Page 1

PORTFÓLIO

IZAMARA MACEDO arquiteta e urbanista


arquiteta e urbanista

baiana

21.12.1996

+55 11 985183369 izamaramacedo@hotmail.com Rua Flor de Lรณtus, nยบ 63, Tucuruvi, Sรฃo Paulo - SP https://issuu.com/izamacedo8 @izamara.macedo


EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO Aluna Especial Pós-Graduação FAU-USP Março 2018 - Junho 2018 UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO Arquitetura e Urbanismo Janeiro 2013 - Dezembro 2017

EXPERIÊNCIA PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO PAULO Departamento de Desapropriação Estágio em Arquitetura e Urbanismo Março 2015 - Março 2017 UNIVERSIDADE NOVE DE JULHO Pesquisadora Bolsista - Iniciação Científica Tema - Restauro: Fragmentos arquitetônicos desconhecidos. Agosto 2014 - Junho 2016

CURSOS COMPLEMENTARES Curso de Projeto Executivo e Apresentaçao de Projetos GBArq - Profa. Giselly Barros Rodrigues (Dra. Ms. Arquiteta e Urbanista) Dezembro 2018 - Carga Horária 7h Seminário Internacional Sesc - Escola da Cidade: Arquitetura é Forma de Conhecer SESC Pompéia Fevereiro 2018 Curso Edifícios Fundamentais da Arquitetura Brasileira MuBE - Museu Brasileiro da Escultura e Ecologia Junho 2018 - Carga Horária 6h {CURA} Curso de Representação Arquitetônica Julho 2017 - Carga Horária 32h Sustentabilidade no dia a dia FGV Online - Fundação Getúlio Vargas Abril 2015 - Carga Horária 12h

SOFTWARES

LÍNGUAS

AutoCAD Revit 3DsMax InDesign Photoshop CorelDraw SketchUP Vray ArchiCAD PacoteOffice

Inglês Espanhol

Avançado Intermediário Básico


PROJETOS


ESTUDOS Espaço para Estudos Projeto/Estudo Pessoal São Paulo, São Paulo Interiores 2018

APARTAMENTO 32 Projeto/Estudo Pessoal São Paulo, São Paulo Interiores 2018

PAVILHÃO HUMANITÁRIO Trabalho em equipe (3 pessoas) Concurso de Arquitetura ModoPlataforma Roraima, Boa Vista Arquitetura Humanitária 2018 EDIFÍCIO VIDA NOVA Trabalho em equipe (2 pessoas) Concurso de Arquitetura Projetar.Org Paissandú, São Paulo Habitação de Interesse Social 2018 CENTRO CLÍNICO DE ONCOLOGIA INFANTIL 10º semestre Trabalho Final de Graduação Universidade Nove de Julho, São Paulo Arquitetura Hospitalar 2017

EDIFÍCIO BARRA FUNDA 8º semestre Universidade Nove de Julho, São Paulo Uso Misto 2016


Espaรงo para Estudos 3D utilizando: SketchUP - Vray 3.4 - Photoshop SรƒO PAULO | SP _ 2018


APARTAMENTO 32 Estudo desenvolvido para projeto de interiores SĂƒO PAULO | SP _ 2018


PAVILHÃO HUMANITÁRIO Concurso de Arquitetura - ModoPlataforma Equipe - Gabriel Mazaro | Izamara Macedo | Marina Marques BOA VISTA | RO _ 2018 Imaginamos criar um ponto de encontro e acolhimento entre dois povos. Para isto, sobre uma plataforma de concreto dividimos os programas em cinco núcleos entre vigas e colunas de madeira laminada com uma cobertura de aço e paredes em ripas de madeira. No centro do plano, o aço da espaço a uma lona semi-translúcida sob uma praça praça árvore comum aos dois países, local de encontro entre as duas culturas, e unificando os dois blocos de atividades, um a direita, (educacional e refeitório), outro a esquerda, (saúde e vestiários). Em todo perímetro do pavilhão, algumas tendas de tecido foram distribuídas em seu entorno, permitindo diversas ocupações, seja uma cobertura para sentar e conversar num fim de tarde, brincar, montar uma barraca com artesanato e tudo mais que quiserem fazer.

ENTORNO IMEDIATO


SAÚDE


EDIFÍCIO VIDA NOVA Concurso de Arquitetura - Projetar.Org Equipe - Gabriel Mazaro | Izamara Macedo PAISSANDÚ | SP _ 2018 Seguindo as diretrizes do programa Minha Casa Minha Vida e a proposta do consurso, tivemos a intenção de trazer a tipologia habitacional uma flexibilidade projetual, sem abandonar a preocupação com conforto e ocupação dos espaços, mas também reforçar a identidade dos moradores junto a apropriaçao do edifício com seu entorno e história. Sabendo que a localização do edifício é, além de privilegiada, por estar próxima a diversos equipamentos públicos e ótima infra-estrutura, é também fonte de renda por ser o local de trabalho de diversos dos moradores que no edifício que desabara, hoje se recusam a mudar de local, estando dispostos a morar à frente dos terreno. Tendo então, como sabido, que grande parte dos antigos e novos moradores do prédio tem trabalhos de grande parte informal, criamos um ambiente com boxes diversificados, que tem como propósito oferecer uma oportunidade de trabalho mais digna, segura, além de um sentimento de vínculo ao edifício. O salão comunitário tem como objetivo proposto, não somente atendender as necessidades, como reuniões de condomínio e comemorações, mas também entendemos que existe uma pluralidade de culturas, movimentos e pessoas que irão habitar o edifício, e que por esta natureza, pensamos em uma laje que proporcionasse uma diversidade de disposição de layo uts livres a adptações, podendo receber além das atividades citadas, novos eventos, intervenções culturais e sociais. Em busca de garantir a identidade e preservar a memória do antigo prédio, expomos isso através de sua composição formal e verticalidade. O terreno possui 650m, localizado na esquina entre a Avenida Rio Branco e a Rua Antônio de Gódoi, no Largo Paissandú, centro de São Paulo, contemplará 200 apartamentos, distribuidos em 30 pavimentos de aproximadamente 560m² cada, com 3 plantas tipo, sendo exemplos de alternativas de ocupação e distribuição de apartamentos e ambientes. 20% das unidades terão 2 dormitórios, 65% das unidades com 1 dormitório, 20% com 3 dormitórios e 5% destinados a unidades de 4 dormitórios. Todos os pavimentos tem sua planta livre, na qual os apartamentos podem ser, postumamente ocupados, serem modificados às necessidades de cada família, o que também permite aos futuros projetos, que inspirados neste, tenham como base esta estrutura, dando liberdade projetual aos arquitetos a explorarem as melhores formas e modelagens afim de garantir uma identidade única ao edifício. O sistema construtivo principal é composto por concreto armado com laje nervurada em dois sentidos, o que permite vãos maiores e possibilita maior flexibilidade e diversidade de tipologias. Nas vedações internas e externas foram usados blocos de concreto, tendo em vista a racionalidade e a economia de tempo e custo.


Projeto na ínterga: https://www.projetar.org/arquivos/16c06fb3803eaf7590e4d3398fea6564.jpg


ÁREA COMUNITÁRIA

PAVIMENTO TIPO


BICICLETÁRIO

BASE COMERCIAL


CENTRO CLÍNICO DE ONCOLOGIA INFANTIL Trabalho Final de Graduação Universidade Nove de Julho VILA LEOPOLDINA | SP _ 2017 O Centro Clínico de Oncologia Infantil que se destina a crianças e jovens de 0 a 18 anos residentes em São Paulo e nos municípios vizinhos, será implantado no distrito da Vila Leopoldina, na cidade de São Paulo, em terreno situado próximo à Avenida das Nações Unidas e à estação de trem CEASA. A implantação desse edifício na área se justifica em função de sua facilidade de acesso à periferia. A partir de levantamentos de campo, constatou-se que, de maneira geral, os centros clínicos, hospitais e institutos especializados em tratamento oncológico infantil se concentram na região central de São Paulo e, segundo o Instituto de Tratamento do Câncer Infantil (ITACI), cerca de 30% dos pacientes que buscam este tipo de tratamento residem em regiões periféricas da capital paulista, o que gera grandes dificuldades de deslocamento, causando desgaste não só ao paciente como também a quem o acompanha, podendo causar até mesmo desistência do tratamento. O objetivo é, além de contribuir para promover a cura, oferecer maiores cuidados, conforto e acolhimento, e aproximar mais o tratamento dos locais mais periféricos de São Paulo, os quais são carentes desse tipo de equipamento de saúde, no qual partiu-se da ideia de criar ambientes que proporcionem conforto e acolhimento aos usuários através de espaços diversificados, com pouca formalidade e com características acolhedoras e pessoais, tornando-os mais humanizados com soluções voltadas para a melhoria da qualidade de vida dos pacientes e familiares que enfrentam problemas associados à doença. O projeto possui, em planta, o formato de um “Z”, com aberturas maiores de 170º em seus ângulos internos, tornando-o suave e possibilitando abertura maior para a contemplação visual envoltória. O volume possui uma generosa subtração no centro, que cria dois blocos distintos, separando o Centro Clínico do Centro de Apoio, embora estejam unificados pela cobertura que avança sobre eles, indicando que são parte do mesmo conjunto e garante a proteção dos acessos principais. Destaca-se ainda a criação de uma grande praça, que se torna uma extensão do projeto, pois nela serão desenvolvidas atividades ao ar livre pelos pacientes, fazendo do projeto um local mais humanizado e diferenciado.


ÁREA DE PASSEIO


LOCALIZAÇÃO

IMPLANTAÇÃO COM TÉRREO


B B

AA

B B

AA

PLANTA DO 1º PAVIMENTO 1º PAV.

ADMINISTRAÇÃO

CENTRO DE APOIO

B B

SETOR CLÍNICO

AA

B B

AA

PLANTA DO 2º PAVIMENTO 2º PAV.

SETOR QUIMIOTERAPIA

CORTE A-A

CENTRO DE APOIO


B B

A A

B B

A A

PLANTA DO 3ยบ PAVIMENTO 3ยบ PAV.

CENTRO DE APOIO

B B

SETOR HEMOCENTRO

A A

B B

A A

PLANTA DA COBERTURA COBERTURA


QUIMIOTERAPIA

BRINQUEDOTECA


B B

A

A

A

B

B

A

1º SUB.

SETOR LOGÍSTICO

PLANTA DO 1º SUBSOLO (2 VAGAS PARA AMBULÂNCIA, 6 VAGAS PARA P.N.E. E 34 VAGAS PARA AUTOMÓVEIS)

A

A

A

A

2º SUB.

PLANTA DO 2º SUBSOLO (46 VAGAS PARA AUTOMÓVEIS E 17 VAGAS PARA MOTOS)

CORTE B-B

SETOR LOGÍSTICO


LEITO COM ILUMINAÇÃO BAIXA, NO TETO CRIA-SE UMA ATMOSFERA ESPACIAL, COMO SE FOSSE UM CÉU ESTRELADO.


LEITO

LEITO


EDIFÍCIO BARRA FUNDA 8º semestre Universidade Nove de Julho BARRA FUNDA | SP _ 2016 O edfício de uso comercial e corporativo se relaciona de maneira harmoniosa com o entorno , pois seu gabarito se aproxima do gabarito dos edifícios vizinhos, utilizando o c.a. máximo, que é de 2,5 para o local, também possuindo uma taxa de ocupação de 0,5, tendo o máximo de aproveitamento desesjado para um projeto deste porte, ao mesmo tempo cumprindo a porcentagem para a taxa de permeabilidade que a legislação pede que é de 15%. O projeto possui fachada ativa ( uso de comércio em sua base voltado para a rua), que proporciona o acesso e apropriação do público ao lugar, com espaços para fruição pública, qualificando não só o projeto em si, mas também o meio urbano. Possuindo também uma praça que através de seus caminhos e passeios que tem como objetivo priorizar o melhor acesso para o pedestre, além de promover qualidade ambiental à região que está em processo de adensamento. De acordo com o estudo realizado, o projeto do edifício comercial e corporativo trará contribuições para a região, como fachada ativa, fruição pública e a praça garantindo maior qualidade para o meio urbano, mais áreas de lazer e convívio e maior valorização da paisagem, e como prevê o plano diretor estratégico de são paulo que é o adensamento ao longo dos eixos de transporte público o que acontece no local proposto para projeto.


Maquete em madeira balsa, papel triplex e acetato, realizada por mim.


IMPLANTAÇÃO COM TÉRREO

³

ÁTICO

11º PAVIMENTO

2º PAVIMENTO

1º PAVIMENTO

TÉRREO

1º SUBSOLO

2º SUBSOLO

CORTE A-A


B ADMINISTRAÇÃO AUDITÓRIO 274m²

REFEITÓRIO

A

A

ÁREA TÉCNICA SALA DE SEGURANÇA

VESTIÁRIO FEMININO

COPA

B

VESTIÁRIO MASCULINO

B

PLANTA DO 1º PAVIMENTO

150m² 180m²

LAJE IMPERMEABILIZADA

163m²

A

ÁREA TÉCNICA

A

173m²

B

A

PLANTA DO PAVIMENTO TIPO (11 PAVIMENTOS)

A


ÁTICO

11º PAVIMENTO

3º PAVIMENTO

2º PAVIMENTO

1º PAVIMENTO

TÉRREO

1º SUBSOLO

2º SUBSOLO

CORTE B-B


RESERVATÓRIO INFERIOR 100,224m³

A

A BICICLETÁRIO 37 m²

B

B

B

CARGA / DESCARGA

RESERVATÓRIO INFERIOR 100,224m³

A

A

A

A

BICICLETÁRIO 37 m²

B

B

CARGA / DESCARGA

PLANTA DO SUBSOLO 1 B

PLANTA DO SUBSOLO 2

A

B

A


IZAMARA MACEDO +55 11 9 8518 3369 izamaramacedo@hotmail.com

Profile for Izamara Macedo

CV + Portfólio de Arquitetura  

Portfólio de trabalhos desenvolvidos durante a graduação e em Concursos de Arquitetura.

CV + Portfólio de Arquitetura  

Portfólio de trabalhos desenvolvidos durante a graduação e em Concursos de Arquitetura.

Advertisement