Page 1

pOrSChe CaYeNNe S hYBrid

O PRIMEIRO HÍBRIDO DE SÉRIE DA MARCA

EXCLUSI VO BMW G

A

Z

I

N

E

B

R

A

S

I

L

e mais

AUDI RS5

andamos no CoUPÉ de 450 Cv

KIA OPTIMA

Um sedà mÉdio Bonito e Bem eQUiPado

exclusivo

SUperteSte O maior comparativo de carros esportivos do mundo

E D I Ç Ã O N Ú M E R O 2 9 r$ 9,90

A

ISSN 1982-4246

M

SÉRIE 6 CA BRIO


27  test drive i CHEVROLET oMEGA fITTIPALDI

Omega

carmagazine.com.br I FEVEREIRO 2011


28

Fittipaldi

Omega retorna ao mercado em edição Fittipaldi por R$ 128.600. Por José Antonio Leme FOTOGRAFIA : Luca bassani

FEVEREIRO 2011 I carmagazine.com.br


29  test drive i CHEVROLET oMEGA fITTIPALDI

O controle de tração garante esportividade e segurança ao sedã

carmagazine.com.br I FEVEREIRO 2011


30

A ligação não é nova, os caminhos já se cruzaram antes, o afeto parece ser mútuo. A parceria pode render frutos. Essas são algumas das maneiras de falar do retorno do Chevrolet Omega ao mercado brasileiro em uma edição especial que carrega o nome de Emerson Fittipaldi, bi-campeão da F1, campeão da F-Indy e duas vitórias também nas 500 Milhas de Indianápolis, com motores Chevrolet, diga-se de passagem. Não bastasse as vitórias nas pistas, a parceria do “Rato” com a GM não é nova, em 1990 a GM lançou o Monza 500 EF, que foi o primeiro veículo da marca com injeção eletrônica no país. Dessa vez, a dupla reedita a parceria através de um modelo que fez história no Brasil com mais de 100 mil exemplares vendidos de todas as sua gerações. Visualmente, o carro quase não tem mudanças em relação à última geração do modelo que parou

de ser vendido em meados de abril de 2009, as mudanças são sutis e quase imperceptíveis. O conjunto óptico dianteiro recebeu fundo preto para expressar mais esportividade, e o carro ganhou também uma nova grade e novos para-choques. Na traseira, a tampa do porta-malas recebeu um pequeno spoiler que não só tem função estética mas também aerodinâmica, diminuindo o arrasto aerodinâmico do veículo de 0,35 cx para 0,33 cx. Sob o capô, o Omega carrega um motor V6 de 3.6L com 292 cv de potência equipado com injeção direta de combustível, o SIDI (Spark Ignition Direct Injection) com isso, o ganho da antiga versão desse motor foi de 38 cv, passando dos 254 cv para os atuais 292 cv e 36,7 kgfm de torque, associado a uma transmissão automática de seis velocidades e tração traseira. O sistema Active Select, permite ao motorista realizar a troca de marchas manualmente, fazendo

assim uma pilotagem mais esportiva. Apesar disso, o modelo fica devendo quando não oferece paddle shifts, as famosas “borboletas” atrás do volante para troca de marchas sem tirar as mãos do volante. Esse trem de força permite ao Omega Fittipaldi fazer de 0-100 km/h em 6.8 segundos e atingir a máxima – limitada eletronicamente – de 235 km/h. Em relação à segurança, o Omega apesar de contar com tração traseira - perigosa para motoristas não experientes - tem o Controle de Estabilidade (ESC), ABS e Distribuição Eletrônica de Frenagem (EBD) nos freios a disco, além de Assistente para Frenagem (EBA) e o Controle de Tração (TCS) para manter o carro na linha. Air bags estão disponíveis nos tipos frontal e lateral no modelo. Durante o teste, o controle de tração dava toda a impressão de que estávamos guiando um carro de tração dianteira, tamanho era o trabalho do sistema, principalmente nas saídas4 FEVEREIRO 2011 I carmagazine.com.br


31  test drive i CHEVROLET oMEGA fITTIPALDI

Luxo e desempenho sob as marcas GM e Fittipaldi

carmagazine.com.br I Fevereiro 2011


32

Destaque para a alavanca do câmbio de seis marchas no interior bem equipado

de curva em condução esportiva. O conforto do Omega é visível e palpável, na escolha das cores do interior, a tendência europeia foi adotada e a marca escolheu um interior bicolor para o veículo que é bem acabado. O motorista ainda pode contar com computador de bordo e painel de instrumentos com iluminação branca. O volante de três raios é multifuncional, tem controles do som e também para atender o celular via bluetooth. O sistema de entretenimento foi melhorado e recebeu um display de 6.5 pol. ‘touch screen’ onde os ocupantes podem controlar o rádio, a leitura de arquivos Mp3, entrada USB e ainda pode armazenar até 15 CDs na memória. Existem ainda entradas auxiliar, USB e de iPod localizadas dentro do console central. É através do display que o motorista vai acompanhar as marcações e a câmera de ré do veículo que auxiliam nas

manobras de estacionamento. As rodas de 17 polegadas têm novo design e vêm calçadas com pneus da marca Yokohama com medidas 225/55 R17 que durante a avaliação na pista de testes da GM, em Cruz Alta, se mostraram devidamente confiáveis. Quem adquirir o Omega Fittipaldi terá além de 2 anos de garantia sem quilometragem, direito ao ‘Kit Concierge’, que também é oferecido aos consumidores que comprarem um Camaro. O pacote permite ao proprietário ter comodidades como assistência domiciliar (chaveiro, encanador, eletricista e outros) sem nem mesmo precisar ligar, tudo é agendado por você: motorista amigo que leva o veículo em caso de necessidade, reservas de hotel, passagens de avião e em restaurantes e bares. As vendas iniciam-se no final deste mês e

segundo Gustavo Colossi, Diretor de Marketing da GM do Brasil, as vendas das 600 unidades que estão desembarcando da Austrália e que carregam o nome do piloto em emblemas nas portas dianteiras, servirão como termômetro do mercado para um possível retorno do modelo. Depois disso, a GM vai então se situar e ver como e em qual quantidade ele continuará a ser importado.

Chevrolet omega fittipaldi Preço I R$ 128,6 mil Motor I V6 3.600 cc, 292 cv @ 6.200 rpm, 36,7 kgfm @ 2.900 rpm transmissão I 6 marchas, automático, tração traseira Comp./Larg./Alt. I 4.894/2.100/1.476 mm desempenho I 0 a 100 km/h em 6,8 s, 235 km/h

Fevereiro 2011 I carmagazine.com.br


33  Primeiras impressões i Chevrolet Celta e prisma

Chevrolet Celta e Prisma Hatch e sedã renovados na linha 2012. P0r José Antonio Leite A Chevrolet apresentou a linha 2012 do hatch Celta e do sedã compacto Prisma, que chegam com mudanças que revigoram seus modelos, alinhando-os ao DNA global da marca. Complementando as mudanças externas que buscam renová-los em seus nichos de mercado, foi pensado também em novos interiores e novas nomenclaturas que aposentam os antigos Spirit e Life, para a chegada do LS

carmagazine.com.br I fEVEREIRO 2011

e LT, alinhando os modelos também nesse quesito aos demais veículos da marca. Na versão LS, o valor é a partir de R$ 26.115 e na versão LT R$ 29.364. Com vendas que superou 155 mil unidades no ano passado e fabricado em Gravataí (RS), o Celta é o carro-chefe da GM desde seu lançamento e está em sua segunda geração, onde recebe agora um pequeno ‘facelift’, mas mantendo inal-

teradas as principais peças, como faróis, lanternas e parachoques, além das linhas da carroceria. Para o Celta as mudanças começam com a integração do modelo ao design dos demais carros da marca através da nova grade onde a gravata dourada deixa o círculo cromado e fica apenas transpassada por uma barra na cor do carro com a grade preta no fundo, visual iniciado no Brasil com o Captiva.

Os para-choques agora estão na cor da carroceria em todas as versões - LS e LT - e os emblemas que as identificam continuam no canto inferior das portas dianteiras. Na tampa do porta-malas, a gratava da marca também mudou de local e perdeu o círculo cromado; está sozinha e bem centralizada. Internamente, as mudanças para a linha 2012 ficam por conta do novo tecido nos bancos com 4


34

O Celta e o Prisma receberam a identidade mundial da GM

fEVEREIRO agosto 2010 2011 I carmagazine.com.br


35  Primeiras impressões i Chevrolet Celta e prisma

novo desenho em dois tons, com variação nos assentos, além disso, agora o tecido chegou até as portas também. O carro ganhou um porta-luvas superior, novos portaobjetos junto ao freio de mão, bem como os porta-objetos das portas foram aumentados e agora podem alojar uma garrafa pequena. Em relação a motorização, continua inalterado o motor 1.0L VHCE Flexpower que desenvolve 78 cv e 9,7 kgfm, ou 77 cv e 9,5 kgfm de torque abastecido com etanol e gasolina respectivamente. Na versão de carmagazine.com.br I fEVEREIRO 2011

entrada, a LS, o Celta está disponível nas configurações de duas ou quatro portas, enquanto a LT, mais completa, somente na versão quatro portas. A linha 2012 do Prisma recebeu mudanças diferentes do Celta, apesar de - como o irmão menor - manter as linhas e os pontos principais do carro inalterados. Nova dianteira, traseira inalterada, interior melhorado, mesmo motor e novas versões, assim pode se resumir o Prisma 2012. Internamente, o modelo que tem expectativa de mercado de 4.000

unidades/mês segundo a marca, ganhou um novo painel, na cor cinza-claro na parte superior, também buscando maior requinte. O volante, iluminação, painel de instrumentos e os controles do ar quente/ar-condicionado seguem a mesma estrutura do Celta. O segundo porta-luvas também está no Prisma, bem como o tecido nas portas. O tecido, diferente do Celta, é diferente também para cada versão do veículo, LS e LT. Na LT, há ainda uma barra cromada na parte interna das portas. Dentro do cofre do motor do

Prisma, há opções de acordo com a versão escolhida. Na LS, de entrada, o consumidor pode contar apenas com o 1.0L VHCE Flexpower de 77/78 cv de potência e 9,5/9,7 kgfm de torque, com gasolina e etanol, respectivamente. Já para a versão LT, o motor é o 1.4L Econoflex de 97 cv ou 95 cv de potência e 13,7 kgfm e 13,2 kgfm de torque, com etanol ou gasolina respectivamente. Sem dúvida os modelos populares da GM continuam agradando e primando pela praticidade, economia e bons preços.


36

fEVEREIRO 2011 I carmagazine.com.br


37  Primeiras imagens i Cadillac CTS-V Black Diamond Edition

Cadillac CTS-V Black Diamond Edition Esportivo Americano tem 556 cv e pintura com tecnologia militar exclusividade nunca é demais. Quando se trata de um esportivo então, menos ainda. A Cadillac que se orgulha de ter criado o CTS-V em versões para todos os gostos, sedã, coupé e wagon e que conseguiu inclusive superar na pista, rivais como BMW M5 e Mercedes-Benz Classe E AMG. Agora a marca apresenta uma edição especial chamada de CTS-V Black Diamond, que tem como principal novidade a pintura SpectraFlair, criada pela empresa JDSU, especializada em tecnologia militar. O grande diferencial dessa pintura – utilizada pela primeira vez por uma empresa automotiva –é o revestimento da carroceria em três camadas que entrega um acabamento com a sensação de dimensões. No processo, ao invés de partículas de metal, a SpectraFlair utiliza flocos de alumínio encapsulados em fluoreto de magnésio, combinação que dá a pintura um brilho semelhante ao do diamante quando a luz atinge a superfície da pedra por diferentes ângulos.

carmagazine.com.br I fevereiro 2011

As mudanças feitas ao carro não param por aí, o CTS-V Black Diamond conta com rodas de 19 polegadas na cor grafite que deixam à mostra as pinças de freio da grife italiana Brembo na cor amarela e que tem seis pistões nas pinças dianteiras e quatro nas pinças traseiras. Internamente, o carro conta com bancos esportivos Recaro revestidos em couro com costura francesa e enxertos de microfibra de camurça na área central do assento e do encosto, para ajudar a manter piloto e passageiro no lugar. Foi utilizado também sapele, um tipo de mogno originário da África, no acabamento interno por sua durabilidade e aparência diferenciada. No cofre do motor, o CTS-V Black Diamond guarda um bloco V8 de 6.2L supercharged com 556 cv e 76,1 kgfm de torque, associado a uma transmissão automática de seis marchas. A tração é traseira.

CAR #29  

Matérias Cadillac CTS Black Diamond Edition, Chevrolet Celta e Prisma 2012 e CHevrolet Omega Fittipaldi publicadas na revista Car Magazine B...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you