Page 1

HEMATOPOIESE


Volemia – 7 a 8% do peso corporal do adulto • Parte sólida – Eritrócitos – Leucócitos – plaquetas

• Plasma – 90% água – 10% - hormônios, carbohidratos, lipídeos, vitaminas, sais, proteínas, enzimas


Importância do sangue • Transporte de oxigênio dos pulmões aos tecidos • Produtos da digestão são absorvidos a nível intestinal e carreados para os diferentes tecidos • Substâncias produzidas por diferentes órgãos são transferidas para diferentes tecidos • Células são carreadas para sítios de infecções/inflamações • Hemostasia – coagulação e anti-coagulação • Excreção renal, fígado e pulmões


HEMATOPOIESE CÉLULAS TRONCO HEMATOPOIESE FETAL – INFÂNCIA - ADULTO CONTROLE DA HEMATOPOIESE MORFOLOGIA E MARCADORES FATORES REGULADORES


HEMATOPOIESE CÉLULAS TRONCO HEMATOPOIESE FETAL CONTROLE DA HEMATOPOIESE MORFOLOGIA E MARCADORES FATORES REGULADORES


1. CÉLULAS TRONCOS (“STEM CELLS”) • 1.1. FISIOLOGIA E MORFOLOGIA – Origina eritrócitos – leucócitos – plaquetas – “STEM CELLS” EMBRIONÁRIAS – menos diferenciadas – Presentes no saco vitelínico – HEMANGIOBLASTOS – originam vasos e células sanguíneas – “STEM CELLS” DO TECIDO ADULTO – mais diferenciadas – < 1% das células de M.O. e S.P. – Pluripotencialidade – Auto-renovação • Simétrica • Assimétrica – Plasticidade da “stem cell”


HEMATOPOIESE CÉLULAS TRONCO HEMATOPOIESE FETAL – INFÂNCIA - ADULTO CONTROLE DA HEMATOPOIESE MORFOLOGIA E MARCADORES FATORES REGULADORES


2. HEMATOPOIESE FETAL – INFÂNCIA - ADULTO • 2.1. SACO VITELÍNICO – Inicia-se entre 5a e 7a semana de vida – Inicia-se com precursores eritróides – Termina por volta do 16a semana

• 2.2. PERÍODO HEPATOESPLÊNICO – 16a a 24a semana de gestação

• 2.3. PERÍODO MEDULAR – A partir da 24a semana até a vida adulta


2. HEMATOPOIESE FETAL – INFÂNCIA - ADULTO • 2.4. INFÂNCIA – Tecido medular ativo – praticamente em todos os ossos

• 2.5. ADULTO – Tecido medular ativo – ossos chatos e epífises dos ossos longos


HEMATOPOIESE CÉLULAS TRONCO HEMATOPOIESE FETAL – INFÂNCIA - ADULTO CONTROLE DA HEMATOPOIESE MORFOLOGIA E MARCADORES FATORES REGULADORES


3. CONTROLE DA HEMATOPOIESE

• 3.1. GENES REGULADORES – 3.1.1. FATORES ESTIMULADORES DE CRESCIMENTO (CFU / CSF) – 3.1.2. FATORES INIBIDORES E MODULADORES


HEMATOPOIESE CÉLULAS TRONCO HEMATOPOIESE FETAL – INFÂNCIA - ADULTO CONTROLE DA HEMATOPOIESE MORFOLOGIA E MARCADORES FATORES REGULADORES


4. MORFOLOGIA E MARCADORES • CARACTERÍSTICAS MORFOLÓGICAS POUCO RECONHECÍVEIS – Células pequenas, redondas, ausência de grânulos, relação N/C elevada – se assemelham a linfócitos jovens – Passam despercebidas na M.O. e no S.P. – Cordão umbilical – 20 a 30% com características embrionárias

• Exibem na membrana antígeno CD 34 • Outros marcadores – CD45, CD38, CD133, HLADR


HEMATOPOIESE CÉLULAS TRONCO HEMATOPOIESE FETAL – INFÂNCIA - ADULTO CONTROLE DA HEMATOPOIESE MORFOLOGIA E MARCADORES FATORES REGULADORES


5. FATORES REGULADORES

• 5.1. MICROAMBIENTE MEDULAR – Trabéculas ósseas – tecido conjuntivo frouxo (malha tridimensional) – se instalam e diferenciam as células-troncos – Conjunto de células, vasos, nervos e fibras conjuntivas onde se encontram as células hematopoiéticas


5. FATORES REGULADORES • 5.2. MOLÉCULAS DE ADESÃO – Interagem na relação entre o estroma e as células precursoras (pluripotentes) – São mais numerosas em células mais indiferenciadas (células mais jovens) – Atuam na fisiologia das células sanguíneas das linhagens granulocíticas, linfocítica, monocítica e na hemostasia – Classificam-se em: • Integrinas • Imunoglobulinas-simile • Selectinas


Hematopoese  

Aspectos gerais da hematopoese medular. Células-Troncos embrionárioas e do adulto.Controle da hematopoese. Marcadores de membrana.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you