Page 1

Publicação bimestral da Cosan

I

março-abril 2013

A maior distribuidora de gás natural do país chega para somar

ComGÁs ganha novo impulso

nEGÓCIos Uma visão sobre o potencial das nossas empresas

Com a PaLavRa Marcelo Martins, diretor vicepresidente de Finanças e de RI

MAIs

biblioteca mindlin é aberta ao público

Cosan é um dos patrocinadores do projeto • p21 jAn-feV 13

I

revista

I

1


março-abril

2013

conteúdo boas-vIndas À ComGÁs página 8 A maior empresa de distribuição de gás natural do país passa a fazer parte da Cosan

aInda nEsTa EdIção

Com a Palavra 5

Institucional 16

Patrocínio 21

Conversa com Marcelo Martins, diretor vicepresidente de finanças e de RI da Cosan

Você está por dentro das nossas empresas? Confira o panorama geral dos negócios

Com patrocínio Cosan, Biblioteca Mindlin é aberta ao público na usp

Canal aberto 3 dois Pontos 4

E maIs Infográfico 14 Entre aspas 20

tá na rede � novo sITE da mobIL A marca de lubrificantes Mobil, licenciada para a Cosan le, lançou seu novo portal. Acesse: mobil.cosan.com.br

2

I

revista

I

MAR-ABR 13

Zoom 22

você viu? 23

� Cosan EnTRE as maIoREs EmPREsas do bRasIL segundo o anuário “valor grandes grupos”, publicado em dezembro, a Cosan é considerada a 22ª maior empresa do país. em 2010, a companhia ocupava a 27ª posição. Acesse: www.revistavalor.com.br/ valorgrandesgrupos


canalaberto A palavra do presidente

N

ossa revista traz inovações gráficas e editoriais, que refletem a essência moderna da Cosan de hoje: uma empresa que estamos construindo juntos. Com esta publicação, pretendemos aproximar os funcionários aos grandes temas relacionados à organização. Hoje temos nosso foco de atuação nos segmentos de energia e infraestrutura. Na matéria de capa desta edição, trazemos mais detalhes sobre a Comgás. Eles mostram nosso orgulho de tê-la na equipe para somar experiências e aprendizados. Em entrevista, Marcelo Martins, diretor vicepresidente de Finanças e de Relações com Investidores, explica os principais conceitos e desafios do mercado de ações. Outra reportagem especial apresenta alguns destaques dos negócios da Rumo, Radar, Cosan LE e Raízen. Elaboramos ainda um infográfico que mostra como funciona a operação da Rumo no Porto de Santos – desde a chegada do açúcar por ferrovias até o carregamento dos navios para exportação. Aproveite a nova Revista Cosan e não deixe de compartilhar com seus amigos e familiares. É um privilégio para nós fazer parte deste time. Boa leitura.

Marcos Marinho Lutz diretor presidente da Cosan

Contribuíram para esta edição

edição 60

NOSSA CAPA A foto, que ilustra nossa capa, foi tirada em uma das estações de medição e recebimento de gás natural (city-gates) da Comgás

expediente revista www.cosan.com.br

Veículo de comunicação voltado para os funcionários da Cosan, sob supervisão editorial do departamento de Comunicação Corporativa Redação: Equipe de Comunicação Corporativa da Cosan e Novacia. Projeto Gráfico e Editorial: Novacia Marketing e Comunicação Fotos: Ricardo Teles, Túlio Vidal, Felipe Gombossy, Régis Filho, Celso Doni, arquivo Cosan e arquivo Comgás Impressão: Laborgraf Tiragem: 1.500 exemplares A reprodução e o uso de todo e qualquer conteúdo deste material (textos, fotos, ilustrações e logos) dependem de prévia autorização da Cosan S.A. Indústria e Comércio.

Stefania Dardi Superintendente de Marketing e Comunicação de Mercado da Comgás

Alexandre Breda Superintendente de Suprimento de Gás e Termoeletricidade da Comgás

Guilherme Machado Gerente de Relações com Investidores da Cosan

MAR-ABR 13

I

revista

I

3


dois pontos um mesmo tema, duas visões

carreira

Foco na carreira

T

er uma carreira de sucesso é meta de todos os profissionais. Mas o que têm em comum as pessoas que trilham um caminho vitorioso? Convidamos dois profissionais de destaque em suas áreas para falar sobre o assunto. São eles Giovane Gávio, ex-atleta bicampeão olímpico e hoje palestrante; e Paulo Belem, funcionário da Cosan LE, que se mudou recentemente para a Inglaterra, onde passa a atuar na área de planejamento da Comma Oil & Chemicals Limited. Belem começou como estagiário em 2003, chegou à Supervisão de Preços e Investimentos da Cosan LE e agora inicia uma experiência internacional na companhia. Seja no caso dele ou de um esportista como Giovane, é possível encontrar atitudes semelhantes quando o assunto é ter foco e estar preparado para os desafios.

perfil GIovanE GÁvIo é bicampeão olímpico de vôlei (Atenas/2004 e Barcelona/1992). ex-técnico do sesi-sp, time duas vezes campeão da superliga. hoje é palestrante.

4

I

revista

I

MAR-ABR 13

Como você vem gerenciando sua carreira para alcançar seus objetivos? GIOVANE – Sempre pensei em continuar no esporte, mesmo depois de parar de jogar, e direcionei minha carreira para isso. Afinal, ninguém é atleta para sempre. Antes de deixar as quadras como jogador, comecei a estudar. Preparei-me para ser um bom técnico, um bom gestor, um bom palestrante e ter uma boa imagem. Hoje tenho uma carreira consolidada, mas sei que tenho muito a evoluir. PAULO – Creio que desenvolver a carreira seja uma combinação de quatro fatores: fazer o melhor den-

tro da função que estiver ocupando no momento, manter um diálogo aberto com seu supervisor, formar uma ampla rede de relacionamento com seus colegas e ser resiliente. Qual a dica para aqueles que querem se desenvolver em suas carreiras, independentemente da área em que atuam? GIOVANE – É preciso foco e preparo. Ter objetivos claros para saber onde queremos chegar. Ter preparo para alcançar as metas. Ou seja, defina bem o que você quer, mire nessa direção, trabalhe duro, aprenda e se dedique. PAULO – Eu mencionei que

perfil PauLo bELEm é funcionário da Cosan le. Começou como estagiário (2003), passou por planejamento, Vendas e Marketing e agora assume função estratégica na Comma (Inglaterra).

ser resiliente é um fator importante e minha dica está relacionada a essa força, sempre somada a muita dedicação e perseverança. Pode ser que as oportunidades não apareçam no momento em que esperamos. Apesar disso, temos de estar preparados para ser elegível quando elas surgirem.


com a palavra Marcelo Martins

perfil maRCELo EduaRdo maRTIns é diretor vicepresidente de finanças e de Relações com Investidores da Cosan, acumulando o cargo de diretor executivo de fusões e Aquisições.

Credibilidade: um ativo valioso

ao entregar ResultAdos sólIdos, CosAn ConquIstA A ConfIAnçA do MeRCAdo MAR-ABR 13

I

revista

I

5


com a palavra Marcelo Martins

A

Cosan é uma organização forte, estável e integrada. Está, hoje, entre os maiores potenciais de investimento do Brasil. A conquista desse voto de confiança do mercado é um dos temas da entrevista com Marcelo Martins, diretor vice-presidente de Finanças e Relações com Investidores (RI). As áreas Financeira e de RI atuam diretamente na demonstração sólida de resultados e na construção de relacionamentos transparentes e duradouros com acionistas, investidores e analistas financeiros. Além delas, também está sob a alçada do executivo a área de Fusões e Aquisições, conectada à estratégia e sempre atenta às oportunidades de negócios; e a de Comunicação Corporativa, focada em fortalecer a imagem da companhia perante os seus diversos públicos. Com uma visão para além dos números, todas as equipes sob a gestão de Marcelo possuem uma missão em comum: zelar pela reputação da organização.

Buscamos sempre gerar liquiA Cosan é percebida pelo mercadez para a companhia ao menor do como uma das empresas mais custo possível. Assim, quando é bem geridas e com maior potenA Cosan preciso, utilizamos fontes divercial de investimento no Brasil. sas de recursos, que nos tornam O que levou a organização a ser mantém um frequentes e de credireconhecida dessa forma? diálogo muito emissores bilidade. Isso reduz gradualmenAo longo dos anos, construímos direto e trans- te nosso custo de capital. um portfólio de negócios de primeira linha, com resultados parente com Como o processo de planejarobustos e potencial de cresciseus acionistas, mento ajuda a gerar eficiência mento. Esse crescimento se deu nos negócios? sem endividarmos excessivaclientes e inPossuímos uma visão bastante mente a empresa. Dessa forma, vestidores. Só integrada de gestão financeira na a Cosan é hoje percebida, entre a credibilidade companhia. Ela vai desde a gestão as empresas brasileiras, como do caixa até o planejamento, por um dos melhores riscos para ingerada nesse meio do nosso plano plurianual vestimento. Seja no mercado de relacionae de orçamento. Nesse último ações, seja no mercado de díviexercício, por exemplo, avaliamos da local e internacional. Recenmento permite a performance dos últimos anos, temente, fizemos uma captação construir vaintegrando a visão de todos os nede recursos que foi uma das lor no longo gócios, e apresentamos desafios transações de maior sucesso no para o próximo ano. Dessa forma, país nos últimos anos. Conseprazo conseguimos dar continuidade à guimos precificar essa operação nossa caminhada por uma cresabaixo de várias empresas muito cente geração de valor. respeitadas, como a Embraer, por exemplo. A demanda por esses títulos de dívida da Cosan excedeu 20 vezes o valor ofertado. No último ano, a Cosan teve uma das melhores performances do mercado de ações. Com o sucesso da operação, conseguimos ainda A que se deve essa conquista? reabrir, para empresas brasileiras, o mercado de O mercado entende cada vez mais a nossa captação em reais no exterior. estratégia, nosso plano de crescimento e nosso Como a Cosan consegue determinar o melhor mo- compromisso com resultados e com geração de valor. Levamos essas mensagens para fora, conmento para se fazer uma captação no mercado? solidamos parcerias e ganhamos voto de conTemos hoje uma equipe que possui grande cofiança – o que é altamente desejado por qualquer nhecimento do mercado e consegue identificar corporação. Várias empresas brasileiras perderam os melhores momentos e formas de acessá-lo. 6

I

revista

I

MAR-ABR 13


a credibilidade por prometer e não cumprir. Nós sempre tivemos a visão de que a credibilidade só se constrói com boas entregas. Nós temos apresentado resultados sólidos, crescentes, auxiliados por um bom planejamento e financiamentos bem estruturados. Eles reduzem o custo de capital e trazem eficiência para a companhia. Ou seja, a Cosan mantém um diálogo muito direto e transparente com seus acionistas, clientes e investidores. Só a credibilidade gerada nesse relacionamento permite construir valor no longo prazo.

Cosan não é formada apenas por executivos e funcionários, mas também por acionistas, parceiros e reguladores. É preciso pensar em como a companhia se posiciona perante todos esses públicos e atuar da melhor forma, para gerar o máximo possível de valor para o negócio.

Gerar valor é um ponto fundamental. Como isso deve ser entendido? Gerar valor não é só ganhar dinheiro e ter resultado financeiro imediato. Uma marca forte e sólida gera valor à companhia, pois atrai investimentos, talentos e ameniza crises, fortalecendo Temos obtido sucesso na expansão do portfólio de negócios. Quais as competências básicas a reputação da empresa. Um outro exemplo: uma manutenção bem feita gera valor. Isso envolvidas nesse desafio? porque preserva a vida útil do Certamente, esse sucesso tem a equipamento e reduz problemas ver com nosso time de pessoas futuros. Para conseguirmos valor, altamente gabaritadas. Outra temos de ter uma atitude positicompetência da Cosan é o olhar Uma marca va, pensar de forma equilibrada e estratégico. Vemos coisas que nem todo mundo enxerga, monforte e sólida pragmática. Precisamos manter ações e medidas que façam a tamos um portfólio de negócios gera valor à empresa mais eficiente. Eficiênúnico, que nos permite ir atrás de oportunidades e integrá-las. companhia. Ela cia traz retorno financeiro.

atrai investi-

E o futuro da Cosan? A Cosan busca constantementos, talen- Vamos continuar confiando mente a eficiência operacioem nossas competências para nal. Como é possível contos e ameniza aproveitar as oportunidades de tribuir para essa eficiência, crises, fortale- melhorar. Também expandir os para maximizar os resultados nossos negócios, tornando-nos entregues aos investidores? cendo a repuuma organização cada vez mais Acho que as pessoas têm de tação da emintegrada e com mais previsibiter postura de dono. Você só presa.” lidade de resultados. Vamos semconsegue gerar valor para uma pre manter um diálogo aberto organização se você trabalha com o mercado, para fortalecer essa relação de como se ela fosse sua, sempre pensando nos credibilidade e transparência. impactos e consequências das suas atitudes. A MAR-ABR 13

I

revista

I

7


negócios Comgás

boas-vindas

Comgás ch para somar ConheçA MAIs soBre o negÓCio da empresa e o setor de gás natural no país

8

I

revista

I

MAR-ABR 13


hega

funcionários trabalham em uma das estações de medição e recebimento de gás natural da companhia, conhecidas como city-gate

MAR-ABR 13

I

revista

I

9


negócios Comgás

u

m grande passo na consolidação da estratégia de atuação da Cosan nos segmentos de energia e infraestrutura foi dado. Agora, a Companhia de Gás de São Paulo – Comgás – é parte dos negócios da organização. A maior empresa brasileira de distribuição de gás natural conecta grandes reservas de gás com o maior mercado consumidor do país: as regiões metropolitanas de São Paulo e Campinas, além do Vale do Paraíba e da Baixada Santista. Essa área corresponde a 25% do PIB brasileiro e 35% de todo consumo de energia do país. Números grandiosos não faltam ao negócio da Comgás: são mais de 1,2 milhão de clientes nos segmentos industrial, comercial e residencial, presentes em 71 cidades e ligados por 9,3 mil quilômetros de rede. Por ano, conquista 100 mil novos consumidores, em um mercado com

para atender aos mais de 1,2 milhão de clientes em 71 cidades, a Comgás tem uma rede de 9,3 mil quilômetros. sempre primando pela segurança e pelo meio ambiente

este novo negÓCio nos torna a maior distriBuidora de gás natural do BRAsIl, CoM MAIs de 1,2 MIlhão de ConsuMIdoRes no estAdo de são paulo. trata-se de uma nova oportunidade de aprendizado para nÓs, de avanÇo nesse setor.” Rubens ometto silveira mello PRESIDENTE DO CONSELHO DE ADMINISTRAçãO DA COSAN E DA COMGáS

potencial para alcançar 9 milhões. Também fornece gás natural para veículos, viabiliza projetos de cogeração e tecnologias pioneiras na evolução das redes de distribuição. Tudo isso, tendo a segurança como preocupação número um e sem perder o foco na preservação ambiental e no desenvolvimento do país. Centenária e sempre inovadora São 140 anos pautados pela inovação e fazendo história

sEGmEnTos aTEndIdos PELa ComGÁs margem

Margem X Volume em IFRS

volume

8,8% 1,3% 3,8% 5,2%

2,1%

10%

6,8%

27%

Industrial Cogeração

56%

72%

gnv Residencial Comercial

2,5% 4,3% 10

I

revista

I

MAR-ABR 13

termogeração


sEGuRança Em PRImEIRo LuGaR

junto com o Estado de São Paulo: desde a extinção dos lampiões a azeite de baleia, passando por diversos tipos de combinações para produzir gases combustíveis (gás de carvão e gás de nafta), até chegar à adoção do gás natural. Em 1999, a Comgás foi privatizada: expandiu sua atuação no interior de São Paulo, deu foco à prospecção de grandes indústrias – que geraram enorme volume de venda – e cresceu exponencialmente. Hoje, dentro da sua área de concessão, a Comgás está em praticamente todas as indústrias de grande porte e volta sua atenção para o segmento re-

sidencial. Esse mercado é considerado estratégico para o crescimento da companhia: a Comgás pretende manter a adição de mais de 100 mil clientes por ano e aumentar o consumo médio unitário, reforçando o uso do gás natural como uma alternativa viável e ambientalmente correta. A empresa tem também como meta revitalizar o negócio de Gás Natural Veicular (GNV). Com isso, busca retomar o crescimento no mercado de frota leve e iniciar o trabalho no segmento de frotas pesadas, como ônibus e caminhões.

a ComGÁs no EsTado dE são PauLo Mapa de distribuição de gás natural Gás natural da bolívia bacia de Campos

Gás natural para a região sul Comgás

City-gates existentes

bacia de santos City-gates projetados

A área de concessão da Comgás abrange 177 cidades paulistas. Cerca de 60% do gás distribuído vem da Bolívia, pelo gasoduto Bolívia–Brasil. outros três gasodutos de transporte de fontes garantem grande flexibilidade e confiabilidade da companhia: Bacia de Campos, Mexilhão/lula (Caraguatatuba) e Merluza (santos), todas pertencentes à Bacia de santos. A Comgás já começa a receber gás direto do pré-sal por Caraguatatuba.

• a rede de distribuição está 100% mapeada e é monitorada pela sala de controle. trata-se de um sistema de alta tecnologia que analisa volume, pressão e temperatura do gás, 24 horas por dia, sete dias por semana • Em caso de suspeita de vazamento, equipes de primeiro atendimento, espalhadas estrategicamente em bases de operações, chegam em até 1 hora. • Carros “cheira-cheira”: são equipados com moderno detector de vazamentos que percorrem, duas vezes por ano, todos os 9,3 mil quilômetros de rede em busca de problemas.

MAR-ABR 13

I

revista

I

11


negócios Comgás

Atendimento eficiente e agilidade são diferenciais da Comgás. Na moderna sala de controle (ao lado), a empresa monitora toda sua rede de distribuição de gás

Para realizar todas as obras de expansão previstas para este ano, serão investidos cerca de R$ 800 milhões. Entre elas, mais quatro estações de transferência de custódia, chamadas city-gates, estão em construção: São Bernardo do Campo, Caçapava, Pindamonhangaba e Guarantiguetá. A Comgás também irá realizar o reforço da Rede Tubular de Alta Pressão (Retap), com a construção de uma estrutura com 27 quilômetros de extensão. Uma parte dela está sob a Represa Billings, que servirá para reforçar o sistema de distribuição de gás natural na Região Metropolitana de São Paulo. Comgás no mercado industrial A venda para a indústria é o carro-chefe em volume da Comgás. Atraídas pelas qualidades competitivas do gás nos negócios (mais econômico, menos poluente e mais eficiente como fonte de calor), quase 100% das grandes indústrias paulistas, que atuam na área de concessão da Comgás, já são atendidas pela empresa. O gás natural é usado de várias maneiras pela indústria: da geração de vapor em caldeiras aos fornos, passando pelo combustível das empilhadeiras, em equipamentos de ar-condicionado, geração 12

I

revista

I

MAR-ABR 13

de energia elétrica e tantas outras funcionalidades. A produção de calor e vapor demandam gás, assim como os processos que exigem queima sem resíduos e de alta precisão de temperatura. Na indústria, o gás não é só utilizado como combustível, mas também como matéria-prima, na produção de hidrogênio e fertilizante, por exemplo. Com tantas possibilidades de negócios, a Comgás mantém consultores focados e especializados nos clientes dos diversos segmentos industriais, sendo esse o seu grande diferencial. Assim, espera aumentar suas vendas na carteira atual. Além disso, mantém o trabalho de prospecção de novos clientes. Isso, para continuar atraindo para sua área de concessão novas indústrias demandantes de gás natural. O importante mercado da cogeração Queimar o gás uma única vez para gerar duas ou mais utilidades: esse é o conceito da cogeração. É um mercado que cresce impulsionado pela economia e pelos benefícios ambientais que as soluções agregam. A Comgás tem um papel facilitador nesse segmento com seu time de consultores, que identifica as necessidades energéticas dos clientes e os ajuda na implementação de


o GÁs naTuRaL no bRasIL participação das fontes de energia na matriz brasileira

Petróleo e derivados 37,6% Gás natural 10,3%

soluções eficientes. É o caso do Centro Empresarial Rochaverá Corporate Towers, em São Paulo, primeiro edifício do Brasil a reunir vários conceitos de green building e que adotou a cogeração a gás natural suportada pela Comgás. Hoje, a empresa soma 25 projetos dessa natureza – um negócio que deve expandir muito nos próximos anos.

ComGÁs Em nÚmERos

R$ 3,4 bilhões foi o valor da aquisição pela Cosan número de clientes residenciais:

1,2 milhão voCÊ sabIa?

1

o gás natural é uma mistura de gases, basicamente metano, encontrados nas profundezas do mar e no subsolo, de forma isolada ou acompanhada de petróleo

número de clientes industriais:

2

Composição básica: metano (entre 90% a 95%) e outros gases: nitrogênio, etano, gás carbônico, butano e propano

mais limpa. o gás natural emite uma 3 energia quantidade menor de poluentes que os demais combustíveis fósseis (petróleo e carvão mineral). ele atende às determinações ambientais e oferece energia confiável e versátil

1 mil Cidades atendidas:

71 extensão da rede:

9,3 mil km funcionários:

mais de 1 mil

Carvão mineral e Coque 5.2% urânio 1,4% Hidráulica e Eletricidade 14% Lenha e Carvão vegetal 9,7% outras renováveis 17,8% derivados da Cana 4%

o gás natural é o combustível que mais tem aumentado sua participação na matriz energética brasileira. hoje, ela é de 10,3% e a projeção para 2030 é que chegue a 15,5%. segundo a Associação Brasileira das empresas distribuidoras de gás Canalizado (Abegás), a taxa média de crescimento da participação do energético é de 20% ao ano. Fonte: Balanço energético nacional, 2011

MAR-ABR 13

I

revista

I

13


infográfico Porto de Santos

Rumo

O caminho do açúcar Conheça o trajeto do produto: da sua chegada ao terminal da Rumo, no Porto de Santos, até o embarque para diversos mercados internacionais

L

evar o açúcar dos centros produtores até o porto, integrando transporte, armazenagem e embarque, é o negócio da Rumo. Uma das etapas mais curiosas desse processo acontece a partir da chegada do produto em Santos. Lá, na maior instalação portuária especializada no embarque de açúcar do mundo, a Rumo mantém uma estrutura eficiente, que garante o embarque de até 10 milhões de toneladas por ano. Acompanhe, passo a passo, o caminho do açúcar.

14

I

revista

I

MAR-ABR 13


1

2

3

Trem chega ao Porto de Santos com o carregamento de açúcar e para na moega

O açúcar sai do vagão, passa por um chão vazado e desemboca no subsolo da moega

O açúcar cai em uma esteira de borracha que o leva até um elevador de caneca. De lá, vai para uma esteira superior

4

5

A esteira leva o açúcar para o armazém que fica à espera do navio. Um triper (espécie de bocal) despeja o produto formando montes de até 100 toneladas de açúcar

Quando o navio chega, aberturas no chão do armazém escoam açúcar para uma esteira que o leva até a embarcação

6 Ao final da esteira está o ship loader, dispositivo que joga o açúcar para dentro do navio. Ele funciona como um aspirador invertido. De lá, ele sai para exportação MAR-ABR 13

I

revista

I

15


institucional estratégia sucesso

Diferentes negócios, um só caminho: o crescimento Cosan se fortalece nos setores de energia e infraestrutura, essenciais para o desenvolvimento do país

M

ais do que uma meta, uma realidade. Com a aquisição da Comgás e excelentes resultados em 2012, a Cosan se consolida como uma das mais importantes corporações do país, com foco claro nos segmentos de energia e infraestrutura. O novo desenho na sua estratégia agrega negócios de sucesso, frutos de movimentos precisos e de um novo olhar. Além de estrear em grande estilo no setor de gás natural, a Cosan, por meio da Raízen, é líder no mercado de biocombustível e tem presença importante na distribuição de combustíveis. Com a Cosan Lubrificantes e Especialidades, oferece soluções inovadoras para motores e máquinas. Na Rumo, detém a experiência em logística ferro16

I

revista

I

MAR-ABR 13

viária, com sua plataforma integrada de transporte. A Radar usufrui do conhecimento diferenciado do agronegócio da Cosan para administrar terras de forma pioneira. “Somos uma empresa brasileira com agilidade nas estratégias e uma atitude muito empreendedora”, diz Marcos Marinho Lutz, diretor presidente da Cosan. “Com eficiência operacional, somos orientados para o resultado e buscamos o desenvolvimento de todos os nossos negócios”, complementa. No exercício 2011/2012, a empresa registrou receita líquida de R$ 24,1 bilhões, valor 33,4% maior do que o ciclo anterior. Mesmo em um cenário econômico com ritmo lento de crescimento, a Cosan atua em setores de alto potencial. Em todas as empresas da organização, as perspectivas são promissoras.


NÚMEROS DA RADAR

392 151.468 fazendas

hectares

patrimônio avaliado em

2,65

R$ bilhões

Retorno médio anual

29,5% * *Fonte: avaliação deloitte

PRoFIssIonaLIsmo na admInIsTRação dE TERRas Investir em terras no Brasil não é fácil. Dimensões continentais, climas diversos, situação fundiária complexa, entre outros obstáculos compõem o cenário. Mas tão grande quanto os desafios são as oportunidades nesse setor. Apostando nelas, e aproveitando o profundo conhecimento da Cosan em operações agrícolas, a Radar já é destaque no mercado de arrendamento de terras para o plantio, em especial de cana-de-açúcar, soja, algodão e milho. Para identificar bons negócios, a empresa usa um exclusivo sistema de geomonitoramento via satélite, sempre agregando práticas de gestão sustentável na essência de suas atividades.

MAR-ABR 13

I

revista

I

17


institucional estratégia

NÚMEROS DA RUMO Média de crescimento/ano

63% Matriz de transporte

PLaTaFoRma InTEGRada dE LoGísTICa A Rumo reinventou o negócio de logística para a exportação do açúcar brasileiro. Hoje é líder mundial nesse segmento. Competitiva, a empresa tem solução completa e integrada. Ela leva o produto da usina até o navio com o apoio de terminais de transbordo

em locais estratégicos do Estado de São Paulo. Tudo isso usando a ferrovia como matriz principal de transporte. No Porto de Santos, onde tem o maior terminal de açúcar do mundo, planeja e já executa obras que aumentarão a eficiência da operação.

maIs nEGÓCIos, maIs mERCado A Cosan LE, detentora do direito de uso da marca Mobil no Brasil, já é a segunda maior empresa de lubrificantes do mercado nacional. É a única companhia com portfólio completo de óleos básicos, sendo, no país, o maior importador dessa matéria-prima. Também leva os produtos da marca Mobil para os mercados da Bolívia, Uruguai e Paraguai;

18

I

revista

I

MAR-ABR 13

Adquiriu, em 2012, a empresa inglesa Comma Oil & Chemicals. Também criou a Novvi, uma joint venture com a Amyris focada em pesquisa e desenvolvimento de óleos básicos sintéticos renováveis, feitos a partir da cana-de-açúcar. Ao diversificar seu portfólio, a Cosan LE abre as possibilidades de crescimento com horizontes internacionais.

56%

ferroviária

6

terminais de transbordo

Capacidade estática: mais de

1

milhão de toneladas

TERMINAL PORTO DE SANTOS elevação:

14 milhões de toneladas/ano


a Companhia tem mostrado evoluÇÃo na CapaCidade de gerar valor.” marcos marinho Lutz DIRETOR PRESIDENTE DA COSAN

NÚMEROS DA RAÍZEN Receita líquida

50 bilhões 40.000 R$

funcionários

24 unidades

produz 2 bilhões de litros de etanol e 4 milhões de toneladas de açúcar

4.700 postos NÚMEROS DA COSAN LE

750

Receita líquida

lojas

1.142

22 bilhões

R$ milhões

de litros de combustíveis

produz mais de

1

milhão

de barris de lubrificantes/ ano

2º maior produtor de lubrificantes do Brasil

GIGanTE no sEToR dE EnERGIa Com menos de dois anos de operação, a Raízen é um fenômeno. A maior empresa do setor de energia renovável e maior produtora brasileira de açúcar, etanol e cogeração. Também é uma das maiores distribuidoras de combustíveis do país. As divisões de

Energia e de Combustíveis têm modelos de negócios únicos e despontam em suas áreas de atuação. Entre as metas, estão o uso de tecnologias para aumentar a produtividade e investimentos representativos na rede de varejo por meio da marca Shell. MAR-ABR 13

I

revista

I

19


Citações de quem faz a diferença nos negócios

“O que traça o curso de uma carreira são as escolhas e iniciativas de cada indivíduo. Por meio de desafios, a empresa atua como facilitadora do crescimento profissional.” Paula Benevides diretora de RH da Cosan

“Nossa proposta de valor superior para o cliente é composta pela flexibilidade, confiança e competitividade. Isso, por meio de uma solução completa e integrada em logística.” Daniel Rockenbach diretor de operações e transportes da Rumo

Nelson Gomes diretor presidente da Cosan LE

De nada vale umA boa ideia, se ela não se traduzir em bons resultados. Marcos Marinho Lutz diretor presidente da Cosan

“Há quatro anos, a Radar era apenas um projeto e hoje se consolida como um importante negócio no portfólio da Cosan. São grandes as vantagens competitivas e oportunidades a serem exploradas.” Ricardo Mussa diretor presidente da Radar

20

I

revista

I

MAR-ABR 13

“Temos agora a oportunidade de replicar nosso modelo de sucesso em outros países, caso da aquisição da Comma, na Inglaterra. Será mais uma oportunidade de implementar uma estratégia de negócio consistente, já consolidada no Brasil.”

“A Comgás é um ativo de grande qualidade: é a maior empresa de distribuição de gás do Brasil. Ela está próxima das reservas atuais e futuras do pré-sal e presente no maior mercado consumidor do país.” Luis Henrique Guimarães diretor superintendente da Comgás


patrocínio incentivo à cultura

uma vida entre livros Cosan apoia a Biblioteca Mindlin, patrimônio de valor inestimável para a cultura brasileira

o uso do concreto ajudou a criar um ambiente protetor para os livros. o anel de livros “360o”, envolvido por um vidro que deixa o acervo à mostra, encanta e estimula o prazer da leitura.

NUNCA PLANEJEI FORMAR UMA BIBLIOTECA. ELA SURGIU COMO UMA PLANTINHA, QUE NO TEMPO SE TORNOU UMA áRVORE E ESTA, POR SUA VEz, VIROU FLORESTA.

a

Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, considerada um centro de referência para estudos da formação da cultura do Brasil, foi aberta ao público em março, na Universidade de São Paulo (USP). O tesouro que, por tanto tempo, encontrou abrigo cuidadoso na residência da família Mindlin, agora é público. Está disponível para visitas presenciais e consultas livres na internet. “Estendendo o trabalho de José e Guita, a biblioteca conta com laboratórios de digitalização, de conservação e de restauro, até mesmo para formar profissionais nessa área”, explica o professor doutor Pedro Puntoni, diretor da biblioteca. A Cosan, entre outras empresas e instituições públicas e privadas, contribuiu para a construção do moderno edifício de 20 mil m² onde a bilblioteca está instalada. Somando todo o apoio recebido, o investimento chega à ordem dos R$ 130 milhões. Além dos laboratórios e espaços planejados para garantir a integridade

e preservação do acervo, o complexo arquitetônico conta com uma livraria e salas de exposição, de pesquisa, de aula e de leitura. Saiba mais em www.brasiliana.usp.br obstinado pela leitura e pela raridade O sonho vivido pelo empresário e bibliófilo José Mindlin é resultado de um garimpo meticuloso e da busca incansável por obras raras. Foram mais de 80 anos dedicados à paixão pela leitura, sempre contando com o apoio de sua esposa Guita – pioneira na arte de preservar e recuperar livros no Brasil. Romances, manuscritos, relatos de viagem, mapas, datilografias e iconografias. Esses e outros itens históricos compõem o acervo, que tem mais de 32 mil títulos e 60 mil volumes. A coleção traz, por exemplo, o livro “Helena”, de Machado de Assis, autografado. Outra raridade é “O mundo coberto de pennas”, cujo título aparece riscado e substituído à mão por “Vidas secas” – a certidão de batismo da obra de Graciliano Ramos.

José mindlin

MAR-ABR jAn-feV 13

I

revista

I

21


acontece notas gerais

notícias da

em destaque

sustentabilidade

Eu realizo sonhos parCeria entre Cosan e maKe-a-Wish aBrilhantou As VIdAs de dIVeRsAs CRIAnçAs A Make-A-Wish, instituição de apoio à criança, é uma das mais conhecidas do mundo. No final de 2012, a sede brasileira se juntou à Cosan para uma iniciativa nobre: realizar os sonhos de crianças submetidas a tratamentos de doenças que colocam suas vidas em risco. Mais de 80 pessoas das equipes de todos os negócios da Cosan participaram da campanha. Havia diversos tipos de desejo, como conhecer a praia.

Click Com um azul característico, os vagões da Rumo chamam a atenção por onde passam e acabam se transformando em uma atração à parte. O clique inspirador foi feito por Eduardo samy alba Janeis, auxiliar administrativo da empresa, em Itirapina, São Paulo

nasce a marca da Cosan LE noVA IdentIdAde RefoRçA importÂnCia da empresa

22

I

revista

I

MAR-ABR 13

Coroando um momento de grande evolução dos negócios, a Cosan LE lança sua marca. Seguindo os padrões visuais da Cosan, o logo possui gota estilizada e curvilínea, que representa o segmento de lubrificantes. “Esse é o momento de consolidarmos uma identidade própria, reafirmando a participação cada vez mais relevante da Cosan LE na organização”, afirma Nelson Gomes, diretor presidente da empresa. O logotipo foi apresentado aos funcionários durante as festas de fim de ano, do Rio de Janeiro (RJ). Todos ganharam um kit especial.

negócios

Radar comemora investimento recorde O ano de 2012 foi especial para a Radar. A empresa fechou o período com um volume de investimento recorde. O portfólio da companhia aumentou em mais de R$ 1 bilhão, com fazendas localizadas em 5 estados do Brasil. Resultado: crescimento de mais de 40% em relação a 2011. A Radar não para: com um planejamento sólido, a área sob gestão deve ultrapassar os 200 mil hectares ainda no 1º semestre de 2013.


Tudo sobre a

viu?

na mídia

Resultados

Números em destaque Valor divulga lucro da Cosan no 3o trim. 2012/2013

BÔNUS EM REAIS Matéria do jornal Valor Econômico de 8 de março divulgou a reabertura do mercado de bônus corporativo em real, com a captação pela Cosan de R$ 500 milhões em bônus denominados em reais (em que o investidor aceita correr o risco da exposição da moeda). O veículo também noticiou outra importante operação da empresa: US$ 500 milhões em notas de dez anos, que pagarão rendimento ao investidor de 5,15% ao ano.

A matéria do jornal Valor Econômico de 7 de fevereiro destaca os excelentes resultados da Cosan no terceiro trimestre do ano fiscal de 2012/13. Nosso lucro líquido chegou a R$ 342,3 milhões, o que significa um aumento de 265% em relação ao mesmo período do ano anterior.

Ações em alta O Banco BB investimentos fez um ranking das ações mais promissoras deste ano. Entre elas, estão as da Cosan. Segundo a matéria do jornal Brasil Econômico, publicada em janeiro, a escolha se deu baseada nas perspectivas de crescimento do consumo privado, manutenção do preço das commodities agrícolas, entre outros itens.

Expansão em vista A obra do teto de proteção para navios no Porto de Santos, realizada pela Rumo Logística, foi pauta da Reuters em 29 de janeiro. O projeto vai trazer um ganho de capacidade de cerca de 5 milhões de toneladas por ano, diz a matéria.

Comgás

Investimentos no Vale do Paraíba O jornal O Vale, de São José dos Campos, destacou a implantação de três novos city-gates da Comgás na região, um investimento total de R$ 15 milhões. “Vamos ligar novas cidades e melhorar a qualidade e quantidade de atendimento no Vale do Paraíba”, disse na reportagem Rodrigo Bruschi, gerente de projetos de expansão da Comgás.

MAR-ABR 13

I

revista

I

23


24

I

revista

I

JAN-FEV 13


Cosan News  

Edição 60

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you