Page 1

Ano XIII | Edição 150 | Semanal

Catalão-GO

De 29 de abril a 05 de maio de 2013

TSE confirma: Jardel Sebba é definitivamente prefeito de Catalão Os catalanos assistiram na noite da última terça-feira, 30, o capitulo final da novela sobre as eleições de Catalão que começou em outubro de 2013. O Tribunal Superior Eleitoral – TSE acatou o voto favorável do Ministro Marco Aurélio Mello e negou os dois agravos regimentais interpostos por Adib Elias (PMDB) que colocavam em dúvida o deferimento da candidatura de Jardel Sebba (PSDB) à prefeitura de Catalão. A vitória foi recebida em festa pela maioria da população. Depois do anúncio do TSE sobre a decisão feito por volta das 19:15h milhares de pessoas foram às ruas comemorar a terceira vitória do tucano.

Satisfeito, Jardel Sebba disse em seu perfil no Twitter que não temia outro resultado. “Sinceramente eu estava tranquilo quanto ao resultado do TSE, mas quando começaram a soltar fogos na segunda-feira, cheguei a preocupar.” O prefeito ainda afirmou que o dia entrou para história de Catalão já que numa única eleição derrotou os adversários peemedebistas por três vezes. “Ganhamos a eleição nas urnas, ganhamos o STJ e agora TSE. Quando perdi as eleições em 2004 e 2008 eu desejei sorte aos meus adversários do PMDB. Agora os peemedebistas perdem e querem ganhar no tapetão.”

Marina Silva visita Catalão para divulgar Partido Rede Sustentabilidade A ex-senadora Marina Silva esteve em Catalão nesta quinta-feira, 2, para cumprimento de compromissos políticos. Marina que disputou a Presidência da República em 2010 cumpriu uma extensa agenda de atividades, incluindo almoço com militâncias políticas, entrevista coletiva e uma palestra divulgada no Centro de Ensino Superior de Catalão – CESUC. Marina encontrou com o prefeito de Catalão Jardel Sebba (PSDB) durante almoço na residência do secretário municipal de Assuntos

Especiais, Fernando Safatle. Na ocasião foi discutida a criação do novo partido Rede Sustentabilidade. A ex-ministra pretende divulgar a criação de seu novo partido Rede Sustentabilidade e colher assinaturas para viabilização da legenda. De acordo com Fernando Safatle, assessor de Assuntos Especiais do Município, a ex-senadora promove campanha em todo o País para colher mais de 500 mil assinaturas com objetivo de registrar a Rede Sustentabilidade.

Rodrigão faz megafesta para os trabalhadores da Secretaria da Infraestrutura Cerca de 2 mil pessoas lotaram as dependências do Almoxarifado da Prefeitura de Catalão na noite desta segunda-feira, 29, para participar da festa antecipada das comemorações pelo Dia do Trabalho. Organizada pelo vice-prefeito, Rodrigo Carvelo ‘Rodrigão’, o evento contou com a participação de servidores da prefeitura lotados na Secretaria da Infraestrutura, sindicalistas, secretários municipais e do prefeito Jardel Sebba, que foi acompanhado pela primeira-dama, Anna Sebba.

Evandro Magal afirma que gabinete do prefeito é casa da população O prefeito de Caldas Novas, Evandro Magal (PP) afirmou nesta segunda-feira, 29 de abril, que o gabinete da Prefeitura é a casa da população. Durante a manhã de hoje o gestor recebeu mais trezentos e sessenta moradores do município, de acordo com a lista oficial de visitantes fornecida pela chefia de gabinete. A partir das 6h30mim da manhã o prefeito Evandro Magal iniciou o expediente, recebendo grupos de vinte pessoas no gabinete. As solicitações mais comuns são pedidos de exames de alta complexidade, medicamentos de alto custo e casas populares.


De 29 de abril a 05 de maio de 2013

2

ARTIGO

Deixem o prefeito Jardel trabalhar

As viúvas do PMDB precisam parar de maldizer o prefeito Jardel Sebba. O Luizão do radiador, por exemplo, se não cuidar de trabalhar, vai levar o seu mambembe estabelecimento à bancarrota. Isso também vale para gente como Mamede Leão, Luiz Cláudio Elias, Vera do Atheneu, Leandro e Leonardo Ciríaco, Nile Willian, Carlos Duarte, Rosângelo Pereira, Suzete Elias, Nelson Fayad, Lázaro José, Cairo Batista e outros menos votados, como a tresloucada Selma do Pontal. A dor de cotovelo do blogueiro Mamede Leão, contudo, parece ser a manifestação de despeito mais grave, uma vez que ele a expõe diariamente num sofrível português no blog que administra na internet(http://portaldosudeste.com/blogdomamede). Ex-comunista, Mamede foi secretário municipal do Trabalho e um dos coordenadores da campanha fracassada de Adib Elias. Aliás, com seu pseudomarketing, Mamede aprendeu como ninguém a tarefa sobre como afundar candidatos. Que o diga o empresário Rodrigo de Oliveira, que tentou - sem sucesso - a presidência da ACIC/ CDL.

Agora mesmo, Mamede escreveu com todas as letras que tudo conspira a favor de Jardel em Catalão, mas fez uma ressalva ridícula: o tucano, na visão canhestra e distorcida do blogueiro, “precisa trabalhar”. É isso mesmo: “precisa trabalhar”. Como assim, cara pálida? Jardel não trabalha? Ora, Mamede, tenha a paciência. Coloque freio nas asneiras que propala. Jardel é médico, foi quatro vezes deputado estadual, três vezes presidente da Assembleia, duas vezes governador interino e agora prefeito de Catalão. É também reconhecido como um dos mais bem sucedidos criadores de gado de elite do Brasil. Se ele não trabalha, por certo deve ser um homem de muita sorte: ninguém chega a ocupar postos tão relevantes sem trabalho. Ao contrário do que disse Mamede, Jardel deu banho na concorrência em Catalão exatamente porque trabalha - e trabalha muito. O triunfo nas urnas foi construído tijolo por tijolo durante anos e se estendeu

nas barras dos tribunais sempre com vitórias expressivas. O tucano labutou diuturnamente na conquista do Palácio Pirapitinga e ganhou brilhantemente todas as batalhas. Quem não trabalha é a oposição atrasada em Catalão, que perdeu o rumo ao cair no canto de sereia das panelinhas e insistir em ir contra a vontade popular. A propósito, cabe uma pergunta ao indigitado blogueiro: onde trabalham e o que sustenta a boa vida de Velomar Rios e Adib Elias? Será que se miram no exemplo do ex-presidente Lula, que há anos não sabe o que é derramar uma gota de suor e pegar no batente? Mamede pode sentar praça e começar a amassar a tampa da binga: Jardel fará o melhor governo da história de Catalão. Aliás, já está fazendo ao decretar o fim dos esquemas de corrupção e tapar os buracos deixados pelos 12 anos das gestões peemedebistas. Mas, tem fatos concretos que denotam novos métodos de administração e gestão pública. Basta ver o sorteio limpo das casas do programa Minha Casa, Minha Vida, que o próprio blogueiro aplaudiu. Basta analisar o avanço que Catalão assistiu com a

informatização das matrículas nas escolas públicas, o expediente municipal até às 18 horas, as creches funcionando de janeiro a janeiro, contratação de pediatras, as obras de saneamento e as inúmeras parcerias com o governo estadual que vão assegurar um amplo leque de benefícios para o município. Mamede passou os últimos meses dizendo que Jardel era prefeito provisório e não seria confirmado na prefeitura no julgamento do TSE. Lembre-se também que foi ele quem encomendou as pesquisas fajutas do professor Edir, que apontavam a vitória folgada de Adib Elias na eleição. Nem precisa dizer, mas é bom enfatizar para ficar bem claro: Mamede errou em tudo. Na conta que mantém no Twitter, Jardel fez um post-desabafo para pedir às viúvas sombrias e descabeladas do PMDB que o deixem trabalhar. Disse o prefeito: “Agora é sério: vou fazer um pedido às viúvas do PMDB. Deixem-nos em paz porque queremos trabalhar e fazer um governo voltado para os mais humildes.” Reforço aqui o apelo de Jardel à oposição: desarmem o palanque, enfiem a

José Justino Porto é professor pós graduado em História (PUC)

viola no saco e deixem o homem trabalhar. A derrota de 7 X 0 de Adib no TSE jogou por terra toda a catilinária de ofensas que foi despejada em Jardel na campanha e nos últimos meses. Agora, chega. Catalão e os catalanos estão exauridos das picuinhas e das lágrimas de crocodilo das carpideiras de Adib, Velomar, Miranda, Mamede, Selma do Pontal e companhia limitada. Mãos à obra, prefeito Jardel Sebba.

Para onde vai o DEM? Saída do vice-governador José Eliton enfraquece ainda mais a sigla, mas Ronaldo Caiado segue valorizando o passe do partido para composição ou até mesmo uma pouco provável candidatura própria ao governo

Há quem diga que a saída mais do que anunciada do vice-governador José Eli­ton pode ser quase uma pá de cal no enterro do DEM goiano. Isso a des­peito da sigla ter um dos mais preparados políticos do País, o deputado federal Ronaldo Caiado, uma das poucas vozes de peso na débil oposição ao governo petista no Congresso Nacional. No âmbito puramente regional, o DEM tem dois deputados estaduais: Helio de Sousa,1º vice-presidente da Assembleia, e José Vitti — Nilo Rezende há poucos dias renunciou ao mandato para assumir cadeira no Tribunal de Contas dos Municí­pios-TCM, cedendo a vaga ao tucano Marcos Martins. O partido conta ainda com cerca de duas dezenas de prefeitos, ne­nhum de cidade maior. Mas Caiado sabe o jogo que está jogando. Ele valoriza o passe

do DEM numa composição para a sucessão do ano que vem. Há poucos dias, ele co­man­­dou um encontro do partido na cidade de Paraúna. Hélio de Sousa esteve lá, assim como prefeitos, ve­rea­dores e lideranças de A­creúna, Aurilândia, Ca­choei­ra de Goiás, Cezarina, Edeia, Fir­minópolis, Indiara, Ivo­lân­dia, Jandaia, Moiporá, Pal­mei­ras, Palmeruna, Palminó­polis, San­to Antônio da Barra, São João da Paraúna, São Luís de Mon­tes Belos, Turvânia e Varjão. Caiado estava dos mais animados no encontro, que fez parte da programação do partido para o ano de 2013, naquilo que servirá para a formatação de um projeto político do De­mo­cratas Goiás para as eleições do próximo ano. Ronaldo Caia­do reiterou o objetivo de percorrer todo o Estado e lembrou que não há como fortalecer o partido se distanciando de

sua base. Mas a saída de José Eliton enfraquece o partido, não há dúvida. O cargo de vice-governador tem uma simbologia muito grande. Além de assumir esporadicamente o governo em caso de viagens do titular, um vice ativo como é Eliton sempre tem visibilidade, o que rende dividendos tanto pessoais quanto partidários. O DEM perdeu essa simbologia de ter um quadro na maior proximidade com o poder central. José Eliton e Caiado eram as duas estrelas do partido. E Ronaldo Caiado acusou o golpe. Manifestou incontinenti sua insatisfação com aquele que considerava uma espécie de “cria” política. Afinal, foi por indicação sua que Eliton entrou na chapa do então candidato ao governo Marconi Perillo. Mas a verdade é que José Eliton não tinha mais ambiente no DEM,

con­trolado com mão de ferro por Ronaldo Caiado. A partir do mo­men­ to em que o líder agropecuarista se declarou pré-candidato ao governo, as coisas ficaram ainda mais difíceis. Pelo jeito, José Eliton vai para o PP. Recebeu convite pessoalmente do presidente da sigla em Goiás, Roberto Balestra. Se não bastasse, o convite foi reforçado pelo novo presidente nacional, Ciro Nogueira. Outro destino seria o MD, a nova sigla formada pela fusão de PPS e PMN. Como o MD pode não se viabilizar, por causa da rasteira que o PT e aliados deram no Congresso, dificultando a formação de novas siglas que podem reforçar o time do pernambucano Eduardo Cam­pos em 2014, talvez não seja bom negócio Eliton ir ao MD. Espe­cula-se também que ele pode ia para o PSB, que ficaria acéfalo com a saída de Júnior Friboi. Fato é que a saída de José Eliton do DEM deixa a legenda de Ro­naldo Caiado mais enfraquecida, a tal ponto que dificilmente o líder ruralista conseguirá viabilizar uma candidatura própria ao governo. Dilma diz que não, mas está A presidente Dilma Rousseff sentiu necessidade de vir a público dizer que não está em campanha. Se ela diz que não está é porque está. Ela, o PT e o governo estão em franca campanha eleitoral. Com isso, os adversários também estão. O que significa

que o Brasil vive em plena campanha eleitoral para a sucessão que deveria ser deflagrada no ano que vem — ou no máximo nos três últimos meses deste ano. Foi a esperteza do ex-presidente Lula da Silva que fez precipitar o calendário eleitoral com um objetivo determinado. Depois que estourou o escândalo Rosemary Noro­nha, a segunda-dama que fez e aconteceu nos governos do ex-metalúrgico — nomeou, demitiu, traficou influência, ganhou dinheiro, fez amigos ganharem dinheiro, etc., conforme apurou a Polícia Federal —, Lula se escondeu, caiu num mutismo raro em se tratando dele. Mas depois de algum tempo ele não tinha mais como ficar amoitado. Raposa política como ele só, Lula então lançou a candidatura de Dilma à reeleição. A imprensa passou a ter outro assunto com que se preocupar. O complicador é que esse assunto é por demais evidente em seu potencial de escândalo não só pela história cabeluda de alcova, mas pela dilapidação do erário. Tanto fez a companheira de quarto e sala de Lula que até o Palácio do Planalto mandou investigar as estrepolias da moça. E os rolos descobertos pela Polícia Federal foram confirmados. Não há campanha eleitoral antecipada capaz de esconder um escândalo desses por todo o tempo.

Fonte: Jornal Opção


De 29 de abril a 05 de maio de 2013

2

Catalão, Maio de 2012

3

TSE confirma: Jardel Sebba é definitivamente prefeito de Catalão

Prefeitura de Três Ranchos divulga Assembleia Legislativa: balanço do carnaval na cidade Por sete votos à zero decisão marca o Valin início preside de umasessão nova Durante os cinco dias de festa mais de 30 mil foliões passaram solene de reabertura eracidade emdoCatalão e põe comemora fim aouma coronelismo dos peemedebistas pela Lago Azul. A prefeitura movimendos trabalhos tação econômica de aproximadamente 6 milhões de reais.

comandado por Adib Elias hóspede foi visivelmente identificada pela nossa equipe neste carnaval, esperamos que na semana santa isso se repita”. A prefeitura de Três Ranchos se preocupou também com a coleta de lixo do município durante a folia. Segundo o cronograma de atividades do departamento de varrição e coleta, foram coletadas 10 toneladas de lixo. As ações de limpeza tiveram início antes mesmo da semana do evento, se estendo até o fim do carnaval.

A prefeitura de Três Ranchos divulgou nesta semana o balanço do carnaval 2013. Como sempre a cidade do Lago Azul recebeu o destaque como um dos melhores carnavais de Goiás. A folia começou no dia 08 de fevereiro e se estendeu até a terça-feira, 12. Segundo o prefeito Rolvander Pereira (PSDB) o resultado foi bastante positivo “Há muitos anos não tínhamos um carnaval tão bem organizado. Foi uma festa bastante animada que movimento a nossa turística Três Ranchos,” comemorou o prefeito. OsSegundo catalanos dadosassistido 9º Comando Regional de Polícia ram na noite da última ter-Militar – 1º Destacamento de Três ça-feira, 30,durante o capitulo finalcarRanchos, o período navalesco no município foram da novela sobre as eleições realizados pela PM, 42 notificade ções Catalão que começou em e 30 apreensões de veículos. Para o capitão Consolines Paz Júoutubro de 2013. O Tribunior, a corporação trabalhou nalprol Superior Eleitoral – TSEem de um carnaval ordeiro. “A acatou o voto favorável do operação carnaval 2013 contou também com o apoio da Polícia Ministro Marco Aurélio Civil que esteve presente no muMello e negou ostodo doisoagranicípio durante período trabalhamos voscarnavalesco. regimentais Einterpostos para que tudo saísse conforme o por Adib Elias (PMDB) combinado”, disse o capitão. que colocavam dúvida Resultadosem favoráveis também para a secretaria Municipal o deferimento da candidade Saúde, segundo a secretária tura de Jardel (PSDB) Maria TeresaSebba Molina, os números apontaram como umAdos à prefeitura de Catalão. melhores carnavais dos últimos vitória foi recebida em festa tempos. Com plantão 24h os pela maioria da população. turistas contaram com serviço médico disponível Depois dosempre anúncio do TSE na UBS (Unidade Básica de Saúde) sobre a decisão e atendimento nas feito tendas por da Praça do Rosário e no sambódromo. volta das 19:15h milhares No ano passado foram registrade dos pessoas foram às ruas 41 atendimentos, estecoano o número caiu para 13. vitória memorar a terceira

do tucano.

O 10º BBM de Catalão como de costume, esteve com postos montados no C.A.T (Centro de Atendimento ao Turista) e no ranchão Lago Azul. Foram realizadas cerca de 400 ações preventivas durante todos os dias, como por exemplo, informações aos pais sobre o uso do colete salva-vidas, visando conscientizar a todos sobre os cuidados a serem tomados no lago. O evento “Três Ranchos Folia 2013”, atendeu todas as exigências solicitadas pelo Corpo de Bombeiros para realização da festa, como por exemplo, sinaliSatisfeito, Jardel Se- e zação de saídas de emergência colocação de extintores em ponbba disse em seu perfil no tos estratégicos.

Twitter que não temia outro Moradores aprovaram a resultado. “Sinceramente folia 2013 eu estava tranquilo quanto A Folia agradou todos os aopúblicos, resultado do TSE, mas segundo o empresário Ney Silvio, proprietário do suquando começaram a solpermercado Lago Azul, este foi taro fogos segunda-feira, melhorna carnaval dos últimos cheguei preocupar.” O anos em atermos de organização. “A qualidade deste carnaval prefeito ainda afirmou quevai refletir ano que vem, quando os o dia entrou para do história de turistas da beira Lago voltarem a prestigiar a nossaúnica cidade”. Catalão já que numa A empresária Patrícia, dona do eleição derrotou os adversáEmpório Siqueira, também fez rios trêsdo suapeemedebistas colocação quantopor ao perfil turista “a qualidade do turista fez vezes. “Ganhamos a eleição a diferença neste carnaval”. nas urnas, ganhamos o STJ Na rede hoteleira os rene agora TSE.também Quando perdisadimentos foram tisfatórios, a taxa de ocupação as eleições em 2004 e 2008 de 100%, entre a Pousada 3 eufoi desejei sorte aos Ranchos, Parque das meus Águas e adversários do PMDB. Pousada Lago Azul 3. DeAgoacordo o empresário, José Eduardo ra com os peemedebistas perdem Barroso, dono do Hotel Parque e querem no tapedas Águas,ganhar houve uma mudança” muito bem-vinda quanto ao tão. perfil do turista “a qualidade do

Nas ruas e nas redes

Apoio aos turistas Os turistas que visitaram Três Ranchos contaram com o apoio do C.A.T (Centro de atendimento ao Turista) que esteve aberto ao público todos os dias de folia. Foram realizados atendimentos nos horários das 8h às 21h, prestando esclarecimentos, informando sobre a programação do carnaval, hotéis e restaurantes. Também pela primeira vez o centro implantou o sistema de “Camping” no local. O espaço foi adaptado com chuveiros e banheiros químicos para oferecer comodidade aos campistas. Para o secretário Municipal de Turismo, Rodrigo Daniel dos Santos, “Rodrigão” as metas do carnaval foram cumpridas “Conforme prometido devolvemos todos os filhos que aqui vieram às suas mães, em segurança. Não houve nenhuma morte por acidente ou por afogamento durante a folia e nos eventos da praça do Rosário e do sambódromo não foram registradas nenhuma ocorrência de brigas,” garantiu o secretário. “Três Ranchos Folia 2013” conseguiu conciliar todas as tribos, osegundo sociais assuntoo prefeito foi um da doscidade, Rolvander Pereira (PSDB), mais comentados. “atendemos o pessoal Afoitos, mais jovem que gosta do som automotivo, antes de o processo ser jul- o público que gosta de shows no gado centenas de peemedesambódromo, tivemos atrações bistas davam certa ade variadas como:como apresentações Rap do Dmek de Rock do saída do MC tucano dae prefeituAlexandro Cândido, Pagode com ra.o Pagolight, Fogos deArroxa artifício comforam o grupo soltos em grande partecom do o Nechiville e terminamos sertanejo Universitário de Carlos dia numa tentativa de pré& Jader. -comemorarem o oresultaMesmo com nível do Lago Azul estando com apenas do. Depois do anúncio que 30% de sua capacidade máxima, durou poucos minutos foi a a folia reuniu mais de 30 mil pesvez dagente torcida de Jardel Sebsoas, de várias cidades e até outros com estados. movimentabadevibrar osAsete votos ção econômica do município foi à zero. Com o resultado hisde aproximadamente 6 milhões tórico obtido eleições, o de reais, o quenas mostrou o potencial de Três Ranchos para todo tucano pôs fim ao modelo o estado de Goiás. coronelista de comandar de A Prefeitura Municipal Adib EliasRanchos, e seus aliados quedo de Três por meio prefeito Rolvander, vice-prefeito dificilmente terão vida políHaroldinho, e a Secretaria Mutica daqui frente.agradecem nicipal depra Turismo, a todos os órgãos envolvidos no “TrêsJardel Ranchos Folia 2013”, assim Sebba garantiu como todos os servidores munique não estava feliz nem cipais.

triste, mas simplesmente

Presidente da Assembleia Legislativa, Helder Valin (PSDB), presidiu a sessão solene que marcou a retomada das atividades da 17ª Legislatura nesta sexta-feira, 15, no Plenário Getulino Artiaga. A solenidade foi prestigiada pelos parlamentares da Casa e autoridades dos poderes Executivo e Judiciário. Representando o governador Marconi Perillo, o secretário de Articulação Institucional, Daniel Goulart (PSDB) discursou em nome do chefe do Executivo. Também prestigiaram a sessão o chefe do Gabinete Civil, deputado licenciado Lívio Luciano (PMDB), que representou o prefeito de Goiânia, Paulo Garcia (PT); o vice-presidente do Tribunal de Justiça, Carlos Escher; conselheiros de tribunais, entre outras autoridades. Em entrevista coletiva, Valin destacou que continuará normal, uma que não timantendo umvez relacionamento respeitoso com a oposição e disnha dúvidas sobre a decisão se acreditar que fará uma gestão e tranquila. reforçou“Estaremos seu compromisso empenhadoscampanha em contribuir da fazer melhordos made em neira possível para a governabiliseus quatro anos de mantado dade do Estado, mas acreditamos oque melhor governo vidaserão dos os anos de 2013da e 2014 tranquilos, “Estamos sem maioresvivendo mudancatalanos. ças estruturais”, frisou. “Nossa realgo histórico. Ganhamos lação com a oposição continuará pela vez,respeito isso veio sendoterceira pautada pelo às divergências, ao contraditório. mostrar o cumprimentoCom da pensamentos diferentes, mas que democracia Catalão. O complementamem o processo democrático”, acrescentou.

Como prevê o regimento interno, o primeiro pronunciamento coube à bancada de oposição, representada pelo deputado Karlos Cabral, líder do PT. Em seguida, o líder do PSDB na Casa, deputado Túlio Isac, discursou em nome da base parlamentar de apoio ao Executivo, fazendo um balanço das ações do Governo estadual e contrapondo críticas levantadas pela oposição. “Tenho ouvido que a oposição tem falado de buracos em rodovias. Se buraco for padrão para eleição, os prefeitos de Goiânia e Aparecida não poderiam ser candidatos a governador. Há buracos por lá também. O governador Marconi Perillo também pegou muitos buracos. E há dois anos trabalha para tapá-los. O senhor (Karlos Cabral), se não andar de avião, vai encontrar buracos. Mas tampovo meações escolheu, e com bém verá do governo para corrigi-los”, afirmou o tucano. a ajuda de Deus faremos a

melhor gestãogovernamental já vista em Mensagem Em nome do governador Catalão e região. Vamos Marconi Perillo, o secretário priorizar os mais carentes Daniel Goulart afirmou que o que são os que omais necesExecutivo renova diálogo com a Casa do e deseja umpúblico ano muito sitam poder e produtivo em realizações aos focar nas parcerias que já deputados. “Temos um solo comeram a dar para resultado”, fértil e abençoado que floresça um período abundante de finalizou.

práticas positivas para Goiás e o seu povo”, finalizou.

14.829.700/0001-06


De 29 de abril a 05 de maio de 2013

4

Marina Silva visita Catalão para divulgar Partido Rede Sustentabilidade Entre os compromissos a ex-senadora visitou o prefeito Jardel Sebba e conversou com outras militâncias políticas A ex-senadora Marina Silva esteve em Catalão nesta quinta-feira, 2, para cumprimento de compromissos políticos. Marina que disputou a Presidência da República em 2010 cumpriu uma extensa agenda de atividades, incluindo almoço com militâncias políticas, entrevista coletiva e uma palestra divulgada no Centro de Ensino Superior de Catalão – CESUC. Marina encontrou com o prefeito de Catalão Jardel Sebba (PSDB) durante almoço na residência do secretário municipal de Assuntos Especiais, Fernando Safatle. Na ocasião foi discutida a criação do novo partido Rede Sustentabilidade.

A ex-ministra pretende divulgar a criação de seu novo partido Rede Sustentabilidade e colher assinaturas para viabilização da legenda. De acordo com Fernando Safatle, assessor de Assuntos Especiais do Município, a ex-senadora promove campanha em todo o País para colher mais de 500 mil assinaturas com objetivo de registrar a Rede Sustentabilidade. Marina afirmou que não pretende discutir tão cedo sobre sucessão presidencial. “Apesar de estar correndo atrás das assinaturas, não acho sadio antecipar as discussões em torno da sucessão presidencial. As forças

que estão se unindo no plano nacional podem dificultar a gestão dos prefeitos que estão iniciando suas gestões e unem forças com grupos não têm no plano regional a mesma afinidade”, justificou..

Num gesto de agradecimento pela visita, Jardel assinou documento que circula no Brasil para criação do partido político que poderá dar suporte à possível nova candidatura presidencial, em 2014. “Assinei em defe-

rência à sua visita a Catalão e à sua honrosa batalha por um Brasil sustentável, para nossos filhos e netos. Mas meu voto é no Aécio, que, aliás, também assinou a lista da Rede!”, afirmou Jardel, em tom amistoso.

Rodrigão faz megafesta para os trabalhadores da Secretaria da Infraestrutura

Cerca de 2 mil pessoas lotaram as dependências do Almoxarifado da Prefeitura de Catalão na noite desta segunda-feira, 29, para participar da festa antecipada das comemorações pelo Dia do Trabalho. Organizada pelo vice-prefeito, Rodrigo Carvelo ‘Rodrigão’, o evento contou com a participação de servidores da prefeitura lotados na Secretaria da

Infraestrutura, sindicalistas, secretários municipais e do prefeito Jardel Sebba, que foi acompanhado pela primeira-dama, Anna Sebba. A música ficou por conta da banda de Garotos do Forró, cuja animação quebrou o protocolo, levando à pista o prefeito e a primeira-dama. Rodrigão sorteou vários brindes, en-

tre os trabalhadores. “Aqui tem trabalhador que serve a prefeitura há 30 anos e nunca viu uma festa dessa. Em quatro meses o prefeito já esteve aqui mais de cinco vezes, ele está sempre presente porque tem respeito ao trabalhador. Estamos mostrando que essa gestão é diferente, não tem ninguém engravatado aqui humilhando o trabalhador,

nessa gestão o trabalhador é patrão”, justificou Rodrigão. Jardel Sebba elogiou a organização da festa, que contou ainda com espaço infantil com pula-pula, pipoca e algodão doce. “Os trabalhadores da prefeitura merecem uma bela festa feito esta. São homens e mulheres que, de sol a sol, com esforço, dedicação e muita

competência produzem riquezas, geram desenvolvimento econômico e social, transformam a natureza, aprendem, ensinam. Gente correta, honesta, de bem, que faz de Catalão uma das cinco cidades mais ricas e desenvolvidas de Goiás”, declarou o prefeito.


De 29 de abril a 05 de maio de 2013

Catalão, Maio de 2012

5

Jardel doa aparelhos de ar-condicionado para o Vapt-Vupt Atendentes sofriam com o calor no órgão

O prefeito Jardel Sebba (PSDB) doou à unidade do Vapt-Vupt de Catalão seis aparelhos de ar-condicionado. Os equipamentos com potência de nove mil e 60 mil BTU’s foram instalados no salão principal do órgão, localizado no Bairro Nossa Senhora Mãe de Deus. A doação, feita por termo de comodato, foi o cumprimento de uma promessa de campanha de Jardel

CULTURA

Sebba (PSDB). “Não é um órgão de competência da prefeitura, mas eu não poderia deixar funcionários e cidadãos sendo prejudicados. Por isso, solicitei a compra dos equipamentos à Secretaria de Planejamento”, afirmou Jardel. De acordo com o coordenador do Vapt-Vupt, Agostinho Ivo de Souza, desde a inauguração que a unidade

não contava com sistema de refrigeração, o que causava bastante transtorno para servidores e usuários. “Atendemos quase 500 pessoas diariamente. A maior reclamação que tínhamos era em relação a falta de aparelhos de ar condicionado, pois o calor era insuportável. Já presenciamos casos de pessoas passando mal esperando para ser atendidas. Agora, não temos mais recla-

mações. Todos trabalham e atendem satisfeitos. Isso mostra o compromisso de uma gestão séria e responsável que o governo Jardel tem feito”, elogiou o coordenador. Além dos seis aparelhos, a prefeitura também foi responsável pela instalação dos equipamentos e inserção de cortinas de ar. Cleusidete da Silva Cabral é uma dos 43

funcionários que trabalham no Vapt-Vupt, narrou a dificuldade enfrentada pelos servidores. “Às vezes, tínhamos que interromper o atendimento por um tempo por não conseguir suportar as altas temperaturas. Agora, trabalhamos num ambiente agradável e fresco. Foi uma iniciativa muito boa do prefeito Jardel,” declarou a servidora.

Prefeitura de Catalão busca parceria para construir Teatro Municipal

Recursos poderão vir por meio de parceria com Governo Federal e devem chegar em 2014 o governador Marconi Perillo também manifestou interesse em contribuir para a construção do Centro de Convenções.

Tramita no Governo Federal proposta redigida pela Prefeitura de Catalão para construção de um Te-

atro Municipal na cidade. O projeto caminha em paralelo ao plano para erguer um Centro de Convenções,

uma outra demanda levantada pelo setor empresarial catalano. Em visita a Catalão no início do mês de março,

Na última semana, o presidente da Fundação Cultural Maria das Dores Campos, Rafael Purcina, o produtor técnico da unidade, Bruno Oliveira, e o assessor Especial de Assuntos do Município, Fernando Safatle, se reuniram para discutir a construção do Teatro. “É uma obra homérica, que vem somar desenvolvimento humano

e artístico-cultural ao já expressivo desenvolvimento de Catalão”, disse Purcina. Safatle destaca a contribuição da senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO), grande parceira da Prefeitura de Catalão, que segundo ele, trabalha uma proposta de parceria com governo federal. “Há possibilidades de que os recursos sejam liberados já no próximo ano”, explicou Safatle.


De 29 de abril a 05 de maio de 2013

6

Governador conhece sistema de monitoramento de segurança

O secretário de Segurança Pública, Joaquim Mesquita, e o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Sílvio Benedito, apresentaram ao governador Marconi Perillo, o Sistema de Controle Operacional, durante encontro no 10º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia. O sistema permite que governador e o alto comando da Segurança Pública acompanhem, em tempo real, informações sobre incidência de crimes, número de policiais em operação, viatu-

ras em descolamento, ações preventivas e ostensivas das polícias. Como base nos dados iniciais, o secretário Joaquim Mesquita mostrou ao governador um plano estratégico para redução dos índices de criminalidade, que deve começar pelos dez bairros de Goiânia onde se concentram 30% dos casos de violência, entre homicídios, roubo a comércio e furto de veículos. As

primeiras informações revelam que a maioria das ocorrências em Goiânia, além de se concentrar em dez bairros, ocorre às sextas-feiras e aos sábados, nas três primeiras horas da madrugada. O Sistema de Controle Operacional, inédito no País, consegue extrair informações disponíveis nos bancos de dados dos comandos regionais da PM, organizá-los, e disponibilizá-los em tempo real. “A gente

sabe onde está aplicando a vacina e se está dando resultados”, disse ao governador o major Tayrone, idealizador do sistema. De acordo com o secretário Joaquim Mesquita, o sistema permite a “pactuação de resultados” na Segurança Pública. A ideia é premiar com bônus os comandos que se destacarem no cumprimento das metas de redução de criminalidade. Na reunião com o governador, o coronel Sílvio

Benedito informou que há dez dias não ocorrem explosões de caixas eletrônicos em Goiás e a cidade de Aparecida de Goiânia contabilizou cinco dias consecutivos sem registro de homicídios. “Podemos afirmar, com toda segurança, que há uma curva descendente da criminalidade em Goiás”, comemorou o secretário Joaquim Mesquita, ao ressaltar que o novo sistema possibilita ao governador se inteirar dos números em tempo real e determinar as ações estratégicas.

Goiás é referência no País em defesa sanitária animal 100% em mais de 100 municípios. A cada etapa os resultados têm se mostrado melhores, prova do comprometimento do pecuarista com a sanidade do rebanho e com a economia do nosso Estado”, destaca Antenor. Estado livre da Febre Aftosa sem vacinação

A primeira etapa anual da Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa começou nesta quarta-feira, dia 1º, e prossegue até o dia 31 deste mês. Todos os bovinos e bubalinos do Estado, cerca de 22 milhões de animais, devem ser imunizados, sem exceção. A campanha será aberta oficialmente no próximo sábado, dia 4, na Fazenda Maktub, em Vianópolis, a 96 km de Goiânia. A propriedade pertence ao produtor rural José Manoel Caixeta, que cria gado de corte há 70 anos nos muni-

cípios de Vianópolis e Silvânia. Segundo o presidente da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), Antenor Nogueira, a expectativa para esta etapa é a mesma de sempre, a cobertura vacinal de 100% dos animais. Em maio do ano passado foi alcançada cobertura vacinal de 99,63%. “A minha meta sempre foi 100%, e já chegamos muito perto disso. Dos 246 municípios goianos, nós atingimos

sentantes do setor agropecuário, industriais, deputados federais e senadores para discutir os avanços da defesa sanitária no Brasil. “A Agrodefesa foi citada como modelo de defesa sanitária no País pelo Ministério da Agricultura e referência para os demais estados brasileiros”, destaca Nogueira. Investimentos em tecnologia

O presidente da Agrodefesa disse que Goiás persegue o título de Estado livre da Febre Aftosa sem vacinação. “Essa é outra meta do Estado de Goiás, que está desde 1995 sem nenhum foco de febre aftosa. Nos últimos dois anos, temos cumprido todas as metas do Ministério da Agricultura e a OIE em relação à sorologia e também a atividade rural da aftosa em Goiás, que é nula. Os índices de vacinação em Goiás são recordes no Brasil. Nós temos certeza absoluta que o caminho está traçado. Basta agora a discussão do governo com a indústria e com os criadores para analisar as perdas e os ganhos para que Goiás se torne livre da aftosa sem a vacinação”, explica.

Sobre os investimentos em tecnologia, Antenor Nogueira diz que “com o avanço que temos hoje na área de informática, é quase impossível que tenhamos alguma propriedade rural que não esteja cadastrada junto à Agrodefesa. No passado nós encontramos em torno de 23 mil propriedades, num universo de 127 mil, sem cadastro. Algumas propriedades rurais, que passaram a ser área urbana, estavam cadastradas de forma errada. Em maio nós vamos limpar esse cadastro e retirar boa parte dessas propriedades”.

No mês passado foi realizada audiência pública no Congresso Nacional, envolvendo repre-

2ª etapa da vacinação Na segunda etapa de vacinação contra a Febre Aftosa

são vacinados os animais com até 24 meses de idade. A Agrodefesa encaminhou pedido ao Ministério da Agricultura para que na próxima etapa da vacinação, em novembro, sejam imunizados os animais de até 12 meses. “Isso é importante porque poderíamos reduzir em R$ 6 milhões ao ano os gastos diretos dos produtores”, salienta Antenor Nogueira. O Ministério Público deve dar um parecer sobre o pedido da Agrodefesa nos próximos dias. Multa Goiás espera alcançar em poucos anos o status de zona livre da doença sem vacinação. Quem não vacinar o rebanho, paga multa de R$ 7,00 por cabeça e R$ 60,00, se deixar de entregar a Declaração de Vacinação dentro do prazo, que é de até cinco dias após o término da campanha. Em caso de reincidência, o produtor rural paga o dobro do valor. Por meio do cadastro das propriedades em sistema informatizado, a Agrodefesa tem o controle das propriedades que estão adimplentes ou inadimplentes. O último caso de febre aftosa registrado em Goiás ocorreu em 1995. Mais informações: (62) 3201-3530


De 29 de abril a 05 de maio de 2013

Catalão, Maio de 2012

7

Evandro Magal afirma que gabinete do prefeito é casa da população Durante encontro de segunda-feira, prefeito anunciou exames que município irá custear exames de densiometria óssea. Prefeitura iniciou na última semana convênio com clínica de ressonância magnética

te tipo de exame é recorrente nos atendimentos públicos.

O prefeito de Caldas Novas, Evandro Magal (PP) afirmou nesta segunda-feira, 29 de abril, que o gabinete da Prefeitura é a casa da população. Durante a manhã de hoje o gestor recebeu mais trezentos e sessenta moradores do município, de acordo com a lista oficial de visitantes fornecida pela chefia de gabinete. A partir das 6h30mim da manhã o prefeito Evandro Magal iniciou o expediente, recebendo grupos de vinte pessoas no gabinete. As solicitações mais comuns são pedidos de exames de alta complexidade, medicamentos de alto custo e casas populares. O prefeito encaminhou as famílias que se enquadravam nos quesitos exigidos para participação no “Programa Minha Casa, Minha Vida” para realização de cadastro na Secretaria Municipal de Habitação. Ressonância Nesta semana, todos

Durante a manhã desta segunda-feira, no gabinete, o prefeito anunciou que o município se prepara para realizar o exame sofisticado O objetivo é desafogar a regulação de exames que depende de filas de espera na capital.

os moradores que solicitaram exames de ressonância magnética não precisaram ser conduzidos para hospitais em Goiânia. “Nós tivemos a felicidade de conseguir com que todas as pessoas que precisem de ressonância magnética fossem atendidas em Caldas Novas. Todos que me procuraram com pedidos desse tipo de exame vão ter os seus problemas solucionados aqui mesmo no município. Sem precisar

se deslocar para a capital, talvez perder um dia de trabalho ou outros compromissos. Temos essa ação com a saúde pública, que a cada dá um passo a frente a caminho do desenvolvimento constante. Vamos continuar buscando melhorias importantes para nossa população”, afirmou o prefeito Evandro Magal.

Além de ressonância, Prefeitura custeará exame de densiometria óssea Depois da conclusão da clínica de ressonância magnética, a Prefeitura de Caldas Novas vai oferecer aos pacientes que sofrem de osteoporose e outras doenças dos ossos o exame conhecido como “densiometria óssea”. De acordo com o prefeito Evandro Magal os pedidos para realização des-

“Hoje esses exames complexos são disponibilizados gratuitamente para a população, mas no caso da densiometria precisamos agendar em Goiânia, e isso às vezes leva tempo, o que faz o paciente esperar. Por isso, queremos que no máximo em 15 dias esses exames sejam realizados em Caldas Novas, para que o cidadão tenha maior comodidade quando necessitar desses procedimentos médicos”, explicou o prefeito Evandro Magal.

Governo do PT é ‘leniente’ com a inflação, diz Aécio em São Paulo Senador mineiro participa de evento da Força Sindical nesta quarta (1º). Tucano se disse contrário à proposta de indexar salário mínimo à inflação.

O senador mineiro Aécio Neves afirmou nesta quarta-feira (1°) que o governo Dilma Rousseff trata com “leniência” a inflação e que o problema é um “fantasma que volta a rondar a

mesa dos brasileiros”. Aécio, um dos nomes do PSDB cotados para disputar a Presidência da República em 2014, fez as declarações na chegada à festa de 1º de Maio organizada

pela Força Sindical, na Zona Norte de São Paulo. O senador também deve discursar no evento. “O governo não tratou com tolerância zero a inflação”, afirmou Aécio. “É leniente desde que votou contra o Plano Real apresentado pelo governo Fernando Henrique. Não há uma meta real a meu ver, há uma meta virtual.” Segundo Aécio, a alta da inflação “pune os mais pobres”. “O impacto da inflação de alimentos está em torno de 14% nos últimos 12 meses. Portanto, a maior das conquistas dos brasileiros está sendo colocada em risco pelo governo do PT com a leniência com a inflação”, afirmou.

O tucano disse ainda ser contrário à proposta das centrais sindicais de indexar o salário mínimo à inflação. “Esse tema volta à discussão exatamente porque o governo do PT vem perdendo o controle sobre a inflação. Não sou a favor da indexação.” Aécio também defendeu a criação de empregos mais qualificados. “Precisamos dar um passo além, criar empregos mais qualificados. Isso não acontece por causa do sucateamento de nosso parque industrial. Precisamos de empregos mais qualificados e isso está contido na proposta que o PSDB vai apresentar ao Brasil.” Aécio disse que o governo de Dilma apostou no crescimento exclusivo pela demanda, “mas isso tem um limite”. “O problema está na oferta. Temos um custo Brasil

crescente com uma infraestrutura em frangalhos. No momento em que mais precisamos de investimentos. Está difícil avançar porque 65% das famílias estão endividadas.” Durante o discurso, o senador voltou a destacar aspectos da economia, mas também falou sobre o momento político. “O Brasil não tem direito de se contentar com pouco”, afirmou. “Todas essas conquistas só foram possiveis porque um grupo apoiado pela população acabou com a inflação”, afirmou. Por fim, ele citou polêmicas recentes. “Estaremos firmes e vigilantes”, sobre propostas para diminuir poderes do STF e do Ministério Público. “Vamos juntos, sem dividir o pais”, diz Aécio.


De 29 de abril a 05 de maio de 2013

8

Força Sindical quer salário reajustado automaticamente com alta da inflação Presidente da entidade pede correção quando inflação superar 3%. ‘Não considero necessário’, diz Manoel Dias, ministro do Trabalho.

O presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva - o Paulinho da Força, disse nesta quarta-feira (1º) que irá lançar uma campanha para garantir que os salários sejam reajustados automaticamente toda vez que a inflação alcançar 3%. “Nossos sindicatos, a partir de hoje, começam mobilizações e assembleias, negociação e greves”, afirmou durante a festa de 1º de Maio da Força, na Zona Norte de São Paulo. Já para o ministro do Trabalho, Manoel Dias, não é necessário adotar a reivindicação neste momento. “Não considero hoje necessário. Isso pode estimular a inflação”, afirmou o ministro ao chegar ao evento. Ele, no entanto, não se opõe a discutir o assunto. “É uma proposta e as propostas são colocadas para serem discutidas”, afirmou. Paulinho da Força aproveitou o discurso também para criticar o governo da presidente Dilma Rousseff. Para ele, Dilma é mais conservadora do que Lula.

favorecer o apoio a candidatos de oposição nas próximas eleições. “É dificil dizer que a Força Sindical vai se posicionar porque nós temos gente de todos os partidos. A Força Sindical é uma entidade pluralista. O que posso dizer é que boa parte dos dirigentes sindicais deverão se posicionar. Provavelmente em favor de um candidato de oposição, porque o que a Dilma tem feito para os trabalhadores é muito ruim.”

“O governo Lula tinha todo um atendimento aos trabalhadores. O governo Dilma tem uma relação com o setor patronal. Veja por exemplo no caso da Previdência. No ano passado, a Dilma desonerou a folha em R$ 18 bilhões. Enquanto isso, nós estamos reivindicando o fim do

fator previdenciário que custaria R$ 3 bilhões. Fica muito claro de que lado está o governo Dilma”, afirmou. Paulinho afirmou que a Força Sindical não é aliada e nem oposição ao governo Dilma, mas não está satisfeita. “Como

o governo vem fazendo muito pouca coisa para os trabalhadores e muito para o empresariado, cabe a nós puxar um processo de crítica e de insatisfação com o governo.” Na opinião de Paulinho, o posicionamento de Dilma deve

Sobre as críticas da Força ao governo Dilma, Dias disse que a presidente convidou as centrais sindicais para uma mesa de negociação em torno das reivindicações salariais. O ministro defendeu ainda avanços trabalhistas conseguidos durante o mandato da presidente, entre eles a retirada de famílias da situação de miséria extrema, a aprovação da PEC das domésticas e a política de aumento real do salário mínimo.


De 29 de abril a 05 de maio de 2013

Catalão, Maio de 2012

Mais de 1.200 pessoas são atendidas em Ponto de apoio aos romeiros de Vazante

9

Durante cinco dias equipes da prefeitura de Catalão realizaram atendimentos na área de saúde e serviram refeições aos devotos

O ponto de apoio montado pela prefeitura para atender os romeiros que viajaram de Catalão e região para festa de Nossa Senhora da Lapa em Vazante - MG desse ano prestou atendimento para mais 1,200 pessoas durante cinco dias de serviço. O acampamento montado próximo ao distrito de Santo Antônio do Rio Verde incluiu profissionais das secretarias da Promoção e Ação Social, Infraestrutura e Saúde. Ao longo do percurso foram colocadas placas informativas sobre a localização exata do local. Na área de alimentação foram servidos caldos, cafés 24h além da distribuição de 8 caixas de maçãs,

40kg de banana, 30kg de melancia, 100 litros de suco, 32kg de biscoito e 5 mil unidades de água mineral. Segundo Luiza Inácia Neta, que trabalhou no local, o domingo foi o dia de maior movimento. “Atendemos os romeiros com o maior carinho qualquer hora do dia e da noite. No fim de semana, principalmente no domingo o ponto de apoio ficou lotado. Todo mundo que passou elogiou nosso atendimento”, disse. O devoto, James João Duarte, cumpriu mais uma vez a promessa que já realiza há 18 anos. Ele aproveitou o a unidade de apoio para repor as energias e disse que ficou impressionado com o atendimento recebi-

do. “Sempre vou para Vazante, passo por este caminho há quase vinte anos e nunca tinha visto um ponto de apoio tão bem organizado, das outras vezes que eu passei aqui tinha, mas não tão bom quanto este. O prefeito Jardel Sebba está de parabéns pela iniciativa,” elogiou. Saúde Profissionais de saúde também estiveram de prontidão diuturnamente. As equipes formadas por enfermeiros técnicos em enfermagem, agentes de saúde e fisioterapeutas se reversavam para dar conta da demanda. Segundo o enfermeiro Jonas Fagundes, foram realizados

cerca de 100 atendimentos como testes de glicemia, aferição de pressão, pequenos curativos fora a massagem relaxante nos pés e nas pernas dos romeiros. “Ficamos de prontidão, até de madrugada realizamos procedimentos. Foi um trabalho tranquilo, a estrutura que recebemos aqui ajudou e muito”, disse. De acordo com a fisioterapeuta Maria Carolina Marcelo, os equipamentos levados auxiliaram a recuperação dos romeiros. “Trouxemos um aparelho que se chama TNS que é próprio para aliviar a dor e o cansaço dos pés. Utilizamos também tratamento em Crioterapia com auxílio de bolsas de gelo e medicamentos

para recuperação dos romeiros prosseguirem a viagem”, afirmou. Mariana Labiack foi uma das atendidas. A estudante de 18 anos decidiu ir pela primeira vez na romaria de Catalão à Vazante. Segundo ela os primeiros dias não foram fáceis. Com inchaço nas pernas e bolhas no pé ela afirmou que só conseguiu concluir a peregrinação com ajuda dos profissionais de saúde. “Foi perfeito o atendimento. Cheguei aqui muito mal, com muitas dores. Eu e meu grupo passamos umas quatro horas descansando, depois de uma massagem nos pés eu tive mais forças para continuar a jornada”.

Jardel Sebba quer redução da criminalidade em Catalão Convênio assinado com governo do estado prioriza trazer mais segurança para catalão e região incluindo a zona rural

O prefeito Jardel Sebba (PSDB) planeja reduzir os índices de criminalidade do município por meio de parcerias. Na terça-feira, 30, uma audiência publica foi realizada para discutir a segurança pública da cidade e região. A convite do prefeito o secretário estadual de Segurança Pública, Joaquim Mesquita, veio ouvir as principais demandas referentes os índices de criminalidade. Na ocasião, prefeito e secre-

tário assinaram convênio que amplia verba pública destinada ao pagamento de banco de horas aos policiais militares objetivando melhoria na segurança de Catalão incluindo a zona rural. A ampliação da verba garante o pagamento dos vencimentos dos policiais que passarem mais tempo trabalhando. “É parceria importante entre a Prefeitura de Catalão e o Governo de

Goiás que vai ajudar também na ampliação do policiamento na zona rural”, ressaltou o secretário estadual. Entre as medidas que podem ser tomadas para reduzir esses índices, Joaquim Mesquita citou a implantação do projeto SOS Rural, responsável pelo georeferenciamento das propriedades rurais, a disponibilização de um telefone 0800 para denúncias e intensificação

de ações do patrulhamento rural. “Iremos realizar dois concursos públicos para a contratação de 1.180 policiais militares e 750 policiais civis, além de um processo seletivo para a contratação de 1.300 reservistas das Forças Armadas. São medidas que trarão maiores condições de combater a criminalidade no Estado e em Catalão”, declarou Mesquita. O prefeito Jardel Sebba,

justificou que o evento faz parte da reivindicação de alguns moradores da zona rural. “Sabendo da dificuldade de levar todos os segmentos aqui representados para um contato com o secretário Joaquim Mesquita em Goiânia, optei por esta reunião de trabalho em Catalão. É uma oportunidade de apresentar as demandas da Segurança Pública, principalmente de produtores rurais que já haviam me procurado”.


De 29 de abril a 05 de maio de 2013

10

Pré-contemplados do programa ‘Minha Casa Minha Vida’ são convocados

As 644 moradias sorteadas devem ser entregues até meados de junho O Governo da Cidade de Catalão por meio da Secretaria de Assuntos Comunitários comunica aos pré-contemplados do programa ‘Minha Casa Minha Vida’, do governo federal, que é necessário que eles compareçam à sede da pasta que fica localizada no prédio do Poupa Prazo, se ainda não tiverem tomado essa providência.

Projeto põe em risco pelo menos 34 mil investigações do Ministério Público A proposta de emenda constitucional (PEC) 37, que retira do Ministério Público a autonomia para investigar crimes, coloca em risco ao menos 34 mil apurações em andamento hoje no país. Esse é o número de investigações criminais tocadas exclusivamente pelo Ministério Público Federal --promotorias estaduais também têm seus procedimentos, cujo total é desconhecido.

A titular da Secretaria de Assuntos Comunitários, Vanja Paranhos, diz que um terço dos sorteados ainda não entrou em contato com a prefeitura, o que é necessário para as próximas etapas do programa. “Os nomes dos pré-contemplados são enviados à Caixa Econômica, e posteriormente, o banco faz a análise dos dados apontados no CadÚnico, cruzando as informações prestadas no ato de inscrição”, explicou.

a exigida para participar do programa. Outra checagem é se o nome estiver inserido no CADIN, cadastro de inadimplentes”, frisou Vanja.

A Caixa retorna o processo ainda para a Secretaria de Assuntos Comunitários, por meio do sistema CadÚnico, quando há irregularidades. Alguns itens, de acordo com Vanja Paranhos, são fáceis de regularização, mas existem outros, que são eliminatórios. “Um deles é quanto a renda, porque a Caixa vai checar se a renda declarada no CadÚnico é compatível com

Se cortado do programa, os nomes sorteados no cadastro de reserva devem ser chamados por ordem de sorteio, que vai do número 01 a 194. A previsão é de que os primeiros apartamentos comecem a ser entregues no início do segundo semestre, começando pelos imóveis do Setor Ipanema. Mais informações pelos números: 3441-6515 ou 3441-6514.

Esses procedimentos se parecem legalmente com um inquérito, por meio dos quais promotores e procuradores exercem o direito de conduzir sozinhos apurações e podem embasar ações penais. As 34 mil investigações representam uns 30% da quantidade de inquéritos conduzidos pela Polícia Federal. A tensão entre policiais e procuradores levou à criação anteontem de um grupo de trabalho na Câmara para avaliar o texto da PEC 37 --que pode ser votada em junho.

disputa atrapalha investigações importantes, como a do suposto elo do ex-presidente Lula com o mensalão. “Não há dúvida de que, se a PEC 37 for aprovada, nós teremos o risco de que milhares de investigações em curso no país, conduzidas pelo Ministério Público, sejam jogadas no lixo”, afirmou à Folha o procurador-geral da República, Roberto Gurgel. Marcos Leôncio, presidente da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal, diz que os procedimentos do Ministério Públicos são juridicamente frágeis: “Se hoje, com todo cuidado, alguns deles foram anulados pelos tribunais superiores, imagine a temeridade de uma investigação feita exclusivamente pela Procuradoria, sem procedimento previsto em lei e controle externo”. Há quase cem processos no Supremo pedindo a extinção de inquéritos ou ações penais do Ministério Público.

Os dois lados admitem que a

Empresário e ex-prefeito de Caldas Novas faz doação ao Hospital Municipal Lençóis, toalhas e cobertores foram doados pelo Hotel Morada do Sol

O Hotel Morada do Sol doou para o Hospital Municipal Dr. André Alla Filho (antigo Pronto Socorro de Caldas Novas) cerca de 200 toalhas e lençóis. O representante do estabelecimento hoteleiro, Mauro Henrique Lemos, foi pessoalmente ao Pronto Socorro para entregar a doação. Também foram entregues roupas de banho, como toalhas e cobertores. A doação foi recebida pelo diretor geral do Hospital Municipal Dr. André Alla Filho, Luizmar Gonçalves. O diretor afirmou que a necessidade por roupas de cama é constante em todas as unidades de saúde. “A prefeitura já havia adquirido lençóis,

a contrapartida social que o Hotel se preocupa em dar, pelo carinho que temos com a cidade e pela credibilidade deste governo” explicou o representante do Hotel Morada do Sol, Mauro Henrique Lemos.

travesseiros, fronhas e outras utensílios anteriormente, mas esta doação com certeza irá somar, pois sempre precisamos de uma reposição destes materiais”, afirmou Luizmar Gonçalves.

De acordo com o empresário Mauro Henrique Lemos, que é ex-prefeito de Caldas Novas, a iniciativa partiu da própria direção do Hotel, que busca atingir sua função social na prestação

de serviços à comunidade. “A gente quer ajudar, sabemos da rotatividade e dificuldade em adquirir roupagem de cama e banho, então pegamos um excedente do hotel e repassamos ao Hospital. É

Os lençóis e cobertores foram encaminhados para lavagem e esterilização, para serem utilizados como reserva em caso de lotação da unidade e outras eventualidades. As empresas do ramo hoteleiro que se interessem em fazer doações podem procurar a Secretaria Municipal de Saúde através do telefone (64) 3454-3595.


De 29 de abril a 05 de maio de 2013

Catalão, Maio de 2012

Dirceu recorre ao STF e pede pena menor por condenação no mensalão

11

Ex-ministro da Casa Civil foi condenado a dez anos e dez meses de prisão. Defesa também pediu que relator do recurso não seja Joaquim Barbosa.

Apontado como “mandante” do esquema do mensalão, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu apresentou nesta quarta-feira (1º) recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF) no qual pede redução da pena – ele foi condenado a dez anos e dez meses de prisão pelos crimes de formação de quadrilha e corrupção ativa. O advogado José Luís de Oliveira Lima reivindica ainda um novo relator para o recurso apresentado – um embargo de declaração (tipo de recurso usado para questionar condenações no STF). O relator é o responsável por ouvir depoimentos de testemunhas e elaborar um relatório que serve de base para o voto dos demais ministros. Desde que o caso chegou ao Supremo, em 2006, o relator foi o ministro Joaquim Barbosa, atual presidente do Supremo, que pediu a condenação do ex-ministro no julgamento do ano passado. A defesa quer ainda que o tribunal publique trechos suprimidos do acórdão do julgamento, documento que detalha as decisões tomadas. No recurso, protocolado eletronicamente, o advogado menciona o voto do relator Joaquim Barbosa, seguido no julgamento pela maioria dos demais ministros. Para ele, o voto do relator foi “omisso”. “O voto foi omisso uma vez que diversas testemunhas na ação penal revelam a existência de dados concretos sobre a personalidade e conduta social do embargante”, diz o recurso de 46 páginas, assinado pelo advogado José Luís de Oliveira Lima. Segundo a defesa, existem no processo declarações de testemunhas que indicam que Dirceu “dedicou a vida à defesa da democracia”.

O prazo final para a apresentação de recursos pelos réus termina nesta quinta (2). Mais cedo nesta terça, Marcos Valério e Simone Vasconcelos já haviam apresentado recursos ao Supremo. De acordo com a defesa, o Supremo não deveria ter condenado Dirceu por concurso material de delitos (quando as penas pelos dois crimes são somadas). A defesa alega que, pelos votos dos ministros, houve concurso formal e que, portanto, deveria ser aplicada somente a pena por um dos crimes, sendo escolhida a mais grave. A defesa também alega que o acórdão suprimiu diversas falas ocorridas durante o julgamento, o que teria prejudicado a compreensão dos votos. Foram retiradas do documento 1,3 mil falas dos ministros Celso de Mello e Luiz Fux. “A supressão das manifestações fere o princípio constitucional das fundamentações das decisões judiciais. (...) Diante do exposto requer-se seja sanada a omissão apontada, publicando-se a transcrição das manifestações dos ministros que foram indevidamente canceladas” Para a defesa, o cancelamento das falas impede “a plena publicidade de todos os fundamentos que sustentara o acórdão”. Ainda segundo o advogado, o acórdão foi “contraditório” ao apresentar os argumentos para a valoração das penas. De acordo com a defesa, o argumento de que José Dirceu teria tido “papel proeminente” na condução do esquema foi usado duas vezes para aumentar a pena do réu, em vez de uma. A fixação da punição leva em

contra três elementos: pena-base; agravantes e atenuantes; e causas de aumento e diminuição. Segundo Oliveira Lima, o STF considerou o papel de Dirceu no esquema tanto como agravante como para causa de aumento da pena. “Restou claro que o voto [do relator] que aplicou a pena ao embargante pelo crime de formação de quadrilha incorreu em contradição ao valorar a mesma circunstância em duas oportunidades (...) A fixação da pena é exercício jurisdicional que exige análise de circunstãncias diversas em três fases distintas, vedada a dupla valoração”, diz o recurso. ‘ERRO MATERIAL’ O advogado pede também que seja aplicado para o crime de corrupção ativa lei anterior a 2003, que prevê punição de um a oito anos de prisão. Dirceu foi condenado com base na lei atual, cuja penal é de dois a 12 anos. A defesa cita que o acórdão apresenta um “erro material” por mencionar datas diferentes para a morte do ex-presidente do PTB José Carlos Matinez. Em um dos pontos diz que ele morreu em outubro de 2003 e, em outro, em dezembro de 2003. O oferecimento de recursos para o PTB teria sido negociado por Dirceu imediatamente após a morte de Martinez. Se o oferecimento da “vantagem indevida” tiver ocorrido em outubro, o ex-ministro da Casa Civil seria punido com base na lei anterior, que prevê punição de 1 a 8 anos de prisão. Como a nova lei foi promulgada em novembro de 2003, se o dinheiro tivesse sido oferecido depois dessa data, a punição deveria variar de dois

a 12 anos, conforme a lei atual sobre corrupção ativa. “Em caso de dúvida, incerteza ou imprecisão do órgão acusatório sobre fatos relacionados com a incidência da lei penal mais gravosa, a conclusão deve sempre ser em favor do réu”, diz o recurso. Com base nesse argumento, o advogado pede que Dirceu seja punido com base na lei mais branda. REDUçãO DA MULTA Por último, a defesa de Dirceu pede que a multa de R$ 676 mil aplicada ao réu seja reduzida. Para o advogado, a punição não guardou “proporcionalidade” com a pena de prisão pelo crime formação de quadrilha. Ele também argumenta

que os ministros não fizeram análise da situação econômica de Dirceu nem explicaram o motivo de ultrapassar o valor máximo do dia-multa previso em lei. Pela legislação, o valor do dia-multa não pode exceder cinco salários mínimos, podendo ser ampliado em até o triplo, ou seja, 15 salários mínimos, a depender da situação econômica do réu. Dirceu foi condenado a pagar o equivalente a 260 dias-multa no valor de dez salários mínimos (no valor vigente à época, de R$ 260). “O reconhecimento dessa contradição implica necessariamente a redução da quantidade de dias-multa aplicada ao embargante”, diz o recurso.

Prefeitura firma convênio com Junta Comercial do Estado

Parceria vai adiantar de 15 para 2 dias o deferimento e liberação de processos A prefeitura de Catalão firmou um convênio com o escritório regional da Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg) para agilizar a liberação de processos executados pelo departamento do órgão em Catalão. Na semana passada foi feita a contratação de um profissional com nível superior para o cargo de analista de processos da Junta Comercial. Segundo o prefeito Jardel Sebba (PSDB) o acordo demorou a ser fechado por falta de iniciativa por parte da antiga administração. “A Juceg possui mais de 40 outros escritórios espalhados pelo interior do estado e a maioria tem um analista que deferem e liberam os processos. Em Catalão não tinha por que o antigo governo não priorizava parceiras,

agora esses processos vão ser liberados sem a necessidade de enviá-los para Goiânia”, disse o prefeito. De acordo com supervisor e único funcionário da Juceg em Catalão, Juliano Fortunato Alves, a viabilização de mais um profissional para o órgão trará comodidade na prestação de serviços à população principalmente no tempo de análise dos processos. “Nossos processos encaminhados para capital demoram 15 dias para voltarem para cidade após a selagem do órgão, agora vamos fazer o procedimento aqui mesmo em Catalão e devolver para o cidadão em no máximo dois dias”, garantiu. A junta também terá capacidade para atender mais processos, passando de 20 para 70 análises por dia.

De acordo com a Juceg os processos só voltaram a ser deferidos na unidade, por meio da parceria firmada com a Prefeitura de Catalão que viabilizou a contratação do novo servidor. O analista deve passar nos próximos dias por um treinamento para atuar no atendimento dos usuários do registro mercantil. Segundo o presidente da

Juceg, Veríssimo Aparecido da Silva, falta apenas a capacitação do servidor para o início dos trabalhos. “A unidade da Juceg vai a realizar todos os serviços que são desenvolvidos em Goiânia, como protocolar os atos processuais, analisar e deferir a abertura, a alteração e quaisquer outros atos empresariais. Agora todos os serviços serão feitos com a agilidade que o empresário merecer”, afirmou o

presidente da Junta Comercial. A Junta Comercial é responsável pelo registro de empresas mercantis, e atua na realização e processamento da habilitação, nomeação e cancelamento referentes à empresas. Atualmente o escritório regional atende mais de 10 cidades da região sudeste do estado e funciona na unidade do Vapt-Vupt no Bairro Mãe de Deus.


12

De 29 de abril a 05 de maio de 2013

JORNAL O SUDESTE ED. 150 DE 29 DE ABRIL A 05 DE MAIO DE 2013  

JORNAL O SUDESTE ED. 150 DE 29 DE ABRIL A 05 DE MAIO DE 2013