Page 1

em

jb folhas o informativo do jardim botânico

março /abril 2010 | ano 6 | nº34 distribuição gratuita

Antiguidade é posto! Venda do bar Jóia revela o valor e a tradição dos estabelecimentos familiares no Jardim Botânico.  (Páginas 4 e 5)

s

r

Se essa rua fosse minha... s

Ilustre vai pra Copa  r

Postes e asfalto do bairro encontram-se em situação precária, aguardando uma solução.  (Página 3)

Apesar de não ser morador, Marcelo Barreto “tá sempre na área” do Jardim Botânico.  (Página 7)


Expediente

Caro Leitor, O ano começou finalmente em março, trazendo muitas novidades. A maior delas foi a de que o bar Jóia, reduto da boemia do Jardim Botânico, será vendido. A notícia nos chamou a atenção pela mudanças de mão de um lugar tradicional, que se tornou marca registrada, seja pelo atendimento ou pela história que tem com o bairro. Acabamos descobrindo que, assim como Dom João VI, vários comerciantes portugueses escolheram essa região do antigo Horto Real para começar suas vidas e acabaram ajudando a construir um pouco dessa imagem de cidade do interior que o Jardim Botânico carrega. Leia mais nas páginas 4 e 5. Outra novidade vem do próprio jornal que, a partir de agora, passa a contar, na página 6, com a coluna JBF Indica, com dicas culturais, de livros, CDs, DVDs ou mesmo um espetáculo. E como esse ano tem Copa do Mundo, colocamos a bola para rolar na seção Ilustre Morador, entrevistando o comentarista esportivo Marcelo Barreto. O jornalista falou do seu amor pelo Jardim Botânico e sobre os times que podem surpreender no campeonato mundial. Leia mais na página 7. Até maio.

Christina Martins e Betina Dowsley

Cartas  s

As carrocinhas de tapioca, longe dos olhares e das au-

Sobre a matéria da Lagoa Rodrigo de Freitas, cabe a

quando seria o grande ataque, a investida final em

pergunta: Precisou o empresário Eike Batista tomar

que tomariam de vez o entorno da Lagoa na época da

a frente para despoluí-la. E os ex-governadores, e os

Arvore de Natal. Mas aí as carrocinhas de pipoca ime­

ex-prefeitos desta cidade, o que fizeram ao longo de

diatamente reagiram, o que era até natural, porque

todo esse tempo? Sem comentários.

tratava-se de conquistar um território lucrativo, mesmo

Marcelo Correia Lima

que momentâneo. E não parou por aí. (...).

torizações, foram se multiplicando, foram combinando

Em consequência imediata, vieram a imundície; a suO JB em Folhas precisa discutir o metrô no nosso bair-

jeira; o lixo transbordando das pequenas caçambas,

ro. A Rua Jardim Botânico se transformou num grande

dos cocos verdes empilhados já sem destino certo,

paredão de imprudentes e desrespeitosos ônibus.

dos sacos de pipocas, canudos, copos, garrafas plás-

Lembro que em 1998 foi feita uma licitação da Linha

ticas de água, latas de refrigerantes, o diabo afora.

4 (Carioca – Alvorada, via Laranjeiras, Botafogo, Largo

Pobres garis da Comlurb com toneladas de lixo para

dos Leões, Humaitá, Jardim Botânico, Gávea, São Con-

juntar e retirar da ciclovia, dos jardins, dos estaciona-

rado e Barra) e até hoje nada saiu do papel. Para pio-

mentos, de tudo o que era lugar possível!

rar, o atual governador desprezou nosso bairro e pre-

(...) Que preço alto a Lagoa teve que pagar pela

tende levar o metrô até a Barra através de Ipanema,

fama conquistada, pelo sucesso comercial da pa-

Leblon e Gávea. O bairro não pode assistir a isso pas-

trocinadora do evento. (...) Até o ano que vem, no

sivamente. A Rua Jardim Botânico está saturada.

mesmo lugar!

Miguel Gonzalez

Paulo Antonio Jesus

O JB em Folhas é uma publicação bimestral, editada pelo Armazém Comunicação Projetos Jornalísticos Ltda. www.armazemcomunica.com.br Editora Responsável: Christina Martins (Mtb 15185 -RJ) Redação: Betina Dowsley Projeto Gráfico: Paulo Pelá - www.bolaoito.com.br Revisão: Carla Paes Leme Publicidade: Célia Medeiros - 9311-9174 Impressão: CMYK Gráfica - 2581-8406 Secretária de Redação: Sheila Gomes Fotos da Capa: Chris Martins Tiragem: 5.000 exemplares Telefone: 2294-4926 e-mail: jbemfolhas@armazemcomunica.com.br site: www.jbemfolhas.inf.br

Telefones úteis Bombeiros 193 / 3399-1234 Cedae (água e esgoto) 195 / 0800 281195 CEG (emergência) 0800 240197 CET-Rio 2286- 8010 Comlurb 2204-9999 Defesa Civil 199 / 2576-5665 Disque-Denúncia 2253-1177 Disque-Luz (Iluminação urbana) 2535-5151 Disque-Barulho e Patrulha Ambiental 2503-2795 Guarda Municipal 153 Light 0800 210196 15ª DP 2332-2871 Polícia Militar 190 Subprefeitura da Zona Sul 2274-4049 / 2511-0501 Vigilância Sanitária 2503-2280 Tele-Dengue 3553-4025 Tele-gripe 0800 2810 100 Procon 151

Distribuição: Bancas de jornais, galerias e prédios comer­ciais do Jardim Botânico, Bibi Sucos, Cavídeo, Jardim Botânico, Parque Lage, Agência dos Correios da rua Jardim Botânico. Display: Galeria da Rua Maria Angélica.

Cara do JB  Claudio Bartolo Única livraria do bairro, a Ponte de Tábuas está completando dez anos de atividade. E o mérito é de Claudio Bartolo, 55 anos, que, quando largou o meio publicitário, se encantou pelo ponto comercial na esquina das ruas J.J.Seabra e Jardim Botânico e decidiu incrementar a livraria que ali existia. Depois de uma parceria mal sucedida com o grupo Hartman, Bartolo, como é mais conhecido, pegou o rumo certo da prosa: formou uma parceria com Vera Saboya e abriu o Café Maçã, fez um cartão de fidelidade e investiu principalmente em publicações infantis e de arte, teatro e cinema, para atender à demanda do seu público alvo, formado em 80% por vizinhos. As comemorações de aniversário ainda não estão definidas, mas o livreiro garante que a data não vai passar em branco. Pelo menos a degustação de vinhos – evento que fez sucesso em 2009 – já está garantida no mês de abril. 2

CHRIS MARTINS

Editorial  2010 com novidades


Folhas do Jardim  q Bloco da Pracinha animou a Pio XI O ano de 2010 ficará marcado pela definitiva retomada do carnaval de rua no Rio de Janeiro. No nosso Jardim Botânico, não foi diferente. Além do tradicional Suvaco do Cristo, marcaram presença no bairro o Bangalafumenga, o Vagalume e o Último Gole. Mas a melhor notícia ficou por conta do Bloco da Pracinha, que concentrou, mas não saiu da praça no sábado, dia 6 de fevereiro. Ao contráFOTOS: CHRIS MARTINS

rio de outros voltados para crianças, o bloco or­ ganizado pelo site www.amigasdapracinha.com.br guardou um tamanho adequado a seu público, sem com isso perder pontos nos quesitos fantasia e animação. A praça Pio XI ficou linda e a turma miGestzi e Teresa Nabuco, ao som da bateria mirim

Maria Clara Machado ganha acervo digital

do Santa Marta.

Toda a obra – documentos, fotos, correspondên-

úda pôde aproveitar a oficina de fantasias de Rosa

cias e prêmios – da escritora e diretora Maria

Primeiro Sebinho do ano

Clara Machado (1921-2001) estarão disponíveis

Nem bem se recuperou do carnaval, a praça Pio XI

para consulta em acervo digital a partir do final

já se prepara para receber a primeira edição do Se-

de março em http://otablado.com.br/mcm.

binho nas Canelas, dia 27 de março, das 10h às 13h.

Além disso, o internauta encontrará matérias

O troca-troca de livros infantis vai aproveitar que

publicadas em jornais e revistas e fotos pessoais

nesse dia vai acontecer “A hora do Planeta”, quan-

e de peças teatrais. Também estarão disponíveis

do o mundo inteiro é convocado a passar uma hora

vídeos de peças e material sobre a criação de

sem usar energia elétrica, para chamar a atenção

“O Tablado”, fundado por Maria Clara em 1951,

da turma pequena para o meio ambiente, com re-

no Patronato Operário da Gávea, no Jardim Bo-

creação infantil Tatibitati e professores do curso Ibeu;

tânico, onde funciona até hoje..

e contação de histórias. Participarão do evento os

de pessoas em seus arredores. Ao que tudo indica, a batalha foi vencida pelos moradores e o Juizado mudar-se-á para um prédio público, entre a PUC e o Planetário, onde já funcionam setores do IASERJ.

De olho no asfalto São péssimas as condições do asfalto no Jardim Botânico, em particular no entorno da praça Pio XI e nas ruas Conde Afonso Celso e Oliveira Rocha. Já foram feitos tantos recapeamentos que a área não permite mais nenhuma recuperação. A Associação de moradores da Praça Pio XI já fez um pedido para a Secretaria de Obras asfaltar

uma oficina de customização de ecobags de juta; a

Cinema Japonês no Jardim Botânico

recreação infantil Tatibitati; o palhaço Dudu; e o Eco

Até o final de abril, o Cineclube Jardim Botânico,

Campus do Joá, que distribuirá 40 mudas de planta.

que funciona dentro do parque que lhe dá no-

integrantes do blog Ecoideias do Porão, que farão

aumentado o número de carros e a circulação

tudo novamente, da maneira correta, mas não teve retorno ainda.

E aguarda também uma

posição da Subprefeitura sobre a falta de luz na praça, que está às escuras desde o carnaval.

me, segue com a mostra de filmes de mestres

O que vai pelo bairro

do cinema japonês, como Kurosawa e Mizogu-

Várias mudanças neste início de ano no Jardim

chi. A exibição é gratuita, sempre às terças-fei-

Botânico. Encerraram atividades a academia Cur-

ras, na sala multimídia do Centro de Visitantes

ves, que ficava perto da entrada do Túnel Re-

do parque, seguida por comentários e debates

bouças, e a Elo Eletrônica, da rua Maria Angélica,

conduzidos pelo cineasta Walter Lima Jr.

que consertava TVs, aparelhos de som e afins. O para Botafogo. Desde fevereiro, um novo esta-

Juizado muda para Gávea até final de 2010

belecimento de ensino abriu as portas no bairro:

A boa notícia chegou em fevereiro: o 6º Juizado

Pensi Colégio e Curso está funcionando perto

Especial Cível será transferido para a Gávea até

do posto Ipiranga, ex-Texaco. Outra novidade é

o final do ano. Instalado há mais de um ano

abertura de uma casa lotérica no 719 da rua Jar-

na Praça dos Jacarandás, em zona residencial,

dim Botânico. A inauguração de uma nova filial

o órgão foi combatido incansavelmente pelos

do supermercado Zona Sul, na esquina da JB com

moradores da região, que colocaram faixas e

Professor Saldanha, deve aquecer o comércio

fizeram reuniões com governantes para tirá-lo

naquelas bandas com padaria e pizzaria.

de lá. O argumento deles é que o Juizado teria

British Council aproveitou o verão para mudar-se

3


FOTOS: CHRIS Martins

AS JOIAS DO BAIRRO “O Jóia está à venda!” A notícia já circulava entre

a terceira loja da rede, até então estava estabe-

padaria Século XX, bem em frente à emissora.

os comerciantes do bairro, mas ganhou maiores

lecida apenas no Leblon e na Barra.

Desde 1975, o estabelecimento detém o título

proporções depois de uma nota publicada na co-

A grande surpresa veio com a entrega em do-

informal de “melhor pão do bairro”, dado pelos

luna Gente Boa, do jornal O Globo, no mês pas-

micílio, que superou as expectativas e chegou a

moradores que, geralmente, vão pessoalmente

sado. A sociedade iniciada em 1973 pelos irmãos

causar uma certa confusão no começo, por con-

à padaria comprá-lo.

Francisco, Manoel e Cristóvão Ferreira Inácio com

ta da grande demanda. Atualmente, a casa faz

Manoel Pires se desgastou e chegou a hora de

cerca de 140 entregas por dia, abrangendo as

vender o bar, localizado na esquina da rua Faro

balcão. Quase não faço entregas em domicílio.

áreas do Humaitá, Jardim Botânico, Horto, Gá-

Atualmente, os funcionários da TV represen-

com a Jardim Botânico. Símbolo da boemia da

vea e parte da Lagoa. Com movimento intenso

tam apenas 30% de sua clientela, o restante

região, o Jóia tem quatro pretendentes interessa-

a qualquer hora do dia, com piques no domingo

é formado pelos moradores do bairro. Entre os

dos, mas os valores não são revelados para não

à noite, os sócios não temem a concorrência do

clientes famosos, Anselmo lembra de Tom Jobim

atrapalhar as negociações.

recém-inaugurado Polis Sucos, quase em frente.

– que tem, inclusive, um cheque seu emoldura-

Segundo Chico, como é conhecido o caçula dos

“Tem lugar para todos no bairro e acho que a

do na parede –, Chacrinha e Roberto Marinho,

irmãos, o local vai continuar funcionando como

concorrência faz com que a gente queira sem-

que gostava de tomar um média com pão e

bar, mantendo sua tradição de mais de 60 anos.

pre melhorar o atendimento. É isso que faz a

manteiga no balcão.

“Aqui o ponto é para bar e restaurante. Qualquer

diferença”, assegura Beto.

coisa diferente não dá certo”, assegura ele.

4

- Meu atendimento é, em sua maioria, feito no

Já Bruno Ferreira, que administra o mercado

O bairro tanto tem espaço que a rede Bibi es-

Afonso Celso com o irmão Braúlio e o tio Manoel

A negociata aponta a mudança de mãos de

colheu a região para aportar a primeira loja do

Cardoso Figueiredo, acredita que o atendimento

um dos pontos comerciais mais tradicionais

seu novo investimento: na última semana de

diferenciado é o X da questão. Foi o pai dele,

e cobiçados do bairro. Há dez anos, porém, o

março será inaugurado o Mormaço, que preten-

Agostinho Cardoso Ferreira, que abriu o negócio

comércio local começou a se renovar. Um dos

de ser um “galeto moderno”.

em 1963, depois de passar um mês observando

primeiros a apostar nessa renovada foi o Bibi

Entrega em domicílio é algo que não preo-

Sucos. Em 2001, os sócios Carlos Alberto Couto,

cupa Anselmo de Ascenção. Com a informação

Miguel Angelo Pires, Sérgio Rodrigues e Afonso

de que a TV Globo montaria seu quartel-general

O local é hoje ponto de encontro de uma no-

Ribeiro escolheram o Jardim Botânico para abrir

no bairro, o comerciante abriu, há 46 anos, a

va geração de fregueses, que costuma se reunir

o ponto atrás da árvore frondosa, que fica em frente à loja, na rua Conde Afonso Celso.


No mesmo ramo de comércio, o Cris Mar atende a clientela das imediações da rua Maria Angé-

ANUNCIE: 2294-4926

lica e segue o modelo familiar do acima citado. O mercado foi inaugurado há 18 anos, mas é o segundo investimento de Cristiano Santos Marques no bairro, onde há mais de 30 anos fundou a Foods Delicatessen. A lojinha ficava na vizinhança e muitos clientes conheceram três dos cinco atuais sócios do Cris Mar ainda crianças, já que Seu Cristiano divide a sociedade com os filhos - Cristiano, Cristina e Fátima - e com o genro Márcio. O segredo está na equipe antiga e afinada com a clientela, que tem como gerente de loja Jucely Costa (foto ao lado), há cinco anos na função, mas nos finais de tarde para um dedo de prosa e uma

que trabalha no mercado há 16.

cerveja. Essa foi uma das recentes inovações de

Outro estabelecimento que aposta no atendi-

Bruno, que assumiu a loja após o falecimento do

mento personalizado é a Lavanderia Santa Hele-

pai, há 15 anos. Aos poucos, ele e o irmão, foram

na, que funciona há cerca de 50 anos na rua Frei

convencendo o tio a fazer atualizações não apenas

Leandro. O atual proprietário é Antônio Polide, o

para manter a clientela, mas para conquistar novos

Toninho, assumiu o comando do estabelecimen-

fregueses, muitos deles filhos dos antigos. Caso de

to que havia sido de seu pai e de seu irmão em

Rodrigo Bulhões, que diariamente marca ponto no

1973. O segredo do negócio é a tradição fami-

mercado e aprendeu a gostar do local por conta do

liar. Entre os dez funcionários da lavanderia es-

pai, Roberto, um dos primeiros clientes. Há alguns

tão Alessandra e Antônio, filhos do Toninho. Os

anos, os sócios fizeram uma reforma e mudaram

demais empregados também são fiéis, alguns

o horário de atendimento, que abre também nos

trabalham lá há 20 e até 30 anos!

feriados (exceto Ano Novo e Natal). Mas é a moda antiga que fala mais alto em muitos casos:

Alessandra acredita que, além do atendimento, o fato de aceitarem qualquer tipo de roupa

- O importante é o respeito ao cliente e o interes-

– até tênis – seja o diferencial que garante o

se em atendê-lo da melhor forma. Há tanto tem-

sucesso do negócio. Tradição é importante, mas

po no bairro, a gente passa a conhecer o freguês,

uma coisa não pode ficar igual: o sobrado que

saber o que ele procura, como gosta do corte dos

abriga a lavanderia está em reforma e, em abril,

frios, fazer uma entrega especial, afirma Bruno.

estará de cara nova.

5


JBF Indica CD e DVD Teresa Cristina: “Melhor Assim” (EMI Music) Samba e MPB andam juntos neste novo trabalho de Teresa Cristina. “Melhor Assim” foi gravado no Teatro Tom Jobim, no Jardim Botânico, em outubro de 2009, e chega às lojas neste mês de março, revelando novas parcerias da cantora com grandes nomes da MPB. Além de cantar, Caetano Veloso, Lenine, Seu Jorge, Marisa Monte e Pedro Baby gravaram depoimentos para o formato DVD, reforçando o talento e a

DIVULGAÇÃO/RepRODUÇÃO

diversidade de Teresa.

pioneiro do funk nos Estados Unidos. O destaque fica para uma faceta pouco conhecida da biografia do cantor: sua relação com o movimento pelos direitos humanos e as lideranças negras naquele período conturbado da história americana.

CURSO Baukurs Cultural Mais de 30 anos depois de suas primeiras turmas de alemão no Jardim Botânico, o Baukurs inaugura no dia 11 de abril um centro cultural, com exposições do artista e arquiteto austríaco Hundertwasser e da gravurista brasileira Fayga Ostrower. O curso, que já promovia cineclu-

Livro “O dia em que James Brown salvou a pátria”,

be, roda de samba e debates, assume sua vocação cultural no novo

de James Sullivan (Editora Zahar)

espaço, na Rua Goethe, em Botafogo, que também abrigará espetácu-

A partir do show que James Brown fez 24 horas depois do assassi-

los teatrais, oficinas e coral, entre outras atividades. Informações pelo

nato de Martin Luther King, o livro reconstrói a vida e a carreira do

telefone 2530-4847 e pelo site www.baukurs.com.br.

Cidadania  r

Curso de Alfabetização Dom Orione – Há mais de dez anos a Igreja Divina

Providência (Rua Lopes Quintas 274) abriga aulas gratuitas de Português e Matémática, de segunda à sexta, das 19h às 21h. Coordenado pela professora de português e literatura Maria Helena Gottshchalk e pela socióloga Vera Maria Navarro, o curso está com inscrições abertas

CHRIS Martins

permanentemente. Contato pelo telefone: 2294-7577.

CLASSIFICADOS AULAS DE FRANCÊS – professor francês diplomado pela Sorbonne – Universidade de Paris. Todos os níveis. Pascal: 2512-1940 AULAS DE PIANO – professora formada na França, com mais de 10 anos de experiência, especializada em aulas para crianças a partir de 4 anos. Em domicílio ou na rua Pacheco Leão. Béatrice: 2512-1940 ou 8149-0070

DE OLHO NO JB Para elogiar ou para reclamar, este aqui é o seu espaço. Mande a sua opinião por e-mail jbemfo­lhas@armazemcomunica.com.br.

Valeu!

Ver bombeiros e funcionários da Prefeitura alertas contra a dengue, percorrendo as ruas do bairro.

Foi mal!

Parece que só a Prefeitura não reconhece o poder das águas de março. Ajudaria muito retirar o lixo que se acumula no canal da rua Lineu de Paula Machado.

6


Ilustre Morador  q Há 18 anos, um ‘x’ no questionário sobre em que área gostaria de estagiar no jornal O Globo foi determinante para a vida e a carreira do jornalista Marcelo Barreto, apresentador do SporTV News, canal 39 da NET. Foi justamente seu primeiro trabalho que o fez mudar para o Rio de Janeiro e se especializar na cobertura esportiva, um ano após sua formatura em Belo Horizonte. Mineiro de Juiz de Fora, Marcelo mora na Fonte da Saudade, mas é como se morasse no Jardim Botânico. O trabalho e o lazer estão sempre trazendo-o para cá. Durante a semana, é fácil vê-lo almoçando ou jantando no Lorenzo Bistrô,

MARCELO BARRETO

pertinho da Rede Globo, na esquina das ruas Lopes Quintas e Visconde de Carandaí. Ali, ele diz, “os garçons entendem quando estou realmente com pressa e servem tudo rapidinho”. No mesmo quarteirão, ele costuma frequentar também o Grand Cru, para uma boa taça de vinho, e, antes da Copa do Mundo da Alemanha, teve aulas de alemão no Baukurs. O esporte não está presente apenas em seu trabalho. Ele gosta de correr e andar de bicizinho como na companhia dos filhos, Nina (7 anos) e Pedro (2 anos) – e jogar futebol com

Chris Martins

cleta na Lagoa – programa que faz tanto so-

Marcelo Correia Lima

os amigos. Atualmente, a pelada rola no Clube dade de ônibus e melhorar o trânsito.”

Condomínio, na rua Abreu Fialho, mas ele mes-

de almoço nos finais de semana, quando não

mo confessa que, de uns tempos para cá, sua

viajam para o sítio em Matias Barreto, pertinho

No início de junho, Marcelo Barreto embarca

presença está cada vez mais rara, devido a um

de Juiz de Fora, onde ainda mora sua família e

para a África do Sul, para a cobertura da Copa do

problema no menisco.

a de sua esposa.

Mundo 2010. Na sua opinião, o time da moda é o espanhol, mas os ingleses podem surpreender.

Com a família, um dos programas favoritos

Marcelo gostaria muito de voltar a morar no

é a dobradinha sorveteria Mil Frutas e livraria

Jardim Botâico, pois aqui tem uma vista única do

- É muito difícil fazer uma previsão. Na pri-

Ponte de Tábuas. O Clube Piraquê é outro porto

Cristo Redentor, quesito indispensável para um

meira fase, tudo é festa com a participação de

seguro, onde todos fazem atividades e encon-

bom apartamento no bairro.

equipes do mundo todo. Depois, quando o cerco se fecha, tudo pode acontecer, avalia.

tram os amigos. Já foi sócio do Jardim Botânico

- A luz aqui é diferente, o engarrafamento na

e deseja inscrever a filha em algum curso da

Lagoa é o mais bonito do Rio de Janeiro!, expli-

Só uma coisa é certa ao final do campeonato,

Escola de Artes Visuais do Parque Lage. Ex-mo-

ca. Mesmo assim, Marcelo gostaria de mudar o

assim que voltar ao Rio, Marcelo vai querer dar

rador da rua Maria Angélica, Marcelo e a família

sistema de transporte daqui: “Falta metrô. Acho

um pulo na Lagoa e confirmar que não existe

adotaram o restaurante Frontera como opção

que isso também ajudaria a diminuir a quanti-

vista mais linda.

Flagrante  s Em janeiro, uma árvore na Rua Jardim Botânico, quase esquina da J.J. Seabra, foi derrubada. Ao contrário do imaginado pelos que presenciaram o ato, não foi obra do galeto Mormaço, mas da Prefeitura. O flagrante foi feito por Marcelo Correia Lima. 7


PRÓXIMA EDIÇÃO: MAIO/JUNHO 2010. RESERVE JÁ O SEU ESPAÇO: 2294-4926

JBemFolhas 34  

Informativo do Bairro Jardim Botanico

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you