Issuu on Google+

Sempre ao lado do povo Prestando contas do mandato 2009-2012 e apresentando novas ideias para S達o Paulo


2

JAMIL MURAD VEREADOR


Ao povo de São Paulo Mais do que uma prestação de contas, esta revista é uma maneira de dizer que espero poder contar com o seu voto e com o seu apoio para continuar o esforço de construir uma São Paulo mais humana, solidária e desenvolvida

H

á  quase quatro anos, eu iniciava meu pri-

meiro mandato como vereador de São Paulo. Embora não se tratasse da minha estreia no parlamento – ocorrida 18 anos antes na Assembleia Legislativa –, aquele fora um momento ímpar. No dia 1º de janeiro de 2009, eu renovava o compromisso com o povo paulistano, em especial com aquela fatia mais simples da população: os trabalhadores que constroem, dia após dia, esta grande metrópole. Hoje, olhando para trás, vejo o quanto a escolha de concorrer à Câmara Municipal foi acertada. E o quanto sou grato aos que deram a mim seu voto de confiança. Como vereador, é verdade que vi muito sofrimento, muitas mazelas, enfim, as muitas faces da desigualdade de uma cidade que cresceu rapidamente, mas que não conseguiu ainda dividir sua riqueza. No entanto, é verdade também que esta foi uma das mais felizes experiências de minha vida. Afinal, me permitiu conhecer ainda mais a cidade que escolhi para viver há quase meio século, bem como os sonhos e as necessidades do povo. E assim pude contribuir para tornar concretas muitas ações que certamente ajudaram nossa população. Em 2012, busco me reeleger vereador em aliança com Fernando Haddad para prefeito e Nádia Campeão para vice na coligação que reúne PT, PCdoB, PSB e PP. Este apoio parte do pressuposto de que uma cidade com a importância de São Paulo deve estar sintonizada com os rumos que o Brasil tomou nos últimos dez anos. A partir da eleição de Lula – e aqui recordo o papel imprescindível do grande e saudoso líder João Amazonas, que foi o principal incentivador de sua candidatura desde 1989 –, milhões de brasileiros foram socialmente incluídos, houve maior distribuição de renda e mais desenvolvimento. O Brasil passou a ser visto como uma das principais nações do cenário econômico mundial.

Com Dilma Rousseff, o rumo foi mantido e estamos ao seu lado lutando pela concretização de um novo projeto nacional de desenvolvimento que enfrente a miséria e as injustiças sociais. No entanto, a capital paulista não acompanhou essas transformações. Hoje, tem de enfrentar uma série de problemas em diversas áreas, entre eles um que está brecando o seu progresso: o tamanho de sua dívida. Atualmente, 13% de sua arrecadação são usados para o pagamento da fatura com a União, situação que já se mostrou inviável. A renegociação deve ser feita visando aos interesses da cidade e não às vantagens meramente eleitorais. Além disso, questões estruturantes – como a viabilização de novas linhas e estações de metrô, os investimentos na saúde, na educação e em projetos de habitação popular, por exemplo – necessitam de uma parceria eficiente e comprometida entre as esferas municipal, estadual e federal em benefício do nosso povo. Por compreender que São Paulo é essencial para o país – e que, como vereador, posso contribuir para melhorar a cidade –, busco o apoio da sociedade para ser reeleito. Mais do que uma prestação de contas do meu mandato como vereador, esta revista procura mostrar um pouco mais sobre a minha vida; as ações que o PCdoB e eu pudemos executar em favor da cidade; a opinião de companheiros e companheiras que me acompanharam nesta e em outras tantas jornadas, além das minhas propostas para um segundo mandato. Esta revista é, também, uma maneira de dizer que espero poder contar com o seu voto e com o seu apoio para continuar meu esforço de construir uma São Paulo mais humana, solidária e desenvolvida. Um forte abraço, vereador

Jamil Murad JAMIL MURAD VEREADOR

3


JAMIL MURAD

Sempre Sempre vi no Jamil um político honesto e comprometido com o país e com uma cidade mais desenvolvida e humana. Ao longo de sua vida, ele tem atuado incansavelmente em favor do povo mais simples e trabalhador. Estamos juntos na luta para transformar São Paulo num lugar melhor para todos e sei que tenho no Jamil um companheiro que poderá contribuir muito nessa jornada. 4

JAMIL MURAD VEREADOR

ao lado do povo

Fernando Haddad, ex-ministro da Educação, candidato à prefeitura de São Paulo pela coligação “Para Mudar e Renovar São Paulo” (PT/PCdoB/PSB/PP)


UMA VIDA DE LUTAS, SEMPRE AO LADO DO POVO

Como médico do serviço público, Jamil Murad dedicou o melhor de si para construir o Sistema Único de Saúde (SUS), além de atuar no atendimento nos hospitais das Clínicas e do Servidor Público do Estado e como voluntário na periferia da cidade de São Paulo.

J

amil Murad nasceu no dia 20 de fevereiro de 1943 na pequena cidade de José Bonifácio, no interior paulista. Filho de descendentes árabes teve seu destino político traçado desde muito cedo. O pai fora vereador e chegou a ocupar a prefeitura da cidade, o que fez com que desde cedo o menino Jamil convivesse com o mundo político. Estudante de Medicina na USP de Ribeirão Preto, Jamil era ativista do centro acadêmico e, interessado na política brasileira que vivia então um momento de grande efervescência, foi às urnas no ano de 1963 para participar do plebiscito que garantiu a manutenção do sistema presidencialista – o que assegurou a permanência de João Goulart na condução do país até o golpe militar de 1964.

Luta pela democracia Inquieto na busca por caminhos que levassem o país a reconquistar a democracia e seguir um rumo de maior justiça, soberania e solidariedade, o jovem estudante encontrou no PCdoB em 1968 a resposta para seus anseios, passando a lutar por uma sociedade socialista. Portanto, Jamil tem de tempo de filiação pra-

Como diretor do Sindicato dos Médicos, Jamil foi liderança destacada na luta pela renovação sindical no Brasil e pela construção de uma central que unificasse os trabalhadores brasileiros. Com uma rica trajetória política e sindical, Jamil iniciou sua vida parlamentar em 1991 ao se eleger deputado estadual, defendendo o povo paulista na Assembleia Legislativa por três mandatos consecutivos até 2002, quando se elegeu deputado federal.

Meia-entrada: mais cultura para os jovens ticamente a metade dos 90 anos de existência do partido. Jamil e o PCdoB, foram inimigos irreconciliáveis da ditadura e participaram das mais variadas batalhas do povo até a derrubada do regime e restabelecimento da democracia. Como médico do serviço público, dedicou o melhor de si para construir o Sistema Único de Saúde (SUS), além de atuar no atendimento nos hospitais das Clínicas e do Servidor Público do Estado e como voluntário na periferia da cidade de São Paulo.

Quando se tornou deputado estadual, Jamil Murad levou para a Assembleia Legislativa uma rica bagagem que adquiriu nesses anos de luta, traduzida numa atuação sintonizada com as necessidades do povo paulista. Uma das vitórias de Jamil foi a Lei 7.844/92, que garante a meia-entrada para os estudantes, um instrumento essencial para ampliar o acesso dos jovens à cultura e ao lazer. Hoje, a meia-entrada é uma inquestionável conquista do povo, consolidada Brasil afora.

JAMIL MURAD VEREADOR

5


UMA VIDA DE LUTAS, SEMPRE AO LADO DO POVO

Combate à discriminação Igualmente importante foi a criação do SOS Racismo através de projeto do então deputado Jamil Murad. O programa conta com serviço telefônico gratuito que recebe denúncias de preconceito, além de ter convênios com diversas instituições a fim de garantir atendimento jurídico e psicológico às vítimas. Jamil também propôs a lei 9.281/95, que proíbe qualquer tipo de discriminação contra portadores de HIV nas escolas públicas e particulares.

Jamil garante milhares de postos de emprego O então deputado estadual também foi responsável pela lei 9.796/97, proibindo a instalação do autosserviço nos postos de gasolina, o que garantiu o emprego e o sustento de mais de 100 mil frentistas e seus familiares. Até hoje, os trabalhadores rendem homenagens ao parlamentar em agradecimento por sua dedicação à categoria.

Em defesa dos interesses de São Paulo e do país Além de propor uma série de projetos, Jamil também teve atuação destacada na Alesp em defesa do patrimônio público, dos trabalhadores, dos direitos humanos, da saúde, entre outros pontos. Ao longo de seus mandatos, o país passava por uma onda de privatizações; em São Paulo, não foi diferente. Por diversas vezes, Jamil usou a tribuna da Assembleia e fez debates e seminários em defesa das empresas públicas do estado e do país e da Petrobras como principal detentora do petróleo brasileiro. Jamil também foi atuante na denúncia contra o massacre do Carandiru, visitando o local logo após os assassi6

JAMIL MURAD VEREADOR

natos, cobrando investigação e punição dos responsáveis, defendendo os direitos humanos e a reformulação da política de segurança pública. Jamil sempre apoiou os professores da rede pública estadual e das universidades, inclusive quando ocuparam a Alesp por vários dias em outubro de 1993 em busca de melhores condições de trabalho e salário. O então deputado também intercedeu junto à PM cobrando respeito e garantias à integridade dos manifestantes. Companheiro dos trabalhadores das mais diversas categorias, dentre elas saneamento e meio ambiente, foram muitas as ocasiões em que o Sintaema, sindicato representante desses ramos de atividade no estado de São Paulo, recorreu a ele para intermediar o diálogo com o poder público e defender os interesses da categoria. O deputado defendeu ainda o impea­chment de Collor, a valorização do salário mínimo e a luta pela reforma agrária, apoiando ações do MST no interior paulista. Também foi um crítico ferrenho da política neoliberal aplicada por Collor e FHC, participando do Fórum Social Mundial e de outras instâncias de debate.


UMA VIDA DE LUTAS, SEMPRE AO LADO DO POVO Jamil federal, um incansável lutador Depois de exercer três mandatos como deputado estadual, Jamil passou a representar o povo paulista na Câmara Federal em 2003 após vencer as eleições na memorável campanha que levou Luiz Inácio Lula da Silva à Presidência da República. No Congresso, foi um deputado assíduo, atuante e coerente na defesa dos trabalhadores, da justiça social e de um novo projeto nacional de desenvolvimento capaz de promover mudanças estruturais no país. Por isso, Jamil apoia a reformulação da política econômica contra os juros altos; o crescimento com geração de emprego e distribuição de renda; a democratização da comunicação e as reformas agrária e urbana. Entre os vários projetos que apresentou, foi autor da PEC que altera o número de eleitores necessários à iniciativa popular no processo de elaboração das leis, com o objetivo de facilitar a participação do povo na política nacional. Também foi um ferrenho defensor da implantação da política de valorização do salário mínimo como forma de estimular o mercado interno e dar melhores condições de vida aos trabalhadores.

Recursos para educação, ciência e tecnologia Por entender que para se construir uma nação sólida e desenvolvida é preciso investir também na educação e na inovação, Jamil foi um dos deputados que mais trabalharam pela criação do Pró-Uni e pelo aumento dos recursos destinados às universidades públicas. O comunista também fez parte da Frente Par-

lamentar de Ciência e Tecnologia e batalhou por mais verbas para a área, ajudando inclusive a garantir o reajuste nas bolsas concedidas pelo CNPq. Em agradecimento por sua atuação, foi um dos poucos deputados da Câmara a receber homenagem do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológica do Ministério de Ciência e Tecnologia.

Pelo povo do campo e das cidades Jamil também foi membro da Frente Parlamentar de Saúde, contribuindo para a melhoria dos serviços prestados pelo SUS aos cidadãos e participou da CPI dos Planos de Saúde. Teve, ainda, participação direta na aprovação da lei das micro e pequenas empresas. Na Comissão de Constituição e Justiça, relatou o projeto que criou a Política Nacional de Agricultura Familiar e Empreendimentos Familiares Rurais, uma forma de estimular a produção e geração de renda no campo, e foi membro atuante na CPMI da Terra, que investigou a violência no campo.

Defensor da soberania e da solidariedade Em todo o seu mandato, Jamil denunciou as ações imperialistas, de­ f­en­­dendo a paz, a solidariedade entre os povos e a inserção soberana do país no cenário internacional. Lutou contra a entrada do Brasil na Alca e atuou a favor da integração regional da América Latina. Com sua rica e intensa atuação, Jamil deixou no Congresso as marcas que o acompanharam por toda a vida: a defesa intransigente dos interesses nacionais e do povo mais simples e trabalhador e a luta pelo socialismo. JAMIL MURAD VEREADOR

7


DIREITOS HUMANOS

Sintonizado com as necessidades da população

J

amil Murad foi eleito vereador por São Paulo em 2008 e desde sua posse, em 2009, tem se dedicado a buscar melhores condições de vida para o povo simples e trabalhador, responsável por fazer da cidade uma das mais importantes da América Latina. Para isso, trabalha com afinco em diversas áreas, tais como direitos humanos, saúde, saneamento, educação, cultura, transporte, direitos dos trabalhadores, entre outras. Para dar conta dos desafios da metrópole, Jamil atua criando leis que enfrentem questões importantes; votando em plenário conforme os interesses da população; destinando verbas via emenda parlamentar para ações que respondam às demandas da cidade; cobrando soluções por parte do poder Executivo; consultando a sociedade e dialogando com os mais diversos setores sociais. Com esse espírito, teve atuação destacada na presidência da Comissão de Direitos Humanos, Cidadania, Segurança Pública e Relações Internacionais (2011) e como membro da Comissão da Verdade municipal Vladimir Herzog, que vai ajudar a Comissão Nacional na elucidação dos crimes cometidos pela ditadura.

8

JAMIL MURAD VEREADOR

Enfrentando o crack D

esde que chegou à Comissão de Direitos Humanos, Jamil procurou lidar com a questão do crack pela perspectiva de que a dependência deve ser enfrentada com um conjunto de ações na área social e de saúde. Para Jamil, a segurança pública, a polícia, deve ser linha auxiliar, combatendo o tráfico. No que diz respeito ao consumo do crack, primeiramente é preciso preveni-lo e, no caso dos usuários, é necessário oferecer uma rede de atendimento psicossocial que responda aos diversos níveis de dependência e possibilite a reinserção na família e na sociedade. Para isso, Jamil tem defendido que essa rede deve reunir os governos municipal, estadual e federal. Procurando ajudar na busca pelas melhores saídas, Jamil promoveu, através da Comissão, dois debates com especialistas no tema. A partir das visões ali apresentadas, o vereador passou a visitar centros de tratamento, a dialogar com a prefeitura e cobrar ações que viabilizem o tratamento dos dependentes. A intensa mobilização da sociedade, de lideranças e parlamentares resultou, por exemplo, na implantação do Complexo Prates, cuja filosofia vai ao encontro da tese defendida por Jamil e diversos especialistas.

Conheci o Jamil como meu aluno no interior de São Paulo e desde a escola ele já era uma pessoa diferenciada por fugir dos padrões do conservadorismo. Ele sempre foi assim: uma pessoa que vê na política a oportunidade de ascensão dos mais humildes. Ranulfo de Mello Freire, desembargador aposentado, foi um dos fundadores da Associação dos Juízes para Democracia


DIREITOS HUMANOS Direitos humanos, direitos de todos

Plenária de Participantes do 4º Encontro

Um dos destaques da atuação de Jamil na Câmara Municipal foi na presidência da Comissão de Direitos Humanos, Cidadania, Segurança Pública e Relações Internacionais. Jamil pôde se debruçar sobre uma série de questões e responder a diferentes necessidades da população mais carente, tornando-se referência para os mais diversos assuntos.

PROPOSTAS DIREITOS HUMANOS A construção de uma sociedade solidária, fraterna, que respeite a diversidade através de ações de combate ao preconceito racial, à homofobia e aos crimes de ódio. O enfrentamento à dependência de álcool, crack e outras drogas como problema de saúde pública.

Entre as características do Jamil está a sua luta incansável junto aos trabalhadores, seu compromisso ideológico com as bases de seu partido e, principalmente, sua luta pelos mais pobres.

A implantação de políticas públicas articuladas de assistência social, saúde, habitação e educação com o objetivo de diminuir a população em situação de rua.

Djalma Pedro da Silva, liderança de Sapopemba e mestre em História da Ciência pela PUC-SP

JAMIL MURAD VEREADOR

9


DIREITOS HUMANOS

Atenção a moradores de favelas e ocupações

J

amil Murad também intercedeu em favor das famílias que enfrentavam problemas de moradia. Recorreu ao Ministério Público, à Secretaria de Habitação e a outros órgãos da Prefeitura e até mesmo à Secretaria de Segurança Pública do Estado buscando soluções para problemas como: o uso de violência nas desocupações, o remanejamento de moradores de áreas de risco e a inclusão de dezenas de pessoas em programas sociais de renda e habitação. Assim foi com moradores de duas ocupações – na Avenida Presidente Wilson (Mooca), e no antigo prédio do INSS da Rua Martins Fontes (Centro) – e da Favela do Boqueirão (Ipiranga).

Jamil se reúne com moradores de ocupação da Av. Presidente Wilson

PROPOSTAS

Moradores de ocupação pedem ajuda à Comissão de Direitos Humanos

10

JAMIL MURAD VEREADOR

Uma política democrática de regularização fundiária, garantindo segurança jurídica com relação à posse do imóvel, e de urbanização de favelas, dando condições dignas de saneamento básico, eletricidade e pavimentação de ruas;

HABITAÇÃO

A ampliação de compra de terrenos para construção de casas e apartamentos, para diminuir o déficit habitacional da cidade.


DIREITOS HUMANOS

Um olhar especial à população em situação de rua

J

amil também foi atuante na defesa dos direitos da população em situação de rua. Denunciou casos de abusos e agressões por parte de agentes da Guarda Civil Metropolitana e se dedicou a apurar casos de assassinatos. Para isso, cobrou junto à Prefeitura mudanças na conduta dos agentes públicos e atenção especial nas investigações sobre as mortes de catadores encontrados carbonizados. Também visitou albergues a fim de verificar seu funcionamento e defendeu o aumento e a melhoria dos locais e do atendimento a essa população.

Jamil recebe documento de moradores de rua denunciando maus tratos da GCM

Ações combatem o ódio e estimulam a cidadania

A

busca por uma cidade mais humana tem sido um das metas de Jamil. Para isso, promoveu debates contra a discriminação racial e os crimes de ódio, inclusive a homofobia. Também é de sua iniciativa projetos de lei importantes, como o que possibilita a mudança de nomes das ruas que homenageiem violadores dos direitos humanos; outro que cria o Conselho Municipal de Direitos da Mulher; e um terceiro que obriga estabelecimentos comerciais a terem etiquetas de sinalização tátil a fim de garantir maior autonomia para os deficientes visuais.

Pela reforma agrária É histórica a participação de Jamil Murad na luta pela reforma agrária e, diante de prisão arbitrária do líder sem-terra José Rainha, o vereador dedicou-se a denunciar a injustiça e buscar apoio para sua libertação. Em agradecimento, Rainha declarou: “Tenho muito orgulho do MST e de ser aliado do PCdoB e do Jamil”.

João Ladislau Rosa, conselheiro e atual diretor de Comunicação do Cremesp

Convivo com Jamil desde que era estudante. Fomos da mesma diretoria do Sindicato dos Médicos de São Paulo. Jamil sempre lutou e luta pelas causas democráticas e justas. É defensor intransigente do repasse de mais recursos para a saúde pública e está sempre presente no movimento médico, nas lutas por melhores condições de trabalho e remuneração. Hoje, à frente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de São Paulo, dirige seus esforços para garantir o direito à saúde aos moradores desta cidade. A principal característica de Jamil é ser um homem digno, merecedor de nosso respeito.

Jamil participa de ato do MST ao lado de José Rainha JAMIL MURAD VEREADOR

11


SAÚDE

Saúde: uma preocupação permanente

D

esde que iniciou sua militância política e social, Jamil Murad defende uma saúde pública abrangente e de qualidade. Por isso, trabalhou pela implantação do SUS e hoje continua lutando para que o paulistano tenha acesso a serviços eficientes em toda a cidade. Eleito presidente da Comissão de Saúde, Promoção Social, Trabalho e Mulher da Câmara Municipal de São Paulo, Jamil tem se dedicado a defender maior parceria entre as esferas municipal, estadual e federal e a cobrar do poder público o aperfeiçoamento dos serviços. Ao longo de seu mandato, fez vistorias em diversos locais de atendimento à saúde e destinou recursos para ajudar na solução de alguns dos problemas encontrados, contribuindo assim para a contratação de profissionais e para a compra de equipamentos e materiais em falta. Também são suas bandeiras a busca pela destinação de 10% dos recursos da União para a área e a luta contra os abusos dos planos de saúde, que prejudicam médicos e pacientes.

Ao lado dos movimentos sociais, Jamil defende o SUS

Jamil com o ministro Alexandre Padilha e os secretários estadual e municipal da Saúde, Giovanni Guido Cerri e Januário Montone

12

JAMIL MURAD VEREADOR

Jamil Murad é um político 100% comprometido com a saúde pública. Ao longo de sua vida, tem trabalhado pela implantação, ampliação e valorização do SUS, por maiores investimentos e pelos direitos dos profissionais da saúde, tudo para melhorar o acesso da população brasileira a uma rede universal e de qualidade. Em outras palavras, Jamil é um companheiro de luta para todas as horas na busca pela consolidação do SUS e garantia do bem-estar de nossa população. Alexandre Padilha, ministro da Saúde


SAÚDE

Ações concretas em favor do povo

D

urante seu mandato, Jamil conseguiu destinar uma série de recursos para melhorar vários equipamentos públicos de saúde. Assim, foi possível a aquisição de berços para recém-nascidos e crianças, camas hospitalares para o hospital Waldomiro de Paula , além de equipamentos para Unidades Básicas de Saúde da região centrooeste e para a AMA do Hospital Santa Marcelina, na zona leste.

Jamil visita o Hospital Santa Marcelina com o ministro Alexandre Padilha e a irmã Monique Bourget Com médicos e entidades da área, Jamil luta contra abusos dos planos e em favor da rede pública de saúde

Jamil Murad é um grande amigo médico. Sempre foi muito comprometido com as políticas de saúde, especialmente na área pública e sempre lutou pela qualidade do atendimento aos pacientes e em benefício dos cidadãos. Também é sensível a ações que diminuam as desigualdades sociais. Desde a época da ditadura, luta pela democracia e pela participação popular na política. Por tudo isso, é reconhecido, com todos os méritos, como um líder da saúde no Legislativo.

Florisval Meinão, presidente da Associação Paulista de Medicina

Jamil também possibilitou a compra de aparelhos de ultrassonografia para o Hospital Carmem Prudente, na Cidade Tiradentes, de raio-x e de colonoscopia para o Hospital Municipal José Storopolli e de cadeiras de rodas e macas para o Hospital do Servidor Público Municipal. Também foi por ação do vereador que se concretizou a reforma da UBS Jardim Carrãozinho, melhorando assim o atendimento aos seus usuários. JAMIL MURAD VEREADOR

13


SAÚDE

Projetos de Jamil beneficiam saúde da população Como legislador, Jamil Murad também tem contribuído – e muito – para melhorar o acesso do povo a uma saúde melhor. Conheça a seguir algumas de suas iniciativas Guia de Divulgação dos Serviços Relativos à Saúde da Mulher (lei 14.959/09) Através desta iniciativa do vereador Jamil Murad, a prefeitura passou a oferecer gratuitamente à população feminina livreto com informações sobre onde e como buscar serviços específicos, facilitando o acesso a toda a rede de atendimento e a informações que muitas cidadãs ainda desconhecem.

De olho nas Organizações Sociais

P

or meio do Projeto de Lei 307/11, Jamil busca implantar na cidade o processo de licitação para a escolha das organizações que administrarão os serviços de saúde. Também é de sua iniciativa o Projeto de Lei 308/11, que busca ampliar o controle social sobre as OS através da submissão de seus contratos ao Conselho Municipal de Saúde. Com essas duas medidas, Jamil quer proporcionar maior transparência e fiscalização sobre os recursos públicos administrados por entidades privadas.

Controle na gestão da saúde Iniciativa igualmente voltada para a transparência nos gastos públicos e a maior participação social nos rumos da saúde é o Projeto de Lei 385/10, que estabelece que o presidente do Conselho Municipal de Saúde seja eleito entre seus membros (hoje, o secretário municipal da pasta é automaticamente escolhido para a função).

Samu de São Paulo recebe certificação internacional de qualidade; Jamil prestigia trabalhadores e pede à Prefeitura que eles passem a ter plano de carreira

14

JAMIL MURAD VEREADOR


SAÚDE

PROPOSTAS A garantia do acesso à população aos serviços de saúde segundo suas necessidades. Que a secretaria de saúde assuma a gestão do SUS no município em harmonia com a Secretaria Estadual de Saúde e o Ministério da Saúde, implementando todos os programas de promoção, prevenção e atenção à saúde. A aplicação, pelo governo federal, de 10% das receitas da União no Sistema Único de Saúde (SUS).

SAÚDE

A criação de plano de cargos e salários para o Samu e demais categorias do funcionalismo público da saúde que necessitem de estruturação. A ampliação, a estruturação e a capacitação da rede de urgência e emergência.

A criação das condições necessárias para que haja mais médicos e demais profissionais de saúde, boa infraestrutura e equipamentos em todas as unidades de atendimento à saúde.

Que o poder público assuma a reforma e a moderO fortalecimento da rede nização da rede existente e implante novas unidades de saúde mental, com a ampliação do número dos onde for necessário. diversos tipos de Centros A redução dos riscos e de Atenção Psicossocial agravos à saúde por meio (CAPs), com ênfase no de ações de promoção e enfrentamento do crack e vigilância em saúde. demais drogas.

Jamil Murad é um amigo de longa data. Somos médicos, portanto, companheiros de profissão, e convivemos muito no começo dos anos 1970. De lá para cá, passei a acompanhar também a trajetória política desse grande homem público, a quem muito respeito e admiro. Apoio o Jamil porque o conheço e confio em sua capacidade de entender as necessidades do ser humano e de trabalhar pela saúde visando ao bem-estar comum. Pedro Chocair, professor livre-docente da Faculdade de Medicina da USP e diretor clínico do Hospital Alemão Oswaldo Cruz

Conheci Jamil Murad ainda em Ribeirão Preto, na Faculdade de Medicina da USP, quando ele era residente e eu, estudante. Já naquele momento, participava ativamente de passeatas e manifestações contra a ditadura militar, demonstrando grande talento para a política, para a busca de uma sociedade melhor e de uma saúde pública de boa qualidade e amplo alcance. Jamil sempre foi um político honesto sendo respeitado por todos.

Antônio Magaldi, professor de Medicina da USP

JAMIL MURAD VEREADOR

15


SAÚDE

Visão crítica sobre a vigilância em saúde na cidade

C

iente de que saúde também depende de boas condições de higiene, saneamento e meio ambiente, Jamil Murad tem defendido transformações estruturais na área sanitária. Ele foi um dos mais atuantes membros da CPI da Covisa, realizada em 2009, que analisou as condições de trabalho e de fiscalização da Coordenação de Vigilância em Saúde do município.

Projetos que melhoram as condições sanitárias

A partir dessa experiência, Jamil pôde constatar na prática aquilo que já sabia: há muitos problemas que precisam ser resolvidos nessa área, tais como a melhoria na estrutura de trabalho dos fiscais (hoje há poucos carros e funcionários); um acompanhamento efetivo dos diferentes tipos de estabelecimentos comerciais (tanto os que lidam com alimentos como os que estão direcionados a outras áreas, como saúde e educação) e das condições ambientais do solo e das águas da cidade, entre muitos outros pontos. No final dos trabalhos, a CPI fez uma série de indicações para que a prefeitura supere tais defasagens.

Programa Permanente de Incentivo à Cremação é lei - ao criar o projeto transformado na lei 15.452/11, Jamil queria lidar com três questões fundamentais: diminuir a contaminação ambiental pelo líquido resultante da decomposição dos corpos; minimizar o problema do abandono dos túmulos devido à falta de condições das famílias e lidar com a escassez de terrenos na cidade, direcionando as áreas livres para projetos de interesse público.

Além de contribuir nessas formulações, Jamil também elaborou projetos que procuram enfrentar alguns desses problemas:

Coleta e descarte de lâmpadas e medicamentos - também são de iniciativa do vereador dois projetos que propõem a logística reversa para estes produtos, de maneira que fabricantes e comerciantes sejam responsáveis também pelo seu recolhimento final. A medida é parte dos debates em torno da política municipal de resíduos sólidos e tem como objetivo evitar que substâncias poluentes sejam despejadas de forma imprópria no meio ambiente.

Na CPI da Covisa, Jamil inspeciona estabelecimentos comerciais. No detalhe, capa de publicação sobre a experiência de Jamil na CPI

16

JAMIL MURAD VEREADOR

Carnes sob cuidados veterinários – para ajudar na fiscalização das carnes, Jamil propôs a presença de veterinários em grandes atacadistas. Estes profissionais têm como uma de suas atribuições, garantidas por lei federal, a avaliação de produtos de origem animal, possibilitando que a qualidade da carne seja atestada antes de chegar à mesa do consumidor.


EDUCAÇÃO

Fator essencial para elevar a qualidade de vida

O

vereador Jamil Murad participa ativamente, desde 2009, da luta pela implantação da Universidade Federal da Zona Leste, intervindo junto ao Ministério da Educação e ao governo municipal e participando de reuniões e atos para pressionar as autoridades. Segundo Jamil, a Unifesp vai contribuir para levar educação à juventude e desenvolvimento para a região.

Apoio à formação profissionalizante

Ao lado de lideranças comunitárias, Jamil participa de abraço simbólico ao terreno da Unifesp e acompanha discurso de padre Rosalvino

Jamil Murad também foi o interlocutor, junto à prefeitura, no processo que levou à cessão de terreno ao Centro de Formação Profissional e Educação Ambiental Reciclázaro, na Mooca, entidade existente há mais de 10 anos e que atende pessoas em situação de rua.

A lei estadual da meiaentrada do Jamil foi muito importante, pois possibilitou aos estudantes mais acesso à cultura, esporte e lazer, tornando as cidades Alexandre mais democráticas.

Jamil participa de cessão de terreno para a entidade Reciclázaro

“Cherno” Silva, presidente da União Estadual dos Estudantes

JAMIL MURAD VEREADOR

17


EDUCAÇÃO

PROPOSTAS

EDUCAÇÃO

Jamil reúne especialistas em assistência social e psicologia para debater PL 280/09

Psicologia e serviço social nas escolas

mas como a ampliação do horário escolar por meio de atividades Atuando com entidades da área, Ja- esportivas e culturais, de maneira a conciliá-lo com a jornada de mil conseguiu aprovar na Câmara o projeto de lei 280/09, que institui trabalho dos funcionários do HC, o programa de psicologia e serviço e a falta de vagas para crianças nascidas em 2007 que estavam social na educação básica do município. A meta é contribuir com a fora da escola. melhoria do aprendizado e diminuir os casos de evasão, violência Direitos humanos e bullying na comunidade escolar, na grade curricular além de ajudar no enfrentamento de questões como gravidez precoO vereador apresentou também o ce, violência doméstica e sexual e projeto de lei 261/11 que inclui na dependência química, entre outras. grade curricular o tema de direitos humanos, uma maneira de estimular um comportamento mais Investimento na solidário e cidadão, melhorando educação Infantil as relações sociais na cidade. Em diálogo permanente com a população, Jamil Murad foi um Incentivo à leitura dos responsáveis por viabilizar a reforma da escola Antônio Branco Jamil é autor de projeto de lei que propõe o Programa Permanente Lefèvre, que fica no complexo do de Incentivo à Leitura, com o obHospital das Clínicas. Além disso, em articulação com a Prefeitura, a jetivo de estimular este hábito, facilitar o acesso às obras literárias, Superintendência do Hospital das Clínicas e o grupo de mães funcio- contribuir para a preservação da língua e da cultura nacional e para nárias do hospital, Jamil ajudou a a formação crítica da população. resolver na mesma escola proble18

JAMIL MURAD VEREADOR

A melhoria do ensino público através de projetos, destinação de verbas e programas que ajudem na valorização, capacitação e melhor remuneração do professor, aperfeiçoem o aprendizado e a relação entre alunos e profissionais da educação e melhorem a estrutura física das escolas. A ampliação das vagas nas creches através de redes próprias e conveniadas. O aumento no número das escolas com horário integral (Escola de Sete Horas). A ampliação do número de estabelecimentos de ensino de maneira que eles estejam mais perto da moradia dos estudantes, contribuindo para diminuir a lotação nas salas de aula.


Quando cursava a faculdade de direito eu participava das passeatas e certo jovem chamava atenção dos estudantes da USP. Em todos os eventos reivindicatórios, lá estava ele que não se restringiu aos discursos repetitivos, mas tinha uma preocupação por causas maiores que dizem respeito à humanidade. Daí a necessidade de mantermos Jamil Murad neste parlamento municipal. É a cidade e a população que dele precisam. Responsabilidade, seriedade, ética e eficiência no mandado parlamentar são sinônimos do companheiro Jamil Murad.

Vladimir Sacchetta, jornalista e produtor cultural

Padre Ticão, igreja São Francisco de Assis de Ermelino Matarazzo

Yvone Barreiros Moreira, presidente da Associação dos Oficiais de Justiça do Estado de São Paulo

Jamil Murad deve ter o dom da ubiquidade, capaz que é de estar em várias barricadas ao mesmo tempo. Mais de uma vez o encontrei participando de manifestação de excluídos e sem-teto da cidade, acompanhando estudantes pela melhoria do ensino público e marchando com militantes da resistência à ditadura em busca de verdade e justiça. Tudo isso num curto espaço de tempo de um dia. Assim é Jamil Murad, um parlamentar comprometido 24 horas com as causas populares.

Jamil é um parceiro de todas as horas nas lutas de nosso povo mais simples. Tem estado ao nosso lado trabalhando em favor da implantação da Unifesp na Zona Leste, do desenvolvimento da região, da saúde e da educação. Por tudo isso, acredito ser essencial continuarmos contando com o Jamil na Câmara Municipal para seguirmos conquistando melhorias para a nossa população.

Apoio Jamil Murad pelo seu forte compromisso com os socialmente mais vulneráveis, pela luta que desempenha pelos direitos humanos e pelo combate audacioso aos problemas da cidade em prol da igualdade humana.

Maria Stela Santos Graciani, coordenadora do Núcleo de Trabalhos Comunitários da PUC-SP

Exemplo de homem público, o companheiro Jamil Murad já deu inúmeras demonstrações, nos diversos cargos que exerceu e atualmente como vereador da cidade de São Paulo, de competência, seriedade, espírito democrático e, acima de tudo, compromisso com a população. Sempre presente nos debates sobre as questões importantes para a sociedade, trabalha incansavelmente pela construção de um País mais justo e desenvolvido. Murilo Celso de Campos Pinheiro, presidente do Sindicato dos Engenheiros no Estado de São Paulo (SEESP)

JAMIL MURAD VEREADOR

19


Cultura, ESPORTE E LAZER Defensor da diversidade que marca São Paulo como um dos principais polos culturais da América Latina, Jamil Murad apoia diferentes ações e foi um dos responsáveis por projeto de lei em defesa da liberdade de expressão e da manifestação dos artistas de rua.

Valorizar a cultura na cidade

Jamil participa de ato de artistas de rua em favor de projeto que incentiva a atividade

Celso Reeks, da Associação Artistas na Rua

Jamil Murad ajudou a iluminar um espaço que andava cada vez mais sombrio: as ruas de São Paulo. Seu apoio ao movimento e a criação do PL 489/2011 trouxeram fôlego aos nossos esforços por uma cidade mais bela, agradável e colorida. Jamil apresentou projeto que caracteriza as feiras livres como patrimônio histórico cultural de São Paulo e propôs a inclusão da Mostra do Mundo Árabe de Cinema no calendário oficial da cidade.

Como líder comunitário, ofereço o meu apoio e, ao mesmo tempo, parabenizo o amigo Jamil Murad por ser um vereador comprometido com as causas populares, com as mais variadas manifestações artísticas e culturais, como o samba, e também pelo trabalho que desenvolve na política. Jamil Murad dá ao povo uma perspectiva de humanização, com uma cultura parlamentar destinada a servir ao cidadão. 20

JAMIL MURAD VEREADOR

Darly Silva (Neguitão), presidente do GRCSES Escola de Samba Vai-Vai


CULTURA, ESPORTE E LAZER

Samba na veia

C

orintiano e apaixonado pelo samba desde menino, Jamil Murad sempre participou de atividades ligadas ao futebol e à música brasileira. E sempre busca incentivar as manifestações populares tipicamente brasileiras, por saber que elas traduzem a alma de nosso povo. Quando foram comemorados os 80 anos da Vai-Vai, escola de samba do peito e das mais tradicionais do país, Jamil homenageou a agremiação. Também é de iniciativa de Jamil a lei 15.204/10, que instituiu o Marco Zero do Samba na Rua da Glória, 961, Liberdade, onde foi fundada a Sociedade Recreativa Beneficente Esportiva do Lavapés, a mais antiga escola de samba em atividade na capital. Outra ação importante nessa área foi o total apoio às Quebradas Culturais, programações que levaram shows e atividades de valorização da cultura nordestina, do samba de raiz e de teatro à periferia da cidade.

Thobias da Vai-Vai, sambista

Falar de Jamil Murad é falar a verdade, é falar de um parlamentar que sempre foi coerente e humano em suas posições. Jamil Murad é desses políticos que fogem à regra: sua palavra não faz curva. Este sim justifica o salário que recebe, pois trabalha e trabalha muito. Eleitor honesto vota em político honesto, e não devemos ter vergonha disso.

À esq.: Jamil com Ataulfo Alves Filho e Tobias da VaiVai em uma das edições da Quebrada Cultural. Acima, Jamil com dirigentes e membros da Velha Guarda da Vai-Vai em sessão solene na quadra da escola

PROPOSTAS

CULTURA E ESPORTE

A reserva de, no mínimo, 1% do orçamento da cidade para investimentos em cultura. A implantação de, ao menos, uma Casa de Cultura por subprefeitura. A continuidade e a ampliação das Quebradas Culturais, que oferecem maior acesso à cultura e ao lazer em bairros periféricos. A ampliação das políticas públicas de incentivo e apoio aos desportistas paulistanos através da parceria entre Ministério do Esporte, governo do estado e prefeitura.

JAMIL MURAD VEREADOR

21


CULTURA, ESPORTE E LAZER

Arena Corinthians: mais desenvolvimento para a Zona Leste

J

amil Murad nunca fugiu de temas controversos, tendo sempre como foco os interesses da população de São Paulo. Por isso, mesmo em meio à polêmica sobre a destinação de incentivos para a construção da Arena Corinthians, Jamil defendeu a obra. Desde o começo, argumentou que o estádio ajudaria no desenvolvimento da Zona Leste uma vez que viabilizaria uma série de obras e melhorias no transporte, infraestrutura e saúde – que até então estavam engavetadas ou sendo feitas em ritmo lento – e atrairia investimentos privados e eventos culturais e esportivos. O vereador também defendeu a abertura da Copa em São Paulo como forma de estimular a economia da cidade e gerar emprego e renda para os paulistanos.

Acima, com o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, Jamil vistoria obras da Arena Corinthians; abaixo, ao lado de lideranças da Zona Leste, Jamil prestigia festa do dia dos trabalhadores para funcionários que trabalham na construção do novo estádio.

Ações em favor do esporte Defensor do esporte como instrumento da melhoria da qualidade de vida, Jamil também ajudou a população através da destinação de emendas para reformas e melhorias nos Clubes da Comunidade (CDC) Charles Goodyear, Lázaro Correa de Macedo e Bento Bicudo, no centro esportivo Savimar e na quadra poliesportiva da Rua José Melani, em Itaquera.

Wildner Rocha (Pulguinha), liderança e membro da diretoria dos Gaviões da Fiel

Gilmar Tadeu ALVES, secretário Especial de Articulação para a Copa do Mundo

22

JAMIL MURAD VEREADOR

Apoiamos o camarada Jamil Murad pelo seu histórico de lutas e compromisso com a sociedade paulista; por ele compreender nossas pautas de torcedor e estar lutando conosco em nossos trabalhos nas comunidades.

Seja como médico e sindicalista, seja como líder político e parlamentar, Jamil inspira a todos que procuram converter virtudes pessoais, como a honestidade, a coerência e a solidariedade, em marcas de uma exitosa vida pública. Com seu apoio na Câmara Municipal, São Paulo alcançou um dos maiores feitos de sua história – a abertura da Copa do Mundo de 2014 –, que vai impulsionar o desenvolvimento e a emancipação da Zona Leste.


TRANSPORTE

Por um transporte público amplo e eficiente

J

amil está atento aos graves problemas do transporte. Em seu mandato, fez parte da Comissão que trata deste tema na Câmara, promoveu debates e ajudou na busca de soluções. Para Jamil, é preciso haver uma parceria entre os governos municipal, estadual e federal para ampliar os investimentos e acelerar as transformações na área. Além disso, defende que o melhor para a cidade é aumentar a malha metroviária e desenvolver uma ampla e eficiente rede interligando metrô, trens e corredores de ônibus, capaz de chegar aos bairros mais distantes. Charge de Marcio Baraldi

Apoio aos metroviários

Transporte de GLP Diante de anúncio da restrição de circulação de caminhões em determinadas áreas da cidade, o vereador Jamil Murad apresentou projeto de lei que libera o tráfego para os transportadores do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP). Em consonância com as necessidades da população e da cidade, a proposta considera que tal combustível é essencial para o funcionamento de diversos setores comerciais, industriais e da área pública. Para discutir o tema e ouvir especialistas no assunto, realizou debate aberto à população em que ficou claro o caráter de utilidade pública do GLP.

Flávio Godói, membro da direção da Fenametro e ex-presidente do Sindicato dos Metroviários de SP

Nesses últimos 20 anos, os metroviários sempre puderam contar com o apoio de Jamil Murad. Ele sempre nos ajudou em nossas campanhas salariais e em todas as lutas das quais fizemos parte, intermediando negociações tanto em São Paulo quanto em Brasília. Apoiamos Jamil porque sabemos de sua capacidade, honestidade e de seu compromisso com a classe trabalhadora.

Quando era deputado federal, Jamil apresentou dois projetos de lei que valorizam os metroviários, ferroviários e metroferroviários. Um deles regulamenta tais profissões, unificando nacionalmente as normas que regem o exercício dessas atividades, fixando suas jornadas de trabalho em quatro faixas, de acordo com a atividade exercida pelo profissional. O outro projeto propõe o reconhecimento do dia 26 de outubro como Dia Nacional dos Trabalhadores Metroviários.

PROPOSTAS TRANSPORTE A priorização do transporte público com aumento dos investimentos em metrô, trem e corredor de ônibus visando à estruturação de uma ampla rede, mais integrada e eficiente, capaz de suprir as necessidades da população e de diminuir o uso de transporte individual e o tempo gasto nos deslocamentos.

JAMIL MURAD VEREADOR

23


URBANIZAÇÃO

Jamil visita famílias atingidas pelas enchentes no Jd. Pantanal

O

utra questão que ano após ano tira o sono dos paulistanos são as enchentes. Para Jamil Murad, a questão envolve ações de drenagem, saneamento, infraestrutura e programas habitacionais para a remoção dos moradores de áreas de risco.

Atento ao drama das enchentes Jamil é respeitado pela dedicação com que defende as causas populares e por sua capacidade de construção de consensos nas mais variadas situa-ções políticas. Com sua vasta experiência, exerce um vitorioso mandato de vereador na maior cidade do país. Sua atuação tem como missão lutar por uma cidade mais humana e menos desigual. A experiência acumulada como dirigente partidário, sindical e de outras frentes de luta faz de Jamil uma voz indispensável para o parlamento paulistano. 24

JAMIL MURAD VEREADOR

Jamil participou ao lado do povo de manifestações que pediam a resolução do problema, visitou moradores atingidos e promoveu debate. Com base nessas experiências, o vereador pôde dialogar com o poder público municipal e cobrar medidas afinadas com as necessidades da população.

Nivaldo Santana, ex-deputado estadual, vice-presidente do CTB e secretário sindical do PCdoB


URBANIZAÇÃO

Ações de Jamil melhoram urbanização

V

isando melhorar as condições de vida na cidade, Jamil destinou recursos para urbanização, pavimentação, obras e melhorias em diversos locais, como no Jardim Novo Grajaú, Parque Santa Madalena, Mooca e Capela do Socorro. Também possibilitou a construção de escadaria com acessibilidade em Sapopemba e reforma no ecoponto do Cupecê. O vereador ainda foi responsável pelas obras no centro comunitário do Jardim São Luís, no M’Boi Mirim, e pela drenagem e estabilização de talude em Ermelino Matarazzo.

PROPOSTAS

Planejamento urbano e meio ambiente

A execução das ações de preparação da cidade para a Copa do Mundo de 2014, em especial aquelas destinadas a se tornarem legados para o desenvolvimento urbano. Jamil dialoga com a população em busca de soluções

A ampliação dos programas de combate às enchentes. A promoção do planejamento e da construção de políticas públicas para o desenvolvimento urbano, que integrem equipamentos públicos e ações com vistas a melhorar a qualidade de vida dos cidadãos com a implementação de um plano diretor estratégico.

Apoio ao IPTU Progressivo

Uma política de resíduos sólidos adequada às necessidades da cidade.

Jamil defende a aprovação do IPTU progressivo na cidade de São Paulo. A medida estabelece que os proprietários de imóveis ociosos, subutilizados ou não edificados localizados em zoneamento voltado para habitação social e na Operação Urbana Centro deverão provar que o imóvel cumpre a função social da propriedade urbana. Quem não comprovar isso, terá aumento gradativo do IPTU até o teto de 15%.

A ampliação de recursos para as cooperativas de material reciclado, pelo aumento dos ecopontos, das usinas de material reciclado e do transporte destinado à coleta seletiva. JAMIL MURAD VEREADOR

25


TRABALHADORES

Em defesa dos trabalhadores, por um novo projeto nacional de desenvolvimento

J

amil Murad sempre esteve presente nas principais lutas dos trabalhadores e ajudou a organizar a 1ª e a 2ª Conferência Nacional da Classe Trabalhadora, ocorridas em 1981 e em 2010. Ao longo dessas décadas, Jamil sempre traba­lhou por uma política permanente de reajuste do salário mínimo e de valorização do trabalho e esteve ao lado de várias categorias profissionais em defesa de seus direitos.

Ao lado de Wagner Gomes, da CTB, Jamil chama trabalhadores a lutarem pelo desenvolvimento

Wagner Gomes, presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB)

Jamil sempre esteve a serviço dos trabalhadores das mais diversas categorias. Toda vez em que foi chamado, atendeu ao movimento sindical independentemente da filiação da entidade. Tem sido defensor do desenvolvimento e participou do processo que levou à valorização do salário mínimo. Sua reeleição é extremamente importante para que São Paulo continue tendo na Câmara um digno representante da classe trabalhadora. 26

JAMIL MURAD VEREADOR

Mesmo depois de muitos avanços, hoje o Brasil segue enfrentando o desafio de crescer de forma contínua e justa. O país começou a reduzir os juros, porém essa política deve ser combinada com investimentos em ciência, tecnologia e inovação com o objetivo de recuperar a capacidade competitiva da indústria nacional e gerar mais empregos. Para defender essas ideias, Jamil participou com as centrais sindicais e representantes do setor produtivo do ato contra a desindustrialização, realizado em abril de 2012. Na ocasião, defendeu que era preciso mudar a atual lógica econômica, que beneficia o mercado financeiro, por outra que privilegie um novo projeto nacional de desenvolvimento com geração de empregos e distribuição de renda.

Mais empregos na periferia Jamil também defende a descentralização, por meio de incentivos e subvenções, dos centros geradores de emprego. Assim, torna-se interessante às empresas se instalarem nos bairros mais distantes, diminuindo o intenso tráfego de pessoas que diariamente saem dos bairros em direção ao centro. Dados recentes mostram que o equivalente à população do Uruguai – ou seja, mais de três milhões de pessoas – deixa a periferia todos os dias para trabalhar no centro expandido.


TRABALHADORES

Lado a lado com os trabalhadores da cidade

C

omo vereador, Jamil também vem se posicionando contra qualquer redução dos direitos conquistados. Logo no primeiro ano de seu mandato, realizou uma audiência pública para discutir as reivindicações dos trabalhadores dos Correios. Durante a sua atuação na CPI da Covisa, Jamil fez a defesa intransigente dos agentes de zoonoses – que tinham de trabalhar a pé, sem uniformes e sem proteção contra doenças – e dos trabalhadores de telemarketing que, por causa da pressão das empresas para o cumprimento de metas, são vítimas de depressão e de alto índice de estresse. Jamil também ergueu a voz contra a intenção dos empresários de ônibus, por meio de seus representantes na Câmara, de acabarem com a função de cobrador. Sua atuação, juntamente com a de outros parlamentares, conseguiu barrar a proposta, garantindo milhares de empregos. O vereador também tem defendido e votado por melhorias nos salários dos funcionários municipais, essenciais para o funcionamento dos serviços públicos da cidade.

Rene Vicente dos Santos, presidente do Sintaema

Jamil tem sido um grande parceiro na luta em defesa dos trabalhadores do saneamento e meio ambiente no estado de São Paulo. Sempre que precisamos, ele está presente defendendo os interesses da classe trabalhadora. Por isso, sempre estivemos com o companheiro Jamil Murad.

Pelos direitos dos comerciantes de rua

O

vereador tem sido importante interlocutor dos comerciantes de rua junto à prefeitura e defendido maior diálogo entre as partes e o fim do uso da violência. Recentemente, quando a prefeitura suspendeu os Termos de Permissão de Uso dos ambulantes, Jamil mais uma vez defendeu os seus direitos e apresentou voto de congratulações pela atuação da Defensoria Pública do Estado em favor desses trabalhadores.

Em plenária na Câmara, Jamil defende direitos dos ambulantes

Comerciantes podem continuar de portas abertas

J

amil Murad também foi um dos autores da Lei Municipal 15.499/11, que permite aos comerciantes com negócios instalados em imóveis sem alvará de funcionamento continuar de portas abertas enquanto buscam a regularização. A legislação institui uma licença provisória com validade de até quatro anos.

PROPOSTAS

FUNCIONALISMO PÚBLICO

Valorizar os trabalhadores da administração pública direta, das empresas e das autarquias municipais por meio de melhorias salariais, formação continuada e plano de carreira adequado. JAMIL MURAD VEREADOR

27


HOMENAGENS

Jamil homenageia exemplos de contribuição à sociedade

U

m vereador de uma cidade como São Paulo, que tem mais de 450 anos de história, forjada em um processo de contradições e pluralidade, bebe em muitas fontes para poder escolher caminhos que beneficiem a sociedade paulistana.

Paulo Pedrini, coordenador da Pastoral Operária Metropolitana, recebe homenagem por Dom Paulo

Dom Paulo Evaristo Arns Dom Paulo Evaristo Arns, histórico defensor dos direitos humanos que Jamil conheceu ainda nos tempos de chumbo da ditadura militar, é um dos nomes mais importantes do país na luta pela igualdade e contra a injustiça social. Ele foi agraciado com a Salva de Prata da Câmara Municipal no dia 3 de outubro de 2011 em um evento emocionante que atraiu lideranças sociais, políticas e culturais.

Foto: Amanda Louisi

Uma dessas fontes é o exemplo de homens e mulheres que contribuíram ou ainda contribuem para o desenvolvimento tecnológico, social e humano da cidade. O vereador Jamil Murad sabe que a história do povo paulistano é construída por muitas mãos que trabalham em áreas diferentes, mas têm o mesmo objetivo: o progresso. Por isso, homenageou algumas personalidades e instituições que retratam um árduo trabalho em busca do progresso.

28

JAMIL MURAD VEREADOR

Dom Damaskinos Mansur Também é de Jamil Murad iniciativa de propor à Câmara o Título de Cidadão Paulistano ao arcebispo Dom Damaskinos Mansour, da Igreja Ortodoxa Antioquiana e Arquidiocese de São Paulo, por sua contribuição à união da comunidade árabe na cidade e pelo seu contínuo diálogo e relação fraterna com lideranças de todas as religiões.

Babalorixá Pai Jamil Rachid Outro homenageado foi o Babalorixá Pai Jamil Rachid, reconhecido por respeitar a diversidade e exigir direitos iguais para todas as religiões. Ele recebeu o título de Cidadão Paulistano no dia 16 de novembro de 2009.


HOMENAGENS

Ernst W. Hamburger, físico, professor aposentado da USP

Agradeço ao ilustre vereador Jamil Murad pela proposta e organização da bela homenagem póstuma prestada pela Câmara Municipal a Amélia Império Hamburger por sua luta pela educação, ciência e democracia.

Amélia Hamburger Família Hamburger recebe homenagem de Jamil. Atrás, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso

A física Amélia Hamburger, da Universidade de São Paulo, falecida em abril de 2011, foi homenageada por seu papel no desenvolvimento da ciência e da tecnologia no país e por sua luta pela democracia durante a ditadura. À sua família foi entregue a Medalha Anchieta e o Diploma de Gratidão da cidade em um evento que reuniu renomadas lideranças acadêmicas no dia 26 de setembro de 2011.

Representantes da Irmandade recebem comenda

300 anos da Igreja dos Homens Pretos de São Paulo A luta contra a discriminação e pela afirmação da cultura negra explicitada pelos 300 anos da igreja Nossa Senhora dos Homens Pretos de São Paulo não podia ficar de fora desses exemplos. A garra dessa instituição também norteou o trabalho do vereador, que a homenageou com a entrega da Salva de Prata da Câmara Municipal no dia 9 de dezembro de 2011.

Fachada da igreja que fica no Largo do Paissandu

Tenho uma lembrança do Jamil que é difícil de esquecer. Há quatro anos, em uma manifestação do Dia Internacional da Mulher, a polícia foi para cima dos manifestantes e quando olhei para o lado, estávamos o Jamil e eu segurando os policiais. Por esses e outros exemplos, Jamil é companheiro de muitos anos, um combatente, além de ser um vereador preocupado e que ama essa cidade. Denise Santana Fon, jornalista e militante política

Conheço Jamil Murad há mais de duas décadas. Político na sua essência, com a sensibilidade que só os verdadeiros possuem, pois está sempre voltado para a causa dos mais necessitados. Temos a honra, minha família e eu, de sermos seus eleitores. Ary Casagrande, desembargador aposentado do Tribunal de Justiça de São Paulo

JAMIL MURAD VEREADOR

29


SOLIDARIEDADE INTERNACIONAL

Jamil: histórico defensor da paz Causa palestina

A

conquista do Estado palestino e a liberdade do seu povo – além da defesa do mundo árabe contra as interferências ocidentais – também são bandeiras que se confundem com a trajetória política do vereador Jamil Murad. Por isso, realizou diversas ações: aprovou moção em defesa do Estado da Palestina; organizou debates para esclarecer a sociedade paulistana sobre o tema e participou de atos e manifestações políticas.

N

a juventude, Jamil Murad acompanhou e se espelhou na saga do povo cubano. Até hoje, é solidário ao país e sempre participa e ajuda a organizar atos e manifestações pró-Cuba e contra ataques de setores da direita. Para debater o assunto com a sociedade paulistana, o vereador organizou, durante seu mandato, um ato de solidariedade a Cuba e um debate sobre a atualização do programa socialista. O exemplo de solidariedade internacional não se restringe ao país de Fidel Castro. Jamil defende a soberania dos povos, a paz e a fraternidade como fatores essenciais para o progresso da humanidade e para a conquista da igualdade entre os homens. Jamil foi um dos parlamentares que receberam o líder sul-africano Nelson Mandela na Alesp em 1991

Em 2004, quando era deputado federal, Jamil esteve na Palestina visitando o presidente Yasser Arafat. Em carta, o líder árabe ressaltou a solidariedade de Jamil para com o seu povo: “Consideramos extremamente valiosa a vossa postura solidária, humana e nobre bem como a de todos os amigos da Liga Parlamentar Brasil-Países Árabes. Temos muito orgulho do vosso importante papel no fortalecimento e estreitamento das relações Árabe-Brasileiras, bem como da elevação dessas relações às mais altas posições”.

Jamil Murad é uma referência de solidariedade no Brasil. Demonstrou ser militante apegado às causas justas, em especial pela Palestina. Temos grande consideração pelo que ele tem feito em favor de nosso povo. Com certeza, seu nome estará sempre na memória coletiva dos palestinos como um amigo e um defensor da justiça. 30

JAMIL MURAD VEREADOR

Ibrahim Alzeben, embaixador da Palestina no Brasil


Generosidade, solidariedade e compromisso são as marcas da atuação do Jamil ao longo de toda a sua vida, tanto na esfera pública como privada. Admiro sua dedicação abnegada à política sempre visando ao bem-estar do povo mais humilde. Para mim, é um privilégio poder acompanhá-lo nessa jornada ao longo dos últimos 30 anos.

Júlia Roland, companheira de Jamil Murad e dirigente nacional e estadual do PCdoB

Falar do Jamil não é uma missão fácil, pois ao falar de alguém unânime, havia o risco de me tornar repetitivo. Por isso, demorei para encontrar palavras que representassem de fato sua importância para mim. E encontrei a mais simples e mais representativa: PAI.

Netinho de Paula, vereador

Conheço Jamil Murad através do reconhecimento das pessoas por sua generosidade permanente. Tenho por ele uma especial gratidão, pois num momento delicado da saúde de minha mãe, ele foi o primeiro amigo que se fez presente. Jamil Murad já provou que tem compromisso com o povo que vive nesta cidade. É um homem capaz de gestos nobres para ajudar as pessoas e merece o nosso voto de confiança. Leci Brandão, deputada estadual (PCdoB-SP)

Wander Geraldo da Silva, presidente do Comitê Municipal do PCdoB de São Paulo

Jamil Murad é um parlamentar que sempre se dedicou às causas importantes dos setores populares e dos trabalhadores, sendo imprescindível para o povo de São Paulo. Com toda a sua experiência, nos últimos quatro anos, como vereador da capital, tem atuado de forma incansável para garantir melhores condições de vida ao povo paulistano. Além disso, Jamil Murad é um militante exemplar da construção de um Brasil socialista e do PCdoB.

Expediente Esta é uma publicação da campanha Jamil Murad vereador PCdoB 65123 Edição, redação e diagramação: Priscila Lobregatte, Ana Flávia Marx e Cláudio Gonzalez Fotos: acervo pessoal e do mandato do vereador Jamil Murad, Alesp e CMSP CNPJ Gráfica: 06.877.266/0001-01 / CNPJ candidato: 15.852.229-0001-21 Tiragem: 10 mil exemplares

Escritório político: Rua Maria Paula, 122, 7º andar, conjunto 702 Centro - S. Paulo - SP - CEP 01318-900 Telefones: 3105 2771 e 3105 2935 www.jamilmurad65123.com.br

Acompanhe as novidades da campanha também pelas redes sociais. Procure pelo perfil de Jamil Murad no Facebook, Twitter, Flickr, Picasa e Youtube


JAMIL TEM O NOSSO APOIO

Pedro Bigardi, deputado estadual (PCdoB-SP)

Nádia Campeão, candidata à vice-prefeita de Fernando Haddad

Conheço Jamil Murad há mais de 33 anos e sempre acompanhei sua luta abnegada pela democracia, pelas liberdades, pela soberania nacional e pelo socialismo em nosso país. Jamil tem se dedicado especialmente à defesa dos direitos do povo em São Paulo como deputado estadual, deputado federal e agora vereador da capital. Este é meu testemunho da grande responsabilidade de Jamil na luta pelos direitos dos trabalhadores paulistanos. O Jamil é reconhecido por sua luta pelo povo e pelo PCdoB. Sua capacidade ampla de diálogo faz dele uma das figuras mais respeitadas e admiradas na política do estado de São Paulo e do Brasil. Esse político leal e correto foi referência na minha decisão de vir para o PCdoB há cinco anos.

O Jamil é um militante muito valoroso, sempre preocupado e que coloca a construção do PCdoB em primeiro lugar em todas as suas atitudes. Como líder da bancada cumpriu um papel imprescindível nesses quatro anos como vereador, sempre na luta por uma cidade com justiça social e democrática para o povo paulistano.

Jamil Murad é um homem íntegro e honesto. Foi uma referência para que eu entrasse no PCdoB. Juntos, lutamos por mais justiça social, distribuição de renda e desenvolvimento. Jamil é nome indispensável para a política nacional e vereador imprescindível para que a cidade de São Paulo esteja sintonizada com os novos tempos vividos pelo país. O vereador Jamil precisa continuar como vereador em São Paulo. Político sério, honesto, competente e compromissado com as causas populares e com o interesse público, ele tem o meu apoio!

Conheço o Jamil Murad há mais de 30 anos, uma trajetória completa de dedicação ao povo e de amor ao Brasil, sempre na linha de frente dos compromissos com o país e os trabalhadores. A recondução de Jamil Murad à Câmara Municipal é a segurança para o povo de São Paulo de uma voz firme em defesa de um futuro de democracia, direitos e elevação do padrão de vida do povo na maior metrópole desse país. Jamil é um símbolo dessa luta de São Paulo por um Brasil justo e democrático.

Renato Rabelo, presidente nacional do PCdoB

Protógenes Queiroz, deputado federal (PCdoB-SP)

Simão Pedro, deputado estadual (PT-SP)

Aldo Rebelo, Ministro do Esporte


Revista Jamil Murad