Page 1


CARLITO PAES

QUEBRE OS MITOS QUE TE FAZEM SOFRER


QUEBRE OS MITOS QUE TE FAZEM SOFRER © 2011 de Carlito Paes

1° Edição: Junho de 2011 Todos os direitos reservados por: EDITORA INSPIRE Rua Euclides Miragaia, 548 – Centro São José dos Campos – SP – CEP: 12245-820 Tel: (12) 3911 2228 – Fax: (12) 3942 9234 www.editorainspire.com.br Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei n° 9.610, de 19/02/1998. Nenhuma parte desta publicação pode ser utilizada ou reproduzida – em qualquer meio ou forma, seja mecânico, fotocópia, gravação, etc. – nem apropriada ou estocada em banco de dados sem a expressa autorização do autor. Todas as citações bíblicas foram extraídas da Nova Versão Internacional (NVI), salvo indicação em contrário. Coordenação Editorial: Viviane P. Godoy Preparação de Texto: Mariana C. Madaleno Revisão: Cristina Alves Revisão de Provas: Lívia Scherrer Capa e Projeto Gráfico: Julio César da Silva Impressão: Gráfica EGB

P126q

Paes, Carlito Quebre os mitos que te fazem sofrer / Carlito Paes . _ São José dos Campos: Inspire, 2011 144 p. : 14x21 cm

ISBN 978-85-7708-073-1

1. Sofrimento 2. Vida Cristã I. Título CDD 248.86


DEDICATÓRIA Dedico este livro às pessoas que conseguiram derrotar mitos e mentiras sobre a vida através da Bíblia Sagrada e encontram em Jesus uma vida plena, abundante e eterna!


“Este é o meu consolo no meu sofrimento: a Tua promessa dá-me vida.” Salmo 119.50


“É curioso que toda polêmica moderna em torno deste conceito [mito] já está encerrada na etimologia desta palavra grega, adaptada a todas as línguas civilizadas.” A. Van Den Born


SUMÁRIO

Prefácio. .......................................................................................................... 08 Introdução...................................................................................................... 10 1. O que é um mito?........................................................................................ 12 2. Os mitos de nossos dias: realmente importa no que creio?.................... 16 3. Quebre os mitos sobre a dor..................................................................... 29 4. Quebre os mitos sobre o estresse.............................................................. 46 5. Quebre os mitos sobre a ansiedade........................................................... 64 6. Quebre os mitos sobre as mudanças......................................................... 76 7. Quebre os mitos sobre Deus...................................................................... 94 Conclusão.................................................................................................... 131 A liberdade na verdade: compromisso com a verdade!............................. 139 Referências Bibliográficas.......................................................................... 139


PREFÁCIO Somos parte da grande e sofredora família humana. É impossível vivermos no “1º andar” sem enfrentarmos o sofrimento. Ele muitas vezes é consequência unicamente de nossas escolhas. Mas não poucas vezes, nos agride simplesmente porque somos humanos: “caiu a chuva, transbordaram os rios, sopraram os ventos e deram com ímpeto contra aquela casa” (Mateus 7.25a, 27a). O sofrimento atinge pessoas independente da cor, do time, do sexo, da religião e da posição diante de Jesus Cristo. Ateus e mesmo crentes cheios do Espírito Santo sofrem perdas repentinas, são injustiçados, traídos, sugados pela manipulação do governo, amaldiçoados por funcionários; são alvos de fofocas mesquinhas e críticas destruidoras. Isso também acontece com solteiros, divorciados, bem casados, mal ajustados; cruzeirenses, atleticanos, são paulinos, corintianos, palmeirenses, santistas... e com você que não torce para nenhum time. A maneira como cada pessoa compreende e lida com o sofrimento pode dar-lhe um nó górdio ou libertá-la para desenvolver o potencial que Deus lhe deu, viver uma vida interior saudável ou jogá-la num buraco depressivo destruidor; torná-la mais doce e cheia de bondade ou azedar definitivamente a alma. E os contrastes você pode, se quiser, continuar a fazer em sua mente. Neste livro, um santo varão, o Pr. Carlito Paes, nos ajuda a separar os alhos dos bugalhos. Há uma maneira de entender e lidar com o sofrimento que temporariamente pode trazer alívio, mas acaba conduzindo a pessoa aos caminhos de morte. Entretanto, há outro modo de compreender, discernir e atuar diante da dor, do sofrimento, do estresse provocado pelo trabalho, das tensões do dia a dia com a família, com pessoas difíceis; gente que disputa nosso tempo e suga nossa energia física, emocional,

8


econômica e espiritual; uma agenda sobrecarregada, culpas íntimas latejantes (sempre está faltando completar algo, terminar de arrumar aquela gaveta e doar roupas que não me servem mais: engordei de novo!). Seu coração será consolado e sua mente iluminada com a leitura deste livro. São palavras escritas com o coração de quem ama e deseja cooperar para que o Espírito Santo lhe conceda dias felizes. Fundamentado na eterna Palavra de Deus, Carlito Paes extrai princípios, dá orientações e conselhos que apontam caminhos para uma vida mais saudável e mais plena. Você relembrará coisas que já sabe; verá outras de um ângulo novo e mais desembaçado. Aprenderá coisas novas e será sacudido de zonas de conforto nas quais você já está há muito tempo bem estacionado. Todavia, minha amiga e meu amigo leitor, tudo o que se segue só funcionará se você intencionalmente escolher que irá praticar o ensino proposto. O que muda nossas vidas não é o que a gente gosta ou não gosta. O que muda a vida de cada um de nós é o que a gente decide e faz. Portanto, leia, grife o livro, aprenda e decida e faça o que precisa ser feito. Isso mudará para melhor a sua vida, sua família e a sua história. Boa leitura e um grande abraço. Com carinho e orações. Jeremias Pereira da Silva

Pastor Sênior da Oitava Igreja Presbiteriana de Belo Horizonte


INTRODUÇÃO Não são poucas as pessoas que estão sofrendo por ideias, pensamentos e sofismas que não passam de mitos. O que eles sinceramente acreditam nunca passou de uma imaginação, fruto de sua história, contexto, formação familiar ou religiosidade, enfim, produto recebido de alguém. Talvez a própria pessoa não saiba de onde veio e como passou a adotar aquela ideia, a qual gerou uma crença e um determinado comportamento. Como pastor, tenho aconselhado pessoas e convivido com aqueles que sofrem desses males, e muitos deles continuam oprimidos dentro das igrejas. Você conhece alguém que esteja vivendo uma situação semelhante? Sofrendo desnecessariamente? Ou mesmo você esteja vivendo assim, de forma tão precária e limitada? Não se envergonhe, existem mais pessoas assim perto de você do que possa imaginar. Só existe uma forma de realmente quebrarmos esses mitos que geram escravidão na mente e na vida das pessoas! O caminho é o confronto com a verdade da Palavra de Deus. Só ela é capaz de libertar e trazer luz para a mente das pessoas, sejam elas cristãs ou não, para que recebam, creiam, aceitem e apliquem em suas vidas a verdade transformadora da Palavra de Deus. Serão, assim, libertas através de um processo de metanoia, de mudança essencial de atitude. Trabalhando dentro do contexto dessa realidade, tive contato com algumas mensagens do Pr. Rick Warren que abordavam esse assunto. Pude perceber o quanto essas questões são atuais e relevantes para nossos dias. Comecei, então, a trabalhar mais esse tema em estudos e pesquisas que realizei, orando, examinando-o à luz das Escrituras, da minha experiência pessoal, profissional e comunitária na igreja que sirvo com pastor. Aprendi que, para todos os mitos desfocados da perspectiva bíblica que possamos crer erroneamente, existem respostas contundentes na Bíblia que podem nos esclarecer.

10


Neste livro, você poderá conhecê-las e aplicá-las em sua vida. Antes de escrever este livro, ministrei uma série de mensagens baseadas em seis palestras que foram pregadas em nossa igreja e que causaram grande impacto, gerando centenas de decisões pessoais para ficar ao lado de Jesus. Milhares de vidas foram transformadas pelo poder libertador do Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo e pelos princípios vivos da Palavra Rhema de Deus. Convido você a ler e aplicar os princípios apresentados nesta obra. Você perceberá que sua vida entrará em novas dimensões, tanto física quanto espiritual. Aqui, você entenderá o que é um mito e o que deve fazer quando detectar que está sendo guiado por ele. Descobrirá, pelo poder da Palavra aplicada, o segredo da real felicidade e assim quebrar os mitos da dor, do estresse, da ansiedade, das mudanças rápidas e, sobretudo, dos mitos que você acreditava estarem corretos sobre Deus e que estavam acabando com sua vida e sua fé. Naturalmente, nesta breve obra não esgotarei todos os mitos que escravizam a mente das pessoas. Todavia, eu lhes asseguro que para qualquer mito que gera sofrimento para a vida das pessoas, a Palavra de Deus tem a resposta! Siga por este caminho com o coração e a mente aberta para aprender e desaprender antigos conceitos de sua vida!

11


O mito, em seu sentido originário, está associado à forma mais antiga de conhecimento humano, de consciência existencial e de representação religiosa. O dicionário Aurélio de Língua Portuguesa define “mito” da seguinte forma: deriva do grego mythos, que significa “fábula”, “palavra”, “narração” ou “discurso”, vinda dos verbos mytheyo (contar, narrar) e mytheo (anunciar e conversar). Narrativas de tempos fabulosos ou heroicos, na qual aparecem seres e acontecimentos imaginários que se materializam em muitos casos através de seres da natureza e aspectos da vida humana; que podem representar pessoas e fatos da vida real, exagerados pela imaginação e tradição popular. Por exemplo: para muitos, Rui Barbosa é um mito da literatura brasileira, para outros, John Lennon é um mito da música mundial. Um mito, entendido dessa forma, é uma narrativa de caráter simbólico, sempre relacionado a uma dada cultura. Essa narrativa busca explicar a realidade, os principais acontecimentos da vida, os fenômenos naturais e as origens do mundo e do homem por meio de deuses, semideuses e heróis. A função do mito, portanto, era a de descrever, lembrar e interpretar as origens das coisas: do mundo físico, do mundo espiritual, dos fenômenos naturais e até mesmo das causas fundamentais que colocaram ao homem suas condições de vida e comportamento. Por isso, o mito foi considerado uma das mais importantes formas de conhecimento do ser humano.

12

Quebre os mitos que te fazem sofrer


Muito comumente, o termo “mito” está associado especificamente a relatos de civilizações antigas, formando de maneira organizada uma mitologia, tais como a mitologia grega e a mitologia romana. Além disso,­o termo “mito” é por vezes utilizado de forma pejorativa, referindo-se a crenças comuns e populares, vistas como histórias de um universo imaginativo de diversas comunidades, sem fundamentos científicos. Vale lembrar que acontecimentos históricos podem se transformar em mitos ao adquirirem certa carga simbólica em uma dada cultura. Algo interessante de notar é que o mito está normalmente associado a um rito. O rito, por sua vez, é a forma de concretizar ou exercitar o mito dentro da vida do homem, por meio de cerimônias, danças, canções, orações e sacrifícios. O termo “mitologia se refere tanto ao estudo de mitos quanto a um conjunto de mitos. Por exemplo, mitologia comparada é o estudo das conexões entre os mitos de diferentes culturas, ao passo que mitologia grega é o conjunto de mitos originários da Grécia Antiga. O termo “mito” também é frequentemente utilizado coloquialmente para se referir a uma história falsa. Mas o uso acadêmico do termo não denota geralmente um julgamento quanto à verdade ou falsidade. No estudo de folclore, um mito é uma narrativa sagrada que explica como o mundo e a humanidade vieram a ser da forma que são atualmente. Muitos estudiosos em outros campos usam o termo “mito” de forma um pouco diferente. Em um sentido muito amplo, a palavra pode se referir a qualquer história tradicional. Os mitos geralmente são histórias baseadas em tradições e lendas feitas para explicar o universo, a criação do mundo, fenômenos naturais e qualquer outra coisa a que não se atribui explicações simples. Mas nem todos os mitos têm esse propósito explicativo, pois parte deles envolve uma força sobrenatural ou uma divindade, e alguns são apenas lendas passadas oralmente de geração em geração.

O que é um mito?

13


Figuras mitológicas são provenientes da maioria das religiões e a maior parte das mitologias está atada ao menos a uma religião. Eventualmente, algumas pessoas usam as palavras mito e mitologia para desacreditar as histórias de uma ou mais religiões. O termo é frequentemente associado às descrições das religiões fundadas por sociedade antigas como as mitologias romana, grega, egípcia e nórdica, esta última quase desconhecida. No entanto, é importante ter em mente que enquanto alguns veem os panteões nórdicos e célticos como meras fábulas, outros os têm como religião. Seguidores de muitas religiões tomam como ofensa a caracterização de sua  fé  como um conjunto de mitos, pois isso é afirmar que a  religião  em si é uma mentira. Mesmo assim, muitas pessoas concordam que cada religião tem um grupo de mitos os quais se desenvolveram somados às Escrituras. Podemos ilustrar com o que ocorre nos países cuja maioria populacional segue religiões de origem judaico-cristãs, como o Brasil. Quando um seguidor de outra religião, que não a cristã, refere-se ao cristianismo  como sendo um conjunto de mitos, naturalmente rejeitamos esta afirmação, embora existam elementos dentro da denominação que são culturais e podem gerar mitos também. Você cresceu e ouviu falar de mitos folclóricos da nossa cultura brasileira. Em sua infância e adolescência, aprendeu sobre alguns mitos e talvez chegou a acreditar em alguns deles. Com o passar do tempo, se tornou adulto e também conheceu mitos de outras partes do mundo. É desse tipo de mito que gostaríamos de falar com mais detalhes neste livro. Assim, podemos dizer que há mitos que tradicionalmente fazem parte do sistema de crenças das pessoas. A maior parte deles é inofensiva. Mas há outros mitos ou crenças que você toma conhecimento e levá-los a sério pode ser realmente danoso para você. Ainda que pareçam triviais, certos tipos de crenças se arraigam em nosso modo

14

Quebre os mitos que te fazem sofrer


de ver o mundo e causam consequências maléficas em nossas vidas. Existem aqueles mitos que roubam a sua felicidade, levando você a ter pensamentos que despertam a culpa e a vergonha. Outros podem causar preocupações, estresse, medo e até mesmo depressão. Neste livro, vamos observar alguns dos mitos que o mundo tem nos ensinado e que necessariamente não são verdadeiros. Trata-se de coisas sobre você, Deus, a vida, o futuro, passado e dinheiro. Falaremos acerca de mitos sobre sexo, relacionamentos e casamento, sobre o céu, inferno e vida após a morte. A razão pela qual faremos isso é a necessidade de riscar uma linha entre o que é verdadeiro e o que é um mito, simplesmente porque se você não tem a verdade correta em sua vida, certamente não será feliz.

O que é um mito?

15

LIVRO QUEBRE OS MITOS QUE TE FAZEM SOFRER  

Projeto e Diagramação do Livro Quebre os mitos que te fazem sofrer Autor: Carlito Paes Cliente: Editora Inspire Ano: 2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you