Issuu on Google+

Ano 1 - nº 2 • JUL/2013

Nossa gente

Reunião de Cardiologistas

Dilma Medeiros – técnica de enfermagem

Hospital Jayme da Fonte promove reunião para discussão de casos

Simpatia e carisma são duas características marcantes em Dilma Medeiros, técnica de enfermagem da Unidade de Hemodinâmica do Hospital Jayme da Fonte (HJF). Formada há 28 anos, ela é plantonista do Hospital há 15 anos. Com esse tempo de experiência, ela afirma que o local é um excelente ambiente de trabalho. “As pessoas são humanas e o HJF tem a preocupação de oferecer equipamentos e produtos de qualidade para trabalharmos. Isso me motiva e faz com que eu me sinta à vontade no Hospital”, afirma Dilma.

Nesta Edição Agenda. Prevenção de Infecção.

P.2

História de vida. Antônio Lasalvia.

P.3

Agenda. Prevenção de infecção.

P.3

Bem-estar. Prevenção da hipertensão. P.4

Pensando em promover o conhecimento, o Jayme da Fonte realizou, no dia 3 de junho, uma reunião com os seus médicos para a discussão de casos clínicos cardiológicos. “Nesse evento nós apresentamos e dialogamos sobre as condutas realizadas. A expectativa é realizar esses encontros mensalmente”, explica o cardiologista do Hospital Jayme da Fonte, Edmar Borba. Além dos médicos da casa, como Dr. Euler Mesquita, Dr. Tomás Mesquita e Dr. Marcos Aguiar que marcaram presença no evento, também foram convidados outros especialistas para compartilhar as suas experiências. Foram abordados os seguintes assuntos: taquiarritmias com QRS largo, por Dr. Thiago Saraiva; indicações de cardio desfribrilador implantável, por Dr. Alberto Nicodemos e Oclusão coronária crônica – Quando e como intervir invasivamente, por Dr. Edmar Borba. No total, foram 45 minutos de apresentações e depois foi aberto o diálogo. Além da troca de informações, o objetivo desse evento é fortalecer a cardiologista do Jayme da Fonte em Recife.


Notícias da Fonte

História de vida Paciente exalta equipe e estrutura do Jayme da Fonte O representante comercial Antônio Lasalvia é só elogios para o Hospital Jayme da Fonte (HJF). Aos 72 anos, ele já passou por vários procedimentos. “Precisei fazer cirurgia de coração, vesícula, apêndice e retirada dos dedos dos pés. Fiz todas no HJF. Eu já conheço quase todo mundo do hospital e todos me atendem muito bem. A equipe é repleta de pessoas maravilhosas e posso dizer que tenho muita amizade com eles. Além da qualidade, para mim é muito prático, pois o pessoal já me conhece e tem todos os meus dados”, afirma Antônio que, há cerca de um ano, precisa ir ao hospital várias vezes por semana para fazer curativos nos pés. O Sr. Antônio diz que nos momentos em que precisa ir à emergência, ele sempre busca atendimento no HJF. É por essa razão que ele acredita nos benefícios da expansão do Hospital. “O Jayme está crescendo e isso é para o bem, pois ele vai conseguir atender mais pessoas com o seu padrão de qualidade. Afinal, o HJF é uma referência na área de saúde”, relata.

Saúde em foco Brasil tem alta incidência de casos de LER/Dort Ações simples no ambiente de trabalho podem trazer mais conforto e evitar problemas de saúde Você já sentiu ou testemunhou um colega ter dor nas costas em decorrência de cadeiras inadequadas no seu escritório? E quanto à tendinite? A maior parte das pessoas já sofreram com o mal ou viram alguém próximo passar por cuidados médicos. De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil se destaca por conservar uma alta prevalência de Lesão por esforço repetido (L.E.R.) e as Doenças Osteoarticulares Relacionadas ao Trabalho (D.O.R.T). Na maior parte dos casos, esses problemas de saúde estão relacionados com a falta de estrutura dos ambientes de trabalho. Queixas como as listadas acima são cada vez mais comuns nas empresas. Para evitar problemas e se manter saudável é importante fazer uso da ergonomia, especialmente na vida profissional. A ergonomia é uma área cientifica que, entre outros pontos, busca o bem-estar humano. De acordo com o fisioterapeuta do Hospital Jayme da Fonte, Francimar Ferrari, o corpo responde, de maneira positiva ou negativa, aos esforços realizados para desenvolver as atividades diárias. “As reações obtidas variam de acordo com o modo e materiais disponíveis para desenvolver as funções cotidianas”, relata. Estudos comprovam que a ergonomia também in-

Rua das Pernambucanas, 167 Graças Recife-PE, 52011-010 Fone: 81 3416-0000 www.jaymedafonte.com.br

P.2

fluencia o desempenho dos colaboradores de uma empresa que, tendo um ambiente favorável, são mais produtivos, pois além de prevenir a LER/Dort, os métodos utilizados também diminuem a fadiga. Para evitar esses tipos de problema, algumas ações simples podem fazer a diferença. Entre elas estão: manter a tela do computador a altura dos olhos; utilizar uma cadeira com suporte para as costas e com regulagem de altura, pois dessa maneira evita-se a má postura e os pés podem tocar o chão dando mais conforto para o indivíduo. Caso o assento não possibilite essa mudança, ou não seja o suficiente para comodidade do trabalhador, é válido fazer uso de um apoio apropriado para os pés. Os utensílios e objetos que serão usados ao longo do dia devem ficar ao alcance das mãos. Dessa forma, é possível se manter mais saudável no trabalho.

Conselho editorial: Fernando Murta, Maria Lúcia e Suely Melo Texto e Fotos: Joannah Luna Jornalista – DRT 4399 Fotos: Acervo do Hospital Diagramação: Rita Santos Tiragem: 2mil exemplares Gerência comercial: Dr. Service Distribuição: Gratuita


Ano 1 - nº 2 • JUL/2013

Em evidência Equipes da recepção e limpeza são capacitadas A reciclagem do conhecimento, conhecer novas técnicas de trabalho e a boa integração das equipes são pontos valorizados pelo Hospital Jayme da Fonte (HJF). Com o objetivo de oferecer cada vez mais qualidade e excelência, o Hospital realizou treinamentos com os colaboradores das equipes da recepção e de higienização. No total, 57 pessoas participaram dessa ação. Os integrantes da equipe da recepção, além de ter a oportunidade de conhecer mais sobre a história da instituição, também foram treinados com o intuito de atender melhor os pacien-

tes que chegam ao Hospital. Outros temas como apresentação pessoal e motivação também foram abordados. A recepção é uma área de grande importância para o Hospital. É nela que, na maior parte das vezes, é feito o contato pessoal com o HJF. A capacitação dessa equipe para receber ainda melhor o público é imprescindível, pois mostra como a instituição está empenhada em acolher bem a todos. “Este treinamento foi muito produtivo. Foi bom, em especial, para as pessoas que entraram recentemente e não conheciam a trajetória do Hospital”, explicou Vanessa Moraes que há nove anos é recepcionista do HFJ.

Quanto à equipe de higienização, além de conhecer mais sobre o Hospital, receberam instruções sobre segurança do trabalho – uso dos equipamentos de proteção individual (EPIs), desinfecção dos ambientes e armazenamento dos produtos de limpeza. Esse setor é fundamental para a segurança, pois é com o empenho dele que o Hospital reduz o risco de infecção hospitalar. “Eu gostei muito da iniciativa. Posso dizer que foi muito gratificante para nós participarmos e que foi muito bom conhecer novos produtos para higienizar o Hospital”, afirma a colaboradora que há sete anos integra a equipe de limpeza, Márcia Barreto.

Agenda HJF trabalha para prevenir os riscos de infecção Uma prioridade do Hospital Jayme da Fonte (HJF) é oferecer segurança e tranqüilidade aos seus pacientes. Para evitar casos de infecções, que podem trazer riscos para os que estão internados na instituição, o Centro de Controle de Infecções Hospitalar (CCIH) atua de várias maneiras. De acordo com a coordenação da comissão do CCIH, Daniella Ribeiro, a equipe faz a vigilância constante dos pacientes internados, orientando e realizando treinamentos com todos os profissionais. Uma das capacitações foi feita com a equipe de higienização, no início de maio, visando reduzir as chances de contaminação. É para chamar a atenção sobre o tema que o dia 15 de maio foi marcado no calendário como Dia Nacional de Combate a Infecção Hospitalar.

As recomendações não são só para os que fazem parte do quadro de colaboradores do Hospital. Os visitantes também devem contribuir para a biossegurança lavando as mãos antes de entrar em contato com o doente e repetir a ação após deixar o quarto. O álcool em gel é uma boa alternativa para essas situações – quando as mãos não estiverem sujas. Caso contrário, o indicado é utilizar água, sabonete líquido e papel toalha.

controle na Central de Material e Esterilização (CME), garantindo que todos os materiais que vão para as cirurgias estão atendendo a todas as recomendações técnicas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Além das conscientizações realizadas também existem os protocolos para evitar a transmissão de micro-organismos. No Jayme da Fonte são trabalhadas as seguintes normas: Protocolo de Cirurgia Segura; a Certificação de Fixação de Cateter Venoso Estéril; rotinas para as trocas de dispositivos invasivos em todas as unidades de internação e um rigoroso P.3


Notícias da Fonte - Ano 1 - nº 2 • JUL/2013

Bem estar Jayme da Fonte comemora o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial com uma grande ação social Para conscientizar as pessoas sobre a importância de prevenir os males causados pela hipertensão, o Hospital Jayme da Fonte realizou a campanha: Mais leveza, menos pressão. Com o intuito de chamar a atenção para o tema, uma equipe de profissionais de saúde do Hospital aferiu pressão, fez testes glicêmicos e deu dicas de alimentação e hábitos saudáveis. A ação aconteceu no dia 26 de abril, data que se comemora o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial. Cerca de 300 pessoas, que estavam na praia de Boa Viagem, participaram desta ação, tendo atendimento gratuito. De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH), 35% da população acima dos 40 anos sofrem com o mal. A Hipertensão é uma doença silenciosa e, por essa razão, muito perigosa. Ela é determinada pela alta pressão sanguínea nas artérias que, por sua vez, faz com que o coração produza um esforço maior para que o sangue possa circular em todo o corpo. É uma doença crônica e é fator de risco para outros problemas de saúde, como, por exemplo, o tromboembolismo e acidente vascular cerebral (AVC).

Existem várias dicas para prevenir a hipertensão, siga algumas delas abaixo:  Consuma mais de dois litros de água por dia;  Use temperos como alho, cebola, óleo, cheiro verde, limão, vinagre, manjericão e outros condi-

O sódio é o grande inimigo para quem sofre com o mal. Para evitar a doença é importante praticar exercícios físicos, ter uma alimentação balanceada e com pouco sal. A nutricionista do Jayme da Fonte, Karla Conolly, chama a atenção para os alimentos que tem sódio, mas que – por não serem salgados – são confundidos pela população. “Alimentos como adoçantes, por exemplo, também tem sódio. É preciso ficar atento à tabela nutricional dos produtos ingeridos. É preciso um cuidado mais apurado quando a pessoa tem hipertensão”, afirma a especialista. P.4

mentos que não tenham sal;  Prefira leite desnatado, iogurte desnatado, queijo fresco e ricota;  Utilize gorduras de origem vegetal como óleo de soja, milho, canola, azeite, e creme vegetal sem sal;  Evite enlatados e alimentos em conserva.


Jornal Jayme da Fonte - Ano I Nº 2