Page 1

JAIME SOLARES CV + PORTFOLIO


info

formação

softwares

idiomas

Nome completo Jaime Solares Carmona Nascimento 18/10/1989 Celular +55 11 941 340 525 E-mail jaime.solares.89@gmail.com Endereço R. Gal. Jardim, 712

Universidade de São Paulo Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Graduação 2009 | 2015 Mestrado 2018 | 2020

Pacote Office Avançado AutoCAD Avançado Revit Avançado SketchUp Avançado VRay Intermediário Photoshop Básico Illustrator Básico InDesign Básico

Português Língua materna Inglês Fluente Espanhol Fluente Francês Básico Italiano Básico

Pontificia Universidad Católica de Chile mar | jul 2013

publicações

cursos e workshops

profissional

premiações

Insustentáveis Refúgios ensaioscriticos.net | I ICHT 2017

Curso Gerenciamento de escritórios de projeto e construção 16h | Belas Artes

CAT.ARQ out | atual

Segundo lugar Concurso Nacional de Habitação de Interesse Social em Área de Risco IAB-SP/ABCP

Arquitetura da Redenção ensaioscriticos.net

2016

2017

Workshop Ecoporto Hidroanel / Represa Billings USP + Princeton

MGóes AD fev | julho

2017

Puxadinho na Lei Rouanet Galeria da Arquitetura | vitruvius

2013 | 2014

2016

Workshop EM2N Architekten | PUC Chile Santiago, Chile

Clássicos da Arquitetura: SESC Nova Iguaçu ArchDaily

2015 Ensaio sobre o Futuro The Future of Architecture II publicação independente da editora alemã Crap is Good Press

2013 Usina de Triagem: a construção da sustentabilidade social, ambiental e econômica Revista Arquisur

2012

2013

Curso REVIT Architecture 40h | PartNumber

2011 Workshop RED-PUC Santa Fé: Problemáticas Urbanas Contemporâneas Santa Fé, Argentina

2011

2016 | 2017

2016 AMZ Arquitetos jun | fev

2014 | 2016 ELEMENTAL Chile mar | jul

2013 Secretaria Municipal de Habitação ago | dez

2012

2012 Menção Especial XXXI Encontro e XVI Congresso Arquisur Buenos Aires, Argentina

2012 Finalista 7º Concurso CBCA/Alacero para Estudantes de Arquitetura CBCA/Alacero

2014

CV


acadêmico paisagem | Usina de Triagem 1 equipamento | Ecoporto do Hidroanel 3 revitalização | Agricultura urbana 5 habitação | Habitação Social em aço 7 habitação | Habitação Social em área de risco 9

profissional ELEMENTAL MGóes AD + CAT.ARQ AMZ arquitetos + SEHAB

11 12 13

sumário


Usina de triagem a construção da sustentabilidade ambiental, social e econômica memorial O projeto abarca as escalas do edifício à cidade a partir da dinâmica sócio-ambiental dos catadores de resíduos sólidos do City Jaraguá e todos os outros agentes sociais envolvidosa. Desde o início tentou-se desenvolver o processo participativo como método fundamental de construção programática e política no local. Aliado a um raciocínio holístico de sustentabilidade, lemos as demandas sociais da população através de diversas atividades lúdicas e comunitárias. O que inicialmente era uma Usina de Triagem cresceu até virar um complexo educativo-cultural, que articula paisagem, cidadania e senso de pertencimento.

local equipe orientação blog

Pirituba, SP Ana Beatriz N. C. de Almeida Bruno J. Mentone Juliano F. M. da Costa Sheila Q. Porto Profª. Drª. Catharina Pinheiro Cordeiro dos Santos Lima http://reciclandoalianca.wordpress.com

1


A

1 2

pátio de acesso cobertura metálica da construção original 3 cozinha | refeitório 4 praça central 5 horta comunitária 6 playground terceira idade 7 playground infantil 8 administração 9 triagem de residuos sólidos 10 triagem de tecidos 11 módulos | salas de aula

5

6

11

10

4

9 B

2

B

3

fotos

7

maquete física

1 8

A

implantação

0

5

fotos

10 m

processo participativo

Jacarandá Mimoso jacaranda mimosifolia

Eritrina erythrina

corte A

0

5

10 m

Ipê Amarelo tabebuia

Pata de Vaca bauhinia forticata 8

Pau Ferro caesalpinia ferrea

corte B

0

5

10 m

legenda

árvores nativas

módulos

elevações | planta | isométrica 0

5

10 m

vista do auditório

2


Ecoporto do Hidroanel infraestrutura urbano-fluvial memorial O ecoporto faz parte do Hidroanel, um megaprojeto metropolitano que visa reverter o modelo rodoviarista e predatório do urbanismo da RMSP. Ele funciona como um local público de trocas, lazer e cultura. A implantação se estrutura na composição formal o redor da marquise e do lago. A praça de água articulaos diferentes programas, a urbanidade do pólo contrípeto, em contrapartida ao nó conector. A cidade permeável, organizada, generosa. O espaço público a partir da água em suas diferentes poéticas: o calçadão, o futebol de várzea, o espelho d`água, a marina, a piscina flutuante, o delta fértil, o estaleiro, o porto, enfim - o rio e a cidade.

local orientação

São Miguel Paulista, SP Prof. Dr. Alexandre Delijaikov

3


A

B

1

2

3 1

1

2

1 administração 2 laboratórios Instituto do Meio Ambiente 3 diretoria

2

3

3

1

planta segundo pavimento

0

10

1

20 m

5 C

C

1

planta primeiro pavimento

planta pavimento-tipo

1 sal as de aula 2 diretoria 3 ateliers de arte

1

0

10

20 m

2

1

4

2

4 2

D

3

6

D

5

3

planta pavimento-tipo 4 5

4 1 2 3 4 5

planta cobertura

corte A

corte B

alfândega | administração cantina salão de baile módulos | restaurantes foyer ao ar livre 0

5

10 m

1

setorização 1 complexo técnico-educacional 2 porto + marina + mercado 3 complexo cultural 4 escola ens. fundamental 5 clube público

3

7

2 6

planta último pavimento

implantação

A

0

B

corte D

corte C

10

50 m

1 2 3 4

administração escada + elevador acervo salas de estudo

0

10

20 m

5 salão de leitura 6 salão de exposição 7 varanda | café

0

10

20 m

0

10

20 m

4


Agricultura urbana revitalização da fábrica Seaholm memorial A principal estratégia do projeto de revitalização da fábrica Seaholm foi reconhecer as forças tectônicas e telúricas preexistentes. Através do respeito à sua elegante e complexa plástica estrutural de grandes vazios verticais, pudemos desenvolver um projeto com mínimas adições e subtrações, e máximo aproveitamento da massa construída. Buscamos ordenar o tema da sustentabilidade em suas dimensões simbólicas e sócio-culturais, dentro de um ciclo produtivo de conhecimento, articulado no tripé produção – pesquisa – ensino. Para tanto nós criamos uma série de espaços públicos a fim de promover uma diversidade de maneiras de ensinar e experenciar a agricultura urbana. Já no espaço externo desenhamos um grande deque continuo que articula o gramadão para shows gratuitos no pavilhão revitalizado, e um ponto de descanso para a prática de caiaquismo. Ao final, o edifício e seu entorno são um elemento de conexão entre a água e a terra, num ato transcendental que nos remete à agricultura e à própria base da civilização.

local equipe

Austin, USA Nick Chadde, Nathalie Ramires

5


A

B

4

1

C

3

5

C

5

6

2 5

planta primeiro pavimento vista da entrada principal input / output C

9

C

10 5

7 8

12

5

corte A planta subsolo

0

A

1

5m

B

vista do salão de estar

corte C

corte B

0

1

5m

1

BIBLIOTECA “VIVA”

4

RECEPÇÃO

7

SISTEMA JARDIM VERTICAL

10

BANHEIROS

2

EXPOSIÇÕES

5

CIRCULAÇÃO VERTICAL

8

RECEPÇÃO

11

DECK | TERRAÇO DESCOBERTO

3

SALÃO DE ESTAR

6

DEPÓSITO

9

LABORATÓRIO + COZINHA-ESCOLA

12

BOMBA / FILTRO

1 entrada principal 2 jardins-modelo 3 pavilhão revitalizado 4 deck ampliado 5 terraço 6 instalação “de volta à natureza” 7 trilha de pedestre e ciclovia 8 boulevard elevado de pedestres 9 jardim público de Austin 10 acesso kayak

10 4 5 7 1

2

2

6

distribuição programática

2

vista da biblioteca viva

3

8

mapa hotspots

raio de 1,5km | 20min. a pé

implantação

0

5

10 m

vista do auditório

6


Habitação Social em aço

finalista

edifício multifamiliar modular

local equipe orientação

São Paulo, SP Caio Paula, Elisabetta Bruni Prof. Dr. Álvaro Puntoni

7


memorial Um pórtico modular plano, constituído por uma viga “gaivota” que se apóia sobre um só pilar, transfere as cargas para solo através de um sistema de tirantes que deixa 70% do edifício em balanço.

1 qto

Ritmado a partir de tal módulo plano, a unidade – esquematizada em três blocos: o servido, o servidor e o de expansão - se espelha criando um vazio que possibilita o crescimento da unidade e a constituição de um quintal comum de acesso.

1 qto + comércio

2 qtos + comércio

estudo de expansão

Explorando todo o potencial do aço através da solução pórtico -em-balanço, liberamos a maior parte do solo para que a vegetação nativa pudesse permanecer intocada, e que o projeto fosse de fácil implantação em qualquer terreno e situação da cidade.

perspectiva do corredor variações de implantação

1

2

3

axonométrica explodida

corte

1 2 3 4 5 6 7 8

1 2

3

2

1 colchão de ar 2 ventilação cruzada 3 iluminação natural controlada

estudo bioclimático

pólo institucional Itaquera escadão de acesso elevador inclinado clube público estacionamento ciclovia biblioteca + creche conexão com a EMEB existente

4 5

2

6

7 8

implantação

vista do corredor de circulação

vista do mirante no acesso superior

8


Habitação Social em área de risco

2º lugar

edifício multifamiliar pluritipológico memorial Para solucionar o problema das enchentes no Sertão das Sesmarias propomos o modelo de cidade compacta através da implantação dos edifícios que definem fronteiras urbanas, ao mesmo tempo em que estabilizam as encostas e drena as águas da chuva, num sistema habitação-infraestrutura, contendo assim a mancha urbana irregular.

pontos de macrodrenagem do sistema viário

fábrica-canteiro

mirante

talvegues ruas propostas ruas requalificadas edifícios propostos edificações mantidas parques de drenagem curvas de nível | 5m praças de drenagem usina de triagem e reciclagem de resíduos sólidos

local equipe orientação

mirante

Em termos de paisagem, projetamos praças de drenagem com jardins de chuva, aliados a bacias de contenção, resolvendo a questão do manejo das águas pluviais, trazendo lazer e diversão à população local. Essa solução, juntamente com as usinas de triagem de resíduos sólidos, permite um ciclo fechado de manejo de resíduos. Por fim, buscamos a variação tipológica das unidades, criando desde habitações acessíveis até expansíveis e sobrados, permitindo a criação de uma identidade e plasticidade únicas ao conjunto. Visando racionalizar o processo construtivo prevemos também um canteiro de peças pré-fabricadas de cimento que produzirá os componentes modulares das habitações.

Ubatuba, SP Alice Sequerra Mahlmeister, Ana Paula Oliveira Lopes, Rafael Igayara da Silva Ramos Profª. Drª. Anália Maria Marinho de Carvalho Amorim

9


13%

acessível | 2 dormitórios 70 m²

33%

8%

13%

33%

60 m² + 40m²

16 m²

40 m²

64 m² + 32m²

kitnet

sobrado | 2 dormitórios

acessível | 1 dormitório

duplex | 2 dormitórios

plantas

caixa d`água filtro

duplex

reservatório para reutilização

frutíferas nativas

acessível

elevador inclinado

biovaletas escalonadas escoamento águas subterrâneas | peças de argamassa muro de arrimo | concreto ciclópico microestação de tratamento de esgoto

sobrado

piso elevado (plaquetas de concreto sobre minivigas) | circulação e microdrenagem “cipó de são joão” | estabilização do solo reservatório de águas pluviais

corte A

situação inicial evolução no tempo

sem escala

corte B

primeira geração

sem escala

segunda geração

corte eficício

sem escala

...

10


ELEMENTAL mar | jul 2013

Villa Verde

Concepción | Chile, 2010 57-85m²

Casa Ocho

Los Vilos | Chile, 2013-2015 290m²

Casa do Escritor

Montricher | Suíça, 2013-2015 26m²

11


CAT.ARQ out | atual 2016 | 2017

SESC Pinheiros São Paulo | SP, 2016 2.000m² | reforma

Grandes Sertões: Veredas São Paulo | SP, 2017 80m² | cenografia

MGóesAD fev | jul 2016

EMEB Euclides da Cunha

São Bernardo do Campo | SP, 2016 4.170m²

EMEB Mariana Neves Interliche

São Bernardo do Campo | SP, 2016 3.630m²

12


AMZ Arquitetos

SEHAB

jun | fev 2014 | 2016

ago | dez 2012

Ap. Jerônimo da Veiga 2014-2015

São Paulo | SP 245m² | reforma 2 qtos

39m²

1-2 qtos

34m²

Casa Alto de Pinheiros São Paulo | SP em construção

170m²

projeto emergencial de readequação Favela do Sapê

.4

0

1m

análise comparada de crescimento

13

Portfolio jaime solares  
Portfolio jaime solares  
Advertisement