Page 1


2 Nossos Passos

Março de 2012

Editorial

O fundamento da esperança Mons. Luiz Rodrigues Oliveira - Pároco

“E

cclesia per fidem unitur”. Tomo de Santo Tomás de Aquino tão significativa expressão para desenvolver esta singela crônica. Ao dizer que “a Igreja é unida pela fé” o “doutor angélico” (assim o chamavam) toca, com a limpidez da sua inteligência, a questão fundamental do nosso ser eclesial. A nossa Igreja tem nos ensinado que a fé é dom de Deus e este dom é-nos dado sempre e continuamente, pois ao longo da história Deus tem nos privilegiado com tal bem. O Concílio de Trento assevera que “Deus toca o coração humano mediante a iluminação do Espírito Santo e que a graça de Deus deixa o recipiente livre tanto para aceitar como para rejeitar o dom da fé”. Foi pela fé que Abrão deixou a sua terra e foi em busca da terra prometida constituindo, assim, o que viria a ser o Povo de Deus, povo peregrino, povo da esperança (Gên 12). Destarte, o dom da fé coloca o ser humano no caminho e a caminho, o que implica a coragem de querer ser peregrino: a fé é peregrinante. A fé abraâmica caracteriza-se pela experiência do risco característico da própria ambiguidade humana. É esta ambiguidade humana que caracteriza a predisposição da natureza (o recipiente de que fala o Concílio) para acolher ou rejeitar a Graça. A teologia, inteligência da fé, ensina-nos que a fé supõe a natureza e que qualquer ato de fé salutar depende do preveniente dom da graça divina. Assim, a nossa natureza será sempre um espaço de possibilidade para a ação misericordiosa de Deus na vida do mundo e a fé uma atitude humana diante do próprio mistério de Deus e do ser humano. Crer só é possível pela Graça. Mas o ato de fé, conquanto seja autenticamente humano, não contraria nem a liberdade nem a inteligência do ser humano. “Crer é um ato da inteligência que assente à verdade divina a mando da vontade movida por Deus através da graça, nô-lo diz o doutor angélico”, Santo Tomás de Aquino. A fé, não sejamos ingênuos, é um desafio à racionalidade hodierna. A chamada “ditadura da razão” ainda reina em muitos ambientes, sobretudo no campo da técnico-ciência. É a chamada razão instrumental que, não obstante inúmeros avanços e conquistas, sente-se perplexa ante o quadro avassalador das doenças letais que, impiedosamente, consomem milhões de seres humanos. Seria a falência dessa racionalidade ou o implícito reconhecimento de que maior que a razão é Aquele que a criou ? A fé continuará sendo para nós cristãos um enorme desafio; as dúvidas persistirão, mas ela é e não pode não ser o fundamento da nossa esperança como nos assegura a carta aos Hebreus : “um modo de já possuir o que se espera, um meio de conhecer as realidades que não se vêem” (11,1).

“Tu me dizes, eu esqueço; Tu me ensinas, eu lembro; Tu me envolves, eu aprendo.” Benjamim Franklim. Protagonista é... Aquele ou aquela que protagoniza. O termo protagonismo juvenil vem do grego “Proto” quer dizer o primeiro, o principal. Agon significa luta. Agonista, lutador. Protagonista, literalmente, quer dizer o lutador principal. No teatro, o termo passou a designar os atores que conduzem a trama, os principais atores. O mesmo ocorrendo também com os personagens de um romance. No campo da educação, o termo protagonismo juvenil designa a atuação dos jovens como personagem principal de uma iniciativa, atividade ou projeto voltado para a solução de problemas reais. O cerne do protagonismo, portanto, é a participação ativa e construtiva do jovem na vida da escola, da comunidade ou da sociedade mais ampla. O Protagonismo Juvenil, é passar a mensagem da cidadania criando acontecimentos, onde o jovem ocupa uma posição de centralidade. O Protagonismo Juvenil significa, tecnicamente, o jovem participar como ator principal, na busca pela resolução dos problemas relativos ao bem comum, na escola, na Igreja, na comunidade ou na sociedade mais ampla. Outro aspecto do protagonismo é a concepção do jovem como fonte de iniciativa, que é ação; como fonte de liberdade, que é opção; e como fonte de compromissos, que é responsabilidade. Na raiz do protagonismo tem que haver uma opção livre do jovem, ele tem que participar na decisão se vai ou não fazer a ação. O jovem tem que participar do planejamento da ação. Depois tem que participar na execução da ação, na sua avaliação e na apropriação dos resultados. Existem dois padrões de protagonismo juvenil: quando as pessoas do mundo adulto fazem junto com os jovens e quando os jovens fazem de maneira autônoma. Já em 1980, a Pastoral da Juventude, para afirmar “jovem evangelizando jovem”, utilizou o termo “protagonista”, para se referir à juventude com sujeito da ação pastoral. Quem coordena o grupo de jovens são os/as próprios/as jovens! E esta ação pastoral que é organizada e executada pela juventude tem um caráter intrinsecamente coletivo e está direcionada para a transformação social. Ela é, portanto, uma ação política por excelência: geradora de uma nova sociedade. Protagonizar, ou seja, “exercer o papel principal” não é afirmar que o indivíduo jovem deve ser a estrela, o “superstar”. Mas, é afirmar que o/a jovem não deve pedir permissão para os/as adultos/as para sonhar e construir um mundo diferente. Enquanto o/a adulto/a pede moderação, a juventude protagonista é radical na sua crítica às injustiças e na sua atuação política forjadora de uma sociedade diferente! Rezemos juntos pelos jovens da nossa Paróquia Senhor dos Passos, para que sejam autenticamente cristãos e protagonistas da sua historia. Pe. Genival – Vigário Paroquial


Nossos Passos 3

Março de 2012

Governo Federal reduz orçamento da Saúde em 2012 O ministro da Fazenda diz que os programas sociais foram preservados. A maior redução será no Ministério da Saúde: R$ 5 bilhões. O governou vai cortar R$ 55 bilhões do orçamento deste ano. Mas o ministro da Fazenda diz que os programas sociais foram preservados. O freio vai ser grande. Nenhum ministério escapou dos cortes. Despesas do dia a dia, viagens de funcionários e outros gastos vão ter corte de R$ 35 bilhões. Desse total, R$ 20 bilhões só em emendas parlamentares. A maior redução será no Ministério da Saúde: R$ 5 bilhões. O governo espera economizar outros R$ 20 bilhões na redução de gastos das chamadas despesas obrigatórias, como benefícios pagos pela Previdência. Estão fora do arrocho investimentos como o PAC e os programas sociais, como o “Brasil sem

miséria”. Ao todo, uma economia de R$ 55 bilhões. Segundo o ministro da Fazenda, Guido Mantega, tanto esforço é para garantir a redução da dívida pública. A meta do governo é pagar R$ 140 bilhões em juros este ano. O governo está otimista. Prevê que a economia brasileira vai crescer 4,5% em 2012 e estuda novas reduções de impostos, inclusive sobre a folha de pagamentos. Para o ministro, enxugar as contas ajuda a reduzir os juros, mas isso depende da inflação. “Com a inflação caindo e com contenção de gastos, resultado primário, abre espaço para redução da taxa de juros”, afirmou o ministro Guido Mantega. Fonte: Jornal Nacional Edição do dia 15/02/2012.

AZIMUTE TOPOGRAFIA

André Dórea

Rua Conselheiro Franco, 81 - Sala 2 - Centro - Feira de Santana

O caos da Saúde Pública no Brasil A situação crítica da saúde é semelhante em todos os estados do Brasil. Falta vontade política para resolver o problema. Habitualmente, não há verba suficiente para a saúde, entretanto, quando esta existe é corroída por dois tipos de cupins insaciáveis: a má gestão e a corrupção, irmãs siamesas. Os escândalos se sucedem e não necessitamos citá-los, pois as pági-

nas deste jornal seriam insuficientes. Basta que se leia e assista as notícias diárias. A cada mês, o governo federal bate recordes em arrecadação de impostos. Nunca se cobrou tanto imposto como nos últimos anos no Brasil. E para que? O dinheiro continua insuficiente para cobrir até mesmo as obrigações previstas na Constituição Federal.

Vale relembrar, para aqueles que têm a memória fraca, os seguintes dados: “Saúde perde R$ 12 bilhões por maquiagem de Estados” (Folha de S. Paulo, 04/07/11, Manchete, 1ª página). “Maquiagem infla gastos com saúde em R$ 12 bilhões” (Ib., Manchete, p. A4). “Estados usam despesas de outras áreas para cumprir exigência constitucional. Prestações de contas entregues a ministério incluem investimentos em presídios, educação e até aposentadorias. Ministério diz que Estados declaram mais gastos com saúde do que realizam de fato” (Ib.). A emenda constitucional 29, de 13/09/2000, determina que os Estados invistam na saúde pública 12% de suas receitas, no mínimo. A maioria dos Estados não cumpre a legislação. “Os 27 Estados declaram gastos de R$ 115 bilhões com saúde de 2004 a 2008. Depois de examinar suas prestações de contas, o ministério concluiu que R$ 11,6 bilhões se referiam a despesas com outras áreas, que não poderiam ser usadas para cumprir a lei. Esse dinheiro corresponde a 10% dos gastos informados pelos Estados nes-

ses cinco anos e seria suficiente para manter por um ano 13 ambulâncias do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) em cada um dos 5,5 mil municípios do país” (Ib.). Os grandes comandos executivos, legisladores e partidos políticos precisam começar a pensar realmente no que é bom para o povo antes de ser bom para seus bolsos! Mulheres e crianças estão morrendo, pedindo socorro, a tuberculose e a hanseníase estão longe de ser eliminadas, o sarampo está aí, mostrando que pode voltar a qualquer momento, a dengue continua fazendo vítimas! É necessário parar de longos e produzidos discursos de efeito e passar a agir, antes que todos nós percamos a esperança e a confiança definitivamente. Os políticos, partidos e economistas precisam parar de procurar culpados e pensar naqueles que estão diariamente sendo humilhados e penalizados por um sistema que eles não são os verdadeiros responsáveis.


4 Nossos Passos

Março de 2012

ANO DA FÉ

Vaticano divulga Carta Apostólica de Bento XVI O

Vaticano divulgou a Carta Apostólica intitulada Porta Fidei - A porta da Fé, com a qual o Papa Bento XVI proclama o Ano da Fé. “A PORTA DA FÉ, que introduz na vida de comunhão com Deus e permite a entrada na sua Igreja, está sempre aberta para nós. É possível cruzar este limiar, quando a Palavra de Deus é anunciada e o coração se deixa plasmar pela graça que transforma”, indica o Santo Padre no início do texto. “Nesta perspectiva, o Ano da Fé é convite para uma autêntica e renovada conversão ao Senhor, único Salvador do mundo”, salienta. O Ano da Fé iniciará em 11 de outubro de 2012, no 50º aniversário de abertura do Concílio Vaticano II, e terminará em 24 de novembro de 2013, Solenidade de Cristo Rei do Universo. “Será um momento de graça e de empenho para uma sempre mais plena conversão a Deus, para reforçar a nossa fé n’Ele e para anunciá-Lo com alegria ao homem do nosso tempo”, explicou o Papa durante a Missa de encerramento do Encontro Novos Evangelizadores para a Nova Evangelização, que presidiu neste domingo, 16, na Basílica Vaticana. Bento XVI salienta que atravessar a porta da fé é embrenhar-se num caminho que dura a vida inteira. “Este caminho tem início com o Batismo, pelo qual podemos dirigir-nos a Deus com o nome de Pai, e está concluído com a passagem através da morte para a vida eterna”, indica. De fato, desde o início de seu

Bento XVI: “O cristão não pode jamais pensar que o crer seja um fato privado. A fé é decidir estar com o Senhor, para viver com Ele” ministério como Sucessor de Pedro, o atual Pontífice sublinha a necessidade de redescobrir o caminho da fé para fazer brilhar, com evidência sempre maior, a alegria e o renovado entusiasmo do encontro com Cristo. “Devemos readquirir o gosto de nos alimentarmos da Palavra de Deus, transmitida fielmente pela Igreja, e do Pão da vida, oferecidos como sustento de quantos são seus discípulos”, adverte na Porta Fidei. Ano da Fé Não é a primeira vez que a Igreja é chamada a celebrar um Ano da Fé. Já o Servo de Deus Papa Paulo VI, em 1967, proclamou um ano semelhante, para celebrar o 19º centenário do martírio dos apóstolos Pedro e Paulo.

“A porta da fé está sempre aberta para nós”, escreve o Papa na Carta Apostólica.

Em 11 de Outubro de 2012, além dos 50 anos da convocação do Vaticano II, também se completarão 20 anos da publicação do Catecismo da Igreja Católica, texto promulgado pelo Beato Papa João Paulo II. Conforme Bento XVI, este Ano de-

verá exprimir um esforço generalizado em prol da redescoberta e do estudo dos conteúdos fundamentais da fé, que têm no Catecismo a sua síntese sistemática e orgânica. “Assim, no Ano em questão, o Catecismo da Igreja Católica poderá ser um verdadeiro instrumento de apoio da fé, sobretudo para quantos têm a peito a formação dos cristãos, tão determinante no nosso contexto cultural. [...] Com tal finalidade, convidei a Congregação para a Doutrina da Fé a redigir, de comum acordo com os competentes Organismos da Santa Sé, uma Nota, através da qual se ofereçam à Igreja e aos crentes algumas indicações para viver, nos moldes mais eficazes e apropriados, este Ano da Fé ao serviço do crer e do evangelizar”, revela. Da mesma forma, será decisivo repassar a história da fé, que faz ver o mistério insondável da santidade entrelaçada com o pecado. O Ano da Fé também será uma ocasião propícia para intensificar o testemunho da caridade. “A fé sem a caridade não dá fruto, e a caridade sem a fé seria um sentimento constantemente à mercê da dúvida. Fé e caridade reclamamse mutuamente, de tal modo que uma consente à outra de realizar o seu caminho. [...] Possa este Ano da Fé tornar cada vez mais firme a relação com Cristo Senhor, dado que só n’Ele temos a certeza para olhar o futuro e a garantia dum amor autêntico e duradouro. [...] À Mãe de Deus, proclamada «feliz porque acreditou» (cf. Lc 1, 45), confiamos este tempo de graça”.

O imóvel que você procura GALPÕES TERRENOS CASAS

75 3622-8899 Av. Getúlio Vargas, 1955 - Centro


Nossos Passos 5

Março de 2012

Rádio Nossos Passos transmitirá Missas ao vivo

1ª Reunião do CPP 2012 Foi realizada na noite do dia 09 de fevereiro, no Centro de Evangelização Integrada - CEI, a primeira reunião de 2012 do Conselho Paroquial de Pastorais - CPP. A reunião presidida pelo Pároco Mons. Luiz Rodrigues, contou com a presença do Auxiliar Pastoral Diácono João Carlos, da Religiosa Irmã Terezinha Mattos e dos Coordenadores de Pastorais, Movimentos e Serviços da paróquia. Foi distribuído com todos os presentes o Calendário Paroquial 2012 e refletidos alguns pontos considerados importantes para o trabalho pastoral. Mons. Luiz Rodrigues fez um breve relato sobre o Conselho Paroquial de Pastoral, sua formação, missão, objetivos, etc. Durante os comentários o pároco Monsenhor Luis disse que, juntamente com o vigário Padre Genival organizou as atividades administrativas da paróquia, dividindo-as em três eixos delineadores das ações evangelizadoras, com as seguintes denominações: - Eixo Estruturante - será coordenado pelo Mons. Luiz Rodrigues e engloba as seguintes pastorais, movimentos ou serviços: Conselho Econômico, Apostolado da Oração, Pastoral Litúrgica, Ministros Extraordinários da Comunhão, Pastoral do Batismo, Pastoral Familiar, Pas-

toral da Comunicação, Encontro de Casais com Cristo, Equipe de Eventos e Festa do Senhor dos Passos. - Eixo Formativo - ficará sob a supervisão do Vigário Paroquial, Pe. Genival Oliveira e está constituído das seguintes pastorais: Catecumenato do Batismo e Crisma, Escola da Fé, Coroinhas, Pastoral Catequética, Pastoral da Juventude, Pastoral Universitária, Pastoral da Acolhida e Pastoral Vocacional (a ser criada). - Eixo Social - ficará sob a supervisão do Diácono João Carlos e engloba a Pastoral da Criança, Pastoral do Dízimo, Pastoral do Menor, Pastoral da Saúde, Comunidade Sete de Setembro e Pastoral Missionária (a ser criada). Falou sobre a restruturação da Pastoral da Juventude, retirando desta pastoral o Sementinha, Encontrinho e Escalada, que passaram a fazer parte da Pastoral Catequética. Mons. Luis enfatizou ainda que, dentre as Pastorais Sociais, a da Saúde deve se destacar no sentido de traçar um plano que possa integrar ações com as demais pastorais, buscando intensificar uma ação social mais efetiva em nossa Paróquia, principalmente levando em conta o tema da Campanha da Fraternidade 2012, sem perder de vista o objetivo maior dentro da missão principal que é o de evangelizar.

O ano de 2012 chegou trazendo novidades para a Rádio Nossos Passos. Estamos reformulando alguns programas, planejando outros novos, tudo para você que é nosso ouvinte. A partir do final do mês de março, estaremos também transmitindo as missas das 19hs do Domingo, diretamente da Igreja Senhor dos Passos. Aproveitamos a oportunidade para avisar as diversas pastorais, que podem nos enviar suas notícias e avisos para transmitirmos via programa Agenda Católica e também convocar caso você tenha interesse em somar na nossa equipe, para se juntar a nós. Estamos no ar todos os dias das 8h as 22h. Acesse, confira a nossa programação e deixe o seu comentário. www.radionossospassos.com.br

CALENDÁRIO PAROQUIAL MARÇO: QUARESMA 01 e 02 – Aprofundamento da Pastoral Familiar 04 - Caminhada do Perdão (Jubileu) 09 e 10 - Jornada Teológica (Jubileu) 02 e 03 – Semana de Formação para Catequistas 05 – Abertura da Escola da Fé 10 – Início da Catequese 17 e 18 - Curso para Pais e Padrinhos 25 – Aprofundamento da Pastoral do Dízimo para Coordenadores de Pastorais e Movimentos ABRIL: SEMANA SANTA 01– Domingo de Ramos 03 – Celebração Comunitária da Penitência 05– Instituição da Eucaristia 06– Paixão do Senhor 07– Vigília Pascal (Batizado e 1ª Eucaristia de Catecúmenos) 08 – Páscoa 14 e 15 - Jornada Missionária (Jubileu) 14 e15 - Curso de Noivos 19 a 22 – Micareta 21– Tiradentes 22 – Aniversário do Padre Genival Carvalho 27 a 30 - Romaria à Aparecida (Jubileu) 29 - Confraternização Pascal

Notícias do Pe. Paulo Afonso Os coordenadores da Escola da Fé comunica que após reunião realizada com o Pároco Monsenhor Luis Rodrigues, Vigário Pe. Genival Oliveira, Diácono João Carlos e Hugo Dórea, ficou decidido adiar o início das atividades da Escola da Fé para o dia 9 de abril, a fim de ser possível concluir o programa para 2012. O conteúdo programático deverá abordar assuntos do interesse de todos, sempre voltado para a evangelização, devendo ser publicado com antecedência para que os interessados tomem conhecimento. Inscrições pelo telefone da Secretaria da Igreja, 3623-1347 ou pelo e-mail escoladafe@paroquiasenhordospassos.com.br

Na última terça-feira (06/03), entrou em contato com a nossa Paróquia, o Frei Fernandes, Pároco de PeriperiPiauí, cidade natal de Pe. Paulo Afonso Rodrigues, que se encontra em Ano Sabático. Frei Fernandes informou-nos que o nosso ex-vigário está residindo naquela cidade, foi acolhido por uma tia e também pelos paroquianos daquela Paróquia. Ao que tudo indica já foi providenciado um abrigo seguro e rede de apoio. É bom lembrar que a nossa Arquidiocese continua assumindo as despesas médicas através do Plano de Saúde do nosso querido Pe. Paulo Afonso. Fica com Deus, meu irmão! Pe. Genival Oliveira Carvalho - Vigário Paroquial

NOSSO MELHOR DESTINO É VOCÊ! Tel.: (75) 3612 1171 Rua Rouxinol, 48 - Santa Mônica II Feira de Santana - Ba transoares@bol.com.br


6 Nossos Passos

Março de 2012

CAMIHADA DO PERDÃO

“Deixai-vos reconciliar com Deus” D

omingo, dia 04 de março, o tão esperado dia da I Caminhada do Perdão da nossa Arquidiocese. Desde as seis horas, as caravanas começaram a chegar na Igreja de Santo Antonio dos Capuchinhos onde aconteceu a concentração. Após um momento de reflexão, com a oração do terço, as dependências da igreja completamente lotada, o povo de Deus saiu em caminhada, tendo à frente o Arcebispo Itamar Vian com dezenas de presbíteros, diáconos, religiosos e religiosas de todas as paróquias da Arquidiocese de Feira de Santana, rumo à Igreja de Senhor do Bonfim no Alto do Cruzeiro. Durante a caminhada, aconteceram quatro paradas para reflexão. Na 1ª. parada: “Eu e o Perdão” - Pe. Cristiano refletiu a palavra de Deus sugerindo “um olhar para dentro de nós mesmos”, falando sobre a necessidade que temos de promover a reconciliação, o perdão, o cuidado com a própria vida, dentre outras ações para que possamos viver em paz. Na 2ª. parada: “Eu e o outro” - Pe. Ednelson fez uma reflexão a partir da resposta dada por Caim quando o Senhor perguntou pelo seu irmão Abel e ele disse: “Não sei. Sou eu o responsável pelo meu irmão?” E nos alertou: ou somos responsáveis pelo nosso irmão ou então não somos reconhe-

mas estamos no mundo e foi por esta razão que Jesus nos designou a ser sal na terra e luz no mundo. E pediu a Deus que retire a pedra do nosso coração para que possamos sair do túmulo da omissão, para que sejamos capazes de denunciar as injustiças, a corrupção. Para que não sejamos individualistas, que olhemos para as crianças, para os idosos, para os que sofrem nos hospitais públicos. E concluiu rogando a Deus que esta caminhada sirva para nos levar a “sair do túmulo”. Às onze horas, chega o povo à colina, sendo recebido pelos fiéis cidos por Deus. Se quisermos valorizar o corpo e o sangue de Cristo na Eucaristia temos que, em primeiro lugar, valorizar o corpo e o sangue do nosso irmão que está ao nosso lado no banco da igreja ou nas filas dos hospitais públicos. E conclamou a necessidade do perdão pelo julgar pelas aparências. Na 3ª. parada: “Eu e a Igreja” - Pe. Geovani refletiu o perdão a partir da pergunta: como estou sendo igreja? Alertou para que não sejamos meros consumidores da igreja, mas, construtores da igreja. Que sejamos capazes de sair de dentro do templo para evangelizar ao redor, ou seja, partir para a estrada anunciando a palavra de Deus, enfrentando os desafios.

Lembrou que o anuncio da fé não deve ser confundido com a propaganda de Jesus; deve ser no encontro pessoal com o irmão, lado a lado, na comunhão. Conduziu a todos nós a pedir perdão pela igreja que deveria ser e não sou. Igreja servidora. Na 4ª. parada – “Eu e a sociedade” Cássia Braz conduziu o povo a ouvir hoje o que Jesus disse a Marta quando ressuscitou Lázaro: “retirem a pedra do túmulo”, mesmo diante do argumento de que “já cheira mal”: E clamou: vamos retirar a pedra de Feira de Santana, desta cidade que talvez cheire mal pela violência, pelas drogas, pelas injustiças, pela falta do perdão. Não somos do mundo

que já se aglomeravam na praça e na Igreja, ao som do hino ao Senhor do Bonfim. Homens e mulheres, jovens idosos e crianças, presbíteros e diáconos, com o rosto suado sob um sol de quase 40 graus mas com o coração feliz, todos participaram da celebração eucarística presidida pelo Arcebispo Itamar Vian, encerrando assim a I Caminhada do Perdão. Foi uma experiência maravilhosa. Vamos continuar seguindo, rumo ao Jubileu de Ouro, com o nosso olhar voltado para a Quaresma, nos preparando para o momento maior que é a celebração da ressurreição do Senhor.


Nossos Passos 7

Março de 2012

Missa de Cinzas inicia o período da Quaresma Com a Igreja completamente lotada de fiéis, a Paróquia Senhor dos Passos realizou no início da noite do dia 22 de fevereiro a Celebração da Missa de Cinzas na Igreja Senhor dos Passos das 18:30 às 20 horas. Este horário foi escolhido, visando proporcionar às pessoas que trabalham no comércio do centro da cidade participar deste momento muito importante da nossa Igreja. A Celebração foi presidida pelo Vigário Pe. Genival Oliveira e con-

tou com as presenças do nosso Pároco Mons. Luiz Rodrigues e do Diácono João Carlos. Pe. Genival em sua homilia refletiu que a quarta-feira de cinzas é o primeiro dia da Quaresma no calendário cristão e que as cinzas que recebemos é um símbolo para a reflexão sobre o dever da conversão, da mudança de vida, recordando a passageira, transitória e efêmera fragilidade da vida humana, sujeita à morte. Essa preparação existe desde o tempo dos Apóstolos,

que limitaram sua duração a 40 dias, em memória do jejum de Jesus Cristo no deserto. Na Quaresma, que começou no dia 22/02 e termina na quarta-feira da Semana Santa, os católicos realizam sua preparação para a Páscoa. O período é reservado para a reflexão e conversão espiritual, ou seja, o católico deve se

aproximar de Deus visando seu crescimento espiritual. Nesse tempo santo, a Igreja Católica propõe, por meio do Evangelho proclamado, três grandes linhas de ação: a oração, a penitência e a caridade, conforme a homilia da noite e reforçada por Mons. Luiz Rodrigues ao final da celebração.

Aniversariantes Dizimistas Março

Paróquia realiza abertura do Ano Pastoral Na noite do dia 15 de fevereiro na Capela Nossa Senhora da Piedade, foi realizada a abertura do Ano Pastoral da Paróquia Senhor dos Passos, sob a coordenação do Pároco Mons. Luiz Rodrigues, com as presenças do Vigário Pe. Genival Oliveira, Pe. Gilvan Britto e do Diácono João Carlos. Os agentes de pastoral e todos os fiéis presentes sentiram-se motivados a começar uma nova etapa de atividades, neste novo ano. Foi realizada uma Paraliturgia, voltada para o tema da Campanha da Fraternidade 2012, onde se clamou a cura espiritual e humana, através da oração, da reflexão da Palavra e do gesto de utilizar a água para a bênção. Pe. Genival conduziu o ato penitencial, através do questionamento sobre como o Cristão Católico está vivenciando e o que está fazendo pelos doentes, principalmente no que se refere à afetividade com a pessoa enferma, especialmente a mais próxima. Após esta meditação, aconteceu a bênção dos doentes, onde todos se colocaram como necessitados da misericórdia de Deus, com a participação de alguns pacientes e enfermeiras do Hospital Dom Pedro de Alcântara, que se acomodaram na parte superior da capela. Pe. Gilvan fez uma reflexão sobre a CF, lembrando que a Igreja, desde os primórdios, sempre assumiu a caridade no serviço, no apoio e no cuidado aos doentes. Lembrou os Santos que realizaram grandes feitos, citando a criação de hospitais, muitos deles ainda hoje servindo aos mais carentes. Explicou o significado do cartaz, refletindo a figura do bom samaritano, que coloca sua vida a serviço do outro e conclamou a todos, a se colocarem como instrumentos de Deus dispostos a proporcionar “Que a saúde se difunda sobre a terra” (Eclo 38,8).

01 - Maria Salette Martins 01 - Juciara Fernandes Barbosa dos Santos 01 - Cristina de Santana Nogueira 02 - Marluse Silva Prado 02 - Maria Marta de Souza Gomes 02 - Rosmari Zatti Gama 02 - José Ferreira Moreira 03 - Hildete Navarro Bellas 03 - Iara Maria Cerqueira Lima 03 - Maria das Mercês de Souza e Santos 03 - Maria Valdelice de Souza Lima 03 - José Mariano Mascarenhas Filho 03 - Maria do Carmo Menezes dos Santos 04 - Noelia Rosa Santos 04 - Suely Wietholter Caliani 05 - Glicia da Silva Lima 05 - Joana Silva Barbosa 05 - Maria Leocília Rosa Sampaio 06 - Ademar Rodrigues de Souza 06 - Rizete Cerqueira Coutinho 06 - Crispiniano Carlos Silva Nunes 06 - Antonio Orlem Pereira Borges 06 - João Batista de Sales Neto 07 - Maria de Lourdes Alves de Jesus 07 - Arnildes Nascimento Silva 07 - Cristina Santana de Jesus 08 - Eliana da Silva Dórea 08 - Luciene Boaventura de Souza 08 - Irkany Maria Fernandes D. Fragoso 08 - Geniffer Oliveira Souza 08 - Eilane Sena Santos 09 - Jildásio de Santana Matos 09 - José Raimundo Silva Figueiredo 10 - Ivone Vitória 10 - Etelvina de Almeida Santos 10 - Maria Sueli de Souza Barbosa 10 - Luciano Campelo de Lima 11 - Cândida Pereira Barbosa 12 - Nilzete Souza Bacelar Costa 12 - Ione Navarro Belas 12 - Inaldo Roque de Azevedo 12 - Adélia Aparecida Tavares Pereira 12 - Selma dos Santos Silva 13 - Lucieuda Fernandes 13 - Rita de Cassia Batista Pereira 14 - Amalia da Silva Marques 14 - José Reginaldo Cordeiro 14 - Pedro Neto Rodrigues dos Santos 14 - Milena Nery Santos 15 - Vera Lúcia Ribeiro Ferreira 15 - Maria de Lourdes Dias Nascimento

COMERCIAL DE LOUÇAS E PLÁSTICOS Av. Senhor dos Passos, 1204 Tel. 3602 9570 / Fax: 3602 9571 Rua Marechal Deodoro, 446 Tel. 3602 9577 / 3602 9578

15 - Antonia Damiana da Conceição 15 - Adriana Mascarenhas Mattos Bulos 16 - Maria Edna Teles Cordeiro 16 - São Leão Borges de Almeida Neto 16 - Cleide Silva Santos 16 - Girlene de Oliveira Sobral 17 - Eliane Garrido de Andrade 18 - Ligia Bernadete Morais Silva 18 - Maria Nazare Cirino da Silva 18 - Aureni Linhares da Silva 19 - Josefa Maria Silva Oliveira 19 - Joselita da Silva Morais 19 - Maria José de Jesus Felix 19 - Jaqueline Valois Coriolano 20 - Joselita Matos da Silva 20 - Eunice Pinto de Oliveira 20 - Martinha Ribeiro de Jesus 20 - Carmasina de Lima 20 - Woney Lima Flores 20 - Alvaceli Ramos Lima da Penha 20 - Iraildes Lima Amaral 20 - Maria Joseni da Silva 20 - Jose James da Silva Barbosa 20 - Marialda de O. F. Bittencourt Telles 21 - Cleusa Santos Almeida 22 - Vivalda da Paixão Guedes 22 - Eunice da Fonseca Braga 22 - Margarida Maria Reis Pinheiro Silva 23 - Ailda Castro dos Santos 23 - Lizovaldo Antonio Leite da Silva 23 - Joselina dos Santos Silva Gonçalves 24 - Claudia Cristina Carneiro de Almeida 24 - Camila Oliveira Teixeira de Freitas 24 - Rosenaide de Oliveira 25 - Maria do Rosário Nascimento Rocha 26 - Iris Glória e Nascimento 26 - José Boa Sorte Farias 27 - Fabiola Martins da Silva 27 - Maura Nunes Lima 27 - Edinaldo de Souza Matos 28 - Ivonete Lula dos Santos 28 - Helio de Almeida Figueiredo 28 - Rogéria de Castro Silva 29 - Doroteia Cordeiro do S. Taveira 30 - Maria Aparecida Araujo 30 - José Serra Soares 30 - Rita de Cassia Freire de Carvalho 31 - Gillene Silva Gama 31 - Nilza Maria Coelho Gomes 31 - Ana Maria Carneiro de Oliveira 31 - Rubenice da Paixão Melo Silva


8 Nossos Passos

Março de 2012 DÍZIMO PAROQUIAL DE FEVEREIRO 2012

30 dias sem eles No último dia 28 de fevereiro aconteceu a Missa de 30º Dia de falecimento do casal Odebal e Natércia. Este casal, que um dia ouviu no altar “até que a morte os separe”, seguiu junto para a casa do Pai. Ficou uma grande lacuna e saudade de suas presenças entre nós. Um casal amigo, sempre disponível aos chamados e que atuou em vários serviços, movimentos e pastorais da nossa paróquia por quase treze anos. A nossa prece a Deus para que cuide e dê muita paz aos seus familiares, especialmente aos seus filhos Mário e Marcelo, preenchendo seus corações com o seu amor de Pai misericordioso.

IGREJA SENHOR DOS PASSOS Dizimistas Cadastrados: 935 Dizimistas Contribuintes: 357 (38%)

Este Jornal é uma publicação mensal da Paróquia Senhor dos Passos, com o objetivo de evangelizar e divulgar as ações paroquiais. Secretaria: Igreja Senhor dos Passos E-mail: secretaria@paroquiasenhordospassos.com.br

Fotógrafos: Lula Mascarenhas, Robson Miranda e Angelo Pinto Blog e Twitter: Jairo e Carol Rêgo Rádio Nossos Passos: Jairo Rêgo, Carol Rêgo, Magdalena Nascimento, Valdemar e Vilma Silva Murais: Coordenadores de Pastorais Web site: Ideia.com.br TIRAGEM 2000 EXEMPLARES Diagramação: Alyrio Santos 3487-2781

Impressão:

3623-0011

Pároco: Mons. Luiz Rodrigues Oliveira Vigário: Pe. Genival Oliveira Carvalho Auxiliar Pastoral: Diácono João Carlos Coordenação da Pascom: José Angelo e Cláudia Pinto Jornal Nossos Passos: Mons. Luiz Rodrigues; Pe. Genival Oliveira; Cícero e Marilene Barreto; Michelle Mariano; José Angelo e Claudia Pinto; Magdalena Nascimento; Jairo Rêgo; Osvaldo, Vera e Gabriela Ottan; Aníbal Azevedo

Tel.: (75) 3623-1347

CONTEMAC Contabilidade contemac.contabiliade@bol.com.br

Euvaldo Figueiredo Técnico Contabil Rua Desembargador Felinto Bastos, 927 Centro - Feira de Santana

75 3623-5636 - 5848-5119

CAPELA N. S. DA PIEDADE Dizimistas Cadastrados: 221 Dizimistas Contribuintes: 109 (49%)

Valor Total: R$ 21.852,65


Jornal Nossos Passos - Março 2012  

Publicação mensal da Paróquia Senhor dos Passos. Arquidiocese de Feira de Santana.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you