Page 1


PALAVRA DO PRESIDENTE

A força que nos move... N

ão há “épocas diferentes” nem “períodos difíceis” que deva modificar o respeito com que lidamos com as pessoas ou a paixão que abraçamos a quem ou aquilo que amamos. Seja dentro dos nossos lares ou na atividade profissional que executamos, sempre queremos nos empenhar na busca por novos horizontes. E se este caminho estiver aliado à força da união, teremos mais chances de chegar aos nossos objetivos. A esta diretoria, com certeza, posso dizer que nadamos em um mesmo ritmo. Em prol aos novos caminhos, nos reunimos junto a Macro Região, a fim de fortalecer nosso comprometimento e melhorias à categoria e esta Regional, e discutimos a necessidade de iniciarmos novos cursos de PósGraduação, Especialização, entre outros, através da FAOA/IESP. Esta mesma força de unidade fez com que esta entidade, pela 4ª vez consecutiva, fizesse parte do Conselho Municipal de Saúde de Santos, chegando em 1º lugar na eleição e, hoje, será representada pelo Dr. Fernando Jorge de Paula. Em respeito ao associado, ao profissional Cirurgião-Dentista e demais profissionais auxiliares da Odontologia e acadêmicos, elaboramos em referência ao Dia Nacional do Cirurgião-Dentista uma

semana de programação que contribuirá para a constante atualização, sobre os diversos entendimentos, da área acadêmica. Outro importante acréscimo para o fortalecimento desta Regional e integração com que se portará junto ao associado e demais parceiros, está na comunicação. Desta edição em diante, trabalharemos em nosso conteúdo editorial da Revista ACDBS, informações pertinentes não apenas à entidade, mas aos assuntos de saúde em geral, com uma linguagem mais educativa e um design atrativo. Gostaria de contar com a presença de todos os associados, remidos e efetivos, nas eleições suplementares para o Conselho Deliberativo da ACDBS CODEL e para o Conselho Fiscal da ACDBS - COFI do próximo dia 18 de outubro das 16 as 20 horas. Se programem para a semana de 23 a 27 de outubro com palestras e sessão solene também alusiva ao dia do Dentista. Em dezembro teremos outra edição do bazar de natal. Se a força da união é a que nos move para um futuro melhor, a sua participação associado é mais que imprescindível! Fique com o abraço de José Luiz Negrinho Presidente gestão 2017/2020

Diretoria Executiva Presidente Dr. José Luiz Negrinho | 1º Vice-Presidente Dr. Valderedo Teixeira Junior | 2º Vice-Presidente Dr. Nadyr Cassiano Secretário Geral Dr. Fernando Jorge De Paula | Tesoureiro Geral Dr. Edilson Mendonça de Brito | Diretoria Administrativa Auxiliar | 1º Secretário Dr. Thomaz Biasi Mauro | 1º Tesoureiro Dr. Paulo Henrique Marçal Menezes | Diretor Científico Dr. Hueberton Silva Ferreira | Diretora Assistencial Dra. Ercilla Maria Vargas Wiggert | Diretora Social Dra. Herminia Cristina Ladaga Mariano Teixeira | Diretor Patrimonial Dr. Ginez Garcia Fernandes Diretor de Esportes Dr. Ricardo Luiz Campedelli | Diretor Cultural Dr. Durval Capp Filho | Subdiretor da Diretoria para o Fundo Assistencial Dr. Luiz Carlos de Almeida | CONOGE (Conselho Nova Geração) | Presidente Dr. Arthur Henrique Marques Massarenti | Vice-Presidente Dr. José Ponte Negrinho COA (Conselho Acadêmico) | Presidente Pedro Costa Lima Zarate Sandoval | Vice-presidente Debora Cristina Gonçalves Blanco | Representante Acadêmico | Unimes Letícia Lopes Dias | Unisanta Artur Henrique Marques Massarenti | Expediente | A revista ACDbs é uma publicação com periodicidade trimestral e distribuição gratuita | Editor Ricardo Tomassis - MTB 40.628 | Redação Thiago Guedes - MTB 42.641 | Diagramação Jana Rossi Produção Optima Comunicação Estratégica | Corpo Editorial Dr. José Luiz Negrinho, Dr. Valderedo Teixeira Júnior, Dr. Fernando Jorge De Paula, Dr. Edilson Mendonça de Brito, Dr. Nadyr Cassiano | Tiragem 2.000 exemplares | Fotolitos e impressão Formato Editorial | Público Cirurgiões-Dentistas, clínicas especializadas, hospitais, bibliotecas de cursos de Odontologia e das Associações Regionais de Cirurgiões-Dentistas da APCD, entidades de classe, Secretarias Municipais e Estaduais de Saúde, além de diversos Departamentos do Ministério da Saúde. Declarações - a Associação dos Cirurgiões Dentistas da Baixada Santista - Regional APCD não se responsabiliza pelos serviços e produtos das empresas que anunciam na Revista ACDbs, os quais estão sujeitos às normas de mercado e do Código de Defesa do Consumidor. Artigos e conceitos assinados são de responsabilidade do autor. É permitida a reprodução parcial ou total de textos da Revista ACDbs, desde que citada a fonte.

FALE COM A

ACDBs Presidente presidente@acdbs.com.br Diretoria Executiva diretoria@acdbs.com.br CONOGE conoge@acdbs.com.br COA coa@acdbs.com.br Secretaria (13) 3285.2440 secretaria@acdbs.com.br Teseouraria (13) 3285.2443 secretaria@acdbs.com.br

SIGA A ACDBs NAS REDES SOCIAIS

Acdbs Apcd Baixada Santista twitter.com/acdbs

índice

04

ACONTECE | Diretoria da ACDBS trabalha pela integração e melhoria da entidade

07

DESTAQUE | Na luta pela valorização da vida, prevenção e conscientização são palavras de ordem

10 12 13 14 15

RADAR | Correção de sorriso gengival traz retomada da autoconfiança NOSSO SOCIAL | Casa da Criança COM A PALAVRA | Da arte para a tecnologia

IN MEMORIAN | VANTAGENS DO FUNDO ASSISTENCIAL

VANTAGENS DE SER SÓCIO

AGENDA Semana do Dentista De 23 à 27 de Outubro Bazar de Natal em Dezembro Dia 15 das 14h às 20h e dia 16 das 12h às 20h

3


ACONTECE

ACONTECE

Reunião da Macro Região fortalece Regionais

Realizada sempre antes da reunião do Conselho Regional (CORE), nesta foram trabalhados assuntos pertinentes às unidades FAOA/IESP,

Congressão e os mecanismos de distribuição do Jornal Central da APCD. Imbuídos na colaboração e fortalecimento da Macro Região, a diretoria da ACDBS dispõe de forte comprometimento para atuar firmemente na busca por melhorias da categoria e de sua regional.

ACDBS no evento dos Técnicos em Prótese Dentária A Associação dos Cirurgiões Dentistas da Baixada Santista esteve presente em evento solene dos Técnicos em Prótese Dentária, realizado na sede do Botafogo Atlético Clube, apoiando institucionalmente a categoria. Representada na região pela Associação dos Protéticos Dentários da Baixada Santista, o protético é uma categoria auxiliar da odontologia, responsável por desenvolver técnicas em próteses dentárias, devidamente orientadas e fiscalizadas pelo Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP).

4

O presidente, Dr. José Luiz Negrinho, e o secretário geral, Dr. Fernando Jorge De Paula, receberam no prédio da Associação dos Cirurgiões Dentistas da Baixada Santista o diretor geral da FAOA, Instituição de ensino ligada à Associação Paulista dos Cirurgiões Dentistas (APCD), Dr. Adriano Albano Forghieri e o advogado, Dr. Andre Depari, a fim de planejar a necessidade da unidade FAOA Baixada Santista iniciar cursos de Pós-Graduação, sejam eles de Especialização, Atualização (de curta, média e longa duração), ou mesmo palestras e cursos de imersão que corroborem no aperfeiçoamento profissional. A Faculdade de Odontologia (FAOA), hoje, atua em âmbito nacional e internacional, sendo desen-

CURTAS

A Associação dos Cirurgiões Dentistas da Baixada Santista esteve representada por seu presidente, Dr. José Luiz Negrinho, e do 1º vice-presidente, Dr. Valderedo Teixeira Junior, na reunião da Macro Região, realizada no último mês de agosto, na unidade Central de São Paulo. Temas que contribuem para o crescimento e valorização da Odontologia, bem como assuntos pertinentes às regionais, hoje representada pela Baixada Santista, São Bernardo do Campo, Santo André, São Caetano do Sul, Osasco, Guarulhos, Mogi das Cruzes e Bragança Paulista, estiveram em pauta.

ACDBS discute necessidade de receber cursos de Pós-Graduação da FAOA

volvida para preparar o profissional de odontologia nas mais diversas especializações. Sua participação é importante para o desenvolvimento científico gradual de profissionais que buscam constante atualização e novos conhecimentos.

SAÚDE - A ACDBS foi eleita pela 4ª vez consecutiva para participar o Conselho Municipal de Saúde de Santos, que nesta gestão será representada pelo Dr. Fernando Jorge De Paula. O Conselho tem um papel efetivo na participação e construção de um melhor modelo de saúde na cidade, por meio de melhorias em programas de infraestrutura da rede pública de saúde. DIREITO - Informamos que o Dr. Allan Cristian Silva é o novo assessor jurídico da ACDBS. Ele irá contribuir pelos interesses e contínua evolução da Associação na Regional da Baixada Santista.


ACONTECE

Eleição Suplementar da ACDBS acontecerá em 18 de outubro Informamos e convocamos os associados remidos e efetivos da Associação dos Cirurgiões Dentistas da Baixada Santista que, no dia 18 de outubro, das 16 às 20 horas, na sede social da entidade, localizada na avenida Marechal Floriano Peixoto, 71, em Santos/SP, acontecerá a Eleição Suplementar para o Conselho Deliberativo da ACDBS - CODEL e para o Conselho Fiscal da ACDBS - COFI, de acordo com edital de nº 37 publicado pelo jornal A Tribuna, de 18 de setembro de 2017.

DESTAQUE

SEMANA DO DENTISTA - ACDBS PROGRAMAÇÃO DE PALESTRAS

23

19h30 - “Lentes de Contato: uma realidade estética na odontologia atual.” Palestrante: Dr. Hamilton Renato Pereira Lima

24

19h30 - “Quando indicar uma cirurgia oral em ambiente hospitalar.” Palestrante: Dr. Sidney Rafael das Neves

OUT

OUT

25 OUT

19h30 - “Laserterapia na odontologia.” Palestrante: Dra. Alessa Donizete Abrão

26 OUT

19h30 - “Mau Hálito: Procure o Cirurgião Dentista.” Palestrante: Dra. Vera Lucia de Brito

27

Palestra da Secretaria de Saúde de Santos “Fórum Regional IST/HIV e Hepatites Virais”.

OUT

PROGRAMAÇÃO 8h30 - Abertura oficial com a Sra. Ana Paula Valeiras (Departamento de Vigilância em Saúde DEVIG/SMS); Dr. Oswaldo Sérvulo da Cunha (Coordenadoria de Saúde Bucal/ SMS); Sra. Regina Lacerda (Coordenadora da CCDI/DEVIG/SMS); e Dr. Jose Luiz Negrinho (Presidente da ACDBS)

E ainda, em relação as eleições na ACDBS, é importante destacar o nobre empenho e a coragem do Dr. Carlos Diniz Moreira Sampaio, representante nomeado pela Associação Paulista dos Cirurgiões Dentistas de São Paulo (APCD-Central), que no pleito de 17 de maio de 2017, em respeito ao processo democrático, não admitiu que o COEL da APCD Central interferisse nesta Regional, não reconhecendo nenhum tipo de nomeação ou prorrogação para mandatos eletivos de qualquer cidadão, seja por qualquer período ou espaço de tempo, que contrariasse o estatuto desta ACDbs, exigindo a realização de novas eleições para o Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal.

9h00 - “A meta 90-90-90 e Cascata da Aids em Santos.” Palestrante: Dr. Alcino Campos Golegã 9h40 - “Desafios do enfrentamento do HPV.” Palestrante: Dr. Alcino Campos Golegã 10h30 - Intervalo 11h00 - “O tratamento odontológico do portador de hepatite C.” Palestrante: Dr. Marcos Montani Caseiro 11h40 - “Profilaxia Pré-exposição e Pós-exposição.” Palestrante: Andrea Kovalski 12h30 - Encerramento

As inscrições são limitadas e devem ser feitas através do telefone 3285-2440.

27 OUT

6

19h30 - Sessão Solene Alusiva ao Dia do Dentista.

Setembro Amarelo: falar é a melhor solução Antes visto como “tema tabu”, agora o suicídio é tratado abertamente com a finalidade de prevenir

S

etembro Amarelo foi instituído, em 2015, nos Estados Unidos, como o Mês Internacional da Prevenção ao Suicídio e que no Brasil está ligado diretamente à Associação Brasileira de Psiquiatria, ao Conselho Federal de Medicina e à Associação Paulista de Medicina, em sua filial Santos. Propagada em todo o mundo por meio de campanhas de prevenção, o Setembro Amarelo teve uma crescente divulgação em todo território nacional, preconizada, exclusivamente, por falar e discutir de que forma é possível aumentar as chances de resgatar uma vida, por meio da informação, identificação e alerta, já que o ato suicida em si é algo que não deve ser falado ou noticiado, por mexer com a ferida da família e, muitas vezes, acabar maculando a pessoa que tirou a própria vida, aumentando a sensação de fracasso e impotência. Segundo o Dr. Miguel Ximenes de Rezende, psiquiatra e um dos profissionais que mais levantam a bandeira do Setembro Amarelo no Brasil, falar é a melhor solução, pois a cada dez pacientes com reação suicida, nove podem ser resga-

tados. “Há muitas chances de resgatar uma pessoa ao perceber os primeiros sinais de que ela não está bem. A ajuda deve ser contínua e acompanhada”, explica. Tendo em vista que 98,6% dos suicídios são elaborados, indicar ou apenas sugerir um psiquiatra não basta à pessoa que apresenta o comportamento suicida. A ajuda deve ser encaminhada ao atendimento psiquiátrico especializado ou ao Centro de Valorização da Vida (CVV), que em Santos fica na Rua Campos Melo, 189, no bairro Vila Mathias. Mais de 90% das pessoas que têm intenção suicida possui algum grau de transtorno mental, seja depressão, quadro de estresse pós-doenças, quadros neurológicos e outros. “Este é um problema de saúde pública e a porta de entrada do paciente ainda é o Pronto Socorro, podendo ser encaminhado ao Núcleo de Apoio Psicossocial (NAPS). Contudo, o modelo do NAPS está longe de ser um dos melhores do mundo, necessitando uma readequação sobre o tema entre os órgão competentes e profissionais de psiquiatria”, explica.

SINAIS DE ALERTA SOBRE O COMPORTAMENTO SUICIDA 1º Falar em suicídio: Qualquer conversa sobre se matar, morrer ou se machucar. 2º Procurar modelos letais: a forma de acesso às armas, comprimidos e outros objetos que podem ser usados; 3º Atenção com a morte: foco incomum em morte ou na sua evidência; 4º Sem esperança de futuro: sentimento de desesperança ou sentimento de estar sem saída; 5º Aversão a si: sentimento de inutilidade, culpa, vergonha e ódio a si mesmo; 6º Organizar detalhes: fazer testamento, doar posses importantes, fazer arranjos para certos membros da família; 7º Despedidas: Fazer visitas ou ligações incomuns para parentes ou amigos dizendo ADEUS; 8º Afastamento: saída do convívio de familiares ou amigos, aumentando o desejo de isolamento social; 9º Comportamento auto-depressivo: uso intensificado de álcool e drogas, vivenciando riscos desnecessários; 10º Estado repentino de calma: um momento inesperado de felicidade e calma após um período extremamente depressivo pode indicar que houve uma decisão de suicídio.

7


DESTAQUE

DESTAQUE

Na luta contra o Câncer de Mama

Combate ao Câncer de Próstata

Campanha Outubro Rosa visa informar sobre as formas de prevenção e a importância dos autoexames regulares

O Novembro Azul vem ajudando muitos homens a buscarem informações sobre a importância da realização de exame regular para um diagnóstico precoce

H

oje em dia, muitos já assimilam o mês de outubro com a campanha contra o câncer de mama. Na verdade, a ideia é informar sobre formas de prevenção e a importância dos autoexames regulares, já que toda mulher (e até os homens) estão sujeitos a adquirir a doença. Porém, se descoberta logo no início, o tratamento pode ser bem menos invasivo e traumático. Dentro disto criou-se o conceito do Outubro Rosa para a conscientização. Homens também podem ser vítimas da doença, apesar de os hormônios produzidos pelos testículos não deixarem o tecido mamário se desenvolver muito, diminuindo o risco. Apesar de não existir uma forma garantida para prevenir o câncer de mama, pela multiplicidade de fatores que envolvem esse diagnóstico, cerca de 30% dos casos podem ser evitados com adoção de hábitos saudáveis como alimentação saudável e nutritiva; evitar a alta ingestão de bebidas alcoólicas; prática de atividades físicas, ao menos cinco vezes por semana e controle do peso corporal; e para as mães, amamentação por pelo menos seis meses, já que a amamentação também é considerada um fator protetor.

DETECÇÃO PRECOCE O câncer de mama pode ser detectado em fases iniciais, em grande parte dos casos, aumentando assim as chances de tratamento e cura. Além de estar atenta ao próprio corpo e ser orientada a praticar o autoexame, também é recomendado que mulheres de 50 a

8

FAÇA O AUTOEXAME! NO ESPELHO

Fique atenta às mudanças: achatamento, saliência, enrugamento, vermelhidão, aspereza e sensação de dureza nos seios.

NO BANHO

Com um dos braços erguidos colocado por trás da cabeça, apalpe e pressione seus seios em busca de corpos estranhos. Por último, pressione os mamilos e verifique se eles expelem algum líquido de coloração vermelha ou anormal.

DEITADA

Posicione uma de suas mãos sob a cabeça e com a parte interna dos dedos da outra mão, pressione gentilmente no sentido de fora para dentro, em formato de espiral. Fique atenta a engrossamento de tecido e pequenas protuberâncias.

69 anos façam uma mamografia de rastreamento (quando não há sinais nem sintomas) a cada dois anos. Esse exame pode ajudar a identificar o câncer antes do surgimento dos sintomas. Mulheres com risco elevado para câncer de mama devem conversar com seu médico para avaliação do risco para decidir a conduta a ser adotada.

O

Novembro Azul é uma campanha de combate ao câncer de próstata e conscientização da importância de exames regulares e diagnóstico precoce. A próstata é uma glândula no aparelho reprodutor masculino com a função principal de produzir o esperma. O câncer de próstata acontece quando as células desse órgão começam a se multiplicar de forma desordenada. Estatísticas indicam que esse é o segundo tipo de câncer mais mortal entre os homens, sendo um a cada seis homens alvo da doença. Dados da Organização Mundial de Saúde (ONS) ainda apontam que ocorre um diagnóstico deste tipo de câncer a cada 7,6 minutos, implicando em óbito pela mesma causa a cada 40 minutos. Este é o sexto tipo de câncer mais frequente no mundo. A doença em seu início não apresenta nenhum sintoma, por isso é de suma importância a realização de exames de toque e de sangue periódicos. Normalmente, os homens são mais resistentes a cuidar de sua saúde de forma preventiva e procurar um médico regularmente, tornando alto o índice, em 95%, de casos em que a doença é descoberta tardiamente, ou seja, somente quando os sintomas começam a aparecer. Por isso é tão importante prevenir-se e descobrir a doença na fase inicial, quando as chances de cura são grandes.

HOSPITAL DO HOMEM Criado na cidade de São Paulo, em 2008, o hospital é considerado o maior centro de saúde especializado na América Latina, sendo referência nacional no tratamento de cálculo renal e do aumento benigno da próstata. Segundo o professor de Urologia da Unifesp e coordenador do Hospital do Homem, Joaquim de Almeida Claro, este é o único em toda a rede SUS que utiliza equipamento a laser para operar os tumores da próstata. “O nosso carro-chefe é a cirurgia percutânea, que implica o tratamento do cálculo renal complexo, o coraliforme, que poucos realizam no País, uma vez que envolve equipamentos de alta tecnologia e equipe especializada,” explica.

FATORES DE RISCO IDADE - homens acima dos 50 - ou 45 se fizerem parte do grupo de risco - devem ir ao urologista anualmente;

HISTÓRICO FAMILIAR se algum homem da família já teve câncer de próstata, a chance de desenvolver a doença é maior;

COR DE PELE Homens negros têm mais casos deste tipo de câncer;

OBESIDADE Sobrepeso ou obesos, abuso de álcool e tabaco, tem mais chance de contrair a doença.

9


RADAR

RADAR

Correção de sorriso gengival traz retomada da autoconfiança Na maioria dos casos há uma combinação de fatores que implicam na correção. Tratamento adotado pode variar de acordo com a etiologia

S

orriso gengival é a exposição excessiva de gengiva ao sorriso. Ela é definida, de acordo a Academia Americana de Periodontia, pela exposição de mais de 2 milímetros entre a margem da gengiva e o início do lábio em sua subida sendo, portanto, considerada esteticamente desagradável. Por muitas vezes o sorriso gengival é identificado pela própria pessoa através de fotografia durante eventos sociais ou mesmo quando ela tira uma selfie no celular; pelos comentários de pessoas em seu círculo de relacionamento; quando ela começa a fazer comparações estéticas com outras pessoas de sua convivência e, principalmente, percebendo algo de diferente no próprio sorriso que a incomoda, procurando, posteriormente, um profissional e informando-o, mesmo que de forma leiga, que possui dentes curtos ou que mostra um mesmo tamanho de gengiva que de dentes em seu sorriso. Segundo o especialista em periodontia e cirurgião-dentista, Dr. Ricardo Peres Junior, o procedimento de correção possibilita não apenas a solução da estética do sorriso, mas, sobretudo, a retomada da autoconfiança e melhora do bem estar e qualidade de vida. Para a melhor análise do sorriso gengival é fundamental a identificação da causa ou soma-

10

tória de causas. Há diversas maneiras de identificá-las e cada qual tem a sua etiologia que, dependendo do caso, pode ser quando o paciente possui erupção passiva alterada, ou seja, o dente não erupcionou tudo aquilo que podia, ficando parcialmente coberto pela gengiva; quando o paciente tem um crescimento excessivo da maxila, ficando com o terço da base do nariz até o início da maxila mais longo verticalmente; ou mesmo quando a musculatura envolvida no sorriso tem hiperfunção, fazendo com que o lábio do paciente suba mais ao sorrir. No entanto, de acordo com a mestra em periodontia, Maria Fernanda Peres, na maioria dos casos há uma combinação de fatores que implicam na correção gengival e, para isso, é necessário um estudo fotográfico do sorriso, em que é analisada toda uma função neuromuscular da musculatura do lábio, quanto às linhas e simetria, imprescindível na identificação do tratamento mais adequado. A evolução das técnicas de microcirurgia plástica periodontal, inserida ao estudo fotográfico e aliada à tecnologia de edição de imagens, em que é possível antever de maneira fiel o resultado esperado, faz com que o paciente consiga vislumbrar antecipadamente o seu problema solucionado com altíssima previsibilidade e, consequentemente, dar continuidade ao planejamento microcirúrgico plástico.

PROCEDIMETO DE PLASTIA GENGIVAL

Antes de todo e qualquer procedimento estético é imprescindível restabelecer a saúde gengival.

Casos: Erupção Passiva Alterada e Coroa Clínica Curta 1 2

Sorriso gengival inicial

A alteração do contorno gengival do paciente, ou redesenho da gengiva se dá em um procedimento extremamente delicado, com incisões internas para a remoção do tecido gengival em excesso, que termina em sutura nos espaço entre os dentes de um lado ao outro da área operada.

3

Pós operatório imediatoda cirurgia de reposicionamento labial (lip repositioning)

Neste caso, o paciente nem precisa sequer de curativo cirúrgico, sendo submetido somente a medicamento para controle da dor, cobertura antibiótica para prevenção de infecção, algumas restrições alimentares, ou seja, uma série de cuidados normais neste tipo de procedimento, que tornam o pós-operatório extremamente comportável.

4 Pós operatório de 3 meses da cirurgia de reposicionamento labial (lip repositioning)

5 Pós Operatório imediato da cirurgia plástica para aumento de coroa clínica

Pós Operatório 6 meses - Lip Repositioning e 3 Meses. Aumento de coroa clínica

A previsibilidade de resultado é altíssima e optimização da cicatrização rápida, permitindo o paciente a retormar sua rotina em, aproximadamente, três dias.

11


RADAR | NOSSO SOCIAL

OUTROS TRATAMENTOS Casos: Excesso Vertical de Maxila e Hiperfunção da Musculatura relacionada ao Sorriso Nestes casos, especificamente, são necessários intervenções nos lábios. Uma delas é a cirurgia para reposicionamento labial, onde é reduzida a subida do lábio de maneira cirúrgica, tirando uma faixa de mucosa alveolar. Outra opção menos invasivo e cada vez mais utilizado é a aplicação do Botox, que também limita a subida do lábio. A severidade da causa irá interferir na técnica adequada.

COM A PALAVRA REQUISITO PRÉ-CIRÚRGICO • • • • •

Diagnóstico de doença periodontal pré-existente; Instrução de higiene rígida; Medicação pré-operatória; Dieta alimentar; Restrições de atividades físicas.

REQUISITO PÓS-OPERATÓRIO • Aplicação de gelo nas primeiras 24 horas, para evitar edema; • Restrição de atividade física durante 5 dias; • Restrição alimentar. Somente alimentos frios, líquidos e pastosos; • Não poderá morder os dentes, efetivamente; • Higienização restrita. Orientação com controle químico da placa bacteriana e/ou utilização de escola de dente Ultra Soft,para pacientes com mais habilidade; • Medicação de controle da dor, com analgésico.

Casa da Criança:

amparo de um verdadeiro lar Associação mais que centenária tem capacidade para 370 crianças

Com 128 anos de contribuição na formação de crianças menos favorecidas da comunidade santista, a Associação Casa da Criança de Santos desenvolve um importante trabalho direcionado à educação, desenvolvimento pessoal e profissional e, fundamentalmente, o amparo que um verdadeiro lar deve ter. Da pré-escola à creche, a Associação tem capacidade para atender 370 crianças provenientes de famílias com deficiências socioeconômicas, sendo, atualmente, 350 crianças na Escola de Educação Infantil “Treze de Maio” e outras 20 no serviço de acolhimento, em que cabe o amparo de adolescentes de até 17 anos, que dormem na casa.

A característica dominante apresentada pelas famílias atendidas pela Associação Casa da Criança de Santos é a vulnerabilidade e miserabilidade social decorrente da falta de condições básica de sobrevivência. Mantida por doações, hoje, a Associação Casa da Criança de Santos, por meio de seu presidente, Dr. Ariovaldo Moacir Neves, também busca utilizar a estrutura da casa para capitalizar fundos com eventos sociais, corporativos e esportivos.

A Casa da Criança fica na Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 120 - Macuco, Santos - (13) 3222-4500

12

Da arte para a tecnologia A inteligência artificial e a robótica estarão cada vez mais presentes na evolução da Traumatologia e da Cirurgia Buco-MaxiloFacial Por Dr. Carlos Diniz Moreira Sampaio (Especialista em Traumatologia e Cirurgia Buco-MaxiloFacial)

N

os anos em que exerci a profissão, presenciei progresso gradativo e constante na arte da Cirurgia BucoMaxiloFacial. Com pesquisas de várias técnicas, a Cirurgia tinha que resolver casos em que a Clínica Ortodôntica não conseguia, especialmente na discrepância óssea do prognatismo mandibular. Décadas atrás, haviam várias técnicas de Osseotomia sugeridas com limitações de reposições ósseas e problemas de ajuste oclusal, mas a evolução para a Osteotomia Sagital da Mandibula foi a melhor técnica desenvolvida para a resolução da Classe III Angle. A maxila era outro problema a resolver, pois tinha que acompanhar os avanços dos recursos das rotações da mandíbula. Para isso, os cirurgiões buco-maxilo faciais propunham-se a estudar e pesquisar as maloclusões juntamente com os ortodontistas, dando início a uma nova disciplina intitulada dentro da especialidade: a Cirurgia Ortognática, que para a obtenção de sucesso é preciso o Ortodontista e o Cirurgião estudar os casos juntos. Os recursos cirúrgicos da Cirurgia Ortognática são diversos, oferendo um resultado estético impressionante, o que torna em alguns casos, inclusive, de o paciente ter que alterar alguma documentação oficial, já que a foto não representa mais a pessoa, tamanha a diferença na alteração e aperfeiçoamento estético. A cirurgia é estética e funcional, harmonizando a face do cliente, melhorando a mastigação, a deglutição e a respiração.

A Cirurgia Empírica passa a ser a cirurgia tecnológica! Prevendo o futuro da Traumatologia e Cirurgia Buco-MaxiloFacial vejo ainda que acontecerão progressos incríveis e tratamentos cirúrgicos fundamentais, com maior utilização de inteligência artificial e robótica.

Principais Conquistas Na vida acadêmica, o Dr. Carlos Diniz Moreira Sampaio foi Medalha de Ouro, além de ter recebido o Prêmio Professor Doutor Paulo Simões, como o melhor aluno de Cirurgia Oral da 4ª série do Curso de Odontologia da Universidade Estadual de Campinas, em 1969. Em sua trajetória profissional, teve a honra de fazer parte do Corpo Clínico como Cirurgião Buco-MaxiloFacial do Hospital Ana Costa, Hospital Casa de Saúde de Santo, Hospital Clinic-Day Med Center de Santos e Hospital Santo Amato, em Guarujá, ao qual foi Chefe de Serviço de Traumatologia de Cirurgia Buco-MaxiloFacial. Dentro da ACDBS, foi Diretor 1º Tesoureiro (1986 - 1987) e Diretor do Conselho Deliberativo (1987 - 1989). Também contribuiu como 2º Secretário da Escola de Aperfeiçoamento Profissional; Coordenador do Curso Auxiliares Odontológicos e Membro Titular do Conselho Científico.

13


IN MEMORIAN | FUNDO ASSISTENCIAL É com grande pesar que informamos o falecimento do associado Dr. Osvaldo Prats, que faleceu em 19 de agosto de 2017, aos 86 anos. Natural de Jaboticabal/SP, formouse me 1952 pela Faculdade de Odontologia do Triângulo Mineiro, em Uberaba. Condecorado com a Medalha do Mérito Odontológico, outorgada pela Prefeitura Municipal de Santos, contribuiu efetivamente com a ACDBS e Fundo Assistencial; bem como o Sindicato dos Odontologistas da Baixada Santista. Deixa sua querida e inseparável esposa Noraldina Maria Duarte Prats, as filhas Nora Maria e Luciane e o filho Oswaldo Prats Filho. A Diretoria, Conselhos e funcionários prestam suas condolências à família do saudoso colega.

É com grande pesar que informamos o falecimento da associada Dra. Samira Rezek Moruzzi, que faleceu em 18 de setembro de 2017, aos 65 anos. Natural de Araçatuba/SP, formou-se em 1975 pela Faculdade de Odontologia de Araçatuba, tendo como especialidade a Odontopediatria. Homenageada com a medalha da ACDBS pelos 25 anos como ilustre integrante, trabalhou como assistente voluntária de Dentística na Unimes, além de exercer a função de sua especialidade no Sesc. Até 2014 foi proprietária de uma Clínica de Radiologia Odontológica. Deixa seu companheiro Durval Libitti Moruzi e os filhos Durval Rezek Moruzzi e Mariana Rezek Moruzzi. A Diretoria, Conselhos e funcionários prestam suas condolências à família da saudosa colega.

Fundo Assistencial

pecúlio. O Fundo Assistencial tem regras estabelecidas em nosso estatuto social e Diretoria nomeada e, nesta gestão, está sendo dirigido pelos associados: Dr. José Celso Sapia (Presidente); Dr. Antonio Lucindo Bengston (Vice-Presidente); Dr. Guilherme Ribeiro de Aguiar (1º Secretário); Dr. Osvaldo Sérvulo da Cunha (2º Secretário); Dr. Edilson Mendonça de Brito (1º Tesoureiro); Dr. Paulo Henrique Marçal Menezes (2º Tesoureiro); Dra. Ercilla Maria Vargas Wigger (Diretora Assistencial).

Todo associado efetivo ou remido da ACDBS, que esteja regular, conta com a proteção do Fundo Assistencial e, por esta razão, ao ingressar no quadro associativo o colega determina, de próprio punho, o beneficiário que terá direito a receber o montante pago pelo Fundo Assistencial quando de seu óbito. É importante o cadastro estar sempre atualizado, bem como o nome do benificiário que receberá o

Vantagens de ser

Sócio

PLANO DE SAÚDE POR ADESÃO COM VALOR DIFERENCIADO. FUNDO ASSISTENCIAL (ACDbs) COM PAGAMENTO DE PECÚLIO POR MORTE, PODENDO CHEGAR A 30 SALÁRIOS MÍNIMOS. REVISTA ACDbs DE PERIOCIDADE TRIMESTRAL. ACESSO A BARRACA DE PRAIA DA ACDbs, PRÓXIMO AO CANAL 3, EM SANTOS. DESCONTOS EM DIVERSOS ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS E TAMBÉM COM PROFISSIONAIS LIBERAIS (LISTA DISPONÍVEL NO SITE - acdbs.com.br). SEGURO DE VIDA COM ASSISTÊNCIA VIAGEM (NACIONAL E INTERNACIONAL) ATRAVÉS DE TABELA DIFERENCIADA EXCLUSIVAMENTE DESENHADA PARA A ACDBS. ASSINATURA GRATUITA DO JORNAL DA APCD E DA REVISTA APCD.

CONVÊNIOS COM OUTRAS ENTIDADES DE CLASSE COMO O SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DA BAIXADA SANTISTA (QUE PERMITE ACESSO AOS DADOS DO SPC,UTILIZAR OS SERVIÇOS DA CENTRAL DE COBRANÇA E AINDA AOS SERVIÇOS DE EXAMES LABORAIS - ADMISSÃO, DEMISSÃO E PERIÓDICOS). E O SINDICATO DOS CONFERENTES DE CARGA E DESCARGA DO PORTO DE SANTOS (QUE PERMITE A UTILIZAÇÃO DA COLÔNIA DE FÉRIAS EM CAMPO LIMPO PAULISTA - SP).

FACILIDADE NA FREQUENCIA DE TODAS AS ATIVIDADES CIENTÍFICAS, CULTURAIS, ESPORTIVAS E SOCIAIS DA ACDBS COMO: EXCURSÕES CULTURAIS, COMEMORAÇÕES DO DIA DO DENTISTA (25/10), COMEMORAÇÃO DE ANIVERSÁRIO DA ACDBS, CARNAVAL LIBERAL (UM DOMINGO ANTES DO CARNAVAL), PALESTRAS GRATUITAS, CURSOS PARA AUXILIAR EM SAÚDE BUCAL. ACESSO A BIBLIOTECA DA APCD CENTRAL.

Cirurgiões, Dentistas e Acadêmicos de Odontologia. Você sabe o que a ACDbs - Regional APCD pode fazer por você?

PARTICIPAÇÃO EM DIVERSOS TORNEIOS ESPORTIVOS. SEGURO DE AUTOMÓVEIS, DE PERDA DE RENDA, DE CONSULTÓRIO E RESIDÊNCIA COM PREÇOS ACESSÍVEIS. AUXILIO FUNERAL APCD, GRATUITO DE R$ 3 MIL. FACILIDADE PARA ADQUIRIR BENEFÍCIOS DO APCDPREV - A PREVIDÊNCIA PRIVADA DA APCD. DESCONTOS EM SERVIÇOS, PRODUTOS E ATIVIDADES DE LAZER DIVERSOS ATRAVÉS DE CONVÊNIOS FIRMADOS PELA APCD.VEJA A LISTA COMPLETA EM apcd.com.br. SEGURO DE RESPONSABILIDADE CIVIL. ADESÃO GRATUITA AO CONGRESSO INTERNACIONAL DE ODONTOLOGIA DE SÃO PAULO (CIOSP). SERVIÇOS GRATUITOS AOS SÓCIOS NO PORTAL DA APCD NA INTERNET (apcd.org. br) COMO CLASSIFICADOS ONLINE E OUTROS. 15


Revista acbds 203  

Revista 203

Advertisement