que 97% dos casos atendidos em uma UPA são resolvidos na própria unidade.

ABRE FESTIVAL

to é uma realização da Associação Nacional de Produtores de Alho (Anapa), Associação Brasileira da Batata (ABBA) e produtores de cebola de Cristalina e região, com o apoio de instituições privadas e organismos públicos. A expectativa dos organizadores é receber cerca de 15 mil pessoas nos três dias. O festival terá entrada livre.

O governador Marconi Perillo lança hoje o 3º Festival do Alho, Batata e Cebola ABC da Boa Mesa. O evento está marcado para as 8 horas, na Sala Gercina Borges Teixeira, no Palácio das Esmeraldas, em Goiânia. O festival é tradicional em Cristalina e será realizado ente os dias 19 a 21 de agosto, na Praça da Liberdade. O even-

APRIMORAMENTO

DA JUSTIÇA

I

Três projetos que serão relatados pelo senador Demóstenes Torres na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) vai atacar sérios problemas no sistema judiciário. Um deles se encaixa no caso do goleiro Bruno, suspeito pelo assassinato de Eliza Samúdio. Uma juíza é suspeita de receber dinheiro para conceder habeas-corpus ao goleiro. O primeiro projeto inclui no Código Penal o artigo 357-A, para tipificá-lo como crime de corrupção de ato judicial. A proposta prevê punição de juízes, promotores, defensores públicos, jurados peritos e interpretes ou testemunhas que praticarem corrupção passiva ou ativa. A pena prevista é de quatro a doze anos de reclusão e multa.

APRIMORAMENTO Há um segundo projeto que também altera o Código Penal para tipificar como crime a ação de quadrilha ou bando que tenha agente público como alvo. A pena para o delito seria de dois a seis anos de reclusão. A proposta pretende deixar mais rigorosa a punição para grupos que agem

APELO

DA JUSTIÇA

II

contra agente públicos em investigação policial, processo penal ou processo administrativo. Caso o projeto vire lei, profissionais como promotores, delegados, policiais civis e outros estariam mais protegidos.vernador Marconi, mas não obteve uma resposta concreta.

À COMUNIDADE

O menino Kaleb tem 6 anos de idade. Devido ao problema de saúde, a criança não anda e nem fala. Cíntia Ribeiro Alves informa que seus pais nao tem poder aquisitivo para amenizar o sofrimento do pequeno Kaleb, que está precisando urgente de um carrão de bebê e conta com a solidariedade da população, para ajudá-lo a dispor deste equipamento. Assim, o menino terá mais conforto e qualidade de vida. Contatos: (61) 9639-4392 ou (61) 8246-5040. Endereço: Praça do Mercado, nº 74A, Centro de Formosa/GO.

QUALIDADE

DE VIDA EM

O prefeito de Nova Roma, Josimar Ferreira, anunciou ao Jornal das Cidades que, a partir da segunda quinzena de agosto, a comunidade da região rural do município terá à disposição um ônibus que fará o transporte até a cidade. Uma boa medida aos que vi-

PAVIMENTAÇÃO No último dia 2, o doutor José Eliton de Figueiredo (dr. Eltin) acompanhou o topógrafo, representante da empresa responsável pela obra de topografia da estrada que liga Posse a Iaciara, para verificar os serviços de piqueteamento do trecho, com vistas à execução da pavimentação asfáltica. A obra foi autorizada pelo governador Marconi e sua inauguração está prevista para final de agosto. Faltam 22 quilômetros para a conclusão da GO 446. Outras ações do governo para a região é a implantação do Vapt

NOVA ROMA

vem do campo. Ele informou também que foi contratada uma fisioterapeuta para atender às necessidades da população. Tais iniciativas visam oferecer aos moradores mais comodidade e garantir aos novarromanos qualidade de vida e melhorias na saúde.

DE RODOVIA

Vupt e da Regional de Saúde, ainda em fase de locação de prédio para seu funcionamento.


EDUCAÇÃO

BRASÍLIA - DF, 1º A 7 DE AGOSTO DE 2011

MEIO AMBIENTE

U NIVERSIDADE FEDERAL

Administrador José Maria com os integrantes do movimento

VARJÃO PARTICIPA DE CAMPANHA

PARA CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL

Mais da metade dos alunos que cursa universidades federais depende de coletivos lotados para cumprir sua obrigação

MAIORIA DOS ESTUDANTES

USA ÔNIBUS PARA IR À AULA Os dados fazem parte do estudo feito pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) sobre o perfil do corpo discente

C

erca de 56% dos alu nos das universidades federais utilizam o transporte público para ir à aula. Pouco mais de 18% vão de bicicleta, a pé ou de carona e só 21% usam transporte próprio. Os dados fazem parte do estudo que foi na última quarta-feira, dia 3, pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) sobre o perfil dos estudantes. Os dados coletados em 2010 indicam que as mulheres ocupam a maioria das vagas (53,5%) e três quartos dos alunos têm até 24 anos. Além de dados socioeconô-

micos, a pesquisa também traz informações sobre o comportamento e o modo de vida dos estudantes. A casa dos pais é a moradia da maioria (55,5%) dos alunos. Quase 10% vivem em repúblicas estudantis e menos de 7% moram sozinhos. O acesso à moradia estudantil na universidade ou custeada pela instituição ainda é restrito: apenas 2,5% conseguem o benefício. A internet é a principal fonte de informação dos universitários de instituições federais: 70% utilizam a web para ter acesso às notícias. Menos de 3% leem jornal e 20% dizem que se informam pelos telejor-

nais. Apenas um quarto participa com frequência de atividades artísticas e culturais e mais de 60% nunca participaram do movimento estudantil. Quase 15% fazem uso frequente do álcool e do tabaco e apenas 6% se declararam usuários de drogas ilícitas. Mais de 47% relataram ter vivido "crises emocionais" no período de 12 meses anterior à coleta dos dados da pesquisa, que se referem a 2010. As dificuldades estão relacionadas, em grande parte, à ansiedade, insônia, depressão, timidez excessiva ou a outros problemas que afetam a motivação para o estudo.

Outra constatação da pesquisa: cerca de 43% dos estudantes das universidades federais são das classes C, D e E. O percentual de alunos de baixa renda é maior nas instituições de ensino das regiões Norte (69%) e Nordeste (52%) e menor no Sul (33%). Para a Andifes, o resultado do estudo, que teve como base 22 mil alunos de cursos presenciais, desmistifica a ideia de que a maioria dos estudantes das federais é de famílias ricas. Os dados mostram, entretanto, que o percentual de alunos das classes mais baixas permaneceu estável em relação a pesquisas feitas em 1997 e 2003.

No último dia 2, o administrador do Varjão, José Maria Martins, recebeu os coordenadores do movimento Limpa Brasil Let´s do it!-Brasília para conversar com as lideranças da cidade sobre o projeto que será realizado nos dias 19 e 21 de agosto. A reunião aconteceu na Escola Classe e contou com a presença de mais de 30 representantes comunitários e moradores. Na ocasião, foram explanados os moldes da campanha de mobilização que visa criar consciência ambiental para que as ruas e áreas previamente identificadas do DF sejam limpas e se mantenham organizadas com a colaboração da sociedade civil. Também ficou definido que no dia 19 a ação será voltada para os alunos da Escola Classe que terão um dia de palestras sobre conscientização ambiental. Para o administrador, o movimento é muito importante para a conscientização das pessoas. "Aqui no Varjão trabalhamos a educação ambiental por meio de

campanhas e temos obtido alguns resultados, mas é fundamental que todas as pessoas se unam em torno da preservação ambiental", ressaltou José Maria. No dia 21 de agosto o movimento mobilizará toda a cidade para a coleta de materiais recicláveis, tais como plástico, papel, latinhas e garrafas pet, que deverão ser depositados nos pontos de entrega voluntária. No Varjão, todo o material colhido será entregue à Central de Reciclagem. MOVIMENTO - O Limpa Brasil Let's do it! é um movimento de cidadania e cuidado com o meio ambiente. A ideia é convidar os cidadãos para ajudar a limpar suas cidades em um dia. E incentivar a reflexão para a mudança do hábito de jogar lixo fora do lixo. O movimento está presente nas seguintes cidades: Belo Horizonte, Campinas, Guarulhos, Rio de Janeiro, São Paulo, além do Distrito Federal. No dia 28, o Limpa Brasil estará na cidade de Sobradinho.

QUEM NÃO É VISTO NÃO É LEMBRADO

ANUNCIE AQUI

(61)3369-5066/3369-4480

Jornal das Cidades Edição 165  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you