Issuu on Google+


4 6 7 15 .. .. ,,

44 45


5


A Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo foi fundada em 1997, por Vasco Wellenkamp e Graça Barroso. Composta por um elenco de 14 bailarinos e um quadro técnico e administrativo de oito pessoas, foi pensada como uma Companhia de Repertório original, permitindo a Wellenkamp continuar a desenvolver o trabalho que que iniciou no Ballet Gulbenkian, enquanto coreógrafo principal dessa Companhia. Desde a sua fundação a CPBC tornou-se um lugar onde coreógrafos, bailarinos, criadores e intérpretes de outras áreas puderam pesquisar, desenvolver e amadurecer as suas linguagens construindo uma experiência artística comum. Este modelo de Companhia, partiu da realidade multiforme da dança portuguesa independente e teve como matriz as companhias europeias de repertório contemporâneo.Com um repertório principalmente coreografado para si pelo seu director artístico e com um grupo de bailarinos de grande qualidade técnica e artística formados na CPBC, a Companhia conquistou ao longo da última década uma excepcionalidade e uma reputação na dança contemporânea que é hoje reconhecida internacionalmente. Para além das obras de Vasco Wellenkamp, criaram exclusivamente para a Companhia, Nils Christe, Rui Lopes Graça, Gagik Ismailian, Henri Oguike, Nathalie Bard, Tíndaro Silvano, David Fielding, Rami Levi, Darshan Singh Buhller, Ronald Malzer, Jan Linkens, Benvindo Fonseca, Barbara Griggi e Pedro Goucha Gomes , André Mesquita e Patrick Delcroix.

Em 2011 a Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo estreou mais um espectáculo nos dias 1, 2 e 3 de Julho no Auditório Fernando Lopes Graça no Parque de Palmela – Cascais as seguintes peças: .

.Em 2012 foi convidada a representar Portugal, com o bailado Passacaglia, na Expo 2012, em Seul, Coreia do Sul, que decorreu em Agosto.

6


17!


Delcroix é um coreógrafo que tem tido um crescente sucesso internacional e cuja linguagem, extremamente pessoal, é marcada pelo rigor e pela depuração. Em 2009 remontou o bailado “cherché, trouvé, perdu” para a CPBC tendo voltado agora para criar pela primeira vez uma obra original para a companhia.

28



Dance photography &movements