Issuu on Google+

MAIO 2012 - ANO XIII - Nº 145

JUNHO - 2012 - ANO XIII - Nº 146

ZOOM DO CASTELO Foto: Clovis Cordeiro As notícias sociais da região Foto: Clovis Cordeiro

Colégio Educap promove caminhada e reúne mais de 300 participantes na Lagoa do Taquaral Foto: Clovis Cordeiro

Tavi Leite de Barros (Assoc. das Oficinas de Caridade Santa Rita de Cássia), Lorena Paes (CEESD) e Marisa Pág. 07 Monteiro (MAE Maria Rosa), durante festa de comemoração pelos 75 anos do Giovannetti

Grupo de crianças aguarda o início do aquecimento para a III Caminhada

Pág.03

Divulgação

Foto: Clovis Cordeiro

Boldrini anuncia construção de Instituto de Pesquisas do Câncer Infantil

Alunos da terceira idade expõem no CiespCampinas

Pág.07

Pág.04

Carlos Eduardo Abdalla (Bosch) Fábio Giangrande e Andres Yunes (Boldrini), em coletiva de imprensa para anúncio da construção

Tela em exposição até o final de junho

DIREITO DO CONSUMIDOR Autônomos e representantes também têm direitos trabalhistas Pág. 02

NUTRIÇÃO Festas Junidas: os cuidados para não abusar das comidas típicas Pág. 05

ESPORTES

Campinas lança Comitê Gestor para Copa do Mundo e Jogos Olímpicos Pág. 02

DOCES LEMBRANÇAS De volta à escola Pág. 02

As notícias desta edição e outras matérias estão em www.jornaldecampinas.com.br


Departamento Comercial: Fone: (19) 3241-7727 jornaldocastelo@globo.com

Redação:

jornaldocastelo@globo.com www.jornaldecampinas.com.br

DIREITO DO CONSUMIDOR Os cuidados na contratação de trabalhadores autônomos e representantes Lojas, bancos, restaurantes, fábricas e demais empresas necessitam contratar pessoas para lhe prestar serviços. Às vezes, na tentativa de pagar uma carga tributária menor ou por desconhe­ cimento, contratam o profissional não como empregado mas sim como autônomo, colaborador, representante, diarista, free lan­ cer, e outras denominações. Imaginam que a simples nomenclatura que consta no contrato, por si só, afastará os encargos trabalhistas. No entanto, no Brasil pouco importa a que título a pessoa foi contratada (autônomo, representante, empregado...). Há, na verdade, alguns requi­ sitos que, se presentes na prestação do serviço, caracterizarão o vínculo empregatício. A CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) dispõe que será considerada empregada “toda a pessoa física que prestar serviços de natureza não eventual a empregador, sob a dependência deste e mediante salário”. Deste modo, para saber se a pessoa contratada é classificada como empregado, devem ser res­pondidas de forma afirmativa as cinco perguntas a seguir: o contratado recebe salário pelo serviço? É proibido encaminhar outra pessoa para prestar o serviço em seu lugar? O serviço é prestado de modo não eventual (habitualmente)? O prestador dos serviços é pessoa física? Há uma relação de subordinação entre o contratado e o contratante? Assim, se uma pessoa física for contratada como autônomo, por exemplo, mas receber salário, ter metas e horários a cumprir, ter de dar explicações e de obedecer as ordens do contratante, devendo prestar o serviço pessoalmente e frequentemente, e não somente quando quiser, ela será conside­ rada empregada. Mesmo que tenha empenhado sua palavra ou assinado contrato como autônomo, isso nada valerá se o prestador de serviços

JORNAL DO CASTELO

ajuizar ação trabalhista. O que vale mesmo são os requisitos que configuram a relação de emprego. E, uma vez sendo caracterizado como empregado, terá direito de receber todos os valores que lhes são devidos (férias e descanso remunerados, FGTS, 13º salário, contribuição previdenciária, entre outros). Logo, toda empresa, que tem por único objetivo economizar nos encargos trabalhistas, deve tomar cuidado ao contratar alguém como representante, autônomo, colaborador, diarista, entre outros. Se o serviço prestado preencher os requisitos mencionados anteriormente, o indivíduo contratado poderá obter na Justiça todos os valores que deveriam ter sido pagos a ele. Caso o empresário opte por contratar o autônomo, é imperioso que se garanta a autonomia do contratado, sem aquela típica subordinação dos empregados, dando-lhe liberdade de horário e métodos na execução de seus serviços. Semelhante precaução deve ter toda pessoa ao contratar alguém para limpar sua residência. Se todos aqueles requisitos estiverem presentes, a pessoa será considerada empregada doméstica, e não faxineira ou diarista, devendo ser pagas as verbas trabalhis­tas correspondentes.

Bruno Paes Leme Cordeiro Advogado e procurador do município de São Paulo

12 ANOS

Loja do Castelo participa da Campinas Decor 2012

DOCES LEMBRANÇAS De volta à escola

Foi só citar o Colégio Dom João Nery no último artigo para reavivar a memória de muita gente que lá estudou. Cada um tem uma história curiosa, engraçada ou, às vezes, até meio confusa para contar sobre os professores, seus comportamentos e disciplinas. Evito publicar as histórias nas quais as pessoas são ridicularizadas ou as lembranças estão longe de serem elogiosas, como as que citam aqueles que viviam de “manguaça” ou que vestiam roupas “inade­ quadas” ou ainda, que lançavam mão de apagadores e outros objetos, atirando-os contra os alunos para colocar ordem na classe. Ou­tros tempos, cujos comportamentos eram considerados normais, mas que hoje poderiam ser delatados como crimes contra a infância e a juventude. Por isso, decidi escrever apenas sobre as “boas” recordações. Afinal, elas são muito mais produtivas, não é verdade? O Davilson Maltoni, por exemplo, teve a delicadeza de enviar-me um e-mail informando que o professor de Desenho, o Henrique Marchini, desenhou para ele um distintivo da Ponte Preta, guardado até hoje. Também em seu “baú” está um trabalho de Artes assinado pelo professor Nilton. A torcida masculina reclamou da ausência do nome da Orleide, professora de História, por quem a maioria suspirava. A Katia Gabriel Silva postou no facebook que o Basílio, filho do professor Martins, foi seu colega de trabalho na CPFL. Ela lembrou-se, ainda, dos professores de Educação Física não mencionados no artigo passado, como a Maria Lina, o Barbosa e o Pádua que usavam, para suas aulas, as dependências do Clube Andorinhas, no Jardim Chapadão. Foi a Katia quem também se lembrou da casa situada bem em frente ao portão do Colégio, cujo muro servia de “poleiro” para os estudantes que ali ficavam paquerando nos horários de entrada e saída das aulas. Até o dia em que o dono do imóvel decidiu passar graxa no muro para que os estudantes não o incomodassem mais. A Marina Francabandiera contou da fanfarra, cujas roupas de “bandeirantes” foram compradas graças à receita das festas juninas realizadas na escola pelos próprios alunos. Receitas que ajudaram também, segundo ela, na construção do muro que cerca do Colégio até hoje. A fanfarra conquistou o pri-

meiro lugar já na sua estreia em um desfile de 7 de setembro, realizado na avenida Francisco Glicério, graças à chamativa fantasia marrom e amarela adornada por um grande chapéu e botas pretas. Ela cita, ainda, que os melhores alunos de cada classe tinham que usar uma fitinha verde e amarela amarrada à uma medalha do Dom João Nery pendurada por um alfinete no bolso da blusa. Os pais eram chamados para a cerimônia de entrega realizada no pátio da escola e os alunos destacados subiam ao palco para que a professora colocasse a medalha. Era um orgulho. Eu não me lembro de ter recebido nenhuma. O Miguel Samuel recorda dos tempos do primário, quando os alunos, em fila no pátio, eram obrigados a cantar o Hino Nacional. Eu me lembro que os alunos que se ofereciam para ajudar na cantina ganhavam lanche e refrigerante caçulinha. Eu ajudava sempre. A Elizabeth De Nardo, que na época chamávamos de Beth Baptista, e hoje vive nos Estados Unidos, está à procura da Alba Regina Ranzani, não sei se para rever a grande amiga ou para saber se ela ainda tem a receita do “melhor sonho do mundo”, recheado com goiabada ou creme, vendido no barzinho que o pai da Alba tinha na Rua Erasmo Braga, pertinho do Colégio. E, vejam que bacana: encontrei-me com a Cidinha Reis, esposa do Luiz Antônio e mãe da Fernanda e do Felipe. Embora só a irmã dela, a minha xará, Vera, tenha estudado no Dom João Nery, ela disse viajar no tempo com nossas lembranças, já que morava ali pertinho, na Rua Quintino Bocaiúva. Um beijão, Cidinha, e espero que você também me ajude a contar um pouco das boas lembranças que todos nós temos da nossa infância e juventude. Afinal, esse espaço é todo nosso.

Vera Longuini

Jornalista e escritora

veralonguini@ateliedanoticia.com.br

Impressão: Lauda Editora, Consultorias e Comunicações Ltda.

2012 - ANO XIII - Nº 145 RuaMAIO Baronesa do Japi, 53-Centro-Jundiaí-SP-CEP: 13.207-684 PÁG. 2 Tiragem: 7.000

A força da mente Você acredita na força e no poder da mente humana? Acredita na força do espírito? Acredita também que Deus age a partir de dentro de cada um, respeitando a liberdade, mas levando à plenitude aquele que se entrega a Ele? Estamos acostumados a pensar que o sucesso se alcança naturalmente com a força do trabalho, do esforço, da perseverança. Sim, em parte isso é verdade.  O mundo está cheio de gente que se mata de tanto trabalhar, esquece a família, esquece de viver, mas os frutos de seu trabalho são muitas vezes precários, duvidosos. Essa forma de pensar provém de uma fase da História da Humanidade cuja mentalidade consistia na consciência de que o trabalho braçal era o segredo do sucesso. Hoje estamos buscando integrar o intelectual com o espiritual, o masculino e o feminino, o racional e o intuitivo. O ser humano vai descobrindo que a mente é a força capaz de revolucionar a vida de qualquer pessoa e de qualquer nação. Costuma-se dizer que este é o milênio do espírito. O Mestre Jesus foi muito claro na conversa que teve com Nicodemos, aquele fariseu, mestre da lei, membro do Sinédrio, que foi conversar com Jesus numa noite. Sim, ele buscava luz, dar um passo à frente na sua aventura de chegar à plenitude do Ser: “Se você não nascer de novo...” não mudar de mentalidade, não sairá das trevas, não chegará à Luz Maior: “Não entrará no Reino dos Céus”. Nascer de novo. As razões do sucesso ou do fracasso não estão na conquista dos bens materiais. Ou seja: não podem ser procurados fora de nós.  Enganam-se os que pensam assim. É preciso redescobrir que as causas do êxito ou do não-êxito estão dentro de nós. A partir do momento em que o ser humano compreender que é preciso buscar o silêncio interior e, no silêncio, fortalecer a mente e o espírito, os rumos da vida pessoal e da história haverão de mudar. Vai provocar um novo nascimento.

Foi nessa busca interior, na força do pensamento, que grandes homens que marcaram a história, em épocas diferentes, encontraram o “sucesso”: Aristóteles, Alexandre Magno, Benjamin Franklin, Napoleão Bonaparte, Beethoven, Marconi, Landel de Moura, Francisco de Assis, Tomás de Aquino, Einstein, Teresa de Ávila, Teresa de Calcutá, Mahatma Gandhi, João Paulo II. Heráclito de Éfeso dizia: “Ser sábio consiste em saber que o pensamento governa todas as coisas”. Marco Aurélio comentava: “A nossa vida é o que dela fizeram os nossos pensamentos”. Somos aquilo que pensamos, dizia, em outras palavras, William James, pai da moderna psicologia americana: “A maior descoberta da minha geração foi que os seres humanos puderam alterar suas vidas, alterando as suas atitudes mentais”. A Bíblia também traz orientações, exemplos e teste­ munhos concretos do sucesso que se pode alcançar com o esforço integrado mente, corpo e espírito. Esse é o caminho a seguir. Essa é a melhor forma de orientar jovens e crianças nessa sociedade egoísta, consumista, pansexualista. Voltada para o sucesso material. É por isso, que a Missa das Crianças na Paróquia Cristo Rei trabalha a mente dos irmãos menores com peças infantis. Importa confiar em Deus, sim, mas ajudar Deus a realizar sua obra.

Próxima edição 6 de julho

Ligue (19)

Cônego Luiz Carlos F. Magalhães é jornalista e pároco da Igreja Cristo Rei fogodaterra@terra.com.br

COMUNIDADE Comitê da Copa

Foto: Clovis Cordeiro

Vale Luz executou projeto de iluninação em ambiente da mostra que termina em 17 de junho Divulgação

Jardim dos Desejos recebeu iluminação especial

A Vale Luz colaborou no projeto luminotécnico do Jardim dos Desejos, um dos ambientes em destaque na Campinas Decor 2012. Localizado próximo à saída da mostra, o Jardim dos Desejos tem a proposta de ser um espaço para reflexão e relaxamento, assinado pelas profissionais:  Juliane Miranda, Marianne Gomide e Ana Paula Faustino. Uma fonte dos desejos, móveis em fibra sintética e estátuas compõem o ambiente que é enriquecido com a iluminação. A luminosidade sobressai, principalmente à noite quando das luzes são acionadas em meio a uma natureza exuberante da fazenda, deixando o clima de romantismo e valorizando os detalhes.

A Campinas Decor se­ gue até 17 de junho nas dependências da Fazenda Santa Margarida, na Rua Ruben Gomes Balsas, 311, Joaquim Egídio (acesso pela Rod. D. Pedro, km 122-saída 122) Campinas. Tradicional distribuido­ ra de produtos para eletri­ cidade, como lâmpadas convencionais e em led, postes e arandelas para jardins e luminárias, a Vale Luz exe­ cuta, ainda, uma gama de projetos de iluminação com orientação de profissionais especializados. A loja com showroom fica na Rua Santo Antônio Claret, 370, no Jardim Chapadão, em Campinas. Telefone: (19) 3212-3871, e-mail; contato@valeluz. com.br  e site www.valeluz. com.br

Representantes do Clube Bonfim participaram da solenidade de lançamento do Comitê Gestor das modalidades esportivas Copa 2014 e Olimpídas 2016. O evento, realizado no final de maio, contou com a presença do ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, do prefeito Pedro Serafim, do secretário municipal de Esportes e Lazer, Caio Carneiro Campos, da exjogadora de basquete Hortência, do deputado fede­ral Jonas Donizette, além de prefeitos da Região Metro­politana de Campinas (RMC), secretários de governo e vereadores de Campinas. Na foto acima estão o deputado federal Jonas Donizette, o ministro Aldo Rebelo e os diretores do Clube Bonfim, o presidente José Arlindo Bono da Silva e o presidente do Conselho Fiscal, Jorge Veiga Jr.

3241-7727

Foto: Clovis Cordeiro

Os amigos Molina, Valêncio, Idival (Tato), o ator Vado, Celso e Juares comemoram o diploma do Guiness Book, recebido por Vado pelo maior tempo de apresentação de um espetáculo teatral, em confraternização no Clube Andorinha, onde, pela primeira vez, foi encenada a peça “O Navio Negreiro”


COMUNIDADE

JUNHO 2012 - ANO XIII - Nº 146

Colégio Educap promove III Caminhada na Lagoa do Taquaral Fotos: Clovis Cordeiro

Antes da caminhada o alongamento orientado por professores do Educap

Crianças na concentração: animação na largada

Integração com a família

A III Caminhada do Colégio Educap para comemorar o “Dia da Família” reuniu aproximadamente 300 pessoas, no Parque Portugal (Lagoa do Taquaral), nesse domingo, 03 de junho. Com muita descontração, pais, mães, avós e irmãos de alunos - desde a educação infantil ao ensino médio - fize­ ram a caminhada num percurso de 5 km pelo lado externo da Lagoa do Taquaral, com dois pontos de parada de água. “A caminhada não traz caráter competitivo, o principal objetivo é intensificar o contato entre as famílias e promover um momento de descontração através da atividade física”, explica Marcus Pereira Novaes, coordenador pedagógico do Educap. Ao término da caminhada houve sorteios de vários brindes esportivos entre os participantes. Toda a programação, que durou cerca de 2 horas, foi acompanhada pela direção, professores, funcionários e coordenadores do Colégio. Com filosofia voltada à formação global do ser humano, o Educap promove a caminhada anualmente, valorizando a harmonia de toda comunidade escolar, ao propiciar saúde e bem estar, enfatizando a proposta de integração dos familiares, que passam um dia diferente com seus filhos e, ao mesmo tempo, praticam uma atividade física. O Colégio Educap fica na Avenida Imperatriz Leopoldina, 357, bairro Vila Nova, em Campinas. Informações pelo telefone: (19) 3744-5246. www.educap.com.br

Expectativa na hora do sorteio de brindes esportivos no encerramento

Jornalistas da região são homenageados na Câmara Municipal Foto: Christiano Mazzola

antecessora da TVB/Record, em Campinas. É coautor do livro “Centro de Ciências, Letras e Artes, ano 101”, que comemorou o centenário da entidade, e autor dos livros “Largo São João” e “Bonde 9”, que reúnem crônicas de Avaré e Campinas nos anos 50 e 60. No passado, foi repórter, redator do jornal Correio Popular, em Campinas, e responsável pela Assessoria de Imprensa da Bosch, além de editor de diversos veículos de comunicação de empresas, entidades de classe e associações de serviços à comunidade. Carolina Pimentel Frau,

Gustavo Mazzola recebe o Diploma de Mérito Jornalístico O jornalista, morador do Jardim Chapadão, Gustavo Mazzola, recebeu o Diploma de Mérito Jornalístico “Braúlio Mendes Nogueira”, honraria concedida por iniciativa do vereador Dr. Arly de Lara Romêo. A cerimônia, realizada neste 1º de junho, ocorreu no Plenário da Câmara Municipal de Campinas com a presença de outros vereadores, amigos e familiares do homenageado. Como jornalista na mídia

impressa, Mazzola dedica-se a crônicas e ensaios literários, em que rememora histórias do dia a dia, vividas na sua adolescência, como estudante, e já adulto, como profissional de comunicações. Atualmente, atende, também, agências de propaganda na área de criação redacional. Na mídia eletrônica, atuou como apresentador de progra­ mas radiofônicos em Avaré e São Paulo e produziu e apresentou o programa “Show do Carro”, na TV Princesa D’Oeste,

jornalista que também recebeu o Diploma “Bráulio Mendes Nogueira”, morou por 28 anos no Jardim Chapadão, bairro onde ainda mora toda a família. É graduada em Comunicação Social, Jornalismo pela Puc Campinas e pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESMP); cursou Redes Sociais e Inovações Tecnológica. Desde a  formação, trabalha na Newslink Comunicação como assessora de imprensa. Na empresa também faz reportagens para revistas, jornais e websites das empresas assessoradas, além de produção de matérias jornalísticas para revistas diversas.

Foto: Celso de Menezes

Carolina Pimentel Frau e o vereador Arly de Lar Romeo

Tranquilos, os pais e avós acompanham a caminhada

Primeira parada onde os participantes recebem água


VARIEDADE Por que economizar afeto? (Parte 4) Vejo no consultório que mais e mais pessoas têm vivi­do algumas contradições terríveis: ao mesmo tempo em que reclamam que ninguém quer compromisso, insistem em repetir que esperto é quem não entra de cabeça numa relação para não se machucar. Resultado: nunca houve tanta gente machucada e infeliz! Pessoas que se sentem ocas, vazias, cheias de ecos interiores porque não mergulham de verdade (ou nem conhecem) nos seus sentimentos, não arriscam, não têm coragem de se envolver e de apos­tar no amor. Sabem por quê? Porque as pessoas têm perdido o foco e pensado demais. Explico... É ótimo pensar, sim; mas o mundo está carecendo de sentimentos. É preciso sentir para dar significado a esta escolha: amar. Porque sem significados não há foco, não há comprometimento, não há vida... Aí as pessoas sempre entram pela metade. Vão, mas não vão. Querem, mas fingem que não querem. Algumas ainda fazem pior: não querem, mas fingem que querem, porque acham que é melhor estar numa relação ruim do que sozinhas; pode? Sinceramente? Tudo isso é uma grande estupidez e tem nos custado muito caro. Números assustadores em pesquisas revelam um grande aumento na depressão, tristeza, ansiedade, solidão, entre outros transtornos afetivos. Coisa de quem morre de medo de sofrer e não se dá conta de que já está sofrendo mais... E depois há quem diga que não entende porque é que, embora a maioria das pessoas deseje a felicidade e o prazer das relações amorosas, tem sido tão difícil sintonizar os desejos de homens e mulheres e fazer os relacionamentos darem certo. Certo?

Vinicius D´Ottaviano Psicologia Clínica e-mail: viniciuspsique@ hotmail.com

Casa Cor Campinas 2012 terá formato de condomínio A Casa Cor Campinas, evento que ocorre entre 02 de outubro a 11 de novembro de 2012, no prédio da Cúria Metropolitana, terá todos os seus ambientes com projetos voltados à composição de um condomínio vertical. Em 4 mil m2 do prédio de três andares serão instalados 41 ambientes diversos. No térreo funcionará a área de lazer e entretenimento, com restaurantes, temakeria e delicatessem. No primeiro piso serão os ambientes corporativos. O apartamento com todos ambientes de uma casa ficará no segundo andar.   O imóvel onde estava ins­talada a Cúria Metropolitana de Campinas, na Rua Irmã Serafina, 88, no Bosque, já está sendo preparado pelos expositores para receber a Casa Cor 2012. Fácil acesso ao público, arquitetura Arqdecò, herança histórica e a localização central foram os motivos para a escolha do local, conforme explicaram os diretores da mostra.

Especialista em cerveja dá as dicas para saborear o produto

Eu, como um bom apreciador, venho bater um papo com você, caro leitor, que assim como eu, tem suas curiosidades sobre sua bebida preferida, isto é, se sua bebida preferida for a popular cerveja, assim como é a minha. Você já deve saber que toda cerveja é chopp e a diferença de cada uma está na pasteurização e, é esse fator que diferencia uma cerveja da outra. Existem pessoas que costumam dizer que toda cerveja é igual, e nós apreciadores sabemos que não é bem assim, a diferença está no tempo de fermentação de cada uma, nos ingredientes nela adicionados, como o malte, o lúpulo, os cereais não maltados etc, É a fórmula de cada uma que dá a personalidade nela existente, umas de gosto mais marcantes, outras mais suaves, umas de coloração mais forte, outras mais claras e assim vai. A diferença se dá também pela água usada por cada indústria, conhecida como água cervejeira,

isso se obtém através de processos químicos alcançados para definir a qualidade determinada pela receita de cada cervejeiro, com isso podemos desmistificar as histórias que escutamos sobre água de agudos, e de tantos ou­ tros lugares que ouvimos dizer, pois toda a água cervejeira vai passar por um processo químico. Uma cerveja que tem em sua receita água, malte e lúpulo é conhecida como cerveja de puro malte; a cerveja lager; algumas outras, além desses ingredientes citados têm também a adição de cereais, como o farelo de milho, a fim de buscar uma coloração específica e um sabor mais suave, fora os estabilizantes e antioxidantes presentes que também ajudam a diferenciar a cerveja mais industrial da artesanal, algumas acabam “estufando” pela ausência do lúpulo que deixa de agir como estabilizante natural, por isso a diferença de uma puro malte.  

JUNHO 2012 - ANO XIII - Nº 146

PÁG. 4

Yoggo CaféCia já é sucesso gastronômico na região do Castelo

Fachada da Yoggo na rua Santo Antônio Claret Instalado há cerca de dois meses na Rua Santo Antônio Claret, 35 (bem próximo ao Balão do Castelo), o Yoggo CaféCia já é sucesso gastronômico na região. O endereço onde há mais de 40 anos funcionou uma tradicional sorveteria no bairro deu lugar a um moderno projeto com novas cores, mobiliário e decoração apropriada e contemporânea. Um amplo salão de 50m2 dispõe de 30 lugares distribuídos entre mesas e balcão e um lounge com poltrona. A casa também oferece serviço de wifi (internet gratuita) e uma bancada para uso de notebook. Para atender todas as faixas etárias, o espaço reúne a tendência

O espaço reservado na ­ oggoCafé & Cia para o café é um Y show a parte. Na novíssima máquina com design retrô da italiana LaSpaziale quem domina são os cafés do Ateliê do Café, marca regional com prestígio internacional por oferecer produtos de extrema qualidade para paladares exigentes. A loja oferece dois rótulos nobres da marca: Café Villa e Sweet Colection. É quase impossível ir embora sem provar o café com doce de leite. Há também cappuccino, café canelinha, café carioquinha, além de vitaminas e sucos. Especialidades da casa O sabor especial e a cremosidade do Yoggo vêm da receita própria com

Jordão Bonin é especialista em Gastronomia

Flor de Lótus traz suas telas para o Espaço das Artes do Ciesp Com o tema Toque Mágico das Cores, Heloneida O Espaço das Artes fica na sede da entidade, à Guilherme, Thiago Guilherme, LurdesForgi e Vera Rua Padre Camargo Lacerda, 37 - bairro Bonfim, em Lúcia Cavazzini, alunos da terceira idade do Grupo Campinas. Fone (19) 3743-2200. Flor de Lótus, expõem suas telas em junho no Espaço das Artes do Ciesp-Campinas. Marli Bonfante Lançone é coordenadora e professora do Grupo Flor de Lótus, criado com o objetivo de preencher o tempo livre de pessoas da terceira idade, ensinando arte. O Grupo, que funciona na Vila Joaquim Inácio, em Campinas, deu tão certo que, além de proporcionar que os participantes tenham uma atividade criativa, também resgatou a autoestima de cada um, despertou o talento individual e formou um grupo muito alegre e que vem atuando em diversas exposições,ganhan­ do, inclusive, alguns prêmios. A exposição Toque Mágico das Cores fica aberta ao público, no Espaço das Artes do Ciesp-Campinas, de 4 a 29 de junho de 2012, das 8h30 às 17h30, de segunda Cores e sombras na tela em exposição a sexta.

Torta da morango da Yoggo CaféCia de frozen yogurt, casa de sobremesa e café premium. A YoggoCafé & Cia unidade Castelo é a única loja de Campinas que oferece frozen yogurt em 6 opções de sabores: natural, maça verde, morango, limoncello, melão e mamão papaia. Com frequência os sabores mudam para que os clientes possam provar outros, como os exclusivos melão e melancia que já são sucesso de vendas. É possível experi­ mentar separadamente, ou combinar com várias caldas e coberturas. No mix do frozen yogurt merece destaque o Yoggo 00, - 0% de açúcar e 0% de gordura -, extremamente saudável, que pode ser consumido tranquilamente por grávidas, diabéticos e pessoas em dietas rígidas. A linha diet ainda conta com as coberturas amora, damasco e morango. Na parte de sobremesas, o cardápio traz tortas, bolos, docinhos e brounies, além do delicioso petit gateau, que leva uma bola de frozen yogurt natural nas versões: tradicional com calda de chocolate ou, a vedete do momento, com recheio de doce de leite, disponibilizado por R$ 10,90.

Petit gateau doce de leite

produtos de origem italiana. A base é elaborada com ingredientes de primeira qualidade, trazidos de uma das mais conhecidas e renomadas fornecedoras da Europa. Depois, à pasta italiana, que assegura um sabor mais concentrado da fruta, são acrescentados os saborizantes natu­ rais e sem aditivos químicos que resultam no alimento saudável e de baixa caloria. Preço justo A Yoggo CaféCia é uma marca própria, não está atrelada ao sistema de franquias, por isso pode cobrar valores menores. Disponibiliza opções em frozen yogurt a partir de R$ 4,90. Em Campinas, o Yoggo CaféCia tem unidade também no Jaraguá Shopping, à Rua Conceição, 233tér­reo, no Centro. Horários de Funcionamento: Unidade Castelo - Segunda a Domingo 10h00 às 22h00 Unidade Shopping Jaraguá Conceição – Segunda a sexta das 10h00 às 19h00 Sábados e Feriados até às 16h00. Informações pelo telefone: (19) 3291-2819 www.yoggocafe.com.br


RESTAURANTES/NUTRIÇÃO

Festa Junina: cuidados com a alimentação Todo ano é a mesma coisa, chega junho e com ele a festa de São João! Muitos festejos, fogueira, fogos de artifício, pipoca, cocadas e quentão! Essa tradição muito antiga começou com cunho religioso, quando São João Batista nasceu, no dia 24 de junho, sua mãe, Isabel, queria dar a notícia à prima Maria e como na época não existia meios eletrônicos de comunicação, ela combinou que acenderia uma fogueira logo após o parto. Assim que Maria visse o sinal de fumaça, saberia do nascimento. Essa seria a explicação católica para a fogueira de São João. Hoje tem características regionais e tornou-se uma celebração popular. A culinária é tipicamente indígena, com comidas feitas à base de milho - espigas cozidas, pamonha, canjica e bolo de fubá -, mandioca e coco. E também produtos típicos como quentão, pé-de-moleque, paçoca, pastel e outros. Mas, o arraial pode não ter um final feliz se os alimentos não forem preparados e armazenados corretamente. As pessoas mais susceptíveis a adquirirem doenças como, por exemplo, as imunosupressoras (câncer, AIDS), bem como idosos, gestantes e crianças com menos de 5 anos devem tomar mais cuidado ao consumir os quitutes das barracas de festa junina, devido ao risco de doenças por intoxicação alimentar, pela contaminação dos alimentos (tendo sintomas como cólicas e diarréia). Prestar atenção nos doces cremosos como arroz doce, o pinhão e a canjica que devem estar bem quentes no momento do consumo, devendo ser mantidos em uma temperatura acima de 60ºC, refrigerados em pequenas porções (inicialmente descobertos) e reaquecidos a pelo menos 80ºC. O pessoal que está trabalhan­ do nas barracas deve dividir funções, usar protetores de cabelos e, se necessário, luvas, ficando somente um responsável pela manipulação do dinheiro, evitando contaminação dos alimentos. Para as preparações que uti-

lizam amendoim deve-se ter o cui­ dado na compra do produto, obser­ vando se possui bolor (mofo), caso sim, não utiliza-lo, pois há o risco de ter aflatoxinas, já que o fungo no amendoim produz uma substância tóxica para nosso organismo – micotoxinas. Quanto as bebidas, procurar tomar em copos descartáveis que estejam limpos, evite beber nas latas, devido ao risco de estarem contaminadas por insetos ou pela urina de rato. Os sucos industria­ lizados são mais confiáveis, pois o suco natural pode ser preparado com água não filtrada. Para o cachorro-quente e o salsichão deve-se cozinhar bem a salsicha, deixando-a totalmente imersa na água, que deve estar soltando vapor. A maionese consumida deve ser industrializada. O molho deve estar bem quente. E nas frituras observar o óleo, que não deve estar soltando fumaça, com espuma e escuro, exalando um cheiro característico, tendo que ser descartado. Com todas essas dicas agora é só colocar o chapéu de palha e o vestido rodado e ir para o “arrasta-pé”!!

Regina Esteves Jordão CRN3 – 13437 Nutricionista

regina_nutri@yahoo.com.br

MAIO 2012 - ANO XIII - Nº 145

PÁG. 05


GUIA DE SAÚDE, COMPRAS E SERVIÇOS

JUNHO 2012 - ANO XIII - Nº 146

Écio Cabelos amplia quadro de esteticistas

Foto: Clovis Cordeiro

Ana Paula e Evely Oliveira: profissionais experientes

Para atender sua clientela ainda melhor, o Écio Corrêa Cabelos inaugurou um novo espaço de estética facial, estética corporal e depilação e ampliou seu leque de serviços oferecidos e a capacidade de atendimento. O salão conta agora com duas profissionais Evely Oliveira Camargo Roberto que já está na casa há 7 anos e a recém contratada Ana Paula Pansonato Corgos. Ambas são especialistas em técnicas moder­ nas como eletroterapia, drenagem linfática pré e pós cirúrgica, além de tratamentos faciais antiidade, acne e flacidez. As avaliações são gratuitas, mediante agendamento. Écio Corrêa Cabelos endereço: Rua Santo Antônio Claret, 390, Jardim Chapadão, em Campinas. Telefone: (19) 3284-4815. site: www.eciocorrea.com.br

HORÓSCOPO ÁRIES -21/03 a 20/04: Os fluxos indicam um bom dia que se inicia para você. As pessoas a sua volta deverão colaborar bastante, a felicidade matrimonial e familiar será evidente e lucrará pelo esforço no trabalho e nos negócios que fizer.

LIBRA - 23/09 a 22/10: Momento dos mais afortunados aos negócios, ao trabalho, a prosperidade financeira e social. Poderá lucrar, também pela ciência e educação. Todavia, evite desentendimentos com a pessoa amada.

TOURO - 21/04 a 20/05: Período benéfico e favorável em tudo o que pretenda realizar ou conceber. Ideal para o amor. Talvez esta seja uma ótima fase para realizar assuntos pessoais. Escolha um local que você possa ficar em contato com a natureza.

ESCORPIÃO - 23/10 a 21/11: Momento em que sua mente estará bastante alerta para obter novas e valiosas informações em relação aos amigos e parentes. Fase boa para passeios e diversões.

GÊMEOS - 21/05 a 20/06: Originalidade em seus pensamentos e total independência mental está previsto para você hoje. É hora de você buscar um ponto de equilíbrio entre sua vida profissional e pessoal.

SAGITÁRIO - 22/11 a 21/12: Não invente coisas novas, neste período. Deixe para uma época mais propícia. Tome cuidado com acidentes, causados por inflamáveis e corrosivos, e cuide de sua saúde e reputação. Neutro ao amor.

CÂNCER - 21/06 a 21/07: Os negócios que tem em vista, poderão ser realizados com vantajosos lucros. As transações estarão em evidência. Agora evite receios infundados, preocupações negativas. Excelente para o amor, assuntos familiares e o romance.

CAPRICÓRNIO - 22/12 a 20/01: Pessoas conhecidas podem auxiliá-lo neste período. A influência astral é das melhores para fazer novas amizades e contatos públicos, pois estará com ânimo para falar e influenciar os outros.

LEÃO - 22/07 a 22/08: Haverá possibilidades de elevação material através do esforço que tem enviado no trabalho e dos bons negócios realizados ou a realizar. Dê aos outros a chance de conhecer seu lado intelectual e amistoso.

AQUÁRIO - 21/01 a 19/02: As oposições e críticas frequentes deverão ser evitadas, juntamente com as ações violentas. Terá sucesso financeiro, profissional, social e bastante felicidade, na vida sentimental e amorosa.

VIRGEM - 22/08 a 21/09: Será bem sucedido nesta fase, se você adotar uma atitude pessoal mais otimista. Momento excelente para estudos, testes, férias e contatos pessoais. Melhor ainda para contratar servidores.

PEIXES - 20/02 a 20/03: Enormes probabilidades de realizar suas mais antigas esperanças e desejos se apresentarão neste período. Terá também, aumentos de lucros e muito progresso profissional. Ótimo às novas amizades e ao amor.

PÁG. 06

Festa junina da Cristo Rei será em dois finais de semana A tradicional festa junina da Igreja Cristo Rei será em 23 e 24 de junho, sábado e domingo, e no final de semana seguinte: 30 de junho e 01 de julho, a partir das 18 horas, na quadras, salão social e nas ruas laterais da igreja. A comunidade terá à disposição barracas de comidas típicas como bolos, doces caseiros, caldos, sanduíches, churrasco e bebidas, além de poder participar de jogos e brincadeiras como o tradicional bingo com sorteio de muitos prêmios. A festança animada com música ao vivo, é aberta ao público. A igreja Cristo Rei fica na Rua Elisiário Pires de Camargo, 210, no Jardim Chapadão.

“Todos os dias, sob todos os pontos de vista, vou cada vez melhor”


V

“O amor é grande e cabe nesta janela sobre o mar. O mar é grande e cabe na cama e no colchão de amar. O amor é grande e cabe no breve espaço de beijar.” Carlos Drummond de Andrade - em homenagem ao dia dos namorados

Neusa Leoncini

A

R

I

E D SOCIAL

A

D

E

S

Jacutinga em festa

American Airlines

A cidade está comemorando 35 anos de FestMalhas. Considerada uma das mais tradicionais do Brasil e a maior em seu segmento, realizada até 10 de junho, se tornou uma grande vitrine de moda. O presidente da Associação Industrial Comercial e Agropecuária de Jacutinga (Acija) explica que o segredo de Jacutinga está na versatilidade da produção que nesse inverno terá como peças-chave os vestidos, ponchos e casacos. A 35ª. FestMalhas acontece no Pavilhão Central, à Rua Professor Felipe Augusto Wolf, s/n, de segunda a sexta-feira, das 8h00 às 18h00 e aos sábados, domingos e no feriado, das 8h00 às 20h00. Os desfiles acontecem no Espaço Fashion e são realizados nos finais de semana e feriado. Ao todo, setenta estandes de fábrica compõem a Feira que oferece ambiente climatizado, Praça de Alimentação, Espaço Kids e Espaço Minas.

Os convidados da American Airlines que mais se destacaram no ano de 2011 em Curitiba embarcaram para uma viagem profissional que mesclou trabalho e descanso, em Bal Harbour, na Flórida. O grupo ficou hospedado no The St. Regis Bal Harbour, com direito a uma massagem no Spa do hotel. .“A viagem foi idealizada com o propósito de agradecer e reconhecer o trabalho desses profissionais, além de estreitar o relacionamento e estimular futuras vendas”, destaca José Roberto Trinca, Diretor de Vendas da American Airlines para São Paulo e Sul do Brasil.

MAIO 2012 Nº146 145 JUNHO 2012- ANO - ANOXIII XII -Nº

PÁG. 07 PÁG. 07

Foto: Clovis Cordeiro

A ex-jogadora de basquete, Hortência, o deputado federal Jonas Donizette e, em Campinas, no lançamento do Comitê Gestor das modalidades esportivas Copa 2014 e Olimpíadas 2016, na Estação Cultura. O evento contou com a presença do ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, do prefeito Pedro Serafim, esportistas e convidados. Roncon & Graça

Gisela Potério dos Santos Saldanha, procuradora de Justiça (formada pela Puc Campinas) recebeu por merecimento, na cidade de Ouro Preto, a Gran Medalha da Inconfidência Mineira das maõs do governador do Estado de Minas Gerais, Antonio Anastasia Feijoada Está marcada para 16 de junho a nona edição da Feijoada do Bem, promovida pelo Serviço Social Nova Jerusalém. O evento ocorrerá na sede da instituição, à Rua Presidente Alves, 1.252, Jardim Flamboyant, em Campinas. O almoço será das 11h às 15h. O convite vendido a R$ 25,00 inclui refrigerante e sobremesa, além de feijoada completa com todos os tradicionais acompanhamentos. A renda obtida será revertida para as ações da entidade. Vinculado à Igreja Presbiteriana, o Serviço Social Nova Jerusalém atua nas Políticas de Educação e Assistência Social, através da oferta da educação infantil para crianças de 03 a 5 anos e 11 meses e do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para crianças e adolescentes de 6 a 14 anos e 11 meses, residentes nas proximidades do Jardim Flamboyant. Informações: (19) 3255.1346 / 3254.0766.

Gislene Bezerra, Paula Carvalho e Silvia Luna, durante almoço, no Ciesp em comemoração pelo Dia da Indústria Foto: Clovis Cordeiro

75 anos do Giovannetti Apro­ximadamente 500 con­­ vi­­ dados marcaram presença na festa de um dos 75 a­nos da marca Giovannetti. O evento, realizado na unidade Giovannetti Cambuí, foi marcado pela descontração e animação. O total de 80% da renda da festa foi destinado ao Centro de Educação Especial Síndrome de Down (CEESD), ao Movimento Assistencial Espírita Maria Rosa (MAE) e à Associação e Oficinas de Caridade Santa Rita de Cássia. Graças ao empenho das entidades na venda dos convites, aos presentes no evento, e aos colabo­ radores do Grupo Giovannetti, a festa em torno dos 75 anos ficará na memória de todos e na história da cidade.

Frank Sampaio e Márcia Regina de Faria no Giovannetti Foto: Clovis Cordeiro

Arte do Bem O Projeto Arte do Bem, em prol do Centro Infantil Boldrini, traz como próxima atração o show do RPM, marcado para 20 de julho, na Red Eventos, em Jaguariúna. A apresentação terá acompanhamento da Orquestra Sinfônica da Unicamp. Os convites podem ser adquiridos pelo site: www.ingressorapido.com.br O grupo pop rock foi o escolhido por internautas numa promoção que concorreram, ain­ da, Cidade Negra e a Banda Blitz, de Evandro Mesquita. Somado à outras ações beneficentes, o Arte do Bem visa a arrecadação de recursos para ajudar na construção do Centro de Pesquisa do Hospital Infantil Boldrini, em Barão Geraldo. www.projetoartedobem.com.br

José Nunes Filho, diretor-presidente do Ciesp/Campinas, José Afonso da Costa Bittencourt, secretário municipal de Economia e Desenvolvimento Social e o verador Luis Yabiku, durante apresentação do Polo de Resíduos Industriais, na Prefeitura de Campinas



JORNAL DE JUNHO