Page 1

Associação dos Cirurgiões Dentistas da Baixada Santista Regional

APCD-IESP inicia cursos de pós-graduação na ACDBS

EDIÇÃO 206 ANO 2018

ACDBS promove vernissages em abril e junho Semana de palestras celebra os 93 anos da ACDBS

Odontologia Defensiva: do prontuário ao processo, a participação do cirurgião dentista é indispensável! Por Prof. Dr. Fernando Jorge De Paula Palestra sobre Odontologia Defensiva acontece no dia 30/08, às 19h30 PAlestesPAlllmmmmmjjj edição 206.indd 1

06/07/2018 12:22:32


PALAVRA DO PRESIDENTE

O trabalho não para!

2

018 avança e a diretoria da ACDBS continua a trabalhar para o engrandecimento e para o contínuo desenvolvimento da Odontologia, do Cirurgião dentista, do profissional auxiliar e da entidade. Seguimos com o objetivo de manter aqueles que são nossos associados e de conquistar aqueles que ainda não se juntaram a nós e, por isso, não desfrutam das inúmeras vantagens que os associados têm como: seguro de responsabilidade civil, palestras, acesso à barraca de praia, pecúlio referente ao fundo assistencial, auxílio funeral, jornal e revista da APCD central, seguros diversos, planos de saúde, entre eles o Ana Costa Saúde/ACDbs, cursos de pós-graduação na sede da ACDbs com a chancela da APCD-IESP/FAOA (cursos reconhecidos pelo MEC e registrados pelo CFO), entre outros. Reativamos o espaço cultural desativado há anos, valorizando a cultura; aproveito o ensejo para convidar os colegas cirurgiões dentistas associados ou não e os profissionais auxiliares da Odontologia que também tenham sua veia artística a nos procurar para podermos programar sua apresentação no espaço cultural. Como tem sido o costume em nossa gestão, a ACDBS tem mostrado preocupação com o social e com a importância de auxiliarmos as instituições de nossa região que realizam trabalho sério em favor daqueles menos favorecidos. Nesta edição, destacamos a APAER, instituição

assistencial voltada às crianças portadoras da síndrome do espectro autista. É fundamental ressaltarmos que jamais perdemos nosso foco: contribuir sobremaneira para a formação, atualização e expansão do conhecimento do cirurgião dentista. Cursos, palestras e seminários que trazem as últimas novidades da Odontologia, ministrados por profissionais reconhecidos e renomados da área estão entre nossas prioridades. Prova disso é que, entre 21 e 25 de maio, para comemorar os 93 anos de fundação da ACDBS, promovemos uma semana de palestras na qual, profissionais das mais diferentes áreas falaram sobre os avanços tecnológicos que estão revolucionando nossa profissão. Os cursos de pós-graduação tiveram seu reinício em 6 de junho com o curso de Especialização em Dentistica coordenado pelo Prof. Jansen Ozaki. Reserve também em sua agenda as palestras de julho/agosto/ setembro seguidas de happy hour para uma melhor confraternização além de ainda tirar aquela dúvida que não fez durante a palestra. Em outubro ainda teremos semana de palestras em homenagem ao dia nacional do Cirurgião dentista. Fiquem com o cordial abraço do Negrinho, José Luiz Presidente - Gestão 2017/2020

Diretoria Executiva Presidente Dr. José Luiz Negrinho 1º Vice-Presidente Dr. Valderedo Teixeira Junior 2º Vice-Presidente Dr. Nadyr Cassiano Secretário Geral Dr. Fernando Jorge De Paula Tesoureiro Geral Dr. Edilson Mendonça de Brito Diretoria Administrativa Auxiliar 1º Tesoureiro Dr. Paulo Henrique Marçal Menezes Diretor Científico Dr. Hueberton Silva Ferreira Subdiretora Cientifica Dra. Flavia Benali Werneck Rebello de Sampaio Diretora Assistencial Dra. Ercilla Maria Vargas Wiggert Diretora Social Dra. Herminia Cristina Ladaga Mariano Teixeira Diretor Patrimonial Dr. Ginez Garcia Fernandes Diretor de Esportes Dr. Ricardo Luiz Campedelli Diretor Cultural Dr. Durval Capp Filho Subdiretor da Diretoria para o Fundo Assistencial Dr. Luiz Carlos de Almeida CONOGE (Conselho Nova Geração) Presidente Jéssica de Moura Disegna Vice-Presidente Dr. José Ponte Negrinho COA (Conselho Acadêmico) Presidente Letícia Almeida Oliveira (Unimes) Vice-Presidente Karina dos Santos Almeida de Godois (Unisanta) Representante Acadêmico Marcelo Augusto Carneiro dos Santos - Unisanta - Expediente A Revista ACDbs é uma publicação com periodicidade trimestral e distribuição gratuita Editora, Redação e Diagramação Alessandra Armstrong Arnosti Antunes – MTB 40.405 Foto da Capa Denise Braga Colaboração de textos e Imagens Paula de Donato Corpo Editorial Dr. José Luiz Negrinho, Dr. Valderedo Teixeira Junior, Dr. Nadyr Cassiano, Dr. Fernando Jorge De Paula, Dr. Edilson Mendonça de Brito Tiragem 2.000 exemplares CTP e Impressão Gráfica Expressão Público Cirurgiões-Dentistas, clínicas especializadas, hospitais, bibliotecas de cursos de odontologia e das Associações Regionais de Cirurgiões-Dentistas da APCD, entidades de classe, Secretarias Municipais e Estaduais de Saúde, além de diversos Departamentos do Ministério da Saúde. Declarações – A Associação dos Cirurgiões Dentistas da Baixada Santista – Regional APCD não se responsabiliza pelos serviços e produtos das empresas que anunciam na Revista ACDbs, os quais estão sujeitos a normas de mercado e do Código de Defesa do Consumidor. Artigos e conceitos assinados são de responsabilidade do autor. É permitida a reprodução parcial ou total de textos da Revista ACDbs, desde que citada a fonte.

edição 206.indd 2

06/07/2018 12:22:32


FALE COM A

ACDBs

Presidente presidente@acdbs.com.br Diretoria Executiva diretoria@acdbs.com.br CONOGE conoge@acdbs.com.br COA coa@acdbs.com.br Secretaria (13) 3285.2440 secretaria@acdbs.com.br Tesouraria (13) 3285.2443 secretaria@acdbs.com.br SIGA A ACDBs NAS REDES SOCIAIS Acdbs Apcd Baixada Santista twitter.com/acdbs www.instagram.com/ associacao_dos_dentistas_acdbs/

edição 206.indd 3

Índice

04

ACONTECE

05 06

COMEMORAÇÃO

07 08 11 12 13 14 15

CULTURA / FAOA/APCD-IESP

Palestra sobre Dentística Restauradora Minimamente Invasiva e Happy Hour Semana de palestras marca comemoração dos 93 anos da ACDBS CULTURA / AGENDA

Exposição de arte de abril | Confira agenda de palestras da ACDBS para os próximos meses Exposição de arte de junho | ACDBS participa de reunião na APCD central CAPA

Odontologia Defensiva: do prontuário ao processo, a participação do cirurgião dentista é indispensável! EDUCAÇÃO

Pós-graduações começam nova fase com a APCD-IESP/FAOA na ACDBS SERVIÇO / CONVÊNIO

Dia de vacina na Associação / ACDBS firma novo convênio SOCIAL / ESTATUTO

Bazar do dia das mães / Comissão estuda readequação de estatuto da ACDBS SOLIDARIEDADE / IN MEMORIAN

Conheça a APAE

VANTAGENS DE SER SÓCIO

3 06/07/2018 12:22:34


ACONTECE

Sucesso total na palestra do Prof. Dr. Nívio Fernandes Dias na Associação

E

m 26 de abril, o professor do curso de Especialização em Dentística da APCD-IESP Unidade Baixada Santista, Dr. Nívio Fernandes Dias, ministrou palestra com o tema “Novos Tempos: Dentística Restauradora Minimamente Invasiva”, na ACDBS. Durante sua apresentação, o cirurgião dentista atualizou os presentes, que lotaram o anfiteatro da associação, com os mais recentes avanços na área da Dentística destacando que atualmente as intervenções pouco invasivas devem fazer parte do arsenal de técnicas restauradoras a serem oferecidas aos pacientes pelos cirurgiões dentistas em seus consultórios.

Após palestra, associados se divertiram em um animado happy hour

4 edição 206.indd 4

06/07/2018 12:22:35


COMEMORAÇÃO

Semana de palestras marca comemoração dos 93 anos de fundação da ACDBS

P

ara marcar os 93 anos de sua fundação, a ACDBS promoveu uma semana de palestras entre os dias 21 e 25 de maio na sede de sua entidade. Em comum, os palestrantes ressaltaram a importância do uso de novas tecnologias em suas áreas e dos benefícios trazidos por ela aos pacientes. A semana começou com a palestra do Prof. Dr. Nívio Fernandes Dias, que falou sobre a reconstrução do sorriso com laminados cerâmicos. Durante sua palestra, o professor disse que com os avanços da Odontologia Restauradora Adesiva novas possibilidades de tratamento vêm surgindo e os laminados cerâmicos finos (popularmente denominados “lentes de contato dental”) são aqueles mais procurados nos cursos de atualização pelos colegas devido à grande demanda nos consultórios. O objetivo da palestra foi alertar os demais profissionais que, além deste tipo de tratamento não ser indicado em todos os casos, ele não deve ter apenas uma conotação cosmética, já que minimizaria a grande importância dos cuidados na execução de tal procedimento. No dia seguinte (22/5) foi a vez do Prof. Dr. Sidney Rafael das Neves palestrar sobre o tema “Como evitar acidentes e complicações na Cirurgia Oral”. Aos presentes, o cirurgião dentista frisou a importância de se realizar operações em hospitais, pois são locais que apresentam estrutura e equipamentos apropriados para otimizar condutas e evitar acidentes e complicações. Ele também divulgou as últimas novidades em equipamentos e tratamentos desenvolvidos na Itália. Em 23/5, foi a vez do Prof. Dr. Alcino Campos Galegã falar sobre o panorama da sífilis e suas implicações. O cirurgião dentista explicou que, embora os dados sobre os números da doença sejam escassos, é sabido que o número de pessoas infectadas, especialmente entre as classes menos favorecidas economicamente é alto. Segundo Galegã, para combater a sífilis é preciso conjugar a interrupção na cadeia de transmissão detectando

edição 206.indd 5

precocemente os casos, tratando infectados e seus parceiros e prevenção de novas ocorrências por meio de aconselhamento específico e adoção de práticas sexuais protegidas, já que a sífilis somente é transmitida por contato sexual. “Precisamos falar sobre essa doença porque ela gera muitas internações hospitalares desnecessárias com alto custo de mão de obra e infraestrutura, além de causar grande impacto social e econômico”, afirmou o cirurgião dentista. Já em 24/5, a Profa. Dra. Débora Sellera palestrou sobre o tema “A Superação da Endodontia Contemporânea após o uso da Microscopia Operatória”, no qual ela defendeu o uso do microscópio operatório como o centro do consultório em oposição ao modelo tradicional datado do século XVIII. “O microscópio permite ergonomia, posturas corretas, movimentos precisos e curtos. Isto evita uma série de problema de saúde nos cirurgiões dentistas, como dores nas costas, além de melhorar a resolução do olho humano aumentando a magnificação e a iluminação, o que permite procedimentos muito mais precisos”, explicou Sellera. Finalizando a semana de palestras, em 25/5, o Prof. Dr. Renato de Oliveira Zanini, que explorou o tema “Planejamento em Implantodontia, do convencional ao digital”, no qual demonstrou que o avanço tecnológico em sua área permite agora a cirurgia guiada através de próteses que servem de guias e na qual o cirurgião dentista precisa apenas fazer pequenas perfurações na boca do paciente. Com isso, o planejamento da operação é todo virtual, o que acaba reduzindo o tempo do pós-operatório, a redução de edema aumentando a área de conforto do paciente.

5 06/07/2018 12:22:37


CULTURA / AGENDA

Vernissage homenageia presidente da Unisanta, Dra. Lucia Teixeira

Na ocasião, foram expostos os quadros do artista Alexandre Fatalla Branco

C

umprindo com a sua missão de enriquecer e movimentar a vida cultural de Santos, a Associação dos Cirurgiões da Baixada Santista, na figura de seu diretor cultural, Dr. Durval Capp Filho, juntamente com a sua curadora Bel Braga, vem organizando vernissages mensalmente no espaço cultural da entidade. Em 25 de abril, foi a vez de o artista plástico Alexandre Fatalla Branco expor seus quadros na ACDBS na exposição intitulada “O universo imaginário, as várias facetas da luz”. Na mesma ocasião, a educadora e presidente da universidade Unisanta, professora doutora Lúcia Maria Teixeira, foi homenageada pela entidade. A ocasião ainda contou com as presenças da reitora da Unisanta, professora doutora Silvia Angela Teixeira Penteado, da coordenadora da faculdade do curso de Odontologia da Unisanta, Dra. Rosângela Aló Maluza Florez, e do ex-secretário de Cultura de Santos, Fábio Alexandre Nunes. Para o diretor cultural da ACDBS, “a vernissage foi um sucesso! Estiveram presentes diversas personalidades da sociedade santista entre os nossos convidados. Isto prova que estamos no caminho certo! Fico muito feliz em promover e divulgar a cultura da nossa região”.

Calendário de palestras para julho, agosto e setembro

Marque na sua agenda! Não se esqueça! Você, associado, tem compromisso toda última quinta-feira do mês na ACDBS! 26/7 - 19h30 - Concursos Públicos: estabilidade é sucesso para o cirurgião dentista nos dias atuais?

Prof. Dr. André Luiz Ladaga Mariano Teixeira e Profa. Dra. Flávia Benali Werneck Rebello de Sampaio

30/8 - 19h30 - Odontologia Defensiva: do prontuário ao processo a participação do dentista é indispensável! Prof. Dr. Fernando Jorge De Paula

27/9 - 19h30 - Odontologia para Bebês

Profa. Dra. Priscilla Torres Tagawa

Ao final das palestras haverá um animado Happy Hour para os associados da ACDBS

6 edição 206.indd 6

06/07/2018 12:22:37


CULTURA / APCD-IESP

Vernissage lota espaço cultural da ACDBS Em junho, a associação recebeu a exposição da artista plástica Elisabeth Ramos Antoniette e homenageou o delegado poeta Paulo Della Rosa

E

m 7 de junho, a artista plástica Elisabeth Ramos Antoniette expôs parte de sua obra, criada ao longo dos anos, na Associação dos Cirurgiões Dentistas da Baixada Santista. Ainda jovem, a artista plástica descobriu na pintura uma de suas paixões. A exposição, batizada de “Caminhos Percorridos”, mostra diferentes quadros e passeia por diversos estilos e representações, como figuras femininas, flores e animais. Na ocasião, o delegado poeta Paulo Della Rosa foi homenageado.

“É com imenso prazer e felicidade que recebemos essa exposição da Elisabeth. Além de grande artista, ela traz para associação uma quantidade de convidados impressionante, pois é muito querida em Santos”, diz o diretor cultural da ACDBS,

Dr. Durval Capp Filho. O evento se mostrou um sucesso e lotou o espaço cultural da ACDBS. Compareça e participe dos eventos da ACDBS! Estamos contando com sua presença!

ACDBS participa de reunião das unidades regionais na APCD-IESP

E

m 25 de junho, foi realizada na APCD central reunião que contou com a participação de diversos diretores de regionais, que, discutiram, entre outros temas, a reorganização dos cursos de pós-graduação oferecidos pela APCD-IESP/FAOA. A ACDBS foi representada pelo presidente, Dr. José Luiz Negrinho, pelo tesoureiro, Dr. Edilson Mendonça de Brito, e pelo Secretário Geral, Dr. Fernando Jorge De Paula. Também estiveram presentes à reunião o diretor geral da FAOA, Dr. Adriano Albano Forghieri, o presidente da Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas, Dr. Wilson Chediek, e o tesoureiro geral da APCD, Dr. Pedro Antonio Fernandes, e Dr. Claudio Yukio Miyake. Excelência - Com 107 anos de existência, a APCD é referência na Odontologia e uma das entidades de classe mais respeitadas do país. Vale ressaltar também que a FAOA conquistou a nota máxima do MEC – nota cinco, seus cursos são reconhecidos pelo MEC, registrados pelo CFO, possuem carga horária diferenciada que privilegia o aprendizado. Outros diferenciais do curso da FAOA/APCD-IESP são o corpo docente altamente qualificado, métodos de ensino-aprendizagem inovadores e eficazes, além da sua infraestrutura.

7 edição 206.indd 7

06/07/2018 12:22:39


CAPA

Odontologia Defensiva:

do prontuário ao processo, a participação do cirurgião dentista é indispensável!

N

Artigo de autoria do Prof. Dr. Fernando Jorge De Paula

os últimos anos, temos notado a judicialização no banco de dados nos Tribunais do Brasil. Aplicou-se de praticamente todas as relações sociais, princi- o coeficiente de experiência processual relacionando o palmente pelas ínfimas indenizações sentencia- número de processos com o número de CDs inscritos das no Brasil, pois para as grandes empresas têm sido mais nos Conselho Federal de Odontologia, onde no Brasil, barato deixar o consumir pleitear na justiça seus direitos a cada 1.000 cirurgiões dentistas 2,23 já foram procesdo que atender administrativamente essas reclamações. sados. Em 2012, a mesma metodologia foi aplicada na Esse aspecto fez com que o consumidor procurasse Universidade Federal da Paraíba, no período de 2006 a mais o judiciário para resolver seus problemas, e tam- 2011 – em 5 anos -, foram levantados 1.046 processos bém fez com que esse fenômeno chegasse à área da nos tribunais e o coeficiente de experiência processusaúde, principalmente na Medicina, e tem se agravado al brasileiro saltou para 4,23. Uma curiosidade, poucas severamente devido à crise vivida nesta área. pessoas tem conhecimento que o primeiro estudo utilizando a pesquisa de processos judiciais pelos sites Uma pesquisa realizada pela Faculdade de Medicina da dos Tribunais foi publicado na Revista da Universidade Federal de Minas Gerais e pelo Associação dos Cirurgiões dentistas no Instituto de Estudos de Saúde Suplemen“Estudos ano de 2002, na edição 136. tar estima que “falhas médicas evitáFeito tal esboço, nos Estados veis” são a segunda causa de morte sobre erros Unidos surgiu a chamada Medimais comum no Brasil. Cerca de 829 cina Defensiva, cujo Conselho brasileiros morrem diariamente em odontológicos são do Instituto de Tecnologia de hospitais públicos e privados por subestimados e Avaliação do Congresso Amefalhas que poderiam ser evitadas. ricano, em 1994, definiu que O número levantado equivale a os de erros “a Medicina Defensiva ocorre três mortes a cada cinco minutos, quando médicos solicitam exaficando atrás apenas das doenças médicos são mes, procedimentos, ou consultas, cardiovasculares, responsável pela superestimados” ou evitam pacientes ou procedimenmorte de 950 brasileiros por dia, como tos de alto risco, com a finalidade de estima a Sociedade Brasileira de Cardioprimariamente (mas não necessariamente) logia. É bem maior do que os óbitos causados reduzir sua exposição a processos por má condupor câncer (de 480 a 520 mortes/dia), violência (164 ta profissional”. mortes/dia) e acidentes de trânsito (129 mortes/dia). Traçando um paralelo com a Medicina podemos conAtualmente, aproximados 7% dos médicos brasileiros enfrentam algum tipo de processo, seja na área cível, ceituar a Odontologia Defensiva como o rol de medidas criminal ou administrativa. A média dos EUA é de 9% preventivas utilizadas pelos cirurgiões dentistas com a finalidade de reduzir, ou mesmo eliminar, se assim podos médicos. E como estaria a situação de processos na Odontologia? de-se dizer, a possibilidade de se ver processado por um Atualmente as pesquisas da quantidade de proces- paciente, durante ou após o tratamento, ou mesmo em sos junto aos sites dos tribunais do país são os mais um atendimento de urgência ou emergência. fidedignos, embora apresentem uma quantidade meAssim como a Medicina Defensiva, a Odontologia nor do que realmente existe. Em 2007, em uma tese Defensiva pode ser decomposta em dois ramos diverapresentada na Universidade de São Paulo, de 1974 a sificados, de acordo com a atuação do profissional, que 2006 – em 32 anos -, foram levantados 478 processos podem ser elencados em Odontologia Defensiva Posi-

8 edição 206.indd 8

06/07/2018 12:22:39


CAPA tiva e Negativa. A primeira estará configurada quando, o profissional, com a finalidade de se assegurar sobre a situação atual da saúde de seu paciente, demandar exames complementares, de maneira a não cometer erros em seu diagnóstico, ou prognóstico. A segunda, quando o profissional se recusar a tratar determinado paciente por temor que este lhe mova uma ação de indenização. A grande diferença que a Odontologia Defensiva pode fazer, é que, se o profissional tomar todos os cuidados necessários no seu cotidiano - prestar as informações sobre os procedimentos ao paciente, quando o procedimento envolver risco ter o cuidado de documentar a anuência do paciente ou seu responsável, ter uma correta conduta técnica, desenvolver seus atos profissionais de acordo com a técnica preconizada, prestar assistência e orientações pós-operatórias e de higienização - e realizar uma completa documentação, terá plena chance de provar em juízo, que o dano alegado pelo paciente não tem origem em seus atos e nem que os mesmos se encontram viciados pelo aspecto subjetivo da culpa, não tendo, portanto, que arcar com qualquer indenização, pois em um processo, a grosso modo, o perito irá comparar, em seu laudo, a atuação do cirurgião dentista no caso concreto com os livros de Odontologia e o estágio atual da ciência odontológica, ou seja, sua “lex artis”. Portanto, em um processo judicial onde o cirurgião dentista figure como réu, é indispensável a figura do assistente técnico. Este é o único profissional que tem como contra argumentar, por meio de seu Parecer, o Laudo apresentado pelo perito. Um dos objetivos do Parecer é demonstrar erros do Perito, sejam eles na topografia do

laudo, nos exames periciais, na metodologia empregada ou na aplicação das técnicas utilizadas, que podem trazer consequências gravíssimas para o resultado do processo. A ausência de um assistente técnico pode causar grandes prejuízos na defesa do cirurgião dentista. Ansiando por proteção legal, o profissional está, cada vez mais, atento aos meios de defesa, que se constituem, primordialmente, do prontuário odontológico completo, manutenção de um bom relacionamento profissional-paciente, conhecimento da legislação que incide sobre o seu exercício profissional e contratação de seguros de responsabilidade profissional. Infelizmente nunca sabemos quando o prontuário odontológico será utilizado a favor do cirurgião dentista. Em 2005, por causa de um odontograma realizado por uma das vítimas, ao atuar como perito na esfera criminal juntamente com o grande mestre da Odontologia Legal Prof. Dr. Moacyr da Silva, foi possível identificar o suspeito do caso chamado do “Maníaco do Consultório” que cometia roubos e violência sexual nos consultórios das cirurgiãs dentistas da Baixada Santista. No mais, nenhum profissional deve pautar seu exercício profissional baseando-se no receio de ser processado. Não há nenhuma medida absolutamente eficaz para fazer com que estes não surjam. Deve, todavia, o profissional seguir o estágio atual da ciência e observar os aspectos técnicos e éticos da Odontologia, respeitando a autonomia do paciente e acima de tudo, documentando-se de maneira a facilitar sua defesa em juízo caso o processo seja inevitável. (Referências no site da ACDBS - www.acdbs.com.br)

Sobre o Prof. Dr. Fernando Jorge De Paula Fernando Jorge De Paula é advogado, cirurgião dentista, especialista em Endodontia e Odontologia Legal (CROSP), pós graduado nível especialização em Saúde Pública (UNAERP), mestre em Deontologia e Odontologia Legal (USP), doutor em Ciências Odontológicas (USP), professor da disciplina de Deontologia e Odontologia Legal I e II da Universidade Santa Cecilia (UNISANTA) e um dos autores do livro “Deontologia Odontológica: Ética e Legislação” (2011).

PALESTRA - ODONTOLOGIA DEFENSIVA: DO PRONTUÁRIO AO PROCESSO A PARTICIPAÇÃO DO DENTISTA É INDISPENSÁVEL!

DATA: 30/8/2018 HORÁRIO: 19h30 LOCAL: Av. Mal. Deodoro, 71

Após a palestra haverá happy hour no salão térreo da ACDBS

Inscrições na secretaria da ACDBS ou pelo telefone: 13 3285-2440. edição 206.indd 9

9 06/07/2018 12:22:39


10 edição 206.indd 10

06/07/2018 12:22:40


EDUCAÇÃO

Pós-graduações começam nova fase com a APCD-IESP/FAOA na ACDBS

N

o dia seis de junho a Associação dos Cirurgiões Dentistas da Baixada Santista foi palco da aula inaugural da especialização Lato Sensu em Dentística, área que trata da estética do sorriso e une saúde, bem estar e autoestima. O curso será coordenado pelo dentista e professor Jansen Osaki que é especialista e mestre em dentística pela Unicamp, a Universidade de Campinas. Osaki atua em São Paulo e tem larga experiência na área. De acordo com ele, o interesse pelo curso é grande, pois a preocupação com a estética do sorriso é cada vez maior. “A dentística trabalha a restauração de dentes e do sorriso e hoje a demanda é alta pela sociedade. Todo mundo quer ter dentes bonitos, muito se fala sobre os laminados cerâmicos. Os profissionais dentistas buscam a formação pela demanda dos pacientes que tem sido muito grande”, explica. A APCD-IESP utilizará a estrutura da ACDBS que conta com clínicas, laboratório e auditório, setores administrativos e espaço para aulas. O curso completo terá a duração de 24 meses e as aulas serão semanais, divididas entre teóricas, laboratoriais e clínicas, com atendimento a pacientes inscritos. Jansen Osaki explica como funciona a especialização: “A especialização é dividida em módulos. O pri-

meiro é teórico, o segundo é teórico laboratorial, com um aprofundamento em laboratório. Depois desse primeiro processo, os alunos farão a parte clínica chamada de clínica de restauração direta. Depois dessas etapas há um retorno ao laboratório onde trabalharemos com próteses. Eles primeiro treinam no laboratório e depois atuarão com os pacientes”. Os alunos recebem a certificação através da FAOA, a Faculdade de Odontologia da APCD. A Associação Paulista de Cirurgiões Dentistas com mais de 100 anos de existência, e uma vasta experiência em educação continuada na área de odontologia. Em 2016 a FAOA foi regulamentada e desde então atua com ênfase ainda na área de educação profissional. A ACDBS com 93 anos de existência reinicia os cursos de pós-graduação através da APCD-IESP.

11 edição 206.indd 11

06/07/2018 12:22:42


SERVIÇO / CONVÊNIO

Em parceria com a Prefeitura de Santos, ACDBS oferece vacinação gratuita à população

P

restando um serviço à sociedade e contribuindo para a prevenção de doenças, a ACDBS, em parceria com a Secretaria de Saúde do município de Santos ofereceu em 14 de abril vacinação gratuita à população, inclusive aos seus associados, em sua sede. Foram disponibilizadas as vacinas dupla adulto, Hepatite B, Meningo C, HPV, Tríplice Viral, Febre Amarela e Gripe.

“O dia de vacinação foi um sucesso e a ACDBS fica muito feliz em cumprir este papel social tão importante”, diz o presidente da associação, Dr. José Luiz Negrinho. A chefe do Departamento de Vigilância em Saúde de Santos, Ana Paula Nunes Viveiro Valeiras, que estava presente no dia da vacinação na ACDBS ressaltou a importância das vacinas. “Além de prevenir e reduzir os casos de doenças infecciosas de maneira individual, também contribui diretamente para a redução de doenças na saúde de maneira coletiva, uma vez que a transmissão é diminuída”.

ACDBS firma novo convênio jurídico para associados Associados contam agora com os serviços da advogada Iakira Christina Paradela

O

s cirurgiões dentistas associados da APCD agora contam com mais uma parceria na área jurídica: a advogada cível e trabalhista Iakira Christina Paradela, que todas as últimas terças-feiras de cada mês estará na associação, entre as 19h e 21h, atendendo aos associados que agendarem consulta previamente. “Trabalhamos para oferecer sempre o melhor ao nosso associado. Ficamos muito felizes com mais essa parceria”, diz a diretora assistencial da ACDBS, Dra. Ercilla Weigert. Os interessados em agendar consulta podem ligar na secretaria da ACDBS, pelo tel.: 3285-2440.

12 edição 206.indd 12

06/07/2018 12:22:43


SOCIAL / ESTATUTO

Tradicional bazar celebra Dia das mães na ACDBS

E

ntre 11 e 13 de maio, a ACDBS, representada por seu diretor cultural, Dr. Durval Capp Filho, promoveu a 13º edição do bazar do dias das mães. Aberto ao público em geral, quem passou pelo bazar encontrou diversas opções de presentes que iam de bijuterias e artesanatos a preços acessíveis. Além da já habitual animação do diretor Dr. Durval Capp Filho, o bazar também contou entre seus expositores com as presenças da cirurgiã dentista Dra. Regina Amorim e da senhora Valéria, esposa do cirurgião dentista Dr. Elcio Cervantes.

Comissão estuda readequação de estatuto da ACDBS

A

diretoria executiva da ACDBS, em sua reunião do dia 30 de outubro de 2017 aprovou por unanimidade a adequação do estatuto da ACDbs ao estatuto da APCD Central, bem como promover estudos, adequacões ou reformas para regularização do Fundo assistencial conforme Seção V. Por meio da Portaria 006/2017-2020, complementada pela portaria 010/2017-2020, a comissão tem como Presidente Dr. Fernando Jorge De Paula e Secretário Dr. Carlos Diniz Moreira Sampaio, conta com representantes da diretoria, dos conselhos da associação, do fundo assistencial e associados, pretende realizar um anteprojeto cujo objetivo será a readequação de artigos específicos do estatuto que, posteriormente, estará a disposição para análise e apreciação do associado. “Trata-se de um processo amplamente democrático e transparente, já que o nosso associado também poderá se manifestar e dar suas sugestões”, diz o Dr. Fernando De Paula. A previsão é que as sugestões poderão ser enviadas por e-mail, bem como protocoladas em duas vias na secretaria da ACDBS. Vale ressaltar que se trata de uma readequação e não de uma reforma estatutária, além da regularização do Fundo Assistencial. Após o prazo a comissão irá se reunir para analisar as propostas e inserir no projeto de acordo com o que for adequável. Em seguida, será agendada assembleia para aprovação do estatuto.

13 edição 206.indd 13

06/07/2018 12:22:43


SOLIDARIEDADE

APAEA: Desde 1986 cuidando dos Autistas de Santos

O

autismo, que até há pouco tempo era dividido em cinco categorias, entre elas a síndrome de Asperger, hoje recebe uma única classificação, com diferentes graus de funcionalidade e sob o nome técnico de transtorno do espectro autista ou TEA. O autismo é caracterizado por um transtorno global do desenvolvimento marcado principalmente pela inabilidade de interação social, dificuldade no domínio da linguagem para comunicar-se e padrão de comportamento restritivo e repetitivo. A intensidade do grau de comprometimento é variável, indo desde quadros mais leves, como a síndrome de Asperger (na qual não há comprometimento da fala e da inteligência), até formas graves em que o paciente se mostra incapaz de manter qualquer tipo de contato interpessoal e é portador de comportamento agressivo e retardo mental. Atualmente, estima-se que 70 milhões de pessoas no mundo todo possuem algum tipo de autismo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) e no Brasil, se estima que esse número passe de dois milhões. Em Santos, a ASSOCIAÇÃO DE PAIS, AMIGOS E EDUCADORES DE AUTISTAS (APAEA) ou Autistas de Santos existe desde 1986 e atende atualmente atende 64 alunos com idade entre seis e 42 anos, que são atendidos em grupo de no máximo cinco alunos por classe, levando-se em conta o seu desempenho e idade cronológica. A diretora pedagógica da associação, Joana Amália de Carvalho Pinho, explica que o atendimento em sala

é realizado por uma pedagoga especializada e uma auxiliar de classe e abrange, entre outras atividades, orientação espaço-temporal, estimulação das operações do pensamento e atividades de vida prática e diária. Vale ressaltar que os pais também recebem atendimento na área social, realizado por uma assistente social. Embora a Prefeitura de Santos subvencione o pagamento dos profissionais especializados e forneça alguns gêneros alimentícios e transporte escolar, a instituição tem encontrado dificuldades para manter suas portas abertas, já que as despesas da manutenção da casa onde funciona a entidade como água, luz, telefone e material educativo e pedagógico são bancados com recursos da própria APAEA. A instituição ainda trabalha para angariar fundos para reforma e construção de um prédio que será “A CASA DO AUTISTA”, um local que será a moradia desses autistas quando eles não puderem mais contar com o carinho e cuidados de seus pais e familiares. A APAEA aceita contribuições em dinheiro (banco Santander, agência 0568 - conta corrente nº 13.000215-9) ou doações de materiais de higiene, de papelaria e para reciclagem (como latinhas de refrigerantes e cervejas vazias).

Facebook Apaea: Vanessa Alves/autistas santos e-mail: autistas.santos@gmail.com A APAEA fica na R. Almeida de Moraes, nº 17, Vila Matias, Santos - 3235-6985 / 3224-6838.

IN MEMORIAN Com grande pesar que informamos o falecimento de Anna Pustiglione, mãe do Dr. Francisco Pustiglione Sarmento, no dia 3 de maio de 2018.

O céu ganhou mais um anjo. Solidarizamo-nos com a Dra. Maithê Ribeiro de Freitas pela passagem de sua filha Laura, em 4 de junho de 2018.

A Diretoria, Conselhos e Funcionários prestam suas condolências às famílias e amigos.

14 edição 206.indd 14

06/07/2018 12:22:44


Vantagens de ser Sócio! Assistência Jurídica para Previdência Associados interessados em esclarecer dúvidas sobre Previdência contam com o Escritório Cavallini, que presta informações sobre o assunto em nossa sede toda última quinta-feira do mês, das 19 às 21 horas. Agende sua consulta na secretaria da ACDBS pelo tel.: 3285-2440 e compareça. É gratuito.

Assistência Contábil Associados interessados em esclarecer dúvidas sobre este tema contam com a Izar Consultoria Contábil, que faz plantão em nossa sede toda última quartafeira do mês, das 19 às 21 horas. Agende sua consulta na secretaria da ACDBS pelo tel.: 3285-2440 e compareça. É gratuito.

OUTRAS VANTAGENS Plano de Saúde por adesão com valor diferenciado Desconto em estabelecimentos comerciais de serviço (Listagem no site desta Associação) Auxílio Funeral gratuito de R$ 3 mil Assinatura gratuita do jornal e revista APCD Revista trimestral da ACDBS Participação em torneios esportivos Facilidades para adquirir benefícios da Previdência Privada da ACPD

Serviços gratuitos aos sócios,como classificados online e outros, também através do portal apcd.org.br Fundo Assistencial com pagamento de pecúlio por morte, podendo chegar a 30 salários mínimos Convênio com o Sindicato do Comércio Varejista da Baixada Santista e com o Sindicato dos Conferentes de Carga e Descarga do Porto de Santos. Informações sobre benefícios, na secretaria. Seguro de vida com tabela diferenciada de valores para assistência viagem (nacional e internacional)

Acesso à biblioteca da APCD Central Acesso à barraca de praia Facilidades na participação de atividades, cursos e eventos de cunho científico, cultural, social e esportivo promovido pela entidade Adesão Gratuita ao Congresso Internacional de Odontologia de São Paulo Seguro de automóveis, de perda de renda, de consultório e residência com valores diferenciados Seguro de Responsabilidade Civil

15 edição 206.indd 15

06/07/2018 12:22:45


16 edição 206.indd 16

06/07/2018 12:22:46

Edicão 206  

Revista ACDbs

Edicão 206  

Revista ACDbs

Advertisement