Issuu on Google+


Ciência Política O êxito de uma campanha eleitoral eleitora dependerá, em grande parte, de seu grau organizacional, motivacional e da capacidade dos gestores em identificar, criar e manter o clamor das massas,, sem negligenciar, negligenciar é claro, a viabilidade iabilidade política e a aceitação da proposta do candidato, oferecendo respostas ao eleitorado, através de ações planejadas e da comunicação ágil, clara e persuasiva que consiga tocar o coração e a mente do eleitor, de tal forma que o mesmo sinta-se sinta impelido a propagar essa ideia. Toda ação em campanha, campanha para ra não dizer na vida política, deve ser sustentada em um planejamento estratégico de excelência.

O Cenário O IPDMI, após muito estudo e planejamento, detém hoje uma leitura atualizada da situação eleitoral na campanha de 2012/2014. 2012/2014 Em nosso estado - MS,, a exemplo do país,, as forças políticas são de certa forma polarizadas, de um lado o grupo que hoje se encontraa no poder, há 28 anos, comandado até este momento pelo Sr. André Puccinelli, Puccinel atual governador do estado, o prefeito da capital Sr. Nelsinho Trad, Trad além de pequenos partidos que formam a base aliada do governo e são mantidos pelo sistema; dee outro lado, lado o PT e alguns partidos que com alguma dificuldade vêm m se organizando para galgar novamente os degraus do poder, no pleito municipal de 2012. 2012 O PMDB e a situação – Detendo etendo o sistema, André Puccinelli indica seu candidato em 03 de março de 2012. Temos T dados que indicam a preferência deste pelo o Dep. Federal Edson Edson Giroto, que vem trabalhando nas bases e angariando aliados iados em pequenos partidos com pretensão de lançar chapas puras para a Câmara Municipal em 2012, financiando de certa forma a ação político-partidária político destes e de seus candidatos. candidat Esse grupo sinalizou que vai deixar essa definição para o início de março do corrente ano. Instituto Pantaneiro de Desenvolvimento Mental e Intelectual 2


Na pessoa do ex-governador governador Zeca do PT e do o Dep. Federal mais votado do PT no pleito eleitoral de 2010, 2010 o PT busca uma organização, organização passa a imagem de estar pronto para o embate. embate O presidente te do PT MS afirma que “o partido já tem rumo”, porém os interesses das lideranças do partido são conflitantes, pois Zeca eca tem reais pretensões tanto à Prefeitura da Capital quanto ao Governo do Estado, para o partido internamente, internamente ele pode ser um aglutinador, aglutinad mas fora do PT o mesmo apresenta a maior rejeição. Além do mais o ex-governador ex inviabiliza dentro do PT dois expoentes candidatos, candidatos respectivamente o Deputado Federal Vander Loubet e o Senador Delcídio do Amaral, no entendimento de nossa empresa.

Avaliação ação da caminhada Com a implementação dos treinamentos e com a implantação das novas ideias e técnicas, a IPDMI fará periodicamente uma análise das pesquisas eleitorais e com base nas informações coletadas, serão planejadas e ativadas as novas ações em busca busca do melhor desempenho do candidato.

Regiões de pesquisa eleitoral em Campo Grande - MS Instituto Pantaneiro de Desenvolvimento Mental e Intelectual 3


Base e Sistema Entendemos que os pré-candidatos pré candidatos que despontam para o pleito de 2012 são basicamente de dois grupos, candidatos de base e candidatos do sistema, vamos entender melhor o significado dessas dessas afirmações. • Candidatos de Base – São aqueles que possuem um nicho político bem definido, geralmente eleito em cargos cargos executivos, com um número invejável de votos e presença ostensiva na base. base • Candidatos do Sistema – São aqueles eleitos geralmente em cargos legislativos, puxados por Candidatos de Base durante uma campanha eleitoral. Para o pleito de 2012, entre os que despontam já como mo pré-candidatos pré podemos definir: Pré-Candidato

Definição

Possível vel Candidatura

Edson Giroto – PMDB

Candidato do Sistema

80%

Vander Loubet – PT

Candidato do Sistema

60%

Alcides Bernal – PP

Candidato Base/Sistema

60%

Reinaldo Azambuja – PSDB

Candidato do Sistema

70%

Paulo Siuffi - PMDB

Candidato do Sistema

10%

Luiz H. Mandetta – DEM

Candidato do Sistema

10%

Dagoberto – PDT

Candidato Base/Sistema

30%

Antonio João – PSD

Candidato Sistema

30%

Suel Ferraz

Candidato Indefinido

50%

Iara Costa PMN

Candidato Indefinido

50%

Além de outros candidatos de pequenos partidos com Chapa pura.

Instituto Pantaneiro de Desenvolvimento Mental e Intelectual 4


Análise SWOT (FOFA) Neste ponto, de acordo com nosso foco, apresentaremos a análise SWOT de um dos pólos que provavelmente irão protagonizar as eleições para a prefeitura municipal em 2012, especificamente especificamente o PT, pelo fato de que o cliente em questão é o pré-candidato pré Vander Loubet.

O que é a Análise SWOT? Basicamente camente é uma análise crítica das forças e oportunidades, fraquezas e ameaças dentro de um cenário, que no caso em questão é o PT-MS. PT Forças Fraquezas • Grande base política; política • Possível resistência ência por ter o nome e vinculado a processos • Grande quantidade de políticos; votos,, uma vez mobilizado e motivado; • Novo no partido; partido • Conexão vertical da • Interesses conflitantes conflitante Campanha para prefeito internos no PMDB; PMDB (Prefeitura Prefeitura e Governo do • Partido a muito tempo no Estado); poder; • Atuação parlamentar do • Inexperiência ência como Dep. Fed. Edson Giroto; Giroto Executivo; • Network dentro dos poderes • Não é popular; (conhece os caminhos); caminhos) • Dominado por forças • Capacidade de abrir portas; portas políticas íticas (No entendimento • Trabalhador; do eleitor); • Ampla coligação ão partidária; • Candidato do Sistema, sem base política; • Criativo e dinâmico; âmico; • Pouca abertura e • Bom relacionamento acessibilidade para com o interpessoal via internet; eleitor; • Serviços prestados como • Candidato carimbado; secretário ário de obras na capital.

Instituto Pantaneiro de Desenvolvimento Mental e Intelectual 5


Oportunidades Ameaças • Espólio político, ítico, manutenção manuten • Não ão se eleger no primeiro da prefeitura; turno; • Possibilidade de se • Mobilização ão do PT e PSDB; PSDB consolidarr como executivo; • Crescimento lento nas • Demonstrar ao eleitor seu pesquisas eleitorais; eleitorais verdadeiro valor; • Falta de ligação ão com a base; • Por em prática ática seus próprios pr • Concorrentes dentro de seu planos; próprio óprio grupo político; pol • Consolidar-se se como grande • Possibilidade do PT entrar liderança política ítica no estado; unido e coeso nesta eleição; eleiç • Grande projeção ão política pol • Lançamento de muitas futura; candidaturas a prefeito; • Rejeição;

NOSSO OBJETIVO: OBJETIVO Fazer com que a equipe e os envolvidos no processo mudem sua forma de pensar e de agir.

Instituto Pantaneiro de Desenvolvimento Mental e Intelectual 6


Conheça-te a ti mesmo... Traçar perfil comportamental do pré-candidato candidato a prefeito do PT Vander Loubet e de toda sua equipe, através das parcerias parcerias com as empresas abaixo especificadas.

Conheça seus generais! É de grande importância que todo líder conheça os membros de sua equipe e respeite suas individualidades. Há pessoas que apresentam um conjunto de características aracterísticas comuns e através delas podemos dizer que a maioria das pessoas se enquadra dentro de um dos tipos a seguir: Organizador: geralmente é atento aos detalhes práticos, organiza e coordena as tarefas, elabora cronogramas, listas de tarefas. Tende a ser calmo, disciplinado e metódico. Para lidar com este tipo é bom ter uma boa quantidade de gráficos e esquemas. Realizador: é aquele tipo “mão na massa”, é uma pessoa de ação. Geralmente é extrovertido, impulsivo e às vezes impaciente, temperamental e briguento. Normalmente faz primeiro e pensa depois. É preciso ser calmo e racional para levar esse profissional na direção correta. “Veste a camisa”: pessoas que vestem a camisa querem manter o grupo unido, procuram dar apoio aos colegas e realizam as tarefas tarefas dos outros em detrimento das próprias. É simpático, leal, amigo e detesta discussões, não gosta de ofender ninguém. A melhor maneira de lidar com este tipo é encorajá-lo lo a expor suas sugestões e a ser mais positivo.

Instituto Pantaneiro de Desenvolvimento Mental e Intelectual 7


Pensador: é aquele cheio de ideias e sugestões. Geralmente é criativo, mas nem sempre bom em detalhes. Precisa ser tratado com cuidado, com elogios e incentivo. Controlador: Gosta de manter as coisas sob o seu controle. Às vezes se diz meticuloso e escrupuloso, escrupuloso enquanto os outros o vêm como obsessivo. É aquele que lembra ao grupo o sentido de urgência, urgência, ajudando para que o cronograma seja cumprido. É preciso atenuar suas preocupações e manter os ânimos calmos quando surgir algum conflito entre ele e os componentes do grupo. Analisador: Parecee normalmente isolado da equipe, um pouco alheio e distante. Analisa todas as ideias e ações cuidadosamente antes de chegar a uma opinião. Nem sempre é aquela pessoa de quem os colegas gostam, mas geralmente esses o ouvem com respeito e seus comentários são sã aceitos pela equipe. É muito útil para acalmar os colegas mais impulsivos. O ideal é aproximá-lo lo mais da equipe durante as discussões. Busque conhecer seus colaboradores. Entenda Entend que as pessoas são diferentes, em função do que herdam de seus antepassados antepassados e também em função da maneira como foram criadas, da sua experiência de vida. Veja por exemplo o caso de crianças adotadas: mesmo não tendo o sangue da família que as adotaram ficam muito parecidas com os pais adotivos. Respeite as diferenças entre as pessoas. pessoas. Trabalhe no sentido de melhorar o relacionamento entre os membros da equipe. O sucesso não será só da equipe: com certeza será seu também.

Instituto Pantaneiro de Desenvolvimento Mental e Intelectual 8


Quadrado Aplicação de oficina ficina prática visando demonstrar através de exercício, as limitações da visão e do pensamento do indivíduo envolvido no processo. processo Objetivo: Potencializar otencializar a capacidade mental de soluções dos problemas, criando musculatura intelectual e ainda desenvolver desenvolv a autoconfiança. confiança. Forma: Proporcionar ao indivíduo a ressignificação re significação de seus conceitos e crenças limitantes, fazendo com que ele, ele em um situação adversa, adversa busque soluções internas para torná-la torná favorável,, superando assim essas limitações. Resultado: Amplia seus horizontes passando a ter uma nova forma de pensar e agir tornando--se, portanto, potencialmente mais criativo. Através desta oficina você poderá criar um grande diferencial para sua equipe, um upgrade, conseguindo um feedback individualizado, que implicará diretamente em uma força multiplicadora de suaa capacidade de captação e manutenção de votos. Ainda neste enfoque, apresentamos e implementamos como complemento, a Oficina do LIXO, LIXO, onde os indivíduos em equipe são expostos a uma situação adversa, na qual com recursos limitados limitad precisam utilizar de muita criatividade para o desenvolvimento de uma campanha eleitoral vitoriosa.

Instituto Pantaneiro de Desenvolvimento Mental e Intelectual 9


Livro de Medicina

Informação formação  Conhecimento  Ação  Inovação

Estratégia

Conquistar  Manter  Doutrinar  Enviar (Executar)

Instituto Pantaneiro de Desenvolvimento Mental e Intelectual 10


Características dos envolvidos na campanha • • • •

Pescador Agricultor Médico Cobrador de impostos

Pescador

Agricultor

Médico

Cobrador de Impostos

Instituto Pantaneiro de Desenvolvimento Mental e Intelectual 11


Operacionalidade do Projeto O projeto em questão será executado e gerenciado através de um pool de empresas em parceria abaixo relacionadas:

Instituto Pantaneiro de Desenvolvimento Mental e Intelectual 12


EGiroto PLAN