Issuu on Google+

editorial Editora ECOAVENTURA PABX: (11) 3334-4361 - Rua Anhaia, 1180 Bom Retiro - SP - CEP 01130-000 www.grupoea.com.br Diretoria Farid Curi, Roberto Véras, Rubinho de Almeida Prado e Wilson Feitosa Diretor comercial Roberto Véras rveras@grupoea.com.br Diretor de redação Wilson Feitosa wfeitosa@grupoea.com.br Editora Janaína Quitério (MTb nº 45041/SP) jquiterio@grupoea.com.br DEPARTAMENTO DE JORNALISMO redacao@grupoea.com.br Redação Laercio Vinhas Jr. Nathalia Viana (estagiária) Tradutor David John Arte Gabriel Dezorzi, Marcello Binder e Paula Bizacho Fotografia Alexandre Tokitaka, Henrique Feitosa e Inácio Teixeira Correspondentes internacionais Fábio Barbosa e Voitek Kordecki Colaboraram nesta edição Alexandre Andrade, André Correa Carvalho, Antonio Carlos Cravo, Denis Garbo, Fernando de Santis, Geraldo Petersen, Juliano Salgado, Roberto Véras, Rubinho de Almeida Prado e Wilson Feitosa Consultores Alexandre Andrade e Eribert Marquez DEPARTAMENTO COMERCIAL Publicidade Salgado Filho comercial@grupoea.com.br Marketing Pedro Reis Distribuição e edições avulsas atendimento@grupoea.com.br Atendimento ao leitor sac@grupoea.com.br Assinaturas assine@grupoea.com.br A Revista ECOAVENTURA é uma publicação mensal da Editora ECOAVENTURA Ltda.. Distribuição com exclusividade para todo o Brasil: Fernando Chinaglia Comercial e Distribuidora S/A, Rua Teodoro da Silva, 907, tel. (21) 2195-3200. Os anúncios e artigos assinados são de inteira responsabilidade dos anunciantes e de seus autores, respectivamente. A Revista ECOAVENTURA está autorizada a fazer alterações nos textos recebidos, conforme julgar necessário. Nenhum colaborador ou funcionário tem o direito de negociar permutas em nome da editora sem prévia autorização da diretoria.

Assinaturas: (11) 3334-4361

Sonhos de verão A pesca esportiva em muitos aspectos se assemelha a um jogo. Há quem entre no duelo para, invariavelmente, ganhar: quanto mais peixes fisgados, maior a cesta da satisfação. Outros pescadores contentam-se tão somente em participar dele — e se o passatempo resultar em vitória, ponto ganho! Para um e para outro, o fictício campeonato encerra-se no final do ano, época de contabilizar a pontuação obtida na planilha de objetivos e resultados alcançados. Assim, junto com o calor do verão irradia o momento de reorganizar as metas para o próximo ano. Como inovar no jogo seguinte? O que é preciso aprimorar nas futuras pescarias? Se o diferencial for alcançar melhores resultados, quem sabe o segredo não seja investir em técnica e equipamentos: que tal trocar a carretilha, adquirir um barco mais potente ou simplesmente turbinar a caixa de iscas? Já pensou em aprender novas modalidades? Deixar de lado as ideias preconcebidas a respeito do fly, por exemplo, apresentará a você novas leituras sobre o comportamento dos peixes: o que comem, onde estão agindo, qual o horário correto para testar a mosca certa etc. Por que não fazer de 2011 um marco para iniciar novas aventuras? Por exemplo: começar embarcando em um caiaque para ser rebocado por um gigante esportivo — de couro ou de escamas — nas águas continentais e, até mesmo, apaixonar-se perdidamente à primeira remada. No mar, opções também não faltam para inovar: deixe de lado o medo do enjoo e sinta como é bruta e gratificante a pesca vertical. Aventure-se nas águas azuis e prove a força de um peixe de bico, nem que seja somente uma vez na vida. Aproveite a cheia amazônica e sinta a emoção de pescar Bicudas, Cachorras, Matrinxãs e Apapás etc. até que a nova temporada de pesca em busca de Tucunarés reinicie. Acompanhado da família, vá a lugares aprazíveis, descubra praias, infiltre-se na cultura, prove os sabores, experimente as manifestações culturais, desfrute as emoções e a adrenalina dos lugares mais incríveis de nosso País e do mundo. Com tantos cenários paradisíacos, roteirizar uma única viagem dos sonhos fica até difícil. Mas não desanime: com um mapa nas mãos, eleja os peixes preferidos ou o lugar que quer compartilhar com os entes amados, verifique a temporada e a região respectiva — você terá 365 dias para tentar cumprir o objetivo. E, para que cada peça desse tabuleiro seja registrada passo a passo, não se esqueça de aperfeiçoar seus equipamentos e conhecimentos fotográficos — afinal, belas fotos têm o poder de reeditar grandes emoções e aventuras. Delírio? Desejos inalcançáveis? Não importa. Todos esses sonhos codificados delineiam-se nas 1.200 páginas anuais de conteúdo exclusivo oferecido por esta Revista. Pelo segundo ano, a ECOAVENTURA indica novos rumos e caminhos. Com um guia destes, o pescador que entrar nesse jogo de adrenalina reescreverá o ditado: “Um dia do peixe, muitos do pescador”. Boas festas e muitas emoções em 2011! Equipe ECOAVENTURA

Edição 15 — dezembro de 2010


Editorial_Revista Ecoaventura 15