Page 1

JORNAL

CONGONHAS

INFORMATIVO OFICIAL DA PREFEITURA MUNICIPAL DE CONGONHAS - NÚMERO 25 - 1 DE JULHO DE 2011

População e prefeitura se mobilizam para solucionar drama da BR-040

População do Bairro Pires interrompeu a BR-040 para exigir mais segurança na rodovia. Foram feitas três paralisações no local, onde já morreram seis pessoas de janeiro a junho de 2011

Indignação e mobilização. A população de Congonhas tem buscado denunciar a insegurança que reina no trecho da BR-040 que corta o município. As manifestações que fecharam a rodovia neste mês buscam acelerar a realização de obras na rodovia para aumentar a segurança dos moradores. Páginas 2 e 3

NESSA EDIÇÃO Cidadania Valorizada Queda do número de famílias em extrema pobreza em Congonhas demonstra o sucesso das políticas sociais e do crescimento no país dos últimos anos. Página 4

Forromaria agita Congonhas De 1 a 3 de julho a Romaria vai se tornar um grande arraial com muita música, dança e comidas típicas. Página 4

Mulheres inovam futsal Prefeito de Congonhas reforça compromisso de lutar por melhorias na BR-040

Até o início de agosto equipes femininas participam pela primeira vez do Torneio de Férias de Futsal. Página 4

Informativo Oficial da Prefeitura Municipal de Congonhas - 1 de Julho de 2011

1


Nossas vidas merecem respeito Há seis anos, a atual Administração valoriza e promove a vida dos moradores de Congonhas. São inúmeras obras e investimentos em saúde, educação, cultura, patrimônio histórico, segurança e proteção social. Outro fator importante, está está no grande crescimento econômico dos últimos anos em Congonhas. Nesta edição, mostramos exemplos de famílias carentes que sairam da extrema pobreza ao conseguir novos e melhores empregos. Em defesa da vida A atual Administração, por ter esse papel social, fica indignada com a situação atual de insegurança do trecho da BR-040 que corta o município. A perda de mais uma vida, em 18/06, mobilizou a Prefeitura, vereadores, moradores e seus representantes. Todos reivindicam que a rodovia deixe de ser a vilã e passe a ser símbolo de desenvolvimento e respeito à vida de todos.

Congonhas exige B

Prefeitura e moradores se mobilizam e pression Basta! A morte da jovem Natália Maria Silva, em 18/06, no trecho da BR-040, na região do Pires, indignou e mobilizou Congonhas: Prefeitura, vereadores e moradores. Depois de três manifestações que fecharam a rodovia, dias 18, 22 e 30, todos estão unidos para pressionar o DNIT para que seja encontrada uma solução para a questão. A atual Administração Municipal também questiona as grandes empresas mineradoras, que obtém lucros bilionários, mas não contribuem para a manutenção da rodovia, que se deteriora dia após dia. São mais de mil carretas que dia após dia transportam mais de 30 mil toneladas de minério pela rodovia. O problema se soma aos prejuízos causados à saúde dos moradores e à economia do município. A prefeitura chega a retirar cinco toneladas de pó de minério por dia das ruas de Congonhas. Mobilização social A revolta após mais este acidente mobilizou os moradores do Pires e região. A prefeitura intensifica sua ação para que o problema seja solucionado de forma mais rápida possível. Além de, manter contato permanente com os moradores, a prefeitura tem cobrado do DNIT uma definição efetiva para o problema. De imediato, a prefeitura já encaminhou um pedido de decretação de estado de emergência para que o DNIT. Essa medida é para que o órgão autorize, imediatamente, a construção de uma passarela para pedestres na região do Pires. Caso não seja decretada a medida, a obra somente poderá ser realizada após longo processo de licitação pública. Manifestação mostrou a mobilização dos moradores do Pires...

FALA CIDADÃO “Natália era minha amiga de infância, crescemos e estudamos juntas. Nós, moradores, sempre reivindicamos a construção de uma passarela. Se já existisse, talvez não teríamos perdido Natália, que era muito querida por todos e era uma menina cheia de sonhos.” Juliana Morais Rocha - Auxiliar administrativa e moradora do Pires “A passarela é fundamental para nós termos mais segurança. Há nove anos moro na região e sempre corro risco quando preciso atravessar a rodovia. O DNIT não se mobiliza, promete fazer, mas não faz. Esperamos uma providência o mais rápido possível. A perda da Natália foi a que mais impactou a comunidade, a gota dágua.” Diemerson Ângelo de Matos - Cabeleireiro e morador do Mota

EXPEDIENTE Jornal Congonhas Publicação da Prefeitura Municipal de Congonhas Secretaria Municipal de Comunicação e Eventos Editor responsável Jackson Figueiredo MG 04.282 JP Redação Alisson Ferreira, Janice Miranda e Nathália Coelho Fotografica Rilson Ribeiro Diagramação Denilson Cardoso

2

JORNAL

CONGONHAS

Tiragem 23.300 exemplares Impressão Central Gráfica

“Este trecho da BR 040 é o mais sobrecarregado, além do fluxo normal da rodovia que tem aumentado muito, aqui há muitas mineradoras com seus caminhões e carros menores. A comissão cobra em nome da população do Pires que se encontre solução para a disputa entre veículos e pedestres. Pra isso, precisamos do apoio de toda a cidade e da região.” Célio Bonifácio - Técnico de produção e membro da comissão do Pires

“A questão do Pires é antiga. A comunidade, praticamente, está dentro da mineração. Com o aumento das empresas e a movimentação do transporte de minério, a qualidade de vida foi prejudicada, sem falar do aumento de acidentes na rodovia. O principal problema é o DNIT, que não faz o que tem que ser feito e as obras necessárias. Apoiamos e defendemos a comunidade. Alguns colegas vereadores têm participado, como o presidente da câmara.” Rodolfo Gonzaga- Vereador - PT


e BR-040 segura e moderna

pressionam DNIT para que passarelas sejam construidas na rodovia

res...

... que fecharam a BR 0-40 por três vezes para denunciar a insegurança da rodovia. A última morte de uma moradora do bairro reforçou o desejo que o DNIT construa uma passarela no local

Reivindicações da prefeitura e comunidade Passarelas, redutores eletrônicos de velocidade, radares, quebra-molas, sonorizadores e sinalização.

Prefeitura reivindicou: construção de duas passarelas para o Pires, uma no Santa Mônica, uma nas entradas Sul e Norte e mais duas, uma na Vila Marques e Vila Cardoso e no bairro Ipiranga.

Medidas da Prefeitura

Posição do DNIT

Diversos ofícios encaminhados ao DNIT desde 2005; Possibilidade de decretar estado de emergência para que o DNIT autorize, imediatamente, a construção de uma passarela na região do Pires; Em audiência pública, realizada pelo DNIT, em 04/03, em Conselheiro Lafaiete, a

O órgão comunicou à comissão (prefeito Anderson Cabido, Rodolfo Gonzaga e seis moradores do Pires), em 20/06, que será instalada uma passarela no acesso ao bairro. Também afirmou que será ativado, em dez dias, um radar. Outra medida prevista é de instalar um redutor eletrônico de velocidade (REV) no trevo do bairro em 30 dias.

6 MORTES EM 6 MESES no trecho

de janeiro a junho de 2011, segundo a Polícia Rodoviária Federal

1.000 carretas

de minério por dia

Informativo Oficial da Prefeitura Municipal de Congonhas - 1 de Julho de 2011

3


Extrema pobreza cai em Congonhas A melhoria na qualidade de vida na cidade, nos últimos anos, já mostra ótimos resultados. Dois são os motivos principais. O primeiro é o aumento do número de empregos. O segundo é a ampliação dos serviços públicos – mais escolas, unidades de saúde e diversos programas de capacitação profissional, entre outros.

beneficiadas pelo programa. Atualmente esse número é de 1.803. Estão nessa faixa famílias com renda per capita até R$ 140/mês, classificadas entre extrema pobreza e pobreza. O resultado dessas medidas foi o baixo percentual local de famílias em extrema pobreza - de 1%, sete vezes menor do que o do Brasil - 7%.

Assim, no programa Bolsa-Família, cerca de 250 famílias não recebem mais o benefício desde janeiro, pois aumentaram a renda. Até o final de 2010, existiam 2.053 familias

Esse resultado foi revelado a partir da atualização cadastral pela Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social (Sedas). Muitas famílias tiveram sua renda elevada, pois alguns de seus membros passaram a ter emprego com carteira assinada. Exemplo de dignidade Um exemplo é a funcionária pública Rosilene Conceição Almeida: “Meu filho de 19 anos, agora está trabalhando, e eu ainda tenho uma casinha de aluguel que aumenta a renda da minha família. Quando eu recebia o dinheiro do Bolsa-Família usei para manter meus filhos no curso de informática e comprar material escolar, foi de grande ajuda pra gente”. E Rosilene conclui: “Tenho consciência que hoje não preciso mais desse dinheiro, agora ele pode ajudar outras famílias em situação difícil”.

Rosilene Almeida não precisa mais do Bolsa Família

Segundo a Assistente Social da SEDAS, Débora Nunes, hoje as famílias têm mais entendimento do que é o Programa Bolsa Família e seu objetivo na melhoria da qualidade de vida dos beneficiários. Débora afirma: “Com esse acompanhamento, feito através da validação de cadastros, entrevistas sociais e visitas domiciliares, pude perceber que muitas famílias de Congonhas estão saindo da situação de vulnerabilidade, tendo acesso aos serviços públicos e inserção no mercado de trabalho”, completou.

NESSA EDIÇÃO De 27/06 a 05/08 Torneio de Férias de Futsal - Série Ouro As partidas acontecem à noite durante a semana e à tarde no sábado. Participam da competição, promovida pela prefeitura, as 12 melhores equipes de 2010, inclusive o bi-campeão Suma, e oito credenciadas pela Série Prata deste ano. O Glicose foi o campeão da seletiva. A novidade desde ano é o torneio feminino, com a participação de quatro equipes de Congonhas (Alvorada, Lobo Leite e seleções de Congonhas Adulta e Sub 20), além de Itabirito, Ouro Branco, Conselheiro Lafaiete e a equipe da Educação Física da UFMG.

Condições para obter o Bolsa-Família Para obter o benefício, as famílias precisam de ter uma renda per capita menor que R$ 140. O objetivo do programa Bolsa-Família é combater a fome e promover a segurança alimentar e nutricional. As famílias precisam manter o cartão de vacinação dos filhos em dia, além de mantê-los freqüentando a escola. As famílias também recebem apoio dos programas da Casa da Familia, como cursos de capacitação profissional.

FALA CIDADÃO “O beneficio me ajudou muito quando minha família passava por um momento difícil, estava sem emprego e com três crianças pequenas, esse dinheiro me ajudou a manter as crianças na escola, comprar material escolar e as frutas que elas precisavam”. Ana Lucia de Oliveira, doméstica Moradora do bairro Basílica

De 1 a 3 Forromaria Forró na Romaria com diversas atrações como a dupla sertaneja Don e Juan, da TV Alterosa, que se apresenta no sábado às 22 horas, no domingo, a Quadrilha Feijão Queimado do Arraiá de Belô anima a festa, às 17h30 e às 20h haverá o sorteio do IPTU, que entregará vários prêmios. Além disso, barracas com comidas e bebidas típicas caracterizam o evento.

Dia 3 2ª Cãominhada de Inverno Tem o objetivo de tentar educar a população, principalmente as crianças, para que se conscientizem de que os cães não podem ficar soltos na rua e causem problemas a sociedade. A saída será da Rua Osório Seabra, Bairro Vila Andreza, esquina com Avenida Júlia Kubitschek, das 8h30 às 14h, seguindo em sentido ao pátio da Rodoviária de Congonhas.

Dia 9 Feira da Agenda 21 Escolar Acontecerá na Romaria de 8h às 12h e apresentará os projetos de educação ambiental que estão sendo desenvolvidos nas escolas. Durante a feira, haverá apresentações artísticas, participação da economia solidária e Uniarte.

Dia 10 Anda Brasil A partir das 8h, caminhada pela região do Lobo Leite. Saída da Praça do Distrito.

Dia 13 Festival de Inverno Abertura com o show do Móveis Coloniais de Acaju, na Romaria.

De 15 a 17 Congonhas MotoFest Shows com diversas bandas de pop e rock, na Romaria.

Congonhas intensifica campanha contra dengue

NHAS CONGAO A DENGUE CONTR

2

JORNAL

CONGONHAS

A prefeitura está com 67 agentes para inspecionar as residências da cidade com objetivo de combater os focos de dengue É fundamental a participação de todos os moradores. Medidas simples evitam que o mosquito se reproduza: manter as caixas d'água e tambores de água fechados, limpar os lotes vagos e evitar acúmulo de água em vasos de plantas. A dengue somente será eliminada de todos contribuírem. Faça a sua parte!

Jornal de Congonhas 25 - 2a quinzena de junho 2011  

Jornal da Prefeitura de Congonhas - Produzido pela Eideias e editado por Jackson Figueiredo - 31 8892-1772